Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com"

Transcrição

1 Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto

2 Nível de Aplicação Responsável por interafir com os níveis inferiores de uma arquitetura de protocolos de forma a disponibilizar aos usuários humanos uma visão mais simples da rede de computadores Esta camada faz a comunicação entre os aplicativos e os protocolos de transporte. Os protocolos de aplicação não necessariamente operam de forma independente entre si. Muitas vezes, um protocolo de aplicação precisa de outro para operar adequadamente Ex. o protocolo HTTP precisa do protocolo DNS para poder determinar o endereço IP do servidor web que precisa ser acessado HTTP cooperação DNS Alguns protocolos tem foco específico nos usuários (jogos), enquanto outros protocolos são utilizados como mecanismos para administração de processos automatizados, como é o caso do DNS. O DNS fornece um serviço de mapeamento entre nomes de máquinas para números IP, e vice-versa. 2/19

3 DNS (Domain Name System) Forma um sistema sofisticado que define um protocolo de aplicação responsável por administrar nomes de máquinas e endereços IP na Internet. Conceitos Básicos Composto por um elemento abstrato e um elemento concreto. O elemento abstrato são as regras para definição de nomes de máquinas, enquanto o elemento concreto é o sistema distribuído para resolução de nomes que considera as regras. Os nomes de máquinas são definidos a partir de uma hierarquia de domínio Nomes de mais alto nível segmentam o universo de nomes possíveis na Internet neste caso, o domínio br Abaixo, os subdomínios, que por sua vez podem conter outros subdomínios. Não existe obrigatoriamente um limite ao número de níveis utilizados No domínio existem dois subdomínios: br e unip 3/19

4 DNS (Domain Name System) As folhas de sistema de nomes do DNS representam nomes de máquinas dentro de um domínio www é o nome da máquina dentro do domínio unip. e indicam duas máquinas com o mesmo nome. Diferenciadas pelo domínio. Domínios genéricos Domínios de países edu com gov org br jp google unip com www www google www 4/19

5 DNS (Domain Name System) Domínios genéricos e Domínios de países A existência de dois grupos de domínios decorre de uma questão histórica. Antes havia apenas uma rede interna nos EUA. Logo, não havia motivo para identificar o país Nomes de máquinas ligados a Domínios genéricos nem sempre estão localizados nos EUA Não existe uma formalização sobre o uso de nomes aos longa da hierarquia DNS Ex. Instituições de ensino (edu?). Na Inglaterra, se utiliza ac (academic) e no Brasil diretamente à br (www.unip.br e 5/19

6 DNS (Domain Name System) Servidores DNS O elemento concreto do DNS é formado pelo conjunto de servidores DNS encontrados na Internet e distribuídos nos diversos países Responsável por receber requisições de máquinas dos usuários e responder com uma resolução associada. O mais frequente é nome da máquina na Internet e como resposta um endereço IP Com isso os usuários não precisam decorar o endereço IP dos servidores do Google para acessar o serviço O servidor DNS possui internamente um conjunto de registros que ligam nomes de máquinas a números IP. Quando o servidor recebe uma solicitação de resolução, os registros são pesquisados de forma a se encontrar o par <nome, endereço IP> correto 6/19

7 DNS (Domain Name System) Resolução de Nomes Quando um servidor recebe uma consulta de uma máquina na Internet e o nome consultado não é encontrado nos registros internos, o servidor DNS analisa o conteúdo da solicitação para determinar qual o melhor servidor DNS conhecido que possa resolver o nome solicitado O servidor originalmente consultado pode encaminhar a consultad para o servidor DNS pai. Pode chegar até o topo da hierarquia. Quando um servidor capaz de resolver uma consulta é finalmente encontrado, ele retorna a consulta ao servidor original, que então responde à máquina solicitante. Resolução Recursiva - a máquina solicitante não participa do processo de resolução Resolução Interativa o servidor DNS recebe a negativa com a indicação de outro servidor DNS. 7/19

8 DNS (Domain Name System) Cache DNS Uma vez que uma consulta DNS é executada, as informações de respostas podem ser temporariamente armazenadas desempenho. Uma rede local possui duas máquinas de usuário que realizam a consulta a um servidor DNS local. Inicialmente, a primeira máquina consulta por Supondo que o servidor DNS não seja responsável pelo domínio google.com.br, o servidor, numa consulta recursiva, irá contatar o restante do sistema DNS. Em seguida, a segunda máquina também consulta por Sem um sistema de caching, o servidor local irá novamente consultar o sistema DNS. Com a introdução de uma cache será possível responder à segunda consulta verificando apenas os registros internos do servidor DNS 8/19

9 SMTP e POP Dois protocolos mais utilizados para a transferência de mensagens eletrônicas ( s) na Internet. SMTP protocolo usado para transferir s de um cliente para um servidor de e também para transferir s ente servidores. POP utilizado para retirar s de servidores da Internet e transferí-los para as máquinas locais dos usuários. 9/19

10 SMTP simple mail transfer protocol Um cliente SMTP acessa um servidor SMTP quando um precisa ser transferido desse cliente para o servidor SMTP Provê um serviço de entrega de confiável, pois o protocolo é baseado no TCP. A mensagem permanece na máquina de origem até que a máquina receptora confirme que ela foi entregue com sucesso. Por exemplo, se a transferência de mail entre máquinas não for bem sucedida, pelo fato da conexão ter sido interrompida ou nem ter sido iniciada, a mensagem permanece na fila de mail da máquina local. A fila de s não enviados é verificada periodicamente pelo sistema de e, se algum ainda não foi enviado, é feita uma nova tentativa. Se uma mensagem não for enviada por um período de tempo específico (por exemplo, cinco dias), ela é retornada ao usuário que enviou como uma nota explicativa. 10/19

11 SMTP A transferência de s entre as máquinas via SMTP é realizada com um conjunto de comandos definidos pelo protocolo. Para tanto, é necessário se estabelecer uma conexão TCP entre a máquina de origem e a máquina de destino. Uma vez estabelecida a conexão, as máquinas entram em conversação que envolve uma sucessão de comandos e respostas entre eles. Para cada comando enviado, uma única resposta é enviada pelo receptor. 11/19

12 SMTP Comandos SMTP Nome Exemplo de uso Descrição HELO HELO mailserver.bt.com<crlf> Identifica o SMTP que envia ao SMTP receptor MAIL MAIL Inicia a troca de mail pela identificação de origem RCPT RCPT Identifica o mail recipiente DATA DATA<CRLF> Significa que o que segue é uma mensagem de SEND SEND Envia ao terminal VRFY VRFY <user><crlf> Verifica se o usuário existe NOOP NOOP<CRLF> Sem operação; gera OK do receptor QUIT QUIT<CRLF> Finaliza a sessão atual do SMTP <CRLF> significa Carriage Return, Line Feed Código de Resposta ao SMTP Código Descrição 220 O serviço SMTP está pronto. 221 O serviço SMTP está fechando a conexão. 250 O pedido de ação é concluído. 354 O host de envio deve enviar a mensagem. 450 A ação solicitada não foi concluída devido à caixa de correio a ser ocupado. 451 A ação solicitada foi abortada devido a um tratamento de erro. 452 A ação solicitada não foi concluída devido à insuficiência de sistema de armazenamento questões. 500 A ação solicitada não foi concluída devido a um erro de sintaxe ou de um comando que não é reconhecido. 550 A ação solicitada não foi concluída porque a caixa de correio não está disponível ou não foi localizado. 552 A ação solicitada foi abortada porque armazenamento foi excedido. 554 A operação falhou. 12/19

13 SMTP Exemplo de conversação entre um emissor e uma maquina receptora. Legenda: S SMTP Sender mailserver.com.br R SMTP Receiver kusumoto.com.br S (mailserver.com establishes a connection to kusumoto.com.br) 1 R 220 kusumoto.com.br ESMTP Sendmail 8.9.3/8.9.1; Tue, 16 sep :00:34 S HELO mailserver.com.br 2 R 250 kusumoto.com.br Hello mailserver.com.br, please to meet you S MAIL 3 R 250 Sender OK S RCPT TO: andre_unip 4 R 250 andre_unip... Recipient OK 5 S DATA R 354 Start mail input; end with <CRLF>.<CRLF> Olá Prof. André, 6 S Estou escrevendo apenas para demonstrar alguns dos comandos SMTP. Até mais, R 250 OK 7 S QUIT R 221 kusumoto.com.br service closing transmission channel 13/19

14 SMTP Exemplo de conversação entre um emissor e uma maquina receptora. 1.Uma conexão para a maquina receptora é feita pela máquina de origem. 2.A máquina emissora identifica-se para a máquina receptora. 3.A máquina emissora indica à máquina receptora que ela tem mail do usuário user 4.A máquina emissora identifica para a máquina receptora que seu mail é para andre_unip; a máquina receptora confirma que andre_unip é um recipiente válido no sistema. 5.A máquina emissora faz um comando DATA, o que implica que todo o texto subseqüente deve ser tratado como uma mensagem de mail. A máquina receptora responde de acordo e instrui a finalizar a mensagem de mail colocando um ponto no fim. 6.A máquina emissora entra com a mensagem de mail. 7.A máquina emissora faz um comando QUIT, que faz com que a máquina receptora entregue a mensagem e termine a conexão. Mensagens de que são trocadas via SMTP têm o mesmo formato, que é definido no RFC 822. Esse formato consiste de um bloco de cabeçalho, seguido de uma linha em branco, seguida do corpo da mensagem. 14/19

15 SMTP Mensagens de que são trocadas via SMTP têm o mesmo formato, que é definido no RFC 822. Esse formato consiste de um bloco de cabeçalho, seguido de uma linha em branco, seguida do corpo da mensagem. O bloco cabeçalho contém linhas individuais como nome do campo seguido por dois pontos, seguido de informação específica relacionada ao campo (chamada de corpo do campo). From: Tue Sep 16 20:00: Return-Path: Received from: mailserver.com.br; Tue Sep :59:58 Date: Tue, 16 Sep :01:08 From: (username) Message-id: To: Subject: Teste de SMTP Olá Prof. André, Estou escrevendo apenas para demonstrar alguns dos comandos SMTP. Até mais, 15/19

16 POP post office protocol No início da Internet, as mensagens eram armazenadas nos mailboxes dos usuários, localizados em uma máquina centralizada. Essas máquinas rodavam o sistema operacional UNIX, e acessar o serviço significava conectar a um servidor de , através de um terminal conectado ou remotamente via Telnet e usar um utilitário de mail. Esta tarefa não era muito fácil. Como o número de computadores pessoais cresceu vários usuários passaram a acessar servidores de usando o Telnet a partir de suas máquinas. O que os usuários queriam era transferir os conteúdos dos seus mailboxes dos servidores de para os seus PCs, de forma a usar as características de seu sistema operacional local com o . Deve-se notar que não havia como impedir que os usuários criassem suas mensagens localmente, usando editores como o Word. O problema era enviar essa mensagem para o servidor de remeter ao receptor e este transferir para os mailboxes dos usuários em seus PCs. O Protocolo de Correio (POP) foi projetado para fazer essas transferências nas duas direções de maneira simples e conveniente. 16/19

17 POP O POP é semelhante ao SMTP e usa comandos parecidos como os do SMTP. Existem duas versões disponíveis do POP: o POP2 que está definido no RFC 937 e usa a porta de número 109; o POP3 que está definido no RFC 1939 e usa a porta de número 110. Como no caso do SMTP, cada comando POP dado pelo cliente gera uma resposta do servidor. Dessa forma, o cliente e o servidor POP trocam comandos e respostas, respectivamente, até que a conexão seja fechada ou abortada. 17/19

18 POP Comandos POP Nome Exemplo de uso Descrição USER USER username<crlf> Indica o nome da conta do usuário no servidor de mail PASS PASS password<crlf> Indica o password do usuário no servidor de mail STAT STAT<CRLF> Reporta o número de mensagens não lidas LIST LIST [m]<crlf> Lista o tamanho de todas as mensagens ou apenas da mensagem m DELE DELE m<crlf> Deleta a mensagem m NOOP NOOP<CRLF> Sem operação; gera OK do receptor QUIT QUIT<CRLF> - Quando no estado de autorização, a sessão é encerrada; - Quando no estado de transação, atualiza o estado. Todas as mensagens marcadas para excluir são excluídas. O mailbox e a conexãoe são fechados. <CRLF> significa Carriage Return, Line Feed 18/19

19 Outros Protocolos FTP file transfer protocol. Protocolo de transferência de arquivos entre máquinas localizadas em redes diferentes. Utiliza o protocolo de transporte TCP. HTTP hypertext transfer protocol. Protocolo mais popular da Internet. Segue o modelo cliente-servidor. Onde o cliente (navegador) estabelece uma conexão com um servidor HTTP utilizando a porta 80 desse servidor. 19/19

Redes de Computadores LFG TI

Redes de Computadores LFG TI Redes de Computadores LFG TI Prof. Bruno Guilhen Camada de Aplicação Fundamentos Fundamentos Trata os detalhes específicos de cada tipo de aplicação. Mensagens trocadas por cada tipo de aplicação definem

Leia mais

Transferência de arquivos (FTP)

Transferência de arquivos (FTP) Transferência de arquivos (FTP) Protocolo de transferência de arquivos (File Transfer Protocol) Descrito na RFC 959 Usa o TCP, a porta 21 (conexão de controle) e a porta 20 (conexão de dados) Em uma mesma

Leia mais

SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP)

SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP) UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR 23/04/2001 TELEPROCESSAMENTO E REDES PROF.: MARCO ANTÔNIO CÂMARA SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP) CARLOS EDUARDO TEIXEIRA CARVALHO APRESENTAÇÃO O objetivo principal

Leia mais

Teleprocessamento e Redes

Teleprocessamento e Redes Teleprocessamento e Redes Aula 21: 06 de julho de 2010 1 2 3 (RFC 959) Sumário Aplicação de transferência de arquivos de/para um host remoto O usuário deve prover login/senha O usa duas conexões TCP em

Leia mais

A Camada de Aplicação

A Camada de Aplicação A Camada de Aplicação Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II Afinal, o que faz a camada de aplicação?... 2 Paradigma Cliente/Servidor [4]... 2 Endereçamento... 2 Tipo de Serviço... 2

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System Redes - Internet 9º C 2008 09 24 Sumário } Estrutura baseada em camadas } Endereços IP } DNS -Domain Name System } Serviços, os Servidores e os Clientes } Informação Distribuída } Principais Serviços da

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte Universidade Federal do Rio Grande do Norte Redes de Computadores - Camada de Aplicação Curso de Engenharia de Software Prof. Marcos Cesar Madruga/Thiago P. da Silva Material basedado em [Kurose&Ross 2009]

Leia mais

SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP. Professor Leonardo Larback

SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP. Professor Leonardo Larback SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP Professor Leonardo Larback Protocolo SMTP O SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) é utilizado no sistema de correio eletrônico da Internet. Utiliza o protocolo TCP na camada

Leia mais

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP)

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP) Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Rd Redes de Computadores td Correio eletrônico (, POP e IMAP) Aula 26 Correio eletrônico é uma das aplicações mais populares da Internet Originalmente

Leia mais

Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3

Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3 Universidade Católica de Salvador Departamento de Engenharia e Informática Disciplina: Teleprocessamento e Redes Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3 João Gilberto Magalhães

Leia mais

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP)

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP) Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Rd Redes de Computadores td Correio eletrônico (, POP e IMAP) Aula 26 Correio eletrônico é uma das aplicações mais populares da Internet Originalmente

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

FTP: protocolo de transferência de arquivos

FTP: protocolo de transferência de arquivos FTP: protocolo de transferência de arquivos no hospedeiro interface cliente de FTP FTP sistema de arquivo local transf. de arquivos servidor FTP sistema de arquivo remoto transfere arquivo de/para hospedeiro

Leia mais

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador)

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) Protocolos de Aplicação (Telnet, FTP, SMTP, POP, HTTP) TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) TCP UDP ICMP IP ARP Acesso à rede Secção de Redes de Comunicação de Dados Redes de Computadores Correio Electrónico

Leia mais

Correio Eletrônico e os protocolos SMTP, POP3 e IMAP

Correio Eletrônico e os protocolos SMTP, POP3 e IMAP Correio Eletrônico e os protocolos, POP3 e IMAP Thiago Cunha Pinto Correio eletrônico Três componentes principais: s do servidores de Simple Mail Transfer Protocol: Agente do também chamado leitor de redigir,

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP SMTP "Protocolo de transferência de correio simples (ou em inglês Simple Mail Transfer Protocol ) é o protocolo padrão para envio de e- mails através da

Leia mais

Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose)

Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose) Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose) 1. Qual a diferença entre um Programa de computador e um Processo dentro do computador? R. Processo é um programa que está sendo executado em uma máquina/host,

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP Redes de Computadores Protocolos de comunicação: TCP, UDP Introdução ao TCP/IP Transmission Control Protocol/ Internet Protocol (TCP/IP) é um conjunto de protocolos de comunicação utilizados para a troca

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES CAMADA DE APLICAÇÃO Teresa Vazão 2 INTRODUÇÃO Internet para todos.. 1979 Tim Burners Lee (invesngador do CERN): Inventor do conceito de navegação por hyper- texto 25

Leia mais

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ)

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Aula 8: 2 de maio de 2016 Aplicações de email Eletronic mail é uma forma de comunicação assíncrona (pessoas não precisam coordenar/sincronizar o tempo de envio e recebimento

Leia mais

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO PROTOCOLOS DA INTERNET FAMÍLIA TCP/IP INTRODUÇÃO É muito comum confundir o TCP/IP como um único protocolo, uma vez que, TCP e IP são dois protocolos distintos, ao mesmo tempo que, também os mais importantes

Leia mais

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Servidor de E-mails e Protocolo SMTP Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Definições Servidor de Mensagens Um servidor de

Leia mais

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL 1 HTTP Uma página WWW é composta de objetos e endereçado por uma

Leia mais

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015)

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Correio eletrónico. Protocolos SMTP, POP3 e IMAP. Formato MIME 1 Correio eletrónico O objectivo do correio eletrónico é o envio de mensagens off-line (não interactivo)

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 09/2013 Cap.3 Protocolo TCP e a Camada de Transporte 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica. Os professores

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com SERVIÇOS DE REDES DE COMPUTADORES Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com Modelo TCP/IP É o protocolo mais usado da atualidade

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

DNS Domain Name System

DNS Domain Name System Departamento de Engenharia de Teleunicações - UFF Protocolos de Nível de Disciplina: Nível de de, Correio Eletrônico,, Profa. Profa. Débora Débora Muchaluat Saade Saade deborams@tele.uff. Enlace Física

Leia mais

Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web

Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web Apresentação dos protocolos da camada de aplicação do modelo OSI. DNS É mais fácil de lembrar de um nome de host do

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Redes de Computadores. Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br ricardo.souza@ifpa.edu.br

Redes de Computadores. Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br ricardo.souza@ifpa.edu.br Redes de Computadores Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br www.ricardojcsouza.com.br CAMADA DE APLICAÇÃO Desempenha funções específicas de utilização dos sistemas Identificação de parceiros

Leia mais

O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome

O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome DNS Sistema de Nomes de Domínio O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome Camada de Aplicação DNS Telnet e SSH SNMP SMTP, POP e IMAP WWW FTP O espaço de nomes DNS Parte

Leia mais

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada um desses tipos.

Leia mais

Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho

Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho Obs: Não há necessidade de entregar a lista Questões do livro base (Kurose) Questões Problemas

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais

Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva

Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva Simple Mail Transfer Protocol (SMTP) Trabalho referente a disciplinade Redes e sistemas distribuídos do 3º ano do Curso de Sistemas de Informação da Fundação de

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte O TCP/IP, na verdade, é formado por um grande conjunto de diferentes protocolos e serviços de rede. O nome TCP/IP deriva dos dois protocolos mais

Leia mais

Principais protocolos da Internet. Alexandre Gonçalves Xavier

Principais protocolos da Internet. Alexandre Gonçalves Xavier Principais protocolos da Internet Servidor x Serviço O que é um serviço em uma rede? Servidores Cliente x Servidor Rede Serviços Visualização de Páginas É um serviço baseado em hipertextos que permite

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Redes de Computadores I Nível de Aplicação ( & ) Prof. Helcio Wagner da Silva. p.1/27

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede

Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede CAMADA DE APLICAÇÃO Professora: Juliana Cristina de Andrade E-mail: professora.julianacrstina@gmail.com Site: www.julianacristina.com

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES. Prof. Evandro Cantú

REDES DE COMPUTADORES. Prof. Evandro Cantú REDES DE COMPUTADORES Prof. Evandro Cantú Prof. Evandro Cantú, evandro.cantu@ifpr.edu.br Slides adaptados de J. Kurose & K. Ross 2 Curso de Capacitação Intelbras Redes Computadores Maio 2007 Camada de

Leia mais

4. Qual seria o impacto da escolha de uma chave que possua letras repetidas em uma cifra de transposição?

4. Qual seria o impacto da escolha de uma chave que possua letras repetidas em uma cifra de transposição? Prova de 2011-02 1. Descreva duas maneiras de estabelecer uma conexão entre processos na camada de transporte sem o conhecimento da porta (TSAP) ao qual o servidor remoto esteja associado. 2. Estabelecer

Leia mais

Redes de Computadores Camada de Aplicação. Prof. MSc. Hugo Souza

Redes de Computadores Camada de Aplicação. Prof. MSc. Hugo Souza Redes de Computadores Camada de Aplicação Prof. MSc. Hugo Souza É a camada que dispõe a programação para as aplicações de rede através dos protocolos de aplicação; Provém a implantação da arquitetura de

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Aplicação POP3 IMAP DNS Slide 1 SMTP Rede de Computadores Protocolos de Acesso protocolo utilizado para a comunicação entre os servidores (push protocol); POP3 (Post Office

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO

Prof. Luís Rodolfo. Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Redes de computadores e telecomunicação Objetivos da Unidade II Estudar, em detalhes, as camadas: Aplicação Apresentação Sessão Redes

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que tem

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Introdução à Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula)

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2013.09 v2 2013.09.10 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

SMTP Simple Mail Transfer Protocol

SMTP Simple Mail Transfer Protocol LESI PL Comunicação de Dados 1 SMTP Simple Mail Transfer Protocol 6128 João Paulo Pereira Dourado 6408 Ricardo Manuel Lima da Silva Mouta 7819 António Daniel Gonçalves Pereira 2 Estrutura da apresentação

Leia mais

3. Explique o motivo pelo qual os protocolos UDP e TCP acrescentam a informação das portas (TSAP) de origem e de destino em seu cabeçalho.

3. Explique o motivo pelo qual os protocolos UDP e TCP acrescentam a informação das portas (TSAP) de origem e de destino em seu cabeçalho. Entregue três questões de cada prova. Prova de 2011-02 1. Descreva duas maneiras de estabelecer uma conexão entre processos na camada de transporte sem o conhecimento da porta (TSAP) ao qual o servidor

Leia mais

Camada de Aplicação. Prof. Tiago Semprebom. tisemp@sj.cefetsc.edu.br www.sj.cefetsc.edu.br/~tisemp. 2: Camada de aplicação 1

Camada de Aplicação. Prof. Tiago Semprebom. tisemp@sj.cefetsc.edu.br www.sj.cefetsc.edu.br/~tisemp. 2: Camada de aplicação 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Camada de Aplicação Prof. Tiago Semprebom tisemp@sj.cefetsc.edu.br

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP Programação TCP/IP Protocolos TCP e UDP Tecnologia em Redes de Computadores Unicesp Campus I Prof. Roberto Leal Visão Geral da Camada de Transporte 2 1 Protocolo TCP Transmission Control Protocol Protocolo

Leia mais

Permite o acesso remoto a um computador;

Permite o acesso remoto a um computador; Telnet Permite o acesso remoto a um computador; Modelo: Cliente/Servidor; O cliente faz um login em um servidor que esteja conectado à rede (ou à Internet); O usuário manipula o servidor como se ele estivesse

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Redes de Computadores Redes de Computadores 2 1 Máquinas e processos podem ser identificados por endereços (hierárquicos ou não) conforme visto, como IP, IP+NroPorta, No uso por usuários

Leia mais

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Mercados em potencial de serviços Serviços da Web ftp,http,email,news,icq! Mercados em potencial de serviços FTP IRC Telnet E-mail WWW Videoconferência

Leia mais

Redes TCP/IP. Prof. M.Sc. Alexandre Fraga de Araújo. alexandref@ifes.edu.br. INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Campus Cachoeiro de Itapemirim

Redes TCP/IP. Prof. M.Sc. Alexandre Fraga de Araújo. alexandref@ifes.edu.br. INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Campus Cachoeiro de Itapemirim Redes TCP/IP alexandref@ifes.edu.br Camada de Aplicação 2 Camada de Aplicação Algumas aplicações de rede E-mail Web Mensagem instantânea Login remoto P2P file sharing Jogos de rede multiusuário Telefonia

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Módulo 11 A Web e seus aplicativos

Módulo 11 A Web e seus aplicativos Módulo 11 A Web e seus aplicativos Até a década de 90, a internet era utilizada por acadêmicos, pesquisadores e estudantes universitários para a transferência de arquivos e o envio de correios eletrônicos.

Leia mais

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira Wireshark Captura de Protocolos da camada de aplicação Maicon de Vargas Pereira Camada de Aplicação Introdução HTTP (Hypertext Transfer Protocol) 2 Introdução Camada de Aplicação Suporta os protocolos

Leia mais

Disciplina de Redes de Computadores Aula Prática IV Professor Dr Windson Viana de Carvalho Protocolos de E-mail Números de Matrícula :

Disciplina de Redes de Computadores Aula Prática IV Professor Dr Windson Viana de Carvalho Protocolos de E-mail Números de Matrícula : Disciplina de Redes de Computadores Aula Prática IV Professor Dr Windson Viana de Carvalho Protocolos de E-mail Números de Matrícula : Apresentação: A troca de mensagens via e-mail utiliza protocolos distintos

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

Arquitectura Intranet

Arquitectura Intranet Gestão de Sistemas e Redes Sistemas de ficheiros distribuídos (NFS e SMB) Network Information Service (NIS) Serviço de e-mail (SMTP, POP3 ) Paulo Coelho 2005 Versão 1.0 1 Arquitectura Intranet 2 Serviços

Leia mais

PROTÓTIPO DE UM HARDWARE PARA CONTROLE DE FREQUÊNCIA ACADÊMICA

PROTÓTIPO DE UM HARDWARE PARA CONTROLE DE FREQUÊNCIA ACADÊMICA PROTÓTIPO DE UM HARDWARE PARA CONTROLE DE FREQUÊNCIA ACADÊMICA FURB Fundação Universidade Regional de Blumenau PROTÓTIPO DE UM HARDWARE PARA CONTROLE DE FREQUÊNCIA ACADÊMICA Aluno: Fernando Luiz Melati

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos

Redes de Computadores I Conceitos Básicos Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2011.02 v1 2011.09.05 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

FPROT HTTP(s), FTP, DHCP, SQUID e SAMBA. Aula 1 SENAC TI Fernando Costa

FPROT HTTP(s), FTP, DHCP, SQUID e SAMBA. Aula 1 SENAC TI Fernando Costa FPROT HTTP(s), FTP, DHCP, SQUID e SAMBA Aula 1 SENAC TI Fernando Costa Camada de Aplicação Objetivos: aspectos conceituais dos protocolos de aplicação em redes modelos de serviço da camada de transporte

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

Camadas da Arquitetura TCP/IP

Camadas da Arquitetura TCP/IP Camadas da Arquitetura TCP/IP A arquitetura TCP/IP divide o processo de comunicação em quatro camadas. Em cada camada atuam determinados protocolos que interagem com os protocolos das outas camadas desta

Leia mais

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

Redes de Computadores 1

Redes de Computadores 1 Universidade Federal do Piauí UESPI Centro de Tecnologia e Urbanismo CTU Ciências da Computação Redes de Computadores 1 Prof. José BRINGEL Filho bringeluespi@gmail.com h?p://bringel.webnode.com/ Capitulo

Leia mais

Capítulo 2 Camada de aplicação

Capítulo 2 Camada de aplicação Capítulo 2 Camada de aplicação Nota sobre o uso destes slides ppt: Estamos disponibilizando estes slides gratuitamente a todos (professores, alunos, leitores). Eles estão em formato do PowerPoint para

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II Prof. Celio Trois portal.redes.ufsm.br/~trois/redes2 Fonte: Ordinas, J. M. et al, Redes de Computadores, 2004 FTP File Transference Protocol Uma das primeiras aplicações da internet

Leia mais

CAMADA DE TRANSPORTE

CAMADA DE TRANSPORTE Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede CAMADA DE TRANSPORTE Professora: Juliana Cristina de Andrade E-mail: professora.julianacrstina@gmail.com Site: www.julianacristina.com

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Macêdo Firmino Camada de Aplicação Macêdo Firmino (IFRN) Redes de Computadores Abril de 2011 1 / 79 Aplicações de rede são a razão de ser de uma rede de computadores. Entre

Leia mais

Simple Mail Transfer Protocol, uma implementação simplificada

Simple Mail Transfer Protocol, uma implementação simplificada Simple Mail Transfer Protocol, uma implementação simplificada Vinícius V. da Conceição 1, Leandro de B. Francisco 1, Brivaldo A. S. Junior 1 1 Faculdade de Computação Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

Capítulo 7 Aplicações TCP/IP

Capítulo 7 Aplicações TCP/IP 1 Capítulo 7 Aplicações TCP/IP Serviço de Nomes de Domínios DNS Serviço de Acesso Remoto - TELNET Serviço de Correio Eletrônico - SMTP e POP3 Serviço de Páginas - Protocolo HTTP, Linguagem HTML Serviço

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Macêdo Firmino Camada de Aplicação Macêdo Firmino (IFRN) Redes de Computadores Outubro de 2011 1 / 77 Introdução Aplicações de rede são a razão de ser de uma rede de computadores.

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

REC- Redes de Computadores. Capítulo 5 Camada de Aplicação

REC- Redes de Computadores. Capítulo 5 Camada de Aplicação REC- Redes de Computadores Capítulo 5 Camada de Aplicação Capítulo 5: Camada de aplicação Princípios de aplicações de rede A Web e o HTTP FTP Correio eletrônico SMTP, POP3, IMAP DNS Programação de sockets

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Macêdo Firmino Camada de Aplicação Macêdo Firmino (IFRN) Redes de Computadores Outubro de 2011 1 / 73 Introdução Aplicações de rede são a razão de ser de uma rede de computadores.

Leia mais

DNS - Domain Name System

DNS - Domain Name System DNS - Domain Name System IFSC UNIDADE DE SÃO JOSÉ CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE DE TELECOMUNICAÇÕES! Prof. Tomás Grimm DNS Pessoas: muitos identificadores: RG, nome, passporte Internet hosts, roteadores: endereços

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Introdução ao protocolo TCP/IP Camada de aplicação Camada de transporte Camada de rede IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 É o protocolo mais usado da atualidade 1 :

Leia mais

FTP - Protocolo. O protocolo FTP é o serviço padrão da Internet para a transferência de arquivos entre computadores.

FTP - Protocolo. O protocolo FTP é o serviço padrão da Internet para a transferência de arquivos entre computadores. FTP FTP - Protocolo O protocolo FTP é o serviço padrão da Internet para a transferência de arquivos entre computadores. A partir do FTP usuários podem receber ou enviar arquivos de ou para outros computadores

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Aula 6 Camada de Aplicação Sistema de correio eletrônico e DNS

Aula 6 Camada de Aplicação Sistema de correio eletrônico e DNS Departamento de Ciência da Computação Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense Aula 6 Camada de Aplicação Sistema de correio eletrônico e DNS Igor Monteiro Moraes Redes de Computadores I

Leia mais

2Arquitetura cliente-servidor

2Arquitetura cliente-servidor Redes de computadores e a Internet Capítulo Camada de aplicação Nossos objetivos: Conceitual, aspectos de implementação de protocolos de aplicação de redes Paradigma cliente-servidor Paradigma peer-to-peer

Leia mais

O que são DNS, SMTP e SNM

O que são DNS, SMTP e SNM O que são DNS, SMTP e SNM O DNS (Domain Name System) e um esquema de gerenciamento de nomes, hierárquico e distribuído. O DNS define a sintaxe dos nomes usados na Internet, regras para delegação de autoridade

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

efagundes com Como funciona a Internet

efagundes com Como funciona a Internet Como funciona a Internet Eduardo Mayer Fagundes 1 Introdução à Internet A Internet é uma rede de computadores mundial que adota um padrão aberto de comunicação, com acesso ilimitado de pessoas, empresas

Leia mais

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero Servidor, Proxy e Firewall Professor Victor Sotero 1 Servidor: Conceito Um servidor é um sistema de computação centralizada que fornece serviços a uma rede de computadores; Os computadores que acessam

Leia mais