CONTRATO a TERMO RESOLUTIVO Manual do Candidato

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTRATO a TERMO RESOLUTIVO Manual do Candidato"

Transcrição

1 CONTRATO a TERMO RESOLUTIVO Manual do Lisboa, Setembro de 2007

2 Índice I Introdução... 3 II Inscrição Obrigatória. 4 III - Aplicação Contratação de Escola Acesso à aplicação Contratação de Escola Seleccionar horários e ver critérios Campos a preencher Indicar critério(s) IV Resumo/Recibo V Consulta de candidaturas e aceitação da selecção Consulta de candidaturas Aceitação da selecção

3 I - Introdução Para que o processo de selecção se realize com sucesso, os candidatos devem ler atentamente o Decreto Lei nº 35/2007, de 15 de Fevereiro e prestar especial atenção aos seguintes pontos: 1. O processo de selecção para o exercício de funções docentes em regime de contrato a termo resolutivo é executado integralmente de forma electrónica. 2. O candidato é o único responsável pelos dados da candidatura; A escola é responsável pela selecção do candidato; A Direcção Regional de Educação é responsável pela confirmação dos horários; A Direcção Geral dos Recursos Humanos da Educação é responsável pela elaboração e disponibilização das aplicações. 3. O processo de selecção dos candidatos à contratação em regime de contrato a termo resolutivo é realizado através de preenchimento de um formulário electrónico no sítio da Internet da escola, nos três dias úteis seguintes à data da publicação das necessidades de contratação. 4. Terminado este prazo, o órgão de direcção executiva da escola procede ao apuramento e selecção dos candidatos, colhendo parecer obrigatório e vinculativo do conselho pedagógico. Da decisão de selecção é dado conhecimento imediato a todos os interessados, bem como à Direcção Geral dos Recursos Humanos, por via electrónica. 5. A comunicação da selecção é feita por via electrónica, tal como a aceitação da colocação, no dia útil seguinte ao da comunicação da selecção. 6. Na ausência de aceitação dentro do prazo fixado fica a colocação automaticamente sem efeito. 7. A não apresentação no dia imediato ao da celebração do contrato de trabalho ou na data que tiver sido acordada para o início da sua actividade, no local de trabalho contratualmente definido, é considerada como denúncia do mesmo contrato nos termos previstos no art. 105º do Código do Trabalho, salvo razão atendível devidamente fundamentada. 8. Nos termos do nº 2 do artº 5º da Lei nº 23/2004, de 22 de Junho, apenas são aplicáveis, os princípios gerais que regem a actividade administrativa, - 3 -

4 pelo que não há lugar ao recurso dos procedimentos do CPA (Código do Procedimento Administrativo) Para esclarecimento de quaisquer dúvidas que surjam, os candidatos devem contactar a escola ou a respectiva Direcção Regional de Educação. II Inscrição Obrigatória Para aceder à aplicação Contratação de Escola os candidatos devem introduzir o seu número de candidato e respectiva palavra-chave. Os candidatos que não possuam estes elementos devem aceder em primeiro lugar à página da Direcção Geral dos Recursos Humanos da Educação em Concurso 2007 (Docentes), Área de candidatos 2007 e aceder à aplicação Inscrição Obrigatória onde são recolhidos os elementos de Identificação Pessoal, Residência e Contactos. É nesta aplicação que lhe é atribuído o número de candidato. Os candidatos devem prestar especial atenção ao preenchimento dos campos Documento de identificação (1.2) e nº do documento (1.3) uma vez que, por - 4 -

5 questões de segurança, não podem ser alterados posteriormente no formulário da candidatura. O candidato tem de indicar uma palavra-chave (constituída por 8 a 13 dígitos) que deve guardar em lugar seguro e que lhe permitirá o acesso nas diferentes etapas do concurso. Atenção: Os dígitos visíveis neste ecrã são apenas para controlo informático, não correspondendo ao nº de candidato. Depois de cuidadosamente preenchidos todos os elementos, deve carregar no botão submeter. Na sequência surge um recibo onde consta o seu nº de candidato, que deve imprimir e guardar em lugar seguro. Feche a aplicação. III Aplicação Contratação de Escola 1 Acesso à aplicação Para aceder ao formulário electrónico Contratação de Escola os candidatos têm que introduzir o seu Número de e a Palavra-Chave. Se os dados acima indicados estão correctos, ao carregar no botão entrar vai aceder ao Formulário Electrónico

6 Nesta página encontram-se os horários disponíveis para contratação em regime de contrato a termo resolutivo. 2. Seleccionar horários e ver critérios Pode fazer diversas pesquisas utilizando os diferentes filtros e botões dos campos que se apresentam de fundo branco. Ao carregar no botão pesquisar apenas lhe surgem os horários do(s) filtro(s) preenchido(s). Para verificar o(s) critério(s) exigido(s), seleccione o horário e carregue em consultar Ser-lhe-á apresentada uma página onde constam os elementos referentes a esse horário

7 Pode imprimir, se assim o desejar, e fechar o ecrã. Se é esse o horário a que pretende candidatar-se carregue em seleccionar. O horário seleccionado surge no campo abaixo em Lista de Horários Seleccionados. Se pretende candidatar-se a vários horários, execute, os mesmos passos, para cada um deles. Nesta lista, pode voltar a fazer a consulta. Caso queira anular algum dos horários seleccione-o e carregue em remover. Se não pretende seleccionar mais horários carregue em seguinte e terá acesso à página da sua identificação. Pode proceder à alteração dos seus dados com excepção, por questões de segurança, do tipo de documento de identificação e do número do documento

8 Na página seguinte irão figurar, para consulta, as colocações obtidas por contratação cíclica e contratação de escola, indicando se a colocação ainda se encontra activa ou se já cessou. Caso o candidato detecte qualquer erro (p/ex, contrato que já cessou e para o qual ainda não foi dado final de contrato) deve entrar imediatamente em contacto com a escola onde prestou serviço para regularização da situação. 3 - Campos a preencher No ecrã seguinte deve começar por identificar o tipo de habilitação que possui: Habilitação profissional ou Habilitação Própria Entende-se por habilitação profissional a posse de uma habilitação que confere qualificação profissional para a docência e, por habilitação própria a posse de uma habilitação académica que, nos termos dos diplomas em vigor seja reconhecida como habilitação própria para a docência e cuja designação seja a taxativamente enunciada nos mesmos. Se é candidato a horário(s) da Educação Especial este campo aparece preenchido com Qualificação Profissional, pois trata-se de um requisito obrigatório, nos termos - 8 -

9 do nº 2 do art. 2º do Dec. Lei nº 27/2006, de 10 de Fevereiro, para leccionar os grupos da Educação Especial. Os candidatos têm ao seu dispor no site o guia do utilizador das habilitações próprias para consulta o que, não invalida a consulta dos diplomas legais. Após este preenchimento o ecrã irá apresentar campos de fundo verde que são de preenchimento obrigatório

10 O grupo de recrutamento já se encontra preenchido de acordo com o horário seleccionado. Caso se trate de um grupo da Educação Especial deve indicar, no campo seguinte, um grupo para o qual possui qualificação profissional. Os campos seguintes devem ser preenchidos de acordo com o solicitado. Preenchidos os campos carregue em seguinte: caso se candidate a mais de um grupo terá de preencher tantos quadros, relativos a habilitações, quantos os grupos a que se candidata

11 4 Indicar critério(s) Terminado o preenchimento do(s) quadro(s) relativo(s) a habilitações carregue em seguinte e terá acesso à página com campo(s) de texto livre onde deve explicitar de forma clara a posse do(s) critério(s) exigido(s), para horário(s) do(s) grupo(s) seleccionado(s). IV - Resumo/Recibo A página seguinte apresenta-lhe um resumo dos horários a que se está a candidatar. Antes de introduzir a palavra-chave e submeter verifique se os seus dados estão correctos. Após a submissão é apresentado um recibo que deve imprimir. Ao carregar em anterior será posicionado na página Lista de Horários ; Se pretende realizar mais candidaturas repita a operação utilizando os passos definidos. Para consultar as candidaturas que realizou carregue em consultar candidaturas, se não vai efectuar mais nenhuma operação carregue em sair

12 V Consulta de candidaturas e aceitação da selecção 1 Consulta de candidaturas Para consultar as candidaturas que efectuou, deve aceder à aplicação e realizar os mesmos passos até se situar na página Lista de Horários ou caso se encontre a terminar uma candidatura e está na página do Recibo, após a sua impressão, carregue em anterior até aceder a esta página. Carregue em consultar candidaturas Nesta página visualiza a(s) sua(s) candidatura(s). Na coluna Seleccionada figura o estado da mesma. Em caso de selecção para vários horários apenas poderá aceitar até ao limite de um horário completo. Se se encontrar seleccionado(a) para algum horário, deve seleccionar aquele (s) que pretende aceitar e carregar em seguinte 2 - Aceitação da selecção Nesta página deve declarar a aceitação ou não aceitação da selecção

13 Feita a declaração imprima o recibo e face anterior até ao botão sair. Atenção: Após recusa de horário não é possível proceder à aceitação do mesmo. Assim, ao candidato que recusa a colocação é solicitada confirmação da recusa: O candidato seleccionado deve obrigatoriamente aceitar por via electrónica, e dentro dos prazos, a sua colocação. Obs: Deverá ter em atenção o prazo de aceitação e de apresentação

Manual de candidatura por via electrónica

Manual de candidatura por via electrónica 2 Concursos de Pessoal Docente regulados pelo Decreto Legislativo Regional n.º /2009/M de de Junho. Ano Escolar 2009/2010 Manual de candidatura por via electrónica É essencial que leia este manual antes

Leia mais

Concurso Externo, Contratação Inicial e Reserva de Recrutamento

Concurso Externo, Contratação Inicial e Reserva de Recrutamento MANUAL DE INSTRUÇÕES Reclamação da Candidatura Eletrónica Concurso Externo, Contratação Inicial e Reserva de Recrutamento Tipo de candidato Externo e LSVLD Nos termos do Aviso n.º 3597-K/2016, publicado

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES DIRECÇÃO GERAL DOS RECURSOS HUMANOS DA EDUCAÇÃO DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES (APENAS PARA ESCOLAS) MANIFESTAÇÃO DE NECESSIDADES PARA COLOCAÇÕES CÍCLICAS ANO ESCOLAR

Leia mais

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE MATRÍCULA ELECTRÓNICA Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE ÍNDICE 1 PREÂMBULO... 2 2 UTILIZAÇÃO PELOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO... 3 2.1 Matrícula Electrónica - Acesso através

Leia mais

Índice. Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação?

Índice. Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação? Índice Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação? Como efectuar uma operação de confirmação de estimativas? Como aceder ao Serviço de Certificação

Leia mais

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC www.estagiostic.gov.pt 1 Índice 1 Introdução 3 1.1 Programa de Estágios TIC 3 1.2 Objectivo da plataforma 3 1.3 Perfis 4 1.3.1 Escola 4 1.3.2 Empresa 4 1.3.3

Leia mais

Guia de Apoio à Candidatura Online

Guia de Apoio à Candidatura Online Recomendações gerais: Consultar as Normas e as Perguntas Frequentes - FAQ disponíveis no sítio eletrónico http://rehabitarlisboa.cm-lisboa.pt, menu COMO FAZER / Programa O Bairro (com)vida ; Certificar-se

Leia mais

Guia de Candidatura. Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt

Guia de Candidatura. Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto

Leia mais

Facturação Guia do Utilizador

Facturação Guia do Utilizador Facturação Guia do Utilizador Facturação Como se utiliza 2 1 Como se utiliza Todas as opções do sistema estão acessíveis através do menu: ou do menu: O Menu caracteriza-se pelas seguintes funcionalidades:

Leia mais

SRE Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos

SRE Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos SRE Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos Governo Regional da Madeira Concursos de Pessoal Docente Reserva de recrutamento Manifestação, por via eletrónica, da vontade de continuar em concurso

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Manifestação de Preferências do Concurso de Contratação Inicial e Reserva de Recrutamento 2015/2016 06 de Julho de 2015 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 2 INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO SIGRHE...

Leia mais

Relatório SHST - 2003

Relatório SHST - 2003 Relatório da Actividade dos Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Relatório SHST - 2003 Programa de Recolha da Informação Manual de Operação Versão 1.0 DEEP Departamento de Estudos, Estatística

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Aperfeiçoamento da Candidatura Eletrónica CONCURSO INTERNO E EXTERNO CONTRATAÇÃO INICIAL / RESERVA RECRUTAMENTO Ano Escolar 2015/2016 NOS TERMOS DO AVISO N.º 2505-B/2015, PUBLICADO

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Índice 1 Apresentação... 3 2 Registo no ClinicBase... 3 3 Login... 3 4 Área Privada... 3 4.1 Os meus pacientes... 3 4.1.1 Criar novo Paciente... 3 4.1.2 Procura Paciente... 4 4.1.3

Leia mais

CANDIDATURAS PÓS-GRADUAÇÃO (2º CICLO, 3º CICLO, CFA) Mestrados, Doutoramentos, Especializações

CANDIDATURAS PÓS-GRADUAÇÃO (2º CICLO, 3º CICLO, CFA) Mestrados, Doutoramentos, Especializações CANDIDATURAS PÓS-GRADUAÇÃO (2º CICLO, 3º CICLO, CFA) Mestrados, Doutoramentos, Especializações A formalização de candidatura a curso de pós-graduação (2º ciclo, 3º ciclo, cfa) pressupõe o acesso à respetiva

Leia mais

Manual de utilização da Plataforma Electrónica dedicada à Taxa Municipal Turística de Dormida

Manual de utilização da Plataforma Electrónica dedicada à Taxa Municipal Turística de Dormida Manual de utilização da Plataforma Electrónica dedicada à Taxa Municipal Turística de Dormida Versão III: Fevereiro 206 Normais gerais de preenchimento:. Preenchimento dos campos de texto (Designação de

Leia mais

SUPLEMENTO II SÉRIE ÍNDICE. Ministério da Educação e Ciência PARTE C. Terça-feira, 27 de maio de 2014 Número 101

SUPLEMENTO II SÉRIE ÍNDICE. Ministério da Educação e Ciência PARTE C. Terça-feira, 27 de maio de 2014 Número 101 II SÉRIE Terça-feira, 27 de maio de 2014 Número 101 ÍNDICE SUPLEMENTO PARTE C Ministério da Educação e Ciência Direção-Geral da Administração Escolar: Aviso n.º 6472-A/2014: Abertura do concurso externo

Leia mais

Certidão Permanente. Manual de Procedimentos

Certidão Permanente. Manual de Procedimentos Certidão Permanente Manual de Procedimentos Procedimentos da Certidão Permanente On-line Sim 2. Elaborar Pedido de Subscrição 1. Autenticar apresentante / Login 1.1. Subscrição da Certidão? 4. Efectuar

Leia mais

GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo)

GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo) Manual de GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo) INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/20 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo:

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: GUIA DE ORIENTAÇÃO 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: 1.1 - ACESSAR O SITE DA PREFEITURA: 1.2 - CLICAR NA OPÇÃO: SERVIÇOS >> NOTA FISCAAL ELETRÔNICA 1.3 - Aguarde carregar

Leia mais

Manual de Utilizador. //Internet Banking. BNI Online. www.bni.ao

Manual de Utilizador. //Internet Banking. BNI Online. www.bni.ao ÍNDICE Introdução Informações Gerais Acesso ao Serviço Fazer Login Documentos Electrónicos Posição Integrada Agenda Vencimentos Contas à Ordem Transferências Personalizar Financiamentos Moeda Estrangeira

Leia mais

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Este é um guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade de Coimbra

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL Manual de Utilização - Gestão de Utilizador Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

Leia mais

Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades - Inscrição

Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades - Inscrição MANUAL DE INSTRUÇÕES Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades - Inscrição 24 de novembro 2014 Versão 01 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso e utilização

Leia mais

Manual do Utilizador. Manual do Utilizador Modelo10 no sisgep. Data última versão: 16.02.2007 Versão : 1.2. Data criação: 26.02.

Manual do Utilizador. Manual do Utilizador Modelo10 no sisgep. Data última versão: 16.02.2007 Versão : 1.2. Data criação: 26.02. Manual do Utilizador Modelo10 no sisgep Manual do Utilizador Modelo10 no sisgep Data última versão: 16.02.2007 Versão : 1.2 Data criação: 26.02.2004 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf.

Leia mais

Catálogo Nacional de Compras Públicas. Manual de Fornecedores

Catálogo Nacional de Compras Públicas. Manual de Fornecedores 10 de Julho de 2009 Índice 1. Introdução... 3 1.1. Objectivo... 3 2. Fornecedor... 4 2.1. AQs/CPAs... 4 2.2. Contratos... 4 2.3. Grupos AQ/CPA... 5 3. Carregamento e Actualização do Catálogo... 7 3.1.

Leia mais

CITV. Manual do Utilizador. Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção

CITV. Manual do Utilizador. Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção CITV Manual do Utilizador Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção Índice 1 Introdução...3 2 Entrada/Validação...4 2.1 Descrição...4 3 Candidatura Preenchimento de Formulário...10 3.1 Descrição...10

Leia mais

Ministérios das Finanças e dos Negócios Estrangeiros

Ministérios das Finanças e dos Negócios Estrangeiros Ministérios das Finanças e dos Negócios Estrangeiros Portaria n.º /2010 Contratação temporária para o Ensino Português no Estrangeiro Nos termos do artigo 32.º do Decreto-Lei n.º 165/2006, de 11 de Agosto,

Leia mais

Para aceder ao Portal das Finanças e validar ou confirmar as facturas deverão seguir o seguinte caminho:

Para aceder ao Portal das Finanças e validar ou confirmar as facturas deverão seguir o seguinte caminho: Dedução de despesas IRS 2015 A partir de 2015 as despesas dedutíveis à colecta de IRS, que agregam as despesas com todos os membros do agregado familiar, incluindo os filhos, exigem uma observância rigorosa

Leia mais

Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação

Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação 1. INTRODUÇÃO...1 2. MÓDULO DE GESTÃO...2 2.1. ENTIDADES...3 2.1.1. TERCEIROS...4 2.1.1.1. CONSULTAR OS TERCEIROS...4 2.1.1.2. CRIAR UM TERCEIRO...5 2.1.1.3.

Leia mais

Sistema de formação e certificação de competências

Sistema de formação e certificação de competências Sistema de Formação e Certificação de Competências Portal das Escolas Manual de Utilizador Docente Referência Projecto Manual do Utilizador Docente Sistema de formação e certificação de competências Versão

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 AUXÍLIO FINANCEIRO PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS

EDITAL Nº 01/2015 AUXÍLIO FINANCEIRO PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS EDITAL Nº 01/2015 AUXÍLIO FINANCEIRO PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS Este edital dispõe sobre as normas para solicitação, concessão e utilização de auxílio financeiro para participação em eventos extracurriculares,

Leia mais

Manual de candidaturas online

Manual de candidaturas online Instituto Superior de Agronomia Manual de candidaturas online 20-06-2014 (Versão 1.0) O objetivo deste manual é auxiliar o candidato na apresentação da sua candidatura. Índice Introdução 1. Registo do

Leia mais

FAQ s para os Administradores do Sistema

FAQ s para os Administradores do Sistema FAQ s para os Administradores do Sistema Este documento disponibiliza FAQ s sobre vários temas. Clique sobre o tema que lhe interessa para aceder às respetivas FAQ s. FAQ s sobre a credenciação do Administrador

Leia mais

Perguntas e respostas sobre prova de conhecimentos gerais

Perguntas e respostas sobre prova de conhecimentos gerais e respostas sobre prova de conhecimentos gerais (Consurso centralizado de ingresso n. o 001-2012-AT-01) Os candidatos admitidos devem ler atentamente as Observações para os candidatos admitidos na página

Leia mais

B2S SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, LDA. RUA ARTILHARIA UM, Nº 67 3º FRT. 1250-038 LISBOA TEL: 21 385 01 09 - FAX: 21 012 52 25 E-MAIL B2S@B2S.

B2S SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, LDA. RUA ARTILHARIA UM, Nº 67 3º FRT. 1250-038 LISBOA TEL: 21 385 01 09 - FAX: 21 012 52 25 E-MAIL B2S@B2S. Procedimentos Abertura/Fecho Ano Primavera V750 B2S SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, LDA. RUA ARTILHARIA UM, Nº 67 3º FRT. 1250-038 LISBOA TEL: 21 385 01 09 - FAX: 21 012 52 25 E-MAIL B2S@B2S.PT MCRC LISBOA 11492

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE FORMADORES

CONTRATAÇÃO DE FORMADORES MANUAL DO UTILIZADOR CONTRATAÇÃO DE FORMADORES Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P. 28 de dezembro de 2015 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso

Leia mais

Regime de Bonificação de Juros de Crédito Concedido para AHP e Plano de Garantia de Créditos para AHP

Regime de Bonificação de Juros de Crédito Concedido para AHP e Plano de Garantia de Créditos para AHP 1. O que é o Regime de Bonificação de Juros de Crédito Concedido para Aquisição de Habitação Própria? O Regime de Bonificação de Juros de Crédito Concedido para Aquisição de Habitação Própria (adiante

Leia mais

1.1 Candidaturas on-line

1.1 Candidaturas on-line 1.1 Candidaturas on-line Para efectuar o processo de candidatura o candidato deverá aceder ao portal da ESML (este link está posicionado na área do Concurso local de acesso, mas existirá o mesmo noutro

Leia mais

Guia de utilização do sistema de candidatura online relativo à Bolsa de Mérito Especial

Guia de utilização do sistema de candidatura online relativo à Bolsa de Mérito Especial Guia de utilização do sistema de candidatura online relativo à Bolsa de Mérito Especial O candidato deve, em primeiro lugar, inscrever-se como membro do Clube dos Amigos da Fundação Macau para que, posteriormente,

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os

Leia mais

FEDERAÇÃO NACIONAL DE KARATE PORTUGAL

FEDERAÇÃO NACIONAL DE KARATE PORTUGAL Assunto: Fase II de Procedimentos Online Exmos. Srs. A TODAS AS ASSOCIAÇÕES A introdução em Setembro de 2011 da FASE I do novo método de registo de inscrições/renovações de atletas, treinadores e inscrições

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA DGRHE ÀS ESCOLAS CONTRATAÇÃO DE ESCOLA COM CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO

APRESENTAÇÃO DA DGRHE ÀS ESCOLAS CONTRATAÇÃO DE ESCOLA COM CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO APRESENTAÇÃO DA DGRHE ÀS ESCOLAS CONTRATAÇÃO DE ESCOLA COM CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO DREs, Janeiro de 2007 CONTEÚDO DA APRESENTAÇÃO RESUMO DO DECRETO-LEI OPERATIVA DA CONTRATAÇÃO DE ESCOLA CALENDÁRIO

Leia mais

GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO. GESTÃO DA MEDIDA 511 Assistência Técnica FEADER

GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO. GESTÃO DA MEDIDA 511 Assistência Técnica FEADER GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO GESTÃO DA MEDIDA 511 Assistência Técnica FEADER Outubro 2010 INSTRUÇÕES PARA UMA CORRECTA UTILIZAÇÃO DO FORMULÁRIO Funcionamento genérico Os formulários estão disponíveis

Leia mais

SUMÁRIO: Regula a atribuição de incentivos à contratação de jovens à procura do primeiro emprego e de desempregados de longa duração.

SUMÁRIO: Regula a atribuição de incentivos à contratação de jovens à procura do primeiro emprego e de desempregados de longa duração. DIPLOMA: Decreto-Lei n.º 89/95, de 06 de Maio SUMÁRIO: Regula a atribuição de incentivos à contratação de jovens à procura do primeiro emprego e de desempregados de longa duração. ALTERAÇÕES: Declaração

Leia mais

Avaliação do Desempenho do. Pessoal Docente. Manual de Utilizador

Avaliação do Desempenho do. Pessoal Docente. Manual de Utilizador Avaliação do Desempenho do Pessoal Docente Manual de Utilizador Junho de 2011 V6 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 4 1.1 Aspectos gerais... 4 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 4 1.3

Leia mais

Themis Serviços On Line - Publicações

Themis Serviços On Line - Publicações Nome do documento Guia do Usuário Themis Serviços On Line - Publicações Sumário Introdução:... 3 1 - Cadastro dos Usuários do Themis Serviços On Line:... 3 2 - Acesso ao Sistema Themis Serviços On Line:...

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL.

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL. INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL Edição 2015-2017 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de Fevereiro,

Leia mais

Concurso de Design Criação de cartaz REGULAMENTO

Concurso de Design Criação de cartaz REGULAMENTO Concurso de Design Criação de cartaz REGULAMENTO 1. Introdução O presente concurso, destinado à apresentação de projectos de criação de um cartaz original, é uma iniciativa da Associação 25 de Abril (doravante

Leia mais

Aplicação de RMAs - Instruções

Aplicação de RMAs - Instruções Aplicação de RMAs - Instruções 1 - Registo do Utilizador na Plataforma Existem duas possibilidades de um utilizador se registar na plataforma de RMAs. Utilizador com acesso ao site Utilizador sem acesso

Leia mais

REAL PPR Condições Gerais

REAL PPR Condições Gerais Entre a, adiante designada por Segurador, e o Tomador do Seguro identificado nas Condições Particulares, estabelece-se o presente contrato de seguro que se regula pelas Condições Particulares e desta apólice,

Leia mais

MANUAL DO SERIE ALIMENTAÇÃO

MANUAL DO SERIE ALIMENTAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO SECRETÁRIO ADJUNTO DIRETORIA DE APOIO AO ESTUDANTE ASSESSORIA DE ANÁLISE E ESTATÍSTICA GERÊNCIA DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR 3 SUMÁRIO 1. ACESSO... 05 1.1 Alterar

Leia mais

JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas

JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas Índice Índice 1. Facturação...1 1.1. Gestão de Notas de Honorários...2 1.1.1. Emitir uma Nota de Honorários...3 1.1.2. Consultar Notas de Honorários Emitidas... 18

Leia mais

Introdução. A comunicação dos elementos dos documentos de transporte pode ser realizada através de serviço telefónico automático, nos seguintes casos:

Introdução. A comunicação dos elementos dos documentos de transporte pode ser realizada através de serviço telefónico automático, nos seguintes casos: Introdução O novo regime de bens em circulação entrará em vigor no dia 1 de julho de 2013. A Portaria nº 161/2013, publicada a 23 de abril no Diário da República, veio regulamentar o modo de cumprimento

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOMINIO ATENDIMENTO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOMINIO ATENDIMENTO Rua Afonso Arrechea, 240, Santo Ant. do Sudoeste - PR Tel 46 3563-1518 Fax 46 3563-3780 contato@diferencialcontabil.cnt.br www.diferencialcontabil.cnt.br MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOMINIO ATENDIMENTO VERSÃO

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS FINANÇAS GABINETE DO MINISTRO CIRCULAR N 01/ GAB-MF/2010

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS FINANÇAS GABINETE DO MINISTRO CIRCULAR N 01/ GAB-MF/2010 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS FINANÇAS GABINETE DO MINISTRO CIRCULAR N 01/ GAB-MF/2010 ASSUNTO: CONCEITOS E PROCEDIMENTOS RELATIVOS A INSCRIÇÃO NO OE, COBRANÇA, CONTABILIZAÇÃO E RECOLHA DE RECEITAS

Leia mais

Instruções de Preenchimento para Inscrição ao ENEM 2010

Instruções de Preenchimento para Inscrição ao ENEM 2010 Instruções de Preenchimento para Inscrição ao ENEM 2010 Para realizar a inscrição ao ENEM 2010, o participante deve ter em mãos seus documentos pessoais: CPF e RG. Além disso, a informação correta do CEP

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário CERTIDÕES UNIFICADAS Guia Rápido do Usuário CERTUNI Versão 1.0.0 CASA DA MOEDA DO BRASIL Conteúdo Acessando o Sistema... 3 Alterando Senhas... 3 Encerrando sua Sessão... 4 Gerando Pedido... 4 Alterando

Leia mais

GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS. Missões de Ensino e Formação no IPV 2010/11

GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS. Missões de Ensino e Formação no IPV 2010/11 GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS Missões de Ensino e Formação no IPV I 2010/11 11 1 GUIA ERASMUS PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA 2010/11 -Mis Missões sões de Ensino e Formação

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) http://curriculum.degois.pt Março de 2012 Versão 1.5 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador

Leia mais

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Versão Fevereiro/2013 Índice PCS - Módulo de Prestação de Contas...3 Acesso ao Módulo PCS...3 1. Contas financeiras...5 1.1. Cadastro de

Leia mais

PAINEL DE ADMINISTRADOR

PAINEL DE ADMINISTRADOR PAINEL DE ADMINISTRADOR IMPORTANTE: O Painel de administrador APENAS deverá ser utilizado pelo responsável do sistema. são: Nesta aplicação, poderá configurar todo o sistema de facturação. As opções do

Leia mais

Manual do Fénix. Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso. Candidatura Online para o 2.

Manual do Fénix. Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso. Candidatura Online para o 2. Manual do Fénix Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso Candidatura Online para o 2. º Ciclo SI (Versão 1.0) Maio 2011 Este manual tem como objectivo auxiliar na

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso Supervisão de Informática Departamento de Desenvolvimento Sistema Declaração On Line. Declaração On Line

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso Supervisão de Informática Departamento de Desenvolvimento Sistema Declaração On Line. Declaração On Line Declaração On Line Manual de Apoio à Utilização do Sistema Manual do Usuário Versão 1.0 INTRODUÇÃO... 4 AUTENTICANDO-SE NO SISTEMA... 4 EM CASO DE ESQUECIMENTO DA SENHA... 5 ALTERANDO A SENHA DE ACESSO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PLATAFORMA DE INSCRIÇÕES ONLINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PLATAFORMA DE INSCRIÇÕES ONLINE A época de 2012/2013 terá um novo recurso para a Filiação e Inscrições em Provas para os Clubes, Equipas e Agentes Desportivos, tendo sido criada para o efeito uma nova Plataforma de Inscrições Online.

Leia mais

Guia do Utilizador. Cartão BPI Gold Empresas

Guia do Utilizador. Cartão BPI Gold Empresas Guia do Utilizador Cartão BPI Gold Empresas Índice 1. O Cartão BPI Gold Empresas...3 2. Precauções a ter com o seu Cartão BPI Gold Empresas...3 3. O que fazer em caso de perda, furto, roubo ou extravio

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Usuário Anônimo Versão 1.2 13/10/2010 Sumário Apresentação... 3 Objetivo... 3 1. Solicitação de CeC... 4 1.1. Cadastro de Pessoas Físicas... 6 1.1.1 Cadastro de

Leia mais

Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6

Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6 Universidade Católica Portuguesa Direcção de Sistemas de Informação Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6 Manual de utilização - Docentes DSI Outubro 2014 V2.6 ÍNDICE 1 OBJETIVO DESTE

Leia mais

GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO. (Módulo da Entidade Parceira Exclusivamente Financiadora)

GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO. (Módulo da Entidade Parceira Exclusivamente Financiadora) ACÇÃO 4.2.2 REDES TEMÁTICAS DE INFORMAÇÃO E DIVULGAÇÃO GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO (Módulo da Entidade Parceira Exclusivamente Financiadora) União Europeia FEADER PRODER 1 INSTRUÇÕES PARA UMA CORRECTA

Leia mais

Seguro de Saúde Resumo / Manual do Utilizador Anuidade 2014/2015 Plano GC4 - Complementar

Seguro de Saúde Resumo / Manual do Utilizador Anuidade 2014/2015 Plano GC4 - Complementar Seguro de Saúde Resumo / Manual do Utilizador Anuidade 2014/2015 Plano GC4 - Complementar Manual válido para o período de 01/10/2014 a 30/09/2015 O presente manual não substitui as Condições Gerais, Especiais

Leia mais

Controle e execute tudo o que está relacionado com Pessoal e Salários com um software eficaz e preparado para completar todas as tarefas nesta área

Controle e execute tudo o que está relacionado com Pessoal e Salários com um software eficaz e preparado para completar todas as tarefas nesta área Descritivo completo Pessoal 2008 Controle e execute tudo o que está relacionado com Pessoal e Salários com um software eficaz e preparado para completar todas as tarefas nesta área Benefícios Solução completa;

Leia mais

Ordem dos Advogados Largo São Domingos 14-1º, 1169-060 Lisboa Tel.: 218823550 Fax: 218862403 odc@cg.oa.pt www.oa.pt/odc

Ordem dos Advogados Largo São Domingos 14-1º, 1169-060 Lisboa Tel.: 218823550 Fax: 218862403 odc@cg.oa.pt www.oa.pt/odc Ficha Informativa 3 Março 2015 Ordem dos Advogados Largo São Domingos 14-1º, 1169-060 Lisboa Tel.: 218823550 Fax: 218862403 odc@cg.oa.pt www.oa.pt/odc SERVIÇOS PÚBLICOS ESSENCIAIS Quais são os serviços

Leia mais

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

Proposta de decreto-lei que altera o DL n.º 132/2012, de 27 de junho

Proposta de decreto-lei que altera o DL n.º 132/2012, de 27 de junho Proposta de decreto-lei que altera o DL n.º 132/2012, de 27 de junho (PREÂMBULO) Artigo 1.º Objeto O presente diploma procede à alteração do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho. Artigo 2.º Alterações

Leia mais

Abertura do Ano. Este documento pretende auxiliar na Abertura do Ano nos diversos Módulos do software Primavera.

Abertura do Ano. Este documento pretende auxiliar na Abertura do Ano nos diversos Módulos do software Primavera. Abertura do Ano Este documento pretende auxiliar na Abertura do Ano nos diversos Módulos do software Primavera. Esta configuração aplica-se na Criação de Séries, Abertura do Ano em Recursos Humanos, Criação

Leia mais

Campanha Nacional de recolha de roupa de Inverno para as crianças refugiadas da Síria. Manual de Campanha

Campanha Nacional de recolha de roupa de Inverno para as crianças refugiadas da Síria. Manual de Campanha Antigo Alto Representante das Nações Unidas para Campanha Nacional de recolha de roupa de Inverno para as crianças refugiadas da Síria Manual de Campanha 2 Índice Índice... 2 Justificativo da Campanha...

Leia mais

Normas Regulamentares do Mestrado em Ciências da Educação: área de especialização em Educação Especial

Normas Regulamentares do Mestrado em Ciências da Educação: área de especialização em Educação Especial Normas Regulamentares do Mestrado em Ciências da Educação: área de especialização em Educação Especial Artigo 1.º Da admissão ao ciclo de estudos 1. À matrícula no mestrado em Ciências da Educação: área

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR ACESSANDO O PORTAL DO PROFESSOR Para acessar o portal do professor, acesse o endereço que você recebeu através da instituição de ensino ou acesse diretamente o endereço:

Leia mais

www.forumenfermagem.org

www.forumenfermagem.org Todos os conteúdos apresentados são propriedade dos referidos autores Retirado de: Comunidade On-line de Enfermagem www.forumenfermagem.org CENTROS DE SAÚDE (Versão Beta 2) BEJA Maio 2007 Pag. Entrar na

Leia mais

RANFS - Registro Auxiliar de Nota Fiscal de Serviço. Perguntas e Respostas. Sistema. Versão 2.0 26/04/2010.

RANFS - Registro Auxiliar de Nota Fiscal de Serviço. Perguntas e Respostas. Sistema. Versão 2.0 26/04/2010. RANFS - Registro Auxiliar de Nota Fiscal de Serviço Perguntas e Respostas Sistema Versão 2.0 26/04/2010. 1- O que é RANFS? O RANFS é o Registro Auxiliar de Nota Fiscal de Serviço, um espelho das informações

Leia mais

Manual Candidaturas On-line https://academicos.ipcb.pt/cssnet

Manual Candidaturas On-line https://academicos.ipcb.pt/cssnet Manual Candidaturas On-line https://academicos.ipcb.pt/cssnet 2016@ Instituto Politécnico de Castelo Branco academicos@ipcb.pt 1 PASSO 1 - REGISTO Aceder ao Portal de Candidaturas On-line: https://academicos.ipcb.pt/cssnet

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO

PROGRAMA DE CONCURSO MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE Concurso Público ALIENAÇÃO DE LOTES DE TERRENO PARA CONSTRUÇÃO URBANA Loteamento Municipal de Castro Verde 7 Lotes Loteamento Municipal de Santa bárbara de Padrões 15 Lotes Loteamento

Leia mais

Manual de Utilização - Backoffice

Manual de Utilização - Backoffice Manual de Utilização - Backoffice ÍNDICE 1. LOGIN DE ACESSO 2. SEPARADORES 2.1 PROMOÇÕES 2.2 GESTÃO DE CENTROS E LOJAS 2.3 GESTÃO DE PÁGINA DO LOJISTA 2.4 GESTÃO DE UTILIZADORES 2.5 ALERTAS 3. VALIDAÇÃO

Leia mais

Comentários à Consulta Pública da CMVM nº 3/2009 sobre Análise Financeira e Certificação da Qualificação Profissional na Intermediação Financeira

Comentários à Consulta Pública da CMVM nº 3/2009 sobre Análise Financeira e Certificação da Qualificação Profissional na Intermediação Financeira Comentários à Consulta Pública da CMVM nº 3/2009 sobre Análise Financeira e Certificação da Qualificação Profissional na Intermediação Financeira I. Art.º 8º (Registo) Na redacção ora proposta para a alínea

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO. Recrutamento para Administração Pública

REGULAMENTO DO CONCURSO. Recrutamento para Administração Pública REGULAMENTO DO CONCURSO Recrutamento para Administração Pública O presente anúncio de recrutamento é coordenado pela Direcção Geral da Administração Pública (DGAP), de acordo com os normativos de Recrutamento

Leia mais

Inquérito aos Estabelecimentos de Ensino: TIC e Educação MANUAL DO COORDENADOR ESCOLAR

Inquérito aos Estabelecimentos de Ensino: TIC e Educação MANUAL DO COORDENADOR ESCOLAR Inquérito aos Estabelecimentos de Ensino: TIC e Educação MANUAL DO COORDENADOR ESCOLAR European Schoolnet Service d Approches Quantitatives des faits éducatifs Índice Introdução... 2 1. VISÃO GERAL DA

Leia mais

1. Conhecendo a GissOnline

1. Conhecendo a GissOnline 1. Conhecendo a GissOnline 1.01 Quem deve utilizar a ferramenta Gissonline? Todos os prestadores e tomadores de serviço sejam eles pessoas jurídicas (empresas) ou equiparadas, estabelecidas ou sediadas

Leia mais

Regulamento dos Estágios de Formação do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I. P. (INSA, I. P.)

Regulamento dos Estágios de Formação do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I. P. (INSA, I. P.) Regulamento dos Estágios de Formação do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I. P. (INSA, I. P.) É atribuição do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I. P. (INSA, I. P.) no sector da

Leia mais

RMABE-Regulamento Municipal de Atribuição de Bolsas de Estudo Preâmbulo

RMABE-Regulamento Municipal de Atribuição de Bolsas de Estudo Preâmbulo RMABE-Regulamento Municipal de Atribuição de Bolsas de Estudo Preâmbulo Os Municípios são as Autarquias Locais que têm como objectivo primordial a prossecução dos interesses próprios e comuns dos respectivos

Leia mais

MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE

MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE Concurso Público Arrendamento (para fins não habitacionais) do Estabelecimento Comercial Café Paraíso, em Castro Verde PROGRAMA DE CONCURSO Castro Verde, 04 de Janeiro de 2016

Leia mais

O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA

O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Versão 1.00 Regulamento O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Versão 1.00 Regulamento O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Edição: Coordenação: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P.

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Utilização Envio de arquivos RPS. Versão 2.1

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Utilização Envio de arquivos RPS. Versão 2.1 NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Utilização Envio de arquivos RPS Versão 2.1 SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 2. LAYOUT DO ARQUIVO... 4 3. TRANSMITINDO O ARQUIVO... 5 4. CONSULTANDO

Leia mais

M a n u a l d o C a n d i d a t o

M a n u a l d o C a n d i d a t o Para efectuar o processo de candidatura deverá aceder ao site abaixo indicado. Link: http://ff.academicos.ul.pt/cssnetff Para iniciar o processo é necessário clicar no tipo de curso que se pretende candidatar,

Leia mais

Espaço do Coordenador

Espaço do Coordenador Espaço do Coordenador Guia de utilização Versão 2.5 PARTE 6: Pedidos de pessoal 2 SUMÁRIO 8.4 PEDIDOS DE PESSOAL... 6 8.4.1 CLT... 7 8.4.2 ESTAGIÁRIO... 17 8.4.3 AUTÔNOMO... 26 8.4.4 VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO...

Leia mais

ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS

ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO BELTRÃO SECRETARIA DE FINANÇAS / DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS Olá Tomadores de Serviço, a Prefeitura Municipal

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Novo Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador no atendimento aos beneficiários

Leia mais

Procedimento para requisição de pedidos de materiais - kits e contentores. 1. Registo da entidade (sem o qual não é possível realizar pedidos)

Procedimento para requisição de pedidos de materiais - kits e contentores. 1. Registo da entidade (sem o qual não é possível realizar pedidos) Procedimento para requisição de pedidos de materiais - kits e contentores 1. Registo da entidade (sem o qual não é possível realizar pedidos) Resumo A requisição de materiais implica, em primeiro lugar,

Leia mais

3 - Local de trabalho Jardim de Infância de Salsas, Concelho de Bragança - Departamento de Educação Social e Cultural, do Município de Bragança.

3 - Local de trabalho Jardim de Infância de Salsas, Concelho de Bragança - Departamento de Educação Social e Cultural, do Município de Bragança. Publique-se no Diário da Republica, O Presidente da Câmara AVISO N.º 9/2011 PROCEDIMENTO CONCURSAL COMUM PARA CONTRATACÃO EM REGIME DE CONTRATO DE TRABALHO EM FUNCÕES PÚBLICAS POR TEMPO DETERMINADO/ TERMO

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HERMES

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HERMES MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HERMES 1. Introdução Esse documento tem por objetivo descrever o funcionamento e formas de utilização do módulo de Requisição de Materiais do Sistema de Controle Patrimonial

Leia mais