CLONAGEM TERAPÊUTICA: ATÉ ONDE AVANÇAR SEM AGREDIR 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CLONAGEM TERAPÊUTICA: ATÉ ONDE AVANÇAR SEM AGREDIR 1"

Transcrição

1 CLONAGEM TERAPÊUTICA: ATÉ ONDE AVANÇAR SEM AGREDIR 1 RESUMO Um dos temas bastante polêmicos na atualidade é a clonagem terapêutica. Isso se deve ao fato dessas experiências envolverem embriões humanos como fontes de obtenção de células-tronco e, já que é a vida do embrião que está em questão, a clonagem terapêutica, além de ser objeto das Ciências Biológicas, diz respeito ainda à Bioética, ao Biodireito etc. Neste sentido, o presente trabalho teve por objetivo o levantamento e o debate acerca dos pontos controversos referentes à clonagem terapêutica e, a partir daí, propôs medidas que conciliem o desenvolvimento dessa técnica com o bemestar das gerações presentes e futuras, tendo sempre como pressupostos os direitos e princípios fundamentais, consubstanciados em nossa Lei Maior. Palavras-chave: clonagem terapêutica, células-tronco embrionárias, bioética, direitos fundamentais. ABSTRACT One of the most controversial themes at the present time is the therapeutic cloning. That is due to the fact of those experiences involve humans embryos as sources of cell-log obtaining and, how is the embryo s life that is in question, the therapeutic cloning, besides being object of the biological sciences, it tells also about Bioethics, Bioright etc. In this sense, the present work had for objective the rising and the debate of the controversial points concerned about therapeutic cloning and, from that, propose measures that reconcile the development of this technique with the well-being of the present and future generations, having always as pressupositions the rights and fundamental beginnings established in our Federal Constitution. 1 Trabalho realizado por Carla Fontenele Cabral Ribeiro aluna do Curso de Direito da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), sob a orientação de Ana Maria D Ávila Lopes possui pós-doutorado e é professora dos Cursos de Gradução, Mestrado e Doutorado da UNIFOR. 1

2 Key-words: therapeutic cloning, embryonic cells-log, bioethics, fundamental rights. INTRODUÇÃO A clonagem terapêutica é um procedimento laboratorial extremamente revolucionário que visa a obtenção de tecidos e órgãos para a realização de transplantes, através de reprodução assexuada. Como a própria nomenclatura já induz, a clonagem terapêutica tem como escopo a cura ou, pelo menos, a melhoria na saúde e qualidade de vida de pessoas portadoras de alguma anomalia. Para atingir o fim pretendido por essa técnica, os cientistas utilizam o procedimento denominado transferência nuclear, que consiste na transferência de núcleo de uma célula somática, originada, em regra, de um embrião, para um óvulo previamente enucleado, e, nos últimos anos, buscam incessantemente a produção de células-tronco 2. Estas têm a capacidade de originar qualquer tecido, mesmo nos casos delas já terem sofrido o processo de diferenciação, pois foi descoberto, através da experiência que produziu a ovelha Dolly, que uma célula-somática poderá ser reprogramada ao estágio inicial e voltar a ser totipotente quando submetida ao procedimento de transferência nuclear. Isso, provavelmente, ocorre porque o óvulo possui mecanismos, ainda desconhecidos, para reprogramar o DNA de modo a tornar todos os seus genes novamente ativos, o que ocorre no processo normal de fertilização. Os embriões utilizados nessas experimentações constituem o cerne das discussões acerca da clonagem terapêutica nos diversos campos do conhecimento. 2 Para entender melhor o processo de diferenciação das células-tronco, consulte: ZATS, Mayana. Clonagem e Células-tronco. Estudos Avançados, v.18, n.51, p , mai./ago

3 Neste panorama, o presente trabalho teve por objetivo analisar os impactos que essas experiências causaram, bem como os posicionamentos ético-jurídicos acerca da matéria. Para tanto, foi necessária uma exaustiva consulta na legislação pátria referente ao tema, principalmente na Constituição Federal de 1988 e na Lei /05 (Lei de Biossegurança), bem como analisamos, de forma crítica, os posicionamentos da doutrina nacional e internacional nas áreas do Direito e da Bioética. REFERENCIAL TEÓRICO Neste trabalho, trataremos da clonagem terapêutica, que, segundo Maria Helena Diniz 3, é: [...] realizada para fins terapêuticos, com o escopo de produzir o cultivo de tecidos ou órgãos, partindo de embriões ou das células stem, que são células imaturas com capacidade de auto-regeneração e diferenciação, para reparação de tecidos e órgãos danificados. Roger Abdelmassih 4 aponta três técnicas bem descritas para a preparação de células-tronco, como sendo: [...] a substituição do núcleo de um óvulo pelo núcleo de uma célula adulta de um determinando sujeito, seguindo-se a evolução do embrião até a fase de blastocisto e a utilização da massa celular interna para se obter as células-tronco e, a partir destas, as desejadas células diferenciadas; a transferência de um núcleo de uma célula de um determinado sujeito para um óvulo de um animal e, caso fosse bem sucedida, a operação deveria permitir, supõe-se, o desenvolvimento de um embrião humano, que seria utilizado como no caso anterior; a reprogramação do núcleo da célula de um determinado sujeito pela fusão do citoplasma da célula-tronco com o carioplasma de uma célula somática. Diferentemente da clonagem reprodutiva, que visa a obtenção de um indivíduo geneticamente idêntico ao doador do material genético, ou seja, visa 3 DINIZ, Maria Helena. O estado atual do biodireito. 2ed. São Paulo: Saraiva, p ABDELMASSIH, Roger. Clonagem reprodutiva versus clonagem terapêutica: avanços e limites. São Paulo: Mesa Redonda, Disponível em: <http://www.cjf.gov.br>. Acesso em: 5 de dez

4 a produção de clones, a clonagem terapêutica é um procedimento admitido, de forma pacífica, pelos cientistas, juristas e sociedade em geral. Dráuzio Varella 5, médico cancerologista, justifica a admissibilidade da clonagem terapêutica, explicando que: A clonagem terapêutica oferece a possibilidade de repor tecidos perdido por acidente ou pelo passar dos anos e de tratar doenças neuromusculares, infartos, derrames cerebrais, Alzheimer e outras demências, cegueira, câncer e muitas outras. No entanto, a clonagem terapêutica sofre entraves éticos, morais e jurídicos quando as fontes para obtenção de células-tronco são os embriões descartados em clínicas de reprodução assistida. Isso porque surgem divergências quanto ao momento em que se inicia a vida e, conseqüentemente, quando o respeito à vida e à integridade passam a ser direitos. O professor Marco Segre 6 afirma que a caracterização do momento de início da vida no instante da fecundação, principalmente em países onde o aborto é crime, dificulta e impede o desenvolvimento de novas técnicas de reprodução assistida e, com isso, a produção de embriões excedentes para a reprodução assistida e propõe que: [...] se altere o conceito de momento de início da vida, visando aos referidos objetivos absolutamente pragmáticos, ou que se abram exceções legais que permitam a inutilização de embriões ou, de sua utilização para outros fins [...]. A Bioética, fundamentada em princípios basilares, alega que nos tecidos adultos e no sangue do cordão umbilical e da placenta também existem células-tronco capazes de substituir aquelas obtidas através de células embrionárias e, ainda, que os fins terapêuticos não justificam a eliminação de vidas humanas, mesmo que estas se encontrem no estágio inicial do desenvolvimento. 5 VARELLA, Dráuzio. Clonagem Humana. Estudos Avançados, v. 18, n. 51, mai./ago p SEGRE, Marco. A propósito da utilização de células-tronco embrionárias. Estudos Avançados, v. 18, n. 51, mai./ago p

5 De acordo com Regina Fiúza Sauwen e Severo Hryniewicz 7, bem como a doutrina majoritária, quer seja brasileira, quer seja estrangeira, a Ética é: [...] o conjunto de princípios ou regras avaliados com rigor e consciência crítica; [...] procura desenvolver uma rigorosa avaliação sobre o que é o bem e o que é o mal, preocupando-se em indicar quais os caminhos realizam o homem enquanto agente do bem. O autor Christian de Paul de Barchifontaine 8, por sua vez, ensina que: O conceito de Bioética será entendido como um grito pelo resgate da dignidade da pessoa humana em face aos progressos técnicocientíficos na área da saúde, bem como em face às condições de vida sócio-econômico-políticas, através de um diálogo multiprofissional, multidisciplinar e pluralista. Acerca dessas divergências quanto à utilização ou não de células-tronco embrionárias nas técnicas de clonagem terapêutica é que discorreremos e, posteriormente, traçaremos nossas conclusões e medidas que conciliem o progresso da Ciência com os direitos e princípios fundamentais, positivados em nossa Carta Fundamental da República. RESULTADOS 1. Embriões como fontes de obtenção de células-tronco Os embriões utilizados nas experiências de clonagem terapêutica são, em regra, aqueles descartados por clínicas de fertilização in vitro, por não terem qualidade de implantação ou por terem permanecido muito tempo congelados. Como o Conselho Federal de Medicina proíbe a destruição deles, esses embriões permanecem congelados, os quais, ainda que implantados no útero, dificilmente resultariam em uma gestação, sendo improvável seu desenvolvimento. 7 SAUWEN, Regina Fiúza; HRYNIEWICZ, Severo. O Direito in vitro : da bioética ao biodireito. 2ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris; BARCHIFONTAINE, Christian de Paul de. Bioética e reprodução medicamente assistida. In: PESSINI, Léo; BARCHIFONTAINE, Christian de Paul de (Orgs.). Fundamentos da Bioética. São Paulo: Paulus; p

6 De acordo com o pesquisador Hernan Chaimovich 9, do Instituto de Química da USP, estamos falando da recuperação de embriões cujo destino inexorável é o lixo. Afirma o cientista David Baltimore 10 que se enquadramos o uso de células-tronco como assassinato, vamos desperdiçar uma oportunidade enorme. Esse procedimento é comparado pela maioria dos cientistas à retirada de órgãos de uma pessoa com morte cerebral (mas que poderia permanecer em vida vegetativa). Para esse tipo de pesquisa, o embrião é considerado tão-somente um aglomerado com aproximadamente 100 células (blastocisto) que ainda não possui forma definida. Nessa fase, aparecem estruturas que possuem a capacidade de serem transformadas em qualquer tecido. Os cientistas alegam que a utilização de células-tronco embrionárias representa uma verdadeira transposição das barreiras do autotransplante e da compatibilidade entre doador e receptor. Não obstante, essa fonte de obtenção de células-tronco acarreta sérios questionamentos nos campos da Bioética e do Direito e o principal deles gira em torno dos diferentes conceitos referentes ao momento em que a vida humana passa a ter existência. Segundo os cientistas, só há vida após o instante em que o embrião se fixa ao útero, ou seja, em torno do sétimo dia de gestação. 9 CHAIMOVICH, Hernan. A ciência precisa prevalecer. O Estado de São Paulo, São Paulo, 01 jun Notas e informações. Caderno A, p BALTIMORE, citado por: SEGATTO, Chistiane. Clonagem Terapêutica. Escola Vésper, 10 jun Disponível em: <http://www.escolavesper.com.br/clonagem_terapeutica.htm>. Acesso em: 2 maio

7 Todavia, conforme José Afonso da Silva 11, a vida é: [...] mais um processo (processo vital), que se instaura com a concepção (ou germinação vegetal), transforma-se, progride, mantendo sua identidade, até que muda de qualidade, deixando, então, de ser vida para ser morte. Tudo que interfere em prejuízo deste fluir espontâneo e incessante contraria a vida. Os opositores ao uso dessas células embrionárias para fins terapêuticos argumentam que haveria destruição de embriões humanos e não é ético destruir uma vida para salvar outra, sendo desrespeitados o direito à vida e à integridade do patrimônio genético, consubstanciados nos arts. 5º, caput e 225, 1ª, II da Constituição Federal de 1988, respectivamente. Tratando-se de embriões com vida, sejam ou não viáveis, como ser humanos devem ser respeitados, assim sendo, a produção de embriões humanos destinados à exploração é imoral. A clonagem terapêutica, nesse caso, se assemelha ao fato de uma mulher interromper uma gestação indesejada (aborto), contrariando a dignidade humana própria do embrião. Mesmo o congelamento, na Reprodução Assistida, ofende o respeito devido ao ser humano. Kant 12, em sua obra Metafísica dos Costumes, dispõe que: [...] eles não podem destruir seu filho como se fosse seu artefato (porque nenhum ser dotado de liberdade pode ser classificado assim) ou como sua propriedade nem deixá-lo por conta do acaso, porque com ele se introduziu no mundo não apenas um componente do mundo, mas também um cidadão do mundo num Estado que não lhes pode mais ser indiferente, inclusive legalmente. Sob essa perspectiva, justificar a utilização de embriões descartados nos procedimentos de fertilização artificial, ainda sob a autorização dos doadores do material genético, para a obtenção de células-tronco, sob o pretexto de evitar que o destino daqueles seja o lixo, é um erro ou uma conduta antiética. 11 SILVA, José Afonso da. Curso de Direito Constitucional Positivo. 27ed. São Paulo: Malheiros, p KANT, citado por: SCHOCKENHOFF, Eberhard. Quem é um embrião? Cadernos Adenauer: Bioética, ano III, nº 01, p , nov. 2001, p

8 Destino menos cruel para esses embriões seria a criação de bancos de adoção de embriões. Cogita-se essa idéia em países desenvolvidos, mais especificamente nos Estados Unidos. 2. Outras fontes de células-tronco No que concerne a produção de células-tronco, há ainda outras fontes menos polêmicas que as embrionárias, dentre elas, destacam-se as célulastronco provenientes de indivíduos adultos e as do sangue do cordão umbilical e da placenta. As células-tronco adultas, que são encontradas em vários tecidos, como medula óssea, sangue e fígado, possuem duas limitações à sua utilização: a) a pouca quantidade delas e b) o autotransplante, pois, em doenças genéticas, não serviria. Já as células-tronco provenientes do sangue do cordão umbilical e da placenta, configuram a grande promessa e esperança para o futuro, pois foi descoberto que o sangue do cordão umbilical e da placenta é rico em célulastronco e pesquisas estão sendo realizadas com a finalidade de descobrir o potencial de diferenciação dessas células-tronco em diferentes tecidos. Se esses estudos corresponderem ao que se espera, ou seja, se estas células forem realmente capazes de regenerar tecidos ou órgãos, a Ciência poderá caminhar plenamente, pois não envolveria questões éticas. Além disso, a compatibilidade entre células-tronco do cordão do doador e do receptor seria uma limitação facilmente transposta, pois bastaria a criação de bancos de cordão públicos, à semelhança dos bancos de sangue. Isto porque quanto maior o número de amostras de cordão em um banco, maior a chance de se encontrar um compatível. Vale ressaltar que essa alternativa já está sendo aplicada na China. 8

9 3. Perspectivas na clonagem terapêutica Essas investigações com células-tronco apontam novas direções para o tratamento de muitas doenças e lesões nos tecidos, por exemplo: na pele, queimaduras; nos olhos, doenças na córnea e no cristalino; nos ossos, Osteoporose e Artrite; no pâncreas, Diabetes; no fígado, Hepatite e Cirrose; no cérebro, Mal de Alzheimer, Parkinson, Esclerose Múltipla; nos rins, na medula óssea e no pulmão, Câncer; no sangue, Hemorragia e Imunodeficiência e no coração, enfarte. Dessa forma, milhões de pessoas serão beneficiadas com a aplicação terapêutica de células-tronco. Além disso, a clonagem terapêutica teria a vantagem de evitar a rejeição se o doador fosse o próprio receptor. Por exemplo: um indivíduo que se tornou paraplégico após um acidente, ele mesmo seria o doador, sem se sujeitar ao risco de uma rejeição. 4. Incertezas e restrições na clonagem terapêutica A clonagem terapêutica possui limitações. O doador de células-tronco não poderia ser o próprio receptor quando se tratar de uma doença genética, pois o defeito genético estaria presente em todas as células. Ter-se-ia, assim, o problema da compatibilidade entre doador e receptor. Além disso, não sabemos se, no caso de células clonadas de uma pessoa idosa, teriam a mesma idade do doador ou seriam jovens. Segundo Christine Hauskeller 13, existem quatro razões pelas quais os estudos com células-tronco embrionárias humanas envolvem várias questões problemáticas: 1) Ainda não se sabe se as promessas de cura esperadas com essa pesquisa poderão ser concretizadas. 13 HAUSKELLER, citada por: BÖHMER, Maria. Pesquisa em células-tronco humanas com responsabilidade política. Cadernos Adenauer: Bioética, ano III, nº 01, p , nov. 2001, p

10 2) Essa pesquisa está essencialmente ligada à eliminação de embriões. Ainda não se sabe se os embriões excedentes e as linhagens de células-tronco existentes serão suficientes, e, caso sejam, pra quê? 3) Nos últimos meses, diversas alternativas ficaram mais concretas, prometendo mais êxito. Para a política de incentivo à pesquisa, a correspondente área de atuação é mais rica e livre de problemas éticos. 4) Até agora, ainda não houve suficiente reflexão sobre a influência que cada uma dessas decisões teria sobre o nosso entendimento dos valores fundamentais. É possível que não exista outra área da tecnologia, onde melhor se aplique a seguinte reflexão: A experiência das últimas décadas nos mostra que os desenvolvimentos tecnológicos nos trazem somente as melhorias pretendidas para a vida do homem, será que tanto. Em resumo, a clonagem terapêutica trata-se de uma tecnologia que necessita de muita pesquisa antes de ser aplicada no tratamento clínico. Por esse motivo, a grande esperança está na utilização de células-tronco não embrionárias. 5. Legislação brasileira A Lei (Lei de Biossegurança) entrou em vigor no dia 24 de março de 2005 em nosso País e criou uma legislação específica para as questões atuais, como a manipulação de embriões e a clonagem. Entretanto, no dia 20 de junho de 2005, o ex-procurador-geral da República, Cláudio Fonteles, propôs uma Ação Direta de Inconstitucionalidade ADIN Nº 3526 junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), contestando mais de 20 dispositivos da referida Lei, dentre eles, o artigo 5º, que permite, para fins de pesquisa, a utilização de células-tronco embrionárias obtidas de embriões humanos descartados em clínicas de fertilização in vitro. Para justificar o pedido de declaração de inconstitucionalidade, Cláudio Fonteles argüiu que os embriões são considerados vidas humanas, já que para ele a vida inicia-se com a concepção e, portanto, lhes é assegurada a inviolabilidade do direito à vida, prevista no artigo 5º, caput da Constituição Federal. 10

11 Em contraposição à essa tese, milhares de pessoas que podem vir a ser beneficiadas com as pesquisas e os próprios cientistas asseguram que esses embriões descartados, mesmo que fossem implantados no útero, não seriam viáveis e que, por isso, não há que se falar em vida e em direitos. O julgamento do dia 5 de março de 2008, que decidiria sobre a liberação ou não das pesquisas com células-tronco embrionária em nosso País, foi interrompido com o pedido de vista do ministro Carlos Alberto Menezes Direito. Antes do pedido de vista, o relator da matéria, ministro Carlos Ayres Britto, já havia dado seu voto. Ele é favorável às pesquisas e, em sua sustentação oral, argumentou que a vida começa na fecundação, porém não há pessoa humana embrionária, pois a pessoa humana não se antecipa à metamorfose do embrião. A presidente do STF, ministra Ellen Gracie, adiantou seu voto, antes mesmo de conceder o pedido de vista, se declarando, também, a favor das pesquisas. Ela alegou que a Corte já está sobrecarregada de processos e é preciso adiantar o julgamento deste, que há três anos requer uma solução. Por outro lado, o atual Procurador-Geral da República, Antonio Fernando de Souza, defendeu a inconstitucionalidade da Lei de Biossegurança, afirmando que o artigo 5º da Constituição Federal prevê a inviolabilidade da vida humana. O direito à vida se dá a partir do momento da concepção e retirar células de um ser humano estaria em descompasso com as normas constitucionais. Na mesma linha de argumentação se posicionou o advogado da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Já o advogado do Congresso Nacional, Leonardo Mundim, se posicionou a favor da Lei de Biossegurança e, como argumento, expôs que os 11

12 que têm problemas genéticos ou físicos não podem mais aguardar e que fecundação não é o início da vida. O advogado-geral da União, José Antonio Dias Toffoli, tentou convencer os 11 ministros a permitir as pesquisas, argumentando que o direito do nascituro somente vale se ele nasce com vida. Antes disso, ele não tem direito, ele tem expectativa de direito. Toffoli comparou as diferenças entre as penas impostas a um assassino e a uma mulher que aborta um feto, questionando que, se estamos falando da mesma vida, por que um assassino pode pegar de seis a 20 anos de prisão e a mulher que aborta, de um a quatro de reclusão? Finalmente, citou o fato de que já existe tratamento com células-tronco embrionárias no exterior. Para ele, o cidadão poderá recorrer à Justiça brasileira para que o Sistema Único de Saúde (SUS) pague seu tratamento em outros países e indagou: está correto um brasileiro pobre não ter acesso ao tratamento, enquanto um rico o consegue no exterior? O então julgamento foi suspenso e ainda não há previsão de quando a Suprema Corte voltará a se reunir para decidir o futuro das pesquisas que envolvem células-tronco embrionárias. CONCLUSÃO Este trabalho teve como objetivo principal o levantamento dos diversos posicionamentos no que tange à utilização de células-tronco embrionárias nas experiências que envolvem a clonagem terapêutica e, a partir disso, obtivemos algumas conclusões. De fato, a obtenção de células-tronco através de embriões descartados em clínicas de fertilização acarreta divergências no campo da Bioética, pois, 12

13 para esta, a vida se inicia com a fecundação e, portanto, os embriões são vidas, não sendo justo salvar uma vida em detrimento de outra. Este é o posicionamento por nós adotado. Além disso, a Constituição Federal, ao assegurar à inviolabilidade do direito à vida, não dispôs quando começa e termina a vida nem, muito menos, quando esta é viável ou não. Propomos, então, à essa técnica os direitos e princípios fundamentais como limites, afim de assegurar o bem-estar das gerações presentes e futuras. Para tanto, não nos esquecemos das milhares de pessoas que podem ser beneficiadas com a clonagem terapêutica tampouco pretendemos violar a liberdade científica prevista no art. 5º, XXIX de nossa Carta Magna e, por isso, propomos a utilização de outras fontes de obtenção de células-tronco, como as provenientes do sangue do cordão umbilical ou da placenta, bem como a criação de bancos dessas células. Tudo isso em observância aos princípios e direitos fundamentais, aos princípios bioéticos e às necessidades da sociedade brasileira. BIBLIOGRAFIA ABDELMASSIH, Roger. Clonagem reprodutiva versus clonagem terapêutica: avanços e limites. São Paulo: Mesa Redonda, Disponível em: <http://www.cjf.gov.br>. Acesso em: 5 de dez DINIZ, Maria Helena. O estado atual do biodireito. 2ed. São Paulo: Saraiva, BÖHMER, Maria. Pesquisa em células-tronco humanas com responsabilidade política. Cadernos Adenauer: Bioética, ano III, nº 01, p , nov CHAIMOVICH, Hernan. A ciência precisa prevalecer. O Estado de São Paulo, São Paulo, 01 jun Notas e informações. Caderno A, p

14 PESSINI, Léo; BARCHIFONTAINE, Christian de Paul de (Orgs.). Fundamentos da Bioética. São Paulo: Paulus; SCHOCKENHOFF, Eberhard. Quem é um embrião? Cadernos Adenauer: Bioética, ano III, nº 01, p , nov SAUWEN, Regina Fiúza; HRYNIEWICZ, Severo. O Direito in vitro : da bioética ao biodireito. 2ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris; SEGATTO, Chistiane. Clonagem Terapêutica. Escola Vésper, 10 jun Disponível em: <http://www.escolavesper.com.br/clonagem_terapeutica.htm>. Acesso em: 2 maio SEGRE, Marco. A propósito da utilização de células-tronco embrionárias. Estudos Avançados, v. 18, n. 51, mai./ago p SILVA, José Afonso da. Curso de Direito Constitucional Positivo. 27ed. São Paulo: Malheiros, VARELLA, Dráuzio. Clonagem Humana. Estudos Avançados, v. 18, n. 51, mai./ago p ZATS, Mayana. Clonagem e Células-tronco. Estudos Avançados, v.18, n.51, p , mai./ago

CLONAGEM E CÉLULAS-TRONCO Mayana Zatz (pesquisadora da USP)

CLONAGEM E CÉLULAS-TRONCO Mayana Zatz (pesquisadora da USP) CLONAGEM E CÉLULAS-TRONCO Mayana Zatz (pesquisadora da USP) O QUE É CLONAGEM? A clonagem é um mecanismo comum de propagação da espécie em plantas ou bactérias. Um clone é definido como uma população de

Leia mais

UPGRADE BIOLOGIA 2. Aula 1: Noções de embriologia e células-tronco. Prof. Diego Ceolin

UPGRADE BIOLOGIA 2. Aula 1: Noções de embriologia e células-tronco. Prof. Diego Ceolin UPGRADE BIOLOGIA 2 Aula 1: Noções de embriologia e células-tronco Prof. Diego Ceolin Desenvolvimento Embrionário Animal Divisões Divisões Cavidade (blastocele) celulares celulares Ovo Gastrulação Mórula

Leia mais

O BIODIREITO, A BIOÉTICA E AS CÉLULAS-TRONCO

O BIODIREITO, A BIOÉTICA E AS CÉLULAS-TRONCO 1 O BIODIREITO, A BIOÉTICA E AS CÉLULAS-TRONCO FABENE, L. R. Resumo: O tema apresentado está em voga, e tem presença constante nos meios midiáticos. Isto porque a palavra célula-tronco traz esperança de

Leia mais

Curso de Capacitação em Biossegurança de OGMs Células-tronco Legislação de Biossegurança

Curso de Capacitação em Biossegurança de OGMs Células-tronco Legislação de Biossegurança Curso de Capacitação em Biossegurança de OGMs Células-tronco Legislação de Biossegurança Florianópolis, Agosto 2004 Células-tronco O que são células-tronco e o que podemos fazer com elas? Qual a relação

Leia mais

ASPECTOS CIENTÍFICOS E SOCIAIS DA CLONAGEM REPRODUTIVA E TERAPÊUTICA

ASPECTOS CIENTÍFICOS E SOCIAIS DA CLONAGEM REPRODUTIVA E TERAPÊUTICA Artigo Publicado na Revista Eletrônica F@pciência, Apucarana-PR, v.1, n.1, 41-49, 2007. ASPECTOS CIENTÍFICOS E SOCIAIS DA CLONAGEM REPRODUTIVA E TERAPÊUTICA Rodrigo Therezan de Freitas 1 Denusa Ruotulo

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 126/X ESTABELECE OS PRINCÍPIOS DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA EM CÉLULAS ESTAMINAIS E A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES

PROJECTO DE LEI N.º 126/X ESTABELECE OS PRINCÍPIOS DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA EM CÉLULAS ESTAMINAIS E A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda PROJECTO DE LEI N.º 126/X ESTABELECE OS PRINCÍPIOS DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA EM CÉLULAS ESTAMINAIS E A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES Exposição de motivos O isolamento de

Leia mais

O BIODIREITO FRENTE À UTILIZAÇÃO DAS CÉLULAS-TRONCO. CADENA, Caroline F. dos Santos¹ Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva

O BIODIREITO FRENTE À UTILIZAÇÃO DAS CÉLULAS-TRONCO. CADENA, Caroline F. dos Santos¹ Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva O BIODIREITO FRENTE À UTILIZAÇÃO DAS CÉLULAS-TRONCO CADENA, Caroline F. dos Santos¹ Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva ROSTELATO, Telma Aparecida² Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias

Leia mais

Aproposta dessa série de artigos foi reunir

Aproposta dessa série de artigos foi reunir CLONAGEM E CÉLULAS-TRONCO Mayana Zatz Aproposta dessa série de artigos foi reunir opiniões de cientistas, de um professor de ética e de uma mãe de uma criança afetada por uma grave doença neurodegenerativa

Leia mais

I. Tratamento legislativo dado à matéria em diferentes países

I. Tratamento legislativo dado à matéria em diferentes países Brasília, 26 de maio de 2008 Exma. Sra. Ministra ELLEN GRACIE Presidente do Supremo Tribunal Federal Ação Direta de Inconstitucionalidade ADI n o 3510 Requerente: Procurador-Geral da República Requerido(s):

Leia mais

REQUERIMENTO N, DE 2007 (Da Sra. Ana Arraes e outros)

REQUERIMENTO N, DE 2007 (Da Sra. Ana Arraes e outros) REQUERIMENTO N, DE 2007 (Da Sra. Ana Arraes e outros) Requer seja formulada Moção ao Supremo Tribunal Federal pela constitucionalidade das pesquisas e terapias com células-tronco. Senhor Presidente, Requeremos,

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Células-tronco e a lei de biossegurança Luiz de Carvalho Ramos A Lei de Biossegurança, n 11.105, de 24.03.2005, estabeleceu normas de segurança e mecanismos de fiscalização sobre

Leia mais

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI N o 3.055, DE 2004 (Apensados Projetos de Lei nº 4.555, de 2004, e nº 7.216, de 2006) Cria o Programa Nacional de Coleta, Armazenamento,

Leia mais

3 TERAPIA CELULAR: SONHOS E REALIDADE

3 TERAPIA CELULAR: SONHOS E REALIDADE 38 3 TERAPIA CELULAR: SONHOS E REALIDADE A utilização terapêutica de células-tronco é uma das formas mais promissoras de tratamento de muitas doenças. No entanto, valer-se de tais procedimentos ainda desperta

Leia mais

Clonagem e células-tronco

Clonagem e células-tronco C LONAGEM E C ÉLULAS-T RONCO Clonagem e células-tronco MAYANA ZATS O que é clonagem? ACLONAGEM É UM mecanismo comum de propagação da espécie em plantas ou bactérias. De acordo com Webber (1903) um clone

Leia mais

PARECER SOBRE A INVESTIGAÇÃO EM CÉLULAS ESTAMINAIS

PARECER SOBRE A INVESTIGAÇÃO EM CÉLULAS ESTAMINAIS 47/CNECV/05 PARECER Nº 47 DO CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA PARECER SOBRE A INVESTIGAÇÃO EM CÉLULAS ESTAMINAIS (Novembro de 2005) O presente parecer do Conselho Nacional de Ética para

Leia mais

CÉLULA - TRONCO. São células com capacidade de autorenovação,eficiente

CÉLULA - TRONCO. São células com capacidade de autorenovação,eficiente CÉLULA - TRONCO São células com capacidade de autorenovação,eficiente proliferação, gerando células-filhas com as mesmas características fenotípicas da célula precursora e, ainda, com habilidade de gerar

Leia mais

Células estaminais criam nova esperança contra leucemia (pág.1)

Células estaminais criam nova esperança contra leucemia (pág.1) Células estaminais criam nova esperança contra leucemia (pág.1) Investigadores portugueses e americanos, no âmbito do programa MIT-Portugal, estão usar clinicamente células estaminais para neutralizar

Leia mais

Tipos de células-tronco:

Tipos de células-tronco: Células-tronco Profa. Dra. Patricia Pranke, PhD Professora dehematologia da Faculdade de Farmácia e da Pós-graduação em Ciências Médicas da Faculdade de Medicina, da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM nº 2.121/2015

RESOLUÇÃO CFM nº 2.121/2015 RESOLUÇÃO CFM nº 2.121/2015 Adota as normas éticas para a utilização das técnicas de reprodução assistida sempre em defesa do aperfeiçoamento das práticas e da observância aos princípios éticos e bioéticos

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de DECISÃO DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de DECISÃO DO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 9.7.2003 COM (2003) 390 final 2003/0151 (CNS) Proposta de DECISÃO DO CONSELHO que altera a Decisão 2002/834/CE que adopta o programa específico de investigação,

Leia mais

Células-Tronco e Aspectos Bioéticos

Células-Tronco e Aspectos Bioéticos Células-Tronco e Aspectos Bioéticos Acadêmicas: Ana Paula Sakr Hubie Dayanne Alba Chiumento Isadora Cristina Benvenutti Kalinowski Larissa Sokol Rotta Paula Bragato Futagami O que são Células-Tronco? Tipos

Leia mais

Questão de Vida ou Morte?

Questão de Vida ou Morte? Célula-Tronco: Questão de Vida ou Morte? III Seminário A Filosofia das Origens Fábio Juliano Pacheco, Ph.D. Laboratório de Biologia Celular, Molecular e Auto-Imunidade Centro Universitário Adventista de

Leia mais

Genética Aplicada (GAP) Assunto: Células-tronco, clonagem e transformação gênica

Genética Aplicada (GAP) Assunto: Células-tronco, clonagem e transformação gênica Genética Aplicada (GAP) Assunto: Células-tronco, clonagem e transformação gênica Técnico em Biotecnologia Módulo I Prof. Fábio Zanella Células-Tronco O que é? É um tipo de célula que pode: se diferenciar

Leia mais

CLONAGEM HUMANA. Clonagem reprodutiva

CLONAGEM HUMANA. Clonagem reprodutiva CLONAGEM HUMANA As academias de ciências de todo o mundo estão coesas no apoio ao banimento global da clonagem reprodutiva de seres humanos, apelando para que sejam excluídos deste banimento os casos de

Leia mais

Como funcionam as células-tronco por Stephanie Watson - traduzido por HowStuffWorks Brasil (http://ciencia.hsw.uol.com.br/celulas-tronco.

Como funcionam as células-tronco por Stephanie Watson - traduzido por HowStuffWorks Brasil (http://ciencia.hsw.uol.com.br/celulas-tronco. Como funcionam as células-tronco por Stephanie Watson - traduzido por HowStuffWorks Brasil (http://ciencia.hsw.uol.com.br/celulas-tronco.htm) Introdução - Células-tronco Dentro de um embrião que tem aproximadamente

Leia mais

BIOÉTICA E MANIPULAÇÃO DE EMBRIÕES Prof. Ms. Lia Cristina Campos Pierson Professora de Medicina Forense

BIOÉTICA E MANIPULAÇÃO DE EMBRIÕES Prof. Ms. Lia Cristina Campos Pierson Professora de Medicina Forense BIOÉTICA E MANIPULAÇÃO DE EMBRIÕES Prof. Ms. Lia Cristina Campos Pierson Professora de Medicina Forense A personalidade só começa quando o sujeito tem consciência de si, não como de um eu simplesmente

Leia mais

CÉLULAS-TRONCO - UM ENFOQUE SOBRE PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS E VALORES HUMANOS

CÉLULAS-TRONCO - UM ENFOQUE SOBRE PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS E VALORES HUMANOS CÉLULAS-TRONCO - UM ENFOQUE SOBRE PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS E VALORES HUMANOS Elaborado em 04.2008 Vitor Vilela Guglinski Graduado em Direito pela Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Vianna Júnior.

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 3.638-C, DE 1993. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 3.638-C, DE 1993. O CONGRESSO NACIONAL decreta: COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 3.638-C, DE 1993 Institui normas para a utilização de técnicas de reprodução assistida. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO

Leia mais

ESTUDO SOBRE CÉLULAS-TRONCO

ESTUDO SOBRE CÉLULAS-TRONCO ESTUDO ESTUDO ESTUDO SOBRE CÉLULAS-TRONCO Dr. Hugo Fernandes Junior Consultor Legislativo da Área XVI Saúde Pública e Sanitarismo ESTUDO MARÇO/2004 Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE CÉLULAS-TRONCO (ADULTAS OU EMBRIONÁRIAS) E O TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS SÃO VALIOSAS OPORTUNIDADES PARA O EXERCÍCIO DO AMOR

A UTILIZAÇÃO DE CÉLULAS-TRONCO (ADULTAS OU EMBRIONÁRIAS) E O TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS SÃO VALIOSAS OPORTUNIDADES PARA O EXERCÍCIO DO AMOR 14 DE JUNHO DE 2009 A UTILIZAÇÃO DE CÉLULAS-TRONCO (ADULTAS OU EMBRIONÁRIAS) E O TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS SÃO VALIOSAS OPORTUNIDADES PARA O EXERCÍCIO DO AMOR Recentemente, foi realizado um transplante de

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO VIII DA ORDEM SOCIAL CAPÍTULO II DA SEGURIDADE SOCIAL... Seção II Da Saúde... Art. 199. A assistência à saúde é livre à iniciativa privada. 1º

Leia mais

A CONSTITUCIONALIDADE DAS CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS

A CONSTITUCIONALIDADE DAS CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS A CONSTITUCIONALIDADE DAS CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS ZANZARINI, Diego Rodrigues Discente da Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva ROSTELATO, Telma Aparecida Docente da Faculdade de Ciências

Leia mais

Ética das células-tronco

Ética das células-tronco Ética das células-tronco Mayana Zatz -Professora titular de Genética Coordenadora- CENTRO DE ESTUDOS DO GENOMA HUMANO Presidente da Associação Brasileira de Distrofia Muscular Pró-reitora de Pesquisas-

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/2013

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/2013 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/2013 (Publicada no D.O.U. de 09 de maio de 2013, Seção I, p. 119) Adota as normas éticas para a utilização das técnicas de reprodução assistida, anexas à presente resolução, como

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/13

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/13 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/13 Adota as normas éticas para a utilização das técnicas de reprodução assistida, anexas à presente resolução, como dispositivo deontológico a ser seguido pelos médicos e revoga

Leia mais

PARECER N.º P/01/APB/05 SOBRE A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES HUMANOS EM INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA

PARECER N.º P/01/APB/05 SOBRE A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES HUMANOS EM INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA PARECER N.º P/01/APB/05 SOBRE A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES HUMANOS EM INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA RELATOR: RUI NUNES 1 PREÂMBULO Poucas questões têm despertado tanta controvérsia como a natureza e a atribuição

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM nº 1.957/2010 (Publicada no D.O.U. de 06 de janeiro de 2011, Seção I, p.79) A Resolução CFM nº 1.358/92, após 18 anos de vigência, recebeu modificações relativas

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 3.055, de 2004 (Apensos os PLs 4.555, de 2004; 7.216, de 2006; 2.458, de 2007; 3.322, de 2012 e 3.786, de 2012)

PROJETO DE LEI N o 3.055, de 2004 (Apensos os PLs 4.555, de 2004; 7.216, de 2006; 2.458, de 2007; 3.322, de 2012 e 3.786, de 2012) COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 3.055, de 2004 (Apensos os PLs 4.555, de 2004; 7.216, de 2006; 2.458, de 2007; 3.322, de 2012 e 3.786, de 2012) Cria o Programa Nacional de Coleta,

Leia mais

OS DIREITOS DO NASCITURO DIANTE DA ELIMINAÇÃO DOS EMBRIÕES EXCEDENTES RESUMO

OS DIREITOS DO NASCITURO DIANTE DA ELIMINAÇÃO DOS EMBRIÕES EXCEDENTES RESUMO 1 OS DIREITOS DO NASCITURO DIANTE DA ELIMINAÇÃO DOS EMBRIÕES EXCEDENTES Aly Beydoun 1 RESUMO A biotecnologia possibilitou ao homem o controle sobre a reprodução humana, deixando de ser apenas um fato natural,

Leia mais

Geneticista Mayana Zatz defende mais ousadia nos estudos com células-tronco e revela avanços da área

Geneticista Mayana Zatz defende mais ousadia nos estudos com células-tronco e revela avanços da área Publicada em 23/05/2010 às 07h53m 'O futuro é brilhante' Geneticista Mayana Zatz defende mais ousadia nos estudos com células-tronco e revela avanços da área SÃO PAULO - A notícia de que cientistas do

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 755/2006 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A DECRETA:

PROJETO DE LEI Nº 755/2006 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A DECRETA: PROJETO DE LEI Nº 755/2006 A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CRIAR O BANCO MUNICIPAL DE SANGUE DE CORDÃO UMBILICAL E PLACENTÁRIO, SEU RESPECTIVO CADASTRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Art. 4º Para os efeitos desta lei compete ao Banco Municipal de Sangue de Cordão Umbilical de Neonatos:

Art. 4º Para os efeitos desta lei compete ao Banco Municipal de Sangue de Cordão Umbilical de Neonatos: CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO 200 Nº Despacho PROJETO DE LEI N 755/2006 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CRIAR O BANCO MUNICIPAL DE SANGUE DE CORDÃO UMBILICAL E PLACENTÁRIO, SEU RESPECTIVO CADASTRO E

Leia mais

Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário

Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário Ajudando futuros pais a tomar uma decisão consciente Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa O que é sangue de cordão umbilical

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Células-tronco: Limitações éticas e jurídicas à pesquisa e manipulação Henrique Penido Sumário: Introdução, 1.Célula-tronco Conceito, 2. Terapia celular, 3. Regulamentação nacional,

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Manipulação genética: aspectos morais parte II Antonio Baptista Gonçalves* Semana passada iniciamos algumas reflexões sobre o embrião ser considerado um ser humano, ou não. E, se

Leia mais

reportagem Como o Brasil avança nos estudos de células-tronco 18 HEMO em revista outubro/novembro/dezembro

reportagem Como o Brasil avança nos estudos de células-tronco 18 HEMO em revista outubro/novembro/dezembro Como o Brasil avança nos estudos de células-tronco 18 HEMO em revista outubro/novembro/dezembro Desde a aprovação da Lei de Biossegurança, em 2005, os estudos com células-tronco têm se intensificado e

Leia mais

células Vários tipos de

células Vários tipos de Células tronco Bioquímicas Maria Alice Vieira Willrich Adriana Helena Sedrez Patricia Bernardi Curso de Gestantes Unimed Brusque, 03 de setembro de 2007. O que são células tronco? Tipos de Células-Tronco

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 29, DE 12 DE MAIO DE 2008

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 29, DE 12 DE MAIO DE 2008 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 29, DE 12 DE MAIO DE 2008 Aprova o Regulamento

Leia mais

Possibilidades Clínicas Atuais para Terapia Gênica e de Células Tronco no Tratamento da Fibrose Cística e Outras Doenças Genéticas

Possibilidades Clínicas Atuais para Terapia Gênica e de Células Tronco no Tratamento da Fibrose Cística e Outras Doenças Genéticas Possibilidades Clínicas Atuais para Terapia Gênica e de Células Tronco no Tratamento da Fibrose Cística e Outras Doenças Genéticas Preparado Por Dace Shugg Professor Bob Williamson AO, FRS Professor de

Leia mais

Clonagem A Medicina regenerativa vai ser uma realidade nos próximos anos

Clonagem A Medicina regenerativa vai ser uma realidade nos próximos anos Clonagem A Medicina regenerativa vai ser uma realidade nos próximos anos Entrevista concedida pelo Prof. Carolino Monteiro à revista Oxigénio A classe científica dividiu-se perante o anúncio do nascimento

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA E A RESOLUÇAO. Consa. Claudia Navarro C D Lemos. Junho/ 2011

O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA E A RESOLUÇAO. Consa. Claudia Navarro C D Lemos. Junho/ 2011 O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA E A RESOLUÇAO 1.957/2010 Consa. Claudia Navarro C D Lemos Junho/ 2011 Código de Ética Médica (1965) Art. 53: A inseminação artificial heteróloga não é permitida. A homóloga

Leia mais

ASPECTOS POLÊMICOS DO JULGAMENTO DA ADI DAS CÉLULAS-TRONCO. Patrícia Spagnolo Parise

ASPECTOS POLÊMICOS DO JULGAMENTO DA ADI DAS CÉLULAS-TRONCO. Patrícia Spagnolo Parise ASPECTOS POLÊMICOS DO JULGAMENTO DA ADI DAS CÉLULAS-TRONCO Patrícia Spagnolo Parise Possui graduação em Direito pela Fundação do Ensino Superior de Rio Verde (1996), especialização em Direito Tributário

Leia mais

MODULAR AVANÇADO Disciplina: Direito Civil Tema: Biodireito Prof.: André Barros Data: 09 e 10/07/2007 MATERIAL DE APOIO

MODULAR AVANÇADO Disciplina: Direito Civil Tema: Biodireito Prof.: André Barros Data: 09 e 10/07/2007 MATERIAL DE APOIO MATERIAL DE APOIO 1 - Bebê anencéfala completa 6 meses de vida em Patrocínio Paulista 20/05/07 Em teoria, uma criança anencéfala não teria dor, fome, sentimento, frio, mas a Marcela prova justamente o

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Células-tronco

Nome: Nº: Turma: Células-tronco Biologia Ficha 9 Avançado Rafael mai/13 Nome: Nº: Turma: Células-tronco 1. (UFRGS) Em março de 2005, foi promulgada a Lei de Biossegurança, que autoriza a pesquisa com células-tronco obtidas a partir de

Leia mais

O EMBRIÃO HUMANO PODE SER CONSIDERADO UMA PESSOA DESDE A SUA FORMAÇÃO? QUAL O RESULTADO DA POTENCIALIDADE VERSUS A POSSIBILIDADE?

O EMBRIÃO HUMANO PODE SER CONSIDERADO UMA PESSOA DESDE A SUA FORMAÇÃO? QUAL O RESULTADO DA POTENCIALIDADE VERSUS A POSSIBILIDADE? ISSN 1809-0362 O EMBRIÃO HUMANO PODE SER CONSIDERADO UMA PESSOA DESDE A SUA FORMAÇÃO? QUAL O RESULTADO DA POTENCIALIDADE VERSUS A POSSIBILIDADE? Antônio de Souza Batista* * Profº. Adjunto de Embriologia

Leia mais

CÉLULAS-TRONCO AS CÉLULAS-TRONCO E A BIOÉTICA ESPÍRITA. (*) Trabalhadores do Grupo de Autocura Joanna de Ângelis

CÉLULAS-TRONCO AS CÉLULAS-TRONCO E A BIOÉTICA ESPÍRITA. (*) Trabalhadores do Grupo de Autocura Joanna de Ângelis CÉLULAS-TRONCO AS CÉLULAS-TRONCO E A BIOÉTICA ESPÍRITA. Decio O. Elias (*) e Maria Helena L. Souza (*) CENTRO ESPÍRITA MARIA ANGÉLICA (*) Trabalhadores do Grupo de Autocura Joanna de Ângelis A elaboração

Leia mais

ÍNDICE - 03/05/2007 Correio Braziliense... 2 Coluna...2 O Globo... 4 Economia...4 Anvisa O Globo... 6 Economia...6

ÍNDICE - 03/05/2007 Correio Braziliense... 2 Coluna...2 O Globo... 4 Economia...4 Anvisa O Globo... 6 Economia...6 ÍNDICE - 03/05/2007 Correio Braziliense...2 Coluna...2 Nas Entrelinhas...2 O Globo...4 Economia...4 Especialistas: regra da Anvisa é inconstitucional...4 O Globo...6 Economia...6 Segundo Conar, publicidade

Leia mais

TECNICAS DE AMPLIFICAÇÃO REPRODUTIVA E DE BIOTECNOLOGIA APLICADAS AO MELHORAMENTO ANIMAL

TECNICAS DE AMPLIFICAÇÃO REPRODUTIVA E DE BIOTECNOLOGIA APLICADAS AO MELHORAMENTO ANIMAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE AGRONOMIA ELISEU MACIEL DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELHORAMENTO ANIMAL TECNICAS DE AMPLIFICAÇÃO REPRODUTIVA E DE BIOTECNOLOGIA APLICADAS

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Lei polêmica Projeto restringe poder da CTNBio, proíbe clonagem terapêutica e mobiliza cientistas. O projeto de Lei de Biossegurança nº 2.401, de 2003, que deveria substituir a legislação

Leia mais

Células-tronco: progressos científicos e o futuro das pesquisas

Células-tronco: progressos científicos e o futuro das pesquisas Células-tronco: progressos científicos e o futuro das pesquisas Silvio Higa - Traduzido e adaptado de Stem Cells: Scientific Progress and Future Research Directions - http://www.stemcells.nih.gov/index.asp

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N o 797, DE 2011 I RELATÓRIO

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N o 797, DE 2011 I RELATÓRIO COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 797, DE 2011 Inclui nos programas Sociais e Financeiros do Governo programa específico de apoio à mulher e a adolescente, nos casos de gravidez

Leia mais

CLONAGEM. DICIONÁRIO DE FILOSOFIA MORAL E POLÍTICA Instituto de Filosofia da Linguagem

CLONAGEM. DICIONÁRIO DE FILOSOFIA MORAL E POLÍTICA Instituto de Filosofia da Linguagem CLONAGEM Neste tópico abordaremos a questão ética da clonagem humana. Algumas palavras serão necessárias para introduzir o tipo de teoria que usaremos para equacionar o problema. Depois, destacar-se-ão

Leia mais

SAUDE SAUDE Células Estaminais: Barack Obama levanta restrições a financiamento público

SAUDE SAUDE Células Estaminais: Barack Obama levanta restrições a financiamento público SAUDE SAUDE Células Estaminais: Barack Obama levanta restrições a financiamento público de investigação Washington, 09 Mar (Lusa) - O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai levantar hoje restrições

Leia mais

Jacqueline Loise Lino dos Santos 1, Vanessa Lino dos Santos Silva 2

Jacqueline Loise Lino dos Santos 1, Vanessa Lino dos Santos Silva 2 A VISÃO JURÍDICA E CIENTÍFICA: DAS PESQUISAS COM CÉLULAS TRONCO Jacqueline Loise Lino dos Santos 1, Vanessa Lino dos Santos Silva 2 O desenvolvimento biotecnológico nas pesquisas com células-tronco embrionárias

Leia mais

CÉLULAS-TRONCO: ESPERANÇA PARA O FUTURO DA MEDICINA. O que são células-tronco? células-tronco

CÉLULAS-TRONCO: ESPERANÇA PARA O FUTURO DA MEDICINA. O que são células-tronco? células-tronco Celulas_2006 5/9/05 17:41 Page 3 CÉLULAS-TRONCO: ESPERANÇA PARA O FUTURO DA MEDICINA O que são s-tronco? O corpo humano é formado por cerca de 200 tipos distintos de s, que se juntam de diversas maneiras

Leia mais

O Respeito à Dignidade Humana como conditio sine qua non da pesquisa com células tronco embrionárias. Projeto de Pesquisa FABIANA PIGNANELLI FERREIRA

O Respeito à Dignidade Humana como conditio sine qua non da pesquisa com células tronco embrionárias. Projeto de Pesquisa FABIANA PIGNANELLI FERREIRA FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO O Respeito à Dignidade Humana como conditio sine qua non da pesquisa com células tronco embrionárias Projeto de Pesquisa FABIANA PIGNANELLI FERREIRA

Leia mais

CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS: OFENSA À DIGNIDADE?

CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS: OFENSA À DIGNIDADE? CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS: OFENSA À DIGNIDADE? Ana Paula Pacagnelli INFANTE 1 RESUMO: O trabalho analisa temas polêmicos trazidos com a da lei 11.105/05, dentre eles, a utilização de embriões excedentários

Leia mais

CLONAGEM HUMANA. Maria Elisa Gomes de Freitas Dalcastanhy

CLONAGEM HUMANA. Maria Elisa Gomes de Freitas Dalcastanhy Centro Universitário de Brasília Faculdade de Ciências da Saúde CLONAGEM HUMANA Maria Elisa Gomes de Freitas Dalcastanhy Brasília - 2001 Centro Universitário de Brasília Faculdade de Ciências da Saúde

Leia mais

A morte cerebral é diferente da morte cardíaca: a primeira permite a doação de órgãos e tecidos; a segunda, só a doação de tecidos.

A morte cerebral é diferente da morte cardíaca: a primeira permite a doação de órgãos e tecidos; a segunda, só a doação de tecidos. Doação de órgãos A doação de órgãos é um ato de caridade e amor ao próximo. A cada ano, muitas vidas são salvas por esse gesto altruísta. A conscientização da população sobre a importância da doação de

Leia mais

União Homossexual. Humana Assistida

União Homossexual. Humana Assistida União Homossexual e Reprodução Humana Assistida Dra. Rívia Lamaita II SIMPÓSIO DE DIREITO BIOMÉDICO 04 de junho de 2011 DEBATE ÉTICO SOBRE UNIÃO HOMOSSEXUAL: COMO SURGIU? Parte da razão para o não reconhecimento

Leia mais

Pesquisas brasileiras sobre câncer e doenças cardíacas e cerebrais colocam o País na vanguarda da medicina mundial

Pesquisas brasileiras sobre câncer e doenças cardíacas e cerebrais colocam o País na vanguarda da medicina mundial ISTOÉ - Independente Imprimir Especial BRASIL POTÊNCIA Edição: 2095 30.Dez.09-15:00 Atualizado em 06.Fev.13-12:48 Na Dianteira Do Conhecimento Pesquisas brasileiras sobre câncer e doenças cardíacas e cerebrais

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA E AS BIOTECNOLOGIAS GENÉTICAS E DE REPRODUÇÃO ASSISTIDA

NOVO CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA E AS BIOTECNOLOGIAS GENÉTICAS E DE REPRODUÇÃO ASSISTIDA NOVO CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA E AS BIOTECNOLOGIAS GENÉTICAS E DE REPRODUÇÃO ASSISTIDA Autor: Eduardo Luiz Santos Cabette, Delegado de Polícia, Mestre em Direito Social, Pós graduado com especialização em

Leia mais

TERAPIAS COM CÉLULAS-TRONCO PROMESSA OU REALIDADE?

TERAPIAS COM CÉLULAS-TRONCO PROMESSA OU REALIDADE? TERAPIAS COM CÉLULAS-TRONCO PROMESSA OU REALIDADE? Há algum tempo as pessoas escutam ou leem notícias sobre o imenso potencial das chamadas células-tronco para o tratamento de diferentes doenças, algumas

Leia mais

O QUE É BIODIREITO? Profª. Ms. Patrícia Spagnolo Parise

O QUE É BIODIREITO? Profª. Ms. Patrícia Spagnolo Parise O QUE É BIODIREITO? Profª. Ms. Patrícia Spagnolo Parise RESUMO As últimas décadas têm trazido à humanidade uma imensa revolução nas áreas da Biotecnologia e da Medicina e, como conseqüência, o questionamento

Leia mais

A propósito da utilização de células-tronco embrionárias

A propósito da utilização de células-tronco embrionárias A PROPÓSITO DA U TILIZAÇÃO DE C ÉLULAS-T RONCO E MBRIONÁRIAS A propósito da utilização de células-tronco embrionárias MARCO SEGRE ADISCUSSÃO ÉTICA quanto à utilização de células-tronco de pré-embriões

Leia mais

Dos fundamentos e das aporias do direito à vida

Dos fundamentos e das aporias do direito à vida Dos fundamentos e das aporias do direito à vida Grupo de pesquisa: Direito à vida e direito à morte: a legislação, a doutrina e a jurisprudência Linha de pesquisa: Fundamentos Constitucionais do Direito

Leia mais

Universidade de Cuiabá. Curso de Direito

Universidade de Cuiabá. Curso de Direito PLANO DE ENSINO - ANO 2011/2 1 - IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DISCIPLINA: Biodireito TERMO: 8º semestre CARGA HORARIA: 30 horas PROFESSOR: Clarissa Bottega, Daniela Samaniego e José Diego Costa. 2 - PERFIL

Leia mais

Ética, Genética e Biotecnologia: o uso de células tronco

Ética, Genética e Biotecnologia: o uso de células tronco Ética, Genética e Biotecnologia: o uso de células tronco Apresentação A Lei de Biossegurança e o uso científico de CT embrionárias humanas, aprovados recentemente pelo Congresso Nacional Brasileiro, são

Leia mais

LEI Nº 9.434, DE 04 DE FEVEREIRO DE 1997

LEI Nº 9.434, DE 04 DE FEVEREIRO DE 1997 LEI Nº 9.434, DE 04 DE FEVEREIRO DE 1997 Dispõe sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante e tratamento e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço

Leia mais

Gestação de Substituição ASPECTOS PSICOLÓGICOS II Simpósio de Direito Biomédico OAB Cássia Cançado Avelar Psicóloga Centro Pró-Criar Gestação de Substituição Esse tratamento é indicado para pacientes que

Leia mais

CÉLULAS TRONCO E A DOUTRINA ESPÍRITA

CÉLULAS TRONCO E A DOUTRINA ESPÍRITA CÉLULAS TRONCO E A DOUTRINA ESPÍRITA 1 IMPORTANTE REFLEXÃO SOBRE AS CÉLULAS-TRONCO No intuito de ajudar aqueles que ainda não tenham opinião formada, ou ainda os que tenham dúvidas sobre esta questão,

Leia mais

FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO. Thiago Kotula Brondani

FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO. Thiago Kotula Brondani 1 FILIAÇÃO NA FECUNDAÇÃO IN VITRO Thiago Kotula Brondani Os avanços médicos-científicos e a disseminação das técnicas de reprodução humana assistida tornaram necessária a imposição de limites éticos e

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal )1( oãdróca atneme86242 DE-SM Diário da Justiça de 09/06/2006 03/05/2006 TRIBUNAL PLENO RELATOR : MIN. GILMAR MENDES EMBARGANTE(S) : UNIÃO ADVOGADO(A/S) : ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO EMBARGADO(A/S) : FERNANDA

Leia mais

A FÉ NA CIÊNCIA: CONSTITUCIONALIDADE E LEGITIMIDADE DAS PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS

A FÉ NA CIÊNCIA: CONSTITUCIONALIDADE E LEGITIMIDADE DAS PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS A FÉ NA CIÊNCIA: CONSTITUCIONALIDADE E LEGITIMIDADE DAS PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS Luís Roberto Barroso 1 Sumário: I. Introdução. II. A disciplina legal das pesquisas com células-tronco

Leia mais

TERAPIA GÊNICA. Brasília DF, Julho de 2010.

TERAPIA GÊNICA. Brasília DF, Julho de 2010. Apresentação desenvolvida pelas graduandas em Ciências Farmacêuticas: Ana Carolina Macedo Lima, Ariane Mugnano Castelo Branco, Caroline Cardoso Mendes Souza, Clarisse Danielli Silva Albergaria, Jéssica

Leia mais

Quando a ciência multiplica a vida

Quando a ciência multiplica a vida Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Quando a ciência multiplica a vida (O Estado de São Paulo - Aliás - 06/2/2005) Referência na genética,

Leia mais

A pesquisa com células-tronco embrionárias é inconstitucional?

A pesquisa com células-tronco embrionárias é inconstitucional? A pesquisa com células-tronco embrionárias é inconstitucional? Alberto Machado Cascais Meleiro Leonardo Henrique M. Moraes Oliveira Sumário 1. Apresentação do tema. 2. Os requisitos do art. 5 o da Lei

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 1 EMBRIOLOGIA 1 Atualmente já existem protocolos de pesquisa utilizando células-tronco embrionárias na busca de tratamento para várias doenças humanas,

Leia mais

Dispõe sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante e tratamento e dá outras providências.

Dispõe sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante e tratamento e dá outras providências. LEI N 9.434-4 de Fevereiro de 1997 Dispõe sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante e tratamento e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA Presidência do Conselho de Ministros 53/CNECV/07

CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA Presidência do Conselho de Ministros 53/CNECV/07 53/CNECV/07 PARECER DO CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA PARECER SOBRE OS PROJECTOS DE LEI Nº 126/X (Estabelece os Princípios da Investigação Científica em Células Estaminais e a Utilização

Leia mais

ROGÉRIO MORAES ALGUMAS POLÊMICAS ENVOLVENDO A UTILIZAÇÃO DE CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS NO BRASIL: UM DESAFIO À INOVAÇÃO JURISDICIONAL

ROGÉRIO MORAES ALGUMAS POLÊMICAS ENVOLVENDO A UTILIZAÇÃO DE CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS NO BRASIL: UM DESAFIO À INOVAÇÃO JURISDICIONAL MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER JUDICIÁRIO FGV DIREITO RIO ROGÉRIO MORAES ALGUMAS POLÊMICAS ENVOLVENDO A UTILIZAÇÃO DE CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS NO BRASIL: UM DESAFIO À INOVAÇÃO JURISDICIONAL Rio de Janeiro

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 100/XII/1.ª

PROJECTO DE LEI N.º 100/XII/1.ª Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 100/XII/1.ª GARANTE O ACESSO DE TODAS AS MULHERES À PROCRIAÇÃO MEDICAMENTE ASSISTIDA (PMA) E REGULA O RECURSO À MATERNIDADE DE SUBSTITUIÇÃO, PROCEDENDO À SEGUNDA ALTERAÇÃO

Leia mais

BIOÉTICA SAMEC - SOCIEDADE AMAZONENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA CIESA - CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAZONAS

BIOÉTICA SAMEC - SOCIEDADE AMAZONENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA CIESA - CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAZONAS SAMEC - SOCIEDADE AMAZONENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA CIESA - CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAZONAS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BIOÉTICA FILOSOFIA Manaus/AM, Junho de 21 SAMEC - SOCIEDADE

Leia mais

Mutação e Engenharia Genética

Mutação e Engenharia Genética Mutação e Engenharia Genética Aula Genética - 3º. Ano Ensino Médio - Biologia Prof a. Juliana Fabris Lima Garcia Mutações erros não programados que ocorrem durante o processo de autoduplicação do DNA e

Leia mais

MESA-REDONDA. Clonagem reprodutiva. versus clonagem. terapêutica: avanços e limites

MESA-REDONDA. Clonagem reprodutiva. versus clonagem. terapêutica: avanços e limites MESA-REDONDA Clonagem reprodutiva versus clonagem terapêutica: avanços e limites 29 CLONAGEM REPRODUTIVA E CLONAGEM TERAPÊUTICA: SIGNIFICADO CLÍNICO E IMPLICAÇÕES BIOTECNOLÓGICAS* Roger Abdelmassih RESUMO

Leia mais

LEGALIZAÇÃO DE PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS NO BRASIL

LEGALIZAÇÃO DE PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS NO BRASIL UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS- UNIPAC FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS DE BARBACENA - FADI CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO CAMILA DA SILVA TAVARES LEGALIZAÇÃO DE PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO

Leia mais

Ana Karine de Oliveira Moreira. Admissibilidade e limites da utilização de células-tronco embrionárias para fins terapêuticos

Ana Karine de Oliveira Moreira. Admissibilidade e limites da utilização de células-tronco embrionárias para fins terapêuticos Ana Karine de Oliveira Moreira Admissibilidade e limites da utilização de células-tronco embrionárias para fins terapêuticos Mestrado em Direito Ciências Jurídico-Políticas Trabalho realizado sob a orientação

Leia mais