Fechando o semestre com chave de ouro!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fechando o semestre com chave de ouro!"

Transcrição

1 Julho/2013 Fechando o semestre com chave de ouro! MRS Reajuste de 8,56% Data-base março Reajuste de 8,16% Data-base maio Valec (empresa sucessora da extinta RFFSA) Proposta de reajuste: 6,49%, ainda sem acordo Sindicato quer recomposição da tabela salarial Data-base maio ata ACT 2013/ avanços e conquistas Nas negociações do ACT da, o Sindicato de São Paulo conquista o maior reajuste dos últimos anos, garante a manutenção do PPR/13 e a implantação do PCCS. O apoio da categoria foi ponto alto das negociações. Ao encerrarmos as negociações iniciadas com a em janeiro, quando apresentamos a pauta de reivindicações, olhamos para trás e temos um balanço muito positivo. Através da negociação encerramos as tratativas em torno do ACT 2013/14 com conquistas, garantindo a manutenção de nossas cláusulas preexistentes. Avançamos com a concretização de cláusulas que a categoria buscava desde acordo anteriores e garantido 8,56% de reajuste, o maior dos últimos tempos.(leia mais pág. 03) MRS ASSEMBLEIAS APROVAM NOVA ESCALA VALEC DATA-BASE MAIO: EM NEGOCIAÇÃO MRS SINDICATO Página 3 e 4 Página 4 Página 5 e 6

2 2 Julho/2013 EDITORIAL Companheiros, Estamos fechando o semestre com grandes realizações e ótimas perspectivas para o que está por vir. As negociações foram duras com a, onde, ao invés de buscar estreitar as relações, ela criou uma forma mais distantes de negociar, colocando à mesa, pessoas alheias à categoria e sem poder de decisão. Mas o Sindicato, habilmente, conseguiu quebrar essa imposição e, através de acordo, garantiu mais um PPR e a implantação, a partir de agosto, do PCCS, além de um reajuste de 8,56%. Grande vitória, baseada na habilidade de negociar e na participação da categoria. Com a MRS estamos aparando arresta, solucionando questão como escalas, segurança e melhorias dos locais de trabalho. A reposição salarial fi cou garantida no acordo de 2012 que tem vigência até o 2014 e ficou em 8,16% e acertamos o PPR/13. Com a Valec (ativos), data-base maio, cujo reajuste é o mesmo aplicado para os aposentados e pensionistas, o acordo ainda não foi fechado. Em conjunto com os demais sindicatos e a Federação Nacional dos Trabalhadores Ferroviários,estamos reivindicando perdas de acordos anteriores e recomposição da tabela. Sempre persistimos quando se trata de melhorar as condições de todos! Ressaltamos que todas as nossas conquistas, além do trabalho efi ciente da diretoria, tem por trás o apoio da categoria e sua confi ança, atendendo sempre às solicitações do Sindicato. Obrigado a todos, mesmo aqueles que discordaram, mas que, ao fi nal, viram o fruto da atuação do Sindicato: o de buscar sempre o melhor para a categoria. Mostraram que têm mesmo espírito democrático. Dizem que a unanimidade é burra. Completamos que é também perigosa, pois pode virar ditadura! Abraços, Eluiz Alves de Matos Presidente ELEIÇÕES NA REFER Sindicato apoia a candidatura da diretora Ivete Ivete Buosi, diretora do Sindicato dos Ferroviários de São Paulo, é candidata ao conselho deliberativo da Refer. As eleições tem início no dia 05 de agosto às 9h e terminam no dia 08 de agosto às 17h. O Sindicato apoia a sua candidatura por entender que, para estar à frente de um órgão tão importante para a categoria não basta ter competência, o que ela já mostrou em sua gestão anterior e à frente do Sindicato, mas é preciso amor e dedicação. De família ferroviária, seu pai maquinista que atuou na serra de Paranapiacaba com destino de Santos. Ivete entrou na Rede Ferroviária Federal (RFFSA) em 1984, através de concurso. Atuou como agente de Administração da Superintendência Regional 4 (SR-4), lotada no Departamento Financeiro. Como líder sindical, sempre foi focada na melhoria dos direitos dos ferroviários. Foi conselheira da REFER no triênio de 2003 a Posteriormente, em 2007, graças ao voto dos companheiros voltou a ser eleita para o quadriênio de 2007 a A Diretoria do Sindicato apoia Ivete em mais essa empreitada; contamos com os companheiros para elegê-la para que possa ser a nossa voz na REFER. VOTE 35 - Ivete Buosi para o Conselho Deliberativo da REFER VALEC (sucessora da extinta RFFSA) Data base ativos, aposentados e pensionistas. Negociações com a Valec estão em curso. O Sindicato dos Ferroviários de São Paulo encaminhou a pauta de reivindicação à Valec, em março. A reivindicação busca a reposição de perdas salariais anteriores. A direção da empresa enviou sua contraproposta, onde garante a data-base e propõe reposição salarial pelo IPCA, que ficou em 6,49%, acumulado no período de maio de 2012 a abril de Também se compromete a trabalhar pela adequação/revisão da tabela da extinta RFFSA, que consta da nossa pauta. Quando o acordo for assinado, o reajuste salarial definido será retroativo ao mês de maio, data-base da categoria. Aguardem!

3 3 Julho/2013 O acordo com a foi assinado em maio. O resultado foi positivo, porém os benefícios não caíram do céu. São conquistas decorrentes de negociações, da busca do entendimento, pois, para o Sindicato de São Paulo, enquanto há possibilidade de acordo, é preciso persistir. Colocamos à frente a posição da maioria. Ouvir a categoria e decidir pelo que a maioria opta é a nossa forma de agir. Para Todos ACT 2013 Nunca ninguém agrada a todos. Assinamos o acordo com ganho real e o compromisso de melhorar esse percentual caso fosse maior para outras empresas do Estado. Conseguimos! Ainda assim tem aqueles que nos criticam por isso:por termos conseguido mais para os ferroviários. Nosso objetivo sempre foi preservar essas conquistas e avançar. Temos a certeza de que nosso dever foi cumprido. Levamos nossas informações nos locais de trabalho. O Sindicato está nos trilhos há 80 anos. Com respaldo legal e de forma abrangente a categoria manifestou favoravelmente a proposta da. Nunca colocamos a categoria em uma situação de risco, e nunca deixamos de lutar e partir para a paralisação quando se esgotam as possibilidades de acordo. E assim sempre será, pois nosso interesse não é político; nosso interesse está no ferroviário e no que é melhor para essa categoria trabalhadora.categoria que sempre tem demonstrado confiança nas ações do Sindicato e que, no dia a dia participa das decisões que envolvem mudanças, melhorias, avanços, direitos, e mais! Sindicato forte conquista e garante direitos! Nossas conquistas nesse acordo: Reajuste de 8,56%; PCCS: implantação do novo PCCS com objetivo principal de restabelecer o equilíbrio interno, corrigir distorções salariais e estabelecer critérios e políticas claras de acesso e movimentação de empregados na estrutura de cargos. A já tem o sinal verde dos órgãos de Governo para a implantação do PCCS, conforme garantido no ACT assinado pelo Sindicato de São Paulo; Mais um PPR conquistado, o de 2013, com pagamento mínimo de R$ 3.300,00; Tíquete, de R$23,00 (incluindo nas férias), sem ônus para o trabalhador; Cartão alimentação de R$100,00. Por causa do contrato da cesta básica vigente, esse valor passa a vigorar a partir de junho. Em março/2014, reajuste será negociado; Adiantamento da metade do 13º salário em janeiro de 2014 (opcional); essa opção poderá ser feita a partir de outubro. Essas conquistas são concretas. O Sindicato firma sua atuação de negociador, preocupado em manter as conquistas já efetivadas e buscar avanços: negociar até exaurir as possibilidades e lançar mão de movimento paredista quando não encontra possibilidade de acordo, pois não agimos de forma irresponsável, fora do procedimento legal. E não ocultamos informações, pois, como diz o ditado contra fatos não há argumentos. Acompanhe a evolução salarial dos ferroviários da nos dois últimos ACT. Quadro comparativo de reajuste salarial na 10,00% 8,00% 6,00% 6,63% 8,56% 6,17% 5,91% 4,60% 8,00% 4,00% 2,00% 1,94% 2,50% 0,00% INFLAÇÃO AUMENTO REAL METRÔ Processo da movimentação nas letras do PCS O departamento jurídico do Sindicato está patrocinando ações que buscam a evolução nas letras do PCS vigente. Alguns trabalhadores foram beneficiados com promoções (evolução nas letras do cargo) e outros não. Essa evolução foi feita sem critério. Para sanar essa desigualdade o Sindicato está entrando com ação para quem não foi beneficiado. O que diz o PCS vigente Cada classe salarial contém padrões salariais variando de A até E, sendo: A Admissão; B efetivação no cargo e E o salário máximo do empregado no cargo. C e D só poderão ser utilizados para equilíbrio salarial de mercado e acesso horizontal, por critérios a serem previstos no Plano de Carreira. Essa movimentação do funcionário de cada cargo caracteriza promoção horizontal. Procure o departamento jurídico munido dos seguintes documentos: Carteira de Trabalho, CIC, RG e os 12 últimos holerites.

4 4 Julho/2013 MRS CONQUISTAS DE 2013 O acordo assinado com a MRS em 2012 tem validade de dois anos. Para 2013, as atualizações das cláusulas econômicas ficaram garantidas. Além do reajuste de 8,16% o Sindicato conquistou mais melhorias: *Parcela fixa do PPR: R$1.400,00 em julho de 2013; *Vale alimentação de R$500,00, inclusive nas férias; *Credito extra de R$400,00 no vale alimentação/refeição em julho de 2013; *Adicional de turno a 18% em 2013; *Auxílio materno infantil de R$ 240,00 em 2013; *Adicional noturno a 25% e prorrogação após as 5 da manhã; *Pagamento de horas in itinere para quem trabalha em local de difícil acesso e sem transporte público; *Negociação da escala de revezamento (manobra, estação e manutenção); *Reajuste das diárias igual ao reajuste salarial; *Manutenção das demais cláusulas do acordo. PPR/13 assinado Parcela fixa do PPR/13, de R$1.400,00 reais, garantida na assinatura do ACT, já foi creditada no dia 01 de julho. O valor da premiação será pago em duas parcelas. Além dessa fixa, já paga, tem a variável, apurada sobre o valor correspondente a R$1.000,00, somados a 2,3 salários nominais do colaborador, acrescido da periculosidade para quem a recebe, de acordo com o resultado das metas. Tem direito ao prêmio, o empregado com contrato em vigor em 31/12/2013 há mais de 60 dias e os dispensados sem justa causa em O pagamento da parcela variável deve ser efetuado até o mês de fevereiro de EPIs NO LIXO Na estação de Piaçaguera foi colocado um aviso para que os funcionários não deixassem os EPIs jogados nos vestiários, pois caso fossem deixados, os mesmos seriam jogados no lixo. A princípio parecia uma forma de pressão para que os mesmos não ficassem jogados. A legislação determina que a conservação dos EPIs é de responsabilidade do trabalhador. A empresa tem como obrigação fornecer e disponibilizar local para serem guardados. O funcionário pode ser punido, até com demissão por justa causa, por falta de conservação e uso inadequado dos EPIs. No lixo Mas o que parecia ser apenas pressão, se tornou realidade: foram recolhidos capas de chuva e botas que estavam fora do armário e jogados no lixo! Isso mesmo, jogados no lixo. O aviso foi colocado no dia 23 de maio com prazo até o dia 27 de maio para que os EPIs fossem recolhidos, mas no dia 23 retiraram os EPIs e jogaram no lixo. Para o Sindicato a empresa teria que recolher na data divulgada, e os funcionários responsáveis por cada equipamento deveriam ser chamados e orientados sobre como usá-los e como armazená-los. A MRS acabou jogando no lixo EPIs em bom estado, tendo que repor aos trabalhador envolvidos, causando prejuízos. MUDANÇA DE ESCALA NA ELETROELETRÔNICA. Devido a uma norma da MRS, os funcionários não podem dirigir depois de nove horas de serviço. Mediante isso, a MRS solicitou mudança na escala do pessoal da eletroeletrônica, que hoje trabalha na escala de 12 horas, 2x2 (um dia de manhã, um dia à noite, descanso e folga). Conforme proposta da MRS, a jornada terá que ser de 8 horas diárias. O Sindicato vai convocar assembleia para que os funcionários possam votar qual escala, de 8 horas, eles preferem. Tentamos negociar com a empresa para manter a escala atual e que contratasse motorista para este setor, mas, segundo a empresa aumentaria muito os custos. Produção de SÃO PAULO se mantém mesmo com a queda em outras regionais Segundo dados da empresa, a projeção de transporte para 2013 está abaixo do esperado. Isso a levou a efetuar muitas demissões em Minas Gerais. Em São Paulo a produção está normal, segundo o gerente geral da operação local Guilherme. Ele informou que a tendência é de contratar mais pessoas para São Paulo. O que vem realmente impedindo que por aqui tenhamos nota dez são os acidentes, principalmente chave reversa, sobre o que alertamos no Trilho direcionado aos funcionários da MRS em maio. Para corrigir essa falha, a atenção e o cumprimento dos procedimentos são essenciais. ASSEMBLEIAS APROVAM NOVA ESCALA Nos dias 6 e 7 de junho foram realizadas assembleias nas oficinas da Lapa (manutenção de locomotivas Diesel), Raiz da Serra (manutenção Hitachi) e Santos (manutenção de vagões) para apreciação da proposta da MRS sobre escalas. A empresa propôs escala fixa de segunda a sábado, sendo sábado sim e sábado não, nestes locais. De segunda a sexta a jornada diária proposta seria de 7:48 h e aos sábados de 7:00 horas. A escala foi aprovada pela maioria e no dia 13 de junho foi assinado o acordo. O acordo está disponível em nosso site Processo periculosidade: trem da basf da MRS - Homologado acordo Foi publicado no dia 03 de julho o acordo judicial relativo à indenização retroativa do adicional de periculosidade para os funcionários que trabalham no chamado trem da Basf. O processo beneficia 122 reclamantes e soma um valor total de R$ ,46. A MRS começou a pagar a periculosidade para manobradores, mantenedores e agentes de estação em abril de Mas os valores retroativos à essa data não foram pagos, o que levou o Sindicato a buscar via judicial. Após a publicação a MRS tem 15 dias para fazer o depósito dos valores do processo. Feito o depósito o Sindicato estará convocando todos os reclamantes para o devido pagamento.

5 5 Julho/2013 Clube dos Ferroviários Um lugar tranquilo para você e sua família! Inauguração em Setembro. O clube de Campo, adquirido pelo Sindicato dos Ferroviários de São Paulo em 2011, já tem data para ser inaugurado: dia 28 de setembro. Para marcar a data e ser apresentado aos associados, o sindicato está programando um evento de inauguração, em que todos os associados estão convidados a participar, juntamente com seus dependentes. Programação do evento: Festa de inauguração: dia 28 de setembro. Horário: Das 10 h às 17 h. Festa aberta aos associados em dia com suas contribuições e seus dependentes. Os convites deverão ser retirados na sede central. A entrega dos convites tem início no dia 02 de setembro até o dia 16 de setembro em horário comercial. Enviaremos via correio a todos os associados a programação do evento! 6

6 6 Julho/2013 Saiba mais... Aposentadoria Especial Benefício concedido ao segurado que tenha trabalhado em condições prejudiciais à saúde ou à integridade física. Para ter direito à aposentadoria especial, o trabalhador deverá comprovar, além do tempo de trabalho, efetiva exposição aos agentes nocivos químicos, físicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais pelo período exigido para a concessão do benefício (15, 20 ou 25 anos). A aposentadoria especial será devida ao segurado empregado, trabalhador avulso e contribuinte individual, este somente quando cooperado filiado a cooperativa de trabalho ou de produção. Além disso, a exposição aos agentes nocivos deverá ter ocorrido de modo habitual e permanente, não ocasional nem intermitente. Perda do direito ao benefício:a aposentadoria especial requerida e concedida a partir de 29/4/95 será cancelada pelo INSS, caso o beneficiário permaneça ou retorne à atividade que ensejou a concessão desse benefício, na mesma ou em outra empresa. Nota: A aposentadoria especial é irreversível e irrenunciável: depois que receber o primeiro pagamento, sacar o PIS ou o Fundo de Garantia (o que ocorrer primeiro), o segurado não poderá desistir do benefício. Fonte: previdenciasocial.gov.br Arraial de Pirituba O diretor Tunicão e o presidente Eluiz, receberam associados e familiares para a já tradicional festa junina que acontece na subsede de Pirituba. Foi uma alegria só, com muita música e pratos típicos. ESPAÇO DE BELEZA EM RIBEIRÃO PIRES Desde do mês de maio de 2013, encontra-se em funcionamento na subsede de Ribeirão Pires, salão de cabelereiro com serviços à disposição de associados e dependentes, sob direção da profissional Andrea. Salão Moça Bonita Faz além de cortes, tinturas, botox, progressivas e químicas em gerais. Manicure com promoções especiais. Pé e Mão Terça a Quinta: R$ 12,00 Sexta e Sábado: R$ 15,00 (Todo material é descartável) O atendimento é aberto ao público em geral, mas lembramos que os associados e dependentes têm preços especiais!!! Confira. Consulte os preços promocionais todos os meses anexados no quadro de avisos da Sub Sede de Ribeirão Pires. Para agendar horário Ligue: , falar com Andrea. AVISO IMPORTANTE a Colônia de Férias do Sindicato estará fechada durante o mês de agosto para obras de manutenção. Mais informações pelo telefone IMPRESSO

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG002492/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR013014/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46504.002032/2014-83 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001498/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 02/08/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039452/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.012508/2013-39 DATA DO PROTOCOLO: 01/08/2013 ACORDO COLETIVO

Leia mais

CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO CAMPANHA SALARIAL COPEL 2015 PAUTA UNIFICADA SEÇÃO I DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO CLÁUSULAS ECONÔMICAS 01 REAJUSTE SALARIAL A partir de 1º de outubro de 2015, a Copel fará a correção salarial pelo índice

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 Pelo presente instrumento, de um lado o SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE SOROCABA E REGIÃO, com sede à Rua Augusto Franco, nº 159, em Sorocaba/SP,

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE 01.07.2011 VIGÊNCIA 01.07.2011 A 30.06.2012

PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE 01.07.2011 VIGÊNCIA 01.07.2011 A 30.06.2012 PAUTA DE REIVINDICAÇÃO PESSOAL DA CS BRASIL DATA-BASE 01.07.2011 VIGÊNCIA 01.07.2011 A 30.06.2012 CLÁUSULA 1ª - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência do presente Acordo Coletivo de Trabalho no

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MS000150/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR018764/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46312.002132/2011-14 DATA DO

Leia mais

FEDERAÇÃO ÚNICA DOS PETROLEIROS Filiada à

FEDERAÇÃO ÚNICA DOS PETROLEIROS Filiada à PAUTA DO SISTEMA PETROBRÁS TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013 2014, REAJUSTANDO CLÁUSULAS E CONDIÇÕES PARA VIGÊNCIA A PARTIR DE 1º DE SETEMBRO DE 2014. CLÁUSULA 1ª REAJUSTE SALARIAL Em 1º

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP012504/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/11/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060006/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.005100/2012-02 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, que entre si fazem, nos termos do artigo 611 e seguintes da Consolidação das Leis do Trabalho, artigos 7º, XXVI, e, 8º VI, da Constituição da República, SINDICATO DOS PROFESSORES

Leia mais

Folha de S. Paulo. Agora. Anatel aprova proposta de edital de leilão para tecnologia 4G. Revisão de 2002 a 2004 dá atrasados de até R$ 17.

Folha de S. Paulo. Agora. Anatel aprova proposta de edital de leilão para tecnologia 4G. Revisão de 2002 a 2004 dá atrasados de até R$ 17. Folha de S. Paulo Anatel aprova proposta de edital de leilão para tecnologia 4G O Conselho Diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou nesta quinta-feira a minuta de edital do leilão

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001597/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 11/05/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024152/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.007124/2015-16 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1997 / 1998

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1997 / 1998 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1997 / 1998 A presente cópia foi registrada e arquivada na DRT/DF sob o n.º: 46206.006203/97-55 em 01/07/97 Sindicato Nacional dos Trabalhadores em Empresas Prestadoras de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000566/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/12/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR070788/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.014471/2010-70 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP004794/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 13/05/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024392/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.001835/2014-19 DATA DO

Leia mais

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL.

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL. SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL. SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN, AREAL E SAPUCAIA.

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Mediador - Extrato Instrumento Coletivo CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000053/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR001382/2009 NÚMERO

Leia mais

SINDIOCESC Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de SC. Data-base 1º de maio de 2016

SINDIOCESC Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de SC. Data-base 1º de maio de 2016 COOPERATIVAS SINDIOCESC Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de SC PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2016-2017 Data-base 1º de maio de 2016 Florianópolis/SC, 15 de abril de 2016 PRÉ-ACORDO: CLÁUSULA

Leia mais

FRANCISCO CARLOS DOMINGUES

FRANCISCO CARLOS DOMINGUES Ata da assembleia para renovação do acordo coletivo de trabalho que substitui o benefício da cesta básica por vale alimentação em cartão magnético, renovação do banco de horas, renovação do acordo de prorrogação

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que entre si celebram, de um lado, o SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE, PAPEL E PAPELÃO NO ESTADO DE MINAS GERAIS - SINPAPEL, e, de outro

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061795/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46219.010162/2010-81 DATA DO PROTOCOLO: 27/10/2010 SINDICATO DOS EMPREGADOS EM CASAS DE DIVERSOES DE SAO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: BA000213/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028602/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46204.005460/2014-42 DATA

Leia mais

ACT-1997/1998. Cláusula Segunda - POLÍTICA DE CONCESSÃO DE ADICIONAIS, VANTAGENS E BENEFÍCIOS

ACT-1997/1998. Cláusula Segunda - POLÍTICA DE CONCESSÃO DE ADICIONAIS, VANTAGENS E BENEFÍCIOS ACT-1997/1998 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO COMPLEMENTAR que entre si estabelecem, de um lado Centrais Elétricas do Sul do Brasil S.A. - ELETROSUL, neste ato representada por seu Diretor Presidente e Diretor

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 BR 101 Km 205 Barreiros São José SC 1 Data-base - Maio/2007 BR 101 Km 205 Barreiros São José SC 2 Pelo presente instrumento, de um lado a Centrais de Abastecimento

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP000495/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/01/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR065582/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46472.007775/2013-83 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 C O N V E N Ç Ã O C O L E T I V A D E T R A B A L H O 2014/2015 SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO DE RIO DO SUL E REGIÃO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ SINTIAVI SINDICATO DAS INDÚSTRIAS

Leia mais

I CLÁUSULAS ECONÔMICAS

I CLÁUSULAS ECONÔMICAS PAUTA PARA RENOVAÇÃO DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CLÁUSULAS ECONÔMICAS - ENTRE O SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS E O SINDICATO NACIONAL DA EMPRESAS AEROVIÁRIAS SNEA 2011-2012 01 ABRANGÊNCIA O SINDICATO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: BA000408/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/07/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024953/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46204.006979/2011-03 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SRT00355/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/11/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR056083/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46000.007397/2014-75 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 SINDICATO DOS EMPREGADOS VENDORES E VIAJANTES DO COMÉRCIO, PROPAGANDISTAS, PRPOAGANDISTAS-VENDEDORES E VENDEDORES DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2016/2017. Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2016/2017. Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2016/2017 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP004119/2016 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/04/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR016929/2016 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.001272/2016-22 DATA DO

Leia mais

CONSTRUIMOS A PROPOSTA FINAL E AGORA QUEM DECIDE É VOCÊ!

CONSTRUIMOS A PROPOSTA FINAL E AGORA QUEM DECIDE É VOCÊ! N Ú M E R O 169 DIÁRIO DE INFORMAÇÕES TECNICAS 2 9 d e J u n h o d e 2 0 1 1 Informativo Técnico Canal de Notícias dos Técnicos Industriais CONSTRUIMOS A PROPOSTA FINAL E AGORA QUEM DECIDE É VOCÊ! Na sétima

Leia mais

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES E OPERADORES DE MESAS TELEFÔNICAS NO ESTADO DE SÃO PAULO

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES E OPERADORES DE MESAS TELEFÔNICAS NO ESTADO DE SÃO PAULO REFERÊNCIA: GRUPO TELEFÔNICA / VIVO S/A PRÉ - PAUTA NACIONAL DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DAS EMPRESAS CONCESSIONÁRIAS DE TELEFONIA FIXA E MÓVEL (OPERADORAS) PARA NEGOCIAÇÃO UNIFICADA DOS SINDICATOS

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001705/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 24/09/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR047323/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.014889/2015-52 DATA DO

Leia mais

SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA ESCLARECIMENTOS SOBRE A CONTRA-PROPOSTA APRESENTADA PELA SETEC/MEC NO DIA 18/09/2015. Companheiros (as) do Sinasefe em todo o Brasil, a última Plena de nosso sindicato votou algumas importantes resoluções:

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo I

Treinamento Sistema Folha Union Módulo I FOLHA DE PAGAMENTO MÓDULO I - TABELAS O sistema de folha foi desenvolvido especialmente para simplificar a rotina do departamento de pessoal, dinamizando informações e otimizando rotinas. Esta apostila

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação)

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação) PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Federação) CLÁUSULAS PARA DISCUSSÃO CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de 1º

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR035902/2013 SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TRANSP RODOV NO EST GO, CNPJ n. 01.089.689/0001-35, neste ato representado(a) por seu Presidente,

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028129/2013 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 46261.003195/2012-11

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP004375/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR019011/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.001421/2011-39 DATA DO

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas CONTA COM A GENTE PARCELE SUA DÍVIDA COM DESCONTOS NOS JUROS E MULTA Perguntas e Respostas P: O que é o Programa de Recuperação de Crédito do DMAE? R: É a oportunidade dos usuários que possuem dívidas

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO Pelo presente instrumento, de um lado o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Alagoas, estabelecido na Rua Prof. José da Silveira Camerino, 930,

Leia mais

DESCRIÇÃO DO CARGO EXIGÊNCIA VALOR

DESCRIÇÃO DO CARGO EXIGÊNCIA VALOR TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000612/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR052450/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.015329/2015-54

Leia mais

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: NÚMERO DO PROCESSO: DATA DO PROTOCOLO: Página 1 de 8

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: NÚMERO DO PROCESSO: DATA DO PROTOCOLO: Página 1 de 8 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO ENTRE A EMPRESA MOINHO CANUELAS LTDA E O SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO E AFINS DO ESTADO DA BAHIA SINDALIMENTAÇÃO-BA 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A

DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A MINUTA ESPECÍFICA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S. A 2006/2007. I INTRODUÇÃO Os signatários, por este instrumento coletivo de trabalho, de um lado os legítimos representantes do Banco

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009. Enfermeiros

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009. Enfermeiros CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009 Enfermeiros O SINDICATO DOS ENFERMEIROS DO ESTADO DE MINAS GERAIS, CNPJ nº 21.854.005/0001-51, portador de Carta Sindical expedida pelo MTb (cópia

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MS000351/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR049128/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46312.002980/2015-57 DATA

Leia mais

MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009

MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009 MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009 Informativo 19 - Página 285 - Ano 2009 ORIENTAÇÃO MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Opção pelo SIMEI Conheça as condições para recolhimento

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE UMIRIM Rua Roldão Paraíba, 18 Centro Umirim Ceará CEP. 62.660-000 CNPJ.: 04.345.137/0001-39 CGF.: 06.920.501-9

CÂMARA MUNICIPAL DE UMIRIM Rua Roldão Paraíba, 18 Centro Umirim Ceará CEP. 62.660-000 CNPJ.: 04.345.137/0001-39 CGF.: 06.920.501-9 ATA DA 3ª SESSÃO ORDINÁRIA EXERCÍCIO 2014 DO BIÊNIO 2013/2014 -PRIMEIRO PERÍODO UMIRIM-CE. Aos Dezoito (18) dias do mês de Março (03) do ano de Dois Mil e Quatorze (2014), na Câmara Municipal de Umirim-Ce,

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL Page 1 of 6 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR003056/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039599/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.008706/2014-39

Leia mais

PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016. São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014:

PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016. São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014: PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016 CLÁUSULA 1ª - DO PISO SALARIAL São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014: a) Fica afixado o piso salarial da

Leia mais

ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 20ª CLÁUSULA PAGAMENTO DO ADICIONAL DE PERICULOSIDADE OUTROS ADICIONAIS

ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 20ª CLÁUSULA PAGAMENTO DO ADICIONAL DE PERICULOSIDADE OUTROS ADICIONAIS COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO METRÔ SINDICATO DOS METROVIÁRIOS CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE CLÁUSULA - VIGÊNCIA E DATA-BASE CLÁUSULA SEGUNDA - ABRANGÊNCIA CLÁUSULA - ABRANGÊNCIA SALÁRIOS,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029594/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 21/05/2015 ÀS 15:50 SINDICATO DOS EMP NO COM DE CONSELHEIRO LAFAIETE, CNPJ n. 19.721.463/0001-70,

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL ATA DA 39ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DA GERÊNCIA-EXECUTIVA DO INSS EM JOINVILLE Data: 23/02/2011 Horário: 14h30min Local: Gerencia Executiva

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP005258/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR022823/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46219.010185/2011-77

Leia mais

PROPOSTA DE PAUTA PARA TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015

PROPOSTA DE PAUTA PARA TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 PROPOSTA DE PAUTA PARA TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 Cláusula 1ª Tabela Salarial As companhias praticarão os salários constantes da Tabela Salarial que vigorarão até 31/8/15. Com

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP010023/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/09/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053435/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.004392/2015-09 DATA DO

Leia mais

CAPÍTULO I - VIGÊNCIA E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO II - REMUNERAÇÃO E PAGAMENTO

CAPÍTULO I - VIGÊNCIA E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO II - REMUNERAÇÃO E PAGAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO O SINDICATO DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS E TRABALHADORES EM TRANSPORTES DE CARGAS EM GERAL E PASSAGEIROS NO MUNICÍPIO DO RIO DE

Leia mais

SAIBA COMO O FGTS PODE FAZER TODA A DIFERENÇA PARA VOCÊ

SAIBA COMO O FGTS PODE FAZER TODA A DIFERENÇA PARA VOCÊ SAIBA COMO O FGTS PODE FAZER TODA A DIFERENÇA PARA VOCÊ O que é o FGTS O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado na década de 60 para assegurar ao trabalhador, quando demitido sem justa

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título

EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título As Faculdades Santo Agostinho, por meio de seu Núcleo de Relacionamento Acadêmico e em conformidade

Leia mais

Principais destaques do período

Principais destaques do período Apresentação A Diretoria da Sabesprev apresenta a seus participantes o resultado de mais um exercício, marcado por uma gestão participativa, inserida nos preceitos da Governança Corporativa e com total

Leia mais

ONG S E ASSOCIAÇÕES. Aproveite bem todas as dicas, fotos e textos deste guia, pois eles são muito importantes.

ONG S E ASSOCIAÇÕES. Aproveite bem todas as dicas, fotos e textos deste guia, pois eles são muito importantes. ONG S E ASSOCIAÇÕES PARA COMEÇAR Você tem vontade de participar mais do que acontece ao seu redor, dar uma força para resolver questões que fazem parte da rotina de certos grupos e comunidades e colocar

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO "NOVO LEBLON"

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO NOVO LEBLON ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO "NOVO LEBLON" I - Denominação e Objetivo ARTIGO 1º - O Clube de Investimento Novo Leblon, doravante designado Clube é constituído por número limitado de membros

Leia mais

Quanto aos itens da pauta setorial, o MEC informou o que segue:

Quanto aos itens da pauta setorial, o MEC informou o que segue: Brasília, 7 de setembro de 2015 Reunião com Ministério da Educação (MEC) e com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) realizada dia 04/09/2015 e Contraproposta da FASUBRA ao Governo Na

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000792/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 15/10/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR050907/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.011100/2015-21 DATA

Leia mais

CARTILHA DA ASSOCIAÇÃO

CARTILHA DA ASSOCIAÇÃO INSTRUÇÕES A SEREM SEGUIDAS APÓS ASSINATURA DO CONVÊNIO IMPLANTAÇÃO DOS PROJETOS Lembre-se: você não está sozinho! O mais importante no Projeto São José é a troca de experiência entre moradores de comunidades

Leia mais

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO C Cartilha do Plano C APRESENTAÇÃO O plano de benefícios previdenciários conhecido como Plano C foi implantado em 1997. O regulamento do Plano C foi adaptado à Lei Complementar nº 109,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MT000458/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 28/07/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039904/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46210.001294/2011-83 DATA DO

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo I

Treinamento Sistema Folha Union Módulo I FOLHA DE PAGAMENTO MÓDULO I - TABELAS O sistema de folha foi desenvolvido especialmente para simplificar a rotina do departamento de pessoal, dinamizando informações e otimizando rotinas. Esta apostila

Leia mais

CLÁUSULA 1ª - DATA BASE Fica reconhecida e garantida como data-base da categoria a data de 1º de março.

CLÁUSULA 1ª - DATA BASE Fica reconhecida e garantida como data-base da categoria a data de 1º de março. PAUTA DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO FIRMADO ENTRE O SINDICATO DOS SERVIDORES EM CONSELHOS E ORDENS DE FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL E ENTIDADES COLIGADAS E AFINS DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO SINDICOES-ES E

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim)

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim) PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PATRONAL 2015 (Fetquim) CLÁUSULAS PARA DISCUSSÃO CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de 1º

Leia mais

MANIFESTAÇÃO PELAS REFORMAS ESTRUTURAIS BÁSICAS. TRANSPARÊNCIA E JUSTIÇA SOCIAL JÁ! www.transparenciajsocialja.com.br

MANIFESTAÇÃO PELAS REFORMAS ESTRUTURAIS BÁSICAS. TRANSPARÊNCIA E JUSTIÇA SOCIAL JÁ! www.transparenciajsocialja.com.br MANIFESTAÇÃO PELAS REFORMAS ESTRUTURAIS BÁSICAS www.transparenciajsocialja.com.br ALERTA BRASIL! PERIGO... NA POLÍTICA FINANCEIRA DO SETOR PÚBLICO, CONTINUAMOS NA ESTACA ZERO. SEM NENHUM CONHECIMENTO.

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000043/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061195/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.014490/2013-29 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP013466/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 29/10/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR065787/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.004239/2014-82 DATA DO

Leia mais

Programa NOSSABOLSA. Manual. Procedimentos

Programa NOSSABOLSA. Manual. Procedimentos Programa NOSSABOLSA Manual de Procedimentos Instituições de Ensino Superior - IES - 1 1 - Adesão da Mantenedora ao Programa...4 1.1 - Informações preliminares...4 1.2 - Requerimento...4 1.2.1 - Para aderir

Leia mais

CLIPPING. Destaques: Nesta edição: Superintendência de Comunicação Integrada. Contribuinte banca R$ 10,6 mil por ano com transporte oficial - p.

CLIPPING. Destaques: Nesta edição: Superintendência de Comunicação Integrada. Contribuinte banca R$ 10,6 mil por ano com transporte oficial - p. XXI 204 16/09/2013 Superintendência de Comunicação Integrada CLIPPING Nesta edição: Clipping Geral Procon-MG Destaques: Contribuinte banca R$ 10,6 mil por ano com transporte oficial - p. 01 Incra consegue,

Leia mais

Parágrafo 3º - O benefício previsto na presente cláusula é limitado a um curso de graduação, por beneficiário.

Parágrafo 3º - O benefício previsto na presente cláusula é limitado a um curso de graduação, por beneficiário. P R O P O S T A Acordo Coletivo de Trabalho que entre si fazem o Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar do Estado do Rio de Janeiro, com sede a Rua dos Andradas, nº 96, grupos 802/803, Centro,

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2015/2016 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL AR/DF CLÁUSULA PRIMEIRA VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência do presente

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013 A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda e Marketing Unidade Rio de Janeiro, de acordo com o regimento interno, torna pública as normas do Processo

Leia mais

PROPOSTA Piratininga em 13/07/2012

PROPOSTA Piratininga em 13/07/2012 1. Reajuste Salarial: Os salários-bases de todos os empregados, vigentes em 31 de maio de 2012, serão corrigidos com o percentual de 6,1% e mais 0,2% da verba de movimentação de pessoal, perfazendo um

Leia mais

GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A

GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A BOLETIM DA REDE Nº 97 08/04/2016 GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A nossa resposta deve ser na luta e com greve! A nossa indignação deve ultrapassar os muros das Escolas e UMEIs diante

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o disposto no artigo 29-A da Lei nº 8.229, de 07 de dezembro de

Leia mais

Proposta de Carreira e Salários para 2016, 2017 e 2018 Resoluções do X Encontro Nacional do PROIFES-Federação.

Proposta de Carreira e Salários para 2016, 2017 e 2018 Resoluções do X Encontro Nacional do PROIFES-Federação. Proposta de Carreira e Salários para 2016, 2017 e 2018 Resoluções do X Encontro Nacional do PROIFES-Federação. Todas as resoluções do X Encontro Nacional foram referendadas pela reunião do CD de 05/08/2014.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO LEOPOLDINA JUVENIL RESOLUÇÃO DE DIRETORIA UTILIZAÇÃO DOS ESTACIONAMENTOS DATA: 05 de maio de 2011 Código RD 05/11 Página 1

ASSOCIAÇÃO LEOPOLDINA JUVENIL RESOLUÇÃO DE DIRETORIA UTILIZAÇÃO DOS ESTACIONAMENTOS DATA: 05 de maio de 2011 Código RD 05/11 Página 1 Página 1 A Presidente da Associação Leopoldina Juvenil, no uso das suas atribuições, considerando o que estabelece o art. 25, alínea a, art. 10, alínea a do Estatuto Social e art. 30 do Regulamento Interno,

Leia mais

Guia do Crédito Certo. Para entender e usar corretamente.

Guia do Crédito Certo. Para entender e usar corretamente. Guia do Crédito Certo Para entender e usar corretamente. Índice 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Conhecendo o crédito. 1 \ O que fazer para ter uma vida financeira saudável? 2 Para que serve o crédito? 5 O Crédito Certo

Leia mais

Reajustes/Correções Salariais

Reajustes/Correções Salariais ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MS000305/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/10/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR050431/2009 NÚMERO DO PROCESSO: 46312.003764/2009-81 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO 2013/ 2014 VALEC- PCS1988/2012 06/03/2014

ACORDO COLETIVO 2013/ 2014 VALEC- PCS1988/2012 06/03/2014 ACORDO COLETIVO 2013/ 2014 VALEC- PCS1988/2012 06/03/2014 ACT - VIGENTE 2012/2013 PROPOSTA N ALEC/DIRAF -18/02 PROPOST A N ALECIDIRAF -06/03 JUSTIFICA TIV A PRIMEIRA - DA VIGÊNCIA As partes fixam a vigência

Leia mais

DIRF 2011. Secretaria da Receita Federal do Brasil

DIRF 2011. Secretaria da Receita Federal do Brasil DIRF 2011 O que é a DIRF? É a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte feita pela FONTE PAGADORA, destinada a informar à Secretaria da Receita Federal o valor do Imposto de Renda retido na fonte,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE EDITAL DO PROGRAMA DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO AO VESTIBULAR (PITV) UFMG 2014 A Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

RO Roteiro Operacional INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados INSS RO.01.01 Versão: 52 Exclusivo para Uso Externo RO Roteiro Operacional INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS 1.1. AUTORIZADOS A CONTRAIR EMPRÉSTIMO

Leia mais

http://www3.mte.gov.br/internet/mediador/relatorios/imprimiricxml.asp?nrrequeri...

http://www3.mte.gov.br/internet/mediador/relatorios/imprimiricxml.asp?nrrequeri... Page 1 of 9 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP003860/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/04/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR072431/2012 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 CODESC Companhia de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2007/2008 Pelo presente instrumento, de um lado a COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DE SANTA CATARINA CODESC,

Leia mais

Manual para pais e alunos 2014

Manual para pais e alunos 2014 Manual para pais e alunos 2014 Quem foi Jean Piaget? Colégio Jean Piaget Jean Piaget O que pensou Desenvolveu a epistemologia genética uma teoria do conhecimento centrada no desenvolvimento natural da

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2010

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2010 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000058/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 25/01/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR003190/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.000754/2010-34 DATA

Leia mais

Carteira de Transporte Escolar Metropolitano. Manual de Orientação aos Estudantes Com direito ao PASSE LIVRE. Região Metropolitana de Sorocaba

Carteira de Transporte Escolar Metropolitano. Manual de Orientação aos Estudantes Com direito ao PASSE LIVRE. Região Metropolitana de Sorocaba MA-GRS-004 Versão: 01 Vigência: 2016 Página: 1 / 19 Carteira de Transporte Escolar Metropolitano 2016 Manual de Orientação aos Estudantes Com direito ao PASSE LIVRE Região Metropolitana de Sorocaba MA-GRS-004

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014

EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014 1 EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014 A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e a (DAE) tornam público o lançamento do presente edital e convoca os discentes

Leia mais

CLÁUSULA PREIMEIRA - DATA-BASE E VIGÊNCIA

CLÁUSULA PREIMEIRA - DATA-BASE E VIGÊNCIA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO que celebra o Serviço Social da Indústria Departamento Nacional - SESI/DN CNPJ-33.641.358/0001-52, Conselho Nacional - SESI/CN CNPJ - 03.800.479/0001-39, Serviço Nacional de

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Prezado servidor,

APRESENTAÇÃO. Prezado servidor, 1 3 5 APRESENTAÇÃO Prezado servidor, A Lei Municipal nº 5.111 de 23 de novembro de 2010 criou o AMERIPREV, que é o responsável pela gestão do RPPS, Regime Próprio de Previdência Social do Servidor Público

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000685/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 02/06/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR026595/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.007774/2010-05 DATA DO

Leia mais

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014. Para candidatar-se a Bolsa de Estudo ou Bolsa de Pesquisa o aluno deverá:

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014. Para candidatar-se a Bolsa de Estudo ou Bolsa de Pesquisa o aluno deverá: EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, através do seu Diretor Regional Sérgio Roberto Arruda, faz saber aos interessados que, de acordo com a

Leia mais