CECREFATOS. Seguros. Festival de Primavera. Pág. 4. Pág. 2. Ano X Nº 100 Dezembro 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CECREFATOS. Seguros. Festival de Primavera. Pág. 4. Pág. 2. Ano X Nº 100 Dezembro 2014"

Transcrição

1 1 Ano X Nº 100 Dezembro 2014 CECREFATOS Boletim Informativo CECREF - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Fundação Hospitalar e Empregados dos Estabelecimentos Hospitalares de Belo Horizonte Região Metropolitana e Zona da Mata Ltda. DEZ./2014 Seguros A Cecref tem uma novidade para você! A Cooperativa já está disponibilizando aos interessados seguros Residencial pelas seguradoras (Mapfre e Porto Seguro), Automóveis (Zurich, Mapfre, Liberty, HDI, Porto Seguro, Azul e Itaú), Motos (Mapfre e Porto Seguro) e Vida (Mapfre e Mongeral). Pág. 2 Festival de Primavera O Festival de Primavera Cecref, que já se tornou uma tradição entre os cooperados, aconteceu no último dia 25 de outubro, no Clube Abanerj, em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte e reuniu cerca de pessoas. Pág. 4

2 2 Com pesar! Assembleia Geral Extraordinária Unimed FAS Auxílio Funeral Atenção! A Cecref lembra a todos que o Auxílio Funeral (FAS) só é repassado ao cooperado que esteja em dia com o pagamento da mensalidade, cujo valor atual é de R$ 3 reais/mês. Para evitar a perda do direito a recebê-lo no momento em que precisar, faz-se necessária a regularização do débito para aqueles que, porventura, estejam com alguma pendência dessa natureza, ou que o desconto está sendo cobrado a menor. A Cecref tem uma novidade para você! A Cooperativa já está disponibilizando aos interessados seguros Residencial das seguradoras (Mapfre - até 6 x sem juros e Porto Seguro); Automóveis (Mapfre sem juros, pode parcelar até 10 com juros); (Zurich sem juros, pode parcelar até 10 com juros); (Porto Seguro, Azul, Itau - até 4 x sem juros); Liberty, HDI; Motos (Mapfre e Porto Seguro) e Vida (Mapfre e Mongeral). Lembramos que entre os diferenciais desse novo serviço Cecref estão a rapidez na indenização e o atendimento sem burocracia. Além disso, você pode parcelar o valor do seu seguro, com débito automático na sua conta corrente Cecref. Aconteceu, no último dia 11 de dezembro, no auditório da Ocemg/Sescoop, em Belo Horizonte, uma Assembleia Geral Extraordinária, que reuniu os cooperados para votar e aprovar o novo Estatuto da CECREF. A proposição de alteração do Estatuto se deu em função da necessidade de atualização e adequação ao modelo proposto pelo Sicoob. Para conhecimento das alterações aprovadas em Assembleia será disponibilizada versão integral do Estatuto no site da CECREF (www.cecref.coop.br), tão logo haja a homologação pelo Banco Central do Brasil. Como é de conhecimento de todos, os contratos do Convênio Unimed/Cecref sofrem reajuste anual, tendo como data-base o mês de janeiro. Informamos que após negociações com os responsáveis legais deste plano de saúde, o índice acordado foi de 7% para todos os contratos inclusive para a coparticipação. Lembramos que nossos contratos são pré-pagamento, portanto, os cooperados com desconto em folha deverão efetuar até o dia 19 de janeiro, impreterivelmente, o pagamento da diferença da mensalidade da Unimed. Já para os descontos em conta corrente, o valor da mensalidade deverá ser pago com o referido reajuste até a data citada acima, conforme tabela que será divulgada no site e nos Postos de Atendimentos da Cooperativa. Seguros Cecref Para consultar sobre as vantagens oferecidas, extensão e modalidade de cada franquia oferecida, compromissos de indenização, garantia de qualidade em atendimento, acesse o nosso site: ou faça contato com nossos agentes pelo telefone: PA HPS (31) Diretores e Conselheiros da CECREF informam, com pesar, o falecimento de Roberto Meneses Marquesine, um dos primeiros presidentes da Cooperativa, ocorrido em outubro último. Também manifestamos sentimentos aos seus familiares e amigos. CECREF Sede Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Fundação Hospitalar e Empregados dos Estabelecimentos Hospitalares de Belo Horizonte, Região Metropolitana e Zona da Mata Ltda. Rua Ceará, Sala 901-9º andar / Santa Efigênia - CEP / Belo Horizonte - MG EXPEDIENTE Boletim Informativo Cecrefatos Essa é uma publicação da CECREF - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empregados dos Estabelecimentos Hospitalares de Belo Horizonte, Região Metropolitana e Zona da Mata Ltda. Rua Ceará Sala 901/9º andar Santa Efigênia - BH/MG Fone: (31) Site: Conselho de Administração Antônio Moreira Sabino Cláudio Pedrosa Assumpção Cleide de Jesus Damasceno Resende Eliane de Fátima Fernandes Lima Fabrício Sampaio Dias Hedimar José Silva Heloisa Helena Santos Biagini Jordan José Monteiro Lourdes Domingos Nogueira Wagner da Silva Alves Diretoria Executiva Diretor-Presidente José Geraldo de Assis Diretor Financeiro Eugênio de Souza Costa Diretora Administrativa Rosângela Moreira Cosenza Diretor de Crédito Rubens de Paulo Ribeiro Diretora Comercial Marilene Rancanti R. Póvoas Conselho Fiscal Antônio Feliciano da Silva Aristide Vaz da Silva Neto Masblel Fernandes da Silva Nelly Pereira de Souza Ronaldo Marques Ferreira Salmira Elma Martins PA 1 - Hospital Galba Velloso Rua Conde Pereira Carneiro, 364 Gameleira - BH/MG Fone: (31) PA 2 - Hospital João XXIII Av. Alfredo Balena, 400 Santa Efigênia - BH/MG Fone: (31) PA 3 - Fhemig Administração Central Alameda Álvaro Celso, 100 Santa Efigênia - BH/MG Fone: (31) PA 4 - Centro Rua Espírito Santo, 1054 Centro - Juiz de Fora/MG Fone: (32) PA 5 - Santa Casa Av. Barão do Rio Branco, Passos - Juiz de Fora/MG Fone: (32) Redação e editoração: Eficaz Comunicação e Marketing (31) Jornalistas Responsáveis: Vera Lima Bolognini / Valéria Rodrigues Revisão: Ângela Parreiras Tiragem: exemplares Impressão: Gráfica Formato

3 Cecref no Dia C Amor ao próximo, diversão e solidariedade 3 Um ato de solidariedade faz bem a quem recebe carinho e atenção, mas também alegra muito o coração de quem pratica essa doação. O espírito solidário do cooperado Cecref foi mais uma vez determinante para que a Cooperativa participasse, pelo quarto ano consecutivo, juntamente com o Sicoob, do Dia de Cooperar (Dia C) Esse é um projeto criado em 2009, pela Ocemg/Sescoop, e seu objetivo é estimular ações voluntárias de cooperativistas em suas comunidades, para ajudar as pessoas a transformar suas vidas. No Dia C, a Cecref ofereceu um delicioso lanche às moradoras do Lar de Idosas Santa Teresa e Terezinha, que também receberam um kit de higiene pessoal, tratamento de beleza, corte e pintura de cabelos, sobrancelha e maquiagem. Para o asilo, a Cooperativa entregou pacotes de fraldas geriátricas. Para alegrar o ambiente, a conselheira da Cecref, Eliane de Fátima recomendou a participação de um coral, do qual ela faz parte. Foram apresentadas músicas contemporâneas e clássicos da Música Popular Brasileira. Participação efetiva A Cecref mobilizou diretores, funcionários, cooperados e familiares para fazer a campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis, que foram entregues, em Belo Horizonte, para o Lar de Idosas Santa Teresa e Terezinha, Lar Teresa de Jesus, Asilo Cidade Ozanam, Instituto de Apoio a Pessoas Carentes e Portadoras de Câncer e Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Sheila. Em Barbacena, as doações recebidas foram entregues para o Lar Frederico Ozanam, Casa do Velho Amigo e Lar das Velhinhas. Já em Juiz de Fora, os cooperados Cecref se organizaram para proporcionar um lanche para 70 idosos do Asilo João de Freitas. Com a finalidade de contemplar as entidades com um número maior de doações, a direção da Cecref decidiu estender o recebimento dos donativos até o final de outubro. Assim, o ingresso para a entrada no Festival de Primavera foi fornecido com a doação de alimentos não-perecíveis. A direção da Cecref agradece a cada cooperado que fez doação de alimentos não-perecíveis, material de limpeza e kits de higiene pessoal. Quem participou do Dia C Cecref 2014 considera essa uma atitude positiva e recomenda a sua continuidade. Para a Cooperativa, esse é um projeto que veio para ficar, até porque o número de adeptos cresce a cada edição. Segundo o presidente da Cecref, José Geraldo de Assis, o Dia C valoriza a solidariedade por intermédio do trabalho voluntário, com objetivo de proporcionar dias melhores para todos. São iniciativas simples que engrandecem o ser humano. Fotos: Arquivo Cecref Dia C Cecref 2014: uma atitude solidária

4 4 Festival de Primavera promove reencontro entre os cooperados Um sábado de confraternização, dedicado à amizade e muita diversão, com dança, boa música, comida saborosa e um batepapo animado. O Festival de Primavera Cecref, que já se tornou uma tradição entre os cooperados, aconteceu no último dia 25 de outubro, no Clube da Associação dos Funcionários do Antigo Banerj (Abanerj), em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de pessoas, desde bebês até pessoas com 90 anos de idade, participaram do Festival, um espaço para o reencontro e a integração dos cooperados Cecref. O diretor-financeiro, Eugênio Costa, lembra que o Festival acontece há 10 anos e o nome foi inspirado na estação do ano em que tudo floresce. Aproveitamos este clima para solidificar a integração entre cooperados e a Cooperativa, afirma. O fortalecimento da Cooperativa por meio da união de sua base é o que representa para a conselheira administrativa da Cecref, Lourdes Domingos Nogueira, o festival. Cooperar é participar, estar juntos e é isso o que vivenciamos no Festival de Primavera. E para que esse espírito de cooperação prospere cada vez mais, o conselheiro fiscal da Cooperativa, Aristide Vaz, defende a manutenção do Festival como um projeto permanente. É preciso inovar e aperfeiçoálo a partir da troca de ideias e da colaboração de todos, pois os cooperados merecem essa atenção. Hedimar José Silva, também conselheiro administrativo da Cecref, parabeniza os organizadores ressaltando a segurança no local. Além de uma equipe especializada, acostumada a lidar com grandes eventos, tinha um monitor em cada atividade infantil. A segurança foi reforçada, com a presença de salva-vidas nas atividades aquáticas, para que os pais pudessem se divertir à vontade, destacou. Um dia de muita diversão Balanço O número expressivo de participantes, por si só já mostra a grandiosidade do Festival de Primavera. Sabe-se no entanto que, para chegar a esse resultado, foi necessário um esforço abnegado de muitos colaboradores. A diretora Comercial da Cecref, Marilene Rancanti Rodrigues Póvoas, faz um balanço positivo do Festival, lembrando que, ao planejar um encontro dessa dimensão, alguns fatores e cuidados são fundamentais. Do espaço para acolher os convidados com conforto, passando pelos atrativos do evento, sem nos esquecer da segurança dos cooperados e familiares, tudo foi pensado de maneira estratégica. Nossa maior preocupação foi proporcionar a todos diversão, lazer e descontração em clima de alegria e de paz. Fotos: Ag./Eficaz - Valéria Rodrigues Elogios de quem participou do Festival de Primavera Diversão Tenho dois filhos e eles adoraram. Muito bom o evento, excelente, pois ofereceu diversão para crianças e adultos. Eu e minha esposa gostamos de estar juntos às crianças, mas contarmos com segurança e monitores no evento nos ajudou a descontrair mais Márcio Lúcio Barbosa Betim - CSSI/ FHEMIG Integração É enriquecedor desfrutar momentos de verdadeiro carinho. É sempre bom celebrar a vida, em especial quando se está doente. Recentemente fui diagnosticada com câncer e, nesses encontros, a gente se fortalece porque tem atenção especial dos amigos de trabalho, além, é claro, dos meus filhos. Estou me recuperando. Viva a vida, ela vale a pena. Conceição Aparecida dos Santos AD. Central/FHEMIG

5 Plano de Saúde - UNIMED 5 Visando a qualidade cadastral, em atendimento às normas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a partir de janeiro de 2015, a Unimed exigirá apresentação do CPF para a contratação de qualquer plano por ela comercializado. Quem vai precisar apresentar o CPF? Todos os beneficiários: titulares e dependentes, maiores ou menores de dezoito anos, incluindo recém-nascidos e crianças, em todos os tipos de contratação dos planos negociados pela Cecref. Onde solicitar o CPF, caso ainda não possua? Locais: Correios, Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. Taxas: R$ 5,70. Valor cobrado pela Receita Federal (sujeito a alterações pelos órgãos responsáveis). Observação: Beneficiários que possuem Título de eleitor podem fazer o cadastro do CPF pelo site da Receita Federal de forma gratuita, por meio de um formulário eletrônico. O número do CPF ficará disponível em até 48 horas após a solicitação. Quem pode solicitar a inscrição? O próprio contribuinte (quando maior de 16 anos ), ou seu representante legal, judicial ou procurador. Observações: A solicitação da inscrição de menores de 16 anos, tutelados, curatelados e outras pessoas físicas, sujeitas à guarda judicial, deve ser feita pelos pelos respectivos responsáveis. Não há idade mínima para a inscrição (recém-nascidos, por exemplo, podem ser inscritos). É permitida a inscrição de brasileiros ou estrangeiros, residentes no Brasil ou no exterior. Cada pessoa pode se inscrever apenas uma vez. O número do CPF é único e definitivo. Bem-estar Cecref faz parceria com o SESI e garante lazer aos cooperados Preocupada com o bem-estar de seus cooperados, a Cecref firmou uma parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI), para oferecer lazer a seus associados e familiares. Desde outubro, os cooperados Cecref podem desfrutar de toda a estrutura de lazer e diversão, oferecidas pelo Clube Unidade Francisco Netto Motta, em Betim. O associado pode utilizar todas as unidades que integram a Rede SESI de Clubes de Minas Gerais. Para isso, é necessário que compareça à Cooperativa e preencha o Termo de Adesão ao Clube, levando documentos e fotos 3x4 dele e dos dependentes legais ou do agregado. Confira, abaixo, a tabela de preços: MODALIDADE DESCRIÇÃO VALOR 1- Anuidade (Tipo I) Titular, incluindo dependentes legais 12x R$37,00 2- Anuidade (Tipo II) Titular, sem dependentes legais 12x R$22,00 3- Anuidade (Tipo II) Titular, sem dependentes legais, incluindo 01 (hum) agregado 12x R$37,00 Organização Foi a primeira vez que participei e fiquei encantada com a organização e com as pessoas. Foi um dia muito agradável. Maria Silva Pereira Monteiro Mãe do Cooperado Jordan José Monteiro AD. Central/FHEMIG Tradição Adoro participar do Festival, que é uma tradição, um dos benefícios oferecidos pela Cecref, que também nos oferece vantagens de empréstimo a taxas bastantes reduzidas. Recomendo a todos que ingressam na Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), a se associarem. Maria do Rosário Silva Confraternização Gosto muito de festas, de dançar e de me relacionar com as pessoas. Acho esta confraternização maravilhosa. Gostaria que a Cecref investisse mais em outras atividades voltadas para as pessoas da terceira idade. Marina Lúcia dos Santos Dependente de cooperado do IRS/FHEMIG

6 6 CONTABILIDADE Balancete Patrimonial de Agosto/2014 CECREF - CECM. SERV FUND HOSP EMPREG EST HOSP BH, REG MET ZO MATA LTDA. - Rua Ceará,195 - Santa Efigênia - Belo Horizonte MG - CEP: PABX: (031) CNPJ: / Agosto ATIVO (*) Saldo PASSIVO (*) Saldo ATIVO CIRCULANTE ,63 PASSIVO CIRCULANTE ,97 DISPONIBILIDADES ,49 DEPÓSITOS ,61 Caixa ,87 Depósitos a vista ,34 Numerário em Trânsito ,00 Depósitos a prazo ,27 DEPÓSITOS BANCÁRIOS 4.356,62 Outros Depósitos - Depósitos Bancários 4.356,62 RELAÇÕES INTERFINANCEIRAS ,92 RELAÇÕES INTERDEPENDÊNCIAS 85,13 Depósitos na Cecremge ,92 Recursos em Trans. Terceiros 85,13 Numerário em Trânsito - OPERAÇÕES DE CRÉDITO ,09 OBRIGAÇÕES POR EMPRÉSTIMOS ,76 Adiantamento a Depositante ,50 Empréstimos País - Outras Inst ,76 Cheque Especial ,82 OUTRAS OBRIGAÇÕES ,47 Empréstimos NP ,45 Cobrança e Arrec. Trib. Assemelhados ,76 Desconto de Cheques ,59 Sociais e Estatutárias ,65 Desconto de Duplicatas - Fiscais e Previdenciárias ,35 Financiamentos ,01 Relações Interfinanceiras - (-) Provisões Operacionais ( ,28) Diversas ,71 OUTROS CRÉDITOS ,93 RENDAS ANTECIPADAS - Rendas a Receber ,03 Rendas Antecipadas - Diversos ,38 (-) Provisão Outros Créditos (3.982,48) OUTROS VALORES E BENS ,20 PATRIMÔNIO LÍQUIDO ,40 Bens não de Uso Próprio - Capital de Domiciliados no País ,65 Despesas Antecipadas ,20 Capital a Realizar (200,00) PERMANENTE ,30 Reserva de Lucros ,81 INVESTIMENTOS ,30 Sobras ou Perdas Acumuladas (839,06) Partic. Coligadas e Contro. País ,30 CONTAS DE RESULTADO ,56 IMOBILIZADO DE USO ,90 Receitas Operacionais ,19 Outras imobilizações de uso ,01 (-) Despesas Operacionais ( ,63) (-) Depreciação Acumulada ( ,11) Receitas não operacionais - DIFERIDO ,78 (-) Despesas não operacionais - Gastos de Org. e Expansão ,14 (-) Apuração de resultado - (-) Amortização acumulada (71.199,36) INTANGÍVEL ,32 Direito de Uso ,00 (-) Direito de Uso ( ,68) TOTAL DO ATIVO ,93 TOTAL DO PASSIVO ,93 José Geraldo de Assis Diretor-Presidente Eugênio de Souza Costa Diretor-Financeiro Eduardo Aguilar Pereira CRC - MG: / CPF: / Contador

7 CONTABILIDADE 7 Balancete Patrimonial de Setembro/2014 CECREF - CECM. SERV FUND HOSP EMPREG EST HOSP BH, REG MET ZO MATA LTDA. - Rua Ceará,195 - Santa Efigênia - Belo Horizonte MG - CEP: PABX: (031) CNPJ: / Setembro ATIVO (*) Saldo PASSIVO (*) Saldo ATIVO CIRCULANTE ,69 PASSIVO CIRCULANTE ,07 DISPONIBILIDADES ,17 DEPÓSITOS ,71 Caixa ,86 Depósitos a vista ,50 Numerário em Trânsito ,00 Depósitos a prazo ,21 DEPÓSITOS BANCÁRIOS 9.949,31 Outros Depósitos - Depósitos Bancários 9.949,31 RELAÇÕES INTERFINANCEIRAS ,81 RELAÇÕES INTERDEPENDÊNCIAS - Depósitos na Cecremge ,81 Recursos em Trans. Terceiros - Numerário em Trânsito - OPERAÇÕES DE CRÉDITO ,99 OBRIGAÇÕES POR EMPRÉSTIMOS - Adiantamento a Depositante ,54 Empréstimos País - Outras Inst. - Cheque Especial ,48 OUTRAS OBRIGAÇÕES ,36 Empréstimos NP ,50 Cobrança e Arrec. Trib. Assemelhados 7.804,55 Desconto de Cheques ,27 Sociais e Estatutárias ,98 Desconto de Duplicatas 1.923,40 Fiscais e Previdenciárias ,52 Financiamentos ,37 Relações Interfinanceiras - (-) Provisões Operacionais ( ,57) Diversas ,31 OUTROS CRÉDITOS ,55 RENDAS ANTECIPADAS - Rendas a Receber ,63 Rendas Antecipadas - Diversos ,42 (-) Provisão Outros Créditos (4.853,50) OUTROS VALORES E BENS ,17 PATRIMÔNIO LÍQUIDO ,84 Bens não de Uso Próprio - Capital de Domiciliados no País ,70 Despesas Antecipadas ,17 Capital a Realizar (83,61) PERMANENTE ,50 Reserva de Lucros ,81 INVESTIMENTOS ,30 Sobras ou Perdas Acumuladas (839,06) Partic. Coligadas e Contro. País ,30 CONTAS DE RESULTADO ,28 IMOBILIZADO DE USO ,01 Receitas Operacionais ,68 Outras imobilizações de uso ,01 (-) Despesas Operacionais ( ,02) (-) Depreciação Acumulada ( ,00) Receitas não operacionais - DIFERIDO ,65 (-) Despesas não operacionais - Gastos de Org. e Expansão ,14 (-) Apuração de resultado (1.513,38) (-) Amortização acumulada (71.882,49) INTANGÍVEL ,54 Direito de Uso ,00 (-) Direito de Uso ( ,46) TOTAL DO ATIVO ,19 TOTAL DO PASSIVO ,19 José Geraldo de Assis Diretor-Presidente Eugênio de Souza Costa Diretor Financeiro Eduardo Aguilar Pereira CRC - MG: / CPF: / Contador

8 8 Outubro Balancete Patrimonial de Outubro/2014 CONTABILIDADE CECREF - CECM. SERV FUND HOSP EMPREG EST HOSP BH, REG MET ZO MATA LTDA. - Rua Ceará,195 - Santa Efigênia - Belo Horizonte MG - CEP: PABX: (031) CNPJ: / ATIVO (*) Saldo PASSIVO (*) Saldo ATIVO CIRCULANTE ,10 PASSIVO CIRCULANTE ,70 DISPONIBILIDADES ,99 DEPÓSITOS ,66 Caixa ,08 Depósitos a vista ,40 Numerário em Trânsito - Depósitos a prazo ,26 DEPÓSITOS BANCÁRIOS 1.794,91 Outros Depósitos - Depósitos Bancários 1.794,91 RELAÇÕES INTERFINANCEIRAS ,18 RELAÇÕES INTERDEPENDÊNCIAS 127,69 Depósitos na Cecremge ,18 Recursos em Trans. Terceiros 127,69 Numerário em Trânsito 3.000,00 OPERAÇÕES DE CRÉDITO ,59 OBRIGAÇÕES POR EMPRÉSTIMOS ,58 Adiantamento a Depositante ,53 Empréstimos País - Outras Inst ,58 Cheque Especial ,37 OUTRAS OBRIGAÇÕES ,77 Empréstimos NP ,00 Cobrança e Arrec. Trib. Assemelhados ,27 Desconto de Cheques ,42 Sociais e Estatutárias ,26 Desconto de Duplicatas - Fiscais e Previdenciárias ,38 Financiamentos ,92 Relações Interfinanceiras - (-) Provisões Operacionais ( ,65) Diversas ,86 OUTROS CRÉDITOS ,97 RENDAS ANTECIPADAS - Rendas a Receber ,13 Rendas Antecipadas - Diversos ,08 (-) Provisão Outros Créditos (7.185,24) OUTROS VALORES E BENS ,37 PATRIMÔNIO LÍQUIDO ,84 Bens não de Uso Próprio - Capital de Domiciliados no País ,09 Despesas Antecipadas ,37 Capital a Realizar (90,00) PERMANENTE ,88 Reserva de Lucros ,81 INVESTIMENTOS ,00 Sobras ou Perdas Acumuladas (839,06) Partic. Coligadas e Contro. País ,00 CONTAS DE RESULTADO ,44 IMOBILIZADO DE USO ,60 Receitas Operacionais ,31 Outras imobilizações de uso ,01 (-) Despesas Operacionais ( ,49) (-) Depreciação Acumulada ( ,41) Receitas não operacionais - DIFERIDO 9.410,52 (-) Despesas não operacionais - Gastos de Org. e Expansão ,14 (-) Apuração de resultado (1.513,38) (-) Amortização acumulada (72.565,62) INTANGÍVEL ,76 Direito de Uso ,00 (-) Direito de Uso ( ,24) TOTAL DO ATIVO ,98 TOTAL DO PASSIVO ,98 José Geraldo de Assis Diretor-Presidente Eugênio de Souza Costa Diretor Financeiro Eduardo Aguilar Pereira CRC - MG: / CPF: / Contador Dados cadastrais Mantenha os seus dados cadastrais em dia na Cecref. Essa é uma exigência do Banco Central e nós reforçamos sua importância, tendo em vista que, caso venhamos a precisar estabelecer contato com você, para assunto do seu interesse, o faremos por meio dos dados que constarem de seu cadastro. Para facilitar a atualização dessas informações, a Cooperativa disponibiliza uma ficha cadastral em seu site: O cooperado pode ainda procurar um dos postos de atendimento Cecref. Para outras informações, entre em contato com o Posto de Atendimento da CECREF mais conveniente para você. Fale Conosco Suas sugestões e opinião são muito importantes para nós. Assim, queremos receber sua contribuição, para que possamos melhorar ainda mais nosso atendimento e nossos serviços. Fale conosco pelo

CECREFATOS. Dia C 2015. Em dia. Pág. 4. Pág. 3. Ano XI N 0 101 Dezembro 2015

CECREFATOS. Dia C 2015. Em dia. Pág. 4. Pág. 3. Ano XI N 0 101 Dezembro 2015 1 Ano XI N 0 101 Dezembro 2015 CECREFATOS Boletim Informativo CECREF Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Fundação Hospitalar e Empregados dos Estabelecimentos Hospitalares de Belo

Leia mais

CECREFATOS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA. Crédito consignado em folha de pagamento para cooperados (juros) Assembleia Geral

CECREFATOS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA. Crédito consignado em folha de pagamento para cooperados (juros) Assembleia Geral Ano X Nº 95 Março 2013 CECREFATOS Boletim Informativo CECREF - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Fundação Hospitalar e Empregados dos Estabelecimentos Hospitalares de Belo Horizonte

Leia mais

CECREFATOS. Cecref investe no atendimento aos cooperados. Linha de juros reduzida para quem optar pela portabilidade.

CECREFATOS. Cecref investe no atendimento aos cooperados. Linha de juros reduzida para quem optar pela portabilidade. Ano IX Nº 94 Dezembro 2012 CECREFATOS Boletim Informativo CECREF - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Fundação Hospitalar e Empregados dos Estabelecimentos Hospitalares de Belo Horizonte

Leia mais

SICOOB CREDIROCHAS. Resultados

SICOOB CREDIROCHAS. Resultados SICOOB CREDIROCHAS Resultados 2014 MENSAGEM DA DIRETORIA O Sicoob Credirochas conseguiu ótimos resultados numa clara demonstração da força do trabalho cooperativo, na busca por maior participação no mercado

Leia mais

SICOOB NORTE. Resultados

SICOOB NORTE. Resultados SICOOB NORTE Resultados 2014 MENSAGEM DA DIRETORIA O Sicoob Norte conseguiu ótimos resultados, numa clara demonstração da força do trabalho cooperativo, na busca por maior participação no mercado financeiro

Leia mais

INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CREDIALIANÇA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL Av. Castro Alves, 1579 - Rolândia - PR CNPJ: 78.157.146/0001-32

INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CREDIALIANÇA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL Av. Castro Alves, 1579 - Rolândia - PR CNPJ: 78.157.146/0001-32 INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CREDIALIANÇA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL Av. Castro Alves, 1579 - Rolândia - PR CNPJ: 78.157.146/0001-32 BALANCETE PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2015 (valores expressos em milhares

Leia mais

ABCD. Banco Nossa Caixa S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil

ABCD. Banco Nossa Caixa S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil ABCD Banco Nossa Caixa S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil ABCD KPMG Auditores Independentes R. Dr. Renato Paes de Barros, 33 04530-904 - São Paulo, SP - Brasil Caixa Postal 2467 01060-970

Leia mais

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul O desempenho e os resultados alcançados pelo Sicoob Sul em comprovam as vantagens do trabalho coletivo em cooperativa. Mesmo num ano de muitas incertezas

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL, DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO E NOTAS EXPLICATIVAS

RELATÓRIO GERENCIAL, DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO E NOTAS EXPLICATIVAS Titulos/Meses dezembro-06 janeiro-07 fevereiro-07 março-07 abril-07 maio-07 junho-07 Notas CIRCULANTE E REALIZÁVEL A LONGO PRAZO 4.418.607,04 4.532.392,35 4.648.629,79 - - - - DISPONIBILIDADE 171.907,15

Leia mais

ANEND AUDITORES INDEPENDENTES S/C

ANEND AUDITORES INDEPENDENTES S/C A DD. DIRETORIA DO SOLIDÁRIA - CRESOL BASER Rua Nossa Senhora da Glória, 52ª - Cango Francisco Beltão - PR CNPJ: 01.401.771/0001-53 Balanço Patrimonial e Demonstração de Sobras ou Perdas consolidadas do

Leia mais

Banco Caterpillar S.A. Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53

Banco Caterpillar S.A. Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53 Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53 Balanço Patrimonial - Conglomerado Prudencial em 30 de Junho ATIVO 2014 CIRCULANTE 1.893.224 Disponibilidades

Leia mais

Sicoob CrediservBH: nossa nova marca de crescimento

Sicoob CrediservBH: nossa nova marca de crescimento Boletim Informativo da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte Ano VI. Nº 25. Setembro Outubro de 2008 Evolução Prêmios Campanha Fidelidade Premiada

Leia mais

RELATÓRIO SEMESTRAL RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO SEMESTRAL RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO BALANÇO 213/2 RELATÓRIO SEMESTRAL RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO As incertezas do mercado econômico brasileiro no primeiro semestre de 213 jogaram para baixo as projeções do Produto Interno Bruto (PIB) e elevaram

Leia mais

PARECER DE AUDITORIA

PARECER DE AUDITORIA PARECER DE AUDITORIA Aos Diretores da COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS CORRETORES DE SEGUROS DE BELO HORIZONTE E REGIÃO METROPOLITANA LTDA CREDICORSEGS 1. Examinamos o balanço patrimonial da

Leia mais

Net São José do Rio Preto Ltda. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 30 de Setembro de 2009 para fins de incorporação

Net São José do Rio Preto Ltda. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 30 de Setembro de 2009 para fins de incorporação Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 30 de Setembro de 2009 1. Globalconsulting Assessoria Contábil Ltda., empresa devidamente inscrita no Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo

Leia mais

Net Sorocaba Ltda. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 31 de outubro de 2010 para fins de incorporação

Net Sorocaba Ltda. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 31 de outubro de 2010 para fins de incorporação Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 31 de outubro de 2010 1. Globalconsulting Assessoria Contábil Ltda., empresa devidamente inscrita no Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo

Leia mais

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS EMPREGADOS DA ALCATEL-LUCENT BRASIL SICOOB COOPER ALCATEL-LUCENT. Relatório. anual

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS EMPREGADOS DA ALCATEL-LUCENT BRASIL SICOOB COOPER ALCATEL-LUCENT. Relatório. anual Relatório anual 2014 COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS EMPREGADOS DA ALCATEL-LUCENT BRASIL SICOOB COOPER ALCATEL-LUCENT Relatório 2014 anual SUMÁRIO 07 0 8 10 11 12 15 Mensagem do Presidente

Leia mais

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Norte

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Norte em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Norte O desempenho e os resultados alcançados pelo Sicoob Norte em comprovam as vantagens do trabalho coletivo em cooperativa. Mesmo num ano de muitas

Leia mais

Mensagem da Diretoria

Mensagem da Diretoria Sicoob Sul-Serrano Mensagem da Diretoria Mais uma vez, a força do trabalho cooperativo foi comprovada através do desempenho e resultados alcançados pelo Sicoob em 2013. Enquanto a economia brasileira se

Leia mais

CARTA DE RESPONSABILIDADE DA ADMINISTRAÇÃO

CARTA DE RESPONSABILIDADE DA ADMINISTRAÇÃO CARTA DE RESPONSABILIDADE DA ADMINISTRAÇÃO Brasília - DF, 13 de fevereiro de 2014. À DCA - Auditores Independentes S/S ATT. Gerencia de Auditoria Aparecida de Goiânia - GO Assunto: Carta de Representações

Leia mais

C M A P C M A P ASCOOB PRODUTOS SERVIÇOS

C M A P C M A P ASCOOB PRODUTOS SERVIÇOS PRODUTOS Microcrédito Cred Imóvel Cred Invest Cred Info Cred Auto FSS (Fundo Social Solidário) Títulos Descontados PRONAF C Agro Amigo Empréstimo Consignado Crédito Pessoal Capital de Giro Crédito Emergencial

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DAS CRIANÇAS SSVP CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DAS CRIANÇAS SSVP CNPJ: Folha 51 BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DAS CRIANÇAS SSVP CNPJ: 19.714.203/000178 Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de 2009 2008 CRECHE LAR DAS CRIANÇAS SSVP CNPJ: 19.714.203/000178 Demontrações

Leia mais

CNPJ : 04446959000106 Balancete Analítico de 01/03/2014 até 31/03/2014. Diário:0 Folha: 15 CASSE - CONTABILIDADE E ASSESSORIA EMPRESARIAL

CNPJ : 04446959000106 Balancete Analítico de 01/03/2014 até 31/03/2014. Diário:0 Folha: 15 CASSE - CONTABILIDADE E ASSESSORIA EMPRESARIAL Diário:0 Folha: 15 ATIVO - [7] CIRCULANTE - [14] Caixa e Equivalente de caixa - [21] Banco conta movimento - [42] CEF ag. 0649 cc 0182-5 - [49] SICOOB ag. 4002-9 cc 47.838-5 - [56] BB ag. 3777 cc 19256

Leia mais

1-DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS BÁSICOS 1.1 OBJETIVO E CONTEÚDO

1-DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS BÁSICOS 1.1 OBJETIVO E CONTEÚDO 2 -DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS BÁSICOS. OBJETIVO E CONTEÚDO Os objetivos da Análise das Demonstrações Contábeis podem ser variados. Cada grupo de usuários pode ter objetivos específicos para analisar as Demonstrações

Leia mais

ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE

ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE QUADRO I BALANÇOS PATRIMONIAIS ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa 4 2.630.185 2.070.467 Fornecedores 115.915 76.688 Contas

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

SICOOB - Contabilidade. Período: 01/08/2013 a 31/08/2013. Conta Cod. Red. Descrição da Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

SICOOB - Contabilidade. Período: 01/08/2013 a 31/08/2013. Conta Cod. Red. Descrição da Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual 1.0.0.00.00-7 CIRCULANTE E REALIZÁVEL A LONGO PRAZO 58.764.189,56 169.901.510,67 169.746.419,72 58.919.280,51 1.1.0.00.00-6 DISPONIBILIDADES 469.845,67 62.841.447,38 62.796.662,79 514.630,26 1.1.1.00.00-9

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012(Em Milhares de Reais) ATIVO Nota 31/12/2013 31/12/2012

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012(Em Milhares de Reais) ATIVO Nota 31/12/2013 31/12/2012 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012(Em Milhares de Reais) ATIVO Nota 31/12/2013 31/12/2012 CIRCULANTE 67.424 76.165 DISPONIBILIDADES 4 5.328 312 TITULOS E VALORES MOBILIÁRIOS E INTRUMENTOS

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL MISSAO AMOR CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL MISSAO AMOR CNPJ: Folha 20 BALANÇO PATRIMONIAL MISSAO AMOR Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de 2009 2008 MISSAO AMOR Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de (Valores expressos em milhares de reais) 2009 2008

Leia mais

SICOOB - Contabilidade. Período: 01/12/2010 a 31/12/2010. Conta Cod. Red. Descrição da Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

SICOOB - Contabilidade. Período: 01/12/2010 a 31/12/2010. Conta Cod. Red. Descrição da Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual 1.0.0.00.00-7 CIRCULANTE E REALIZÁVEL A LONGO PRAZO 9.671.194,34 29.326.303,91 29.462.756,13 9.534.742,12 1.1.0.00.00-6 DISPONIBILIDADES 80.215,82 11.749.129,63 11.810.017,76 19.327,69 1.1.1.00.00-9 CAIXA

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 NOTA 01- Contexto Operacional: SIMPROEL Sindicato Municipal dos Profissionais em Educação de Lages - SC Fundado em 17/12/1997,

Leia mais

ANEND AUDITORES INDEPENDENTES S/C. A D. D. Diretoria da Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária - CRESOL BASER Francisco Beltrão - PR

ANEND AUDITORES INDEPENDENTES S/C. A D. D. Diretoria da Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária - CRESOL BASER Francisco Beltrão - PR A D. D. Diretoria da Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária - CRESOL BASER Francisco Beltrão - PR COMUNICADO DE VISITA Nº 02/2009 No mês de abril de 2009 realizamos trabalhos de verificação

Leia mais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA D I P J 2014

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA D I P J 2014 MINISTÉRIO DA FAZENDA DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA D I P J 2014 Ficha 01 - Dados Iniciais CNPJ: Situação da Declaração: Normal

Leia mais

0,00 0,00 CONTAS A RECEBER TERCEIROS 68.197,37 38.637,80 CONTAS A RECEBER CONTRIBUINTES 0,00 0,00 CONTAS A RECEBER ASSOCIADOS

0,00 0,00 CONTAS A RECEBER TERCEIROS 68.197,37 38.637,80 CONTAS A RECEBER CONTRIBUINTES 0,00 0,00 CONTAS A RECEBER ASSOCIADOS FUNDAÇÃO HERMON CONSOLIDADO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 Srs.Instituidores e Contribuintes: Atendendo disposições legais e estatutárias, submetemos a apreciação de V.Sas., o Balanço

Leia mais

HOSPITAL ESPIRITA JOAO MARCHESI CNPJ: 00.033.940/0001-87 BALANCO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014

HOSPITAL ESPIRITA JOAO MARCHESI CNPJ: 00.033.940/0001-87 BALANCO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 ATIVO 31/12/2014 CIRCULANTE 259.291,95 DISPONIVEL 50.120,06 BANCOS CONTA MOVIMENTO 48.703,69 APLICACOES FINANCEIRAS DE LIQUIDEZ IMEDIATA 1.416,37 DISPONIBILIDADES 0,00 NUMERÁRIOS EM TRANSITO 0,00 CREDITOS

Leia mais

DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS. CNPJ -33.851.064/0001-55

DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS. CNPJ -33.851.064/0001-55 DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS. BALANÇO PATRIMONIAL FINDO EM 31/12/2011 E 2010 EM R$ Mil A T I V O 31/12/2011 31/12/2010 ATIVO CIRCULANTE 2.888 3.606 DISPONIBILIDADE 1.105 1.213

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DOS INOCENTES CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DOS INOCENTES CNPJ: Folha 47 BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DOS INOCENTES Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de 2009 2008 CRECHE LAR DOS INOCENTES Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de (Valores expressos em milhares

Leia mais

ANEND AUDITORES INDEPENDENTES S/C

ANEND AUDITORES INDEPENDENTES S/C 1 A DIRETORIA DA COOPERATIVA CENTRAL DE CRÉDITO RURAL COM INTERAÇÃO SOLIDÁRIA - CRESOL CENTRAL SC/RS CHAPECÓ - SC COMUNICADO DE VISITA Nº 02/2010 No mês de maio de 2010 realizamos trabalhos de verificação

Leia mais

SICOOB SUL-LITORÂNEO. Resultados

SICOOB SUL-LITORÂNEO. Resultados SICOOB SUL-LITORÂNEO Resultados 2014 MENSAGEM DA DIRETORIA O Sicoob Sul-Litorâneo conseguiu ótimos resultados numa clara demonstração da força do trabalho cooperativo, na busca por maior participação no

Leia mais

PRIMEIRA ALTERAÇÃO DO ESTATUTO DA UNIÃO GARCENSE DE AEROMODELISMO

PRIMEIRA ALTERAÇÃO DO ESTATUTO DA UNIÃO GARCENSE DE AEROMODELISMO PRIMEIRA ALTERAÇÃO DO ESTATUTO DA UNIÃO GARCENSE DE AEROMODELISMO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, DA SEDE E FINS Art. 1 A União Garcense de Aeromodelismo (UGA) é uma pessoa jurídica de direito privado, entidade

Leia mais

Graficamente, o Balanço Patrimonial se apresenta assim: ATIVO. - Realizável a Longo prazo - Investimento - Imobilizado - Intangível

Graficamente, o Balanço Patrimonial se apresenta assim: ATIVO. - Realizável a Longo prazo - Investimento - Imobilizado - Intangível CONTABILIDADE GERAL E GERENCIAL AULA 03: ESTRUTURA DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS TÓPICO 02: BALANÇO PATRIMONIAL. É a apresentação padronizada dos saldos de todas as contas patrimoniais, ou seja, as que representam

Leia mais

Adesão à marca Sicoob garante mais visibilidade e força para a CrediservBH

Adesão à marca Sicoob garante mais visibilidade e força para a CrediservBH Desde 1999 Boletim Informativo da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte Ano VI Nº 24 julho/agosto de 2008 Evolução Adesão à marca Sicoob garante

Leia mais

Sicoob Sul-Litorâneo

Sicoob Sul-Litorâneo Sicoob Sul-Litorâneo Mensagem da Diretoria 02 2013 Relatório Anual Mais uma vez, a força do trabalho cooperativo foi comprovada através do desempenho e resultados alcançados pelo Sicoob em 2013. Enquanto

Leia mais

SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014

SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 CONTAS DO ATIVO DE 2014 DE 2013 Fls.: 051 DE 2012 CIRCULANTE DISPONÍVEL 6.204,56 6.866,64

Leia mais

------ Saldo Anterior ------ --------- Movimento no Período --------- ------- Saldo Atual ------- ARMINDO/27/01/2015 15:56 41.401,12 41.

------ Saldo Anterior ------ --------- Movimento no Período --------- ------- Saldo Atual ------- ARMINDO/27/01/2015 15:56 41.401,12 41. 27/01/2015 * * * S. C. C. 32 - SISTEMA DE CONTROLE COOPERATIVISTA * * * PÁG. 1 Código da Conta Descrição da Conta 1.0.0.00.00-7 C I R C U L A N T E E R E A L I Z. A L O N G O 805.210,35 306.096,11 298.659,00

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013 Registro no Cartório de Títulos e Documentos em 02/10/1934. Sob o nº 1.152, Livro "A" nº 6. BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013 2014 2013 Variação ATIVO ATIVO CIRCULANTE Caixa - - - Banco do

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE COMUNITARIA CRIANÇA ESPERANÇA CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE COMUNITARIA CRIANÇA ESPERANÇA CNPJ: Folha 53 BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE COMUNITARIA CRIANÇA ESPERANÇA Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de 2009 2008 CRECHE COMUNITARIA CRIANÇA ESPERANÇA Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO ELABORADO POR EMPRESA ESPECIALIZADA ABAIXO QUALIFICADA NA FORMA DO DISPOSTO NA LEI Nº 6.404/76, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1976.

LAUDO DE AVALIAÇÃO ELABORADO POR EMPRESA ESPECIALIZADA ABAIXO QUALIFICADA NA FORMA DO DISPOSTO NA LEI Nº 6.404/76, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1976. LAUDO DE AVALIAÇÃO ELABORADO POR EMPRESA ESPECIALIZADA ABAIXO QUALIFICADA NA FORMA DO DISPOSTO NA LEI Nº 6.404/76, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1976. Aos acionistas da CISA - CSN INDÚSTRIA DE AÇOS REVESTIDOS S.A.

Leia mais

Exercício 2011. Relatório de prestação de contas

Exercício 2011. Relatório de prestação de contas Exercício Relatório de prestação de contas MENSAGEM DA DIRETORIA A Assembléia Geral da ONU declarou 2012 como o Ano Internacional das Cooperativas, destacando a contribuição das cooperativas para o desenvolvimento

Leia mais

Finalizar um ano tão cheio de conquistas como

Finalizar um ano tão cheio de conquistas como Ano IX N o 44 Novembro/Dezembro 2011 O INFORMATIVO DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL - A GENTE PENSA DIFERENTE Natal Tempo de reflexão e novos sonhos Finalizar um ano tão cheio de conquistas como foi 2011

Leia mais

Ilmos. Senhores - Diretores e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

Ilmos. Senhores - Diretores e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS A-PDF MERGER DEMO PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES São Paulo,04 de agosto de 2006. Ilmos. Senhores - es e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS 1. Examinamos os balanços

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis 12.1. Introdução O artigo 176 da Lei nº 6.404/1976 estabelece que, ao fim de cada exercício social, a diretoria da empresa deve elaborar, com base na escrituração mercantil, as

Leia mais

Contabilidade Financeira

Contabilidade Financeira Contabilidade Prof. Dr. Alvaro Ricardino Módulo: Contabilidade Básica aula 04 Balanço Patrimonial: Grupo de Contas II Aula 4 Ao final desta aula você : - Conhecerá os grupos de contas do Ativo e Passivo.

Leia mais

CrediservBH tem as melhores condições para a Recompra de Dívidas

CrediservBH tem as melhores condições para a Recompra de Dívidas Boletim Informativo da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte Ano VIII. Nº 37. Setembro Outubro de 2010 Portabilidade Educação Cooperativas de

Leia mais

ATIVO 735.264,30D 663.271,13D. Ativo Circulante 197.219,83D 167.247,30D. Disponivel 168.938,31D 150.125,04D

ATIVO 735.264,30D 663.271,13D. Ativo Circulante 197.219,83D 167.247,30D. Disponivel 168.938,31D 150.125,04D Data: 17/07/2015 ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE BAMBUI Folha: 2 Hora: 10:41:27 *** Balanço Patrimonial *** ATIVO 735.264,30D 663.271,13D Ativo Circulante 197.219,83D 167.247,30D Disponivel 168.938,31D

Leia mais

ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL

ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ PÁGINA: 1 BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO - 2005 ANEXO 14 ATIVO ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL 450.323.096,72 CAIXA 47.294,31 BANCOS CONTA MOVIMENTO 210.194.091,20

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - TOCANTINS Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Outubro / 2011.

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - TOCANTINS Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Outubro / 2011. ATIVO Pág. : 1 1 ATIVO 3.477.809,03 185.388,61 237.702,70 3.425.494,94 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.188.821,44 147.909,73 203.063,05 1.133.668,12 D 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 627.195,05 84.815,09

Leia mais

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO...

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... Manual do Cooperado Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... 3 5 COOPERHIDRO... 3 6 RECONHECIMENTO PARA FUNCIONAMENTO...

Leia mais

ANEXO I MODELO DE PROJEÇÕES FINANCEIRAS BALANÇO PATRIMONIAL

ANEXO I MODELO DE PROJEÇÕES FINANCEIRAS BALANÇO PATRIMONIAL ANEXO I MODELO DE PROJEÇÕES FINANCEIRAS BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) MÊS 1 MÊS 2 MÊS 3 MÊS N ATIVO ATIVO CIRCULANTE Disponível Aplicações Aplicações Vinculadas a Provisões Técnicas Aplicações

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL, DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO E RELATÓRIO DE CONTROLE ORÇAMENTÁRIO

RELATÓRIO GERENCIAL, DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO E RELATÓRIO DE CONTROLE ORÇAMENTÁRIO TITULOS/MESES Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Notas CIRC. E REALIZÁVEL LONGO PRAZO 563.039.643,69 DISPONIBILIDADES 7.682,65 CAIXA 2.529,22 BANCOS 5.153,43 APLICAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE

Leia mais

ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO

ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO Relatório da Administração 3 Balanços Patrimoniais 3 Demonstração de Resultados 4 Demonstração das Mutações 5 Demonstração das Origens 5 Notas Explicativas 6 Diretoria

Leia mais

HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes

HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2009 e 2008 HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR Página 1 de 12

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR Página 1 de 12 AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR Página 1 de 12 Do Plano de Recuperação ANEXO I 1 A Operadora deverá mencionar em seu Plano de Recuperação, o(s) motivo(s) e problema(s) exposto(s) pela ANS, indicando

Leia mais

SICOOB - Contabilidade. Balanço Geral. Período: 31/12/2013 1.0.0.00.00-7 CIRCULANTE E REALIZÁVEL A LONGO PRAZO 1.1.0.00.00-6 DISPONIBILIDADES

SICOOB - Contabilidade. Balanço Geral. Período: 31/12/2013 1.0.0.00.00-7 CIRCULANTE E REALIZÁVEL A LONGO PRAZO 1.1.0.00.00-6 DISPONIBILIDADES SICOOB - bilidade Cod. Red. Descrição da 1.0.0.00.00-7 CIRCULANTE E REALIZÁVEL A LONGO PRAZO 13.947.026,08 D 1.1.0.00.00-6 DISPONIBILIDADES 142.150,63 D 1.1.1.00.00-9 CAIXA 140.856,84 D 1.1.1.10.00-6 CAIXA

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

PATACÃO DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA.

PATACÃO DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. 1. CONTEXTO OPERACIONAL A Patacão Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. ( Distribuidora ) tem como objetivo atuar no mercado de títulos e valores mobiliários em seu nome ou em nome de terceiros.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA COPASS SAÚDE

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA COPASS SAÚDE ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA COPASS SAÚDE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AO EXERCÍCIO BASE DE 2012 ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA COPASS SAÚDE

Leia mais

Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2012 Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2012 Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2012 Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA - FUNEPU CNPJ 20.054.326/0001-09 BALANÇO PATRIMONIAL PARA

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Notas explicativas às Demonstrações Contábeis dos Planos de Assistência Médica, Hospitalar e Odontológica da Fundação Celesc de Seguridade Social do Exercício Findo em 31 de dezembro de 2011 e 2010. NOTAS

Leia mais

MOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES

MOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES DURATEX COMERCIAL EXPORTADORA S.A. AVALIAÇÃO DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONTÁBIL APURADO POR MEIO DOS LIVROS CONTÁBEIS EM 31 DE AGOSTO DE 2015 Escritório Central: Rua Laplace, 96-10 andar - Brooklin - CEP 04622-000

Leia mais

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/05/13 a 31/05/13

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/05/13 a 31/05/13 FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 17 T 1 ATIVO 42.807.744,57D 5.912.830,23 5.858.043,39 42.862.531,41D 23 T 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.202.794,33D 5.390.052,54 5.127.142,48 2.465.704,39D 30 T

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2005 e 2004

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2005 e 2004 ABCD Instituto Consulado da Mulher Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2005 e 2004 ABCD Instituto Consulado da Mulher Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2005 e 2004 Conteúdo Parecer

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 17.488 25.888 Fornecedores e outras obrigações 17.561 5.153 Contas a receber

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO ATIVO R$ CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 Disponibilidades 1.222.288,96 946.849,34 Mensalidades a receber 4.704.565,74 4.433.742,86 Endosso para terceiros 1.094.384,84

Leia mais

Exercício 2011. Relatório de prestação de contas

Exercício 2011. Relatório de prestação de contas Exercício Relatório de prestação de contas MENSAGEM DA DIRETORIA A Assembléia Geral da ONU declarou 2012 como o Ano Internacional das Cooperativas, destacando a contribuição das cooperativas para o desenvolvimento

Leia mais

Demonstrações Financeiras. Confederação Brasileira de Remo. em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras. Confederação Brasileira de Remo. em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Confederação Brasileira de Remo em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras ÍNDICE I. Relatório dos Auditores Independentes

Leia mais

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações financeiras Índice Relatório

Leia mais

ANEXO I - REGULAMENTO OFICIAL Programa Sócio Torcedor NAÇÃO XV do EC XV de NOVEMBRO DE PIRACICABA

ANEXO I - REGULAMENTO OFICIAL Programa Sócio Torcedor NAÇÃO XV do EC XV de NOVEMBRO DE PIRACICABA ANEXO I - REGULAMENTO OFICIAL Estabelecer regras de funcionamento e uso do Programa Sócio-torcedor NAÇÃO XV do XV de NOVEMBRO DE PIRACICABA, especificando também os direitos e deveres das partes envolvidas.

Leia mais

Estado do Pará MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO CONJUNTO Nº 010/2015-MP/PGJ/CGMP

Estado do Pará MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO CONJUNTO Nº 010/2015-MP/PGJ/CGMP PROVIMENTO CONJUNTO Nº 010/2015-MP/PGJ/CGMP Define os documentos e modelos de demonstrações contábeis exigidos para prestação de contas finalística das entidades do terceiro setor sujeitas ao velamento

Leia mais

Logística Prof. Kleber dos Santos Ribeiro. Contabilidade. História. Contabilidade e Balanço Patrimonial

Logística Prof. Kleber dos Santos Ribeiro. Contabilidade. História. Contabilidade e Balanço Patrimonial Logística Prof. Kleber dos Santos Ribeiro Contabilidade e Balanço Patrimonial Contabilidade É a ciência teórica e prática que estuda os métodos de cálculo e registro da movimentação financeira e patrimônio

Leia mais

4 Fatos Contábeis que Afetam a Situação Líquida: Receitas, Custos, Despesas, Encargos, Perdas e Provisões, 66

4 Fatos Contábeis que Afetam a Situação Líquida: Receitas, Custos, Despesas, Encargos, Perdas e Provisões, 66 Apresentação Parte I - CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE CONTABILIDADE, 1 1 Introdução ao Estudo da Ciência Contábil, 3 1 Conceito, 3 2 Objeto, 3 3 Finalidade, 4 4 Técnicas contábeis, 4 5 Campo de aplicação, 5

Leia mais

Conta Descrição (em R$ mil) 31/03/2011 31/12/2010. 1 Ativo Total 13.623.774 13.422.948. 1.01 Ativo Circulante 1.403.533 1.180.328

Conta Descrição (em R$ mil) 31/03/2011 31/12/2010. 1 Ativo Total 13.623.774 13.422.948. 1.01 Ativo Circulante 1.403.533 1.180.328 Conta Descrição (em R$ mil) /0/0 //00 Ativo Total.6.77..98.0 Ativo Circulante.0.5.80.8.0.0 Caixa e Equivalentes de Caixa 69.7 8.657.0.0.0 Bens Numerários.0 05.0.0.0 Depósitos Bancários.07.57.0.0.0 Aplicações

Leia mais

11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS

11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS 1 ATIVO 1 11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS 1113 BANCOS CONTA DEPÓSITOS 11131 BANCOS CONTA DEPÓSITOS - MOVIMENTO

Leia mais

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS.

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. I. BALANÇO ATIVO 111 Clientes: duplicatas a receber provenientes das vendas a prazo da empresa no curso de suas operações

Leia mais

DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS CNPJ -33.851.064/0001-55. BALANÇO PATRIMONIAL FINDO EM 30/06/11 E 30/06/10 R$ Mil

DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS CNPJ -33.851.064/0001-55. BALANÇO PATRIMONIAL FINDO EM 30/06/11 E 30/06/10 R$ Mil MOBILIÁRIOS BALANÇO PATRIMONIAL FINDO EM 30/06/11 E 30/06/10 ATIVO CIRCULANTE 4.101 4.314 DISPONIBILIDADES 555 624 APLICAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE LIQUIDEZ - 77 Aplicações em Operações Compromissadas -

Leia mais

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou político. O grupo Guardiões da Esperança é composto por pessoas

Leia mais

INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM

INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2006 E DE 2005 E RELATÓRIO SOBRE A REVISÃO LIMITADA A BDO International é

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS De acordo com o comando a que cada um dos itens de 51 a 120 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Diretores, Conselheiros e Associados da ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA MONTE AZUL SÃO PAULO SP 1. Examinamos o Balanço Patrimonial da ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA MONTE AZUL,

Leia mais

Enquadramento Page 1. Objectivo. Estrutura do documento. Observações. Limitações

Enquadramento Page 1. Objectivo. Estrutura do documento. Observações. Limitações Objectivo No âmbito do processo de adopção plena das Normas Internacionais de Contabilidade e de Relato Financeiro ("IAS/IFRS") e de modo a apoiar as instituições financeiras bancárias ("instituições")

Leia mais

APAE - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE DIADEMA Demonstrações financeiras de 2013 comparativo 2012 BALANÇO PATRIMONIAL

APAE - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE DIADEMA Demonstrações financeiras de 2013 comparativo 2012 BALANÇO PATRIMONIAL BALANÇO PATRIMONIAL A T I V O 2013 2012 ATIVO CIRCULANTE 500.580 566.437 DISPONIBILIDADES 477.026 544.078 Caixa e Bancos Recursos Livres - Assistência Social 6.774 23.649 Bancos Recursos Terceiros - Assistência

Leia mais

Basiléia. Patrimônio Líquido 6.368 5.927 5.117. Jun/09 Jun/10 Jun/11 Jun/12 Jun/13. Captações (líquidas de compulsório) 58.406 52.950 42.

Basiléia. Patrimônio Líquido 6.368 5.927 5.117. Jun/09 Jun/10 Jun/11 Jun/12 Jun/13. Captações (líquidas de compulsório) 58.406 52.950 42. Avenida Paulista, 2.100 - São Paulo - SP CNPJ 58.160.7890001-28 Se escolher navegar os mares do sistema bancário, construa seu banco como construiria seu barco: sólido para enfrentar, com segurança, qualquer

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO REMUNERADO EM CIÊNCIAS

Leia mais

Anexo à Instrução 11/96

Anexo à Instrução 11/96 Anexo à Instrução 11/96 SOCIEDADES CORRETORAS Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES 10 - CAIXA VALORES (em contos) 11 - DEPÓSITOS À ORDEM NO BANCO DE PORTUGAL 12 - DISPONIBILIDADES SOBRE

Leia mais

Laudo de Avaliação do Acervo Líquido da

Laudo de Avaliação do Acervo Líquido da Laudo de Avaliação do Acervo Líquido da Companhia Patrimonial de imóveis comerciais - CPIC a ser incorporado pela JHSF Participações S.A. Balanço Base: 31 de março de 2010 Laudo de avaliação do acervo

Leia mais

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte BALANÇO PATRIMONIAL 1. CRITÉRIO DE DISPOSIÇÃO DAS CONTAS NO ATIVO E NO PASSIVO (ART. 178 DA LEI 6.404/76): a. No ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2003 A COIMPPA

RELATÓRIO DE GESTÃO 2003 A COIMPPA A COIMPPA A Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário do Estado do Pará Ltda - COIMPPA, foi criada em 23/11/1994. NOSSA MISSÃO Como sistema de

Leia mais

UNISERCON. Contabilidade UNIÃO DE SERVIÇOS CONTABEIS

UNISERCON. Contabilidade UNIÃO DE SERVIÇOS CONTABEIS UNISERCON UNIÃO DE SERVIÇOS CONTABEIS CRC/RS3101 BALANÇO PATRIMONIAL ANALÍTICO EXERCÍCIO DE 2011 ooo - xxxxxxx- xxxxxx xx xxxxx xxxx (oo.ooo.oo/oooi-oo) CONTA Folha 1 SALDO 1 1. 1 1. 1. 01 1. 1. 01. 01

Leia mais

COOPERCREDI A.C.S.C.

COOPERCREDI A.C.S.C. COOPERCREDI A.C.S.C. 2 l Relatório da Gestão 2010 Relatório da Gestão 2010 l 3 O Ano de 2010 representou um momento raro na história do Brasil. Em um ano eleitoral, e ao contrário da maré, nossa economia,

Leia mais

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CREDITO MÚTUO DOS EMPREGADOS DA MAGNESITA REFRATÁRIOS S.A LTDA - CECREM

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CREDITO MÚTUO DOS EMPREGADOS DA MAGNESITA REFRATÁRIOS S.A LTDA - CECREM COOPERATIVA DE ECONOMIA E CREDITO MÚTUO DOS EMPREGADOS DA MAGNESITA REFRATÁRIOS S.A LTDA - CECREM 1. Contexto operacional NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE

Leia mais