GRADE CURRICULAR.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GRADE CURRICULAR. www.cursosenap.com.br"

Transcrição

1 INTRODUÇÃO AO HARDWARE DO COMPUTADOR O QUE É UM HARDWARE? O QUE É UM SOFTWARE? O QUE É UM PROGRAMA? O QUE É UM APLICATIVO? CONHECENDO O HARDWARE DO COMPUTADOR VISÃO GERAL DAS PEÇAS FONTE DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADORES GABINETES E SEUS DIVERSOS MODELOS O MICRO PROCESSADOR DE DADOS - PROCESSADOR A MEMÓRIA PRINCIPAL MEMÓRIA RAM A PLACA MAE E SUAS CARACTERÍSTICAS O DISCO RIGIDO DO COMPUTADOR AS PLACAS DE EXPANSÃO DO COMPUTADOR AS FERRAMENTAS DE HARDWARE FERRAMENTAS USADAS PARA MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES. PLACA USADA PARA TESTE DE PLACAMAE. PULSEIRA ANTI-ESTÁTICA. ALICATE DE CRIMPAGEM DE REDE. TESTADOR DE CABO DE REDE. AULA PRÁTICA I PRIMEIRO CONTATO COM A MÁQUINA. DESMONTAGEM E MONTAGEM DE COMPUTADORES. COMO MONTAR CORRETAMENTES AS PEÇAS DO COMPUTADOR. AS PEÇAS PRINCIPAIS PARA O FUNCIONAMENTO DO COMPUTADOR FONTE DE ALIMENTAÇÃO. MEMÓRIA RAM. PLACA DE VÍDEO. PROCESSADOR. COOLER. COMO TESTAR ESSES COMPONENTES DE HARDWARE. AULA PRÁTICA II SEGUNDO CONTATO COM A MÁQUINA. DESMONTAGEM E MONTAGEM DE COMPUTADORES. COMO MONTAR CORRETAMENTES AS PEÇAS DO COMPUTADOR. COMO TESTAR AS PRINCIPAIS PEÇAS DO COMPUTADOR.

2 AULA PRÁTICA III TERCEIRO CONTATO COM A MÁQUINA. COMO TESTAR COMPONENTES DE HARDWARE DO COMPUTADOR. TESTES SUPERFICIAIS PARA DIAGNÓSTICOS RÁPIDOS. COMO REALIZAR UM TESTE DE BANCADA. A FONTE DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADOR TIPOS DE FONTE DE ALIMENTAÇÃO CARACTERISTICAS DAS FONTES DE ALIMENTAÇÃO CONECTORES DE ALIMENTAÇÃO VOLTAGENS DOS FIOS FONTE NOMINAL E FONTE REAL O USO DO MULTIMETRO DIGITAL (ELETRICIDADE BÁSICA) O MULTIMETRO DIGITAL CONHECENDO O MULTÍMETRO DIGITAL FUNDAMENTOS DA ELETRICIDADE BÁSICA ESCALAS E GRANDEZAS ELÉTRICAS SIMBOLOGIAS ELÉTRICAS CIRCUITO ELÉTRICO SIMPLES AULA PRÁTICA IV PRIMEIRO CONTATO COM O MULTÍMETRO. COMO MANUSEAR CORRETAMENTE O MULTÍMETRO. COMO TESTAR O ATERRAMENTO DO COMPUTADOR. COMO TESTAR AS VOLTAGENS DO ESTABILIZADOR DE TENSÃO. COMO REALIZAR O TESTE DE CONTINUIDADE DO INSTRUMENTO. AULA PRÁTICA V SEGUNDO CONTATO COM O MULTÍMETRO. COMO TESTAR FONTE DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADOR. TESTES SUPERFICIAIS PARA DIAGNÓSTICOS RÁPIDOS. COMO REALIZAR O TESTE DE VOLTAGEM. A ELETRÔNICA PARA COMPUTADORES FUNDAMENTOS DA ELETRÔNICA BÁSICA ESTUDO DOS COMPONENTES ELETÔNICOS SIMBOLOGIAS ELETRÔNICAS CONHECENDO ALGUNS COMPONENTES E SUAS FUNÇÕES AULA PRÁTICA VI TERCEIRO CONTATO COM O MULTÍMETRO. COMO TESTAR COMPONENTES ELETRÔNICOS. COMO TESTAR RESISTORES. COMO TESTAR CAPACITORES.

3 COMO TESTAR DIODOS E LEDS. COMO TESTAR TRANSISTORES COMO TESTAR O INSTRUMENTO. AULA PRÁTICA VII SOLDAGEM ELETRÔNICA DE COMPONENTES. FERRAMENTAS PARA SOLDAGEM ELETRÔNICA. O USO DO FERRO DE SOLDA E SUGADOR COMO DESOLDAR COMPONENTES EM UMA PLACA DE CIRCUITO. COMO SOLDAR COMPONENTES EM UMA PLACA DE CIRCUITO. CUIDADOS COM A SEGURANÇA. A PLACA MAE PARA COMPUTADORES CARACTERISTICAS DAS PLACAS TIPOS DE PLACAS. CONHECENDO OS COMPONENTES DA PLACA MAE IDENTIFICANDO UMA PLACA MAE CONHECENDO O MICROPROCESSADOR DE DADOS O QUE É O PROCESSADOR E SUA FUNÇÃO CARACTERÍSTICAS DOS PROCESSADORES ENCAIXES PARA PROCESSADORES COMO REFRIGERAR BEM UM PROCESSADOR COMO MELHORAR A VIDA ÚTIL DO PROCESSADOR AULA PRÁTICA VIII MANUTENÇÃO PREVENTIVA NOS PROCESSADORES. LIMPEZA CORRETA DO EQUIPAMENTO. O USO CORRETO DA PASTA TÉRMICA COMO RETIRAR E COLOCAR O PROCESSADOR E PASTA TÉRMICA COMO COLOCAR CORRETAMENTE O VENTILADOR DE REFRIGERAÇÃO. TRABALHANDO COM SEGURANÇA. CONHECENDO A MEMÓRIA PRINCIPAL DO COMPUTADOR O QUE É MEMÓRIA E SUA FUNÇÃO AS MEMÓRIAS EXISTENTES NO COMPUTADOR CARACTERÍSTICAS DAS MEMÓRIAS TIPOS DE MEMÓRIAS COMO RETIRAR UMA MEMÓRIA. COMO RECONHECER AS DIFERENÇAS ENTRE AS MEMÓRIAS CONHECENDO A MEMÓRIA SECUNDÁRIA DO COMPUTADOR O DISCO RÍGIDO

4 CARACTERÍSTICAS DOS DISCOS RÍGIDOS TIPOS DE DISCOS RÍGIDOS E MARCAS COMO RECONHECER UM DISCO RIGIDO O FUNCIONAMENTO DO DISCO RÍGIDO AULA PRÁTICA IX RECONHECIMENTO O DISCO LOCAL. COMO INSTALAR UM DISCO RIGIDO NO COMPUTADOR. COMO RECONHECER UM DISCO INSTALADO NO COMPUTADOR COMO VISUALIZAR UM DISCO RÍGIDO NO SETUP. DICAS DE SEGURANÇA. AULA PRÁTICA X CONHECENDO O SETUP DO COMPUTADOR. COMO ENTRAR E NAVEGAR NO SETUP. AS PRINCIPAIS OPÇÕES DO SETUP. O QUE CONFIGURAR NO SETUP DO COMPUTADOR. HABILITANDO ALGUMAS FUNÇÕES NO SETUP DO COMPUTADOR. COMO RETIRAR ALGUNS ERROS PELO SETUP DO COMPUTADOR. INTRODUÇÃO A SISTEMAS OPERACIONAIS. O QUE É UM SISTEMA OPERACIONAL TIPOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS COMO PREPARAR O COMPUTADOR PARA RECEBER UM SISTEMA. COMO INSTALAR UM SISTEMA OPERACIONAL NO DISCO RÍGIDO. AULA PRÁTICA XI INSTALANDO O SISTEMA OPERACIONAL. COMO INSTALAR O WINDOWS XP PROFESSIONAL NO COMPUTADOR. COMO FORMATAR UM DISCO USANDO O CD DO WINDOWS XP. COMO PARTICIONAR UM DISCO USANDO O CD DO WINDOWS XP. PARTICIONAMENTO E FORMATAÇÃO DE DISCO. O QUE É UM PARTIONAMENTO TIPOS DE PARTICIONAMENTO DO DISCO COMO CRIAR PARTIÇÕES NO DISCO COMO INSTALAR UM SISTEMA OPERACIONAL NAS PARTIÇÕES. O QUE É A FORMATAÇÃO COMO FORMATAR UM DISCO RÍGIDO AULA PRÁTICA XII PARTICIONAMENTO DE DISCO RÍGIDO. COMO FORMATAR UM DISCO RÍGIDO. COMO PARTICIONAR UM DISCO RÍGIDO. FORMAS DE PARTICIONAMENTO SEM PERDA DE DADOS. PROGRAMA USADO PARA PARTICIONAMENTO DE DISCO. CONFIGURANDO O SISTEMA OPERACIONAL.

5 O QUE É UM DRIVE. COMO INSTALAR UM DRIVE. COMO ATUALIZAR UM DRIVE DO SISTEMA. COMO IDENTIFICAR UM DRIVE DO COMPUTADOR. COMO INSTALAR UM PROGRAMA NO COMPUTADOR. AULA PRÁTICA XIII CONFIGURANDO UM DRIVE DO COMPUTADOR. COMO INSTALAR UM DRIVE DE SOM. COMO INSTALAR UM DRIVE DE VIDEO. COMO RECONHECER UM DRIVE USANDO UM PROGRAMA. PROGRAMA USADO PARA BACKUP DE DRIVE. AULA PRÁTICA XIV INSTALAÇÃO DE PROGRAMA NO COMPUTADOR. COMO INSTALAR O PACOTE OFFICE COMO INSTALAR UM ANTI-VIRUS. COMO INSTALAR UM APLICATIVO. COMO INSTALAR PROGRAMAS NO COMPUTADOR. COMO DESINSTALAR UM PROGRAMA DO COMPUTADOR MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES. TIPOS DE MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES. MANUTENÇÃO CORRETIVA. CARACTERISTICA DA MANUTENÇÃO CORRETIVA MANUTENÇÃO PREVENTIVA. CARACTERISTICA DA MANUTENÇÃO PREVENTIVA ERROS SONOROS E MENSAGENS DE ERRO NA TELA DO MONITOR. AULA PRÁTICA XV SIMULAÇÃO DE DEFEITOS I. OS PRINCIPAIS DEFEITOS NO COMPUTADOR. COMO SOLUCIONAR UM DEFEITO. COMO DIAGNOSTICAR E O QUE TESTAR PRIMEIRO. PC ANALIZER PLACA PARA TESTAR O COMPUTADOR. AULA PRÁTICA XVI SIMULAÇÃO DE DEFEITOS II. SIMULADOR DE DEFEITOS DA INTEL. OS PRINCIPAIS DEFEITOS NO COMPUTADOR. COMO SOLUCIONAR. AULA PRÁTICA XVII MANUTENÇÃO DE SISTEMAS. FERRAMENTAS DO SISTEMA OPERACIONAL. COMO DESFRAGMENTAR UM DISCO. COMO FAZER UMA LIMPEZA DE DISCO. COMO FAZER UMA CÓPIA DE SEGURANÇA. COMO CRIAR UM PONTO DE RESTAURAÇÃO RESTAURAÇÃO DO SISTEMA.

6 PROGRAMAS USADOS PARA MANUTENÇÃO DE SISTEMAS. LIMPADORES DE REGISTROS. INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES. O QUE É UMA REDE DE COMPUTADORES. TIPOS DE REDE DE COMPUTADORES. TOPOLOGIAS DE REDES. CABOS DE REDES. FERRAMENTAS PARA MONTAR UMA REDE LOCAL. CRIANDO UMA REDE LOCAL. AULA PRÁTICA XVIII MONTANDO UM CABO DE REDE. COMO MONTAR UM CABO DE REDE. ESQUEMA DE LIGAÇÃO DOS FIOS. T-586 A / T-586B COMO TESTAR UM CABO DE REDE. USANDO O TESTADOR DE CABOS. AULA PRÁTICA VIX MONTANDO UMA REDE LOCAL. COMO MONTAR UMA REDE LOCAL. COMO CONFIGURAR OS COMPUTADORES NA REDE LOCAL. COMO CONFIGURAR UM GRUPO DE TRABALHO. COMO COMPARTILHAR ARQUIVOS NA REDE LOCAL. INSTALANDO UM JOGO NA REDE LOCAL. AULA PRÁTICA XX MONTANDO UMA REDE LOCAL 2. COMO GERENCIAR UMA REDE LOCAL. COMO CONFIGURAR OS COMPUTADORES NA REDE LOCAL. COMO CONFIGURAR UM GRUPO DE TRABALHO. COMO COMPARTILHAR ARQUIVOS NA REDE LOCAL. CARGA HORÁRIA: 250 H/A DURAÇÃO 12 MESES. AULAS PRESENCIAIS: 144 H/A. TRABALHOS E SEMINARIOS: 56 H/A. ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS: 50 H/A.

QUALIFICAÇÃO TÉCNICA EM HARDWARE

QUALIFICAÇÃO TÉCNICA EM HARDWARE OPORTUNIDADE Estamos diante de um fato: o computador está presente em estabelecimentos dos mais diversos ramos e em muitos lares brasileiros. Sem dúvida este dado revela uma grande oportunidade no mercado

Leia mais

Capítulo 1 Energia Elétrica; Capítulo 2 Montagem; Capítulo 3 Configuração; Capítulo 4 Manutenção; Capítulo 5 Redes;

Capítulo 1 Energia Elétrica; Capítulo 2 Montagem; Capítulo 3 Configuração; Capítulo 4 Manutenção; Capítulo 5 Redes; Capítulo 1 Energia Elétrica; Capítulo 2 Montagem; Capítulo 3 Configuração; Capítulo 4 Manutenção; Capítulo 5 Redes; 1 Colégio Serrano Guardia Módulo I Informática Básica Hardware O hardware é a parte física

Leia mais

Sumário. Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4. Soquetes...8. Onde Economizar... 19

Sumário. Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4. Soquetes...8. Onde Economizar... 19 VI Sumário Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4 O Que Comprar... 5 Características Técnicas...6 Soquetes...8 Onde Economizar... 8 OEM vs. Box...8 Núcleos de

Leia mais

Montagem de Micros Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos. Parte I O Que Comprar... 1

Montagem de Micros Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos. Parte I O Que Comprar... 1 VI Sumário Parte I O Que Comprar... 1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4 O Que Comprar... 5 Características Técnicas... 8 Soquetes...9 Onde Economizar... 10 OEM vs. Box...11 Controlador

Leia mais

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com MANUTENÇÃO EM COMPUTADORES Carga horária: 32 horas/aula Competência: Conhecer a arquitetura

Leia mais

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional PERFIL PROFISSIONAL / IDENTIFICAÇÃO DA OCUPAÇÃO: Ocupação: Educação Profissional: Nível da Qualificação: Área Tecnológica: Competência Geral: Requisitos de Acesso: MONTADOR E REPARADOR DE COMPUTADORES

Leia mais

PLANO DE AULA 1 AULA. 01. CURSO: Manutenção de Micro CARGA HORÁRIA: 4 Horas/Aula INSTRUTOR: DANILO BONTEMPO DE MELO ARAÚJO

PLANO DE AULA 1 AULA. 01. CURSO: Manutenção de Micro CARGA HORÁRIA: 4 Horas/Aula INSTRUTOR: DANILO BONTEMPO DE MELO ARAÚJO 1 AULA -Sensibilização e contextualização do programa -Apresentação do Professor e alunos -Apresentação do material didático -Apresentação dos métodos de avaliação -Contrato de Convivência - Gerar Interação

Leia mais

MANUAL CFTV DIGITAL - LINHA LIGHT 16 CANAIS 120 FPS / VID 120-LI CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR 16 Canais - 120 FPS Processador Dual Core 2.0GHZ ou superior; Placa Mãe Intel ou Gigabyte com chipset Intel;

Leia mais

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Documento Gerado por: Amir Bavar Criado em: 18/10/2006 Última modificação: 27/09/2008 Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação

Leia mais

É a parte física de um computador, formada por peças e circuitos eletrônicos que ficam dentro do Gabinete (Torre). Existem diversos tipos de

É a parte física de um computador, formada por peças e circuitos eletrônicos que ficam dentro do Gabinete (Torre). Existem diversos tipos de É a parte física de um computador, formada por peças e circuitos eletrônicos que ficam dentro do Gabinete (Torre). Existem diversos tipos de HARDWARE, segue abaixo, alguns dos HARDWARES INTERNOS do computador:

Leia mais

Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50. Kit Didático de Eletrônica

Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50. Kit Didático de Eletrônica Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50 Kit Didático de Eletrônica MANUAL Jul / 2011 Sumário 1.Descrição Geral...2 2.Composição

Leia mais

AULA Gestão dos processos de manutenção.

AULA Gestão dos processos de manutenção. ASTI - Análise de Sistemas e Tecnologia da Informação DIAGNÓSTICO E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS EM TI - II AULA 03 / 04 Prof. Pissinati FATEC AM Faculdade de Tecnologia de Americana 19/FEV/2010 19/02/10 1 AULA

Leia mais

Sumário. Sobre este livro 1. Direto ao assunto 7

Sumário. Sobre este livro 1. Direto ao assunto 7 Sumário 1 2 Sobre este livro 1 Sem informatiquês!........................................................... 1 Uma breve visão geral.......................................................... 2 O que há

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Relação de Títulos Informação e Comunicação. Aprendizagem

EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Relação de Títulos Informação e Comunicação. Aprendizagem EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Relação de s Informação e Comunicação Aprendizagem Código Capacitação 252 Administrador de Banco de Dados 253 Administrador de Redes 1195 Cadista 1291 Desenhista

Leia mais

1a LISTA DE EXERCÍCIOS

1a LISTA DE EXERCÍCIOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO JOSÉ COORDENADORIA DE ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

MONTAGEM E MANUTENÇÃO

MONTAGEM E MANUTENÇÃO MONTAGEM E MANUTENÇÃO 1 Introdução: Chamada para conferência. Apresentação do professor e da equipe de coordenação, explanação do funcionamento do curso incluindo carga horária e conteúdo seguindo o esclarecimento

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA GERÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETRÔNICA Fundamentos de Eletricidade

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA GERÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETRÔNICA Fundamentos de Eletricidade CENTO FEDEAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATAINA GEÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETÔNICA Fundamentos de Eletricidade AULA 01 MATIZ DECONTATOS, CÓDIGO DE COES DE ESISTOES E FONTES DE ALIMENTAÇÃO 1 INTODUÇÃO

Leia mais

PREÇOS VÁLIDOS PARA PAGAMENTO À VISTA

PREÇOS VÁLIDOS PARA PAGAMENTO À VISTA TABELA DE PREÇO ASSISTÊNCIA TÉCNICA ATUALIZADA EM: 26/12/2015 15:00:42 REAJUSTADA SOB O DOLAR COMERCIAL E ÍNDICE IGP-M/FGV PREÇOS VÁLIDOS PARA PAGAMENTO À VISTA CONDIÇÕES PARA FINANCIAMENTO CRÉDITO --NÃO

Leia mais

Arquitetura de Hardware. simao@cce.ufpr.br

Arquitetura de Hardware. simao@cce.ufpr.br Arquitetura de Hardware simao@cce.ufpr.br Sistema não dá boot A energia está OK? Tomada Cabos Fonte de alimentação Conectores internos Placas bem encaixadas Sistema não dá boot O micro liga mas nada acontece

Leia mais

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP)

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) teste 1 Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) Rafael Fernando Diorio www.diorio.com.br Tópicos - Atualizações e segurança do sistema - Gerenciamento do computador -

Leia mais

05/11/2010 Tech In HARDWARE TOMÉ & THEODORE

05/11/2010 Tech In HARDWARE TOMÉ & THEODORE HARDWARE 1 TOMÉ & THEODORE INTRODUÇÃO O QUE É O COMPUTADOR? Um computador é um dispositivo electrónico controlado por um programa (chamado sistema operativo) ; 05/11/2010 Tech In É constituído por componentes

Leia mais

FTIN - Hardware Básico. Ciclo Básico Curso Técnico de Informática AULA 3 Prof.º Genival Filho

FTIN - Hardware Básico. Ciclo Básico Curso Técnico de Informática AULA 3 Prof.º Genival Filho FTIN - Hardware Básico Ciclo Básico Curso Técnico de Informática AULA 3 Prof.º Genival Filho Consertos básicos aplicados a microcomputadores. Revisão da ultima aula Na última aula, virmos: Placas-Mães

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FELIPE BOSSOLAN RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CAPIVARI 2009 FELIPE BOSSOLAN RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Relatório de

Leia mais

Fundamentos de Hardware Aula 3 - Software

Fundamentos de Hardware Aula 3 - Software Fundamentos de Hardware Aula 3 - Software Informática Setembro/2014 Roteiro Apresentação. BIOS Softwares de Manutenção Drivers. Sistemas Operacionais. Tema da Apresentação 15 de março de 2015 2 Apresentação

Leia mais

Erro! Nenhum texto com o estilo especificado foi encontrado no documento.

Erro! Nenhum texto com o estilo especificado foi encontrado no documento. Erro! Nenhum texto com o estilo especificado foi encontrado no documento. 0 Dicas PREEL Versão para Windows Edição 1 O que é? Dicas PREEL consiste em uma cartilha com instruções para prevenir erros indesejáveis

Leia mais

CIINF SISTEMA DE INFRA-ESTRUTURA DE INFORMÁTICA

CIINF SISTEMA DE INFRA-ESTRUTURA DE INFORMÁTICA CIINF SISTEMA DE INFRA-ESTRUTURA DE INFORMÁTICA Agenor Costa Filho 1 agenor.costa@pop.com.b r Jéssica Lehmann de Morais 1 jessicalehmann@pop.com. br Renata Sant Anna Krauss 1 renatakrauss@superonda.com.br

Leia mais

Turma Sábado 10:00. Turma Sexta 19h00min às 20h30min. 1º Aula

Turma Sábado 10:00. Turma Sexta 19h00min às 20h30min. 1º Aula Turma Sábado 10:00 1º Aula 1. Inicie as aulas com esta turma dia 04/02/2012, ao qual segundo levantamento dos professores anteriores esta adiantada sendo a ultima aula administrada de formatação e instalação

Leia mais

INFORMÁTICA INFORMÁTICA BÁSICA

INFORMÁTICA INFORMÁTICA BÁSICA INFORMÁTICA BÁSICA PROF. MARCOS VINICIUS GRADUADO EM ANÁLISES DE SISTEMAS. PÓS-GRADUADO EM ADMINISTRAÇÃO E SEGURANÇA DE SISTEMAS COMPUTACIONAIS FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ. ANALISTA DE SISTEMAS E DBA SQL SERVER

Leia mais

Formatação de HD e Instalação do Sistema Operacional

Formatação de HD e Instalação do Sistema Operacional Formatação de HD e Instalação do Sistema Operacional Este tutorial tem por objetivo ensinar de maneira detalhada como formatar e particionar um HD e como instalar o Windows. É indicado para usuários iniciantes

Leia mais

Laboratório de Hardware

Laboratório de Hardware Laboratório de Hardware Prof. Marcel Santos Silva Apresentação Bacharel em Análise de Sistemas (UNILINS). Especialização em Geoprocessamento (UFSCar). Mestre em Ciência da Informação (UNESP). Doutorando

Leia mais

Manutenção de Hardware. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br

Manutenção de Hardware. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Manutenção de Hardware Fonte de Alimentação Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Sumário Conexões para AT Conexões para ATX Simbologia Sinais de tensão especiais Conectores Unidade 5 ¼ Unidade 3 ½ SATA

Leia mais

5 Montagem Circuítos

5 Montagem Circuítos Montagem 5 Circuítos Ambiente de trabalho: Para trabalhar com montagem eletrônica e reparação de equipamentos o técnico precisa de algumas ferramentas, são elas: 1 - Ferro de solda: O ferro de solda consiste

Leia mais

Tabela de Preços. 10 - Computador com tela preta ou azul = R$ 110 / R$ 180 (problemas de software)

Tabela de Preços. 10 - Computador com tela preta ou azul = R$ 110 / R$ 180 (problemas de software) Tabela de Preços DETALHES DOS SERVIÇOS MAIS COMUNS PC WINDOWS 01 - Laudo técnico/diagnóstico = R$ 50 02 - Troca de fonte: R$110 + peça 03 - Super-aquecimento = R$110 04 - Configuração wireless = R$ 110

Leia mais

Juventude: O nosso compromisso!

Juventude: O nosso compromisso! Juventude: O nosso compromisso! QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS INFORMÁTICOS E DE TELECOMUNICAÇÕES TIC 003_3 TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PERFIL PROFISSIONAL

Leia mais

Introdução a Informática. Colégio "Serrano Guardia" Módulo I Informática Básica William Andrey de Godoy

Introdução a Informática. Colégio Serrano Guardia Módulo I Informática Básica William Andrey de Godoy Introdução a Informática 1 Colégio "Serrano Guardia" Módulo I Informática Básica Introdução a Informática São conjuntos de métodos e equipamentos através do quais podemos armazenar e manipular informações

Leia mais

V O C Ê N O C O N T R O L E.

V O C Ê N O C O N T R O L E. VOCÊ NO CONTROLE. VOCÊ NO CONTROLE. O que é o Frota Fácil? A Iveco sempre coloca o desejo de seus clientes à frente quando oferece ao mercado novas soluções em transportes. Pensando nisso, foi desenvolvido

Leia mais

Capítulo XIII SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Capítulo XIII SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Capítulo XIII SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO FINALIDADE A Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, órgão de direção especializada, subordinada ao diretor-geral da Secretaria

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante INTRODUÇÃO II - DO OBJETO E DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS III - DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA IV - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO V - DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E DA PROPOST VI - ABERTURA DOS ENVELOPES VII - DA DOCUMENTAÇÃO

Leia mais

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Elementos que constituem o Computador O funcionamento do computador é possível devido aos vários elementos interligados que o constituem:

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

Otimização de Computadores

Otimização de Computadores Otimização de Computadores 01- Antes de tudo, um pouco de organização. Como é a sua casa? O que é viver com organização? Você sabe deixar o seu ambiente, organizado? TELECENTRO POPULAR By Claudionor Araújo

Leia mais

2.1 Montando o cabo serial... 4 2.2 Conectando o receptor ao PC... 5 2.3 Instalando o programa (DRU)... 5

2.1 Montando o cabo serial... 4 2.2 Conectando o receptor ao PC... 5 2.3 Instalando o programa (DRU)... 5 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Instalação... 4 2.1 Montando o cabo serial... 4 2.2 Conectando o receptor ao PC... 5 2.3 Instalando o programa (DRU)... 5 3. Atualizando o receptor... 8 3.1 Qual o software

Leia mais

Tecnologia e Informática

Tecnologia e Informática Tecnologia e Informática Centro Para Juventude - 2014 Capitulo 1 O que define um computador? O computador será sempre definido pelo modelo de sua CPU, sendo que cada CPU terá um desempenho diferente. Para

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Introdução a microinformática William S. Rodrigues HARDWARE BÁSICO O hardware é a parte física do computador. Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja,

Leia mais

NX- USB MANUAL DO USUARIO V1.2

NX- USB MANUAL DO USUARIO V1.2 NX- USB MANUAL DO USUARIO V1.2 NEVEX Tecnologia Ltda Copyright 2014 - Todos os direitos Reservados Atualizado em: 24/09/2014 IMPORTANTE Máquinas de controle numérico são potencialmente perigosas. A Nevex

Leia mais

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS LAÉRCIO VASCONCELOS MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS 4 a EDIÇÃO Rio de Janeiro 2014 ÍNDICE Capítulo 1: Introdução ao hardware Computador, micro, PC...1 Processador...1 Memória RAM...1 Disco rígido...2

Leia mais

Reparador de Circuitos Eletrônicos

Reparador de Circuitos Eletrônicos Reparador de Circuitos Eletrônicos O Curso de Reparador de Circuitos Eletrônicos tem por objetivo o desenvolvimento de competências relativas a princípios e leis que regem o funcionamento e a reparação

Leia mais

PROCESSADOR. Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM).

PROCESSADOR. Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM). PROCESSADOR Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM). INTRODUÇÃO O processador é o C.I. mais importante do computador. Ele é considerado o cérebro do computador, também conhecido como uma UCP -

Leia mais

Manutenção Preventiva. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy

Manutenção Preventiva. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy Manutenção Preventiva 1 Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes Manutenção preventiva Evita problemas futuros no micro. - Limpeza das placas com pincel (semestral). - Limpeza dos contatos

Leia mais

Sist i em em I a n I fo f rm r at m i at zad

Sist i em em I a n I fo f rm r at m i at zad Sistema Informatizado Software Software Formado por algoritmos e suas representações para o computador (programas) Instruções codificadas necessárias para transformar dados em informações X Quando pessoas

Leia mais

Guia de instalação GPRS

Guia de instalação GPRS Guia de instalação GPRS CELULAR DE MESA EPFS11 2014 Windows XP Indices 1. 2. 3. 4. CONEXÕES:... 2 INTRODUÇÃO... 3 INSTALAÇÃO DO DRIVER USB... 3 COFIGURANDO A CONEXÃO... 5 1. CONEXÕES: Conecte um cabo USB*

Leia mais

Driver da KODAK D4000 Duplex Photo Printer para WINDOWS

Driver da KODAK D4000 Duplex Photo Printer para WINDOWS ReadMe_Driver.pdf 11/2011 Driver da KODAK D4000 Duplex Photo Printer para WINDOWS Descrição O driver da D4000 Printer é um driver da impressora MICROSOFT personalizado para uso com a D4000 Duplex Photo

Leia mais

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01 Aula 01 1 Explique porque é importante saber Montagem e Manutenção de Computadores hoje? 2 Defina Hardware. 3 Explique Transistor. 4 Faça uma breve explicação da Evolução dos Hardwares usados nos computadores.

Leia mais

Disciplina: Informática Introdução à Microinformática (1/3) Carga-Horária: 23 h (30 h/a)

Disciplina: Informática Introdução à Microinformática (1/3) Carga-Horária: 23 h (30 h/a) Disciplina: Informática Introdução à Microinformática (1/3) Carga-Horária: 23 h (30 h/a) Mostrar a evolução do computador ao longo da história; Propiciar ao aluno conhecimentos básicos sobre os computadores

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A CRIAÇÃO DE PLACA IHL (INTERFACE DE HARDWARE LIVRE) ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º SEMESTRE

RELATÓRIO SOBRE A CRIAÇÃO DE PLACA IHL (INTERFACE DE HARDWARE LIVRE) ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º SEMESTRE RELATÓRIO SOBRE A CRIAÇÃO DE PLACA IHL (INTERFACE DE HARDWARE LIVRE) ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º SEMESTRE Albert Cruz Loyanne Lemos Matheus Carvalho Pricilla Brandão Salvador Dezembro - 2010 Albert Cruz,

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06. Wilson Rubens Galindo

INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06. Wilson Rubens Galindo INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06 Wilson Rubens Galindo SITE DO CURSO: http://www.wilsongalindo.rg3.net Caminho: Cursos Informática Básica para Servidores Grupo de e-mail: ibps2010@googlegroups.com

Leia mais

Nota de Aplicação. Migrando a base da dados do software ION-GER da maquina servidor. Suporte Técnico Brasil. Versão: 1.0

Nota de Aplicação. Migrando a base da dados do software ION-GER da maquina servidor. Suporte Técnico Brasil. Versão: 1.0 Nota de Aplicação Migrando a base da dados do software ION-GER da maquina servidor. Versão: 1.0 Suporte Técnico Brasil Especificações técnicas Hardware: Firmware: HX901 HX900 ALL HX600 Software: Versão:

Leia mais

Considere a planilha a seguir, que foi retirada do Manual do Usuário SABESP e digitada utilizando-se o Microsoft Excel 2010, em português.

Considere a planilha a seguir, que foi retirada do Manual do Usuário SABESP e digitada utilizando-se o Microsoft Excel 2010, em português. 01 Q361484 Noções de Informática Microsoft Excel 2010 Considere a planilha a seguir, que foi retirada do Manual do Usuário SABESP e digitada utilizando-se o Microsoft Excel 2010, em português. Foi possível

Leia mais

Sumário. 1 Introdução à administração do Windows Vista...27. 2 Gerenciando sistemas Windows Vista...51

Sumário. 1 Introdução à administração do Windows Vista...27. 2 Gerenciando sistemas Windows Vista...51 Sumário 1 Introdução à administração do Windows Vista...27 Começando a usar o Windows Vista... 28 Instalando e executando o Windows Vista... 30 Instalando o Windows Vista...30 Utilizando o Centro de Boas-vindas

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS 1 RESOLUÇÃO NORMATI VA N.º 0 0 6 / 2 0 0 1 O Tribunal de Contas do Estado de Goiás, considerando as atribuições estabelecidas pela Constituição Estadual em seu artigo 26, o disposto no inciso XII do art.

Leia mais

DTI - DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DTI - DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Índice 1. APRESENTAÇÃO...: 2 2. OBJETIVOS...: 2 3. INFRAESTRUTURA OPERACIONAL...: 3 3.1. Sala dos Professores...: 3 3.2. Secretaria das Coordenações...: 3 3.3. Secretaria Geral...: 3 3.4. Biblioteca...:

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2012 PROJETO ALFABETIZAÇÃO CIDADÃ

PLANO DE AÇÃO 2012 PROJETO ALFABETIZAÇÃO CIDADÃ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX DIRETORIA DE PROGRAMAS SOCI PLANO DE AÇÃO 2012 PROJETO ALFABETIZAÇÃO CIDADÃ Gestora do Projeto: Gleice Amélia Gomes Lemos 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 JUSTIFICATIVA... 4 RECURSOS

Leia mais

Instruções Servidor TeoremaEE

Instruções Servidor TeoremaEE Instruções Servidor TeoremaEE DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Bernardo Aprovado em: Fevereiro de 2016. Nota de copyright Copyright 2016 Teorema Informática, Guarapuava.

Leia mais

Sistemas Operacionais Aula 2

Sistemas Operacionais Aula 2 Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Sistemas Operacionais Aula 2 Igor Augusto de Carvalho Alves Igor.alves@ifrn.edu.br Apodi, Maio de 2012 Sistemas Operacionais Memória virtual O S.O. Aloca

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500090 - TECNICO EM INFORMATICA INTEGRADO AO E.M. Nivel: Tecnico Area Profissional: COMERCIO-TEC Area de Atuacao: BANCO DADOS/COMERCIO-TEC

Leia mais

Verificando os componentes

Verificando os componentes PPC-4542-01PT Agradecemos a aquisição do scanner de imagem em cores fi-65f. Este manual descreve os preparativos necessários para o uso deste produto. Siga os procedimentos aqui descritos. Certifique-se

Leia mais

Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com

Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com Formação: Graduando em Analises e Desenvolvimento de Sistemas (8º Período) Pregoeiro / Bolsa de Valores

Leia mais

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO CURSO: Montador de Equipamentos Eletroeletrônicos 200 horas ÁREA: ELETROELTRÔNICA MODALIDADE: QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL UNIDADE(S) HABILITADA(S): CETEC - Araguaina Plano de

Leia mais

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia 40 Informática 40 Matemática 80 Produção de Textos 40 2º Bimestre Cálculo I 80 Física I 80 Inglês 20 Metodologia

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2014 Escola Técnica Estadual Dr. José Luiz Viana Coutinho Código: 073 Município: Jales EE Dom Artur Horthuis Eixo Tecnológico:

Leia mais

Librix. A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC Guia de referência

Librix. A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC Guia de referência Librix A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC Guia de referência índice Librix Introdução Librix...03 Manual Eletrônico...03 Opções de Suporte...03 Dicas para a Instalação Configurações Regionais...05

Leia mais

ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7

ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7 ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7 OBJETIVO Conhecer as funcionalidades do software VMware Player implantando o sistema operacional Windows 7 e trabalhando em algumas ferramentas nativas

Leia mais

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia Informática Matemática Produção de Textos 2º Bimestre Cálculo I Física I Inglês Metodologia Científica 3º

Leia mais

6.8.2.5 Lab - Instalar uma Placa de Rede Sem Fio no Windows Vista

6.8.2.5 Lab - Instalar uma Placa de Rede Sem Fio no Windows Vista 5.0 6.8.2.5 Lab - Instalar uma Placa de Rede Sem Fio no Windows Vista Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você irá instalar e configurar uma placa de rede sem fio. Equipamento

Leia mais

Manutenção DSPTI II. Porque fazer Manutenção. Manutenção. Porque fazer Manutenção. Porque fazer Manutenção

Manutenção DSPTI II. Porque fazer Manutenção. Manutenção. Porque fazer Manutenção. Porque fazer Manutenção Manutenção DSPTI II Manutenção Preventiva e Corretiva Prof. Alexandre Beletti Utilizada em todo tipo de empresa, procurando evitar falhas e quebras em um determinado maquinário Prolongar a vida útil de

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Montador e Reparador de Computadores Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor

Leia mais

1. P03 Dispositivos de Acesso. Configuração Mínima de Softwares para Estações de Trabalho P03.001

1. P03 Dispositivos de Acesso. Configuração Mínima de Softwares para Estações de Trabalho P03.001 1. IDENTIFICAÇÃO Padrão Segmento Código P03.001 Revisão v. 2014 2. PUBLICAÇÃO Órgão IplanRio Diretoria DOP Diretoria de Operações Setor GSA - Gerência de Suporte e Atendimento 1 de 6 epingrio@iplanrio.rio.rj.gov.br

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Manutenção de Computadores

Manutenção de Computadores Manutenção de Computadores Assunto a ser estudado: Armazenamento; Energia; Dispositivos de Entrada e Saída; Placa Mãe; Sistema de Arquivo; Processadores; Refrigeração; Memória; Vídeo; Instalação de sistemas

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104

MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104 MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104 Obrigado por escolher o DVR USB ST-104 DIMY S. Por favor, certifique-se que a operação do produto esta de acordo com este manual para garantir a estabilidade do sistema

Leia mais

Pedro José Faure Gonçalves. Gas Detect

Pedro José Faure Gonçalves. Gas Detect Pedro José Faure Gonçalves Gas Detect Projeto apresentado nas disciplina de Microprocessadores II e Eletrônica II Ministrado pelo prof. Afonso Miguel No curso de Engenharia de Computação Na Universidade

Leia mais

Instituto Federal de Santa Catarina Curso técnico integrado em telecomunicações Introdução à Computação. Prof. Diego da Silva de Medeiros

Instituto Federal de Santa Catarina Curso técnico integrado em telecomunicações Introdução à Computação. Prof. Diego da Silva de Medeiros Instituto Federal de Santa Catarina Curso técnico integrado em telecomunicações Introdução à Computação Introdução Introdução ao ao Hardware Hardware Prof. Diego da Silva de Medeiros São José, abril de

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PRESIDÊNCIA PORTARIA CNMP-PRESI N.030, DE 07 DE ABRIL DE 2010.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PRESIDÊNCIA PORTARIA CNMP-PRESI N.030, DE 07 DE ABRIL DE 2010. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PRESIDÊNCIA PORTARIA CNMP-PRESI N.030, DE 07 DE ABRIL DE 2010. Dispõe sobre critérios de uso e segurança dos recursos de Tecnologia da Informação do Conselho Nacional

Leia mais

Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server

Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server André Luiz Silva de Moraes chameandre@gmail.com Faculdade Senac http://www.senacrs.com.br Feira das Oportunidades 04 de Maio de 2011 1 / 11 1 Conceitos Básicos Definições

Leia mais

Manual de Instalação do GRAVADOR DE DVD PCI

Manual de Instalação do GRAVADOR DE DVD PCI Manual de Instalação do GRAVADOR DE DVD PCI Conteúdo Versão2.0 Capítulo1 : Instalação do GRAVADOR DE DVD PCI...2 1.1 Conteúdo da Embalagem...2 1.2 Exigências do Sistema...2 1.3 Instalação do Hardware...2

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos Ao final desta apostila,

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Introdução à Informática... 19

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Introdução à Informática... 19 SUMÁRIO Capítulo 1 - Introdução à Informática... 19 1. Conceitos Básicos... 19 2. Hardware... 21 3. Software... 22 4. Peopleware... 22 5. Os Profissionais de Informática... 22 6. Linguagem de Computador

Leia mais

Procedimentos de Formatação e Nova Instalação do Sistema. Procedimentos de Formatação do Sistema. Procedimentos de Nova Instalação do Sistema

Procedimentos de Formatação e Nova Instalação do Sistema. Procedimentos de Formatação do Sistema. Procedimentos de Nova Instalação do Sistema Procedimentos de Formatação e Nova Instalação do Sistema Objetivo: Padronizar os procedimentos de formatação e nova instalação para agilizar os seus respectivos processos e o backup/restauração dos dados

Leia mais

Manual de solução para problemas de hardware

Manual de solução para problemas de hardware Manual de solução para problemas de hardware 1º- PROBLEMA: O COMPUTADOR NÃO LIGA Tomada: em alguns casos, o defeito está na tomada e acabamos por pensar que está no sistema. Se necessário, verifique se

Leia mais

1 Componentes da Rede Gestun

1 Componentes da Rede Gestun PROCEDIMENTO PARA DETECÇÃO DE FALHAS EM REDES DATA: 23/06/14. Controle de Alterações DATA 23/06/14 MOTIVO Versão Inicial RESPONSÁVEL Márcio Correia 1 Componentes da Rede Gestun -Módulo de comunicação:

Leia mais

TECNICO EM INFORMATICA PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

TECNICO EM INFORMATICA PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500446 - TECNICO EM INFORMATICA Nivel: Tecnico Area Profissional: 0042 - COMERCIO-TEC Area de Atuacao: 0440 - BANCO DADOS/COMERCIO-TEC

Leia mais

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles:

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles: RESUMO Um sistema de informação é composto de três componentes, Hardware, Software e Peopleware. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte, que significa

Leia mais

Bios, Setup, CMOS, Post e Mensagens de Erro

Bios, Setup, CMOS, Post e Mensagens de Erro Bios, Setup, CMOS, Post e Mensagens de Erro Autor: David da silva Bios, Setup, CMOS, Post e Mensagens de erro Bios Bios significa "Basic Input Output System", ou "sistema básico de entrada e saída". Um

Leia mais

PLANATC. Manual de Instalação. Scanner SC-7000

PLANATC. Manual de Instalação. Scanner SC-7000 Manual de Instalação Scanner SC-7000 1 Sistema de comunicação e análise da injeção eletrônica - Scanner SC-7000. O Scanner SC-7000 é um equipamento de fácil utilização para profissionais em injeção eletrônica

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Software. Prof. Demétrios Coutinho. C a m p u s N a t a l C e n t r a l D i s c i p l i n a d e I n f o r m á t i c a B á s i c a 0 6 / 0 5 / 2 0 1 2

Software. Prof. Demétrios Coutinho. C a m p u s N a t a l C e n t r a l D i s c i p l i n a d e I n f o r m á t i c a B á s i c a 0 6 / 0 5 / 2 0 1 2 Software Prof. Demétrios Coutinho C a m p u s N a t a l C e n t r a l D i s c i p l i n a d e I n f o r m á t i c a B á s i c a 0 6 / 0 5 / 2 0 1 2 COMPUTADOR X SOFTWARE X É o software que torna um computador

Leia mais

Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V

Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V Introdução As fontes de alimentação são as responsáveis por distribuir energia elétrica a todos os componentes do computador. Por isso, uma fonte de qualidade é essencial

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS 1.1. PERFIL DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA: 1.1.1.DESCRIÇÃO DO PERFIL: O profissional desempenhará

Leia mais

Defeitos Comuns e Diagnósticos. Prof. Leandro Dourado

Defeitos Comuns e Diagnósticos. Prof. Leandro Dourado Defeitos Comuns e Diagnósticos Prof. Leandro Dourado Fonte Danos: Instabilidades nas tensões de saídas afetando completamente o micro geralmente fruto de falha em seus componentes (mosfets em geral), instabilidade

Leia mais

NX-MAX6 MANUAL DO USUARIO V1.1

NX-MAX6 MANUAL DO USUARIO V1.1 MANUAL DO USUARIO V1.1 NEVEX Tecnologia Ltda. Copyright 2015- Todos os direitos Reservados Atualizado em: 21/05/2015 IMPORTANTE Máquinas de controle numérico são potencialmente perigosas. A Nevex Tecnologia

Leia mais