Código de Conduta. Os nossos cinco princípios fundamentais: O benefício e a segurança do doente estão no centro de tudo o que fazemos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Código de Conduta. Os nossos cinco princípios fundamentais: O benefício e a segurança do doente estão no centro de tudo o que fazemos"

Transcrição

1 O nosso compromisso de cuidar e curar Código de Conduta Os nossos cinco princípios fundamentais: Doentes O benefício e a segurança do doente estão no centro de tudo o que fazemos Colaboradores Tratamos os nossos colaboradores de forma justa e com respeito Accionistas Parceiros Sociedade Estamos empenhados numa performance sustentável exemplar, com integridade Esforçamo-nos por ser um parceiro de confiança Aspiramos a ser um bom cidadão corporativo Data de entrada em vigor: 1 de Janeiro de 2012

2 Na Novartis, a nossa missão é descobrir, desenvolver e comercializar com sucesso produtos inovadores que previnam e curem doenças, que aliviem o sofrimento e que melhorem a qualidade de vida. Pretendemos também proporcionar aos nossos accionistas o retorno do seu investimento, o qual seja um reflexo de uma performance exemplar, e recompensar adequadamente aqueles que investem as suas ideias e o seu trabalho na nossa empresa. Aspiramos a ser a empresa mais respeitada e mais bem-sucedida na área da saúde em todo o mundo. Só poderemos concretizar esta aspiração se ganharmos e mantivermos a confiança e o apoio de todos os stakeholders: os nossos doentes, os nossos colaboradores, os nossos accionistas, os nossos parceiros e a sociedade em geral. O nosso Código de Conduta reflecte o nosso empenho, enquanto cidadão corporativo responsável, em atingir as expectativas de todos os stakeholders e contém os princípios e regras fundamentais relativos à ética da conduta comercial. Acreditamos que a forma como atingimos os nossos resultados é tão importante quanto os resultados em si. O Código de Conduta da Novartis constitui uma parte integrante dos termos da relação laboral de todos os colaboradores do Grupo Novartis. A Novartis insiste no seu cumprimento integral e não tolerará qualquer má conduta. Agradecemos-lhe o seu permanente apoio e o seu empenho no cumprimento do nosso Código de Conduta. Os nossos esforços conjuntos permitirão responder melhor às necessidades dos doentes, assegurar uma performance sustentável e fortalecer a nossa reputação. Joerg Reinhardt Presidente Joseph Jimenez CEO Quando tiver dúvidas, pergunte a si próprio Será que a minha conduta permite manter a confiança de todos os nossos stakeholders? Será que a minha família e os meus amigos acham que a minha conduta foi eticamente correcta? Será que ponderei o impacto sobre aqueles que serão afectados pela minha conduta? Sentir-me-ia confortável se alguém me tratasse da mesma forma? Sentir-me-ia confortável se a minha conduta aparecesse nos meios de comunicação social? Será que a minha conduta é legal e conforme com as políticas da Novartis?

3 Doentes O benefício e a segurança do doente estão no centro de tudo o que fazemos Benefício e segurança do doente Contamos que todos os nossos colaboradores, em todas as áreas de negócio, se concentrem em obter melhores resultados para os doentes e em proporcionar soluções inovadoras para as necessidades dos doentes em todo o mundo, cumprindo sempre as leis aplicáveis. O benefício e a segurança dos doentes não podem nunca ser afectados. Investigação e desenvolvimento Em todas as nossas actividades de investigação, esforçamo-nos por garantir os direitos, a segurança e o bem-estar de todos os participantes. Estamos vinculados a um conjunto de princípios éticos fundamentais baseados na Declaração de Helsínquia e nos princípios de Boas Práticas Clínicas. Nas situações em que utilizamos animais para fins de investigação, estamos empenhados em minimizar o seu desconforto e a sua dor. Sempre que possível, utilizaremos alternativas à investigação com animais. Qualidade e segurança dos produtos Descobrimos, desenvolvemos e fabricamos produtos de alta qualidade que cumprem todos os requisitos regulamentares e procuramos que os nossos produtos e processos ultrapassem mesmo os requisitos de qualidade. Protegemos a segurança dos doentes através da identificação, avaliação, gestão e notificação de quaisquer riscos relacionados com os produtos de forma atempada. Acesso aos cuidados de saúde Como empresa na área da saúde, a nossa responsabilidade principal é a de descobrir e desenvolver novos produtos que previnam e curem doenças. Com colaboradores em todo o mundo, trabalhamos também para melhorar o acesso dos doentes aos cuidados de saúde, através da investigação médica, de novos modelos de negócio e de acções que fortaleçam os sistemas de saúde, tanto nas economias em desenvolvimento como nas mais avançadas. 3

4 Colaboradores Tratamos os nossos colaboradores de forma justa e com respeito Condições de trabalho justas Estamos empenhados em proporcionar aos nossos colaboradores salários justos e competitivos, com base na performance e conduta ética. Protegemos os nossos colaboradores de condições de trabalhos injustas ou não éticas, incluindo trabalho forçado ou infantil, ou quaisquer outras condições de trabalho que não sejam seguras. Diversidade e inclusão Tratamos os nossos colaboradores de forma justa, igual e com respeito. Esperamos que os nossos colaboradores demonstrem respeito mútuo e não toleramos qualquer forma de assédio ou discriminação. Procuramos criar um ambiente de trabalho diversificado, onde todos os colaboradores, independentemente da sua origem, possam contribuir plenamente. Apoiamos a diversidade e a individualidade dos nossos colaboradores e não fazemos qualquer discriminação com base em características pessoais, nomeadamente, nacionalidade, sexo, idade, etnia, religião, orientação sexual ou incapacidade. Acreditamos que uma equipa diversificada que reflecte a comunidade global dos nossos doentes e clientes é fundamental para o nosso sucesso. Assim, atraímos, desenvolvemos e retemos colaboradores de grande talento, de diversas origens e com uma mentalidade de inclusão. Avaliação e desenvolvimento dos colaboradores A avaliação da performance de um colaborador tem em conta o cumprimento não só dos objectivos mas também dos Valores e Comportamentos da Novartis. O diálogo construtivo entre o colaborador e a sua chefia relativamente a objectivos, prioridades e necessidades de desenvolvimento constitui uma parte essencial do Processo de Gestão de Desempenho da Novartis. Oferecemos oportunidades aos nossos colaboradores de desenvolverem, aumentarem e melhorarem continuamente as suas capacidades individuais, de forma a reforçar as competências da Novartis como um todo. Liberdade de opinião, expressão e associação Respeitamos o direito dos colaboradores de pertencerem a uma associação, desde que a lei local seja observada. A Novartis está empenhada no diálogo construtivo com os seus colaboradores e seus representantes. Reconhecemos que todos os colaboradores têm direito à liberdade de opinião e de expressão, desde que estas não interfiram com a capacidade de o colaborador cumprir as suas responsabilidades profissionais, nem estejam em conflito com o Código de Conduta da Novartis. 4

5 Accionistas Estamos empenhados numa performance sustentável e exemplar, com integridade Integridade financeira Não comprometemos a nossa integridade financeira. Os riscos financeiros e as medidas operacionais devem ser devidamente analisados e aprovados. Fornecemos aos nossos accionistas e aos mercados financeiros informação financeira atempada, correcta e completa. Mantemos medidas de controlo efectivas relativamente ao reporte financeiro, de forma a garantir um registo completo e exacto das nossas transacções financeiras. Os colaboradores não estão autorizados a transaccionar acções ou outros títulos com base em informação não divulgada ao público. Continuidade do negócio Acreditamos que a gestão da continuidade do negócio é fundamental para os nossos doentes, clientes, colaboradores e outros stakeholders, e faz parte de uma prática de gestão responsável. Em situação de emergência ou de perturbação grave do negócio, estamos empenhados em fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para garantir o fornecimento ininterrupto de produtos e serviços essenciais. Protecção dos activos empresariais Trabalhamos para proteger os activos da Novartis contra ameaças. Este princípio aplica-se aos nossos colaboradores, à nossa reputação, à propriedade intelectual, à informação, aos produtos e a outros bens. Utilizamos e mantemos de forma adequada os activos da Novartis e garantimos que estão protegidos contra qualquer utilização incorrecta, extravio, furto ou desperdício. Todos os activos da Novartis devem ser utilizados para fins comerciais legítimos. Protegemos os nossos investimentos em activos incorpóreos através da obtenção, exercício e defesa dos direitos de propriedade intelectual (PI) e mantendo a confidencialidade de informação sensível. Respeitamos também os direitos legítimos de PI de terceiros. A PI criada, desenvolvida ou obtida pelos colaboradores e relacionada com a sua actividade profissional é propriedade da Novartis. Segurança da Informação Protegemos a confidencialidade, integridade e disponibilização da informação crítica, independentemente da sua forma e localização. Conflito de interesses Os interesses pessoais não devem influenciar a nossa capacidade de decisão nem a nossa avaliação do negócio. Os colaboradores devem informar a sua chefia relativamente a quaisquer potenciais ou reais conflitos de interesses. Os colaboradores recentemente contratados devem comunicar quaisquer potenciais ou reais conflitos de interesses antes do início da relação contratual. 5

6 Parceiros Esforçamo-nos por ser um parceiro de confiança Satisfação do cliente Esforçamo-nos por atingir a máxima satisfação dos clientes. Ouvimos os nossos clientes e criamos soluções que acrescentam valor e criam benefícios mútuos, quer para os clientes, quer para a Novartis. Anti-suborno e anti-corrupção Não toleramos qualquer forma de suborno ou corrupção. Não subornamos funcionários públicos nem qualquer outro indivíduo e não aceitamos qualquer tipo de suborno. Concorrência leal Estamos empenhados numa concorrência leal e não violaremos as leis e os regulamentos da concorrência. Práticas comerciais Comercializamos e vendemos os nossos produtos em conformidade com todas as regras e regulamentos aplicáveis e em linha com elevados padrões de ética. Este compromisso aplica-se igualmente a todas as nossas outras actividades relacionadas com a comercialização dos nossos produtos, tais como a recolha e comunicação de informação médica e outra. Cumprimento de todas as leis e regulamentos Cumprimos todas as leis e regulamentos aplicáveis às nossas actividades. Implementamos também, e cumprimos, as nossas políticas internas. Integridade de terceiros Esperamos que os terceiros com quem trabalhamos cumpram as leis, tenham práticas comerciais éticas e observem os nossos requisitos relativamente a mão-de-obra, saúde, segurança, protecção do ambiente e sistemas de gestão. 6

7 Sociedade Aspiramos a ser um bom cidadão corporativo Cidadania corporativa Participando activamente em projectos e programas de âmbito social, ecológico, cultural e outros, esforçamo-nos no sentido de contribuir para a solução de problemas da sociedade. Estamos empenhados em promover a plataforma United Nations Global Compact, a maior iniciativa de cidadania corporativa a nível mundial. Transparência Somos abertos e transparentes relativamente aos nossos princípios e práticas comerciais e cumprimos as leis e regulamentos aplicáveis. Direitos humanos Esforçamo-nos por garantir que as actividades na nossa esfera de influência não têm um impacto negativo nos direitos humanos fundamentais, conforme definidos pela Declaração Universal dos Direitos do Homem das Nações Unidas e pelas principais convenções da Organização Mundial do Trabalho, quer directamente, quer através das nossas relações comerciais. Saúde, segurança e ambiente Esforçamo-nos por ser líderes em todos os aspectos da saúde e da segurança profissionais, bem como protecção do ambiente. Identificamos e gerimos, de forma sistemática, os riscos para a saúde, segurança e ambientais nas nossas actividades e ao longo de toda a cadeia de valor dos nossos produtos e serviços. Promovemos e incentivamos de forma proactiva uma sólida cultura de segurança. Utilizamos eficientemente os recursos naturais e minimizamos o impacto no ambiente das nossas actividades e produtos ao longo do seu ciclo de vida. Privacidade dos dados Respeitamos o direito à privacidade dos nossos colaboradores, doentes, médicos e outros intervenientes. Informamos os indivíduos relativamente à recolha e processamento dos seus dados pessoais, permitindo-lhes que tomem uma decisão informada e que exerçam os seus direitos. Recolhemos e processamos dados pessoais para fins de negócio legítimos e específicos e garantimos que tais dados estão protegidos contra o acesso não autorizado. 7

8 Má conduta Como reportar uma situação de potencial má conduta Os colaboradores que reportem uma situação de potencial má conduta, que forneçam informações ou que de outra forma auxiliem num inquérito ou investigação relativamente a uma situação de potencial má conduta estarão protegidos contra qualquer represália. Uma má conduta é qualquer comportamento que viole o Código de Conduta da Novartis, as políticas pertinentes e/ou as leis ou os regulamentos aplicáveis. Todos os colaboradores devem comunicar à Novartis qualquer situação de potencial má conduta. Os colaboradores que tenham conhecimento de uma situação de potencial má conduta, ou que recebam um relatório de conduta incorrecta, devem notificar o Business Practices Officer (BPO) ou comunicar a questão através de um dos outros canais descritos em seguida, sem divulgar a informação de qualquer outra forma. Os colaboradores podem reportar situações de potencial má conduta ao BPO quer pessoalmente, quer por carta, fax, telefone ou , ou utilizando as linhas telefónicas ou via web confidenciais para questões relacionadas com integridade, disponíveis em mais de 50 línguas. As opções para reportar qualquer situação de potencial má conduta são as seguintes: BPO através do endereço Chefia Director dos Recursos Humanos Director Geral Qualquer membro do Departamento Legal Qualquer Compliance Officer Consulte o link para obter mais informações e aceder aos números de telefone do BPO. Aplicabilidade Este Código de Conduta da Novartis, aprovado pelo Conselho de Administração da Novartis AG em 1 de Julho de 2011, deverá ser implementado por todas as empresas do Grupo Novartis. É aplicável a todas as operações e a todos os colaboradores do Grupo Novartis. Este Código de Conduta substitui o Código de Conduta da Novartis de 26 de Agosto de Violações As violações ao Código de Conduta da Novartis não serão toleradas e poderão conduzir a um processo disciplinar, que poderá culminar no despedimento. Links úteis Para obter mais informações sobre o Código de Conduta da Novartis, consultar: Novartis International AG P.O. Box, CH-4002 Basel, Switzerland Tel: Número do Documento: GIC 001.V2.PPT Novartis International AG

Código de Conduta. Nossos cinco princípios fundamentais: Pacientes. O benefício e a segurança do paciente estão no centro de tudo o que fazemos

Código de Conduta. Nossos cinco princípios fundamentais: Pacientes. O benefício e a segurança do paciente estão no centro de tudo o que fazemos Nosso compromisso de cuidar e curar Código de Conduta Nossos cinco princípios fundamentais: Pacientes O benefício e a segurança do paciente estão no centro de tudo o que fazemos Associados Tratamos nossos

Leia mais

INTRODUÇÃO 1 COMPROMISSO DA SONAE HOLDING

INTRODUÇÃO 1 COMPROMISSO DA SONAE HOLDING Índice INTRODUÇÃO... 2 1 COMPROMISSO DA SONAE HOLDING... 2 2 COMPROMISSO DOS COLABORADORES... 2 3 PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO... 3 3.1 RELAÇÕES COM ADMINISTRADORES E COLABORADORES... 3 3.2 RELAÇÕES COM

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. 1 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. Este código de ética e conduta foi aprovado pelo Conselho de Administração da INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. ( Companhia

Leia mais

Código de Ética da Parpública. Ética - Princípios e valores fundamentais. Âmbito de aplicação

Código de Ética da Parpública. Ética - Princípios e valores fundamentais. Âmbito de aplicação Código de Ética da Parpública Âmbito de aplicação Aplica-se a todos os colaboradores da Parpública sem prejuízo de outras disposições legais ou regulamentares aplicáveis ou a que por inerência do exercício

Leia mais

1. OBJETIVO E ÂMBITO. 1.1 Objeto 1.1.1 A Mota-Engil Africa N.V. ( Mota-- Engil Africa ou a Empresa ) e respetivas

1. OBJETIVO E ÂMBITO. 1.1 Objeto 1.1.1 A Mota-Engil Africa N.V. ( Mota-- Engil Africa ou a Empresa ) e respetivas 1. OBJETIVO E ÂMBITO 1.1 Objeto 1.1.1 A Mota-Engil Africa N.V. ( Mota-- Engil Africa ou a Empresa ) e respetivas subsidiárias (juntamente com a Empresa, o Grupo ) comprometem-se a conduzir todos os seus

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA PROFISSONAL da

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA PROFISSONAL da CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA PROFISSONAL da INDICE Página 1 Objectivos do Código de Ética..3 2 Missão e valores.3 3 Âmbito de aplicação 3 4 Publicação e actualizações..3 5 - Normas de conduta 3 5.1 - Lealdade

Leia mais

Não empregamos nenhuma pessoa com idade menor que a permitida por lei.

Não empregamos nenhuma pessoa com idade menor que a permitida por lei. Código de Conduta SOSINIL Princípios Gerais A SOSINIL publica seu Codigo de Conduta e Ética que servirá de referencial para uma conduta adequada, coerente e uniforme a ser adotada com os envolvidos em

Leia mais

Código de Ética LLTECH

Código de Ética LLTECH Código de Ética LLTECH Quem somos A LLTECH é uma empresa que oferece soluções inovadoras para automação e otimização de processos industriais, fornecendo toda a parte de serviços e produtos para automação

Leia mais

2.1. Cumprimos leis e regulamentos nacionais e internacionais. Obedecemos a todas as leis e regulamentos internacionais e nacionais relevantes.

2.1. Cumprimos leis e regulamentos nacionais e internacionais. Obedecemos a todas as leis e regulamentos internacionais e nacionais relevantes. CÓDIGO DE CONDUTA 1. Introdução O Código de Conduta Ahlstrom descreve os princípios éticos que sustentam o modo como conduzimos os negócios em nossa empresa. Baseia-se em nossos principais valores Agir

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. APFF Administração do Porto da Figueira da Foz, S.A.

CÓDIGO DE ÉTICA. APFF Administração do Porto da Figueira da Foz, S.A. CÓDIGO DE ÉTICA APFF Administração do Porto da Figueira da Foz, S.A. Índice 1. Preâmbulo 2. Disposições Gerais 2.1. Âmbito de aplicação 2.2. Objectos do 2.3. Dimensões éticas da empresa 2.4. Cumprimento

Leia mais

Colgate-Palmolive Company. Código de Conduta do Fornecedor

Colgate-Palmolive Company. Código de Conduta do Fornecedor Colgate-Palmolive Company Código de Conduta do Fornecedor Prezado Fornecedor da Colgate, No decorrer do tempo, a Colgate-Palmolive Company construiu sua reputação como organização que emprega práticas

Leia mais

CÓDIGO DE FORNECEDORES DA GALDERMA

CÓDIGO DE FORNECEDORES DA GALDERMA CÓDIGO DE FORNECEDORES DA Código de fornecedores da Galderma Preâmbulo A Galderma tem como missão ser reconhecida como a empresa de inovação mais competente e bemsucedida, centrada exclusivamente em corresponder

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING O Código de Conduta Ética é um instrumento destinado a aperfeiçoar os relacionamentos da organização e elevar o clima de confiança nela existente. Este Código tem

Leia mais

PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS GERAIS DA SHELL

PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS GERAIS DA SHELL Shell International Limited 2010 A permissão para reproduzir qualquer parte desta publicação deve ser solicitada à Shell International Limited. Geralmente a permissão será concedida, mediante o reconhecimento

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Índice Nossos princípios diretivos 03 Proteção do patrimônio e uso dos ativos 04 Informação confidencial 05 Gestão e Tratamento dos Colaboradores 06 Conflitos de interesse 07

Leia mais

www.belcorp.biz VIII/09

www.belcorp.biz VIII/09 CÓDIGO DE ÉTICA www.belcorp.biz VIII/09 Na Belcorp acreditamos que cada pessoa tem o poder de transformar seus sonhos em realidade. Assumir este poder significa reconhecer que nossas ações e decisões têm

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA AGÊNCIA DE FOMENTO DE GOIÁS S/A GOIÁSFOMENTO

CÓDIGO DE ÉTICA AGÊNCIA DE FOMENTO DE GOIÁS S/A GOIÁSFOMENTO CÓDIGO DE ÉTICA DA AGÊNCIA DE FOMENTO DE GOIÁS S/A GOIÁSFOMENTO 0 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO... 2 2 - ABRANGÊNCIA... 2 3 - PRINCÍPIOS GERAIS... 2 4 - INTEGRIDADE PROFISSIONAL E PESSOAL... 3 5 - RELAÇÕES COM

Leia mais

Políticas Organizacionais

Políticas Organizacionais Políticas Organizacionais Manual de Políticas da CERCI Elaborado por/data Departamento de Gestão da Qualidade/Março 2013 Aprovado por/data Direção/18.03.2013 Revisto por/data Índice 1. Política e Objetivos

Leia mais

Código de Ética. 1. Apresentação

Código de Ética. 1. Apresentação Código de Ética 1. Apresentação A Missão, a Visão, os Princípios Gerais, os Valores e as Normas de Conduta constantes do Código de Ética integram a Cultura da Lusa, a qual deve presidir à conduta profissional

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA 2 INFORMAÇÕES GERAIS O QUE É O CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA O Código de Ética e de Conduta (Código) é o instrumento no qual se inscrevem os valores que pautam a actuação do

Leia mais

Código de Conduta Empresarial da Nestlé. 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza)

Código de Conduta Empresarial da Nestlé. 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza) Código de Conduta Empresarial da Nestlé 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza) Introdução Desde a sua fundação, as práticas comerciais da Nestlé

Leia mais

Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização

Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização 1. Introdução O presente questionário ajudá-lo-á a reflectir sobre os esforços desenvolvidos pela sua empresa no domínio da responsabilidade empresarial,

Leia mais

Código de Ética Fevereiro de 2015

Código de Ética Fevereiro de 2015 Código de Ética Fevereiro de 2015 Índice 1. Âmbito de aplicação... 3 2. Ética... 3 2.1. Princípios e valores fundamentais... 3 2.2. Proibição de decisão em situação de conflito de interesses... 4 2.3.

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO GRUPO JERÓNIMO MARTINS

CÓDIGO DE CONDUTA DO GRUPO JERÓNIMO MARTINS CÓDIGO DE CONDUTA DO GRUPO JERÓNIMO MARTINS MENSAGEM DO PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Caros Colaboradores, A missão de Jerónimo Martins é promover a eficiência em todas as suas áreas de negócio,

Leia mais

POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA

POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA Política de SAÚDE E SEGURANÇA Política de SAÚDE E SEGURANÇA A saúde e a segurança dos nossos funcionários fazem

Leia mais

Código de Ética Nas Relações com as Partes Interessadas Com os Clientes e a Concorrência

Código de Ética Nas Relações com as Partes Interessadas Com os Clientes e a Concorrência Código de Ética Conduzimos nossos negócios dentro de uma estrutura de padrões profissionais, legislações, regulamentações e políticas internas. Entretanto, temos consciência que essas normas não necessariamente

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Índice Apresentação... 3 Principais Objectivos do Código... 3 Finalidade do Código de Ética... 4 Âmbito de Aplicação... 4 Serviço Público... 4 Missão... 5 Visão... 5 Responsabilidade

Leia mais

Código de Conduta nos Negócios e Ética do UBS

Código de Conduta nos Negócios e Ética do UBS Código de Conduta nos Negócios e Ética do UBS Prefácio Este Código de Conduta nos Negócios e Ética do UBS (o Código) estabelece os princípios e práticas aos quais os funcionários e diretores do UBS estão

Leia mais

Cliente Empreendedorismo Metodologia e Gestão Lucro Respeito Ética Responsabilidade com a Comunidade e Meio Ambiente

Cliente Empreendedorismo Metodologia e Gestão Lucro Respeito Ética Responsabilidade com a Comunidade e Meio Ambiente Código de Ética OBJETIVO Este código de ética serve de guia para atuação dos empregados e contratados da AQCES e explicita a postura que deve ser adotada por todos em relação aos diversos públicos com

Leia mais

Código de Conduta e Ética

Código de Conduta e Ética CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA BC CONSULT Página 1 de 9 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PRINCÍPIOS... 4 INTEGRIDADE... 4 DISCRIMINAÇÃO... 4 CONFLITO DE INTERESSE... 4 CONFIDENCIALIDADE DE INFORMAÇÕES... 5 PROTEÇÃO AO

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. 2011 MDados

CÓDIGO DE ÉTICA. 2011 MDados CÓDIGO DE ÉTICA 2011 MDados I N D I C E Introdução. Pág. 2 Âmbito e aplicação... Pág. 2 Objectivos e valores Pág. 3 Código de Ética MDados Sistemas de Informação SA 1 INTRODUÇÃO Os princípios de actuação

Leia mais

PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DO GRUPO BANCO ESPÍRITO SANTO

PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DO GRUPO BANCO ESPÍRITO SANTO PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DO GRUPO BANCO ESPÍRITO SANTO .01 ANTI-CORRUPÇÃO O meio empresarial deve lutar contra todas as formas de corrupção, incluindo extorsão e suborno. Com base

Leia mais

Código de Ética e Conduta em Relações Comerciais Bridge Research

Código de Ética e Conduta em Relações Comerciais Bridge Research Código de Ética e Conduta em Relações Comerciais Bridge Research Missão Ser a referência no Brasil em soluções de pesquisa de mercado que utilizem tecnologia como uma plataforma para melhorar a decisão

Leia mais

JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF Nº. 08.294.224/0001-65 - NIRE Nº. 35.300.333.578

JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF Nº. 08.294.224/0001-65 - NIRE Nº. 35.300.333.578 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF Nº. 08.294.224/0001-65 - NIRE Nº. 35.300.333.578 CÓDIGO DE ÉTICA Escopo Este Código de Ética ( Código ) reúne as principais normas de conduta que devem

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA HABITÁGUA

CÓDIGO DE ÉTICA DA HABITÁGUA CÓDIGO DE ÉTICA DA HABITÁGUA ÍNDICE PREÂMBULO... 3 CÓDIGO DE ÉTICA... 5 Secção I: PARTE GERAL............................................... 6 Secção II: PRINCÍPIOS... 8 Secção III: DEVERES CORPORATIVOS...

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA FPP - FUNDAÇÃO PORTUGUESA DO PULMÃO 1/8

CÓDIGO DE CONDUTA FPP - FUNDAÇÃO PORTUGUESA DO PULMÃO 1/8 CÓDIGO DE CONDUTA DA FPP - FUNDAÇÃO PORTUGUESA DO PULMÃO Lisboa, Julho de 2015 1/8 I - ÂMBITO Artigo Primeiro Âmbito Pessoal O presente Código integra um conjunto de regras e princípios gerais de ética

Leia mais

Edição A. Código de Conduta

Edição A. Código de Conduta Edição A Código de Conduta -- A 2011.09.26 1 de 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 2 2 PRINCÍPIOS E NORMAS GERAIS... 2 a) Trabalho Infantil... 2 b) Trabalho forçado... 2 c) Segurança e bem-estar no local de trabalho...

Leia mais

A SINIGAGLIA, endossa e pratica de forma sistemática os princípios do Pacto Global 1 da ONU, integrando-os a seus processos:

A SINIGAGLIA, endossa e pratica de forma sistemática os princípios do Pacto Global 1 da ONU, integrando-os a seus processos: INTRODUÇÃO O regime da livre iniciativa impõe às organizações e seus integrantes a conduzirem-se dentro de um ambiente de respeito e entendimento, zelando para que toda e qualquer forma de relacionamento,

Leia mais

Condições gerais sobre o uso da aplicação web do fornecedor de transporte

Condições gerais sobre o uso da aplicação web do fornecedor de transporte Condições gerais sobre o uso da aplicação web do fornecedor de transporte Proteção de dados É do conhecimento do contratante que, não só a informação referente à empresa particularmente informação referente

Leia mais

Código de Conduta ATUE COM INTEGRIDADE, CRESÇA SUSTENTAVELMENTE. Hilti. Supera expectativas.

Código de Conduta ATUE COM INTEGRIDADE, CRESÇA SUSTENTAVELMENTE. Hilti. Supera expectativas. ATUE COM INTEGRIDADE, CRESÇA SUSTENTAVELMENTE. Hilti. Supera expectativas. Exmo. Sr./Exma. Sra. Caros colegas, A Página Aplicação do Código de Conduta da Hilti 6 Para a Hilti, existe um elo inseparável

Leia mais

Associação Portuguesa de Psicoterapia Centrada na Pessoa e de Counselling. Código Deontológico

Associação Portuguesa de Psicoterapia Centrada na Pessoa e de Counselling. Código Deontológico Associação Portuguesa de Psicoterapia Centrada na Pessoa e de Counselling Código Deontológico Art. 1 Princípios Gerais 1. O Psicoterapeuta e o Counsellor alicerçam as suas actividades profissionais no

Leia mais

I - Você e a DBA. II - Construir relacionamentos

I - Você e a DBA. II - Construir relacionamentos O código de ética DBA representa a necessidade de reforço aos valores e à cultura da empresa através da ética. Assim, é fundado nos valores essenciais da corporação e pode ser definido pelas normas padrões

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E INTEGRIDADE DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE CONDUTA E INTEGRIDADE DE FORNECEDORES SUMÁRIO 1. Introdução... 04 2. Abrangência... 04 3. Objetivo... 04 4. Princípios Éticos... 05 5. Preconceitos e Discriminação... 05 6. Respeito à Legislação e Integridade nos Negócios... 05 7. Documentos,

Leia mais

Política de direitos humanos

Política de direitos humanos Política de direitos humanos Galp Energia in NR-002/2014 1. ENQUADRAMENTO Na sua Política de Responsabilidade Corporativa, aprovada em 2012, a GALP ENERGIA estabeleceu os seguintes compromissos em matéria

Leia mais

MENSAGEM AO FORNECEDOR

MENSAGEM AO FORNECEDOR MENSAGEM AO FORNECEDOR O Código de Conduta da AABB Porto Alegre para fornecedores é um documento abrangente, que trata de temas diretamente ligados ao nosso cotidiano de relações. Neste material, explicitamos

Leia mais

Princípio da Solidariedade: Responsabilidade de todos os cidadãos na concretização das finalidades do voluntariado;

Princípio da Solidariedade: Responsabilidade de todos os cidadãos na concretização das finalidades do voluntariado; 1. DEFINIÇÃO DE VOLUNTARIADO é o conjunto de acções de interesse social e comunitário, realizadas de forma desinteressada por pessoas, no âmbito de projectos, programas e outras formas de intervenção ao

Leia mais

TIPO DOC. RESOLUÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL DO SERPRO CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL DO SERPRO

TIPO DOC. RESOLUÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL DO SERPRO CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL DO SERPRO TPO DOC. 1/7 1. CONSDERAÇÕES O papel social de uma instituição vai além do que preveem as leis que a regem. O Serviço Federal de Processamento de Dados - SERPRO, ao prestar serviços baseados na tecnologia

Leia mais

Pelo exposto, o Grupo Galp Energia empenhar-se-á em:

Pelo exposto, o Grupo Galp Energia empenhar-se-á em: O Grupo Galp Energia, através dos seus órgãos máximos de gestão, entende que uma organização responsável, para além de respeitar integralmente toda a legislação aplicável geral e/ou específica incorpora

Leia mais

Código de Ética Rastru

Código de Ética Rastru CÓDIGO DE ÉTICA RASTRU O objetivo desse Código de É tica é definir com clareza os princípios éticos que norteiam as ações e os compromissos da organização Rastru, tanto da parte institucional como da parte

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA RECEBA MAIS QUE TECNOLOGIA

CÓDIGO DE ÉTICA RECEBA MAIS QUE TECNOLOGIA CÓDIGO DE ÉTICA RECEBA MAIS QUE TECNOLOGIA Código de Ética e de Responsabilidade Social Propósitos A ACE Schmersal tem uma atuação corporativa pautada em valores éticos e morais. Estes mesmos valores regem

Leia mais

c. Promover o comportamento ético no ambiente em que atuamos.

c. Promover o comportamento ético no ambiente em que atuamos. Introdução O Código de Ética e Conduta foi aprovado em reunião do Conselho de Administração em 03/08/2015. É um documento que resume as principais políticas e diretrizes que definem as regras orientadoras

Leia mais

Política de Responsabilidade Corporativa

Política de Responsabilidade Corporativa Política de Responsabilidade Corporativa Índice 1. Introdução...04 2. Área de aplicação...04 3. Compromissos e princípios de atuação...04 3.1. Excelência no serviço...05 3.2. Compromisso com os resultados...05

Leia mais

Código de Ética e de Conduta Empresarial

Código de Ética e de Conduta Empresarial O da Irmãos Parasmo S/A leva em consideração os elementos essenciais existentes nas suas relações com os seus diferentes públicos acionistas, clientes, colaboradores, fornecedores, prestadores de serviços,

Leia mais

Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial

Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial É sempre exigido um comportamento legal e ético Este Resumo das políticas de conduta comercial (este "Resumo") fornece uma descrição

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. da AMBISIDER RECUPERAÇÕES AMBIENTAIS, SA

CÓDIGO DE ÉTICA. da AMBISIDER RECUPERAÇÕES AMBIENTAIS, SA CÓDIGO DE ÉTICA da AMBISIDER RECUPERAÇÕES AMBIENTAIS, SA 1 CÓDIGO DE ÉTICA Preâmbulo O presente Código de Ética é um conjunto de princípios e valores fundamentais que se traduzem na prática e no dia-a-dia

Leia mais

Prezado colaborador, Atenciosamente, Rick Goings Presidente e CEO - 1 -

Prezado colaborador, Atenciosamente, Rick Goings Presidente e CEO - 1 - Prezado colaborador, Há mais de sessenta anos que o nome Tupperware representa os mais altos padrões de qualidade de produto. Levamos a sério a qualidade e a integridade dos nossos produtos e somos uma

Leia mais

Política de Privacidade da Plataforma Comercial de Viagens Travelport para o GDS

Política de Privacidade da Plataforma Comercial de Viagens Travelport para o GDS Política de Privacidade da Plataforma Comercial de Viagens Travelport para o GDS Bem-vindo/a a este website da Travelport. Na Travelport reconhecemos a importância de proteger a privacidade dos dados pessoais

Leia mais

Princípios Gerais de Negócio da Shell

Princípios Gerais de Negócio da Shell Princípios Gerais de Negócio da Shell Royal Dutch Shell plc Introdução Os Princípios Gerais de Negócio da Shell regem a forma como cada uma das empresas que constituem o Grupo Shell* deve conduzir as suas

Leia mais

Montepio, Portugal. Tecnologia de recirculação de notas na optimização dos processos de autenticação e de escolha por qualidade

Montepio, Portugal. Tecnologia de recirculação de notas na optimização dos processos de autenticação e de escolha por qualidade Montepio, Portugal Tecnologia de recirculação de notas na optimização dos processos de autenticação e de escolha por qualidade A qualidade e fiabilidade dos recirculadores Vertera foram determinantes na

Leia mais

Código de Conduta de Negócios & Ética. Efetivo a partir de 1º de abril de 2014

Código de Conduta de Negócios & Ética. Efetivo a partir de 1º de abril de 2014 Código de Conduta de Negócios & Ética Efetivo a partir de 1º de abril de 2014 Mensagem do Presidente & CEO A integridade pessoal, os valores compartilhados e a conduta ética dos negócios por todos os funcionários

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTO RESPONSÁVEL E DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE INVESTIMENTO RESPONSÁVEL E DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL SUL AMÉRICA INVESTIMENTOS DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A POLÍTICA DE INVESTIMENTO RESPONSÁVEL E DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Índice: 1 OBJETIVO 2 2 CONCEITOS E DEFINIÇÕES 2 3

Leia mais

Política de Subcontratação

Política de Subcontratação 1. Introdução O presente documento define a Política de Subcontratação adoptada pelo Banco Espírito Santo de Investimento, S.A. ( BES Investimento ou Banco ). A Política de Subcontratação baseia-se na

Leia mais

GRUPO SAG CÓDIGO DE CONDUTA

GRUPO SAG CÓDIGO DE CONDUTA GRUPO SAG CÓDIGO DE CONDUTA 1. Preâmbulo O perfil das empresas e a sua imagem estão cada vez mais interligados não só com o desempenho económico e financeiro, mas também com o quadro de valores, princípios

Leia mais

O bem estar do seu pet é a principal preocupação da PURINA PORTUGAL. Este objetivo

O bem estar do seu pet é a principal preocupação da PURINA PORTUGAL. Este objetivo O serviço PETSHARING O bem estar do seu pet é a principal preocupação da PURINA PORTUGAL. Este objetivo é partilhado por toda uma comunidade de PETLOVERS. Neste sentido foi criada a Plataforma de PETSHARING,

Leia mais

Código de Ética CÓDIGO DE ÉTICA GRUPO BONSUCESSO 1

Código de Ética CÓDIGO DE ÉTICA GRUPO BONSUCESSO 1 Código de Ética CÓDIGO DE ÉTICA GRUPO BONSUCESSO 1 CÓDIGO DE ÉTICA GRUPO BONSUCESSO 2 Sumário 1. Introdução...3 2. Postura pessoal e profissional...4 3. Relacionamento com público interno...6 4. Relacionamento

Leia mais

Apresentação. Após a leitura, o colaborador deve atestar que se compromete a respeitar os padrões estabelecidos nesse documento.

Apresentação. Após a leitura, o colaborador deve atestar que se compromete a respeitar os padrões estabelecidos nesse documento. CÓDIGO DE ÉTICA 1 2 3 Apresentação Apresentamos a todos o Código de Ética do Banco A.J Renner S.A. Este código contém as orientações que devem ser seguidas individual e coletivamente na busca pela excelência

Leia mais

Orientações para desenvolver uma Política de DPC Provas requeridas para a acreditação Acrescentando valor: conjunto de boas práticas

Orientações para desenvolver uma Política de DPC Provas requeridas para a acreditação Acrescentando valor: conjunto de boas práticas CRITÉRIO 2: COMISSÃO DE INTERNA Este capítulo inclui: Visão geral Orientações para desenvolver uma Política de Provas requeridas para a acreditação Acrescentando valor: conjunto de boas práticas VISÃO

Leia mais

Código de Ética e Conduta Profissional

Código de Ética e Conduta Profissional Código de Ética e Conduta Profissional ÍNDICE DISPOSIÇÕES INTRODUTÓRIAS 1 ARTIGO 1º. - Âmbito de Aplicação 1 ARTIGO 2º. Princípios Aplicáveis 2 ARTIGO 3º. Relação com os clientes/consumidores 3 ARTIGO

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta Ética das Empresas Concremat contempla os princípios que devem estar presentes nas relações da empresa com seus colaboradores, clientes,

Leia mais

Requisitos do Grupo Volkswagen relativos à sustentabilidade nas relações com os seus parceiros comerciais (Code of Conduct para parceiros comerciais)

Requisitos do Grupo Volkswagen relativos à sustentabilidade nas relações com os seus parceiros comerciais (Code of Conduct para parceiros comerciais) Requisitos do Grupo Volkswagen relativos à sustentabilidade nas relações com os seus parceiros comerciais (Code of Conduct para parceiros comerciais) I. Preâmbulo Os requisitos que se seguem especificam

Leia mais

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg Valores & Princípios Grupo Freudenberg C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o Nossos Princípios & Conduta e Comportamento 3 Os Nossos Princípios e o documento de

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos NOÇÕES DE OHSAS 18001:2007 CONCEITOS ELEMENTARES SISTEMA DE GESTÃO DE SSO OHSAS 18001:2007? FERRAMENTA ELEMENTAR CICLO DE PDCA (OHSAS 18001:2007) 4.6 ANÁLISE CRÍTICA 4.3 PLANEJAMENTO A P C D 4.5 VERIFICAÇÃO

Leia mais

Código de Ética - Ultra

Código de Ética - Ultra Código de Ética - Ultra Ética na gestão - Equidade, transparência e responsabilidade - Cumprimento das leis - Desenvolvimento sustentável Ética nos relacionamentos - Acionistas e investidores - Colaboradores

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SUPRIMENTO DE MATERIAL E SERVIÇOS GSS CÓDIGO DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS

SUPERINTENDÊNCIA DE SUPRIMENTO DE MATERIAL E SERVIÇOS GSS CÓDIGO DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS CÓDIGO DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS ELETRONORTE SUPERINTENDÊNCIA DE SUPRIMENTO DE MATERIAL E SERVIÇOS GSS CÓDIGO DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS 1 2

Leia mais

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Caro Parceiro de Negócio, A história da nossa empresa inclui um compromisso de longa data em estar de acordo com as leis onde quer que atuemos e realizar nossos

Leia mais

Código de Ética e Conduta do IAPMEI

Código de Ética e Conduta do IAPMEI Código de Ética e Conduta do IAPMEI Âmbito e Objectivo do Documento Públicas (Lei n.º 58/2008, de 9 de Setembro) e da Carta Ética da Administração Pública. O Código de Ética e Normas de Conduta aplica-se

Leia mais

POLÍTICA DE DIVERSIDADE DO GRUPO EDP

POLÍTICA DE DIVERSIDADE DO GRUPO EDP POLÍTICA DE DIVERSIDADE DO GRUPO EDP CONTEXTO Respeitar a diversidade social e a representatividade presente nas comunidades em que as organizações se inserem é um dever ético e simultaneamente um fator

Leia mais

Capítulo: Proteção às Informações

Capítulo: Proteção às Informações Visão Geral 2 a 1 / 5 1 Para o, Inc., denominada a Empresa, as informações representam um ativo crucial. A proteção e utilização adequadas de informações em nossa posse são fundamentais para que a empresa

Leia mais

POLÍTICA A. OBJETIVO... 2 B. ABRANGÊNCIA... 2 C. VIGÊNCIA... 2 D. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 1. DEFINIÇÕES... 2 2. INTRODUÇÃO... 3 3. GOVERNANÇA...

POLÍTICA A. OBJETIVO... 2 B. ABRANGÊNCIA... 2 C. VIGÊNCIA... 2 D. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 1. DEFINIÇÕES... 2 2. INTRODUÇÃO... 3 3. GOVERNANÇA... A. OBJETIVO... 2 B. ABRANGÊNCIA... 2 C. VIGÊNCIA... 2 D. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 1. DEFINIÇÕES... 2 2. INTRODUÇÃO... 3 3. GOVERNANÇA... 4 4. RELACIONAMENTO E ENGAJAMENTO COM PARTES INTERESSADAS... 4 5.

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA, MANUAL DE CONDUTA E PROCEDIMENTOS

CÓDIGO DE ÉTICA, MANUAL DE CONDUTA E PROCEDIMENTOS CÓDIGO DE ÉTICA, MANUAL DE CONDUTA E PROCEDIMENTOS A quem se destina este Manual Este manual reúne o conjunto de normas e procedimentos a serem seguidos por TODOS aqueles que trabalham na S.C.C.V.M. S/A,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA SOMMA INVESTIMENTOS

CÓDIGO DE ÉTICA DA SOMMA INVESTIMENTOS 1. O CÓDIGO Este Código de Ética (Código) determina as práticas e padrões éticos a serem seguidos por todos os colaboradores da SOMMA INVESTIMENTOS. 2. APLICABILIDADE Esta política é aplicável: 2.1. A

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA - PORTAL

CÓDIGO DE ÉTICA - PORTAL 1. Disposições Preliminares Este Código de Ética tem como principal objetivo informar aos colaboradores, prestadores de serviço, clientes e fornecedores da Petronect quais são os princípios éticos que

Leia mais

Fazer o que é correcto

Fazer o que é correcto www.pwc.com/pt Fazer o que é correcto Código de conduta A PwC é, e quer continuar a ser, reconhecida como a organização honrada e fiável de que todos nos orgulhamos, tendo por base a nossa reputação e

Leia mais

Política de Tratamento de Clientes e Terceiros. Nos termos da Norma Regulamentar ISP n.º10/2009-r, de 25 de Junho

Política de Tratamento de Clientes e Terceiros. Nos termos da Norma Regulamentar ISP n.º10/2009-r, de 25 de Junho Política de Tratamento de Clientes e Terceiros Nos termos da Norma Regulamentar ISP n.º10/2009-r, de 25 de Junho 31 de Agosto de 2009 Índice INTRODUÇÃO-----------------------------------------------------------------------------------------------------------2

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL ENTRE O GRUPO PORTUGAL TELECOM, A UNI (UNION NETWORK INTERNATIONAL), SINTTAV, STPT E SINDETELCO

CÓDIGO DE CONDUTA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL ENTRE O GRUPO PORTUGAL TELECOM, A UNI (UNION NETWORK INTERNATIONAL), SINTTAV, STPT E SINDETELCO CÓDIGO DE CONDUTA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL ENTRE O GRUPO PORTUGAL TELECOM, A UNI (UNION NETWORK INTERNATIONAL), SINTTAV, STPT E SINDETELCO PREÂMBULO O presente Acordo concretiza os objectivos das conversações

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA RESPONSABILIDADE SOCIAL Porquê? Enquadramento 7 Príncipios 3 Expectativas Para quê? Principais benefícios Vantagens O quê? Descrição dos serviços ÍÍNDICE Com quem? Profissionais especializados Porquê?

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de

Leia mais

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros.

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros. Âmbito de aplicação O presente Código de Conduta aplica-se a toda a estrutura GUARDIAN Sociedade de Mediação de Seguros, Lda., seguidamente designada por GUARDIAN, sem prejuízo das disposições legais ou

Leia mais

POLÍTICA DE TRATAMENTO DE CLIENTES E TERCEIROS

POLÍTICA DE TRATAMENTO DE CLIENTES E TERCEIROS 1/5 POLÍTICA DE TRATAMENTO DE CLIENTES E TERCEIROS ÍNDICE 1. OBJETIVO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO... 1 2. DEFINIÇÕES... 1 3. PRINCÍPIOS E NORMAS DE ATUAÇÃO... 2 3.1. PRINCÍPIO DA NÃO DISCRIMINAÇÃO... 2 3.2.

Leia mais

Política de Combate a Suborno e Corrupção. Revisão Data Itens Alterados Elaboradores Aprovadores

Política de Combate a Suborno e Corrupção. Revisão Data Itens Alterados Elaboradores Aprovadores Revisão Data Itens Alterados Elaboradores Aprovadores 00 12/02/2015 Original Natalia Simões Araujo (Coordenadora Funções Corporativas e Compliance) Antonio Ferreira Martins (Vice- Presidente Jurídico e

Leia mais

INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL

INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL Ano 2013 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA Caro Colaborador Estamos entregando o Código de Ética e Conduta da Instituição, o qual fará parte

Leia mais

Mensagem da Diretoria

Mensagem da Diretoria 2007 A Mensagem da Diretoria história da Responsabilidade Social na Copacol está intrínseca desde que abriu as portas do cooperativismo no Oeste do Paraná, em 1963. Com a assinatura do Pacto Global, essa

Leia mais

A Siemens não tolera comportamentos que violem

A Siemens não tolera comportamentos que violem Compliance Office A Siemens não tolera comportamentos que violem as regras de Compliance O que é exactamente t O Compliance? Quando se fala de Compliance, fala-se em agir em conformidade com as regras

Leia mais

Padrões de Conduta e Ética em Negócios para Terceiros

Padrões de Conduta e Ética em Negócios para Terceiros Todas as atividades de negócios na Bristol-Myers Squibb (BMS) estruturam-se sobre a base do nosso compromisso com a integridade e o cumprimento de todas as leis, regulamentações, diretrizes e códigos de

Leia mais

IINSTRUÇÃO DO SISTEMA. Código de conduta

IINSTRUÇÃO DO SISTEMA. Código de conduta 1 de 7 Revisão Data Assunto / revisão / modificação 00 16/04/15 Emissão Inicial. Nome Cargo Data Assinatura Consultor / Gerente EMITENTE Maciel Amaro Técnico / RD Valéria Ap. R. Amaro Diretora administrativa

Leia mais

Política Anti-Suborno da ADP Questões Frequentes (FAQs)

Política Anti-Suborno da ADP Questões Frequentes (FAQs) Política Anti-Suborno da ADP Questões Frequentes (FAQs) AS COMUNICAÇÕES ENTRE ADVOGADO E CLIENTE SÃO ESTRITAMENTE CONFIDENCIAIS Este documento destina-se a abordar questões que possam surgir no decurso

Leia mais

INUAF Instituto Superior Dom Afonso III

INUAF Instituto Superior Dom Afonso III AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE COLABORADORES EM FUNÇÕES NÃO DOCENTES QUADRO DE REFERÊNCIA 1. APRESENTAÇÃO DA UNIDADE ORGÂNICA O Instituto Superior Dom Afonso III, adiante designado por INUAF, é um estabelecimento

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E BOAS PRÁTICAS

CÓDIGO DE CONDUTA E BOAS PRÁTICAS CÓDIGO DE CONDUTA E BOAS PRÁTICAS Fundação Alentejo no Alentejo e para o Alentejo, um projeto para além da esperança Fernanda Ramos 1992 Aprovado na reunião do Conselho de Administração da FA Novembro

Leia mais