CONDOMÍNIO EDIFÍCIO AHEAD

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONDOMÍNIO EDIFÍCIO AHEAD"

Transcrição

1 REGULAMENTO INTERNO Todos os condôminos, locatários e usuários do CONDOMÍNIO EDIFÍCIO AHEAD, ficam obrigados a cumprir e respeitar por si, a qualquer título, os termos e condições do presente: 1 - Horário e funcionamento O edifício permanecerá aberto e terá seu funcionamento dentro do horário das 7:00 às 22:00 horas, de 2ª a 6ª feira e aos sábados das 7:00 às 17:00 horas, exceto aos domingos e feriados, e observando-se o seguinte: Fora do horário estabelecido, o edifício poderá funcionar durante toda a noite até sua abertura normal, com acesso exclusivamente pela recepção, mediante solicitação prévia e expressa de condômino(s), ou ocupante(s), interessado(s), à Administração do Edifício. Após as 22:00 horas será vedada ou limitada a entrada de visitantes, a critério exclusivo da administração do Edifício, que elaborará e disponibilizará aos condôminos a rotina de segurança específica As despesas decorrentes do uso do Edifício fora de seu horário normal de funcionamento, se existentes e comprovadas pela administração, inclusive os encargos trabalhistas dos empregados do CONDOMÍNIO, que ficarem à sua disposição, serão suportadas direta ou proporcionalmente pelo(s) condômino(s) ou ocupante(s) interessado(s) Para terem acesso ao Edifício fora do horário regular, os empregados dos condôminos deverão ter prévia e expressa autorização, por escrito dos respectivos empregadores, depositada junto à recepção, com antecedência mínima de 12 (doze) horas. 2 - Mudanças As mudanças totais ou parciais deverão ser agendadas com o gestor predial ou zelador, mediante autorização expressa do condômino/proprietário, com antecedência de 24 horas, e deverá ser realizada, preferencialmente aos sábados, observando-se o seguinte: 2.1 Antes de realizar a mudança, meça seus móveis comparando-os com as medidas dos elevadores, vãos de escadas e demais acessos para o correto transporte até sua unidade; 2.2 Deverão ser informados no pedido de mudança, os dados da empresa de mudanças, assim como nomes e RG dos empregados das mesmas para confecção de crachás A entrada e saída de móveis e volumes só serão permitidas através do elevador destinado a este fim Não será permitido o uso de vagas de garagem para armazenar qualquer tipo de objeto, ficando o infrator sujeito a advertência e multa a ser aplicada pelo síndico e corpo diretivo. EDIFÍCIO AHEAD - REGIMENTO INTERNO - 15/06/2012 PÁG 1 de 6

2 3 - Obras e reformas As reformas e obras obedecerão ao regulamento específico (Regulamento de Obras), anexo I do presente regimento. Toda obra ou reforma na unidade deve ser comunicada ao síndico com antecedência mínima de 10 dias, através da apresentação de respectivo croqui ou planta técnica para avaliação e arquivo. O síndico, o conselho administrativo, o gestor predial ou técnicos contratados pelo condomínio podem realizar inspeções, a qualquer momento, para verificação e respeito ao projeto apresentado, de modo a garantir a integridade de todos. 4 - Garagens O setor de garagem do Edifício poderá funcionar 24 horas, a critério da operadora do estacionamento e de conformidade com as necessidades dos condôminos, segundo convenção condominial. Fica estabelecido que: a) não será permitido o estacionamento de autos sem o cartão de usuário; b) nas dependências da garagem é proibida e execução de mecânica, funilaria pintura e lavagem de automóveis; c) o CONDOMÍNIO não se responsabiliza por objetos deixados nos veículos estacionados nas suas dependências; d) em princípio, as vagas que compõem a garagem coletiva, são utilizáveis de forma indeterminada, mediante auxílio de manobrista; e) cada uma das vagas destina-se à guarda de apenas veículo, não sendo permitida a guarda ou colocação de objetos, de qualquer espécie, na vaga; f) nenhum CONDÔMINO poderá estacionar seu carro em outras áreas que não sejam aquelas demarcadas como vagas; g) é permitido ao CONDÔMINO ceder os direitos de uso de sua vaga exclusivamente a outro condômino, vedado fazê-lo a terceiros, estranhos ao CONDOMÍNIO; h) quaisquer reclamações dos usuários da garagem deverão ser feitas por escrito, e encaminhadas para a Administração do Condomínio e a operadora da garagem. O regulamento completo da garagem, a ser elaborado, será parte integrante do presente Regimento, como Anexo II. 5 - Funcionamento dos elevadores Os elevadores privativos dos CONDÔMINOS, nos termos das disposições convencionais, só poderão ser usados para o transporte de pessoas, sendo vedado o transporte de cargas O transporte de materiais e obras somente poderá ser feito pelo elevador de serviço, sendo proibido o uso de carrinhos de mão (01 roda), somente carrinhos de transporte (02 rodas) para evitar danos aos elevadores de serviço Cargas com peso superior à capacidade do elevador ou com dimensões superiores ao compartimento da cabine do elevador, somente poderão ser transportadas com a assistência da empresa responsável pela manutenção e conservação dos elevadores, e com permissão da Administradora ou do Síndico. Tais serviços deverão ser combinados pelos interessados diretamente com a referida empresa, com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas. Todas as despesas concernentes à assistência com transportes correrão por conta dos interessados, que ficarão diretamente responsáveis pelos danos causados aos elevadores que utilizarem nas condições desta cláusula. EDIFÍCIO AHEAD - REGIMENTO INTERNO - 15/06/2012 PÁG 2 de 6

3 5.4 - É obrigatória a contratação prévia de seguro de riscos diversos, para cobrir eventuais danos nos elevadores, instalações ou áreas comuns ao Edifício, no caso dos transportes dos volumes, a que se refere o item anterior. A apólice do seguro deverá ser apresentada ao síndico ou à Administradora previamente, através do recibo do seguro ou do conhecimento de transporte, que deverá mencionar o número do pedido e o nome da seguradora Na eventualidade de algum dano causado aos elevadores, por proprietários ou condôminos, os custos de reparos serão cobrados destes junto com a conta condominial mensal enviada pela administradora. 6 - Partes elétricas, hidráulicas e outras Todas as modificações que se fizerem necessárias às partes elétricas, hidráulicas e outras, das unidades autônomas deverão ser comunicadas pelo interessado ao Síndico e/ou Gestor Predial do CONDOMÍNIO, acompanhadas de planta, informando ainda o nome do responsável pela execução de tais serviços, que deverão atender a todas as disposições legais expressas no Código de Obras do Município, bem como manter o padrão e características dos materiais empregados e respeitar as normas técnicas da A. B. N. T. (Associação Brasileira de Normas Técnicas) O CONDOMÍNIO manterá contratos de manutenção e conservação das instalações comuns de eletricidade, hidráulica, ar condicionado, gerador, sistema de segurança e supervisão, sempre que possível com empresas que executaram tais serviços durante a construção do Edifício, sendo proibida a sua solicitação para execução de serviços particulares a CONDÔMINOS ou ocupantes do Edifício, exceto para atendimentos de emergência e visitas periódicas de inspeção nas referidas instalações das unidades autônomas, coordenadas pelo síndico A proteção interna das unidades contra insolação, somente poderá ser feita pela colocação de persianas na cor branca, para não interferir no projeto arquitetônico do edifício, com trilho de fixação instalado no local previsto no arremate interno dos caixilhos de fachada. Proibida a colocação de insulfilm que venha a modificar a cor do vidro da fachada. 7 - Recepção e distribuição de correspondências Toda correspondência deverá ser dirigida para o endereço do CONDOMÍNIO, onde será recebida e distribuída aos CONDÔMINOS, pela recepção do térreo, devendo essa utilizar-se de protocolo quando do recebimento da correspondência Toda encomenda, pacote ou correspondência, que precise ser recebida mediante protocolo ou mediante assinatura ou devolução de A.R., Registro Postal e Oficial, só poderá ser recebida diretamente pelo destinatário A entrega e a retirada de malotes deverá ser procedida exclusivamente através da recepção O recebimento de correspondências na recepção do térreo, não implica no aceite dos termos das mesmas, estando sujeito à conferência por parte do destinatário. 8 - Identidade funcional Cada empregado das empresas lotadas no CONDOMÍNIO deverá estar sempre de posse de sua identidade funcional constando o nome do funcionário, número de carteira de identidade e o nome da empresa para a qual trabalha, bem como sua assinatura e fotografia, valendo igualmente o cartão magnético, se assim for decidido pelo corpo diretivo Os vigilantes e recepcionistas do CONDOMÍNIO estão autorizados a solicitar a apresentação das identidades funcionais a todos os empregados das empresas instaladas no prédio, quando os mesmos estiverem em trânsito pelas áreas comuns do CONDOMÍNIO. EDIFÍCIO AHEAD - REGIMENTO INTERNO - 15/06/2012 PÁG 3 de 6

4 8.3 - O fornecimento e o controle das identidades funcionais será de responsabilidade de cada empresa, que será responsável por reter as identidades funcionais dos empregados quando desligados Todos os visitantes, enquanto permanecerem no interior do CONDOMÍNIO, deverão portar crachá, que será fornecido pela recepção no térreo após identificação por meio de dispositivo disponível A entrada de visitantes será comunicada aos CONDÔMINOS pela recepção, através de interfone Os crachás citados no item 8.5. deverão ser devolvidos quando da saída do usuário do Edifício Nenhum estranho poderá ingressar no CONDOMÍNIO sem ser previamente identificado e autorizado pelo CONDÔMINO ou usuário visitado, por escrito ou verbalmente Será somente permitida a entrada de corretores de imóveis, devidamente inscritos no CRECI, autorizados previamente pelo proprietário, por escrito Quando se tratar de cumprimento de determinação judicial, o Oficial de Justiça, devidamente identificado através de sua funcional, não pode ser impedido de ingressar no CONDOMÍNIO para cumprir a referida determinação judicial Qualquer exceção às disposições deste item somente serão aceitas através de memorando à recepção, assinado por quem de direito que assumirá os riscos decorrentes É expressamente proibido o ingresso de pessoas, portando armas de fogo ou ditas armas brancas no interior do edifício, salvo aquelas que, por comunicação expressa, feitas pelas empresas ocupantes à Administradora, façam parte do Corpo de Segurança das mesmas. 9 - Entregas Todas as entregas, inclusive efetuadas por motoboys ou similares, deverão ser feitas na portaria e retiradas pelos CONDÔMINOS ou ocupantes, não sendo permitida a entrada de entregadores ou fornecedores nas dependências do CONDOMÍNIO Segurança É obrigatório aos CONDÔMINOS comunicar ao Síndico ou à Administradora qualquer dano verificado nos equipamentos do sistema de alarmes, bem como a ausência de extintores ou mangueiras de incêndio em seus locais apropriados O CONDOMÍNIO disporá de uma Brigada de Prevenção de Incêndio, sob responsabilidade do Síndico do Edifício, que será incumbida de inspecionar todas as áreas comuns do edifício e as unidades autônomas, durante o horário normal de expediente O CONDOMÍNIO, através da brigada de incêndio, promoverá periodicamente cursos e palestras para os CONDÔMINOS e ocupantes do edifício, de maneira a permitir a formação de grupos de Prevenção e Combate a Incêndio, distribuídos por andares, bem como exercícios simulados de retirada geral do Edifício O acesso do responsável pelo serviço de prevenção de incêndio às unidades autônomas deverá ser incondicionalmente permitido pelos condôminos e ocupantes, para manutenção e garantia da segurança do condomínio Os CONDÔMINOS ocupantes ficam proibidos de instalar ou utilizar materiais e aparelhos considerados perigosos pela brigada de incêndio É expressamente proibida a colocação de carpetes, tapetes, forração, cortinas ou qualquer outro material inflamável nas áreas comuns dos andares do edifício É proibida a entrada ou uso de botijões de gás no interior do edifício. EDIFÍCIO AHEAD - REGIMENTO INTERNO - 15/06/2012 PÁG 4 de 6

5 É proibida a permanência, mesmo periódica, de móveis, objetos, caixas ou outros volumes nos halls dos elevadores, antecâmaras das escadas e nas áreas comuns do edifício, inclusive garagem O CONDOMÍNIO não se responsabilizará por furtos e roubos que sejam vítimas os CONDÔMINOS ou estranhos, bem como os ocorridos em suas unidades autônomas, em quaisquer circunstâncias ou ocasiões O CONDOMÍNIO não se responsabilizará pelos objetos ou valores confiados aos seus funcionários Fitness 11.1 O fitness é de uso exclusivo dos CONDÔMINOS, que serão responsáveis por danos que vierem a causar aos equipamentos, a si próprios e a terceiros. Fica esclarecido que o usuário estará por sua própria conta e risco quando da utilização do fitness O funcionamento será de segunda a sexta das 7:00 às 18:00 horas É expressamente vedado aos menores de 16 (dezesseis) anos de idade, sem acompanhamento de responsável, à utilização da sala de ginástica O CONDOMÍNIO não será responsável por lesões provocadas em virtude do uso de equipamentos de ginástica, assim como não se responsabiliza por problemas cardíacos e de hipertensão dos usuários, bem como a utilização do fitness por menores de 16 (dezesseis) anos, acompanhados ou não Além das disposições deste regulamento, o CONDÔMINO deverá respeitar as legislações oficiais para utilização de fitness, devendo fornecer ao CONDOMÍNIO comprovantes, atestados médicos, certificação de treinador e demais documentos solicitados pela lei Recairá ao CONDÔMINO toda e qualquer responsabilidade por danos materiais causados ao CONDOMÍNIO ou suas instalações, bem como furtos, roubos ou incêndio O CONDÔMINO, em caso de danos de qualquer espécie providenciará, no prazo estabelecido pelo Síndico, as obras e/ou consertos aos danos que der causa, sendo certo que o CONDOMÍNIO mandará executar os consertos à expensas do condômino É proibido fumar cigarros, charutos, cachimbos e similares, no interior do salão de ginástica. Serão permitidos exclusivamente o uso de copos, garrafas e recipientes de plástico, sendo vedado o uso de copos garrafas e recipientes de vidro ou louça Coleta de Lixo: haverá circular e regulamentação específica a respeito dessa matéria Outras obrigações Cada CONDÔMINO se obriga por si, seus prepostos, sucessores e inquilinos a: Não sobrecarregar ou ultrapassar, sob quaisquer formas ou maneiras, os limites da capacidade da construção, como estrutura e instalações de qualquer tipo, nem alterar o padrão externo da fachada e/ou a respectiva unidade autônoma, nas partes voltadas para a área comum, bem como modificar, decorar, pintar as partes, esquadrias e vidros externos do edifício, ou instalar antenas ou receptores de qualquer forma, que o torne destoante do conjunto Guardar decoro e respeito no uso das áreas comuns e autônomas do edifício, não as usando ou permitindo que usem para fins diversos daqueles a que se destinam Não usar os respectivos conjuntos, nem alugá-los ou cedê-los para atividades ruidosas ou ilícitas ou que, pela própria atividade, gerem tumulto nas partes comuns do edifício. EDIFÍCIO AHEAD - REGIMENTO INTERNO - 15/06/2012 PÁG 5 de 6

6 Manter suas áreas limpas e desinfetadas, evitando a formação de núcleos de insetos, bem como providenciar a retirada e remoção de lixo sempre embalado em sacos plásticos adequados, bem como depositá-los nos recipientes próprios Não lançar quaisquer objetos ou líquidos sobre a via pública, área ou pátios internos Não utilizar os funcionários do CONDOMÍNIO para serviços particulares Não manter nos respectivos conjuntos, substâncias, instalações ou aparelhos que causem perigo à saúde, segurança, solidez e salubridade do edifício, ou incômodo aos demais CONDÔMINOS Permitir o ingresso, em suas respectivas unidades autônomas, do síndico ou seus prepostos, quando isto se torne necessário à inspeção ou realização de trabalhos relativos à estrutura geral do edifício, sua segurança e solidez, ou mesmo à realização de reparos nas instalações, serviços ou tubulações nas unidades vizinhas Não instalar antenas individuais de TV e de rádio, FM, AM, de ondas curtas congêneres na cobertura (ático) do prédio ou em qualquer outro local visível do edifício, ressalvada a hipótese de instalação de antenas a ser aprovada pela assembléia geral do CONDOMÍNIO Não fixar denominações, letreiros, placas e qualquer elemento promocional identificadores das unidades, fora dos locais destinados para esses fins ou fora da testada da unidade autônoma Qualquer comunicação ao Síndico ou à Administradora deverá ser feita em livro próprio, deixado na portaria, por escrito, salvo em caso de emergência É proibido fumar em todas as dependências internas do CONDOMÍNIO, sobretudo nas escadarias, banheiros e varandas cobertas Os banheiros coletivos, em frente às recepções dos andares, não devem ser utilizados para lavagem de louças, xícaras, garrafas térmicas, panos de chão e demais usos que contribuam para acúmulo de sujeira ou degradação destes banheiros Das penalidades Ao Síndico incumbe cumprir e fazer cumprir as disposições instituídas no presente Regulamento, inclusive em juízo, se necessário, e a aplicar aos infratores as penalidades, em conformidade com o Código Civil Brasileiro e a Convenção Condominial Disposições Gerais Quando a Convenção Condominial, este Regimento e a Lei não forem expressos a respeito de regra para solução de qualquer caso ou litígio surgido entre os CONDÔMINOS ou destes com o CONDOMÍNIO, caberá ao Síndico promover a solução amigável entre as partes, no interesse da coletividade do CONDOMÍNIO, ou sugerir aos interessados encaminhá-los, caso necessário, às vias judiciais adequadas O presente regulamento Interno vigorará a partir de 01 de junho de 2012, por 12 meses e será modificado e/ou alterado nesse período a fim de atender às necessidades do CONDOMINIO Até o final do 1º. trimestre de 2013, o Regimento Interno definitivo deverá ser levado à aprovação da Assembléia Geral, com pauta específica e, a partir dai, sua alteração dependerá do quorum de 2/3 dos presentes à Assembléia. EDIFÍCIO AHEAD - REGIMENTO INTERNO - 15/06/2012 PÁG 6 de 6

Contrato de Locação de Imóvel e Mobília por Temporada

Contrato de Locação de Imóvel e Mobília por Temporada Contrato de Locação de Imóvel e Mobília por Temporada LOCATÁRIO: Profissão: RG: CPF: Residente e domiciliado: LOCADOR: VILA DOS MANACÁS ATIVIDADES IMOBILIARIAS, empresa estabelecida nesta cidade de Ubatuba/SP,

Leia mais

DICAS PARA CONDÔMINOS

DICAS PARA CONDÔMINOS DICAS PARA CONDÔMINOS Área Privativa: É a unidade de cada proprietário incluindo a vaga de garagem. Áreas Comuns: São utilizadas por todos os moradores, como playground, jardins, elevadores, corredores,

Leia mais

REGULAMENTO DE OBRAS ANEXO I. Cuidados ao iniciar a obra: Horário de funcionamento do prédio:

REGULAMENTO DE OBRAS ANEXO I. Cuidados ao iniciar a obra: Horário de funcionamento do prédio: ANEXO I REGULAMENTO DE OBRAS Cuidados ao iniciar a obra: Toda obra ou reforma na unidade deve ser comunicada ao síndico, com antecedência mínima de 10 dias, através da apresentação de respectivo croqui

Leia mais

ARTIGO 1º - Compete ao Síndico (Artigo 20 da Convenção) a administração geral do condomínio, fazendo cumprir o disposto neste Regimento Interno.

ARTIGO 1º - Compete ao Síndico (Artigo 20 da Convenção) a administração geral do condomínio, fazendo cumprir o disposto neste Regimento Interno. Nome do empreendimento Regimento Interno - Programa Minha Casa Minha Vida PMCMV Grau de sigilo #PÚBLICO REGIMENTO INTERNO O presente regimento interno estabelece normas de disciplina, procedimento, conduta

Leia mais

PORTARIA N.272 DE 15 DE AGOSTO DE 2013 (Consolidada).

PORTARIA N.272 DE 15 DE AGOSTO DE 2013 (Consolidada). PORTARIA N.272 DE 15 DE AGOSTO DE 2013 (Consolidada). Dispõe sobre o controle de acesso, circulação e permanência de pessoas no Conselho Nacional do Ministério Público O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Regulamento para Obras nos Apartamentos do Condomínio Residencial Resort Santa Angela

Regulamento para Obras nos Apartamentos do Condomínio Residencial Resort Santa Angela Regulamento para Obras nos Apartamentos do Condomínio Residencial Resort Santa Angela DAS NORMAS REGULAMENTARES 1. Todas as empresas prestadoras de serviço, seus funcionários, representantes, são obrigados

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO BLOCOS

REGULAMENTO INTERNO DO BLOCOS 1 REGULAMENTO INTERNO DO BLOCOS 1. A Administração do Condomínio Condomínio Parque Residencial Vitória Régia II Blocos reger-se-á pela Lei 4.591, de 16/12/1964 e outras Leis que forem aplicáveis, a cujo

Leia mais

ACESSO A SEDE CAMPESTRE DE RATONES REGULAMENTO Nº. 001/2014

ACESSO A SEDE CAMPESTRE DE RATONES REGULAMENTO Nº. 001/2014 ACESSO A SEDE CAMPESTRE DE RATONES REGULAMENTO Nº. 001/2014 Regulamenta o funcionamento da SEDE CAMPESTRE da Associação dos Servidores da UDESC - ASUDESC e dá outras providências. Das disposições preliminares

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA FEIRA COMERCIAL, INDUSTRIAL E DE SERVIÇOS DA FESTA DE MAIO DE TEUTÔNIA 2016

REGIMENTO INTERNO DA FEIRA COMERCIAL, INDUSTRIAL E DE SERVIÇOS DA FESTA DE MAIO DE TEUTÔNIA 2016 REGIMENTO INTERNO DA FEIRA COMERCIAL, INDUSTRIAL E DE SERVIÇOS DA FESTA DE MAIO DE TEUTÔNIA 2016 Art. 1º - LOCAL E DATA: A Feira Comercial, Industrial e de Serviços realizar-se-à no CENTRO ADMINISTRATIVO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 Contrato AJDG n.º 031/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 068/24 TERMO DE REFERÊNCIA 1 - Objeto da contratação 1.1 Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva nos veículos

Leia mais

Condomínio A Reserva Rua Olavo Bilac, 242 CAPÍTULO IV DO REGIMENTO INTERNO

Condomínio A Reserva Rua Olavo Bilac, 242 CAPÍTULO IV DO REGIMENTO INTERNO Condomínio A Reserva Rua Olavo Bilac, 242 CAPÍTULO IV DO REGIMENTO INTERNO Art. 6º - O Regimento Interno, disciplinador da conduta interna dos condôminos do CONDOMÍNIO A RESERVA e usuários, a qualquer

Leia mais

REGULAMENTO DA PORTARIA - DOS LOCAIS DE ACESSO AO CLUBE. - DOCUMENTOS A SEREM EXIGIDOS.

REGULAMENTO DA PORTARIA - DOS LOCAIS DE ACESSO AO CLUBE. - DOCUMENTOS A SEREM EXIGIDOS. REGULAMENTO DA PORTARIA INDICE CAPÍTULO I CAPÍTULO II CAPÍTULO III - DO OBJETIVO. - DOS LOCAIS DE ACESSO AO CLUBE. - DOCUMENTOS A SEREM EXIGIDOS. 1. Dos sócios titulares, seus dependentes e acompanhantes

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. JUSTIFICATIVA: Considerando que os serviços de manutenção predial são imprescindíveis e de natureza contínua. Ademais, existem fatores diversos que influenciam na preservação

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Hospital Universitário Antonio Pedro MINUTA DETERMINAÇÃO DE SERVIÇO Nº, DE DE NOVEMBRO DE 2012

Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Hospital Universitário Antonio Pedro MINUTA DETERMINAÇÃO DE SERVIÇO Nº, DE DE NOVEMBRO DE 2012 Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Hospital Universitário Antonio Pedro MINUTA DETERMINAÇÃO DE SERVIÇO Nº, DE DE NOVEMBRO DE 2012 Dispõe sobre normas de segurança e acesso aos prédios

Leia mais

COMPLEMENTO DO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS DEVERES DOS CONDÔMINOS

COMPLEMENTO DO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS DEVERES DOS CONDÔMINOS CONDOMÍNIO VILA VERDE SABARÁ Rua Doutor Marino Costa Terra, 1000, Parque Sabará São Carlos- SP COMPLEMENTO DO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS DEVERES DOS CONDÔMINOS Artigo 1 : Zelar e fazer zelar pela

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Decreto Nº 41.043, de 25 de julho de 1996 Estabelece normas para a locação de imóveis pela Administração Centralizada e Autárquica do Estado e dá providências correlatas MÁRIO COVAS, Governador do Estado

Leia mais

REGULAMENTO DE CESSÃO E UTILIZAÇÃO DO TEATRO DO CENTRO DE ARTES E CONVENÇÕES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO E DO SEU FOYER

REGULAMENTO DE CESSÃO E UTILIZAÇÃO DO TEATRO DO CENTRO DE ARTES E CONVENÇÕES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO E DO SEU FOYER REGULAMENTO DE CESSÃO E UTILIZAÇÃO DO TEATRO DO CENTRO DE ARTES E CONVENÇÕES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO E DO SEU FOYER CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Os procedimentos atinentes

Leia mais

CAPÍTULO V. Da Garagem e Estacionamento

CAPÍTULO V. Da Garagem e Estacionamento CAPÍTULO V Da Garagem e Estacionamento Art 37. Cada unidade autônoma tem direito a uma vaga de estacionamento, perfazendo um total de 967 (novecentos e sessenta e sete) vagas, distribuídas de acordo com

Leia mais

Versão: 1ª. Palavras-chave: Veículos Oficiais; Transportes; transporte institucional, serviços comuns

Versão: 1ª. Palavras-chave: Veículos Oficiais; Transportes; transporte institucional, serviços comuns 1. OBJETIVO 1. Este Regulamento Interno-RI objetiva definir os procedimentos e responsabilidades a serem observados na utilização de veículos oficiais em serviços de interesse da EPL. 2. APLICAÇÃO 1. Este

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO POR TEMPORADA

CONTRATO DE LOCAÇÃO POR TEMPORADA CONTRATO DE LOCAÇÃO POR TEMPORADA IRINALDA CARNEIRO DE MENEZES,brasileira,casada, advogada,portadora do RG Nº 510.955 SSP/PE, Residente e domiciliada na Rua José Paraíso, 103- Apto. 402- Edf. Castelo de

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO CONDOMINIO EDIFICIO CORP TOWER 1 CAPITULO I -DO MODO DE USAR AS COISAS E SERVIÇOS COMUNS.

REGULAMENTO INTERNO DO CONDOMINIO EDIFICIO CORP TOWER 1 CAPITULO I -DO MODO DE USAR AS COISAS E SERVIÇOS COMUNS. REGULAMENTO INTERNO DO CONDOMINIO EDIFICIO CORP TOWER 1 CAPITULO I -DO MODO DE USAR AS COISAS E SERVIÇOS COMUNS. Art. 1 - O presente regimento tem aplicação em todas as dependências e sobre todas as atividades

Leia mais

Local: Pavilhão de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof (Pavilhão da Fenarreco), Rodovia Antonio Heil, 29 - Centro, Brusque/SC

Local: Pavilhão de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof (Pavilhão da Fenarreco), Rodovia Antonio Heil, 29 - Centro, Brusque/SC REGULAMENTO GERAL DA FEIRA 1 - INTRODUÇÃO As normas que regem a organização, montagem, funcionamento e desmontagem da FECATEX 2017 - Home & Fashion - Primavera Verão 2018- Feira Têxtil de Santa Catarina,

Leia mais

27 à 29 de Maio 2009 São João Batista SC

27 à 29 de Maio 2009 São João Batista SC 27 à 29 de Maio 2009 São João Batista SC PREZADO EXPOSITOR Para o maior sucesso da 8ª Rodada Nacional e Internacional de Negócios da Moda Calçadista de São João Batista apresentamos o Manual do Expositor.

Leia mais

Quais despesas são do inquilino?

Quais despesas são do inquilino? Quais despesas são do inquilino? Veja o que a Lei do Inquilinato diz O inquilino paga todas as despesas ordinárias do condomínio, ou seja, de manutenção. Não são de responsabilidade do inquilino as despesas

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa para prestação de serviços continuados, com fornecimento de peças e insumos sem ônus adicional para a contratante, de manutenção preventiva,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA. Pelo presente instrumento particular de Contrato de Prestação de Serviços de Telefonia (doravante designado simplesmente Contrato ) o

Leia mais

2.2 - A entrada ou saída de pedestres nas dependências da ULIVING BELA VISTA dar-se-á, pela recepção principal Rua Barata Ribeiro, 61

2.2 - A entrada ou saída de pedestres nas dependências da ULIVING BELA VISTA dar-se-á, pela recepção principal Rua Barata Ribeiro, 61 O Regulamento Interno da ULIVING BELA VISTA, localizado na cidade de SÃO PAULO CAPITAL, à Rua Barata Ribeiro nº 61 estabelece as regras de convivência e as relações entre os usuários do empreendimento.

Leia mais

2.1 - Estabelecer normas de acesso de pessoas a ULIVING SOROCABA.

2.1 - Estabelecer normas de acesso de pessoas a ULIVING SOROCABA. O Regulamento Interno da ULIVING SOROCABA, localizado na cidade de SOROCABA à Rua Bernardo Ferraz nº 100 estabelece as regras de convivência e as relações entre os usuários do empreendimento. I - HORÁRIO

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº 06, de 17.2.09 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO o disposto nos arts.

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO CONDOMÍNIO CHÁCARA DOS PINHEIROS

REGULAMENTO INTERNO DO CONDOMÍNIO CHÁCARA DOS PINHEIROS 1 de 6 15/3/2010 21:05 REGULAMENTO INTERNO DO CONDOMÍNIO CHÁCARA DOS PINHEIROS I DISPOSIÇOES GERAIS 1 O Condomínio é regido pela Convenção de 19/12/1979 e pela lei 4.591 de 16 de dezembro de 1964. 2 Ao

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS TIDOS COMO PRODUTOS NÃO AÇO

CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS TIDOS COMO PRODUTOS NÃO AÇO O conteúdo deste documento foi registrado no 5º Ofício de Registros de Títulos e Documentos da Comarca do Rio de Janeiro RJ, sob nº 519456, em 30/07/2002. CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS

Leia mais

PORTARIAS DO DETRAN-RJ / 2004 DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO ATO DO PRESIDENTE PORTARIA PRES-DETRAN-RJ Nº 3250

PORTARIAS DO DETRAN-RJ / 2004 DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO ATO DO PRESIDENTE PORTARIA PRES-DETRAN-RJ Nº 3250 PORTARIAS DO DETRAN-RJ / 2004 DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO ATO DO PRESIDENTE PORTARIA PRES-DETRAN-RJ Nº 3250 DISPÕE SOBRE A APREENSÃO, REBOQUE, GUARDA E LEILÃO DE VEÍCULOS SEM CONDIÇÕES DE TRAFEGABILIDADE,

Leia mais

Condomínio do Residencial Villa D'Itália

Condomínio do Residencial Villa D'Itália Prezados moradores, De acordo com a Assembléia Extraordinária realizada no dia 18 de dezembro de 2014, informamos para ciência de todos que alguns itens presentes no Regimento Interno, que foram aprovados

Leia mais

MODELO DE REGIMENTO INTERNO I - DISPOSIÇÕES GERAIS

MODELO DE REGIMENTO INTERNO I - DISPOSIÇÕES GERAIS MODELO DE REGIMENTO INTERNO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O presente Regulamento Interno do Condomínio do Edifício, tem por objetivo explicitar as normas que devem ser obedecidas por todos os moradores,

Leia mais

LEI Nº 1.081/02, DE 17 DE MAIO DE 2002.

LEI Nº 1.081/02, DE 17 DE MAIO DE 2002. LEI Nº 1.081/02, DE 17 DE MAIO DE 2002. Estabelece normas para a exploração do comércio ambulante e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PAVERAMA-RS, no uso de suas atribuições legais e na forma

Leia mais

RESOLUÇÃO DA DIRETORIA Nº 09/2014

RESOLUÇÃO DA DIRETORIA Nº 09/2014 CONSÓRCIO PÚBLICO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO NORTE PIONEIRO RESOLUÇÃO DA DIRETORIA Nº 09/2014 A Diretoria Administrativa do Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro -, no uso de suas

Leia mais

CONTRATO DE CESSÃO DE USO DO CARTÃO BHBUS COMODATO

CONTRATO DE CESSÃO DE USO DO CARTÃO BHBUS COMODATO Página 1 de 6 CONTRATO DE CESSÃO DE USO DO CARTÃO BHBUS COMODATO REGISTRADO NO 2º OFÍCIO DE REGISTRO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE BELO HORIZONTE, MICROFILME Nº 1086610 1. PARTES: FORNECEDOR: Consórcio Operacional

Leia mais

Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ

Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ CONTRATO n /2007 Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria / Instrutoria, que entre si celebram o SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO AUDITÓRIO DO COMITÉ OLIMPICO DE PORTUGAL

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO AUDITÓRIO DO COMITÉ OLIMPICO DE PORTUGAL REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO AUDITÓRIO DO COMITÉ OLIMPICO DE PORTUGAL Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento estabelece as normas gerais e condições de utilização do auditório do Comité Olímpico de Portugal,

Leia mais

Cleber Melo Leiloeiro Público Oficial

Cleber Melo Leiloeiro Público Oficial PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINHAS - PB ESTADO DA PARAÍBA LEILÃO PÚBLICO Leilão nº 001/2014 Tipo de Licitação: Maior Lance Data: 08 de novembro de 2014 Horário: 10h00min Local: Pátio da Garagem Municipal

Leia mais

Com alegria e gratidão pela caminhada de 2015.

Com alegria e gratidão pela caminhada de 2015. Circular: Matrícula 2016 Taguatinga, 01 de dezembro de 2015 Prezados pais/responsáveis, Com alegria e gratidão pela caminhada de 2015. Enviamos informações sobre o processo de renovação de matrícula para

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2011

MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2011 MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2011 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA MONITORADA, INCLUINDO A INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E INSUMOS, PARA A SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO, QUE ENTRE

Leia mais

CONDOMÍNIO DO ED. NUMBER ONE BUSINESS CENTER REGIMENTO INTERNO

CONDOMÍNIO DO ED. NUMBER ONE BUSINESS CENTER REGIMENTO INTERNO CONDOMÍNIO DO ED. NUMBER ONE BUSINESS CENTER REGIMENTO INTERNO O presente regimento interno visa regulamentar o funcionamento do edifício zelando sempre pela segurança e conforto dos condôminos. I REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO PARA ÁREAS DE LAZER ESPAÇO FRANELLI DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL PONTAL DA LIBERDADE

REGULAMENTO PARA ÁREAS DE LAZER ESPAÇO FRANELLI DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL PONTAL DA LIBERDADE REGULAMENTO PARA ÁREAS DE LAZER ESPAÇO FRANELLI DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL PONTAL DA LIBERDADE Art. 1º - Este documento visa de estabelecer as normas relativas à utilização das áreas comuns do Espaço FRANELLI,

Leia mais

ASSISTÊNCIA 24 HORAS PARA MOTO Para Veículo Sem Restrição de Ano de Fabricação

ASSISTÊNCIA 24 HORAS PARA MOTO Para Veículo Sem Restrição de Ano de Fabricação ASSISTÊNCIA 24 HORAS PARA MOTO Para Veículo Sem Restrição de Ano de Fabricação Condições Gerais da Prestação de Serviços do Plano 1. OBJETO DOS SERVIÇOS 1.1. Os serviços de assistência 24 horas a veículos

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACÁCIO JOSÉ SANTA ROSA

FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACÁCIO JOSÉ SANTA ROSA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS 1 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACÁCIO JOSÉ SANTA ROSA CAPÍTULO I DO ACESSO E DO FUNCIONAMENTO Artigo 1º A Biblioteca destina-se especialmente ao corpo docente e discente,

Leia mais

- PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E.

- PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E. - PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E. SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE com sede na Rua Riachuelo 1.641 1º andar,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP PHONEX

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP PHONEX CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP PHONEX São partes deste Contrato: O CLIENTE devidamente qualificado na Proposta Comercial PHONEX parte integrante deste contrato,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA Pelo presente instrumento particular de contrato de prestação de serviços, de um lado, OTS OPTION TELECOM SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES LTDA.,

Leia mais

ITENS E REQUISITOS DO SISTEMA DE QUALIFICAÇÃO DO

ITENS E REQUISITOS DO SISTEMA DE QUALIFICAÇÃO DO 1 ITENS E REQUISITOS DO SISTEMA DE QUALIFICAÇÃO DO 2 A) OBJETIVO Regulamento do Programa Selo de Qualidade Sindepark A.1) O Selo de Qualidade Sindepark tem como objetivo promover o desenvolvimento qualitativo

Leia mais

ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO

ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS ELEVADORES ESCRITÓRIO REGIONAL DA

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PROF. PÍNDARO MACHADO SOBRINHO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PROF. PÍNDARO MACHADO SOBRINHO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PROF. PÍNDARO MACHADO SOBRINHO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Este regulamento disciplina o funcionamento da Biblioteca Prof.

Leia mais

CARTILHA DO CLIENTE - SANTA BRANCA ECOTURISMO

CARTILHA DO CLIENTE - SANTA BRANCA ECOTURISMO CARTILHA DO CLIENTE - SANTA BRANCA ECOTURISMO A Cartilha do Cliente - Santa Branca Ecoturismo visa a especificar os parâmetros gerais de conduta necessários a boa convivência e utilização do local, bem

Leia mais

confinados, sala de máquinas, berços pátios de estocagem, pátios de armazenamento, galpões, áreas externas, sistemas de esgoto.

confinados, sala de máquinas, berços pátios de estocagem, pátios de armazenamento, galpões, áreas externas, sistemas de esgoto. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS A SER EXECUTADO NO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Reforma do paisagismo da nova Sede da JFES

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Reforma do paisagismo da nova Sede da JFES ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Reforma do paisagismo da nova Sede da JFES 1 OBJETO: 1.1 Contratação de empresa especializada para reforma do paisagismo da Sede da Justiça Federal no Espírito Santo. 1.2 O

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 063/11 PROCESSO N 551-86.2011.5.15.0895 PA PREGÃO ELETRÔNICO

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 063/11 PROCESSO N 551-86.2011.5.15.0895 PA PREGÃO ELETRÔNICO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 063/11 PROCESSO N 551-86.2011.5.15.0895 PA PREGÃO ELETRÔNICO Aos quinze dias do mês de junho do ano de dois mil e onze, na sede do TRT da 15ª Região, localizada na Rua Barão

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás Casa do Advogado Jorge Jungmann

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás Casa do Advogado Jorge Jungmann REGULAMENTO DO CEL DA OAB-GO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES SEÇÃO I Da Conceituação e da Freqüência Art. 1º. O Centro de Cultura, Esporte e Lazer da Advocacia de Goiás é um espaço reservado aos profissionais

Leia mais

DECRETO Nº 32159 DE 19 DE ABRIL DE 2010. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO Nº 32159 DE 19 DE ABRIL DE 2010. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 32159 DE 19 DE ABRIL DE 2010 Altera o Decreto nº 28.002, de 30 de maio de 2007 e dá outras providencias. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: Art.

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM.

Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM. Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM 1 Estatuto CASFAM CAPITULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, DURAÇÃO E OBJETO CAPITULO I

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa PUBLICENTER INFORMÁTICA COMÉRCIO E LOCAÇÃO LTDA-ME CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO,

Leia mais

www.condominiohipodromo.com.br REGULAMENTO INTERNO

www.condominiohipodromo.com.br REGULAMENTO INTERNO REGULAMENTO INTERNO INTRODUÇÃO CONSIDERANDO os termos da Convenção do CONDOMÍNIO ATUA HIPÓDROMO I. CONSIDERANDO que tal Regulamento é obrigatório para os proprietários de unidades, promitentes compradores,

Leia mais

RESIDENCIAL PRAIA DE ITACARÉ REGULAMENTO INTERNO

RESIDENCIAL PRAIA DE ITACARÉ REGULAMENTO INTERNO RESIDENCIAL PRAIA DE ITACARÉ REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º O Condomínio reger-se-á pelas disposições do Código Civil, da Lei nº 4.591/64 e demais legislações pertinentes e ainda

Leia mais

PROVIMENTO Nº 29/2005

PROVIMENTO Nº 29/2005 PROVIMENTO Nº 29/2005 Atualiza a disciplina da Seção IV, do Capítulo IX, do Tomo I, das Normas de Serviço da Corregedoria: subdividindo-a em Subseção I (itens 29 a 45-A) e Subseção II (itens 45-B a 45-O);

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições:

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: a) PASSA TEMPO ADMINISTRADORA DE CARTÃO LTDA., com sede na Rua

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO. Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS. (IE-CBiot)

REGULAMENTO INTERNO. Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS. (IE-CBiot) Página 1 de 13 Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS (IE-CBiot) CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Artigo 1º O presente Regulamento disciplina a organização

Leia mais

Telecomunicações de São Paulo S/A

Telecomunicações de São Paulo S/A INSTRUMENTO PARTICULAR DE LICENÇA ONEROSA DE USO DA RELAÇÃO DE ASSINANTES No. Telecomunicações de São Paulo S/A - TELESP, com sede na Capital do Estado de São Paulo, na Rua Martiniano de Carvalho, n.º

Leia mais

PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015

PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015 PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 004/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 06 PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015 PROCESSO N 004/2015 VALIDADE 12 meses Aos 11 dias do

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CONTA CORRENTE, CONTA INVESTIMENTO E CONTA DE POUPANÇA

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CONTA CORRENTE, CONTA INVESTIMENTO E CONTA DE POUPANÇA CONTRATANTE(S): As Pessoa(s) - Física(s) ou Jurídica(s) - indicada(s) e qualificada(s) na Proposta/Contrato de Abertura de Conta Corrente, Conta Investimento e Conta de Poupança, adiante denominada(s)

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Através do presente VELOCITY ACADEMIA DE GINÁSTICA LTDA regula a contratação, pelo ALUNO, do direito de utilização dos serviços e instalações da VELOCITY, nas condições

Leia mais

CONTRATO DE COMODATO

CONTRATO DE COMODATO Pelo presente instrumento particular de contrato de comodato, as partes, de um lado SKYPROTECTION Tecnologia de Informação Veicular Ltda., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº.

Leia mais

REGULAMENTO GERAL - MONTADORA DE ESTANDES HOUSEHOLD & AUTO CARE 2008 MANUAL DA MONTADORA FORMULÁRIOS

REGULAMENTO GERAL - MONTADORA DE ESTANDES HOUSEHOLD & AUTO CARE 2008 MANUAL DA MONTADORA FORMULÁRIOS HOUSEHOLD & AUTO CARE 2008 MANUAL DA MONTADORA REGULAMENTO GERAL - MONTADORA DE ESTANDES FORMULÁRIOS 1 Data 24 a 26 de Junho de 2008 Local Centro de Convenções Frei Caneca Rua Frei Caneca, 569 5º Pavimento.

Leia mais

Coordenadoria da Moralidade Administrativa INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ

Coordenadoria da Moralidade Administrativa INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ ASSUNTO: INSTRUMENTO NORMATIVO HISTÓRICO DELIBERAÇÃO VIGÊNCIA PROTOCOLO Nº DESCRIÇÃO Nº DATA A PARTIR

Leia mais

CONDOMÍNIO A RESERVA RUA OLAVO BILAC, 242

CONDOMÍNIO A RESERVA RUA OLAVO BILAC, 242 CONDOMÍNIO A RESERVA RUA OLAVO BILAC, 242 CAPÍTULO IV - DO REGIMENTO INTERNO Art. 6º - O Regimento Interno, disciplinador da conduta interna dos condôminos do CONDOMÍNIO "A RESERVA" e usuários, a qualquer

Leia mais

Faculdade Norte de Mato Grosso

Faculdade Norte de Mato Grosso CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS Por este INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS, que entre si fazem, de um lado a AJES ACADEMIA JUINENSE DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE COMODATO PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA

MINUTA DE CONTRATO DE COMODATO PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA MINUTA DE CONTRATO DE COMODATO PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA DAS PARTES Pelo presente instrumento particular de contrato, que tem de um lado , brasileiro, residente à ,

Leia mais

CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e conveniência de consolidar todas as regras relativas aos veículos oficiais; CAPÍTULO I. Das Disposições Gerais

CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e conveniência de consolidar todas as regras relativas aos veículos oficiais; CAPÍTULO I. Das Disposições Gerais Instrução Normativa DPG nº 02 de 23 de outubro de 2014 Dispõe sobre a gestão operacional e patrimonial da frota de veículos oficiais da Defensoria Pública do Estado do Paraná e dá outras providências.

Leia mais

ANEXO COLETA DE PREÇOS N 001/2013 MINUTA DE CONTRATO CGEE - CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS,

ANEXO COLETA DE PREÇOS N 001/2013 MINUTA DE CONTRATO CGEE - CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS, ANEXO COLETA DE PREÇOS N 001/2013 MINUTA DE CONTRATO I. PARTES 1. CONTRATANTE CGEE - CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS, organização social qualificada pelo Decreto nº 4.078, de 09 de janeiro de 2002,

Leia mais

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS 1. INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 2 2. APRESENTAÇÃO... 2 3. ESTRUTURA DO CONTRATO DE SEGURO... 2 4. OBJETIVO DO SEGURO... 3 5. DEFINIÇÕES... 3 6. FORMA DE CONTRATAÇÃO... 4

Leia mais

REGULAMENTO DO ACAMPAMENTO FARROUPILHA 2015

REGULAMENTO DO ACAMPAMENTO FARROUPILHA 2015 REGULAMENTO DO ACAMPAMENTO FARROUPILHA 2015 A COMISSÃO DOS FESTEJOS FARROUPILHAS DE PAROBÉ, no uso de suas atribuições, define assim os termos e condições de uso e atribuições do evento. TÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Registro de preço, POR LOTES, para eventual aquisição de adesivos e recipientes (lixeiras) para acondicionamento de materiais recicláveis e materiais não recicláveis

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS LABORATÓRIOS DA FACULDADE TECSOMA REGRAS DE BIOSSEGURANÇA

REGULAMENTO GERAL DOS LABORATÓRIOS DA FACULDADE TECSOMA REGRAS DE BIOSSEGURANÇA REGULAMENTO GERAL DOS LABORATÓRIOS DA FACULDADE TECSOMA REGRAS DE BIOSSEGURANÇA 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 REGULAMENTO GERAL DE USO DOS LABORATÓRIOS DA ÁREA DA SAÚDE... 04 TÍTULO I DAS NORMAS DE BIOSSEGURANÇA...

Leia mais

DA SEGURANÇA. A infringência aos artigos 1º e 2º implicará nas seguintes sanções: a) Comunicação por escrito solicitando a regularização.

DA SEGURANÇA. A infringência aos artigos 1º e 2º implicará nas seguintes sanções: a) Comunicação por escrito solicitando a regularização. Aprovação das alterações das cláusulas do Regulamento Interno (trechos destacados em amarelo e azul são trechos que foram feitas mudanças e/ou alterações) DA SEGURANÇA Art. 1º - Cada novo morador receberá

Leia mais

CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO TAMANDARÉ

CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO TAMANDARÉ CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO TAMANDARÉ DESCRIÇÃO DAS OBRIGAÇÕES DOS FUNCIONÁRIOS 1) OBRIGAÇÕES GERAIS 1.1) Quanto ao horário 1.2) Quanto à apresentação pessoal 1.3) Quanto ao uso dos uniformes 1.4) Quanto à

Leia mais

Lote Item Descrição do produto Unidade de Quantidad Preço Preço total

Lote Item Descrição do produto Unidade de Quantidad Preço Preço total CONTRATO Nº. 154/2011 Licitação Processo dispensa N 012/2011 Contrato que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE SÃO JORGE D`OESTE e de outro a empresa ANDRESSA CRISTINA KREMER Pelo presente instrumento,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA APROVAÇÃO DE PROJETO E EXECUÇÃO DE OBRA

TERMO DE COMPROMISSO PARA APROVAÇÃO DE PROJETO E EXECUÇÃO DE OBRA 1 TERMO DE COMPROMISSO PARA APROVAÇÃO DE PROJETO E EXECUÇÃO DE OBRA Termo de compromisso para aprovação de projeto e execução de obra que entre si celebram, de um lado a SOCIEDADE ALDEIA DA SERRA RESIDENCIAL

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE E ESCOLA TÉCNICA NOVO RUMO

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE E ESCOLA TÉCNICA NOVO RUMO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE E ESCOLA TÉCNICA NOVO RUMO SUMÁRIO TÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 DA INSTITUIÇÃO BIBLIOTECA... 3 DA FINALIDADE DESTE REGULAMENTO... 3 PRINCÍPIOS DA BIBLIOTECA...

Leia mais

Veja abaixo a análise da Comssu sobre os contratos elaborados pelas operadoras de saúde

Veja abaixo a análise da Comssu sobre os contratos elaborados pelas operadoras de saúde Veja abaixo a análise da Comssu sobre os contratos elaborados pelas operadoras de saúde A celebração dos contratos entre as operadoras e os prestadores de serviço, regulada pelas Resoluções Normativas

Leia mais

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.714, DE 25 DE ABRIL DE 2011 Institui o Sistema de Estacionamento Rotativo pago, nas vias e logradouros públicos denominado Zona Azul São José dos Pinhais. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais,

Leia mais

ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES

ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES 1 ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES 1 OBJETO: 1.1 Contratação de empresa para substituição de telhas de alumínio

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 ! " TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 PROCESSO Nº 1.825/2005 Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93, alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: TOMADA DE PREÇOS O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES

SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES 1. Considerações Gerais 1.1. O presente Regulamento estabelece regras gerais para as construções e alterações que

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão 1 OBJETO: ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão 1.1 Contratação de empresa de engenharia para fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão

Leia mais

Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP

Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP 1. A PROVA A Corrida Rústica da Base Aérea de Guarulhos será realizada no dia 22 de maio de 2016, na cidade de Guarulhos no estado de São

Leia mais

HOUSEHOLD & AUTO CARE

HOUSEHOLD & AUTO CARE 1 HOUSEHOLD & AUTO CARE 2014 Data 06 a 08 de Agosto de 2014 MANUAL DA MONTADORA Local Centro de Convenções Frei Caneca Rua Frei Caneca, 569 4º Pavimento. Cerqueira César São Paulo /SP Sob nenhuma hipótese

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO PARQUE DE CAMPISMO MUNICIPAL

REGULAMENTO INTERNO DO PARQUE DE CAMPISMO MUNICIPAL REGULAMENTO INTERNO DO PARQUE DE CAMPISMO MUNICIPAL Os parques de campismo são empreendimentos turísticos definidos no Decreto- lei nº 39/2008, de 7 de março alterado pelo Decreto-Lei nº 228/2009, de 14

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA GEORGE ALEXANDER. Capítulo I Disposições Preliminares

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA GEORGE ALEXANDER. Capítulo I Disposições Preliminares UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA GEORGE ALEXANDER Capítulo I Disposições Preliminares Art. 1º Este regulamento disciplina o funcionamento da Biblioteca George Alexander

Leia mais

LEI Nº 3.743, de 30 de novembro de 2012

LEI Nº 3.743, de 30 de novembro de 2012 LEI Nº 3.743, de 30 de novembro de 2012 EMENTA: Institui o Sistema de Estacionamento Rotativo Pago nas vias e logradouros públicos ora denominados ZONA AZUL no âmbito deste Município da Vitória de Santo

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LOCAÇÃO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LOCAÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LOCAÇÃO Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, as partes, de um lado, na qualidade de LOCADOR, e doravante assim designado, Landlord, e, de outro

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA

ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA 1 INFORMAÇÕES GERAIS A Biblioteca DAMA é um órgão suplementar da Escola Técnica DAMA e Faculdade DAMA, com regulamento próprio, conforme

Leia mais