Jornalismo Título do Projeto: Cine Clube. Curso: Instituto Normal Superior Habilitação: Normal Superior, Jornalismo e Educação Artística

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Jornalismo 2005. Título do Projeto: Cine Clube. Curso: Instituto Normal Superior Habilitação: Normal Superior, Jornalismo e Educação Artística"

Transcrição

1 Jornalismo 2005 Título do Projeto: Cine Clube Curso: Instituto Normal Superior Habilitação: Normal Superior, Jornalismo e Educação Artística Objetivo do Projeto: O Cine Clube tem como objetivo evitar o distanciamento da Produção Cultural Contemporânea no campo das imagens. Descrição Sumária do Projeto: O Cine Clube de Lorena nasceu em 1964, criado como suporte para as aulas teóricas dos alunos da faculdade, com a finalidade de difundir a Arte e a Cultura Cinematográfica. Na década de 70, as sessões eram aos sábados, abertas à comunidade no cinema do município de Lorena, exibindo filmes em 35 mm. Nesta mesma época, o Cine Clube foi reconhecido como Serviço de Utilidade Publicado do Município. No ano de 1980, exatamente no mês de julho, foi concedida à entidade personalidade jurídica, registrada no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Lorena. Para alcançar seu objetivo, após as sessões são feitos debates para discutir a temática do filme. Em 1982 foi registrado na Embrafilme, sob o número 157. Em 1988, começou a funcionar como unidade colaboradora do Centro Cultural Teresa D Ávila, conforme o estatuto da entidade. Nos anos 90, o Cine Clube, inaugurou o Cine- Vídeo, realizando no telão do Auditório da FATEA, semanalmente, projeção e debates de filmes. Suas sessões são precedidas da divulgação por folhetos e cartazes, dos filmes, que serão exibidos. As sessões são gratuitas, abertas aos alunos e à comunidade local e regional, pois o Cine-Vídeo não tem fins lucrativos. Dois projetos anuais vêm se destacando dentre os realizados: o Cinema-Criança voltado para o público infantil da Rede de Ensino (Estadual, Municipal e Particular), durante a Semana da Criança e o projeto Semiótica e Religião com os Alunos da Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da PUC de São Paulo.Este ano de 2005 iniciamos o PROJETO ESPECIAL em parceria com o

2 Grupo de Estudos: categorias da narrativa do programa de estudos de pósgraduação em Literatura e Crítica Literária da PUC SÃO PAULO Descrição Sumária do Projeto: Cine Clube de Lorena nasceu em 1964, criado como suporte para as aulas teóricas dos alunos da faculdade, com a finalidade de difundir a Arte e a Cultura Cinematográfica. Na década de 70, as sessões eram aos sábados, abertas à comunidade no cinema de ma de Lorena, exibindo filmes em 35 mm. Nesta mesma época, o Cine Clube foi reconhecido como Serviço de Utilidade Publicado do Município. No ano de 1980, exatamente no mês de julho, foi concedida à entidade personalidade jurídica, registrada no Care Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Lorena. O Cine Clube tem como objetivo evitar o distanciamento da Produção Cultural Contemporânea no campo das imagens, por isso, após as sessões, são feitos debates para discutir a temática do filme. Em 1982 foi registrado na Embrafilme, sob o número 157. Em 1988, começou a funcionar como unidade colaboradora do Centro Cultural Teresa D Ávila, conforme o estatuto da entidade. Nos anos 90, o Cine Clube, inaugurou o Cine-Vídeo, realizando no telão do Auditório da FATEA, semanalmente, suas sessões, precedidas da divulgação dos filmes, que serão exibidos, por folhetos e cartazes. As sessões continuam gratuitas, abertas aos alunos e à comunidade local e regional, pois o Cine-Vídeo não tem fins lucrativos. Dois projetos anuais vêm se destacando dentre os realizados: o Cinema-Criança voltado para o público infantil da Rede de Ensino (Estadual, Municipal e Particular), durante a Semana da Criança e o projeto Semiótica e Religião com os Alunos da Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da PUC de São Paulo.

3 Coordenador do projeto: Olga Aparecida Arantes Pereira do coordenador (especificar apenas um): Aluno(s): Normal Superior e Cinema Grandes Áreas de Conhecimentos Abrangidas pelo Projeto: ( ) Ciências Exatas e da Terra ( ) Ciências Biológicas e Fisiológicas ( ) Engenharias ( ) Ciências da Saúde ( ) Ciências Agrárias e Veterinárias ( ) Ciências Sociais Aplicadas ( x ) Ciências Humanas ( X ) Lingüística, Letras e Artes Público Alcançado: escolas públicas / comunidade / docentes e discentes Número de Envolvidos no Projeto por parte da IES: 02 Número de Beneficiados: 600 Categoria do Projeto: ( ) Temporário (x ) Permanente Órgão Financiador: FATEA

4 Programação 2005: Grandes Mulheres no Cinema" 04/03/05 - Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento Diretor: Steven Soderbergh 11/03/05 - Frida Diretor: Julie Taymor 18/03/05 - Joana D Arc Diretor: Luc Besson 25/03/05 - Semana Santa Não houve sessão "Cinema e o Imaginário Popular" 01/04/05 - Uma Vida em Segredo Diretor: Suzana Amaral 08/04/05 - A marvada Carne Diretor: André Kiotzel 15/04/05 - O Auto da Compadecida Diretor: Guel Arraes 22/04/05 - Não houve sessão 29/04/05 - Lisbela e o Prisioneiro Diretor: Guel Arraes "O Negro no Cinema" 06/05/05 - Uma História Americana Diretor: Richard Pearce 13/05/05 - Amistad Diretor: Steven Spielberg 20/05/05 - A Cor Púrpura Diretor: Steven Spielberg 27/05/05 - Não houve sessão

5 "O Amor está na Tela" 03/06/05 - Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças Diretor: Michael Gondry 10/06/05 - Festa Junina IST Não houve sessão 17/06/05 - Antes do Pôr-do-Sol Diretor: Richard Linklater 24/06/05 - Encontros e Desencontros Diretor: Sofia Coppola "Feliz o Cinema Que Encontra seus Heróis" 05/08/05 - Lamarca Diretor: Sérgio Rezende 12/08/05 - O Que é Isso, Companheiro? Diretor: Bruno Barreto 19/08/05 - Olga Diretor: Jayme Monjardim 26/08/05 - Diários de Motocicleta Diretor: Walter Salles SETEMBRO PROJETO ESPECIAL parceria com o Grupo de Estudos: categorias da narrativa do programa de estudos de pós-graduação em Literatura e Crítica Literária da PUC SÃO PAULO A NARRATIVA NO CINEMA 02/09/05 - Eterno Amor Diretor: Jean-Pierre Jeunet 09/09/05 Guerra nas estrelas Diretor: George Lucas

6 16/09/05 - O Fabuloso Destino De Amelie Poulain Diretor: Jean-Pierre Jeunet 23/09/05 - Narradores De Javé Diretor: Eliane Caffé 30/09/05 - Peixe Grande Diretor: Tim Burton

7 Jornalismo 2007 Curso: Jornalismo Objetivos do Projeto: Desmitificar o papel de supremacia o criativo publicitário diretor de arte sobre o redator no processo e o domínio obrigatório de habilidades de desenho ou habilidade em ferramentas de computação gráfica ou design para o desempenho em duplas de criação. Descrição Sumária do Projeto: Ao trazermos Fernando Spinelli, um exponte criativo na área de redação da região pudemos observar e constatar que essa cultura existe nos estudantes de publicidade e com sucesso quebramos este paradigma profissional, abrindo a visão de nossos alunos com vistas as suas áreas de atuação futura Coordenador do projeto: Prof Me. Marcus Augusto S. Silva do coordenador: Co-orientador: Prof. Gustavo Gobbato De todas as séries (1ª a 4ª anos de Publicidade e Propaganda) e tb. Do Curso de Jornalismo com interesse em redação Número de Beneficiados: 150 Período de Realização: agosto/2007 Órgão Financiador: Fatea

8 Título do projeto: MUXUANGO Feira de Artesanato Curso: Jornalismo Objetivos da Atividade / Projeto: Desenvolver o espírito empreendedor, do corpo discente, em busca das realizações acadêmicas através do conhecimento da cultura local expressa sob diferentes técnicas e formas. Divulgar e Difundir as atividades propostas pelos artesãos regionais e permitir que as comunidades acadêmica e local reconheçam os valores culturais e artísticos apresentados no evento. Descrição Sumária do Projeto: Feira expositiva e demonstrativa dos trabalhos desenvolvidos pelos artesãos regionais. A folk comunicação é o tema central que organiza o projeto Muxuango. Participaram do evento 10 artesãos de vários municípios da região do Vale do Paraíba e do Estado de Minas Gerais. A atuação da Com. Social e suas habilitações se dá no âmbito do planejamento do evento, sua divulgação e cobertura jornalística e documental. Coordenador do projeto: Profº Fabio Corniani do coordenador: Aluno(s): 2º ano de Desenho Industrial, 3º Publicidade e Propaganda e 2º Comunicação Social Jornalismo. Número de Beneficiados: Estimada em 2300 pessoas Período de Realização: 12/09 á 13/07 Órgão Financiador: FATEA e alunos

9 Título do projeto: Colégio de Aplicação Fatea / Instituto Santa Teresa Curso: Jornalismo Objetivos da Atividade / Projeto: Alunos voluntários no estágio de Publicidade são convidados a esta atividade de iniciação a docência via extensão universitária e através do projeto do colégio de aplicação Fatea anualmente. Normalmente trata-se de um projeto anual que promove uma campanha no foco da Responsabilidade Social. O tema inspira os alunos a promover esta inserção social. O envolvimento além de integrar as duas áreas, a comunicação social e o ato de ensinar á turmas dos ensinos médio e fundamental. Este projeto tende a ser a porta para esta prática aos alunos que apresentem este perfil, visando inserção futura deles no mercado real. Descrição Sumária do Projeto: O projeto busca mobilizar a opinião pública através de inserções nos meios impressos e eletrônicos disponíveis em prol de uma causa. A extensão universitária através do foco em um problema que pode ser solucionado pela comunicação. Pos aprendizado de conteúdos e fundamentos em sala pelos alunos dos ensinos médios e fundamental eles geram uma campanha aplicável. O resultado é comunicado como projeto de iniciação cientifica na mostra do colégio e da Fatea. Coordenador do projeto: Prof. Marcus Augusto do coordenador: Co-orientador: Prof. Marcus Augusto Aluno(s): 3º Publicidade e Propaganda e alunos do Intituto Santa Teresa Número de Beneficiados: Estimada em de 300 a pessoas Período de Realização: março a novembro Instituições Parceiras: Instituto Santa Teresa

10 Órgão Financiador: FATEA e alunos Produtos Acadêmicos gerados: Campanha de comunicação integra para apresentação em congressos e mostra de trabalhos acadêmicos e de iniciação.

11 Título do projeto: Campanha Pastoral Universitária Natal sem fome Curso: Jornalismo Objetivos da Atividade / Projeto: Alunos de 1º Publicidade e Propaganda e 3º Jornalismo tem como atividade a iniciação a extensão universitária através da Campanha Natal sem Fome. Um projeto anual que promove esta campanha no foco da Responsabilidade Social. O tema inspira os alunos a promover o evento. O envolvimento além de integrar as duas áreas de comunicação social é tb sua porta de entrada na prática visando o mercado real. Em conjunto as turmas vão a campo na captação de doações que geram recursos para a obra social Cemari mantida pelo IST / Fatea. Descrição Sumária do Projeto: Em atividade na disciplina Fundamentos e Técnicas de PP os alunos de 1º Publicidade e Propaganda elaboram uma campanha publicitária para veiculação interna e externa. Já o 2º Jornalismo tem como atividade a iniciação aos trabalhos de assessoria de imprensa para o jornalismo empresarial. O projeto busca mobilizar a opinião pública através de inserções nos meios impressos e eletrônicos disponíveis. A extensão universitária através da Campanha Natal sem Fome é um projeto anual que promove esta campanha no foco da Responsabilidade Social. O tema inspira os alunos que criam essa identidade pessoal e promove cidadania através deste evento. O envolvimento do jornalismo visa integrar as duas áreas de comunicação social porque em conjunto as turmas vão a campo na captação de doações. Coordenador do projeto: Profs.Marcus Augusto do coordenador: Co-orientador: Prof. Marcus Augusto Aluno(s): 1º Publicidade e Propaganda e 3º Comunicação Social Jornalismo. Número de Beneficiados: Estimada em 2000 pessoas Período de Realização: Agosto a novembro Instituições Parceiras: Pastoral Universitária e Supermercados Locais

12 Órgão Financiador: FATEA e alunos Produtos Acadêmicos gerados: Campanha de comunicação integra para apresentação em congressos e mostra de trabalhos acadêmicos.

13 Título do projeto: Feira de Artesanato Curso: Jornalismo Objetivos da Atividade / Projeto: Desenvolver o espírito empreendedor local, de toda a comunidade e também do corpo discente, em busca das realizações acadêmicas através do conhecimento da cultura local expressa sob diferentes técnicas e formas. Divulgar e Difundir as atividades propostas pelos artistas e artesãos regionais e permitir que as comunidade acadêmica e local, reconheçam os valores culturais e artísticos apresentados no evento. Descrição Sumária do Projeto: Feira expositiva e demonstrativa dos trabalhos desenvolvidos pelos artesãos regionais. A arte regional é o tema central que organiza este projeto. Participaram do evento muitos artesãos de vários municípios da região do Vale do Paraíba e do Estado de Minas Gerais. A atuação da Com. Social e suas habilitações se dão no âmbito do planejamento do evento, sua divulgação e cobertura jornalística e documental. Coordenador do projeto: Prof. Polyana Zappa / Fabio Corniani / do coordenador: Co-orientador: Prof. Marcus Augusto Aluno(s): 2º ano de Desenho Industrial, 3º Publicidade e Propaganda e 2º Comunicação Social Jornalismo. Número de Beneficiados: Estimada em 2000 pessoas Período de Realização: 12/05 á 13/05 de 2006 Instituições Parceiras: Secretaria de Educação e Cultura de Lorena / Casa da Cultura Órgão Financiador: FATEA e alunos Produtos Acadêmicos gerados: Apresentação em congressos e tese de doutoramento.

14 Jornalismo 2010 Título do Projeto: Jornal-laboratório e comunidade: informação e a aprendizado Tipo de Projeto: projeto novo ( ) projeto em continuidade ( X ) outros ( ) Curso / Núcleo: Comunicação Social - Jornalismo Palavras-chaves: jornal-laboratório, comunidade, Vale do Paraíba Objetivos do Projeto: O objetivo desse projeto é garantir que 200 dos 700 exemplares do jornal impresso, produzidos mensalmente, cheguem às mãos dos leitores da cidade de Lorena e demais cidades da região,uma vez que os outros 500 impressos são entregues ao público interno das Faculdades Integradas Teresa D Ávila- Fatea e Instituto Santa Teresa- IST. Tem como fundamento, garantir à sociedade do Vale do Paraíba, principalmente, a cidade de Lorena, o direito à uma informação de qualidade, isenta de lucros e de propagandas, informando e incentivando o conhecimento dos assuntos que permeiam o cotidiano, a cultura e a economia da região. Os alunos envolvidos, tem a função de distribuir mensalmente, portanto, o jornal impresso na banca de revistas e jornais, Zappa, localizada na Praça Arnolfo de Azevedo, em Lorena - SP. Distribuir no Gol Mania, localizado na Av. Peixoto de Castro, Espaço Irene Augusto de Saúde - Clínica da Fatea, com a proposta de aumento na tiragem dos impressos para uma maior circulação do material. Descrição Sumária do Projeto: Os jornais impressos constituem-se como espaços significativos de atuação para profissionais de jornalismo, principalmente no que diz respeito às redações de veículos on-line, em constante ascensão. Os produtos gerados nessas redações possuem características e linguagem específicas, que devem ser conhecidas pelos futuros jornalistas. O jornalismo tem uma função educativa, visando esclarecer a opinião pública para que sinta e aja com discernimento buscando o progresso, a paz e a ordem da comunidade. Em outras palavras, a finalidade do jornalismo é a busca do bem comum. (BELTRÃO, 1992, p. 66) O Brasil enfrenta desafios para a modernização de sua infra-estrutura e da sociedade como um todo. A rota política para tornar a sociedade consciente de seus direitos e obrigações passa pela construção da cidadania, quando se observa a tendência de delegação de responsabilidades para as comunidades locais e regionais. Essas responsabilidades incluem desde o planejamento regional até a

15 aplicação de recursos públicos que possam atender às necessidades urbanas e rurais das microrregiões administrativas. Antecedendo essa nova textura social, os meios de comunicação se organizam regionalmente e podem se tornar a um só tempo tanto a alavanca que impulsionará o surgimento dessas comunidades como uma forma de mantê-las unidas em seus propósitos e ainda o porta-voz de suas histórias e reivindicações. É basicamente nesse contexto que nasce a ideia de um jornal-laboratório dentro do curso de Jornalismo das Faculdades Integradas Teresa D Ávila - FATEA, com o objetivo de despertar a busca pelo senso crítico e a exercer de fato o seu papel de transformador da realidade em que vive. A realidade sócioeconômica de Lorena, cidade onde se localiza a instituição e as cidades vizinhas e região confirma a importância e a necessidade de um veículo de caráter acadêmico isento de lucros, uma vez que sua distribuição é gratuita e sem vínculo com empresas ou órgãos públicos. Parece não haver dúvidas da imprescindibilidade do jornal-laboratório para o aprendizado do jornalismo, principalmente em países como o Brasil, onde a legislação trabalhista veta o estágio em empresas jornalísticas (LOPES, 1989, p.34) O jornal [In]Formação, portanto, assume de fato um lugar na sociedade, concretizando os trabalhos acadêmicos de maneira a lançar-se na grande rede de pessoas, a internet, com sua versão on-line e plenamente na sociedade do Vale do Paraíba, com sua versão impressa. Coordenador do projeto: Bianca Gonçalves de Freitas do coordenador: Co-orientador: Jefferson José Ribeiro de Moura Aluno(s): Samantha Natielli Oliveira da Silva Talita Maria dos Santos Galvão da Silva Vanessa de Freitas Maria Grandes Áreas de Conhecimentos Abrangidas pelo projeto: ( ) Ciências Agrárias e Veterinárias ( ) Ciências Biológicas e Fisiológicas ( ) Ciências Exatas e da Terra ( X ) Ciências Humanas ( ) Ciências Sociais Aplicadas ( ) Ciências da Saúde ( ) Engenharias ( ) Lingüística, Letras e Artes

16 Áreas Temáticas: ( X ) Comunicação ( ) Cultura ( ) Direitos Humanos e Justiça ( ) Educação ( ) Meio Ambiente ( ) Saúde ( ) Tecnologia e Produção ( ) Trabalho Beneficiário / Clientela: Tomando-se por base que a média de leitores por exemplar é de 2 pessoas, contando-se ó número que é distribuído para a comunidade, obtém-se um número de 400 leitores, aproximadamente. Equipe envolvida na execução: ( ) Número de docentes ( ) Número de graduandos bolsistas ( 3 ) Número de graduandos não bolsistas ( ) Técnicos ( ) Externos Categoria do Projeto: ( ) Temporário ( X ) Permanente Período de Realização: 9 meses/ano Instituições Parceiras: Gol Mania e Banca Zappa Produtos Acadêmicos Gerados: jornal impresso mensal

17 Título do Projeto: Retratos do Vale Tipo de Projeto: projeto novo ( X ) projeto em continuidade ( ) outros ( ) Curso / Núcleo: Jornalismo Palavras-chaves: cultura Objetivos do Projeto: - Despertar o jovem aluno universitário para a valorização de sua identidade, sua cultura, seus hábitos e sua linguagem característica; - Registrar e divulgar a comunidade valeparaibana as riquezas do Vale Histórico; - Integrar os pesquisadores e pesquisas que já existam ou estejam em andamento; - Promover a interdisciplinaridade entre as áreas temáticas: Comunicação, Cultura, Educação, Geografia, História, Linguagem e Meio Ambiente. Descrição Sumária do Projeto: - Fazer um levantamento e registrar a diversidade cultural, sócio-ambiental, educacional e econômica de alguns municípios situados no denominado Vale histórico. Para essa pesquisa foram selecionados os municípios de Areias, Bananal, Queluz, São José do Barreiro e Silveiras. Coordenador do projeto: Neide Arruda do coordenador: Grandes Áreas de Conhecimentos Abrangidas pelo projeto: ( ) Ciências Agrárias e Veterinárias ( ) Ciências Biológicas e Fisiológicas ( ) Ciências Exatas e da Terra ( ) Ciências Humanas ( ) Ciências Sociais Aplicadas ( ) Ciências da Saúde ( ) Engenharias ( ) Lingüística, Letras e Artes Áreas Temáticas: ( ) Comunicação ( ) Cultura ( ) Direitos Humanos e Justiça ( ) Educação

18 ( ) Meio Ambiente ( ) Saúde ( ) Tecnologia e Produção ( ) Trabalho Beneficiário / Clientela: A média de partos ao mês na Santa Casa de Guaratinguetá é de 130 em média e todas as puérperas retornam após a alta hospitalar para realizarem o Teste do Pezinho de seus bebês. Equipe envolvida na execução: ( ) Número de docentes ( ) Número de graduandos bolsistas ( ) Número de graduandos não bolsistas ( ) Técnicos ( ) Externos Categoria do Projeto: ( ) Temporário ( ) Permanente Acadêmicos Gerados: Elaboração de uma revista contendo todas as pesquisas sobre as cidades do Vale Histórico e será feito um sarau com exposição de fotos e material relacionado a pesquisa.

19 Título do projeto: RETRATOS DO VALE JUSTIFICATIVA: O Vale Histórico detém rico patrimônio histórico e cultural. Suas cidades, entre elas: Arapeí, Areias, Bananal, Queluz, São José do Barreiro e Silveiras, possuem casarios e palacetes da época colonial de três séculos, aliados à bucólica paisagem rural e às antigas fazendas, aos símbolos da opulência do Brasil Colônia e ciclo do café. A gastronomia passa por influências indígena, africana e portuguesa, com pratos para os mais variados paladares. O folclore e o artesanato são diversificados e a tradição tropeira é mantida pelos costumes e pelas festas tradicionais. O Parque Nacional da Serra da Bocaina abriga uma das mais ricas áreas em fauna e flora, com paisagem típica da Mata Atlântica, rios e belíssimas cachoeiras. Devido à essa riqueza e às poucas pesquisas realizadas sobre o Vale Histórico, esse projeto faz-se necessário. OBJETIVO GERAL: Fazer um levantamento e registrar a diversidade cultural, sócio-ambiental, educacional e econômica de alguns municípios situados no denominado Vale histórico. Para essa pesquisa, foram selecionados os municípios de Areias, Bananal, Queluz, São José do Barreiro e Silveiras. OBJETIVOS ESPECÍFICOS METODOLOGIA Despertar o jovem aluno universitário para a valorização de sua identidade, sua cultura, seus hábitos e sua linguagem característica; Registrar e divulgar à comunidade valeparaibana as riquezas do Vale Histórico; Integrar os pesquisadores e pesquisas que já existam ou estejam em andamento; Promover a interdisciplinaridade entre as áreas temáticas: Comunicação, Cultura, Educação, Geografia, História, Linguagem e Meio Ambiente. A primeira etapa da pesquisa será marcada pelo levantamento bibliográfico. As fontes bibliográficas podem ser classificadas de diversas maneiras. Devemos desde o início reconhecer as diferenças entre fontes primárias, que são aquelas baseadas nos dados primários ou de verdade ou de campo ou laboratório, e as fontes secundárias, que se baseiam, por sua vez, nas fontes primárias. Devemos, sempre que possível, ter um bom conhecimento das fontes primárias, ou seja, aquelas que não passaram ainda por uma seqüência de interpretações, com o aumento do risco de introdução de distorções ou equívocos no conhecimento já existente. Artigos originais são fontes primárias. Artigos de revisão ou bases de dados são fontes secundárias.

20 A segunda etapa será realizada por meio de uma pesquisa exploratória, isto é, analisar-se-ão os dados encontrados de acordo com uma determinada teoria. Diversas personalidades serão entrevistadas, assim como pessoas que possam contribuir para a caracterização do local estudado. A terceira etapa será a elaboração de uma revista contendo todas as pesquisas sobre as cidades do Vale Histórico e será feito um sarau com exposição de fotos e material relacionado à pesquisa. A pesquisa será dividida por áreas e para cada uma delas haverá um aluno orientado por um pesquisador responsável, como segue:

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano Base: 2012 Título do Projeto: CliqueCom site multimídia Tipo de

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano Base: 2013 Título do Projeto: Programa de Atividades Optativas Tipo

Leia mais

Publicidade e Propaganda 2005

Publicidade e Propaganda 2005 Publicidade e Propaganda 2005 Título do Projeto: Gestão para Organizações do Terceiro Setor Princípios Curso: Núcleo de Extensão (NEXT) Objetivos do Projeto: Ampliar a visão e o conhecimento sobre o terceiro

Leia mais

Pastoral Universitária

Pastoral Universitária Pastoral Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2014 Título do Projeto: Curso Juventudes

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2015 Título do Projeto: JORNAL [in]formação Tipo de Projeto: Projeto

Leia mais

Beneficiário / Clientela:. Equipe envolvida na execução: ( 6 ) Número de docentes. ( ) Número de graduandos bolsistas

Beneficiário / Clientela:. Equipe envolvida na execução: ( 6 ) Número de docentes. ( ) Número de graduandos bolsistas FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2015 Título do Projeto: Caminhada Pedagógica Tipo de Projeto: projeto

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano Base: 2012 Título do Projeto: 1º JELO Jogos Estudantis de Lorena

Leia mais

MANUAL DO CEPED CENTRO DE ESTUDOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS- CURSO DE PEDAGOGIA

MANUAL DO CEPED CENTRO DE ESTUDOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS- CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO CEPED CENTRO DE ESTUDOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS- CURSO DE PEDAGOGIA Professora Eliane Maria Freitas Monken (org) Belo Horizonte 2013 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 03 2 OBJETIVOS... 04 2.1 Objetivo

Leia mais

iii encontro nacional

iii encontro nacional educação - leitura - educomunicação - cultura - meio ambiente - saúde APRESENTAÇÃO O Encontro Nacional está em sua 3ª edição e tem como foco a troca de experiências e culturas entre os municípios atendicos

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2015 Título do Projeto: Convivência Social Tipo de Projeto: projeto

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2014 ( ) ENSINO ( ) PESQUISA ( X ) EXTENSÃO 1. Título: O folclore e os contos de fadas no universo da Arte Área temática: Inclusão Social 2. Responsável pelo Projeto: ( )

Leia mais

Diretrizes para programas de leitura organizados por bibliotecas - algumas sugestões práticas

Diretrizes para programas de leitura organizados por bibliotecas - algumas sugestões práticas Diretrizes para programas de leitura organizados por bibliotecas - algumas sugestões práticas Introdução A Seção de Leitura da IFLA tem o prazer de apresentar algumas sugestões práticas para as bibliotecas

Leia mais

Prêmio Sinepe. 10 Prêmio Responsabilidade Social Categoria: Desenvolvimento Cultural. Literarte 2015 Artes Visuais no Distrito Criativo.

Prêmio Sinepe. 10 Prêmio Responsabilidade Social Categoria: Desenvolvimento Cultural. Literarte 2015 Artes Visuais no Distrito Criativo. Prêmio Sinepe 10 Prêmio Responsabilidade Social Categoria: Desenvolvimento Cultural Literarte 2015 Artes Visuais no Distrito Criativo tempo Apresentação do Projeto Um pouco de História do Colégio Batista

Leia mais

Guia para o desenvolvimento de Projetos de Extensão

Guia para o desenvolvimento de Projetos de Extensão Guia para o desenvolvimento de Projetos de Extensão A Extensão Universitária, sob o princípio constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, é um processo interdisciplinar educativo,

Leia mais

AÇÃO INTEGRADA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A PARTIR DE UM PROJETO DE SAÚDE. Adriana Noviski Manso - PUCPR

AÇÃO INTEGRADA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A PARTIR DE UM PROJETO DE SAÚDE. Adriana Noviski Manso - PUCPR AÇÃO INTEGRADA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A PARTIR DE UM PROJETO DE SAÚDE Adriana Noviski Manso - PUCPR Beatriz Ferreira da Rocha - PUCPR Romilda Teodora Ens - PUCSP/PUCPR Resumo O presente relato

Leia mais

O IMPACTO DO ENSINO DE EMPREENDEDORISMO NA GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA : RESULTADOS E PERSPECTIVAS.

O IMPACTO DO ENSINO DE EMPREENDEDORISMO NA GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA : RESULTADOS E PERSPECTIVAS. O IMPACTO DO ENSINO DE EMPREENDEDORISMO NA GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA : RESULTADOS E PERSPECTIVAS. Fernando Toledo Ferraz - ferraz@cybernet.com.br Departamento de Engenharia de Produção Myriam Eugênia R.

Leia mais

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031 COORDENADOR PEDAGÓGICO E SUA IMPORTÂNCIA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Polyana Marques Lima Rodrigues 1 poly90lima@hotmail.com Willams dos Santos Rodrigues Lima 2 willams.rodrigues@hotmail.com RESUMO

Leia mais

QUANTO É? PALAVRAS-CHAVE: Aulas investigativas, lúdico, aprendizagem. INTRODUÇÃO

QUANTO É? PALAVRAS-CHAVE: Aulas investigativas, lúdico, aprendizagem. INTRODUÇÃO QUANTO É? Danielle Ferreira do Prado - GEEM-UESB RESUMO Este trabalho trata sobre um trabalho que recebeu o nome de Quanto é? que foi desenvolvido depois de vários questionamentos a cerca de como criar

Leia mais

Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1

Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1 Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1 Marília DALENOGARE 2 Aline MARTINS 3 Camila Pilla de Azevedo e SOUZA 4 Dieison MARCONI 5 Josafá Lucas ROHDE 6 Luciano MIRANDA 7 Universidade Federal de

Leia mais

EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA...

EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA... EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA... JUSTIFICATIVA Desde o nascimento a criança está imersa em um contexto social, que a identifica enquanto ser

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano Base: 2015 Título do Projeto: Festival de Quadrilhas Tipo de Projeto:

Leia mais

Instituto Nordeste Cidadania - INEC Projeto 1. Nome do Projeto: Leitura e cidadania

Instituto Nordeste Cidadania - INEC Projeto 1. Nome do Projeto: Leitura e cidadania Instituto Nordeste Cidadania - INEC Projeto 1. Nome do Projeto: Leitura e cidadania 2. Apresentação: Em 1999, com o apoio do Banco do Nordeste, é lançado o Projeto: Leitura e Cidadania, que tem como principal

Leia mais

Caderno Virtual de Turismo E-ISSN: 1677-6976 caderno@ivt-rj.net Universidade Federal do Rio de Janeiro Brasil

Caderno Virtual de Turismo E-ISSN: 1677-6976 caderno@ivt-rj.net Universidade Federal do Rio de Janeiro Brasil E-ISSN: 1677-6976 caderno@ivt-rj.net Universidade Federal do Rio de Janeiro Brasil Siems Forte, Ana Maria A C, vol. 3, núm. 3, 2003, pp. 7-13 Universidade Federal do Rio de Janeiro Río de Janeiro, Brasil

Leia mais

INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO.

INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO. INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO. Grupo PET Administração Universidade Federal de Lavras UFLA Resumo Os jovens formam o conjunto

Leia mais

Dia da família na escola. 13 de março de 2010

Dia da família na escola. 13 de março de 2010 1 Dia da família na escola 13 de março de 2010 Sugestões de atividades Desde 2009, o Amigos da Escola tem incentivado às escolas participantes do projeto a tornar os dias temáticos em dias da família e

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL DE EXTENSÃO PARA ATIVIDADES ARTÍSTICAS E CULTURAIS Nº 01/2014

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL DE EXTENSÃO PARA ATIVIDADES ARTÍSTICAS E CULTURAIS Nº 01/2014 FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL DE EXTENSÃO PARA ATIVIDADES ARTÍSTICAS E CULTURAIS Nº 01/2014 Regras Gerais do Edital de Extensão para Atividades Artísticas e Culturais Nº 01/2014:

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEXO III

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEXO III PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE ETENSÃO PBAE / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEO III FORMULÁRIO DA VERSÃO ELETRÔNICA DO PROJETO / DA ATIVIDADE DE ETENSÃO PBAE 2016 01. Título do Projeto (Re) Educação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS UFU RELATÓRIO FINAL DE AÇÕES EXTENSIONISTAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS UFU RELATÓRIO FINAL DE AÇÕES EXTENSIONISTAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE ETENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS UFU RELATÓRIO FINAL DE AÇÕES ETENSIONISTAS 1. IDENTIFICAÇÃO CAMPUS: FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL-

Leia mais

À Comissão Julgadora do Prêmio Destaque ABF-AFRAS de Responsabilidade Social

À Comissão Julgadora do Prêmio Destaque ABF-AFRAS de Responsabilidade Social São Paulo, 11 de abril de 2008 À Comissão Julgadora do Prêmio Destaque ABF-AFRAS de Responsabilidade Social É com grande satisfação que o CNA participa do Prêmio Destaque ABF-AFRAS de Responsabilidade

Leia mais

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Curso/Habilitação: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Disciplina: Empreendimentos em Informática

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano Base: 2012 Título do Projeto: Visita técnica - BASF Tipo de Projeto:

Leia mais

ONG VERDENOVO Rio das Velhas

ONG VERDENOVO Rio das Velhas Release de Imprensa ONG VERDENOVO Rio das Velhas Nova Lima, 2011 - A ONG VERDENOVO Rio das Velhas é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, fundada em 16 de agosto de 2001, que atua no

Leia mais

PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências Universidade Federal de Itajubá Título da dissertação: OS MANUAIS DOS PROFESSORES DOS LIVROS DIDÁTICOS

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PROJETOS, RESPONSABILIDADE SOCIAL E INCENTIVO FISCAL PARA O TERCEIRO SETOR

ELABORAÇÃO DE PROJETOS, RESPONSABILIDADE SOCIAL E INCENTIVO FISCAL PARA O TERCEIRO SETOR ELABORAÇÃO DE PROJETOS, RESPONSABILIDADE SOCIAL E INCENTIVO FISCAL PARA O TERCEIRO SETOR O que é projeto? Um empreendimento planejado que consiste num conjunto de atividades interrelacionadas e coordenadas,

Leia mais

ARTIGOS COMPLETOS (Resumo)... 752 RESUMOS SIMPLES... 754 RESUMOS DE PROJETOS... 758

ARTIGOS COMPLETOS (Resumo)... 752 RESUMOS SIMPLES... 754 RESUMOS DE PROJETOS... 758 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 18 a 22 de outubro, 2010 751 ARTIGOS COMPLETOS (Resumo)... 752 RESUMOS SIMPLES... 754 RESUMOS DE PROJETOS... 758 Encontro de Ensino, Pesquisa

Leia mais

Dezembro/2015. Início das Atividades de Acompanhamento de Projetos III Encontro de Extensão, Arte e Cultura II Semana Universitária

Dezembro/2015. Início das Atividades de Acompanhamento de Projetos III Encontro de Extensão, Arte e Cultura II Semana Universitária Destaques desta edição: Início das Atividades de Acompanhamento de Projetos III Encontro de Extensão, Arte e Cultura II Semana Universitária Acompanhamento de Projetos: Projeto English Club: Inglês para

Leia mais

Mostra de Projetos 2011

Mostra de Projetos 2011 Mostra de Projetos 2011 Fala cidadão: promovendo o direcionamento social, educacional e profissional do aluno da E.J.A, visando à transformação de sua realidade, na construção da cidadania Mostra Local

Leia mais

Ministério da Cultura e a Ong. Sol do Vale. Apresentam:

Ministério da Cultura e a Ong. Sol do Vale. Apresentam: Ministério da Cultura e a Ong. Sol do Vale Apresentam: Divino Encontro História Cultura Tradição Divino Encontro História, Cultura e Tradição A Sol do Vale O Divino Encontro Órgãos e entidades parceiras

Leia mais

Caracterização da Escola

Caracterização da Escola 28 O CORDEL DOS TIRADENTES Flávia Helena Pontes Carneiro* helena.flavia@gmail.com *Graduada em Pedagogia, Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, Professora

Leia mais

EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013.

EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013. EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013. Seleção de Projetos ou Programas para concessão de bolsas do Programa de Bolsa de Extensão da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (PROBEXT-UFCSPA)

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2015 Título do Projeto: Observatório Juventudes Tipo de Projeto:

Leia mais

Educação Artística 2005

Educação Artística 2005 Educação Artística 2005 Título do Projeto: Cine Clube Cursos: Jornalismo e Educação Artística Objetivo do Projeto: O Cine Clube tem como objetivo evitar o distanciamento da Produção Cultural Contemporânea

Leia mais

1. Responsabilidade. 2. Quem pode participar

1. Responsabilidade. 2. Quem pode participar Desafio O Desafio Mudanças Climáticas 2009, doravante denominado simplesmente Desafio, tem caráter exclusivamente educativo. De acordo com o disposto no artigo 3º, inciso II, da Lei nº. 5.768/71 e no art.

Leia mais

Bingo Químico em Braille.

Bingo Químico em Braille. Bingo Químico em Braille. Carine Fernanda Drescher * (IC), Julieta Saldanha Oliveira (PQ) e Liana da Silva Fernandes (PQ). E-mail: carinedrescher@gmail.com Rua Riachuelo, CEP- 97050011, 115, apto 305.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRENCHIMENTO DO FORMULÁRIO Com o objetivo de facilitar o preenchimento

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2015 Título do Projeto: Arrecadação de Agua e Roupas para Mariana

Leia mais

UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA NÚCLEO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NAI É preciso avaliar para aprimorar CONSIDERAÇÕES INICIAIS A UNISANTA desenvolveu,

Leia mais

Projeto Grêmio em Forma. relato de experiência

Projeto Grêmio em Forma. relato de experiência Projeto Grêmio em Forma relato de experiência Instituto Sou da Paz Organização fundada em 1999, a partir da campanha dos estudantes pelo desarmamento. Missão: Contribuir para a efetivação, no Brasil, de

Leia mais

A PROMOÇÃO A SAÚDE E PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS

A PROMOÇÃO A SAÚDE E PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS A PROMOÇÃO A SAÚDE E PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS Prof. Lorena Silveira Cardoso Mestranda em Saúde Coletiva Profª. Drª. Marluce Miguel de Siqueira Orientadora VITÓRIA 2013 INTRODUÇÃO O consumo de substâncias

Leia mais

*Doutora em Lingüística (UNICAMP), Professora da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

*Doutora em Lingüística (UNICAMP), Professora da Universidade Federal de Viçosa (UFV). PRÁTICAS DE LEITURA EM SALA DE AULA: O USO DE FILMES E DEMAIS PRODUÇÕES CINEMATOGRÁFICAS EM AULAS DE LÍNGUA - PORTUGUESA 52 - Adriana da Silva* adria.silva@ufv.br Alex Caldas Simões** axbr1@yahoo.com.br

Leia mais

ICTR 2004 CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM RESÍDUOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Costão do Santinho Florianópolis Santa Catarina

ICTR 2004 CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM RESÍDUOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Costão do Santinho Florianópolis Santa Catarina ICTR 2004 CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM RESÍDUOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Costão do Santinho Florianópolis Santa Catarina PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL - MIOSÓTIS Daniella Mac-Dowell

Leia mais

Tabela para classificação de ações de extensão

Tabela para classificação de ações de extensão Tabela para classificação de ações de extensão Linha de Extensão 1. Alfabetização, leitura e escrita Formas mais freqüentes de operacionalização Alfabetização e letramento de crianças, jovens e adultos;

Leia mais

ACESSIBILIDADE E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: EXPERIÊNCIA COM UM ALUNO CEGO DO CURSO DE GEOGRAFIA, A DISTÂNCIA

ACESSIBILIDADE E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: EXPERIÊNCIA COM UM ALUNO CEGO DO CURSO DE GEOGRAFIA, A DISTÂNCIA ACESSIBILIDADE E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: EXPERIÊNCIA COM UM ALUNO CEGO DO CURSO DE GEOGRAFIA, A DISTÂNCIA Maria Antônia Tavares de Oliveira Endo mariantonia@cead.ufop.br Curso de Geografia 1900 Paulo

Leia mais

CULTURA OBJETIVOS E METAS

CULTURA OBJETIVOS E METAS CULTURA OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a participação juvenil na elaboração das políticas públicas na área de cultura com a participação de mais entidades e partidos políticos, via projetos e via mobilização

Leia mais

CURSO: EDUCAR PARA TRANSFORMAR. Fundação Carmelitana Mário Palmério Faculdade de Ciências Humanas e Sociais

CURSO: EDUCAR PARA TRANSFORMAR. Fundação Carmelitana Mário Palmério Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Fundação Carmelitana Mário Palmério Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Educação de Qualidade ao seu alcance EDUCAR PARA TRANSFORMAR O CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO: LICENCIATURA

Leia mais

Proposta. Programa de Educação Ambiental na Praça Victor Civita

Proposta. Programa de Educação Ambiental na Praça Victor Civita Proposta Programa de Educação Ambiental na Praça Victor Civita 2015 Programa de Educação Ambiental para a Praça Victor Civita que tenha como principal objetivo promover a Cultura da Sustentabilidade, por

Leia mais

MANUAL DE INSCRIÇÕES. Ministério da Cultura, Fundação Abrinq, Novelis do Brasil, Reckitt Benckiser e Consigaz apresentam

MANUAL DE INSCRIÇÕES. Ministério da Cultura, Fundação Abrinq, Novelis do Brasil, Reckitt Benckiser e Consigaz apresentam Ministério da Cultura, Fundação Abrinq, Novelis do Brasil, Reckitt Benckiser e Consigaz apresentam Orquestra e Fundação Abrinq III MANUAL DE INSCRIÇÕES Patrocínio Realização A Fundação Abrinq Criada em

Leia mais

UEPB UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

UEPB UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS UEPB UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS EDITAL PARA BOLSAS DE EXTENSÃO CONCEDIDAS A PROJETOS SELEÇÃO 2009 A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

Escola que faz pela paz

Escola que faz pela paz Escola que faz pela paz Mostra Local de: Curitiba Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Instituto de Educação para Não Violência Cidade:

Leia mais

PALAVRAS CHAVE: projeto experimental; relações públicas, planejamento, terceiro setor, cultura. 1. INTRODUÇÃO

PALAVRAS CHAVE: projeto experimental; relações públicas, planejamento, terceiro setor, cultura. 1. INTRODUÇÃO Projeto Experimental em Relações Públicas: Associação Pró-Cultura - Casa das Artes Regina Simonis 1 Bruna Luisa Henn² Grazielle Betina Brandt³ Universidade de Santa Cruz do Sul RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO EDITAL 01/2010 O Pró-reitor de Pesquisa, Extensão,

Leia mais

PROJETO ESCOLA DE JOVENS RURAIS - EJR

PROJETO ESCOLA DE JOVENS RURAIS - EJR SEMENTE CRIOULA PROJETO ESCOLA DE JOVENS RURAIS - EJR P R E F E I T O M U N I C I P A L E R V I N O W A C H H O L Z V I C E - P R E F E I T O M U N I C I P A L D I E G O V E N Z K E M U L L E R S E C R

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO Considerando o objetivo de formação de docentes em que a atividade prática de prestação de serviços especializados é relevante à sociedade, torna-se necessário

Leia mais

Levantamento Qualitativo e Quantitativo

Levantamento Qualitativo e Quantitativo Estabelecer ações conjuntas no sentido de enfrentar os desafios e potencializar as muitas oportunidades existentes para o desenvolvimento do setor artesanal, gerando oportunidades de trabalho e renda,

Leia mais

MARKETING PROMOCIONAL COMO FERRAMENTA PARA A ELABORAÇÃO DE AÇÕES REALIZADAS NA DIVULGAÇÃO DO 41º FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO

MARKETING PROMOCIONAL COMO FERRAMENTA PARA A ELABORAÇÃO DE AÇÕES REALIZADAS NA DIVULGAÇÃO DO 41º FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO MARKETING PROMOCIONAL COMO FERRAMENTA PARA A ELABORAÇÃO DE AÇÕES REALIZADAS NA DIVULGAÇÃO DO 41º FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO Andressa Stefany Telles Carlos Alberto Maio Márcia Maria Dropa RESUMO: O presente

Leia mais

MANUAL DO ALUNO (A) ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES

MANUAL DO ALUNO (A) ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES A formação complementar é fruto da participação do aluno, durante o período de realização do seu curso superior, em atividades que não estão inseridas na grade curricular, mas que reconhecidamente contribuem

Leia mais

DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR

DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR MARINA COELHO PEREIRA (FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NITERÓI), KAREN CERDEIRA BECK (FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NITERÓI), TATIANA

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores O CURSO DE EXTENSÃO DA UNIRIO EDUCAÇÃO INFANTIL: ARTE, CORPO E NATUREZA : RELATO DE EXPERIÊNCIA.

Leia mais

Santander e USP ampliam parceria e oferecem 1.135 bolsas de estudo para alunos e professores

Santander e USP ampliam parceria e oferecem 1.135 bolsas de estudo para alunos e professores Nota de Imprensa e USP ampliam parceria e oferecem 1.135 bolsas de estudo para alunos e professores Programas abrangem desde curso de espanhol a intercâmbios no exterior Desde 2001, 6.500 alunos, professores

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID ESPANHOL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID ESPANHOL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID ESPANHOL A língua espanhola na Educação Básica A implantação da língua espanhola por meio da lei federal 11.161, que diz respeito à sua oferta

Leia mais

Acerola Assessoria de Comunicação: Uma Vivência em Assessoria na Universidade 1

Acerola Assessoria de Comunicação: Uma Vivência em Assessoria na Universidade 1 Acerola Assessoria de Comunicação: Uma Vivência em Assessoria na Universidade 1 Ana Vitória Silva Matos 2 Joana D arc Pereira 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE RESUMO O artigo apresenta o trabalho

Leia mais

REGULAMENTO DO NUPE NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO

REGULAMENTO DO NUPE NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO REGULAMENTO DO NUPE NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO A Direção Geral da Faculdade ESUP, torna público o presente Regulamento do NUPE Núcleo de Pesquisa e Extensão que tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL 1 NO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL 1 NO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS 1 TERMO DE REFERÊNCIA PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL 1 NO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS O presente Termo de Referência visa a orientar a elaboração de programas de educação

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 Mantena-MG INTRODUÇÃO A Faculdade de Mantena FAMA - é um estabelecimento particular de ensino superior, que visa a atender

Leia mais

Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado

Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado Andréa Pereira de Souza Gestora da Formação Permanente na Secretaria Municipal de Educação do município de Mogi das Cruzes. Cintia

Leia mais

A prática da Educação Patrimonial:

A prática da Educação Patrimonial: A prática da Educação Patrimonial: uma experiência no município de Restinga Sêca / RS HELIANA DE MORAES ALVES E LAURO CÉSAR FIGUEIREDO Introdução O presente trabalho é um breve relato sobre uma prática

Leia mais

O PAPEL DO PROGRAMA NACIONAL DE INCUBADORAS DE COOPERATIVAS POPULARES PRONINC NA CONSOLIDAÇÃO DA INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS IESol/UEPG

O PAPEL DO PROGRAMA NACIONAL DE INCUBADORAS DE COOPERATIVAS POPULARES PRONINC NA CONSOLIDAÇÃO DA INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS IESol/UEPG 7. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: TRABALHO O PAPEL DO PROGRAMA NACIONAL DE INCUBADORAS DE COOPERATIVAS POPULARES PRONINC NA CONSOLIDAÇÃO DA INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS

Leia mais

PROJETO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL 2016 VIII FEIRA DE PROFISSÕES JK

PROJETO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL 2016 VIII FEIRA DE PROFISSÕES JK PROJETO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL 2016 TEMA: O PROFISSIONAL EMPREENDEDOR EM UM ENTENDIMENTO GLOBAL Local: Unidade do Guará Data: 20/08/2016 (sábado) Horário: início 08h término: 11h30 Data: 20/08/2016 (sábado)

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Resgate da Cidadania: uma questão de direito

Mostra de Projetos 2011. Resgate da Cidadania: uma questão de direito Mostra de Projetos 2011 Resgate da Cidadania: uma questão de direito Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (Campo

Leia mais

1 POR QUE EMPRESA JÚNIOR?

1 POR QUE EMPRESA JÚNIOR? Título: SOLUÇÃO ESTATÍSTICA JÚNIOR- PRIMEIRA DO GÊNERO NO RJ Autores:Regina Serrão Lanzillotti - lanzillotti@uol.com.br Aline Moraes da Silva alineuerj@zipmail.com.br Anna Paula Leite de Mattos anna.mattos@zipmail.com.br

Leia mais

O BOTICÁRIO - FRANQUIA DE SÃO GONÇALO - RJ

O BOTICÁRIO - FRANQUIA DE SÃO GONÇALO - RJ O BOTICÁRIO - FRANQUIA DE SÃO GONÇALO - RJ RESPEITO AO MEIO AMBIENTE: Programa de Incentivo ao Plantio de Mudas e Manutenção de Vias Públicas e Escolas Municipais Para a franquia O Boticário de São Gonçalo

Leia mais

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE. DE OLHO NO ÓLEO (Resíduos líquidos) Dulce Florinda de Souza Lins.

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE. DE OLHO NO ÓLEO (Resíduos líquidos) Dulce Florinda de Souza Lins. SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE. DE OLHO NO ÓLEO (Resíduos líquidos) Dulce Florinda de Souza Lins. RIO VERDE GO 2010 Identificação: EMEF José do Prado Guimarães. Série:

Leia mais

ENTENDENDO A RELAÇÃO PEDAGÓGICA ENTRE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E LITERATURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

ENTENDENDO A RELAÇÃO PEDAGÓGICA ENTRE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E LITERATURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL ENTENDENDO A RELAÇÃO PEDAGÓGICA ENTRE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E LITERATURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Ana Paula Moreira Sousa 1 RESUMO: Este trabalho tem o intuito de divulgar, no campo científico, uma pesquisa

Leia mais

REGULAMENTO. 10º Prêmio de Responsabilidade Social

REGULAMENTO. 10º Prêmio de Responsabilidade Social REGULAMENTO 10º Prêmio de Responsabilidade Social I DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO II DAS CATEGORIAS III DAS INSCRIÇÕES IV DOS PROJETOS V DO JULGAMENTO VI DAS DATAS VII DA COORDENAÇÃO I DA INSTITUIÇÃO DA

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. e Alexsandro da Silva. 1 Andréa Carla Agnes e Silva é dinamizadora do Programa "Escola Aberta", sob orientação de Telma Ferraz Leal

1. INTRODUÇÃO. e Alexsandro da Silva. 1 Andréa Carla Agnes e Silva é dinamizadora do Programa Escola Aberta, sob orientação de Telma Ferraz Leal TÍTULO: OFICINA DE LEITURA: UMA PROPOSTA DINÂMICA PARA FORMAÇÃO DE LEITORES AUTORA: Andréa Carla Agnes e Silva 1 INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de Pernambuco Escola Aberta ÁREA TEMÁTICA: Educação 1.

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PARATY INSTITUTO C&A DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL ASSOCIAÇÃO CASA AZUL

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PARATY INSTITUTO C&A DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL ASSOCIAÇÃO CASA AZUL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PARATY INSTITUTO C&A DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL ASSOCIAÇÃO CASA AZUL EDITAL CONCURSO ESCOLA DE LEITORES PARATY - RJ 2009/2010 OBJETO: Seleção de projetos para o Concurso

Leia mais

Escola Estadual de Ensino Fundamental República EEEFR. Rio de Janeiro, Novembro de 2015 Número 13 - Ano 7 PAISAGISMO NA ESCOLA

Escola Estadual de Ensino Fundamental República EEEFR. Rio de Janeiro, Novembro de 2015 Número 13 - Ano 7 PAISAGISMO NA ESCOLA Rio de Janeiro, Novembro de 2015 Número 13 - Ano 7 Escola Estadual de Ensino Fundamental República EEEFR Página 1 Editorial Nesta edição Página 1 Paisagismo na escola Página 2 Feira Cultural Página 3 Exposoção

Leia mais

Edital 02/2015 Seleção de Projetos Comunitários 2016

Edital 02/2015 Seleção de Projetos Comunitários 2016 UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL LUTERANA DO BRASIL AELBRA. Reconhecida pela Portaria Ministerial n.º 681 de 07/12/89 D.O.U. de 11/12/89 Edital 02/2015 Seleção

Leia mais

FACCAMP FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COORDENADORIA DE EXTENSÃO E PESQUISA

FACCAMP FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COORDENADORIA DE EXTENSÃO E PESQUISA FACCAMP FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COORDENADORIA DE EXTENSÃO E PESQUISA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ARTE-EDUCAÇÃO 1. Nome do Curso e Área do Conhecimento Curso de Especialização Lato Sensu

Leia mais

SEMANA DO MEIO AMBIENTE. Antonio Rioyei Higa 1 Tutor PET FLORESTA/UFPR. Kelen Bührer Pedroso 1 Acadêmico PET FLORESTA/UFPR

SEMANA DO MEIO AMBIENTE. Antonio Rioyei Higa 1 Tutor PET FLORESTA/UFPR. Kelen Bührer Pedroso 1 Acadêmico PET FLORESTA/UFPR SEMANA DO MEIO AMBIENTE Antonio Rioyei Higa 1 Tutor PET FLORESTA/UFPR Kelen Bührer Pedroso 1 Acadêmico PET FLORESTA/UFPR Matheus Pinheiro Ferreira 1 Acadêmico PET FLORESTA/UFPR RESUMO Desde 2003, o PET

Leia mais

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação.

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação. Colégio Tutto Amore Colégio Sapience Carinho, Amor e Educação. Trabalhamos com meio-período e integral em todos os níveis de ensino. www.tuttoamore.com.br Nossa História No ano de 1993 deu-se o ponto de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA A AVALIAÇÃO NA FORMAÇÃO DE EDUCADORES ATRAVÉS DE SUA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA A AVALIAÇÃO NA FORMAÇÃO DE EDUCADORES ATRAVÉS DE SUA Avaliação Da Prática Docente A AVALIAÇÃO NA FORMAÇÃO DE EDUCADORES ATRAVÉS DE SUA PRÁTICA DOCENTE Autora: Maria Peregrina de Fátima Rotta Furlanetti Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Estadual

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Campo Grande 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Espanhol Obs.:

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA Tamara Nomura NOZAWA 1 Telma Lúcia Aglio GARCIA 2 Edmárcia Fidelis ROCHA

Leia mais

CAPÍTULO 12 USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE

CAPÍTULO 12 USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE INPE-8984-PUD/62 CAPÍTULO 12 USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE Vânia Maria Nunes dos Santos INPE São José dos Campos 2002 C A P Í T U L O 12

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA FAMETRO PROGRAMA DE MONITORIA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 007/2015 DA

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA FAMETRO PROGRAMA DE MONITORIA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 007/2015 DA FAMETRO PROGRAMA DE MONITORIA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 007/2015 DA A Direção Acadêmica torna pública a inscrição para docentes e estudantes da Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza FAMETRO,

Leia mais

LER E PERTENCER. Justificativa:

LER E PERTENCER. Justificativa: 1 LER E PERTENCER Justificativa: A Biblioteca Pública João XXIII possui mais de 70 anos de existência e funcionando desde 1981 no prédio da Casa da Cultura de Bom Jardim¹. O que durante um tempo foi uma

Leia mais