Inovação. As Farinhas de Trigo Dona Benta Integral e Dona Benta Reserva Especial em embalagem à vácuo de 1kg.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inovação. As Farinhas de Trigo Dona Benta Integral e Dona Benta Reserva Especial em embalagem à vácuo de 1kg."

Transcrição

1 Revista de Comunicação Interna da J.Macêdo S/A Ano V número 30 Inovação. As Farinhas de Trigo Dona Benta Integral e Dona Benta Reserva Especial em embalagem à vácuo de 1kg.

2 Nesta Edição 06 História de Capa Os valores expressos no Código de Ética traduzem a cultura e o jeito J.Macêdo de ser. 21 Olha que legal Interessantes sugestões de passeio, livros e DVD para você se divertir. 22 Visite Nossa Cozinha Receitas saudáveis e deliciosas fazem do lanche da tarde um momento especial Massas Dona Benta Merchandising na TV e anúncios fazem parte da campanha de divulgação da marca. Bate papo Conheça um pouco mais sobre as áreas que cuidam da comunicação da nossa empresa. Filhos e Filhas Filhos de funcionários falam sobre o que a música lhes proporciona de bom e sua importância no dia a dia. Expediente Revista Diálogo Setembro / Novembro 2010 Conselho de Administração Presidente Roberto Macêdo Conselheiros Amarílio Macêdo, Georgina Macêdo, Humar Oliveira, Itamar Correia, Luiz Fernando Giorgi, Raul Rosenthal e Sérgio Maia. Sugestões e comentários Fabiana (85) Zilmara (85) Endereço: Rua Benedito Macêdo 79, Vicente Pinzón, Fortaleza-CE, CEP Diretoria Executiva Presidente Amarílio Macêdo Diretores Alysson Paolinelli, Marcio Hassenpflug, Marcos Póvoa, Patrícia Paiva e Sérgio Povoa. Comitê de Comunicação Flávio Paiva e Sérgio Povoa Coordenação Geral Zilmara Azevedo Jornalista Responsável Fabiana Moura, MTB CE01124JP Analista de Comunicação Rafaela Matos Assistente de Comunicação Thiago Sena Projeto Gráfico e Editoração OMNI Editora Associados Impressão Halley Gráfica Tiragem desta edição exemplares A Revista Diálogo J.Macêdo é uma publicação bimestral dirigida aos funcionários de J.Macêdo, com o objetivo de intensificar o diálogo, praticar a transparência, fortalecer o trabalho de equipe, divulgar os valores da empresa, informar fatos relevantes acontecidos no período, disponibilizar dados dos produtos e das Unidades, aprimorar permanentemente a comunicação interna, aproximar o universo de trabalho de todos os que fazem a J.Macêdo com suas famílias. Diálogo 3

3 Diga Lá Orgulho em Maceió Gostei muito de ver nossa Unidade na última Diálogo. Só no dia da inauguração, nos demos conta da responsabilidade de todos que contribuíram para a conquista desta nova linha e da expansão da J.Macêdo em Maceió. Com isto, abriu-se um leque de oportunidades e expectativas de crescimento. Ver todas aquelas pessoas aqui foi muito importante e nos deu muito orgulho. Foi um momento muito especial para todos nós. Cleópatra Lins de Lima Qualidade Maceió (AL) Conhecendo nossa Empresa Gosto muito da sessão Bate Papo da Diálogo, porque através dela a gente começa a conhecer melhor as áreas e as pessoas, bem como o andamento dos processos da Empresa. Acho realmente bastante interessante. Maurício Claro Laranjeira Almoxarifado Cabedelo (PB) O poder da embalagem A embalagem é um fator importante no processo de decisão de compra do consumidor. Ter uma embalagem que facilita o armazenamento, que preserva as qualidades do produto por mais tempo ou ainda que traga uma informação diferenciada ao consumidor na gôndola são fatores determinantes para impulsionar a venda de um produto. Isto só é possível através da inovação e do foco no cliente. Adorei conhecer mais sobre a história das embalagens da J. Macêdo, na seção Espaço para a Memória da última edição da Diálogo.É prova de que estes valores são lembrados diariamente por nós. Maíra Galletta de Araújo Administração de Vendas Verbo Divino (SP) Bate papo sobre o trigo Na leitura da última Diálogo, destaco especialmente o Bate Papo sobre a nossa mais importante matéria-prima: o trigo. As perguntas dos gestores foram bastante pertinentes, com enfoques desde a origem e compra do insumo até os seus reflexos na produção e na qualidade das nossas farinhas, massas e misturas para bolo. Parabéns a Irineu Pedrollo e Carlos Augusto Rocha pelas respostas claras e pelo essencial trabalho que fazem na J. Macêdo. Herbert Joab Recursos Humanos UEC (CE) Erramos Na última edição da Revista Diálogo (nº 29), na seção Bate Papo, informamos que José Jorge dos Santos era Coordenador de Produção de Simões Filho. Porém, seu cargo correto é Coordenador de Produção de Salvador. Mande seu recado, críticas e sugestões para ou entregue sua mensagem ao Coordenador de RH de sua Unidade. Editorial Novo momento na nossa gestão AJ.Macêdo está passando por um momento importante no processo de transformação da cultura de commodity para consumo, de profissionalização da gestão da Companhia e de consolidação da nossa Governança Corporativa. No dia 16 de novembro, Enrique Ussher assumiu o comando da operação, como novo presidente executivo, e Amarílio Macêdo assume à presidência do Conselho de Administração, onde seguirá liderando as questões estratégicas do negócio. Enrique Ussher é um profissional com ampla experiência no mercado de consumo, com reconhecidas habilidades na liderança de equipes multidisciplinares e com profundo comprometimento com a cultura da empresa em que trabalha. O novo presidente chega para conduzir uma empresa que, em 2010, conta com importantes avanços, tais como: a expansão da capacidade e modernização do parque industrial de massas; a nova malha logística em implantação; a estrutura de capital equacionada a longo prazo e baixo custo; a isonomia fiscal com a concorrência; um sistema periódico de avaliação de desempenho consolidado; a área de vendas preparada para trabalhar por canal; além da arquitetura de marcas com foco em Dona Benta e Petybon. No comando da empresa, Enrique contará com todo o apoio do COMEX e do Conselho de Administração. Em breve, nosso novo presidente visitará as unidades da J.Macêdo, para conhecer mais de perto toda a equipe e estrutura da Companhia. Você, funcionário, integra a base de sustentação desta empresa, portanto, contamos com seu total empenho e colaboração com esta nova gestão que se inicia. Ainda nesta edição, tratamos de um outro tema fundamental para a Governança Corporativa e para todos que fazem parte de nossa empresa: o Código de Ética e de Conduta. Sabemos que compartilhar valores, princípios e regras de conduta comuns é fundamental para a organização e longevidade de qualquer grupo social. Com as empresas não é diferente: quanto mais elas reforçam sua cultura e valores, divulgando-os e fazendo com que estejam vivos no dia a dia, mais estruturadas e fortes se tornam. A reportagem que você lerá nesta Diálogo faz parte da campanha de divulgação dos valores e das condutas que são compatíveis com o que se espera dos funcionários da J.Macêdo no relacionamento com fornecedores, clientes, parceiros, consumidores, investidores e com outros membros do nosso time no dia a dia de trabalho. Amarílio Macêdo Alysson Paolinelli Márcio Hassenpflug Marcos Póvoa Patrícia Paiva Sérgio Povoa COMEX Comitê Executivo da J.Macêdo S/A 4 Diálogo Diálogo 5

4 História de Capa Os valores como alicerce Para todos que fazem parte da J.Macêdo, valores como ética, respeito pelas pessoas, compromisso com o negócio e inovação são fundamentais. Mais do que palavras, eles trazem em si os alicerces da nossa cultura e do jeito J.Macêdo de trabalhar nestes mais de 70 anos. E quanto mais sólidos são nossos alicerces, mais forte se torna nossa empresa. Neste período que marca os dois anos do lançamento do nosso Código de Ética e de Conduta, convidamos todos os nossos funcionários a tornarem-se, cada vez mais, guardiões do seu cumprimento no dia a dia. Para isso, foi desenvolvida uma campanha de comunicação com esclarecimentos sobre o Código e destacando comportamentos que são exemplos do respeito aos nossos valores e às condutas que são compatíveis com o que se espera de funcionários da J.Macêdo. Também foi desenvolvido um questionário, onde os funcionários técnico-administrativos mostraram que compreendem o Código e reafirmaram o seu Os valores expressam nossa cultura e o jeito J.Macêdo de trabalhar. Nestes dois anos de lançamento do Código de Ética e de Conduta, a Diálogo traz informações que lhe orientarão sobre a conduta a ser seguida no dia a dia de trabalho. compromisso com os valores e condutas nele expressos. Em breve, esta iniciativa de confirmação do compromisso com o Código de Ética será estendida aos funcionários que ocupam cargos operacionais. O alto índice de adesão ao questionário nos mostra que estamos no caminho certo: fortalecendo nossos princípios e cultura como fundamentos para que tenhamos relacionamentos saudáveis e duradouros com clientes, fornecedores, consumidores, investidores e parceiros, bem como entre todos que fazem parte do nosso time. E você? Conhece bem o nosso Código de Ética e de Conduta e o aplica cotidianamente? Leia nossa reportagem e consulte o Código sempre que possível. Lembre-se: esta é uma importante ferramenta de apoio nas nossas atitudes e decisões do dia a dia profissional. CONECTE-SE A íntegra do Código de Ética e de Conduta está disponível no Portal Corporativo, no caminho Documentos Corporativos/Código de Ética e de Conduta. A versão impressa do documento está disponível nos RH Locais. Para guiar nossa conduta Valores essenciais Ética Estabelecer relações de confiança, agir com senso de justiça e com respeito pelas pessoas e pelo negócio. Inovação Perseguir a visão da empresa, com ousadia, atitude empreendedora, senso de urgência e foco em resultados. Respeito pelas Pessoas Valorizar um ambiente cooperativo, harmônico e saudável entre as pessoas, recompensando desempenhos diferenciados e retendo talentos. Compromisso com o Negócio Compartilhar ideias, defender nossas marcas e buscar a excelência no atendimento aos clientes. Relações socioambientais de valor Alcance dos fins Que as ações resultem em benefícios para seus verdadeiros destinatários, que sejam realizadas dentro do preceito de se fazer mais com menos e que não agridam o meio ambiente. Geração de alianças Que cada iniciativa seja escolhida com base na sua capacidade de atração de aliados para a realização do projeto. Perenidade Que os projetos sejam implementados de modo a assegurar sua autosustentação e durabilidade, com agregação de valor. Replicabilidade Que cada projeto possa ser reproduzido em outras realidades, de forma a ampliar a realização do seu potencial transformador. Mensurabilidade Que as iniciativas tenham resultados mensuráveis, com metas definidas e indicadores de medição claros e difundidos, em conformidade com os fins a serem alcançados. Sobre Conduta e Procedimentos A conduta de gestores, funcionários e estagiários da J.Macêdo S/A não é compatível com os seguintes procedimentos: Contratar ou postular a contratação de familiares como pai, mãe, filhos, irmãos, irmãs, cônjuges, tios, tias, primos, primas, cunhados, cunhadas e quaisquer ascendentes ou descendentes de primeiro grau, salvo em casos excepcionais, aprovados pela Presidência e pela Diretoria de Recursos Humanos. Tomar parte em qualquer decisão que implique conflito de interesse, quando houver participação individual ou de parentes, em qualquer grau, em negócios da J.Macêdo S/A. Receber ou dar presentes que não sejam brindes institucionais compatíveis com as boas práticas de negócio e que excedam o valor simbólico de 50% do salário mínimo. Praticar qualquer forma de preconceito ou de assédio sexual, racial, religioso, cultural, político e ideológico, entre outros. Admitir práticas de trabalho infantil, trabalhos compulsórios ou outra forma qualquer de atividade laboral degradante ou ilegal. Usar do cargo para solicitar favores ou serviços pessoais a subordinados. Omitir-se na defesa dos princípios constantes do Código de Ética no caso de infrações aos mesmos. Pagar despesas em benefício de clientes, fornecedores, distribuidores e representantes, como refeições, transporte, estadia ou entretenimento, sem que haja autorização do seu superior imediato e registro na prestação de contas. Falsear, maquiar, omitir, camuflar ou desconsiderar informações que modifiquem a realidade dos fatos em benefício do que quer que seja. 6 Diálogo Diálogo 7

5 Vivendo Nossos Valores Em nossa campanha de dois anos do Código de Ética, pedimos que os funcionários nos enviassem histórias vividas que exemplificassem cada um dos quatro valores essenciais da J.Macêdo. O resultado, que você confere abaixo e também nos cartazes expostos nos quadros de comunicação, traz exemplos inspiradores para o nosso dia a dia. A forma insistente e incansável com que um fornecedor de transporte convidou Evandro Luis, da logística, para um almoço de negócios, soou como um sinal de alerta. Após ter negado todos os convites, Evandro perguntou ao fornecedor o objetivo do encontro. Ele respondeu que seria uma boa oportunidade de ganho para ambos. Claro que Evandro disse que não trabalhava desta forma, explicando ao fornecedor que bom para ele é estar e continuar trabalhando na J.Macêdo. O fato foi levado a sua chefia imediata e o fornecedor foi descredenciado. Agir com senso de justiça e com respeito pelas pessoas e pelo negócio é característica de quem tem a ética como um valor. Evandro Luis dos Santos, Unidade Jaguaré (SP) Marcelo, responsável por acompanhar o trabalho do grupo de terceiros no projeto de ampliação da Unidade Maceió, percebeu um erro de cálculo na fatura desta empresa terceirizada. Com o erro, a empresa iria pagar a mais pela alimentação do seu pessoal, que estava sendo fornecida pelo refeitório da própria J.Macêdo. Marcelo, que atua na área de produção, refez os cálculos com base no registro de entrada no refeitório e informou ao fornecedor, que ficou muito satisfeito com a forma correta e respeitosa com que a J.Macêdo trata seus parceiros. Valorizar um ambiente cooperativo, harmônico e saudável entre as pessoas é característica de quem tem o respeito pelas pessoas como valor. Marcelo Henrique Alcântara, Unidade Maceió (AL) Após assinar nota fiscal de recebimento e liberar a transportadora, um dos clientes da vendedora Núbia Mara percebeu que sua carga estava menor do que constava na nota. Ao saber do ocorrido, Núbia ligou para o Ricardo Batista, da logística, que, dentro do princípio de acreditar no cliente e checar suas razões, prontificou-se a conferir o peso da carga quando saiu de Cabedelo e orientou a vendedora a fazer o mesmo junto ao posto de fiscalização de Manaus. Com isto, constatou-se que o cliente tinha razão e o problema foi corrigido. Buscar a excelência no atendimento ao cliente, tanto interno quanto externo, é característica de quem tem compromisso com o negócio como valor. No projeto de produção da farinha de trigo Dona Benta em embalagem à vácuo, foi muito importante o espírito empreendedor de Carlos Augusto, gerente de Tecnologia e Processos. Ele não se intimidou com o fato de não existir no mercado um equipamento para envase de farinha à vácuo e assumiu o risco de desenvolvê-lo em conjunto com um fornecedor, viabilizando o projeto. Agir com ousadia e foco em resultados é característica de quem adota nas atitudes do dia a dia a inovação como valor. Carlos Augusto Neves, Verbo Divino São Paulo (SP) Anote aí Ricardo Batista, Unidade Cabedelo (PB) Para mais esclarecimentos sobre o Código de Ética e de Conduta ou para comunicar violações aos seus preceitos, fale com seu superior imediato ou envie uma carta aos cuidados da Diretoria de Recursos Humanos. Se preferir, você também pode enviar um para Macarrão Dona Benta. A farinha Dona Benta que decidiu seguir um caminho artístico diferente. Na hora de fazer macarrão, você tem o seu segredo. A gente, também: farinha Dona Benta. Usando esse ingrediente exclusivo em todas as massas, ajudamos a sua receita a já começar bem. Então, capriche no molho e bom apetite Macarrão Dona Benta. Feito com a exclusiva farinha Dona Benta. 8 Diálogo

6 Na Pauta Dona Benta lança campanha para divulgar suas massas A marca Dona Benta investe na divulgação através de merchandising em programas de televisão, anúncios na revista Caras e material para os pontos de venda. A estratégia da marca Dona Benta de mostrar ao consumidor que uma boa farinha é o começo de todo bom macarrão extrapola as páginas da revista Caras e chega à TV Globo, em rede nacional e aos pontos de venda (PDVs) de todo o Brasil. Durante os meses de setembro e outubro, nos Programas Mais Você e Estrelas, ações de merchandising com os produtos Dona Benta são protagonizadas pelas apresentadoras Ana Maria Braga e Angélica, bem como por seus convidados. Atores como Elizângela, da novela Tititi, Nelson Freitas, do Zorra Total e Debora Bloch, do Programa Separação participam da ação. Além disto, na região sudeste do País, um novo comercial da marca Dona Benta é exibido nos intervalos dos programas Mais Você e Estrelas. Os programas escolhidos para o merchandising são de abrangência nacional e têm forte identificação com o público-alvo da marca Dona Benta. Com o objetivo de ampliar a visibilidade de nossos produtos nos pontos de vendas, bem como incrementar vendas, materiais promocionais de design marcante e diferenciado foram desenvolvidos para cada um dos nossos canais de atuação. Em cidades como Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Recife, Salvador e São Paulo foram realizadas ações de merchandising em que a consumidora que comprar 3 produtos da linha Dona Benta ganhava na hora um lindo pano de prato personalizado da marca. A campanha foi desenvolvida pela área de Marketing da J.Macêdo, em parceria com a agência Santa Clara, e visa a atingir aquelas donas de casas dedicadas, que gostam de cozinhar e preparar coisas gostosas para a família. O tema escolhido para a campanha foi Obrigado Dona Benta e as peças passam uma mensagem de tom bem emocional, atemporal e que homenageiam as consumidoras da marca. A ideia é reforçar que Dona Benta é sinônimo de receita de carinho, mostrando que a marca atua com sucesso em diversas categorias de produtos. Ação. A atriz Elizângela preparou uma deliciosa massa Dona Benta no programa Estrelas. Até o final do ano a campanha continua sendo divulgada através de anúncios na revista Caras. Divulgue esta campanha e nossos produtos para seus familiares e amigos! CONECTE-SE Confira no site o novo comercial da marca Dona Benta, veiculado apenas na região sul do País, além de trechos dos programas Mais Você, com Ana Maria Braga, e Estrelas, com Angélica, onde foram exibidos os merchandisings da nossa marca que é receita de carinho. Inovação: dor que busca uma alimentação mais saudável, sem abrir mão de saborear sua receita de carinho preferida. O diferencial da Farinha de Trigo Dona Benta Integral é a moagem do trigo em moinho de pedra onde 100% do grão de trigo é aproveitado, inclusive o gérmen de trigo, o que resulta numa farinha rica em fibras, vitaminas e nutrientes que contribuem para a boa alimentação e uma melhor qualidade de vida. A Reserva Especial é uma farinha com elevado grau de pureza e brancura, além de textura muito mais fina, que agora embalada à vácuo mantém-se fresca e soltinha por Campanha. Peças produzidas para uso no ponto de venda. embalagem à vácuo e farinha integral Maior valor agregado para nossa empresa e mais benefícios para a dona de casa. Assim são as Farinhas de Trigo Dona Benta Integral e Dona Benta Reserva Especial que, em setembro, chegaram ao mercado em embalagem à vácuo de 1kg. A inovação fica por conta da embalagem, que oferece ao consumidor mais praticidade no manuseio e armazenagem, além de um maior prazo de validade para utilização do produto. No caso da Reserva Especial, a validade passa de 5 para 12 meses com o uso da embalagem a vácuo, mesmo período aplicado à Farinha Integral. Isso agrega valor à categoria e oferece mais comodidade para a consumidora, que conta com uma farinha com prazo de validade mais longo. A Farinha de Trigo Integral, outra novidade recém-lançada por nossa empresa, foi desenvolvida pensando naquele consumi- muito mais tempo. Tanto a Reserva Especial, quanto a Farinha Integral são processadas em nossos moinhos e embaladas á vácuo na Unidade São José dos Campos. Estes lançamentos são comercializados, no momento, nas regiões Sul, Sudeste e parte do Nordeste. À VÁCUO. Nova embalagem amplia o prazo de validade.

7 Bate Papo Cuidando da imagem da nossa empresa Para promover o intercâmbio entre toda a empresa, a Diálogo segue com a série de batepapos com gerentes de diferentes áreas da J.Macêdo. Nesta edição, você irá saber mais sobre todo o trabalho de comunicação desenvolvido junto aos diversos públicos da Companhia. Para a consumidora, um anúncio ou receituário; para a imprensa, uma entrevista; para os funcionários, campanhas internas; para um órgão governamental, cartas e ofícios. Para cada público, um tipo de comunicação, uma linguagem diferente. Para todos eles sejam funcionários, consumidores, clientes, fornecedores, parceiros, imprensa ou investidores é preciso garantir que a empresa fale com clareza e coerência. E este é um dos desafios da comunicação corporativa. Para que isso aconteça, é importante desenvolver a comunicação integrada, onde as diversas áreas da empresa trabalham com mensagens sempre bem alinhadas aos valores, à missão, à estratégia e aos objetivos do negócio. Neste bate-papo, o Secretário Executivo de Comunicação, Flávio Paiva, o Gerente de Marketing, Alexandre Benati, e a Gerente de Comunicação Corporativa, Fabiana Moura, contam como são planejadas e conduzidas as iniciativas que levam a imagem e as mensagens da J.Macêdo aos mais diferentes públicos. Zilmara Azevedo. Gostaria que a Secretaria Executiva de Comunicação, bem como as áreas de Marketing e de Comunicação, explicassem como avaliam que deve ser o processo de comunicação integrada numa empresa e o que consideram que deve ser feito para aperfeiçoar este processo na J.Macêdo? Flávio Paiva. A comunicação integrada é uma das funções da gestão compartilhada de comunicação. Ela está relacionada à articulação das metas operativas, aos meios e processos utilizados para alcançar essas metas e, obviamente, à busca do estabelecimento de uma só mensagem a ser praticada na relação com todos os públicos de interesse da empresa. Particularmente gosto de pensar a comunicação integrada em linha com a função de coesão, onde se trabalha a noção de pertencimento, e a função de correspondência, responsável pela aproximação dos valores da empresa com os valores dos que nela trabalham. A J.Macêdo está em fase de desenvolvimento da sua comunicação integrada e isso significa que estamos no rumo certo. Para aperfeiçoar esse processo, entendo que tendemos a construir uma comunicação interfuncional que, além do olhar da área de RH, considere mais intensamente o olhar de vendas, da cadeia de suprimentos, do jurídico, do institucional e do marketing, na conquista do resultado. A eficácia da comunicação organizacional passa por um processo sistêmico, colaborativo e interdisciplinar, que seja capaz de se traduzir em comportamento coletivo, a partir das diferentes expectativas dos stakeholders. Afinal, mais do que transmitir informações, comunicar é fazer circular significados. Alexandre Benati. A Comunicação Integrada deve ter por objetivo agregar valor às marcas da J.Macêdo e consolidar a imagem, valores e missão da Companhia junto à sociedade. O processo deve consistir no planejamento e desenvolvimento de ações, estratégias e produtos de comunicação, tornando clara a linha de comunicação de suas marcas, dos valores e missão da Companhia. Fabiana Moura. Complementando as colocações de Flávio e Alexandre, creio que devemos considerar que o aperfeiçoamento do processo de comunicação integrada na J.Macêdo passa, sem sombra de dúvidas, por uma maior sinergia entre todas as áreas que dialogam com os diferentes interlocutores da empresa. É fundamental que tenhamos em mente que a comunicação da Companhia não é feita somente pelas áreas mais intimamente ligadas a este tema: todos que fazem parte do time da J.Macêdo, independente do cargo que ocupam, estão diariamente levando mensagens e impressões sobre a empresa a clientes, consumidores, parceiros, fornecedores e investidores. Por isso, promover um alinhamento e compreensão cada vez maiores sobre nossos objetivos, negócio, missão, visão, valores, marcas e produtos junto ao público interno é o primeiro passo para a consolidação da comunicação integrada. A Comunicação Integrada deve ter por objetivo agregar valor às marcas da J.Macêdo e consolidar a imagem, valores e missão da Companhia junto à sociedade. Dnyse Queiroz. Qual o papel institucional da Secretaria Executiva de Comunicação? Flávio Paiva. A Secom exerce um papel mediador de comunicação na dimensão da Governança Corporativa, tanto interna quanto externamente. Dentro da empresa, atua prioritariamente como facilitadora da formulação e circulação de mensagens de interesse dos Acionistas e do Conselho de Administração. Ou seja, a preparação de pronuciamentos, correspondências em casos de relações estratégicas e a produção de instrumentos de gestão e de promoção de imagem, tais como o texto base do Código de Ética, a conceituação do Centro de Memória, a concepção da fase inicial da revista Diálogo, e o livro Parece que foi amanhã, do nosso fundador, José Macêdo. É da nossa responsabilidade, também, cuidar da comunicação no âmbito do Conselho de Administração, auxiliando os conselheiros por meio de registros de reuniões, preparação de pautas e circulação de documentos reservados. A Secretaria Executiva integra, ainda, o Comitê de Comunicação e sempre que necessário colabora com o Comex e com os gestores. Na relação externa, a Secom contribui para a agregação político-institucional, fortalecendo a imagem da J.Macêdo nas instâncias governamentais e na sociedade civil. É o caso, dentre outras ações, do suporte à participação do presidente Amarílio no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) da Presidência da República, e do presidente do Conselho de Administração, Roberto Macêdo, na gestão da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e na vice-presidência da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A Secretaria-Executiva de Comunicação trata também dos apoios culturais e dos anúncios institucionais que envolvem a assinatura conjunta da J.Macêdo, da Hidracor e da Cemec, sob o guarda-chuva do Grupo J.Macêdo. Estamos presentes ainda em algu- 12 Diálogo Diálogo 13

8 Nathália Maciel mas ações de comunicação dessas empresas, no que diz respeito à publicação de anúncios de licenças ambientais, de atas de assembléias e balanços. Marilene Rovaron e Dnyse Queiroz. Considerando a J.Macêdo S/A como uma empresa de amplitude e credibilidade nacional, percebe-se ainda no mercado o desconhecimento do vínculo dos produtos fabricados pela Companhia com a sua marca institucional. Qual a estratégia da Compa- INTERAÇÃO. Entrevistados responderam às perguntas dos funcionários rios o engajamento e o sentimento de pertencer à mesma Companhia, independente de onde eles estejam. Para que isso aconteça, é primordial que os materiais de comunicação sejam padronizados e que as campanhas corporativas aconteçam de maneira uniforme, seja nas fábricas, unidades fabris, centros de distribuição ou escritórios de vendas. Para viabilizar a padronização da comunicação corporativamente, este ano nós criamos a figura do Agente de Comunicação. Em cada unidade, escolhemos um profissional da empresa que foi treinado para compreender e operacionalizar as atividades de comunicação e campanhas. Um dos frutos deste trabalho é a atualização quinzenal dos quadros de comunicação que, graças aos agentes, hoje contam não só com informações corporativas, mas também com notícias locais de interesse dos funcionários de cada região. Os agentes de comunicação também tem uma atuação preponderante na elabonhia para a divulgação e fortalecimento da marca frente à concorrência? Flávio Paiva. O processo de transformação da J.Macêdo commodity em uma J.Macêdo 100% Consumo, trabalhado na gestão de Amarílio Macêdo, é de grande complexidade e exige priorizações nem sempre desejáveis para o alcance do novo patamar almejado, para seguir à perspectiva de empresa sólida, duradoura e lucrativa. Quando se está num processo de transformação, às vezes é natural que a realidade supere as nossas intenções. Por isso, precisamos olhar para frente, para o alto, mas não esquecer de dar um passo de cada vez, confirmando o caminhar e a caminhada. Com relação à sua preocupação quanto ao vínculo dos nossos produtos com a nossa marca institucional, na minha opinião, a força das nossas marcas não pede, no curto prazo, essa ação de vínculo. Sem contar que o investimento para produzir amplamente essa associação é muito elevado. O que temos a fazer, o que podemos fazer atualmente, é fortalecer intensa e continuamente, tanto quanto possível, as marcas Dona Benta, Petybon, Sol e Brandini. O fortalecimento da imagem institucional também não deve sair do nosso radar, pois não é só a J.Macêdo que está mudando; o Brasil está mudando, o mundo está mudando e nós estamos mudando... Neste aspecto, a comunicação tem ainda uma função residual da cultura, conforme a apreensão, a troca e a prática dos valores por parte dos indivíduos e dos grupos. Os valores são os alicerces da cultura e a cultura é o espírito que coloca o novo em movimento. Alexandre Benati. Além dos pontos elencados pelo Flávio, cabe lembrar que cada uma de nossas marcas é um patrimônio da Companhia e que tem como objetivo maior a proximidade com o consumidor- -alvo. Cada uma de nossas marcas tem uma personalidade e um DNA próprios, e desta forma conseguimos diferenciá-las e construir afinidade com os diversos tipos de consumidor existentes. Neste momento, precisamos dar continuidade ao caminho que traçamos para a Companhia, tornando cada vez mais evidente a personalidade de nossas marcas, de forma a criar maior afinidade e relevância para com os consumidores. Fabiana Moura. Vale lembrar que este caminho, de trabalhar para o fortalecimento e consolidação das marcas de produtos, para só então remetê-las à marca institucional tem sido adotado por diversas empresas de consumo, com resultados bastante positivos. Thiago Sena. Quando uma campanha de publicidade está sendo criada, qual o processo para a escolha do tema, roteiro, imagens, cores? Quais são os tipos de peças publicitárias e como é decidido quais delas serão utilizadas para uma campanha como a de Dona Benta, por exemplo? Como é feita a sinergia desta campanha com o ponto de venda? Alexandre Benati. Quando uma campanha de publicidade está sendo criada, a equipe de marketing recebe da agência de comunicação uma série de estudos sobre os possíveis temas que devem ser abordados, sempre alinhados ao perfil de cada marca e de seu consumidor. A partir daí, escolhemos o mais adequado ao que esperamos para a marca naquele ano, sem deixar de pensar também no longo prazo, ou seja, onde queremos chegar com a marca. Um trabalho de comunicação é sempre de longo prazo. Por exemplo, na comunicação de Dona Benta deste ano, escolhemos trabalhar com uma campanha emocional, atemporal e que homenageasse as Conheça nossos entrevistadores Daniela Galvão Trade Marketing, São Paulo Dnyse Queiroz CAP, Fortaleza Ginaldo Andrade Operações Internacionais, São Paulo nossas consumidoras. O tema escolhido foi Obrigada, Dona Benta e as cores e imagens, tanto do comercial quanto dos anúncios, são alinhadas ao manual de identidade visual da marca. A decisão sobre os tipos de peças publicitárias e como serão utilizadas se dá de acordo com o orçamento disponível para a campanha, levando em consideração os impactos que pretendemos causar no nosso público-alvo. A sinergia da campanha com o ponto de venda (PDV) é fundamental para o sucesso. Por isso, desde o planejamento, devem ser tomadas decisões sobre como a campanha terá desdobramentos no PDV. Rosilene de Oliveira Santana. Como a Comunicação Corporativa se planeja para divulgação interna de algum projeto ou estratégia da Empresa? Fabiana Moura. No início de cada ano, fazemos um levantamento das principais ações de comunicação internas previstas e criamos um calendário preliminar. A cada campanha, alinhamos com a diretoria as mensagens fundamentais que queremos transmitir aos funcionários e o tipo de atitude ou comportamento que queremos estimular a partir da iniciativa. Com estas informações, fazemos todo o planejamento de mídia, que no nosso caso consiste em escolher os canais de comunicação mais adequados para levar a mensagem ao público que pretendemos atingir dentro da empresa, levando em consideração o orçamento e os recursos disponíveis. Podemos, por exemplo, utilizar só mídias digitais, como marketing e papel de Graziela Fonseca Jurídico, São Paulo Devemos evitar o quanto pudermos a velha comunicação como processo de persuasão unidirecional. A cada dia esse tipo de comunicação fica mais complicado porque as pessoas incorporam a todo instante novos modos dialógicos de circulação de informação. parede nos computadores, no caso de uma ação focada nos funcionários técnico-administrativos. No caso de uma campanha mais voltada ao time que atua na área de produção, os canais mais usados já são outros, como banners, cartazes nos quadros de comunicação e cartões nos displays das mesas dos refeitórios. Com tudo isso definido, a equipe de comunicação cria o conceito da campanha, que é enviado para aprovação da diretoria. A partir daí, fazemos a produção e veiculação do material. Rosilene de Oliveira Santana. Como a Comunicação Corporativa viabiliza a comunicação em todas as unidades? Como pretende promover uma maior autonomia das Unidades na comunicação interna local? Fabiana Moura. Em uma empresa de atuação nacional com unidades espalhadas por todo o Brasil, como é o caso da J.Macêdo, a comunicação tem o desafio de ajudar a promover em todos os funcioná- Marilene Rovaron Suprimentos, São Paulo Rosilene Santana RH, Salvador Thiago Sena Comunicação, Fortaleza Zilmara Azevedo Comunicação, Fortaleza 14 Diálogo Diálogo 15

9 Perfis Alexandre R. Benati Gerente de Marketing Alexandre Benati tem 36 anos. É administrador de empresas, formado pela Universidade Paulista, tem MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e especialização em Gestão de Pessoas e Finanças pela Fundação Dom Cabral. Ao longo de sua trajetória profissional, tem acumulado experiências nas áreas Comercial e de Marketing, em diversas empresas como Perdigão e Schincariol. Trabalha há mais de um ano na J.Macêdo, onde atualmente é gerente de Marketing. ração da Diálogo: são eles que nos mandam participações das suas unidades, garantindo que toda a J.Macêdo esteja representada em nossa revista. O próximo passo deste trabalho é o levantamento dos pontos de melhoria na atuação dos agentes, para que possamos, com treinamento e coaching, promover o amadurecimento do time com relação às habilidades de comunicação. Também pretendemos começar a realizar ações de auditoria periódicas, que nos permitirão ter um diagnóstico mais preciso de como a comunicação vem sendo operacionalizada em toda a Companhia. Isso tudo nos permitirá ir ampliando gradualmente o nível de autonomia dos agentes de comunicação, o que nos trará mais agilidade para o processo como um todo. Daniela Galvão. Como funciona o processo de divulgação de Flávio Paiva Secretário-Executivo de Comunicação Flávio Paiva é jornalista, com especialização em Gestão da Comunicação nas Organizações, pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Tem 51 anos e trabalha há mais de duas décadas no Grupo J.Macêdo. Colunista semanal do jornal Diário do Nordeste, autor de livros nas áreas de gestão compartilhada, mobilização social e infância, e com participação ativa em ações nacionais de cultura e cidadania, Flávio Paiva tem recebido várias premiações e manifestações de reconhecimento público. matérias sobre a J.Macêdo na imprensa, através de veículos como jornais, revistas, internet e televisão? Fabiana Moura. Atualmente contamos com um fornecedor externo que faz o trabalho de relacionamento com a mídia, sempre sob a coordenação da área de Comunicação. Nosso objetivo com este trabalho é buscar espaço editorial em jornais, revistas, sites, programas de TV e rádio, para a divulgação de matérias que mostrem a relevância da atuação da J.Macêdo no mercado, bem como nossas marcas e produtos. É importante esclarecer que o espaço editorial é diferente do espaço publicitário. No primeiro, as informações são publicadas na forma de notícias e reportagens redigidas pelos jornalistas do veículo, portanto não se trata de espaço pago; no segundo, o espaço é comprado pelas diferentes Fabiana Moura Gerente de Comunicação Jornalista formada pela Universidade Federal do Ceará, Fabiana Moura tem MBA em Gestão de Marketing pela ESPM e mestrado profissional em Gestão de Negócios, pela Universidade Estadual do Ceará. Tem 35 anos e já atuou como repórter no jornal O Povo, tendo acumulado experiências em assessoria de comunicação de órgãos públicos e empresas. Foi docente em cursos de graduação em jornalismo e publicidade. É gerente de comunicação da J.Macêdo, onde trabalha há três anos. empresas, que publicam nele os seus anúncios. Nosso trabalho é o de levantar informações sobre a J.Macêdo e divulgá-las para os jornalistas de variados veículos de comunicação. Quanto mais relevantes eles consideram as informações que enviamos, mais espaço conseguimos nas reportagens, o que é positivo para a imagem da empresa. O inverso também acontece: os próprios repórteres nos procuram em busca de informações para fazer matérias sobre a J.Macêdo. Nestas situações, alinhamos a estratégia para cada entrevista com a diretoria e verificamos quem será o porta-voz da empresa, que concederá a entrevista. Para que mantenhamos a comunicação integrada, evitando ruídos, é importante que nenhuma entrevista seja dada sem passar pela área de Comunicação, que faz o alinhamento com o Comex. Graziela Fonseca Roberto. O funcionário da J.Macêdo, caso sinta-se prejudicado ou assediado por um superior hierárquico ou por um colega de trabalho, possui quais canais de comunicação para efetuar uma denúncia? Estas formas de contato também podem ser utilizadas para se reclamar de algum fato ou procedimento da empresa em geral, para que o setor responsável efetue as devidas apurações? Flávio Paiva. Para o encaminhamento dessas questões a empresa dispõe de alguns canais, cujos acessos estão informados no Código de Ética e no Portal Corporativo. Fabiana Moura. Sempre que quiser comunicar qualquer violação aos preceitos expressos no nosso Código de Ética e de Conduta o funcionário pode enviar uma carta aos cuidados da Diretoria de Recursos Humanos ou mandar uma mensagem para o Nos casos em que se sentir à vontade para isso, o funcionário também pode falar diretamente com o seu superior imediato, que reportará a situação à Diretoria de RH. Todas as situações reportadas são avaliadas e apuradas com seriedade e discrição. É importante lembrar que todos os funcionários da J.Macêdo assinam um termo de adesão, comprometendo-se a respeitar o Código de Ética da Companhia. Além disso, este ano os funcionários técnico- -administrativos responderam a um questionário comprovando que conhecem e entendem o Código. Periodicamente, a empresa realiza campanhas sobre seus valores e normas de conduta, no intuito de garantir que todo o time os compreenda e aplique no dia a dia. Nesta edição da Diálogo, temos uma reportagem que faz parte da campanha de divulgação deste ano. Ginaldo B Andrade. De que forma a área de Comunicação pretende contribuir para que a J.Macêdo torne-se uma das melhores empresas para se trabalhar no segmento alimentício? a comunicação tem o desafio de ajudar a promover em todos os funcionários o engajamento e o sentimento de pertencer à mesma companhia, independente de onde eles estejam. Flávio Paiva. Para que a comunicação coopere concretamente no sentido de colocar a J.Macêdo no patamar das melhores empresas para se trabalhar, é muito importante que melhoremos os níveis das nossas funções comunicativas de coesão, integração e correspondência, nos seus aspectos profissionais, de convivência e de identidade. Devemos evitar o quanto pudermos a velha comunicação como processo de persuasão unidirecional. A cada dia esse tipo de comunicação fica mais complicado porque as pessoas incorporam a todo instante novos modos dialógicos de circulação de informação. A saída é a empresa dialogar mais, conectar o máximo possível o que se diz com o que se faz; trabalhar a inter-relação entre gestores e funcionários, sonho e pragmatismo, em um processo comunicativo crítico, inovador e pragmático, gerador das relações de confiança, indispensáveis à formação da personalidade corporativa e institucional de qualquer empresa que aspire ser uma das melhores para trabalhar. Fabiana Moura. Complementando as colocações do Flávio, é importante salientar que a área de Comunicação, juntamente a toda a equipe de Recursos Humanos, vem trabalhando no processo de gestão do clima organizacional da J.Macêdo. No ano passado, fizemos uma pesquisa de clima respondida por 85% dos funcionários. A partir dos resultados desta pesquisa foram criados diversos planos de ação para a melhoria contínua do nosso ambiente de trabalho em todas as unidades fabris, centros de distribuição e escritórios de vendas. Hoje, cerca de 70% destas ações já foram implantadas. São iniciativas diversas, que melhoram o dia a dia do funcionário em vários aspectos. Entre as ações implementadas, podemos destacar o programa Ideias em Ação, já em andamento nas nossas fábricas; a ação Você Conhece a J.Macêdo, onde os funcionários sugeriram temas para matérias como esta entrevista da Diálogo; aulas de dança, palestras e cursos de culinária, promovidos através do Programa Viver Bem; além da criação do RH Online, onde os funcionários podem inscrever-se para as seleções internas em andamento na Companhia. Este é um trabalho que não acaba, deve seguir promovendo ciclos de melhoria contínua. Em 2011, será realizada uma nova pesquisa onde verificaremos os avanços obtidos e onde ainda precisamos melhorar, para seguir tornando a J.Macêdo uma empresa cada vez melhor de se trabalhar para todos nós. VOCÊ FAZ A DIÁLOGO Esta matéria foi sugerida por Juliana Dias de Almeida, da unidade Verbo Divino, através da ação Você Conhece a J.Macêdo. Juliana sugeriu matérias falando das diversas áreas da empresa. 16 Diálogo Diálogo 17

10 Na Pauta Comunicação: estratégia para o sucesso A capacidade de comunicar-se bem é muito valorizada no mercado na atualidade e, não por acaso, uma das competências essenciais da J.Macêdo. Cada vez mais, a comunicação é um fator estratégico para o sucesso pessoal e organizacional. do conhecimento, os profissio- Na era nais de sucesso são aqueles que sabem obter, processar e transmitir informações capazes de fazer as coisas acontecerem. Com tantos meios de comunicação disponíveis e acessíveis, o grande desafio das empresas e de seus profissionais é identificar qual o canal de comunicação mais indicado para cada público e que tipo de informação é realmente útil para que este público desempenhe bem seu trabalho, evitando ruídos e contribuindo de fato para o resultado da organização. Na J.Macêdo, algumas áreas tem, entre as suas principais atividades, a de comunicar. A área de Marketing, por exemplo, tem como desafio conquistar o nosso consumidor. Entre as atribuições da área estão divulgar nossas marcas e produtos, estudar o comportamento do consumidor, promover ações em pontos de vendas, eventos, campanhas de marketing e ações de comunicação voltadas para o público externo. Já a Secretaria Executiva de Comunicação (Secom), atua na dimensão da Governança Corporativa, atendendo a todo o Grupo J.Macêdo. Isto significa que o foco desta área está em públicos como Acionistas e Conselho de Administração da J.Macêdo S/A e também em empresas como Hidracor e Cemec. No âmbito externo, a Secom atua no fortalecimento da imagem de nossa Empresa nas instâncias governamentais e na sociedade civil. Por outro lado, a área de Comunicação Corporativa atua em duas frentes: uma voltada para a comunicação da nossa marca corporativa e ao fortalecimento da imagem da J.Macêdo junto à imprensa e mídia em geral, outra dedicada ao público interno: funcionários, terceiros, estagiários e aprendizes da nossa empresa. A verdade é que quanto mais sintonia houver entre estas áreas, mais se contribui para a construção de uma empresa que sabe se relacionar e se comunicar bem com o seu time e demais públicos. É importante que os discursos estejam sempre afinados e alinhados com a estratégia da empresa, para evitar ruídos e interpretações equivocadas. Estamos caminhando para tornar nossa comunicação cada vez mais integrada e participativa. Para tanto, além do trabalho desenvolvido pelas áreas diretamente ligadas à comunicação, cada um de nós precisa fazer a sua parte, buscando clareza e precisão nas informações que transmite a outros colegas e áreas, tirando dúvidas sobre os dados que recebe e contribuindo para que as informações sejam compartilhadas de maneira adequada (veja dicas de como ter uma comunicação mais efetiva na página 20). Você também contribui com a melhoria da comunicação da empresa como um todo quando aplica nosso Código de Ética, nossas políticas, normas e procedimentos no dia a dia, pois isso fortalece os processos internos e evita uma série de ruídos de comunicação. Lembre-se: juntamente com itens como trabalho em equipe, adaptação às mudanças e foco no cliente, a comunicação é considerada uma competência essencial para os profissionais que atuam na J.Macêdo e, portanto, responsabilidade de todos nós. VOCÊ FAZ A DIÁLOGO Esta matéria foi sugerida por Jandaci dos Santos, funcionária da Unidade Salvador, através da ação Você Conhece a J.Macêdo. Jandaci pediu que abordássemos a questão da comunicação em nossa revista. Comunicação feita para você Tornar a comunicação cada vez mais interativa e participativa. Com este objetivo a J.Macêdo vem desenvolvendo uma série de iniciativas que incentivam uma maior participação de seus funcionários em campanhas, ações e pesquisas internas. Campanhas como a do Dia dos Pais e a do Código de Ética, por exemplo, foram criadas com a cara da nossa gente. Em ambas, fotos, depoimentos e histórias de nossos funcionários foram divulgadas em cartazes, s e quadros de comunicação. Tudo para despertar o sentimento de pertencer ao time em cada um de nós. O novo projeto gráfico da Diálogo também faz parte deste esforço de conquistar e promover a aproximação com você, nosso leitor. São sugestões de sites, dicas, passatempo e novos canais de comunicação disponíveis para que o funcionário participe e se veja cada mais vez na revista. Ações como Você conhece a J.Macêdo, possibilitam ter na revista matérias como esta que você está lendo. A atualização quinzenal dos nossos quadros de comunicação com notícias corporativas e das próprias unidades também Curso dos Agentes de Comunicação Garantir uma comunicação clara com todos os funcionários da J.Macêdo, favorecendo o alinhamento estratégico. Com este objetivo aconteceu em São Paulo e Fortaleza, no início de julho, o curso de Formação de Agentes de Comunicação. O treinamento, realizado pela Motiva, teve a participação de representantes de diversas unidades fabris, escritórios regionais de vendas e centros de distribuição da nossa empresa. Na ocasião, os Agentes de Comunicação conheceram técnicas e iniciativas que favorecem a clareza da comunicação com os funcionários e a padronização. Com o time capacitado fortalecemos a comunicação em todo o Brasil e passamos a receber feedbacks mais consistentes sobre a adesão as campanhas e ações realizadas durante o ano. Passamos a agir localmente, com visão de todo e direcionamento único, diz Zilmara Azevedo, Coordenadora de Comunicação Interna e uma das instrutoras do curso. O time de agentes saiu muito motivado do curso. Agora estamos prontos para manter a padronização dos veículos de comunicação utilizados pela nossa empresa e com isto proporcionar a todos os funcionários a certeza de fazerem parte de um único grupo que está em busca dos mesmos objetivos, avalia Miriam Mateus, agente de comunicação do Escritório de Vendas Curitiba e CD Pinhais. tem facilitado em muito o acesso à informação. Para atender aos vendedores, público que trabalha prioritariamente em campo, ou seja, fora das nossas instalações, foi criado o Boletim Vender.com, uma publicação mensal destinada exclusivamente à área de vendas. A avaliação do que está sendo feito, para que se possa melhorar continuamente, também é fundamental. Justamente por isso, em agosto, foi realizada uma pesquisa de satisfação com todos os gerentes da nossa empresa, para que avaliassem o trabalho de comunicação desenvolvido e a eficiência de canais como a Diálogo, os quadros de comunicação e as campanhas internas. Na pesquisa, o índice de satisfação dos gerentes com a comunicação interna foi de 88%, enquanto a Diálogo alcançou 98%. Você também tem canais para dar sua opinião e contribuir para fazer a comunicação da J.Macêdo cada vez melhor. Envie sua mensagem para o jmacedo.com.br ou converse com o Agente de Comunicação da sua unidade. 18 Diálogo Diálogo 19

11 Dicas para uma comunicação mais efetiva Veja como você pode tornar sua comunicação mais eficiente no dia a dia de trabalho: Apresentação pessoal O capricho com que você cuida da sua apresentação pessoal influencia a imagem que as pessoas têm de você como profissional. Não se trata de usar roupas ou acessórios caros, mas sim de vestir-se de acordo com seu ambiente de trabalho. Se você trabalha nas fábricas e CDs, apresente-se sempre com o uniforme limpo, utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs), seguindo todas as normas de qualidade e segurança. Se você vai visitar uma fábrica ou CD, lembre-se de usar roupas adequadas, evitando saias, bermudas ou calças de cintura muito baixa, blusas de alça ou com decote. Use sapatos fechados e sem salto. Lembre-se de utilizar os EPIs, conforme as normas da empresa. Apresentações em Power Point Selecione o conteúdo com base nas informações que são realmente relevantes. Coloque o conteúdo numa ordem lógica e interessante para o aprendizado e compreensão. Seja direto e reduza ao máximo o número de slides. Releia a apresentação, colocando-se no lugar do seu público-alvo. Peça para um colega ler e lhe passar sugestões de melhoria. Utilize o modelo de apresentação padrão disponível no Portal Corporativo, ele traz diversos recursos visuais que podem lhe ajudar no layout, como tabelas, mapas e gráficos. Lembre-se: em fundo branco, use letras escuras; em fundo escuro, letras claras. Além disso, prefira letras de fácil leitura, como arial ou tahoma, e, se for projetar a apresentação, evite letras menores que 16. É importante lembrar que a apresentação é só uma ferramenta, se o conteúdo não tiver qualidade, não há PowerPoint que resolva. CONECTE-SE Para saber mais sobre como fazer boas apresentações em Power Point, veja o arquivo de orientações Para Fazer Apresentações Vencedoras, disponível em nosso portal corporativo, na área de Documentos Diversos/RH. Seu corpo fala Sua postura, tom de voz e expressões faciais podem comunicar mais do que o conteúdo que está sendo dito. Esteja atento para: Cumprimentar as pessoas com um sorriso e ter um aperto de mão firme. Manter uma postura ereta e olhar as pessoas de frente. Isso dá ideia de entusiasmo, de acessibilidade. Evitar cruzar os braços, ficar de ombros caídos, largado na cadeira ou bocejando enquanto estiver numa conversa ou reunião. Estas atitudes transmitem desinteresse. eficiente O é um grande aliado no dia a dia, mas pode tomar muito tempo das pessoas se não for utilizado adequadamente. Veja as recomendações abaixo: Evite enviar s desnecessários. Pense se o assunto não seria resolvido mais rapidamente com uma ligação telefônica ou uma conversa. Selecione os destinatários. Envie mensagens somente a quem realmente precisa saber da informação ou terá que tomar alguma ação a partir dela. Preencha o campo do assunto da maneira mais específica e clara possível, assim o destinatário imediatamente saberá do que trata a mensagem. Evite assuntos genéricos como orçamento ou projeto. Não envie anexos desnecessários. Evite, também, anexar documentos muito pesados. Para esta finalidade, prefira salvar os documentos em rede. FYI, PSC, ASAP... Siglas e abreviações como estas viraram mania no ambiente corporativo, mas podem sabotar sua mensagem, assim como vocabulário técnico, gírias, jargões e expressões em outros idiomas. Só use se você tiver certeza que o seu destinatário vai compreender. Seja direto. Vá direto ao assunto e diga claramente, na mensagem, qual retorno você gostaria de obter do destinatário e em qual prazo. Use a assinatura no modelo padrão da empresa, conforme disponível no Portal Corporativo. Não use fundos, papéis de parede e outros recursos visuais em seus s. Olha Que Legal PASSEIO Caldas Novas (GO) Indicação de Aline Mendonça e Rodrigo Rodrigues Logística - Goiânia, GO Com águas naturalmente aquecidas, que podem chegar até 60ºC, Caldas Novas é considerada a maior estância hidrotermal do mundo, recebendo cerca de um milhão de turistas por ano. Entre os atrativos estão: o Lago do Corumbá, o Parque Estadual da Serra de Caldas, a Lagoa de Pirapitinga e o Jardim Japonês, que também possui um visual muito bonito. Para um passeio mais cultural, visite a Paróquia de Nossa Senhora das Dores, construção mais antiga da cidade, de À noite, divirta-se nos barzinhos da Praça Central. Caldas Novas tem um visual exuberante e as águas com propriedades terapêuticas são muito relaxantes. A cidade tem cenários para todos os tipos de ocasiões, recomenda Rodrigo. Serviço: O destino indicado fica próximo a duas importantes capitais: Goiânia (168 km) e Brasília (300 km). livro A casa Indicação de Ulisses Fernando A. Mota dos Santos Controladoria - Barueri (SP) Este livro é surpreendente pois mexe muito com a mente e o coração. A história é envolvente, permite ao leitor refletir sobre suas atitudes e consequências, e mostra que o perdão é o sentimento mais nobre em nosso caráter. Serviço: Livro: A casa: existe um lugar onde todos têm direito a uma segunda chance Editora: Novo Século Autor: André Vianco Preço Médio: R$ 14,90 dvd P.S. Eu te Amo Indicação de Josevel de Souza Controladoria - Maceió (AL) O filme conta a história de superação de uma jovem bonita, que acredita que a vida perdeu o sentido, após o falecimento do seu esposo. O ápice da história acontece quando a jovem começa a receber cartas escritas por seu amado, antes de falecer. Serviço Título: P.S. Eu te Amo Direção: Richard Lagravenese Preço Médio: R$ 19,90 livro O poder de servir aos outros: comece por onde você está Indicação de Francisco de Assis Marculino Produção - Cabedelo (PB) Loquei este livro gratuitamente no Armário do Conhecimento, através da parceria do Programa Viver Bem e SESI, que teve o objetivo de ampliar o acesso à leitura e disseminar o conhecimento em nossa unidade. Ele nos ensina como podemos ajudar ao próximo, e prova que todos nós temos algo para compartilhar. Uma das citações mais marcantes deste livro é a de Madre Teresa de Calcutá que diz Não precisamos fazer grandes coisas, apenas pequenas coisas com grande amor. Leia-o e descubra que é possível mudar sua própria vida e a de quem precisa, independente das habilidades ou recursos financeiros. Serviço: Livro: O poder de servir aos outros: comece por onde você está Editora: Larousse do Brasil Autores: Gary Morsch e Dean Nelson Preço Médio: R$ 22,50 Fale conosco Ajude a fazer a Revista Diálogo. Mande suas dicas para 20 Diálogo Diálogo 21

12 Visite Nossa Cozinha Receitas deliciosas para o lanche da tarde Biscoito de Coco Ingredientes 2 ½ xícaras (chá) de margarina em temperatura ambiente 2 xícaras (chá) de açúcar 2 ovos 6 ½ xícaras (chá) de FARINHA DE TRIGO INTEGRAL DONA BENTA 2 xícaras (chá) de coco ralado seco Depois de um dia movimentado, fazer um lanche no final da tarde é um excelente hábito para não exagerar no consumo de calorias na hora do jantar. A Diálogo selecionou três receitas para você preparar seu próprio happy hour e saborear com quem você mais gosta. Aproveite! Pão de Batata e Alecrim Para polvilhar ½ xícara (chá) de coco ralado seco Modo de preparo Na batedeira, bata a margarina com o açúcar até formar um creme. Adicione os ovos e bata mais 3 minutos. Retire da batedeira e, aos poucos, junte a FARINHA INTEGRAL DONA BENTA e misture até ficar homogênea. Acrescente o coco ralado e mexa com as pontas dos dedos. Modele os biscoitos, polvilhe o coco ralado, coloque os biscoitos em assadeira sem untar. Asse em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 15 minutos ou até estarem dourados. Tempo de preparo: 40 minutos Rendimento: 50 unidades Torta de Maçã Modo de preparo Massa: em um recipiente, misture a farinha DONA BENTA RESERVA ESPECIAL com o açúcar e a manteiga, mexendo com os dedos até formar uma farofa. Adicione o ovo e a gema, mexendo até obter uma massa homogênea. Cubra e descanse em geladeira por 20 minutos. Ingredientes 5 xícaras (chá) de FARINHA DE TRIGO DONA BENTA RESERVA ESPECIAL embalada a vácuo 1 embalagem de FERMENTO BIOLÓGICO SECO INSTANTÂNEO DONA BENTA FERMIX (10g) 2 colheres (sopa) de açúcar 1 colher (sopa) de sal 1 xícara (chá) de leite ½ xícara (chá) de água morna 1 ovo 2 colheres (sopa) de azeite de oliva 2 xícaras (chá) de batata cozida e espremida 1 colher (sopa) de alecrim Modo de preparo Em um recipiente, misture a metade da farinha DONA BENTA RESERVA ESPECIAL com o DONA BENTA FERMIX, o açúcar e o sal. Faça um buraco no meio, junte o leite, a água, o azeite, o ovo, a batata e o alecrim. Misture bem e, aos poucos, agregue a farinha restante e sove até obter uma massa lisa e homogênea. Cubra e deixe descansar até dobrar de volume. Divida a massa em duas porções, modele como um rocambole e acomode em assadeira untada e enfarinhada. Cubra e deixe descansar por mais 20 minutos. Asse em forno médio (190ºC), preaquecido, por cerca de 35 minutos ou até dourar. Tempo de preparo: 2 horas e 30 minutos Rendimento: 2 pães Ingredientes Massa 1 xícara (chá) de FARINHA DE TRIGO DONA BENTA RESERVA ESPECIAL ½ xícara (chá) de açúcar 3 colheres (sopa) de manteiga 1 ovo 1 gema Recheio 8 maçãs verdes sem casca e sem sementes 2 xícaras (chá) de açúcar 2 colheres (sopa) de manteiga 2/3 xícara (chá) de uvas-passas ½ xícara (chá) de castanha brasileira picada grosseiramente Recheio: corte as maçãs em cubos médios e reserve. Em uma panela, derreta o açúcar e deixe até obter uma coloração dourada escura. Acrescente a maçã e a manteiga e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, até a fruta estar macia. Escorra em uma peneira e deixe escorrer bem o líquido e esfriar. Junte as uvas-passas e a castanha. Montagem: abra a massa e forre uma forma de fundo falso de 25cm de diâmetro. Espalhe bem o recheio. Asse em forno médio (180ºC), preaquecido, por 35 minutos ou até a massa estar bem corada e assada. Tempo de preparo: 1 hora Rendimento: 10 porções 22 Diálogo Diálogo 23

13 Filhos & Filhas Música faz bem em qualquer ocasião Fonte de alegria, bem-estar e realização pessoal. Estes são apenas alguns dos motivos pelos quais as pessoas buscam a música. A Diálogo conversou com filhos de funcionários que curtem muito cantar ou tocar algum instrumento para saber o que a música lhes proporciona de bom e qual a sua importância no dia a dia. Música também é fonte de energia Todos os dias, depois que chega da escola, Pedro, de 6 anos, recarrega as energias do dia cantando na varanda de seu apartamento. Cristiane Mendes, mãe do garoto e funcionária da Verbo Divino, conta que ele passa horas cantando as canções que aprendeu na escola. Eu gosto de cantar e de tocar teclado de adulto, diz o menino. O teclado a que Pedro se refere foi presente do Tio Carlos e é a diversão preferida do garoto. Além de cantar e tocar na companhia do pai, Pedro curte brincar de carrinhos, jogar futebol e divertir-se com os amiguinhos da escola. Pedro Henrique Mendes São Paulo (SP) 24 Diálogo Canto que leva felicidade Aos 15 anos, Priscila, filha de Humberto Lyra, da ERV Recife, esbanja talento e desenvoltura quando o assunto é música. A garota conta que quando criança adorava brincar de karaokê e que hoje canta e toca violão na banda da igreja que frequenta. Perguntada sobre de onde vem sua musicalidade Priscila diz que é algo que já nasceu com ela e revela: talvez eu tenha puxado a minha avó Edinéia, de 70 anos, ela é uma apaixonada pela música e ótima pianista. Estar bem comigo mesma e passar este sentimento de felicidade para as pessoas é o que mais me encanta na música, conclui. Priscila Lyra Recife (PE) Família de cantores É aos sábados que a família Lima reúne-se para cantar. Abel e Isabelle, de 17 e 13 anos respectivamente, atuam como baixo e soprano no coral da igreja. O pai dos meninos, Jailson Ferreira de Lima, da Unidade Maceió, também participa do grupo cantando como baixo e sua esposa, Vânia, como contralto. A música representa para mim um momento de felicidade, de reunir a família e de louvar a Deus, diz Isabelle. Em casa, a menina conta que gosta de cantar enquanto Abel, seu irmão, toca violão. Os estilos musicais de Isabelle e Abel são bem diferentes. Ela adora gospel e ele, um bom reggae. Abel e Isabelle Faustino de Lima Maceió (AL) Para animar a família e curtir com os amigos A maioria dos meus amigos toca algum instrumento, só eu não. Esta foi uma das razões que fizeram Vinícius, de 11 anos, inscrever-se numa escola de música. O garoto, que é filho de André Vinícius Oliveira, da ERV Salvador, explica que sempre gostou de música e que está adorando as aulas de teclado. Em casa, Vinícius conta com o apoio de seu pai que também curte teclado e é fera no violão. Perguntado sobre o que espera desta nova fase como tecladista, ele diz que é tocar músicas bem animadas nas reuniões de família. André Vinícius Silva Oliveira Filho Barreiras (BA) Levando a carreira a sério Trompetista. Esta é a carreira que Kevin Izidro, de 15 anos, filho de José Balduíno de Brito, da Unidade Cabedelo, quer seguir. O garoto, que estudou percussão através do Programa Viver Bem, da J.Macêdo, em parceria com o SESI, quer continuar investindo na música. Ele já fez aulas de percussão, trompete e planeja estudar bombardine, um instrumento muito parecido com a tuba. Gostei de tocar percussão, mas os meus instrumentos preferidos são os de sopro, explica Kevin. O garoto toca trompete na banda de música do município e da escola onde estuda. A música ocupa um lugar muito especial na minha vida conclui. Kevin Izidro Cabedelo (PB) Fã até debaixo do chuveiro Amigos pela fé. Esta é a música do cantor Luan Santana que Nicolas, de 7 anos, está ensaiando no momento. O garoto, que é filho de Airton de Almeida Rezende, da Unidade Pouso Alegre, é fã do cantor e passa o dia inteiro cantarolando as músicas do ídolo. Quando perguntado sobre qual a sua música preferida, Nicolas é rápido e taxativo: todas. Ele conta que é fera no videokê e gosta de cantar até debaixo do chuveiro. Além de cantar, Nicolas curte futebol, vídeo game e o DVD do Luan Santana, um presente pra lá de especial do Tio Paulo Henrique. Nicolas de Almeida Rezende Pouso Alegre (MG) Diálogo 25

14 Mistura Fina Eventos de gastronomia Capacitando nossos talentos internos Tudo Azul Momentos especiais na vida da nossa gente A marca Dona Benta, em parceria com o Curso de Pós-Graduação em Gastronomia das Faculdades Nordeste, realizou, no dia 20 de outubro, uma aula de culinária especial para alunos apaixonados pela arte de cozinhar. O evento, promovido em Fortaleza, contou com a participação de 30 pessoas, e foi marcado pela elaboração de receitas saborosas com macarrão Dona Benta, degustação de produtos e sorteio de kits. Em São Paulo, as marcas Petybon e Dona Benta aportaram no Prazeres da Mesa Ao Vivo 2010, maior evento enogastronômico da América Latina, que aconteceu no período de 27 a 29 de outubro. Neste evento, nossa participação se deu através da realização de aulas de gastronomia, exposição de produtos, comunicação visual, degustações e distribuição de receituários. Além disto, concorremos com a receita Trilogia Crocante com Cupuaçu e Molho de Jabuticaba para ser capa da revista Prazeres da Mesa. A receita é uma criação do Chef Pâtissier Gerson Camargo, nosso colega de trabalho, e foi elaborada com a Farinha de Trigo Dona Benta Reserva Especial a Vácuo, produto recentemente lançado no mercado. Nova forma de lidar com o orçamento Em outubro, a J.Macêdo implantou o Orçamento Matricial visando a garantir, cada vez mais, a eficiência na gestão de custos da nossa Companhia. Esta nova metodologia é utilizada com sucesso em grandes empresas e traz, entre outros benefícios, a criação de Diretrizes Orçamentárias que estabelecem regras claras sobre quanto gastar, onde lançar cada despesa e como controlá-las, a correção de desvios no orçamento e a criação de ciclos de melhoria contínua com redução significativa de custos e impactos positivos nos resultados da empresa. Acesse nosso Portal Corporativo e conheça as Diretrizes Orçamentárias, que explicam as regras sobre cada tipo de despesa em nossa empresa. De 13 a 16 de outubro, funcionários de Recife participaram do Curso de Excel 2007, realizado através do Programa Multiplicadores do Saber em nossa empresa. O treinamento foi ministrado pelo funcionário Alexsandro Barbosa Chaves e apresentado em quatro módulos. Entre os temas abordados, a revisão dos conceitos básicos de excel e introdução de técnicas avançadas que auxiliarão o desenvolvimento e manuseio de planilhas na rotina dos nossos profissionais. Para Roberta de Oliveira e Silva, assistente de logística do CD Recife, este treinamento agregou mais conhecimento a sua carreira e contribuirá para o sucesso do seu trabalho na J.Macêdo. Viver Bem promove cursos de culinária O Programa Viver Bem, através do Pilar Gastronomia, realizou mais uma ação corporativa com sucesso. Os cursos de culinária aconteceram em nossas Unidades no mês de outubro e, no total, reuniram 121 pessoas entre funcionários, amigos e familiares. Os participantes aprenderam a elaborar deliciosas receitas de massas feitas com produtos da marca Dona Benta. Para Geane de Freitas, da UEC, o curso foi ótimo. As receitas são facílimas, práticas e baratas, além de surpreendentemente saborosas. É muito legal saber como podemos variar facilmente na cozinha, diz. Emoção de ser pai Alguns de nossos funcionários estão com um grande sorriso estampado no rosto após a chegada de seus pimpolhos. Um deles é Linilton Cavalcante, do CD Recife, e sua esposa Pollyana que receberam dia 25 de maio a linda Maria Clara (1), o xodó da família. Dia 3 de junho, foi a vez de Bleyson Moreira, de Cabedelo, e sua esposa Wandréia que receberam a princesinha Lara (2). Em 7 de junho, foi recebida com muito amor Beatriz Stefhany (3), filha de Rogério Marcelino, de Maceió, e sua esposa Fátima. Em 7 de julho foi a vez da Isadora Lais (4) fazer a alegria da mamãe Simone e do papai Juliano Antonio Rink, de Londrina. Muita saúde aos bebês e suas famílias Grandes atletas Nada melhor do que um campeonato para proporcionar bons momentos de diversão. Foi isso que fizeram Jurandir Leite, Nelson da Silva, Wagner de Meira e Juliano Rink, de Londrina (1). A dupla Juliano e Wagner participou, em agosto, do 1º Campeonato de Truco do SESI, em Londrina, e conquistou o 3º lugar. Já a dupla Jurandir e Nelson venceu a competição e disputa em novembro os Jogos Regionais do SESI. Em Joinvile, as equipes de Logística (2) e do Escritório de Vendas Sul (3) se enfrentaram em um amistoso de futebol. O time de Vendas saiu campeão, mas a confraternização e a diversão foi compartilhada por todos, num delicioso churrasco Diálogo Diálogo 27

15 Momentos Inesquecíveis Há momentos na vida que são muito bons e se tornam inesquecíveis. Um desses momentos é o que viveu Daniele Silvestre (1), funcionária da CAP, em Fortaleza. Daniele participou do Festival SESI de Música Edição Estadual 2010, no dia 13 de agosto. Ela concorreu na categoria Músicas Inéditas interpretando a música Eu te amo demais, que é uma composição de seu esposo Soloneudo. Os dois chegaram a final da competição. Seus familiares e amigos estavam lá pra torcer pelo casal e prestigiá-los. Thaís Moreira, do escritório da Verbo Divino, e seu esposo Marcos Paulo, também tem muito a comemorar (2). No dia 15 de agosto o casal batizou o pequeno Pedro numa linda cerimônia realizada na Igreja de São Judas, na presença de amigos e familiares. Para Karla Jeanne e seu esposo, José Freire o dia 19 de agosto foi simplesmente inesquecível (3). O casal trocou alianças na Igreja do Rá-Tim-Bum!!! A pequena Maria Eduarda (1), filha de Roselaine Araújo, da Verbo Divino e seu esposo Ailson, comemorou seu primeiro aninho de vida com uma festinha no dia 14 de agosto, onde o mundo Disney foi o tema. Familiares, amigos do trabalho e da igreja estavam lá para festejar esta importante data. No dia 22 de agosto, foi a vez do José Felipe (2), filho do Romualdo Sérgio, de Cabedelo. O menino comemorou seus 5 anos com um grupo de amiguinhos na área de jogos e brinquedos de um shopping, em João Pessoa. Ê festa boa!! Líbano, em Fortaleza, na presença de muitos familiares e amigos. O mês de setembro foi de muita comemoração para Theo Saul (4), do Escritório Central, em Fortaleza, que no dia 23, conclui o Bacharelado em Ciências da Computação. Estou feliz por ter conquistado mais uma batalha e pronto para tantas outras que ainda estão por vir, afirma Theo, feliz da vida pela importante conquista. Felicidade e prosperidade a todos! Máquina do tempo Veja quem faz aniversário de tempo de empresa em setembro e outubro e o que acontecia no mundo quando eles foram contratados. 30 Anos 1980 Em 18 de setembro, o cubano Arnaldo Tamayo-Mendez tornou- -se o primeiro astronauta latino- -americano através do Intercosmo, programa espacial soviético das décadas de 70 e 80. O Brasil teve seu primeiro astronauta em 2006, quando o tenente coronel da FAB Marcos César Pontes participou de uma missão da NASA. Em setembro de 1980, ingressam na empresa José Bertolino da Silva, em Maceió, e Paulo Braga Albuquerque, em Fortaleza. 25 Anos 1985 Em 1º de setembro de 1985, foram descobertos os destroços do legendário navio Titanic, por uma expedição franco-estadunidense, liderada pelo doutor Robert Ballard. Quando construído, o Titanic foi o maior transatlântico na época, com 269 metros, e naufragou em sua primeira viagem entre EUA e Inglaterra, numa história que deu origem a vários livros e ao filme lançado em 1997, com Leonardo DiCáprio e Kate Winslet. Em setembro de 1985, entram no time da J.Macêdo: Ronaldo Ferreira da Silva, em Cabedelo;, e Paulo César Mariano, em São José dos Campos. 20 Anos Dia 12 de setembro de 1990 foi assinado o Tratado Dois Mais Quatro, onde as quatro nações vencedoras da 2ª Guerra Mundial (EUA, França Reino Unido e União Soviética) aceitam a independência plena e a unificação da Alemanha Ocidental com a Oriental. É neste mês que Celso de Oliveira e Sofia de Jesus Silva, são contratados, em Londrina e Salvador, respectivamente. O mundo dos esportes comemorou, em 23 de outubro de 1990, o aniversário de 50 anos do homem que é considerado o maior jogador de futebol de todos os tempos, Edison Arantes do Nascimento, o Pelé. Naquele mês, chegaram à nossa empresa: Apolônio Souza Soares, em Maceió; Fernando Meira Lima Ferreira, em Fortaleza; e Davi Otávio de Souza, em Cabedelo. 15 Anos 1995 Em 1995, o cantor e compositor Chico Buarque lança o álbum Uma Palavra, que obteve grande sucesso junto ao público amante da música popular brasileira. Naquele mês de setembro, entraram na J.Macêdo: Maria Ângela Viana Marinho e Reginaldo César Sanches, em Fortaleza; e José Benedito da Costa, em São José dos Campos. Divulgando seu 10º CD em francês, D Eux, Celine Dion começa sua turnê na Europa no dia 6 de outubro de Naquele mês, ingressam em nossa empresa Ginaldo Borges Andrade, em Fortaleza; Álvaro José Santos do Vale, em Salvador, e Jesus Moura Leite, em Pouso Alegre. 10 Anos 2000 A Microsoft lança, em 14 de setembro, o Windows Millennium Edition, ou Windows ME. Sucessor do Windows 98, o ME é voltado exclusivamente para usuários domésticos, tornado os computadores mais fáceis de serem utilizados para o público comum. Nessa época, entram na J.Macêdo: Francisco Magno Bastos Neto, em Fortaleza; Claudemir Squarsa e Robson Geremias Rosa, em Londrina. A ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF) recebe, em outubro de 2000, o Prêmio Nobel da Paz por seus trabalhos ao redor do mundo. A MSF é uma organização médico-humanitária internacional independente, que leva ajuda às pessoas em situações de desastres naturais, fome, conflitos e epidemias. Naquele mês, chegaram ao time da J.Macêdo: Edileuza de Jesus Santana e Elisângela Conceição Santana, em Simões Filho; e José Pereira de Brito, em Salvador. 5 Anos 2005 O Brasil conquistou a medalha de ouro no Campeonato Internacional de Judô, no Egito, no dia 10 de outubro. A conquista deu- -se graças à habilidade do judoca João Dercy, que competiu na categoria meio-leve. Fábio Luis Silva Santos, em Simões Filho; Antônio Miguel da Silva e Nádia Maria Miranda Martarello, em São Paulo; e Edson Carlos da Costa Silva, em Cabedelo, ingressaram no time J.Macêdo naquele mês. Uma das maiores empresas de internet do mundo, o Google manda sua primeira equipe ao Brasil em 17 de outubro de No mesmo mês chegam à nossa empresa: Wagner Aparecido Delbage, de Pouso Alegre; Sidinei Ribeiro de Santana, em Fortaleza; e José de Brito, em Cabedelo. 28 Diálogo Diálogo 29

16 Passatempo Revistas Coquetel Pensamento em código J ~ Para letras iguais, números também iguais. Duas palavras estão impressas como dicas. Existem letras que você só descobrirá por lógica ou dedução. As letras que não se repetem no pensamento foram impressas e, por isso, não apresentam os números indicados. Depois de resolvido o passatempo, surgirá uma frase de José Dias de Macêdo, fundador da nossa empresa, sobre a importância da ética nos negócios. O trecho pode ser encontrado em seu livro, Parece que foi amanhã As ideias que levaram ao futuro o empresário, patriarca e cidadão José Macêdo. É T I C A José Dias de Macêdo ~ ~ P V I S Ã O Ç Soluções V E J O A Q U E S T Ã O D A É T I C A C O M O A L G O T Ã O I M P O R T A N T E Q U A N T O A V I S Ã O D E F U T U R O E A D E F I N I Ç Ã O D O M O D E L O D E N E G Ó C I O. José Dias Macêdo 30 Diálogo

17

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida

Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida Análise do contexto da organização A Pirelli é a quinta maior empresa do mundo no mercado de

Leia mais

PROGRAMA COMPLIANCE VC

PROGRAMA COMPLIANCE VC Seguir as leis e regulamentos é ótimo para você e para todos. Caro Colega, É com satisfação que compartilho esta cartilha do Programa Compliance VC. Elaborado com base no nosso Código de Conduta, Valores

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO CÓDIGO DE ÉTICA G UPO 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 2 1. APLICABILIDADE... 3 ESCLARECIMENTOS... 3 O COMITÊ DE ÉTICA... 3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ... 3,4 2. ASSUNTOS INTERNOS... 4 OUVIDORIA... 4 PRECONCEITO...

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Comunicação empresarial eficiente: Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Sumário 01 Introdução 02 02 03 A comunicação dentro das empresas nos dias de hoje Como garantir uma comunicação

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO invepar índice Apresentação Visão, Missão, Valores Objetivos Princípios Básicos Pág. 4 Pág. 6 Pág. 7 Pág. 8 Abrangência / Funcionários Empresas do Grupo Sociedade / Comunidade

Leia mais

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Seção: Estilo&Gestão RH Pág.: www.catho.com.br Assunto: Entrevista Marly Vidal Marly Macedo ajuda a Sabin a ser uma das melhores empresas para trabalhar Tatiana Aude

Leia mais

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. CÓDIGO DE CONDUTA

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. CÓDIGO DE CONDUTA NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. CÓDIGO DE CONDUTA APRESENTAÇÃO Este é o Código de Conduta da Net Serviços de Comunicação S.A. e de suas controladas ( NET ). A NET instituiu este Código de Conduta norteado

Leia mais

O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras. Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011

O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras. Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011 O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011 Resumo Mesa 1 Questão 1 O que dá significado/contribui para a participação do funcionário

Leia mais

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 A proposta de plano de comunicação elaborada pela Coordenação- Geral de Comunicação e Editoração

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta Ética das Empresas Concremat contempla os princípios que devem estar presentes nas relações da empresa com seus colaboradores, clientes,

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 07 1 / 8 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto aos públicos interno e externo do Crea GO de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

Introdução: Código de Conduta Corporativa

Introdução: Código de Conduta Corporativa Transporte Excelsior Ltda Código de Conduta Corporativa Introdução: A Transporte Excelsior através desse Código Corporativo de Conduta busca alinhar e apoiar o cumprimento de nossa Missão, Visão e Valores,

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS DA VOLVO DO BRASIL...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3 3. Foco de Atuação...4

Leia mais

Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo. Um novo enfoque de RI para um novo mercado

Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo. Um novo enfoque de RI para um novo mercado + Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo Um novo enfoque de RI para um novo mercado + Menu Cenário Menu + + Cenário RI hoje: uma operação indiferenciada Comunicação muito limitada com foco quase

Leia mais

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA Introdução É importante ressaltar que um plano de comunicação tem a finalidade de tornar conhecida

Leia mais

1. A comunicação é atividade institucional e deve ser regida pelo princípio da

1. A comunicação é atividade institucional e deve ser regida pelo princípio da 1 SUGESTÕES PARA UMA POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO COMITÊ DE POLÍTICAS DE COMUNICAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO (CPCOM), REUNIÃO DE 30 DE MARÇO DE 2011 Redesenhado a partir da Constituição

Leia mais

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico O Dia D e a culturalização de um posicionamento estratégico 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE Centro Universitário Franciscano uma universidade para suas aspirações Santa Maria é um polo educacional

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo Código de Conduta Índice Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo 3 4 5 6 9 Missão, Visão, Valores e Princípios Missão Visão Princípios Valores

Leia mais

Programa de Comunicação Interna e Externa

Programa de Comunicação Interna e Externa Programa de Comunicação Interna e Externa Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Comunicação Interna e Externa das Faculdades Integradas Ipitanga FACIIP pretende orientar a execução

Leia mais

Palavra do Presidente

Palavra do Presidente 1 Palavra do Presidente O Código de Conduta da Cielo foi revisitado em 2009 e passou a ser chamado de Código de Ética. Todos os colaboradores foram convidados a participar das reuniões para a construção

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII)

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII) PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria-Executiva Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Plano de Integridade Institucional (PII) 2012-2015 Apresentação Como

Leia mais

Formulação da Visão e da Missão

Formulação da Visão e da Missão Formulação da Visão e da Missão Zilta Marinho zilta@globo.com Os grandes navegadores sempre sabem onde fica o norte. Sabem aonde querem ir e o que fazer para chegar a seu destino. Com as grandes empresas

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA 1. MENSAGEM IESC

CÓDIGO DE CONDUTA 1. MENSAGEM IESC CÓDIGO DE CONDUTA 1. MENSAGEM IESC De origem grega, o termo ethos significa costumes e deve ser entendido com um conjunto de princípios básicos que visam disciplinar e regular, a moral e a conduta das

Leia mais

OBJETIVO DO CÓDIGO DE CONDUTA: Trabalho com ÉTICA HONESTIDADE HUMILDADE TRANSPARÊNCIA RESPONSABILIDADE EMPREENDEDORISMO

OBJETIVO DO CÓDIGO DE CONDUTA: Trabalho com ÉTICA HONESTIDADE HUMILDADE TRANSPARÊNCIA RESPONSABILIDADE EMPREENDEDORISMO OBJETIVO DO CÓDIGO DE CONDUTA: O CÓDIGO DE CONDUTA do GRUPO BAHAMAS, composto pelo Supermercado Bahamas e Bahamas Card (BTR), foi elaborado com o objetivo de orientar o trabalho de forma que as nossas

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Apresentação 1.Identificação do órgão:tribunal do Trabalho da Paraíba/ Assessoria de Comunicação Social 2.E-mail para contato:rdaguiar@trt13.jus.br, rosa.jp@terra.com.br

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Instrutora: Aneliese Nascimento

ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Instrutora: Aneliese Nascimento Instrutora: Aneliese Nascimento O QUE É UM PROJETO? 4 Instrumento de comunicação. 4 Instrumento de intervenção em um ambiente ou situação para mudanças. 4 Instrumento para fazer algo inovador. O QUE DEVE

Leia mais

Raul Anselmo Randon Presidente do Conselho de Administração das Empresas Randon

Raul Anselmo Randon Presidente do Conselho de Administração das Empresas Randon Palavra do Presidente É com satisfação que editamos o Guia de Conduta Ética das Empresas Randon, um instrumento de comunicação que traduz os nossos valores e dá as diretrizes para as nossas ações profissionais,

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência

Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência Comitê de Agências Gestão 2008 ÍNDICE OBJETIVO DO DOCUMENTO... 3 DEFINIÇÕES... 4 PONTOS PARA A ELABORAÇÃO DE UMA CONCORRÊNCIA... 5 RFI: Quando

Leia mais

1 LIDERANÇA. Indicador 1: Eficiência da Comunicação Organizacional

1 LIDERANÇA. Indicador 1: Eficiência da Comunicação Organizacional COMPILADO DAS SUGESTÕES DE MELHORIAS PARA O IDGP/2011 por critério e indicador 1 LIDERANÇA O critério Liderança aborda como está estruturado o sistema de liderança da organização, ou seja, o papel da liderança

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº xx/xxxx CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM dd de mês de aaaa Dispõe sobre a criação

Leia mais

Cód. Doc. TAB-RHU-003

Cód. Doc. TAB-RHU-003 1 de 27 ÁREA: SUPERINTENDÊNCIA CARGO: Diretor Superintendente Garantir o correto funcionamento dos sistemas de informação utilizados pela empresa; Aprovar projetos de melhorias nos equipamentos e sistemas

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO -

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - A estrutura a seguir foi desenvolvida com base no escopo da disciplina de Planejamento Estratégico de Comunicação,

Leia mais

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional Carlos Henrique Cangussu Discente do 3º ano do curso de Administração FITL/AEMS Marcelo da Silva Silvestre Discente do 3º ano do

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

EMPREENDEDORISMO 2013

EMPREENDEDORISMO 2013 COLÉGIO CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE Rua Professor Pedreira de Freitas, 401/415 Fone 2942-1499 Tatuapé ORIENTAÇÕES AO PROJETO DE EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO 2013 APRESENTAÇÃO Empreendedorismo é o estudo

Leia mais

GU-0017-15BF-Codigo-Etica2.indd 1

GU-0017-15BF-Codigo-Etica2.indd 1 GU-0017-15BF-Codigo-Etica2.indd 1 07/12/15 17:39 GU-0017-15BF-Codigo-Etica2.indd 2 07/12/15 17:39 APRESENTAÇÃO Carta do Presidente do Conselho de Administração Pessoas e equipes são valorizadas na Concessionária

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

MANUAL DE TRANSIÇÃO DE MARCA

MANUAL DE TRANSIÇÃO DE MARCA MANUAL DE TRANSIÇÃO DE MARCA Mudança da Marca e Posicionamento Esse boletim explicativo tem o objetivo de esclarecer suas dúvidas sobre a nova marca Evolua e de que forma ela será útil para aprimorar os

Leia mais

Carta de Convivência da Fundação Dom Cabral

Carta de Convivência da Fundação Dom Cabral Carta de Convivência da Fundação Dom Cabral Mensagem de Abertura Elaborada na sua primeira versão em 2006, a Carta de Convivência da FDC expressa o compromisso da instituição com a transparência e com

Leia mais

O RH dos sonhos dos CEOs

O RH dos sonhos dos CEOs O RH dos sonhos dos CEOs Expectativas e estratégias da liderança para os Recursos Humanos Presidentes de empresas de todos os portes falaram sobre a importância dos Recursos Humanos para as suas empresas

Leia mais

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. A maioria absoluta das avaliações obtêm excelentes resultados,

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Revisão do Plano Estratégico 2013/2014 PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2014 Página 1 de 16 Sumário 1 Apresentação... 3 2 Objetivos... 4 3 Público-Alvo

Leia mais

DICAS PARA SEU PROCESSO SELETIVO

DICAS PARA SEU PROCESSO SELETIVO DICAS PARA SEU PROCESSO SELETIVO Você tem um real interesse em mudar de emprego? O headhunter entende que quando o candidato toma a decisão de avaliar o mercado, ele está à procura de uma oportunidade

Leia mais

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00 FICHA DE ADESÃO Por esta Ficha de adesão, solicito meu ingresso como associado da ABRIMPE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCENTIVO E MELHORIA EM PROJETOS EMPRESARIAIS, EMPREENDEDORISMO E EDUCACIONAL, comprometendo-me

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO)

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO) EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA CAMPINAS GUARULHOS EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA

Leia mais

Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho

Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho # Tantas # Edição 01 # Ano 01 Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho Editorial Missão e Valores

Leia mais

Criando presença com as páginas do Facebook

Criando presença com as páginas do Facebook Páginas do 1 Criando presença com as páginas do Sua Página Todos os dias, milhões de pessoas em todo o mundo acessam o para se conectar com amigos e compartilhar coisas que gostam. Este guia foi desenvolvido

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL

Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL Data da Pesquisa: Junho 2009 Realização: Pesquisa realizada através do Site www.indicadoresdemanutencao.com.br Divulgação e Colaboração: Divulgação e colaboração

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada 5 1. Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas

Leia mais

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Aprovado por: Diretoria de Informação Institucional 1 OBJETIVO Definir e padronizar os procedimentos referentes

Leia mais

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA 1. Plano de Comunicação interna 1.1 Aspectos estruturantes 1.1.1 Objetivo O objetivo maior do plano de comunicação interna é fortalecer a gestão do Programa Arpa, a coesão entre parceiros e agentes diretamente

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 018 /2011/CSCI Versão: 01 Aprovação em: 17 de novembro de 2011 Ato de Aprovação: 018/2011 Unidades Responsáveis: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Promover maior integração

Promover maior integração Novos horizontes Reestruturação do Modelo de Gestão do SESI leva em conta metas traçadas pelo Mapa Estratégico Promover maior integração entre os departamentos regionais, as unidades de atuação e os produtos

Leia mais

Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil

Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil Data de publicação: 10/07/2007 Última atualização: 10/07/2007 APRESENTAÇÃO Os patrocínios exercem um importante papel na estratégia de comunicação e

Leia mais

Relato da Iniciativa

Relato da Iniciativa 1 Relato da Iniciativa 5.1 Nome da iniciativa ou projeto Novo portal institucional da Prefeitura de Vitória (www.vitoria.es.gov.br) 5.2 Caracterização da situação anterior A Prefeitura de Vitória está

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA APRESENTAÇÃO O Banco da Amazônia S.A., consciente da importância da ética nas relações com a comunidade em que atua, divulga este Código de Ética, que contém os padrões

Leia mais

CidadesDigitais. A construção de um ecossistema de cooperação e inovação

CidadesDigitais. A construção de um ecossistema de cooperação e inovação CidadesDigitais A construção de um ecossistema de cooperação e inovação CidadesDigitais PRINCÍPIOs 1. A inclusão digital deve proporcionar o exercício da cidadania, abrindo possibilidades de promoção cultural,

Leia mais

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DO SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) - PCS A Política de Comunicação do Serviço

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais

as cores locais formando um mosaico de sucesso

as cores locais formando um mosaico de sucesso 3º PRÊMIO DE COMUNICAÇÃO DO SISTEMA UNIMED Regulamento O presente regulamento tem a finalidade de estabelecer as normas aplicáveis ao Prêmio de Comunicação do Sistema Unimed, relativas aos participantes,

Leia mais

O PAPEL DO GESTOR COMO MULTIPLICADOR

O PAPEL DO GESTOR COMO MULTIPLICADOR Programa de Capacitação PAPEL D GESTR CM MULTIPLICADR Brasília 12 de maio de 2011 Graciela Hopstein ghopstein@yahoo.com.br Qual o conceito de multiplicador? Quais são as idéias associadas a esse conceito?

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

Planejamento Estratégico 2007 2008. Quatro Projetos da Equipe 1

Planejamento Estratégico 2007 2008. Quatro Projetos da Equipe 1 Planejamento Estratégico 2007 2008 Objetivo Estratégico: Estimular criação / desenvolvimento e fortalecimento de programas estaduais e setoriais. Quatro Projetos da Equipe 1 revisão em 26/09/2007 Missão:

Leia mais

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1 Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial e à sua agenda de trabalho expressa nos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial 1. Considerando que a promoção da igualdade

Leia mais

Comunicação Empresarial

Comunicação Empresarial Comunicação Empresarial MBA em Gestão Empresarial MBA em Logística MBA em Recursos Humanos MBA em Gestão de Marketing Prof. Msc Alice Selles 24/11 Aula inicial apresentação e visão geral do módulo. Proposição

Leia mais

NOSSA VIDA É FACILITAR A SUA.

NOSSA VIDA É FACILITAR A SUA. NOSSA VIDA É FACILITAR A SUA. SUMÁRIO Carta do Diretor / Conselho de Administração... 03 Diretrizes... 04 Introdução... 05 Missão e Visão... 06 Valores... 07 Princípios e Condutas... 08 Comitê de Conduta

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO

APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO Quem é Marcos Sousa Graduado em Engenharia Eletrônica e MBA em Administração de Marketing

Leia mais

Implementação de um programa de Auditoria de Conduta & Ética - Caso MRS Logística S.A. Eduardo da Costa Azevedo MRS Logística S.A

Implementação de um programa de Auditoria de Conduta & Ética - Caso MRS Logística S.A. Eduardo da Costa Azevedo MRS Logística S.A Implementação de um programa de Auditoria de Conduta & Ética - Caso MRS Logística S.A. Eduardo da Costa Azevedo MRS Logística S.A MRS Logística S.A A MRS Logística é uma concessionária que controla, opera

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br

Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br www.grupovalure.com.br Estes são alguns dos grandes desafios da atualidade no mundo profissional e o nosso objetivo é contribuir

Leia mais

PESSOAL PONTO MIDIAKIT

PESSOAL PONTO MIDIAKIT MIDIAKIT PONTO PESSOAL A PONTO PESSOAL É A PRIMEIRA AGÊNCIA DE MARKETING PESSOAL DO BRASIL QUE TRABALHA ESTRATÉGIAS DA MARCA PESSOAL PARA DIFERENCIAR PESSOAS NO MEIO PROFISSIONAL. 1 MARKETING PESSOAL É

Leia mais

CARGOS E FUNÇÕES APEAM

CARGOS E FUNÇÕES APEAM CARGOS E FUNÇÕES APEAM 1. PRESIDÊNCIA A Presidência possui por finalidades a representação oficial e legal da associação, coordenação e integração da Diretoria Executiva, e o acompanhamento, avaliação,

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 O SESI/SENAI - PR, torna pública a RETIFICAÇÃO referente ao Edital de CREDENCIAMENTO N.º 502/2009, conforme segue: Fica Incluído no ANEXO III - ÁREAS

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia Filomena Garcia Sócia-Diretora do Grupo Cherto: Comercial, Expansão de Franquias e Rede de Negócios

Leia mais

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Gestão 2013-2017 Plano de Trabalho Colaboração, Renovação e Integração Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Goiânia, maio de 2013 Introdução Este documento tem por finalidade apresentar o Plano de Trabalho

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 08 1 / 6 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto a imprensa sediada na capital e no interior de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais