Secretaria Executiva de Ressocialização

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Secretaria Executiva de Ressocialização"

Transcrição

1

2

3 Desafio Social Prover a população carcerária de condições necessárias para a construção da Cidadania e de sua Reintegração Social Missão Cumprir a legislação de Execução Penal no Estado de Pernambuco, priorizando a reintegração social dos privados de liberdade Visão Até 2010, ser reconhecida nacionalmente pela excelência dos serviços prestados e pelo alto índice de ressocialização e baixo índice de reincidência

4 O Brasil no contexto internacional TAXAS DE PRESOS POR HABITANTES SEGUNDO O BRASIL NO CONTEXTO INTERNACIONAL / E.U.A. RUSSIA *BRASIL INGLATERRA Fonte:SERES(GPC)/DEPEN/Deptº de Justiça do E.U.A. PORTUGAL CHINA SUIÇA *Taxa referente ao ano de 2007

5 Pernambuco no contexto nacional

6 Unidades Prisionais

7 EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO CARCERÁRIA PERNAMBUCO / Fonte: SERES(GERÊNCIA DE PROJETOS E CONVÊNIOS-GPC)

8 (-51,9%) POPULAÇÃO CARCERÁRIA, CAPACIDADE DE LOTAÇÃO E DÉFICIT DE VAGAS PERNAMBUCO / Fonte: SERES(GPC) População Carcerária Capacidade de Lotação Déficit

9 FAIXA ETÁRIA DA POPULAÇÃO CARCERÁRIA PERNAMBUCO % 8% 7% 15% 18 a a 30 23% 46% 31 a a 50 acima de 50 Ignorada Fonte: SERES/GPC

10 ESCOLARIDADE DA POPULAÇÃO CARCERÁRIA PERNAMBUCO % 1% 8% 26% ANALFABETOS ALFABETIZADOS 28% 31% FUNDAMENTAL I FUNDAMENTAL II ENSINO MÉDIO SUPERIOR 3% IGNORADOS Fonte: SERES/GPC

11 PRESOS QUE DESENVOLVEM ATIVIDADES PROFISSIONAIS PERNAMBUCO = 1% = 7% Trabalham em Em presa Privada Trabalham em Órgãos do Estado Não Trabalham = 92% População carcerária = Total de presos que trabalham (8%) Fonte: SERES(GPC/GEQP)

12 POPULAÇÃO CARCERÁRIA SEGUNDO O TIPO DE CRIME PERNAMBUCO % 7% 14% 8% 24% 32% 10% R OUB O F UR T O H OM IC Í D IO T R Á F IC O D E D R OGA S P OR T E ILEGA L D E A R M A S EST UP R O OUT R OS Fonte: SERES(GPC)

13 Modelo de Gestão MBC Movimento Brasil Competitivo; INDG Instituto Nacional de Desenvolvimento Gerencial; IAUPE Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco; Mapa da Estratégia do Governo ; Prevenir e Reduzir a Violência e a Criminalidade; Câmara Técnica do Sistema Prisional;

14 Alinhamento Político/Estratégico Programa Nacional de Segurança com Cidadania PRONASCI; Programa Estadual de Segurança Pública Pacto pela Vida; Plano Diretor do Sistema Prisional Depen/Seres; Plano Plurianual ( ); Lei das Execuções Penais - LEP;

15 Mapa da Estratégia do Governo Programas Prioritários Reduzir o Déficit de Vagas no Sistema Prisional Promover a Ressocialização da População Carcerária Ações Prioritárias Construir Unidades Prisionais; Reestruturação de Equipamentos; Tornozeleira Eletrônica; Valorização do Servidor Penitenciário; Expansão do Ensino Regular nas Unidades Prisionais; Capacitação e Profissionalização da População Carcerária; Concurso Público;

16 Metodologia Reuniões Semanais de Monitoramento com os Gestores da Secretaria; Reuniões Mensais de Monitoramento com o Governador do Estado; Ata e Memória das Reuniões, Encaminhamentos e Deliberações;

17 Metas Prioritárias Reduzir o déficit de vagas; Reduzir a re-incidência criminal; Reduzir fugas e rebeliões; Aumentar a escolaridade e profissionalização da população carcerária; Agilizar a tramitação processual; Valorizar e capacitar os servidores penitenciários;

18 Dificuldades Imagem negativa da instituição perante a sociedade Preconceito Insuficiência de recursos financeiros e humanos Déficit de vagas Reduzido quadro de servidores

19 Oportunidades Departamento Penitenciário Nacional DEPEN Programa Estadual de Segurança Pública Pacto pela Vida Programa Nacional de Segurança Cidadã PRONASCI Organizações não governamental ONG s Parcerias Público Privada PPP s

20 Produtividade alunos matriculados nas escolas prisionais presos participaram de atividades laborativas atendimentos Médico/odontológico realizados presos vacinados contra gripe, tétano e hepatite B pareceres para Livramento Condicional realizados pareceres para Progressão de Regime realizados 197 solicitações de hábeas corpus, 831 remições por estudos/trabalhos, 68 indultos, 195 extinções de penas, 59 prisões domiciliares, defesas no conselho disciplinar

21 ATIVIDADES PRODUTIVAS Colônia Penal Feminina do Recife e Presídio Professor Anibal Bruno: Recife

22 ENRAIAMENTO DE RODAS/DIA DE BICICLETA ZUMMI (30 REEDUCANDAS) Colônia Penal Feminina do Recife

23 LINHA DE PRODUÇÃO DE 40 CADEIRAS DE RODAS/MÊS Penitenciária Professor Barreto Campelo: Ilha de Itamaracá

24 FARDAMENTOS INSTITUCIONAIS PRODUZIDOS Colônia Penal Feminina do Recife 10 REEDUCANDAS NO SETOR DE COSTURA COM RENDA PER CAPITA DE R$ 500,00

25 FABRICAÇÃO DE MESAS E PEÇAS DE XADREZ Presídio Professor Aníbal Bruno: Recife

26 FÁBRICA DE BOLAS (PINTANDO A LIBERDADE) Presídio Desembargador Augusto Duque: Pesqueira

27 ARCA DAS LETRAS Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes: Petrolina

28 HORTAS Colônia Penal Feminina de Garanhuns Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes: Petrolina Penitenciária Professor Barreto Campelo Ilha de Itamaracá - Penitenciária Doutor Ênnio Pessoa Guerra - Limoeiro

29 ATENDIMENTO MÉDICO, ODONTOLÓGICO E CAMPANHAS DE PREVENÇÃO Penitenciária Agro Industrial São João - Ilha de Itamaracá - Centro de Ressocialização do Agreste: Canhotinho - Presídio de Vitória de Santo Antão

30 PRODUÇÃO DIÁRIA DE MAIS DE PÃES

31 ATIVIDADES ESPORTIVAS Presídio Professor Anibal Bruno: Recife

32 ATIVIDADES DE INTEGRAÇÃO ENTRE FAMÍLIA E REEDUCANDOS Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna: Abreu e Lima - Penitenciária Juiz Plácido de Souza: Caruaru Presídio de Vitória de Santo Antão

33 Obrigado! HUMBERTO VIANNA Secretário de Ressocialização do Estado Telefone: (81) / Endereço: Rua do Hospício, n 751, Boa Vista, Recife - PE

PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO DO ESTADO DE PERNAMBUCO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE RESSOCIALIZAÇÃO ÍNDICE APRESENTAÇÃO...5

Leia mais

Políticas Publicas de Ressocialização

Políticas Publicas de Ressocialização Primeiro Encontro Mato Grossense de Conselhos da Comunidade Políticas Publicas de Ressocialização ão Rosangela Peixoto Santa Rita 26 de junho de 2008. O Brasil já tem mais de 423 mil presos em seus cárceres;

Leia mais

CERCA DE 76% DOS CONDENADOS NO BRASIL ESTÃO OCIOSOS NA PRISÃO, APONTA ESTUDO. Do UOL Notícias Em São Paulo

CERCA DE 76% DOS CONDENADOS NO BRASIL ESTÃO OCIOSOS NA PRISÃO, APONTA ESTUDO. Do UOL Notícias Em São Paulo CERCA DE 76% DOS CONDENADOS NO BRASIL ESTÃO OCIOSOS NA PRISÃO, APONTA ESTUDO Ana Sachs* 20/09/2009-07h00 Do UOL Notícias Em São Paulo Ainda que seja uma exigência da lei de Execuções Penais, o trabalho

Leia mais

Convênios 2011 - Empenhados - Posição em 23/07/2012

Convênios 2011 - Empenhados - Posição em 23/07/2012 1 AC 125/2011 759430/2011 Implantar o Serviço de Educação e Responsabilização para Homens Autores de Violência Doméstica. 297.010,16 33.132,63 330.142,79 Convenente: Governo do Estado do Acre Criação e

Leia mais

As Propostas da Pastoral Carcerária Nacional em relação ao Eixo 6 Sistema Penitenciário da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública (I CONSEG).

As Propostas da Pastoral Carcerária Nacional em relação ao Eixo 6 Sistema Penitenciário da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública (I CONSEG). PASTORAL CARCERÁRIA NACIONAL - CNBB Praça Clovis Bevilácqua, 351, conj.501 Centro - 01018-001 - São Paulo - SP Tel/fax (11) 3313-5735, 3227-8683, 3101-9419 - gzgubic@uol.com.br - www.carceraria.org.br

Leia mais

A educação nas prisões

A educação nas prisões A educação nas prisões Jayme B. S. Santiago Tatiana Feitosa de Britto Sumário 1. A população carcerária. 2. Legislação. 3. Programas, projetos e diretrizes. 4. Projetos de lei. 5. Indicações bibliográficas

Leia mais

A SEGURANÇA É HOJE A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO DO BRASILEIRO. Diversos problemas levaram à situação atual

A SEGURANÇA É HOJE A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO DO BRASILEIRO. Diversos problemas levaram à situação atual A SEGURANÇA É HOJE A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO DO BRASILEIRO Diversos problemas levaram à situação atual O problema sempre foi tratado com uma série de OUs Natureza ou policial ou social Responsabilidade ou

Leia mais

CONSELHO PENITENCIÁRIO DO PARANÁ

CONSELHO PENITENCIÁRIO DO PARANÁ Lei nº. 12.317, de 28 de agosto de 1998 Lei nº 12.377, de 28 de dezembro de 1998 Lei nº. 14.556, de 09 de dezembro de 2004 Lei nº. 17.908, de 02 de janeiro de 2014. Decreto nº. 1.206, de 05 de maio de

Leia mais

Instituto Avante Brasil Diretor-Presidente: Luiz Flávio Gomes Coordenadora e Pesquisadora: Flávia Mestriner Botelho Data: Janeiro de 2014

Instituto Avante Brasil Diretor-Presidente: Luiz Flávio Gomes Coordenadora e Pesquisadora: Flávia Mestriner Botelho Data: Janeiro de 2014 Instituto Avante Brasil Diretor-Presidente: Luiz Flávio Gomes Coordenadora e Pesquisadora: Flávia Mestriner Botelho Data: Janeiro de 2014 SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO: EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO CARCERÁRIA

Leia mais

CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES AUTOR(ES): MARIANA TOLEDO ALVES TEIXEIRA

CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES AUTOR(ES): MARIANA TOLEDO ALVES TEIXEIRA TÍTULO: "DIÁRIO" DE UM EX - DETENTO : AS DIFICULDADES E PRECONCEITOS ENCONTRADOS, NO DIA A DIA,PARA RESSOCIALIZAÇÃO DO EX - PRESIDIÁRIO NEGRO NO BRASIL. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E

Leia mais

JANE PAIVA ELIONALDO FERNANDES JULIÃO

JANE PAIVA ELIONALDO FERNANDES JULIÃO EDUCAÇÃO EM PRISÕES Refere-se à oferta de educação como direito de jovens e adultos em privação de liberdade, no marco dos direitos humanos, em modalidade de atendimento que considera necessidades específicas

Leia mais

CPI DO SISTEMA PENITENCIÁRIO 2015

CPI DO SISTEMA PENITENCIÁRIO 2015 CPI DO SISTEMA PENITENCIÁRIO 2015 SUMÁRIO 1. Dados da empresa Reviver Administração Prisional Privada Ltda 2. CPI s anteriores do Sistema Penitenciário 3. Cenário do Sistema Penitenciário no Mundo 4. Cenário

Leia mais

GISELE CALDEIRA DE FREITAS PROJETO DE PESQUISA APLICADA: A RESSOCIALIZAÇÃO DO PRESO FRENTE AO SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO

GISELE CALDEIRA DE FREITAS PROJETO DE PESQUISA APLICADA: A RESSOCIALIZAÇÃO DO PRESO FRENTE AO SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO GISELE CALDEIRA DE FREITAS PROJETO DE PESQUISA APLICADA: A RESSOCIALIZAÇÃO DO PRESO FRENTE AO SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO IBAITI 2013 3 AUÍLIO FINANCEIRO A CURSOS PROJETO DE PESQUISA APLICADA SUMÁRIO

Leia mais

MUTIRÃO CARCERÁRIO Plano do Projeto

MUTIRÃO CARCERÁRIO Plano do Projeto 1. Introdução O projeto do Mutirão Carcerário, iniciado pelo Conselho Nacional de Justiça em agosto de 2008 a partir da vigência da Resolução Conjunta nº 01/2009 do CNJ/CNMP e Resolução nº 89/2009 do CNJ,

Leia mais

Princípios norteadores

Princípios norteadores Princípios norteadores A Associação pela Reforma Prisional, Conectas Direitos Humanos, Instituto dos Defensores de Direitos Humanos, Instituto Sou da Paz, Instituto Terra, Trabalho e Cidadania, Instituto

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CONSELHO PENITENCIÁRIO DO ESTADO DE SÃO PAULO

APRESENTAÇÃO DO CONSELHO PENITENCIÁRIO DO ESTADO DE SÃO PAULO APRESENTAÇÃO DO CONSELHO PENITENCIÁRIO DO ESTADO DE SÃO PAULO Renato Ribeiro Velloso 1 Alexandre Tozini 2 Rubens da Silva 3 Sérgio Paulo Rigonatti 4 Quirino Cordeiro 5 --------------------------------------------------

Leia mais

MONITORAMENTO ELETRÔNICO GEDER GOMES

MONITORAMENTO ELETRÔNICO GEDER GOMES MONITORAMENTO ELETRÔNICO GEDER GOMES VISÃO PANORÂMICA DO MONITORAMENTO ELETRÔNICO NO MUNDO 1) EUA 2) FARANÇA PRINCIPAIS PAISES QUE ADOTAM: 3) INGLATERRA 4) CANADÁ 5) SUÉCIA 6) ESCÓCIA 7) ESPANHA 8) PORTUGAL

Leia mais

CARTA DE BRASÍLIA I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DA COMUNIDADE Brasília 6 e 7 dezembro de 2012

CARTA DE BRASÍLIA I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DA COMUNIDADE Brasília 6 e 7 dezembro de 2012 CARTA DE BRASÍLIA I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DA COMUNIDADE Brasília 6 e 7 dezembro de 2012 Os participantes do I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DA COMUNIDADE, representantes de Conselhos da Comunidade

Leia mais

ALBERTO MARQUES DOS SANTOS Juiz de Direito

ALBERTO MARQUES DOS SANTOS Juiz de Direito ALBERTO MARQUES DOS SANTOS Juiz de Direito CRIMINALIDADE causas e soluções Juruá Editora Curitiba, 2006 CATALOGAÇÃO NA FONTE S237 Santos, Alberto Marques dos. Criminalidade: causas e soluções./ Alberto

Leia mais

DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL AÇÕES PRONASCI/DEPEN. ANDRÉ LUIZ DE ALMEIDA E CUNHA Diretor de Políticas Penitenciárias

DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL AÇÕES PRONASCI/DEPEN. ANDRÉ LUIZ DE ALMEIDA E CUNHA Diretor de Políticas Penitenciárias AÇÕES PRONASCI/DEPEN ANDRÉ LUIZ DE ALMEIDA E CUNHA Diretor de Políticas Penitenciárias MAURÍCIO KUEHNE Diretor-Geral CRISTIANO OREM DE ANDRADE Diretor Executivo ANDRÉ LUIZ DE ALMEIDA E CUNHA Diretor de

Leia mais

CONFERÊNCIA LIVRE DO SISTEMA DE JUSTIÇA MPPR/ OAB/ TJ CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA - CONSEG

CONFERÊNCIA LIVRE DO SISTEMA DE JUSTIÇA MPPR/ OAB/ TJ CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA - CONSEG CONFERÊNCIA LIVRE DO SISTEMA DE JUSTIÇA MPPR/ OAB/ TJ Princípio A segurança pública deve promover a cidadania e prevenir a criminalidade. Princípio As políticas de segurança pública devem ser transversais.

Leia mais

Isabella Camarço Gomes Aluna do Curso de Bacharelado em Moda, Design e Estilismo UFPI

Isabella Camarço Gomes Aluna do Curso de Bacharelado em Moda, Design e Estilismo UFPI Isabella Camarço Gomes Aluna do Curso de Bacharelado em Moda, Design e Estilismo UFPI Iara Mesquita da Silva Braga Prof. Msc. Do Curso de Bacharelado em Moda, Design e Estilismo - UFPI ATIVIDADES DA CADEIA

Leia mais

A PRÁTICA PSICOLÓGICA EM UMA U IDADE PRISIO AL DE REGIME SEMIABERTO

A PRÁTICA PSICOLÓGICA EM UMA U IDADE PRISIO AL DE REGIME SEMIABERTO A PRÁTICA PSICOLÓGICA EM UMA U IDADE PRISIO AL DE REGIME SEMIABERTO 2013 Psicóloga do Sistema Prisional Paulista. Especialista em Psicologia Jurídica (Brasil) Email: borgeskb@gmail.com RESUMO Este texto

Leia mais

Avaliação da coordenação da Pastoral Carcerária SP sobre o sistema prisional

Avaliação da coordenação da Pastoral Carcerária SP sobre o sistema prisional São Paulo, 19 de junho de 2006 Avaliação da coordenação da Pastoral Carcerária SP sobre o sistema prisional O Estado de São Paulo vive hoje o clima do pós-rebeliões, do pós-confronto do crime organizado

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. Nelson Marchezan Junior) Dispõe sobre a indenização das despesas realizadas com a manutenção devida ao Estado pelo condenado à pena privativa de liberdade independentemente

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL Sistema Integrado de Informações Penitenciárias InfoPen

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL Sistema Integrado de Informações Penitenciárias InfoPen Habitantes Habitantes no estado 2585000 2482500 506750 na Polícia Polícia 3444 132 3576 1 100% 0 0% 1 100% Presos Provisórios 1900 90 199 População (1) Sistema Penitenciário Presos Condenados Regime Fechado

Leia mais

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA 1. Criar o Fórum Metropolitano de Segurança Pública Reunir periodicamente os prefeitos dos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo para discutir, propor,

Leia mais

Egressos e mercado de trabalho. Sonora Édio Araújo : 00:26/00:45

Egressos e mercado de trabalho. Sonora Édio Araújo : 00:26/00:45 Egressos e mercado de trabalho Imagens externas de presídios no Rio de Janeiro. Imagem Édio Araújo Cooperativa eu quero Liberdade. Gráfico e imagens de apoio. Imagem Maíra Fernandes Presidente do conselho

Leia mais

Propostas dos GTs da Conferência Municipal de São Paulo. Princípios e diretrizes de Segurança Pública

Propostas dos GTs da Conferência Municipal de São Paulo. Princípios e diretrizes de Segurança Pública Propostas dos GTs da Conferência Municipal de São Paulo Princípios e diretrizes de Segurança Pública Eixo 1 1. Fortalecimento do pacto federativo; 2. Municipalização da Segurança Pública; 3. Estabelecer

Leia mais

PRIMEIRA PARTE (Assuntos do Gabinete) NOTA

PRIMEIRA PARTE (Assuntos do Gabinete) NOTA PRIMEIRA PARTE (Assuntos do Gabinete) I Atos do dia 28 de dezembro de 2011 SGAP - fls.45 (Transcrita do DOE do dia 28/12/2011) NOTA O SUPERINTENDENTE GERAL DE ADMNISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA, CARLOS ALBERTO

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL Sistema Integrado de Informações Penitenciárias InfoPen

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL Sistema Integrado de Informações Penitenciárias InfoPen Quantidade de Habitantes Habitantes no estado Quantidade de Presos na Polícia Polícia População (1) Capacidade de Ocupação (1) Estabelecimentos Penais (1) Quantidade de Presos/Internados Sistema Penitenciário

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL Sistema Integrado de Informações Penitenciárias InfoPen

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL Sistema Integrado de Informações Penitenciárias InfoPen Quantidade de Habitantes Habitantes no estado 100528367 77129876 177658243 24 88% 3 12% 27 100% Total 177658243 / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / /

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL Sistema Integrado de Informações Penitenciárias InfoPen

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL Sistema Integrado de Informações Penitenciárias InfoPen Quantidade de Habitantes Habitantes no estado - - - - - - - - - Quantidade de Presos na Polícia Polícia - - - - - - - - - Presos Provisórios 2802 67 2869 1 100% 0 0% 1 100% População (1) Regime Fechado

Leia mais

ASSISTÊNCIA A SAÚDE À MULHER - PRESA: UM DIREITO NEGADO

ASSISTÊNCIA A SAÚDE À MULHER - PRESA: UM DIREITO NEGADO 1 ASSISTÊNCIA A SAÚDE À MULHER - PRESA: UM DIREITO NEGADO Hilderline Câmara de Oliveira Christianne Medeiros Cavalcante Eduardo Franco Correia Cruz Joseneide Sousa Pessoa dos Santos Universidade Federal

Leia mais

Contextos e desafios para o acesso universal a prevenção, assistência e tratamento em ambientes penitenciários

Contextos e desafios para o acesso universal a prevenção, assistência e tratamento em ambientes penitenciários Contextos e desafios para o acesso universal a prevenção, assistência e tratamento em ambientes penitenciários MISSÃO DO DAPES O Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas em Saúde (DAPES) tem

Leia mais

Realização. Estados Vizinhos Convidados

Realização. Estados Vizinhos Convidados Relatório-síntese do III Seminário de Articulação Nacional e Construção de Diretrizes para a Educação no Sistema Penitenciário Regional Sul Centro Administrativo Porto Alegre - RS 6 e 7 de março de 2006

Leia mais

PROGRAMA PATRONATO: RESSOCIALIZAÇÃO EM BUSCA DE DIGNIDADE

PROGRAMA PATRONATO: RESSOCIALIZAÇÃO EM BUSCA DE DIGNIDADE 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( X ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. "Educação prisional na Penitenciária Industrial de Guarapuava - PIG: Da prisão que pune à privação que educa.

Mostra de Projetos 2011. Educação prisional na Penitenciária Industrial de Guarapuava - PIG: Da prisão que pune à privação que educa. Mostra de Projetos 2011 "Educação prisional na Penitenciária Industrial de Guarapuava - PIG: Da prisão que pune à privação que educa." Mostra Local de: Guarapuava Categoria do projeto: Projetos finalizados.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR Este questionário objetiva diagnosticar a realidade dos tribunais em relação às aprovadas no II Encontro Nacional do Judiciário, bem como subsidiar medidas concretas a serem

Leia mais

A EDUCAÇÃO EM UM PRESÍDIO DE CURITIBA SEGUNDO OS PROFESSORES

A EDUCAÇÃO EM UM PRESÍDIO DE CURITIBA SEGUNDO OS PROFESSORES A EDUCAÇÃO EM UM PRESÍDIO DE CURITIBA SEGUNDO OS PROFESSORES Fernanda Bonatto * - PUCPR fernandabonatto@hotmail.com Romilda Teodora Ens ** - PUCPR romilda.ens@pucpr.br Resumo A presente investigação descreve

Leia mais

PROJETO DE EXECUÇÃO PENAL DA DIVISÃO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

PROJETO DE EXECUÇÃO PENAL DA DIVISÃO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROJETO DE EXECUÇÃO PENAL DA DIVISÃO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS EIXO 3 EXTENSÍON, DOCENCIA E INVESTIGACIÓN Autor: PINTO, Felipe Martins. Doutor em Direito, diretor

Leia mais

VALTER KENJI ISHIDA ... PRATICA ]URIDICA DE EXECUÇAO PENAL INCLUINDO (RERMISSÃO

VALTER KENJI ISHIDA ... PRATICA ]URIDICA DE EXECUÇAO PENAL INCLUINDO (RERMISSÃO VALTER KENJI ISHIDA ~...... PRATICA ]URIDICA DE - EXECUÇAO PENAL INCLUINDO (RERMISSÃO Sumário Abreviaturas, xiii Abreviaturas típicas da execução penal, xv Prefácio, xvii Nota do autor à 1 ~ edição, xix

Leia mais

Considerando a inspeção empreendida no dia 19.09.2012 no Centro de Recuperação Feminina;

Considerando a inspeção empreendida no dia 19.09.2012 no Centro de Recuperação Feminina; Considerando que ao Conselho Penitenciário do Estado do Pará compete, de acordo com o Decreto 418/79, inspecionar os estabelecimentos prisionais sediados no Estado do Pará, com objetivo de assegurar condições

Leia mais

MANUAL DO CONSELHO DA COMUNIDADE

MANUAL DO CONSELHO DA COMUNIDADE MANUAL DO CONSELHO DA COMUNIDADE CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA SEGURANÇA CONSELHO PENITENCIÁRIO ÍNDICE NOTA INTRODUTÓRIA...05 LEI DE EXECUÇÃO PENAL...06 ÓRGÃOS DA EXECUÇÃOPENAL...06

Leia mais

CARLOS LÉLIO LAURIA FERREIRA JOSÉ RICARDO VIEIRA TRINDADE JOSÉ BERNARDO DA ENCARNAÇÃO NETO

CARLOS LÉLIO LAURIA FERREIRA JOSÉ RICARDO VIEIRA TRINDADE JOSÉ BERNARDO DA ENCARNAÇÃO NETO CARLOS LÉLIO LAURIA FERREIRA Secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos JOSÉ RICARDO VIEIRA TRINDADE Secretário Executivo JOSÉ BERNARDO DA ENCARNAÇÃO NETO Secretário Executivo Adjunto HISTÓRICO

Leia mais

CRESS / 7ª Região Conselho Regional de Serviço Social RJ

CRESS / 7ª Região Conselho Regional de Serviço Social RJ OFÍCIO /CRESS/SEC/Nº 0535/2013 Rio de Janeiro, 20 de setembro de 2013 De: Conselho Regional de Serviço Social 7ª Região À Comissão de Juristas com a finalidade de realizar estudos e propor atualização

Leia mais

CURSO DE MONITOR DA SOCIAL CARCERÁRIA FASE 01/04

CURSO DE MONITOR DA SOCIAL CARCERÁRIA FASE 01/04 CURSO DE MONITOR DA SOCIAL CARCERÁRIA FASE 01/04 PROGREESSÃO DE REGIME PRISIONAL www.socialcarceraria.org.br lealdade profissionalismo justiça e liberdade ORIENTAÇÃO PEDIDO DE A TESTADO DE PERMANÊNCIA

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS GABINETE DA SECRETÁRIA RESOLUÇÃO N 126/2012 GS/SEJU

SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS GABINETE DA SECRETÁRIA RESOLUÇÃO N 126/2012 GS/SEJU RESOLUÇÃO N 126/2012 GS/SEJU Dispõe sobre a criação da Central de Alvarás de Soltura e disciplina os procedimentos administrativos para o encaminhamento, cumprimento e execução dos alvarás de soltura eletrônicos.

Leia mais

Rede de Defesa e Segurança

Rede de Defesa e Segurança Rede de Defesa e Segurança 1 PROGRAMA ALIANÇA PELA VIDA Objetivo: Estruturar ações integradas de prevenção, acolhimento e tratamento dos usuários e dependentes de álcool e outras drogas e seus familiares,

Leia mais

EAD COMO FERRAMENTA TRANSFORMADORA DE VIDAS: O CASO DA PENITENCIÁRIA ESTADUAL DE MARINGÁ

EAD COMO FERRAMENTA TRANSFORMADORA DE VIDAS: O CASO DA PENITENCIÁRIA ESTADUAL DE MARINGÁ EAD COMO FERRAMENTA TRANSFORMADORA DE VIDAS: O CASO DA PENITENCIÁRIA ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ Maringá, PR maio/2011 Paulo Pardo CESUMAR paulo.pardo@ead.cesumar.br Bruno do Val

Leia mais

RELATÓRIO DA SITUAÇÃO ATUAL DO SISTEMA PENITENCIÁRIO

RELATÓRIO DA SITUAÇÃO ATUAL DO SISTEMA PENITENCIÁRIO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL RELATÓRIO DA SITUAÇÃO ATUAL DO SISTEMA PENITENCIÁRIO COMISSÃO TÉCNICA DE CLASSIFICAÇÃO Maio/2008 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Ministro de Estado da Justiça

Leia mais

PENA ALTERNATIVA E JUSTIÇA TERAPÊUTICA

PENA ALTERNATIVA E JUSTIÇA TERAPÊUTICA PENA ALTERNATIVA E JUSTIÇA MÁRCIA DE ALENCAR psicóloga clínica e social especialista em gestão e política pública pós-graduada em Sociologia acadêmica em Direito PENA ALTERNATIVA E JUSTIÇA O MONITORAMENTO

Leia mais

A propósito do trabalho penitenciário: que representações sociais?

A propósito do trabalho penitenciário: que representações sociais? A propósito do trabalho penitenciário: que representações sociais? Ana Paula Lima da Silva - mestre em Serviço Social/Política Social pela UFPB (e-mail: limasilva79@hotmail.com) Maria de Fátima de Souza

Leia mais

SISTEMA PENITENCIÁRIO FEDERAL

SISTEMA PENITENCIÁRIO FEDERAL SISTEMA PENITENCIÁRIO FEDERAL SISTEMA PENITENCIÁRIO FEDERAL SUMÁRIO 1. Sistema Penal 2. Características dos Sistemas Penitenciários no Brasil 3. Sistema Penitenciário Federal 4. Organograma do S.P.F 4.1.

Leia mais

PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO ESTADO DE TOCANTINS

PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO ESTADO DE TOCANTINS MINISTÉRIO DA JUSTIÇA GOVERNO DO PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL SECRETARIA DE ESTADO DA CIDADANIA E JUSTIÇA ÍNDICE APRESENTAÇÃO...5 RELATÓRIO DA SITUAÇÃO ATUAL

Leia mais

CURRICULUM VITAE SUMÁRIO

CURRICULUM VITAE SUMÁRIO 1 CURRICULUM VITAE SUMÁRIO 1. Dados Pessoais. 2. Experiências Profissionais. 3. Outros Dados Profissionais. 4. Graduação e Pós-Graduação. 5. Livros Publicados. 6. Outras Publicações. 7. Títulos e Comendas.

Leia mais

5.1 CONGRESSOS BRASILEIROS DE MAGISTRADOS EM SANTA CATARINA (1990), MINAS GERAIS (1992), ESPÍRITO SANTO (1994) E RECIFE (1997)

5.1 CONGRESSOS BRASILEIROS DE MAGISTRADOS EM SANTA CATARINA (1990), MINAS GERAIS (1992), ESPÍRITO SANTO (1994) E RECIFE (1997) 5 CONGRESSOS E SIMPÓSIOS 5.1 CONGRESSOS BRASILEIROS DE MAGISTRADOS EM SANTA CATARINA (1990), MINAS GERAIS (1992), ESPÍRITO SANTO (1994) E RECIFE (1997) 5.2 SEMANA DE ESTUDOS DE CRIMINOLOGIA (UNICAP) 1980,

Leia mais

CURRICULUM VITAE SUMÁRIO

CURRICULUM VITAE SUMÁRIO CURRICULUM VITAE SUMÁRIO 1. Dados Pessoais. 2. Experiências Profissionais. 3. Outros Dados Profissionais. 4. Graduação E Pós-Graduação. 5. Livros Publicados. 6. Outras Publicações. 7. Títulos E Comendas.

Leia mais

1 DEMANDA: Estruturação da Secretaria Executiva do CISP;

1 DEMANDA: Estruturação da Secretaria Executiva do CISP; 5ª Reunião Ordinária do Comitê Interinstitucional em Segurança Pública - CISP 15/08/2011 DEMANDAS ANTERIORES / AÇÕES 1 DEMANDA: Estruturação da Secretaria Executiva do CISP; AÇÃO: Estruturação do Centro

Leia mais

Enunciados definem norte para ações e decisões de juízes na aplicação de alternativas penais

Enunciados definem norte para ações e decisões de juízes na aplicação de alternativas penais Enunciados definem norte para ações e decisões de juízes na aplicação de alternativas penais O cumprimento das medidas cautelares de recolhimento domiciliar noturno, a monitoração eletrônica e a internação

Leia mais

Prof. Alison Rocha QUESTÕES COMENTADAS DA LEI DE EXECUÇÕES PENAIS

Prof. Alison Rocha QUESTÕES COMENTADAS DA LEI DE EXECUÇÕES PENAIS Prof. Alison Rocha QUESTÕES COMENTADAS DA LEI DE EXECUÇÕES PENAIS A respeito da execução penal, instituída pela Lei n.º 7.210/1984, assinale a opção correta. a) O trabalho do condenado, como dever social

Leia mais

DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL. 3 Seminário Nacional pela Educação nas Prisões. Maio/2012

DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL. 3 Seminário Nacional pela Educação nas Prisões. Maio/2012 DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL 3 Seminário Nacional pela Educação nas Prisões Maio/2012 Conteúdo 1) Resolução CNPCP nº 09/2011 aspectos ligados ao módulo de ensino; 2) Aplicação da Resolução nº 09/2011

Leia mais

IX PRÊMIO SUL-MATO-GROSSENSE DE GESTÃO PÚBLICA CATEGORIA: PROPOSTA INOVADORA NA GESTÃO ESTADUAL RELATO DA PROPOSTA

IX PRÊMIO SUL-MATO-GROSSENSE DE GESTÃO PÚBLICA CATEGORIA: PROPOSTA INOVADORA NA GESTÃO ESTADUAL RELATO DA PROPOSTA IX PRÊMIO SUL-MATO-GROSSENSE DE GESTÃO PÚBLICA CATEGORIA: PROPOSTA INOVADORA NA GESTÃO ESTADUAL RELATO DA PROPOSTA Grande/MS 1. Nome da Proposta Inovadora: Sistema de Coleta e Reciclagem do Lixo Produzido

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA NÚCLEO V

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA NÚCLEO V ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA NÚCLEO V RELATÓRIO DE INSPEÇÃO 1. DATA DA INSPEÇÃO: 14 de fevereiro de 2013. 2. UNIDADE INSPECIONADA: 2.1. Penitenciária Sul - Criciúma.

Leia mais

COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA. SUGESTÃO N o 24, DE 2007

COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA. SUGESTÃO N o 24, DE 2007 COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA SUGESTÃO N o 24, DE 2007 Propõe Projeto de Lei que estabelece a existência de um posto de saúde para cada complexo prisional com mais de 1200 detentos e unidades prisionais

Leia mais

Profissionalização do Preso

Profissionalização do Preso Tribunal de Contas da União - Secretaria-Geral de Controle Externo Secretaria de Fiscalização e Avaliação de Programas de Governo Avaliação do TCU sobre a Profissionalização do Preso TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

Será que era isso que eles pretendiam com a revolta. Não estavam satisfeitos com aquela situação ou são masoquistas e gostam de sofrer?

Será que era isso que eles pretendiam com a revolta. Não estavam satisfeitos com aquela situação ou são masoquistas e gostam de sofrer? SISTEMA CARCERÁRIO E DIREITOS HUMANOS DALIO ZIPPIN FILHO ADVOGADO CRIMINALISTA Recentemente eclodiu na Penitenciária Central do Estado uma rebelião envolvendo os mil e quinhentos presos que ali estão recolhidos,

Leia mais

Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível

Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível Atendimentos 11874 Ações ajuizadas 1770 Acordos 1135 Contestações 307

Leia mais

3183-1600 3183-1601 3183-1580 3183-1581 3183-1690 3183-1691 3183-1592 3183-1598 3183-1611 3183-1612 3183-17103183- 1712 3183-17003183- 1706

3183-1600 3183-1601 3183-1580 3183-1581 3183-1690 3183-1691 3183-1592 3183-1598 3183-1611 3183-1612 3183-17103183- 1712 3183-17003183- 1706 Capital 1 JECível e das Relações de Consumo da Capital 3183-1600 3183-1601 2 JECível e das Relações de Consumo da Capital 3183-1580 3183-1581 3 JECível e das Relações de Consumo da Capital 3183-1690 3183-1691

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL EDITAL N 11/2015 BRA/14/011 Contratação de Consultoria técnica especializada para elaboração de subsídios voltados ao fortalecimento da Política

Leia mais

PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS

PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS MINISTÉRIO DA JUSTIÇA GOVERNO PLANO DIRETOR DO SISTEMA PENITENCIÁRIO DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E CIDADANIA 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...6 RELATÓRIO DA SITUAÇÃO ATUAL

Leia mais

A EJA EM PRESÍDIOS: A PERSPECTIVA DE RESSOCIALIZAÇÃO

A EJA EM PRESÍDIOS: A PERSPECTIVA DE RESSOCIALIZAÇÃO A EJA EM PRESÍDIOS: A PERSPECTIVA DE RESSOCIALIZAÇÃO Sandra da Penha Fagundes 1 Rosineide Ferreira Fernandes de Souza 2 Deusilha Araújo da Conceição 3 RESUMO O ensino em presídios nasceu da necessidade

Leia mais

Dados do trabalho: Código de identificação: 566 A) TÍTULO DA IDEIA/PROJETO. B) Tema: C) Categoria a que concorre: D) RESUMO DA IDEIA/PROJETO

Dados do trabalho: Código de identificação: 566 A) TÍTULO DA IDEIA/PROJETO. B) Tema: C) Categoria a que concorre: D) RESUMO DA IDEIA/PROJETO Dados do trabalho: Código de identificação: 566 A) TÍTULO DA IDEIA/PROJETO Título: Universidade Corporativa do Sistema Prisional. B) Tema: Outros C) Categoria a que concorre: -Categoria: CATEGORIA SERVIDOR

Leia mais

REMIÇÃO DA PENA PELO ESTUDO ATRAVÉS DA LEITURA

REMIÇÃO DA PENA PELO ESTUDO ATRAVÉS DA LEITURA REMIÇÃO DA PENA PELO ESTUDO ATRAVÉS DA LEITURA Mostra Local de: Quatro Barras (Municípios de Quatro Barras, Piraquara, Pinhais e Campina Grande do Sul) Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIDADE DE ASSESSORIA JURÍDICA

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIDADE DE ASSESSORIA JURÍDICA GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DO ESTADO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS UNIDADE DE ASSESSORIA JURÍDICA PROGRAMA DE RECADASTRAMENTO DE SERVIDORES DA SECRETARIA DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DO CEARÁ - ESMEC CURSO: DOSIMETRIA DA PENA E ALTERNATIVAS PENAIS. Fortaleza - CE Agosto de 2014

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DO CEARÁ - ESMEC CURSO: DOSIMETRIA DA PENA E ALTERNATIVAS PENAIS. Fortaleza - CE Agosto de 2014 ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DO CEARÁ - ESMEC CURSO: DOSIMETRIA DA PENA E ALTERNATIVAS PENAIS Fortaleza - CE Agosto de 2014 ALTERNATIVAS PENAIS NO SISTEMA JURÍDICO BRASILEIRO Mazelas do Cárcere

Leia mais

PRÁTICA DA ADVOCACIA EM DISTRITO POLICIAL (04/05/2013-1. O

PRÁTICA DA ADVOCACIA EM DISTRITO POLICIAL (04/05/2013-1. O PRÁTICA DA ADVOCACIA EM DISTRITO POLICIAL (04/05/2013 - Dr. Reynaldo Fransozo Cardoso) 8h30m às 13h30m 1. O Inquérito Policial. (arts. 4º ao 23º do Código de Processo Penal) 1.1. Formalidades para instauração

Leia mais

PARA: DR. JULIANO BREDA PRESIDENTE DA CDDH/OAB/PR. Senhor Presidente,

PARA: DR. JULIANO BREDA PRESIDENTE DA CDDH/OAB/PR. Senhor Presidente, PARA: DR. JULIANO BREDA PRESIDENTE DA CDDH/OAB/PR Senhor Presidente, Considerando que à Ordem dos Advogados do Brasil cumpre a defesa da Constituição Federal, da ordem jurídica do Estado Democrático de

Leia mais

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador Coordenador: SEGURANÇA Visão: Que Santa Maria tenha os melhores indicadores de Segurança Pública, entre os municípios do Rio Grande do Sul com mais de 100 mil habitantes, garantindo a prevenção e o controle

Leia mais

Sistema Prisional goiano é orgulho nacional

Sistema Prisional goiano é orgulho nacional Sistema Prisional goiano é orgulho nacional Pronunciamento do Sr. Deputado Federal João Campos (PSDB-GO) no plenário da Câmara dos Deputados, no dia 21.06.06 Senhor Presidente, Senhoras Deputadas e Senhores

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente Natal, 2011 1. Quem somos 2. Histórico da Gestão Estratégica 3. Resultados práticos 4. Revisão

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Presidente da República DILMA ROUSSEFF. MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Ministro de Estado da Justiça JOSÉ EDUARDO CARDOZO

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Presidente da República DILMA ROUSSEFF. MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Ministro de Estado da Justiça JOSÉ EDUARDO CARDOZO REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Presidente da República DILMA ROUSSEFF MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Ministro de Estado da Justiça JOSÉ EDUARDO CARDOZO Secretária-Executiva MÁRCIA PELEGRINI DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO

Leia mais

Curriculum Vitae. Sumário

Curriculum Vitae. Sumário Curriculum Vitae Sumário 1. Dados Pessoais. 2. Experiências Profissionais. 3. Outros Dados Profissionais. 4. Graduação E Pós-Graduação. 5. Livros Publicados. 6. Outras Publicações. 7. Títulos E Comendas.

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA:

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( X) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA A PRÁTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL

Leia mais

AS PRÁTICAS EDUCATIVAS EXERCIDAS NO SISTEMA PRISIONAL BAIANO

AS PRÁTICAS EDUCATIVAS EXERCIDAS NO SISTEMA PRISIONAL BAIANO AS PRÁTICAS EDUCATIVAS EXERCIDAS NO SISTEMA PRISIONAL BAIANO 2013 Hércules da Silva Bandeira Psicólogo organizacional, graduado pelo Centro Universitário Jorge Amado (Brasil) Email de contato: hercules.hb@gmail.com

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DO 2º ENCONTRO DO PROJETO MULHERES/DEPEN

RELATÓRIO FINAL DO 2º ENCONTRO DO PROJETO MULHERES/DEPEN MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL DIRETORIA DE POLÍTICAS PENITENCIÁRIAS COMISSÃO ESPECIAL PROJETO MULHERES RELATÓRIO FINAL DO 2º ENCONTRO DO PROJETO MULHERES/DEPEN Local: Brasília

Leia mais

Rosangela Peixoto Santa Rita. Maceió,, 05 de junho de 2008

Rosangela Peixoto Santa Rita. Maceió,, 05 de junho de 2008 A condição da criança a no espaço o penitenciário Rosangela Peixoto Santa Rita Maceió,, 05 de junho de 2008 Perfil Nacional Pesquisa 2006 Percentual de unidades femininas exclusivas e alas ou pavilhões

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO 1 SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMETNO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DA EDUCAÇÃO DE JOVENS, ADULTOS E IDOSOS UNIDADE DE EDUCAÇÃO DE JOVENS, ADULTOS E IDOSOS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

PERFIL DA CRIMINALIDADE FEMININA NUM ESTADO DE FRONTEIRA 1.

PERFIL DA CRIMINALIDADE FEMININA NUM ESTADO DE FRONTEIRA 1. PERFIL DA CRIMINALIDADE FEMININA NUM ESTADO DE FRONTEIRA 1. Talita Sobrinho da Silva 1 Carlos Martins Júnior 2 1 Aluna do Curso Licenciatura em História da UFMS, bolsista de Iniciação Científica CNPq PIBIC

Leia mais

PROJETO CONTE COM A DEFENSORIA PÚBLICA

PROJETO CONTE COM A DEFENSORIA PÚBLICA PROJETO CONTE COM A DEFENSORIA PÚBLICA Categoria: Concurso de Práticas Exitosas GESTORA: Miriam Aguiar Almada Defensora Pública do Estado de Minas Gerais Madep 109 PROJETO CONTE COM A DEFENSORIA PÚBLICA

Leia mais

TRABALHO CARTILHA DO REEDUCANDO

TRABALHO CARTILHA DO REEDUCANDO TRABALHO VOLTA AO CRIME CARTILHA DO REEDUCANDO CARTILHA DO REEDUCANDO ÍNDICE Introdução...5 Deveres...6 Direitos...7 Disciplina...10 Sanções...11 Formulário para Habeas Corpus...12 Petição Simplificada...13

Leia mais

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012 Programa 2016 - Política para as Mulheres: Promoção da Autonomia e Enfrentamento à Violência 20O0 - Políticas Culturais de Incentivo à Igualdade de Gênero Número de Ações 13 Esfera: 10 - Orçamento Fiscal

Leia mais

Conheça os projetos lançados no Acre

Conheça os projetos lançados no Acre Conheça os projetos lançados no Acre 1. Renaesp e Bolsa Formação Os policiais que trabalharão no Território de Paz estão mais capacitados e valorizados. O Bolsa Formação oferece um auxílio mensal de R$

Leia mais

Carta ao cidadão - Prefeitura Municipal de Perimirim

Carta ao cidadão - Prefeitura Municipal de Perimirim A Prefeitura Municipal de Perimirim apresenta a carta ao cidadão que expõe de maneira abrangente, sucinta e objetiva os compromissos de qualidade que orientam o atendimento ao público e a prestação de

Leia mais

Indicadores de Violência e Segurança Pública

Indicadores de Violência e Segurança Pública Indicadores de Violência e Segurança Pública 1 2 3 Indicadores de Violência e Segurança Pública Proposta: criação e implementação do Sistema Estadual de Informações de Violência e Segurança Pública Parcerias

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS EMAIL: JAYME.MARINHO@TJAM.JUS.BR NÚCLEO DE ADVOCACIA VOLUNTÁRIA RESPONSÁVEL: JAYME BENCHAYA MARINHO, COORDENADOR DO NÚCLEO DE ADVOCACIA VOLUNTÁRIA DO TRIBUNAL

Leia mais

Faculdades Integradas Metropolitanas de Campinas METROCAMP 3

Faculdades Integradas Metropolitanas de Campinas METROCAMP 3 1 Expressão em Liberdade Alternativas de Comunicação Social em Presídios 1 Alesse de Freitas Fernanda de Mello Dias Guimarães 2 Patrícia Miranda de Toledo Silvia Patrícia Coutinho Thaís Fernanda de Almeida

Leia mais

BOLETIM INTERNO Nº 24/11

BOLETIM INTERNO Nº 24/11 BOLETIM INTERNO Nº 24/11 Publicado em 18 de outubro de 2011 Sem alteração PRIMEIRA PARTE Assuntos do Gabinete SEGUNDA PARTE Escalas de Serviço e de Operação Sem alteração TERCEIRA PARTE Assuntos de Pessoal

Leia mais

SINTESE DO DIAGNÓSTICO TERRITÓRIO DE PAZ SANTO AFONSO NOVO HAMBURGO 2010/2011

SINTESE DO DIAGNÓSTICO TERRITÓRIO DE PAZ SANTO AFONSO NOVO HAMBURGO 2010/2011 SINTESE DO DIAGNÓSTICO TERRITÓRIO DE PAZ SANTO AFONSO NOVO HAMBURGO 2010/2011 REALIZAÇÃO: Diagnóstico Local - Território de Paz Santo Afonso Novo Hamburgo Página 1 DIAGNÓSTICO LOCAL TERRITÓRIO DE PAZ SANTO

Leia mais

Núcleo de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito NUPEDIR VII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MIC) 25 de novembro de 2014

Núcleo de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito NUPEDIR VII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MIC) 25 de novembro de 2014 JUSTIÇA TERAPÊUTICA: UMA ALTERNATIVA MAIS HUMANA AO ATUAL SISTEMA PENAL Kerlin Patricia Greter 1 Andressa Barbieri 2 Daniel PulcherioFensterseifer 3 SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO. 2 DADOS SOBRE O CONSUMO DE DROGAS.

Leia mais