Organizando o dia a dia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Organizando o dia a dia"

Transcrição

1 1 Organizando o dia a dia GENTE TEM SOBRENOME TODAS AS COISAS TÊM NOME, CASA, JANELA E JARDIM. COISAS NÃO TÊM SOBRENOME, MAS A GENTE SIM. SOBRENOME: NOME QUE VEM DEPOIS DO NOME PRINCIPAL. TODAS AS FLORES TÊM NOME: ROSA, CAMÉLIA E JASMIM. FLORES NÃO TÊM SOBRENOME, MAS A GENTE SIM. JÔ É Soares, caetano é veloso, O ary foi barroso também. [...] APELIDO: PALAVRA QUE SUBSTITUI O NOME VERDADEIRO DE UMA PESSOA. QUEM TEM APELIDO, DEDÉ, ZACHARIAS, MUSSUM E A FAFÁ DE BELÉM. TEM SEMPRE UM NOME E DEPOIS DO NOME TEM SOBRENOME TAMBÉM. TODO BRINQUEDO TEM NOME: BOLA, BONECA E PATINS. BRINQUEDOS NÃO TÊM SOBRENOME, MAS A GENTE SIM. [...] TOQUINHO E ELIFAS ANDREATO. GENTE TEM SOBRENOME. INTÉRPRETE: TOQUINHO. EM: CANÇÃO DE TODAS AS CRIANÇAS. UNIVERSAL MUSIC, 1987.

2 Leninha Lacerda/ID/BR A LETRA DA CANÇÃO apresenta MUITOS NOMES. QUAIS SE REFEREM A: a) COISAS? b) FLORES? c) BRINQUEDOS? QUE APELIDOS APARECEM NA LETRA DA CANÇÃO? QUAIS AFIRMAÇÕES A SEGUIR SÃO VERDADEIRAS? A) AS COISAS SÓ TÊM NOME. B) AS PESSOAS E AS COISAS TÊM NOME E SOBRENOME. C) AS PESSOAS TÊM NOME E SOBRENOME. VOCÊ VAI se apresentar AOS COLEGAS. A) DIGA SEU NOME E SOBRENOME. B) VOCÊ TEM UM APELIDO? SE QUISER, CONTE AOS COLEGAS QUAL É, CASO TENHA UM.

3 Leitura 1 ALGUNS TEXTOS SÃO MUITO USADOS NO DIA A DIA PORQUE ajudam o leitor a organizar INFORMAÇÕES. ESSES TEXTOS RECEBEM O NOME DE LISTAS. VOCÊ VAI LER UMA LISTA. OBSERVE O título em azul. QUE INFORMAÇÕES COSTUMAM APARECER EM UMA LISTA COMO EStA? LISTA DOS ALUNOS DO 1 o ANO B AMANDA NOGUEIRA ANA CLÁUDIA GOMES BEATRIZ SANTOS DE MORAIS CAIO JUNQUEIRA DE SOUSA CAROLINA FERREIRA DE ARAÚJO CAROLINA MENDES ANDRADE DANIEL DE OLIVEIRA RODRIGUES DANILO DE SOUSA FERNANDES 12 doze

4 Claudio Chiyo/ID/BR EDUARDO DA SILVA FABIANA ALVES PEREIRA FÁBIO JOSÉ BUENO DA SILVA GIOVANA APARECIDA DE SENA JULIANA FERREIRA DE ALENCAR LUANA SANTOS MARIANA ANDRADE ROSA PAULA CRISTINA DE JESUS PEDRO LUÍS DE ARAÚJO A LISTA EXPOSTA NO MURAL DE UMA SALA DE AULA ajuda os alunos a CONHECER OS NOMES De seus colegas De CLASSE. treze 13

5 Estudo do texto 1 ESCREVA seu primeiro nome NO QUADRO abaixo. 2 RELEIA OS NOMES DA LISTA DOS ALUNOS DO 1 o ANO B. EM SEGUIDA, RESPONDA: HÁ NOME(S) QUE COMEÇA(M) COM A MESMA LETRA DO SEU NOME? SIM. NÃO. 3 LEIA O NOME DE DUAS ALUNAS DO 1 o ANO B. FAÇA O QUE SE PEDE. CAROLINA FERREIRA DE araújo CAROLINA MENDES ANDRADE a) PINTE DE VERMELHO O PRIMEIRO NOME DESSAS ALUNAS. b) QUANTAS LETRAS ESSE PRIMEIRO NOME TEM? c) O QUE ACONTECERIA SE A LISTA NÃO MOSTRASSE O SOBRENOME DESSAS ALUNAS? ASSINALE COM X a alternativa correta. não seria difícil identificar as alunas. seria difícil identificar as alunas. 4 LEIA A LISTA DOS NOMES DOS AJUDANTES DO DIA DO 1 o ANO B. AJUDANTES DO DIA FABIANA FÁBIO CAROLINA FERREIRA DE ARAÚJO ID/BR 14 catorze agora CONVERSE COM SEUS COLEGAS: POR QUE NESSA LISTA APARECE O SOBRENOME só DE UMA ALUNA?

6 LISTA DE NOMES EM UMA LISTA DE NOMES, geralmente É IMPORTANTE ESCREVER O NOME E O SOBRENOME DAS PESSOAS PARA A COmpleTA IDENTIFICAÇÃO DE CADA UMA. 5 VOCÊ CONHECE A HISTÓRIA DO SEU NOME? CASO NÃO SAIBA, PERGUNTE A SEUS PAIS OU RESPONSÁVEIS COMO O SEU NOME FOI ESCOLHIDO. ESCREVA, DA MANEIRA QUE SOUBER, O QUE ELES CONTARAM. SE PREFERIR, PEÇA-LHES QUE ESCREVAM PARA VOCÊ. A HISTÓRIA DO MEU NOME 6 EM UM DIA COMBINADO COM O PROFESSOR, VOCÊ VAI CONTAR A HISTÓRIA DE SEU NOME PARA seus COLEGAS. quinze 15

7 Estudo da língua AS LINGUAGENS 1 OBSERVE EstA IMAGEM. DEPOIS, CONVERSE COM OS COLEGAS E RESPONDA ÀS QUESTÕES. Eva Furnari Fonte: Eva Furnari. Todo dia. São Paulo: Ática, p. 4. a) ONDE AS CRIANÇAS ESTÃO? b) O QUE ESTÁ ACONTECENDO NO QUADRO? c) QUE animais VOCÊ VÊ NA CENA? 16 dezesseis ASSINALE O QUE APARECE NESsE QUADRO. LETRA PALAVRA NÚMERO DESENHO

8 A HISTÓRIA DA ESCRITA HÁ MUITO TEMPO, OS HOMENS FAZIAM DESENHOS E PINTURAS NAS PAREDES DAS CAVERNAS PARA TRANSMITIR SUAS IDEIAS E PARA REGISTRAR ACONTECIMENTOS. OBSERVE ESTA FOTOGRAFIA. Frank Lukasseck/Corbis/Latinstock PINTURA EM CAVERNA QUE MOSTRA HOMEns CAÇANDO. COMO CADA PESSOA REPRESENTAVA SUAS IDEIAS COM UM DESENHO DIFERENTE, NEM SEMPRE OS OUTROS ENTENDIAM O QUE ELA QUERIA DIZER. POR ISSO, COM O PASSAR DO TEMPO, AS PESSOAs CRIARAM SINAIS PARA CADA IDEIA. VACA Homem Pássaro VEJA COMO ELAS REPRESENTAVAM AS PALAVRAS VACA, HOMEM E PÁSSARO. AO LONGO DOS ANOS, ESSES SINAIS SE MODIFICARAM E ORIGINARAM AS LETRAS DO ALFABETO. PARA os gregos, A PALAVRA NUM, POR EXEMPLO, QUERIA DIZER SERPENTE E ERA REPRESENTADA POR UM SÍMBOLO. AOS POUCOS, ESSE SÍMBOLO SE TRANSFORMOU NA LETRA N. VEJA ESSAS TRANSFORMAçÕES. Símbolo de num LETRA n dezessete 17

9 Atividades 1 COM SEU PROFESSOR, LEIA AS LETRAS DO ALFABETO, PRESTANDO ATENÇÃO AO nome DE CADA LETRA E À FORMA DE ESCREVÊ-LA. A B C d e f G H i j k l m n o p q r s t u v w X y z PINTE DE VERDE TODAS AS LETRAS DO SEU NOME. 2 CONSULTANDO O ALFABETO, ESCREVA O PRIMEIRO NOME DE DOIS COLEGAS DE SUA CLASSE. NOME 1: NOME 2: 3 MARQUE COM X A ALTERNATIVA CORRETA. O NOME 1 TEM MAIS LETRAS QUE O NOME 2. O NOME 2 TEM MAIS LETRAS QUE O NOME 1. OS NOMES 1 E 2 TÊM A MESMA QUANTIDADE DE LETRAS. 4 CONSULTE A LISTA DE NOMES DOS ALUNOS DE SUA CLASSE. a) HÁ ALGUM NOME COM AS LETRAS K, W E Y? B) NO ALFABETO ACIMA, CIRCULE ESSAS LETRAS. o livro das letras, DE RUTH ROCHA E OTÁVIO ROTH, EDITORA MELHORAMENTOS. O LIVRO CONTA, DE MANEIRA DIVERTIDA, A HISTÓRIA DO ALFABETO. Melhoramentos/Arquivo da editora 18 dezoito

10 5 LIGUE CAda figura AO SEU SIGNIFICADO. Claudio Chiyo/ID/BR BANHEIRO FEMININO BANHEIRO MASCULINO 6 ESSAS figuras SÃO UTILIZADAS PARA: ENFEITAR AS PORTAS DOS BANHEIROS. ORIENTAR AS PESSOAS SOBRE A LOCALIZAÇÃO DO BANHEIRO MASCULINO E DO BANHEIRO FEMININO. 7 APARECEM LETRAS NAS figuras DA ATIVIDADE 5? SIM. NÃO. 8 VEJA, NA PÁGINA 253, ALGUNS SINAIS DE TRÂNSITO. EM DUPLA, RECORTE-OS E COLE-OS NO LOCAL ADEquado. ESTACIONAMENTO restaurante hotel aeroporto dezenove 19

11 Leitura 2 AS LISTAS SERVEM PARA ORGANIZAR TUDO O QUE FAZ PARTE DO DIA A DIA, DENTRO E FORA DA ESCOLA. PODE SER UMA LISTA DE COMPRAS, UMA LISTA DE BRINQUEDOS, A LISTA DE AJUDANTES DO DIA DA SALA DE AULA, ETC. VOCÊ VAI LER UMA LISTA COM INFORMAÇÕES SOBRE UMA DATA QUE AS CRIANÇAS ADORAM COMEMORAR. QUAL SERÁ ESSA DATA? A N I V E R S DA TURMA Á R I O S JANEIRO: DIA 12: DIA 25: AMANDA EDUARDO FEVEREIRO: DIA 2: DANIEL MARÇO: DIA 29: BEATRIZ ABRIL: DIA 5: DIA 20: ANA CLÁUDIA GIOVANA 20 vinte

12 MAIO: DIA 14: LUANA JUNHO: DIA 13: DIA 28: PAULA CAIO JULHO: DIA 1: MARIANA AGOSTO: DIA 3: dia 31: CAROLINA FaBIANA F. DE ARAÚJO SETEMBRO: DIA 9: dia 23: DANILO Pedro OUTUBRO: DIA 1: CAROLINA M. ANDRADE NOVEMBRO: DIA 16: JULIANA DEZEMBRO: DIA 4: FÁBIO AS LISTAS organizam INFORMAÇÕES que podem ser localizadas DE MANEIRA RÁPIDA. vinte e um 21

13 Estudo do texto 1 O QUE VOCÊ VÊ NA LISTA DE ANIVERSÁRIOS? NÚMEROS. letras. desenhos. placas. 2 DOS QUADROS ABAIXO, CIRCULE O QUE TEM LETRAs. Claudio Chiyo/ID/BR fevereiro 12 O USO DE LETRAS E NÚMEROS NA LISTA DE ANIVERSÁRIOS, AS LETRAS FORMAM OS NOMES DAS PESSOAS E DOS MESES. OS NÚMEROS SÃO USADOS PARA INDICAR OS DIAS. 3 A LISTA QUE VOCÊ LEU SERVE PARA: SABER QUEM ESTÁ NA SALA DE AULA E QUEM FALTOU. LEMBRAR QUANDO OS COLEGAS FAZEM ANIVERSÁRIO. 4 COPIE OS NOMES NOS QUADRADINHOS. ROSANA FABIANA JULIANA a) PINTE AS LETRAS QUE SE REPETEM NOS três NOMES. b) essas letras repetidas aparecem: no início de cada nome. no final de cada nome. 22 vinte e dois

14 5 complete o quadro a partir da lista que você leu. MÊS DO ANIVERSÁRIO NOME DO ALUNO JULHO DANIEL DEZEMBRO 6 RISQUE OS NOMES QUE NÃO PODERIAM FAZER PARTE DE UMA LISTA DE BRINQUEDOS. lista de brinquedos Bola Boneca Janela pipa rosa peteca ID/BR 7 ESCREVA O NOME DE CADA DESENHO. BRINCAR FAZ BEM BRINCAR COM OS AMIGOS OU SOZINHO É IMPORTANTE PARA TODAS AS CRIANÇAS. BRINCANDO ELAS APRENDEM, FAZEM AMIZADES E SE DIVERTEM. do que você gosta de brincar? quais brincadeiras já aprendeu com os colegas? vinte e três 23

15 Produção de texto LISTA VOCÊ E SEUS COLEGAS PRODUZIRÃO A LISTA DE ANIVERSARIANTES DA CLASSE. DEPOIS DE PRODUZI-LA, VOCÊS PODERÃO COLOCAR FOTOGRAFIAS E DESENHOS. CADA GRUPO DA CLASSE SERÁ RESPONSÁVEL POR DOIS MESES DO ANO. JUNTAS, AS LISTAS DOS GRUPOS FORMARÃO A LISTA DOS ANIVERSARIANTES DE TODA A CLASSE. Hora de planejar e escrever 1 PARA FAZER A LISTA DE VOCÊS, É PRECISO SABER A DATA DE ANIVERSÁRIO DE SEUS COLEGAS. A) ESCREVA NO QUADRO A SEGUIR O DIA E O MÊS DE SEU ANIVERSÁRIO. Claudio Chiyo/ID/BR MEU ANIVERSÁRIO: B) diga A DATA DE SEU ANIVERSÁRIO PARA a turma. Claudio Chiyo/ID/BR 24 vinte e quatro

16 2 REÚNA-SE COM SEUS COLEGAS E OBSERVEM as ILUSTRAções A SEGUIr. Ilustrações: Mirella Spinelli/ID/BR MARQUEM UM X NA ILUSTRAçÃO QUE FORNECE DICAS SOBRE COMO UMA LISTA DEVE SER. 3 VOCÊ E SEU GRUPO FICARÃO RESPONSÁVEIS PELA LISTA DOS ANIVERSÁRIOS DE DOIS MESES DO ANO. Janeiro FEVEREIRO maio JUNHO Setembro OUTUBRO MARÇo ABRIL JULHo AGOSTO NOVembro DEZEMBRO MARQUEM UM X NO QUADRO QUE APRESENTA OS MESES indicados para a produção escrita DE SEU GRUPO. vinte e cinco 25

17 4 abaixo, façam um rascunho DA LISTA DO GRUPO. COM A AJUDA DO PROFESSOR, COPIEM DO QUADRO DE GIZ O NOME DOS ALUNOS QUE FAZEM ANIVERSÁRIO NESSES DOIS MESES. Mês: Mês: 5 NOS Quadros Acima, ANOTEM O DIA DO ANIVERSÁRIO DE CADA ALUNO AO LADO DE CADA NOME. 6 PREPAREM-SE PARA ILUSTRAR A LISTA DE VOCÊS. RECORTEM, NAS PÁGINAs 249 E 251, AS MOLDURAS DE RETRATOS. DESENHEM, EM CADA MOLDURA, O RETRATO DE UM ANIVERSARIANTE DE SUA LISTA. 26 vinte e seis

18 Hora de avaliar. 1 DEPOIS QUE A LISTA DO GRUPO FICAR PRONTA, AVALIEM COMO ELA FOI PRODUZIDA. HÁ LETRAS E NÚMEROS NELA? HÁ DESENHOS? VOCÊS CONSEGUEM ENCONTRAR O NOME DE SEUS COLEGAS NA LISTA COM FACILIDADE? HÁ UMA INFORMAÇÃO EM CADA LINHA? ESSA LISTA AJUDA A ORGANIZAR OS ANIVERSÁRIOS DE SUA CLASSE? Sim Não Hora de Reescrever. 1 SE NECESSÁRIO, FAÇAM ALTERAÇÕES NA LISTA DE SEU GRUPO a Partir das RESPOSTAS DA AVALIAÇÃO. 2 REESCREVAM A LISTA EM UMA CARTOLINA. A) NA PRIMEIRA LINHA, ESCREVAm O PRIMEIRO MÊS DO GRUPO. b) ABAIXO DO NOME DO MÊS, COLEm O RETRATO DE CADA COLEGA QUE FAZ ANIVERSÁRIO. c) AO LADO DO RETRATO, ESCREVAm O NOME DO COLEGA E O DIA DO ANIVERSÁRIO DELE. d) FAÇAm O MESMO COM O OUTRO MÊS. Claudio Chiyo/ID/BR 3 QUANDO A LISTA FICAR PRONTA, APRESENTEM-NA AO RESTANTE DA CLASSE. EM UM DIA COMBINADO COM O PROFESSOR, VOCÊ E SEUS COLEGAS REUNIRÃO AS PARTES DE CADA GRUPO E FARÃO UMA GRANDE LISTA DOS ANIVERSARIANTES DA TURMA. vinte e sete 27

19 Estudo da escrita LETRAS, NÚMEROS E DESENHOS 1 HÁ DIFERENTES MANEIRAS DE REGISTRAR O QUE AS PESSOAS PENSAM E FALAM. OBSERVE algumas DELAS. A) PINTE AS LETRAS DE AMARELO. B) PINTE OS NÚMEROS DE AZUL. C) CIRCULE OS DESENHOS. AS LETRAS, OS NÚMEROS E OS DESENHOS SÃO FORMAS DE REGISTRAR NOSSAS IDEIAS E NOSSA FALA. VEJA Os EXEMPLOs. LETRAS BOLA BONECAS PIPAS NÚMEROS DESENHOS 28 vinte e oito

20 Atividades 1 OS BICHOS INVADIRAM esta página. VOCÊ, COMO DETETIVE, DESCOBRIRÁ onde ELES estão. A) NO QUADRO ABAIXO, CIRCULE OS DESENHOS DE BICHOS. B) OBSERVE OS QUADROS A SEGUIR. MARQUE UM X NAQUELE EM QUE APARECEM APENAS LETRAS. C) COMPLETE A LISTA DE BICHOS, ESCREVENDO O NÚMERO DE ACORDO COM OS DESENHOS. MICOS TIGRES ELEFANTES JACARÉS vinte e nove 29

21 2 LIGUE O desenho à palavra correspondente. coruja tucano g Gato peixe 3 VOCÊ VAI AJUDAR A ORGANIZAR UMA FESTA DE ANIVERSÁRIO. A) COPIE DO QUADRO OS NOMES PARA FAZER A LISTA DE CONVIDADOS. ATENÇÃO: O DONO DA FESTA JÁ DEIXOU UMA DICA DE QUEM ELE QUER CONVIDAR. Adriana osmar Benedita evandro caio fábio Lucas Daniela Murilo Gabriel Lista de convidados A b c d l m ID/BR B) QUANTAS PESSOAS FORAM CONVIDADAS PARA A FESTA? 30 trinta

22 4 O ANIVERsariante já escolheu três coisas que serão servidas na festa. ESCREVA CADA PALAVRA EMBAIXO Do DESENHO correspondente. SUCO Pipoca BOLO 5 DESENHE OUTROS ITENS QUE FArão PARTE DESSA FESTA. vela Bexiga Presente 6 SE A FESTA FOSSE SUA, COMO ELA SERIA? COMPLETE O QUADRO. data da festa nome do aniversariante Idade do aniversariante número de convidados trinta e um 31

23 Descubra como... LER IMAGENS 1 OBSERVE AS figuras. A) NAS figuras ACIMA, VOCÊ VÊ: LETRAS. DESENHOS. NÚMEROS. B) CONVERSE COM UM COLEGA E PROCURE DESCOBRIR O QUE CADA figura REPRESENTA. C) É POSSÍVEL DIZER O QUE HÁ EM CADA figura MESMO SEM LER AS PALAVRAS ESCRITAS? POR QUÊ? 2 CONVERSE COM SEUS COLEGAS. QUANDO VOCÊS PASSAM PELAS RUAS OU ANDAM PELA ESCOLA, COSTUMAM VER PLACAS E CARTAZES APENAS COM IMAGENS? QUAIS? 3 VEJA OS CARTAZES DE UMA ESCOLA. A B C SILÊNCIO LAVE AS MÃOS JOGUE LIXO NO cesto 32 trinta e dois

24 EM QUE LUGAR DA ESCOLA OS CARTAZES DEVEM SER COLOCADOS? ESCREVA A LEtra DE CADA CARTAZ Da página 32 no quadradinho DA FIGURA CORRESPONDENTE. 4 OBsERVE AS figuras E CONVERSE COM SEUS COLEGAS. A troca Eva Furnari HÁ PALAVRAS ESCRITAS? Fonte: Eva Furnari. Cabra-cega. São Paulo: Ática, p. 16. POR QUE ESSA HISTÓRIA se CHAMA A TROCA? É POSSÍVEL ENTENDÊ-LA MESMO SEM O USO DE PALAVRAS? POR QUÊ? trinta e três 33

25 Antes de continuar EM UMA BIBLIOTECA, EXISTEM MUITOS MATERIAIS ESCRITOS. OS FUNCIONÁRIOS DELA ESTÃO SEMPRE TRABALHANDO PARA DEIXAR TUDO ORGANIZADO PARA OS LEITORES. MAS ISSO NEM SEMPRE É POSSÍVEL. VEJA O QUE ACONTECEU NEStA BIBLIOTECA. Claudio Chiyo/ID/BR 1 ajude a organizar essa biblioteca. os livros abaixo foram os que caíram no chão. Complete os nomes deles na lista. Ática/Aquivo da editora Paulus/Arquivo da editora Moderna/Arquivo da editora Edições SM/Arquivo da editora DO BRASIL alfabeto de A MARRECA DE O GRANDE 34 trinta e quatro

26 2 mas não caiu no chão apenas um livro de cada tipo. observe e depois responda às perguntas. Ática/Aquivo da editora Edições SM/Arquivo da editora Moderna/Arquivo da editora Paulus/Arquivo da editora A) HÁ QUANTOS LIVROS DE CADA UM? COMPLETE O QUADRO. título do livro quantidade abc do brasil ALFABETO DE HISTÓRIAS a marreca de rebeca o grande rabanete b) O QUE VOCÊ UTILIZOU PARA ANOTAR A QUANTIDADE DESSES LIVROS? letras. números. desenhos. trinta e cinco 35

PLANEJAMENTO (Identidade)

PLANEJAMENTO (Identidade) Professor (a): Joseane Tolotti PLANEJAMENTO (Identidade) Competências: Objetivos: Estratégias em Língua Portuguesa (contemplando os 4 eixos: Leitura; Produção de textos; Oralidade; Análise Linguística):

Leia mais

Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá.

Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá. Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá. A Unidade é muito rica em informações sobre os três países explorados e possibilita o desenvolvimento de pesquisas e ampliação

Leia mais

Português. 1) Marque como quiser, o pedacinho que começa o nome de cada figura. da pa na ca ma

Português. 1) Marque como quiser, o pedacinho que começa o nome de cada figura. da pa na ca ma Português 1) Marque como quiser, o pedacinho que começa o nome de cada figura. ca pa na ma da do po co no mo mi pi ni di pe de ne me da pa na ca ma 2) Em cada quadro, pinte a palavra que corresponde ao

Leia mais

Cada pessoa tem a sua história

Cada pessoa tem a sua história 1 Cada pessoa tem a sua história Nina menina [...] Um dia desses, eu passei toda a tarde de um domingo assistindo às fitas de vídeo das minhas festinhas de aniversário de 2, de 3 e de 4 anos. O programa

Leia mais

EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO)

EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) Explorando a obra EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) INTRODUÇÃO Antes da leitura Peça para que seus alunos observem a capa por alguns instantes e faça perguntas: Qual é o título desse livro?

Leia mais

1ºAno ERA UMA MENINA QUE VIVIA PELO POLO NORTE E ADORAVA URSOS. MENINA DE SORTE, VIA URSO TODO DIA E NÃO ERA EM FOTOGRAFIA.

1ºAno ERA UMA MENINA QUE VIVIA PELO POLO NORTE E ADORAVA URSOS. MENINA DE SORTE, VIA URSO TODO DIA E NÃO ERA EM FOTOGRAFIA. 1ºAno 1.1 LÍNGUA PORTUGUESA 4º período 5 de novembro de 2015 VOCÊ GOSTA DE BICHOS DE PELÚCIA? ACOMPANHE A LEITURA DO POEMA QUE TRATA DESSE ASSUNTO. A INVENÇÃO DO URSO DE PELÚCIA ERA UMA MENINA QUE VIVIA

Leia mais

Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo. Hora de brincar!

Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo. Hora de brincar! Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo Hora de brincar! Que tal dar um giro pela história e saber como eram as brincadeiras de antigamente? Brincar é muito bom. Concorda? Pois

Leia mais

Agora é só com você. Geografia - 131

Agora é só com você. Geografia - 131 Geografia - 131 3 Complete: O espaço da sala de aula é um domínio delimitado por um(a)..., que é sua fronteira. Ainda em grupo faça o seguinte: usando objetos como lápis, palitos, folhas e outros, delimite

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 2.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 2.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 2.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO Áreas: Matemática, Artes Plásticas Transversal: Meio Ambiente Faixa etária: 4 a 5 anos Turma com 30 crianças Duração: agosto a outubro/2004 Produto final:

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

A fantástica máquina dos bichos

A fantástica máquina dos bichos A fantástica máquina dos bichos Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Jean Claude R. Alphen Elaboração Anna Flora Brincadeira 1: Uma máquina fantástica Aviso: O início deste livro faz uma referência aos personagens

Leia mais

Matemática e Questionário. 4ª Série Ensino Fundamental Manhã MANHÃ. Nome do aluno: Nome da escola: 4ª SÉRIE EF. Número triângulo:

Matemática e Questionário. 4ª Série Ensino Fundamental Manhã MANHÃ. Nome do aluno: Nome da escola: 4ª SÉRIE EF. Número triângulo: Matemática e Questionário MANHÃ 4ª Série Ensino Fundamental Manhã Nome do aluno: Nome da escola: 4ª SÉRIE EF Turma: Número triângulo: 2007 Prezado aluno, prezada aluna: Para que a Secretaria da Educação

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos.

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

SUMÁRIO EU E MEUS COLEGAS... 8 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES... 18 A ESCOLA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS COLEGAS...

SUMÁRIO EU E MEUS COLEGAS... 8 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES... 18 A ESCOLA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS COLEGAS... SUMÁRIO 1 EU E MEUS COLEGAS... 8 FAZENDO AMIGOS... 8 BRINCAR É CONVIVER COM OS AMIGOS... 10 VAMOS CIRANDAR?... 12 O MAPA DA MINHA MÃO... 16 PARA LER... 17 2 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES...

Leia mais

1º ANO A 06 07 2015 ATIVIDADE DE FÉRIAS

1º ANO A 06 07 2015 ATIVIDADE DE FÉRIAS 1º ANO A 06 07 2015 VAMOS RELEMBRAR ALGUMAS ATIVIDADES QUE APRENDEMOS DURANTE AS AULAS? LEIA E IDENTIFIQUE CADA SÍLABA DOS QUADROS ABAIXO, DEPOIS RECORTE E COLE UMA FIGURA QUE INICIE COM A SÍLABA E ESCREVA

Leia mais

SOBRE A HISTÓRIA BOM TRABALHO PARA TODOS!

SOBRE A HISTÓRIA BOM TRABALHO PARA TODOS! As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

Agora, dê sua opinião. Os seus novos amigos são legais? Acrescentar aqui: Sim! Muito legais! Não! Nem tanto assim!

Agora, dê sua opinião. Os seus novos amigos são legais? Acrescentar aqui: Sim! Muito legais! Não! Nem tanto assim! Pag. 5 Pag. 6 Pag. 6 Pag. 7 Pag. 7 Pag. 8 Pag. 9 LIÇÃO 1 Vamos conhecer Cindy e Sandy. Que legal! Agora vamos encenar! Ótimo! Vamos conhecer mais amigos! Oba! Vamos agora encenar a fala das crianças! Sensacional!

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

O que é esse produto? Qual é a marca do produto? Que quantidade de produto há na embalagem? Em que país foi feito o produto?

O que é esse produto? Qual é a marca do produto? Que quantidade de produto há na embalagem? Em que país foi feito o produto? RÓTULOS Rótulo é toda e qualquer informação referente a um produto que esteja transcrita em sua embalagem. O Rótulo acaba por ser uma forma de comunicação visual, podendo conter a marca do produto e informações

Leia mais

DIRETORIA DE ENSINO/GERÊNCIA DE FORMAÇÃO CONTINUADA

DIRETORIA DE ENSINO/GERÊNCIA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DIRETORIA DE ENSINO/GERÊNCIA DE FORMAÇÃO CONTINUADA Autores: Ana Cláudia Cerini Trevisan Leandro Henrique Magalhães Ilustrações: Sassá MATERIAL INTERDISCIPLINAR ELABORADO PELAS ASSESSORAS DA EQUIPE DE

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO

EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO MARIA DE NAZARETH MACHADO DE BARROS VASCONCELLOS COORDENADORIA

Leia mais

LIÇÃO 2 AMOR: DECIDIR AMAR UNS AOS OUTROS

LIÇÃO 2 AMOR: DECIDIR AMAR UNS AOS OUTROS LIÇÃO 2 AMOR: DECIDIR AMAR UNS AOS OUTROS RESUMO BÍBLICO I João 4:7-21; Jo 13:35 Tudo começou com o amor de Deus por nós. Ele nos amou primeiro e nós precisamos responder a isso. Ele provou seu amor, através

Leia mais

José e Maria partem para Belém Lucas 2

José e Maria partem para Belém Lucas 2 José e Maria partem para Belém Lucas 2 Só para você Aprendendo Para decorar Respeitando a maneira que você está acostumado a fazer com sua classe, gostaríamos de apenas dar algumas sugestões com relação

Leia mais

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro O meu brinquedo é um livro é um projecto de promoção da leitura proposto pela Associação

Leia mais

Escola de Evangelização Maria de Nazaré. SEFUARTE Semeando o Futuro com Arte - 2003. Tema: Nas Pegadas do Mestre

Escola de Evangelização Maria de Nazaré. SEFUARTE Semeando o Futuro com Arte - 2003. Tema: Nas Pegadas do Mestre Escola de Evangelização Maria de Nazaré SEFUARTE Semeando o Futuro com Arte - 2003 Tema: Nas Pegadas do Mestre Oficina de Artes Plásticas 1 Bel e Maria Isabel 2 Ludmila e Cristiane Portella Parábola: Semeador

Leia mais

EXERCÍCIOS EXAMES E TESTES INTERMÉDIOS ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES

EXERCÍCIOS EXAMES E TESTES INTERMÉDIOS ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES EXERCÍCIOS EXAMES E TESTES INTERMÉDIOS ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES. Num acampamento de verão, estão jovens de três nacionalidades: jovens portugueses, espanhóis e italianos. Nenhum dos jovens tem dupla

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC

Sistema de Ensino CNEC 1 SUMÁRIO VOLUME 1 "O homem é um pedaço do Universo cheio de vida." Ralph Waldo Emerson Capítulo 1 O Tempo não para 5 Capítulo 2 Você percebendo-se como sujeito histórico 20 Capítulo 3 O Universo que nos

Leia mais

Cadernos de apoio e aprendizagem. 1 o ano

Cadernos de apoio e aprendizagem. 1 o ano Cadernos de apoio e aprendizagem NATUREZA E SOCIEDADE 1 o ano P R O G R A M A. d e o r i e n t a ç Õ e s c u r r i c u l a r e s 2012 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) São Paulo (SP).

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro

Colégio Visconde de Porto Seguro Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2011 AULA 1 Ensino Fundamental e Ensino Médio Atividade de Recuperação Contínua Nome do (a) Aluno (a): Atividade de Recuperação Contínua de Ciências Nível I Classe:

Leia mais

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 2 o ano. 3 o bimestre

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 2 o ano. 3 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 5 e 6 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Português 2 o ano Avaliação 3 o bimestre 1 Avaliação Português NOME:

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Ouça nossos amigos atentamente e ligue as falas deles aos seus respectivos textos.

Ouça nossos amigos atentamente e ligue as falas deles aos seus respectivos textos. Pag. 5 Pag. 6 Pag. 7 Pag. 7 Pag. 8 Pag. 10 LIÇÃO 1 Vamos conhecer os nossos novos amigos. Vamos encenar as falas das crianças. Agora vamos cantar. Uau! Mais amigos! Vamos identificar os nossos novos amigos.

Leia mais

O nascimento de Jesus Lucas 2

O nascimento de Jesus Lucas 2 O nascimento de Jesus Lucas 2 Só para você Nesta idade se você puder ter alguns brinquedos que as crianças possam distrair-se enquanto aguardam as outras chegarem será bastante proveitoso. Não se esqueça:

Leia mais

ROSA APARECIDA ABIB CAVALCANTE Graduada em Matemática e Ciências Físicas e Biológicas, Prática Pedagógica Fundamental 2 e Ensino Médio.

ROSA APARECIDA ABIB CAVALCANTE Graduada em Matemática e Ciências Físicas e Biológicas, Prática Pedagógica Fundamental 2 e Ensino Médio. Matemática AUTORAS: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Graduada em História e Pedagogia, Doutora em Filosofia e Metodologia de Ensino, Autora da Metodologia ACRESCER. ROSA APARECIDA ABIB CAVALCANTE Graduada

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

Obedecer é sempre certo

Obedecer é sempre certo Obedecer é sempre certo Obedecer. Palavra fácil de entender, mas muitas vezes difícil de colocar em prática. Principalmente quando não entendemos ou concordamos com a orientação dada. Crianças recebem

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): Aniversário do Dentinho 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio Aniversário do Dentinho

Leia mais

Auxílio ao Professor EBD Aprender+ Programa de Incentivo à Leitura

Auxílio ao Professor EBD Aprender+ Programa de Incentivo à Leitura O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina Universidade Estadual de Londrina Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Londrina 2010 1 Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Relatório final

Leia mais

Ejemplos de ítems y tareas

Ejemplos de ítems y tareas Ejemplos de ítems y tareas Tipo de Item: Emparejamiento Componente: Comprensión Lectora Você vai conhecer Mariana e seus amigos. Leia a informação de cada um deles e coloque ao lado do nome o número da

Leia mais

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 1. Um músico muito importante do nosso país é Milton Nascimento, cantor e compositor brasileiro, reconhecido, mundialmente, como um dos mais influentes e talentosos cantores

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: ATIVIDADE 1. CALENDÁRIO DO MÊS

ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: ATIVIDADE 1. CALENDÁRIO DO MÊS ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: ATIVIDADE 1. CALENDÁRIO DO MÊS OS MESES SÃO DIVIDIDOS EM SEMANAS. E CADA SEMANA TEM 7 DIAS. SÃO ESTES OS DIAS DA SEMANA: VAMOS CONSTRUIR O CALENDÁRIO DO MÊS.

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro As festas juninas fazem parte da tradição católica, mas em muitos lugares essas festas perderam essa característica.

Leia mais

Terra de Gigantes 1 APRESENTAÇÃO

Terra de Gigantes 1 APRESENTAÇÃO Terra de Gigantes Juliana de MOTA 1 Alexandre BORGES Carolina de STÉFANI Emilia PICINATO João Paulo OGAWA Luara PEIXOTO Marco Antônio ESCRIVÃO Murilo ALVES Natália MIGUEL Orientado pelos docentes: João

Leia mais

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções.

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções. 12 NOME DA AULA: Escrevendo músicas Duração da aula: 45 60 minutos de músicas durante vários dias) Preparação: 5 minutos (se possível com introduções Objetivo principal: aprender como definir e chamar

Leia mais

Sistema de Recuperação

Sistema de Recuperação Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I - 2º ano 2011 Sistema de Recuperação ATIVIDADES EXTRAS DE RECUPERAÇÃO PARALELA E CONTÍNUA FAÇA UMA CAPA PERSONALIZADA PARA SUA APOSTILA DE ESTUDOS Nome: Classe:

Leia mais

ESTUDAR. Mas o sucesso do seu filho(a) não depende apenas do professor. Antes de mais, ele terá que dizer "Eu quero aprender!".

ESTUDAR. Mas o sucesso do seu filho(a) não depende apenas do professor. Antes de mais, ele terá que dizer Eu quero aprender!. 6º ANO Janeiro 2014 TRAÇO DE UNIÃO ENTRE EDUCADORES Nº 369 ESTUDAR Um professor educa numa disciplina, como um jardineiro que apenas cultiva rosas. Todos juntos, pais e professores, podemos fazer um lindo

Leia mais

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava O menino e o pássaro Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava comida, água e limpava a gaiola do pássaro. O menino esperava o pássaro cantar enquanto contava histórias para

Leia mais

THALES GUARACY. Liberdade para todos. Leitor iniciante. Leitor em processo. Leitor fluente ILUSTRAÇÕES: AVELINO GUEDES

THALES GUARACY. Liberdade para todos. Leitor iniciante. Leitor em processo. Leitor fluente ILUSTRAÇÕES: AVELINO GUEDES Leitor iniciante Leitor em processo Leitor fluente THALES GUARACY Liberdade para todos ILUSTRAÇÕES: AVELINO GUEDES PROJETO DE LEITURA Maria José Nóbrega Rosane Pamplona Liberdade para todos THALES GUARACY

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA II

CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA II FotoHelio Melo FotoHelio Melo EM JI ANÍBAL MACHADO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Educação Subsecretaria de Ensino Coordenadoria de Educação Gerência de Educação Infantil

Leia mais

Compreendendo o espaço

Compreendendo o espaço Módulo 1 Unidade 2 Compreendendo o espaço Para início de conversa... A forma como você se locomove na cidade para ir de um lugar a outro tem a ver com as direções que você toma e com o sentido para o qual

Leia mais

LIÇÃO 8 Respeitando as diferenças uns dos outros

LIÇÃO 8 Respeitando as diferenças uns dos outros LIÇÃO 8 Respeitando as diferenças uns dos outros VERSÍCULO BÍBLICO Filhos, obedeçam a seus pais em tudo, pois isso agrada ao Senhor. Pais, não irritem seus filhos, para que eles não se desanimem. Colossenses

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

PLANEJAMENTO - Livro Camilão, o comilão -Ana Maria Machado

PLANEJAMENTO - Livro Camilão, o comilão -Ana Maria Machado PLANEJAMENTO - Livro Camilão, o comilão -Ana Maria Machado Professor (a): Márcia dos Santos Opilhar NOME DO LIVRO: Camilão, o comilão AUTOR: Ana Maria Machado Competências Leitura; produção textual; oralidade;

Leia mais

PLANEJAMENTO ( Música)

PLANEJAMENTO ( Música) Professor (a): Suzana Biegelmeyer PLANEJAMENTO ( Música) NOME DA MÚSICA: Turma do balão mágico Oralidade, musicalidade, apreciação e uso em situações significativas de gêneros literários do Competências

Leia mais

Prova bimestral 2 o ANO 2 o BIMESTRE

Prova bimestral 2 o ANO 2 o BIMESTRE Prova bimestral 2 o NO 2 o BIMESTRE LÍNGU PORTUGUES Escola: Nome: Data: / / Turma: Leia o poema de Olavo Bilac: Deixando a bola e a peteca, Com que inda há pouco brincavam, Por causa de uma boneca, Duas

Leia mais

PIBID/FSDB. Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil

PIBID/FSDB. Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil PIBID/FSDB Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil PROJETO DIDÁTICO: BRINCANDO COM FORMAS E CORES Turma: Berçário II, Maternal I e II, Jardim I e II Duração: 2 meses. Objetivo Compartilhado: Aprofundar

Leia mais

Jogo ProvocAção. ProvocAção 5.-

Jogo ProvocAção. ProvocAção 5.- Jogo ProvocAção Aprender brincando! Este foi o objetivo do desenvolvimento desse jogo. É um importante instrumento de aprendizagem, possuiu múltiplos usos e garante muita diversão e conhecimento para crianças,

Leia mais

Sumário Psicologia Acessível, o que é?... 3 Por que trabalhar as emoções?... 4 Caderno de Atividades Trabalhando as Emoções... 5 1.

Sumário Psicologia Acessível, o que é?... 3 Por que trabalhar as emoções?... 4 Caderno de Atividades Trabalhando as Emoções... 5 1. Sumário Psicologia Acessível, o que é?... 3 Por que trabalhar as emoções?... 4 Caderno de Atividades Trabalhando as Emoções... 5 1. Ligue as expressões às emoções correspondentes... 6 2. Caça-palavras

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Português Compreensão de texto 3 o ano Unidade 1 5 Unidade 1 Compreensã de texto Nome: Data: A carta é uma forma de comunicação escrita que pode ser endereçada a uma ou a várias

Leia mais

PLANEJAMENTO (Jogo Infantil) Despertar a atenção, memória, raciocínio rápido e lógica.

PLANEJAMENTO (Jogo Infantil) Despertar a atenção, memória, raciocínio rápido e lógica. PLANEJAMENTO (Jogo Infantil) Professor (a): Suzana Biegelmeyer NOME DO JOGO: Competências Objetivo Geral Pense rápido Linguagem oral, leitura, escrita de palavras e frases, pontuação. Despertar a atenção,

Leia mais

A escolinha do mar. Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Adilson Farias. Elaboração Anna Flora

A escolinha do mar. Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Adilson Farias. Elaboração Anna Flora A escolinha do mar Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Adilson Farias Elaboração Anna Flora Brincadeira 1: A escolinha do mar Material necessário Para o aluno: 2 rolos de papel crepom azul (qualquer tom) 1

Leia mais

MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia

MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia Resumo O projeto se iniciou a partir da necessidade de ser apresentado esse conteúdo já previsto no material do PIC (Projeto Intensivo no Ciclo)

Leia mais

2º Ano EF LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA <AADDAAADDAAADDAABCCBBACCBADAADAADDAADDAA> Avaliação Diagnóstica. Caderno do aluno 2º ANO.

2º Ano EF LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA <AADDAAADDAAADDAABCCBBACCBADAADAADDAADDAA> Avaliação Diagnóstica. Caderno do aluno 2º ANO. 2º Ano EF LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA Avaliação Diagnóstica 2º ANO ensino fundamental Escola: Aluno: Caderno do aluno Turma: 201220066 NAME NAME NAME NAME NAME

Leia mais

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD o seu Site e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Conteúdo Introdução Escrever bem é um misto entre arte e ciência Seus conhecimentos geram mais clientes Dicas práticas Faça

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL e 1 o ANO

EDUCAÇÃO INFANTIL e 1 o ANO EDUCAÇÃO INFANTIL e 1 o ANO (Materiais Complementares) SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA A CONSTRUÇÃO DA BASE ALFABÉTICA 1. Jogo do correio: as crianças escrevem mensagens e as colocam num envelope com o nome

Leia mais

Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011. Brincando

Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011. Brincando Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011 Brincando A Cigana - Caravaggio Vamos colorir??? Reparaste qual o tema do nosso casamento? Estavas desatento? Pois é, hoje falámos de pintura. Que tal fazermos

Leia mais

Cidadania. O que é Cidadania? Boa cidadania se aprende. Cidadania significa responsabilidade

Cidadania. O que é Cidadania? Boa cidadania se aprende. Cidadania significa responsabilidade Exercitando o Caráter 6 a 9 anos Cidadania O que é Cidadania? Pessoas éticas são bons cidadãos. Elas vão além de seus próprios interesses, demonstram preocupação com as necessidades dos outros e procuram

Leia mais

Planejamento (Música)

Planejamento (Música) Planejamento (Música) Professor (a): Silvana Mara Silvestrin Brustolin MÚSICA Competências Objetivo Geral Objetivos Específicos Estratégias em Língua Portuguesa Estratégias de outras áreas do conhecimento

Leia mais

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes. Coleção: Encantando a Gramática Autora: Pâmela Pschichholz* Um lugar diferente Em um vilarejo chamado classes Gramaticais moram todas as palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Leia mais

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA!

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! ISSN 2177-9139 GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! Thaís Eduarda Ávila da Silveira thaisuab3@gmail.com Universidade Federal de Pelotas, Pólo Sapucaia do Sul, 92990-000 Sapucaia do

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se pode imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) Carros Usados 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio Carros Usados faz parte da

Leia mais

BIGUCCINO TURMA DO APRENDENDO A POUPAR BRINCANDO COM A TURMA DO JOGO DOS 7 ERROS CRUZADINHA CAÇA-PALAVRAS JOGO DAS SOMBRAS ENIGMA E MUITO MAIS

BIGUCCINO TURMA DO APRENDENDO A POUPAR BRINCANDO COM A TURMA DO JOGO DOS 7 ERROS CRUZADINHA CAÇA-PALAVRAS JOGO DAS SOMBRAS ENIGMA E MUITO MAIS Uma publicação da TURMA DO BRINCANDO COM A TURMA DO BIGUCCINO Ano 9 nº 9 Dezembro/20 Atividades infantis para aprender, brincar e se divertir! APRENDENDO A POUPAR ENCARTE COM UM COFRINHO PARA MONTAR JOGO

Leia mais

Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega.

Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega. Prezado Editor, Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega. Gostaria de compartilhar com os demais leitores desta revista, minha experiência como mãe, vivenciando

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar:

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: Meditação Crianças de 7 a 9 anos NOME:DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4) 2-

Leia mais

MODELO DE ROTEIRO. Tela 1. Imagem:

MODELO DE ROTEIRO. Tela 1. Imagem: MODELO DE ROTEIRO Título da animação: Tela inicial Tela 1 Olá, somos os protetores da Selva. Fomos chamados pelos índios para salvar os animais em extinção da Floresta Amazônica. Escreva seu nome e vamos

Leia mais

Produção de Texto 5º ano

Produção de Texto 5º ano Produção de Texto 5º ano Quando pequenos, aprendemos que, para conviver em grupo, sempre as coisas vão acontecer conforme as nossas pretensões. Aos poucos, nos relacionamentos com a nossa família, vamos

Leia mais

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Habilidades: Reconhecer os pronomes demonstrativos como marca em relação à posição, ao espaço e ao tempo no texto; Habilidades: Compreender os pronomes

Leia mais

A TORRE DE BABEL Lição 06

A TORRE DE BABEL Lição 06 A TORRE DE BABEL Lição 06 1 1. Objetivos: Mostrar a tolice do orgulho e dos planos meramente humanos Quando começamos a nos orgulhar e tentamos ser importantíssimos aos próprios olhos, Deus não nos abençoa

Leia mais

LIVRO DO PROFESSOR LIBRAS 1 O ANO 35. Espaços da escola. Encaminhamento

LIVRO DO PROFESSOR LIBRAS 1 O ANO 35. Espaços da escola. Encaminhamento Atividade 9 Espaços da escola Encaminhamento Leve os alunos para conhecer os espaços da escola: sala de leitura, informática, refeitório, quadra de futebol, parque, etc. Peça para os alunos registrarem

Leia mais

Mão na roda. Projetos temáticos

Mão na roda. Projetos temáticos Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Educação infantil Publicado em 2011 Projetos temáticos Educação Infantil Data: / / Nível: Escola: Nome: Mão na roda Justificativa A origem da invenção da

Leia mais

Caracterização da Escola

Caracterização da Escola 28 O CORDEL DOS TIRADENTES Flávia Helena Pontes Carneiro* helena.flavia@gmail.com *Graduada em Pedagogia, Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, Professora

Leia mais

Observação na Escolinha EMEI Cebolinha no Dia 02 de setembro de 2015

Observação na Escolinha EMEI Cebolinha no Dia 02 de setembro de 2015 Observação na Escolinha EMEI Cebolinha no Dia 02 de setembro de 2015 Acadêmica: Ewelyn Sampaio Cardoso Ao chegar à Escola EMEI cebolinha ás 08h00min, a professora do pré I já estava na escola com uma aluna

Leia mais

PLANEJAMENTO IDENTIDADE

PLANEJAMENTO IDENTIDADE Professora: Clévis Appio PLANEJAMENTO IDENTIDADE Planejamento: Atividades envolvendo o nome Competências Leitura, escrita, oralidade e análise linguística. Objetivos Estratégias em Língua Portuguesa (contemplando

Leia mais

Anelise de Brito Turela Ferrão Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Edição de um filme a partir de fotografias

Anelise de Brito Turela Ferrão Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Edição de um filme a partir de fotografias PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO RELATÓRIO DE ATIVIDADE Anelise de Brito Turela Ferrão Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Edição de um filme a partir de fotografias ANIVERSÁRIO GEMEOS / 7

Leia mais

Volta às aulas. A Matemática está presente em diversos momentos da nossa vida, por exemplo, quando brincamos.

Volta às aulas. A Matemática está presente em diversos momentos da nossa vida, por exemplo, quando brincamos. UNIDADE Volta às aulas A Matemática está presente em diversos momentos da nossa vida, por exemplo, quando brincamos. Como as crianças da cena estão aproveitando o 1 o dia de aula? Converse com os colegas.

Leia mais

SUGESTÃO DE PLANEJAMENTO 1 º BIMESTRE JARDIM II EDUCAÇÃO INFANTIL

SUGESTÃO DE PLANEJAMENTO 1 º BIMESTRE JARDIM II EDUCAÇÃO INFANTIL [ SUGESTÃO DE PLANEJAMENTO 1 º BIMESTRE JARDIM II EDUCAÇÃO INFANTIL 1ª Semana 2ª Semana 3ª Semana 4ª Semana (novidades/curiosidades sobre as férias / adaptação).. Produção Oral. Falando sobre a Família.

Leia mais

Planejamento (Identidade) Professora: Assuele Larentis Koltz

Planejamento (Identidade) Professora: Assuele Larentis Koltz Planejamento (Identidade) Professora: Assuele Larentis Koltz Competências 1. Leitura. 2. Oralidade. 3. Escrita. Objetivos Leitura de texto sobre nome e sobrenome. Compreender a importância do nome e sobrenome.

Leia mais

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 4 o ano (3 a série) Período: MANHÃ AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VII PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Nome: Turma: Data: 2/9/2009 Valor da prova: 6,0 Nota: Eixo temático

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): O mercadinho 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O mercadinho faz parte

Leia mais

Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental

Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental Não se aprende por exercícios, mas por práticas significativas. Essa afirmação fica quase óbvia se pensarmos em como uma

Leia mais

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES OBJETIVOS DO TRABALHO A SER DESENVOLVIDO Vivenciar estratégias de leitura que ajudem as crianças a: Antecipar a leitura apoiando se no título e nas ilustrações;

Leia mais

Leya Leituras Projeto de Leitura

Leya Leituras Projeto de Leitura Leya Leituras Projeto de Leitura Nome do livro: JAPĨĨ E JAKÃMĨ Uma história de amizade Autor: Yaguarê Yamã Nacionalidade do autor: Brasileira Currículo do autor: Escritor, professor e artista plástico

Leia mais

MATERIAL DE APRESENTAÇÃO DO SCRATCH

MATERIAL DE APRESENTAÇÃO DO SCRATCH MATERIAL DE APRESENTAÇÃO DO SCRATCH 1 Scratch é uma nova linguagem de programação que permite a criação de histórias, animações, jogos e outras produções. Tudo pode ser feito a partir de comandos prontos

Leia mais

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Projeto: Filhotes Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Justificativa: A escolha da temática FILHOTES para o infantil I se deve ao fato de que os animais em geral provocam

Leia mais