ACORDO COMERCIAL DE INCENTIVOS PARA AGÊNCIA DE VIAGEM BREMENTOUR AGENCIA DE VIAGENS E TURISMO LTDA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ACORDO COMERCIAL DE INCENTIVOS PARA AGÊNCIA DE VIAGEM BREMENTOUR AGENCIA DE VIAGENS E TURISMO LTDA"

Transcrição

1 ACORDO COMERCIAL DE INCENTIVOS PARA AGÊNCIA DE VIAGEM BREMENTOUR AGENCIA DE VIAGENS E TURISMO LTDA CONCEDENTE: BRITISH AIRWAYS PLC, empresa inglesa de transporte aéreo, autorizada a funcionar no Brasil pelo Decreto Presidencial número , de , com sede na cidade de Londres, Inglaterra, estabelecida em São Paulo (SP), na Alameda Santos 745, 7 andar, CEP , inscrita no CNPJ sob o número / , neste ato representada por seu representante legal, doravante denominada simplesmente CONCEDENTE. E IBERIA LINHAS AÉREAS DE ESPANHA S.A. OPERADORA, empresa espanhola de transporte aéreo, autorizada a funcionar no Brasil pela Decisão da ANAC número, 171/2010 datada de , com sede na cidade de Madri, Espanha, estabelecida em São Paulo (SP), na Rua Araújo, 216, 3 andar, CEP , inscrita no CNPJ sob o número / , neste ato representada por seu representante legal, doravante denominada simplesmente CONCEDENTE. BENEFICIÁRIA: BREMENTOUR AGENCIA DE VIAGENS E TURISMO LTDA., IATA , estabelecida na cidade de Curitiba (PR), à Rua Presidente Faria, 321 Centro, CEP , inscrita no CNPJ sob o número / , por seu representante legal, doravante denominada simplesmente BENEFICIÁRIA. Pelo presente instrumento particular, as partes acima qualificadas decidem firmar o presente Acordo Comercial de Incentivo para Consolidadores, nos termos das cláusulas e condições abaixo descritas e que mutuamente se outorgam e aceitam cumprir e respeitar: I - DO OBJETO Cláusula 1ª - Este instrumento regulamenta a forma de venda e emissão de passagens aéreas das CONCEDENTES pela BENEFICIÁRIA à pessoas físicas e/ou jurídicas, no território brasileiro, mediante ao pagamento de incentivo especial. II - DA VIGÊNCIA, VALIDADE, E TERRITORIALIDADE Cláusula 2ª - O presente Acordo terá validade para emissões de 01 de janeiro de 2012 até 31 de dezembro de Parágrafo único Este Acordo representa livre manifestação das partes e, após lido e aprovado por cada uma, deverá ser devolvido assinado no prazo máximo de 30 (trinta) dias da data do recebimento do mesmo, sendo automaticamente cancelado no caso de descumprimento desse prazo. Cláusula 3ª - As partes poderão rescindir este Acordo a qualquer tempo, sem qualquer ônus, mediante notificação prévia, por escrito, de 30 (trinta) dias. Transcorridos os 30 (trinta) dias, a BENEFICIÁRIA deverá imediatamente cessar toda e qualquer emissão de passagens aéreas das CONCEDENTES.

2 Cláusula 4ª Este Acordo ficará automaticamente revogado após o decurso de seu prazo de vigência, quando a BENEFICIÁRIA deverá imediatamente cessar toda e qualquer emissão de passagens aéreas das CONCEDENTES. Cláusula 5ª - Este acordo será válido somente para a BENEFICIÁRIA signatária deste instrumento através do(s) número(s) IATA(s) habilitados nesta data junto às CONCEDENTES para os bilhetes vendidos e emitidos no âmbito Nacional, conforme listagem abaixo: NOME IATA ESTADO CURITIBA BREMETUR FLORIANÓPOLIS FORTALEZA CURITIBA BELO HORIZONTE SÃO PAULO Parágrafo único. A BENEFICIÁRIA terá inteira responsabilidade pela atualização dos números IATAs habilitados junto às CONCEDENTES, por escrito, sob pena de não tê-los validados para efeito de cômputo de receita. Esta atualiza ção, no que se refere ao pagamento de incentivo, será feita apenas uma vez por ano, mais especificamente quando da assinatura deste acordo. III - DOS TERMOS E CONDIÇÕES Cláusula 6ª - A BENEFICIÁRIA propõe e as CONCEDENTES aceitam que a primeira faça a venda de bilhetes de passagens, pela tarifa publicada nos sistemas (Amadeus; Galileo by TravelPort ; Sabre ou Worldspan), à pessoas físicas e/ou jurídicas no âmbito do território estipulado na Cláusula 4 a., utilizando os vôos da CONCEDENTE. Cláusula 7ª - A BENEFICIÁRIA se compromete a inserir no campo de endosso e restrições do bilhete, localizado no lado esquerdo superior do mesmo, a informação de que o bilhete é não endossável / não reembolsável / não reitinerável, sempre que a regra tarifária assim o exigir. Parágrafo único. A BENEFICIÁRIA se obriga a reembolsar as CONCEDENTES por todo e qualquer custo e despesa decorrente de eventual obrigatoriedade de reembolso ou pagamento de indenização, a qualquer título, a passageiros, desde que essa obrigação de reembolso ou pagamento de indenização resulte da falta de indicação de que o bilhete é não endossável / não reembolsável / não reitinerável, conforme a regra tarifária aplicável, inclusive para as agências de viagens que efetuem vendas através de sites na internet devem assegurar-se de que as condições e regras tarifárias sejam informadas através do documento eletrônico encaminhado ao passageiro. Cláusula 8ª - A BENEFICIÁRIA se compromete a emitir todos os bilhetes aéreos com base neste acordo, somente em documentos das CONCEDENTES (125/075) e devidamente validados pelas CONCEDENTES. A BENEFICIÁRIA está ciente de que não poderá emitir trechos de qualquer outra Empresa Aérea nestes documentos sem que haja pelo menos um trecho com as CONCEDENTES, e que seja equivalente no mínimo a 60% do trajeto total da viagem.

3 Cláusula 9ª - As CONCEDENTES não se responsabilizarão por problemas ocasionados cumprimento dos serviços oferecidos pela BENEFICIÁRIA. pelo não IV - DOS INCENTIVOS E METAS DE VENDAS Cláusula 12ª. A BENEFICIÁRIA terá como meta de vendas para o período deste Acordo, o valor de US$ 4,156, (Quatro Milhões, Cento e Cinquenta e Seis Mil e Duzentos e Treze Dólares Americanos) para a BRITISH AIRWAYS e IBERIA, computados sobre os bilhetes emitidos. Cláusula 13ª. As CONCEDENTES se propõem a pagar à BENEFICIÁRIA incentivo up front sobre as vendas de bilhetes aéreos nas condições abaixo: I 4% (quatro por cento) para todas as cabines, de 01 a 31 de janeiro de II - 3% (três por cento) para todas as cabines, a partir de 01 de fevereiro de Parágrafo único - O percentual definido no caput desta Cláusula incide sobre 99% de todas as tarifas publicadas iniciadas no Brasil, mesmo as promocionais, não o sendo sobre INFs. Logo, não há incentivo nas rotas que iniciem fora do Brasil, independente da forma de emissão (v-mpd, ou bilhete eletrônico). V - DO PAGAMENTO DO INCENTIVO Cláusula 12ª. - O incentivo é denominado up front (Cláusula 11 a ) será pago a partir do momento em que a emissão do bilhete apareça discriminada na fatura do BSP (ver instruções de tour code ANEXOS III e IV). Cláusula 13 a. Nos casos de emissão de bilhete que constem trechos com outras empresas aéreas, offline, serão aceitos os valores percentuais de 40% do total da tarifa. VI - DA EMISSÃO DOS BILHETES Cláusula 14ª. Para a operacionalização deste acordo, a BENEFICIÁRIA deverá inserir em todos os bilhetes emitidos com base neste acordo o Tour Code (ver instruções de Tour Code ANEXOS III e IV). Cláusula 15ª. A BENEFICIÁRIA fica ciente de que o não cumprimento do procedimento previsto na cláusula 14ª acima acarretará o não pagamento do incentivo, via BSP, e dará às CONCEDENTES o direito de não efetuar este pagamento. Cláusula 16ª. Os principais erros cometidos pelos agentes emissores no mercado, estão identificados nos ANEXOS I e II deste Acordo Comercial, e a BENEFICIÁRIA deve estar ciente que os mesmos, e quaisquer outros eventualmente não identificados, são passíveis de cobrança via Nota de Débito (ADM) através do BSP. Parágrafo único - Não será possível a liberação das Notas de Débitos (ADMs) por parte do Departamento Comercial, uma vez que as CONCEDENTES vem continuamente dando ênfase à conscientização dos agentes de viagens para a redução dos erros apontados no ANEXO I e II.

4 VII - DOS CUSTOS DE NOSHOW Cláusula 17ª. As CONCEDENTES aplicarão multa indenizatória nos casos do não cancelamento de reservas impreterivelmente até 24 horas antes do embarque, o que caracterizá o No Show. Esta multa indenizatória poderá ser de dois tipos, conforme ANEXOS I e II deste Acordo Comercial. IX - DA CONFIDENCIALIDADE Cláusula 18ª. As partes comprometem-se a guardar o mais estrito sigilo comercial acerca deste acordo. Caso seja dada publicidade, este será imediatamente rescindido. X DISPOSIÇÕES GERAIS Cláusula 19ª - A BENEFICIÁRIA está ciente de que as CONCEDENTES, na qualidade de empresas de transporte aéreo regular de passageiros e cargas, são sujeitas às regulamentações da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), sendo que a BENEFICIÁRIA será responsabilizada caso, por ação ou omissão, pratique qualquer ato que acarrete a aplicação de qualquer penalidade contra as CONCEDENTES por violação à legislação e regulamentos em vigor. A BENEFICIÁRIA desde já aceita e concorda que, o valor relativo àsreferidas penalidades será cobrado da BENEFICIÁRIA pelo BSP através de Nota de Débito (ADM). Cláusula 20ª - As CONCEDENTES se reservam o direito de alterar seus voos em termos de aeronave, capacidade, frequência, horários e rotas, dentro de suas próprias necessidades, hipótese em que caberá à BENEFICIÁRIA comunicar a alteração aos passageiros que adquiram bilhetes junto à BENEFICIÁRIA. Cláusula 21ª - A CONCEDENTES se reservam o direito de modificar os termos deste Acordo por motivos comerciais e/ou de resultados no decorrer deste contrato, mediante aviso prévio de 30 (trinta) dias. Cláusula 22ª - O presente Acordo obriga as partes e seus sucessores a qualquer título. Cláusula 23ª - O presente Acordo Comercial não implica em qualquer tipo de solidariedade, sociedade, associação, relação de representação comercial, ou qualquer outra forma de parceria, exceto aqui expressamente pactuadas, não assumindo as partes signatárias, por qualquer responsabilidade solidária ou subsidiária, de uma em relação à outra. Parágrafo único. A BENEFICIÁRIA reconhece que é a única empregadora de seus empregados e que é responsável pelos atos destes empregados, sendo que em nenhuma circunstância deverá qualquer

5 empregado da BENEFICIÁRIA ser considerado como empregado das CONCEDENTES. Se qualquer empregado da BENEFICIÁRIA propuser qualquer reclamação ou ação, trabalhista ou não, em face das CONCEDENTES, a BENEFICIÁRIA deverá indenizar as CONCEDENTES relativamente à referida reclamação ou ação e a assumir a respectiva responsabilidade por eventual condenação, inclusive no que se refere a custas processuais e honorários advocatícios. Cláusula 24ª - Nenhuma das partes responderá por compromissos de qualquer espécie ou natureza que qualquer delas venha a assumir perante seus fornecedores, clientes, ou quaisquer outras pessoas. Cláusula 25ª - Na hipótese de haver qualquer débito de responsabilidade da BENEFICIÁRIA, as CONCEDENTES poderão reter comissões e/ou incentivos devidos para se ressarcir dos eventuais prejuízos, compensando-se o mencionado débito. Cláusula 26ª - Não valerá como precedente, novação ou renúncia de direitos assegurados a cada uma das partes, pela lei ou pelo presente instrumento, a tolerância quanto a eventuais descumprimentos ou infrações da outra parte às condições aqui estabelecidas, sendo tal tolerância interpretada como mera liberalidade. Cláusula 27ª - Sem prejuízo da possibilidade de as partes obterem medidas cautelares quanto ao cumprimento e execução específicos dos termos e condições deste Acordo, todas as controvérsias decorrentes de ou relacionadas à interpretação, aplicação ou execução deste Acordo, caso não sejam amigavelmente resolvidas entre as gerências das partes, serão decididas por arbitragem final e vinculada. 1º - A arbitragem será conduzida em São Paulo, Brasil, em local a ser definido de comum acordo pela partes, de acordo com as regras de arbitragem brasileiras em vigor na ocasião em que a arbitragem for iniciada, perante 03 (três) árbitros, sendo um nomeado pelas CONCEDENTES, um nomeado pela BENEFICIÁRIA, e o terceiro árbitro sendo nomeado pelos dois árbitros que foram nomeados pelas partes. Caso qualquer das partes deixe de nomear um árbitro no prazo de 15 (quinze) após recebimento de notificação da outra parte acerca da nomeação de seu árbitro, esta poderá solicitar ao Diretor Geral da IATA que o faça. Da mesma forma, o terceiro árbitro deverá ser nomeado pelo Diretor Geral da IATA caso os árbitros escolhidos pelas partes deixem de fazê-lo no prazo de 30 (trinta) dias. Os árbitros decidirão por maioria. 2º - A arbitragem será concluída tão rapidamente quanto possível, devendo o processo ser conduzido em português. 3º - A decisão arbitral, que poderá incluir juros, será final e obrigará as partes e poderá ser homologada e executada em qualquer tribunal, comjurisdição competente, por qualquer das partes. A parte vencedora no processo de arbitragem terá pago seus honorários advocatícios razoáveis, custos e despesas de peritos, e todos os outros custos e despesas incorridos em conexão com tal processo, a menos que os árbitros determinem de outra forma. 4º - As partes elegem o foro de São Paulo, Brasil, como competente para o fim exclusivo de dar eficácia ao direito das partes de obterem medidas cautelares relativas ao cumprimento deste Acordo, à execução

6 específica das obrigações de fazer aqui previstas e homologar qualquer decisão arbitral, sendo certo que o foro judicial não será utilizado para qualquer outro fim que não o previsto nesta cláusula. 5º - O presente Acordo deverá ser regido, interpretado e executado de acordo com as leis brasileiras. Cláusula 28ª - Nenhuma parte será responsável por qualquer perda econômica ou lucro, direta ou indireta, da outra parte, assim como não será responsável por qualquer perda indireta ou danos que não tenham conexão com o presente instrumento. Nada neste acordo poderá acarretar limitação ou exclusão de responsabilidade de qualquer uma das partes com relação à morte ou lesões causadas por negligência da outra parte ou por representação fraudulenta. Cláusula 29ª - Nenhuma das partes pode atribuir, subcontratar ou transferir seus direitos ou obrigações deste acordo sem o consentimento prévio e por escrito da outra parte. Cláusula 30ª - As obrigações e direitos constantes do presente acordo se limitam às partes signatárias do pacto, e não se extende em hipótese alguma para qualquer empregado ou agente de qualquer uma das partes. Cláusula 31ª - Nenhuma alteração ños termos e condições deste Acordo será eficaz a menos que contido em um documento escrito e assinado pelos representantes autorizados de cada parte. Cláusula 32ª - Todas as comunicações de uma a outra parte deverão ser efetuadas mediante notificação escrita, cuja entrega poderá ser feita pessoalmente ou correio no endereço constante do preâmbulo deste contrato. E, por estarem justos e acordados, firmam o presente em 02 (duas) vias de igual teor e um só efeito, na presença das testemunhas abaixo.

7 São Paulo, 22 de dezembro de BRITISH AIRWAYS PLC Jose Antonio Coimbra Gerente Comercial Brasil IBERIA LINHAS AÉREAS DE ESPANHA S.A. OPERADORA Carmen Lage Gerente de Vendas Brasil e Bolívia BREMENTOUR AGENCIA DE VIAGENS E TURISMO LTDA Nome Cargo Testemunhas: 1-2-

8 ANEXO I MEMORANDO DE DÉBITO DE AGENTES - POLÍTICA DA BRITISH AIRWAYS VERSÃO VIGÊNCIA EM 1º DE JANEIRO DE 2006 HISTÓRICO A British Airways decidiu publicar sua política sobre Memorandos de Débito de Agentes (ADMs), aos Agentes de Viagem para esclarecer as circunstâncias em que as ADMs serão expedidas e as diretrizes aplicadas pela British Airways, após a adesão do BSP Brasil à Resolução IATA 850m em 01/01/2006. Principais Pontos da Política da British Airways: a) as ADMs serão expedidas por meio do BSP somente dentro de nove meses após o final da viagem, exceto para casos de charge back, que poderá ser cobrado em até 13 meses da data de emissão da passagem aérea, conforme resolução IATA 890; b) Um limite mínimo de equivalente a 4,00 (quatro libras) se aplica as ADMs, porém consulte o item 2.2 quanto as exceções de ocorrências recorrentes de pagamento a menor; c) A política de emissão de passagem aérea da British Airways exige o oferecimento de bilhete eletrônico quando disponível. Se, ao contrário, forem usadas passagens aéreas impressas, a British Airways poderá impor uma despesa cobrada pela ADM; d) A British Airways não cobrará despesas administrativas para cobrir o custo incorrido por ela com a emissão da ADM. Consulte abaixo os detalhes completos da política de ADM da British Airways. 1. Âmbito A British Airways expedirá ADMs para cobrar valores ou fazer ajustes em operações de agentes relacionados à emissão e ao uso de passagens aéreas da British Airways expedidos pelo Agente ou mediante solicitação deste, independente de quais companhias aéreas estejam incluídas no itinerário da passagem aérea da British Airways. Uma ADM também poderá ser usada para cobrar valores quando: 1.1. Uma passagem aérea não tiver sido expedida, se acordado com o Agente, por exemplo, para depósitos relativos a vendas do grupo; 1.2. Uma passagem aérea for emitida e não reportada, ou, reportada indevidamente como cancelada; 1.3. Uma passagem aérea for emitida em desacordo com as regras tarifárias e de emissão; 1.4. Uma passagem aérea for emitida sem o recolhimento das taxas de embarque, ou com as mesmas indevidamente recolhidas Houver procedimento incorreto na emissão de V-MPD / ausência de informação deste V-MPD no campo específico da reserva (seguir estritamente instruções encontradas no Quando for necessária alguma correção de nome, que deverá ser efetuada somente pela British Airways (seguir estritamente instruções encontradas no A multa será cobrada pela British Airways através de uma nota de débito Reembolso de uma passagem aérea processado pela agência em desacordo com as regras tarifárias. A British Airways também expedirá ADMs para cobrar valores referentes a taxas administrativas relacionadas à emissão e processamento de documentos. 2. Prática da British Airways

9 As ADMs somente serão submetidas para processamento por meio do BSP para ajustar vendas se forem expedidas dentro de nove meses após o término da viagem ou, quando a data de término da viagem não puder ser estabelecida, a data de expiração do documento, exceto para casos de charge back, que poderá ser cobrado em até 13 meses da data de emissão da passagem aérea, conforme resolução IATA 890. Para ajustar reembolsos, uma ADM será expedida em até nove meses após a data de remessa do BSP na qual o documento foi liquidado. Quanto a qualquer despesa devida após esse período, a British Airways acordará mutuamente com o Agente a melhor forma de liquidação e somente apresentará uma ADM por meio do processo do BSP se acordado por escrito com o Agente A British Airways cumpre os procedimentos do BSP locais ao entregar aos agentes a notificação com antecedência mínima de 14 dias, a fim de analisar qualquer ADM e questioná-la Uma ADM não será expedida para valores inferiores a equivalente 4,00 (quatro libras). Entretanto, se houver uma prática recorrente de pagamento a menor (ocorrências múltiplas de pagamentos a menor inferiores a equivalente 4,00 (quatro libras) pelo mesmo Agente (localização IATA), a British Airways poderá expedir uma ADM para recuperar os pagamentos a menor A British Airways se esforçará para fornecer o máximo de informação possível sobre uma ADM para garantir sua especificidade e detalhamento sobre o motivo de uma cobrança estar sendo feita A British Airways somente incluirá mais de uma operação em qualquer ADM se o motivo da despesa for o mesmo e informará os detalhes na ADM Se a British Airways expedir uma ADM relativa ao não cumprimento das normas de tarifação, o princípio geral aplicado será o de aumentar a tarifa para a próxima tarifa aplicável. É política da British Airways exigir o uso de bilhetes eletrônicos nas rotas em que estes estão disponíveis. Quando uma passagem aérea impressa for expedida para uma viagem com possibilidade de bilhete eletrônico, a British Airways irá impor uma despesa que será cobrada através de uma ADM (maiores especificações abaixo) As instruções da British Airways especificam que quaisquer taxas de mudança precisam ser cobradas via V-MPD, e o V-MPD precisa estar vinculado à passagem aérea e à reserva em questão. A falha neste procedimento poderá resultar em uma tarifa a ser cobrada por uma ADM em virtude de procedimentos incorretos na emissão da passagem aérea A British Airways somente emitirá mais de uma ADM com relação à mesma passagem original se despesas diferentes e não vinculadas se aplicarem (esta disposição não se aplica quando uma ADM for cancelada e expedida novamente pelo mesmo motivo, mas com um valor diferente) Os agentes com acesso ao BSP Link poderão questionar uma ADM por meio do recurso de contestação do BSP Link, no período de contestação da ADM. A explicação também dará ao agente um prazo para responder contendo informações adicionais para a British Airways investigar novamente a contestação. Se não for recebida nenhuma resposta pela British Airways no prazo indicado na comunicação, a ADM será apresentada para liquidação no BSP Link Se um Agente contestar uma ADM após ter sido incluída no sistema de liquidação do BSP, a British Airways deverá: a) Dentro de 30 dias após o recebimento da contestação, acusar o recebimento ao Agente; b) Investigar e comunicar sua decisão sobre a controvérsia dentro do prazo de 15 dias a partir da data do seu recebimento. Nos casos em que o Agente tiver fornecido informações insuficientes para comprovar a contestação ou a decisão da companhia aérea e estiver sujeita a análise comercial posterior, a British Airways comunicará sua decisão no máximo dois meses a partir da data do recebimento da contestação; c) Não serão aceitas contestações de ADMs após 30 dias após a mesma ter sido faturada e quitada nos vencimentos dos relatórios BSP, de acordo com a própria Resolução 850m A British Airways não cobrará despesas administrativas para cobrir o custo incorrido por ela com a emissão da ADM. A British Airways deseja analisar as causas que originaram a emissão de uma ADM e, por

10 este motivo, a companhia aérea entrará em contato com o Agente se o volume e o tipo de erro das operações daquele Agente forem considerados acima da média ou recorrente. A British Airways tentará abordar essas questões em comum acordo com o Agente envolvido A British Airways expedirá ADMs quando uma passagem aérea for emitida com cartão de crédito nos casos em que: a) Códigos de parcelamento estiverem incorretos; b) Quando o código de autorização estiver inválido; c) Quando houver parcelamentos com cartões emitidos no exterior e cartões corporativos; d) Quando a despesa não for reconhecida pelo titular do cartão e não comprovada pelo agente de viagem; e) Quando comprovantes de venda forem emitidos com valores incorretos. 3. A British Airways espera que os agentes de viagem: 3.1. Treinem sua equipe nos procedimentos de ADM, sua finalidade e o período de contestação existente Garantam que, quando uma ADM for contestada, a resposta seja bastante detalhada e que as informações comprobatórias pertinentes sejam enviadas à British Airways para o endereço/fax indicadas na ADM ou por meio do campo de contestação do BSP Link Não contestem uma ADM quando o motivo for válido e a prova comprobatória não estiver disponível Apresentem todas as contestações dentro de nove meses após a data de emissão da ADM Garantam que todos os dados para contato (números de telefone, números de fax e endereços de e- mails) estejam atualizados no BSP Link Forneçam dados para contato específicos quando for acessado um questionamento no BSP Link, de modo a permitir que a British Airways faça os contatos referentes ao questionamento. INFORMAÇÕES ADICIONAIS : NO SHOW Cancelamentos de reservas às vésperas do embarque, ou mesmo o não cancelamento de: a) Reservas sem número de passagem aérea: US$ 75,00 (setenta e cinco dólares norte-americanos); b) Reservas com número de passagem aérea fictícia: US$ 150,00 (Cento e Cinquenta dólares norteamericanos). Esta multa é cobrada por passageiro constante na reserva e através de nota de débito emitida através do BSP. Nenhum sistema de cancelamento automático substitui a instrução recebida de seu CRS (Computer Reservation System) que é a de cancelar sempre as reservas que não serão bilhetadas. Caso o Agente de Viagem forneça a cópia da passagem aérea, como prova de que a reserva foi realmente emitida, e esta estiver devidamente reportada no relatório do BSP, sendo a responsabilidade do não comparecimento única do passageiro, não haverá cobrança de multa ao Agente de Viagem.

11 BILHETE ELETRÔNICO MANDATÓRIO Passagem aérea física emitida numa rota onde o bilhete eletrônico está disponível, uma cobrança será enviada em forma de ADM para o IATA da agência emissora, no valor de USD por passagem aérea física emitida. A lista seguinte indica quais os tipos de passagem aérea e grupos de passageiros em que o bilhete eletrônico não está disponível, os quais estão isentos de qualquer cobrança: a) Itinerários incluindo outras companias aéreas com as quais não temos acordo de bilhete eletrônico b) Rotas não disponíveis para emissões de bilhete eletrônico. TOUR CODE Erros de tour code também fazem com que a agência receba incentivos e/ou descontos menores do que os devidos. Vejam abaixo os erros para os quais solicitamos a sua máxima atenção: a) Digitação incorreta ou ausência do tour code no campo tour code não haverá processamento do incentivo retroativo. Ex: 32O1234 (letra O) ao invés de (número 0), ou qualquer inversão de dígitos; ou código caracteres inseridos antes ou depois do tour code que não tenha sido instruído pela British Airways. b) Omissão de qualquer código que defina o tipo de passageiro que está embarcando no campo tour code (CHD e INF) c) Inserir o tour code em passagem aérea com trechos iniciando fora do Brasil. Ex: Rota LON-SAO- LON ou LON-PAR-LON nota de débito no valor do incentivo recebido indevidamente; d) Reserva e emissão de passagens aéreas com classe de reserva diferente da indicada pela British Airways nos acordos ou tarifas publicadas nota de débito no valor da diferença para a tarifa da classe reservada e emitida; e) Emissão de passagens aéreas para destinos diferentes dos especificados em acordos comerciais nota de débito no valor da diferença para a tarifa do destino emitido; f) Emissões e embarques fora do período pré-determinado pelo acordo nota de débito no valor da diferença para a tarifa aplicada na data da emissão ou data de embarque; g) Emissão de passagens aéreas BA somente com trechos de outras companhias aéreas (100 % off line ); h) Será enviada nota de débito quando na reemissão não houver tour code inserido e o mesmo constar na emissão original. i) Seguir corretamente as instruções de emissão enviadas pela British Airways. Se a agência infringir algum dos procedimentos de emissão uma nota de débito de multa será aplicada. ANEXO II MEMORANDO DE DÉBITO DE AGENTES POLÍTICA DA IBERIA VIGÊNCIA EM 01 DE JULHO DE 2011 POLITICA DE ADM S IBERIA OUT/2008

12 A política de ADM S da Iberia serve para garantir que a estrutura tarifária, as condições de comercialização e as regras tarifárias, sejam aplicadas e cumpridas corretamente e que todas as agências de viagens se encontrem em condições de igualdade para comercializar os nosso produtos, a partir das instruções cadastradas pela Iberia nos sistemas de distribuição. A política de ADM S da Iberia está baseada na resolução 850M da iata e mantém dois princípios básicos: 1. Garantir que a estrutura tarifaria da Iberia seja aplicada corretamente permitindo uma gestão eficiente dos assentos oferecidos e, 2. Garantir que todas as agências de viagem se encontrem em condições de igualdade para comercializar os produtos da Iberia. A Iberia mantém estes dois princípios frente às agências de viagem e resume os seus critérios de atuação, que são aplicados quando detectado irregularidades no processo de emissão, liquidação ou reembolso de bilhetes emitidos no formulário Iberia (075). Esta política responde a necessidade de definir um processo de regularização dos erros detectados em suas devidas proporções (ADM R), e a necessidade de dissuasão frente às praticas que podem dar lugar à uma concorrência desleal entre as próprias agências de viagem (ADM D) Princípios de emissão de ADM S 1. Erros na aplicação de tarifas: A Iberia entende como erro, tudo o que for produzido fora da emissão automática, assumindo como próprio, os erros de cargas de tarifas e condições que estejam registrados no CRS. 2. Erros no processamento de reembolsos: A Iberia entende como erro, as solicitações de reembolso efetuadas quando a condição da tarifa não permite o reembolso, valores reembolsados em excesso, assim como os reembolsos fora da norma, sem prévia autorização ou sem o fornecimento de documentação justificativa. 3. Erros na liquidação das vendas: A Iberia entende como erro, as irregularidades na liquidação dos documentos do BSP, a aplicação em excesso das comissões, a liquidação a menor de taxas, etc. 4. Erros por vendas não liquidadas: A Iberia entende como um erro muito grave a não liquidação de bilhetes, ou a liquidação de bilhetes como nulos, que sendo entregues pelas agências de viagens aos passageiros, serão utilizados pelos mesmos. 5. Erros por vendas a crédito: A Iberia entende como um erro, o descumprimento das normas de emissão nas vendas a crédito, sendo a forma de pagamento cartão de crédito, vales ou GR. 6. Emissões de grupos: Solicitamos máxima atenção às condições e regras para emissão de grupos, estabelecidas na negociação enviada pela Iberia e assinada pela agência.

13 A Iberia informa que todas as ADM S expedidas, levam a identificação do departamento que as enviou, assim como o endereço e o contato na parte superior esquerda do arquivo. A Iberia espera que os agentes de viagem: 3.1. Treinem sua equipe nos procedimentos de ADM, emissão, consulta as regras e condições tarifárias da Iberia, bem como dos procedimentos de contestação de ADM s existentes Garantam que, quando uma ADM for contestada, a resposta seja bastante detalhada e que as informações comprobatórias pertinentes sejam enviadas à Iberia para o endereço indicado na ADM Não contestem uma ADM quando o motivo for válido e a prova comprobatória não estiver disponível Garantam que todos os dados para contato (números de telefone, números de fax e endereços de s) estejam atualizados no BSP Link Forneçam dados para contato específicos quando for acessado um questionamento no BSP Link, de modo a permitir que a Iberia faça os contatos referentes ao questionamento. INFORMAÇÕES ADICIONAIS: API É obrigatória a inclusão do API nas reservas realizadas para todos os passageiros em trânsito, ou com destino final Espanha. Os dados são Nome e Sobrenome / Data de nascimento / Nacionalidade / Sexo / Tipo de documento para viagem. Reembolso A solicitação de reembolso deve ser realizada sempre através do BSP Link, nunca via GDS. Importante: Somente a Iberia pode alterar o status do bilhete para R (Refunded). No Show - A regra da Iberia informa que em caso de No-Show o etkt não poderá ser utilizado para reemissão. Caso a agência efetue este procedimento, a mesma receberá uma ADM. Rejeições no processamento das vendas com cartão de crédito - Todas as vendas com cartão de crédito da Iberia são validadas antes de ser enviada para as Administradoras. Esta validação inclui a verificação de todas as regras impostas pelas Administradoras, pela Iberia, e também verifica se as condições de comercialização foram cumpridas. Com o intuito de não penalizar os agentes, a Iberia concede um prazo de 2 dias úteis para que sejam feitas as regularizações necessárias, antes de emitir uma ADM para estas rejeições. Através da empresa TESIS, contratada pela Iberia, enviaremos um solicitando um novo CCCF para a regularização do processo. Por este motivo, será IMPRESCINDÍVEL a manutenção e atualização dos contatos de s atualizados junto a Iberia e o BSP. INSTRUÇÕES DE TOUR CODE PARA RECEBIMENTO DE INCENTIVO BRITISH AIRWAYS 2012 BREMENTOUR 1% COMISSÃO IATA + 4% INCENTIVO EMISSÕES: 01/01/2012 A 31/01/2012 ANEXO III

14 1% COMISSÃO IATA + 3% INCENTIVO EMISSÕES: 01/02/2012 A 31/12/2012 Rotas 100% ONLINE Tour code: Rotas com trechos OFFLINE Rotas TRIANGULARES Tour code: OFF/ Tour code: TRI/ REGRAS GERAIS Tour Codes válidos somente para rotas iniciando no Brasil. Outras rotas não recebem incentivo, (campo tour code em branco); Além disso, a BA apenas paga comissão quando a rota do passageiro inicia no Brasil ( Ex SAO/LON/SAO), nos demais casos não pagamos incentivo e nem comissão; O incentivo é pago sobre o valor facial, deduzindo a comissão Iata; Nos casos de offline, o incentivo é pago s/ 75% da tarifa; Nos casos de rota triangular, o incentivo é pago s/ 65% da tarifa ( Ex SAO/LON/NYC/SAO ); Para as saídas de outros estados do Brasil com a JJ serão considerados ONLINE (Máximo de 2 segmentos domésticos); Trechos domésticos - Utillizar TAM, conforme tabela abaixo: CABINE BA CLASSE DE RESERVA JJ Primeira D, U Executiva D, U Econômica Superior For BA: W ( JJ = Q, U) For BA: E, T ( JJ = V, Q) Econômica V, Q Online mínimo para recebimento de incentivo - Primeira 60%, Executiva 60%, Econômica Superior 70%, Econômica 70% (nos demais casos, não inserir Tour Code); INF a BA apenas paga comissão Iata (caso a rota assim o exigir); Combinações - Todas as classes de reservas são combináveis entre si até o ponto de quebra da tarifa. A regra da classe mais restrita será aplicada em toda a rota. Regras tarifárias Atenção principalmente aos prazos de emissão, reemissão e estada mínima exigida pelas tarifas. Sempre que existir alteração na reserva original,anterior a emissão do bilhete, favor criar um novo PNR.

15 Classes de reservas nos trechos internos europeus (excluindo Espanha e Rússia): LONGAS ROTAS F A J C D R I W E T TRECHOS INTERNOS J JC J J J J J YBH YBH YBH Verificar as classes de reservas aplicáveis em outros trechos BA com seu GDS. O estoque BA só poderá ser usado para itinerários com trechos BA. A emissão em estoque British Airways de trechos 100% offline não é permitida e resultará na cobrança de uma taxa de U$ ( ou equivalente) utilizando moeda local e taxa de câmbio em vigor Cálculos de tarifas: acesse o site - veja regras e condições. Duas Formas de pagamento A BA não aceita DIFERENTES formas de PAGAMENTO. Somente 1 forma de pagamento é permitida. Parcelamento - PARA ROTAS INICIANDO NO Brasil com o valor da tarifa superior a USD$ 500,00 de tarifa. Para condições especiais de parcelamento, favor acessar o site INF - não parcela. Taxas de embarque - devem ser SEMPRE pagas "á vista". Se venda parcelada, taxas são cobradas na 1ª parcela. E-TKT: obrigatoriedade na emissão do bilhete eletrônico quando a rota permitir, caso contrário a agência receberá ADM de USD por bilhete físico emitido. NO-SHOW: Reservas não canceladas e sem número de bilhete, multa de USD75; Reservas não canceladas e com número de bilhete fictício, multa de USD150. REEMISSÕES O código Tour Code deverá ser utilizado na reemissão mesmo que não haja adicional de tarifa, respeitando as condições de utilização do mesmo. V-MPD - em casos de cobrança de multa, deverá ser coletada via v-mpd. O número do v-mpd deverá ser inserido no campo OSI da reserva a fim de evitar notas de débito.

16 Grupos: acessar o site para regras, condições e pedidos de cotação. Para maiores informações acesse o Speedbird Club, site da British Airways dedicado aos de viagens agentes Lembramos que a British Airways tem como sua mais atualizada fonte de informações o site dedicado ao agente de viagens: ANEXO IV INSTRUÇÕES DE TOUR CODE PARA RECEBIMENTO DE INCENTIVO IBERIA 2012 BREMENTOUR

17 1% COMISSÃO IATA + 4% INCENTIVO EMISSÕES: 01/01/2012 A 31/01/2012 1% COMISSÃO IATA + 3% INCENTIVO EMISSÕES: 01/02/2012 A 31/12/2012 E-TKTS IB Business Economy TOUR CODE PROMOBUS PROMO REGRAS GERAIS TOUR CODE: A Iberia não efetua correções e pagamentos retroativos quando houver erros na inserção de tour codes. Vejam abaixo os erros para os quais solicitamos a sua máxima atenção: Digitação incorreta ou ausência do tour code no campo tour code não haverá processamento do incentivo retroativo. Exemplos: PROMOS ao invés de PROMO (correto), ou qualquer inversão de letras ou caracteres inseridos antes ou depois do tour code, que não tenha sido instruído pela Iberia. Reserva e emissão de passagens aéreas com classe de reserva diferente da indicada pela Iberia não haverá processamento do incentivo. Emissões e embarques fora do período pré-determinado pelo acordo não haverá processamento do incentivo; Seguir corretamente as instruções de emissão enviadas pela Iberia. Os Tour Codes são válidos somente para rotas iniciando no Brasil. Outras rotas não recebem incentivo nem comissão. (campo tour code em branco); O incentivo é pago sobre o valor facial, deduzindo a comissão Iata; Para as saídas de outros estados do Brasil com a JJ ou G3, serão considerados ONLINE (Máximo de 2 segmentos domésticos); Trechos domésticos - Utillizar TAM ou GOL, conforme tabela abaixo: CABINE IB Business Economy CLASSE DE RESERVA JJ / G3 * Q // B * W, V, Q // B

18 *Os agentes devem atentar-se as possíveis modificações das classes informadas acima. Atualizações disponíveis através da Iberia ou sistemas de distribuição. Combinações - Todas as classes de reservas são combináveis entre si até o ponto de quebra da tarifa. A regra da classe mais restrita será aplicada em toda a rota. Regras tarifárias Atenção principalmente aos prazos de emissão e estada mínima das tarifas. Duas Formas de pagamento A IB aceita até 2 formas de pagamento no mesmo e-tkt. Parcelamento De acordo com a regra vigente no momento da emissão.. INF - não parcela. Taxas de embarque - devem ser SEMPRE pagas "á vista". Se venda parcelada, taxas são cobradas na 1ª parcela. REEMISSÕES O código Tour Code deverá ser utilizado na reemissão mesmo que não haja adicional de tarifa, respeitando as condições de utilização do mesmo. V-MPD - Esta ferramenta só pode ser utilizada para sinalizações de grupos. Para cobrança de multas, o procedimento deve ser feito na construção tarifária. Grupos: Solicitar através do (informar rota, número de passageiros e IATA)

TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO

TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO STEEL SERVIÇOS EM VIAGENS E TURISMO LTDA, estabelecida a Avenida Presidente Vargas no 2121 sala 906 9o andar em Ribeirão Preto

Leia mais

TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO

TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO São partes deste Instrumento, VAIVOLTA.COM SERVIÇOS DE INTERNET SA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 15.529.518/0001-94, com sede na Rua Frei Caneca,

Leia mais

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores.

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores. REGULAMENTO A CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S.A., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às

Leia mais

Guia Rápido - Copa Airlines

Guia Rápido - Copa Airlines Guia Rápido - Copa Airlines Com o intuito de ajudar o agente de viagens, criamos este guia com o objetivo de resumir e responder as principais dúvidas d do mercado. ÍNDICE. Vacina contra a febre amarela

Leia mais

Termo de Compromisso e Adesão ao Sistema de Emissão e Reserva de Bilhete Aéreo

Termo de Compromisso e Adesão ao Sistema de Emissão e Reserva de Bilhete Aéreo Termo de Compromisso e Adesão ao Sistema de Emissão e Reserva de Bilhete Aéreo PICCHIONI VIAGENS E TURISMO LTDA, estabelecida à Avenida Bernardo Monteiro, 1539, em Belo Horizonte- MG- CEP: 30.150-281,

Leia mais

Circular 279B 08/08/08. Resolução 890 Regras para Vendas com Cartão de Crédito

Circular 279B 08/08/08. Resolução 890 Regras para Vendas com Cartão de Crédito Circular 279B 08/08/08 Destinatários : Agentes de Viagem e Empresas Aéreas Resolução 890 Regras para Vendas com Cartão de Crédito Prezados Senhores, Segue em anexo a tradução da Resolução 890 que trata

Leia mais

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE O presente Anexo III faz parte integrante do Contrato de Credenciamento ao Sistema Elavon ( CONTRATO ) registrado no 5º Oficial de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO

GABINETE DO MINISTRO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 265, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2001 O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso de suas atribuições, e considerando o disposto no art. 8º do Decreto nº

Leia mais

REGULAMENTO. Capítulo 1º. Definições:

REGULAMENTO. Capítulo 1º. Definições: REGULAMENTO A OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS CVC TUR LTDA., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às condições

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS a) Este Regulamento faz parte integrante do Contrato de Cartão de Crédito ( Contrato ) e regula as condições aplicáveis ao Programa

Leia mais

h) TERMO DE ADESÃO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato.

h) TERMO DE ADESÃO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PROGRAMA DE FIDELIDADE inscrita no CNPJ/MF sob o n. 09.016.557/0001-95, com sede na Rua Dr. Sodré 122 Sala 53, Vila Nova Conceição, São Paulo SP - CEP: 04535-110,

Leia mais

ParanáBanco. REGULAMENTO DE USO DO NETBANKING PARANÁ BANCO Atualizado em 16/09/2015

ParanáBanco. REGULAMENTO DE USO DO NETBANKING PARANÁ BANCO Atualizado em 16/09/2015 O Cliente, pela assinatura física e/ou eletrônica do Termo de Adesão e Uso do NetBanking Paraná Banco, adere ao presente Regulamento, definido conforme os seguintes termos e condições: 1. Regras de uso

Leia mais

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E,

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, NAS MODALIDAES PAT- PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DOS TRABALHADORES E/OU PRÊMIO - PREMIAÇÃO E INCENTIVO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Estabelece regras sobre a disponibilização de Informações Antecipadas sobre Passageiros (API) e do Registro de Identificação de Passageiros (PNR). A DIRETORIA

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

Termos Gerais & Política de Compras da Fon

Termos Gerais & Política de Compras da Fon Termos Gerais & Política de Compras da Fon Definições Termos e Condições: Termos e Condições para a Venda de Equipamento (doravante denominado TCVE ). Fon Technology, S.L.: A Companhia que fornece ou vende

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP Passageiros: 1 2 3 4 5 6 Dados do Pacote Comprado: Destino com saída em / / e retorno em / /, através da Agência de Viagens, de acordo com a reserva previamente

Leia mais

FETRAF-BRASIL/CUT TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA ELETRÔNICA SICONV N.002/2015 LICITAÇAO/MODALIDADE:

FETRAF-BRASIL/CUT TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA ELETRÔNICA SICONV N.002/2015 LICITAÇAO/MODALIDADE: TERMO DE REFERÊNCIA LICITAÇAO/MODALIDADE: COTAÇÃO PRÉVIA ELETRÔNICA SICONV N.002/2015 REGIME DE EXECUÇÃO: MENOR TAXA DE REMUNERAÇÃO DA AGÊNCIA DE VIAGEM RAV MAIOR PERCENTUAL DE DESCONTO SOBRE A TAXA DO

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições:

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: a) PASSA TEMPO ADMINISTRADORA DE CARTÃO LTDA., com sede na Rua

Leia mais

1.2. Presenteador: pessoa física ou jurídica que adquire o FLOT TRAVEL CARD mediante a compra direta de carga de valor.

1.2. Presenteador: pessoa física ou jurídica que adquire o FLOT TRAVEL CARD mediante a compra direta de carga de valor. REGULAMENTO DO FLOT TRAVEL CARD FLOT OPERADORA TURÍSTICA LTDA., o Presenteador e o Presenteado do FLOT TRAVEL CARD, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, o segundo e o terceiro,

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA Por este instrumento, em que são partes: de um lado a TELEFÔNICA BRASIL S.A., concessionária do Serviço Telefônico

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET Pelo presente Instrumento Particular o BANCO MÁXIMA S/A, com sede na cidade de Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Avenida Atlântica, 1130, 12º andar

Leia mais

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO NOVA FUTURA DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA,

Leia mais

REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES

REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES A emissão de bilhetes aéreos, através do resgate de Pontos Multiplus, combinados com o pagamento de parcela em dinheiro, é denominado Pontos + Dinheiro ou Produto, e oferecido

Leia mais

Contrato. 22/01/2015 Registro.br Contrato. $Revision: 873 $ $Date: 2011 09 16 11:35:12 0300 (Fri, 16 Sep 2011) $

Contrato. 22/01/2015 Registro.br Contrato. $Revision: 873 $ $Date: 2011 09 16 11:35:12 0300 (Fri, 16 Sep 2011) $ Contrato $Revision: 873 $ $Date: 2011 09 16 11:35:12 0300 (Fri, 16 Sep 2011) $ CONTRATO PARA REGISTRO DE NOME DE DOMÍNIO SOB O ".BR" O NÚCLEO DE INFORMAÇÃO E COORDENAÇÃO DO PONTO BR NIC.br, inscrito no

Leia mais

1º ADITIVO AO CONTRATO DE AFILIAÇÃO AO SISTEMA CIELO. Cláusula 1ª Fica incluído na Cláusula 4ª do CONTRATO o Parágrafo Terceiro abaixo transcrito:

1º ADITIVO AO CONTRATO DE AFILIAÇÃO AO SISTEMA CIELO. Cláusula 1ª Fica incluído na Cláusula 4ª do CONTRATO o Parágrafo Terceiro abaixo transcrito: 1º ADITIVO AO CONTRATO DE AFILIAÇÃO AO SISTEMA CIELO A CIELO S.A., com sede na Alameda Grajaú, 219, Alphaville, na cidade de Barueri, Estado de São Paulo, inscrita no CNPJ/MF sob no. 01.027.058/0001-91,

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO MENSAL E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE LICENÇA DE USO MENSAL E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE LICENÇA DE USO MENSAL E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JLR SERVIÇOS DE ATENDIMENTO E ORGANIZAÇÃO DE DOCUMENTOS LTDA, com sede a Rua Dona Elisa Fláquer, nº 70-13 º andar - sala 134, Centro - Santo André

Leia mais

Tem entre si, certo e ajustado, o presente CONTRATO, que será regido pelas seguintes cláusulas e condições:

Tem entre si, certo e ajustado, o presente CONTRATO, que será regido pelas seguintes cláusulas e condições: ADMINISTRADORA DE CARTÕES LTDA. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO E DE FORNECIMENTO DE CARTÃO REFEIÇÃO Por este instrumento e na melhor forma de direito, de um lado, MAXXCARD ADMINISTRADORA

Leia mais

GUIA INTERNACIONAL EUROPA 2009 Nº. 17 Versão 02 - Efetivo: 23/01/09 ÍNDICE. Parte 1 Regras Gerais ------------------------------------- pg.

GUIA INTERNACIONAL EUROPA 2009 Nº. 17 Versão 02 - Efetivo: 23/01/09 ÍNDICE. Parte 1 Regras Gerais ------------------------------------- pg. ANEXO DO ACORDO COMERCIAL PARA CONDIÇÃO DE OPERADORA Este anexo é parte integrante do Acordo Comercial para Condição de Operadora e não pode ser dissociado desse. O presente anexo tem início em 01 de Janeiro

Leia mais

Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido

Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido BANCO DO BRASIL S.A. Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido Conceito e Características do Cartão de Crédito O cartão de crédito Private Label Híbrido, de uso doméstico

Leia mais

CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB

CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB Pelo presente instrumento particular, de um lado, (a) DEUTSCHE BANK S.A. - BANCO ALEMÃO, instituição financeira com sede na Cidade de São Paulo, Estado

Leia mais

1.5. E-commerce: site de vendas do Cartão JOYCARD (www.joycard.com.br) e Hot sites segmentados dos produtos.

1.5. E-commerce: site de vendas do Cartão JOYCARD (www.joycard.com.br) e Hot sites segmentados dos produtos. Prezado(a) Cliente: Seguem abaixo o Termo e Condições de Uso dos produtos JOYCARD comercializados neste site pela ELEMENT. Solicitamos a leitura do Termo do cartão a ser adquirido: Partes De um lado, ELEMENT

Leia mais

2.4. Só será permitida uma única inscrição por participante (CPF), sendo que, em caso de duplicidade, uma das inscrições será cancelada.

2.4. Só será permitida uma única inscrição por participante (CPF), sendo que, em caso de duplicidade, uma das inscrições será cancelada. Regulamento: O presente regulamento estabelece os termos e as condições do Programa Club Red Brasil, bem como a concessão e utilização de créditos através de cartões de débito. Todos os participantes,

Leia mais

Registrado no 1º Cartório de Registro de Títulos e Documentos da Cidade de Ponta Grossa Estado do Paraná, sob o nº 143.698

Registrado no 1º Cartório de Registro de Títulos e Documentos da Cidade de Ponta Grossa Estado do Paraná, sob o nº 143.698 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA OPERAR, MANTER E ADMINISTRAR CARTEIRA DE COBRANÇA NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES EM SITE DE PROPRIEDADE DA REGULARIZA IMOVEIS E COBRANÇAS LTDA Registrado no 1º Cartório

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS Nome (Cliente): RG: CPF/ CNPJ: Endereço: Cidade: UF: CEP: Profissão: Estado Civil: Nacionalidade: Classificação

Leia mais

Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB

Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB 1. Condições Gerais Este instrumento tem como objetivo regulamentar a participação dos titulares dos cartões de crédito da Cartão BRB participantes

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE Ao aceitar eletronicamente este contrato, depois de aceito todas as condições do contrato, o cliente estará automaticamente aderindo e concordando com todos os termos

Leia mais

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Esta ficha complementa o cadastro do cliente na Credit Suisse (Brasil) S.A. CTVM ( Credit Suisse ) com informações

Leia mais

A leitura e a divulgação das informações contidas nesta circular é indispensável para o correto processamento dos documentos emitidos

A leitura e a divulgação das informações contidas nesta circular é indispensável para o correto processamento dos documentos emitidos CIRCULAR Nº 279/04 A leitura e a divulgação das informações contidas nesta circular é indispensável para o correto processamento dos documentos emitidos Destinatários: Agências de Viagens IATA / Non IATA

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSUMIDOR PARA O PROGRAMA DE FIDELIDADE QUANTO MAIS DIÁRIAS MAIS PRÊMIOS

REGULAMENTO DO CONSUMIDOR PARA O PROGRAMA DE FIDELIDADE QUANTO MAIS DIÁRIAS MAIS PRÊMIOS REGULAMENTO DO CONSUMIDOR PARA O PROGRAMA DE FIDELIDADE QUANTO MAIS DIÁRIAS MAIS PRÊMIOS HPLUS ADMINISTRAÇÃO E HOTELARIA LTDA, empresa com sede na Cidade de Brasília, Distrito Federal, no Setor Comercial

Leia mais

h) CADASTRO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato.

h) CADASTRO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PROGRAMA DE FIDELIDADE inscrita no CNPJ/MF sob o n. 09.016.557/0001-95, com sede na Rua Dr. Sodré 122 Sala 53, Vila Nova Conceição, São Paulo SP - CEP: 04535-110,

Leia mais

GUIA INTERNACIONAL EUROPA 2008 Nº. 16 Versão 3 - Efetivo: 08JUL08 ÍNDICE. Parte 1 Regras Gerais ------------------------------------- pg.

GUIA INTERNACIONAL EUROPA 2008 Nº. 16 Versão 3 - Efetivo: 08JUL08 ÍNDICE. Parte 1 Regras Gerais ------------------------------------- pg. ANEXO DO ACORDO COMERCIAL PARA CONDIÇÃO DE OPERADORA Este anexo é parte integrante do Acordo Comercial para Condição de Operadora e não pode ser dissociado desse. O presente anexo tem início em 20 de Janeiro

Leia mais

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

CONTRATO DE HOSPEDAGEM E DESENVOLVIMENTO DE WEB SITE

CONTRATO DE HOSPEDAGEM E DESENVOLVIMENTO DE WEB SITE CONTRATO DE HOSPEDAGEM E DESENVOLVIMENTO DE WEB SITE PREAMBULO PARTES: CONTRATADA: SISTEMAS GERAIS DA INFORMAÇÃO inscrita no CNPJ sob nº 12.777.502/0001-02; doravante designada simplesmente CONTRATADA.

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA Pelo presente instrumento particular de contrato de prestação de serviços, de um lado, OTS OPTION TELECOM SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES LTDA.,

Leia mais

CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO

CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO São partes ( Partes ), neste instrumento particular ( Contrato ):, inscrito no CNPJ/MF sob n.o, com sede na cidade de, estado de na, doravante denominado LICENCIADO,

Leia mais

Telecomunicações de São Paulo S/A

Telecomunicações de São Paulo S/A INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE USO DA RELAÇÃO DE ASSINANTES No. M O D E L O A Telecomunicações de São Paulo S/A - TELESP, sociedade constituída sob as leis brasileiras, com sede na Capital do Estado

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSOS LIVRES DE CURTA DURAÇÃO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSOS LIVRES DE CURTA DURAÇÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSOS LIVRES DE CURTA DURAÇÃO Pelo presente instrumento particular, de um lado, GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A., sociedade anônima

Leia mais

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC)

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) O texto deste Contrato foi submetido à aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, estando sujeito a

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO DA DMCARD CONTRATO DE CARTÃO DE CRÉDITO

CONDIÇÕES GERAIS DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO DA DMCARD CONTRATO DE CARTÃO DE CRÉDITO CONTRATO DE CARTÃO DE CRÉDITO PARA APROVEITAR TODOS OS BENEFÍCIOS E FAZER O MELHOR USO POSSÍVEL DO SEU CARTÃO É MUITO IMPORTANTE QUE VOCÊ LEIA COM ATENÇÃO, AS SEGUINTES CONDIÇÕES GERAIS: 1. DEFINIÇÕES:

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PARCERIA DE INDICAÇÃO COMERCIAL Série 1 (PVTi)

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PARCERIA DE INDICAÇÃO COMERCIAL Série 1 (PVTi) INSTRUMENTO PARTICULAR DE PARCERIA DE INDICAÇÃO COMERCIAL Série 1 (PVTi) Pelo presente instrumento particular de indicação comercial, de um lado, TOTVS S.A., sociedade anônima, com sede na Avenida Braz

Leia mais

VALECARDLOGÍSTICA. Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT

VALECARDLOGÍSTICA. Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT VALECARDLOGÍSTICA Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT Por este instrumento particular, as PARTES, de um lado como CONTRATADA, a Empresa autorizada a utilizar

Leia mais

Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB

Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB 1. Condições Gerais Este instrumento tem como objetivo regulamentar a participação dos titulares dos cartões de crédito da Cartão BRB participantes

Leia mais

Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0

Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0 Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0 Manual Avançado Portal Agências Sumário 1 Portal Frontur Consolidação... 3 2 Reconhecendo o Portal... 03/04/2014 3 3 Navegando e utilizando o Portal... 5

Leia mais

2. ADESÃO AO PROGRAMA 2.1. A adesão pelos CLIENTES ao PROGRAMA será automática quando do desbloqueio dos CARTÕES.

2. ADESÃO AO PROGRAMA 2.1. A adesão pelos CLIENTES ao PROGRAMA será automática quando do desbloqueio dos CARTÕES. REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS PAN+ 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. Este Regulamento estabelece as regras de participação dos clientes pessoa física Titulares e Adicionais ("CLIENTES" ou "CLIENTE")

Leia mais

Seu Recibo de Bilhete Eletrônico

Seu Recibo de Bilhete Eletrônico Ricardo Anido E-ticket GOL Vinicius Antunes 1 message Simone - Bomsenso Turismo Reply-To: simone@bomsensoturismo.com.br To: Ricardo Anido

Leia mais

CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO "MM DOMINIO"

CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO MM DOMINIO CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO "MM DOMINIO" Esse instrumento regula a prestação de serviços estabelecida entre MACHADO SERVIÇOS DIGITAIS LTDA-ME (pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO Secretaria de Administração TERMO DE REFERÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO Secretaria de Administração TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA n OBJETO 1.1- Contratação de empresa especializada para FORNECIMENTO 0E PASSAGENS AÉREAS EM ÂMBITO NACIONAL E INTERNACIONAL PARA ESTE, mediante menor preço, apurado pelo menor valor

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD PRÉ-PAGO RECARREGÁVEL VISA DO BANCO DO BRASIL S.A - CORRENTISTAS PESSOAS FÍSICAS

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD PRÉ-PAGO RECARREGÁVEL VISA DO BANCO DO BRASIL S.A - CORRENTISTAS PESSOAS FÍSICAS CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD PRÉ-PAGO RECARREGÁVEL VISA DO BANCO DO BRASIL S.A - CORRENTISTAS PESSOAS FÍSICAS Pelo presente contrato, o BANCO DO BRASIL S.A., com sede em Brasília

Leia mais

PROGRAMA DE RECOMPENSA MAIS VANTAGENS REGULAMENTO

PROGRAMA DE RECOMPENSA MAIS VANTAGENS REGULAMENTO PROGRAMA DE RECOMPENSA MAIS VANTAGENS REGULAMENTO O presente instrumento (a seguir, REGULAMENTO) disciplina o funcionamento do PROGRAMA DE RECOMPENSAS MAIS VANTAGENS (adiante PROGRAMA), gerido pela DMCARD

Leia mais

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO

TERMO DE COMPROMISSO TERMO DE COMPROMISSO Pelo presente instrumento, de um lado Nicolai Coelho Consultoria em Comunicação LTDA, com sede na Rua Texas, 635, Brooklin, São Paulo - SP, inscrita no CNPJ sob o nº 10.825.469/0001-13,

Leia mais

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO Este Sumário apresenta um resumo das principais informações que a Empresa Associada e o

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA CODEVIP

REGULAMENTO DO PROGRAMA CODEVIP REGULAMENTO DO PROGRAMA CODEVIP 1. O que é o Programa? 1.1. A administradora do Programa CODEVIP ("Programa") é a Rubeus Tecnologia e Inovação Ltda ("Rubeus"), com sede na cidade de Muriaé, Estado de Minas

Leia mais

Contrato (on-line) de Loja Virtual. Última modificação: 07/05/2015. Bem vindo a Propaganda Certa!

Contrato (on-line) de Loja Virtual. Última modificação: 07/05/2015. Bem vindo a Propaganda Certa! Contrato (on-line) de Loja Virtual Última modificação: 07/05/2015 Bem vindo a Propaganda Certa! Este contrato (on-line) de Loja Virtual (o "Contrato") é celebrado entre Propaganda Certa, emprsa de razão

Leia mais

SISTEMA DE AUTO ATENDIMENTO TREND OPERADORA TERMO DE USO

SISTEMA DE AUTO ATENDIMENTO TREND OPERADORA TERMO DE USO SISTEMA DE AUTO ATENDIMENTO TREND OPERADORA TERMO DE USO DA EMPRESA A TREND FAIRS E CONGRESSES OPERADORA DE VIAGENS PROFISSIONAIS LTDA, empresa com sede na Cidade de São Paulo, SP, na Rua Sete de Abril,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS EQUATORIAL NEGÓCIOS INTELIGENTES LTDA, com sede em Goiânia/GO, à av. Paranaíba nº 538 Setor Central, inscrita no CNPJ nº 09.416.292/0001-12, neste ato

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO Estipulante: BANCO TRIÂNGULO S. A. Seguradora: PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS Número processo SUSEP: 15414.000223/2007-67

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA TOUR OPERATOR SISTEM (TOS)

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA TOUR OPERATOR SISTEM (TOS) CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA TOUR OPERATOR SISTEM (TOS) As presentes Condições Gerais de Utilização do Sistema Tour Operator Sistem da Schultz Operadora regulam as obrigações entre a proprietária

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO Página 1 de 5 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 1. CONTRATADA: L C DA SILVA AGÊNCIA DE VIAGENS ME Web Viagens, CNPJ/MF 11.692.987/0001-79, Av. Ipiranga, 104, 9 andar, Consolação, CEP 01046-010, São Paulo/SP,

Leia mais

d) participação em competições esportivas, incluídos gastos com treinamento;

d) participação em competições esportivas, incluídos gastos com treinamento; CAPÍTULO : 10 - Viagens Internacionais, Cartões de Uso Internacional e Transferências Postais SEÇÃO : 1 - Viagens Internacionais 1. Esta seção trata das compras e das vendas de moeda estrangeira, inclusive

Leia mais

CONTRATO DE PARCERIA

CONTRATO DE PARCERIA CONTRATO DE PARCERIA As partes a seguir, Premium Assistance Ltda., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº. 13.041.940/0001-70, sediada na Rua Franz Schubert, 33, na Cidade de São Paulo,

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS FORNECEDOR: WORKSOFT INFORMÁTICA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob nº. 08.707.221/0001-06, com sede

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS 1 CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES O(a)Sr(a)., RG n.º, CPF, telefone(s),e-mail, endereço, Bairro,Cidade, Cep, de ora em diante denominado(a) simplesmente

Leia mais

PROPOSTA DE INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS. ENTRE WORLDXCHANGE INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS LTDA, pessoa

PROPOSTA DE INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS. ENTRE WORLDXCHANGE INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS LTDA, pessoa PROPOSTA DE INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS DE VOZ SOBRE IP ENTRE WORLDXCHANGE INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS LTDA, pessoa jurídica de direito privado, com sede na Cidade de Vitória, Estado do Espírito Santo, na

Leia mais

V AL R Qualificação do Microempreendedor

V AL R Qualificação do Microempreendedor V AL R Qualificação do Microempreendedor Data: Nome Completo: CPF/CNPJ: Nº Identidade: Órgão Emissor : Sexo: Data de Nascimento: Estado Civil: Naturalidade: Nome do Pai: Nome da Mãe: Endereço: Bairro:

Leia mais

TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se:

TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se: TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal 1. DEFINIÇÕES: Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se: EMPRESA CONCESSIONÁRIA Viação Atibaia

Leia mais

EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO

EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado

Leia mais

REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO

REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO O presente instrumento estabelece as normas regulamentares do AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO, destinado ao atendimento de Pessoas Jurídicas de direito público,

Leia mais

CONTRATO DE ACESSO AO IEPREV ON LINE

CONTRATO DE ACESSO AO IEPREV ON LINE CONTRATO DE ACESSO AO IEPREV ON LINE Pelo presente instrumento particular entre as partes, de um lado o Instituto de Estudos Previdenciários IEPREV, com endereço na Rua Timbiras, 1940, salas 510, 511 e

Leia mais

Sumário Executivo 7 1 430

Sumário Executivo 7 1 430 43017 Sumário Executivo SUMÁRIO EXECUTIVO CARTÃO DE CRÉDITO BANDEIRA VISA INTERNACIONAL: Este documento contém as informações essenciais e resumidas relacionadas ao seu cartão extraídas das Condições Gerais

Leia mais

Banco de Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil S/A

Banco de Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil S/A 1. PARTES CONVÊNIO PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA INTERNET BANKING O presente Convênio disciplina o uso do Sistema INTERNET BANKING ( INTERNET BANKING ) disponível na home page (www.br.bk.mufg.jp) de propriedade

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ATUALIZAÇÃO E SUPORTE TÉCNICO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ATUALIZAÇÃO E SUPORTE TÉCNICO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ATUALIZAÇÃO E SUPORTE TÉCNICO Pelo presente instrumento particular, as partes, de um lado, VARITUS BRASIL EIRELI, inscrita no CNPJ sob nº

Leia mais

Banco de Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil S/A

Banco de Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil S/A 1. PARTES CONVÊNIO PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA INTERNET BANKING (CORRETORA DE CÂMBIO) O presente Convênio disciplina o uso pela CORRETORA de CÂMBIO do Sistema INTERNET BANKING ( INTERNET BANKING CORRETORA

Leia mais

CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO

CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO INFORMAÇÕES PRÉVIAS A ACM ATIVIDADES DE INTERNET LTDA, CNPJ 16.987.439/0001 90 com sede na cidade de Birigui, Estado de São Paulo, na Travessa Dom Pedro II, nº 19, Sala

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS Quadro Resumo BANCO CNPJ/MF Banco Bradesco S.A. 60.746.948/0001 12 Sede Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco, Estado de

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado com sede na Rua Sampaio Viana, 44 - Paraíso,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS FAVOR LER COM ATENÇÃO ESTAS CONDIÇÕES POIS NELAS CONSTAM INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA VIAGEM

CONDIÇÕES GERAIS FAVOR LER COM ATENÇÃO ESTAS CONDIÇÕES POIS NELAS CONSTAM INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA VIAGEM CONDIÇÕES GERAIS FAVOR LER COM ATENÇÃO ESTAS CONDIÇÕES POIS NELAS CONSTAM INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA VIAGEM 1 1. RESPONSABILIDADE A Bon Voyage Operadora, registrada na Embratur nr 07921-00-41-5,

Leia mais

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA TENDENCIA COD CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA Pelo presente instrumento particular, de um lado TENDÊNCIA INFORMAÇÕES E SISTEMAS LTDA., com sede na Rua São Jorge, 103,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS Pelo presente instrumento, as Partes Termos e Condições Reserva Online Usuário do Sistema de Reserva Online FastPass, doravante denominada

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE CONTEÚDO ON-LINE

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE CONTEÚDO ON-LINE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE CONTEÚDO ON-LINE A EDITORA GAZETA DO POVO S.A., pessoa jurídica de direito privado com sede em Curitiba, Estado do Paraná, na Praça Carlos Gomes, nº. 04, CEP 80.010-140, devidamente

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRA DE PRODUTOS PELA KSR AUTOMOTIVE INDÚSTRIA DO BRASIL LTDA.

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRA DE PRODUTOS PELA KSR AUTOMOTIVE INDÚSTRIA DO BRASIL LTDA. TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRA DE PRODUTOS PELA KSR AUTOMOTIVE INDÚSTRIA DO BRASIL LTDA. 1 ÍNDICE GERAL 1 OBJETO 3 2 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO E PROPOSTA COMERCIAL 3 3 PEDIDO DE COMPRA E AUTORIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MINUTAGEM

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MINUTAGEM REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MINUTAGEM O BANCO BRADESCO CARTÕES S.A., instituição financeira com sede no núcleo administrativo denominado Cidade de Deus, Prédio Prata, 4º andar, situado na Vila Yara, no

Leia mais

TARIFA OPERADORA TAM. Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora. Julho/2013

TARIFA OPERADORA TAM. Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora. Julho/2013 Julho/2013 TARIFA OPERADORA TAM Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora Clube Turismo Matriz Av. Pres. Epitácio Pessoa, 724, Torre CEP 58040-000 João

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago O BOM+ é um cartão pré-pago que oferece aos seus clientes as funcionalidades de pagamento de compras em toda a rede MasterCard e também pagamento de tarifas

Leia mais

CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DO MVP WEB

CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DO MVP WEB CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DO MVP WEB Contrato de Prestação de Serviços que entre si fazem {{customer_full_name}}, com registro no {{customer_document_kind}} sob o n {{customer_document_number}}, com

Leia mais

CONTRATO DE CREDITO CONSIGNADO CARTÃO VIRTUAL BIORC

CONTRATO DE CREDITO CONSIGNADO CARTÃO VIRTUAL BIORC CONTRATO DE CREDITO CONSIGNADO CARTÃO VIRTUAL BIORC Cláusulas Gerais que regem o Contrato de Crédito Consignado através do Cartão Virtual Biorc, operação realizada no site www.biorc.com.br, tendo de um

Leia mais

CONTRATO 035/2014 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CONTRATO 035/2014 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONTRATO 035/2014 A Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência (FATEC), inscrita no CNPJ n.º 89.252.431/0001-59, sediada na Cidade Universitária, em Santa Maria /RS, neste ato representada pelo Diretor Presidente,

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA SPIROL SOLUÇÕES EM FIXAÇÃO LTDA

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA SPIROL SOLUÇÕES EM FIXAÇÃO LTDA TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA SPIROL SOLUÇÕES EM FIXAÇÃO LTDA Os Termos e Condições Gerais de Venda definidos abaixo e a Confirmação de Pedido enviada por SPIROL SOLUÇÕES EM FIXAÇÃO LTDA., sociedade

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TERMO DE RESPONSABILIDADE Pelo presente instrumento particular de prestação de serviço, de um lado BRASIL STUDANT TRAVEL, com sede na Av Nossa Senhora de Copacabana, n

Leia mais