LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E CONSTRUÇÃO DE PROGRAMAS SEQUENCIAIS. Prof. Dr. Daniel Caetano

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E CONSTRUÇÃO DE PROGRAMAS SEQUENCIAIS. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1"

Transcrição

1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E CONSTRUÇÃO DE PROGRAMAS SEQUENCIAIS Prof. Dr. Daniel Caetano

2 Objetivos Apresentar as soluções para os exercícios propostos Exercitar mais os conceitos AV1!

3 Material de Estudo Material Notas de Aula Apresentação Material Didático - Acesso ao Material (Aula 8) PARCIAL / COMPLETO (Aula 8)

4 LISTA 1

5 Exercícios Unidade 2 1) Qual a função da CPU e da Unidade de Memória? 2) É possível existir um computador sem Unidade de Entrada? 3) Por que os computadores lidam com números binários?

6 Exercícios Unidade 2 4) Converta os seguintes números de 8 bits (use as tabelas da apresentação!): a) para binário b) b para decimal 5) Descreva como a frase "Ola mundo!" ficaria na memória do computador, considerando a tabela ASCII

7

8 Exercícios Unidade 3 6) Escreva, usando linguagem natural e fluxograma, o algoritmo para receber um número pelo usuário e imprimi-lo. 7) Escreva, usando linguagem natural e fluxograma, o algoritmo para receber dois números pelo usuário, multiplicar o primeiro por 37, o segundo por 42, somar os resultados e imprimir o resultado final desta soma.

9 Exercícios Unidade 3 8) Em uma loja, há três caixas e cada uma delas tem uma de três etiqueta: "Laranjas", "Maças" e "Laranjas e Maçãs". Sabendo que todas as caixas estão com etiquetas incorretas, como identificar qual é a etiqueta correta de cada caixa pegando apenas uma fruta de uma das caixas?

10 Exercícios Unidade 3 9) Fernando tem 6 pares iguais de meias brancas e 6 pares iguais de meias pretas em sua gaveta. A pessoa que lavou as meias, entretanto, foi descuidada e não guardou os pares unidos, o que significa que há 24 pés de meia misturados na gaveta. Fernando acordou às 4:30 da manhã para ir ao trabalho e precisa pegar um par de meias da mesma cor (duas brancas ou duas pretas). Se ele pegar as meias aleatoriamente, quantas meias, no máximo, ele precisa pegar até conseguir seu objetivo?

11 Exercícios Unidade 3 10) A mãe de Mary tem quatro crianças. A primeira se chama Abril. A segunda se chama Maio. A terceira se chama Junho. Qual o nome da quarta? 11) Uma mãe é 21 anos mais velha que sua filha. Daqui exatos 6 anos, a mãe será exatamente 5 vezes mais velha que a filha. Com quem está o pai da criança?

12 Exercícios Unidade 4 12) Descreva, usando fluxograma, o seguinte algoritmo: Passo 1: Receba o tempo médio (h) de viagem e a velocidade média (km/h) Passo 2: Calcule a distância percorrida (km) D=T*V Passo 3: Calcule o consumo de combustível, em litros, considerando que o carro faz 12 km por litro. L=D/12. Passo 4: Imprimir a distância percorrida e o total de combustível gasto. 13) Escreva o algoritmo da questão 12 em português estruturado.

13 Exercícios Unidade 5 14) Escreva o algoritmo das questões 12 e 13 em C/C++, usando o software OpenWatcom, apresentado em aula. 15) Escreva um programa em C/C++ que receba três números: A, B e C, e calcule e imprima a média M, onde M = (A + B + C) / 3.

14 Exercícios Unidade 6 16) Sabendo que a área de um trapézio pode ser calculada como: Área = (( BaseMaior + BaseMenor) * altura) / 2 Faça um programa que receba os dados de entrada necessários e calcule a área do trapézio (em C/C++).

15 Exercícios Unidade 6 17) Faça um programa que leia o raio de um círculo e calcule (em C/C++): a) O comprimento da circunferência: Comp = 2 * PI * Raio b) A área da circunferência: Área = PI * Raio 2 c) O Volume da esfera: Volume = (3/4) * PI * Raio 3

16 Exercícios Unidade 6 18) Faça um programa que receba o ano de nascimento de uma pessoa e o ano atual e, com estes valores, calcule aproximadamente: a) A idade da pessoa em anos. b) A idade da pessoa em meses (1 ano = 12 meses). c) A idade da pessoa em dias (1 ano = 365 dias). d) A idade dessa pessoa em semanas (1 ano = 52 semanas). DICA: Escreva o algoritmo em fluxograma, português estruturado e C/C++!

17 Exercícios Unidade 6 19) DESAFIO - Sabendo que um caixa eletrônico terá notas de R$50 e R$10, faça um programa que, fornecido um valor para saque (inteiro), calcule quantas notas de 50, quantas notas de 10 o cliente deve receber em um caixa eletrônico, além de indicar a parte do valor cujo saque é impossível (resto entre 0 e 9, inclusive). DICAS: Use divisão inteira e resto de divisão. O número de notas deve ser o menor possível: então calcule a quantidade de notas de 50 primeiro! Escreva o algoritmo em fluxograma, português estruturado e C/C++!

18 EXERCÍCIOS EXTRAS

19 Exercícios Extras 1. Determine se a expressão é falsa ou verdadeira: F A) 4 > 5 = V B) (6 < 7) ou (3 > 8) = F C) não (1 < 4) V D) (5 >= 7 ou 5 < 6 ou não(x+6-7=8) = {considere x = 6} V E) ( b > 7) =

20 Exercícios Extras 1. Determine se a expressão é falsa ou verdadeira (SOLUÇÃO): F A) 4 > 5 = V B) (6 < 7) ou (3 > 8) = F C) não (1 < 4) V D) (5 >= 7 ou 5 < 6 ou não(x+6-7=8) = {considere x = 6} V E) ( b > 7) =

21 Exercícios Extras 2. Escreva, em uma linha de C/C++, a seguinte expressão:

22 Exercícios Extras 2. Escreva, em uma linha de C/C++, a seguinte expressão (SOLUÇÃO): y = (4*pow(x,2) - 2*pow(x,(2*x+1)))/3 + sqrt(x+2)/(2*x);

23 Exercícios Extras 3. Quais são os erros no código abaixo: Algoritmo "Teste" Inicio Var leia (nome) caracter : Maria leia idade inteiro : idade escreva (idade) literal : _letra dade = 678 real : Maria leia "letra caracter : 1alt leia ABC tonelada : peso escreva (letra) literal Fernando FimAlgoritmo

24 Exercícios Extras 3. Quais são os erros no código abaixo (SOL): Algoritmo "Teste" Inicio Var leia (nome) caracter : Maria leia idade inteiro : idade escreva (idade) literal : _letra dade = 678 real : Maria leia "letra caracter : 1alt leia ABC tonelada : peso escreva (letra) literal Fernando FimAlgoritmo

25 Exercícios Extras 4. Faça um programa que calcule a área do cubo pela aresta: AREA = 6 * ARESTA 2.

26 Exercícios Extras 4. Faça um programa que calcule a área do cubo pela aresta: AREA = 6 * ARESTA 2. (SOL)

27 Exercícios Extras 4. Faça um programa que calcule a área do cubo pela aresta: AREA = 6 * ARESTA 2. (SOL)

28 Exercícios Extras 5. Faça um programa que determine o volume da caixa d'água cilíndrica: v = PI * raio 2 * altura

29 Exercícios Extras 5. Faça um programa que determine o volume da caixa d'água cilíndrica: v = PI * raio 2 * altura

30 Exercícios Extras 5. Faça um programa que determine o volume da caixa d'água cilíndrica: v = PI * raio 2 * altura

31 Exercícios Extras 6. Faça um programa que leia o número de horas trabalhadas por um funcionário, o valor que ele recebe por hora, e o número de filhos. O programa deve calcular o salário total do funcionário, sabendo que para cada filho ele recebe um adicional de 3% do salário bruto.

32 Exercícios Extras 6. SOLUÇÃO

33 Exercícios Extras 6. SOLUÇÃO

34 Exercícios Extras 7. Faça um programa que lê o salário fixo de um vendedor, o total de vendas (em reais), e o porcentual que ele ganha sobre as vendas. O programa deve calcular o salário total do funcionário.

35 Exercícios Extras 7. SOLUÇÃO

36 Exercícios Extras 7. SOLUÇÃO

37 CONCLUSÕES

38 Resumo Construir programas sequenciais segue sempre uma mesma lógica A dificuldade está relacionada à falta de prática Não deixe de praticar! TAREFA! AV1

39 Próxima Aula Como se toma decisões em programas? O que são decisões? Para que servem?

40 PERGUNTAS?

41 BOM DESCANSO A TODOS!

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS Prof. Dr. Daniel Caetano 2011-2 Visão Geral 1 Discussão dos Exercícios 2 Exercícios Extras Material de Estudo Material

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Entender o mecanismo de um programa em C/C++ Apresentar e estrutura da Linguagem C/C++

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar o funcionamento do computador Apresentar a função da memória e dos dispositivos

Leia mais

Variáveis, Expressões, Atribuição, Matrizes, Comandos de Desvio

Variáveis, Expressões, Atribuição, Matrizes, Comandos de Desvio Programação de Computadores I UFOP DECOM 2013 2 Exercícios de Revisão Variáveis, Expressões, Atribuição, Matrizes, Comandos de Desvio Sumário 1 Testes de Compreensão 1 2 Variáveis, Expressões, Atribuição,

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Vitor Valerio de Souza Campos

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Vitor Valerio de Souza Campos LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Vitor Valerio de Souza Campos Exemplos de algoritmos Faça um algoritmo para mostrar o resultado da multiplicação de dois números. Algoritmo em descrição narrativa Passo 1 Receber

Leia mais

ALGORITMOS MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

ALGORITMOS MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ALGORITMOS MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ROTEIRO Memória Variáveis e constantes Tipos primitivos de dados Operadores Comandos

Leia mais

Linguagem algorítmica: Portugol

Linguagem algorítmica: Portugol Programação de Computadores I Aula 03 Linguagem algorítmica: Portugol José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/34 Introdução I Lógica A lógica é usada

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA. Algoritmos. Parte 4. Ricardo José Cabeça de Souza

CURSO DE INFORMÁTICA. Algoritmos. Parte 4. Ricardo José Cabeça de Souza CURSO DE INFORMÁTICA Algoritmos Ricardo José Cabeça de Souza Parte 4 Sumário UNIDADE I - ALGORITMOS 1.8 AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM 1.9 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS 1.10 AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM 1.11 SÍNTESE DA

Leia mais

AULA 10 REGRA DE TRÊS. 1. Sabendo-se que x + y + z = 18 e que x/2 = y/3 = z/4, calcule x. x 2. y 3. x 2. z 4

AULA 10 REGRA DE TRÊS. 1. Sabendo-se que x + y + z = 18 e que x/2 = y/3 = z/4, calcule x. x 2. y 3. x 2. z 4 AULA 0 REGRA DE TRÊS. Sabendo-se que y z 8 e que / y/ z/, calcule. Se / y/ z/, temos: y z, como desejamos saber o valor de, vamos isolar: y em função de : y y y z em função de : z z z z Agora que conhecemos

Leia mais

Lista de Exercícios 3 Estruturas de Controle Profa Susana M Iglesias

Lista de Exercícios 3 Estruturas de Controle Profa Susana M Iglesias Lista de Exercícios 3 Estruturas de Controle Profa Susana M Iglesias 1. Tendo em vista o alto preço da gasolina, os motoristas estão preocupados com a quilometragem percorrida por seus automóveis. Um motorista

Leia mais

Figure 2 - Nós folhas de uma árvore binária representando caracteres ASCII

Figure 2 - Nós folhas de uma árvore binária representando caracteres ASCII A ocorrência tamanho ASCII codificação de Huffman é um A Codificação método de compactação de Huffman caracteres (American e a variável codificação dos usado símbolos Standard para por cada muitas no Code

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES SISTEMAS DE NUMERAÇÃO: REPRESENTAÇÃO EM PONTO FLUTUANTE. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES SISTEMAS DE NUMERAÇÃO: REPRESENTAÇÃO EM PONTO FLUTUANTE. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES SISTEMAS DE NUMERAÇÃO: REPRESENTAÇÃO EM PONTO FLUTUANTE Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender o que é notação em ponto flutuante Compreender a

Leia mais

Trabalho de laboratório Avaliação semestral Exame final MÉDIA PONDERADA CONCEITO

Trabalho de laboratório Avaliação semestral Exame final MÉDIA PONDERADA CONCEITO Exercícios de Seletores (estrutura condicional) Exercício 1. [ASCENCIO] A nota final de um estudante é calculada a partir de três notas atribuídas, respectivamente, a um trabalho de laboratório, a uma

Leia mais

Lista de Exercícios Fluxograma, Estruturas de Sequência e Decisão Prof: Yuri Frota

Lista de Exercícios Fluxograma, Estruturas de Sequência e Decisão Prof: Yuri Frota Lista de Exercícios Fluxograma, Estruturas de Sequência e Decisão Prof: Yuri Frota 1) Indique Verdadeiro ou Falso a) Uma variável é uma posição na memória do computador que pode receber diversos valores

Leia mais

Aula 5 - Parte 1: Funções. Exercícios Propostos

Aula 5 - Parte 1: Funções. Exercícios Propostos Aula 5 - Parte 1: Funções Exercícios Propostos 1 Construção de Funções: a) Um grupo de amigos deseja alugar uma van, por um dia, para um passeio, ao custo de R$300,00. Um levantamento preliminar indicou

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE I. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE I. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE I Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender do que é composto um programa Compreender o que é lógica Compreender

Leia mais

Simulado de Algoritmos - Respostas

Simulado de Algoritmos - Respostas Simulado de Algoritmos - Respostas 1. Descreva o processo de criação de programas, desde o entendimento do problema até a obtenção do resultado esperado, por meio de sua execução, citando os passos a serem

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS PARA A CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS PARA COMPUTADORES. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

CONCEITOS BÁSICOS PARA A CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS PARA COMPUTADORES. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com CONCEITOS BÁSICOS PARA A CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS PARA COMPUTADORES Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Objetivos Compreender os conceitos de lógica de programação e de algoritmos. Conhecer

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Computação DECOM

Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Computação DECOM PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I BCC70 204-02 Aula Prática 02 Exercício Codifique em Scilab as seguintes expressões matemáticas, armazenando-as em variáveis na memória conforme os exemplos. A sin(3.45) cos(2

Leia mais

Regras Métodos Identificadores Variáveis Constantes Tipos de dados Comandos de atribuição Operadores aritméticos, relacionais e lógicos

Regras Métodos Identificadores Variáveis Constantes Tipos de dados Comandos de atribuição Operadores aritméticos, relacionais e lógicos Lógica Aula 2 Técnicas de Programação Criando algoritmos Regras Métodos Identificadores Variáveis Constantes Tipos de dados Comandos de atribuição Operadores aritméticos, relacionais e lógicos Criando

Leia mais

Nível 3 IV FAPMAT 28/10/2007

Nível 3 IV FAPMAT 28/10/2007 1 Nível 3 IV FAPMAT 8/10/007 1. A figura abaixo representa a área de um paralelepípedo planificado. A que intervalo de valores, x deve pertencer de modo que a área da planificação seja maior que 184cm

Leia mais

10/02/2015. Introdução. Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Algoritmos e Lógica de Programação

10/02/2015. Introdução. Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Algoritmos e Lógica de Programação Introdução Algoritmos e Lógica de Programação Tipos de dados Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Informações a serem processadas pelo computador. Consideremos

Leia mais

Introdução à Programação. João Manuel R. S. Tavares

Introdução à Programação. João Manuel R. S. Tavares Introdução à Programação João Manuel R. S. Tavares Sumário 1. Ciclo de desenvolvimento de um programa; 2. Descrição de algoritmos; 3. Desenvolvimento modular de programas; 4. Estruturas de controlo de

Leia mais

7. Estrutura de Decisão

7. Estrutura de Decisão 7. Estrutura de Decisão Neste tipo de estrutura o fluxo de instruções a ser seguido é escolhido em função do resultado da avaliação de uma ou mais condições. Uma condição é uma expressão lógica. A classificação

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Conceitos básicos de algoritmos

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Conceitos básicos de algoritmos Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Conceitos básicos de algoritmos Prof. Renato Pimentel 1 Computação Dados Informações vindas de usuários ou de outras máquinas; Processamento transformação

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Entender a utilidade do resto de divisão Conhecer as funções matemáticas prontas do C/C++ Capacitar

Leia mais

Algoritmos e Programação Parte Teórica

Algoritmos e Programação Parte Teórica Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte Teórica Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Programação Estruturada Linguagem C

Programação Estruturada Linguagem C 2007 Programação Estruturada Linguagem C Fluxogramas Francisco Tesifom Munhoz CONTEÚDO Fluxograma... 3 Etapas para criação de um fluxograma:... 3 Símbolos utilizados para a construção do fluxograma:...

Leia mais

Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ

Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ Instituída pela Lei 0.45, de 9/04/00 - D.O.U. de /04/00 Pró-Reitoria de Ensino de Graduação - PROEN Disciplina: Cálculo Numérico Ano: 03 Prof: Natã Goulart

Leia mais

Algoritmo e Programação

Algoritmo e Programação Algoritmo e Programação Professor: José Valentim dos Santos Filho Colegiado: Engenharia da Computação Prof.: José Valentim dos Santos Filho 1 Ementa Noções básicas de algoritmo; Construções básicas: operadores,

Leia mais

Conteúdo. Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 2015

Conteúdo. Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 2015 Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 05 Conteúdo Matemática Financeira e Estatística: Razão; Proporção; Porcentagem; Juros simples e compostos; Descontos simples; Média Aritmética; Mediana; Moda.

Leia mais

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C onvertendo Algoritmos para a Linguagem Notas de Aula Prof. Francisco Rapchan www.geocities.com/chicorapchan O objetivo deste texto é mostrar alguns programas em, dando uma breve descrição de seu funcionamento

Leia mais

Métodos Numéricos. Turma CI-202-X. Josiney de Souza. josineys@inf.ufpr.br

Métodos Numéricos. Turma CI-202-X. Josiney de Souza. josineys@inf.ufpr.br Métodos Numéricos Turma CI-202-X Josiney de Souza josineys@inf.ufpr.br Agenda do Dia Aula 3 (10/08/15) Aritmética de ponto flutuante Representação de ponto flutuante Normalização Binária Decimal Situações

Leia mais

2ª Lista de Exercícios

2ª Lista de Exercícios Faculdade Novo Milênio Engenharia da Computação Engenharia de Telecomunicações Processamento de Dados 2006/1 2ª Lista de Exercícios Obs.: Os programas devem ser implementados em C++. 1. Escrever um algoritmo

Leia mais

MATEMÁTICA 3. Resposta: 29

MATEMÁTICA 3. Resposta: 29 MATEMÁTICA 3 17. Uma ponte deve ser construída sobre um rio, unindo os pontos A e, como ilustrado na figura abaixo. Para calcular o comprimento A, escolhe-se um ponto C, na mesma margem em que está, e

Leia mais

1. Usando Linguagem Natural, descreva o algoritmo que resolve o seguinte problema:

1. Usando Linguagem Natural, descreva o algoritmo que resolve o seguinte problema: 1. Usando Linguagem Natural, descreva o algoritmo que resolve o seguinte problema: - Numa escola, decidiu-se fazer o censo de alunos. Criou-se uma base de dados onde os registros são estruturados da seguinte

Leia mais

Algoritmos Estruturas Seqüenciais. José Gustavo de Souza Paiva

Algoritmos Estruturas Seqüenciais. José Gustavo de Souza Paiva Algoritmos Estruturas Seqüenciais José Gustavo de Souza Paiva 1 Introdução Objetivo básico da computação auxiliar os seres humanos em trabalhos repetitivos e braçais, diminuindo i i d esforços e economizando

Leia mais

Lista de Exercícios 3 Estrutura Condicional

Lista de Exercícios 3 Estrutura Condicional 1 Lista de Exercícios 3 Estrutura Condicional 1. A nota final de um estudante é calculada a partir de três notas atribuídas respectivamente a um trabalho de laboratório, a uma avaliação semestral e a um

Leia mais

Revisando a Aritmética

Revisando a Aritmética Revisando a Aritmética 1.Revisando os sistemas decimais e convertendo números para outras bases. 2.Usando Maple para converter números binários e hexadecimais para outras bases. 3.Distinguindo frações

Leia mais

Algoritmos e Programação. Curso de Engenharia de Produção Prof. Ms. Rogério Cardoso rogerio.cardoso@aedu.com professor@rogeriocardoso.com.

Algoritmos e Programação. Curso de Engenharia de Produção Prof. Ms. Rogério Cardoso rogerio.cardoso@aedu.com professor@rogeriocardoso.com. Algoritmos e Programação Curso de Engenharia de Produção Prof. Ms. Rogério Cardoso rogerio.cardoso@aedu.com professor@rogeriocardoso.com.br 2012 Conteúdo e Objetivos da Aula Introdução a Linguagem C Revisão

Leia mais

Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos

Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos SSC0101 - ICC1 Teórica Introdução à Ciência da Computação I Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos Prof. Vanderlei Bonato Prof. Cláudio Fabiano Motta Toledo Sumário Análise e solução de

Leia mais

Programação de Computadores I Pseudocódigo PROFESSORA CINTIA CAETANO

Programação de Computadores I Pseudocódigo PROFESSORA CINTIA CAETANO Programação de Computadores I Pseudocódigo PROFESSORA CINTIA CAETANO Pseudocódigo Pseudocódigo é uma forma genérica de escrever um algoritmo, utilizando uma linguagem simples (nativa a quem o escreve,

Leia mais

Departamento de Informática

Departamento de Informática Introdução aos Computadores e Programação Instituto Politécnico de Viseu Escola Superior de Tecnologia Engenharia Civil 1º Ano - 2º Semestre Departamento de Informática Ficha de Trabalho n.º 2 Soluções

Leia mais

Algoritmos e Programação. Prof. Tarcio Carvalho

Algoritmos e Programação. Prof. Tarcio Carvalho Algoritmos e Programação Prof. Tarcio Carvalho Conceito de Lógica A utilização da lógica na vida do indivíduo é constante, visto que é ela quem possibilita a ordenação do pensamento humano. Exemplo: A

Leia mais

Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes. Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa.

Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes. Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa. Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa. Ameliara Freire Tipos de dados Os programas manipulam dados, armazenando-os

Leia mais

SÃO PAULO: CAPITAL DA VELOCIDADE

SÃO PAULO: CAPITAL DA VELOCIDADE Física/Matemática SÃO PAULO: CAPITAL DA VELOCIDADE Diversos títulos foram sendo atribuídos à cidade de São Paulo durante seus mais de 500 anos de fundação, como, por exemplo, A cidade que não pode parar,

Leia mais

Conceito de Algoritmos e Suas Características

Conceito de Algoritmos e Suas Características Conceito de Algoritmos e uas Características Algoritmos Definições: Algoritmo é uma linguagem intermédia entre a linguagem humana e a linguagem de programação. Os Algoritmos são usados para representar

Leia mais

Casamento de Cadeias. Introdução. Introdução. Estrutura de Dados. Cadeia de caracteres: sequência de elementos denominados caracteres.

Casamento de Cadeias. Introdução. Introdução. Estrutura de Dados. Cadeia de caracteres: sequência de elementos denominados caracteres. Introdução de Cadeias Estrutura de Dados II Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Computação DECOM 1 Cadeia

Leia mais

Programação I. Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias

Programação I. Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias Programação I Prof. Bruno Vilela Oliveira bruno@cca.ufes.br http://www.brunovilela.webnode.com.br Aulas 2-3-4-5-6-7-8 Lógica Algoritmos Portugol

Leia mais

Exercícios de Java Aula 13

Exercícios de Java Aula 13 Exercícios de Java Aula 13 Link do curso: http://www.loiane.com/2013/10/curso-java-basico-java-se-gratuito/ 1. Faça um Programa que mostre a mensagem "Alo mundo" na tela. 2. Faça um Programa que peça um

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação

Introdução à Lógica de Programação Introdução à Lógica de Programação Sistemas Numéricos As informações inseridas em um computador são traduzidos em dados, ou seja, em sinais que podem ser manipulados pelo computador. O computador trabalha

Leia mais

Programação: Estruturas de seleção

Programação: Estruturas de seleção Programação de Computadores I Aula 07 Programação: Estruturas de seleção José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/53 Valores booleanos Os valores booleanos

Leia mais

Definição de Programas de Computadores e Linguagem de Programação de Comutadores

Definição de Programas de Computadores e Linguagem de Programação de Comutadores Definição de Programas de Computadores e Linguagem de Programação de Comutadores O computador é um equipamento eletrônico composto por circuitos eletrônicos, que trabalham com o estado ligado(1) e desligado(0),

Leia mais

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C Linguagem de uso geral (qualquer tipo de aplicação) Uma das linguagens mais utilizadas Foi utilizada

Leia mais

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F.

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. a Lista de Exercícios (L0) Queridos alunos, chegamos à nossa última lista de exercícios! Nesta lista vocês trabalharão com razão, proporção e regra de três. Façam

Leia mais

Sessão 2 UFCD 0804 Algoritmos

Sessão 2 UFCD 0804 Algoritmos Sessão 2 UFCD 0804 Algoritmos Revisões Sessão 1 Algoritmo - Definição Um algoritmo é formalmente uma sequência finita de passos que levam a execução de uma tarefa, é uma sequência de instruções para atingir

Leia mais

A declaração de uma variável vel define o seu tipo. O tipo do dado define como ele será: Armazenado na memória. Manipulado pela ULA.

A declaração de uma variável vel define o seu tipo. O tipo do dado define como ele será: Armazenado na memória. Manipulado pela ULA. Representação de Dados Tipos de dados: Caracteres (letras, números n e símbolos). s Lógicos. Inteiros. Ponto flutuante: Notações decimais: BCD. A declaração de uma variável vel define o seu tipo. O tipo

Leia mais

Computador HIPO. Inicialmente vamos apresentar as unidades fundamentais de um computador:

Computador HIPO. Inicialmente vamos apresentar as unidades fundamentais de um computador: Computador HIPO Para introduzirmos as noções básicas de como funciona um computador, empregaremos um modelo imaginário (hipotético) que denominaremos de computador hipo. O funcionamento desse modelo tem

Leia mais

Sumário. INF01040 Introdução à Programação. Elaboração de um Programa. Regras para construção de um algoritmo

Sumário. INF01040 Introdução à Programação. Elaboração de um Programa. Regras para construção de um algoritmo INF01040 Introdução à Programação Introdução à Lógica de Programação s Seqüenciais Sumário Elaboração de um programa/algoritmo Formas de representação de um algoritmo Elementos manipulados em um programa/algoritmo

Leia mais

Equacionando problemas

Equacionando problemas Reforço escolar M ate mática Equacionando problemas Dinâmica 2 1º Série 2º Bimestre DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Médio 1ª Campo Algébrico Simbólico Função polinomial do 1 grau Aluno

Leia mais

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros.

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. Lista de exercícios: Grupo I - programa seqüênciais simples 1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. 2. Fazer um programa

Leia mais

Matéria: Matemática Assunto: Razão e Proporção Prof. Dudan

Matéria: Matemática Assunto: Razão e Proporção Prof. Dudan Matéria: Matemática Assunto: Razão e Proporção Prof. Dudan Matemática Razão e Proporção Razão A palavra razão vem do latim ratio e significa a divisão ou o quociente entre dois números A e B, denotada

Leia mais

ALGORITMOS E FLUXOGRAMAS

ALGORITMOS E FLUXOGRAMAS ALGORITMOS E FLUXOGRAMAS Prof. André Backes INTRODUÇÃO Computadores = cérebros eletrônicos? Computadores são máquinas e, por si sós, não podem ser inteligentes. Alguém as projetou e deu a ela todas as

Leia mais

AULA 12 FUNÇÕES Disciplina: Algoritmos e POO Professora: Alba Lopes alba.lopes@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/albalopes

AULA 12 FUNÇÕES Disciplina: Algoritmos e POO Professora: Alba Lopes alba.lopes@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/albalopes AULA 12 FUNÇÕES Disciplina: Algoritmos e POO Professora: Alba Lopes alba.lopes@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/albalopes FUNÇÕES E PROCEDIMENTOS Também chamados de subalgoritmos São trechos de algoritmos

Leia mais

Estrutura Condicional C++

Estrutura Condicional C++ Estrutura Condicional C++ Resumo3 Profª. Ivre Marjorie R. Machado Estrutura Condicional Na estrutura sequencial, todos os comandos são executados independente de qualquer coisa/condição Usando a estrutura

Leia mais

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO O que é um programa? Matlab vs outras linguagens de programação Paradigma de programação Fases de desenvolvimento de um programa CPU Hardware Periféricos Sistema Software Aplicação O que é um programa?

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Algoritmos e Estruturas de Dados I Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Laboratório de AEDS 1 Aula 01 Linguagens de Programação Cada linguagem de programação obedece

Leia mais

Fração como porcentagem. Sexto Ano do Ensino Fundamental. Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M.

Fração como porcentagem. Sexto Ano do Ensino Fundamental. Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M. Material Teórico - Módulo de FRAÇÕES COMO PORCENTAGEM E PROBABILIDADE Fração como porcentagem Sexto Ano do Ensino Fundamental Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M. Neto

Leia mais

Programação: Tipos, Variáveis e Expressões

Programação: Tipos, Variáveis e Expressões Programação de Computadores I Aula 05 Programação: Tipos, Variáveis e Expressões José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/56 Valores Valor é uma entidade

Leia mais

Exercícios 3 Movimentos em 2 Dimensões, Movimento Circular e Aplicações

Exercícios 3 Movimentos em 2 Dimensões, Movimento Circular e Aplicações Exercícios 3 Movimentos em 2 Dimensões, Movimento Circular e Aplicações Movimentos em 2D 1) Você está operando um modelo de carro com controle remoto em um campo de tênis vazio. Sua posição é a origem

Leia mais

PROVA DO VESTIBULAR ESAMC-2003-1 RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA M A T E M Á T I C A

PROVA DO VESTIBULAR ESAMC-2003-1 RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA M A T E M Á T I C A PROVA DO VESTIBULAR ESAMC-- RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA M A T E M Á T I C A Q. O valor da epressão para = é : A, B, C, D, E, ( (,..., ( ( RESPOSTA: Alternativa A. Q. Sejam A

Leia mais

Se A é o sucesso, então é igual a X mais Y mais Z. O trabalho é X; Y é o lazer; e Z é manter a boca fechada. (Albert Einstein)

Se A é o sucesso, então é igual a X mais Y mais Z. O trabalho é X; Y é o lazer; e Z é manter a boca fechada. (Albert Einstein) Escola Básica Integrada c/ Jardim de Infância da Malagueira Teste de Avaliação Matemática 9ºB Nome: Nº: Data: 4 3 11 Classificação: A prof: O Enc. Educação: Se A é o sucesso, então é igual a X mais Y mais

Leia mais

Se A é o sucesso, então é igual a X mais Y mais Z. O trabalho é X; Y é o lazer; e Z é manter a boca fechada. (Albert Einstein)

Se A é o sucesso, então é igual a X mais Y mais Z. O trabalho é X; Y é o lazer; e Z é manter a boca fechada. (Albert Einstein) Escola Básica Integrada c/ Jardim de Infância da Malagueira Teste de Avaliação Matemática 9ºB Nome: Nº: Data: 4 3 11 Classificação: A prof: O Enc. Educação: Se A é o sucesso, então é igual a X mais Y mais

Leia mais

FÍSICA. Figura 5.1 Ventilador

FÍSICA. Figura 5.1 Ventilador FÍSICA 1 MECÂNICA MECÂNICA I II Mecânica Gráfica para alunos do ensino 3. médio Pêndulo utilizando simples o PUCK 5. Movimento circular NOME ESCOLA EQUIPE SÉRIE PERÍODO DATA QUESTÃO PRÉVIA No ventilador

Leia mais

13. Assinala com X o número que deves adicionar ao número 797,95 para obteres o número inteiro mais próximo.

13. Assinala com X o número que deves adicionar ao número 797,95 para obteres o número inteiro mais próximo. Prova Final de Matemática 1.º Ciclo do Ensino Básico Prova 42/Época Especial/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura do Aluno

Leia mais

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1 1. REVISÃO 01 Matemática SSA REVISÃO GERAL 1. Um recipiente com a forma de um cone circular reto de eixo vertical recebe água na razão constante de 1 cm s. A altura do cone mede cm, e o raio de sua base

Leia mais

XXVI Olimpíada de Matemática da Unicamp. Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica Universidade Estadual de Campinas

XXVI Olimpíada de Matemática da Unicamp. Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica Universidade Estadual de Campinas Gabarito da Prova da Primeira Fase 15 de Maio de 010 1 Questão 1 Um tanque de combustível, cuja capacidade é de 000 litros, tinha 600 litros de uma mistura homogênea formada por 5 % de álcool e 75 % de

Leia mais

Apostila de Fundamentos de Programação I. Prof.: André Luiz Montevecchi

Apostila de Fundamentos de Programação I. Prof.: André Luiz Montevecchi Apostila de Fundamentos de Programação I Prof: André Luiz Montevecchi Introdução O mundo atual é dependente da tecnologia O uso intenso de diversos aparatos tecnológicos é parte integrante do nosso dia-a-dia

Leia mais

Exercícios de Fixação Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle

Exercícios de Fixação Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle Disciplina: TCC-00.7 Prog. de Computadores III Professor: Leandro Augusto Frata Fernandes Turma: A- Data: / / Exercícios de Fixação Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle. Construa um algoritmo

Leia mais

MANZANO, José Augusto N. G., Estudo Dirigido: ALGORITMOS - Editora Érica, 2000. ÍNDICE

MANZANO, José Augusto N. G., Estudo Dirigido: ALGORITMOS - Editora Érica, 2000. ÍNDICE ÍNDICE MANZANO, José Augusto N. G., Estudo Dirigido: ALGORITMOS - Editora Érica, 2000. 1 Abordagem Contextual...4 1.1 Definições Básicas...4 1.2 Necessidade do Uso da Lógica...4 1.3 Aplicabilidade da Lógica

Leia mais

1. Leia um número inteiro e escreva seu sucessor e antecessor.

1. Leia um número inteiro e escreva seu sucessor e antecessor. Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 Processamento da Informação Lista de Exercícios Nº 01 Algoritmos Estruturas Sequenciais Soluções de referência em Java ATENÇÃO- Para cada um dos exercícios abaixo,

Leia mais

Conceitos básicos da linguagem C

Conceitos básicos da linguagem C Conceitos básicos da linguagem C 2 Em 1969 Ken Thompson cria o Unix. O C nasceu logo depois, na década de 70. Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando o sistema operacional UNIX criado por

Leia mais

Matéria: Matemática Assunto: Regra de Três simples Prof. Dudan

Matéria: Matemática Assunto: Regra de Três simples Prof. Dudan Matéria: Matemática Assunto: Regra de Três simples Prof. Dudan Matemática Grandezas diretamente proporcionais A definição de grandeza está associada a tudo aquilo que pode ser medido ou contado. Como

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Trabalho Computacional

Trabalho Computacional Universidade Federal do Espírito Santo Departamento de Informática Profª Claudia Boeres Teoria dos Grafos - 2014/2 Trabalho Computacional 1. Objetivo Estudo e implementação de algoritmos para resolução

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática

Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática EXERCÍCIOS DE ESTRUTURAS SEQUÊNCIAIS 1. O coração humano bate em média uma vez por segundo. Desenvolver um algoritmo para calcular e escrever quantas

Leia mais

Módulo 1 -Algoritmos e Programação

Módulo 1 -Algoritmos e Programação Curso de Programação em Computadores V Módulo 1 -Algoritmos e Programação Aura Conci & Erick Oliveira aconci@ic.uff.br, erickr@id.uff.br Disciplina: Programação V Bibliografia básica: W. Celes, R. Cerqueira

Leia mais

Aula 01. - Bibliografia - Definições - Operadores - Criação de um algoritmo - Exercícios. Algoritmo e Programação. Prof. Fábio Nelson.

Aula 01. - Bibliografia - Definições - Operadores - Criação de um algoritmo - Exercícios. Algoritmo e Programação. Prof. Fábio Nelson. - Bibliografia - Definições - Operadores - Criação de um algoritmo - Exercícios Aula 01 Slide 1 BIBLIOGRAFIA SCHILDT H. C Completo e Total, Makron Books. SP, 1997. Curso de linguagem C da UFMG. ZIVIANI,

Leia mais

Algoritmos e Programação de Computadores

Algoritmos e Programação de Computadores Algoritmos e Programação de Computadores Algoritmos Estrutura Sequencial Parte 1 Professor: Victor Hugo L. Lopes Agenda Etapas de ação do computador; TDP Tipos de Dados Primitivos; Variáveis; Constantes;

Leia mais

EXERCÍCIOS. 2. Faça um algoritmo que receba dois números e ao final mostre a soma, subtração, multiplicação e a divisão dos números lidos.

EXERCÍCIOS. 2. Faça um algoritmo que receba dois números e ao final mostre a soma, subtração, multiplicação e a divisão dos números lidos. EXERCÍCIOS 1. Faça um algoritmo que receba dois números e exiba o resultado da sua soma. 2. Faça um algoritmo que receba dois números e ao final mostre a soma, subtração, multiplicação e a divisão dos

Leia mais

I Desafio de Programação para Iniciantes UFMA 2008

I Desafio de Programação para Iniciantes UFMA 2008 Problema A Loteando a terra Nome do arquivo fonte: lote.{c, cpp, java ou pas} Um fazendeiro resolveu lotear sua fazenda e vender os lotes de terra. Sabe se que sua fazenda é um retângulo e que todos os

Leia mais

Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z

Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z Rua Oto de Alencar nº 5-9, Maracanã/RJ - tel. 04-98/4-98 Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z Podemos epressar o produto de quatro fatores iguais a.... por meio de uma potência de base e epoente

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano -

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano - COLÉGIO ARNALDO 2014 ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano - MATEMÁTICA Aluno(a): Série: 4º ano Turma: Professor(a): Valor: 20 pontos Obteve: Conteúdo de Recuperação Função do número - contagem, código, ordenação

Leia mais

Caderno 2: 60 minutos. Tolerância: 20 minutos. (não é permitido o uso de calculadora)

Caderno 2: 60 minutos. Tolerância: 20 minutos. (não é permitido o uso de calculadora) Prova Final de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Prova 62/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura do Aluno CC

Leia mais

INF 1005 Programação I lista 12

INF 1005 Programação I lista 12 INF 1005 Programação I lista 12 Caracteres e cadeias de caracteres (strings) 1. [tarefa 42] Implemente e teste uma função que receba uma string como parâmetro e modifique essa string trocando todos os

Leia mais

Programação. Folha Prática 4. Lab. 4. Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal. Copyright 2010 All rights reserved.

Programação. Folha Prática 4. Lab. 4. Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal. Copyright 2010 All rights reserved. Programação Folha Prática 4 Lab. 4 Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal Copyright 2010 All rights reserved. LAB. 4 4ª semana DESENHO E CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS 1. Revisão

Leia mais

Nestas condições, determine a) as coordenadas dos vértices B, C, D, E e F e a área do hexágono ABCDEF. b) o valor do cosseno do ângulo AÔB.

Nestas condições, determine a) as coordenadas dos vértices B, C, D, E e F e a área do hexágono ABCDEF. b) o valor do cosseno do ângulo AÔB. MATEMÁTICA 0 A figura representa, em um sistema ortogonal de coordenadas, duas retas, r e s, simétricas em relação ao eixo Oy, uma circunferência com centro na origem do sistema, e os pontos A = (1, ),

Leia mais

ILP - Introdução à Linguagem de Programação. Plano de estudo: - Constantes e variáveis. - Atribuindo valores às variáveis.

ILP - Introdução à Linguagem de Programação. Plano de estudo: - Constantes e variáveis. - Atribuindo valores às variáveis. Plano de estudo: -. - Atribuindo valores às variáveis. - Expressões Na maioria das vezes, precisamos armazenar dados para manipulá-los. Por exemplo, em um escritório de contabilidade, armazenamos os dados

Leia mais

PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS DE ALGORITMOS

PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS DE ALGORITMOS PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS DE ALGORITMOS CENTENA = x DEZENA = x UNIDADE = x 1. A imobiliária Imóbilis vende apenas terrenos retangulares. Faça um algoritmo para ler as dimensões de um terreno e depois

Leia mais