Sem necessidade de mágica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sem necessidade de mágica"

Transcrição

1 Sem necessidade de mágica VPNs básicas não fornecem segurança suficiente por si só; em vez disso, experimente uma delicada mistura de OpenVPN com e-tokens Aladdin. por Daniel von Soest e Charly Kühnast Como conta a história, Aladdin era uma pessoa que não servia para nada: era desocupado, malicioso e não respeitava os pais. Você colocaria a segurança da sua empresa nas mãos de um inútil como esse? Felizmente, com a ajuda de um pouco de magia, o mágico e o gênio da lâmpada transformaram o garoto em um sultão [1]. OpenVPN e Aladdin Por sorte, não é necessário nenhuma mágica para usar e-tokens Aladdin com Linux e OpenVPN, esse último sendo um aplicativo livre para rede privada virtual (VPN, na sigla em inglês) com SSL, que chegou à classe dos softwares-padrão na versão 2.1, sendo útil, principalmente, em configurações de ambientes de larga escala. Já o Aladdin [2] domina o mercado de controle de acesso com criptografia a partir de chaveiros USB com seus e-tokens, sendo esse um dos motivos pelos quais foi adquirido pela SafeNet. Contudo, um e-token é um e-token, tanto faz se venha com o rótulo Aladdin ou Safe- Net. Apesar de custar, aproximadamente, US$ 100, um e-token nada mais é do que um dispositivo USB que contém um certificado de usuário. No entanto, não é nada trivial integrar a autenticação de chaveiros USB com gerenciamento de senha e entrada PIN. Neste artigo, mostramos como uma organização pode configurar e implementar a segurança de uma infraestrutura de larga escala com essas técnicas. Abordamos também a integração de clientes Linux e Windows, configurações personalizadas dos clientes para a VPN e um script inicial para lidar com entrada PIN no Linux. Tokens e certificados Obviamente, a conexão VPN não mais usa uma simples chave previamente compartilhada (PSK, na sigla em inglês), mas sim, certificados X.509 seguros e gerenciados de modo centralizado [3], que expiram automaticamente. Você também pode usar o OpenVPN em combinação com certificados mais simples de chaves públicas, uma técnica que a Strato emprega para sua rede de armazenamento HiDrive. Contudo, isso significa que você precisa criar o certificado de modo clientauth; senão, o OpenVPN não vai abrir o túnel. Chaves e certificados individuais de clientes são preferíveis para empresas, mas ainda precisam de proteção; é aqui que entra 41

2 Figura 1 O administrador CA deve copiar os arquivos para a configuração VPN descrita neste artigo. o Aladdin, com sua solução que combina hardware e software. É pedida uma senha para a leitura do e-token, satisfazendo, assim, a exigência nas boas práticas de proteção de dados do tipo algo que você tem e algo que você sabe. Além disso, o e-token é um dispositivo inteligente que bloqueia o token se o usuário errar a senha muitas vezes. Essa precaução evita que um terceiro não autorizado abra uma conexão com um token roubado ou perdido. O certificado armazenado é lido conforme o padrão PKCS#11 [4]. Passo a passo Em um servidor Ubuntu, começamos instalando o pacote openvpn, que depende Figura 2 A ferramenta SAC não serve apenas para exportar, mas também para destravar e-tokens bloqueados por engano por seus usuários. dos pacotes liblzo2-2, libpkcs11-helper1, openssl-blacklist e openvpn-blacklist. O próximo passo é configurar sua própria PKI (Public Key Infraestructure). O OpenVPN fornece uma ferramenta de software para configurações pequenas e médias: o Easy RSA, uma boa opção para testes. Administradores que precisem de PKIs mais amplas podem experimentar ferramentas como o OpenCA [5] ou terceirizar a tarefa. Independentemente da ferramenta, após criar os certificados, você precisará mover sua PKI, preferivelmente, para uma máquina sem conexão de rede. Caso a PKI seja comprometida (principalmente o arquivo CA.key), toda a estrutura de TI de sua empresa fica em risco: a PKI jamais deve ser acessível pela rede. Easy RSA Os scripts Easy RSA fornecidos com o pacote permitem ao administrador uma técnica simples e descomplicada para configurar a PKI; os scripts estão em /usr/share/doc/openvpn/ examples/easy-rsa/2.0. Podemos começar modificando algumas coisas no arquivo vars; isso ajudar a deixar todo o processo mais conveniente (listagem 1). Após modificar essas linhas, não será preciso fornecer esses detalhes manualmente; em vez disso, basta teclar [Y] e pressionar [Enter]. A próxima etapa é limpar alguns comandos, exportar os valores que você acabou de editar e criar uma chave Diffie-Hellman 42

3 (DH), que você precisa para tornar segura a troca das chaves: após uma espera e algumas telas cheias de caracteres crípticos, você deverá ter sua chave DH e pode executar o script./build-ca para criar sua própria CA. Os scripts vão te guiar pelo processo, oferecendo os valores pré-definidos no arquivo vars como padrões. Mas será preciso digitar manualmente o Organizational Unit Name e o Common Name. Depois, você pode criar um certificado de servidor. O Easy RSA inclui o script build-keyserver para isso; o nome do certificado precisa ser digitado como um parâmetro. Isso significa digitar manualmente diversas porções de informação, sendo uma delas o Common Name, que geralmente é o FQDN (Fully Qualified Domain Name) do servidor. Não esqueça de incluir uma challenge password aqui, já que a assinatura vai ocorrer imediatamente depois desse processo. Você pode responder sim Y para as outras duas perguntas: Sign the certificate [y/n]: 1 out of 1 certificate requests certified, commit? [y/n]: Após completar essa etapa, você poderá emitir quantos certificados de usuários quiser. Novamente, o Easy RSA oferece um script, o build-key, para isso. É preciso confirmar as configurações-padrão e adicionar detalhes pessoais antes de prosseguir para a criação de uma chave TLS, para fornecer proteção contra ataques do tipo DoS. O seguinte comando é útil para isso: openvpn --genkey --secret tls-auth.key Ele armazena a chave no arquivo tls-auth.key. Lugar correto O processo de colocar os certificados que você cria nos lugares certos pode ser confuso. A figura 1 mostra os locais corretos: os arquivos CA.crt, server.crt, server.key, tls-auth.key, dh.key e client.crt precisam estar no servidor OpenVPN. No lado do cliente (no meu caso um laptop), são necessários apenas os arquivos CA.crt e tls-auth.key. O arquivo client. pem fica no e-token. A parte de baixo da figura 2 mostra a máquina de gerenciamento PKI isolada e o arquivo client.pem na direita. Finalmente, vamos armazenar os novos certificados de usuários nos e-tokens. O seguinte comando openssl pkcs12 -export -in John_Doe.crt -inkey John_Doe.key -out John_Doe.p12 combina o par certificado/chave do cliente em um arquivo PKCS#12, que você copia no e-token usando o SafeNet Authentication Client (SAC) [7]. Conhecido antes como Aladdin PKI Client, esse programa foi renomeado após a aquisição do Aladdin pela SafeNet, mas contém os mesmos recursos. Quando você inicia o software pela primeira vez, um botão na visão Advanced inicializa o e-token. Você precisa digitar um login de administrador para destravar o e- -token. Também é possível definir o número Listagem 1: variáveis # tamanho da chave export KEY_SIZE= # validade da CA (em dias) export CA_EXPIRE= # validade do certificado (em dias) export KEY_EXPIRE= # valores pré-definidos do certificado export KEY_COUNTRY= DE export KEY_PROVINCE= BY export KEY_CITY= Muenchen export KEY_ORG= Linux-Magazin export KEY_ = /clean_all 18./vars 19./build-dh.sh Listagem 2: /etc/openvpn/server.conf 01 port dev tun 03 proto tcp 04 topology subnet dh /etc/openvpn/keys/dh1024.pem 07 ca /etc/openvpn/keys/ca.crt 08 cert /etc/openvpn/keys/server.crt 09 key /etc/openvpn/keys/server.key 10 tls-auth /etc/openvpn/keys/tls-auth.key server keepalive comp-lzo persist-key 18 persist-tun 19 client-config-dir /etc/openvpn/ccd 20 ccd-exclusive 21 status /var/log/openvpn/status.log 22 log-append /var/log/openvpn/openvpn.log 23 verb 5 43

4 de tentativas antes de o usuário ter o e-token bloqueado. O quadro 1 mostra em linhas gerais a técnica correta para reativar um e-token com a ferramenta SAC (figura 2). Importar e exportar A função de importar ajuda a colocar o certificado no e-token. Quando for pedida a senha, coloque a senha de usuário que você acabou de especificar. Na próxima janela de autenticação, se você especificou uma Chalenge Password ao emitir o certificado, terá que digitá-la agora; senão, apenas deixe o campo em branco e o e-token está pronto para uso. Servidor OpenVPN Administradores de ambientes de larga escala geralmente executam o OpenVPN em uma DMZ (zona desmilitarizada) separada, o que é, provavelmente, a solução ideal, já que isso roteia o acesso através dos sistemas centralizados de firewall e, assim, permite seu controle. Mas, nessa abordagem, cada usuário da VPN precisa de um endereço IP estático, para o qual regras estão definidas nos firewalls; afinal, você não quer dar os mesmos privilégios de um funcionário trabalhando em casa, para uma empresa terceirizada, por exemplo. Para permitir isso, a versão 2.1 (ou mais nova) do OpenVPN oferece uma topologia Listagem 3: /etc/openvpn/ccd/john_doe 01 # John Doe 02 ifconfig-push push "topology subnet" 04 push "redirect-gateway" 05 push "dhcp-option DNS " 06 push "dhcp-option WINS " 07 push "dhcp-option DOMAIN linux-magazin.de" Listagem 4: client.ovpn (Windows) 01 remote myopenvpn.exmaple.com dev tun 03 proto tcp 04 client 05 tun-mtu ca "C:\\program files\\openvpn\\keys\\ca.crt" 07 tls-auth "C:\\program files\\openvpn\\keys\\ tls-auth.crt" 08 cryptoapicert "THUMB:xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx xx" cipher BF-CBC 11 comp-lzo 12 register-dns 13 explicit-exit-notify de sub-rede. Em combinação com o prático parâmetro ccd-exclusive, ele designa um endereço fixo de IP ao par certificado/usuário e impede o acesso de usuários não especificados. O administrador precisa criar um arquivo de configuração.conf em /etc/ openvpn no servidor (listagem 2). Esse arquivo faz o OpenVPN ser executado na porta 443 TCP, utilizar um dispositivo TUN para um túnel e usar topologia subnet. Nesse modo, o servidor OpenVPN é designado como o primeiro endereço do intervalo especificado (no exemplo, ). Os detalhes do certificado e caminho da chave são fornecidos pela diretriz server, junto com o intervalo de IPs da rede virtual. O importante aqui é modificar o roteamento dos firewalls envolvidos e rotear a rede privada com o servidor OpenVPN. Os parâmetros keepalive da linha 14, fazem o OpenVPN terminar automaticamente a conexão com o túnel após 60 segundos se a conexão falhar, permitindo que o usuário tente reconectar. A diretriz comp-lzo habilita a compressão, o que melhora perceptivelmente a resposta ao lidar com o túnel. Já persist-key e persist- -tun evitam que o OpenVPN reanalise os arquivos do túnel e da chave quando o túnel é reiniciado. Isso faz sentido quando o Open- VPN perde privilégios ao iniciar, porque apenas o usuário root pode criar o dispositivo TUN e analisar o arquivo da chave. A diretriz client-config-dir define onde a configuração de usuário (ou seja, as designações individuais de IPs e rotas especiais) é armazenada. A próxima diretriz, ccd-exclusive, faz o OpenVPN rejeitar quaisquer usuários que não tenham uma configuração client-config- -dir. Os parâmetros status, log e verb configuram os arquivos de log e a quantidade de informações exibidas. Configurações push A configuração no lado do servidor para o usuário de exemplo John Doe fica em um arquivo chamado /etc/openvpn/ccd/john_doe, sendo muito similar à listagem 3. O importante é que o nome do arquivo corresponda ao CN da linha subject no certificado do cliente; em outras palavras, é preciso planejar bem o desenho de sua PKI previamente. O servidor designa para o cliente um endereço IP de na hora da conexão. Ao mesmo tempo, redirect-gateway faz o 44

5 Figura 3 O Microsoft Management Console com o snap-in do certificado. cliente executar seu gateway padrão através do túnel VPN. Além disso, o OpenVPN usa o parâmetro dhcp-option para modificar as configurações de DNS, WINS e de domínio. Infelizmente, apenas clientes Windows vão compreender a diretriz dhcp-option, mas é possível usar o script /etc/openvpn/update- -resolv-conf para clientes Linux. Se sua distribuição não fornecer esse script, é possível baixar uma versão modificada [9]. Obviamente, é possível lidar com todas as configurações listadas no diretório ccd no lado do cliente, mas isso não é uma boa ideia por questões de segurança. Um usuário poderia facilmente mudar o endereço IP para escalar privilégios. O servidor VPN também precisa dar suporte a encaminhamento de pacotes, recurso fornecido com ip_forward, através do parâmetro de kernel sysctl -w net.ipv4.ip_forward=1. Integração de clientes Windows Clientes Linux e Windows usam configurações OpenVPN totalmente diferentes. Os programas Windows necessários estão em [8]. A equipe editorial da Linux Magazine recomenda os programas comunitários do projeto OpenVPN.net. Essa alternativa não inclui drivers com certificação Microsoft, o que pode causar problemas com algumas versões do Windows. Além do software OpenVPN, será preciso o programa para e- -tokens SAC, que você pode obter após se registrar [6]. Após instalar os dois aplicativos, podemos começar a configuração. Comece criando um arquivo client.ovpn com o conteúdo da listagem 4 em C:\Program files\openvpn\. As barras duplas não são erros de digitação, são absolutamente necessárias. Lembre-se de corrigir o caminho se estiver executando um sistema 64-bits precisa ser C:\Program files (x86)\ openvpn\, novamente com barras duplas. Além dos certificados, que ficam em C:\ Program files\openvpn\keys, a maior parte da configuração que precisa ser modificada está no diretório cyptoapicert. Substitua a seção xx:xx... com a impressão digital do certificado. Sistemas Windows usam um depósito de certificados (certificate store), que armazena todos os certificados temporários e permanentes. Você pode usar uma API para analisá-lo em busca de e-tokens, por exemplo, no Microsoft Management Console. Clique em Iniciar/Executar e digite mmc para iniciar o programa; então acrescente o snap-in do certificado (figura 3). Na etapa final, escolha se o MMC deve abrir o depósito de certificados do usuário atual, da conta de serviço ou da conta do computador. Se houver mais de uma conta de usuário na máquina, você deve escolher 45

6 a conta do computador; se não, a conta do usuário serve. Depois, abra a crypto store e vá até My Certificates para analisar o token conectado. Clicar duas vezes no certificado dá uma visão geral das opções. Escolha a impressão digital, depois copie e cole em client.ovpn. Antes de sair do MMC, acrescente o certificado CA, ca.crt, como uma autoridade de certificação root para indicar que o e-token é confiável. O próximo passo não é obrigatório, mas ajuda em algumas situações. O parâmetro register-dns ajuda a habilitar as opções DHCP. Em alguns casos, o Windows não carrega a nova configuração de DNS depois de estabelecer o túnel; explicit-exit-notifiy ajuda a reconectar clientes rapidamente. Com Listagem 5: client.conf (Linux) 01 remote myopenvpn.exmaple.com dev tun 03 proto tcp 04 client 05 tun-mtu ca /etc/openvpn/keys/ca.crt 07 tls-auth /etc/openvpn/keys/tls-auth.key up /etc/openvpn/update-resolv-conf 10 down /etc/openvpn/update-resolv-conf pkcs11-providers /usr/lib/libetpkcs11.so 13 pkcs11-id 'Aladdin\x20Knowledge\x20Systems\ x20ltd\xxx/etoken/0000xxxx/etoken\xxx\xxx\ xxxxxx/xxxx' management management-query-passwords cipher BF-CBC 19 comp-lzo 20 explicit-exit-notify 21 verb 3 Listagem 6: openvpn --show-pkcs11-ids The following objects are available for use. 02 Each object shown below may be used as parameter to 03 --pkcs11-id option please remember to use single quote mark Certificate 06 DN: /C=DE/ST=BY/L=Muenchen/O=Linux Magazin/OU=TR/CN=John_Doe/ Address= 07 Serial: Serialized id: SafeNet\x20Inc\x2E/eToken/ xxxxxxxx/etoken/xxxxxxxxxxxxxxxxxx essa opção, o cliente OpenVPN informa ao servidor explicitamente quando sai, para que o servidor possa fechar a conexão de modo elegante; de outra maneira, o cliente precisa esperar até o esgotamento do parâmetro keepalive no servidor. Para permitir que usuários sem privilégios de administração se conectem com o Open- VPN, é preciso colocá-los no grupo local de Network Configuration Operators. No Windows 7, ainda é preciso clicar em OpenVPN GUI Client Properties e, dentro de Shortcut, clicar em Advanced. Depois, marque a opção Run as administrator. Se não fizer isso, o novo sistema UAC iria impedir a funcionalidade do túnel. Agora, quando você inicia a interface gráfica do OpenVPN, e clica com o botão direito no ícone da barra de início para abrir uma conexão, o cliente SAC pede pela senha do token. Caso a senha esteja correta, o túnel é configurado imediatamente. Clientes Linux Em clientes Linux, é preciso instalar os pacotes openvpn e pcscd, e a ferramenta SAC [7] (que depende da libhal0, entre outras). Distribuições novas fornecem a versão do pcscd, que não mais é executado como daemon. O problema é que o SAC precisa de um daemon. No entanto, é possível corrigir isso comentando a linha exit 0 no script de inicialização /etc/init.d/pcscd. Então, você pode criar um arquivo client. conf, em /etc/openvpn/, como o da listagem 5. Os certificados precisam estar em /etc/ openvpn/keys. Como clientes Linux não podem usar o parâmetro dhcp-option, no lado do servidor, é preciso executar o script update-resolv-conf, fornecido pelo Open- VPN ou então disponível para download em [8]. O script converte a opção em comandos compreensíveis ao Linux, que então são executados na hora de criar ou desfazer o túnel. A diretriz pkcs-11-providers define o caminho da biblioteca SafeNet necessária para analisar o e-token; pkcs11-id especifica o e- -token usado nesse sistema (como a impressão digital da configuração Windows). Para descobrir a cadeia de caracteres de que você precisa, conecte o chaveiro USB e execute o seguinte comando: openvpn --show-pkcs11-ids /usr/lib/libetpkcs11.so 46

7 A saída do comando está na listagem 6. Interface de gerenciamento Como sistemas Linux não têm o equivalente a uma crypto store Windows, é preciso uma técnica diferente para habilitar a verificação de senha do e-token. As linhas management e management-query-password ajudam nessa tarefa. Agora, se você iniciar o OpenVPN pelo console como usuário root e digitar openvpn --config /etc/openvpn/client.conf, a saída mostra as etapas que foram processadas até então. O programa geralmente para com a seguinte mensagem: openvpn --config /etc/openvpn/client.conf [...] Sun Aug 15 15:07: Need password(s) from management interface, waiting... O OpenVPN está aguardando uma conexão Telnet na porta 4711 no host local. A interface de gerenciamento do OpenVPN recebe os usuários com a seguinte mensagem: telnet Trying Connected to Escape character is '^]'. >INFO:OpenVPN Management Interface Version 1 -- type 'help' for more info A interface OpenVPN requer uma sintaxe específica para a senha. Digitar o seguinte comando na sessão Telnet completa o truque: password 'etoken John_Doe' senha Aqui, senha é a senha do e-token. Se tudo correr bem, o OpenVPN irá agora configurar o túnel. Script para conexão Obviamente você não pode exigir que seus usuários façam tudo isso. Por isso, a equipe da Linux Magazine preparou um script Bash chamado Etovpn. Ele está disponível na versão de teste 0.42, incluindo pacotes Debian, Suse ou como tarball [8]. O script abre o túnel VPN ao fundo e pede a senha ao usuário. Então, repassa a senha ao OpenVPN através de uma sessão Telnet local. Você pode configurá-lo no arquivo /etc/ etovpn.conf. Tempo de conexão O diretório de configuração do cliente também oferece uma opção simples para ge- renciamento do tempo de conexão. Após habilitar a diretriz ccd-exclusive, é possível facilmente controlar o tempo de login de um usuário com um comando mv que move o arquivo de configuração para fora do diretório ccd. Um cronjob pode ajudar a automatizar esse processo e, assim, funcionários remotos ou fornecedores de serviços agora têm tempos de conexão predefinidos. Vale ressaltar uma precaução: essa restrição não se aplica a túneis pré-existentes; para isso, seria preciso derrubar o túnel através da interface de gerenciamento do servidor. Quadro 1: Servidores de Embora o programa SAC exiba o botão Unlock etoken, ele se refere ao programa Token Management System (TMS), que também é oferecido pela SafeNet e usa a técnica de request/response para reativar tokens. Mas se você não usa o SafeNet TMS, ainda pode destravar um e-token bloqueado. Para fazer isso, faça login como administrador do e-token e digite uma nova senha; esse processo automaticamente destrava o token (figura 2). Mais informações [1] História de Aladdin: en.wikipedia.org/wiki/aladdin [2] Safenet Aladdin: [3] X.509: wiki/x.509 [4] PKCS#11: wiki/pkcs11 [5] OpenCA: [6] Programa SAC: [7] Cliente OpenVPN Windows: openvpn.net/index.php/ open-source/ downloads.html [8] Etovpn: etovpn Gostou deste artigo? Veja este artigo em nosso site: Queremos ouvir sua opinião. Fale conosco em: 47

Comunicação Segura em Canais Inseguros com OpenVPN

Comunicação Segura em Canais Inseguros com OpenVPN Comunicação Segura em Canais Inseguros com OpenVPN Ricardo Kléber M. Galvão (rk@ufrn.br) Helder Jean Brito da Silva (helder@info.ufrn.br) http://naris.info.ufrn.br Núcleo de Atendimento e Resposta a Incidentes

Leia mais

OPENVPN SERVER NO CENTOS/RHEL

OPENVPN SERVER NO CENTOS/RHEL OPENVPN SERVER NO CENTOS/RHEL Ribas Vecchiato 1) Instalar Cento ou RHEL. 2) Depois, como root fazer upgrade do sistema. yum upgrade Instalar pacotes necessários yum install gcc make rpm-build autoconf.noarch

Leia mais

Implementando uma solução de VPN com o OpenVPN

Implementando uma solução de VPN com o OpenVPN Implementando uma solução de VPN com o OpenVPN Rodrigo Maués Rocha As empresas, não importando o tamanho, começam a ter necessidade de se manterem conectados à Internet por um período de tempo cada vez

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers OpenVPN Objetivos Entender como funciona uma VPN Configurar uma VPN host to host O que é uma VPN? VPN Virtual Private Network, é uma rede de comunicação particular, geralmente utilizando canais de comunicação

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Cap. 5: VPN Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução VPN (Virtual Private Network, ou rede virtual privada) criada para interligar duas redes distantes, através

Leia mais

EVILÁCIO RODRIGUES VIEIRA JUNIOR CONSTRUÇÃO DE REDE VPN ATRAVÉS DA FERRAMENTA OPENVPN

EVILÁCIO RODRIGUES VIEIRA JUNIOR CONSTRUÇÃO DE REDE VPN ATRAVÉS DA FERRAMENTA OPENVPN EVILÁCIO RODRIGUES VIEIRA JUNIOR CONSTRUÇÃO DE REDE VPN ATRAVÉS DA FERRAMENTA OPENVPN Palmas 2006 EVILÁCIO RODRIGUES VIEIRA JUNIOR CONSTRUÇÃO DE REDE VPN ATRAVÉS DA FERRAMENTA OPENVPN Trabalho apresentado

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

Manual de Solicitação e Instalação de Certificado Digital A3 e-cpf/e-cnpj AC-Correios no dispositivo criptográfico e-token PRO USB Aladdin.

Manual de Solicitação e Instalação de Certificado Digital A3 e-cpf/e-cnpj AC-Correios no dispositivo criptográfico e-token PRO USB Aladdin. Manual de Solicitação e Instalação de Certificado Digital A3 e-cpf/e-cnpj AC-Correios no dispositivo criptográfico e-token PRO USB Aladdin. Download do Dispositivo Criptográfico e-token PRO USB Aladdin:

Leia mais

Gerenciador do Token PROTOKEN PRO. Guia de Instalação

Gerenciador do Token PROTOKEN PRO. Guia de Instalação Gerenciador do Token PROTOKEN PRO Guia de Instalação Certificação Digital Guia CD-05 Público 1. Pré-requisitos para a instalação do dispositivo de certificação digital: Token Protoken Pro Para que o processo

Leia mais

Manual de Instalação Software do etoken Aladdin pro 72k

Manual de Instalação Software do etoken Aladdin pro 72k Manual de Instalação Software do etoken Aladdin pro 72k (SafeNet Authentication Client 8.0) Para o funcionamento do etoken Aladdin pro 72k, deve ser instalado o gerenciador do token disponível na área

Leia mais

OpenVpn. Mauro Fernando Zirbes. Redes Virtuais Privadas. ( Palestrante )

OpenVpn. Mauro Fernando Zirbes. Redes Virtuais Privadas. ( Palestrante ) OpenVpn Redes Virtuais Privadas Mauro Fernando Zirbes ( Palestrante ) 1 Assuntos Discutidos: Introdução Ipsec OpenVpn Comparativo Tuneis - Chaves Compartilhadas Tuneis - Chaves Assimétricas Tuneis - Ips

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul.

Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul. Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul. Manual Descritivo Índice 1. Introdução 1.1. Objetivo. 1.2. Escopo.

Leia mais

WatchKey. WatchKey USB PKI Token. Versão Windows. Manual de Instalação e Operação

WatchKey. WatchKey USB PKI Token. Versão Windows. Manual de Instalação e Operação WatchKey WatchKey USB PKI Token Manual de Instalação e Operação Versão Windows Copyright 2011 Watchdata Technologies. Todos os direitos reservados. É expressamente proibido copiar e distribuir o conteúdo

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER)

GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER) GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER) Conexões VPN SSL (Client to Server) 1- Introdução Uma VPN (Virtual Private Network, ou rede virtual privada) é, como o nome sugere, uma rede virtual,

Leia mais

A versão SonicOS Standard 3.9 conta com suporte nos seguintes equipamentos do SonicWALL: SonicWALL TZ 180 SonicWALL TZ 180 Wireless

A versão SonicOS Standard 3.9 conta com suporte nos seguintes equipamentos do SonicWALL: SonicWALL TZ 180 SonicWALL TZ 180 Wireless SonicOS Notas de versão do SonicOS Standard 3.9.0.1 para TZ 180/180W Conteúdo Conteúdo... 1 Compatibilidade da plataforma... 1 Como alterar o idioma da interface gráfica do usuário... 2 Aprimoramentos...

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO TOKEN

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO TOKEN GUIA DE UTILIZAÇÃO DO TOKEN Sumário Orientações Iniciais... 3 1. Conectando e Identificando o token... 4 2. Alterando a senha de utilização do token... 5 3. Importando a hierarquia de certificação para

Leia mais

Gerenciador etoken Aladdin. Guia de Instalação

Gerenciador etoken Aladdin. Guia de Instalação Certificação Digital Guia de Instalação Guia CD-02 Público 1. Pré-requisitos para a instalação do dispositivo de certificação digital: Para que o processo de instalação tenha sucesso, é necessário obedecer

Leia mais

Utilizando License Server com AnywhereUSB

Utilizando License Server com AnywhereUSB Utilizando License Server com AnywhereUSB 1 Indice Utilizando License Server com AnywhereUSB... 1 Indice... 2 Introdução... 3 Conectando AnywhereUSB... 3 Instalação dos drivers... 3 Configurando AnywhereUSB...

Leia mais

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Introdução: Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Prezados leitores, esta é a primeira parte, desta segunda etapa dos tutoriais de TCP/IP. As partes de 01 a 20, constituem o módulo

Leia mais

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice Wireless Network Global Solutions WiNGS Wireless Gateway Manual Índice Pagina Características Técnicas 3 Descrição do Aparelho 4 Quick Start 5 Utilizando a interface de administração WEB 7 Login 7 Usuários

Leia mais

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 1 Instalando o Linux Comunicações para Telecentros (servidor) 2 1.1 Experimentar o Linux

Leia mais

04W FI8905W. Modelo:FI8904. Modelo:FI8905W. Modelo:FI8904W. ShenZhen Foscam Intelligent Technology Co., Ltd

04W FI8905W. Modelo:FI8904. Modelo:FI8905W. Modelo:FI8904W. ShenZhen Foscam Intelligent Technology Co., Ltd Modelo:FI8904 04W FI8905W Manual de Instalaçã ção Rápida Modelo:FI8904W Modelo:FI8905W Para Windows OS ------1 Para MAC OS ------13 ShenZhen Foscam Intelligent Technology Co., Ltd Manual de Instalaçã ção

Leia mais

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7.

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7. Instalando os Pré-Requisitos Os arquivos dos 'Pré-Requisitos' estão localizados na pasta Pré-Requisitos do CD HyTracks que você recebeu. Os arquivos também podem ser encontrados no servidor. (www.hytracks.com.br/pre-requisitos.zip).

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

OpenSSH WWW.LINUXCLASS.COM.BR

OpenSSH WWW.LINUXCLASS.COM.BR OpenSSH WWW.LINUXCLASS.COM.BR OpenSSH: Introdução: O projeto OpenSSH veio para substituir antigos métodos inseguros de comunicação e autenticação, podemos dizer que o OpenSSH é um substituto direto do

Leia mais

SPoP(Security Point of Presence) com OpenVPN

SPoP(Security Point of Presence) com OpenVPN Objetivo: Montar PoPs usando recursos de VPN(Virtual Private Network) para auxiliar no tráfego seguro de Informações em redes Wireless e usuários em viagem que tenham necessidade de acesso seguro para

Leia mais

Manual de Instalação Software do token SafeNet ikey 4000

Manual de Instalação Software do token SafeNet ikey 4000 Manual de Instalação Software do token SafeNet ikey 4000 (SafeNet Authentication Client 8.0) Para o funcionamento do token SafeNet ikey 4000, é necessária a instalação do gerenciador do token disponível

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Certificado Digital A1 Geração Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. - 2012 Página 1 de 41 Pré-requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo

Leia mais

Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas

Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas 1 Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas 1- Para realizar a configuração de redirecionamento de portas o computador deve estar conectado via cabo Ethernet em uma das portas LAN do

Leia mais

Configurando o IIS no Server 2003

Configurando o IIS no Server 2003 2003 Ser ver Enterprise Objetivo Ao término, você será capaz de: 1. Instalar e configurar um site usando o IIS 6.0 Configurando o IIS no Server 2003 Instalando e configurando o IIS 6.0 O IIS 6 é o aplicativo

Leia mais

User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0

User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0 User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0 User Manual Manual do Usuário I EasyLock Manual do Usuário Sumário 1. Introdução... 1 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalação... 3 3.1. Configurar

Leia mais

Configuração de acesso VPN

Configuração de acesso VPN 1. OBJETIVO 1 de 68 Este documento tem por finalidade auxiliar os usuários na configuração do cliente VPN para acesso a rede privada virtual da UFBA. 2. APLICAÇÃO Aplica-se a servidores(técnico-administrativos

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX José Vitor Nogueira Santos FT5 Introdução: O QUE É O SUSE OpenSUSE, é uma distribuição

Leia mais

Guia de Instalação e Configuração do Plugin de Sincronização versão 1.3

Guia de Instalação e Configuração do Plugin de Sincronização versão 1.3 Brasília, 23 de abril de 2013 Guia de Instalação e Configuração do Plugin de Sincronização versão 1.3 Responsáveis: Salvador Melo/ Márcio Batista/ Lino Muniz/ Ricardo Zago/ Andreza Hermes Sumário Sumário...

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Winco VPN - SSL Manual do Usuário

Winco VPN - SSL Manual do Usuário Winco VPN - SSL Manual do Usuário 1 1. Introdução...3 1.1. Características Técnicas...3 1.2. Vantagens da Winco VPN - SSL...4 2. Requisitos de Instalação...5 2.1. Sistemas Operacionais com suporte...5

Leia mais

Passo a Passo da instalação da VPN

Passo a Passo da instalação da VPN Passo a Passo da instalação da VPN Dividiremos este passo a passo em 4 partes: Requisitos básicos e Instalação Configuração do Servidor e obtendo Certificados Configuração do cliente Testes para saber

Leia mais

Figura 2 - Menu "Config. Rede"

Figura 2 - Menu Config. Rede Produto: CL Titânio Assunto: Como acessar o CL Titânio remotamente via browser? Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Entre no menu Principal. clicando com o botão

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

Manual cliente o-vpn Linux

Manual cliente o-vpn Linux Manual cliente o-vpn Linux SAR Cliente: Usuários da VPN Versão 2.0 S UMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Observações... 3 3. Download... 3 4. Instalação... 3 5. Utilização... 5 5.1. Menu... 7 5.2. Conexão...

Leia mais

ANTES DE TUDO, FAÇA ISTO...

ANTES DE TUDO, FAÇA ISTO... ATENÇÃO PARA SAT DIMEP: o EXISTEM 2 TIPOS DE SAT DIMEP. o O DE COR BRANCA QUE DEVE SER USADO PARA FAZER DEMONSTRAÇÕES. CASO A REVENDA DESEJE APARELHO PARA DEMONSTRAÇÃO, É ESTE QUE DEVE SER ADQUIRIDO o

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações Manual de Instalação de Telecentros Comunitários Ministério das Comunicações As informações contidas no presente documento foram elaboradas pela International Syst. Qualquer dúvida a respeito de seu uso

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GERENCIADOR DO TOKEN

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GERENCIADOR DO TOKEN MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GERENCIADOR DO TOKEN ÍNDICE 1. Como instalar o Gerenciador do token... 3 2. Gerenciador PKI Pronova... 7 2.1 Operações de Usuário... 8 2.1.1 Login... 8 2.1.2 Alterar PIN... 9 2.1.3

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS FUNDAMENTOS DE Visão geral sobre o Active Directory Um diretório é uma estrutura hierárquica que armazena informações sobre objetos na rede. Um serviço de diretório,

Leia mais

Manual de. instalação. Certificado Digital A1 ou S1

Manual de. instalação. Certificado Digital A1 ou S1 Manual de instalação Certificado Digital A1 ou S1 Sumário O que é? 3 Aplicação 3 Preparando sua máquina 4 1ª configuração: Sistemas Homologados 4 2ª configuração: Perfil de usuário 4 3ª configuração: Hierarquias

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DE REDE

MANUAL DO USUÁRIO DE REDE MANUAL DO USUÁRIO DE REDE Armazenar registro de impressão na rede Versão 0 BRA-POR Definições de observações Utilizamos o seguinte ícone neste Manual do Usuário: Observações indicam como você deve reagir

Leia mais

O que é uma rede de computadores?

O que é uma rede de computadores? O que é uma rede de computadores? A rede é a conexão de duas ou mais máquinas com objetivo de compartilhar recursos entre elas. Os recursos compartilhados podem ser: Compartilhamento de conteúdos do disco

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal Neste STK apresentaremos como instalar a APP Windows 8 Daruma em um tablet Surface com Windows 8 e como

Leia mais

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação Guia de Instalação 29 de setembro de 2010 1 Sumário Introdução... 3 Os Módulos do Andarta... 4 Instalação por módulo... 6 Módulo Andarta Server... 6 Módulo Reporter... 8 Módulo Agent... 9 Instalação individual...

Leia mais

O serviço de Gateway Remoto é instalado em um computador, onde um ou diversos rádios móveis Hytera podem ser conectados via cabo USB e áudio.

O serviço de Gateway Remoto é instalado em um computador, onde um ou diversos rádios móveis Hytera podem ser conectados via cabo USB e áudio. Visão Geral O Gateway Remoto Hytracks tem por objetivo atuar como uma extensão do Servidor principal, visando atender regiões muito distantes do servidor através de um link IP. O serviço de Gateway Remoto

Leia mais

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X A primeira coisa a analisarmos é onde ficará posicionado o servidor de Raio-x na rede do cliente, abaixo será colocado três situações básicas e comuns

Leia mais

CSAU 10.0. Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar.

CSAU 10.0. Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar. CSAU 10.0 Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar. Data do Documento: Janeiro de 2012 Sumário 1. Sobre o manual do CSAU... 3 2. Interface do CSAU 10.0... 4 2.1. Início... 4 2.2. Update...

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

RIT Roteiro de Instalação Técnica

RIT Roteiro de Instalação Técnica 1. DADOS DO EQUIPAMENTO Nome do Equipamento Modelo Fabricante Nº RIT TCR RBG 200 ITAUTEC RIT113 Responsável pela elaboração Data da elaboração Washington Oliveira 11/07/2012 Aprovador Data da aprovação

Leia mais

Introdução ao OpenVPN

Introdução ao OpenVPN OpenVPN Índice Capítulo 1: Introdução ao OpenVPN...4 1.1 O que é VPN?...6 1.2 Informações e situações de práticas de uso...6 1.1 Características do OpenVPN...7 1.2 OpenVPN x Outros pacotes VPN...8 Capítulo

Leia mais

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Índice 1. Condições para acesso 2 2. Requisitos para conexão 2 3. Pré-requisitos para utilização do Applet Java com Internet Explorer versão 5.01

Leia mais

UFBA Universidade Federal da Bahia CPD Central de Processamento de Dados. Rede VPN UFBA. Procedimento para configuração

UFBA Universidade Federal da Bahia CPD Central de Processamento de Dados. Rede VPN UFBA. Procedimento para configuração UFBA Universidade Federal da Bahia CPD Central de Processamento de Dados Rede VPN UFBA Procedimento para configuração 2013 Íncide Introdução... 3 Windows 8... 4 Windows 7... 10 Windows VISTA... 14 Windows

Leia mais

O que um Servidor Samba faz?

O que um Servidor Samba faz? O que é o Samba? O Samba é um "software servidor" para Linux (e outros sistemas baseados em Unix) que permite o gerenciamento e compartilhamento de recursos em redes formadas por computadores com o Windows

Leia mais

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER V14 de BricsCAD vem com um novo sistema de licenciamento, com base na tecnologia de licenciamento de Reprise Software. Este novo sistema oferece um ambiente

Leia mais

Configurando o DDNS Management System

Configurando o DDNS Management System Configurando o DDNS Management System Solução 1: Com o desenvolvimento de sistemas de vigilância, cada vez mais usuários querem usar a conexão ADSL para realizar vigilância de vídeo através da rede. Porém

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação (Instalação do SafeSign para Linux) Elaborado Validado Aprovado Silvio Murilo Belo 2012 - VALID Certificadora Digital 1 Controle de Versões Autor Descrição Versão Data Silvio Murilo

Leia mais

IP Sem/Com Fio. Câmera. Modelo:FI8916W Colo. Modelo:FI8916W Colo. Modelo:FI8916W. Branca. lor: lor:preta

IP Sem/Com Fio. Câmera. Modelo:FI8916W Colo. Modelo:FI8916W Colo. Modelo:FI8916W. Branca. lor: lor:preta Modelo:FI8916W Câmera IP Sem/Com Fio Manual de Instalaçã ção Rápida Modelo:FI8916W Colo lor:preta Modelo:FI8916W Colo lor: Branca Para Windows OS ------1 Para MAC OS ------14 ShenZhen Foscam Intelligent

Leia mais

GUIA RÁPIDO SUPLEMENTO. Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5013 Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5014 PORTUGUÊS

GUIA RÁPIDO SUPLEMENTO. Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5013 Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5014 PORTUGUÊS GUIA RÁPIDO SUPLEMENTO Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5013 Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5014 PORTUGUÊS Guia Rápido Suplemento da câmera AXIS M5013/M5014 Página 3 AXIS M5013/M5014 Guia Rápido Suplemento

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

GABARITO - B. manuel@carioca.br

GABARITO - B. manuel@carioca.br NOÇÕES DE INFORMÁTICA EDITORA FERREIRA PROVA MPRJ -TÉCNICO ADMINISTRATIVO - TADM NCE-UFRJ CORREÇÃO - GABARITO COMENTADO Considere que as questões a seguir referem-se a computadores com uma instalação padrão

Leia mais

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010.

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Manual de Configuração Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Migração de Certificado Digital (Servidor Apache para Microsoft IIS)

Migração de Certificado Digital (Servidor Apache para Microsoft IIS) Documento: Migração de certificado digital web-server Apache para IIS Autor: Marcelo Carvalho Classificação: Documento externo Data: 13/09/09 Versão: 2.0 proc_migracao_apache_iis.pdf Migração de Certificado

Leia mais

Problemas relatados na transmissão de declarações com Certificado Digital

Problemas relatados na transmissão de declarações com Certificado Digital Problemas relatados na transmissão de declarações com Certificado Digital Primeiro: executar os passos do Manual de Instalação do Java e Certificado Digital.pdf. Se os problemas persistirem, as telas com

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Passo 1: Abra seu navegador e digite http://www.no-ip.com. Passo 2: Na tela que surgir, clique em Get Started.

Passo 1: Abra seu navegador e digite http://www.no-ip.com. Passo 2: Na tela que surgir, clique em Get Started. 1 - Como obter seu DNS Dinâmico no No-IP O No-IP, é um sistema de DNS (Domain Name Server), que converte o seu endereço IP em um nome. O que o No-IP faz, é converter o nome do tipo minhacameraip.no-ip.org

Leia mais

Manual. Configuração do. Samba. Compartilhamento e Servidor Samba Linux. Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre

Manual. Configuração do. Samba. Compartilhamento e Servidor Samba Linux. Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração do Samba Compartilhamento e Servidor Samba Linux Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração do Samba Compartilhamento e Servidor Samba

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO Utilização do Certificado Tipo A3 Com Navegador Mozilla Firefox 35.0.1 1/17 Controle de Revisões Tabela 1: Controle de alterações do documento Nome do responsável Assunto/

Leia mais

Guia de Referência. ProtectTools Security Manager. Número de peça: 389171-203. Fevereiro de 2006

Guia de Referência. ProtectTools Security Manager. Número de peça: 389171-203. Fevereiro de 2006 Guia de Referência ProtectTools Security Manager Número de peça: 389171-203 Fevereiro de 2006 Copyright 2005, 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registradas nos

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Manual de Instalação. Software do TOKEN Aladdin pro 72k. (SafeNet Authentication Client 8.0 SP2)

Manual de Instalação. Software do TOKEN Aladdin pro 72k. (SafeNet Authentication Client 8.0 SP2) Manual de Instalação Software do TOKEN Aladdin pro 72k (SafeNet Authentication Client 8.0 SP2) Para o funcionamento do Token Aladdin pro 72k, deve ser instalado o Software do Token Aladdin pro 72k disponível

Leia mais

Instruções para Instalação dos Utilitários Intel

Instruções para Instalação dos Utilitários Intel Instruções para Instalação dos Utilitários Intel Estas instruções ensinam como instalar os Utilitários Intel a partir do CD nº 1 do Intel System Management Software (liberação somente para os dois CDs

Leia mais

Docas do Pará - Guia de Instalação

Docas do Pará - Guia de Instalação Docas do Pará - Guia de Instalação Procedimento para instalar em um novo porto Primeiro faça a instalação no computador servidor do porto (v. abaixo), depois instale em cada máquina de cadastro/acompanhamento

Leia mais

DHCP. Definindo DHCP: Fundamentação teórica do DHCP. Esquema visual

DHCP. Definindo DHCP: Fundamentação teórica do DHCP. Esquema visual Definindo DHCP: DHCP O DHCP é a abreviatura de Dynamic Host Configuration Protocol é um serviço utilizado para automatizar as configurações do protocolo TCP/IP nos dispositivos de rede (computadores, impressoras,

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Abril/ Certificado Digital A1 Geração Página 1 de 32 Abril/ Pré requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo de instalação tenha sucesso, é necessário obedecer aos

Leia mais

Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio:

Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Produto: CL Titânio Assunto: Como acessar o CL Titânio remotamente via browser? Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Entre no menu clicando com o botão direito do

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO. Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO. Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO Serviços de impressão Os serviços de impressão permitem compartilhar impressoras em uma rede, bem como centralizar as tarefas de gerenciamento

Leia mais

Acesso Remoto Geovision

Acesso Remoto Geovision Inviolável Segurança Acesso Remoto Geovision Manual de apoio para configuração do acesso remoto no sistema Geovision no Windows e Internet Explorer. Luan Santos da Silva luan@w7br.com versão: 1.0 By: Luan

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT

GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT SUMÁRIO Prefácio... 1 A quem se destina... 1 Nomenclatura utilizada neste documento... 1 Tela de login... 2 Tela Inicial... 4 Gestão de Dispositivo Acompanhar

Leia mais

SUMÁRIO. Sistemas Operacional. Lista de Produtos. Guia de Prático de Utilização. Descrição das funções do Gerenciador (Botões)

SUMÁRIO. Sistemas Operacional. Lista de Produtos. Guia de Prático de Utilização. Descrição das funções do Gerenciador (Botões) SUMÁRIO Sistemas Operacional Windows...2 Linux...7 Mac OS X...11 Lista de Produtos SafeNet etoken Pro 32k SafeNet etoken Pro 64k SafeNet etoken Pro 72k SafeNet etoken Pro 510x SafeNet ikey 4000 Guia de

Leia mais

Resolução de Problemas de Rede. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite

Resolução de Problemas de Rede. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Resolução de Problemas de Rede Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Ferramentas para manter o desempenho do sistema Desfragmentador de disco: Consolida arquivos e pastas fragmentados Aumenta

Leia mais

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas 1 Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas O DIR 635 tem duas opções para liberação de portas: Virtual server: A opção Virtual Server permite que você defina uma única porta pública

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008

INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008 INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008 Objetivo Esse artigo tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o Active Directory no Windows Server 2008. Será também apresentado

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.5 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Incluído novas

Leia mais