Poderá participar qualquer Tenista residente ou não residente na cidade de Paulínia-SP, que esteja de acordo com o regulamento do ranking Itapoan.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Poderá participar qualquer Tenista residente ou não residente na cidade de Paulínia-SP, que esteja de acordo com o regulamento do ranking Itapoan."

Transcrição

1 REGULAMENTO DO RANKING TÊNIS ITAPOAN Versão 3.0 Sumário 1. ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO RANKING 2 2. PARTICIPAÇÃO NO RANKING Nível Técnico dos Jogadores 2 3. RANKING Ingresso ao Ranking Atualização do Ranking 3 4. JOGOS DO RANKING Jogos Programados Jogos de Desafio Pontuação Marcação dos Jogos 6 5. TORNEIOS DO RANKING Torneios de Fevereiro ou Março, Maio, Agosto e Novembro Torneio Finals Regras Gerais 8 6. RESULTADOS DOS JOGOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE INÉRCIA, IMPEDIMENTO, EXCLUSÃO OU FALTA DO TENISTA SUGESTÕES E/OU CRÍTICAS COBRANÇA DE TRIMESTRALIDADE DISPOSIÇÕES FINAIS 12 1

2 1. ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO RANKING O Ranking será organizado e gerido por uma comissão de Tenistas escolhidos entre os jogadores participantes, que exercerão a função por um período de 6 (seis) meses, podendo ser reconduzidos à função por quantas vezes forem necessárias. Cabe a comissão atual convidar a outro tenista do ranking para juntar-se a comissão de acordo com as necessidades e demandas. 2. PARTICIPAÇÃO NO RANKING Poderá participar qualquer Tenista residente ou não residente na cidade de Paulínia-SP, que esteja de acordo com o regulamento do ranking Itapoan Nível Técnico dos Jogadores A princípio não haverá distinção de níveis técnicos, pois todos os Tenistas serão classificados em um único Ranking. Ficará a critério da Comissão Organizadora a segregação dos Tenistas no Ranking, bem como para realização de Torneios. 3. RANKING Originalmente o Ranking teve início em 09 de Fevereiro de 2013, com um sistema em que o vencedor ocupava a posição do desafiado. Atendendo aos pedidos da grande maioria dos Tenistas, a partir de 1º de Junho de 2013, o Ranking sofreu alterações em seu formato, passando a adotar o critério de pontos. Desta maneira, a classificação obtida em 31 de Maio de 2013 foi automaticamente estabelecida ao novo modelo de Ranking. 2

3 3.1. Ingresso ao Ranking Qualquer Tenista interessado em ingressar ao Ranking deverá enviar para identificando nome completo, telefone para contato e data de nascimento. Para sequência ao processo de ingresso no ranking, o Tenista interessado receberá a Ficha Cadastral Técnica a qual deverá devolver devidamente preenchida, juntamente com a respectiva foto. A inscrição será efetivada após análise da Comissão Organizadora. Realizado o cadastro, o Tenista automaticamente estará classificado na última posição do Ranking, e apto para realizar os próximos Jogos Programados, Jogos de Desafio e/ou Torneios Atualização do Ranking O Ranking será atualizado sempre após a conclusão dos Jogos Programados, Jogos de Desafio e/ou dos Torneios e/ou a critério da Comissão Organizadora. 4. JOGOS DO RANKING Poderão ser realizados 3 (três) jogos por mês, classificados como Jogos Programados da Primeira e da Segunda Quinzena, devendo cada quinzena ser dedicado aos respectivos jogos. Para participar o tenista, obrigatoriamente, deverá estar em dia com o pagamento da trimestralidade. Será possível a realização de um terceiro jogo no mês, identificado como Jogos de Desafio, mas só poderá ocorrer após o término dos Jogos Programados. Os jogos serão disputados em melhor de 3 Sets, sendo o terceiro decidido pelo sistema Tie-Break até 10 pontos Jogos Programados Os Jogos Programados serão divididos nos dois formatos abaixo: Nos meses de Janeiro, Abril, Julho e Outubro haverá sorteio aleatório entre todos os Tenistas, independentemente 3

4 de posições. Serão sorteados no início de cada mês os Jogos da Primeira quanto da Segunda Quinzena. Nos meses de Fevereiro ou Março (mês que for o carnaval), Junho e Setembro, estabelecida no início de cada mês a classificação do Ranking, o Tenista que ocupa a primeira posição jogará com o da terceira posição, enquanto o segundo jogará com o quarto colocado, e assim sucessivamente. Estes são os Jogos Programados da Primeira Quinzena. Ao término destas partidas, para os Jogos Programados da Segunda Quinzena, o vencedor do jogo 1 enfrentará o vencedor do jogo 3, e o perdedor do jogo 1 jogará com o perdedor do jogo 3. Já o vencedor do jogo 2 terá como adversário o vencedor do jogo 4, e os perdedores também se enfrentaram, e assim sucessivamente. Na hipótese do último jogador não tiver adversário, será considerado vencedor. No caso de ambos os Tenistas não tiverem seus respectivos adversários, jogarão novamente entre si. Caso algum jogo da 1º Quinzena não seja realizado ou seu resultado não seja enviado para com cópia para o adversário, identificando a data do jogo, os nomes e resultado, será decretado vencedor e perdedor simbólicos de cada jogo, respeitando a melhor posição no ranking e sem a contabilização dos pontos. Dessa maneira a chamada para os jogos da 2º Quinzena não será comprometida Jogos de Desafio Após a realização dos Jogos Programados, qualquer Tenista que obrigatoriamente esteja em dia com o pagamento da trimestralidade, poderá desafiar outro Tenista até 5 (cinco) posições acima, excetuando-se o primeiro colocado que também poderá desafiar até cinco posições abaixo. Para contagem de posições, o Tenista classificado na 10ª posição poderá desafiar até a 5ª posição. Já o primeiro colocado poderá desafiar até a 6ª posição. Para contagem de posições, considerar-se-á o Ranking atualizado no início do mês em que o jogo será realizado. 4

5 É importante ressaltar que os Tenistas, tanto o desafiante quanto desafiado, poderão realizar os Jogos de Desafio somente depois de concluídos os Jogos Programados da Primeira quanto da Segunda Quinzena, bem como, por tratar-se de pontuação extra, o desafiado não é obrigado a aceitá-lo Pontuação A Pontuação dos tenistas participantes será zerada todo dia 02 de janeiro. No dia 02 de janeiro todos os tenistas serão relacionados no ranking na mesma posição e por ordem alfabética de nomes, com zero ponto. Para os Jogos Programados serão distribuídos: W.O Vencedor 200 Perdedor (se vencer 1 Set) 100 Perdedor (se perder de 0) 30 O Tenista que cometer W.O. será penalizado em 100 pontos no Ranking, e o vencedor receberá 200 pontos, cujo placar será de 2 Sets a 0, sem somatória de games. Para tanto, considera-se W.O. quando o Tenista marca o jogo e não comparece, momento em que não presta qualquer informação ao seu adversário. O Tenista que ficar sem o respectivo jogo, em razão de contusão ou doença do adversário, ou também se o adversário avisar com antecedência que não poderá jogar aquela partida, o primeiro será declarado vencedor e receberá 200 pontos (2 Sets a 0). Nestas condições, o Tenista perdedor não será penalizado. Os dois tenistas deverão informar a Comissão com antecedência. Se a contusão ocorrer durante a partida, o Tenista vencedor receberá 200 pontos (2 Sets a 0), e o perdedor receberá 30 pontos. Já nos Jogos de Desafio, por tratar-se de uma pontuação extra, o vencedor receberá 40 pontos por posição desafiada. Teremos, como exemplo, o Tenista classificado na 10ª posição, ao vencer o Tenista da 5ª posição, ganhará 200 pontos. Se o desafiante for derrotado perderá os mesmos 200 pontos que apostou. 5

6 O Tenista desafiado, se ganhar, ganhará os 200 pontos, se perder, perderá metade dos pontos em disputa, neste caso, 100 pontos Marcação dos Jogos Os Tenistas deverão combinar entre si o melhor dia e horário para realização do jogo, devendo atender sempre ao critério do bom senso. 5. TORNEIOS DO RANKING Serão realizados 4 (quatro) torneios por ano, onde qualquer tenista regularmente inscrito no Ranking e que obrigatoriamente esteja em dia com o pagamento da trimestralidade, poderá participar. Serão realizados nos meses de fevereiro ou março (mês que não for o carnaval), maio, agosto e novembro, os quais valerão pontos para o Ranking. Durante os meses de Torneio não haverão os Jogos Programados nem os Jogos de Desafio. Há possibilidade de adesão a Torneios de terceiros com a distribuição de pontos extras, a ser definido pela Comissão Organizadora, mas sem a paralisação dos jogos do Ranking Torneios de Fevereiro ou Março, Maio, Agosto e Novembro Realizado sempre nos meses fevereiro ou março (mês que não for o carnaval), maio, agosto e novembro, permite a participação de todos os tenistas regularmente inscritos no Ranking e que obrigatoriamente estejam em dia com o pagamento da trimestralidade. A partir dos tenistas cabeças de chaves, haverá o sorteio do restante da chave. Quanto mais longe o tenista chegar, maior será sua pontuação. Tomando como exemplo uma chave de 32 inscritos o posicionamento deverá ser o seguinte: O cabeça um fica sempre na linha 1 e o cabeça dois na linha 32; 6

7 Os cabeças três e quatro devem ser sorteados e colocados nas linhas 9 e 24; Os cabeças cinco, seis, sete e oito deverão ser sorteados para as linhas 8, 16, 17 e 25; O restante dos inscritos serão sorteados de cima para baixo até completar a chave. Os torneios serão realizados nos meses de: Fevereiro ou Março Austrália Open; Maio Roland-Garros; Agosto Wimbledon; e Novembro US Open. A distribuição de pontos para todos os torneios seguirá: Cometer W.O. 0 (zero) Participação (apenas para quem perder no qualifying ou na primeira rodada) 100 Vitória no Qualifying 200 Vitória na Primeira Rodada 200 Vitória nas Oitavas de Final 200 Vitória nas Quartas de Final 200 Vitória na Semifinal 200 Campeão 200 Como exemplo, um Tenista Campeão que ingressou pelo Qualifying acumulará pontos. Já o Tenista Campeão que iniciou já na Primeira Rodada somará pontos. Ressaltamos que o Tenista que cometer W.O. não justificado em qualquer rodada do Torneio, não será pontuado. Será realizado Qualifying, quando o número de inscritos para um dos torneios, ultrapassar 32 Tenistas. Neste Qualifiyng, jogarão os inscritos que tiverem os Rankeamentos mais baixos (números mais altos) no mês anterior ao da realização do torneio. Quando da realização dos Torneios, será cobrado uma taxa para compra de troféus e bolas, bem como para manutenção do Site e das Quadras Torneio Finals 7

8 GRUPO B Semi-final - 2 FINAL GRUPO A Semi-final - 1 Realizado no mês de dezembro, permite a participação apenas dos 8 (oito) melhores tenistas do Ranking. Estes disputarão o sistema de grupos (round-robin), formado por 2 grupos de 4 jogadores, onde jogam todos contra todos. Os dois primeiros colocados de cada grupo, avançam para as semi-finais e os ganhadores fazem a grande FINAL, conforme ilustrado abaixo: 1º colocado do Ranking 1º Colocado do grupo A 3º colocado do Ranking 2º Colocado do grupo B 5º colocado do Ranking 7º colocado do Ranking Vencedor semi-final - 1 Vencedor semi-final - 2 2º colocado do Ranking 4º colocado do Ranking 6º colocado do Ranking 1º Colocado do grupo B 8º colocado do Ranking 2º Colocado do grupo A Na ausência de um dos oito primeiro colocados, o Tenista mais bem colocado em seguida, poderá participar. Quando da realização do Torneio, será cobrado uma taxa para compra de troféus e bolas, bem como para manutenção do Site e das Quadras. Para este Torneio, a distribuição de pontos será: Finals W.O. 0 (zero) Jogos da Chave 50 Jogos da Semifinal 100 Campeão 125 O Campeão invicto poderá receber 375 pontos Regras Gerais Para a realização dos Jogos, deve ser observado que: 8

9 a) os horários pré-definidos auxiliam na organização dos jogos, podendo, se ambos os Tenistas concordarem, realizarem os Jogos da Primeira Rodada em horários diferentes. Na hipótese de conflito de horários, prevalecerá aquele definido na Tabela; b) os Jogos da Semifinal e Final não terão alteração ou remanejamento do dia e nem do horário, exceto em casos excepcionais, a ser analisado e deliberado pela Comissão Organizadora, conforme abaixo: 1) motivo de contusão ou doença (não superior a 7 dias); 2) motivo de doença de pais, filhos ou esposas (os); 3) motivo de trabalho; 4) motivo de crença religiosa (Adventista). c) para efeito da alínea a, os Jogos da Primeira Rodada que forem alteradas não poderão interferir nas demais rodadas programadas na tabela. A alteração é de responsabilidade do Tenista que pediu ao outro Tenista. Caso o jogo não seja realizado por motivo de chuva ou qualquer outra condição climática, o Tenista solicitante será declarado perdedor; d) os Jogos da Semifinal e Final devem ser jogados em 3 Sets inteiros. Já para os demais jogos, o 3º Set será decidido pelo sistema Tie-Break até 10 pontos; e) na hipótese de mais de 32 Tenistas inscritos para o Torneio, os Jogos do Qualifying acontecerão no sistema "no-ad, ou seja, sem vantagem (40-40 fecha quem fizer o ponto); f) os Tenistas compareçam com antecedência mínima de 15 minutos; g) para efeito de W.O., estipulamos 20 minutos de espera; h) o aquecimento não supere 10 minutos. Os Torneios sempre iniciarão no primeiro fim de semana do mês, onde a Chamada para cada Torneio indicará os dias reservados para a realização do mesmo. Na hipótese de chuva ou qualquer outra condição climática que impeça a realização dos jogos, os mesmos serão automaticamente remanejados para o final de semana próximo, segundo tabela da chamada do respectivo torneio. A antecipação de qualquer jogo para dias da semana fica a critério dos tenistas envolvidos e deve ser comunicada a Comissão com antecedência mínima de 24hs para fornecimento de bolas e 9

10 atualização dos tenistas do ranking. (Não aplicável para semi e final, que obrigatoriamente devem ser realizadas nos finais de semana conforme chamada do torneio). Se houver Qualifying, o primeiro fim de semana do mês será dedicado para realização desses jogos, remanejando as demais datas. Como regra geral, estabelecemos os horários da 7h, 8h30m, 10h e 16h para realização dos jogos. Assim, qualquer Tenista poderá jogar no horário sorteado. As Quadras 1 e 2 serão dedicadas para os jogos dos Torneios. 6. RESULTADOS DOS JOGOS Após o término de cada partida, seja dos Jogos Programados, Jogos de Desafio ou Jogos do Torneio, o resultado deverá ser encaminhado para o para com cópia para o adversário, identificando a data do jogo, os nomes e resultado. A responsabilidade do resultado é de ambos os tenistas. Se os resultados não forem enviados até a data definida, ambos os Tenistas não somarão pontos para o Ranking. 7. CRITÉRIOS DE DESEMPATE Para critério de desempate será observada a seguinte sequência: Jogos Vencidos; Sets Vencidos; Games Vencidos; Idade. 8. INÉRCIA, IMPEDIMENTO, EXCLUSÃO OU FALTA DO TENISTA O Tenista que permanecer inerte em sua posição durante o mês todo, sem realizar os Jogos Programados, ou mesmo sem prestar qualquer retorno ao outro Tenista ou mesmo esclarecimentos a ele ou a Comissão Organizadora, perderá automaticamente 60 pontos no Ranking. 10

11 Não perderá pontos no caso de contusão ou doença por um período de até 30 dias. Nesta situação, informar a Comissão Organizadora o quanto antes. Aquele que permanecer inerte por mais de 3 (Três) meses consecutivos ou não realizar 70% dos jogos programados no ano sem qualquer justificativa prévia a Comissão Organizadora, será excluído do Ranking. Conforme disposto acima, o Tenista que cometer W.O. será penalizado em 100 pontos. Para tanto, institui-se o tempo de tolerância de 20 minutos. 9. SUGESTÕES E/OU CRÍTICAS Todas as sugestões e/ou críticas poderão ser enviadas ao endereço eletrônico 10. COBRANÇA DE TRIMESTRALIDADE Fica instituído, a partir de 01 de setembro de 2014, a cobrança de trimestralidade a ser paga, obrigatoriamente, pelos tenistas participantes do ranking. A primeira trimestralidade deverá ser paga no dia 10/10/2014. Os pagamentos deverão ser feitos pelos tenistas participantes mediante depósito ou transferência bancária. O tenista participante deverá enviar, para o o devido comprovante de depósito, para que a Comissão possa identificar o pagamento. A trimestralidade tem por objetivo gerar um fundo de recursos financeiros, para fazer frente às despesas oriundas da gestão do ranking. O valor da trimestralidade será de R$ 60,00 (sessenta reais), podendo a Comissão Organizadora alterar o valor, a qualquer momento, para atender às necessidades do ranking. O vencimento das trimestralidades serão: - 10 de janeiro - 10 de abril - 10 de julho - 10 de outubro 11

12 A Comissão Organizadora enviará aos tenistas, trimestralmente, informando o Banco e a Conta que deverão ser feitos os depósitos ou transferências bancárias. 11. DISPOSIÇÕES FINAIS Reservamos o direito de modificar a qualquer momento o modelo ora estabelecido, com ou sem aviso prévio, de modo a atender melhorias, inclusive para inclusão de novos jogos e/ou torneios, etc. Paulínia, 20 de agosto de Comissão Organizadora - 2º SEMESTRE/2014 Paulo Sérgio da Silva Lysias Santos Ricardo A. Pereira Paulo Luciano Stoppa Marcos D. Camargo 12

REGULAMENTO RANKING APHAVILLE DOM PEDRO

REGULAMENTO RANKING APHAVILLE DOM PEDRO REGULAMENTO RANKING APHAVILLE DOM PEDRO Sumário 1. ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO RANKING... 2 2. PARTICIPAÇÃO NO RANKING... 2 2.1. Nível Técnico dos Jogadores... 2 3. RANKING... 2 3.1. Ingresso ao Ranking...

Leia mais

BARRAGEM TENNIS OPEN 2015

BARRAGEM TENNIS OPEN 2015 REGULAMENTO BARRAGEM TENNIS OPEN 2015 I - Da barragem: Art. 1 - Os Torneios e a Barragem têm como principal objetivo a integração dos alunos e maior variedade de parceiros, bem como a manutenção e garantia

Leia mais

IX Guará Open de Tênis

IX Guará Open de Tênis IX Guará Open de Tênis Regulamento v1 [07/07/2015] Pág.: 1/8 IX Guará Open de Tênis Organizado pela Liga Real e pela Associação dos Tenistas Peladeiros ATPe Regras e disposições gerais O torneio será disputado

Leia mais

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 CIRCUITO INTERNO DE TÊNIS ATC RANKING GERAL 2013 REGULAMENTO 4ª ETAPA VIRADA ESPORTIVA DO TORNEIO: O Ranking Geral do Alphaville Tênis Clube objetiva a melhor integração

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE 1. As competições de basquete serão realizadas de acordo com as regras internacionais da FIBA e os regulamentos e normas do Novo Desporto Universitário 2012 NDU. 2. Cada

Leia mais

Regulamento do Tênis de Campo

Regulamento do Tênis de Campo Regulamento do Tênis de Campo R a n k i n g I n t e r n o T ê n i s C l u b e S ã o J o s é d o s C a m p o s A v. N o v e d e J u l h o, 2 3 - V i l a A d y a n a S ã o J o s é d o s C a m p o s - S P

Leia mais

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações, para definir o Estado Campeão Brasileiro. A Copa das

Leia mais

III CAMPEONATO DE VOLEIBOL MASCULINO OAB SP/CAASP 2015 RGC - REGULAMENTO GERAL DA COMPETIÇÃO

III CAMPEONATO DE VOLEIBOL MASCULINO OAB SP/CAASP 2015 RGC - REGULAMENTO GERAL DA COMPETIÇÃO III CAMPEONATO DE VOLEIBOL MASCULINO OAB SP/CAASP 2015 RGC - REGULAMENTO GERAL DA COMPETIÇÃO CAPITULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato de Voleibol Masculino 2015 OAB SP/CAASP, organizado

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL

REGULAMENTO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL REGULAMENTO DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL Etapas de Cuiabá/MT e Goiânia/GO ÍNDICE CAPÍTULO 1: 1.1 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL...04 1.2 DIREITOS DA CBV SOBRE OS EVENTOS

Leia mais

REGULAMENTO DO RANKING PARAIBANO 2015

REGULAMENTO DO RANKING PARAIBANO 2015 REGULAMENTO DO RANKING PARAIBANO 2015 DO RANKING, DOS OBJETIVOS E DENOMINAÇÕES Artigo 01. O Ranking Paraibano de Tênis será realizado pelo sistema portal do tênis paraibano, localizado no endereço eletrônico

Leia mais

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado nos meses de Junho, Agosto,Outubro e a Etapa Master final do ano(local e data a confirmar),

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado no mês de julho, regendo-se pelo presente regulamento,

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20)

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20) REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20) I DISPOSIÇÔES GERAIS ARTIGO 1º O Campeonato Nacional Gira-Praia é uma competição de Voleibol de Praia de âmbito nacional, organizada pela

Leia mais

CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS EINSTEIN

CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS EINSTEIN CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS EINSTEIN Artigo 1º - Os Jogos Universitários tem como objetivo: * Incentivar a participação dos jovens em atividades saudáveis do ponto de vista social,

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO SQUASH HOTEL SRA. DO CASTELO 14/15

REGULAMENTO CIRCUITO SQUASH HOTEL SRA. DO CASTELO 14/15 REGULAMENTO CIRCUITO SQUASH HOTEL SRA. DO CASTELO 14/15 O Circuito Mangualdense de Squash (Circuito Hotel Senhora do Castelo) organizado pelo Let&Stroke Secção de Squash da Casa do Povo de Mangualde, contará

Leia mais

3ª COPA INTER-ADVOGADOS

3ª COPA INTER-ADVOGADOS Data/ Local: Competição: Maio à Julho * início previsto para 26/maio Local: Centro Iraí Pinhais-PR www.centroirai.com.br Gustavo@centroirai.com.br DA PARTICIPAÇÃO: Artigo Primeiro: Só poderão participar

Leia mais

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 I - FINALIDADES ARTIGO 1º - A COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL, na categoria masculino/adulto, tem por finalidade congregar os alunos das unidades do Santo

Leia mais

COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015

COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015 COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015 OBJETIVOS - PROMOVER UMA COMPETIÇÃO COM CUSTOS BAIXOS; - PROPORCIONAR JOGOS EM AMBIENTES FAVORÁVEIS AO CRESCIMENTO TÉCNICO, TÁTICO E EMOCIONAL, UTILIZANDO O ESPORTE COMO

Leia mais

REGULAMENTO D0 CAMPEONATO FLUMINENSE DE RUGBY

REGULAMENTO D0 CAMPEONATO FLUMINENSE DE RUGBY REGULAMENTO D0 CAMPEONATO FLUMINENSE DE RUGBY 2012-2ª DIVISÃO 1. Disposições Gerais Todas as partidas serão disputadas de acordo com as Leis do jogo em vigor conforme estipulado pelo IRB. Se surgirem dúvidas

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014 REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014 ARTIGO 1º O Campeonato Nacional de Gira- Praia de Subs é uma competição de Voleibol de Praia de âmbito nacional, organizada pela

Leia mais

LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO

LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO 1-CALENDÁRIO: DATA INSC. INÍCIO TÉRMINO TORNEIO E CIDADE ATÉ 06/01 16/01 à 06/02 TÊNIS CLUBE DE SOROCABA ATÉ 03/02 13/02 à 13/03 ST/RICARDO MIRANDA/CERQUILHO ATÉ 09/03

Leia mais

Regulamento do Circuito das Estações para o 6º Open de Beach Tennis ASBT primavera 2015 04 05 e 06 de setembro

Regulamento do Circuito das Estações para o 6º Open de Beach Tennis ASBT primavera 2015 04 05 e 06 de setembro Regulamento do Circuito das Estações para o 6º Open de Beach Tennis ASBT primavera 2015 04 05 e 06 de setembro As inscrições para o 6º OPEN DE BEACH TENNIS ASBT PRIMAVERA 2015 deverão ser feitas através

Leia mais

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR COPA LIGA PAULISTANA REGULAMENTO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem a Copa Liga Paulistana. Artigo 2º - A Copa tem por finalidade promover

Leia mais

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres.

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres. DA FINALIDADE: Art. 1º - Os JOGOS DE VERÃO ARCO SPM 2013 MODALIDADE VOLEIBOL 4X4, tem como finalidade principal, promover o congraçamento das equipes e o aumento da adesão à prática de exercícios físicos

Leia mais

IV JOGOS ANEC 2015 REGULAMENTO GERAL

IV JOGOS ANEC 2015 REGULAMENTO GERAL 1 IV JOGOS ANEC 2015 REGULAMENTO GERAL TÍTULO I - DA FINALIDADE Art. 1º Os IV JOGOS ANEC têm a finalidade de estimular a prática esportiva, tornando-se mais um meio de formar nos valores os jovens dos

Leia mais

1ª / 2ª DIVISÃO, E SUB-18. REGULAMENTO E FORMA DE DISPUTA-2015

1ª / 2ª DIVISÃO, E SUB-18. REGULAMENTO E FORMA DE DISPUTA-2015 19º CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL AMADOR DE NOVO GAMA-GO DE 2015 1ª / 2ª DIVISÃO, E SUB-18. REGULAMENTO E FORMA DE DISPUTA-2015 PROMOÇÃO: PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO GAMA - GO REALIZAÇÃO: SECRETARIA

Leia mais

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO:

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO: FUTEBOL DE CAMPO Todos os atletas deverão apresentar o Documento Original (conforme Art.do Regulamento Geral) É obrigatório (e indispensável) o uso de caneleiras para todos os atletas participantes das

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX ART. 1º - DA FINALIDADE REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX Os JOGOS MULTIVIX modalidade Beach Soccer fazem parte do CIRCUITO VIDA SAUDÁVEL MULTIVIX, torneio universitário que tem por finalidade integrar

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY REGULAMENTO CIRCUITO PAULISTA UNIVERSITÁRIO DE RUGBY SEVENS FEMININO E COPA SP M19 Capítulo I - Disposições Gerais O Circuito Paulista Universitário de Rugby Sevens Feminino Adulto e a Copa M19 ou é um

Leia mais

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE REGULAMENTO OFICIAL - 2015 Da Finalidade Art. 01 - A XI Copa Paulista de Futebol de Base, tem por finalidade o estimulo à prática esportiva saudável, ao caráter formativo

Leia mais

Copa Rio Profissional :: 2015

Copa Rio Profissional :: 2015 Copa Rio Profissional :: 2015 REGULAMENTO DA COPA RIO DE PROFISSIONAIS 2015 Art. 1º - Poderão participar da Copa Rio de 2015 até 20 associações, a saber, ressalvadas as disposições do parágrafo único do

Leia mais

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo Regulamento 1 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XIII COPA FUTEL DE FUTEBOL DE CAMPO tem por objetivo principal o congraçamento geral dos participantes e criar alternativas

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESPORTES DE

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESPORTES DE REALIZAÇÃO : APOIO: ASSOCIAÇÃO MASTER DE DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI PREFEITURA MUNICIPAL CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE PRAIA O CABO FRIO

Leia mais

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba TennisClassic é um série de eventos competitivos disputada entre as melhores equipes nas categorias por idade, de

Leia mais

2 CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO

2 CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO 1 CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS E CONFIGURAÇÃO DOS JOGOS O número de praticantes desportivos por equipa que podem ser inscritos no boletim de jogo é os seguintes: 2º Ciclo: 4 jogadores (Jogos 2x2); 3º Ciclo

Leia mais

PROPOSTA DE FORMULA DE COMPETIÇÃO PARA O CAMPEONATO SERGIPANO DE FUTEBOL SERIE A-1

PROPOSTA DE FORMULA DE COMPETIÇÃO PARA O CAMPEONATO SERGIPANO DE FUTEBOL SERIE A-1 PROPOSTA DE FORMULA DE COMPETIÇÃO PARA O CAMPEONATO SERGIPANO DE FUTEBOL SERIE A-1 01 A Competição será realizada com dez equipes em um único grupo em 03 Fases, a saber: 1ª Fase As equipes jogarão entre

Leia mais

1-Será disputado pelo sistema de duplas, permitindo-se a inscrição de 02 atletas por equipe, de ambos os sexos.

1-Será disputado pelo sistema de duplas, permitindo-se a inscrição de 02 atletas por equipe, de ambos os sexos. REGULAMENTO DE BURACO 1-Será disputado pelo sistema de duplas, permitindo-se a inscrição de 02 atletas por equipe, de ambos os sexos. 2-No horário estabelecido pela Comissão Organizadora para início de

Leia mais

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 6ª COPA NOVE DE JULHO DE FUTEBOL AMADOR 2016 REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 1 REGULAMENTO DA 6ª COPA NOVE DE JULHO 2016 CAPITULO I Da PARTICIPAÇÃO Esta copa contará com a participação de 48 (quarenta

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL

CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL REGULAMENTO 2015 O Campeonato Brasileiro de Padel é promovido, implantado e administrado pela Confederação Brasileira de Padel COBRAPA. O presente regulamento é válido para

Leia mais

Todas as partidas do Torneio serão disputadas de acordo com as Leis do Jogo em vigor, conforme estipulado pelo irb.

Todas as partidas do Torneio serão disputadas de acordo com as Leis do Jogo em vigor, conforme estipulado pelo irb. REGULAMENTO - ANO 2010 Capítulo I - Disposições Gerais O Campeonato Brasileiro de Rugby da 2ª Divisão, Categoria Adulta Masculino, promovido pela Confederação Brasileira de Rugby ( CBRu ), será denominado

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti

II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti Regulamento Geral I Das Disposições Gerais Obs: A COMISSÃO É COMPOSTA pelos integrantes: Rafael Rangel,

Leia mais

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES Capítulo 1 Da Finalidade Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem como objetivo incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário e promover o intercâmbio,

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ JERNS JEES 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ JERNS JEES 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ JERNS JEES 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE XADREZ JERNS - JEES 2015 Art. 1º - As competições serão regidas pelas regras oficiais da FIDE em tudo que não contrariar o Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO I DOS VALORES

REGULAMENTO I DOS VALORES REGULAMENTO I DOS VALORES Artigo 1º - Valores e princípios que norteiam a 6ª COPA CERTUS 2011. a) Estimular a prática do Esporte como estratégia privilegiada da Educação; b) Valorizar a Cultura Esportiva;

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO 1º O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES/2011,

Leia mais

Nota Oficial 008/2013 Ref.: PETECA

Nota Oficial 008/2013 Ref.: PETECA Nota Oficial 008/2013 Ref.: PETECA A Coordenação Técnica da Copa FECEMG 2013 no uso de suas atribuições legais especificadas no Regulamento Geral da competição, torna público as normas de realização dos

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO

REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO Art. 1 O torneio de basquetebol masculino será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela Federação Internacional

Leia mais

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba Tennis Classic é uma competição aberta composta de uma série de eventos competitivos disputado por equipes de tenistas amadores. O evento

Leia mais

Local: Praia do Porto da Barra, Salvador-BA. Dias: 25, 26 e 27 de outubro de 2013. Promotora e total responsável pelo evento: Rinha Comunicação Total.

Local: Praia do Porto da Barra, Salvador-BA. Dias: 25, 26 e 27 de outubro de 2013. Promotora e total responsável pelo evento: Rinha Comunicação Total. Circuito Open de Polo Aquático Campeonato de Polo Aquático realizado em águas abertas, com abrangência nacional e apoio da CBDA - Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. Local: Praia do Porto da

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE INCENTIVO Um Sonho de Natal

REGULAMENTO PROGRAMA DE INCENTIVO Um Sonho de Natal REGULAMENTO PROGRAMA DE INCENTIVO Um Sonho de Natal 1. COMO PARTICIPAR 1.1 Este programa Um Sonho de Natal (a seguir simplesmente Programa ) é realizado pela Belcorp do Brasil Distribuidora de Cosméticos

Leia mais

3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS)

3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS) 3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS) A Confederação Brasileira de Badminton, a Federação Gaúcha de Badminton - FGB, a Prefeitura Municipal de Caxias do Sul e Universidade de Caxias do Sul UCS tem

Leia mais

NORMAS ESPECIFICAS VOLEIBOL. www.inatel.pt

NORMAS ESPECIFICAS VOLEIBOL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS www.inatel.pt NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas pela Fundação

Leia mais

LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA

LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 1ª DIVISÃO DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO Disposições Preliminares: CAPÍTULO I Art. 1º - O campeonato Regional da Liga Atlética da Região Mineira

Leia mais

PROMOÇÃO TORCIDA FIEL COPA 2014

PROMOÇÃO TORCIDA FIEL COPA 2014 PROMOÇÃO TORCIDA FIEL COPA 2014 REGULAMENTO 1. DA PROMOÇÃO 1.1 A Promoção Torcida Fiel Copa 2014 vai ocorrer no período compreendido entre 02 e 11 de junho de 2014 e é destinada aos consorciados adimplentes

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY REGULAMENTO COPA SÃO PAULO DE RUGBY SEVENS FEMININO ADULTO 2015 Capítulo I - Disposições Gerais A Copa São Paulo de Rugby Sevens Feminino Adulto ou ( Copa SP ) é um evento promovido pela Federação Paulista

Leia mais

LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA

LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL JÚNIOR DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO Disposições Preliminares: CAPÍTULO I Art. 1º - O campeonato Regional da Liga Atlética da Região Mineira de Futebol Júnior de

Leia mais

10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL (atualizado em 16/09) CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 10ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

Período: 06/09 a 29/11 11 datas. Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes

Período: 06/09 a 29/11 11 datas. Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes Período: 06/09 a 29/11 11 datas Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes COORDENAÇÃO: Prof. Eurico Gaspar de Oliveira CREF 0124 - G/BA CONTATO: (75) 8307-1261 / 9165-4938 / 3223.4158

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) A Confederação Brasileira de Badminton, a Badminton Federação Paranaense (BFP) e a Prefeitura e Secretaria Municipal de Esportes de Toledo (PR) tem a honra de convidá-los

Leia mais

6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO

6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO 6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 6º TAÇA SAÚDE DE FUTSAL E VOLEIBOL - SES é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato tem por

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA TEMPORADA 2009 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA VOLEIBOL

REGULAMENTO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA TEMPORADA 2009 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA VOLEIBOL REGULAMENTO DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA TEMPORADA 2009 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL Regulamento do Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia 2009 1 Sumário I - ÓRGÃOS GOVERNANTES...pág.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016 A Diretora do Colégio de Aplicação da UFRJ, no uso de suas

Leia mais

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º O CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA

Leia mais

GRUPOS CAMPO (02) SHOW DE BOLA CATEGORIA SUB: 13 CATEGORIA SUB: 15

GRUPOS CAMPO (02) SHOW DE BOLA CATEGORIA SUB: 13 CATEGORIA SUB: 15 GRUPOS CAMPO (01) 1º BPM CAMPO (02) SHOW DE BOLA CATEGORIA SUB: 09 1. Associação Teotônio Segurado- 1º BPM 2. Associação Aureny III 3. Instituto Fernandes Futebol Clube 4. Escolinha FLA CAMPO (03) 606

Leia mais

Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF

Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Para efeito de classificação, a pontuação será a seguinte: I - 1º lugar: 10 pontos. II - 2º lugar: 7 pontos. III - 3º

Leia mais

REGRAS OFICIAIS. 1.3. De cada lado deste quadrado será demarcada, à 7 metros da rede e paralela a esta, uma linha denominada linha da área de saque.

REGRAS OFICIAIS. 1.3. De cada lado deste quadrado será demarcada, à 7 metros da rede e paralela a esta, uma linha denominada linha da área de saque. REGRAS OFICIAIS 1. A QUADRA 1.1. A área de jogo trata-se de um retângulo de 10 metros de largura por 20 metros de comprimento. 1.2. Este retângulo será dividido na sua metade por uma rede, formando em

Leia mais

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO I - DOS LOCAIS DOS JOGOS Art. 1º - Os jogos serão realizados nos seguintes locais: Quadras 01,02 e 03 - térreo do Prédio 80 Quadras 01,02 e 03-4º andar do Prédio

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE XADREZ JERNS - JEES 2014

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE XADREZ JERNS - JEES 2014 GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO, DA EDUCAÇÃO E DA CULTURA COORDENADORIA DE DESPORTOS DESPORTO ESCOLAR CODESP REGULAMENTO ESPECÍFICO DE XADREZ JERNS - JEES 2014 Art. 1º - As

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO Dispõe sobre as normas a serem estabelecidas no Regulamento do Campeonato de MÁSTER

Leia mais

REGULAMENTO APRESENTAÇÃO

REGULAMENTO APRESENTAÇÃO REGULAMENTO APRESENTAÇÃO O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Espírito Santo SESCOOP/ES está promovendo o 1º FUTCOOP INFANTIL MASCULINO, que será realizado no mês de julho

Leia mais

COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I. Disposições Preliminares

COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I. Disposições Preliminares LIGA IMBITUBENSE DE FUTEBOL - LIF DEPARTAMENTO TÉCNICO COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º - A Copa Sul dos Campeões de 2015, será promovida

Leia mais

As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. REGULAMENTO I- FINALIDADES

As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. REGULAMENTO I- FINALIDADES As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. Após todos os jogos REGULAMENTO I- FINALIDADES ARTIGO 1º - O TORNEIO FUTSAL DA FACULDADE NOVOS HORIZONTES,

Leia mais

5. Um mesmo aluno não poderá integrar mais de uma equipe.

5. Um mesmo aluno não poderá integrar mais de uma equipe. Regulamento Desafio FACAMP DESAFIO DA BOLSA DE VALORES BM&F BOVESPA O DESAFIO FACAMP 2016 Desafio da Bolsa de Valores BM&F BOVESPA, realizado pela FACAMP - Faculdades de Campinas tem por finalidade principal

Leia mais

TAÇA DE PORTUGAL POR EQUIPAS REGULAMENTO

TAÇA DE PORTUGAL POR EQUIPAS REGULAMENTO REGULAMENTO Época 2015 / 2016 Informação de 1 de outubro de 2015 A Taça de Portugal por Equipas (Taça), organizado pela Federação Portuguesa de Xadrez (FPX) com o apoio do Instituto Português do Desporto

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014 DOS PARTICIPANTES Art. 1º - Integrarão o Campeonato Estadual de Futebol da Primeira

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO DAMAS Art. 1º. O torneio de Damas do VII JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, combinado com as

Leia mais

Regulamento Jogo de Truco

Regulamento Jogo de Truco Regulamento Jogo de Truco Art. 1º Funcionamento básico do jogo de truco: a) O truco é jogado com apenas 1 baralho, retirando-se as cartas 8, 9 e 10. b) A força das cartas obedece a seguinte seqüência decrescente:

Leia mais

Art. 1 O presente documento regulamenta em linhas gerais os VI Jogos Internos Colégio Sólido.

Art. 1 O presente documento regulamenta em linhas gerais os VI Jogos Internos Colégio Sólido. 2015 I- DA APRESENTAÇÃO Art. 1 O presente documento regulamenta em linhas gerais os VI Jogos Internos Colégio Sólido. II- DA IDENTIFICAÇÃO Art. 2 Aos professores de Educação Física do Colégio compete a

Leia mais

Manual de GUIA PRÁTICO ADOÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P. ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13

Manual de GUIA PRÁTICO ADOÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P. ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 Manual de GUIA PRÁTICO ADOÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Adoção (32 V4.08) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015 A Diretora do Colégio de Aplicação da UFRJ, no uso de suas

Leia mais

REGULAMENTO GERAL 2016. Capitulo l Das disposições preliminares

REGULAMENTO GERAL 2016. Capitulo l Das disposições preliminares Artigo 1º REGULAMENTO GERAL 2016 Capitulo l Das disposições preliminares O presente regulamento determina as diretrizes e normas para as Competições da Federação Paulista de Basquete Sobre Rodas para o

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2016 São Bernardo do Campo (SP)

1ª ETAPA NACIONAL 2016 São Bernardo do Campo (SP) 1ª ETAPA NACIONAL 2016 São Bernardo do Campo (SP) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado de São Paulo (FEBASP) tem a honra de convidá-los para competir na 1ª etapa

Leia mais

CASO A ETAPA SEJA CANCELADA PELOS MOTIVOS CITADOS A CIMA, NÃO HAVERA UMA NOVA DATA PARA A MESMA. NESTE CASO, TODOS RECEBERAM O MESMO TEMPO.

CASO A ETAPA SEJA CANCELADA PELOS MOTIVOS CITADOS A CIMA, NÃO HAVERA UMA NOVA DATA PARA A MESMA. NESTE CASO, TODOS RECEBERAM O MESMO TEMPO. Regulamento CATEGORIAS: M E F CAMISA ROSA (LIDÉR GERAL). CAMISA BRANCA DE BOLINHAS (REI DA MONTANHA). CAMISA VERDE (LIDÉR DO SPRINTER). CAMISA VERMELHA (PROFESSOR). CAMISA AMARELA (CATEGORIA SOLO) A ORGANIZAÇÃO

Leia mais

CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETEBOL 3X3 COMPAL AIR REGULAMENTO DOS TORNEIOS

CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETEBOL 3X3 COMPAL AIR REGULAMENTO DOS TORNEIOS CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETEBOL 3X3 COMPAL AIR REGULAMENTO DOS TORNEIOS INTRODUÇÃO No Campeonato Escolar Compal Air estão incluídos um conjunto de Torneios 3x3, correspondentes às fases Local, Regional

Leia mais

EDITAL Nº. 001/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROJETO BOLSA-ESPORTE DA SECRETARIA DO ESPORTE DO CEARÁ

EDITAL Nº. 001/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROJETO BOLSA-ESPORTE DA SECRETARIA DO ESPORTE DO CEARÁ EDITAL Nº. 001/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROJETO BOLSA-ESPORTE DA SECRETARIA DO ESPORTE DO CEARÁ O Estado do Ceará, através da Secretaria do Esporte, torna público, para conhecimento dos interessados,

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO DIA DAS MÃES

REGULAMENTO PROMOÇÃO DIA DAS MÃES REGULAMENTO PROMOÇÃO DIA DAS MÃES 1-O Salão Beleza Mágica Coiffeur, com sede em São Pedro da Aldeia, no endereço rua 12 de outubro nº07 - CEP:28940.000 RJ, realizará sorteio da "Promoção Dia das Mães"

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS 2016.1 DO PORTO DIGITAL

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS 2016.1 DO PORTO DIGITAL REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS 2016.1 DO PORTO DIGITAL Parque Tecnológico 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do Porto

Leia mais

1.1 A competição estará aberta a homens e mulheres com nacionalidade brasileira, ou estrangeira, amadores ou profissionais e acima de 15 anos.

1.1 A competição estará aberta a homens e mulheres com nacionalidade brasileira, ou estrangeira, amadores ou profissionais e acima de 15 anos. 1. Regulamento da Primeira Copa LoL Universe. 1.1 A competição estará aberta a homens e mulheres com nacionalidade brasileira, ou estrangeira, amadores ou profissionais e acima de 15 anos. 1.2 Os atletas

Leia mais

COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO

COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO CENTRO DE PRÁTICAS ESPORTIVAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO S. EVENTOS COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS A COPA CEPEUSP DE FUTEBOL DE CAMPO tem como objetivo a integração dos docentes

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

FESTIVAL PARANAENSE DE MENORES - 2009 REGULAMENTO GERAL. Atualizado em 01.02.2010

FESTIVAL PARANAENSE DE MENORES - 2009 REGULAMENTO GERAL. Atualizado em 01.02.2010 FEDERAÇÃO DE XADREZ DO PARANÁ - FEXPAR Declarada de utilidade pública estadual - Lei 12437 de 13 de janeiro de 1999 Filiada à Confederação Brasileira de Xadrez Rua Almirante Barroso 142, São Francisco

Leia mais

APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA

APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA II COPA CINQUENTÃO BOTAFOGO DE FUTEBOL AMADOR APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA Acesse o site WWW.BOTAFOGODEGUAIANASES.COM.BR REALIZAÇÃO: ACOCESP: Promoções de Eventos e Coordenação de Esporte

Leia mais

FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT

FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT REGRAS OFICIAIS 1. O CAMPO 1.1. A área de jogo é um rectângulo de 10 metros de largura por 20 metros de comprimento. 1.2. Este rectângulo será

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016 DOS PARTICIPANTES Art. 1º - Integrarão o Campeonato Estadual de Futebol da Primeira

Leia mais

17ª COPA DE VOLEIBOL

17ª COPA DE VOLEIBOL 17ª COPA DE VOLEIBOL PROFESSOR JORGE GUIMARÃES 2013 CURRAIS NOVOS/RN REGULAMENTO OFICIAL 1.OBJETIVOS Despertar e estimular o prazer pela pratica desportiva através da competição sadia e com fins educativos.

Leia mais

1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL

1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL REGULAMENTO 1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL 1- DOS OBJETIVOS: A 1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL tem como objetivo, a integração dos atletas de Futsal do clube, associados, e demais interessados

Leia mais