REGULAMENTO DEVERES E DIREITOS DA ESCOLA E DOS ALUNOS.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO DEVERES E DIREITOS DA ESCOLA E DOS ALUNOS. www.ctbr.com.br"

Transcrição

1

2 CENTRO DE TREINAMENTO BÍBLICO RESTAURAÇÃO MBRC - MINISTÉRIO BÍBLICO DA RESTAURAÇÃO EM CRISTO 02

3 APRESENTAÇÃO O CENTRO DE TREINAMENTO BÍBLICO RESTAURAÇÃO CTBR é uma entidade educacional de ensino bíblico, sem fins lucrativos que tem a finalidade de preparar e treinar ministros, líderes e leigos a se tornarem hábeis na Palavra de Deus e aptos para o serviço cristão, bem como para trabalhos específicos na comunidade e nos campos missionários. Deus tem chamado um povo especial para um trabalho específico de divulgação de Sua Palavra e tem orientado o CTBR para o treinamento destas pessoas. Diariamente devemos meditar na Palavra de Deus enquanto nos dedicamos à oração, numa vida devocional próspera, única forma para o nosso crescimento espiritual. À medida que assim procedemos, damos testemunho da nossa fé aos que nos rodeiam, aproveitando todas as oportunidades para exaltarmos o nome que está acima de todo nome o nome do nosso Senhor Jesus Cristo. INFORMAÇÕES GERAIS O curso do CENTRO DE TREINAMENTO BÍBLICO RESTAURAÇÃO CTBR funciona em regime de externato, com 25 matérias que serão ministradas as segundas, quartas e sextas-feiras, com duas aulas por dia. Em algumas cidades, os dias de aulas poderão ser alterados de acordo com as necessidades locais. O curso tem a duração de 2 (dois) anos, sendo: Primeiro Ano (Certificado) e Segundo Ano (Diploma). A freqüência do aluno será observada e anotada por um monitor, todos os dias de aula, que começarão pontualmente nos horários estabelecidos. O aluno do CTBR é seu representante direto perante a comunidade evangélica e o público em geral, devendo, portanto, conduzir-se de modo conveniente, de acordo com os parâmetros do evangelho, para um bom testemunho pessoal do Centro de Treinamento, no qual ele está vinculado. A pontualidade deve ser observada rigorosamente por todos os alunos do Centro de Treinamento. O aluno que se ausentar da sala de aula sem a devida autorização do professor/monitor e ou diretor (sem justificar o motivo) será considerado faltoso. 03

4 O espírito de oração e reverência deve ser preservado no recinto da instituição, sabendo-se que Deus está presente. Os alunos do Centro de Treinamento dispõem de uma Comissão Permanente de Avaliação (CPA), atuando nos dias de aulas com plantões de 20 minutos (antes do início, durante o intervalo e após a segunda aula), com a finalidade de prestar informações ou dirimir dúvidas quanto aos assuntos pertinentes ao Centro de Treinamento. O objetivo da instituição é treinar obreiros preparados para toda boa obra na Seara do Senhor, portanto, zelaremos pela disciplina. OBSERVAÇÃO: A desobediência a qualquer destes dispositivos implicará em punição para o aluno que poderá ser: Advertência (oral ou escrita), Suspensão ou Desligamento do curso. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO DIREITOS 1) Comparecer às salas de aulas e receber os ensinamento conforme as disciplinas ministradas pela instituição até o final do curso. 2) Indagar, pedir esclarecimento sobre qualquer assunto didático ministrado em sala de aula, fazendo-o no término das aulas com decência e moderação junto ao Professor. 3) Receber certidões, declarações, crachás e históricos das disciplinas mediante pagamento de taxa de expediente à secretaria.. 4) Receber Certificado de conclusão do Primeiro Ano do Curso e participar de todas as solenidades alusivas à entrega dos Certificados, desde que esteja em dia com as obrigações junto a Secretaria. Em nenhuma hipótese o aluno poderá receber o Certificado de Conclusão do Primeiro Ano que o capacita a prosseguir no curso, se o mesmo não estiver quite com a Secretaria do Curso, tanto no aspecto financeiro como acadêmico. 5) Participar da disciplina Ministrando a Palavra, de caráter avaliativo, desde que esteja quite com a Secretaria do Curso, tanto no aspecto financeiro quanto acadêmico. 6) Receber Diploma na conclusão do Curso e participar de todas as solenidades alusivas à entrega dos Diplomas e de todas as solenidades relativas à colação de grau e outras promovidas pela instituição (Aula da Saudade, Culto de Imposição de Mãos), desde que estejam em dia com as obrigações junto a Secretaria tanto no aspecto financeiro como acadêmico. Em nenhuma hipótese o aluno poderá receber o Diploma nem participar das solenidades relativas à Formatura, se o 04

5 mesmo não estiver quite com a Secretaria do Curso. DEVERES 1) Cumprir rigorosamente todo o Regulamento do Centro Treinamento. 2) Respeitar os membros da Diretoria, CPA, corpo docente, secretários e monitores. 3) Comparecer todas as aulas durante o ano letivo. O aluno não deve considerar o limite máximo de faltas em uma mesma disciplina(dois dias), como um direito para faltar às aulas. Este limite não pode ser utilizado em todas as disciplinas, visto que o limite máximo anual é de doze (12) dias. 4) Fazer leituras e estudos bíblicos individuais, bem como participar dos momentos devocionais. 5) Não entrar sem autorização na secretaria, ou qualquer outro local reservado aos membros da diretoria. 6) Respeitar seus colegas, evitando todo tipo de brincadeira ou discussões que venham a atrapalhar a comunhão fraternal e prejudicar a sua vida espiritual, bem como tratá-los por apelidos ou de forma jocosa. 7) Não mexer nos pertences de outrem, a não ser com expressa autorização deste. 8) Obedecer às escalas especiais de treinamento do CTBR, quando houver e havendo impossibilidade de participar das mesmas, comunicar com antecedência, desde que justificada. 9) Observar a pontualidade nos horários estabelecidos. 10) Só se ausentar da sala de aula com autorização do professor/monitor, se houver motivo justo. SISTEMA DE AVALIAÇÃO A) Em nenhuma hipótese o aluno poderá perder mais de 12 (doze) dias de aulas no ano. Caso ultrapasse este limite, será reprovado no ano que estiver cursando. O aluno não deve considerar este limite como um direito para faltar, mas como uma tolerância. B) A avaliação do aluno será por meio de provas e eventuais trabalhos cujas notas variam de 0,0 a 10,0, conduta, comportamento e principalmente freqüência. Será aprovado o aluno que atingir a média de 6,0 por disciplina e tenha cumprido o estabelecido nos itens A e B acima. C) As provas das disciplinas, ficam a critério dos professores de cada uma, em 05

6 acordo com a DIRETORIA/CPA, devendo abranger o conteúdo ministrado, sempre com questões objetivas. O professor poderá fazer avaliações orais, de campo, passar trabalhos para casa, sempre em acordo com a DIRETORIA/CPA. D) Em caso de perda de uma das provas de avaliação por motivo justificado, o aluno terá direito a reposição em data e horário a ser marcado pela secretaria do curso, em comum acordo com o aluno. Caso o aluno não justifique o motivo, nem entre em acordo com a secretaria, perderá este direito. E) Por motivo de ordem superior, devidamente comprovado, (Gravidez de risco, últimos dias de gestação, enfermidade que impossibilite seu deslocamento), o aluno poderá ter um atendimento individualizado, na forma de estudo dirigido ou outro tipo de estudo, a critério da DIRETORIA/CPA, a fim de receber bonificação de faltas e dar continuidade ao curso. F) O aluno que por algum motivo não obtiver aprovação em uma ou mais disciplinas do ano em curso, não perderá o ano de estudo. O mesmo deverá efetivar nova matrícula no ano letivo que estava cursando e a seu critério cursar ou não, todo o elenco de disciplinas, porém para efeito de conclusão do curso será necessário cursar àquelas em que não obteve aprovação. G) O aluno que necessitar; por motivo justificado, interromper os seus estudos por determinado período, deverá encaminhar requerimento a DIRETORIA, pois assim procedendo terá direito a dar continuidade aos seus estudos posteriormente, sem nenhum prejuízo dos compromissos já cumpridos. H) O aluno que ultrapassar o limite de faltas em uma matéria (25%), não poderá fazer a prova da mesma na data regulamentar, exceto se tiver reposto as aulas que faltou até a data da mesma. I) O aluno que ultrapassar o limite de faltas em uma matéria, em caso de enfermidade, morte na família, ou outro motivo grave, conforme parecer da DIRETORIA/CPA, poderá justificar por escrito com documento comprobatório e repor as aulas através de CD s, a fim de obter abono das faltas em questão. A avaliação final da disciplina para fins de aprovação,está sujeita a parecer da DIRETORIA/CPA, podendo estabelecer avaliações complementares, além da prova escrita. J) Os CD s utilizados na reposição das aulas, deverão ser devolvidas impreterivelmente na aula seguinte, sob pena de pagar multa por atraso na devolução das mesmas. é expressamente proibido copiar o conteúdo do cd de reposição de aula. HORÁRIO E FREQUÊNCIA A) Seja fiel na freqüência das aulas. B) As aulas começarão pontualmente no horário estabelecido. 06

7 C) É terminantemente proibido ausentar-se da sala de aula, antes do seu término, exceto em casos extremos, comunicando antes ao monitor. D) Os atrasos serão tolerados até quinze (15) minutos, sendo considerado faltoso naquela aula, qualquer aluno que exceder este prazo. E) Se você chegar atrasado, procure sentar-se nas últimas cadeiras, evitando assim, qualquer distúrbio no bom andamento da aula. COMPORTAMENTO A) Evite conversar em sala de aula. B) Não faça barulho, causando distração aos outros alunos. C) Não é permitido comer, mascar chicletes ou tomar chimarrão durante a aula. D) Não interrompa o professor para fazer perguntas, comentários ou sugestões, anote-as para fazê-las posteriormente. E) É expressamente proibido dar ou receber telefonemas durante as aulas (principalmente telefone celular). Na sala de aula o aluno deverá manter seu celular desligado. F) Se chegar ao conhecimento da diretoria, reclamações sobre a conduta de qualquer aluno, dentro ou fora da sala de aula, o mesmo será levado à diretoria e se for confirmada a questão, o aluno será disciplinado. G) Cada aluno deverá zelar pela sua própria vida espiritual, devendo ter uma conduta e um comportamento cristão exemplar, evitando toda a aparência do mal. H) Cada aluno deverá zelar pelo seu comportamento e relacionamento com os alunos do sexo oposto, dentro e fora da sala de aula. I) Cada aluno será responsável pelo seu próprio material (cadernos, lápis, bíblias, etc). J) Não será permitido trazer filhos, parentes, amigos ou convidados para sala de aula. VESTUÁRIO A) Não será permitido em nenhuma hipótese às mulheres o uso de calças jeans, mini-saias, saias curtas e justas, bermudas, blusas decotadas ou transparentes, blusas de alcinhas e camisetas, bem como o uso de piercings, bandanas, ou objetos que não sejam compatíveis com a natureza e propósitos do curso.as calças usadas devem ser Oxford, tipo social, não sendo permitido o uso de calças com cintura baixa. B) As saias deverão ser abaixo do joelho e as blusas deverão ser decentes. 07

8 C) Não será permitido em nenhuma hipótese aos homens o uso de camisas sem golas, brincos, piercings, bandanas, ou objetos que não sejam compatíveis com a natureza e propósitos do curso. D) Não será permitido a todos os estudantes o uso de tênis, chinelos e sapatênis. OBSERVAÇÃO: Estas regras não são para estabelecer uso e costumes, mas sim para treinar o aluno a ser disciplinado e submisso. Fora do horário de aula o aluno está liberado para se vestir de outra forma, desde que decentemente, de forma que glorifique a JESUS CRISTO, nosso Senhor. O uso de roupas fora do padrão estabelecido acima, está sujeito a avaliação da CPA/DIRETORIA. MATRICULA E MENSALIDADE A) Para se matricular no CTBR o aluno deverá ter 18 (dezoito) anos completos, saber ler e escrever e ser nascido de novo pela fé na graça e no preço da redenção pago por Jesus na cruz. B) Ao se matricular no curso, o aluno deverá preencher a ficha de inscrição corretamente, entregá-la acompanhada de (2)duas fotografias 3 4 recentes e pagar a taxa de matrícula. C) No decorrer da primeira disciplina, cada aluno receberá um crachá com sua fotografia, que o credenciará para ter acesso às aulas. Em nenhuma hipótese o aluno poderá assistir à aula sem o crachá. Caso o aluno tenha esquecido ou perdido o seu crachá, o mesmo deverá procurar a secretaria do Centro de Treinamento para adquirir uma 2ª via com foto em caso de perda, ou adquirir um provisório no caso de esquecimento, mediante o pagamento de uma taxa. D) As mensalidades deverão ser pagas na secretaria do Centro de Treinamento até o dia 10 (dez) de cada mês. E) O não pagamento da mensalidade no prazo estabelecido, implicará em multa. F) O aluno que deixar de pagar as mensalidades por (03)três meses, poderá ser desligado do curso, caso o mesmo não procure a secretaria para justificar a falta de pagamento. G) Só poderá receber o CERTIFICADO e/ou DIPLOMA de Conclusão do Curso o aluno que estiver em dia com as obrigações junto a Secretaria tanto no aspecto financeiro como acadêmico. 08

9 DECLARAÇÃO DE FÉ CREMOS NAS ESCRITURAS - A Bíblia é a Palavra inspirada de Deus, produto de homens santos do passado que falaram e escreveram conforme eram movidos pelo Espírito Santo. Aceitamos a Nova Aliança, registrado no Novo Testamento, como nosso guia infalível em assuntos concernentes à conduta e doutrina (2Tm 3.16, 1Ts 2.13 e 1Pe 1.21). CREMOS NA TRINDADE - Nosso Deus é um, mas é manifesto em três pessoas o Pai, o Filho e o Espírito Santo. São co-iguais (Fl 2.6). Deus Pai é o maior de todos. Ele é a Fonte da Palavra (Logos) e o Gerador da vida (Jo14.28: e 1.14). O Filho é a Palavra revestida de carne, Aquele que foi gerado e existe com o pai desde o princípio (Jo 1.1; 1.18 e 1.14). O Espírito Santo procede tanto do Pai como do Filho, e é eterno (Jo 15.26). CREMOS NO HOMEM, SUA QUEDA E REDENÇÃO - O homem é um ser criado, feito à imagem e semelhança de Deus, contudo, através da transgressão e queda de Adão o pecado entrou no mundo. Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. Assim está escrito: Não há um justo, nem um sequer. Jesus Cristo, o Filho de Deus, foi manifestado para desfazer as obras do diabo. Deu Sua vida e derramou o Seu sangue para redimir e restaurar o homem para com Deus (Rm 5.14; 3.10; 3.23 e 1Jo 3.8). A Salvação é o dom de Deus para o homem. não opera através das obras da lei, mas sim pela graça, por meio da fé em Jesus Cristo, e produz obras agradáveis a Deus (Ef 2.8). CREMOS NA VIDA ETERNA E NO NOVO NASCIMENTO - O primeiro passo do homem em direção à salvação é a tristeza piedosa que resulta em arrependimento. O Novo Nascimento é necessário para todos os homens e quando cumprido produz Vida Eterna (2Co 7.10, 1Jo 5.12 e Jo 3.3-5). CREMOS NO BATISMO NAS ÁGUAS - O batismo nas águas é por imersão, constitui um mandamento expresso do nosso Senhor para os crentes. A ordenança é o símbolo da identificação de cristão com Cristo em Sua morte, sepultamento e ressurreição (Mt 28.19, Rm 6.4, Cl 2.12, At ). Concernente ao batismo nas águas, uma regra é adotada: a saber: Sobre a tua confissão de fé no Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, e pela Sua autoridade, eu te batizo em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém. CREMOS NO BATISMO NO ESPÍRITO SANTO - O batismo no Espírito Santo e fogo é um dom de Deus como foi prometido pelo Senhor Jesus Cristo para todos os 09

10 crentes desta dispensação. É recebido subsequentemente ao Novo nascimento. Esta experiência é acompanhada pela evidência inicial de falar em outras línguas conforme o próprio Espírito Santo concede (Mt 3.11, Jo e 17, At 1.8, 2.38 e 39, e 2.4). CREMOS NA SANTIFICAÇÃO - A Bíblia ensina que sem santificação ninguém pode ver o Senhor. Cremos na doutrina da Santificação como uma obra definitiva e progressiva da graça; começando no momento da regeneração e tendo continuidade até a consumação da salvação (Hb 12.14, 1Ts 5.23, 2Pe 3.18, 2Co 3.18, Fl e 1Co 1.30). CREMOS NA CURA DIVINA - A cura é para doenças físicas do corpo humano e é operada pelo poder de Deus através da oração da fé e pela imposição de mãos. Foi providenciada pela expiação de Cristo e é um privilégio de todo o membro da Igreja hoje (Mc 16.18, Tg , 1 Pe 2.24, Mt 8.17 e Is 53.4 e 5). CREMOS NA RESSURREIÇÃO DOS JUSTOS E NA VOLTA DE NOSSO SENHOR - Os anjos disseram: O mesmo Jesus voltará da mesma maneira que o vistes subir. Sua volta é iminente. E quando Ele vier os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares (At 1.11, 1Ts 4.16 e 17). Depois da Tribulação Ele voltará à terra como Rei dos reis e sacerdotes, reinará mil anos (Ap 2.6). CREMOS NO INFERNO E NO CASTIGO ETERNO - Aquele que morre fisicamente em seus pecados, sem Cristo, está sem esperança e perdido eternamente no Lago de Fogo; portando não há mais oportunidade no futuro, para ouvir o Evangelho do arrependimento. O Lago de Fogo é literal. Os termos eterno e para sempre, usado para descrever a duração da punição do castigo no Lago de Fogo, traz o mesmo sentido e significação da existência sem fim que é usada para indicar a duração do gozo e êxtase dos santos na presença de Deus (Hb 9.27 e Ap 19.20). 10

11

12 Escola: Dúvidas e Informações:

01. APRESENTAÇÃO 02. HISTÓRICO

01. APRESENTAÇÃO 02. HISTÓRICO ÍNDICE REGULAMENTO 01. APRESENTAÇÃO... 02 02. HISTÓRICO... 02 03. REQUISITOS... 03 04. INFORMAÇÕES ACADÊMICAS... 03 05. FREQUÊNCIA... 05 06. GRADE CURRICULAR... 08 07. INFORMAÇÕES FINANCEIRAS... 08 08.

Leia mais

O SENHOR JESUS CRISTO

O SENHOR JESUS CRISTO O SENHOR JESUS CRISTO I. SUA EXISTÊNCIA A) Provada pelo Antigo Testamento: (Mq 5.2; Is 9:6 Pai da Eternidade ) B) Provada pelo Novo Testamento: 1) João 1.1, em comparação com o versículo 14. 2) Jo 8.58

Leia mais

O Papel da Mulher Cristã

O Papel da Mulher Cristã O Papel da Mulher Cristã Hoje as mulheres estão bem mais interessadas em carreiras profissionais e menos desejosas do papel no lar. Porém cada um tem a sua importância. Qual será então, o papel da mulher

Leia mais

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI Lição 07 A COMUNIDADE DO REI OBJETIVO: Apresentar ao estudante, o ensino bíblico sobre a relação entre a Igreja e o Reino de Deus, para que, como súdito desse reino testemunhe com ousadia e sirva em amor.

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO DECLARAÇÃO DE FÉ Pr Josemeire Ribeiro CRM PR 2015 O que é credo? É o que eu creio. PLANO DE SALVAÇÃO QUEDA REDENÇÃO RESTAURAÇÃO Declaração de Fé da IEQ foi compilada por sua fundadora Aimeé Semple McPherson,

Leia mais

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 Mantendo-vos, portanto, firmes, tendo cingido os vossos rins com a verdade, vestindo a couraça da justiça e calçando os pés

Leia mais

Perfil da Igreja que possui maturidade

Perfil da Igreja que possui maturidade Perfil da Igreja que possui maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Atos 2.7-45 7 - E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos?

Leia mais

agora a algumas questões Quem pode receber o

agora a algumas questões Quem pode receber o Pe. Henrique Soares da Costa Já vimos, nos artigos teologia do Batismo, isto é, do agora a algumas questões precedentes, os principais aspectos da significado deste sacramento. Respondamos, práticas. Quem

Leia mais

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas Aprendendo com Jesus Apresentação É com a maior confiança na compreensão e aceitação dos nossos queridos catequistas que levo a público

Leia mais

Perdão Marca de Maturidade

Perdão Marca de Maturidade Perdão Marca de Maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Mateus 18.15-22 15 - Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; 16 - Mas, se não te ouvir,

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ 2015 MDA REDE JOVEM Tornar-se um cristão espiritualmente maduro é a ação de maior valor que podemos fazer por nós mesmos. LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ Jesus foi maior evangelista que o mundo já viu.

Leia mais

MANUAL DO ALUNO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ENFERMAGEM

MANUAL DO ALUNO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ENFERMAGEM MANUAL DO ALUNO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ENFERMAGEM APRESENTAÇÃO Este Manual foi elaborado com o objetivo de fornecer as informações necessárias para o melhor desempenho nas atividades em campo de estágio

Leia mais

Lição 11. Batismo nas águas. Comuidade Ev. Amanhecer com Jesus QUESTIONAMENTOS: O batismo salva? O batismo como mandamento

Lição 11. Batismo nas águas. Comuidade Ev. Amanhecer com Jesus QUESTIONAMENTOS: O batismo salva? O batismo como mandamento Lição 11 Batismo nas águas Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e

Leia mais

Lição 10. Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58

Lição 10. Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58 Lição 10 Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58 Introdução: O Apóstolo Paulo estava trabalhando algumas discrepâncias doutrinárias na Igreja de Corinto e, especificamente,

Leia mais

ser tratado com respeito, atenção e urbanidade pelos diretores, professores, funcionários do Amplo e colegas;

ser tratado com respeito, atenção e urbanidade pelos diretores, professores, funcionários do Amplo e colegas; TERCEIRÃO 2016 DIREITOS DO ALUNO São direitos do aluno matriculado no Colégio Amplo, além dos previstos no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais e em outros tópicos deste manual: ser tratado com

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação 1 LIÇÃO 1 A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação que Deus tem Se revelado ao homem. Deus revela-se também através da Palavra Escrita, a Bíblia

Leia mais

Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I.

Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I. Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I. Introdução. Na Carta aos Efésios 6.18, podemos perceber que há diversos tipos de oração, instruindo-nos o Espírito Santo que

Leia mais

Orientações 2012 1. HORÁRIO DE INÍCIO E TÉRMINO DAS AULAS

Orientações 2012 1. HORÁRIO DE INÍCIO E TÉRMINO DAS AULAS COLÉGIO CAETANO CAPRÍCIO Rua Manoel Valim, 639 - Vila Aparecida CEP 14401-255 Franca /SP Telefone: (16) 3724-2999 www.caetanocapricio.com.br caetanocapricio@caetanocapricio.com.br Orientações 2012 Nossa

Leia mais

EXISTE O INFERNO? Introdução

EXISTE O INFERNO? Introdução EVANGELISMO PESSOAL EXISTE O INFERNO 1 EXISTE O INFERNO? Introdução A. Um dos temas religiosos mais carregados de emoção é o tema do Inferno. Que sucede depois da morte física? Há algo mais além do túmulo

Leia mais

MANUAL DO ALUNO Edição - 2015 Colégio Viva Vida

MANUAL DO ALUNO Edição - 2015 Colégio Viva Vida MANUAL DO ALUNO Edição - 2015 Colégio Viva Vida ÍNDICE Apresentação... Descrição física da Escola... Secretaria... Biblioteca... Laboratório de informática... Laboratório de ciências... Sala multimídia...

Leia mais

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que este programa tem por objetivo estudar a Palavra de Deus, comentando detalhadamente os 1 seus diversos textos, no

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS DOS OBJETIVOS Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável (PPGPDS) destina-se

Leia mais

2015 O ANO DO DISCIPULADO

2015 O ANO DO DISCIPULADO IGREJA DE CRISTO NO BRASIL MINISTÉRIO ICRV 2015 O ANO DO DISCIPULADO NOSSA FUNDAÇÃO A Igreja de Cristo no Brasil foi fundada em 13 de dezembro de 1932, na cidade de Mossoró RN. Como organização denominacional,

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO. Caríssimo professor, Caríssima professora:

1. APRESENTAÇÃO. Caríssimo professor, Caríssima professora: MANUAL DO PROFESSOR 1. APRESENTAÇÃO Caríssimo professor, Caríssima professora: Temos a honra e o privilegio de poder contar com V. Sa. como nosso (a) parceiro (a), acreditamos que cada membro do corpo

Leia mais

ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS REGRAS 2016 Ensino Fundamental e Ensino Médio

ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS REGRAS 2016 Ensino Fundamental e Ensino Médio ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS REGRAS 2016 Ensino Fundamental e Ensino Médio O Manual de Orientações Pedagógicas visa fornecer informações importantes sobre a organização, estrutura e programação das séries,

Leia mais

NORMAS DE CONVIVÊNCIA

NORMAS DE CONVIVÊNCIA NORMAS DE CONVIVÊNCIA Prezado aluno, Através deste manual, que deve ser consultado sempre que necessário, você terá acesso a informações sobre a estrutura e funcionamento do colégio e sobre os procedimentos

Leia mais

INFORMAÇÕES ACADÊMICAS

INFORMAÇÕES ACADÊMICAS INFORMAÇÕES ACADÊMICAS INGRESSO O ingresso na UNILAGOS é feito mediante processo seletivo (Vestibular) ou por outro processo previsto em lei. Também é possível ingressar por meio de transferência, dispositivo

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE Curso: BACHAREL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE Curso: BACHAREL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FLUXO DO TCC 6o SEM 7o SEM 8o SEM PESQUISA EM INFORMÁTICA Além da ementa da disciplina, o aluno desenvolverá uma proposta de pesquisa, que poderá ou não continuar a ser trabalhada nas disciplinas de TCC1,

Leia mais

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br

Leia mais

CRUZ AZUL DE SÃO PAULO

CRUZ AZUL DE SÃO PAULO 1. TABELA DE SERVIÇOS INSTRUÇÕES DA ESCOLA PERMANÊNCIA (pós-horário) (1) R$ 27,40 LANCHE DIÁRIO avulso (2) R$ 4,40 ALMOÇO DIÁRIO avulso (2) R$ 7,70 CONTRATO DE REFEIÇÃO MENSAL ALMOÇO (2) R$ 161,00 CONTRATO

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS ESPECÍFICOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA FACULDADE FASIPE

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS ESPECÍFICOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA FACULDADE FASIPE REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS ESPECÍFICOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA FACULDADE FASIPE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1.º O presente Regulamento dispõe sobre o Estágio Supervisionado

Leia mais

Compartilhando a Sua Fé

Compartilhando a Sua Fé Livrinho 2 Pàgina 4 Lição Um Compartilhando a Sua Fé O Propósito desta Lição Agora que você descobriu a alegria de pecados perdoados e de uma nova vida em Cristo, sem dúvida quer que os seus familiares

Leia mais

Provas Bíblicas da Existência de Espíritos

Provas Bíblicas da Existência de Espíritos 1 Bruno Chaves Provas Bíblicas da Existência de Espíritos 2 Bibliotecária Maria José Costa Amorim. CRB 13/707 C512p Chaves, Bruno. Provas bíblicas da existência de espíritos. / Bruno Chaves. Imperatriz-MA:

Leia mais

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EVANDRO LINS E SILVA

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EVANDRO LINS E SILVA NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EVANDRO LINS E SILVA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS /IBMEC REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EVANDRO LINS E SILVA TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Institui o Regulamento dos cursos de Pós-graduação lato sensu em da Escola de Direito de Brasília EDB, mantida pelo Instituto Brasiliense de Direito

Leia mais

EBA- IBCU Out e Nov 12 Wagner Fonseca João Mengaldo

EBA- IBCU Out e Nov 12 Wagner Fonseca João Mengaldo EBA- IBCU Out e Nov 12 Wagner Fonseca João Mengaldo Origem do Pentecostalismo Credo do Montanismo, 170 d.c.: Porta-vozes do Espírito Santo Fim do mundo próximo Nova Jerusalém, na Frígia Ascetismo rigoroso

Leia mais

HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO Pr. Jorge Luiz Silva Vieira P á g i n a 1 A origem do pecado: HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO Deus não pode pecar Ele é Santo (I Pe 1.16; I Jo 1.5) e não pode ser tentado pelo mal e a ninguém tenta

Leia mais

Geração João Batista. Mc 1:1-8

Geração João Batista. Mc 1:1-8 Geração João Batista Mc 1:1-8 Conforme acabamos de ler, a Bíblia diz que João Batista veio ao mundo com o objetivo de "preparar o caminho do Senhor" - V3. Ele cumpriu a sua missão, preparou tudo para que

Leia mais

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. PRIMEIRA LEI ESPIRITUAL: O AMOR DE DEUS TEXTO: João 3:16 Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Jo 3:16 1 Qual

Leia mais

Faculdade Campo Grande NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM FISIOTERAPIA

Faculdade Campo Grande NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM FISIOTERAPIA NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM FISIOTERAPIA CAMPO GRANDE/MS 2013 NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM FISIOTERAPIA APRESENTAÇÃO Estas normas têm por finalidade transmitir uma série de informações aos

Leia mais

REGULAMENTO BIBLIOTECA DA FACULDADE FIP / MAGSUL DE PONTA PORÃ

REGULAMENTO BIBLIOTECA DA FACULDADE FIP / MAGSUL DE PONTA PORÃ REGULAMENTO BIBLIOTECA DA FACULDADE FIP / MAGSUL DE PONTA PORÃ Este regulamento visa estabelecer padrões e normas referentes ao funcionamento da Biblioteca das Faculdades MAGSUL, objetivando sempre o aperfeiçoamento

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA OS PROFESSORES DA FAMA 2 SEMESTRE DE 2015

DIRETRIZES GERAIS PARA OS PROFESSORES DA FAMA 2 SEMESTRE DE 2015 DIRETRIZES GERAIS PARA OS PROFESSORES DA FAMA 2 SEMESTRE DE 2015 1. Os professores devem possuir o Manual do Professor, Calendário Acadêmico e as Diretrizes Gerais. A falta de algum destes instrumentos

Leia mais

Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.

Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. (Apocalipse 1:7) A Bíblia inteira focaliza o futuro.

Leia mais

Classe Adultos. Esperança e Glória para os Salvos

Classe Adultos. Esperança e Glória para os Salvos Classe Adultos Esperança e Glória para os Salvos OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Explicar o real significado da Escatologia Bíblica. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: I. Definir

Leia mais

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

ESTADO DE SÃO PAULO PORTARIA IAC/DG... REGIMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA TORPICAL E SUBTROPICAL

ESTADO DE SÃO PAULO PORTARIA IAC/DG... REGIMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA TORPICAL E SUBTROPICAL ESTADO DE SÃO PAULO PORTARIA IAC/DG... REGIMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA TORPICAL E SUBTROPICAL O Diretor Técnico de Departamento resolve elaborar e implantar o Regimento do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA

ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA 1 INFORMAÇÕES GERAIS A Biblioteca DAMA é um órgão suplementar da Escola Técnica DAMA e Faculdade DAMA, com regulamento próprio, conforme

Leia mais

A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13)

A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13) 1 A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13) Na cultura judaica, as meninas eram entregues em casamento entre 13 e 14 anos de idade. Muitos casamentos já eram arranjados quando do nascimento

Leia mais

Enfrentando a Tentação

Enfrentando a Tentação Livro 1 página 36 Lição Cinco Enfrentando a Tentação Perguntas Básicas Leia cada pergunta e resposta em baixo, e medite nelas até que as compreenda bem. Examine as referências bíblicas indicadas que apoiam

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado

Manual de Estágio Supervisionado NEP Manual de Estágio Supervisionado Sumário Apresentação.................................................................... 3 Considerações Iniciais............................................................

Leia mais

2º Aquele que não pratica (não pratica a Lei), mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é

2º Aquele que não pratica (não pratica a Lei), mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é Muitos, ao ouvirem que o cristão não precisa praticar as obras da Lei, como: guarda do sábado, sacrifício de jejum, uso do véu, devolução de dízimo, etc., logo fazem a seguinte pergunta: A Lei de Deus

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA I.E. SOS JESUS

ESCOLA BÍBLICA I.E. SOS JESUS Data: 01/02/09 Aula 01 AS VESTES SACERDOTAIS O Sumo Sacerdote I - O que era um sacerdote: Era um ministro investido da autoridade, isto é, autorizado diante de Deus a interceder em favor do povo. Servia

Leia mais

A Aliança de Yahweh com Abraão

A Aliança de Yahweh com Abraão A Aliança de Yahweh com Abraão Ora, disse o Senhor a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela, e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, te abençoarei, e te engrandecerei o nome.

Leia mais

ESCOLA OFFICINA DO SABER. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar)

ESCOLA OFFICINA DO SABER. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar) ESCOLA OFFICINA DO SABER DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar) O aluno, razão de ser da escola, tendo em vista o seu próprio crescimento e o dos seus colegas, procurará sempre

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE ANIMAL Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO)

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE ANIMAL Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO) REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE ANIMAL Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO) Portaria FEPAGRO nº 154/2013. O Diretor-Presidente da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

MESTRADO PROFISSIONAL EM ECONOMIA. Regulamento do Curso

MESTRADO PROFISSIONAL EM ECONOMIA. Regulamento do Curso MESTRADO PROFISSIONAL EM ECONOMIA Regulamento do Curso CAPÍTULO I DAS FINALIDADES DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Mestrado Profissional em Economia (MPE) tem os seguintes objetivos: I. formar recursos

Leia mais

SUA APARIÇÃO E SUA VINDA

SUA APARIÇÃO E SUA VINDA SUA APARIÇÃO E SUA VINDA QUAL É A DIFERANÇA ENTRE SUA APARIÇÃO E SUA VINDA I Timóteo 6.14Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo; Tito 2.13 13 Aguardando

Leia mais

TRIMESTRE MORTE E RESSURREIÇÃO LIÇÃO 12. www.classedaescolasabatina.com.br

TRIMESTRE MORTE E RESSURREIÇÃO LIÇÃO 12. www.classedaescolasabatina.com.br TRIMESTRE MORTE E RESSURREIÇÃO LIÇÃO 12 www.classedaescolasabatina.com.br LIÇÃO 11 relembrando LIÇÃO 11 relembrando CRISTO, O CRIADOR DO SÁBADO LIÇÃO 11 relembrando CRISTO, O CRIADOR DO SÁBADO CRISTO,

Leia mais

Juniores aluno 7. Querido aluno,

Juniores aluno 7. Querido aluno, Querido aluno, Por acaso você já se perguntou algumas destas questões: Por que lemos a Bíblia? Suas histórias são mesmo verdadeiras? Quem criou o mundo? E o homem? Quem é o Espírito Santo? Por que precisamos

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA 1 INTRODUÇÃO A Biblioteca é referida pelos Estatutos da FAJE no Título II, Cap. II, Art. 20, 1, e no Título 111, Art. III, Artigos 61, 64 69. Este regulamento deve ser revisto

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG. NORMA INTERNA Nº 01 2014 PPGEd 7 de janeiro de 2014

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG. NORMA INTERNA Nº 01 2014 PPGEd 7 de janeiro de 2014 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG NORMA INTERNA Nº 01 2014 PPGEd 7 de janeiro de 2014 Dispõe sobre a Disciplina iniciação à docência no ensino

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA Associação Recifense de Educação e Cultura

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA Associação Recifense de Educação e Cultura EDITAL DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2011 O Diretor da Faculdade de Ciências Humanas ESUDA, no uso da suas atribuições, torna públicos o calendário e as normas para renovação de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS REGULAMENTO GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS REGULAMENTO GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU REGULAMENTO GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CAPÍTULO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 04/12/CP INSEP

RESOLUÇÃO Nº. 04/12/CP INSEP FACULDADE INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO PARANÁ MANTENEDORA: INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E DA CIDADANIA IEC CNPJ: 02.684.150/0001-97 Maringá: Rua dos Gerânios, 1893 CEP: 87060-010 Fone/Fax:

Leia mais

O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 Perseverando com graça - Efésios 6.18-24

O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 Perseverando com graça - Efésios 6.18-24 Perseverando com graça Efésios 6.18-24 O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 18 Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem

Leia mais

O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon

O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon Todos os direitos reservados 2007 2 O Que é o Batismo com o Espírito Santo INTRODUÇÃO Eis um assunto muito polêmico no meio evangélico! Alguns profetas

Leia mais

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Dispõe sobre estágios no âmbito da Administração Pública Direta e Indireta do Estado do Piauí para estudantes regularmente matriculados e com frequência efetiva, vinculados

Leia mais

Liderança Cristã SEFO 2013

Liderança Cristã SEFO 2013 Liderança Cristã SEFO 2013 1ª Aula Fabio Codo Fábio Codo - http://teologiaaservicoevangelho.wordpress.com Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes Conteúdo Programático

Leia mais

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo!

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! A vida e o ministério do padre é um serviço. Configurado a Jesus, que

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SENSORIAMENTO REMOTO TÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SENSORIAMENTO REMOTO TÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SENSORIAMENTO REMOTO TÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES Art. 1º - O curso de Pós-Graduação em Sensoriamento Remoto mantém um programa de Mestrado e um de Doutorado,

Leia mais

Igreja Renovadora Cristã Rua Harmonia, 670 Vila Madalena São Paulo SP. Em Mateus 21, Verso 13 Está Escrito: A Minha Casa Será Chamada Casa De Oração

Igreja Renovadora Cristã Rua Harmonia, 670 Vila Madalena São Paulo SP. Em Mateus 21, Verso 13 Está Escrito: A Minha Casa Será Chamada Casa De Oração Igreja Renovadora Cristã Rua Harmonia, 670 Vila Madalena São Paulo SP Em Mateus 21, Verso 13 Está Escrito: A Minha Casa Será Chamada Casa De Oração NORMAS DE COMPORTAMENTO 1 Não pare em frente de garagens,

Leia mais

MANUAL DO ALUNO - 2016

MANUAL DO ALUNO - 2016 Prezados Pais, Responsáveis e Alunos. MANUAL DO ALUNO - 2016 Através deste manual, que poderá ser consultado sempre que necessário, os Senhores têm andamento do Ano letivo de 2016. Sempre que houver dúvidas,

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA 1 Dois Pais Espirituais Lição 1 (volte para as páginas 4, 5 e 6) Durante a história, Deus tem dado todo individo uma chance para aceitar o seu eterno plano da salvação. É triste, muitas pessoas tem rejeitado

Leia mais

Regulamento do Curso

Regulamento do Curso Regulamento do Curso Mestrado Profissional em Administração CAPÍTULO I DAS FINALIDADES DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Mestrado Profissional em Administração (MPA) tem os seguintes objetivos: I.

Leia mais

PRINCÍPIOS DE LITURGIA

PRINCÍPIOS DE LITURGIA PRINCÍPIOS DE LITURGIA PRINCÍPIOS DE LITURGIA - PREÂMBULO - Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, nós, legítimos representantes da Igreja Presbiteriana do Brasil, reunidos em Supremo Concílio,

Leia mais

Aprovação Francisco Ferreira Cabral (Presidente do Conselho Administrativo do SENAR-AR/RO)

Aprovação Francisco Ferreira Cabral (Presidente do Conselho Administrativo do SENAR-AR/RO) 1 / 10 I. OBJETIVO: Padronizar os procedimentos operacionais referentes prestação de serviços educacionais prestados pelo educador durante a véspera, início, durante e no encerramento da ação/atividade

Leia mais

MANUAL DO ACADÊMICO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CAMPO GRANDE

MANUAL DO ACADÊMICO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CAMPO GRANDE MANUAL DO ACADÊMICO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CAMPO GRANDE 2015 2015 MISSÃO: Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo

Leia mais

Koinonia, descobrindo a alegria de pertencer.

Koinonia, descobrindo a alegria de pertencer. ESTUDO 24 SIRVAM UNS AOS OUTROS Sinônimos: Ajudem-se mutuamente. Cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros. O nosso mundo emprega vários critérios para avaliar a grandeza de alguém. É grande

Leia mais

Etapas da maturidade de Eliseu

Etapas da maturidade de Eliseu Etapas da maturidade de Eliseu TEXTO BÍBLICO BÁSICO 2 Reis 2.5-11 5 - Então os filhos dos profetas que estavam em Jericó se chegaram a Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor

Leia mais

JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE

JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE JESUS CRISTO: DEUS EM FORMA DE HOMEM A DIVINDADE DE CRISTO O Filho de Deus: A Pessoa e a Obra de Jesus Cristo Jesus Cristo, que é eternamente a segunda pessoa

Leia mais

ESCATOLOGIA. A doutrina das últimas coisas

ESCATOLOGIA. A doutrina das últimas coisas ESCATOLOGIA A doutrina das últimas coisas Na escatologia inaugurada em Paulo... Já estamos experimentando algumas das bênçãos do futuro... Na escatologia inaugurada em Paulo... Já estamos experimentando

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Of. Circular n 01/2013 Juiz de Fora, 15 de abril de 2013

Of. Circular n 01/2013 Juiz de Fora, 15 de abril de 2013 Of. Circular n 01/2013 Juiz de Fora, 15 de abril de 2013 ASSUNTO: Agenda de Orientações Docente Prezados Professores, De modo geral, quando se conversa com nossos egressos e alunos sobre a Faculdade Machado

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE CAMPUS CONCÓRDIA Coordenação Geral de Integração Escola Comunidade - CGIEC REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DO CENTRO DE ESTUDOS EM DIREITO DO ORDENAMENTO, DO URBANISMO E DO AMBIENTE

REGULAMENTO DOS CURSOS DO CENTRO DE ESTUDOS EM DIREITO DO ORDENAMENTO, DO URBANISMO E DO AMBIENTE CAPÍTULO I CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DO ORDENAMENTO, DO URBANISMO E DO AMBIENTE Artigo 1.º (Constituição do Curso) 1. O Curso de Especialização em Direito do Ordenamento, do Urbanismo e do Ambiente

Leia mais

O SER DE DEUS E A TRINDADE

O SER DE DEUS E A TRINDADE O SER DE DEUS E A TRINDADE INTRODUÇÃO 1. O que é a disciplina? É o estudo sobre a Pessoa de Deus como é revelada na Bíblia e na Revelação Geral. 2. Importância: - Conhecer quem é Deus é fundamental para

Leia mais

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários:

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários: REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 Este Regulamento normatiza o funcionamento das Bibliotecas da Universidade do Vale do Sapucaí Univás, mantida pela Fundação de Ensino Superior

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS METALÚRGICOS

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS METALÚRGICOS Serviço Público Federal Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Caxias do Sul REGULAMENTO

Leia mais

O regime adotado pela Faculdade Metodista Granbery é o seriado semestral. A matrícula é feita por períodos e renovada semestralmente.

O regime adotado pela Faculdade Metodista Granbery é o seriado semestral. A matrícula é feita por períodos e renovada semestralmente. INFORMAÇÕES ACADÊMICAS BÁSICAS 1. CURRÍCULO Para cada curso de graduação é organizado um currículo. O currículo abrange uma sequência de disciplinas/módulos hierarquizados(as) por períodos letivos, cuja

Leia mais

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados...

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... Apostila de Fundamentos Arrependimento Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... (Atos 3:19) A r r e p e n d i m e n t o P á g i n a 2 Arrependimento É muito importante

Leia mais

3ª LIÇÃO - AS 4 LEIS ESPIRITUAIS

3ª LIÇÃO - AS 4 LEIS ESPIRITUAIS 0 3ª LIÇÃO - AS 4 LEIS ESPIRITUAIS Este material tem sido usado em quase todo mundo e traduzido em diversas línguas por ter sido comprovado por sua eficácia por todos que o usam. Muitos são os seus benefícios,

Leia mais

Orientações Gerais da Escola de Líderes 2 o semestre - 2013

Orientações Gerais da Escola de Líderes 2 o semestre - 2013 1 Orientações Gerais da Escola de Líderes 2 o semestre - 2013 Quanto à gestão da escola: A escola é gerida pela Igreja Videira em Cuiabá, representada pelo seu presidente, Pr. Crístian Gimenez, através

Leia mais

NORMAS GERAIS DO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA 2015/I

NORMAS GERAIS DO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA 2015/I NORMAS GERAIS DO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA 2015/I O objetivo primordial do Escritório Modelo de Advocacia é o pedagógico, sendo um laboratório prático no qual os alunos deverão desenvolver o conteúdo

Leia mais

das demais previsões relativas ao estágio previstas no Projeto Pedagógico do Curso, no Regimento Interno e na Legislação.

das demais previsões relativas ao estágio previstas no Projeto Pedagógico do Curso, no Regimento Interno e na Legislação. DIRETRIZES E NORMAS PARA O ESTÁGIO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE REDENTOR DE PARAÍBA DO SUL DOS OBJETIVOS Art. 1 O Sistema de Estágio da FACULDADE REDENTOR DE PARAÍBA DO SUL terá por objetivos gerais:

Leia mais

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS 11. Já vimos que Jesus Cristo desceu do céu, habitou entre nós, sofreu, morreu, ressuscitou e foi para a presença de Deus. Leia João 17:13 e responda: Onde está Jesus Cristo agora? Lembremo-nos que: Jesus

Leia mais

PORTARIA UNIDA Nº. 18/2015, de 26 Outubro de 2015.

PORTARIA UNIDA Nº. 18/2015, de 26 Outubro de 2015. PORTARIA UNIDA Nº. 18/2015, de 26 Outubro de 2015. O Diretor Geral da Faculdade Unida de Vitória, no uso das atribuições conferidas pelo Regimento Interno resolve regulamentar os procedimentos gerais para

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Regulamento TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento objetiva normalizar os aspectos de funcionamento da estrutura e administração da Biblioteca Júlio Bordignon da. TÍTULO II DOS

Leia mais