ILMO. SR. PREGOEIRO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ILMO. SR. PREGOEIRO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO."

Transcrição

1 ILMO. SR. PREGOEIRO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO. PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 003/2012. PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º E-03/ /2011. UNIRIO MANUTENÇÃO E SERVIÇOS LTDA., nos autos do recurso administrativo interposto por PLANEJAR TERCEIRIZAÇÃO E SERVIÇOS EIRELI, e INFORNOVA AMBIENTAL LTDA., vem, por seu advogado infra-assinado, perante V.Sa., oferecer, CONTRA RAZÕES, mediante os seguintes termos: BREVE SÍNTESE. Trata-se de recurso contra classificação e habilitação da UNIRIO, que alega, em síntese: que a proposta da UNIRIO estaria incompleta: que teria reduzido o SAT; que apresentou CNDT positiva com efeitos de negativa, e; que utilizou fórmula equivocada para o cálculo do índice de endividamento conforme prevê o Edital. Nesse extenso arrazoado, a recorrente apresenta jurisprudência dos Tribunais que não guardam relação alguma com os fatos narrados. São meros acórdãos que nada mais fazem que reafirmar o princípio da vinculação ao instrumento convocatório. 1

2 A empresa Infornova recorre contra o ato que a inabilitou, e sustenta que teria agido igual à UNIRIO, motivo pelo qual não poderia ser inabilitada. As alegações são totalmente infundadas, conforme será demonstrado a V.Sa. DA PLANILHA DE FORMAÇÃO DE CUSTO. Segundo a recorrente Planejar, a proposta detalhe da UNIRIO, contida no Anexo II, está incompleta, pois não teria preenchido os dados bancários. Ao que parece a recorrente não se ateve às informações contidas na planilha apresentada, pois nela consta, sim, os dados bancários da UNIRIO. Ademais, ainda que assim não fosse, ou seja, se a UNIRIO não tivesse colocado tal informação, tal fato em nada alteraria o conteúdo da proposta, não podendo, assim, constituir em causa de desclassificação. Ocorre que, no caso vertente, a UNIRIO incluiu os dados bancários na capa da proposta, carecendo de fundamento as alegações da empresa recorrente. DA CORRETA FIXAÇÃO DO SAT. Sustenta a Planejar, que a UNIRIO cotou erroneamente o valor do SAT, pois fixou a alíquota de 2,0430%, quanto o correto deveria ser 3%. Segundo a recorrente este tributo seria fixo. Data vênia, parece que a recorrente não leu o Edital! A recorrente alega que o SAT seria fixo, mas não aponta onde no Edital consta tal obrigação, ou seja, trata-se de uma alegação infundada, que não se sustenta, sem base legal. 2

3 Sr. Pregoeiro, aliás, parece que a recorrente não possui qualquer conhecimento sobre o assunto, até porque o SAT não será 3% necessariamente como supõe, porque isso depende do grau de risco e do FAP de cada empresa. O art. 22, inciso II, da Lei 8.212/91, dispõe sobre a contribuição destinada à Seguridade Social, em especial para o financiamento dos benefícios concedidos em razão do grau de incidência de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho, in verbis: Art. 22. A contribuição a cargo da empresa, destinada à Seguridade Social, além do disposto no art. 23, é de:... II - para o financiamento do benefício previsto nos arts. 57 e 58 da Lei n o 8.213, de 24 de julho de 1991, e daqueles concedidos em razão do grau de incidência de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho, sobre o total das remunerações pagas ou creditadas, no decorrer do mês, aos segurados empregados e trabalhadores avulsos: a) 1% (um por cento) para as empresas em cuja atividade preponderante o risco de acidentes do trabalho seja considerado leve; b) 2% (dois por cento) para as empresas em cuja atividade preponderante esse risco seja considerado médio; c) 3% (três por cento) para as empresas em cuja atividade preponderante esse risco seja considerado grave. Com efeito, o art. 202, do Decreto 3.048/99 (Regulamento da Previdência Social), dispõe que a contribuição destinada ao financiamento dos benefícios concedidos em razão do grau de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho corresponde à aplicação dos percentuais de 1, 2 e 3%, de acordo com a atividade preponderante da empresa: Art A contribuição da empresa, destinada ao financiamento da aposentadoria especial, nos termos dos arts. 64 a 70, e dos benefícios concedidos em razão do grau de incidência de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho corresponde à aplicação dos seguintes percentuais, 3

4 incidentes sobre o total da remuneração paga, devida ou creditada a qualquer título, no decorrer do mês, ao segurado empregado e trabalhador avulso: I - um por cento para a empresa em cuja atividade preponderante o risco de acidente do trabalho seja considerado leve; II - dois por cento para a empresa em cuja atividade preponderante o risco de acidente do trabalho seja considerado médio; ou III - três por cento para a empresa em cuja atividade preponderante o risco de acidente do trabalho seja considerado grave.... 3º Considera-se preponderante a atividade que ocupa, na empresa, o maior número de segurados empregados e trabalhadores avulsos. 4º A atividade econômica preponderante da empresa e os respectivos riscos de acidentes do trabalho compõem a Relação de Atividades Preponderantes e correspondentes Graus de Risco, prevista no Anexo V. 5 o É de responsabilidade da empresa realizar o enquadramento na atividade preponderante, cabendo à Secretaria da Receita Previdenciária do Ministério da Previdência Social revê-lo a qualquer tempo. (Grifou-se). Portanto, resta claro que o grau de risco será aquele que a empresa declarar ser sua atividade preponderante (CNAE Classificação Nacional das Atividades Empresariais), cuja alíquota está definida no Anexo V, do Decreto 3.048/99. No caso vertente, a atividade preponderante declarada pela UNIRIO em seu cartão de CNPJ é a Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas não especificadas anteriormente, cujo grau de risco é 2, conforme se constata pelo Anexo V, do Decreto 3.048/99. Com efeito, o art. 202-A, do Decreto 3.048/99, dispõe que as alíquotas dos incisos I a III, do art. 202, serão reduzidas até 50% ou aumentadas em até 100%, em razão do desempenho da empresa na prevenção de acidentes, aferido pelo FAP Fator Acidentário Previdenciário, que nada mais é 4

5 do que um cálculo elaborado para cada empresa de acordo com a emissão de CAT Comunicado de Acidente do Trabalho, e que será publicado anualmente pelo INSS, in verbis: Art. 202-A. As alíquotas constantes nos incisos I a III do art. 202 serão reduzidas em até cinqüenta por cento ou aumentadas em até cem por cento, em razão do desempenho da empresa em relação à sua respectiva atividade, aferido pelo Fator Acidentário de Prevenção - FAP. 1 o O FAP consiste num multiplicador variável num intervalo contínuo de cinco décimos (0,5000) a dois inteiros (2,0000), aplicado com quatro casas decimais, considerado o critério de arredondamento na quarta casa decimal, a ser aplicado à respectiva alíquota o O Ministério da Previdência Social publicará anualmente, sempre no mesmo mês, no Diário Oficial da União, os róis dos percentis de frequência, gravidade e custo por Subclasse da Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE e divulgará na rede mundial de computadores o FAP de cada empresa, com as respectivas ordens de freqüência, gravidade, custo e demais elementos que possibilitem a esta verificar o respectivo desempenho dentro da sua CNAE-Subclasse. Verifica-se, portanto, que para o cálculo do SAT, necessário se faz multiplicar o grau de risco, que varia de 1 a 3 de acordo com a atividade preponderante declarada pela empresa, pelo respectivo FAP da empresa informado anualmente pelo INSS, de modo a reduzir ou majorar sua alíquota, tal como determina o art. 202-A, do Decreto 3.048/99. No caso presente, a atividade preponderante da UNIRIO corresponde ao grau 2, que, multiplicada pelo FAP da empresa informado pelo INSS, que é 1,0215 (juntamente com a proposta foi anexado o FAP), o resultado será 2,0430, ou seja, exatamente o valor adotado em sua planilha de custo. Portanto, verifica-se mais uma vez que a UNIRIO agiu dentro da estrita legalidade, cotando um valor de SAT exatamente conforme determina a 5

6 legislação vigente, razão pela qual não procedem os argumentos aduzidos pela recorrente, por total inexistência de fundamento legal. DA VALIDADE DA CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITOS DE NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS. A recorrente Planejar alega, sem qualquer fundamento, que o Edital não previu a possibilidade de que os licitantes apresentassem Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos Trabalhistas - CPDEN. Permissa vênia, essa alegação se mostra totalmente descabida e sem fundamento legal. Embora o Edital tenha sido omisso a esse respeito, a admissão da Certidão Positiva com Efeitos de Negativa decorre da Lei. A recorrente sustenta que o Edital prevê a CPDEN para os tributos, e não a prevê para os débitos trabalhistas. Ora, ao passo que o Edital é omisso quanto a CPDEN, esse mesmo Edital também não proíbe ou veda o uso da CPDEN, aliás, se a aceita para os tributos, quiçá para os débitos trabalhistas. A Consolidação das Leis Trabalhistas prevê claramente no 2º, do art. 642-A, que verificada a existência de débitos garantidos por penhora suficiente ou com exigibilidade suspensa, será expedida Certidão Positiva de Débitos Trabalhistas em nome do interessado com os mesmos efeitos da CNDT. A recorrente vem argumentando que a omissão do Edital afasta o uso da CPDEN para os débitos trabalhistas. Ocorre que a Lei prevê que a CPDEN tem os mesmos efeitos da CNDT, o que, portanto, já é suficiente para afastar a absurda alegação da recorrente. Não bastasse isso, a UNIRIO reitera que o Edital não proibiu o uso da CPDEN para os débitos trabalhistas, ou seja, aplica-se aqui, ainda, o princípio da legalidade estrita, onde é permitido fazer tudo aquilo que não é proibido em virtude de lei. 6

7 Ora, se o Edital é Lei entre as parte, como muito bem ressalta a recorrente, e essa lei não proíbe o uso da CPDEN para os débitos trabalhistas, não há que se falar, portanto, em inabilitação, porque o documento apresentado pela UNIRIO está plenamente de acordo com a legislação pátria, e cumpre a sua finalidade de comprovar a inexistência de débitos inadimplidos. Inabilita-se aquele que não cumpre o Edital, o que não é o caso vertente, porque a CPDEN apresentada pela UNIRIO possui os mesmos efeitos que a CNDT, conforme disciplina o art. 642-A, 2º, da CLT, e por isso, o Edital encontra-se plenamente cumprido. DO CÁLCULO DOS ÍNDICES CONTÁBEIS E A ASSINATURA DO RESPONSÁVEL PELA CONTABILIDADE. Mais uma vez a recorrente Planejar fez alegações completamente infundadas. Sustenta, sem qualquer razão, que a UNIRIO descumpriu o Edital porque não adotou as fórmulas previstas no Edital para elaboração do Índice de Endividamento, e que não apresentou a indicação do responsável pela contabilidade com indicação do número do registro no Conselho Regional de Contabilidade. Francamente!!! Os índices contábeis da UNIRIO estão anexados ao balanço, e foram elaborados através da fórmula adotada pelo Edital, conforme se verifica pela análise do Balanço Patrimonial já anexado aos autos e devidamente assinado pelo contabilista responsável. Ocorre, entretanto, que a fórmula do Índice de Endividamento (IE) contida no Edital refere-se, em verdade, à Participação de Capital de Terceiros nos Recursos Totais (PCTRT), assim representado: PCTRT = Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo = < 1 Patrimônio Líquido No caso presente, o Índice de Endividamento, a teor do que dispõe os conceitos contábeis, é normalmente denominado Grau de Endividamento (GE), e é representado pela seguinte fórmula: 7

8 GE = Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo = < 1 Ativo Total Embora o cálculo aritmético da Participação de Capital de Terceiros nos Recursos Totais, denominada pelo Edital como Índice de Endividamento, não esteja expresso na relação anexa ao Balanço Patrimonial da UNIRIO, basta uma simples leitura em seu Balanço Patrimonial, o qual está assinado pelo contabilista responsável constando sua inscrição no CRC, que se verificará o cumprimento da exigência, senão veja-se: IE ou PCTRT = Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo = < 1 Patrimônio Líquido Sendo: IE ou PCTRT = , ,80 = 0, ,29 Se, a qualificação econômico-financeira serve para aferir a capacidade da empresa em honrar os compromissos financeiros, e, a UNIRIO comprova, através de seu Balanço Patrimonial que possui essa capacidade, não pode ser desclassificada em razão de não ter elaborado um simples cálculo aritmético, que pode ser aferido perfeitamente por qualquer pessoa mediante a leitura do Balanço da empresa. Admitir o contrário significaria excesso de rigor por parte da Administração, que estaria, aliás, desclassificando uma empresa perfeitamente capaz de executar o serviço, que comprova através da documentação juntada aos autos plena capacidade financeira, para acabar contratando uma empresa que ofereceu preços menos vantajosos, ou seja, estaria contrariando o próprio objetivo perseguido pela Administração, em detrimento de seus próprios interesses. Não se pode olvidar que uma empresa seja inabilitada por um fato que em nada altera a situação econômica da empresa. Se há nos autos meios de se aferir o Índice de Endividamento através da fórmula expressa no Edital, não pode se falar em inabilitação pelo simples fato de que a empresa não elaborou 8

9 esse cálculo, porque isso se traduziria em ato de excesso de rigor, desproporcional, e contrário aos interesses da própria Administração. Ao que parece, a recorrente vem tentando, de forma totalmente infundada, forçar a desclassificação ou a inabilitação da UNIRIO, todavia, sem qualquer sucesso, porque suas alegações não encontram supedâneo legal, conforme ficou claramente demonstrado nestas contra razões. DO RECURSO DA EMPRESA INFORNOVA. A empresa Infornova recorre alegando que não poderia ser inabilitada, pois apresentou a mesma fórmula da UNIRIO, ou seja, apresentou a fórmula do Grau de Endividamento, assim descrita: Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo = < 1 Ativo Total Segundo a Infornova, se efetivado os cálculos através dessa fórmula, estaria de acordo com os preceitos editalícios e comprovaria boa situação financeira. O problema aqui, é que a fórmula exigida no Edital é a Participação de Capital de Terceiros nos Recursos Totais, denominada pelo Edital como Índice de Endividamento, representada pela seguinte equação: IE = Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo = < 1 Patrimônio Líquido Ocorre que, se adotada essa fórmula para calcular a capacidade financeira da Infornova com base nas informações contidas em seu Balanço Patrimonial, verifica-se que a mesma não atende ao Edital, porque o resultado dessa equação é superior a 1 (um). Ou seja, ao passo que a aplicação dessa fórmula para a UNIRIO com base em seu Balanço Patrimonial revela um resultado inferior a 1, a mesma equação aplicada com base no Balanço da Infornova apresenta resultado superior a 1, em desconformidade com o Edital. 9

10 Ao contrário do que sustenta a empresa Infornova, o fato é que se aplicada a fórmula acima, a UNIRIO comprova capacidade financeira, e a Infornova, não. Embora a UNIRIO tenha apresentado cálculo aritmético do Grau de Endividamento, e a Infornova, também, o que deve ser verificado é que ao aplicar a fórmula contida no Edital para o denominado Índice de Endividamento, a UNIRIO está dentro dos limites do Edital, e, portanto, comprova boa situação financeira, ao contrário do que ocorre com a Infornova, motivo pelo qual deve ser mantida sua inabilitação. Por todo o exposto, pugna a V.Sa. se digne rejeitar integralmente os recursos das empresas PLANEJAR TERCEIRIZAÇÃO E SERVIÇOS EIRELI, e INFORNOVA AMBIENTAL LTDA., por absoluta inexistência de fundamento legal, mantendo-se a decisão que classificou e habilitou a UNIRIO MANUTENÇÃO E SERVIÇOS LTDA., dando-se regular prosseguimento ao feito, a fim de proceder a adjudicação e homologação do presente certame em seu favor, por ser medida de Direito! Duque de Caxias, 1º de outubro de UNIRIO MANUTENÇÃO E SERVIÇOS LTDA. Humberto de Matos Maioli OAB/RJ

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ORIENTAÇÕES PREVIDÊNCIA SOCIAL

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ORIENTAÇÕES PREVIDÊNCIA SOCIAL VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ORIENTAÇÕES PREVIDÊNCIA SOCIAL Orientador Empresarial GIILRAT-GRAU DE INCIDÊNCIA DE INCAPACIDADE LABORATIVA DECORRENTE DOS RISCOS AMBIENTAIS

Leia mais

Ref. Processo 2.08.000.00724/2016-20. Assunto: decisão referente ao Pregão Eletrônico n 2/2016. RELATÓRIO

Ref. Processo 2.08.000.00724/2016-20. Assunto: decisão referente ao Pregão Eletrônico n 2/2016. RELATÓRIO Ref. Processo 2.08.000.00724/2016-20 Assunto: decisão referente ao Pregão Eletrônico n 2/2016. RELATÓRIO A Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região expediu instrumento licitatório na modalidade Pregão

Leia mais

FAP FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO

FAP FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO FAP FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO PERGUNTAS FREQÜENTES 1. Qual é a fonte dos dados que foram utilizados no processamento do FAP? O Processamento do FAP 2009 ocorreu no ambiente Dataprev e teve como ponto

Leia mais

NOTA TÉCNICA N o 27/2014

NOTA TÉCNICA N o 27/2014 NOTA TÉCNICA N o 27/2014 Brasília, 16 de dezembro de 2014. ÁREA: Jurídico. TÍTULO: Recuperação de créditos junto ao INSS alíquotas do RAT e do FAP. REFERÊNCIA: Lei 8.212/91, Decreto 3.048/99 e Lei 10.666/03.

Leia mais

ILEGALIDADES E IRREGULARIDADES

ILEGALIDADES E IRREGULARIDADES Melissa Folmann melissa@vvf.adv.br INCONSTITUCIONALIDADES, ILEGALIDADES E IRREGULARIDADES DO FAP COMO PROCEDER? Melissa Folmann Breve histórico do SAT CF/88, art. 7: Art. 7º - São direitos dos trabalhadores

Leia mais

Constituição da República Brasil 1988

Constituição da República Brasil 1988 Seguro Acidente do Trabalho - SAT Constituição da República Brasil 1988 CAPÍTULO II DIREITOS SOCIAIS Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua

Leia mais

DISCUSSÃO DE PROPOSTAS DE ALTERAÇÕES DO FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP

DISCUSSÃO DE PROPOSTAS DE ALTERAÇÕES DO FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP DISCUSSÃO DE PROPOSTAS DE ALTERAÇÕES DO FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP Bonus x Malus Lei nº 10.666, de 2003 Art. 10. A alíquota de contribuição de um, dois ou três por cento, destinada ao financiamento

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 49 - Data 19 de fevereiro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS ÓRGÃOS PÚBLICOS. ATIVIDADE

Leia mais

Considerações acerca do Fator Acidentário de Prevenção - FAP

Considerações acerca do Fator Acidentário de Prevenção - FAP Considerações acerca do Fator Acidentário de Prevenção - FAP 1. Introdução O Fator Acidentário de Prevenção FAP - foi instituído pela Lei nº 10.666/2003 (Aposentadoria Especial ao Cooperado de Cooperativa

Leia mais

RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Trata-se de resposta a pedido de impugnação apresentado pela sociedade empresária INCORP TECHNOLOGY INFORMÁTICA LTDA EPP, referente ao Edital de Pregão Eletrônico n.º 21/2014.

Leia mais

Seminário NTEP Nexo Epidemiológico Previdenciário e a Segurança e Saúde dos Trabalhadores. A Aplicação do NTEP 27/11/2009

Seminário NTEP Nexo Epidemiológico Previdenciário e a Segurança e Saúde dos Trabalhadores. A Aplicação do NTEP 27/11/2009 Seminário NTEP Nexo Epidemiológico Previdenciário e a Segurança e Saúde dos Trabalhadores A Aplicação do NTEP 27/11/2009 SAT X FAP X NTEP Acidentalidade no Trabalho S A T Seguro Acidente do Trabalho SAT

Leia mais

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM EDITAL CONVITE Nº 002/2015 1 PREÂMBULO 1.1. A, através da COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO CML, adiante denominada simplesmente CML, CONVIDA essa firma para participar do certame licitatório, na modalidade

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 071/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº 010/2015 RECORRENTE: LAFAIETE PROVEDOR DE INTERNET E TELECOMUNICAÇÕES LTDA. RECORRIDA: OI MÓVEL S/A Em 27 de novembro

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008 Processo: A 08/376 Interessado: Gerência de Recursos Humanos Assunto: Contratação de Empresa Especializada em administração, gerenciamento, emissão, distribuição e fornecimento de documentos de legitimação,

Leia mais

Fator acidentário de prevenção - irregularidades na majoração do SAT

Fator acidentário de prevenção - irregularidades na majoração do SAT Fator acidentário de prevenção - irregularidades na majoração do SAT Migalhas Internacional - 28 de dezembro de 2009 I Introdução Em 30/9/09, o Ministério da Previdência Social divulgou, em sua página

Leia mais

SENTENÇA. XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda.

SENTENÇA. XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda. fls. 1 SENTENÇA Processo nº: Classe - Assunto Requerente: Requerido: XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda. (Tecnisa) Juiz(a)

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO: 23326.002029/2012-09 PREGÃO ELETRÔNICO: 01/2012 RECORRENTE: THOTAL Serviços

Leia mais

Gestão de Risco e Saúde NTEP FAP & GESTÃO DE AFASTAMENTO

Gestão de Risco e Saúde NTEP FAP & GESTÃO DE AFASTAMENTO Gestão de Risco e Saúde NTEP FAP & GESTÃO DE AFASTAMENTO Fator Acidentário de Prevenção FAP Resolução1.308 e 1309 CNPS (27/05 e 24/06 2009 ) Regras e Cálculo Seguro Acidente de Trabalho SAT Fator Acidentário

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO DIGITAL Nº: 3155/2014 TOMADA DE PREÇOS N:º 02/2014 OBJETO: Contratação de empresa especializada para a execução de serviços de engenharia, consistentes na execução de obra de construção

Leia mais

CARTILHA FORNECEDOR ENDEREÇO PARA ENVIO DE DOCUMENTOS:

CARTILHA FORNECEDOR ENDEREÇO PARA ENVIO DE DOCUMENTOS: CARTILHA FORNECEDOR ENDEREÇO PARA ENVIO DE DOCUMENTOS: Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré do Sul Setor de Licitações Rua Mário Linck, nº. 352, Centro Almirante Tamandaré do Sul/RS CEP 99523-000

Leia mais

Relatório Trabalhista

Relatório Trabalhista Rotinas de Pessoal & Recursos Humanos www.sato.adm.br - sato@sato.adm.br - fone (11) 4742-6674 Desde 1987 Legislação Consultoria Assessoria Informativos Treinamento Auditoria Pesquisa Qualidade Relatório

Leia mais

O Seguro contra Acidentes de Trabalho no Brasil: RAT e FAP

O Seguro contra Acidentes de Trabalho no Brasil: RAT e FAP O Seguro contra Acidentes de Trabalho no Brasil: RAT e FAP Seguro Contra Acidentes de Trabalho - SAT Constituição da República Brasil 1988 CAPÍTULO II DIREITOS SOCIAIS Art. 7º São direitos dos trabalhadores

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS REFERENTE AO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 1119/2013 CPL 04, pelo regime de menor preço por lote. Cujo objeto é Contratação de empresa para prestação de serviços

Leia mais

DECISÃO. composição do cálculo.

DECISÃO. composição do cálculo. 0 14100 RELATORA : DESEMBARGADORA FEDERAL MARIA DO CARMO CARDOSO AGRAVANTE : ABAC - ASSOCIACAO BRASILEIRA DE ADMINISTRADORAS DE CONSORCIOS E OUTRO(A) ADVOGADO : HELCIO HONDA ADVOGADO : MARIA AUGUSTA MARTINS

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 956.110 - SP (2007/0123248-2) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS PROCURADOR : KEILA NASCIMENTO SOARES E OUTRO(S) RECORRIDO

Leia mais

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO N 128/2015 PREGÃO PRESENCIAL N 072/2015 LICITANTE RECORRENTE: LIFEMED INDUSTRIAL DE EQUIPAMENTOS E ARTIGOS MÉDICOS HOSPITALARES S.A. LICITANTE

Leia mais

Julgamento de Recurso Administrativo (Propostas de Preços)

Julgamento de Recurso Administrativo (Propostas de Preços) Processo nº PRO 4.323.219/2015 Tomada de Preços nº 04/2015 Objeto: Execução de Sistema de Cabeamento Estruturado, da Rede Elétrica Estabilizada e Rede Geral de Baixa Tensão do CREA/RN. Julgamento de Recurso

Leia mais

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA FEITO: REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL DA CONCORRÊNCIA Nº 001/2014 - COMPEL RAZÕES: JULGAMENTO DA PROPOSTA DE PREÇOS OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200870580000930/PR RELATORA : Juíza Ana Beatriz Vieira da Luz Palumbo RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS RECORRIDO : DIRCÉLIA PEREIRA 200870580000930

Leia mais

GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ

GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ ATA PARA FINS DE JULGAMENTO DE RECURSO INTERPOSTO CONTRA O RESULTADO DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 053/7031-2006, PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO

Leia mais

Av. Presidente Vargas nº 3.215 Vila Maria CEP: 75901-970 RIO VERDE/GOIÁS FONE: (0xx64) 3602-8070/8021 www.rioverde.go.gov.br

Av. Presidente Vargas nº 3.215 Vila Maria CEP: 75901-970 RIO VERDE/GOIÁS FONE: (0xx64) 3602-8070/8021 www.rioverde.go.gov.br CUIDA-SE DO JULGAMENTO DO RECURSO INTERPOSTO PELA EMPRESA NEW LINE VIGILANCIA E SEGURANÇA LTDA, E DAS CONTRARRAZÕES RECURSAIS DA EMPRESA PRUDENCIA VIGILANCIA & SEGURANÇA LTDA, REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL

Leia mais

PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016

PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016 Campinas, 15 de outubro de 2014. EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE AUDITORIA EXTERNA INDEPENDENTE PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016 Prezados Senhores, A Associação para Promoção da Excelência

Leia mais

Nota Técnica Mudanças no SAT Propostas Negociadas

Nota Técnica Mudanças no SAT Propostas Negociadas Nota Técnica Mudanças no SAT Propostas Negociadas Nas últimas semanas, Governo e entidades de empregadores e de trabalhadores dialogaram em torno das possibilidades de aperfeiçoamentos no Seguro Acidente

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO INTERNO (AC/RN: 0079391-19.2012.8.19.0021) AGRAVANTE: MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS AGRAVADA: HOCHTIEF DO BRASIL S.A.

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO INTERNO (AC/RN: 0079391-19.2012.8.19.0021) AGRAVANTE: MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS AGRAVADA: HOCHTIEF DO BRASIL S.A. PODER JUDICIÁRIO PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO INTERNO (AC/RN: 0079391-19.2012.8.19.0021) AGRAVANTE: MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS AGRAVADA: HOCHTIEF DO BRASIL S.A. R E L A T Ó R I O Trata-se de agravo interno

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 011/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016 Trata-se de julgamento de recurso de licitação que tem por objeto a aquisição parcelada de

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 08/2012 PROCESSO N.19.544/2012

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 08/2012 PROCESSO N.19.544/2012 1 EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 08/2012 PROCESSO N.19.544/2012 1. PREÂMBULO 1.1 A FACULDADE ESTADUAL DE CIENCIAS E LETRAS DE CAMPO MOURÃO - FECILCAM, por seu diretor Antônio Carlos Aleixo, nomeado pelo

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq Ref.: Pregão nº 017/2004 Impugnação a Recurso Administrativo ITAUTEC PHILCO S/A - GRUPO ITAUTEC PHILCO,

Leia mais

. ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA - 25/2009 - BNDES

. ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA - 25/2009 - BNDES . ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA - 25/2009 - BNDES MARDEN DIVISÓRIAS E CONSTRUÇÕES LTDA apresentou, tempestivamente, RECURSO contra a decisão que declarou vencedora a empresa CONSTRUTORA

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE FORNECIMENTO DE CARTÕES MAGNÉTICOS DE ALIMENTAÇÃO E REFEIÇÃO COM CARGAS MENSAIS. EDITAL n.

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE FORNECIMENTO DE CARTÕES MAGNÉTICOS DE ALIMENTAÇÃO E REFEIÇÃO COM CARGAS MENSAIS. EDITAL n. PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE FORNECIMENTO DE CARTÕES MAGNÉTICOS DE ALIMENTAÇÃO E REFEIÇÃO COM CARGAS MENSAIS EDITAL n. 005/2013 TOMADA DE PREÇO n. 001/2013 Item 01. Requisitos básicos

Leia mais

PROJETO DE LEI CAPÍTULO I DO REGIME DE TRIBUTAÇÃO UNIFICADA

PROJETO DE LEI CAPÍTULO I DO REGIME DE TRIBUTAÇÃO UNIFICADA PROJETO DE LEI Institui o Regime de Tributação Unificada - RTU na importação, por via terrestre, de mercadorias procedentes do Paraguai. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DO REGIME DE TRIBUTAÇÃO

Leia mais

CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS

CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS O Liquidante da CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO DOS RATOS Departamento de Compras e Licitações

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO DOS RATOS Departamento de Compras e Licitações EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE Nº. 066/2014 A PREFEITURA DE ARROIO DOS RATOS, através da Secretaria Municipal de Administração, sito no Largo do Mineiro, 195, torna público que estará realizando licitação

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014 DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014 Assunto: Decisão de Recurso Referência: Pregão Presencial n 011/2014 com formação de Registro de Preços para a contratação de empresa especializada em

Leia mais

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSOS RECURSO CONTRA DECISÃO DA PREGOEIRA E EQUIPE DE APOIO

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSOS RECURSO CONTRA DECISÃO DA PREGOEIRA E EQUIPE DE APOIO RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSOS ASSUNTO: RECURSO CONTRA DECISÃO DA PREGOEIRA E EQUIPE DE APOIO RECORRENTE: AGÊNCIA DE REVISTAS AEROPORTO DA PAMPULHA COMERCIAL LTDA - ME REF.: PREGÃO PRESENCIAL Nº 131/ADSU/SBNF/2013

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO Pregão nº 012/2011 Trata-se o presente Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço para a contratação de especializada para

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA EMENTA PREVIDENCIÁRIO. CONTRIBUIÇÃO. SAT. ATIVIDADE PREPONDERANTE. SERVIÇO PÚBLICO. ATIVIDADE BUROCRÁTICA. MUNICÍPIO. PREFEITURA. LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ. ART. 17,

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PGT/CCR/ICP/2301/2012 ÓRGÃO OFICIANTE: PROCURADORA DO TRABALHO ELEONORA BORDINI COCA INTERESSADO 1: PRT INTERESSADO 2: SINDICATO DOS ENFERMEIROS DO ESTADO DE SÃO PAULO ASSUNTO:

Leia mais

APRECIAÇÃO DE RECURSO APRESENTADO AO PREGÃO PRESENCIAL SRP 1261/2013 CPL 06

APRECIAÇÃO DE RECURSO APRESENTADO AO PREGÃO PRESENCIAL SRP 1261/2013 CPL 06 APRECIAÇÃO DE RECURSO APRESENTADO AO PREGÃO PRESENCIAL SRP 1261/2013 CPL 06 I. HISTÓRICO O Governo do Estado do Acre, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação - 06, foi autorizada a realização

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N DE 2007

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N DE 2007 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N DE 2007 (Do Sr. Cleber Verde ) Cria a Aposentadoria Especial para os trabalhadores expostos a agentes físicos, químicos e biológicos em nível acima da tolerância de nocividade

Leia mais

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma:

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma: ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. - CERON PREGÃO ELETRÔNICO nº 002/2014 ORGANIZAÇÃO LEVÍN DO BRASIL LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sua sede estabelecida

Leia mais

JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA. EPP, CNPJ nº 03.667.498/0001-39

JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA. EPP, CNPJ nº 03.667.498/0001-39 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA.

Leia mais

CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006

CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006 CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006 O Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, instituída pelas Portarias nº 1.262, de 14 de dezembro de 2005

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N.º 034/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N.º 034/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N.º 034/2014 JOÃO PEDRO TILL, Diretor Presidente da Autarquia Municipal de Turismo GRAMADOTUR, no uso legal de suas atribuições, e de conformidade com a Lei n.º 8.666 de 21.06.93

Leia mais

DÉCIMA QUARTA VARA FEDERAL MANDADO DE SEGURANÇA PROCESSO Nº 2010.51.01.003595-6 SENTENÇA TIPO A

DÉCIMA QUARTA VARA FEDERAL MANDADO DE SEGURANÇA PROCESSO Nº 2010.51.01.003595-6 SENTENÇA TIPO A 101 DÉCIMA QUARTA VARA FEDERAL MANDADO DE SEGURANÇA PROCESSO Nº 2010.51.01.003595-6 SENTENÇA TIPO A Vistos, etc. RELATÓRIO CARVALHO HOSKEN S/A ENEGENHARIA E CONSTRUÇÕES, qualificado na inicial, impetra

Leia mais

Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO

Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO Trata-se do Pregão Eletrônico para Formação de Registro de Preços para futura contratação de

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO DOS RATOS Departamento de Compras e Licitações

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO DOS RATOS Departamento de Compras e Licitações EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE Nº. 006/2014 O MUNICÍPIO DE ARROIO DOS RATOS, através da Secretaria Municipal de Administração, sito o Largo do Mineiro, Nº. 195, torna público que estará realizando licitação

Leia mais

Câmara Municipal de Rio Branco do Sul ESTADO DO PARANÁ

Câmara Municipal de Rio Branco do Sul ESTADO DO PARANÁ CÂMARA MUNICIPAL DE RIO BRANCO DO SUL TOMADA DE PREÇOS Nº: 001/2014 OBJETO: CONTRATAÇÃO EMPRESA ESPECIALIZADA NA ELABORAÇÃO E REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO, BEM COMO O PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, REALIZAÇÃO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 7ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE SALVADOR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 7ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE SALVADOR fls. 435 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 7ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE SALVADOR PROCESSO Nº 0540333-94.2015.8.05.0001 O INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO SALVADOR IPS, autarquia municipal,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO: 23326.002029/2012-09 PREGÃO ELETRÔNICO: 01/2012 RECORRENTE: THOTAL Serviços

Leia mais

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Página 1 de 5 Visualização de Recursos, Contra-Razões e Decisões CONTRA RAZÃO : ILMO. SENHOR PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC Pregão Eletrônico nº 40/2011

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 11/2015 PROCESSO Nº 03110.014908/2014 55 OBJETO: Contratação

Leia mais

CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP.

CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP. Pregão Eletrônico Visualização de Recursos, Contra-Razões e Decisões CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP. O CONSÓRCIO IQS/ICOPLAN vem apresentar

Leia mais

1. A presente impugnação ao edital tem fundamento no art. 41, 2º da Lei 8.666/93:

1. A presente impugnação ao edital tem fundamento no art. 41, 2º da Lei 8.666/93: Ofício nº. 904/2015-AJ. São José/SC, 07 de dezembro de 2015. À COMISSÃO DE LICITAÇÕES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ (UENP) - REITORIA, DESIGNADA PELA PORTARIA 350/2014, RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO POR ESTABELECIMENTO

TRIBUTAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO POR ESTABELECIMENTO TRIBUTAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO POR ESTABELECIMENTO A lei 8.212, de 199,1 dispõe que a contribuição do SAT é a cargo da empresa e que o grau de risco para a definição da alíquota será atribuído

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União NOTA TÉCNICA /2012/OGU/CGU-PR Referência: 99901.000228.2012-55 Assunto: Recurso de 3ª instância referente ao pedido de acesso à informação 99901.000228.2012-55, interposto por em face do Banco do Brasil

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A Processo: TOMADA DE PREÇOS N.º 019/2007. Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO PPOSTA COMERCIAL. Recorrente: ELEACRE ENGENHARIA LTDA. A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas

Leia mais

ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL A PROPOSTA COMERCIAL será composta de duas partes, a saber: a. Carta de apresentação

Leia mais

AUTUAÇÃO. Sala da Comissão Permanente de Licitação aos 12 dias do mês de novembro de 2013. Marcelino Barros Guimarães Presidente da CPL

AUTUAÇÃO. Sala da Comissão Permanente de Licitação aos 12 dias do mês de novembro de 2013. Marcelino Barros Guimarães Presidente da CPL AUTUAÇÃO O PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO E SEUS RESPECTIVOS MEMBROS, nomeados pelo Decreto n 3.675/2013 de 21 de outubro de 2013 da Prefeitura Municipal de Rio Verde, Estado de Goiás,

Leia mais

Edital de convite para

Edital de convite para CÂMARA MUNICIPAL DE ARVOREZINHA EDITAL DE CONVITE N.º 004/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 006/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO E ABERTURA DOS ENVELOPES DA DOCUMENTAÇÃO: 13/11/2014,

Leia mais

Sindicato das Misericórdias e Entidades Filantrópicas e Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro.

Sindicato das Misericórdias e Entidades Filantrópicas e Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro. Circular 04/2014 Rio de Janeiro, 17 de março de 2014. Ilmo Provedor / Presidente a/c: Recursos Humanos / Departamento Pessoal Complementando informações repassadas deste Sindicato e diante do volume de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA.

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. 1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Fundamento legal: Art. 840 CLT Subsidiariamente: 282 do CPC. Partes: Reclamante (autor), Reclamada (ré). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Trabalho da ª Vara

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº 460.698-6 - 26.08.2004

APELAÇÃO CÍVEL Nº 460.698-6 - 26.08.2004 -1- EMENTA: ANULATÓRIA ADMINISTRADORAS DE CARTÃO DE CRÉDITO NÃO INTEGRAÇÃO AO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL ENCARGOS LIMITAÇÃO CLÁUSULA MANDATO VALIDADE APORTE FINANCEIRO OBTIDO NECESSIDADE DE COMPROVAÇÃO.

Leia mais

Recurso Administrativo

Recurso Administrativo ILMO. SR PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA DA REPÚBLICA DO ESTDO DO TOCANTINS Referencia: Concorrência nº 01/2014 SQUADRA ENGENHARIA E INCORPORAÇÃO LTDA, CNPJ n 08.997.155/0001-56,

Leia mais

OBRIGATORIEDADE DA EXIGÊNCIA DA CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS NAS LICITAÇÕES

OBRIGATORIEDADE DA EXIGÊNCIA DA CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS NAS LICITAÇÕES OBRIGATORIEDADE DA EXIGÊNCIA DA CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS NAS LICITAÇÕES A Lei 8.666/93 foi alterada em 11 de julho de 2011 (artigos 27 e 29), pela Lei 12.440, sendo implementada a exigência

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.1. Gestões a serem auditadas: Contábil, Financeira, Patrimonial, Administrativa.

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.1. Gestões a serem auditadas: Contábil, Financeira, Patrimonial, Administrativa. GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO 1.1. Contratação de empresa

Leia mais

AMS 90.126-PE (2003.83.00.007588-8). RELATÓRIO

AMS 90.126-PE (2003.83.00.007588-8). RELATÓRIO AMS 90.126-PE (2003.83.00.007588-8). APELANTE : GRUPO ATUAL DE EDUCACAO LTDA. ADVOGADO : JOÃO ANDRÉ SALES RODRIGUES E OUTROS. APELADO : SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC. ADVOGADOS : ANA PATRICIA PONTES

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00045/2015 (SRP)

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00045/2015 (SRP) Pregão Eletrônico 70017.452015.37718.5031.59720149080.388 PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00045/2015

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO NÚCLEO DE APOIO OPERACIONAL DA PRR/4ª REGIÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO NÚCLEO DE APOIO OPERACIONAL DA PRR/4ª REGIÃO Voto nº: 3700/2015 Referência: ICP MPF/PRDC/SC 1.33.000.001974/2009-51 Representante: Grupo de Apoio de Prevenção à AIDS (GAPA) Representada: Agência da Previdência Social Florianópolis/SC-Centro Interessado:

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO Nº 8.591 RECORRENTE TRANSOCEAN SEDCO FOREX BRASIL LTDA.

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO Nº 8.591 RECORRENTE TRANSOCEAN SEDCO FOREX BRASIL LTDA. PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 13/08/2010 Fls. 04 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 15 de julho de 2010 TERCEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 01/2011 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 01/2011 RECORRENTES: SERVIÇOS ESPECIALIZADOS E ADMINSITRAÇÃO PÚBLICA E PROJETOS LTDA SEAP e PERSONA CAPACITAÇÃO

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DIVERSOS PARA EMEI GENI TEREZINHA COLOMBO.

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DIVERSOS PARA EMEI GENI TEREZINHA COLOMBO. PREFEITURA MUNICIPAL DE SOLEDADE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO. EDITAL TOMADA DE PREÇOS Nº 72/2015 TIPO MENOR PREÇO EXCLUSIVO PARA ME s e EPP s, CONFORME REDAÇÃO DADA PELA LC 147/2014.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA Fl. 398 1 Fl. 2 MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO ADMINISTRATIVO DE RECURSOS FISCAIS SEGUNDA SEÇÃO DE JULGAMENTO Processo nº 10670.721519/2011 57 Recurso nº Acórdão nº Voluntário 2402 003.593 4ª Câmara /

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA SEÇÃO DE CADASTRO DE FORNECEDORES

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA SEÇÃO DE CADASTRO DE FORNECEDORES MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA SEÇÃO DE CADASTRO DE FORNECEDORES 1. Propósito O presente documento tem o objetivo de dar publicidade aos procedimentos realizados pela Seção de Cadastro de Fornecedores, de

Leia mais

Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum

Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (Cidade)/(UF) Reqte.:

Leia mais

Fator Acidentário de Prevenção

Fator Acidentário de Prevenção Fator Acidentário de Prevenção (O presente texto não tem outra pretensão senão trazer informações sobre o novo FAP, sua construção, aplicação e conseqüências no custo das empresas. Obviamente, está longe

Leia mais

Em suas contrarrazões, a Fazenda Nacional alega primeiramente que

Em suas contrarrazões, a Fazenda Nacional alega primeiramente que PROCESSO Nº: 0801606-22.2014.4.05.8000 - APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO APELANTE: SANTO ALEIXO - EMPREENDIMENTOS E PARTICIPACOES LTDA ADVOGADO: CID DE CERQUEIRA CALHEIROS APELADO: FAZENDA NACIONAL RELATOR(A):

Leia mais

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar. 0Processo: A 06/334 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Leia mais

COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA

COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO - SCI FOLHA DE VERIFICAÇÃO - DALC COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA Processo: TRT/SOF nº Volumes: Exercício: Subelemento:

Leia mais

2.2. É vedada a participação na Licitação de pessoas jurídicas que:

2.2. É vedada a participação na Licitação de pessoas jurídicas que: SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 6ª COORDENADORIA REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO 6ª CREDE RUA DR. JOSÉ EUCLIDES FERREIRA GOMES, S/N COLINA DA BOA VISTA- SOBRAL CNPJ: 00.273.843/0001-61 CARTA CONVITE Nº

Leia mais

AO PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL BNB

AO PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL BNB AO PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL BNB Ref. Edital da Concorrência 2013/081 NELSON WILIANS & ADVOGADOS ASSOCIADOS, Pessoa Jurídica de direito privado, inscrita

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em 29/01/2010, ABC Barraca de Areia Ltda. ajuizou sua recuperação judicial, distribuída à 1ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro. Em

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 18ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 18ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 18ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.470324/2015-48 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SÃO LEOPOLDO

Leia mais

Ao Coordenador Geral de Administração e Finanças - Substituto,

Ao Coordenador Geral de Administração e Finanças - Substituto, DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA - COINF COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO - CEL Ao Coordenador Geral de Administração e

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Cálculo da contribuição previdenciária sobre Pro Labore

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Cálculo da contribuição previdenciária sobre Pro Labore Cálculo da contribuição previdenciária sobre Pro 10/07/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40.010131187-81 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Transportadora R C Ltda IE: 625788240.00-50 Gustavo de Freitas DF/Barbacena

Leia mais

Desembargador CARLOS SANTOS DE OLIVEIRA

Desembargador CARLOS SANTOS DE OLIVEIRA AÇÃO DE COBRANÇA. PAGAMENTO DE GRATIFICAÇÃO DE INCENTIVO À DOCÊNCIA. VERBA DESTACADA DO FUNDEB. LEI FEDERAL Nº 11.494/07. NUTUREZA PROPTER LABOREM. PROFESSORES EM ESTAGIO PROBATÓRIO. ATO ADMINISTRATIVO

Leia mais