Interfaces Pessoa/Máquina

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Interfaces Pessoa/Máquina"

Transcrição

1 Interfaces Pessoa/Máquina Interfaces Pessoa Máquina 2010/ baseado em material Alan Dix 1

2 Apresentação Docente responsável Cursos Mestrado em Engenharia Informática (UE, UMA) Mestrado em Ciências da Informação e da Documentação Doutoramento em Artes Visuais Recursos Minha página web Moodle Slides em PDF 2

3 Objectivos Princípios de Interacção Pessoa/Máquina Concepção e Construção de Interfaces Ergonomia Usabilidade 3

4 Avaliação Trabalho Prático Equipas pluri-disciplinares - equipa de 3 elementos - 2 informáticos - 1 designer / utilizador *externo* Trabalho de concepção dum sistema informático - plataformas à escolha (computador, móveis, mista, ) - estudo, concepção, prototipagem, avaliação (opciona: iteração) Relatório Forma: artigo de 12-15p, usando ferramentas convencionais para comunicação científica 4

5 Avaliação Trabalho Desenvolvimento duma aplicação com interface humana Participantes: todos os alunos, grupos de utilizador Estrutura de relatório como um artigo científico Exame Último dia: sexta feira dia 3/6/2011 Duração 2h sem consulta 5

6 Calendário Evento Data Escolha Grupos Escolha Tópico & Tecno Abstract Protótipo Relatório

7 Bibliografia HUMAN-COMPUTER INTERACTION, 3rd ed Alan Dix - Janet Finlay - Gregory Abowd - Russell Beale 7

8 O que é Interacção Pessoa-Máquina? Interfaces Pessoa Máquina 2010/ baseado em material Alan Dix 8

9 What is HCI? Factories in the beginning of the XX century human performance evaluation in manual tasks. World War II production of more effective weapons. Formation of the Ergonomics Research Society, Man-Machine Interaction => HCI The study of Human-Computer Interaction involves several aspects: Physical Psychological Theoretical 9

10 What is HCI? Must know: The users The tasks The usage context Should apply: Iterative user-centred design Usability principles Evaluation techniques 10

11 What is HCI? HCI involves the design, implementation and evaluation of interactive systems in the context of the user s task. Alan Dix,

12 What is HCI? Interaction design qualities Usability Utility Satisfation Communication Sociability 12

13 What is HCI? If I were to sum up interaction design in a sentence, I would say that it s about shaping our everyday life through digital artifacts for work, for play, and for entertainement. Gillian Crampton Smith, interview of January 30,

14 HCI Why? 14

15 HCI Why? The world's atomic energy authorities have been on alert since reports surfaced linking the deaths of eight patients undergoing treatment for pelvic cancer at the National Oncology Institute in Panama City, Panama, to overexposure during radiation therapy. The International Atomic Energy Association (IAEA), Vienna, Austria, which has been investigating the deaths, said the overdoses probably were not due to a malfunction of the radiotherapy machine, but to a problem with the system's data entry method. In August 2000, the Oncology Institute changed the process for entering coordinates for "shielding blocks" designed to protect healthy tissue during radiation therapy. The IAEA report said the change, coupled with a lack of updated written standard procedures, resulted in miscalculations of radiation intensity and treatment times. 15

16 HCI Why? Have the user in mind Try it out Involve the users in the design process Iterate Mechanical syringe controller 16

17 HCI Why? Systems must be robust and consistent. Must be prepared for the target users. Must deal with careless usage. Should be helpful => help in completing a task instead of creating extra obstacles. Interface design shouldn t be handled only at the last minute. Interfaces must be developed along with the rest of the system. 17

18 HCI Related disciplines Computer science Ergonomics and Human factors Artificial Intelligence Cognitive Psychology Sociology Design Management... 18

19 Componentes de um sistema interactivo Humano Individuo Grupo PC Cloud web service Dispositivo móvel Computador Interacção Directa Indirecta 19

Design de Multimédia e Interacção

Design de Multimédia e Interacção índice 1. Interacção 1.1 Definições 2.1 Definições 2.2 Definições - diagrama 1 2.3 Definições - sumário 2.4 Princípios - diagrama 2 2.5 So, What is Interaction Design? Bibliografia 1. Interacção 1.1 Definições

Leia mais

Usabilidade e Ergonomia. Usabilidade de Software. Ergonomia. Usabilidade. Ergonomia (International Ergonomics Association em 2000)

Usabilidade e Ergonomia. Usabilidade de Software. Ergonomia. Usabilidade. Ergonomia (International Ergonomics Association em 2000) Usabilidade e Ergonomia Usabilidade de Software INF01043 Interação Homem-Computador 2006/2 Ergonomia (International Ergonomics Association em 2000) Ergonomics (or human factors) is the scientific discipline

Leia mais

Acta n.º 1 1. PROVA DE CONHECIMENTOS

Acta n.º 1 1. PROVA DE CONHECIMENTOS Concurso interno com vista ao preenchimento de 1 posto de trabalho na carreira (não revista) de Especialista de Informática, categoria de especialista de informática dos graus 1 ou 2, níveis 1 ou 2, do

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

F I C H A D A D I S C I P L I N A

F I C H A D A D I S C I P L I N A Pós-Graduações MBA Master em Gestão F I C H A D A D I S C I P L I N A I D E N T I F I C A Ç Ã O D A D I S C I P L I N A Curso: Disciplina: Docente: e-mail: MBA e PGE Tecnologias Avançadas de Multimédia

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/2015

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/2015 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/2015 Design de Interface Interface Design 6.2.1.2. Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade

Leia mais

A Avaliação da Usabilidade de um Sistema Médico Inteligente: BCCT.core

A Avaliação da Usabilidade de um Sistema Médico Inteligente: BCCT.core A Avaliação da Usabilidade de um Sistema Médico Inteligente: BCCT.core Ana Paula Afonso Informática, ISCAP Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto apafonso@iscap.ipp.pt Jaime S. Cardoso

Leia mais

Concepção e Desenvolvimento de Interfaces para o Motor de Busca Geográfico GeoTumba!

Concepção e Desenvolvimento de Interfaces para o Motor de Busca Geográfico GeoTumba! Concepção e Desenvolvimento de Interfaces para o Motor de Busca Geográfico GeoTumba! Sérgio Freitas, Ana Paula Afonso, Mário Silva Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Departamento de Informática

Leia mais

Interacção Homem-Máquina Design e Prototipagem

Interacção Homem-Máquina Design e Prototipagem Interacção Homem-Máquina Design e Prototipagem Pedro Campos dme.uma.pt/pcampos pcampos@uma.pt Protótipos: o que são? Modelo desenvolvido para testar ideias de design Examinar conteúdo, estética e técnicas

Leia mais

A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS:

A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS: BIOÉTICA ANA BERNARDO SEARA CARDOSO A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DA REALIDADE PORTUGUESA Resumo da dissertação apresentada para a obtenção do grau de Mestre

Leia mais

Mirian da Rocha Dias. Dissertação de Mestrado

Mirian da Rocha Dias. Dissertação de Mestrado Mirian da Rocha Dias Avaliação ergonômica da usabilidade de sistemas de gerenciamento e publicação de conteúdo: estudo de caso do sistema Gutenberg aplicado no site da Faperj Fundação Carlos Chagas Filho

Leia mais

IVO DANIEL VALENTE FONSECA O USO DE DISPOSITIVOS MULTITÁCTEIS PARA A INFOINCLUSÃO DO SÉNIOR. Universidade de Aveiro 2011

IVO DANIEL VALENTE FONSECA O USO DE DISPOSITIVOS MULTITÁCTEIS PARA A INFOINCLUSÃO DO SÉNIOR. Universidade de Aveiro 2011 Universidade de Aveiro 2011 Departamento de Comunicação e Arte IVO DANIEL VALENTE FONSECA O USO DE DISPOSITIVOS MULTITÁCTEIS PARA A INFOINCLUSÃO DO SÉNIOR Universidade de Aveiro 2011 Departamento de Comunicação

Leia mais

Índice de tabelas. Índice de ilustrações

Índice de tabelas. Índice de ilustrações Bod Garage Todos os direitos reservados Índice Introdução...2 Objetivo geral...8 Procedimentos...8 Referências...9 Índice de tabelas Tabela 1: Maio/2007...3 Tabela 2: Maio/2008...3 Tabela 3: Maio/2009...3

Leia mais

Tema: A mente e seus desafios do dia-a-dia

Tema: A mente e seus desafios do dia-a-dia Profa. Tatiana Aires Tavares tatiana@lavid.ufpb.br Tema: A mente e seus desafios do dia-a-dia Baseado no capítulo The psychopathology of Everyday Things do livro Design of Everyday Things de Donald. A.

Leia mais

A consistência da interface com o usuário para a TV interativa

A consistência da interface com o usuário para a TV interativa A consistência da interface com o usuário para a TV interativa Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Escola Politécnica da USP Candidato: Gil Barros Orientador: Prof. Dr. Marcelo K. Zuffo Dezembro

Leia mais

Usabilidade dos Sistemas Operacionais Móveis Android, ios e Windows Phone

Usabilidade dos Sistemas Operacionais Móveis Android, ios e Windows Phone Usabilidade dos Sistemas Operacionais Móveis Android, ios e Windows Phone Déborah S. Cardoso 1, Kátia Adriana A. L. de Barros 1 1 Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) dehscardoso@gmail.com,

Leia mais

José António Mendes Moreno

José António Mendes Moreno FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PAISAGENS NATURAIS COMO RECURSOS TURÍSTICOS: O CASO DO PARQUE NATURAL DE SERRA DA MALAGUETA NA ILHA DE SANTIAGO, CABO VERDE José António Mendes Moreno DISSERTAÇÃO

Leia mais

Escola Superior de Educação/Instituto Politécnico de Coimbra

Escola Superior de Educação/Instituto Politécnico de Coimbra Escola Superior de Educação/Instituto Politécnico de Coimbra Grau de Mestre/Master (MsC) degree MESTRADO EM INTERACÇÃO HUMANO-COMPUTADOR (HCI HUMAN-COMPUTER INTERACTION) (Edição 2012-2013) Unidades Curriculares

Leia mais

Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente

Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente 1 Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente Clarisse Sieckenius de Souza SERG - Semiotic Engineering Research Group Departamento de Informática, PUC-Rio clarisse@inf.puc-rio.br http://www.serg.inf.puc-rio.br

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DIGITAIS Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DIGITAIS Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DIGITAIS Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Design 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Return on Investment for Usability

Return on Investment for Usability 150 113 75 2001 2003 38 2005 0 2007 Return on Investment for Usability Interacção Homem-Computador, Prof. Pedro Faria Lopes Ricardo Carvalho a24668@iscte.pt ISCTE, Abril 2007 1 1 Quoting It is foolish

Leia mais

Maria da Conceição Gonçalves Costa

Maria da Conceição Gonçalves Costa Maria da Conceição Gonçalves Costa Identificação pessoal Conceição Costa tem um Master of Arts in Business Communication and Public Relations pela European University (equivalência a grau de mestre pela

Leia mais

Interacção Homem-Máquina 4-A Engenharia de Usabilidade

Interacção Homem-Máquina 4-A Engenharia de Usabilidade Interacção Homem-Máquina 4-A Engenharia de Usabilidade Pedro Campos dme.uma.pt/pcampos pcampos@uma.pt O Ciclo de Vida de uma Tecnologia O Paradoxo da Tecnologia de Norman Por um lado, é consensual que

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

OS BENEFÍCIOS DA INTEGRAÇÃO DA ENGENHARIA DE SOFTWARE E DA INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE CATALÓG RESUMO

OS BENEFÍCIOS DA INTEGRAÇÃO DA ENGENHARIA DE SOFTWARE E DA INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE CATALÓG RESUMO OS BENEFÍCIOS DA INTEGRAÇÃO DA ENGENHARIA DE SOFTWARE E DA INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE CATALÓG THE BENEFITS OF INTEGRATION OF SOFTWARE ENGINEERING AND HUMAN- -COMPUTER INTERACTION

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado

Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado Bruno de Sousa Monteiro Orientação: Prof. Dr. Fernando da Fonseca de Souza Prof. Dr. Alex Sandro Gomes 1 Roteiro

Leia mais

RESUMO ABSTRACT 1. INTRODUÇÃO

RESUMO ABSTRACT 1. INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO DE UM TROCADOR DE GARRAS PARA O ROBÔ PUMA 560 G. B. D. Daibert (IC), L. G. Trabasso (PQ) Departamento de Projetos - Divisão de Engenharia Mecânica-Aeronáutica (IEM) Instituto Tecnológico

Leia mais

Ferramentas Colaborativas Computacionais

Ferramentas Colaborativas Computacionais Ferramentas usadas pelos docentes da FEUP Grupo G_I413: Bruno Tavares Mariana Esteves Paulo Torres Sérgio Reis Tiago Cardoso Supervisor: Nuno Flores Monitor: Ivo Timóteo Mestrado Integrado em Engenharia

Leia mais

Interacção Homem-Máquina Interfaces Tangíveis e Realidade Aumentada

Interacção Homem-Máquina Interfaces Tangíveis e Realidade Aumentada Interacção Homem-Máquina Interfaces Tangíveis e Realidade Aumentada Pedro Campos dme.uma.pt/pcampos pcampos@uma.pt Novos paradigmas de interacção Pervasive computing Wearable computing Tangible user interfaces

Leia mais

UsaWeb. Um Modelo de Avaliação da Usabilidade de Interfaces Web UsaWeb. A Model for Usability Evaluation Web Interfaces

UsaWeb. Um Modelo de Avaliação da Usabilidade de Interfaces Web UsaWeb. A Model for Usability Evaluation Web Interfaces UsaWeb. Um Modelo de Avaliação da Usabilidade de Interfaces Web UsaWeb. A Model for Usability Evaluation Web Interfaces Ana Paula Afonso, Maria José Angélico IPP/ISCAP/CEISE Porto, Portugal apafonso@iscap.ipp.pt;

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

#* Online Read Introducao ao Direito Empresarial: Direito Empresarial, Empresa, Empresario, Livros, Denominacao, Fundo de Empresa...

#* Online Read Introducao ao Direito Empresarial: Direito Empresarial, Empresa, Empresario, Livros, Denominacao, Fundo de Empresa... #* Online Read Introducao ao Direito Empresarial: Direito Empresarial, Empresa, Empresario, Livros, Denominacao, Fundo de Empresa... free book pdf for download ID:vuudfe Click Here to Read Introducao

Leia mais

A Região Norte NUT III como valor acrescentado para o desenvolvimento digital da região e o potencial do Porto como Smart city

A Região Norte NUT III como valor acrescentado para o desenvolvimento digital da região e o potencial do Porto como Smart city A Região Norte NUT III como valor acrescentado para o desenvolvimento digital da região e o potencial do Porto como Smart city Amaro Correia, 19492@ufp.edu.pt Doutoramento em Ciências da Informação, SiTeGI,

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

Consórcio do Politecnico di Milano. Fevereiro 2013

Consórcio do Politecnico di Milano. Fevereiro 2013 Consórcio do Politecnico di Milano Fevereiro 2013 DESIGN DEFINITIONS SENAI & POLI.design Fevereiro 2013 Design como uma atividade específica no processo de P&D que visa a projetação dos aspectos funcionais

Leia mais

Desafios para Programas de Mestrado em Interação Humano-Computador (IHC): a experiência do M2IHM

Desafios para Programas de Mestrado em Interação Humano-Computador (IHC): a experiência do M2IHM Desafios para Programas de Mestrado em Interação Humano-Computador (IHC): a experiência do M2IHM Marco Winckler & Philippe Palanque IRIT-ICS, Université Paul Sabatier 118 route de Narbonne, 31062 Toulouse,

Leia mais

Um Meta-modelo para o Processo de Sistemas com RV: Perspectiva da Qualidade no Uso Provida por Princípios da IHC

Um Meta-modelo para o Processo de Sistemas com RV: Perspectiva da Qualidade no Uso Provida por Princípios da IHC Um Meta-modelo para o Processo de Sistemas com RV: Perspectiva da Qualidade no Uso Provida por Princípios da IHC Milena Marquezin Olher Júnia Coutinho Anacleto Silva DC - UFSCar C. P. 676 - CEP 13565-905

Leia mais

Jomar Rolland Braga Neto. A Influência do Boca a Boca Online na Decisão de Compra do Consumidor. Dissertação de Mestrado

Jomar Rolland Braga Neto. A Influência do Boca a Boca Online na Decisão de Compra do Consumidor. Dissertação de Mestrado Jomar Rolland Braga Neto A Influência do Boca a Boca Online na Decisão de Compra do Consumidor Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação em Administração de Empresas da

Leia mais

USER EXPERIENCE DESIGN CORPORATE TV / DIGITAL SIGNAGE. Bruno Nobre bruno.nobre@iade.pt

USER EXPERIENCE DESIGN CORPORATE TV / DIGITAL SIGNAGE. Bruno Nobre bruno.nobre@iade.pt USER EXPERIENCE DESIGN CORPORATE TV / DIGITAL SIGNAGE Bruno Nobre bruno.nobre@iade.pt USER EXPERIENCE USABILIDADE é um tema recorrente USER EXPERIENCE Usabilidade: - eficácia - eficiência - satisfação

Leia mais

PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS

PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS Ewelanny Louyde Ferreira de Lima¹; Daiane Rodrigues Soares². Alunas de graduação

Leia mais

Sessão de Esclarecimento. Curso de Webdesign

Sessão de Esclarecimento. Curso de Webdesign Sessão de Esclarecimento Curso de Webdesign Alguns factos: A industria de serviços de Webdesign representa um mercado de $24B apenas nos EUA. Todos os meses são publicados cerca de 16M novos websites.

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. Especialização em Língua Inglesa. Trabalho de Conclusão de Curso

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. Especialização em Língua Inglesa. Trabalho de Conclusão de Curso 1 PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Especialização em Língua Inglesa Trabalho de Conclusão de Curso INCORPORANDO MÚSICA NO LOCUS ESCOLARDE LÍNGUA INGLESA NO

Leia mais

Autor(es) TIAGO CINTO. Orientador(es) CECÍLIA SOSA ARIAS PEIXOTO. Apoio Financeiro FAPIC/UNIMEP. 1. Introdução

Autor(es) TIAGO CINTO. Orientador(es) CECÍLIA SOSA ARIAS PEIXOTO. Apoio Financeiro FAPIC/UNIMEP. 1. Introdução 19 Congresso de Iniciação Científica MODULO DE GERÊNCIA DE INTERFACES COM O USUÁRIO: ESTUDO, DEFINIÇÃO E ELABORAÇÃO DE INTERFACES INTELIGENTES PARA A FERRAMENTA KIRA Autor(es) TIAGO CINTO Orientador(es)

Leia mais

A NORMA ISO11783 COMO PADRÃO INTERNACIONAL E A SUA UTILIZAÇÃO NA AGRICULTURA

A NORMA ISO11783 COMO PADRÃO INTERNACIONAL E A SUA UTILIZAÇÃO NA AGRICULTURA A NORMA ISO11783 COMO PADRÃO INTERNACIONAL E A SUA UTILIZAÇÃO NA AGRICULTURA ALEXANDRE DE A. GUIMARÃES 1 ANTÔNIO M. SARAIVA 2 RESUMO Considerando-se os impactos relacionados ao aumento da eletrônica embarcada

Leia mais

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing

A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing Marcello de Lima Azambuja A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing Dissertação de Mestrado Dissertation presented to the Postgraduate Program in Informatics of the Departamento

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

O PAPEL DAS NOVAS TECNOLOGIAS NA COMUNICAÇÃO EXTERNA DA ORGANIZAÇÃO: O CASO TAP PORTUGAL

O PAPEL DAS NOVAS TECNOLOGIAS NA COMUNICAÇÃO EXTERNA DA ORGANIZAÇÃO: O CASO TAP PORTUGAL O PAPEL DAS NOVAS TECNOLOGIAS NA COMUNICAÇÃO EXTERNA DA ORGANIZAÇÃO: O CASO TAP PORTUGAL Júlio Viana Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação Área de Especialização em Comunicação Estratégica

Leia mais

Rafaela P. Lisboa, Daniel A. Chagas, Hermínio Borges Neto, Elizabeth S. Furtado

Rafaela P. Lisboa, Daniel A. Chagas, Hermínio Borges Neto, Elizabeth S. Furtado Uma investigação de problemas de Usabilidade, Comunicabilidade e Sociabilidade do Moodle que afetam os objetivos educativos pré-definidos para suas ferramentas colaborativas Rafaela P. Lisboa, Daniel A.

Leia mais

INICIAÇÃO Revista Eletrônica de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística

INICIAÇÃO Revista Eletrônica de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística HOLOFACE Programação de Simulação de Interfaces Interativas Aluno: Leandro Santos Castilho 1 Orientador: Romero Tori 2 Linha de Pesquisa: Ambientes Interativos Projeto: Livro 3D Resumo Os conceitos de

Leia mais

Projecto Integrador 2012 / 2013

Projecto Integrador 2012 / 2013 Projecto Integrador 2012 / 2013 Bruno Nobre bruno.nobre@iade.pt Cláudia Pernencar claudia.pernencar@iade.pt USER EXPERIENCE Termo de Donald Norman. 1 USER EXPERIENCE I invented the term because I thought

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS BOAS PRÁTICAS DE ENGENHARIA APLICADAS À GESTÃO DOS SISTEMAS INSTRUMENTADOS DE SEGURANÇA: UMA ABORDAGEM DE SIL

INTRODUÇÃO ÀS BOAS PRÁTICAS DE ENGENHARIA APLICADAS À GESTÃO DOS SISTEMAS INSTRUMENTADOS DE SEGURANÇA: UMA ABORDAGEM DE SIL INTRODUÇÃO ÀS BOAS PRÁTICAS DE ENGENHARIA APLICADAS À GESTÃO DOS SISTEMAS INSTRUMENTADOS DE SEGURANÇA: UMA ABORDAGEM DE SIL Ana Cristina Costa Almeida Risk and Reliability Senior Consultant DNV Energy

Leia mais

METODOLOGIA PARA PROJETO DE INTERFACES E EQUIPAMENTOS NUCLEARES COM ABORDAGEM CENTRADA NOS USUÁRIOS E NA SUA ATIVIDADE

METODOLOGIA PARA PROJETO DE INTERFACES E EQUIPAMENTOS NUCLEARES COM ABORDAGEM CENTRADA NOS USUÁRIOS E NA SUA ATIVIDADE 6 Disponibilizado no endereço http://www.acaoergonomica.ergonomia.ufrj.br Ação Ergonômica vol 3 nº. 1 (2007) pp. 01-06 METODOLOGIA PARA PROJETO DE INTERFACES E EQUIPAMENTOS NUCLEARES COM ABORDAGEM CENTRADA

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PRODUÇÃO DE DESIGN MULTIMÉDIA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PRODUÇÃO DE DESIGN MULTIMÉDIA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular PRODUÇÃO DE DESIGN MULTIMÉDIA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Design 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular

Leia mais

SmartDock for Xperia ion Manual do usuário

SmartDock for Xperia ion Manual do usuário SmartDock for Xperia ion Manual do usuário Índice Introdução...3 Visão geral do SmartDock...3 Carregando o SmartDock...3 Introdução...5 LiveWare manager...5 Como atualizar o LiveWare manager...5 Como selecionar

Leia mais

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Instituto Superior Miguel Torga Escola Superior de Altos Estudos Cláudia Sofia da Costa Duarte As Novas Tecnologias como componente da Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Dissertação de Mestrado em

Leia mais

Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software

Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software Keyla Guimarães Macharet Brasil 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) CEP

Leia mais

GRATUITAS GESTÃO COLABORATIVA DE PROJECTOS. ATRAVÉS S DA WEB: UMA SIMPLES ANÁLISE COMPARATIVA E DEMONSTRAÇÃO SUMÁRIA DE FUNCIONAMENTO Paulo Nicola

GRATUITAS GESTÃO COLABORATIVA DE PROJECTOS. ATRAVÉS S DA WEB: UMA SIMPLES ANÁLISE COMPARATIVA E DEMONSTRAÇÃO SUMÁRIA DE FUNCIONAMENTO Paulo Nicola O USO U DE PLATAFORMAS GRATUITAS PARA GESTÃO COLABORATIVA DE PROJECTOS ATRAVÉS S DA WEB: UMA SIMPLES ANÁLISE COMPARATIVA E DEMONSTRAÇÃO SUMÁRIA DE FUNCIONAMENTO Paulo Nicola Reunião da Unidade de Epidemiologia

Leia mais

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado UAb Session on Institutional Change Students and Teachers Lina Morgado Lina Morgado l SUMMARY 1 1. Pedagogical Model : Innovation Change 2. The context of teachers training program at UAb.pt 3. The teachers

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORAÇÃO RADIOLÓGICA AMBIENTAL

PROGRAMA DE MONITORAÇÃO RADIOLÓGICA AMBIENTAL POSIÇÃO REGULATÓRIA 3.01/008:2011 PROGRAMA DE MONITORAÇÃO RADIOLÓGICA AMBIENTAL 1. REQUISITO DA NORMA SOB INTERPRETAÇÃO Esta Posição Regulatória refere se ao requisito da Norma CNEN NN 3.01 Diretrizes

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA. Departamento de Comunicação e Arte !!!!!!!!!

ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA. Departamento de Comunicação e Arte !!!!!!!!! Universidade de Aveiro 2012 Departamento de Comunicação e Arte RENATO MIGUEL SILVA COSTA ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA Universidade de

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 75/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 75/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

Engenharia de Requisitos. Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br

Engenharia de Requisitos. Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br Engenharia de Requisitos Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br O Documento de Requisitos Introdução The requirements for a system are the descriptions

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

Inglês 25 Vestibulares

Inglês 25 Vestibulares Inglês 25 Vestibulares Nos vestibulares. É bom que você leia primeiro as questões e depois os textos. Assim, você já terá uma idéia do que procurar no texto. Faça esta experiência agora. 1) Sobre o que

Leia mais

Computação Afetiva: Uma ferramenta para avaliar aspectos afetivos em aplicações computacionais.

Computação Afetiva: Uma ferramenta para avaliar aspectos afetivos em aplicações computacionais. 286 Computação Afetiva: Uma ferramenta para avaliar aspectos afetivos em aplicações computacionais. Saulo William S. Costa, Ailton Lopes de Sousa, Yomara Pires Laboratório de Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas)

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Professional activities/tasks Design and produce complex ICT systems by integrating

Leia mais

Análise da usabilidade conforme as recomendações da norma ISO 9241 - Um estudo de caso

Análise da usabilidade conforme as recomendações da norma ISO 9241 - Um estudo de caso Análise da usabilidade conforme as recomendações da norma ISO 9241 - Um estudo de caso Usability analysis according to the standard of recommendations ISO 9241 - A case study Giorgio Gilwan da Silva Univali,

Leia mais

GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis

GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis Proposta de Serviço Piloto Grupo de Trabalho Segunda Fase GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis http://www.mconf.org Valter Roesler: roesler@inf.ufrgs.br

Leia mais

USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Discutindo a visibilidade da EaD Pública no Brasil USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Priscilla Márcia Scarpelli Bastos 1, Diogo Marcos de

Leia mais

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Pedro Gomes Moscoso Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Presidente: Orientador: Co-Orientador:

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Lung Cancer. Risk Factors

Lung Cancer. Risk Factors Lung Cancer The lungs are the organs that help us breathe. They help to give oxygen to all the cells in the body. Cancer cells are abnormal cells. Cancer cells grow and divide more quickly than healthy

Leia mais

Agroecologia e Comunicação: Como podemos comunicar a mudança que queremos ser?

Agroecologia e Comunicação: Como podemos comunicar a mudança que queremos ser? Agroecologia e Comunicação: Como podemos comunicar a mudança que queremos ser? Agroecology and Communication: How can we communicate the change we want to be? ASSUNÇÃO, Wanessa Marinho 1 ; MIRANDA, Sueny

Leia mais

SejaBem-vindo! 2014 Extreme Networks, Inc. All rights reserved.

SejaBem-vindo! 2014 Extreme Networks, Inc. All rights reserved. SejaBem-vindo! 0 CIO Weekend DF 2014 Segurança Digital: do risco à solução Redes criadas a partir de softwares Momemntoeconômico Hoje consumimos mais mídias socias, mobilidade e Cloud BYOD, Internet das

Leia mais

Aula 2. Programa. Arquitectura da camada de interface.! Programação Web - 1! Engenharia de Aplicações Sistemas Interactivos 2010/11!

Aula 2. Programa. Arquitectura da camada de interface.! Programação Web - 1! Engenharia de Aplicações Sistemas Interactivos 2010/11! Aula 2 Arquitectura da camada de interface.! Programação Web - 1! Mestrado em Engenharia Informática Universidade do Minho! 44! Programa Métodos! &! Tecnologias!! Conceitos de IHC!! Programação web client

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Unidade curricular: Curricular Unit: Design Gráfico Graphic Desgin Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade curricular (preencher o

Leia mais

A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional!

A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional! ii A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional! iii Agradeço à Deus, esta força maior, pela vida, pela sabedoria e pelo amor. Mas, sobretudo, por me ensinar saber fazer ser

Leia mais

Utilização de conceitos de interface homem-máquina para adaptação da disciplina de requisitos do RUP

Utilização de conceitos de interface homem-máquina para adaptação da disciplina de requisitos do RUP Utilização de conceitos de interface homem-máquina para adaptação da disciplina de requisitos do RUP Renato Cordeiro 2, Marcos Roberto de Oliveira, Thaís Pereira Chanquini FIAP 1 São Paulo Brasil < renato.cordeiro,

Leia mais

QUALIS (ARQUITETURA E URBANISMO) http://www.jour nals.elsevier.co m/appliedergonomics/ Applied Ergonomics 0003-6870 A1

QUALIS (ARQUITETURA E URBANISMO) http://www.jour nals.elsevier.co m/appliedergonomics/ Applied Ergonomics 0003-6870 A1 O Programa de Pósgraduação em da UNESP (PPG UNESP) apresenta aos seus docentes, discentes e egressos uma lista de periódicos e respectivas informações, que podem orientálos quanto à submissão de artigos

Leia mais

Mobile UI / UX Design

Mobile UI / UX Design CURSO INTENSIVO Mobile UI / UX Design Mobile UI/UX Design #Lisboa Duração total: 124h 100h : Curso Intensivo prático 16h : 1 Workshop intensivo à escolha Investimento: 255 x 4 (sem juros) (Pronto Pagamento

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão: 26 30 41 A questão 26 do código 02, que corresponde à questão 30 do código 04 e à questão 41 do código 06 Nº de Inscrição: 2033285 2041257 2030195 2033529 2032517 2080361 2120179 2120586 2037160

Leia mais

design para a inovação social

design para a inovação social design para a inovação social mestrado em design - 15 16 universidade de aveiro gonçalo gomes março de 2016 s.1 ergonomia ergonomia > definição Ergonomia A ergonomia (do grego "ergon": trabalho; e "nomos":

Leia mais

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância?

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? por Manuel Neves-e-Castro,M.D. Clinica de Feminologia Holistica Website: http://neves-e-castro.pt Lisboa/Portugal Evento Cientifico Internacional

Leia mais

SWEBOK. Guide to the Software Engineering Body Of Knowledge. Teresa Maciel tmmaciel@gmail.com DEINFO/UFRPE

SWEBOK. Guide to the Software Engineering Body Of Knowledge. Teresa Maciel tmmaciel@gmail.com DEINFO/UFRPE SWEBOK Guide to the Engineering Body Of Knowledge Teresa Maciel tmmaciel@gmail.com DEINFO/UFRPE 1 Iniciativa do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) Computer Society. (www.ieee.org)

Leia mais

Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle

Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle So that all the available files in the Moodle can be opened without problems, we recommend some software that will have to be installed

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores Prof. Fábio M. Costa Instituto de Informática UFG 1o. Semestre / 2005 Fundamentos Parte 2 Princípios de Projeto de Computadores Três áreas de aplicação com características diferentes

Leia mais

Processo de Desenvolvimento II. Processo de Desenvolvimento

Processo de Desenvolvimento II. Processo de Desenvolvimento Processo de Desenvolvimento II Processo de Desenvolvimento Street Java Engenharia de Software 2 Capítulo 2 & 3 3 Espiral Barry Bohem 4 Espiral DETERMINAR OBJECTIVOS, ALTERNATIVAS, RESTRIÇÕES Orçamento

Leia mais

WEIHC 2013. IHC na Especialização em Engenharia de Software: discussões sobre uma experiência prática UNICAMP. Roberto Pereira rpereira@ic.unicamp.

WEIHC 2013. IHC na Especialização em Engenharia de Software: discussões sobre uma experiência prática UNICAMP. Roberto Pereira rpereira@ic.unicamp. WEIHC 2013 IHC na Especialização em Engenharia de Software: discussões sobre uma experiência prática Roberto Pereira rpereira@ic.unicamp.br UNICAMP Instituto de Computação Universidade Estadual de Campinas

Leia mais

Automated Control in Cloud Computing: Challenges and Opportunities

Automated Control in Cloud Computing: Challenges and Opportunities Automated Control in Cloud Computing: Challenges and Opportunities Harold C. Lim¹, Shivnath Babu¹, Jeffrey S. Chase², Sujay S. Parekh² Duke University, NC, USA¹, IBM T.J. Watson Research Center² ACDC '09

Leia mais

CURSO CEAD COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E ANÁLISE DE DADOS. e learning. Uma parceria entre:

CURSO CEAD COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E ANÁLISE DE DADOS. e learning. Uma parceria entre: CURSO CEAD COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E ANÁLISE DE DADOS e learning Uma parceria entre: Curso CEAD - Comunicação Empresarial e Análise de Dados NECESSITA DE PREPARAR PROPOSTAS, RELATÓRIOS OU OUTRAS COMUNICAÇÕES

Leia mais

PARFOR E AS INICIATIVAS DE FORM AÇÃO DE DOCENTES NO ESTADO DE SANTA CATARINA

PARFOR E AS INICIATIVAS DE FORM AÇÃO DE DOCENTES NO ESTADO DE SANTA CATARINA PARFOR E AS INICIATIVAS DE FORM AÇÃO DE DOCENTES NO ESTADO DE SANTA CATARINA Franciela Mara Córdova Ransolin Resumo: A formação de professores é um tema relevante entre as políticas públicas posto que

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

Auditoria para Certificação de Software Baseado nas normas ISO 25000

Auditoria para Certificação de Software Baseado nas normas ISO 25000 SQS the world s leading specialist in software quality sqs.com Please copy a slide with a suitable picture from the file Title Slides_EN.pptx (change to presentation mode to download) and paste it here.

Leia mais

INTERFACE INTERNET PARA ACESSAR BASE DE DADOS METEOROLÓGICOS NO GENERAL METEOROLOGICAL PACKAGE (GEMPAK)

INTERFACE INTERNET PARA ACESSAR BASE DE DADOS METEOROLÓGICOS NO GENERAL METEOROLOGICAL PACKAGE (GEMPAK) INTERFACE INTERNET PARA ACESSAR BASE DE DADOS METEOROLÓGICOS NO GENERAL METEOROLOGICAL PACKAGE (GEMPAK) Marcus Vinícius Salgado Mendes 1, Waldênio Gambi de Almeida¹, Sérgio Henrique Soares Ferreira¹ RESUMO:

Leia mais

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS Ana Helena da Silva, MCI12017 Cristiana Coelho, MCI12013 2 SUMMARY 1. Introduction 2. The importance of IT in Organizations 3. Principles of Security 4. Information

Leia mais