Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB. Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PRPI Coordenação de Pesquisa - CDPQ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB. Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PRPI Coordenação de Pesquisa - CDPQ"

Transcrição

1 CNPq Chamada CNPq N º 12/2013 Cooperação MCTI-CNPq/DBT (Índia) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB Ag. Edital Inscrições Objetivo Áreas de interesse 22/04/2013 a Apoiar projetos conjuntos de Pesquisa, -Biotecnologia e saúde, especialmente produtos biotecnológicos; e 22/07/2013 Desenvolvimento e Inovação (P&D&I), Agricultura, incluindo bioenergia; no âmbito da Cooperação MCTI-CNPq/DBT CNPq Chamada Nº13/2013 Cooperação MCTI-CNPq/DST (Índia) 22/04/2013 a 19/07/2013 Apoiar projetos conjuntos de Pesquisa, a) Tecnologias da Informação e Computação; b) Geociências, incluindo Oceanografia e Desenvolvimento e Inovação (P&D&I), Mudanças Climáticas; c) Engenharia, Ciência dos Materiais e Nanotecnologia; d) Ciências da no âmbito da Cooperação MCTI- saúde e biomédicas; e) Matemática; e f) Energias renováveis, eficiência energética, e CNPq/DST tecnologias de baixo carbono. Página 1 de 11

2 CNPq Chamada Universal - MCTI/CNPq Nº 14/ /04/2013 a 23/05/2013 A presente Chamada tem por objetivo selecionar propostas para apoio financeiro a projetos que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e inovação do País, em qualquer área do conhecimento. CNPq Chamada de Projetos MEC/MCTI/CAPES/CNPq/FAPs Nº 71/ /04/2013 a 01/11/2013 Fomentar o intercâmbio e a a. Engenharias e demais Áreas Tecnológicas; cooperação científica e tecnológica b. Ciências Exatas e da Terra; entre grupos de pesquisa nacionais e c. Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde; do exterior, por meio da atração de d. Computação e Tecnologias da Informação; lideranças internacionais que tenham e. Tecnologia Aeroespacial; destacada produção científica e f. Fármacos; tecnológica nas áreas contempladas g. Produção Agrícola Sustentável; do Programa Ciência sem Fronteiras h. Petróleo, Gás e Carvão Mineral; i. Energias Renováveis; j. Tecnologia Mineral; k. Biotecnologia; l. Nanotecnologia e Novos Materiais; m. Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais; n. Biodiversidade e Bioprospecção; o. Ciências do Mar; p. Indústria Criativa (voltada a produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação); q. Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva; Página 2 de 11

3 PROGRAMA CAPES-COFECUB EDITAL Nº. 021/2013 Até 06 de O presente Edital tem por objetivo junho de 2013 selecionar projetos conjuntos de pesquisa e parcerias universitárias com vistas a fomentar o intercâmbio entre Instituições de Ensino Superior e institutos ou centros de pesquisa e desenvolvimento públicos brasileiros e estrangeiros, situados em países com os quais o Brasil possui acordos de cooperação internacional, mas que a CAPES não possua acordo específico com agência de fomento equivalente no exterior. O Programa objetiva o intercâmbio científico entre Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil e da França e à formação de recursos humanos de alto nível nos dois países. Página 3 de 11

4 CNPq/ CHAMADA MCTI/CNPq/UNESCO/HIDROEX Nº 10/2013 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) 18/03/2013 a 03/05/2013 selecionar candidatos para a 2. Linhas Temáticas Dentre as áreas contempladas no Programa Ciência sem Fronteiras, as realização de estudos em nível de propostas deverão abordar mais especificamente as seguintes linhas temáticas: pósgraduação, com bolsa do - Gestão de Recursos Hídricos e Governança: aspectos institucionais e legais; governança; Programa CsF e apoio do UNESCO- instrumentos de gestão; unidades de gestão; gerenciamento do ciclo da água em território HIDROEX juntamente com a) urbano; mudanças organizacionais no setor da água. Companhia de Saneamento de Minas - Prevenção e Controle da Poluição Aquática: gestão de resíduos sólidos; prevenção da Gerais - COPASA, b) Companhia poluição e produção mais limpa; recuperação ambiental; ecotecnologias; sistemas Energética de Minas Gerais - CEMIG, sustentáveis; reuso de água. c) Fundação de Amparo à Pesquisa do - Segurança Hídrica: desenvolvimento de pesquisas e metodologias que tratam de sistemas Estado de Minas Gerais - FAPEMIG e de águas superficiais e subterrâneas; bacias hidrográficas, portos e hidrovias em seus d) Demais instituições que compõem o aspectos principais: análise e compreensão da hidrologia; hidráulica; processos geo-técnicos Condomínio Temático em Águas e morfológicos; planejamento e desenho de intervenções de engenharia em escala local, (www.hidroex.mg.gov.br/uploads/cidad regional e trans-fronteira; gestão, operação e manutenção de infra-estrutura hídrica e-das-aguas.pdf ), dentro das linhas relacionada; avaliação ambiental e mitigação de impactos devido ao uso de água e temáticas listadas no item 2 desta intervenções nos sistemas hídricos; desenvolvimento, aperfeiçoamento e aferição de chamada. modelos aplicáveis a alerta de eventos hidrológicos extremos de longo e curto prazo (cheias e secas); estudos visando à previsão de eventos extremos, seus efeitos e minimização. - Integridade ambiental: impactos das mudanças globais sobre a água; desenvolvimento de planos de gestão integrada dos sistemas hídricos; desenvolvimento de diretrizes para a elaboração e gestão de zonas húmidas; desenvolvimento de modelos de alocação de água; prevenção da poluição e recuperação de recursos ambientais; estudos do papel da água para produção de alimentos e redução da pobreza. - Águas Urbanas: desenvolvimdento de planos para a gestão integrada da água urbana; reconhecimento de riscos e incertezas na gestão da água urbana; desenvolvimento de processos de tratamento baseados em sistemas naturais; desenvolvimento de sistemas descentralizados e de baixo custo para o fornecimento de água e saneamento; desenvimento de tecnologias avançadas para tratamento de águas residuais; desenvolvimento de modelos e soluções para risco de inundação urbana. - Ecologia e Recursos Hídricos: processos ecológicos em sistemas aquáticos, ecohidrologia; mensuração e valoração dos serviços ecossistêmicos. - Hidroinformática: modelagem de paradigmas, incertezas e riscos; sistemas de engenharia, otimização e integração; tomada de decisão colaborativa e computação e aprendizagem baseados na internet. Página 4 de 11

5 CNPq Chamada CNPQ/CISB/SAAB Nº 55/2012-2ª Chamada 28/12/2012 a 03/05/2013 A presente chamada objetiva II.1.2. Áreas prioritárias: selecionar candidatos que queiram II Materiais e Produção desenvolver parte de suas teses ou a. Materiais híbridos e compósitos/nanocompósitos aplicados à aeronaves projeto de pós-doutorado, dentro das e/ou veículos áreas prioritárias do Programa b. Controle de processos Ciências sem Fronteiras e nas áreas II Eletrônica de pesquisa de interesse da SAAB AB a. Instrumentação Eletrônica aplicada a sistemas aeroespaciais ou automobílisticos b. Automação eletrônica de processos elétricos e industriais c. Redes de sensores II Tecnologia da Informação e Comunicação a. Processamento digital de imagem, geoprocessamento e sensoriamento remoto b. Confiabilidade e segurança de sistemas computacionais 9 c. Computação em grade e em nuvens d. Sistemas distribuídos e. Inteligência articifial aplicada f. Sistemas tolerantes a falhas e sistemas tolerantes a intrusões g. Sistemas de simulação e treinamento II Sistemas de Engenharia Mecânica a. Controle ativo de vibrações e estruturas inteligentes b. Aerodinâmica Computacional e Dinâmica dos fluidos c. Aeroelasticidade d. Metodologia para projeto aerodinâmico e análise de eficiência de aeronaves e. Projeto de integração f. Metodologia para projeto conceitual de aeronaves g. Otimização de sistemas de segurança focada nos custos e confiabilidade na fase conceitual h. Modelagem e automação de projetos II Energia & Meio Ambiente a. Planejamento urbanístico/cidades atrativas e sustentáveis b. Edificações sustentáveis c. Geração distribuída/ smart grids d. Estudos climáticos aplicados ao uso de energia e. Energias renováveis Página 5 de 11

6 CNPq CHAMADA DE PROJETOS CNPQ/CISB/SAAB N º 55/2012 2ª CHAMADA 28/12/2012 a 03/05/2013 selecionar candidatos que queiram desenvolver parte de suas teses ou projeto de pósdoutorado, dentro das áreas prioritárias do Programa Ciências sem Fronteiras e nas áreas de pesquisa de interesse da SAAB AB II.1.2. Áreas prioritárias: II Materiais e Produção a. Materiais híbridos e compósitos/nanocompósitos aplicados à aeronaves e/ou veículos b. Controle de processos II Eletrônica a. Instrumentação Eletrônica aplicada a sistemas aeroespaciais ou automobílisticos b. Automação eletrônica de processos elétricos e industriais c. Redes de sensores II Tecnologia da Informação e Comunicação a. Processamento digital de imagem, geoprocessamento e sensoriamento remoto b. Confiabilidade e segurança de sistemas computacionais 9 c. Computação em grade e em nuvens d. Sistemas distribuídos e. Inteligência articifial aplicada f. Sistemas tolerantes a falhas e sistemas tolerantes a intrusões g. Sistemas de simulação e treinamento II Sistemas de Engenharia Mecânica a. Controle ativo de vibrações e estruturas inteligentes b. Aerodinâmica Computacional e Dinâmica dos fluidos c. Aeroelasticidade d. Metodologia para projeto aerodinâmico e análise de eficiência de aeronaves e. Projeto de integração f. Metodologia para projeto conceitual de aeronaves g. Otimização de sistemas de segurança focada nos custos e confiabilidade na fase conceitual h. Modelagem e automação de projetos II Energia & Meio Ambiente a. Planejamento urbanístico/cidades atrativas e sustentáveis b. Edificações sustentáveis c. Geração distribuída/ smart grids d. Estudos climáticos aplicados ao uso de energia e. Energias renováveis Página 6 de 11

7 Programa STIC AmSud/CAPES Até 15 de maio de 2013 O Programa é uma iniciativa da Áreas temáticas cooperação francesa e brasileira com Esta chamada está aberta a todos os temas relevantes no âmbito das áreas das o intuito de incentivar e reforçar a Ciências colaboração e a formação de redes de e Tecnologias da Informação e da Comunicação (STIC). pesquisa e desenvolvimento no domínio das Ciências e Tecnologias da Informação e da Comunicação (STIC). Programa regional MATH- AmSud Até 15 de maio de 2013 O Programa regional MATH-AmSud é Áreas temáticas uma iniciativa para gerar e fortalecer Esta chamada está aberta a todos os temas relevantes no âmbito das áreas da as capacidades regionais da América Matemática. do Sul e a cooperação com a França mediante implantação de redes de pesquisa-desenvolvimento em matemática, através da apresentação de projetos comuns. Página 7 de 11

8 Programa Bolsas para Pesquisa /Humboldt 1 de fevereiro O Programa Bolsas para Pesquisa 2013 a 31 de /Humboldt é uma iniciativa da agosto 2013 em cooperação com a Fundação Alexander von Humboldt (AvH) da Alemanha com o objetivo de conceder bolsas para pesquisadores altamente qualificados, que possuam vínculo, empregatício ou não, em Instituições de Ensino ou Pesquisa do Brasil em todas as áreas do conhecimento. A parceria visa à internacionalização de forma mais consistente, o aprimoramento da produção e qualificação científicas e o desenvolvimento de métodos e teorias em conjunto com pesquisadores, de reconhecido mérito científico, alemães ou estrangeiros residentes na Alemanha. Página 8 de 11

9 Pró-Mobilidade Internacional (/AULP) Até 28/12/2013 O Programa Internacional de Apoio à Pesquisa e ao Ensino por meio da Mobilidade Docente e Discente Internacional (Pró-Mobilidade Internacional) destina-se à estruturação, fortalecimento e internacionalização dos Programas de Graduação, Pesquisa e Pós- Graduação das universidades integrantes da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP). Página 9 de 11

10 Edital Programa de Licenciaturas Internacionais PLI França N 016/2013 Até o dia 8 de Selecionar projetos de parceria maio de 2013 universitária entre cursos de licenciatura brasileiros e a Universidade Paris-Sorbonne (licenciaturas em Letras ou Artes) e a Universidade Pierre et Marie CURIE (licenciaturas em Física, Química, Biologia e Matemática) visando a diversificação curricular dos cursos de licenciatura brasileiros, tendo como prioridade o aperfeiçoamento e a valorização da formação de professores para a educação básica, além da ampliação das oportunidades de formação de licenciandos por meio da realização de graduação sanduíche, com dupla diplomação Página 10 de 11

11 Edital Programa de Licenciaturas Internacionais PLI Portugal Até o dia 8 de Selecionar projetos de parceria maio de 2013 universitária entre cursos de licenciatura brasileiros e as seguintes Universidades portuguesas: Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Beira Interior, Universidade do Algarve, Universidade de Aveiro, Universidade de Coimbra, Universidade de Évora, Universidade de Lisboa, Universidade do Minho, Universidade do Porto, Universidade Técnica de Lisboa e Universidade Trás-os-Montes visando a diversificação curricular dos cursos de licenciatura brasileiros, tendo como prioridade o aperfeiçoamento e a valorização da formação de professores para a educação básica, além da ampliação das oportunidades de formação de licenciados nas áreas de Química, Física, Matemática, Biologia, Português, Artes e Educação Física por meio da realização de graduação sanduíche, com dupla diplomação. Página 11 de 11

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB. Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PRPI Coordenação de Pesquisa - CDPQ

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB. Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PRPI Coordenação de Pesquisa - CDPQ CNPq/ CHAMADA MCTI/CNPq/UNESCO/HIDROEX Nº 10/2013 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB Ag. Edital Inscrições Objetivo Áreas de interesse

Leia mais

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Objetivos do Programa Avanço da ciência, tecnologia, inovação e competitividade industrial através da expansão da mobilidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS DIRETORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS DIRETORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS DIRETORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS SELEÇÃO DE ESTUDANTES INTERESSADOS EM PARTICIPAR DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSAS DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAREM DO PROJETO ESTRATÉGIAS DE ENSINO DE INGLÊS PARA CANDIDATOS AO PROGRAMA CIÊNCIA

Leia mais

Edital Nº 001/2012 - CRINT Boa Vista, 29 de março de 2012.

Edital Nº 001/2012 - CRINT Boa Vista, 29 de março de 2012. Edital Nº 001/2012 - CRINT Boa Vista, 29 de março de 2012. Dispõe sobre a inscrição e os critérios de seleção de candidatos, alunos da Universidade Federal de Roraima, ao Programa Ciência sem Fronteiras/Graduação

Leia mais

Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais da CAPES

Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais da CAPES COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR FÓRUM DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Educação Superior para o Desenvolvimento Nacional Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/ NUFFIC (Organização Neerlandesa para Cooperação Internacional em Educação Superior) Nº 116/2012

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NUFFIC (Organização Neerlandesa para Cooperação Internacional em Educação Superior) Nº 116/2012

Leia mais

EDITAL 08/2013 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

EDITAL 08/2013 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL 08/2013 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS O Reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana, Prof. José Carlos Barreto de Santana, no uso de suas atribuições, torna público que

Leia mais

CHAMADA DE PRÉ-SELEÇÃO para o PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, conforme Chamada Pública CAPES N 01/2011.

CHAMADA DE PRÉ-SELEÇÃO para o PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, conforme Chamada Pública CAPES N 01/2011. CHAMADA DE PRÉ-SELEÇÃO para o PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, conforme Chamada Pública CAPES N 01/2011. A Universidade Federal do Pampa Unipampa através da ARINTER Assessoria de Relações Internacionais,

Leia mais

Universidade Estadual do Ceará Escritório de Cooperação Internacional ECInt/UECE. Oportunidades de Intercâmbio no Exterior Profa.

Universidade Estadual do Ceará Escritório de Cooperação Internacional ECInt/UECE. Oportunidades de Intercâmbio no Exterior Profa. Universidade Estadual do Ceará Escritório de Cooperação Internacional ECInt/UECE Oportunidades de Intercâmbio no Exterior Profa. Sonia Castro Porque buscar uma experiência no exterior? Desejo? Experimentar

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAREM DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO SADUÍCHE NOS EUA CHAMADA PÚBLICA CAPES Nº 01/2011

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAREM DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO SADUÍCHE NOS EUA CHAMADA PÚBLICA CAPES Nº 01/2011 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAREM DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO SADUÍCHE NOS EUA CHAMADA PÚBLICA CAPES Nº 01/2011 A Universidade Federal de Pernambuco torna público o edital

Leia mais

23ª Edição AGOSTO DE 2012

23ª Edição AGOSTO DE 2012 23ª Edição AGOSTO DE 2012 CAPES PRÊMIO CAPES DE TESE O Prêmio Capes de Tese e o Grande Prêmio Capes de Tese são prêmios concedidos anualmente pela Capes às melhores teses de doutorado defendidas e aprovadas

Leia mais

BOLSAS DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CAPES

BOLSAS DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CAPES BOLSAS DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CAPES A Universidade de São Paulo (USP) vem primando pela excelência de seu Programa de Mobilidade Estudantil, que prevê estimular a participação de seus estudantes

Leia mais

EDITAL Nº 009/2012-PRPI

EDITAL Nº 009/2012-PRPI EDITAL Nº 009/2012-PRPI A Pró-reitora de Pesquisa e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, no uso de suas atribuições, torna público que estão abertas as inscrições

Leia mais

Aloizio Mercadante. Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia. UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO

Aloizio Mercadante. Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia. UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ESPANHA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ESPANHA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ESPANHA Tendo em vista a chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. 115/2012,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROJETO ESTRATÉGIAS DE ENSINO DE INGLÊS PARA CANDIDATOS AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) DO ESTADO DE PE

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROJETO ESTRATÉGIAS DE ENSINO DE INGLÊS PARA CANDIDATOS AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) DO ESTADO DE PE UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROJETO ESTRATÉGIAS DE ENSINO DE INGLÊS PARA CANDIDATOS AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS-CsF GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR SWG

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS-CsF GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR SWG UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ UNISC ASSESSORIA PARA ASSUNTOS INTERNACIONAIS E INTERINSTITUCIONAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS PROGRAMA CIÊNCIA

Leia mais

I WORKSHOP DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UESC:

I WORKSHOP DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UESC: Boletim 03/2011 I WORKSHOP DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UESC: http://www.uesc.br/nucleos/nit/index.php?item=conteudo_projetos.php Visite nosso blog: / Editais / FAPESB Edital 022/2010 Apoio a Pesquisa

Leia mais

EDITAL Nº 022/2012-PRPI

EDITAL Nº 022/2012-PRPI EDITAL Nº 022/2012-PRPI A Pró-reitora de Pesquisa e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, no uso de suas atribuições, torna público que estão abertas as inscrições

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica Faculdade Luciano Feijão

Núcleo de Inovação Tecnológica Faculdade Luciano Feijão Oportunidades ICT s NOVO! Núcleo de Inovação Tecnológica Chamada MCTI/MPA/CNPq Nº 22/2015 Ordenamento da Pesca Marinha Brasileira INSCRIÇÕES: até 16 de ; OBJETIVO: propostas para apoio financeiro a projetos

Leia mais

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Graduação Sanduíche na Austrália, Bélgica, Espanha, Canadá, Coréia do Sul, Holanda e Portugal EDITAL DE SELEÇÃO 002-2012 O Diretor

Leia mais

III. Ter integralizado no mínimo 40% e, no máximo, 80% do currículo previsto para seu curso, no momento do início previsto da viagem de estudos;

III. Ter integralizado no mínimo 40% e, no máximo, 80% do currículo previsto para seu curso, no momento do início previsto da viagem de estudos; EDITAL DE SELEÇÃO nº. 243/2011 O Centro Universitário Metodista, do IPA, instituição de ensino aderente ao Programa Ciência sem Fronteiras do Governo Federal, e em atendimento a Chamada Pública CAPES nº

Leia mais

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 30, DE 26 DE JANEIRO DE 2016

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 30, DE 26 DE JANEIRO DE 2016 Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 30, DE 26 DE JANEIRO DE 2016 Amplia o Programa Idiomas sem Fronteiras. O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o art.

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/ NUFFIC Organização Neerlandesa para Cooperação Internacional em Educação Superior N 122/2012

Leia mais

FAPERJ CNPQ. EDITAL MCT/CNPq Nº066/2010 Objetivo:

FAPERJ CNPQ. EDITAL MCT/CNPq Nº066/2010 Objetivo: FAPERJ EDITAL FAPERJ Nº22/2010-PROGRAMA APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO-2010 Apoiar o desenvolvimento científico e tecnológico no Estado do Rio de

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA INTERNA 03/2011 - CAPES GRADUÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR (SWG) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

EDITAL DE CHAMADA INTERNA 03/2011 - CAPES GRADUÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR (SWG) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL DE CHAMADA INTERNA 03/2011 - CAPES GRADUÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR (SWG) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG), a Pró-Reitoria de Ensino (PROEN) e a

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAREM DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ITÁLIA Universidade

Leia mais

Ciência sem Fronteiras Acordo CNPq CISB Saab. Bruno Rondani CEO

Ciência sem Fronteiras Acordo CNPq CISB Saab. Bruno Rondani CEO Ciência sem Fronteiras Acordo CNPq CISB Saab Bruno Rondani CEO Sobre o CISB Sobre o CISB Programas e projetos: Microgrid (Energia Desenvolvimento Urbano) Polynol (Energia) Sede em São Bernardo do Campo,

Leia mais

FATEC Mogi Mirim. FATEC MOGI MIRIM Agosto / 2014

FATEC Mogi Mirim. FATEC MOGI MIRIM Agosto / 2014 FATEC Mogi Mirim FATEC MOGI MIRIM Agosto / 2014 x O que é o programa Ciência sem Fronteiras CsF? Busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL 08/2014 - PROPIT/UNIFESSPA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL 08/2014 - PROPIT/UNIFESSPA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL 08/2014 - PROPIT/UNIFESSPA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A Pró-Reitoria de Pós-Graduação,

Leia mais

XXVII Reunião Anual da FeSBE Raquel Coêlho Coordenação Geral do Programa de Pesquisa em Saúde

XXVII Reunião Anual da FeSBE Raquel Coêlho Coordenação Geral do Programa de Pesquisa em Saúde Fomento à ciência, tecnologia e inovação na saúde e ciências biomédicas. XXVII Reunião Anual da FeSBE Raquel Coêlho Coordenação Geral do Programa de Pesquisa em Saúde Visão de Futuro do CNPq Ser uma instituição

Leia mais

Redes de Formação Docente: desafios no contexto da UTFPR

Redes de Formação Docente: desafios no contexto da UTFPR Redes de Formação Docente: desafios no contexto da UTFPR Prof. Dr. Oséias Santos de Oliveira oseiass@utfpr.edu.br Departamento de Educação DEPED UTFPR/Curitiba 17/11/15 É preciso entender o conceito de

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 1º Semestre de 2016 - NOT

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 1º Semestre de 2016 - NOT GR02149 GR02152 GR02161 GR02173 GR02177 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Algoritmos Computacionais 72.00 Não ofertada no 1º semestre de 2016 Cálculo Fundamental 72.00 Não ofertada no 1º semestre de 2016

Leia mais

EDITAL 220/2012. PRÉ-SELEÇÃO DE CANDIDATOS DA GRADUAÇÃO A BOLSAS DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES/CNPq)

EDITAL 220/2012. PRÉ-SELEÇÃO DE CANDIDATOS DA GRADUAÇÃO A BOLSAS DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES/CNPq) UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG Gerência de Pesquisa e Inovação GPI / Coordenação de Inovação CI EDITAL 220/2012 PRÉ-SELEÇÃO DE CANDIDATOS DA

Leia mais

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Graduação Sanduíche na Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Hungria,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Ambiental da IES tem por missão a graduação de Engenheiros Ambientais

Leia mais

CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE À GRADUAÇÃO SANDUICHE NO CANADÁ Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n.

CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE À GRADUAÇÃO SANDUICHE NO CANADÁ Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE À GRADUAÇÃO SANDUICHE NO CANADÁ Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. 120/2012 O QUE É GESTOR Processo de seleção de candidatos de instituições

Leia mais

Oferecer oportunidade de estudo e estágio a discentes brasileiros em universidades de excelência;

Oferecer oportunidade de estudo e estágio a discentes brasileiros em universidades de excelência; UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Objetivos do Programa Oferecer oportunidade de estudo e estágio a discentes brasileiros em universidades de excelência;

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS E D I T A L N.º 01/ 2011

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS E D I T A L N.º 01/ 2011 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS E D I T A L N.º 01/ 2011 A Fundação Santo André torna público o Edital N.º 01/2011 referente à formação de CADASTRO de alunos para atuação junto Programa Ciência Sem Fronteiras

Leia mais

PLANEJAMENTO E GESTÃO AMBIENTAL

PLANEJAMENTO E GESTÃO AMBIENTAL PLANEJAMENTO E GESTÃO AMBIENTAL 1. OBJETIVOS OBJETIVO GERAL: Colaborar na formação e propiciar condições para o surgimento de lideranças e de profissionais que contribuam com o estudo, o planejamento e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA. Edital POSGRAP nº 20/ 2012

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA. Edital POSGRAP nº 20/ 2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA Edital POSGRAP nº 20/ 2012 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE

Leia mais

CHAMADA UNIGRANRIO-CNPq 2011.1 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

CHAMADA UNIGRANRIO-CNPq 2011.1 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA UNIGRANRIO-CNPq 011.1 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A UNIGRANRIO torna pública a seleção de estudantes de graduação em áreas e temas de estudo de interesse para o Brasil, para realização de disciplinas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO EDITAL N 045/2011 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS PROCESSO

Leia mais

AUXILIAR DOCENTE Atualizado em Março/2013

AUXILIAR DOCENTE Atualizado em Março/2013 AUXILIAR DOCENTE Atualizado em Março/2013 RELAÇÃO DE REQUISITOS MÍNIMOS PARA INGRESSO NO EMPREGO PÚBLICO PERMANENTE DE AUXILIAR DOCENTE I Este documento tem por finalidade apresentar os requisitos de titulação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA APCN - 2016

ORIENTAÇÕES PARA APCN - 2016 Identificação Área de Avaliação: Química Coordenador de Área: Adriano Lisboa Monteiro Coordenador-Adjunto de Área: Maysa Furlan Coordenador-Adjunto de Mestrado Profissional: Paulo Anselmo Ziani Suarez

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objeto de concurso nacional Código Instit.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objeto de concurso nacional Código Instit. ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Nome da Instituição Nome do Grau Fase (cont. geral) 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios)

Leia mais

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 1. INTRODUÇÃO AGENDA 2. ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS 3. MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

Desafios e Oportunidades para a Cooperação Científica Global

Desafios e Oportunidades para a Cooperação Científica Global Desafios e Oportunidades para a Cooperação Científica Global Dr. Glaucius Oliva Presidente CNPq 1 Grandes Avanços da Ciência no Brasil nas últimas décadas Crescimento e desconcentração da C&T no Brasil:

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA FLORESTAL. CRÉDITOS Obrigatórios: 241 Optativos: 12.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA FLORESTAL. CRÉDITOS Obrigatórios: 241 Optativos: 12. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:09:29 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CsF N 01/2011

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CsF N 01/2011 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CsF N 01/2011 O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, com vistas à chamada para a seleção de alunos

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CANADÁ (CBIE)

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CANADÁ (CBIE) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CANADÁ (CBIE) RETIFICAÇÃO V CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/ CBIE/ Canadian Bureau for International Education Nº 120/2012) A Coordenação

Leia mais

EDITAL Nº 003/2012- Graduação Sanduíche no Exterior

EDITAL Nº 003/2012- Graduação Sanduíche no Exterior EDITAL Nº 003/2012- Graduação Sanduíche no Exterior O Reitor do Instituto Federal do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais, torna público o processo para a seleção de 4 (quatro) estudantes

Leia mais

Resumo de Editais Abertos Capes

Resumo de Editais Abertos Capes Resumo de Editais Abertos Capes www.capes.gov.br/editais/abertos Programa Capes/MINCyT O objetivo do Programa Capes/MINCyT é estimular, por meio de projetos conjuntos de pesquisa, o intercâmbio de docentes

Leia mais

Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação

Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação Dr. Glaucius Oliva Presidente CNPq Publicações Matrículas no Ensino Superior Docentes com Doutorado Orçamento - MCTI Orçamento - CNPq Orçamento - Capes Orçamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS EDITAL RETIFICATIVO AO EDITAL CAI / PROGRAD 005/2012

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS EDITAL RETIFICATIVO AO EDITAL CAI / PROGRAD 005/2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS EDITAL RETIFICATIVO AO EDITAL CAI / PROGRAD 005/2012 PRÉ-SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CANADÁ

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CANADÁ PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CANADÁ CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/ CBIE/ Canadian Bureau for International Education Nº 120/2012) A Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 5, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 5, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 5, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 Institui as Diretrizes Curriculares para o curso de graduação em Engenharia

Leia mais

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Objetivos do Programa Oferecer 101 mil bolsas de estudo no exterior para que nossos mais talentosos estudantes de graduação,

Leia mais

4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008

4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008 4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008 pre que necessário, para a realização de entrevista e ou avaliação funcional das suas capacidades. 4 A comissão pode, face à prova documental

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE O PROGRAMA: Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização

Leia mais

SENAI. Foi dado o sinal verde para o futuro da indústria.

SENAI. Foi dado o sinal verde para o futuro da indústria. SENAI. Foi dado o sinal verde para o futuro da indústria. Instituto SENAI de Inovação Química Verde e Instituto SENAI de Tecnologia Ambiental. As soluções inovadoras agora têm endereço certo. O Instituto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ REITORIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ REITORIA EDITAL COMPLEMENTAR ÀS CHAMADAS PÚBLICAS DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/GRADUAÇÃO SANDUÍCHE PARA: ALEMANHA Nº 118/2012 AUSTRÁLIA Nº 119/2012 CANADÁ/CALDO - Nº 124/2012; CANADÁ/CBIE - Nº 120/2012; COREIA

Leia mais

GESTÃO INTEGRADA DA INFORMAÇÃO NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNEB: MODELAGEM E OPERACIONALIZAÇÃO DA PLATAFORMA PANDORA

GESTÃO INTEGRADA DA INFORMAÇÃO NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNEB: MODELAGEM E OPERACIONALIZAÇÃO DA PLATAFORMA PANDORA GESTÃO INTEGRADA DA INFORMAÇÃO NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNEB: MODELAGEM E OPERACIONALIZAÇÃO DA PLATAFORMA PANDORA Kellen Lima Gomes¹ ¹Universidade do Estado da Bahia. klsilva@uneb.br

Leia mais

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Ensino Superior Regulamento n.º 319/2013 Regulamento do Programa de Apoio Social a Estudantes através de atividades de tempo Parcial (PASEP) da Universidade

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA 2015.2

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA 2015.2 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA 2015.2 A Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Comunitária da Universidade Salvador UNIFACS torna público e convoca

Leia mais

Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) e Planos de Mobilidade Urbana Sustentável (SUMP / PMUS): Diferenças e Semelhanças

Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) e Planos de Mobilidade Urbana Sustentável (SUMP / PMUS): Diferenças e Semelhanças Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) e Planos de Mobilidade Urbana Sustentável (SUMP / PMUS): Diferenças e Semelhanças Faustino Gomes TIS.pt Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável 1º Workshop

Leia mais

1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: 2009 Código Código

1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: 2009 Código Código (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) (10) 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísm Ciências Farmacêuticas (Preparatórios PM 15 15 0 155,5 0 0110 8085 Universidade dos Açores - Angra do Heroísm

Leia mais

Criar cursos de graduação, tanto presenciais quanto à distância, e pós-graduação multidisciplinares.

Criar cursos de graduação, tanto presenciais quanto à distância, e pós-graduação multidisciplinares. 12.1) Otimizar a capacidade instalada da estrutura física e de recursos humanos das instituições públicas de educação superior mediante ações planejadas e coordenadas, de forma a ampliar e interiorizar

Leia mais

Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de Vagas

Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de Vagas Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de d) DOCENTES Inclusão da Jornada UNIDADE: CAMPUS AVANÇADO ARCOS Engenharia Mecânica - Bacharelado em Engenharia Mecânica, com Doutorado em Engenharia

Leia mais

Juliana Kumbartzki Ferreira csf@contato.ufsc.br www.sinter.ufsc.br Telefone: 3721-8739

Juliana Kumbartzki Ferreira csf@contato.ufsc.br www.sinter.ufsc.br Telefone: 3721-8739 Juliana Kumbartzki Ferreira csf@contato.ufsc.br www.sinter.ufsc.br Telefone: 3721-8739 Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 08/04/08 Vigência: ingressos a partir de 2008/1 CÓD. 482 CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02

Aprovado no CONGRAD: 08/04/08 Vigência: ingressos a partir de 2008/1 CÓD. 482 CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02 Aprovado no CONGRAD: 08/04/08 Vigência: ingressos a partir de 2008/1 CÓD. 482 CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02 I- NÚCLEO DE CONTEÚDOS BÁSICOS Metodologia Científica e Tecnológica

Leia mais

Uma Visão da Carreira em Áreas Tecnológicas

Uma Visão da Carreira em Áreas Tecnológicas Uma Visão da Carreira em Áreas Tecnológicas Prof. Paulo César Crepaldi UNIFEI Coordenação Prof. Dr. Evaldo Cintra 26/02/2013 Tecnologia - Definição A palavra Tecnologia (s. f.) tem a seu significado baseado

Leia mais

Planejamento Estratégico da UNICAMP PLANES/UNICAMP

Planejamento Estratégico da UNICAMP PLANES/UNICAMP Planejamento Estratégico da UNICAMP PLANES/UNICAMP Abril/2012 Apresentação O Planejamento Estratégico (PLANES) da UNICAMP é um processo acadêmico/administrativo dinâmico cujo objetivo central é de ampliar

Leia mais

Matriz curricular do curso de graduação em Engenharia Ambiental campus de Chapecó Turno integral

Matriz curricular do curso de graduação em Engenharia Ambiental campus de Chapecó Turno integral Matriz curricular do curso de graduação em Engenharia Ambiental campus de Chapecó Turno integral 1 a 01 Matemática C 4 60-02 Geometria Analítica 4 60-03 Biologia Geral 3 45-04 Produção Textual Acadêmica

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS RETIFICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS RETIFICAÇÃO RETIFICAÇÃO No Edital PROGEPE N 2 de 09 de Janeiro de 2014, publicado no Diário Oficial da União em 10 Janeiro de 2014, Seção 3, página 63: 3. QUADRO DE VAGAS Área: Engenharia Elétrica Subárea: Eletrônica

Leia mais

REUNIÃO COM OS COORDENADORES INSTITUCIONAIS DO PROGRAMA. Brasília, 07 de outubro de 2014.

REUNIÃO COM OS COORDENADORES INSTITUCIONAIS DO PROGRAMA. Brasília, 07 de outubro de 2014. REUNIÃO COM OS COORDENADORES INSTITUCIONAIS DO PROGRAMA Brasília, 07 de outubro de 2014. O Programa Ciência sem Fronteiras busca a consolidação e expansão da ciência, tecnologia, inovação e competitividade

Leia mais

EDITAL/ INFORMAÇÕES ÓRGÃO FINANCIADOR DATA LIMITE DE ENVIO QUEM PODE PROPOR

EDITAL/ INFORMAÇÕES ÓRGÃO FINANCIADOR DATA LIMITE DE ENVIO QUEM PODE PROPOR MINC O Edital Mais Cultura Microprojetos Rio São Francisco foi publicado no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira, 10 de novembro. O Programa integra o conjunto de ações desenvolvidas pela Fundação

Leia mais

Link do Edital de Pesquisa: http://resultado.cnpq.br/5275925983965290. Link do Edital de Pesquisa: http://resultado.cnpq.br/3461671506497281

Link do Edital de Pesquisa: http://resultado.cnpq.br/5275925983965290. Link do Edital de Pesquisa: http://resultado.cnpq.br/3461671506497281 CNPq 1) Chamada MCTI/CNPq Nº 13/2012 OBJETIVO: Apoiar projetos conjuntos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação que visem a contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e

Leia mais

CGEB Coordenadoria de Gestão da Educação Básica. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

CGEB Coordenadoria de Gestão da Educação Básica. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica CGEB Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 1 DEGEB Departamento de Desenvolvimento Curricular de Gestão da Educação Básica 2 CEFAF Centro de Ensino dos Anos Finais, Ensino Médio e Educação Profissional

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-2ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Classificações dos últimos colocados Código Instit.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-2ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Classificações dos últimos colocados Código Instit. Classificações dos últimos s Nome da Instituição Nome do Grau de 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) PM 6 0 1 143,5 5 0110 8086 Universidade dos

Leia mais

EDITAL 005/2012 - PROPPG/PROGRAD/PROREC. Graduação Sanduíche no Exterior Programa Ciência sem Fronteiras CNPq

EDITAL 005/2012 - PROPPG/PROGRAD/PROREC. Graduação Sanduíche no Exterior Programa Ciência sem Fronteiras CNPq Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional Pró-Reitoria de Relações Empresariais e Comunitárias

Leia mais

EDITAL 02/2012 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

EDITAL 02/2012 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL 02/2012 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS O Reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana, Prof. José Carlos Barreto de Santana, no uso de suas atribuições, torna público que

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIBIC/FAPEMIG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza

Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza 1. Cronograma Geral 2. Participação Período / 2013 03 de abril a 05 de maio Etapas Inscrição dos Projetos no site (www.feteps.com.br) Etecs e Fatecs 18 de

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2011-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objecto de concurso nacional

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2011-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objecto de concurso nacional ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Designação da Localidade Fase (cont. geral) 110 Ensino Superior Público Universitário 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia

Leia mais

BOLETIM Ano I - N 03/2012 CEPED EDITORIAL

BOLETIM Ano I - N 03/2012 CEPED EDITORIAL BOLETIM Ano I - N 03/2012 CEPED 1 EDITORIAL "Caros colegas, A retomada do calendário acadêmico coincide com a publicação e manutenção de vários editais por parte das agências financiadoras. O presente

Leia mais

Modelo - Formulário de Adesão ao PROFBIO

Modelo - Formulário de Adesão ao PROFBIO Modelo - Formulário de Adesão ao PROFBIO Importante: É fundamental que os docentes participantes tenham seu LATTES atualizado e completo, para que seja feita a importação de dados para o APCN pela Plataforma

Leia mais

Portaria Inep nº 219 de 26 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 27 de julho de 2011, Seção 1, págs. 16 e 17

Portaria Inep nº 219 de 26 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 27 de julho de 2011, Seção 1, págs. 16 e 17 Portaria Inep nº 219 de 26 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 27 de julho de 2011, Seção 1, págs. 16 e 17 O Presidente, Substituto, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICO ALVO LINHAS DE PESQUISA Sustentabilidade na Mineração

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICO ALVO LINHAS DE PESQUISA Sustentabilidade na Mineração EDITAL DE SELEÇÃO O Instituto Tecnológico Vale (ITV) abre inscrições para o processo seletivo de candidatos ao Curso de Mestrado Profissional em Uso Sustentável de Recursos Naturais em Regiões Tropicais

Leia mais

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013)

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Presidente: SENADOR CRISTOVAM BUARQUE Vice-Presidente: SENADOR HÉLIO JOSÉ Relator: SENADOR OMAR AZIZ Proposta de Plano de Trabalho Avaliação de

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CHINA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CHINA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE CHINA CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/ CONSELHO DE BOLSAS DE ESTUDOS DA CHINA/ CSC Nº 163/2013 (Versão integral retificada conforme D.O.U

Leia mais

COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE QUÍMICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE QUÍMICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE QUÍMICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: QUÍMICA PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO DE PUBLICAÇÃO DESTE DOCUMENTO:

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA. Desde a criação do primeiro Programa de NA PÓS-GRADUAÇÃO

FORMAÇÃO PLENA. Desde a criação do primeiro Programa de NA PÓS-GRADUAÇÃO FORMAÇÃO PLENA NA PÓS-GRADUAÇÃO Desde a criação do primeiro Programa de Pós- Sricto Sensu, em Fitotecnia, em 1975, a UFLA ocupou-se de pautar as suas ações em fundamentos morais sólidos e em valores que

Leia mais

MISSÃO Criar condições que favoreçam a excelência do Ensino de Graduação na UnB e a formação de cidadãos socialmente responsáveis.

MISSÃO Criar condições que favoreçam a excelência do Ensino de Graduação na UnB e a formação de cidadãos socialmente responsáveis. DECANATO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO MISSÃO E VISÃO DE FUTURO MISSÃO Criar condições que favoreçam a excelência do Ensino de Graduação na UnB e a formação de cidadãos socialmente responsáveis. VISÃO DE FUTURO

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE Política de Internacionalização do Ensino e Pesquisa

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE Política de Internacionalização do Ensino e Pesquisa UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE Política de Internacionalização do Ensino e Pesquisa Aprovada na Sessão Ordinária da Congregação de 14/05/2009 SUMÁRIO 1 Contextualização...

Leia mais

1. OBJETIVO 2. APRESENTAÇÃO E ENVIO DAS PROPOSTAS

1. OBJETIVO 2. APRESENTAÇÃO E ENVIO DAS PROPOSTAS 1. OBJETIVO O Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) visa propiciar a formação de recursos humanos altamente qualificados nas melhores universidades e instituições de pesquisa estrangeiras, com vistas a

Leia mais

Ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) Ilmo. Sr. Presidente Prof. Glaucius Oliva

Ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) Ilmo. Sr. Presidente Prof. Glaucius Oliva Campinas, 15 de junho de 2013. Ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) Ilmo. Sr. Presidente Prof. Glaucius Oliva Em primeiro lugar, antes de argumentar sobre a importância

Leia mais