AVALIAÇÃO DA INSERÇÃO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO ENSINO DE DESENHO TÉCNICO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVALIAÇÃO DA INSERÇÃO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO ENSINO DE DESENHO TÉCNICO"

Transcrição

1 AVALIAÇÃO DA INSERÇÃO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO ENSINO DE DESENHO TÉCNICO L. Patrícia Monnerat 1, Túlio M. S. Tibúrcio 2, Josarlete Magalhães Soares 3 1 Faculdade de Viçosa - FDV, 2 Universidade Federal de Viçosa - UFV/Departamento de Arquitetura e Urbanismo, 3 Universidade Federal de Viçosa - UFV/Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Resumo O uso de tecnologias no processo de ensino aprendizagem vem se intensificando e ampliando nas diversas áreas de conhecimento. Representar um objeto graficamente tem trazido novas discussões com a inserção de novas mídias de desenho, o que reflete diretamente no ensino da representação gráfica. Essa pesquisa teve o objetivo de atualizar a metodologia de uma disciplina de desenho técnico da Universidade Federal de Viçosa, utilizando as Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) e oferecida em formato à distância (EAD). Com fundamentação em teorias da ciência da computação, a disciplina foi analisada e remodelada nos padrões da Coordenadoria de Educação Aberta e aa Distância (CEAD). Foi experimentada por alguns semestres em várias turmas para diferentes cursos. Foram feitas avaliações parciais ao longo do processo de transição da disciplina e uma avaliação final. Este artigo relata a avaliação final deste processo e a nova metodologia da disciplina, sob o olhar dos alunos e dos professores envolvidos na mesma. Resultados mostram que alunos e professores estão satisfeitos com a inserção das TICs no processo de ensino e aprendizagem da área de representação gráfica. Palavras-chave: TICs, Desenho Técnico, Representação Gráfica, Ensino a distância. Abstract The use of information and communication technologies in teaching and learning process is increasing and expanding to several areas of knowledge. New discussions related to graphic representation of an object has been raised with the insertion of technologies and software for drawings. It has impacts on the teaching of graphic representation. This research had the objective of updating the methodology of a course on technical drawing in at the Federal University of Viçosa, delivered as a distance learning course, using new information and communication technologies (ICT). Supported by theories of computing science, the course was analysed and remodeled to meet the standards of the Open and Distance Education Coordination of the instituition. It was applied to some classes of different programs and partial and final assessements were made during the transition of the course standard and at the end of the process respectively. This paper aims to present a final evaluation of the testing of the course under the perception of students and teachers involved with it. Results show that students and teachers are motivated with the insertion of ICT in the teaching and learning 1

2 process in the área of technical drawing and graphic representation. Keywords: ICT, Technical Drawing, Graphic Representation, Distance Learning 1. Introdução e formulação do problema O desenvolvimento social e tecnológico atual impõe novos desafios aos sistemas educacionais. Inúmeras tentativas de mudanças têm sido efetuadas no intuito de se adequar o sistema à demanda da sociedade. De acordo com Hughes (2005, p.35), essa sucessão contínua de mudanças é uma resposta universal a uma situação em que as transformações tecnológicas e sociais criam sua própria dinâmica, ultrapassando de longe nossos esforços para amoldar e orientar as mudanças. Estas crescentes necessidades de atualizações do processo de ensino e aprendizagem, tanto no que diz respeito ao ensino presencial quanto ao ensino à distância, vem incentivando pesquisas e a busca de inovações com o intuito de adequar esses processos à atualidade. Dentro deste contexto, Monnerat (2012) propõe um modelo para o ensino do desenho técnico baseado em teorias da ciência da computação, contendo 3 fases de planejamento: levantamento dos requisitos do usuário, dos requisitos do sistema e o planejamento técnicográfico-pedagógico. A partir deste modelo teórico foram desenvolvidas diretrizes e estratégias para a atualização da metodologia de ensino de uma disciplina de desenho técnico da Universidade Federal de Viçosa, utilizando Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), oferecida no formato do ensino a distância (EAD). Esse artigo apresenta a avaliação final do processo de modificação e adaptação da disciplina, iniciando pela etapa em que era ministrada com papel, em pranchetas de desenho, passando por períodos em que foi ministrada em formato eletrônico com o uso do programa AutoCAD, até a etapa em que ela passou a ser ministrada no formato semipresencial. Monnerat et al (2011) e Monnerat e Tibúrcio (2012) 1 descrevem esse processo em detalhes e discutem os resultados parciais dessa transição da disciplina, tendo obtido resultados positivos quanto a inserção dessas tecnologias na disciplina. Alunos e professores pareceram motivados em utilizar metodologia e equipamentos adequados à formação deles. 2. Objetivos O objetivo desta pesquisa foi modernizar a metodologia da disciplina de desenho técnico ARQ100, oferecida pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), utilizando as tecnologias de informação e comunicação (TICs) e o formato do ensino à distância (EAD). A meta foi buscar práticas mais integradas, com a utilização das tecnologias existentes e consequentes avanços na qualidade da educação, adequando a disciplina às inovações tecnológicas atuais, transformando-a numa modalidade de oferecimento à distância. 3. Revisão de literatura Para a fundamentação do trabalho, a revisão de literatura buscou investigar e discutir conceitos e tendências na área de representação gráfica, identificar ferramentas e programas de desenho; e verificar a possibilidade de aplicação de modelos de ensino a distância, com 1 Trabalhos publicados nos Anais do ESUD 2011 e ESUD 2012 respectivamente. 2

3 intuito de subsidiar as propostas de modificação da disciplina. A seguir, destacam-se três tópicos que deram suporte o desenvolvimento da metodologia para a disciplina em estudo Desenho Técnico e Representação Gráfica De acordo com Silva et. al (2011), a representação gráfica e o desenho em geral satisfazem aplicações muito diversas e estão presentes em praticamente toda a atividade humana. Eles complementam a ideia dizendo que a representação gráfica é a atitude subjacente que permite o registro de toda a simbologia gráfica que possibilita a comunicação. O desenho técnico usa a representação gráfica para o entendimento de um objeto. Este pode ser representado de várias formas como, por exemplo, representações em planta, em vista, em corte, ou em perspectiva, sempre mantendo um rigor técnico e a objetividade. Para que o desenho técnico seja universalmente entendido, utilizam-se normas técnicas, que são um conjunto de regras e convenções que devem ser seguidas na confecção do desenho. Desta forma, usando uma linguagem de convenções, ele passa a ser facilmente lido pelas pessoas que fazem parte do processo de desenho e da execução do objeto. Nas áreas da arquitetura, engenharias e da construção civil, de acordo com Speck e Peixoto (2009, p.12) O desenho técnico é um desenho operativo, ou seja, após a sua confecção segue-se uma operação de fabricação e/ou montagem. Desta forma, para fabricarmos ou montarmos qualquer tipo de equipamento ou construção civil, em todas as áreas da indústria, sempre precisaremos de um desenho técnico. Ele é considerado um elo entre os departamentos de projeto e de produção. As normas continuam a regulamentar o desenho, mas as mídias e equipamentos utilizados vêm mudando ao longo dos tempos, chegando à computação gráfica. Isto tem levantado discussões na academia, onde o processo de ensino aprendizagem precisa ser revisto e atualizado com as novas ferramentas gráficas da computação Desenho Assistido por Computador (CAD Computer Aided Design) Venditti (2007) coloca que foi em 1964 que surgiram os primeiros sistemas de desenhos auxiliados por computador, mas só em 1970 eles foram disponibilizados para o mercado. A partir da década de 80 os programas computacionais voltados para a área de desenho passaram a ser realmente utilizados, principalmente nas áreas de engenharia e arquitetura. As vantagens da utilização dos programas CAD são inúmeras, incluindo a possibilidade da redução do trabalho de desenhar, redução do tempo de revisão e alteração de desenhos, alta precisão de projeto e mais facilidade de interação entre os projetistas, arquitetos, engenheiros e a indústria. Atualmente, a generalização do uso dos programas CAD tem criado um impulso muito grande no desenvolvimento industrial, educacional e de pesquisa. No ensino, a utilização dos programas CAD para a área de desenho passa a ser primordial, fazendo com que o aluno tenha mais motivação para o aprendizado, e também para a formação de profissionais preparados para o mercado de trabalho. Uma forma possível de se agilizar ainda mais o ensino do desenho nos moldes atuais é 3

4 utilizar recursos do ensino a distância, que permite disponibilizar material de fácil acesso e permitir que o aluno estabeleça seu próprio horário de estudo e aprendizagem, coordenado por professores e tutores que podem facilitar esse processo Educação à Distância (EAD) As ações de aprender, ensinar, informar e comunicar sempre estiveram presentes na sociedade. Atualmente, existe um desafio para o sistema educacional de oferecer oportunidades a um número cada vez maior de pessoas que buscam conhecimento e aperfeiçoamento profissional. Novos modelos ou formatos de ensino surgem para atender esta demanda. O ensino a distância é uma modalidade do ensino contemporâneo, de uma sociedade informatizada e conectada, a sociedade em rede (CASTELL, 1999). Heemann (2010, p.294) confirma esse pensamento, ao afirmar que Antigamente a EAD era considerada uma forma especial de ensinar, utilizando-se de métodos tradicionais. Hoje, no entanto, com o desenvolvimento da tecnologia, estão surgindo programas com as mais variadas propostas destinadas a alunos de diferentes localidades, na tentativa de atender à crescente demanda pelo conhecimento. A autora considera que a EAD pode ser dividida em 3 gerações: educação à distância por correspondência, usando a mídia impressa; telecursos, usando rádio, televisão, fitas de áudio e de vídeo; e a interação de todas as mídias citadas incluindo o computador. Essa nova geração da educação a distância vem se desenvolvendo a passos largos, com o objetivo de dar oportunidade ao maior número de pessoas de terem acesso à informação e ao conhecimento. Com a EAD outro desafio é colocado aos professores, pesquisadores e alunos, qual seja, saber utilizar as TICs e adequá-las ao perfil do aluno atual. Hoje em dia, com todas as tecnologias de multimídias interativas existentes que facilitam a aprendizagem individual e colaborativa, a educação à distância ganhou mais espaço, estreitando as diferenças entre a educação à distância e a educação presencial. A educação é um conceito em movimento e a produção do conhecimento tem que acompanhar esse processo e se adequar aos novos paradigmas (PAPADOULOS, 2005). 4. Metodologia A metodologia usada na pesquisa com o objetivo de reestruturação da disciplina de desenho técnico (MONNERAT, 2012) foi desenvolvida, baseada nos princípios e conceitos da Engenharia de Software, da Interação Humano-Computador e do ADDIE (Instructional Systems Development process model). A partir desses conceitos foi desenvolvido um modelo teórico e criados procedimentos para elaboração de uma nova metodologia de ensino para a disciplina de forma a torná-la semipresencial. A pesquisa foi desenvolvida num período de 2 anos, com início março de Nesse início foram feitos levantamentos de dados da disciplina e do modo como era ministrada naquele momento, quando eram utilizados a prancheta e o papel. Num segundo momento, a disciplina passou por mudanças de equipamentos de desenho e da mídia de representação, sendo ministrada com o uso de programa computacional de desenho o AutoCAD. Por fim, a 4

5 disciplina foi ministrada no formato semipresencial. Foram necessárias várias etapas para se que o objetivo fosse alcançado. Vários instrumentos de pesquisa foram utilizados como levantamento do material, apostila e notas de aula utilizadas durante o curso, elaboração e aplicação de questionários para identificar as expectativas dos alunos sobre a disciplina, acompanhamento e avaliação das aulas convencionais aulas práticas na prancheta; e levantamento e pesquisa de programas computacionais possíveis de serem utilizados na disciplina. Em seguida foi elaborado novo material didático para ser utilizado nas aulas e um tutorial do AutoCAD 2009 para dar suporte ao aprendizado do novo programa computacional que seria usado para a realização dos trabalhos práticos. Esse material foi disponibilizado na plataforma do ambiente virtual da UFV (PVAnet). Durante 2 semestres foram experimentadas estas mudanças e a cada final de semestre um questionário foi aplicado aos alunos para avaliar a disciplina. A partir destes questionários e de uma avaliação das aulas por parte dos professores, foram feitas mudanças e adequações tanto no material quanto na própria estrutura da aula, buscando a transformação da disciplina para o formato semipresencial. No segundo semestre de 2011, foram experimentadas 2 aulas no formato à distância e, novamente, foram feitas as avaliações no final do semestre. No ano de 2012, a disciplina foi oferecida à distância, havendo 4 aulas presenciais, de um total de 18 no semestre. Tanto no final do primeiro, quanto do segundo semestres letivos de 2012, foram aplicados aos alunos um questionário para avaliar a adequação ou não deste processo de ensino e aprendizagem, na opinião deles. Estas avaliações permitiram novas correções e ajustes na disciplina de modo a sanar os problemas encontrados e antever outros possíveis. 5. Resultados e discussão A maioria dos gráficos na sequência foram elaborados a partir da aplicação de questionário eletrônico aos estudantes da disciplina ARQ 100 Desenho Técnico, em abril de 2013, referente ao final do segundo semestre letivo do ano de Para fazer algumas comparações com o semestre anterior, outros dados obtidos mediante aplicação de questionário escrito no momento da realização da última prova da disciplina no primeiro semeste letivo de 2012 (outubro de 2012) são também apresentados. Identificou-se que o impacto da mudança de metodologia foi sentido pelos estudantes. As principais dificuldades se relacionam ao uso do software AutoCAD (Figura 01). As dificuldades relacionadas aos conceitos de desenho também existem, embora de maneira bastante similar ao que ocorria antes da mudança de metodologia. 5

6 Você tem tido dificuldades na disciplina em relação a quais desses aspectos? Não tem Na matéria No uso do programa AutoCad Na execução dos trabalhos práticos Outras Figura 01 - Gráfico relativo à pergunta: Você tem tido dificuldades na disciplina em relação a quais aspectos? dados do segundo semestre letivo de 2012 (abril de 2013) Pela observação na Figura 01 verificou-se que as dificuldades em relação ao uso do programa AutoCAD e à execução dos trabalhos práticos são em número equivalente. No entanto, a execução dos trabalhos está intimamente relacionada à destreza no uso do programa. Figura 02 - Gráfico relativo à pergunta: Você realiza as aulas em seu computador em casa ou fora do laboratório ou no laboratório? dados do segundo semestre letivo de 2012 (abril de 2013) Em relação ao uso da infraestrutura disponibilizada pela instituição, a maioria dos estudantes tem utilizado o laboratório de informática para a realização dos trabalhos práticos (Figura 02). Isso demonstra a importância da existência dessa estrutura para o andamento da disciplina. 6

7 Figura 03 Gráfico relativo à pergunta: Você vai à monitoria? Em geral, quantas vezes por semana? dados do segundo semestre letivo de 2012 (abril de 2013) Ao longo do ano de 2012 houve problemas operacionais com a manutenção dos equipamentos e dificuldades em reservar os horários de monitoria, que se agravaram durante os primeiros meses do ano de 2013 e impactaram a percepção dos alunos. Isso fica evidente na comparação entre os gráficos da Figura 04. A infraestrutura é adequada para a realização das aulas? Neste semestre, a maioria das aulas da disciplina está sendo feito na modalidade semipresencial. Você achou que elas tiveram a estrutura (material disponível, vídeos, equipamentos) necessária para a sua realização? 1% 9% 1 Sim 2 Não 3 Mais ou menos 90% Dados 1º sem 2012 Dados 2º sem 2012 Figura 04 - Gráficos relativos à pergunta: Neste semestre, a maioria das aulas está sendo feito 7

8 na modalidade semipresencial. Você achou a estrutura (material disponível, vídeos, equipamentos) necessária para a sua realização? dados do primeiro (outubro de 2012) e segundo semestres letivos de 2012 (abril de 2013) Além da precarização da estrutura material disponível para a realização da disciplina, outro fator que provavelmente contribuiu para a diferença notada nesses gráficos é o modo como os questionários foram aplicados nesses dois momentos. Ao final do primeiro semestre letivo do ano de 2012, o questionário foi aplicado no momento de realização da última prova da disciplina e, ao final do segundo semestre letivo de 2012, essa aplicação foi feita mediante o envio de um questionário eletrônico para o dos estudantes. Sendo assim, na primeira ocasião o questionário foi respondido pela quase totalidade dos estudantes e, na segunda, apenas 41,4% dos estudantes matriculados na disciplina respondeu. O interesse em responder o questionário é maior, geralmente, naqueles estudantes que possuem algum tipo de reclamação ou sugestão para fazer. Isso provavelmente impactou o resultado das respostas, embora não se tenha mecanismos para afirmar essa inferência. Em relação à metodologia propriamente dita, a maioria dos estudantes considerou favorável ao aprendizado, o que pode ser visto em ambos os semestres analisados nos gráficos da Figura 05. A diferença nas porcentagens positivas e negativas das respostas à pergunta, percebida nos dois semestres, tiveram impactos devido aos problemas operacionais do funcionamento do laboratório. A metodologia abordada favoreceu a Você considera que o tipo de metodologia adotada na disciplina ARQ100 favoreceu a aprendizagem? aprendizagem? 28% 1 Sim 4% 68% 2Não 3 Mais ou menos Dados 1º sem 2012 Dados 2º sem 2012 Figura 05 - Gráfico relativo à pergunta: Você considera que o tipo de metodologia adotada na disciplina de ARQ100 favoreceu a aprendizagem? dados do primeiro (outubro de 2012) e segundo semestres letivos de 2012 (abril de 2013) 8

9 6. Conclusões ESUD 2013 X Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância A inserção das tecnologias da informação e comunicação tem tido impactos positivos na disciplina de desenho técnico e permitido a mudança da metodologia para o oferecimento no formato semipresencial. O impacto da mudança de metodologia foi sentido pelos estudantes e as principais dificuldades se relacionam principalmente ao uso do software AutoCAD. As dificuldades relacionadas aos conceitos de desenho também existem, embora de maneira bastante similar ao que ocorria antes da mudança de metodologia. Cabe ressaltar que a adaptação da disciplina ao formato à distância ainda não foi totalmente concluída, embora tenha reunido informações e percepções para embasar a conclusão desse processo. É preciso considerar também que a proatividade do estudante é fundamental para o sucesso das atividades dentro do ensino à distância. Dentro dessa proposta, o estudante deve sair da postura passiva, normalmente encontrada na educação tradicional, e adotar uma atitude mais ativa, interagindo adequadamente com o material e equipamentos disponibilizados para seu uso. Em relação à metodologia propriamente dita, tanto o conteúdo e forma de apresentação das aulas quanto o processo de avaliação, vem sendo ajustada a cada semestre. Pela percepção dos professores, as mudanças têm sido sempre positivas. No entanto, o conteúdo ainda requer algumas adequações, principalmente quanto à criação de mecanismos de apreensão do conteúdo teórico antes da realização das atividades práticas. Para o andamento da disciplina no formato semipresencial faz-se necessário um laboratório exclusivo, equipado com computadores com acesso à internet e com o programa AutoCAD instalado, além da disponibilização de fones de ouvido em todos eles. Esse laboratório deve permanecer aberto durante toda a semana, para uso dos estudantes. As monitorias e o horário de atendimento dos professores também devem ocorrer nesse laboratório. Também é imprescindível a presença de um técnico em tempo integral no laboratório, de modo a fazer a manutenção cotidiana nos equipamentos, controlar o uso desses equipamentos e manter a sala aberta e disponível para os estudantes. Neste último semestre a disciplina contou com três professores e três monitores. Para o próximo semestre é previsto a manutenção desses números, uma vez que a metodologia está sendo ajustada, não permitindo que da disciplina seja oferecida integralmente no formato à distância. Quando a mudança for feita, para atender a mesma demanda da disciplina, será possível diminuir o número de professores e trabalhar com tutores, conforme formato da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância da instituição. Por fim, considera-se que o processo de experimentação da disciplina de desenho técnico na Universidade Federal de Viçosa em formato semipresencial ainda não está concluído. Requer ajustes no material desenvolvido, na estruturação do laboratório e nos recursos humanos necessários. O papel dos alunos é fundamental nesse processo. Acredita-se que nenhuma metodologia utilizada alcançará seus resultados se os estudantes não tiverem motivados e se dedicarem á aprendizagem. Referências CASTELLS, M. Sociedade de Rede. 3 ed. São Paulo: Editora Paz e Terra,

10 HEEMANN, C. Educação à distância: um curso de leitura em língua inglesa para informática via internet. In: Interação e aprendizagem em ambiente virtual. Vera Lúcia Menezes (org.). Belo Horizonte: Editora UFMG, HUGHES, P. Objetivos, Expectativas e Realidades da Educação para os Jovens. In: A educação para o século XXI: questões e perspectivas. Jacques Delors (org.). Porto Alegre: Artmed, p. MONNERAT, L. P. Uma abordagem para a melhoria do processo de ensino-aprendizagem em desenho técnico utilizando métodos e técnicas da computação. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Viçosa. Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação. Jan, MONNERAT, L.P. e TIBÚRCIO, T. M. S. O Ensino de Desenho Técnico: Uma aplicação prática do uso das ntics na EAD. In: Anais do IX Congresso Brasileiro de Ensino Superior à Distância. Recife - PE, MONNERAT, L.P., TIBÚRCIO, T. M. S., ANDRADE, M. V. A. e BRAGA, J. L. O Ensino de Desenho Técnico: Novas Tecnologias e Novos Paradigmas. In: Anais do VIII Congresso Brasileiro de Ensino Superior à Distância. Ouro Preto - MG, PAPADOPOULOS, G. S. Aprender para o Século XXI. In: A educação para o século XXI: questões e perspectivas. Jacques Delors (org.). Porto Alegre: Artmed, p PARREIRA, V. A. Estratégias de aprendizagem on-line e autonomia: uma relação biunívoca ou antagônica? In: Interação e aprendizagem em ambiente virtual. Vera Lúcia Menezes (org.). Belo Horizonte: Editora UFMG, SILVA, A., RIBEIROC. T., DIAS J. e SOUSA, L. Desenho Técnico Moderno. Rio de Janeiro: LTC, p. SPECK, H. J. e PEIXOTO, V. V. Manual Básico de Desenho Técnico. Florianópolis: Editora da UFSC, p. VENDITTI, M. V. R. Desenho Técnico sem Prancheta com AutoCAD Florianópolis: Visual Books, p. 10

UTILIZAÇÃO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DE QUÍMICA: EXPERIÊNCIA DO PIBID COMPUTAÇÃO/IFBA/CAMPUS PORTO SEGURO

UTILIZAÇÃO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DE QUÍMICA: EXPERIÊNCIA DO PIBID COMPUTAÇÃO/IFBA/CAMPUS PORTO SEGURO BRASIL & BAHIA (2013) UTILIZAÇÃO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DE QUÍMICA: EXPERIÊNCIA DO PIBID COMPUTAÇÃO/IFBA/CAMPUS PORTO SEGURO D.T. RODRIGUES 1, M. ROCHA 1, D.M. BRITO 1 e G.P. PINTO 1,2. 1

Leia mais

Sebastião A. Carneiro. Coordenadoria de Controle e Automação Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) Km 6,5 Manguinhos 29.090-650 Serra ES Brazil

Sebastião A. Carneiro. Coordenadoria de Controle e Automação Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) Km 6,5 Manguinhos 29.090-650 Serra ES Brazil 93 - Encontro Anual de Tecnologia da Informação Mídias Digitais como Estratégia de Mediação no Processo de Aprendizagem da Disciplina de Cálculo I no Curso de Bacharelado em Sistema de Informação-IFES

Leia mais

DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO

DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO Mércia Cardoso da Costa Guimarães 1, Henrique Oliveira da Silva 2 1 Instituto Federal de Pernambuco

Leia mais

MÍDIAS SOCIAIS COMO FERRAMENTA EDUCACIONAL REGRAS ABERTAS PARA UMA PARTICIPAÇÃO EFETIVA

MÍDIAS SOCIAIS COMO FERRAMENTA EDUCACIONAL REGRAS ABERTAS PARA UMA PARTICIPAÇÃO EFETIVA MÍDIAS SOCIAIS COMO FERRAMENTA EDUCACIONAL REGRAS ABERTAS PARA UMA PARTICIPAÇÃO EFETIVA Mário Taveira Martins 1 (IF-SERTÃO PE) Lucas Samir Silva de Matos 2 (IF-SERTÃO PE) Resumo: Este artigo foi elaborado

Leia mais

Uma instituição em busca de excelência nos cursos de Educação a Distância: estudo de caso

Uma instituição em busca de excelência nos cursos de Educação a Distância: estudo de caso Uma instituição em busca de excelência nos cursos de Educação a Distância: estudo de caso Andrea de Faria Mestrado em Gestão, Formação e Tecnologia - Centro Paula Souza São Paulo Brasil andrfaria@hotmail.com

Leia mais

CURSO ONLINE DE ESPANHOL PARA A EJA

CURSO ONLINE DE ESPANHOL PARA A EJA CURSO ONLINE DE ESPANHOL PARA A EJA Porto Alegre - RS - Maio 2012 Jozelina Silva da Silva UFRGS/ UAB SESI jozelinasilvadasilva@gmail.com Categoria: C Setor Educacional: 1 Classificação das Áreas de Pesquisa

Leia mais

ANATOMIA HUMANA GERAL APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO: ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDO PARA DISCIPLINA A DISTÂNCIA.

ANATOMIA HUMANA GERAL APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO: ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDO PARA DISCIPLINA A DISTÂNCIA. 1 ANATOMIA HUMANA GERAL APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO: ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDO PARA DISCIPLINA A DISTÂNCIA. Batatais SP Setembro 2013. Edson Donizetti Verri Centro Universitário Claretiano de Batatais

Leia mais

A MODALIDADE SEMIPRESENCIAL NA PERCECPÇÃO DOS ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR

A MODALIDADE SEMIPRESENCIAL NA PERCECPÇÃO DOS ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR Revista Digital Simonsen 174 Como citar: SERPA, Joyce. A modalidade semipresencial na percecpção dos alunos do ensino superior. In: Revista Digital Simonsen. Rio de Janeiro, n.3, Nov. 2015. Disponível

Leia mais

O USO DO FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO AVA MOODLE: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNAS SURDAS

O USO DO FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO AVA MOODLE: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNAS SURDAS O USO DO FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO AVA MOODLE: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNAS SURDAS Carlos Eduardo Rocha dos Santos, UNIBAN, carlao_santos@yahoo.com.br Oswaldo

Leia mais

METODOLOGIA DE ENSINO APOIADA EM TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EDUCACIONAIS

METODOLOGIA DE ENSINO APOIADA EM TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EDUCACIONAIS METODOLOGIA DE ENSINO APOIADA EM TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EDUCACIONAIS Novembro 2003 Resumo Este texto mostra uma metodologia de aprendizagem baseada em tecnologias da informação e comunicação

Leia mais

ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES

ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES Nara Dias Brito 1 ; Daniel Mill 2 Grupo 2.1. Docência na educação a distância: Formação

Leia mais

PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA

PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA 11 PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA O PVANet é o ambiente virtual de aprendizagem (AVA) de uso exclusivo da UFV. Os AVAs apresentam diferenças de layout, forma de acesso, funcionamento,

Leia mais

9º Congresso de Pós-Graduação AGENTE PARA MEDIAÇÃO DE APRENDIZAGEM ELETRÔNICA

9º Congresso de Pós-Graduação AGENTE PARA MEDIAÇÃO DE APRENDIZAGEM ELETRÔNICA 9º Congresso de Pós-Graduação AGENTE PARA MEDIAÇÃO DE APRENDIZAGEM ELETRÔNICA Autor(es) MICHELE CRISTIANI BARION FREITAS Orientador(es) CECÍLIA SOSA ARIAS PEIXOTO 1. Introdução A partir de ferramentas

Leia mais

INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS

INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS R E S U M O Ana Paula Domingos Baladeli * Anair Altoé ** O presente trabalho é um recorte da análise de dados realizada em pesquisa de Mestrado

Leia mais

Novas tecnologias no ensino de matemática: possibilidades e desafios

Novas tecnologias no ensino de matemática: possibilidades e desafios Novas tecnologias no ensino de matemática: possibilidades e desafios Marcelo Antonio dos Santos Mestre em Matemática Aplicada UFRGS, Professor na Faculdade Cenecista de Osório (FACOS) e professor da rede

Leia mais

UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO SOBRE O USO DAS TDICs E A INCLUSÃO DIGITAL NAS AULAS DE MATEMÁTICA

UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO SOBRE O USO DAS TDICs E A INCLUSÃO DIGITAL NAS AULAS DE MATEMÁTICA UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO SOBRE O USO DAS TDICs E A INCLUSÃO DIGITAL NAS AULAS DE MATEMÁTICA Cícero Félix da Silva Universidade Estadual da Paraíba cícero.bv_2007@hotmail.com Marilia Lidiane Chaves da Costa

Leia mais

SOLUÇÕES EM EDUCAÇÃO 3.0

SOLUÇÕES EM EDUCAÇÃO 3.0 SOLUÇÕES EM EDUCAÇÃO 3.0 www.cisco.com.br/educação 2011 Cisco and/or its affiliates. All rights reserved. 1 Educação 1.0 Educação 2.0 Educação 3.0 Tecnológica Rural Tradicional 2011 Cisco and/or its affiliates.

Leia mais

A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR EM PERNAMBUCO

A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR EM PERNAMBUCO A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR EM PERNAMBUCO Adriana Alves Moreira dos Santos i (UFPE) Marcelo Sabbatini ii (UFPE) Resumo: O presente trabalho

Leia mais

As tecnologias Informacionais e Comunicacionais (TIC) como instrumento de experimentação e investigação matemática¹

As tecnologias Informacionais e Comunicacionais (TIC) como instrumento de experimentação e investigação matemática¹ As tecnologias Informacionais e Comunicacionais (TIC) como instrumento de experimentação e investigação matemática¹ Ana Caroline Lazaro Stoppa², Idalci Cruvinel dos Reis³ ¹Pesquisa realizada por acadêmica

Leia mais

Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Introdução

Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Introdução Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Nicia Cristina Rocha Riccio nicia@ufba.br Introdução Com o advento das tecnologias de informação e comunicação (TICs) a Educação a Distância (EAD) ganha

Leia mais

Caracterização da Modelagem de Ambientes de Aprendizagem a distância

Caracterização da Modelagem de Ambientes de Aprendizagem a distância Caracterização da Modelagem de Ambientes de Aprendizagem a distância Adja F. de Andrade adja@inf.pucrs.br 1 Beatriz Franciosi bea@inf.pucrs.br Adriana Beiler 2 adrianab@inf.pucrs.br Paulo R. Wagner prwagner@inf.pucrs.br

Leia mais

PERCEPÇÃO DE ESTUDANTES QUANTO AOS DIFERENCIADORES DO DESEMPENHO ESCOLAR EM CURSOS DE LICENCIATURA A DISTÂNCIA

PERCEPÇÃO DE ESTUDANTES QUANTO AOS DIFERENCIADORES DO DESEMPENHO ESCOLAR EM CURSOS DE LICENCIATURA A DISTÂNCIA 1 PERCEPÇÃO DE ESTUDANTES QUANTO AOS DIFERENCIADORES DO DESEMPENHO ESCOLAR EM CURSOS DE LICENCIATURA A DISTÂNCIA Lavras MG - 05/14 Ronei Ximenes Martins UFLA rxmartins@cead.ufla.br Luciana Batista Serafim

Leia mais

ASTRONOMIA E ASTROFÍSICA A DISTÂNCIA ASTRONOMY AND ASTROPHYSICS BY DISTANCE LEARNING

ASTRONOMIA E ASTROFÍSICA A DISTÂNCIA ASTRONOMY AND ASTROPHYSICS BY DISTANCE LEARNING II Simpósio Nacional de Educação em Astronomia II SNEA 2012 São Paulo, SP 122 ASTRONOMIA E ASTROFÍSICA A DISTÂNCIA ASTRONOMY AND ASTROPHYSICS BY DISTANCE LEARNING Maria de Fátima Oliveira Saraiva 1, Alexei

Leia mais

DO PRESENCIAL PARA O DIGITAL: UMA MUDANÇA SIGNIFICATIVA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES (CURSO DE LETRAS)

DO PRESENCIAL PARA O DIGITAL: UMA MUDANÇA SIGNIFICATIVA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES (CURSO DE LETRAS) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de Pós-graduação Educação: Currículo Revista E-Curriculum ISSN: 1809-3876 DO PRESENCIAL PARA O DIGITAL: UMA MUDANÇA SIGNIFICATIVA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Leia mais

3.2 MATERIAL DIDÁTICO

3.2 MATERIAL DIDÁTICO A comparação do presencial e do virtual: um estudo de diferentes metodologias e suas implicações na EAD André Garcia Corrêa andregcorrea@gmail.com Universidade Federal de São Carlos Resumo. O presente

Leia mais

AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO

AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O TRABALHO DO TUTOR COMO MEDIADOR DO CONHECIMENTO SOEK, Ana Maria (asoek@bol.com.br) Universidade Federal do Paraná (UFPR) - Brasil HARACEMIV,

Leia mais

Categoria: A Estratégicas e políticas. Setor Educacional: 5 Educação continuada em geral. Natureza: B Descrição de projeto em andamento

Categoria: A Estratégicas e políticas. Setor Educacional: 5 Educação continuada em geral. Natureza: B Descrição de projeto em andamento FORMAÇÃO CONTINUADA NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA EM CURITIBA Maio/2007 Eloina de Fátima Gomes dos Santos Prefeitura Municipal de Curitiba eloinas@curitiba.org.br Cíntia Caldonazo

Leia mais

FAESA@Online: Um ambiente para criação e manutenção de cursos a distância

FAESA@Online: Um ambiente para criação e manutenção de cursos a distância FAESA@Online: Um ambiente para criação e manutenção de cursos a distância Short paper Autores: Luciano Lessa Lorenzoni - Apresentador luciano@faesa.br 27-3279152 Denise Frazotti Togneri togneri@zaz.com.br

Leia mais

Relatos do processo de elaboração de um componente online de inglês: desafios e reflexões

Relatos do processo de elaboração de um componente online de inglês: desafios e reflexões Relatos do processo de elaboração de um componente online de inglês: desafios e reflexões Reports on the developmental process of an English online component: challenges and reflections Bruna Lopes Scheiner

Leia mais

SALAS VIRTUAIS DE COORDENAÇÃO DO AVA MOODLE: ESPAÇOS PRIVILEGIADOS PARA GESTÃO DE DISCIPLINAS, TUTORIA E CURSOS A DISTÂNCIA

SALAS VIRTUAIS DE COORDENAÇÃO DO AVA MOODLE: ESPAÇOS PRIVILEGIADOS PARA GESTÃO DE DISCIPLINAS, TUTORIA E CURSOS A DISTÂNCIA SALAS VIRTUAIS DE COORDENAÇÃO DO AVA MOODLE: ESPAÇOS PRIVILEGIADOS PARA GESTÃO DE DISCIPLINAS, TUTORIA E CURSOS A DISTÂNCIA Ouro Preto/ 05/2014 Biancca Nardelli Schenatz Universidade Federal de Ouro Preto

Leia mais

Oficina de jogos pedagógicos de ensino de ecologia e educação ambiental como estratégia de ensino na formação de professores

Oficina de jogos pedagógicos de ensino de ecologia e educação ambiental como estratégia de ensino na formação de professores Oficina de jogos pedagógicos de ensino de ecologia e educação ambiental como estratégia de ensino na formação de professores Pedagogical games workshop of ecology teaching and environmental education as

Leia mais

USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO

USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO MIRANDA 1, Márcia Verônica Costa; SILVA 2, Gilmar Batista da 1 Professora Orientadora

Leia mais

Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE)

Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE) Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE) 1 Resumo: Este trabalho refere-se a um projeto de pesquisa na área de Linguística Aplicada

Leia mais

ESTUDO DA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR NA CIDADE DE PORTO VELHO

ESTUDO DA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR NA CIDADE DE PORTO VELHO ESTUDO DA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR NA CIDADE DE PORTO VELHO Porto Velho - RO - 03/2010 Sara Luize Oliveira Duarte, Universidade de Taubaté, saralod@msn.com Walace

Leia mais

AS NOVAS TECNOLOGIAS COMO PARCEIRAS NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA.

AS NOVAS TECNOLOGIAS COMO PARCEIRAS NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA. AS NOVAS TECNOLOGIAS COMO PARCEIRAS NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA. MORAES, Camilla Santos 1 Palavras-chave: ensino-aprendizagem de inglês, novas tecnologias, ensino mediado pelo computador.

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AS NOVAS TECNOLOGIAS E O PAPEL DO TUTOR NA PERSPECTIVA DA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AS NOVAS TECNOLOGIAS E O PAPEL DO TUTOR NA PERSPECTIVA DA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AS NOVAS TECNOLOGIAS E O PAPEL DO TUTOR NA PERSPECTIVA DA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Campo Grande MS abril de 2011 Ari Gonçalves Silva Universidade Anhanguera Uniderp laquicho13@yahoo.com.br

Leia mais

Christiane dos Santos PEREIRA*, Samuel Pereira DIAS, Gabriel da SILVA Centro Federal de Educação Tecnológica de Bambuí-MG

Christiane dos Santos PEREIRA*, Samuel Pereira DIAS, Gabriel da SILVA Centro Federal de Educação Tecnológica de Bambuí-MG A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO FERRAMENTA DE APOIO AO ENSINO PRESENCIAL: estudos preliminares e proposta de uma metodologia de implantação no CEFET-Bambuí Christiane dos Santos

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT 1 RESOLUÇÃO CONSU 2015 04 de 14/04/2015 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT Campus Virtual 2 A. JUSTIFICATIVA A vida universitária tem correspondido a um período cada vez mais

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD!

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! MANUAL DO ALUNO MANUAL DO ALUNO Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! 1. APRESENTAÇÃO Preparado pela equipe da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (CEAD) da Universidade

Leia mais

O PAPEL DO PROFESSOR NA MOTIVAÇÃO À APRENDIZAGEM DOS ALUNOS DE ENGENHARIA

O PAPEL DO PROFESSOR NA MOTIVAÇÃO À APRENDIZAGEM DOS ALUNOS DE ENGENHARIA O PAPEL DO PROFESSOR NA MOTIVAÇÃO À APRENDIZAGEM DOS ALUNOS DE ENGENHARIA Arlindo Tribess 1, Henor Artur de Souza 2, Eliana Ferreira Rodrigues 2 Universidade de São Paulo 1 Escola Politécnica Depto. Eng.

Leia mais

SOFTWARE EDUCATIVO DE MATEMÁTICA: SHOW MATH

SOFTWARE EDUCATIVO DE MATEMÁTICA: SHOW MATH SOFTWARE EDUCATIVO DE MATEMÁTICA: SHOW MATH Anderson Clavico Moreira Profª. Ms. Deise Deolindo Silva short_acm@hotmail.com deisedeolindo@hotmail.com Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de

Leia mais

Índice. Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4

Índice. Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4 Página 1 Índice Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4 O QUE É EDUCAÇÃO A DISTANCIA (EAD)?... 4 O que é necessário para estudar em ead?... 4 Quais são as vantagens de estudar a distância?...

Leia mais

A utilização do LMS Chamilo na disciplina Laboratório de Ensino de Matemática: a experiência de professores em formação inicial

A utilização do LMS Chamilo na disciplina Laboratório de Ensino de Matemática: a experiência de professores em formação inicial A utilização do LMS Chamilo na disciplina Laboratório de Ensino de Matemática: a experiência de professores em formação inicial Luciane Mulazani dos Santos, UDESC, luciane.mulazani@udesc.br Ivanete Zuchi

Leia mais

* As disciplinas por ocasião do curso, serão ofertadas aos alunos em uma sequência didática.

* As disciplinas por ocasião do curso, serão ofertadas aos alunos em uma sequência didática. MATRIZ CURRICULAR* Disciplina CH Integração 20 Planejamento e Gestão em Educação a Distância 40 Cultura Virtual, Pensamento e Construção do Conhecimento na Educação a Distância 40 Noções de Gestão de Projetos

Leia mais

QUAL O PAPEL DO TUTOR? BUSCANDO UMA IDENTIDADE PROFISSIONAL NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

QUAL O PAPEL DO TUTOR? BUSCANDO UMA IDENTIDADE PROFISSIONAL NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA QUAL O PAPEL DO TUTOR? BUSCANDO UMA IDENTIDADE PROFISSIONAL NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA Lygia de Assis Silva¹, Fabiana Marilha Paulino Sousa, Sérgia Andrea Pereira de Oliveira 1. lygia1@hotmail.com Resumo

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

Curitiba- Pr outubro de 2015. 1 Carmem Lúcia Graboski da Gama Instituto Federal do Paraná Campus Paranaguá carmem.gama@ifpr.edu.br.

Curitiba- Pr outubro de 2015. 1 Carmem Lúcia Graboski da Gama Instituto Federal do Paraná Campus Paranaguá carmem.gama@ifpr.edu.br. O uso do Facebook como um Objeto Educacional para ajudar alunos em dificuldade na aprendizagem do Cálculo Diferencial e Integral como também da Geometria Analítica em diferentes localidades. Curitiba-

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE PORTAL COM VÍDEO AULAS PARA A MELHORIA CONTÍNUA DO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM EM SÉRIES INICIAIS

DESENVOLVIMENTO DE PORTAL COM VÍDEO AULAS PARA A MELHORIA CONTÍNUA DO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM EM SÉRIES INICIAIS DESENVOLVIMENTO DE PORTAL COM VÍDEO AULAS PARA A MELHORIA CONTÍNUA DO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM EM SÉRIES INICIAIS Giancarlo de França Aguiar giancarlo.aguiar@ifpr.edu.br Universidade Positivo-UP

Leia mais

RESISTÊNCIA X ACEITAÇÃO DA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE UMA FACULDADE TECNOLÓGICA EM FORTALEZA-CE

RESISTÊNCIA X ACEITAÇÃO DA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE UMA FACULDADE TECNOLÓGICA EM FORTALEZA-CE 1 RESISTÊNCIA X ACEITAÇÃO DA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE UMA FACULDADE TECNOLÓGICA EM FORTALEZA-CE Fortaleza CE, 01 de maio de 2014 Luciana Rodrigues Ramos Duarte Faculdade Ateneu

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DOS FATORES QUE DIFICULTAM A ATUAÇÃO DO DOCENTE NA MODALIDADE EAD NO ENSINO SUPERIOR

IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DOS FATORES QUE DIFICULTAM A ATUAÇÃO DO DOCENTE NA MODALIDADE EAD NO ENSINO SUPERIOR 1 IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DOS FATORES QUE DIFICULTAM A ATUAÇÃO DO DOCENTE NA MODALIDADE EAD NO ENSINO SUPERIOR Ribeirão Preto-SP - 05/2009 Edilson Carlos Caritá - Universidade de Ribeirão Preto UNAERP

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO 1 A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO Porto Alegre RS Abril 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação,

Leia mais

MANUAL DO ALUNO ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL LATINO AMERICANA INSTITUTO SUL-AMERICANO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO SETOR ACADÊMICO

MANUAL DO ALUNO ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL LATINO AMERICANA INSTITUTO SUL-AMERICANO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO SETOR ACADÊMICO 2015 MANUAL DO ALUNO ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL LATINO AMERICANA INSTITUTO SUL-AMERICANO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO SETOR ACADÊMICO Organizadores: Setor Acadêmico e Administrativo do ISPED Mmanmanual Página

Leia mais

Ambientação ao Moodle. João Vicente Cegato Bertomeu

Ambientação ao Moodle. João Vicente Cegato Bertomeu Ambientação ao Moodle João Vicente Cegato Bertomeu AMBIENTAÇÃO A O MOODLE E S P E C I A L I Z A Ç Ã O E M SAUDE da FAMILIA Sumário Ambientação ao Moodle 21 1. Introdução 25 2. Histórico da EaD 25 3. Utilizando

Leia mais

A AQUISIÇÃO DO ESPANHOL INSTRUMENTAL NA PLATAFORMA MOODLE *

A AQUISIÇÃO DO ESPANHOL INSTRUMENTAL NA PLATAFORMA MOODLE * 1 A AQUISIÇÃO DO ESPANHOL INSTRUMENTAL NA PLATAFORMA MOODLE * Valéria Jane Siqueira Loureiro (Universidade Federal de Sergipe) RESUMO: Este trabalho se propõe a analisar o curso de extensão universitária

Leia mais

O MATERIAL DIDÁTICO IMPRESSO COMO FACILITADOR NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1

O MATERIAL DIDÁTICO IMPRESSO COMO FACILITADOR NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 O MATERIAL DIDÁTICO IMPRESSO COMO FACILITADOR NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 Laíssa Rodrigues Esposti Pacheco 2 ; Cristiano Farias Coelho 3 Grupo 4.1. Tecnologias na educação a distância: Concepção e produção

Leia mais

GUIA DO ALUNO EAD EAD DO GUIA ALUNO

GUIA DO ALUNO EAD EAD DO GUIA ALUNO GUIA DO ALUNO EAD GUIA DO ALUNO EAD Guia do Aluno Seja bem-vindo(a) às disciplinas EAD! Agora que você já está matriculado na disciplina online, chegou o momento de ficar por dentro de informações muito

Leia mais

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: Educação à distância; Informática; Metodologia.

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: Educação à distância; Informática; Metodologia. 1 O PAPEL DA INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA: Um Estudo de Caso no pólo UNOPAR, Machadinho do Oeste - RO Izaqueu Chaves de Oliveira 1 RESUMO O presente artigo tem por objetivo compreender a importância

Leia mais

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça 1 O Instituto COPPEAD: O Instituto COPPEAD oferece o curso de especialização

Leia mais

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF 1 SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF Fortaleza CE Junho/2009 Karla Angélica Silva do Nascimento - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza karla@fgf.edu.br

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DAS TDICs PARA O ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS*

AS CONTRIBUIÇÕES DAS TDICs PARA O ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS* AS CONTRIBUIÇÕES DAS TDICs PARA O ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS* Layanna Martha Pires de Araujo 1 Silvania Cápua Carvalho 2 Resumo: O presente artigo visa mostrar como as Tecnologias Digitais da Informação

Leia mais

1 Oferecimento de disciplina semipresencial

1 Oferecimento de disciplina semipresencial 1 Oferecimento de disciplina semipresencial Os cursos de graduação presenciais da UFV podem incluir em suas grades curriculares disciplinas que, em todo ou em parte, utilizem método de ensino semipresencial.

Leia mais

Proposta do novo Projeto Pedagógico do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Núcleo Docente Estruturante (NDE)

Proposta do novo Projeto Pedagógico do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Núcleo Docente Estruturante (NDE) Proposta do novo Projeto Pedagógico do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Núcleo Docente Estruturante (NDE) 20/05/2015 Agenda 1 2 3 4 5 6 Introdução e Motivação Resultados da

Leia mais

Guia do Aluno - Disciplinas On-line (DOL)

Guia do Aluno - Disciplinas On-line (DOL) GUIA DO ALUNO Seja bem-vindo(a) às disciplinas On-line (DOL) dos cursos de gradução do Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU) e das Faculdades Maurício de Nassau! Agora que você já está matriculado(a)

Leia mais

Análise do processo de avaliação contínua em um curso totalmente à distância

Análise do processo de avaliação contínua em um curso totalmente à distância Análise do processo de avaliação contínua em um curso totalmente à distância Joice Lee Otsuka Instituto de Computação Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) 1 Caixa Postal 6176 CEP: 13083-970 - Campinas,

Leia mais

PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA

PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA Daniel Gonzaga dos Santos 1 Faculdade Cidade de João Pinheiro Resumo: Este artigo aborda as etapas para

Leia mais

MULTIMÍDIA INTERATIVA COMO METODOLOGIA DE ENSINO DE REPRESENTAÇÃO ARQUITETÔNICA

MULTIMÍDIA INTERATIVA COMO METODOLOGIA DE ENSINO DE REPRESENTAÇÃO ARQUITETÔNICA MULTIMÍDIA INTERATIVA COMO METODOLOGIA DE ENSINO DE REPRESENTAÇÃO ARQUITETÔNICA Alexandre Monteiro de Menezes UFMG, Universidade Federal de Minas Gerais, LAGEAR Laboratório Gráfico para Ensino de Arquitetura

Leia mais

AVALIAÇÃO NO ENSINO A DISTÂNCIA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS

AVALIAÇÃO NO ENSINO A DISTÂNCIA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS AVALIAÇÃO NO ENSINO A DISTÂNCIA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS Letícia Palhares Ferreira 1 Grupo 2.4. Docência na educação a distância: Planejamento, avaliação e acompanhamento RESUMO: A presente reflexão

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE FORMAÇÃO À DISTÂNCIA

ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE FORMAÇÃO À DISTÂNCIA ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE FORMAÇÃO À DISTÂNCIA Mônica Mota Tassigny Professora doutora da Universidade de Fortaleza, UNIFOR, Brasil 1. INTRODUÇÃO Numa sociedade mundial, na qual

Leia mais

PROFESSOR TUTOR - DESAFIOS DE UMA NOVA PROFISSÃO NO CENÁRIO EDUCACIONAL

PROFESSOR TUTOR - DESAFIOS DE UMA NOVA PROFISSÃO NO CENÁRIO EDUCACIONAL PROFESSOR TUTOR - DESAFIOS DE UMA NOVA PROFISSÃO NO CENÁRIO EDUCACIONAL Postado em Jan 03, 2012 Postado por Francilene Duarte Santos PROFESSOR TUTOR DESAFIOS DE UMA NOVA PROFISSÃO NO CENÁRIO EDUCACIONAL

Leia mais

FACULDADE ZACARIAS DE GÓES

FACULDADE ZACARIAS DE GÓES FACULDADE ZACARIAS DE GÓES DIEGO DE JESUS BONFIM EDUCAÇÃO ONLINE Valença Bahia Dezembro 2011 DIEGO DE JESUS BONFIM EDUCAÇÃO ONLINE Resenha a ser apresentada como avaliação da disciplina EAD em Ambiente

Leia mais

Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte

Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte Sumário Apresentação O papel do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte Dúvidas 3 5 6 9 10 11 14

Leia mais

Módulo 1. Introdução. 1.1 O que é EAD?

Módulo 1. Introdução. 1.1 O que é EAD? Módulo 1. Introdução Cada vez mais o mundo social e do trabalho necessitam de sujeitos capazes de fazer a diferença através de suas ações e atitudes. A utilização do ambiente virtual, como meio de interação

Leia mais

USO DE JOGOS NAS AULAS DE INFORMÁTICA PARA IDOSOS: Relatos de Experiência

USO DE JOGOS NAS AULAS DE INFORMÁTICA PARA IDOSOS: Relatos de Experiência USO DE JOGOS NAS AULAS DE INFORMÁTICA PARA IDOSOS: Relatos de Experiência Lucas Santiago Rodrigues Graduando em Sistemas de Informação na UFMS Natália Fernanda de Castro Meira Graduanda em Engenharia de

Leia mais

O USO DAS FERRAMENTAS DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PELOS ACADÊMICOS DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E PROCESSOS GERENCIAIS DO NEAD-CESUMAR

O USO DAS FERRAMENTAS DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PELOS ACADÊMICOS DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E PROCESSOS GERENCIAIS DO NEAD-CESUMAR O USO DAS FERRAMENTAS DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PELOS ACADÊMICOS DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E PROCESSOS GERENCIAIS DO NEAD-CESUMAR Maringá PR Abril 2011 Adriana Maria Pavezi CESUMAR adriana.pavezi@ead.cesumar.br

Leia mais

A FORMAÇÃO DOCENTE PARA AQUISIÇÃO DE HABILIDADES NO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS

A FORMAÇÃO DOCENTE PARA AQUISIÇÃO DE HABILIDADES NO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS TIC Y EDUCACIÓN A FORMAÇÃO DOCENTE PARA AQUISIÇÃO DE HABILIDADES NO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS Vanessa de Fátima Silva Moura 1 Teresinha de Jesus Nogueira 2 Sibelle Gomes Lima 3 Maria Fernanda

Leia mais

A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES

A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES Silvia Regina Viel Rodrigues - Uni-FACEF Introdução Localizado no Departamento de Matemática, Unesp, Rio Claro, sob a coordenação do professor

Leia mais

UTILIZANDO RECURSOS AUDIOVISUAIS COMO ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

UTILIZANDO RECURSOS AUDIOVISUAIS COMO ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS UTILIZANDO RECURSOS AUDIOVISUAIS COMO ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Thayna Rhayssa Batista da Silva¹, Joaklebio Alves da Silva, Luiz Antonio de Sales 1. thaynarbs@bol.com.br

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS NO APOIO AO APRENDIZ NA EAD

UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS NO APOIO AO APRENDIZ NA EAD UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS NO APOIO AO APRENDIZ NA EAD Goiânia, 19 de abril de 2010 Gilda Aquino de Araújo Mendonça Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás gaam@ifg.edu.br Alzino

Leia mais

A DISCIPLINA DE ECONOMIA NA MODALIDADE À DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA COMPARTILHADA

A DISCIPLINA DE ECONOMIA NA MODALIDADE À DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA COMPARTILHADA A DISCIPLINA DE ECONOMIA NA MODALIDADE À DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA COMPARTILHADA Maio/2007 Leny Fátima Salles Paschoal - Universidade de Ribeirão Preto UNAERP - lpaschoal@unaerp.br Edilson Carlos Caritá

Leia mais

3º. Seminário de Pesquisa em EAD 3º SePEAD A UAB e seus reflexos no ensino superior brasileiro Efeitos da EaD no presencial

3º. Seminário de Pesquisa em EAD 3º SePEAD A UAB e seus reflexos no ensino superior brasileiro Efeitos da EaD no presencial 3º. Seminário de Pesquisa em EAD 3º SePEAD A UAB e seus reflexos no ensino superior brasileiro Efeitos da EaD no presencial Profa. Dra. Denise Martins de Abreu e Lima SeaD UFSCar 3º. Seminário de Pesquisa

Leia mais

Educação a Distância: Limites e Possibilidades

Educação a Distância: Limites e Possibilidades Educação a Distância: Limites e Possibilidades Bernardo de Azevedo Ramos Brillian Aquino Fernandes Lucas Fernandes Barbosa Rafael Castro e Abrantes RESUMO: O trabalho tem como meta avaliar a Educação a

Leia mais

AS VIDEOCONFERÊNCIAS NA EAD: um estudo a partir da experiência do NEAD-UFMA

AS VIDEOCONFERÊNCIAS NA EAD: um estudo a partir da experiência do NEAD-UFMA AS VIDEOCONFERÊNCIAS NA EAD: um estudo a partir da experiência do NEAD-UFMA Kellen Regina Moraes Coimbra 1, Reinaldo Portal Domingo 2 1 Mestranda em Educação UFMA. Técnica em Assuntos Educacionais Núcleo

Leia mais

Parâmetros para avaliação de Cursos na modalidade EaD

Parâmetros para avaliação de Cursos na modalidade EaD Parâmetros para avaliação de Cursos na modalidade EaD Ana Maria Silveira Turrioni 1 Eliana de Fátima Souza Salomon Benfatti 2 João Batista Turrioni 3 Rita de Cássia Magalhães Trindade Stano 4 Resumo Neste

Leia mais

Educação EAD: Sem fronteiras (?)

Educação EAD: Sem fronteiras (?) Educação EAD: Sem fronteiras (?) Laila Maria Oliveira Silva Luiza Carolina Lucchesi Barbosa Mariana Damasceno Rocha F de Albuquerque Resumo: A modalidade EAD (Educação a Distância) surgiu com a intenção

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UFMG: EAD E O CURSO DE LETRAS

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UFMG: EAD E O CURSO DE LETRAS Aline Passos Amanda Antunes Ana Gabriela Gomes da Cruz Natália Neves Nathalie Resende Vanessa de Morais EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UFMG: EAD E O CURSO DE LETRAS Trabalho apresentado à disciplina online Oficina

Leia mais

PRÁTICAS DE ENSINO EM CONTEXTO TECNOLÓGICO: PRIMEIROS APONTAMENTOS SOBRE A OFERTA DE CURSO ONLINE

PRÁTICAS DE ENSINO EM CONTEXTO TECNOLÓGICO: PRIMEIROS APONTAMENTOS SOBRE A OFERTA DE CURSO ONLINE 103 PRÁTICAS DE ENSINO EM CONTEXTO TECNOLÓGICO: PRIMEIROS APONTAMENTOS SOBRE A OFERTA DE CURSO ONLINE Telma Nunes Gimenez 1 RESUMO: A disciplina 6EST 114 do curso de Letras-Inglês, prevê estágio supervisionado

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA MOTIVAÇÃO NO ENSINO A DISTÂNCIA (EAD)

A IMPORTÂNCIA DA MOTIVAÇÃO NO ENSINO A DISTÂNCIA (EAD) A IMPORTÂNCIA DA MOTIVAÇÃO NO ENSINO A DISTÂNCIA (EAD) PADILHA, Emanuele Coimbra; SELVERO, Caroline Mitidieri Graduada em Letras-Espanhol pela Universidade Federal de Santa Maria UFSM. E-mail: emanuelecp@hotmail.com

Leia mais

Utilização do Ambiente virtual de aprendizagem TelEduc para a aprendizagem de línguas estrangeiras Girlene Medeiros (2013)

Utilização do Ambiente virtual de aprendizagem TelEduc para a aprendizagem de línguas estrangeiras Girlene Medeiros (2013) Utilização do Ambiente virtual de aprendizagem TelEduc para a aprendizagem de línguas estrangeiras Girlene Medeiros (2013) Questionamentos que devem ser enfrentados 1. Como você descreveria esse ambiente

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: INSTITUIÇÃO: IFRS CAMPUS BENTO GONÇALVES CNPJ: 94728821000192 ENDEREÇO: Avenida Osvaldo Aranha, 540. Bairro Juventude. CEP: 95700-000 TELEFONE: (0xx54) 34553200 FAX: (0xx54) 34553246 Curso de Educação

Leia mais

A TUTORIA PRESENCIAL EM APARECIDA DE GOIÂNIA

A TUTORIA PRESENCIAL EM APARECIDA DE GOIÂNIA A TUTORIA PRESENCIAL EM APARECIDA DE GOIÂNIA Larissa Santos Pereira, larissasantos.bio@gmail.com, CEPAE/UFG 1 Alessandra R. Astrol de Araujo, aleastrol@gmail.com, CEPAE/UFG 2 Resumo Este artigo descreve

Leia mais

O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL

O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL Pelotas RS Maio 2010 Letícia Marques Vargas IFSul le.mvargas@gmail.com Gabriela

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DO USO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA O ENSINO- APRENDIZAGEM DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: a visão dos alunos

CONTRIBUIÇÕES DO USO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA O ENSINO- APRENDIZAGEM DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: a visão dos alunos CONTRIBUIÇÕES DO USO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA O ENSINO- APRENDIZAGEM DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: a visão dos alunos Marli Fátima Vick Vieira 1 ; Gicele Vieira Prebianca 2 ; Tháfila Krum de

Leia mais

Curso Superior de Análise e Desenvolvimento de Sistemas: Relato de uma Experiência Pioneira de EAD no Ifes na Percepção do Aluno.

Curso Superior de Análise e Desenvolvimento de Sistemas: Relato de uma Experiência Pioneira de EAD no Ifes na Percepção do Aluno. 1 Curso Superior de Análise e Desenvolvimento de Sistemas: Relato de uma Experiência Pioneira de EAD no Ifes na Percepção do Aluno Serra, 05/2009 Isaura Alcina Nobre, Msc Ifes - isaura@ifes.edu.br Sônia

Leia mais

FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais

FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais CURSOS : ADMINISTRAÇÃO CIÊNCIAS ATUARIAIS CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CIÊNCIAS

Leia mais

A CULTURA UNIVERSIDADE E OS CURSOS SEMIPRESENCIAIS: TENDÊNCIAS E TRANSFORMAÇÕES

A CULTURA UNIVERSIDADE E OS CURSOS SEMIPRESENCIAIS: TENDÊNCIAS E TRANSFORMAÇÕES 1 A CULTURA UNIVERSIDADE E OS CURSOS SEMIPRESENCIAIS: TENDÊNCIAS E TRANSFORMAÇÕES São Paulo SP 04/2015. Juliana Moraes Marques Giordano USP julianagiordano@usp.br 2.1.1. Classe: Investigação Científica

Leia mais

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS Kelly Cristina de Oliveira 1, Júlio César Pereira 1. 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil kristhinasi@gmail.com,

Leia mais

INTERAÇÃO: PILAR DA EAD CONTEMPORÂNEA

INTERAÇÃO: PILAR DA EAD CONTEMPORÂNEA INTERAÇÃO: PILAR DA EAD CONTEMPORÂNEA Autor(a): Carmem Lúcia de Oliveira Marinho Coautor(es): Bernadete Cordeiro Moreira Pessanha Email: carmemmarinho@yahoo.com.br Introdução O ser humano é um ser social

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR 1º SEMESTRE P101 Desenvolvimento Web 80 CE05 CE06 P102 Língua Portuguesa 40 CG08 CG13 P103 Algoritmos e Lógica de Programação 80

Leia mais

e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância

e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância Marly G. F. Costa 1, Ada Carvalho 2, Jorge Smorigo 2, Waldir Nonato 2 1 Universidade do Amazonas Núcleo de Tecnologia Eletrônica

Leia mais