PREFEI TURA MUNICI PAL DE VERA CRUZ / BAHI A

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEI TURA MUNICI PAL DE VERA CRUZ / BAHI A"

Transcrição

1 PREFEI TURA MUNICI PAL DE VERA CRUZ / BAHI A PROCESSO SELETI VO SI MPLIFI CADO EDI TAL: Nº 01/2014 O PREFEITO M UNICIPAL DE VERA CRUZ ESTADO DA BAHIA,no uso de suas atribuições,torna pública a abertura de inscrições e norm as estabelecidas para a realização de Processo Seletivo Sim plificado destinado a seleção de candidatos para o preenchim ento de vagas e form ação de cadastro reserva para atender necessidade Tem porária de Excepcional Interesse Público,para o provim ento de vagas tem porárias nos cargos do quadro de servidores m unicipais,sob o Regim e Especial de Direito Administrativo - REDA,através deste Edital,observado o disposto no Art. 37 da Constituição Federal,na Lei Orgânica M unicipal,nas Leis M unicipais que regem a espécie,e em cum primento às norm as estabelecidas pelo Tribunal de Contas dos M unicípios - Estado da Bahia TCM /BA,bem com o as norm as contidas neste Edital tendo com o entidade responsável a em presa PLANEJAR Consultoria e Planejam ento Ltda.EPP,em presa especializada,com registro no Conselho Regional de Adm inistração - CRA/BA sob nº.pj- 2002,regularm ente contratada na form a da Lei nº 8.666,de 21 de junho de 1993,em estrita consonância com o disposto no ordenam ento jurídico positivo,e será acom panhado e fiscalizado pela "Com issão para Acom panham ento e Fiscalização do Concurso Público especialm ente designada para este fim, nos term os do Decreto Municipal nº. 618/2014 de 14 de Julho DAS DISPOSIÇÕES PRELIM INARES 1.1. O Processo Seletivo Sim plificado será regi do por este Edital, seus Anexos, e eventuais retificações, caso existam. 1.2.O Anexo I- Quadro de Vagas - relaciona os cargos,rem uneração,distribuição de vagas para cada cargo (código,total de vagas,vagas de am pla concorrência, vencim ento inicial, escolaridade mínim a exigida e pré-requisitos cum ulativos, carga horária sem anal; valor da taxa de inscrição. 1.3.A Planejar Consultoria é a responsável,técnica e operacionalm ente,pelo desenvolvim ento da Etapa relativa às Provas Escritas (elim inatórias e classificatórias) e à Prova de Títulos (classificatória) do presente Processo Seletivo Sim plificado. 1.4.A divulgação oficial das etapas referentes ao presente Processo Seletivo Sim plificado,dar-se-á na form a de Avisos e Editais,através dos seguintes m eios: No quadro de publicações e avisos da Prefeitura M unicipal, no Diário Oficial do M unicípio Através da página da PLANEJAR caso, tam bém os resultados de eventuais Recursos; 1.5.O contrato de trabalho terá duração de 01 (um ) ano,podendo ser prorrogado por igual período,e xcetuando as contratações para atender a program as federais específicos,para as quais serão utilizados os prazos previstos no inciso IX art.37,da Constituição Federal,podendo ainda o referido contrato ser rescindido a qualquer m om ento por interesse das partes,ou ainda quando houver provim ento de cargo efetivo,respeitando-se a legislação pertinente. 1.6.Os locais e os horários de trabalho dos contratados serão determ inados pela Adm inistração,conform e as necessidades específicas das unidades e o relevante interesse público. 2. DOS REQUISITOS 2.1. Poderá ser contratado para os cargos m encionados neste edital, o candidato que preencher aos seguintes requisitos: (A) ter sido aprovado neste Processo Seletivo Sim plificado; (B) ser brasileiro nato ou naturalizado ou,ainda,no caso de estrangeiro,estar com situação regular no país,por interm édio de visto perm anente que o habilite,inclusive,a trabalhar no território nacional.no caso de ter nacionalidade portuguesa,estar am parado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, nos term os do 1º do Art. 12 da Constituição Federal; (C) ter idade mínim a de dezoito anos com pletos na data da contratação; (D) estar em pleno gozo de seus direitos políticos; (E) possuir,na data da contratação,escolaridade/habilitação exigida para o cargo a que irá concorrer,conform e estabelecido no Anexo I deste Edital; (F) estar quite com as obrigações militares (para candidatos do sexo m asculino); (G) estar quite com as obrigações eleitorais; (H) possuir aptidão física e m ental para o exercício do cargo, com provado através de Atestado de Saúde Ocupacional (ASO); (I) não acum ular cargos,em pregos e/ou funções públicas,exceto nos casos previstos na Constituição Federal e legislação vigente,assegurada a hipótese de opção dentro do prazo estabelecido para a contratação previsto no 1º do Art. 13 da Lei n /90; (J) não receber proventos de aposentadoria que caracterizem acum ulação ilícita de cargos, na form a do Art. 37, inciso XVI, da Constituição Federal; (K) cum prir as determ inações deste Edital Os candi datos naturalizados deverão ter fluência na língua portuguesa. 2.3.A não com provação de qualquer um dos requisitos especificados no subitem 2.1.e daqueles que vierem a ser estabelecidos neste Edital,im pedirá a contratação do candi dato. 3. DA PARTICIPAÇÃO DE PESSOA COM NECESSIDADES ESPECIAIS 3.1.Às pessoas com necessidades especiais é assegurado o direito de inscrição no presente Processo Seletivo (CF Art.37,VII: CE VI e Decreto Federal nº.3298 de 20/12/99) desde que as atribuições do cargo sejam com patíveis com a deficiência de que são portadoras,ficando-lhes reservado 5% (cinco por cento) das vagas para os cargos postos em Processo Seletivo Sim plificado desde que a deficiência de que são portadoras seja com patível com as atribuições objeto do cargo em provim ento.os interessados deverão observar e atender aos procedim entos determ inados para inscrição, previsto no presente Edital. 3.2.O candidato,deverá especificar,na ficha de inscrição,o tipo de necessidade especial que apresenta,o núm ero do CID,e,durante o período de inscrição, encam inhar à PLANEJAR, por SEDEX, fazendo constar no envelope a seguinte docum entação: a) requerim ento com os dados pessoais: nom e com pleto,rg,cpf,cargo pretendido,telefone(s) para contato,detalham ento dos recursos necessários (exem plos: prova braile ou am pliada, sala de fácil acesso com ram pa ou no térreo, ledor, m esa especial para cadeirante, etc.); b) relatório m édico atestando a espécie,o grau ou nível da deficiência,com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença CI D, e a causa da deficiência, i ncl usive para assegurar previsão de adaptação da sua prova. M odelo do envelope: À PLANEJAR CONSULTORIA PROCESSO SELETIVO SIM PLIFICADO Edital n 01/2014 Prefeitura M unicipal de Vera Cruz Participação de Pessoa Necessidades Especiais Rua Silveira M artins, nº 27 Centro Em presarial Conexão Sala 23, Cabula Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia Salvador - BA 3.3.Para efeito dos prazos estipulados no caput deste item,será considerada,conform e o caso,a data de postagem fixada pela Em presa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT ou a data do protocolo firm ado pela PLANEJAR CONSULTORIA. 3.4.O candidato que não apresentar laudo m édico contendo as inform ações indicadas no item 3.2.perderá o direito de concorrer à reserva de vagas referida no item 3.1., ainda que declarada tal condição na Ficha de Inscrição. 3.5.A relação dos candidatos que declararam ser pessoa com necessidades especiais e que tiveram sua inscrição com o tal deferida,por apresentar todas as exigências constantes dos itens 3.2., será publicada em separado da relação geral dos candidatos inscritos no Processo Seletivo Sim plificado nos term os do item Da decisão que indeferiu a inscrição do candidato com o deficiente físico por não conter os requisitos form ais exigidos por este edital,não caberá recurso. 3.7.O candidato portador de deficiência participará do Processo Seletivo Sim plificado em igualdade de condições com os dem ais candidatos,no que se refere ao conteúdo, à avaliação, ao horário, ao local de aplicação das provas e à nota mínim a exigida para todos os dem ais candidatos. 3.8.Os deficientes visuais (cegos) que requererem prova em Braille,deverão levar,nos dias de aplicação das provas,reglete e punção,para que suas respostas sejam dadas tam bém em Braille. 3.9.Aos deficientes visuais (am blíopes) que solicitarem prova especial am pliada,s erão oferecidas provas com tam anho m áxim o de letra correspondente a corpo O candidato portador de deficiência,se habilitado e classificado na form a deste Edital,será,antes de sua contratação,subm etido à avaliação de Junta M édica Oficial,contratado pela Prefeitura M unicipal de Vera Cruz,que decidirá,de form a term inativa,com base na legislação vigente,sobre a qualificação do candidato com o portador de deficiência e sobre a com patibilidade da deficiência com as atribuições do cargo,não cabendo recurso dessa decisão Os candidatos considerados pessoa com necessidades especiais,se habilitados e classificados,além de figurarem na lista geral de classificação, terão seus nom es publicados em separado,por classificação específica.para efeito de estruturação,a PLANEJAR CONSULTORIA encam inhará à Coordenação de Concursos e Seleções,após a hom ologação dos resultados,lista dos candidatos portadores de deficiência aprovados neste Processo Seletivo Sim plificado com a sua deficiência e o seu grau Caso o candidato não tenha sido qualificado com o pessoa com necessidades especiais,passará a concorrer juntam ente com os candidatos de am pla concorrência, observada a rigorosa ordem de classificação, não cabendo recurso dessa decisão O laudo m édico valerá som ente para este Processo Seletivo Sim plificado e não será devolvi do. M ODELO DE ATESTADO M ÉDICO PARA PESSOA COM NECESSIDADES ESPECIAIS Atesto para fins de inscrição no Processo Seletivo Sim plificado da Prefeitura M unicipal de Vera Cruz que o Sr(a),RG e CPF,é portador(a) da deficiência,cid nº,enquadrando-se assim no que estabelece o Art.4º do Decreto 3.298,de 20/12/1999,sendo com patível a deficiência apresentada pelo paciente com as atribuições do cargo de, disponibilizado no referido Processo Seletivo Sim plificado, conform e Edital 001/2014. Data (não superior a 60 dias) Nom e, assinatura, nº do CRM do m édico e carim bo. 4. DAS INSCRIÇÕES 4.1 A inscrição no Processo Seletivo Sim plificado im plica,desde logo,no conhecim ento e tácita aceitação das condições estabelecidas neste Edital e seus Anexos, das quais o candi dato não poderá alegar desconhecim ento. 4.2.As Inscrições ficarão abertas no período de 21 à 25 de julho de 2014, no horário das 09:00h ás 12:00 e das 13:00 às 15:00 horas,de FORM A PRESENCIAL,no posto de inscrição no Com plexo Cultural Aristóteles Gom es,localizado na Rua Nossa Senhora das Candeias S/Nº Ilhota,M ar Grande - Vera Cruz/BA. s/n, m ediante preenchim ento do Requerim ento de Inscrição RI Taxa de Inscrição: Cargos de Nível Superior R$ 50,00 (Cinquenta reais); Cargos de Nível M édio e Técnico R$ 30,00 (Trinta reais) Cargos de Nível Fundam ental R$ 20,00 (Vinte reais) 4.4.O candidato aprovado no Processo Seletivo Sim plificado de que trata este Edital só poderá ser investido no cargo se atendidas as exigências do item 2: 4.5. INSCRIÇÕES PRESENCIAIS: Receber do coordenador de inscrição a ficha de inscrição,que estará disponível ao candidato no seguinte endereço: Na Rodovia BA 001, Km 03 Entroncam ento de M ar Grande Vera Cruz/BA (prédio da Secretaria M unicipal de Educação),de segunda a sexta no horário das 08:30 às 12:00 das 13:30 às 17:00,devendo o candidato receber do funcionário responsável,a ficha de inscrição e dirigir-se à Secretaria M unicipal de Finanças, localizada na Prefeitura M unicipal de Vera Cruz,na Rua São Bento,Centro,nº 123,M ar Grande,Vera Cruz/BA,para em issão de docum ento de arrecadação M unicipal (DAM ), de acordo com os valores específicos para cada função técnica qualificada,cobrada a título de ressarcim ento das despesas com m aterial e serviços para a realização do Processo Seletivo Sim plificado e pagar a taxa nos Bancos do Brasil,Banco Itau, Caixa Econôm ica, Bradesco e Casas Lotéricas Preencher na Ficha de Inscrição todos os cam pos com caneta esferográfica de tinta azul ou preta, em letra de form a com nitidez e legibilidade; Ao Candidato será atribuída total responsabilidade pelo correto preenchim ento da Ficha de Inscrição,especialm ente quanto aos cam pos Código da Opção de Cargo.O preenchim ento do cam po Código da Opção de Cargo na Ficha de Inscrição,com código inexistente ou o não preenchim ento deste cam po, invalidará a inscrição, um a vez que im possibilita o preparo do m aterial personalizado de prova do candidato; Preencher e assinar a declaração contida no Requerim ento de Inscrição, sob as penas da lei, que atende às condições exigidas no Edital Apresentar original da Cédula de Identidade (RG) ou da Carteira de Trabalho e Previdência Social ou do Certificado de Reservista ou de Carteiras expedidas por Órgão ou Conselhos de Classe ou da Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na form a da Lei nº 9.503/97).Qualquer um dos citados docum entos deverão ser apresentados para a realização das provas, sob pena de im possibilitar a participação do candi dato Após o pagam ento da taxa de inscrição deverá o candidato entregar ao Coordenador de Inscrição os seguintes docum entos que deverão ser anexados a ficha de inscrição devidam ente preenchida: O original do com provante de pagam ento do DAM, referente ao valor da Taxa de Inscrição ao cargo pleiteado. Anexar fotocópia da cédula de Identidade frente/verso na ficha de Inscrição Receber do Coordenador de Inscrição o Com provante de Confirm ação de sua Inscrição,contendo o núm ero de inscrição pré-identificado e Edital Com pleto; São considerados desistentes os candidatos que,m esm o tendo feito o pagam ento do valor de inscrição,não tenham preenchido e devolvido a respectiva Ficha de Inscrição no período das inscrições, sob qual quer condição ou pretexto Observar as orientações contidas na própria Ficha e no Edital,pois não serão adm itidas quaisquer alterações posteriores à efetivação da inscrição. Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 2

2 Os pagam entos da Taxa de inscrição deverão ser realizados nos caixas de atendim ento direto dos bancos ou Casas Lotericas,não sendo aceito nenhum a outra m odalidade de pagam ento Não serão aceitas inscrições depósito via postal, fac-sím ile Não será perm itida a transferência do valor pago com o taxa de inscrição para outra pessoa,assim com o a transferência da inscrição para pessoa diferente daquela que a realizou O candidato que fizer duplicidade de inscrição,que vier a coincidir o horário da realização das provas,deverá fazer a escolha,sem direito a ressarcim ento desta ultim a inscrição Efetivada a Inscrição,não serão aceitos pedidos para qualquer alteração na ficha de Inscrição,bem com o não haverá devolução da im portância paga a título de ressarcim ento das despesas com m ateriais e serviços em hi pótese nenhum a A partir do dia 01 de Agosto de 2014,o candidato deverá conferir os seus dados.constatando algum a irregularidade,o candidato deverá entrar em contato com a Em presa Organizadora, para proceder as devidas correções Não serão aceitos com o docum entos de identidade,certidões de nascim ento,títulos eleitorais,carteiras de m otorista sem foto,c arteiras funcionais sem valor de identidade, fotocópias ai nda que autenticadas, bem com o docum entos ilegíveis ou danificados Serão canceladas,a qualquer tem po,as inscrições,provas ou nom eação do Candidato,se verificadas falsidade de declaração ou irregularidade nas provas ou docum entos O candidato que se inscrever para m ais de um cargo e no caso que as provas para estes cargos venham a ocorrer no m esmo turno, considerando-se o disposto deste Edital,no dia da prova,deverá com parecer ao local e sala de prova da opção que privilegiar e realizar a prova a ela correspondente, sendo considerado faltoso nas dem ais opções Quando do preenchim ento do Requerim ento de Inscrição,o candidato portador de deficiência que desejar concorrer às vagas reservadas para os candi datos portadores de deficiência deverá inform ar sua opção. 4.6.Não serão aceitos com o docum entos de identidade,certidões de nascim ento,títulos eleitorais,carteiras de m otorista sem foto,carteiras funcionais sem valor de identidade, fotocópias ai nda que autenticadas, bem com o docum entos ilegíveis ou danificados. 4.7.Os depósitos deverão ser realizados nos caixas de atendim ento direto dos bancos ou através de transferência on-line,não sendo aceitos depósitos nos caixas de auto-atendim ento. 4.8.Objetivando evitar ônus desnecessários,o candidato deverá orientar-se no sentido de recolher o valor da inscrição som ente após tom ar conhecim ento de todos os requisitos exigidos para o Concurso. 4.9.Não será perm itida a transferência do valor pago com o taxa de inscrição para outra pessoa,assim com o a transferência da inscrição para pessoa diferente daquela que a realizou Efetivada a Inscrição,não serão aceitos pedidos para qualquer alteração na ficha de Inscrição,bem com o não haverá devolução da im portância paga a título de ressarcim ento das despesas com m ateriais e serviços em hi pótese nenhum a Serão canceladas,a qualquer tem po,as inscrições,provas ou nom eação do Candidato,se verificadas falsidade de declaração ou irregularidade nas provas ou docum entos Quando do preenchim ento do Requerim ento de Inscrição,o candidato portador de deficiência que desejar concorrer às vagas reservadas para os candidatos portadores de deficiência deverá inform ar sua opção POR PROCURAÇÃO Será perm itida a Inscrição por procuração,devendo ser apresentado o respectivo instrum ento público ou particular,este últim o com firm a reconhecida em cartório,i ndicando expressam ente o nom e do cargo,acom panhado de cópia autenticada dos Docum entos de Identidades do candi dato e do procurador O procurador de m ais de um candidato deverá apresentar um a procuração para cada candidato, que ficará retida O Candidato Inscrito por procuração assum e total responsabilidade pelas inform ações prestadas pelo seu procurador,no form ulário de Inscrição arcando com eventuais erros de preenchim ento daquel e docum ento. 5. DA CONFIRM AÇÃO DA INSCRIÇÃO 5.1.As inscrições efetuadas de acordo com o disposto no item 4 deste Edital serão hom ologadas pela PLANEJAR,significando tal ato que o candidato está habilitado para participar do Processo Seletivo Sim plificado. 5.2.A relação dos candidatos c om a inscrição hom ologada s erá divulgada na página do Processo Seletivo Sim plificado n o site ww.planej arconcursos.com.br, em data prevista no cronogram a existente no M anual. 5.3.Será publicado as inform ações referentes à data,horário,tem po de duração e local de realização das Provas Objetiva (nom e do estabelecim ento, endereço e sala),cargo para o qual concorre e tipo de vaga escolhida pelo candidato (vaga de am pla concorrência ou vaga reservada para candidatos com deficiência),assim com o as orientações para realização da prova,estarão disponíveis no período inform ado no cronogram a existente no M anual do Candi dato ou na pági na do Processo Seletivo Sim plificado no site ww.planej arconcursos.com.br. 5.4.Erros referentes a nom e,docum ento de identidade ou data de nascim ento,deverão ser com unicados apenas no dia de realização da prova,na sala de prova, junto ao fiscal. 5.5.Não é necessária a apresentação,no dia de realização da prova,de docum ento que com prove a localização do candidato no estabelecim ento de realização de prova, bastando que o m esm o se dirija ao local designado portando docum ento de identificação original com fotografia É de responsabilidade do candidato a obtenção de inform ações referentes à realização da prova. 5.7.O candidato não poderá alegar desconhecim ento do local da prova com o justificativa de sua ausência.o não com parecim ento à prova,qualquer que seja o m otivo, será consi derado com o desistência do candi dato, e resultará em sua elim inação do Processo Seletivo Sim plificado. 6. DA PROVA OBJETIVA 6.1. O candidato som ente fará a prova se m unido de um dos docum entos exigido no ato da inscrição, conform e item Não será aceita cópia do docum ento de identidade,ainda que autenticada,nem protocolos ou quaisquer outros docum entos de identificação diferentes dos acim a estabeleci dos. 6.3.Não serão aceitos com o docum entos de identidade: certidões de nascim ento,cpf,títulos eleitorais,carteiras de m otorista (m odelo antigo), carteiras de estudante,carteiras funcionais sem valor de identidade nem docum entos ilegíveis,não-identificáveis e/ou danificados.os docum entos deverão estar em perfeitas condições, de form a a perm itir, com clareza, a identificação do candi dato. 6.4.Caso o candidato esteja im possibilitado de apresentar,no dia de realização das provas,docum ento de identidade original,por m otivo de perda, roubo ou furto,deverá ser apresentado docum ento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial,expedido há,no m áxim o,30 (trinta) dias, ocasião em que será subm etido à i dentificação especial,com preendendo coleta de dados,de assinaturas e de im pressão digital em form ulário próprio. 6.5.A identificação especial será exigida,tam bém, ao candidato cujo docum ento de identificação apresente dúvidas relativas à fisionomia ou à assi natura do portador. 6.6.Por ocasião da realização das provas,o candidato que não apresentar docum ento de identidade original,na form a definida no subitem deste edital, não poderá fazer as provas e será autom aticam ente elim inado do Processo Seletivo Sim plificado. Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia As provas serão realizadas no m unicípio de Vera Cruz.A data provável para realização das provas é o dia 10 de agosto de 2014 (domingo), podendo ser aplicado em dois turnos a depender da estrutura do m unicípio,com horário e local a serem definidos e publicados no Quadro de Avisos da Prefeitura M unicipal de Vera Cruz,no Quadro de Avisos da Câm ara M unicipal de Vera Cruz e através da Internet no endereço eletrônico candidato deverá,a partir do dia 01 de Agosto de 2014,obter inform ações quanto ao local da prova.é de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta da data,local e horário de realização das provas.é recom endável,ainda,visitar com antecedência o local de realização da respectiva prova. 6.8.A Prefeitura M unicipal de Vera Cruz e a PLANEJAR não se responsabilizarão por eventuais coincidências de datas e horários de provas e quaisquer outras atividades. 6.9.Por telefone,não serão dadas inform ações a respeito de local e horário da prova,do gabarito,do resultado,e de convocação para contratação, sendo de inteira responsabilidade do candidato acom panhar as etapas desse Processo Seletivo Sim plificado no site da PLANEJAR até a hom ologação do resultado e, após isso, no Di ári o Oficial do M unicípio, portal da prefeitura e quadro de aviso oficial O candidato deverá com parecer ao local designado para a realização das provas com antecedência mínim a de 30 (trinta) minutos do horário fixado para o seu início, m unido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, docum ento de identificação ori gi nal, o qual é I NDISPENSÁVEL O candidato deverá observar atentam ente o Edital de publicação especificando os horários e locais de realização das provas,inclusive estando atento quanto à possibilidade da existência de endereços sim ilares e/ou hom ônim os O candi dato deverá assi nar a lista de presença de acordo com o que consta no seu docum ento de identificação, vedada a aposição de rubrica Não será perm itida a entrada de candidatos, sob qualquer pretexto, após o fecham ento dos portões Não haverá segunda cham ada para as provas.o não com parecim ento seja qual for o m otivo que tenha determ inado a ausência do candidato, im plicará na sua elim inação autom ática Fica vedado o ingresso no local das provas de pessoas estranhas ao Processo Seletivo Sim plificado.é expressam ente proibido fum ar durante a prova Na ocorrência de eventuais erros de digitação de nom e,núm ero de docum ento de identidade,data de nascim ento etc,o candidato deverá solicitar ao fiscal de classe a devida correção no dia da prova, que será constado em Ata As provas objetivas (escritas) serão com postas de questões pertinentes às especificidades do cargo em concurso,contendo cada questão 05 (cinco) alternativas de respostas,s endo considerado habilitado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) dos pontos no som atório da prova objetiva, obedecendo aos seguintes critérios: Será avaliada na escala de 0 (zero) a 90 (noventa) pontos para os cargos de Nível Superior e Professor; e na escala de 0 (zero) a 100 (cem ) pontos para todos outros cargos; O total de pontos de cada candidato,no conjunto das provas,será igual à som a da nota obtida na prova referente a cada m atéria constante dos program as; O total de pontos m áxim o que um candidato poderá obter é de 100 (cem ) pontos, incluindo, quando aplicável, a avaliação dos títulos A Prova Objetiva de Conhecim entos do Processo Seletivo de Vera Cruz será com posta conform e o Quadro de Provas apresentado abaixo: Escolaridade Prova Questões Peso Nota Português 10 Nível Superior Conhecim entos Gerais/Atualidades 10 3, Português 08 Professor Coordenador Pedagógico Nível M édio Nível Fundam ental M atem ática 04 Conhecim entos Gerais/Atualidades 04 Conhecim entos Didáticos/Pedagógicos 04 Português 10 M atem ática 05 Conhecim entos Gerais/Atualidades 05 Português 10 M atem ática 05 Conhecim entos Gerais/Atualidades 05 3, , , O tem po de duração da prova será de 03:30 (três horas e trinta minutos).não haverá por qualquer motivo,prorrogação do tem po previsto para a aplicação das provas.não haverá,na sala de provas,m arcador de tem po individual,um a vez que o tem po de início e térm ino da prova será determ inado pelo fiscal de sala,c onform e estabelecido no Edital de Convocação da Prova Objetiva,dando tratam ento isonôm ico a todos os candi datos presentes O candidato que porventura sentir-se m al durante a realização das provas,poderá interrom pê-las até que se restabeleça,no próprio local de realização das provas.caso o candidato não se restabeleça em tem po hábil para term inar sua prova dentro do horário estabelecido,estará elim inado do Processo Seletivo Sim plificado A candidata que tiver necessidade de am am entar durante a realização das provas,deverá requerer esse direito,até 72 horas que antecede a prova,bem com o,deverá no dia da aplicação da prova,levar acom panhante que ficará em sala reservada para essa finalidade e será responsável pela guarda da criança Após resolver todas as Questões da prova,o candidato deverá m arcar suas respostas,com caneta esferográfica de tinta azul ou preta,na Folha de Respostas Óptica, onde serão de sua inteira responsabilidade: O preenchim ento correto das folhas ópticas deverão ser preenchidas conform e as instruções específicas no Caderno de Questões,contidas tam bém na própria Folha Os prejuízos advindos das m arcações feitas incorretam ente na Folha de Respostas Óptica serão de responsabilidade exclusiva do candidato, sendo consideradas m arcações incorretas: dupla m arcação,m arcação rasurada,m arcação em endada, c am pos de m arcação não preenchidos integralm ente, m arcação ultrapassando o cam po determ inado e m arcação que não seja feita com caneta esferográfica de tinta preta ou azul Os fiscais da sala não estão autorizados a fazer retificações de qualquer natureza nas instruções ou no enunciado das questões da prova.se o próprio coordenador de prédio,reconhecido por um dístico bem visível,não percorrer pessoalm ente as salas,avisando sobre algum a alteração,o candidato não deverá fazer nada que contrarie o que especifica o seu caderno de provas.o candidato que desejar fazer considerações a respeito da aplicação deverá consigná-las em Ata de Sala, para posteri or avaliação No dia de realização das provas,não serão fornecidas,por qualquer m em bro da coordenação de aplicação destas,inform ações referentes ao seu conteúdo e/ou aos critérios de avaliação e de classificação A critério da PLANEJAR,conjuntam ente com a Com issão do Processo Seletivo,poderá,em caso fortuito ou de força m aior,ser concedida tolerância no horário de fecham ento dos portões A PLANEJAR poderá utilizar sala(s) extra(s) nos locais de aplicação da prova objetiva,alocando ou rem anejando candidatos para essa(s), Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 4

3 conform e as necessidades O candidato será subm etido à identificação especial caso seu docum ento oficial de identidade apresente dúvidas quanto à fisionomia ou assinatura Durante a realização das provas,não será perm itida a com unicação dos candidatos nem a utilização de m áquinas calculadoras,aparelhos eletrônicos (bi p, telefone cel ular, Walkm am, receptor, gravador) e outros equi pam entos sim ilares, livros, anotações, im pressos A PLANEJAR não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos ou de equipam entos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas, nem por danos neles causados Ao térm ino da prova o candidato deverá devolver ao fiscal,o Caderno de Questões e o Cartão-Resposta DEVIDAM ENTE ASSINADO,esclarecendo que por razões de segurança,a PLANEJAR fornecerá exem plares dos Cadernos de Questões aos candidatos,som ente com o decurso de 02 (duas) horas e 30 (trinta) minutos do início da prova.os três últim os candidatos deverão perm anecer na sala de prova e som ente poderão sair juntos do recinto.a PLANEJAR disponibilizará,im preterivelm ente no período de 05 (cinco) dias úteis,através de requerim ento a ela endereçado,os Cadernos de Questões; decorri do este período os cadernos serão incinerados Após o térm ino da(s) prova(s),o candidato deverá deixar im ediatam ente as dependências do prédio escolar,sendo term inantem ente proibido de fazer contato com candi datos que ai nda não term inaram a(s) prova(s), sob pena de ser excl uí do do Processo Seletivo Sim plificado A avaliação da prova será realizada por sistem a eletrônico de processam ento de dados,considerados para esse efeito,exclusivam ente,as respostas transferidas para o Cartão- Resposta Aos portadores de deficiência serão asseguradas provas e/ou locais especiais,a depender das necessidades específicas,cabendo à Com issão do Processo Seletivo Sim plificado o cum prim ento das dem ais condições do Edital O Gabarito para conferência do desem penho dos candidatos será divulgado no site da PLANEJAR até o 2º (segundo) dia útil após a realização da respectiva prova É de responsabilidade de o Candidato entregar o Cartão-Resposta ao fiscal antes de sair da sala de provas,para devida conferência.caso não seja devolvido o candidato estará sum ariam ente elim inado do Processo Seletivo Sim plificado, sem direito a recurso ou reclam ação posterior O Candidato que estiver hospitalizado na sede do m unicípio de Vera Cruz deverá com unicar à PLANEJAR,até 12 horas antes da realização das provas. Para tanto, o seu representante deverá com parecer, apresentando docum ento oficial de identidade e m unido de: Atestado do m édico que esteja acom panhando o Candidato,d eclarando a im possibilidade de locom oção e atestando que o Candidato tem condições de ler, redigir e m arcar a Folha de Respostas; Autorização do hospital para acesso do(s) fiscal (is) no horário de realização das provas; Docum ento de Identidade do Candidato (o m esm o apresentado no ato da inscrição); Dados constantes no Cartão de Inform ação: núm ero de inscrição,estabelecim ento e sala de realização das provas em questão.inform ações referentes ao local do internam ento Caso o Candidato não apresente estas condições, a PLANEJAR não autorizará a aplicação da prova. 7. DA PROVA DE TÍTULOS 7.1.Aos candidatos aos cargos de Nível Superior e Nível Técnico que se habilitarem com m édia mínim a de 50% de acertos da prova de conhecim entos,s erá facultada a prova de títulos com a finalidade d e verificar o enri quecim ento da capacitação e da especialização t écnicoprofissional do candi dato para fins de classificação. Desta form a, a prova de títulos terá caráter apenas classificatório. 7.2.S om ente será avaliado os títulos dos candidatos habilitados c om 50% de acertos da Prova Objetiva.Os títulos serão entregues EXCLUSIVAM ENTE no dia 10 de Agosto de 2014, junto com a realização da prova objetiva, conform e descrição a seguir: Os títulos serão entregues no m esm o prédio de realização das provas objetivas,onde serão protocolados por m em bros da Com issão Especial do Processo Seletivo. Som ente será recebido e exam inado quando entregues em envelope devidam ente IDENTIFICADO A com provação de experiência profissional se dará m ediante apresentação de cópia de CTPS acrescida de declaração do órgão ou em presa,ou, no caso de servidor público de certidão de tem po de serviço,am bos emitidas pelo setor pessoal ou equivalente,conform e a nom enclatura do cargo que concorre,devendo a aludida declaração constar claram ente a descrição do serviço e o nível de desem penho na área de atuação,conform e a nom enclatura do cargo que concorre; Não será com putado com o experiência profissional, o tem po de estágio ou m onitoria; Todo docum ento apresentado para fins de com provação de experiência profissional deverá ser em itido pelo setor pessoal com petente e conter o período do início e térm ino do trabalho realizado; M odelo da declaração de tem po de serviço. PAPEL TIM BRADO COM IDENTIFICAÇÃO E CNPJ DA EM PRESA Declaram os para fins previstos em lei, que o sr (NOM E DO CANDIDATO), CPF Nº, trabalhou na função de (NOM ENCLATURA DO CARGO) no período de / / a / /. Pelo que firm o presente sob as penas da lei. Local e data. ASSINATURA SOBRE O CARIM BO DE IDENTIFICAÇÃO 7.2. Som ente será com provada a experiência em atividades correlatas às do cargo para o qual o candi dato está concorrendo As pontuações de experiência,são independentes por ano trabalhado, ou seja, não são cum ulativas; A pontuação só será atribuída ao período de um ano com pleto,assim com preendido 12 (doze) m eses de efetiva atividade profissional na m esm a função. Períodos inferiores a 12 (doze) m eses com pletos não serão pontuados; A Prova de Títulos tem caráter m eram ente classificatório, com anexação dos pontos das tabelas abaixo à nota da prova objetiva: Item A B C D TÍTULO Certificado de curso de especialização,em nível de pós-graduação,com carga horária mínim a de 360 horas, na área específica que concorre. Diplom a,devidam ente registrado,de curso de pós-graduação,em nível de m estrado (título de m estre) na área específica que concorre. Diplom a,devidam ente registrado,de curso de pós-graduação,em nível de doutorado (título de doutor) na área específica que concorre. Experiência Profissional em Serviço Público ou na iniciativa privada,e stando relacionado diretam ente com a nom enclatura do cargo a que concorre,até o lim ite de 04 (quatro) anos para efeito de pontuação, desde que com provada de acordo com item 7.1 e seus subitens. Pontos Títulos M áxim o de Pontuação por item 1 1,0 2 2,0 3 3,0 1 ponto por ano 7.3. A experiência profissional dos candi datos deverá possuir relação direta com o cargo a ser provi do. 7.4.Os docum entos deverão ser apresentados em fotocópias autenticadas ou cópias acom panhadas dos respectivos originais para conferência e devol ução im ediata. Não serão aceitos protocolos dos docum entos. 4, O candidato som ente poderá obter até o m áxim o de 10 (dez) pontos em títulos, sendo desprezada a pontuação superior a este núm ero Após o prazo não serão aceitos pedidos de inclusão de títulos sob qualquer hipótese ou alegação. 8. DOS RECURSOS 8.1. Serão adm itidos recursos quanto: a) ao indeferim ento das inscrições para concorrer na condição de pessoa com deficiência; b) ao indeferim ento da solicitação de atendim ento especial para realização das provas; c) ao indeferim ento das inscrições; d) ao gabarito da Prova Objetiva; e) às notas provisórias da Prova Objetiva e da Prova Títulos; 8.2.Os recursos deverão ser interpostos no prazo de dois dias úteis após a ocorrência do evento que lhes der causa,conform e estabelecido no Cronogram a deste Edital Som ente serão considerados os recursos interpostos no prazo estipulado para a fase a que se referem Não serão aceitos os recursos interpostos em prazo destinado a evento di verso do questionado. 8.3.Os recursos deverão ser interpostos exclusivam ente pela Internet,de acordo com o m odelo de form ulário de recursos disponível no site anejarconcursos.com.br. 8.4.Som ente serão apreciados os recursos interpostos e transm itidos conform e as instruções contidas neste Edital e no endereço eletrônico da PLANEJ AR (w ww.planej arconcursos.com.br). 8.5.A PLANEJAR não se responsabiliza por recursos não recebidos por m otivo de ordem técnica dos com putadores,f alha de com unicação, congestionam ento das linhas de com unicação,falta de energia elétrica,bem com o outros fatores de ordem técnica que im possibilitem a transferência de dados O candi dato deverá ser claro, consistente e obj etivo em seu pleito Não serão aceitos recursos interpostos por fac-sím ile (fax), telex, telegram a ou outro m eio que não seja o especificado neste Edital A Banca Exam inadora constitui últim a instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais. 8.9.O gabarito divulgado poderá ser alterado,em função dos recursos interpostos,e as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo O(s) ponto(s) relativo(s) à(s) questão(ões) eventualm ente anulada(s) será(ão) atribuído(s) a t odos os candidatos presentes à prova, independentem ente de form ulação de recurso Na ocorrência do disposto no item 8.16 e/ou em caso de provim ento de recurso poderá ocorrer a elim inação de candidato que não obtiver a nota mínim a exigida para a prova Serão indeferidos os recursos: a) cujo teor desrespeite a Banca Examinadora; b) que estejam em desacordo com as especificações contidas neste Capítulo; c) cuja fundam entação não corresponda à questão recursada; d) sem fundam entação e/ou com fundam entação inconsistente, incoerente ou os intem pestivos; e) apresentado em conjunto com outros candidatos, isto é, recurso coletivo; f) encam inhados por m eio da Im prensa e/ou de redes sociais online Adm itir-se-á um único recurso por candidato para cada evento referido no item 8.1 deste Capítulo,devidam ente fundam entado,sendo desconsi derado recurso de igual teor A decisão dos recursos quer procedentes ou im procedentes,serão levadas ao conhecim ento de todos os candidatos inscritos no procedentes Concurso por m eio do endereço eletrônico da PLANEJAR 8.15.O resultado dos recursos,assim com o as alterações de gabaritos das provas objetivas e as alterações das notas prelim inares da prova objetiva, que vierem a ocorrer após julgam ento dos recursos,estará à disposição dos candidatos na página do Processo Seletivo Sim plificado no endereço eletrônico em período inform ado no edital de convocação As notas obtidas por interm édio do julgam ento do recurso im petrado contra o resultado prelim inar da prova objetiva e da avaliação de títulos poderão perm anecer inalteradas, sofrer acréscim os ou até m esm o reduções, em relação à nota divulgada prelim inarm ente A Banca Exam inadora constitui últim a instância para recurso,sendo soberana em suas decisões,razão pela qual não caberão recursos adicionais A elim inação do candidato em razão de não com parecim ento à prova ou a sua expulsão da sala de prova em razão de com portam ento indevido, não poderá ser obj eto de recurso. 9. DA CLASSIFICAÇÃO NO PROCESSO SELETIVO SIM PLIFICADO 9.1. Som ente serão classificados os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 50% (cinqüenta por cento) do total da prova. 9.2.A nota final do candidato,para os cargos com avaliação de títulos,será calculada,considerando-se que NF é a nota final e NO é a nota da Prova Objetiva e NT a nota da Avaliação dos Títulos, da seguinte form a: NF = NO + NT A nota final do candidato, para os cargos que não participam da etapa da avaliação de títulos, será a nota da Prova Objetiva. 9.3.A classificação final dos candidatos será obtida através da som a dos escores brutos de cada prova,convertidos em notas e som adas as notas na apuração final. 9.4.Serão considerados aprovados no Processo Seletivo Sim plificado os candidatos que prestaram as provas previstas para os cargos aos quais concorreram que não tenham sido elim inados e que tenham sido classificados em classificação decrescente e correspondente ao núm ero das vagas ofereci das para cada cargo Na hipótese de igualdade de pontos, para fins de classificação: O prim eiro critério de desem pate neste Processo Seletivo Sim plificado será a idade,dando-se preferência ao candidato de idade mais elevada (Parágrafo Único do Art.27 da Lei Federal N de 1 de Outubro de 2003 Estatuto do Idoso).Persistindo o em pate,terá preferência sucessivam ente o candidato que: Obtiver m aior pontuação nas questões de Conhecim entos Específicos; Obtiver m aior pontuação nas questões de Conhecim entos Gerais; Obtiver m aior pontuação nas questões de Língua Portuguesa; Sorteio Público realizado pela PLANEJAR acom panhada pela Com issão Especial do Processo Seletivo Sim plificado,com a presença dos candidatos em patados. 9.6.Os resultados do Processo Seletivo Sim plificado serão publicados por afixação no quadro de avisos da Prefeitura M unicipal de Vera Cruz e nos sites da planejar e da prefeitura m unicipal de Vera Cruz e/ou publicação em jornais e outros m eios de com unicação Os candi datos habilitados portadores de deficiência física serão relacionados separadam ente. 9.8.Caso não haja candidatos portadores de deficiência aprovados,a vaga reservada será destinada ao restante dos candidatos,de acordo com a ordem de classificação. Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 5 Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 6

4 10. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 10.1.O candidato poderá obter inform ações e orientações sobre o Processo Seletivo Sim plificado tais com o Editais,M anual do Candidato,processo de inscrição,local de prova,gabaritos, resultados das provas,resultados dos recursos,cronogram a,e resultado final na página do Processo Seletivo Sim plificado no site Não será fornecido qualquer docum ento com probatório de aprovação ou classificação do candidato,valendo para esse fim a publicação na im prensa oficial Será considerada a legislação atualizada até a data de publicação deste Edital,bem com o alterações em dispositivos legais e norm ativos até esta data na avaliação na prova objetiva Será considerado o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa,assinado em Lisboa,em 16 de dezem bro de 1990,prom ulgado pelo Decreto nº 6.583, de 29 de setem bro de O prazo de validade do Processo Seletivo Sim plificado será de 01 (um ) ano,podendo ser prorrogado por igual período,contado a partir da data de hom ologação do resultado final Os atos adm inistrativos da Prefeitura M unicipal de Vera Cruz são oficialm ente publicados no Diário Oficial Eletrônico do M unicípio,e podem ser visualizados no sítio ww.veracruz.ba.io.org.br/diariooficial. Parágrafo Único: É de inteira responsabilidade do candidato,acom panhar a publicação de todos os atos, editais e com unicados referentes a esse Processo Seletivo Sim plificado através dos locais de divulgação indicados neste edital Os candidatos aprovados e classificados neste Processo Seletivo Sim plificado devem m anter atualizados seus endereços junto à Secretaria M unicipal de Adm inistração da Prefeitura M unicipal de Vera Cruz Ressalvadas as hipóteses previstas na legislação pertinente,ao candidato convocado para contrato,não será perm itido o adiam ento, sendo elim inado do Processo Seletivo Sim plificado o candi dato que, por qual quer m otivo, não aceitar o local designado quando convocado Decairá do direito de im pugnar os tem os deste Edital de Processo Seletivo Sim plificado,perante a administração,o candidato que não o fizer até o segundo dia útil, após o encerram ento das inscrições A inexatidão das declarações,as irregularidades de docum entos ou as de outra natureza,ocorridas no decorrer do Processo Seletivo Sim plificado,m esm o que só verificada posteriorm ente,elim inará o candidato do Processo Seletivo Sim plificado,anulando todos os efeitos decorrentes de sua inscrição Fica ciente o candidato aprovado e classificado que,em aceitando sua contratação,poderá ser lotado em qualquer das unidades do órgão da adm inistração direta ao qual o cargo está vi nculado O ato de inscrição gera presunção absoluta de que o candidato conhece as presentes instruções e de que aceita as condições do Processo Seletivo Sim plificado, estabelecidas na legislação deste Edital A Prefeitura M unicipal de Vera Cruz e a PLANEJAR não se responsabilizam por equívocos eventualm ente com etidos pelo candidato,por DEIXAR DE LER ESTE EDITAL DO PROCESSO SELETIVO SIM PLIFICADO Os itens deste Edital,inclusive o cronogram a de execução previsto,poderão sofrer eventuais alterações,atualizações ou acréscim os,enquanto não consum ada a providência ou evento que lhes disser respeito,ou por m otivo de força m aior,até a data da convocação dos candidatos para a prova correspondente, circunstância que constará em Edital Não será feita nenhum a convocação dos aprovados desse processo seletivo sim plificado por telefone,correio ou e-m ail; é de inteira responsabilidade do candidato acom panhar as convocações no diário oficial e l etrônico do m unicípio,l I NK: ww.veracruz.ba.io.org.br/di ariooficial A contar da data de publicação da convocação dos aprovados no Diário Oficial Eletrônico do M unicípio,o candidato deverá apresentar-se em até dez dias corridos,m unido dos docum entos exigidos para sua contratação.em caso do décim o dia cair no sábado,dom ingo,feriado ou facultativo, valerá o dia útil im ediatam ente anterior.o candidato que não com parecer no prazo m encionado será considerado desistente,sendo convocado o próxim o da lista de classificação O profissional contratado, na f orm a deste edital, terá avaliado o seu desem penho pela sua chefia im edi ata, trim estralm ente A avaliação do desem penho do profissional contratado na form a deste edital,quando for evidenciada a insuficiência de desem penho profissional, acarretará; Rescisão im ediata do contrato celebrado com o M unicípio, respeitada a legislação vigente; Im pedim ento de concorrer a outros processos seletivos sim plificados prom ovidos pelo M unicípio; O critério de assiduidade será fundam ental na avaliação de desem penho do profissional; O critério de cum prim ento de carga horária será fundam ental na avaliação de desem penho do profissional A Prefeitura M unicipal de Vera Cruz e a em presa realizadora do Processo Seletivo Sim plificado não se responsabilizam pelo fornecim ento de quaisquer cursos, textos, apostilas ou outras publicações referentes a este Processo Seletivo Sim plificado A Prefeitura M unicipal e a PLANEJAR se exim em das despesas com viagens e hospedagens dos candidatos em quaisquer das fases do certam e seletivo,m esm o quando alteradas datas previstas no cronogram ai nicial,reaplicação de qualquer fase,i nclusive de provas,de acordo com determ inação da Prefeitura M unicipal e/ou da organizadora PLANEJ AR Todos os docum entos apresentados para Prova de Títulos,c uja devolução não for solicitada à Em presa PLANEJAR no prazo de 90 dias, contados a partir da hom ologação do resultado final do Processo Seletivo Sim plificado, serão incinerados Decorridos 120 (cento e vinte) dias após a hom ologação do resultado final do Processo Seletivo Sim plificado,os Cartões Resposta,serão inci nerados Os casos om issos serão resolvidos pela Com issão do Processo Seletivo Sim plificado,ouvida,quando necessário,a Procuradoria Geral do M unicípio. CONTEÚDO PROGRAM ÁTICO As eventuais sugestões de m atérias constantes dos program as,deste Edital,constituem a única fonte para a form ulação das questões da Prova Objetiva de m últipla escolha; as quais poderão basear-se em outras,observando-se,no entanto,a escolaridade exigida para o cargo.com o bibliografia serão adm itidas obras didáticas e paradidáticas,gram áticas,dicionários,atlas geográficos,periódicos e serão usadas inform ações veiculadas pelos m eios de com unicação. O candi dato t em livre escol ha para consultar bibliografia referente ao conteúdo program ático. # 1. PORTUGUÊS * ATUALIDADES * CONHECIM ENTOS GERAIS E CONHECIM ENTOS ESPECÍFICOS PARA O CARGO DE NÍVEL SUPERIOR. LINGUA PORTUGUESA: Intelecção de textos: verbais e não-verbais. M orfossintaxe: substantivo,artigo,adjetivo,num eral,pronom e,preposição, conjunção,preposição,conjunção e verbo (flexões em tem po,m odo,núm ero e pessoa).advérbio em suas diversas circunstâncias,vozes do verbo. Oração,frase e período.term os constituintes da oração: essenciais,integrantes e acessórios.coordenação e subordinação.sintaxe de concordância, de regência e de colocação.sem ântica: sinoním ia,antoním ia,hom oním ia,parônim a,polissem ia,denotação e conotação,figuras de linguagem e vícios de linguagem. Estilística: funções da linguagem. Form as de discurso: direto, indireto e indireto livre. Acentuação gráfica. Crase. Pontuação.Ortografia. CONHECIM ENTOS GERAIS/ATUALIDADES: Conhecim entos m arcantes do cenário cultural,político,científico,econôm ico e social no Brasil e no m undo.princípios de organização social,cultural,saúde,m eio am biente,política e econôm ica brasileira.análise dos principais conflitos nacionais e m undiais.assuntos de interesse geral - nacional ou internacional - am plam ente veiculados,nos últim os dois anos,pela im prensa falada ou escrita de circulação nacional ou local - rádi o, televisão, j ornais, revistas e/ou internet. ASSISTENTE SOCIAL: O estado.a sociedade civil e o serviço social no Brasil.A prática e a nova ética no Serviço Social.A relação do poder na prática interprofissional.a posição do Serviço Social e as em ergências de assistência.seguridade Social.Previdência social: garantia dos direitos,deveres, descentralização da gestão adm inistrativa.sistem a Único de Saúde: prom oção,proteção,recuperação,participação social em saúde,planejam ento situacional em saúde.assistência Social: Assistência Social na política social,relação da Assistência social com as políticas públicas,relação da Assistência Social com as políticas sociais específicas: criança e adolescente,idoso e pessoa portadora de deficiência.o Estado brasileiro e as políticas públicas.rel ação do Estado com a sociedade civil.a nálise das políticas: educação,habitação e trabalho.estatuto da criança e do adolescente- ECA.Estatuto do Idoso. EDUCADOR FÍSICO: Desportos: Regras,principais desportos aplicados na escola (futsal,voleibol,basquetebol,handebol e atletism o); Recreação: Jogos espontâneos e dirigidos,jogos pré-desportivos; Treinam ento desportivo: crescim ento da criança e do adolescente,diferenças psicofísicas entre idades; M etodologia e didática do ensino de educação física,abordagem m etodologia e novas perspectivas para a educação física; Psicom otricidade: Conceitos básicos, desenvolvim ento psicom otor nas crianças em idade escolar e influências no rendim ento escolar. ENGENHEIRO CIVIL: Topografia.Dados Técnicos para projeto: Levantam ento Planialtim étrico,poligonais, Levantam ento Altim étrico,perfis,curvas de Nível. Sondagens de reconhecim ento do sub-solo: tipos e apresentações; Tipo de Solo Características e Classificação Geral; M uros de Arrim os: tipos.edificações: Concepção estrutural adequada ao projeto arquitetônico; cargas atuantes; carregam ento.uso e ocupação da terra e do solo urbano. Noções de avaliação de projetos de desenvolvim ento sustentável e de conservação e preservação am biental.noções de avaliação de im pacto am biental da ocupação da terra (expansão urbana,setor agropecuário,industrial e de serviços) projetos de infra-estrutura (sistem as viários urbanos e rurais,rodoviária,geração e transm issão de energia,telecom unicações).o controle da erosão,drenagem de águas superficiais,i nfra-estrutura sanitária e técnicas de m ovim ento de terra.projetos de Sistem as de Tratam ento de água e de efluentes dom ésticos e industriais.projetos-elem entos gráficos necessários à execução de um a edificação: Arquitetônico,estrutural,instalações elétricas e hidráulicas,e outros projetos com plem entares. Usos da água,f atores que influenciam o consum o e conservação dos recursos hídricos.hi draúlica/hidrologia.conceitos Básicos quanto ao enquadram ento dos Corpos d água. Pol uição das Águas, do Ar, do Sol o e Subsol o. FONOAUDIÓLOGO: Anatom ofisiologia aplicada à Fonoaudiologia em suas especificidades (voz,audiologia,linguagem,f ala,m otricidade oral), distúrbios da voz/linguagem /fala/audiologia/m otricidade oral.anatom o-fisiologia do sistem a auditivo,psicoacústica,testes básicos de avaliação auditiva,avaliação audiológica,avaliações eletrofisiológicas,patologias do sistem a auditivo,procedim entos clínicos dos exam es audiológicos. Neonatologia: recém -nascido a term o; desenvolvim ento orom otor norm al; reflexos orais; funções reflexo-vegetativas; prem aturidade.avaliação e intervenção fonoaudiológica no R.N.pré-term o: teoria sincronoativa; estados com portam entais do recém -nascido; sucção não nutritiva; estim ulação m ultim odal.al eitam ento m aterno.neurologia: neuroanatom ia e neurofisiologia aplicada aos distúrbios fonoaudiológicos: SNC/Periférico, especialização e funções hem isféricas; acidente vascular cerebral; traum atism o cranioencefálico; afasias,disartrias,apraxias,disfagias; alterações m otoras e cognitivas associadas à afasias; dem ências: fatores etiológicos,tipos,repercussão; avaliação e intervenção terapêutica nos distúrbios de fala e linguagem de origem neurológica.voz: distúrbios da voz e seus aspectos clínicos; avaliação vocal; diagnóstico diferencial; prevenção, intervenção e conduta terapêutica nos transtornos da voz.m otricidade Oral: Etiologia; caracterização e fatores predisponentes,sintom atologia, com ponentes do aparelho estom atognático,avaliação especificada dos órgãos fonoarticulatórios e das funções neurovegetativas.da deglutição da respiração; da fala,da voz e da linguagem,abordagem avaliativa,diagnóstico e prognóstico dos distúrbios da m otricidade oral,planejam ento geral de terapia- prevenção e reabilitação.linguagem ; distúrbios de linguagem,prevenção e reabilitação.distúrbios do Aprendizado: Avaliações,abordagens terapêuticas dos distúrbios da aprendizagem.contextualizando os distúrbios do aprendizado no âm bito da educação nacional,as bases psicom otoras da aprendizagem. Fonoaudi ologia Preventiva. NUTRICIONISTA: Unidades de Alim entação e Nutrição - objetivos e características,planejam ento físico,recursos hum anos,abastecim ento e arm azenam ento,custos,lactário,banco de leite e cozinha dietética.nutrição Norm al: definição,leis da alimentação / requerim entos e recom endações de nutrientes - Alim entação enteral e parenteral.planejam ento,avaliação e cálculo de dietas e ou cardápio para: adultos,idosos,gestantes,nutrizes, lactentes,pré-escolar e escolar,adolescente e coletividade sadia.diagnósticos Antropom étricos: padrões de referência / Indicadores: vantagens, desvantagens e interpretação / avaliação nutricional do adulto: índice de m assa corporal (classificação de GARROW ).Dietoterapia nas enfermidades digestivas: trato gastro-intestinal / glândulas anexas.dietoterapia nas enferm idades renais.dietoterapia nas enferm idades do sistem a cardiovascular. Di etoterapia nos distúrbios m etabólicos: obesi dade: Di abete M ellitus e dislipi dem ias.di etoterapia nas carências nutricionais: desnutrição energéticoprotéica-calórica,anem ias nutricionais.vitam inas. Ácidos Graxos.Am inoácidos.lipídios.terapia Nutricional.Nutrição enteral e parenteral.influência m edicam entosa nos nutrientes corpóreos.avaliação nutricional ao paciente portador de HIV.Gastos energéticos.processo de digestão e Vias de excreção de nutrientes. # 2. LÍNGUA PORTUGUESA - M ATEM ÁTICA - CONHECIM ENTOS GERAIS/ATUALIDADES DIDÁTICA E CONHECIM ENTOS ESPECÍFICOS PARA TODOS OS CARGOS DE COORDENADOR PEDAGÓGICO E PROFESSOR. CONTEÚDO COM UM - LINGUA PORTUGUESA: Intelecção de textos: verbais e não-verbais.m orfossintaxe: substantivo,artigo,adjetivo,num eral, pronom e,preposição,c onjunção, preposição,conjunção e verbo (flexões em tem po,m odo,núm ero e pessoa).advérbio em suas diversas circunstâncias,vozes do verbo.o ração,frase e período.term os constituintes da oração: essenciais,i ntegrantes e acessórios.coordenação e subordinação.sintaxe de concordância,de regência e de colocação.sem ântica: sinoním ia,antoním ia,hom oním ia,parônim a,polissem ia,denotação e Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 7 Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 8

5 conotação,figuras de linguagem e vícios de linguagem.estilística: funções da linguagem.form as de discurso: direto,i ndireto e indireto livre. Acentuação gráfica. Crase. Pontuação. Ortografia. CONTEÚDO COM UM - M ATEM ÁTICA: Equação do 1.º e 2º grau; conjuntos num éricos; operações com núm eros naturais; expressão sim ples e com posta; divisibilidade; m últiplos e diversos; fatoração,problem as com quatro operações,m DC e MM C; fração ordinária; potências e raízes; grandezas proporcionais; razão; porcentagem ; juros; regra de três sim ples e com posta; desconto; núm eros prim os; sistem a m étrico decim al: (com prim ento, superfície, vol um e, capaci dade e m assa); Gráficos. Potenciação, Radiciação, Função, Quadrática e Problem as. CONTEÚDO COM UM - CONHECIM ENTOS GERAIS/ATUALIDADES: Conhecim entos m arcantes do cenário cultural,político,científico,econôm ico e social no Brasil e no m undo.princípios de organização social,cultural,saúde,m eio am biente,política e econôm ica brasileira.análise dos principais conflitos nacionais e m undiais.assuntos de interesse geral - nacional ou internacional - am plam ente veiculados,nos últim os dois anos,pela im prensa falada ou escrita de circulação naci onal ou local - rádio, televisão, j ornais, revistas e/ou internet. CONTEÚDO COM UM - CONHECIM ENTOS DIDÁTICOS E PEDAGÓGICOS: Fundam entos da Educação Sociedade,Estado e Educação: concepções e funções.a Educação na Constituição Brasileira de 1988; Legislação Educacional Vigente; Pedagogia Progressista e suas vertentes; Educação Inclusiva: fundam entos legais (políticas públicas e diretrizes nacionais para o atendim ento especializado na educação básica); Função Social e Política da Escola; O Processo didático pedagógico de ensinar e aprender; Planejam ento de Ensino: concepções e procedim entos relativos às etapas do planejam ento; Gestão da Escola e a construção do Projeto Pedagógico; Currículo: Construção e prática do currículo escolar; Avaliação: concepções e funções; Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).Planejam ento. Avaliação.Correntes pedagógicas e suas concepções de educação.lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei nº 9394/96.Objetivos gerais do ensino de 1.º e 2.º grau.períodos do desenvolvim ento hum ano e seus caracteres pri nci pais. COORDENADOR PEDAGÓGICO / PROFESSOR COM FORM AÇÃO EM PEDAGOGIA: Fundam entos da Educação Sociedade,Estado e Educação: concepções e funções.a Educação na Constituição Brasileira de 1988; Legislação Educacional Vigente; Pedagogia Progressista e suas vertentes; Educação Inclusiva: fundam entos legais (políticas públicas e diretrizes nacionais para o atendim ento especializado na educação básica); Função Social e Política da Escola; O Processo didático pedagógico de ensinar e aprender; Planejam ento de Ensino: concepções e procedim entos relativos às etapas do planejam ento; Gestão da Escola e a construção do Projeto Pedagógico; Currículo: Construção e prática do currículo escolar; Avaliação: concepções e funções; Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).Planejam ento.avaliação.correntes pedagógicas e suas concepções de educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei nº 9394/96.Objetivos gerais do ensino de 1.º e 2.º grau.períodos do desenvolvim ento hum ano e seus caracteres pri nci pais. PROFESSOR - ARTES: Arte: introdução,conceito,relação da arte com a história.a Antigüidade: o que sabem os das artes nesta época.idade m édia: origem,características,i nfluência dos diversos tipos de arte.renascim ento: origem,características,i nfluência na pintura,arquitetura,escultura, m usica e teatro.classicism o: origem,características,i nfluência na pintura,escultura,arquitetura,m úsica e teatro.neoclassicism o: evolução das diversas artes e suas características.barroco: origem e difusão,relação sócioeconôm ica,características,influência na pintura,escultura,arquitetura, m úsica e teatro.rom antism o: origem,características,i nfluência na pi ntura,escultura,arquitetura,m úsica e teatro.a arte m oderna: origem, revolução industrial,característica,estilo e características do im pressionism o,expressionism o,cubism o,surrealism o,abstracionism o.tropicalism o. Fotografia.Pinturas.Esculturas.C ores.ilum inação.dram aturgia.dança.m ovim entos artísticos.teatro/prática teatral.folclore brasileiro/cultura popular. Obras literárias brasileiras. PROFESSOR - CIÊNCIAS: Aspectos m etodológicos do Ensino das Ciências Biológicas.Os Seres vivos: origem e evolução biológica dos seres vivos, contribuição do organism o: teoria e evolução celular,f uncionam ento da célula,a organização celular, aspectos físicos quím icos e estruturais. Reprodução celular.classificação e características gerais dos seres vivos.características anatôm icas e filosóficas do ser hum ano: aspectos básicos na organização e fisiologia dos aparelhos digestivos,circulatórios,respiratórios,excretor,venoso,endócrino,reprodutor e locom otor.a transmissão da vida herança biológica,a hereditariedade e o m eio am biente.ecologia: ecossistem a,relações tróficas e biom as.o hom em e a biosfera: poluição e degradação am biental. PROFESSOR - EDUCAÇÃO FÍSICA: Desportos: Regras,principais desportos aplicados na escola (futsal,voleibol,basquetebol,handebol e atletism o); Recreação: Jogos espontâneos e dirigidos,j ogos pré-desportivos; Treinam ento desportivo: crescim ento da criança e do adolescente,diferenças psicofísicas entre idades; M etodologia e didática do ensino de educação física,abordagem m etodologia e novas perspectivas para a educação física; Psicom otricidade: Conceitos básicos, desenvolvim ento psicom otor nas crianças em idade escolar e influências no rendim ento escolar. PROFESSOR - GEOGRAFIA: As paisagens naturais do Brasil (clim a,vegetação e hidrografia); Agricultura brasileira: (as relações de trabalho no cam po; a estrutura fundiária; o M ST); A urbanização brasileira: (urbanização e m odernização agrícola; rede urbana brasileira); Os problem as sociais dos grandes centros urbanos; A população brasileira: (os m ovim entos internos; a migração para o Brasil; o crescim ento vegetativo da população brasileira); A industrialização brasileira: (o governo Getúlio Vargas e a Segunda Guerra M undial; o governo JK; a distribuição espacial da industria brasileira; os incentivos fiscais no NE e no Centro-Oeste); A produção de energia no Brasil: (o consum o de energia no Brasil; o petróleo e o (álcool)); Bahia: (clim a,vegetação e hidrografia; a agropecuária baiana); Vera Cruz: (clim a; vegetação; atividades econôm icas); O subdesenvolvim ento; A geopolítica do pós-guerra: (a bipolaridade; a hegem onia da Guerra Fria); A Nova Ordem M undial: (a nova ordem m ultipolar); A globalização; A Produção agropecuária: (os sistem as agrícolas; a agricultura itinerante de subsistência e a roça; o plantation; a agropecuária em países desenvolvidos e subdesenvolvidos); A dinâm ica populacional: (o crescim ento populacional ou dem ográfico; os m ovim entos populacionais); Estrutura da população: (pirâm ide etária); Teorias dem ográficas; Im pactos am bientais em ecossistem as naturais e em ecossistem as agrícolas; Im pactos am bientais em sistem as urbanos; Cartografia: (escala; coordenada geográfica; fuso horário); As grandes paisagens do Globo Terrestre (regiões: tem peradas, tropicais,polares e desérticas). PROFESSOR - HISTÓRIA: Principais civilizações da antiguidade.o Feudalism o.a idade M oderna: transição do feudalism o para o capitalism o.o Ilum inism o.a Idade Contem porânea: a Revolução Francesa com o superação do Antigo regim e.o capitalism o m onopolista: a colonização do Brasil e da Am érica.form ação da sociedade brasileira.expansão territorial.domínio espanhol.dom ínio holandês.a extração do ouro.a Revolução industrial e o Brasil.A independência e o 1º Im pério.período Regencial.O 2º Império.A República Oligárquica.A Prim eira Guerra M undial.a Revolução de 30 e o Estado Novo.A crise m undial de 1929.A 2ª Guerra M undial e o Brasil.A Guerra Fria.A crise econôm ica m undial de 1973.A globalização e neoliberalism o no final do século.brasil atual: econom ia,sociedade,ciência,tecnologia,educação e cultura.relações Internacionais do Brasil com o M undo.a História com o ciência: conceitos de história.as fontes históricas.relações da história com as dem ais ciências.concepção de tem po com o construção cultural e histórica. Parâm etros Curriculares Naci onais para o Ensi no Fundam ental - História (5ª a 8ª). PROFESSOR - INGLÊS: Princípios m etodológicos do Ensino da língua Inglesa.Leitura e interpretação de textos autênticos da língua inglesa tais com o: jornalísticos e literários; Estrutura e Form ação de Palavras: processos de derivação e com posição de vocábulos; Antônim os,sinônim os, f alsos cognatos; Aspectos m orfo-sináticos; Substantivos (caso,núm ero,gênero,concordância); Pronom es (classificação,uso,concordância); Adjetivos (classificação,concordância,posição,flexão); Advérbios (classificação, uso,posição na sentença); Conjunções (classificação,uso); Verbos (m odo, aspecto,tem pos,vozes); Preposições (uso,classificação,com binações nom inais e verbais); Discurso direto e indireto; Sintaxe da sentença sim ples e com plexa. Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 9 PROFESSOR - M ATEM ÁTICA: Conjuntos num éricos (operações e problem as).sistem a e operações com núm eros decim ais.sistem a de m edidas e transform ação de m edidas.expressões num éricas (com todas as operações).percentagem.razão e Proporção.Regra de três sim ples e com posta. Juros sim ples.problem as com núm eros naturais e fracionários.sistem as de equação.equações do 1º e do Ensino M édio (resoluções e problem as). Produtos Notáveis.Funções do 1º e Ensino M édio.geom etria plana (teoria de tales,pitágoras,triângulos,quadriláteros,circunferências, áreas). Relações m étricas num triângulo.trigonom etria.m atrizes e Dom inantes.análise com binatória.progressões Aritm éticas e Progressões Geom étricas. Estatística e probabilidade. PROFESSOR - PORTUGUÊS: I - GRAM ÁTICA: Fonética - Vogais e Consoantes (Classificação); Divisão de Silábica; Ortografia; Acentuação Gráfica; Em prego do Hífen; Estrutura e Form ação das Palavras; Classe das Palavras Em prego e Flexão; Categorias Gram aticais Invariáveis Classificação e Em prego; Sintaxe: Frase,Oração e Período; Term os da Oração; Coordenação e Subordinação das Orações; Concordância Nom inal e Verbal; Regência Nom inal e Verbal; Em prego da Crase; Em prego do Que e do Se ; Pontuação; Figuras e Vícios de Linguagem.II LITERATURA: Figura de Estilo. Gêneros Literários.Escolas Literárias Brasileiras Classificação, Periodicidade e Características.P rodução Literária Contem porânea. I II I NTERPRETAÇÃO DE TEXTO. # 3. LÍNGUA PORTUGUESA - M ATEM ÁTICA - CONHECIM ENTOS GERAIS/ATUALIDADES - CONHECIM ENTOS ESPECÍFICOS PARA OS CARGOS DE NÍVEL M ÉDIO. CONTEÚDO COM UM LINGUA PORTUGUESA: Com preensão e interpretação de textos verbais e não-verbais.classificação das palavras: substantivo, artigo,adjetivo,num eral,pronom e,preposição,conjunção.verbo: flexões em tem po,m odo,núm ero e pessoa.advérbio em suas diversas circunstâncias.oração,frase e período.term os da oração: sujeito e predicado,com plem entos verbais e nom inais,adjunto adnom inal e adverbial, aposto e vocativo.concordância nominal e verbal.o significado das palavras: sinoním ia,antoním ia e hom oním ia.figuras de linguagem.acentuação gráfica. Pontuação. Ortografia CONTEÚDO COM UM M ATEM ÁTICA: Equação do 1.º e 2º grau; conjuntos num éricos; operações com núm eros naturais; expressão sim ples e com posta; divisibilidade; m últiplos e diversos; fatoração,problem as com quatro operações,m DC e MM C; fração ordinária; potências e raízes; grandezas proporcionais; razão; porcentagem ; juros; regra de três sim ples e com posta; desconto; núm eros prim os; sistem a m étrico decim al: (com prim ento, superfície, vol um e, capaci dade e m assa); Gráficos. Potenciação, Radiciação, Função, Quadrática e Problem as. CONTEÚDO COM UM CONHECIM ENTOS GERAIS/ATUALIDADES: Conhecim entos m arcantes do cenário cultural,político,científico,econôm ico e social no Brasil e no m undo.princípios de organização social,cultural,saúde,m eio am biente,política e econôm ica brasileira.análise dos principais conflitos nacionais e m undiais.assuntos de interesse geral - nacional ou internacional - am plam ente veiculados,nos últim os dois anos,pela im prensa falada ou escrita de circulação naci onal ou local - rádio, televisão, j ornais, revistas e/ou internet. AGENTE DE PORTARIA / VIGILANTE: Elaboração de boletim de ocorrências; M anutenção da ordem e disciplina no local de trabalho; Prevenção de acidentes; prevenção de roubos; prevenção de incêndios; Vigilância do patrim ônio público; Controle de entrada e saída de veículos em estacionam entos de repartições públicas,noções gerais sobre: ronda de inspeção,vigilância,fiscalização em geral; Lim peza e higiene em geral, segurança e higiene do trabal ho; Prim eiros Socorros. ATENDENTE DE CLASSE: Ética e M oral; princípios e valores éticos; Ética e Dem ocracia: exercício da cidadania; Ética Pública; Ética no Setor Público. Conhecim ento da PNAS Política Nacional de Assistência Social e da Política Nacional de Juventude.Noções fundam entais de direitos hum anos. Constituição Federal Artigos 1º ao 17 e Artigos de 193 a 232.Lei Federal nº 8.069/90 Estatuto da Criança e do Adolescente,Relações Hum anas, Noções gerais de Ética e Cidadania,Lei 8.742/1993 Lei Orgânica da Assistência Social; Política Nacional de Assistência Social/Norm a Operacional do Sistem a Único da Assistência Social; Portaria M DS nº 458/ Diretrizes e Norm as do Program a de Erradicação do Trabalho Infantil; Portaria M DS nº 666/ Integração Program a Bolsa Fam ília e Program a Erradicação do Trabalho Infantil; Decreto Federal nº 3.597/2000 Proibição das Piores Form as de Trabalho Infantil.Conceitos Gerais de Inform ática e Microinform ática.noções de Sistem as Operacionais: Ferram entas do WINDOW S XP,7: Painel de Controle; Im pressoras; Internet Explorer Correio Eletrônico.Funcionam ento do Com putador.conhecim entos teóricos e práticos de W ord, Excel. AUXILIAR DE FARM ÁCIA: Diferenças entre os M edicam entos Ético,Genéricos e M anipulados.i nterações M edicam entosas.boas Práticas de arm azenam ento e conservação de m edicam entos.noções de controle de estoque.boas práticas em farm ácia.noções de Inform ática.orientações farm acológicas aos clientes.noções básicas de farm acologia e Portaria 344/98,Lei 5.991/73,de 17/12/73.Boas práticas de dispensação.portaria GM /M S de 23/07/2002. DIGITADOR: Arquitetura de Com putadores: m ontagem,i nstalação e m anutenção de PCs e periféricos.redes de com putadores - princípios e gerenciam ento.sistem as Operacionais de rede: conceitos básicos,operação,configuração de Servidores,gerenciam ento de rede.w indow s XP, VISTA, 7,com o estação de trabalho: instalação,configuração e m anutenção do Sistem a Operacional: utilitários e aplicativos,com partilham ento de arquivos e im pressoras.internet e Intranet - transferência de arquivos,brow ser,e-m ail.elaboração de projetos.editores de Textos Planilhas eletrônicas.br Office. Processador de textos W ord. Pl anilha eletrônica Excel. Ferram entas/aplicativos. ELETROM ECÂNICA: Eletrotécnica: noções básicas de eletricidade,circuitos e equipam entos elétricos; M áquinas elétricas; Noções de com andos elétricos; M áquinas hidráulicas; M edidas elétricas; Proteção de m otores elétricos; Dim ensionam ento de condutores e proteção; M ateriais, equipam entos e dispositivos elétricos e m ecânicos; Técnicas de m anutenção; Leitura e interpretação de desenhos técnicos e diagram as; Elem entos de m áquinas; Resistência dos m ateriais; Tecnologia dos m ateriais; M etrologia e Ensaios de m ateriais; Term odinâm ica; Sistem as de m edidas; Máquinas operatrizes; Alinham ento de m áquinas; M étodos de proteção anticorrosiva; Tubulações industriais e acessórios; Traçado de caldeiraria; Noções de hi dráulica; Noções de m eio am biente; Noções de segurança do trabalho. M OTORISTA / CONDUTOR DE AM BULÂNCIA / CONDUTOR DE AM BULÂNCIA-SAM U: Legislação de trânsito no seu todo conform e preceitua o Código Nacional de Trânsito Lei 9.503/97.Sinalização horizontal,vertical,por apitos,gestos e sem áforos.noções básicas sobre com plexo de trânsito. O hom em: seu preparo técnico,p sicológico e educacional com o usuário da via.a Via: sua im portância para a circulação veicular,seu uso pelo condutor e seu uso pelo pedestre.o Veículo: seu conhecim ento com o meio de com unicação e de transporte, seu uso e m anutenção.o Código Nacional de Trânsito e seu regulam ento.o com portam ento do condutor na direção veicular.o com portam ento do pedestre nas vias de circulação.a direção defensiva,sua im portância para a segurança do trânsito.tipos de habilitação; O uso dos equipam entos obrigatórios e os acessórios de segurança.o com portam ento específico do condutor no transporte de passageiros de cargas pesadas perigosas e socorros urgentes. RECEPCIONISTA / RECEPCIONISTA-UPA 24h: [Deveres e responsabilidades do recepcionista; Características adequadas ao profissional de atendim ento ao público: eficiência no uso do telefone: uso da voz,vocabulário,inform ações confidenciais,recados,controles; norm as de atendim ento ao público; processos de com unicação; noções gerais sobre questões de protocolo; pronom es de tratam ento; boas m aneiras e apresentação pessoal; habilidades de transm issão e recepção de inform ações: clientes x órgão público; recepcionista x chefia; recepcionista x funcionários; Recebim ento e encam inham ento de correspondência; Operação com PABX: conhecim ento de equipam ento com um da m esa operadora: características técnicas de Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 10

6 funcionam ento; Atitudes no serviço: regras básicas de com portam ento profissional para o trato diário com o público interno e externo e colegas de trabalho; regras das relações interpessoais; conhecim ento e consideração às regras e hierarquia no serviço público; ética profissional.] [Conceitos Básicos de Inform ática e Microinform ática, Conhecim entos teóricos e práticos de W ord, Excel.] TÉCNICO ADM INISTRATIVO: Planejam ento,coordenação,execução,controle e avaliação de missões,objetivos,atividades da adm inistração pública. Planejam ento estratégico.reform ae m odernização na adm inistração pública.habilidades gerenciais básicas: percepção; m otivação; com unicação e liderança; conflitos e negociação; tom ada de decisões; eficiência,eficácia e efetividade.a atividade administrativa: princípios básicos (legalidade, m oralidade,im pessoalidade e finalidade,razoabilidade,publicidade e eficiência).avaliação de desem penho.desenvolvim ento gerencial.funções adm inistrativas: Planejam ento e Organização.Noções de relações hum anas.princípios básicos de arquivologia; Form as de tratam ento e atendim ento; Liderança pessoal; Norm as de conduta; Hierarquia funcional; Direitos e Deveres do funcionário; Relações Hum anas no trabalho.conceitos Gerais de Inform ática e Microinform ática.noções de Sistem as Operacionais: Ferram entas do WINDOW S XP,VISTA,7 e 8: Painel de Controle; Im pressoras; Internet Expl orer Correio El etrônico. Funci onam ento do Com putador. Conhecim entos teóricos e práticos de W ord, Excel. TÉCNICO EM FARM ÁCIA: Form a farm acêutica,com posição de um a fórm ula,via de adm inistração,cálculos farm acotécnicos,conversão de unidades de m edidas,regra de três; Análise de prescrições m édicas,principais classes farm acêuticas,interações medicam entosas e alim entares; Noções sobre Farm ácia Hospitalar,conceito de hospital segundo a OM S,suas funções e classificações; Controle de estoque,validade,dispensação de m edicam entos, noções de adm inistração hospitalar; Dispensação de m edicam entos hospitalares vantagens e desvantagens e as di versas m odalidades. TÉCNICO EM REFRIGERAÇÃO: Refrigeração residencial: Com ponentes do sistem a de refrigeração; Com ponentes do Sistem a Eletrônico; Identificação e solução de defeitos; Consum o de energia; Carga de gás refrigerante; Teste de vazam ento; Aplicação do vácuo; Substituição de peças; Recuperação e Reciclagem de Gases Refrigerantes (retrofit); e M anutenção Preventiva.Refrigeração com ercial: Princípios da Refrigeração Com ercial; Identificação e avaliação dos tipos e característica de m áquinas e equipam entos utilizados nas instalações com erciais; Com preensão do funcionam ento dos com ponentes e equipam entos; Correção dos defeitos inerentes aos principais equipam entos do m ercado.condicionadores de ar Self Contained e Condicionadores de ar Resfriadores de Líquido: Tipos de instalações; Instalações elétricas; Instalações frigoríficas; Instalações hidráulicas; Rede de dutos; e Balanceam ento.projeto de condicionam ento de ar: Qualidade do ar interior; Ventilação - Ventilação natural e forçada; Ventiladores tipos e características; Nível de ruído - Vibração M ecânica características e tipos; Tipos de instalações de ar condicionado; Análise do projeto de um sistem a de água gelada bom bas,tubulações e acessórios; Ciclo de processo de refrigeração; Operação de sistem a industrial por am ônia; Com paração com os dados proj etados. TÉCNICO EM VIGILÂNCIA EM SAÚDE: Políticas públicas de saúde no Brasil: Evolução histórica; Sistem a Único de Saúde (SUS).Noções de m eioam biente: saneam ento básico; poluição atm osférica e sonora; coleta,transporte e destinação de lixo.noções de vigilância nutricional e de alim entos: produção,arm azenagem,distribuição e qualidade de alim entos.condições nutricionais da população em geral.enferm idades transm itidas por alim entos.noções das condições higiênico-sanitárias de estabelecim entos de saúde e de uso coletivo.noções de condições de m edicam entos e desinfetantes.noções de saúde do trabalhador: equipam entos de segurança,situações de risco.noções de saúde pública,notificação com pulsória, Im unização ativa e passiva,realização de visitas dom iciliares,form ação de inquéritos epidem iológicos,busca ativa,controle de zoonoses,atividades educativas referentes a prevenção e bloqueio da dissem inação de doenças transm issíveis.principais Leis Federais,Estaduais e M unicipais sobre vigilância sanitária. # 4. C ONTEÚDO PROGRAM ÁTICO DE PORTUGUÊS, M ATEM ÁTICA, C ONHECIM ENTOS GERAIS/ATUALIDADES E CONHECIM ENTOS ESPECÍFICOS PARA TODOS OS CARGOS DE NÍVEL FUNDAM ENTAL. CONTEÚDO COM UM LÍNGUA PORTUGUESA: Com preensão e interpretação de textos verbais e não-verbais.classificação das palavras: substantivo,artigo,adjetivo,num eral,pronom e,preposição,conjunção.verbo: flexões em tem po,m odo,núm ero e pessoa.sinônim os e Antônim os. Oração,frase e período.term os essenciais e integrantes da oração: sujeito e predicado,com plem entos verbais e nom inais,adjuntos adverbiais e nom inais, aposto.concordância nom inal e verbal. Acentuação gráfica. Pontuação. Ortografia. CONTEÚDO COM UM M ATEM ÁTICA: Equação do 1º grau,frações ordinárias,sistem a de num eração,num erais,decim ais,num eração rom ana, operação com núm eros naturais,p roblem as com quatro operações,e xpressões,razões e proporções,juros; porcentagem ; operação com núm ero inteiro,regra de três sim ples e com posta; Sistem a M étrico Decim al (com prim ento e volum e).raciocínio LÓGICO: M edir a habilidade do candidato em entender as relações entre as pessoas,l ugares,coisas,objetos,etc.deduzir novas inform ações das relações fornecidas,através de raciocínio básico.verificar a capacidade de utilizar-se de raciocínio analítico e dedutivo.1) Interpretação de seqüências num éricas; 2) Interpretação de seqüências lógicas através do uso de figuras; 3) Interpretação de seqüências lógicas através do uso de sím bol os. CONTEÚDO COM UM CONHECIM ENTOS GERAIS/ATUALIDADES: Conhecim entos m arcantes do cenário cultural,político,científico,econôm ico e social no Brasil e no m undo.princípios de organização social,cultural,saúde,m eio am biente,política e econôm ica brasileira.análise dos principais conflitos nacionais e m undiais.assuntos de interesse geral - nacional ou internacional - am plam ente veiculados,nos últim os dois anos,pela im prensa falada ou escrita de circulação naci onal ou local - rádio, televisão, j ornais, revistas e/ou internet. ELETRICISTA: Grandezas elétricas e m agnéticas; Sistem a Internacional de Unidades; Sim bologia e Diagram as Elétricos; Noções de Desenho Técnico; Noções de Circuitos m onofásicos e trifásicos; M edidas elétricas; Utilização de instrum entos de m edição e testes; M áquinas Elétricas; Transform adores e m otores de indução; Dispositivos de Proteção; Aterram ento de Sistem as; Noções de Sistem as de Proteção contra Descargas Atm osféricas (SPDA); Equipam entos elétricos industriais; Instalações elétricas de baixa tensão e conhecim ento da norm a brasileira ABNT NBR-5410; M anutenção elétrica; Noções de segurança do trabal ho. M OTORISTA ADM INISTRATIVO CATEGORIA D: Legislação de trânsito no seu todo conform e preceitua o Código Nacional de Trânsito Lei 9.503/97. Sinalização horizontal,vertical,por apitos,gestos e sem áforos.noções básicas sobre com plexo de trânsito.o hom em: seu preparo técnico,psicológico e educacional com o usuário da via.a Via: sua im portância para a circulação veicular,seu uso pelo condutor e seu uso pelo pedestre.o Veículo: seu conhecim ento com o m eio de com unicação e de transporte,seu uso e m anutenção.o Código Nacional de Trânsito e seu regulam ento.o com portam ento do condutor na direção veicular.o com portam ento do pedestre nas vias de circulação.a direção defensiva,sua im portância para a segurança do trânsito.tipos de habilitação; O uso dos equipam entos obrigatórios e os acessórios de segurança.o com portam ento específico do condutor no transporte de passageiros de cargas pesadas perigosas e socorros urgentes. AGENTE DE HIGIENIZAÇÃO / ARTESÃO / AUXILIAR DE ROUPARIA / CARPINTEIRO / COPEIRO / COZINHEIRA / COZINHEIRA SAM U / M ERENDEIRA / PEDREIRO / PORTEIRO / SERVENTE DE OBRAS: Form as de tratam ento e atendim ento; Norm as de conduta; Controle e Conservação do patrim ônio público. Questões Básicas de Cidadania.Técnicas de Uso e Conservação de M ateriais de Lim peza; Sim bologia de Produtos Quím icos e seus perigos; Conhecim entos sobre Lógica,Noções de preservação Am biental.o Lixo - destino.sinalização e Placas; Conservação,Lim peza e Higiene Pessoal,de Trabalho e de Equipam entos; Segurança do Trabalho.Noções básicas de relacionam ento hum ano e bom atendim ento.noções de com operar m áquinas sim ples. * * * * A N E X O I * * * * SECRETARI A DE EDUCAÇÃO CÓD Car go Esco lar idade Vagas Hor as Venc iment os Ass ist ent e Soc ia l N íve l Super ior e m Serv iço Soc ia l co m Reg istro no Conse lho h 1.400,00 50,00 N íve ls u per ior e m Engenhar ia C iv il, r e g istro no CREA, Engenhe iro C iv il exper iênc ia m ín ima de 02 anos na função + exper iênc ia e m mon it orament o e f isca lização de obras conven iadas com h 3.000,00 50,00 recursos federa is Fonoaud ió logo N íve l Super ior e m Fonoaud io log ia com Reg istro no Conse lho h 1.500,00 50, Nutr ic ion ist a N íve l Super ior e m Nutr ição com Reg istro no Conse lho h 1.500,00 50, Coor denador Pedagóg ico N íve ls uper ior e m Pedagog ia + exper iênc ia de 02 anos em sa la de au la h 1.500,00 50, Pr of essor de Art es L icenc iat ura na área espec íf ica + experiê nc ia e m sa la de au la h 848,00 50, Pr of essor de C iênc ias L icenc iat ura na área espec íf ica + experiê nc ia e m sa la de au la h 848,00 50, Pr of essor de Educação F ís ica L icenc iat ura na área espec íf ica + experiê nc ia e m sa la de au la h 848,00 50, Pr of essor de Geogr af ia L icenc iat ura na área espec íf ica + experiê nc ia e m sa la de au la h 848,00 50, Pr of essor de H ist ór ia L icenc iat ura na área espec íf ica + experiê nc ia e m sa la de au la h 848,00 50, Pr of essor de Ing lês L icenc iat ura na área espec íf ica + experiê nc ia e m sa la de au la h 848,00 50, Pr of essor de Mat e mát ica L icenc iat ura na área espec íf ica + experiê nc ia e m sa la de au la h 848,00 50, Pr of essor de Port uguês L icenc iat ura na área espec íf ica + experiê nc ia e m sa la de au la h 848,00 50, Pr of essor com For mação em L icenc iat ura p lena e m pedagog ia o u nor ma ls u per ior + Pedagog ia exper iênc ia e m sa la de au la h 848,00 50, At endent e de C lasse N íve lm é d io Co mp let o; dese jáve lt er M a g ist ér io.e x per iênc ia M ín ima de 06 (se is) meses de traba lho e m C lasse h 724,00 30, E letromecân ico N íve lmé d io Co mp let o + cur so técn ico e m e letromecân ica + no m ín imo 01 ano de exper iênc ia na função h 1.000,00 30, Mot or ist a C lasse D N íve lmé d io Co mp let o + CNH D.( At iv idade remunerada) + 01 ano de exper iênc ia e m ve ícu los de gr ande port e h 724,00 30, V ig ilant e N íve lmé d io Co mp let o + curso de v ig ila nt e + exper iênc ia de 01 ano na função h 724,00 30, Car p int e iro N íve l Funda ment a l Co mp let o + 01 ano de exper iênc ia na função Mer ende ira N íve lf unda ment a lc o mp let o + Conhec iment os espec íf icos da função + 01 ano de exper iênc ia h 724,00 20, Pedre iro N íve l Funda ment a l Co mp let o + 01 ano de exper iênc ia na função h 724,00 20, Port e iro N íve lf unda ment a lc o mp let o+ Conhec iment os espec íf icos da função + 01 ano de exper iênc ia h 724,00 20, Servent e de Obr as N íve l Funda ment a l Co mp let o+ 01 ano de exper iênc ia h 724,00 20,00 SECRETARI A DE SAÚDE CÓD Car go Esco lar idade Vagas Hor as Venc iment os Educador F ís ico N íve l Super ior e m Educação F ís ica com Reg istro no Conse lho h 1.700,00 50, Agent e de Port ar ia função h 724,00 30, Agent e de Port ar ia UPA 24h função e m un idade de ur gênc ia e e mergênc ia h 724,00 30, Aux iliar de Far mác ia N íve l Méd io Co mp let o + Conhec iment os na área espec if ica, Exper iênc ia de no m ín imo 01 ano na função h 724,00 30, Condut or de Ambu lânc ia N íve lmé d io Comp let o + CNH D.p ossu ir curso de Condut or de Ve ícu los de Emer gênc ia,e xper iênc ia de no m ín imo 01 ano na h 724,00 30,00 função Condut or de Ambu lânc ia SAMU N íve lmé d io Co mp let o + CNH D.Possu ir curso de Condut or de Ve ícu los de Emer gênc ia e BLS ( Suport e Bás ico de V ida). Exper iênc ia pr of iss iona lna at iv idade ref er ida,ut Imóve l, S AMU, h 724,00 30,00 Resgat es e m Ger a l. Exper iênc ia de no m ín imo 01 ano na função D ig itador N íve lmé d io Co mp let o + Curso Técn ico + Curso de Inf or mát ica Avançada,C o nhec iment o Pacot e Office (W ord,e x ce l, P o wer Po int,out look) e Int ernet,e xper iênc ia d e no m ín imo 01 ano na h 724,00 30,00 função E letromecân ico N íve lm é d io Comp let o + Cur so técn ico em e letromecân ica e curso de espec ia lização e m ve ícu los adapt ados.exper iênc ia de no m ín imo 01 ano e m manut enção de ve ícu lo do SAMU192 e /ou h 1000,00 30,00 UT I Móve l Recepc ion ist a função h 724,00 30, Recepc ion ist a UPA 24h função e m un idade de ur gênc ia e e mergênc ia h 724,00 30,00 Taxa Taxa Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 11 Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 12

7 CÓD Car go Esco lar idade Vagas Hor as Venc iment os Técn ico Ad m in istrat ivo UPA 24h / HMAS função, cur so bás ico e m inf or mát ica h 724,00 30, Técn ico e m Far mác ia Far mác ia Popu lar função, Cur so Técn ico e m Far mác ia h 724,00 30, Técn ico e m Refr igeração N íve lm é d io Co mp let o + Cur so Técnic o + Exper iênc ia de no m ín imo 01 ano na função h 724,00 30, Técn ico e m V ig ilânc ia e m Saúde N íve l Méd io Co mp let o + Conhec iment os na área espec if ica h 724,00 30, V ig ilant e N íve lm é d io Co mp let o + Cur so de For mação de V ig ilant e + Exper iênc ia de no m ín imo 01 ano na função h 824,00 30, V ig ilant e UPA 24h N íve lm é d io Co mp let o + Cur so de For mação de V ig ilant e + Exper iênc ia de no m ín imo 01 ano na função h 824,00 30, Agent e de H ig ien ização e m h ig ien ização hosp ita lar h 724,00 20, Art esão Aux iliar de Roupar ia h 724,00 20, Cope iro Coz inhe ira h 724,00 20, Coz inhe ira SAMU 01 40h 724,00 20, E letr ic ist a Mot or ist a Ad m in istrat ivo C lasse D, Cart e ira Nac iona l de Hab ilit ação. D h 724,00 20, Servent e de Obr as Taxa * * * * A N E X O I I * * * * CRONOGRAM A DE EXECUÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SIM PLIFICADO ATIVIDADES DATAS PREVISTAS Lançam ento do Edital Publicação do Extrato no diário Oficial 18 de julho de 2014 Período de inscrições PRESENCIAIS 21 a 25 de julho de 2014 Divulgação da relação geral de candidatos inscritos 01 de Agosto de 2014 Divulgação da relação de candidatos inscritos e do local de realização das provas objetivas 04 de Agosto de 2014 Prova Objetiva e entrega dos Títulos 10 de Agosto de 2014 Divulgação dos gabaritos das Provas Objetivas (Prelim inar) 11 de Agosto de 2014 Interposição de recursos contra os gabaritos da Provas Objetivas 12 e 13 de Agosto de 2014 Divulgação do resultado dos julgam entos dos recursos contra os gabaritos das provas Objetivas. 25 de Agosto de 2014 Divulgação do Resultado Oficial do Gabarito Definitivo das Provas Objetivas 25 de Agosto de 2014 Divulgação do Resultado das Provas Objetivas e Prova de Títulos 25 de Agosto de 2014 Interposição de recurso contra o resultado da Avaliação de Títulos e notas da prova objetiva 26 e 27 de Agosto de 2014 Divulgação do resultado do julgam ento dos recursos contra o resultado da Avaliação de Títulos. 29 de Agosto de 2014 Publicação do Resultado Final para Hom ologação. 29 de Agosto de 2014 * A interposição de recurso contra o resultado prelim inar terá com o finalidade única buscar corrigir algum erro m aterial que esteja presente no resultado ora apresentado.trata-se de eventual erro na som a das notas,no critério de desem pate,erro no nom e do candidato,cargo ou localidade. Não será perm itida nenhum a espécie de reavaliação acerca de m érito referente a questões obj etivas ou sobre os títulos apresentados. Todas as publicações serão divulgadas até às 18:00h da data estipulada,no site da PLANEJAR: nos m urais do átrio da Sede Adm inistrativo M unicipal, Centro Vera Cruz / BA. O cronogram a de execução do Processo Seletivo Sim plificado poderá ser alterado pela PLANEJAR e/ou pelo M UNICÍPIO DE VERA CRUZ,a qualquer m om ento,em havendo justificadas razões,sem que caiba aos interessados qualquer direito de se opor,ou algo reivindicar em razão de algum a alteração. GABINETE DO PREFEITO M UNICIPAL DE VERA CRUZ, 18 DE JULHO DE ANTÔNIO M AGNO DE SOUZA FILHO PREFEITO M UNICIPAL DE VERA CRUZ/BAHIA Processo Seletivo Simplificado Municipal Edital 001/2014 Prefeitura Municipal de Vera Cruz Bahia. 13

PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIASSUCÊ / BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIASSUCÊ / BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIASSUCÊ / BAHIA CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL Edital: Nº 001/2014-Retificado A PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIASSUCÊ, nos termos do art. 37, inciso II da Constituição Federal, Lei Orgânica

Leia mais

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC A Prefeitura Municipal de Caruaru/PE divulga a realização do CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS para o provimento dos cargos de Professor

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC Edital nº02/2008 DO PROCESSO SELETIVO 02/2008 CRF/RO-AC DE 07 DE NOVEMBRO DE 2008 ABERTURA. A Presidente do Conselho Regional de Farmácia dos Estados de Rondônia e Acre, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO / BAHIA CONCURSO PÚBLICO Minuta do Edital: Nº 01/2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO / BAHIA CONCURSO PÚBLICO Minuta do Edital: Nº 01/2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO / BAHIA CONCURSO PÚBLICO Minuta do Edital: Nº 01/2011 O PREFEITO MUNICIPAL DE BRUMADO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, torna público a abertura de inscrições

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ ASSESSOR JURIDICO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N. 001/2013 A PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ, ESTADO DO RONDÔNIA,

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE XANXERÊ SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE XANXERÊ SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE XANXERÊ SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE EDITAL N 001/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE EXCEPCIONAL INTERESSE

Leia mais

EDITAL Nº 21/2013. 1.1- Profissional/Carga Horária/Número de Vagas/Requisitos para a contração /Vencimentos. n.º de Vagas. Reserva Vagas PNE *

EDITAL Nº 21/2013. 1.1- Profissional/Carga Horária/Número de Vagas/Requisitos para a contração /Vencimentos. n.º de Vagas. Reserva Vagas PNE * EDITAL Nº 21/2013 RICARDO PINHEIRO SANTANA, Prefeito do Município de Assis, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO o presente Edital de Abertura do Concurso Público nº 01/2013 para preenchimento

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014 EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE COORDENADORES DE EDUCAÇÃO INTEGRAL, QUE ATENDERÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA DO POÇO / BAHIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL: Nº 02/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA DO POÇO / BAHIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL: Nº 02/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA DO POÇO / BAHIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL: Nº 02/2014 O PREFEITO MUNICIPAL DE VÁRZEA DO POÇO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura

Leia mais

PROCESSO SELETIVO N 001/2014 CONTRATAÇÃO DE JOVENS APRENDIZES

PROCESSO SELETIVO N 001/2014 CONTRATAÇÃO DE JOVENS APRENDIZES PROCESSO SELETIVO N 001/2014 CONTRATAÇÃO DE JOVENS APRENDIZES O Diretor Presidente da COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO CODEPAS, no uso de suas atribuições legais, e conforme determina o art.

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES A Congregação das Filhas de Nossa Senhora Stella Maris Hospital Stella Maris, torna público que no período de

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCURSOS PÚBLICOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE CONCURSOS PÚBLICOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DE CONCURSOS PÚBLICOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Os concursos para seleção de candidatos aos cargos públicos dos órgãos de administração direta e indireta, da Prefeitura

Leia mais

2.4.1. Por Procuração

2.4.1. Por Procuração O PREFEITO MUNICIPAL DE CACHOEIRA ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, torna pública a (re)abertura das inscrições e normas estabelecidas para a realização de Concurso Público destinado à seleção

Leia mais

ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 015/2013

ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 015/2013 ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 015/2013 A FUNDAÇÃO DE APOIO INSTITUCIONAL AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO, entidade de Direito Privado, inscrita no CNPJ sob nº 66.991.647/0001-30

Leia mais

A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino - Região Guarulhos Norte, com fundamento no inciso

A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino - Região Guarulhos Norte, com fundamento no inciso Edital de 24/07/2015 Processo Seletivo Simplificado Regional para contratação de Agente de Organização Escolar/2015 A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino

Leia mais

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO GUARULHOS SUL

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO GUARULHOS SUL DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO GUARULHOS SUL Edital de Abertura de Inscrição Processo Seletivo Simplificado Regional para contratação de Agente de Organização Escolar/2015 A Comissão Especial de Contratação

Leia mais

Consultas e Serviços Especiais, com 0 (zero) dispositivos de segurança (Token) Agência: 3943 Conta Corrente: 13 001897-8 Titularidade: Cliente

Consultas e Serviços Especiais, com 0 (zero) dispositivos de segurança (Token) Agência: 3943 Conta Corrente: 13 001897-8 Titularidade: Cliente Termo de Adesão aos Serviços do Internet Banking Empresarial São partes neste Instrum ento: BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A., instituição financeira com sede no Município de São Paulo, Estado de São Paulo,

Leia mais

EDITAL Nº 59/2015-REITORIA/UEMA

EDITAL Nº 59/2015-REITORIA/UEMA EDITAL Nº 59/2015-REITORIA/UEMA O Reitor da Universidade Estadual do Maranhão, no uso das atribuições conferidas pelo art. 58, inciso I, do Decreto Estadual n.º 15.581, de 30 de maio de 1997, que aprova

Leia mais

EDITAL 01/2015 CONCURSO PARA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA

EDITAL 01/2015 CONCURSO PARA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA UNIÃO METROPOLITANA PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA EDITAL 01/2015

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUELUZ

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUELUZ PREFEITURA MUNICIPAL DE QUELUZ Ladeira Laurindo José da Silva, 40 Queluz/SP CEP: 12.800-000 Tel.: (12) 3147.1405 / 3147.1396 Processo Seletivo Simplificado Edital nº 02/2013 Processo seletivo para preenchimento,

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA Nº 001/2009.

EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA Nº 001/2009. EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA Nº 001/2009. A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE VOTUPORANGA, Estado de São Paulo, torna público na forma prevista no Artigo 37

Leia mais

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo EDITAL Nº 0005/2011 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO A Comissão Permanente de Acompanhamento de Processos Seletivos do Município de Carapicuíba, nomeada pelo Decreto Municipal n.º 3.918 de 30 de setembro

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC PROCESSO SELETIVO 2016 Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC O DayHORC, através de sua Comissão do Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia (CPTMO/DayHORC), no uso de suas atribuições,

Leia mais

Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional. Edital nº 001 /2009

Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional. Edital nº 001 /2009 Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional Edital nº 001 /2009 Processo Seletivo para Ingresso nos Cursos Técnico de Nível Médio em Agronegócios

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS No uso das atribuições legais, e mediantes as condições estipuladas nos Editais e Comunicados oficiais publicados no site www.selecao.uneb.br/dpe2012, CONVOCA os Candidatos

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

EDITAL Nº. 01/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº. 01/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Órgão Interessado: SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PITANGA, ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Nº 001/2015

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Nº 001/2015 A Comissão Organizadora do Processo Seletivo, designada através da Portaria nº 096/2015, no uso de suas atribuições

Leia mais

EDITAL, Nº 001, de 22 de maio de 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

EDITAL, Nº 001, de 22 de maio de 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA EDITAL, Nº 001, de 22 de maio de 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA A Presidente da Comissão do Processo de Contratação Temporária por necessidade de excepcional interesse

Leia mais

EDITAL N. 002/2013/FMS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE MEDICOS PROC- 311/2013

EDITAL N. 002/2013/FMS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE MEDICOS PROC- 311/2013 EDITAL N. 002/2013/FMS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE MEDICOS PROC- 311/2013 O, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ sob o nº. 15.845.340/0001-90, estabelecido com sua

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Empresa: ELETROACRE

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Empresa: ELETROACRE PROGRAMA JOVEM APRENDIZ EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Empresa: ELETROACRE O SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, com base na Lei nº 10.097/2000, no Decreto nº 5.598/2005, e nas Portarias

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAU EDITAL DE SELEÇÃO Nº 20/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO POR PRAZO DETERMINADO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAU EDITAL DE SELEÇÃO Nº 20/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO POR PRAZO DETERMINADO PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAU EDITAL DE SELEÇÃO Nº 20/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO POR PRAZO DETERMINADO O Prefeito Municipal de Marau, no uso de suas atribuições, visando a contratação

Leia mais

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Cardiologia 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Edital de Abertura de Inscrições O IBEPEGE Instituto Brasileiro de Estudo e Pesquisa em Gastroenterologia e outras Especialidades

Leia mais

EDITAL Nº15 /2014, de 14 fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES Á DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23355.

EDITAL Nº15 /2014, de 14 fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES Á DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23355. EDITAL Nº15 /2014, de 14 fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES Á DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23355.000080/2014-92 O Diretor Geral do campus Barbacena do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

EDITAL Nº 14/2011-PROEN/IFRN PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS SUPERIORES DE PÓS-GRADUAÇÃO CAMPI JOÃO CÂMARA E MACAU 2º SEMESTRE DE 2011

EDITAL Nº 14/2011-PROEN/IFRN PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS SUPERIORES DE PÓS-GRADUAÇÃO CAMPI JOÃO CÂMARA E MACAU 2º SEMESTRE DE 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRO-REITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 14/2011-PROEN/IFRN PROCESSO

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 006/2015 - QUADRO RESERVA - A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas atribuições, comunica que estarão abertas, as inscrições para o Processo

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES PROCESSO SELETIVO Nº 03/2015 CONCESSÃO DE BOLSA-ESTÁGIO A Fundação Educacional São Carlos FESC torna pública,

Leia mais

Edital Nº 003/ 2015 I - DO PROCESSO SELETIVO E DO CURSO

Edital Nº 003/ 2015 I - DO PROCESSO SELETIVO E DO CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA DE ENFERMAGEM DE NATAL DA UFRN PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO TÉCNICO EM PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES EM SAÚDE Edital Nº 003/ 2015 A Escola

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO - REGIÃO NORTE 2

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO - REGIÃO NORTE 2 DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO NORTE 2 Edital de Abertura de Inscrição Processo Seletivo Simplificado Regional para contratação de Agente de Organização Escolar/2015 A Comissão Especial de Contratação por

Leia mais

Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014.

Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014. Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014. ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DE SISTEMAS PRODUTIVOS DA UEMS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PMT SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS SEMA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PMT SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS SEMA 0 PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PMT SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS SEMA EDITAL DE SELEÇÃO PARA BOLSAS DO PROGRAMA SERVIDOR UNIVERSITÁRIO 2011 A Secretaria Municipal de Administração

Leia mais

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO EDITAL nº 005/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E JUVENTUDE A Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CORUMBÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA E S C O L A D E G O V E R N O

PREFEITURA MUNICIPAL DE CORUMBÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA E S C O L A D E G O V E R N O PREFEITURA MUNICIPAL DE CORUMBÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA E S C O L A D E G O V E R N O Processo nº 18284/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO TEMPORÁRIO DE AGENTE DE APOIO ESCOLAR-II, FUNÇÃO:

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO APRENDIZAGEM INDUSTRIAL 2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO APRENDIZAGEM INDUSTRIAL 2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO APRENDIZAGEM INDUSTRIAL 2015 O SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna público que estarão abertas inscrições para candidatos encaminhados formalmente pelas

Leia mais

EDITAL Nº 44 /2014, de 16 de dezembro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES PRESENCIAIS PROCESSO Nº 23355.

EDITAL Nº 44 /2014, de 16 de dezembro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES PRESENCIAIS PROCESSO Nº 23355. EDITAL Nº 44 /2014, de 16 de dezembro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES PRESENCIAIS PROCESSO Nº 23355.000836/2014-01 O Diretor Geral do campus Barbacena do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

3. As inscrições ficarão abertas no período de 11/11/2013 a 20/01/2014, às16 horas, exclusivamente no site do IBCC: www.ibcc.org.br.

3. As inscrições ficarão abertas no período de 11/11/2013 a 20/01/2014, às16 horas, exclusivamente no site do IBCC: www.ibcc.org.br. São Paulo, 01 de novembro de 2013. Instituto Brasileiro de Controle do Câncer - IBCC Edital Imagem 2013 O Centro de Estudos Prof. Dr. Sampaio Góes Junior do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer torna

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAMPO ALEGRE-SC. SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 010/2013

MUNICÍPIO DE CAMPO ALEGRE-SC. SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 010/2013 MUNICÍPIO DE CAMPO ALEGRE-SC. SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 010/2013 O Município de Campo Alegre, Estado de Santa Catarina, conforme dispõe o Art. 37, inciso

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ

FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ EDITAL FMJ- 073/2006, de 27/11/2006 CONCURSO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2007 O Prof. Dr. NELSON LOURENÇO MAIA FILHO, Diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí, Autarquia municipal de Jundiaí, Estado de São

Leia mais

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 029/2015 José Carlos Anziliero Amaral, Prefeito Municipal de Três Passos, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais, torna público a abertura

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº06/2014 FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº06/2014 FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº06/2014 FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL DE ABERTURA Nº 01/2014 FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO PROCESSO SELETIVO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ADUSTINA / BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ADUSTINA / BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ADUSTINA / BAHIA CONCURSO PÚBLICO Edital: Nº 01/2015 Retificado A PREFEITURA MUNICIPAL DE ADUSTINA, nos termos do art. 37, inciso II da Constituição Federal, Lei Orgânica Municipal,

Leia mais

EDITAL Nº 005/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

EDITAL Nº 005/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 005/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO O MUNICÍPIO DE CONQUISTA, representado pela Exma. Sra. Prefeita Municipal, VÉRA LÚCIA GUARDIEIRO, no uso de suas atribuições legais, em cumprimento às

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E AÇÃO SOCIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E AÇÃO SOCIAL EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 012/2011 MÉDICO DE SAÚDE DA FAMÍLIA A Prefeitura Municipal de São Sebastião do Paraíso, nos termos da Lei Municipal 2.904/02 e Lei Municipal Nº.3.553/Projeto de Lei Nº. 3.778

Leia mais

EDITAL N 75, DE 8 DE JULHO DE 2015. Processo Seletivo 2016.1.

EDITAL N 75, DE 8 DE JULHO DE 2015. Processo Seletivo 2016.1. EDITAL N 75, DE 8 DE JULHO DE 2015. Processo Seletivo 2016.1. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013

Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013 1 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013 José Carlos A. Amaral, Prefeito de Três Passos em exercício, no uso de suas atribuições legais, torna público a abertura

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 A Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba FUNETEC/PB, pessoa jurídica

Leia mais

HOSPITAL GERAL DE VILA PENTEADO HOSPITAL GERAL DOUTOR JOSÉ PANGELLA DE VILA PENTEADO MÉDICO (ÁREA: ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA) PROCESSO SELETIVO Nº

HOSPITAL GERAL DE VILA PENTEADO HOSPITAL GERAL DOUTOR JOSÉ PANGELLA DE VILA PENTEADO MÉDICO (ÁREA: ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA) PROCESSO SELETIVO Nº HOSPITAL GERAL DE VILA PENTEADO HOSPITAL GERAL DOUTOR JOSÉ PANGELLA DE VILA PENTEADO MÉDICO (ÁREA: ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA) PROCESSO SELETIVO Nº 004 / 08 EDITAL Nº 026 / 08 O Hospital Geral Doutor José

Leia mais

EDITAL 059/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROFESSOR SUBSTITUTO CAMPUS OURO PRETO

EDITAL 059/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROFESSOR SUBSTITUTO CAMPUS OURO PRETO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS - GABINETE DO REITOR Avenida Professor Mário Werneck, 2590,

Leia mais

Processo Seletivo Simplificado - Edital PSS nº 01/07 Prefeitura Municipal de Contagem

Processo Seletivo Simplificado - Edital PSS nº 01/07 Prefeitura Municipal de Contagem Processo Seletivo Simplificado - Edital PSS nº 01/07 Prefeitura Municipal de Contagem 1 A Exma. Senhora Marília Campos, Prefeita do Município de Contagem, no uso das atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva, convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PÚBLICO Nº 01/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PÚBLICO Nº 01/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PÚBLICO Nº 01/2015 O Município de Vassouras, através da Comissão de Processo Seletivo Simplificado, designada pela Portaria n.º 193/2015, torna público que estarão

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PÚBLICO ESTAGIÁRIOS Nº 001/15

EDITAL PROCESSO SELETIVO PÚBLICO ESTAGIÁRIOS Nº 001/15 O DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis e o CIEE - Centro de Integração Empresa-Escola, tornam público, de acordo com a Lei nº. 111/91- Artigo 52 e suas posteriores alterações e Lei

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA 1. 0 - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Edital de Processo Seletivo Simplificado para contratação por prazo determinado. A Prefeitura

Leia mais

EDITAL Nº 06/2015, de 23 janeiro de 2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES Á DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23355000061/2015-47

EDITAL Nº 06/2015, de 23 janeiro de 2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES Á DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23355000061/2015-47 EDITAL Nº 06/2015, de 23 janeiro de 2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES Á DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23355000061/2015-47 O Diretor Geral do campus Barbacena do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA

EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA O Prof. Dr. ITIBAGI ROCHA MACHADO, Diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí, autarquia municipal de

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL DE ABERTURA Nº 001/2014

PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL DE ABERTURA Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL DE ABERTURA Nº 001/2014 1.APRESENTAÇÃO O Governo do Estado do Amapá por meio da Escola de Administração Pública - EAP, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015

FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015 FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015 O Diretor da Faculdade Metropolitana São Carlos, credenciada pela Portaria Ministerial 062 de 22/01/2010, publicada em

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROGRAMA HABITACIONAL REGULAMENTO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA "PRÓ-MORADIA"

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROGRAMA HABITACIONAL REGULAMENTO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA PRÓ-MORADIA EDITAL DE SELEÇÃO DE PROGRAMA HABITACIONAL REGULAMENTO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA "PRÓ-MORADIA" O Conselho Municipal de Habitação do Município de Jeceaba - MG e a Prefeitura Municipal de Jeceaba, no uso

Leia mais

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO A Comissão de Graduação em Nutrição (COMGRAD-NUT) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no uso

Leia mais

Edital de Credenciamento de Consultores Nº 01/ 2009 Rev 01 05/ 01/ 2009

Edital de Credenciamento de Consultores Nº 01/ 2009 Rev 01 05/ 01/ 2009 Edital de Credenciamento de Consultores Nº 01/ 2009 Rev 01 05/ 01/ 2009 (',7$/'(&5('(1&,$0(172'2029,0(172&$7$5,1(16(3$5$(;&(/Ç1&,$ 1ž &5('(1&,$0(172'(3(662$6)Ë6,&$6(-85Ë',&$63$5$&203252&$'$6752 '(&2168/725(6'2029,0(172&$7$5,1(16(3$5$(;&(/Ç1&,$

Leia mais

Edital de convocação para o CONCURSO VESTIBULAR. UERJ Turismo 2010

Edital de convocação para o CONCURSO VESTIBULAR. UERJ Turismo 2010 Edital de convocação para o CONCURSO VESTIBULAR UERJ Turismo 2010 A Universidade do Estado do Rio de Janeiro torna público o presente Edital, com normas, rotinas e procedimentos relativos ao Concurso Vestibular

Leia mais

16/01/15 horário 8:30 observando-se o horário do Maranhão (NÃO HÁ

16/01/15 horário 8:30 observando-se o horário do Maranhão (NÃO HÁ EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM OTORRINOLARINGOLOGIA DA CLÍNICA OTHOS Inscrições para preenchimento de vagas nos programas de Especialização Médica em Otorrinolaringologia

Leia mais

ALTERAÇÃO 01. PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS CNPQ E SEBRAE nº 06/2015 PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO

ALTERAÇÃO 01. PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS CNPQ E SEBRAE nº 06/2015 PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO ALTERAÇÃO 01 PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS CNPQ E SEBRAE nº 06/2015 PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO SERVIÇO DE APOIO AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL N.

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL N. ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL N.º 006/2014 O Município de Vitória, por intermédio da Secretaria de Administração

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS NÍVEL SUPERIOR REALIZAÇÃO: Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas U F S C a r EDITAL Nº 011/2012 O Pró-Reitor de Gestão de Pessoas da Universidade

Leia mais

EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES

EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2016.1, para os cursos de Bacharelado em

Leia mais

Atenção: Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição.

Atenção: Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição. EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA CURSO DE ESPECIALIAZAÇÃO EM CANCEROLOGIA CLÍNICA HOSPITAL BENEFICÊNCIA PORTUGUESA E CENTRO DE ONCOLOGIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO PARA ANO DE 2014. Atenção: Recomenda-se a leitura

Leia mais

Processo Seletivo Simplificado Edital nº004/2015

Processo Seletivo Simplificado Edital nº004/2015 Processo Seletivo Simplificado Edital nº004/2015 O Secretário Municipal de Orçamento e Gestão no uso de suas atribuições legais e de acordo com as Leis Municipais nºs 2.174/97, 2.270/98, 3248/09 e Decreto

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS O Diretor Geral da Faculdade ISAEBRASIL, credenciada pela Portaria MEC n. 439 de 29 de abril de 2015, por sua Comissão de Vestibular, instituída em caráter permanente pela Portaria ISAE n.º 02/2015 de

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR A PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS em parceria

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Comissão Permanente do Vestibular

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO convoca os candidatos inscritos no Concurso Público

Leia mais

2. Dos Cursos da FASF, Códigos, Turnos, Duração, Vagas, Número de Alunos por Turma, Prazo de Integralização e Atos de Legalização

2. Dos Cursos da FASF, Códigos, Turnos, Duração, Vagas, Número de Alunos por Turma, Prazo de Integralização e Atos de Legalização EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DO ALTO SÃO FRANCISCO, TURMAS DE AGOSTO 2015. A Diretora da Faculdade de Filosofia,

Leia mais

HOSPITAL PSIQUIÁTRICO PINEL COORDENADORIA DE SERVIÇOS DE SAÚDE HOSPITAL PSIQUIATRICO PINEL EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2008 A HOSPITAL

HOSPITAL PSIQUIÁTRICO PINEL COORDENADORIA DE SERVIÇOS DE SAÚDE HOSPITAL PSIQUIATRICO PINEL EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2008 A HOSPITAL HOSPITAL PSIQUIÁTRICO PINEL COORDENADORIA DE SERVIÇOS DE SAÚDE HOSPITAL PSIQUIATRICO PINEL EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2008 A HOSPITAL PSIQUIATRICO PINEL, da Coordenadoria de Serviços de Saúde da

Leia mais

1 o EXAME PARA CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL CNseg CPC1

1 o EXAME PARA CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL CNseg CPC1 REGULAMENTO 2015 www.cnseg.org.br SUMÁRIO DA COMPETÊNCIA... 3 DO EXAME... 3 DA INSCRIÇÃO... 3 DA NECESSIDADE DE ATENDIMENTO ESPECIAL... 5 DA CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO... 6 DO EXAME E DAS PROVAS... 7 DA

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE NOSSA SENHORA DO SOCORRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE NOSSA SENHORA DO SOCORRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE NOSSA SENHORA DO SOCORRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº. 01/2015 EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROFESSOR SUBSTITUTO O Município

Leia mais

Processo de Seleção de Estagiários Edital Nº 039/2014

Processo de Seleção de Estagiários Edital Nº 039/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700 - Alfenas/MG - CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000 - Fax: (35) 3299-1063 Processo de Seleção de Estagiários

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO. EDITAL DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA Ano letivo de 2015

FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO. EDITAL DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA Ano letivo de 2015 EDITAL DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA Ano letivo de 2015 O Diretor da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo torna público, para conhecimento dos interessados, que estarão abertas, no período de

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CAPIVARI/ SP EDITAL DE ABERTURA DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS - EDITAL Nº 01/2011

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CAPIVARI/ SP EDITAL DE ABERTURA DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS - EDITAL Nº 01/2011 ALTERADO CONFORME EDITAL DE RERATIFICAÇÃO 05/05/2011 A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CAPIVARI, Estado de São Paulo, torna pública a abertura de inscrições para o Concurso Público de Provas e Títulos, para

Leia mais

HOSPITAL GERAL DE VILA NOVA CACHOEIRINHA

HOSPITAL GERAL DE VILA NOVA CACHOEIRINHA HOSPITAL GERAL DE VILA NOVA CACHOEIRINHA HOSPITAL GERAL DE VILA NOVA CACHOEIRINHA DR. ÁLVARO SIMÕES DE SOUZA SERVIÇO DE RECURSOS HUMANOS EDITAL nº 004/2008 PROCESSO SELETIVO - MÉDICO (ESPECIALIDADE: PEDIATRIA)

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Edital: Nº 01/2012

CONCURSO PÚBLICO Edital: Nº 01/2012 PREFEITURA MUNICIPAL DE JACOBINA / BAHIA CONCURSO PÚBLICO Edital: Nº 01/2012 A PREFEITURA MUNICIPAL DE JACOBINA, nos termos do art. 37, inciso II da Constituição Federal, Lei Orgânica Municipal, as Leis

Leia mais

Portaria MEC 2.235 de 19/12/1997 DOU: 22/12/1997 Resolução CNE/CES n o 1, de 8 de junho de 2007 EDITAL 01/2015 - FACULDADE FUCAPI PÓS-GRADUAÇÃO

Portaria MEC 2.235 de 19/12/1997 DOU: 22/12/1997 Resolução CNE/CES n o 1, de 8 de junho de 2007 EDITAL 01/2015 - FACULDADE FUCAPI PÓS-GRADUAÇÃO A Faculdade FUCAPI, representada pelo seu Programa de Pós-Graduação, faz conhecer aos interessados que, no período de 09 a 20 de março de 2015, estarão abertas as inscrições para o Curso de Especialização

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA COMPLEXO HOSPITALAR OURO VERDE

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA COMPLEXO HOSPITALAR OURO VERDE O Complexo Hospitalar Ouro Verde - CHOV torna público que realizará processo seletivo para preenchimento de vagas de médicos residentes de 1º ano (R-1), de seu programa de residência em MEDICINA DE FAMÍLIA

Leia mais

EDITAL Nº 04/2014, de 04 de fevereiro de 2014. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES À DISTÂNCIA

EDITAL Nº 04/2014, de 04 de fevereiro de 2014. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES À DISTÂNCIA EDITAL Nº 04/2014, de 04 de fevereiro de 2014. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES À DISTÂNCIA O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais

Leia mais

1.4. Cada candidato poderá concorrer a apenas uma das vagas ofertadas neste Edital e deverá usar o próprio CPF para inscrição.

1.4. Cada candidato poderá concorrer a apenas uma das vagas ofertadas neste Edital e deverá usar o próprio CPF para inscrição. UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV Edital Nº 03/2014/CCV Regulamenta o Teste de Nível das Casas de Cultura Estrangeira, para o período 2014.2. A Presidente da Coordenadoria de

Leia mais

- As inscrições serão realizadas exclusivamente pela Internet, no site www.fmb.unesp.br:

- As inscrições serão realizadas exclusivamente pela Internet, no site www.fmb.unesp.br: FACULDADE DE MEDICINA EDITAL Nº 008/2014-FM/DTA. Faculdade de Medicina - Campus de Botucatu A FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP torna público que, no período de 24 a 26 de março de 2014, somente

Leia mais