(Testes intermédios e exames 2010/2011)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "(Testes intermédios e exames 2010/2011)"

Transcrição

1 (Testes intermédios e eames 00/0) 57. Na Figura, está parte da representação gráfica da função f, de domínio +, definida por f() = log 9 () Em qual das opções seguintes está definida uma função g, de domínio, para a qual o teorema de Bolzano garante a eistência de pelo menos um zero no intervalo ],4[? (A) g()= + f() (B) g()= f() (C) g()= + f() (D) g()= f() (Intermédio ) P é o ponto do gráfico de f que tem ordenada Qual é a abcissa do ponto P? (A) (B) (C) (D) Determine, sem recorrer à calculadora, o conjunto dos números reais que são soluções da inequação log (7+6 ) + log ( ) Apresente a sua resposta usando a notação de intervalos de números reais. 59. Na década de sessenta do século passado, uma doença infecciosa atacou a população de algumas regiões do planeta. Admita que, ao longo dessa década, e em qualquer uma das regiões afectadas, o número, em milhares, de pessoas que estavam infectadas com a doença, t anos após o início de 960, é dado, aproimadamente, por kt 60. Seja f uma função, de domínio, contínua no intervalo [,4]. Tem-se f()= e f(4)=9. 6. Na Figura, está o gráfico de uma função f cujo domínio é o intervalo ],[. A função f tem primeira derivada e segunda derivada finitas em todos os pontos do seu domínio. Seja ],[. Qual das afirmações seguintes é verdadeira? (A) f '( ) 0 f ''( ) 0 (B) f '( ) 0 f ''( ) 0 (C) f '( ) 0 f ''( ) 0 (D) f '( ) 0 f ''( ) 0 6. Na Figura, está representada, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico de uma função g, de domínio ], +[. A recta de equação y = - 4 é assimptota do gráfico de g. Qual das afirmações seguintes é verdadeira? (A) lim ( g ( ) 4) 0 (Intermédio ) It () e em que k e p são parâmetros reais. kt pe (B) lim g ( ) Resolva os dois itens seguintes sem recorrer à calculadora, a não ser para efectuar cálculos numéricos. (C) lim ( g ( ) 4) 0 a) Admita que, para uma certa região, k e p =. (D) lim ( g ( ) ) 0 Determine o ano em que o número de pessoas que estavam infectadas, nessa região, atingiu 500. Nota Sempre que, nos cálculos intermédios, proceder a 6. Seja f uma função de domínio [0,+[, definida por arredondamentos, conserve, no mínimo, três casas decimais. b) Numa outra região, constatou-se que havia um milhar de pessoas que estavam infectadas no início de 96. Qual é, para este caso, a relação entre k e p? Apresente a sua resposta na Em qual dos intervalos seguintes o teorema de Bolzano forma k = ln(a + Bp), em que A e B são números reais. permite garantir a eistência de, pelo menos, um zero da função f? (A) ]0, [ (B) ], 4[ (C) ]4, 6[ (D) ]6, 7[ Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 7

2 64. Na Figura, está representada, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico de uma função polinomial f de grau, de domínio Sabe-se que: -, e 5 são zeros de f f representa a função derivada de f Qual das afirmações seguintes é verdadeira? (A) f '(0) f '(6) 0 (B) f '( ) f '(6) 0 (C) f '( ) f '(0) 0 (D) f '(0) f '(6) 0 f () f (4) > 0 Apenas uma das opções seguintes pode representar a função f 65. Num museu, a temperatura ambiente em graus centígrados, t horas após as zero horas do dia de Abril de 00, é dada, aproimadamente, por 0,5t Tt () 5 0,te com t [0,0]. Determine o instante em que a temperatura atingiu o valor máimo recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. Apresente o resultado em horas e minutos, apresentando os minutos arredondados às unidades. Se utilizar a calculadora em eventuais cálculos numéricos, sempre que proceder a arredondamentos, use três casas decimais. 66. Considere a função f, de domínio, definida por a) O gráfico de f admite uma assimptota horizontal. Seja P o ponto de intersecção dessa assimptota com a recta tangente ao gráfico de f no ponto de abcissa e. Determine as coordenadas do ponto P recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. b) Eistem dois pontos no gráfico de f cujas ordenadas são o cubo das abcissas. Determine as coordenadas desses pontos recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: equacionar o problema; reproduzir o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na calculadora, devidamente identificado(s), incluindo o referencial; assinalar esses pontos; indicar as coordenadas desses pontos com arredondamento às centésimas. 67. Na Figura 6, está representada, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico da função g. Sabe-se que: g é uma função contínua em g não tem zeros a segunda derivada, f, de uma certa função f tem domínio e é definida por f ''( ) g( ) ( 5 4) Elabore uma composição na qual: indique a opção que pode representar f apresente as razões que o levam a rejeitar as restantes opções Apresente três razões, uma por cada gráfico rejeitado. 68. Na Figura, está representada, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico de uma função polinomial f, de grau 4. Qual das epressões seguintes pode definir a função f, segunda derivada de f? (A) ( ) (B) ( + ) (C) 9 (D) 9 (ª fase) 69. Na estufa de um certo jardim botânico, eistem dois lagos aquecidos, o lago A e o lago B. Às zero horas do dia de Março de 00, cada lago recebeu uma espécie diferente de nenúfares, a saber, Victoria amazonica e Victoria cruziana. N A (t ) é o número aproimado de nenúfares eistentes no lago A, t dias após as zero horas do dia de Março de 00. Esses nenúfares são da espécie Victoria amazonica e desenvolvemse segundo o modelo N () t 0 com t 0 A 0,t 7e N B (t ) é o número aproimado de nenúfares eistentes no lago B, t dias após as zero horas do dia de Março de 00. Esses nenúfares são da espécie Victoria cruziana e desenvolvem-se segundo o modelo N () t 50 com t 0 B 0,4t 50e Resolva os dois itens seguintes recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. a) Como foi referido, às zero horas do dia de Março de 00, o lago A recebeu um certo número de nenúfares da espécie Victoria amazonica. Decorridos 7 dias, esse número aumentou. Determine de quanto foi esse aumento. Apresente o resultado com arredondamento às unidades. b) Determine quantos dias foram necessários, após as zero horas do dia de Março de 00, para que o número de nenúfares eistentes no lago A fosse igual ao número de nenúfares eistentes no lago B. Apresente o resultado com arredondamento às unidades. (ª fase) Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 8

3 70. Considere a função f, de domínio [0, +[, definida por Internet: roliveira.pt.to Resolva os três itens seguintes recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. a) Estude f quanto à eistência de assimptotas verticais do seu gráfico. b) Mostre, sem resolver a equação, que f () = - tem, pelo menos, uma solução em ]0, [ c) Estude f quanto à monotonia em ], +[ (ª fase) E6 Considere a função f, de domínio ]0, +[, definida por Seja (u n ) uma sucessão de números reais, de termos positivos, tal que limf(u n ) =. Qual das epressões seguintes pode definir o termo geral da sucessão (u n )? (A) (B) (C) (D) n n n n (ª fase especial) E7 Na Figura, está representada, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico de uma função h, primeira derivada de h. E8 Sejam f e g duas funções deriváveis em. Sabe-se que: f () f '() g ( ) ( ) f ( ), para todo o valor real de Qual é a equação reduzida da recta tangente ao gráfico de g no ponto de abcissa? (A) y = (B) y = + 4 (C) y = (D) y = + (ª fase especial) E9 O momento sísmico, M 0, é uma medida da quantidade total de energia que se transforma durante um sismo. Só uma pequena fracção do momento sísmico é convertida em energia sísmica irradiada, E, que é a que os sismógrafos registam. A energia sísmica irradiada é estimada, em Joules, por 0 5 E M, 6 0. A magnitude, M, de um sismo é estimada por M log ( ), 9 E. Resolva os dois itens 0 seguintes recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. a) Admita que um sismo que ocorreu no Haiti, em 00, teve magnitude 7,. Determine o momento sísmico, M 0, para esse sismo. Escreva o resultado na forma a 0 n, com n inteiro relativo e com a entre e 0 b) Sejam M e M as magnitudes de dois sismos. Mostre que, se a diferença entre a magnitude M e a magnitude M é igual a, então a energia sísmica irradiada por um dos sismos é dez vezes superior à energia sísmica irradiada pelo outro sismo. (ª fase especial) E0 Considere a função f, de domínio, definida por Em qual das opções seguintes pode estar representada parte do gráfico da função h? (k designa um número real) Resolva os dois itens seguintes recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. a) Determine k, sabendo que f é contínua em = b) Considere, agora, k =. Estude a função f quanto à eistência de assimptotas horizontais do gráfico de f (ª fase especial) E Na Figura 5, está representada, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico da função f, de domínio ], 6[, definida por f ( ) 5ln( ). Considere que um ponto C se desloca ao longo do gráfico de f, e que C tem coordenadas positivas. Para cada posição do ponto C, considere o rectângulo [OACB], em que o ponto A pertence ao eio das abcissas e o ponto B pertence ao eio das ordenadas. (ª fase especial) Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 9

4 Determine, recorrendo à calculadora gráfica, a abcissa do ponto A para a qual a área do rectângulo [OACB] é máima. Na sua resposta, deve: escrever a epressão que dá a área do rectângulo [OACB] em função da abcissa do ponto A; reproduzir o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na calculadora, devidamente identificado(s), incluindo o referencial; indicar a abcissa do ponto A com arredondamento às centésimas. (ª fase especial) E Considere uma função f, de domínio \{}, contínua em todo o seu domínio. Sabe-se que: lim f( ) lim f( ) lim ( f( ) ) 0 Em qual das opções seguintes as equações definem duas assimptotas do gráfico de f? (A) = e y = (B) = e y = (C) y = e y = (D) y = e y = Internet: roliveira.pt.to E Para um certo número real a, seja a função f, de domínio, definida por f() = a. Na Figura, está representada, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico da função f, segunda derivada da função f. Qual dos valores seguintes pode ser o valor de a? (A) 0 (B) (C) (D) - E4 Para um certo valor real de k, admita que a quantidade de combustível, em litros, eistente no depósito de uma certa máquina agrícola, t minutos após ter começado a funcionar, é dada aproimadamente por Qt () log (8 kt ) com t[0,0]. Considere que essa máquina agrícola funcionou durante 0 minutos e que, nesse período de tempo, consumiu litros de combustível. Determine o valor de k recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. E5 Considere a função f, de domínio, definida por (a é um número real.) Resolva os dois itens seguintes recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. a) Determine a sabendo que f é contínua em = b) Seja f a primeira derivada de f. Mostre, sem resolver a equação, que f '( ) tem, pelo menos, uma solução em 4 ]0, [. Se utilizar a calculadora em eventuais cálculos numéricos, sempre que proceder a arredondamentos, use duas casas decimais. Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 0

5 (Testes intermédios e eames 0/0) 7. Considere a sucessão (u n ), definida por n u ( ) n n Seja f uma função contínua, de domínio +. Sabe-se que lim f (u n ) =0. Qual das seguintes epressões pode definir a função f? (A) ln (B) + ln (C) ln (D) + ln 7. Para um certo valor de e para um certo valor de, é contínua no ponto 0 a função g, definida por Qual é esse valor de e qual é esse valor de? (A) = e = (B) = e = (C) = e = (D) = e = 7. Na Figura, está representado, em referencial o.n. Oy, a sombreado, o quadrado [OABC]. Os pontos A e C pertencem aos semieios positivos Oy e O, respetivamente. Considere que um ponto P se desloca sobre o semieio positivo O, iniciando o seu movimento na origem do referencial e percorrendo todos os pontos desse semieio. Para cada posição do ponto P, considere o segmento de reta que é a intersecção da reta AP com o quadrado [OABC]. Seja f a função que, à abcissa do ponto P, faz corresponder o comprimento do referido segmento. Qual dos gráficos seguintes pode ser o gráfico da função f? 78. Seja f uma função de domínio +, contínua em todo o seu 74. Seja f a função, de domínio +, definida por domínio. Sabe-se que: f()= +log. Resolva os três itens seguintes sem recorrer à lim f( ) calculadora. 0 a) Determine o conjunto dos números reais para os quais se a bissetriz dos quadrantes ímpares é assíntota do gráfico de f tem f()4 +log (8). Apresente a sua resposta na forma de Em qual das opções seguintes pode estar representado o intervalo de números reais. gráfico da função b) Determine o valor de f(6 000 ) f (4 000 ) f? c) Seja g a função, de domínio +, definida por g() = f() Mostre que c ],[ : g(c) = Um vírus atacou os frangos de um aviário. Admita que dias após o instante em que o vírus foi detetado, o número de frangos infetados é dado aproimadamente por f( ) 00 0, (considere que = 0 corresponde ao instante em que o vírus foi detetado). Resolva os dois itens seguintes sem recorrer à calculadora, a não ser para efetuar cálculos numéricos. a) No instante em que o vírus foi detetado, já eistiam frangos infetados. Passados alguns dias, o número de frangos infetados era dez vezes maior. Quantos dias tinham passado? b) Para tentar verificar se um frango está infetado, o veterinário aplica um teste que ou dá positivo ou dá negativo. Sabe-se que: quando o frango está infetado, a probabilidade de o teste dar positivo é 96% quando o frango não está infetado, a probabilidade de o teste dar negativo é 90% Trinta dias após o instante em que o vírus foi detetado, eistiam no aviário 450 frangos não infetados. Nesse dia, de entre todos os frangos do aviário (infetados e não infetados), o veterinário escolheu, ao acaso, um frango e aplicou-lhe o teste. O teste deu negativo. Qual é a probabilidade de o frango escolhido não estar infetado? Apresente o resultado na forma de dízima, arredondado às milésimas. 76. Para cada valor de k, a epressão define uma função, de domínio, cujo gráfico tem: uma assíntota horizontal, quando + uma assíntota horizontal, quando Eiste um valor de k para o qual as duas assíntotas são coincidentes, ficando assim o gráfico de f com uma única assíntota horizontal. Determine esse valor de k, sem recorrer à calculadora. 77. Seja a um número real maior do que e seja b = a Qual é o valor, arredondado às unidades, de log a (a b 00 )? (A) 8 (B) 6 (C) 8 (D) 770 (Intermédio ) Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág.

6 Averigue se a função f é contínua em = (Intermédio ) (Intermédio ) 79. Relativamente a duas funções, f e g, sabe-se que: têm domínio [, ] são funções contínuas f () g() > 0 e f() g() < 0 Qual das afirmações seguintes é necessariamente verdadeira? (A) Os gráficos de f e g intersectam-se em pelo menos um ponto. (B) A função f g é crescente. (C) Os gráficos de f e g não se intersectam. (D) A função f g é decrescente. (Intermédio ) 80. De uma certa função f sabe-se que: o seu domínio é ], +[ a sua derivada é dada por 9 f '( ) 4 4 ln( ) a) Na Figura, estão representadas: parte do gráfico da função f a reta r que é tangente ao gráfico da função f no ponto A, de abcissa a reta s que é tangente ao gráfico da função f no ponto B As retas r e s são paralelas. Seja b a abcissa do ponto B Determine, recorrendo à calculadora gráfica, o valor de b Na sua resposta, deve: equacionar o problema; reproduzir e identificar o(s) gráfico(s) que tiver necessidade de visualizar na calculadora para resolver graficamente a equação; assinalar o ponto relevante para a resolução do problema; apresentar o valor de b arredondado às centésimas. b) Tal como a figura sugere, o gráfico da função f tem um ponto de infleão. Determine a abcissa desse ponto, recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. (Intermédio ) 8. Seja f a função de domínio definida por 8. Seja f uma função de domínio, definida por f() = e Em qual dos intervalos seguintes o teorema de Bolzano permite afirmar que a equação f( ) tem, pelo menos, uma solução? (A) ]0, [ (B) ], [ (C) ], [ (D) ],[ Na Figura, está representada, num referencial o.n. Oy, parte do gráfico de uma função g, de domínio [a,+[, com a Para esse valor de a, a função f, contínua em, é definida por Qual é o valor de a? (A) 8 (B) 5 (C) 9 (D) Na Figura, está representada, num referencial o.n. Oy, parte do gráfico de uma função f, de domínio Sejam f ' e f '', de domínio, a primeira derivada e a segunda derivada de f, respetivamente. Qual dos valores seguintes pode ser positivo? (A) f '() (B) f '( ) (C) f '( ) (D) f ''() 85. Considere a função f, de domínio, e a função g, de 4 4 domínio ]0,+[, definidas por f( ) e e e e g ( ) ln 4 a) Mostre que ln( ) é o único zero da função f, recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. b) Considere, num referencial o. n. Oy, os gráficos das funções f e g e o triângulo [OAB]. Sabe-se que: Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág.

7 O é a origem do referencial; A e B são pontos do gráfico de f a abcissa do ponto A é o zero da função f o ponto B é o ponto de intersecção do gráfico da função f com o gráfico da função g Determine a área do triângulo [OAB], recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: reproduzir os gráficos das funções f e g, devidamente identificados, incluindo o referencial; assinalar os pontos A e B indicar a abcissa do ponto A e as coordenadas do ponto B com arredondamento às centésimas; apresentar o valor da área pedida com arredondamento às décimas. 86. Considere a função f, de domínio, definida por Resolva os itens seguintes, recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. a) Estude a função f quanto à eistência de assíntotas não verticais do seu gráfico. b) Determine a equação reduzida da reta tangente ao gráfico da função f no ponto de abcissa = 87. Na Figura, está representada, num referencial o.n. Oy, parte do gráfico de uma função f, de domínio ], [. Sabe-se que: f() = 4 a reta de equação = é assíntota do gráfico de f ( n ) é uma sucessão com termos em ], [ lim ( n ) = Qual é o valor de lim f( n )? (A) + (B) 4 (C) 5 (D) 6 Internet: roliveira.pt.to (ª fase) 89. Seja f uma função de domínio. Sabe-se que: lim ( f( ) ) lim f( ) lim f( ) lim f( ) Em qual das opções seguintes as duas equações definem assíntotas do gráfico da função f? (A) = e y = + (B) = e y = + (C) y = e y = + (D) y = e y = + (ª fase) 90. Considere a função f, de domínio [7, 0[, definida por f( ) e ln( ). Sejam A e B os pontos de intersecção do gráfico de f com a bissetriz dos quadrantes pares, e seja d a distância entre os pontos A e B. Determine d, recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: reproduzir o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na calculadora, devidamente identificado(s), incluindo o referencial; assinalar os pontos A e B indicar as coordenadas dos pontos A e B com arredondamento às centésimas; apresentar o valor de d com arredondamento às centésimas. (ª fase) E6 Na Figura, está representada, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico de h '', segunda derivada de uma função h, de domínio 88. Na Figura, está representada, num referencial o.n. Oy, parte do gráfico da função f, de domínio ] 6, +[, definida por f( ) ln( ) Sabe-se que: a reta r é tangente ao gráfico da função f no ponto de abcissa a a inclinação da reta r é, em radianos, 4 Qual é o valor de a? 9 (A) 4 (B) (C) (D) 5 (ª fase) Em qual das opções seguintes pode estar representada parte do gráfico da função h? Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág.

8 E7 Sejam f e g funções de domínio ]0, +[. Sabe-se que: a reta de equação y = é assíntota horizontal do gráfico de f f não tem zeros; g ( ) e f( ) Qual das opções seguintes define uma assíntota horizontal do gráfico de g? (A) y = (B) y = e (C) y = 0 (D) y = E8 Sejam a, b e c três números tais que a ],+[, b + e a segunda derivada, h '', da função h é tal que h ''( ) 0 para > b Apenas uma das opções seguintes pode representar uma parte do gráfico da função h c +. Sabe-se que log a b c e que log c Qual das epressões seguintes é equivalente a log a a b c? c (A) c + (B) c (C) (D) c E9 Admita que a concentração de um produto químico na água, em gramas por litro, t minutos após a sua colocação na 0,t água, é dada, aproimadamente, por Ct () 0,5t e com t 0. Resolva os itens seguintes, recorrendo a métodos eclusivamente analíticos. a) Mostre que, durante os primeiros 5 minutos após a colocação desse produto químico na água, houve, pelo menos, um instante em que a concentração do produto foi gramas por litro. Se utilizar a calculadora em eventuais cálculos numéricos, sempre que proceder a arredondamentos, use três casas decimais. b) Determine o valor de t para o qual a concentração desse produto químico na água é máima. E40 Considere, num referencial o. n. Oy, o gráfico de uma função h, de domínio. Sabe-se que: a, b e c são números reais positivos e a < b < c h tem um mínimo relativo em ]a, c[ h é crescente em ],0[ lim ( h ( ) ) 0 Elabore uma composição na qual: indique a opção que pode representar h apresente três razões para rejeitar as restantes opções, uma por cada opção rejeitada. E4 Considere, num referencial o. n. Oy, o gráfico da função f, de domínio + 0,, definida por f( ) e ln( ) Seja P um ponto do gráfico de f. A distância do ponto P à origem é igual a. Determine a abcissa do ponto P, recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: equacionar o problema; reproduzir o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na calculadora, devidamente identificado(s), incluindo o referencial; indicar a abcissa do ponto P com arredondamento às centésimas. Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 4

9 (Testes intermédios e eames 0/0) 9. Para certos valores de a e de b (a > e b > ), tem-se log a b =. Qual é, para esses valores de a e de b, o valor de log b a + log a b? (A) (B) (C) (D) 9. Seja (u n ) a sucessão definida por u. De uma n n certa função f, sabe-se que lim f( u ). Em qual das n seguintes opções pode estar representada parte do gráfico da função f? 9. Considere a função f, de domínio, definida por Seja g uma outra função, de domínio. Sabe-se que a função f g é contínua no ponto. Em qual das seguintes opções pode estar representada parte do gráfico da função g? 94. Seja f a função, de domínio R, definida por Resolva os itens a) e b), recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. a) Averigue se eiste lim f ( ) 4 b) O gráfico da restrição da função f ao intervalo ],4] tem uma assíntota horizontal. Determine uma equação dessa assíntota. c) Considere, num referencial o.n. Oy, o triângulo [OPQ] tal que: o ponto P é o ponto de intersecção do gráfico da função f com o eio das ordenadas; o ponto Q é o ponto do gráfico da função f que tem abcissa positiva e ordenada igual à ordenada do ponto P Determine um valor aproimado da área do triângulo [OPQ], recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: reproduzir, num referencial, o gráfico da função f para [0,0] desenhar o triângulo [OPQ] indicar a abcissa do ponto Q arredondada às milésimas; apresentar a área do triângulo [OPQ] arredondada às centésimas. Nota Sempre que, nos cálculos intermédios, proceder a arredondamentos, conserve, no mínimo, três casas decimais. 95. Considere que dois balões esféricos, que designamos por balão A e por balão B, se deslocam na atmosfera, por cima de um solo plano e horizontal. Num determinado instante, é iniciada a contagem do tempo. Admita que, durante o primeiro minuto imediatamente a seguir a esse instante, as distâncias, medidas em metros, do centro do balão A ao solo e do centro do balão B ao solo são dadas, respetivamente, por a(t) = e 0,0t 0,0t + e b(t) = 6e 0,06t 0,0t + A variável t designa o tempo, medido em segundos, que decorre desde o instante em que foi iniciada a contagem do tempo (t [0,60]). Resolva os dois itens seguintes sem utilizar a calculadora, a não ser para efetuar eventuais cálculos numéricos. Sempre que, nos cálculos intermédios, proceder a arredondamentos, conserve, no mínimo, três casas decimais. a) Determine a distância entre o centro do balão A e o centro do balão B, cinco segundos após o início da contagem do tempo, sabendo que, nesse instante, a distância entre as projeções ortogonais dos centros dos balões no solo era 7 metros. Apresente o resultado em metros, arredondado às décimas. b) Sabe-se que, alguns segundos após o início da contagem do tempo, os centros dos dois balões estavam à mesma distância do solo. Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 5

10 Determine quanto tempo decorreu entre o instante inicial e o instante em que os centros dos dois balões estavam à mesma distância do solo. Apresente o resultado em segundos, arredondado às unidades. 96. Para um certo número real k, positivo, seja f a função, de domínio ],[, definida por Considere as afirmações seguintes. I) Os gráficos das funções f e g não se intersectam. II) As funções f e g são monótonas crescentes. III) f '( ) g '() ln a a Qual das opções seguintes é a correta? (A) II e III são verdadeiras. (B) I é falsa e III é verdadeira. (C) I é verdadeira e III é falsa. (D) II e III são falsas. Sabe-se que f é contínua. Qual é o valor de k? (A) ln (B) e (C) ln (D) e (Intermédio ) 0. Considere a função f, de domínio \{0}, definida por 97. Seja f a função, de domínio +, definida por f () = a + a ln (a é um número real maior do que ), e seja r a reta tangente ao gráfico da função f no ponto de abcissa a. Qual é o declive da reta r? (A) a a + a (B) a a + a (C) a a + a (D) a a + a (Intermédio ) 98. Seja f uma função de domínio e seja f a segunda 99. Seja a um número real tal que a > e (e número de Neper ou número de Euler). Seja g a função, de domínio +, definida por g() = a + ln. Mostre que a função g tem, pelo menos, um zero no intervalo ], [ a e (Intermédio ) 00. Seja f uma função de domínio +. Sabe-se que ln f( ) lim. Qual das equações seguintes pode definir uma assíntota do gráfico da função f? (A) y (B) y (C) y = (D) y = 0. Considere, para um certo número real a superior a, as funções f e g, de domínio, definidas por f ( ) a e g ( ) a. Resolva os itens a) e b), recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. a) Estude a função f quanto à eistência de assíntotas verticais do seu gráfico. b) Seja g a função, de domínio +, definida por g() = f() + ln. Estude a função g quanto à monotonia e quanto à eistência de etremos relativos em ]0, e] Resolva o item c), recorrendo à calculadora gráfica. c) Considere, num referencial o.n. Oy, a representação derivada da função f. Sabe-se que f tem domínio e é definida por f ''( ) e ( ). Qual das afirmações seguintes é verdadeira? gráfica da função g, de domínio +, definida por (A) O gráfico da função f tem eatamente quatro pontos de infleão. (B) O gráfico da função f tem eatamente três pontos de infleão. (C) O gráfico da função f tem eatamente dois pontos de infleão. (D) O gráfico da função f tem eatamente um ponto de infleão. (Intermédio ) g() = f() + ln. Sabe-se que: A é o ponto de coordenadas (, 0) B é o ponto de coordenadas (5, 0) P é um ponto que se desloca ao longo do gráfico da função g Para cada posição do ponto P, considere o triângulo [ABP]. Determine as abcissas dos pontos P para os quais a área do triângulo [ABP] é. Na sua resposta, deve: equacionar o problema; reproduzir o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na calculadora, devidamente identificado(s), incluindo o referencial; indicar as abcissas dos pontos P com arredondamento às centésimas. 0. Na Figura, está representada, num referencial ortogonal Oy, parte do gráfico de uma função polinomial f de grau. Sabese que: - e são os únicos zeros da função f g, a primeira derivada de uma certa função g, tem domínio e é definida por g '( ) f( ) e lim [ g ( ) ] 0 Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 6

11 Apenas uma das opções seguintes pode representar a função g 07. Sejam f e f, de domínio, a primeira derivada e a segunda derivada de uma função f, respetivamente. Sabe-se que: a é um número real; P é o ponto do gráfico de f de abcissa a f( ) f( a) lim 0 a a f (a) = Qual das afirmações seguintes é necessariamente verdadeira? (A) a é um zero da função f (B) f (a) é um máimo relativo da função f (C) f (a) é um mínimo relativo da função f (D) P é ponto de infleão do gráfico da função f (.ª fase) Nota Em cada uma das opções estão representadas parte do gráfico de uma função e, a tracejado, uma assíntota desse gráfico. Elabore uma composição na qual: identifique a opção que pode representar a função g apresente as razões para rejeitar as restantes opções. Apresente três razões diferentes, uma por cada gráfico rejeitado. 04. Considere, para um certo número real a positivo, uma função f, contínua, de domínio [a, a]. Sabe-se que f( a) = f (a) e f(a) > f (0). Mostre que a condição f () = f ( + a) tem, pelo menos, uma solução em ]a, 0[. 05. Sejam a e b dois números reais tais que < a < b e log a b =. Qual é, para esses valores de a e de b, o valor de log b 5 a log ( b) a a a? (A) 6 + b (B) 8 + b (C) 6 + a b (D) 8 + a b (.ª fase) 06. Seja f uma função de domínio [ e,]. Sabe-se que: f é contínua no seu domínio; f ( e) = f () = e Qual das afirmações seguintes é necessariamente verdadeira? (A) A equação f () = 0 tem pelo menos uma solução em ] e,[ (B) A equação f ()= e tem pelo menos uma solução em ] e,[ (C) A equação f () = 0 tem pelo menos uma solução em ] e,[ (D) A equação f () = e tem pelo menos uma solução em ] e,[ (.ª fase) 08. Na Figura, está representada, num referencial ortogonal Oy, parte do gráfico de uma função polinomial g, de grau. Seja f uma função, de domínio, que verifica a condição f () = g( ). Em qual das opções seguintes pode estar representada parte do gráfico da função f, primeira derivada da função f? (.ª fase) 09. Seja g uma função, de domínio +, cuja derivada, g, de domínio +, é dada por g () = ln(e + 6e + 4). Estude a função g quanto ao sentido das concavidades do seu gráfico e quanto à eistência de pontos de infleão, recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. (.ª fase) 0. Considere, num referencial o.n. Oy, a representação gráfica da função f, de domínio [, ], definida por Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 7

12 ln( ) f ( ), o ponto A de coordenadas (, 0) e um ponto P que se desloca ao longo do gráfico da função f. Eiste uma posição do ponto P para a qual a área do triângulo [AOP] é mínima. Determine a área desse triângulo, recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: reproduzir o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na calculadora, devidamente identificado(s), incluindo o referencial; indicar o valor da área do triângulo [AOP] com arredondamento às centésimas. (.ª fase) E4 Seja f uma função cuja derivada, f, de domínio, é dada por f '( ) (4 ). Qual das afirmações seguintes é verdadeira? (A) O gráfico da função f tem a concavidade voltada para cima em (B) A função f tem um máimo relativo em = -4 (C) O gráfico da função f não tem pontos de infleão. (D) O gráfico da função f tem um ponto de infleão de coordenadas (-4, f (-4)) E4 Seja f uma função de domínio. Sabe-se que: lim f( ) lim [ f( ) ] Em qual das opções seguintes pode estar representada parte do gráfico da função f? Nota Em cada uma das opções estão representadas parte do gráfico de uma função e, a tracejado, assíntotas desse gráfico. E44 Seja a um número real positivo. Considere o conjunto S = { : ln(e a) 0}. Qual dos conjuntos seguintes é o conjunto S? (A) ] ln( + a), ln a[ (B) [ ln( + a), ln a[ (C) ] ln( + a)] (D) [ ln( + a), +[ E45 Considere, para um certo número real k positivo, a função f, de domínio, definida por Resolva os itens seguintes, recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. a) Determine k de modo que e b) Mostre que ln( ) intervalo ]0, +[ lim f ( ) f (0) 0 é um etremo relativo da função f no E46 Considere duas funções g e h, de domínio +. Sabe-se que: a reta de equação y = - é assíntota do gráfico da função g [ g ( )] a função h é definida por h ( ). Mostre que o gráfico da função h tem uma assíntota horizontal. Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 8

13 . Seja b um número real. Sabe-se que log b = 04. Qual é o valor de log (00b)? (A) 06 (B) 04 (C) 4 (D) 408 (Intermédio ). Na Figura, está representada parte do gráfico de uma função h, de domínio \{,e}. Tal como a figura sugere, as retas de equações y = 0, = e = e são as assíntotas do gráfico da função h. Seja ( n ) uma sucessão tal que lim h( n ) = +. Qual das epressões seguintes não pode ser termo geral da sucessão ( n )? (A) ( ) n (B) ( ) n n (C) n (D) e n Internet: roliveira.pt.to (Testes intermédios e eames 0/04) (Intermédio ). Seja f uma função, de domínio +, com derivada finita em todos os pontos do seu domínio. A sua derivada, f, é definida por f '( ) ln. Quantos pontos de infleão tem o gráfico da função f? (A) Zero. (B) Um. (C) Dois. (D) Três. 4. Seja f a função, de domínio R, definida por (Intermédio ) Resolva os itens a) e b) recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. a) Seja t a reta tangente ao gráfico da função f no ponto de abcissa. Determine a equação reduzida da reta t b) Estude a função f quanto à eistência de assíntotas do seu gráfico. Na sua resposta, deve: mostrar que eiste uma única assíntota vertical e escrever uma equação dessa assíntota; mostrar que eiste uma assíntota horizontal quando + e escrever uma equação dessa assíntota; mostrar que não eiste assíntota não vertical quando c) Na Figura, estão representados, num referencial o.n. Oy, parte do gráfico da função f, os pontos A e B, ambos pertencentes ao gráfico de f, e a reta AB. Sabe-se que: a reta AB é paralela à bissetriz dos quadrantes pares; os pontos A e B têm abcissas simétricas; a abcissa do ponto A pertence ao intervalo ]0,[ Seja a a abcissa do ponto A. Determine o valor de a, recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: equacionar o problema; reproduzir, num referencial, o gráfico da função ou os gráficos das funções que visualizar na calculadora, devidamente identificado(s); indicar o valor de a, com arredondamento às milésimas. (Intermédio ) 5. Numa certa escola, eclodiu uma epidemia de gripe que está a afetar muitos alunos. Admita que o número de alunos com gripe, t dias após as zero horas de segunda-feira da próima semana, é dado aproimadamente por Como, por eemplo, f(,5) 76, pode concluir-se que 76 alunos dessa escola estarão com gripe às horas de terçafeira da próima semana. a) Resolva este item recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. Estude a função f quanto à monotonia e conclua em que dia da próima semana, e a que horas desse dia, será máimo o número de alunos com gripe. b) Nessa escola, há 00 alunos. Às 8 horas de quinta-feira da próima semana, vão ser escolhidos aleatoriamente alunos, de entre os 00 alunos da escola, para responderem a um inquérito. Qual é a probabilidade de pelo menos um dos alunos escolhidos estar com gripe? Apresente o resultado na forma de dízima, com arredondamento às centésimas. (Intermédio ) 6. Seja f a função, de domínio +, definida por f( ) e. Considere a sucessão de números reais ( n ) tal que. Qual é o valor de n n lim? f ( ) n (A) (B) e (C) 0 (D) + 7. Considere, para um certo número real k, a função f, de domínio, definida por f () = k e +. O teorema de Bolzano garante que a função f tem, pelo menos, um zero no intervalo ]0,[. A qual dos intervalos seguintes pode pertencer k? Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 9

14 8. Considere, para um certo número real a positivo, a função f, de domínio +, definida por f( ) a ln a. Em qual das opções seguintes pode estar representada parte do gráfico da função f, primeira derivada da função f? o ponto C pertence ao eio Oy e tem ordenada igual à do ponto B a área do triângulo [ABC] é igual a 8 Determine a abcissa do ponto B, recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: escrever uma epressão da área do triângulo [ABC] em função da abcissa do ponto B equacionar o problema; reproduzir, num referencial, o gráfico da função ou os gráficos das funções visualizados, devidamente identificados; indicar a abcissa do ponto B com arredondamento às centésimas. 9. Considere a função f, de domínio, definida por. Seja g uma função, de domínio ], e[, definida por g() = ln (e ). Considere a sucessão estritamente crescente de termo geral ( n ). Qual é o valor de lim g( n )? n n (A) + (B) e (C) (D) (.ª fase). Na Figura, está representada, num referencial ortogonal Oy, parte do gráfico da função gll, segunda derivada de uma função g Resolva os itens seguintes, recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. a) Averigue se a função f é contínua em = 4 b) O gráfico da função f tem uma assíntota oblíqua quando tende para +, de equação y = + b, com b. Determine b 0. Considere a função f, de domínio ] e, +[, definida por f() = ln( + e ). Na Figura 5, estão representados, num referencial o. n. Oy, parte do gráfico da função f e o triângulo [ABC] Em qual das opções seguintes pode estar representada parte do gráfico da função g? Sabe-se que: o ponto A tem coordenadas (0, -) o ponto B pertence ao gráfico da função f e tem abcissa negativa; (.ª fase). Considere as funções f e g, de domínio ]-, 0[, definidas por ln( f( ) ) e g()=-+f(). Resolva os itens seguintes, recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. a) Estude a função f quanto à eistência de assíntotas do seu gráfico e, caso eistam, indique as suas equações. b) Mostre que a condição f() = e tem, pelo menos, uma solução em ]-e, -[ Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 40

15 c) Estude a função g quanto à monotonia e quanto à eistência de etremos relativos. Na sua resposta, deve indicar o(s) intervalo(s) de monotonia e, caso eistam, os valores de para os quais a função g tem etremos relativos. (.ª fase) 4. Considere, num referencial o.n. Oy, a representação gráfica da função f, de domínio [0,0], definida por E48 Seja f uma função de domínio ]-5, 5[. Sabe-se que o gráfico da função f tem eatamente dois pontos de infleão. Em qual das opções seguintes pode estar representado o gráfico da função f, segunda derivada da função f? e dois pontos A e B. Sabe-se que: o ponto A é o ponto de intersecção do gráfico da função f com o eio das ordenadas; o ponto B pertence ao gráfico da função f e tem abcissa positiva; a reta AB tem declive - Determine a abcissa do ponto B, recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: equacionar o problema; reproduzir, num referencial, o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na calculadora, devidamente identificados; indicar o valor da abcissa do ponto B com arredondamento às centésimas. (.ª fase) 5. Na Figura 6, está representada, num referencial o.n. Oy, parte do gráfico de uma função polinomial f, de grau. Sabe-se que: - e são os únicos zeros da função f a função f tem um etremo relativo em = h, primeira derivada de uma função h, tem domínio e é f( ) definida por h '( ) e h ( ) lim Considere as afirmações seguintes. I) A função h tem dois etremos relativos. II) h ( ) = 0 III) y + = 0 é uma equação da assíntota do gráfico da função h quando tende para + Elabore uma composição, na qual indique, justificando, se cada uma das afirmações é verdadeira ou falsa. Na sua resposta, apresente três razões diferentes, uma para cada afirmação. (.ª fase) E47 Seja f a função, de domínio \{0}, definida por f( ). Considere a sucessão de números reais ( n ) tal e que n n. Qual é o valor de lim f( n)? (A) - (B) 0 (C) (D) + E49 Seja f uma função de domínio +. A reta de equação y = 5 é assíntota do gráfico da função f. Qual é o valor de lim 6? f( ) (A) 0 (B) (C) (D) + E50 Considere a função g, de domínio +, definida por g ( ) ln a) Estude a função g quanto à monotonia e quanto à eistência de etremos relativos, recorrendo a métodos analíticos, sem utilizar a calculadora. Na sua resposta, deve indicar o(s) intervalo(s) de monotonia e, caso eistam, os valores de para os quais a função g tem etremos relativos. b) Considere, num referencial o.n. Oy, a representação gráfica da função g, os pontos A e B, e a reta r de equação y = m, com m <0. Sabe-se que: os pontos A e B pertencem ao gráfico da função g a abcissa do ponto A é o zero da função g o ponto B é o ponto de intersecção da reta r com o gráfico da função g a área do triângulo [OAB] é igual a Determine a abcissa do ponto B, recorrendo à calculadora gráfica. Na sua resposta, deve: equacionar o problema; reproduzir, num referencial, o gráfico da função ou os gráficos das funções visualizados, devidamente identificados; indicar a abcissa do ponto A e a abcissa do ponto B com arredondamento às centésimas. E5 Considere uma função f, de domínio. Sabe-se que: a reta de equação = 0 é assíntota do gráfico da função f f (-) f (5)< 0 Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 4

16 f( h) f( ) lim eiste e é positivo, para qualquer número 0 h real não nulo; lim ( f( ) ) 0 Considere as afirmações seguintes. I) O teorema de Bolzano permite garantir, no intervalo [-,5], a eistência de, pelo menos, um zero da função f II) O gráfico da função f admite uma assíntota horizontal quando tende para - III) A função f é crescente em ]0, +[ Elabore uma composição, na qual indique, justificando, se cada uma das afirmações é verdadeira ou falsa. Na sua resposta, apresente três razões diferentes, uma para cada afirmação. Soluções:. B. A.C 4. D 5. B 6. B 7. D 8. B; D 9. 0; 5m0d; 4,54c/m; 6,99 e,0 0. C. A. -; 90; 0,0loge. C 4. C 5. B 6. 0,5 e 4; 7/4; 5,7 7. C 8. D ; y=0; 0 0 ; verd.; 8 0. B. C. C. C 4. D 5. C 6. A 7. y=0; 8 e 0, D 9. D 0. D.,m; 0m. D. A 4. D 5. D 6. = 7. C 8. D 9. A 40. y=-; sim; p.inf. p/ = 4. D 4. A 4. A 44. 9, 45. A 46. C 47. D 48. D 49. h0min 50. B 5. D 5. C 5. B 55. B 56. D 57. A 58. C 59., km/s 60. C 6. D 6. C 6. A 64. Sim 65. A 66. C 67. C 68. A 69.,5 70. D 7. A 7. B 7. y=; p.i. em =-4 e =- 75. B 76. A 77. B 78. B 79. mín em =; =; = e y=0 80. C 8. B 8. D 8. 76; 5,8 84. B 85. C 86. D 87. f cresc. e y=5 ass. hor. 88. C 89. D 90. A 9. C 9. =0; min para =/;, 9. D 94. A 95. B 96. B 97. ; 0,8 99. C 00. D 0. A 0. B 0.,; h8m 05. B 06. B 07. C 08. B 09. 0,05; h9m; Carlos,Ana 0.C. A. B C 6. B 7. A A. D. B. D 4. 0,8; H4 6. C 7. D 8. B 9. A 0. 5,4; dec [0,5] e cresc [5,0].,. C. B 4. A 5. 9,8; 87 6 B 7. C 8. B 9. C C 4. B 4. A 44. y=+e; y=0; 0,5 e,7 46. D 47. A 48. C 49. 0; 7, ½ ; /e 5. D 5. D 5. C 54. 7,97;, B 56. A 57. B 58.A 59. D 60.,4 e 4,96 6. =0 e y=0 6. d 64. A 65. C 66. C 67. C 68. /e 70.,7; 0,6 7. A 7. A 7. C 74. =; 0/ 76. B 77. B 78. C 79. B 80. é contínua e 0,5 8., 84. D 85. D 86. C 87. B 88., ,0; I decresc.; assimp. y=0 90. A 9. C 9. D 9. C 94.,6 e 4,6 95. e 96. (e,0) e (-e,0); f não tem etremos 97. C 98. 5h,dia 99. C 00. D 0. A 0. 9; 6 0. /;, 04. D 05. B 06. C 07., e 000; 59 ou A. B. B. 0, e 4. 4h9min 5. A 6. D 7. A 8. ],5][9,[ 9.,8 e -0,; 0,5 0. = e y=; 5,08. A. B 4. y=4+; - 5. É; 0,4 6. C 8. (0,;0,6) 9. [5/,[ 0. 0; h0. B. C. D 4. É cont; y=0 5.,47; 6,05 6. D 7. C 8. A 9. B 40. Não; y=+; 0,7 e,9 4. ; 0, 4. D 4. C 44. A 45. y=; ; -/ e / 46. A 47. C 48. A 49. h , A 5. D 54. C 55. Não há; para =5; 0,4 56. y= +/e 57. C 58. ]0,] ; k=ln(p) 60. D 6. C 6. C 6. B 64. D 65. h0 66. (5e/,0);(-,;-,4) e (,;,80) 67. III 68. D 69. 9; Não há; crescente 7. A 7. B 7. D 74. ]8,9]; ; 0, B 78. D 79. A 80. 4,4; 8. é 8. B 8. A 84. C 85., 86. y=+; y=e +e 87. A 88. D 89. B 90. 9,46 9. D 9. C 9. A 94. ; y=-;, ,5; 96. B 97. D 98. D 00. D 0. B 0. Não tem; min= e ma=; 0, e 0,6 e,56 e,5 0. IV 05. A 06. D 07. B 08. A 09. ln(+0) 0.,9. A. B. B 4. y=+; =0 e y=; 0,4 5. h de.ªf; 0,6 6. C 7. B 8. B 9. Não; ln 0. -6,7. D. A. =0 e y=-; -e 4. 9,5 5. FVF E. C E. D E. A E4. B E5. 9,7; 5 E7. B E8. D E9. A E0. = e y=0; decrescente; 0,7 E. A E. D E. y=-e /4 +e ;,6 E4. 0 E5. 7 e 5; 9 8 E6. D E7. B E8. 4 E9. y= E0. ; 7 0 E. C E. B E. A E5. cont. esq.; ],4[ E6. B E7.D E8. A E9. 6,60 9 E0. 0; y= E.,47 E. C E. D E4. 0,8 E5. - E6. A E7. D E8. C E9. 0 E40. I E4. 0,48 E4. D E4. A E44. B E45. e -/ E47. D E48. A E49. C E50. e -/ ; 5,4 E5. FFV Cálculo Diferencial - Eercícios saídos em eames (.º ano) - pág. 4

(Testes intermédios e exames 2005/2006)

(Testes intermédios e exames 2005/2006) 158. Indique o conjunto dos números reais que são soluções da inequação log 3 (1 ) 1 (A) [,1[ (B) [ 1,[ (C) ], ] (D) [, [ 159. Na figura abaio estão representadas, em referencial o. n. Oy: parte do gráfico

Leia mais

FICHA DE TRABALHO DERIVADAS I PARTE. 1. Uma função f tem derivadas finitas à direita e à esquerda de x = 0. Então:

FICHA DE TRABALHO DERIVADAS I PARTE. 1. Uma função f tem derivadas finitas à direita e à esquerda de x = 0. Então: FICHA DE TRABALHO DERIVADAS I PARTE. Uma função f tem derivadas finitas à direita e à esquerda de = 0. Então: (A) f tem necessariamente derivada finita em = 0; (B) f não tem com certeza derivada finita

Leia mais

(Exames Nacionais 2000)

(Exames Nacionais 2000) (Eames Nacionais 000) 1.a) Seja [ABC] um triângulo O ângulo, assinalado na figura, tem o seu vértice no centro isósceles em que BA = BC. Seja α da Terra; o seu lado origem passa no perigeu, o seu lado

Leia mais

(Exames Nacionais 2002)

(Exames Nacionais 2002) (Exames Nacionais 2002) 105. Na figura estão representadas, num referencial o.n. xoy: parte do gráfico de uma função f, de domínio R +, definida por f(x)=1+2lnx; a recta r, tangente ao gráfico de f no

Leia mais

2ª fase. 19 de Julho de 2010

2ª fase. 19 de Julho de 2010 Proposta de resolução da Prova de Matemática A (código 635) ª fase 19 de Julho de 010 Grupo I 1. Como só existem bolas de dois tipos na caixa e a probabilidade de sair bola azul é 1, existem tantas bolas

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Funções - Limites e Continuidade

MATEMÁTICA A - 12o Ano Funções - Limites e Continuidade MATEMÁTICA A - 12o Ano Funções - Limites e Continuidade Eercícios de eames e testes intermédios 1. Para um certo número real k, é contínua em R a função f definida por 2 + e +k se 0 f() = 2 + ln( + 1)

Leia mais

Resolução dos Exercícios sobre Derivadas

Resolução dos Exercícios sobre Derivadas Resolução dos Eercícios sobre Derivadas Eercício Utilizando a idéia do eemplo anterior, encontre a reta tangente à curva nos pontos onde e Vamos determinar a reta tangente à curva nos pontos de abscissas

Leia mais

Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z

Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z Rua Oto de Alencar nº 5-9, Maracanã/RJ - tel. 04-98/4-98 Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z Podemos epressar o produto de quatro fatores iguais a.... por meio de uma potência de base e epoente

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) Cursos Gerais e Cursos Tecnológicos PROVA 435/9 Págs. Duração da prova: 120 minutos 2005 1.ª FASE

Leia mais

Escola Secundária Dr. Ângelo Augusto da Silva Matemática - 12º ano Cálculo Diferencial II - Exercícios saídos em Exames (séc XX)

Escola Secundária Dr. Ângelo Augusto da Silva Matemática - 12º ano Cálculo Diferencial II - Exercícios saídos em Exames (séc XX) Escola Secundária Dr. Ângelo Augusto da Silva Matemática - 1º ano Cálculo Diferencial II - Eercícios saídos em Eames (séc XX) 1. Seja f a função real de variável real tal que f()= - /. Quanto ao limite

Leia mais

Matemática A. Versão 2. Na sua folha de respostas, indique de forma legível a versão do teste. Teste Intermédio de Matemática A.

Matemática A. Versão 2. Na sua folha de respostas, indique de forma legível a versão do teste. Teste Intermédio de Matemática A. Teste Intermédio de Matemática Versão 2 Teste Intermédio Matemática Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 06.05.2011 10.º no de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Na sua folha de respostas,

Leia mais

9. Derivadas de ordem superior

9. Derivadas de ordem superior 9. Derivadas de ordem superior Se uma função f for derivável, então f é chamada a derivada primeira de f (ou de ordem 1). Se a derivada de f eistir, então ela será chamada derivada segunda de f (ou de

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA PARA OS CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS

PROVA DE MATEMÁTICA PARA OS CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE MATEMÁTICA PARA OS CANDIDATOS MAIORES DE ANOS Duração: 60 minutos Nome: 1ª Parte Para cada uma das seguintes questões de escolha múltipla, seleccione a resposta correcta com um círculo de entre

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano N o s Complexos - Equações e problemas

MATEMÁTICA A - 12o Ano N o s Complexos - Equações e problemas MATEMÁTICA A - 1o Ano N o s Complexos - Equações e problemas Exercícios de exames e testes intermédios 1. Em C, conjunto dos números complexos, considere z = + i19 cis θ Determine os valores de θ pertencentes

Leia mais

Capítulo 5: Aplicações da Derivada

Capítulo 5: Aplicações da Derivada Instituto de Ciências Exatas - Departamento de Matemática Cálculo I Profª Maria Julieta Ventura Carvalho de Araujo Capítulo 5: Aplicações da Derivada 5- Acréscimos e Diferenciais - Acréscimos Seja y f

Leia mais

Não é permitido o uso de corrector. Em caso de engano, deve riscar, de forma inequívoca, aquilo que pretende que não seja classificado.

Não é permitido o uso de corrector. Em caso de engano, deve riscar, de forma inequívoca, aquilo que pretende que não seja classificado. Teste Intermédio de Matemática B 2010 Teste Intermédio Matemática B Duração do Teste: 90 minutos 13.04.2010 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Utilize apenas caneta ou esferográfica

Leia mais

MATEMÁTICA I ECONOMIA (5598) Ficha de exercícios 1 (2012/2013)

MATEMÁTICA I ECONOMIA (5598) Ficha de exercícios 1 (2012/2013) Universidade da Beira Interior - Departamento de Matemática MATEMÁTICA I ECONOMIA (5598) Ficha de eercícios (0/03). Determine o conjunto dos pontos interiores, eteriores e fronteiros dos seguintes conjuntos:

Leia mais

Identifique todas as folhas Folhas não identificadas NÃO SERÃO COTADAS. Faculdade de Economia Universidade Nova de Lisboa EXAME DE CÁLCULO I

Identifique todas as folhas Folhas não identificadas NÃO SERÃO COTADAS. Faculdade de Economia Universidade Nova de Lisboa EXAME DE CÁLCULO I Identifique todas as folhas Folhas não identificadas NÃO SERÃO COTADAS Faculdade de Economia Universidade Nova de Lisboa EXAME DE CÁLCULO I Ano Lectivo 009-10 - 1º Semestre Eame Final de ª Época em 0 de

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto Programas novos e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 635/11 Págs. Duração da prova: 150

Leia mais

FEPI FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE ITAJUBÁ UNIVERSITAS CENTRO UNIVERSITÁRIO DEITAJUBÁ CÁLCULO 1. Prof. William Mascia Resende. Engenharia Elétrica

FEPI FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE ITAJUBÁ UNIVERSITAS CENTRO UNIVERSITÁRIO DEITAJUBÁ CÁLCULO 1. Prof. William Mascia Resende. Engenharia Elétrica FEPI FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE ITAJUBÁ UNIVERSITAS CENTRO UNIVERSITÁRIO DEITAJUBÁ CÁLCULO 1 Prof. William Mascia Resende Engenharia Elétrica ITAJUBÁ 2013 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ Curso: Engenharia

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2011/1

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2011/1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS 0/ SUMÁRIO. FUNÇÕES REAIS DE UMA VARIÁVEL..... CONCEITO..... ZEROS DE UMA

Leia mais

Conceitos Básicos Mariana Dias Júlia Justino Novembro 2010

Conceitos Básicos Mariana Dias Júlia Justino Novembro 2010 Conceitos Básicos Mariana Dias Júlia Justino Novembro Conteúdo Cálculo Algébrico. Conjuntos de Números..... Conjuntodosnúmerosnaturais..... Conjuntodosnúmerosinteiros..... Conjuntodosnúmerosracionaisoufraccionários.....

Leia mais

Teste Intermédio de Matemática A Matemática A Versão 2 10.º Ano de Escolaridade

Teste Intermédio de Matemática A Matemática A Versão 2 10.º Ano de Escolaridade Teste Intermédio de Matemática A Versão 2 Teste Intermédio Matemática A Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 06.05.2009 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Na sua folha de

Leia mais

Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais

Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 835/1.ª Fase 13 Páginas Duração

Leia mais

Prova Final de Matemática. 3.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 92/1.ª Chamada. Duração da Prova: 90 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Prova Final de Matemática. 3.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 92/1.ª Chamada. Duração da Prova: 90 minutos. Tolerância: 30 minutos. PROVA FINAL DO 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Matemática/Prova 92/1.ª Chamada/2012 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento de identificação CC n.º ou BI

Leia mais

MATEMÁTICA GEOMETRIA ANALÍTICA I PROF. Diomedes. E2) Sabendo que a distância entre os pontos A e B é igual a 6, calcule a abscissa m do ponto B.

MATEMÁTICA GEOMETRIA ANALÍTICA I PROF. Diomedes. E2) Sabendo que a distância entre os pontos A e B é igual a 6, calcule a abscissa m do ponto B. I- CONCEITOS INICIAIS - Distância entre dois pontos na reta E) Sabendo que a distância entre os pontos A e B é igual a 6, calcule a abscissa m do ponto B. d(a,b) = b a E: Dados os pontos A e B de coordenadas

Leia mais

v m = = v(c) = s (c).

v m = = v(c) = s (c). Capítulo 17 Teorema do Valor Médio 17.1 Introdução Vimos no Cap. 16 como podemos utilizar a derivada para traçar gráficos de funções. Muito embora o apelo gráfico apresentado naquele capítulo relacionando

Leia mais

Prova Escrita de Matemática A

Prova Escrita de Matemática A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Matemática A 12.º Ano de Escolaridade Prova 635/2.ª Fase 11 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância:

Leia mais

Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais

Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais Exame Final Nacional do Ensino Secundário Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 835/2.ª Fase 15 Páginas Duração

Leia mais

Matemática A. Teste Intermédio de Matemática A. Versão 1. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos 5.05.2010. 10.º Ano de Escolaridade

Matemática A. Teste Intermédio de Matemática A. Versão 1. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos 5.05.2010. 10.º Ano de Escolaridade Teste Intermédio de Matemática A Versão 1 Teste Intermédio Matemática A Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 5.05.2010 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Na sua folha de

Leia mais

Esboço de Gráficos (resumo)

Esboço de Gráficos (resumo) Esboço de Gráficos (resumo) 1 Máximos e Mínimos Definição: Diz-se que uma função tem um valor máximo relativo (máximo local) em c se existe um intervalo ( a, b) aberto contendo c tal que f ( c) f ( x)

Leia mais

Prova Escrita de MATEMÁTICA

Prova Escrita de MATEMÁTICA Prova Escrita de MATEMÁTICA Identi que claramente os grupos e as questões a que responde. As funções trigonométricas estão escritas no idioma anglo saxónico. Utilize apenas caneta ou esferográ ca de tinta

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M5 Função Polinomial

Matemática. Resolução das atividades complementares. M5 Função Polinomial Resolução das atividades complementares Matemática M Função Polinomial p. 6 (UFRJ) Uma operadora de celular oferece dois planos no sistema pós-pago. No plano A, paga-se uma assinatura de R$, e cada minuto

Leia mais

Matemática A. Teste Intermédio de Matemática A. Versão 1. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos 6.05.2010. 11.º Ano de Escolaridade

Matemática A. Teste Intermédio de Matemática A. Versão 1. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos 6.05.2010. 11.º Ano de Escolaridade Teste Intermédio de Matemática A Versão 1 Teste Intermédio Matemática A Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 6.05.2010 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Na sua folha de

Leia mais

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.)

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) Colégio Santa Catarina Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) 17 Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) 3.1- Aceleração Escalar (a): Em movimentos nos quais as velocidades

Leia mais

Conjuntos numéricos. Notasdeaula. Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming. Dr. Régis Quadros

Conjuntos numéricos. Notasdeaula. Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming. Dr. Régis Quadros Conjuntos numéricos Notasdeaula Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming Dr. Régis Quadros Conjuntos numéricos Os primeiros conjuntos numéricos conhecidos pela humanidade são os chamados inteiros positivos

Leia mais

Prova Escrita de Matemática A

Prova Escrita de Matemática A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 39/0, de 5 de julho Prova Escrita de Matemática A.º Ano de Escolaridade Prova 635/Época Especial 5 Páginas Duração da Prova: 50 minutos. Tolerância:

Leia mais

Matemática A. Versão 2. Na sua folha de respostas, indique de forma legível a versão do teste. Teste Intermédio de Matemática A.

Matemática A. Versão 2. Na sua folha de respostas, indique de forma legível a versão do teste. Teste Intermédio de Matemática A. Teste Intermédio de Matemática A Versão 2 Teste Intermédio Matemática A Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 24.05.2013 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março????????????? Na

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ALGARVE ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

UNIVERSIDADE DO ALGARVE ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ALGARVE ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA CURSO BIETÁPICO EM ENGENHARIA CIVIL º ciclo Regime Diurno/Nocturno Disciplina de COMPLEMENTOS DE MATEMÁTICA Ano lectivo de 7/8 - º Semestre Etremos

Leia mais

VESTIBULAR 2004 - MATEMÁTICA

VESTIBULAR 2004 - MATEMÁTICA 01. Dividir um número real não-nulo por 0,065 é equivalente a multiplicá-lo por: VESTIBULAR 004 - MATEMÁTICA a) 4 c) 16 e) 1 b) 8 d) 0. Se k é um número inteiro positivo, então o conjunto A formado pelos

Leia mais

EXAME NACIONAL DE MATEMÁTICA A ª FASE VERSÃO 1/2 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO

EXAME NACIONAL DE MATEMÁTICA A ª FASE VERSÃO 1/2 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO Preparar o Eame 06 Matemática A EXAME NACIONAL DE MATEMÁTICA A 05.ª FASE VERSÃO / PROPOSTA DE RESOLUÇÃO Site: http://recursos-para-matematica.webnode.pt/ Facebook: https://www.facebook.com/recursos.para.matematica

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro De Ciências Exatas e da Terra. Departamento de Física Teórica e Experimental

Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro De Ciências Exatas e da Terra. Departamento de Física Teórica e Experimental Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro De Ciências Exatas e da Terra Departamento de Física Teórica e Experimental Programa de Educação Tutorial Curso de Nivelamento: Pré-Cálculo PET DE FÍSICA:

Leia mais

Notas sobre a Fórmula de Taylor e o estudo de extremos

Notas sobre a Fórmula de Taylor e o estudo de extremos Notas sobre a Fórmula de Taylor e o estudo de etremos O Teorema de Taylor estabelece que sob certas condições) uma função pode ser aproimada na proimidade de algum ponto dado) por um polinómio, de modo

Leia mais

LISTA BÁSICA MATEMÁTICA

LISTA BÁSICA MATEMÁTICA LISTA BÁSICA Professor: ARGENTINO FÉRIAS: O ANO DATA: 0 / 06 / 0 MATEMÁTICA 6 0 6 +, + 4 é:. O valor de ( ) ( ) ( ) a) b) c) 7 d) 9 e). Considere a epressão numérica a) 9 b) 0 c) 8,00 d) 69 e) 9,00000

Leia mais

Geometria Analítica Plana.

Geometria Analítica Plana. Geometria Analítica Plana. Resumo teórico e eercícios. 3º Colegial / Curso Etensivo. Autor - Lucas Octavio de Souza (Jeca) Estudo de Geometria Analítica Plana. Considerações gerais. Este estudo de Geometria

Leia mais

QUESTÕES MATEMÁTICA MASTERMED. n 2. 20x 40 se 0 x 2 0 se 2 x 10 T(x) 10x 100 se 10 x 20 100 se 20 x 40

QUESTÕES MATEMÁTICA MASTERMED. n 2. 20x 40 se 0 x 2 0 se 2 x 10 T(x) 10x 100 se 10 x 20 100 se 20 x 40 1 QUESTÕES 01. Em uma experiência realizada com camundongos, foi observado que o tempo requerido para um camundongo percorrer um labirinto, na enésima tentativa, era dado pela função f(n) = 3 + n minutos.

Leia mais

Teste Intermédio de Matemática A Matemática A Versão 2 11.º Ano de Escolaridade

Teste Intermédio de Matemática A Matemática A Versão 2 11.º Ano de Escolaridade Teste Intermédio de Matemática A Versão 2 Teste Intermédio Matemática A Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 07.05.2009 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Na sua folha de

Leia mais

A trigonometria do triângulo retângulo

A trigonometria do triângulo retângulo A UA UL LA A trigonometria do triângulo retângulo Introdução Hoje vamos voltar a estudar os triângulos retângulos. Você já sabe que triângulo retângulo é qualquer triângulo que possua um ângulo reto e

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO B 2005/2

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO B 2005/2 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO B 00/ SUMÁRIO. LIMITES E CONTINUIDADE..... NOÇÃO INTUITIVA DE LIMITE..... FUNÇÃO CONTÍNUA NUM

Leia mais

Cálculo em Computadores - 2007 - trajectórias 1. Trajectórias Planas. 1 Trajectórias. 4.3 exercícios... 6. 4 Coordenadas polares 5

Cálculo em Computadores - 2007 - trajectórias 1. Trajectórias Planas. 1 Trajectórias. 4.3 exercícios... 6. 4 Coordenadas polares 5 Cálculo em Computadores - 2007 - trajectórias Trajectórias Planas Índice Trajectórias. exercícios............................................... 2 2 Velocidade, pontos regulares e singulares 2 2. exercícios...............................................

Leia mais

Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais

Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais Exame Nacional do Ensino Secundário Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Matemática Aplicada às Ciências Sociais 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 835/2.ª Fase 13 Páginas Duração

Leia mais

QUESTÃO 16 Na figura, temos os gráficos das funções f e g, de em. O valor de gof(4) + fog(1) é:

QUESTÃO 16 Na figura, temos os gráficos das funções f e g, de em. O valor de gof(4) + fog(1) é: Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA A ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 4 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 6 Na figura, temos os gráficos das funções f e g,

Leia mais

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E Sistema cartesiano ortogonal Lista. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E. Marque num sistema de coordenadas cartesianas ortogonais os pontos: a)

Leia mais

Exercícios de exames e provas oficiais

Exercícios de exames e provas oficiais Exercícios de exames e provas oficiais 1. Na figura abaixo, está representada, num referencial o.n. xoy, parte do gráfico de uma função polinomial f. Em qual das opções seguintes pode estar representada

Leia mais

Matemática A. Teste Intermédio Matemática A. Versão 1. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos 24.01.2008. 11.º Ano de Escolaridade

Matemática A. Teste Intermédio Matemática A. Versão 1. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos 24.01.2008. 11.º Ano de Escolaridade Teste Intermédio Matemática A Versão 1 Teste Intermédio Matemática A Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 24.01.2008 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Na sua folha de respostas,

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas

Escola Básica e Secundária de Velas Escola Básica e Secundária de Velas Planificação Anual do 12º Ano Matemática A Ano letivo 2015 /2016 1º Período 2º Período 3º Período Nº DE BLOCOS PREVISTOS 39 32 24 Apresentação 0,5 1º Período 2º Período

Leia mais

4.1 MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL COM FORÇAS CONSTANTES

4.1 MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL COM FORÇAS CONSTANTES CAPÍTULO 4 67 4. MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL COM FORÇAS CONSTANTES Consideremos um bloco em contato com uma superfície horizontal, conforme mostra a figura 4.. Vamos determinar o trabalho efetuado por uma

Leia mais

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV FGV Economia 1 a Fase /nov/014 MATEMÁTICA 01. Observe o diagrama com 5 organizações intergovernamentais de integração sul-americana: Dos 1 países que compõem esse diagrama,

Leia mais

TESTE INTERMÉDIO DE MATEMÁTICA B 10.º ANO RESOLUÇÃO

TESTE INTERMÉDIO DE MATEMÁTICA B 10.º ANO RESOLUÇÃO TESTE INTERMÉDIO DE MATEMÁTICA B 10.º ANO RESOLUÇÃO GRUPO I 1. Apresentamos dois exemplos de resposta. 1.º Exemplo: O hexágono regular [ABCDEF] está dividido em seis triângulos equiláteros, geometricamente

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

Capítulo V: Derivação 137

Capítulo V: Derivação 137 Capítulo V: Derivação 37 Esboço de gráicos: Para esboçar o gráico de uma unção deve-se sempre que possível seguir as seguintes etapas: Indicar o domínio; Determinar os zeros (caso eistam); Estudar a paridade;

Leia mais

12.º Ano de Escolaridade

12.º Ano de Escolaridade gabinete de avaliação educacional T E S T E I N T E R M É D I O D E M A T E M Á T I C A 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) (Dec.-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto, para alunos

Leia mais

(b) (1,0 ponto) Reciprocamente, mostre que, se um número x R possui representação infinita em toda base β, então x é irracional.

(b) (1,0 ponto) Reciprocamente, mostre que, se um número x R possui representação infinita em toda base β, então x é irracional. Sociedade Brasileira de Matemática Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional MA11 Números e Funções Reais Avaliação 3 - GABARITO 06 de julho de 013 1. (1,5 pontos) Determine se as afirmações

Leia mais

ANÁLISE NUMÉRICA DEC - 1996/97

ANÁLISE NUMÉRICA DEC - 1996/97 ANÁLISE NUMÉRICA DEC - 996/97 Teoria de Erros A Teoria de Erros fornece técnicas para quantificar erros nos dados e nos resultados de cálculos com números aproximados. Nos cálculos aproximados deve-se

Leia mais

2) A área da parte mostarda dos 100 padrões é 6. 9. 2. 3) A área total bordada com a cor mostarda é (5400 + 3700) cm 2 = 9100 cm 2

2) A área da parte mostarda dos 100 padrões é 6. 9. 2. 3) A área total bordada com a cor mostarda é (5400 + 3700) cm 2 = 9100 cm 2 MATEMÁTICA 1 Um tapete deve ser bordado sobre uma tela de m por m, com as cores marrom, mostarda, verde e laranja, da seguinte forma: o padrão quadrado de 18 cm por 18 cm, mostrado abaio, será repetido

Leia mais

FÍSICA. Exatas/Tarde Física e Matemática Prova A Página 1

FÍSICA. Exatas/Tarde Física e Matemática Prova A Página 1 FÍSICA 01 - A figura a seguir representa um eletroímã e um pêndulo, cuja massa presa à extremidade é um pequeno imã. Ao fechar a chave C, é correto afirmar que C N S (001) o imã do pêndulo será repelido

Leia mais

Matemáticas Gerais. (Licenciatura em Geologia) Caderno de exercícios (exercícios propostos e tabelas) Armando Gonçalves e Maria João Rodrigues

Matemáticas Gerais. (Licenciatura em Geologia) Caderno de exercícios (exercícios propostos e tabelas) Armando Gonçalves e Maria João Rodrigues Matemáticas Gerais (Licenciatura em Geologia Caderno de eercícios (eercícios propostos e tabelas Armando Gonçalves e Maria João Rodrigues Departamento de Matemática Faculdade de Ciências e Tecnologia da

Leia mais

TRABALHO ELABORADO PELA PROFESSORA MÁRCIA OLIVEIRA DA SILVA GONÇALVES

TRABALHO ELABORADO PELA PROFESSORA MÁRCIA OLIVEIRA DA SILVA GONÇALVES TRABALHO ELABORADO PELA PROFESSORA MÁRCIA OLIVEIRA DA SILVA GONÇALVES RESGATE DE CONTEÚDOS DO 6º AO 9º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL E CONTEÚDOS DO º ANO DO ENSINO MÉDIO ÍNDICE CONJUNTOS -----------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Matemática Básica - 08. Função Logarítmica

Matemática Básica - 08. Função Logarítmica Matemática Básica Função Logarítmica 08 Versão: Provisória 0. Introdução Quando calculamos as equações exponenciais, o método usado consistia em reduzirmos os dois termos da equação à mesma base, como

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2008/1

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2008/1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS 008/ . CONCEITO DE FUNÇÃO As funções são as melhores ferramentas para descrever

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL UNIFICADA CAMPOGRANDENSE (FEUC) FACULDADES INTEGRADAS CAMPO-GRANDENSES (FIC) COORDENAÇÃO DE MATEMÁTICA

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL UNIFICADA CAMPOGRANDENSE (FEUC) FACULDADES INTEGRADAS CAMPO-GRANDENSES (FIC) COORDENAÇÃO DE MATEMÁTICA E N A D E 005 LICENCIATURA MATEMÁTICA QUESTÕES RESOLVIDAS I N T R O D U Ç Ã O Estamos apresentando a prova do ENADE aplicada em 005 para os cursos de Licenciatura em Matemática. Este trabalho tem o objetivo

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE VISEU DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA

INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE VISEU DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE VISEU DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Apontamentos: Curso de Conhecimentos Básicos de Matemática Cursos do Departamento de Gestão Maria Cristina

Leia mais

Teste Intermédio de Matemática A Matemática A Versão 1 10.º Ano de Escolaridade

Teste Intermédio de Matemática A Matemática A Versão 1 10.º Ano de Escolaridade Teste Intermédio de Matemática A Versão 1 Teste Intermédio Matemática A Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 28.05.2008 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Nome do aluno N.º

Leia mais

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA UNIDADE MARICÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MATEMÁTICA 2 PROF. ILYDIO PEREIRA DE SÁ

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA UNIDADE MARICÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MATEMÁTICA 2 PROF. ILYDIO PEREIRA DE SÁ UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA UNIDADE MARICÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 1 MATEMÁTICA PROF. ILYDIO PEREIRA DE SÁ ESTUDO DAS DERIVADAS (CONCEITO E APLICAÇÕES) No presente capítulo, estudaremos as

Leia mais

Prova Escrita de Matemática B

Prova Escrita de Matemática B Exame Final Nacional do Ensino Secundário Prova Escrita de Matemática B 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 735/1.ª Fase Critérios de Classificação 14 Páginas 2014 Prova

Leia mais

Ficha de avaliação Física e Química A - Versão 1 Outubro de 2013. Nome: Nº: turma: 11E

Ficha de avaliação Física e Química A - Versão 1 Outubro de 2013. Nome: Nº: turma: 11E Ficha de avaliação Física e Química A - Versão 1 Outubro de 2013 Nome: Nº: turma: 11E CLASSIFICAÇÃO: Valores Professor: Cotação - 10V 1. Observa a figura 1 seguinte, que representa um corpo em movimento,

Leia mais

MATEMÁTICA PROVA DO VESTIBULAR ESAMC-2003-2 RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. 26. A expressão numérica ( ) RESOLUÇÃO:

MATEMÁTICA PROVA DO VESTIBULAR ESAMC-2003-2 RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. 26. A expressão numérica ( ) RESOLUÇÃO: PROVA DO VESTIULAR ESAMC-003- RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA MATEMÁTICA 3 3 3 6. A epressão numérica ( ) 3.( ).( ).( ) equivale a: A) 9 ) - 9 C) D) - E) 6 3 3 3 3 ( ).( ).( ).(

Leia mais

Exercícios de exames e provas oficiais

Exercícios de exames e provas oficiais mata Eercícios de eames e provas oficiais. Seja g uma função, de domínio,e, definida por g ln e. Considere a sucessão estritamente crescente de termo geral Qual é o valor de lim g? n n n n (A) (B) e (C)

Leia mais

Problemas sobre Sistemas Não Lineares

Problemas sobre Sistemas Não Lineares Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Controlo em Espaço de Estados Problemas sobre Sistemas Não Lineares Organizada por J. Miranda Lemos 0 J. M. Lemos IST P. (Construção do

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M4 Funções

Matemática. Resolução das atividades complementares. M4 Funções Resolução das atividades complementares Matemática M Funções p. Responda às questões e, tomando por base o teto abaio: (Unama-PA) O ATAQUE DOS ALIENS Caramujos africanos, medindo centímetros de comprimento

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PFV - GABARITO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PFV - GABARITO COLÉGIO PEDRO II - CAMPUS SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE MATEMÁTICA I PROF MARCOS EXERCÍCIOS DE REVISÃO PFV - GABARITO 1 wwwprofessorwaltertadeumatbr 1) Seja f uma função de N em N definida por f(n) 10 n Escreva

Leia mais

MATEMÁTICA 3. Resposta: 29

MATEMÁTICA 3. Resposta: 29 MATEMÁTICA 3 17. Uma ponte deve ser construída sobre um rio, unindo os pontos A e, como ilustrado na figura abaixo. Para calcular o comprimento A, escolhe-se um ponto C, na mesma margem em que está, e

Leia mais

Guião Revisões: Funções ESA-IPVC. Funções

Guião Revisões: Funções ESA-IPVC. Funções GUIÃO REVISÕES Funções Conceito de função Quatro amigos decidiram apostar no totoloto, tendo cada um deles preenchido o seu boletim da seguinte forma: Boletim do Hugo Boletim do João Jogos Apostas Jogos

Leia mais

Exercícios de exames e provas oficiais

Exercícios de exames e provas oficiais mata Eercícios de eames e provas oficiais. Seja a um número real. Seja a função f, de domínio f e. aln, definida por Considere, num referencial o.n. Oy, o ponto P,8. Sabe-se que o ponto P pertence ao gráfico

Leia mais

Matemática, Raciocínio Lógico e suas Tecnologias

Matemática, Raciocínio Lógico e suas Tecnologias Matemática, Raciocínio Lógico e suas Tecnologias 21. (UFAL 2008) Uma copiadora pratica os preços expressos na tabela a seguir: Número de cópias Preço unitário (em reais) 1 a 10 0,20 11 a 50 0,15 51 a 200

Leia mais

Nestas condições, determine a) as coordenadas dos vértices B, C, D, E e F e a área do hexágono ABCDEF. b) o valor do cosseno do ângulo AÔB.

Nestas condições, determine a) as coordenadas dos vértices B, C, D, E e F e a área do hexágono ABCDEF. b) o valor do cosseno do ângulo AÔB. MATEMÁTICA 0 A figura representa, em um sistema ortogonal de coordenadas, duas retas, r e s, simétricas em relação ao eixo Oy, uma circunferência com centro na origem do sistema, e os pontos A = (1, ),

Leia mais

Esboço de Curvas. Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html

Esboço de Curvas. Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html Esboço de Curvas Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html Roteiro para esboçar uma curva A. Verifique o domínio da função Exemplo: f(x) = 1 x {x x = 0} Roteiro para esboçar

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 2

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 2 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 26/9, de 29 de Agosto) Cursos Gerais e Cursos Tecnológicos PROVA 435/9 Págs. Duração da prova: 120 minutos 2005 1.ª FASE PROVA

Leia mais

Supondo que se mantém constante o ritmo de desenvolvimento da população de vírus, qual o número de vírus após uma hora?

Supondo que se mantém constante o ritmo de desenvolvimento da população de vírus, qual o número de vírus após uma hora? Lista prova parcial 4º bimestre. 1. (Upf 01) Num laboratório está sendo realizado um estudo sobre a evolução de uma população de vírus. A seguinte sequência de figuras representa os três primeiros minutos

Leia mais

CPV 82% de aprovação dos nossos alunos na ESPM

CPV 82% de aprovação dos nossos alunos na ESPM CPV 8% de aprovação dos nossos alunos na ESPM ESPM Resolvida Prova E 11/novembro/01 MATEMÁTICA 1. A distribuição dos n moradores de um pequeno prédio de 4 5 apartamentos é dada pela matriz 1 y, 6 y + 1

Leia mais

FUNÇÕES E SUAS PROPRIEDADES

FUNÇÕES E SUAS PROPRIEDADES FUNÇÕES E SUAS PROPRIEDADES Í N D I C E Funções Definição... Gráficos (Resumo): Domínio e Imagem... 5 Tipos de Funções... 7 Função Linear... 8 Função Linear Afim... 9 Coeficiente Angular e Linear... Função

Leia mais

Lista de exercícios Trigonometria Problemas Gerais. Parte 1 : Tangente da soma e da diferença de arcos e tangente do dobro de um arco

Lista de exercícios Trigonometria Problemas Gerais. Parte 1 : Tangente da soma e da diferença de arcos e tangente do dobro de um arco Lista de eercícios Trigonometria Problemas Gerais Prof ºFernandinho Parte 1 : Tangente da soma e da diferença de arcos e tangente do dobro de um arco 01.(Fuvest) Se é um ângulo tal que 0 < < 90 e sen =,

Leia mais

b) a 0 e 0 d) a 0 e 0

b) a 0 e 0 d) a 0 e 0 IFRN - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PROFESSOR: MARCELO SILVA MATEMÁTICA FUNÇÃO DO º GRAU 1. Um grupo de pessoas gastou R$ 10,00 em uma lanchonete. Quando foram pagar a conta,

Leia mais

Soluções das Questões de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ

Soluções das Questões de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ Soluções das Questões de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ º Exame de Qualificação 011 Questão 6 Vestibular 011 No interior de um avião que se desloca horizontalmente em relação ao

Leia mais

CÁLCULO DE ZEROS DE FUNÇÕES REAIS

CÁLCULO DE ZEROS DE FUNÇÕES REAIS 15 CÁLCULO DE ZEROS DE FUNÇÕES REAIS Um dos problemas que ocorrem mais frequentemente em trabalhos científicos é calcular as raízes de equações da forma: f() = 0. A função f() pode ser um polinômio em

Leia mais

Problemas de Valor Inicial para Equações Diferenciais Ordinárias

Problemas de Valor Inicial para Equações Diferenciais Ordinárias Problemas de Valor Inicial para Equações Diferenciais Ordinárias Carlos Balsa balsa@ipb.pt Departamento de Matemática Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Bragança Matemática Aplicada - Mestrados

Leia mais

Matemática Aplicada. Qual é a altitude do centro do parque, ponto de encontro das diagonais, em relação ao nível do mar?

Matemática Aplicada. Qual é a altitude do centro do parque, ponto de encontro das diagonais, em relação ao nível do mar? Matemática Aplicada 1 Um mapa de um pequeno parque é uma região em forma de quadrilátero, limitado pelas retas y = x, y = x +, y = x + e y = x, sendo que as unidades estão em quilômetros. A altitude em

Leia mais

Matemática A. Fevereiro de 2010

Matemática A. Fevereiro de 2010 Matemática A Fevereiro de 2010 Matemática A Itens 10.º Ano de Escolaridade No Teste intermédio, que se irá realizar no dia 5 de Maio de 2010, os itens de grau de dificuldade mais elevado poderão ser adaptações

Leia mais

Aluno (a): 1) O intervalo A de números reais é representado geometricamente da seguinte maneira:

Aluno (a): 1) O intervalo A de números reais é representado geometricamente da seguinte maneira: Educa teu filho no caminho que deve andar, e quando grande não se desviará dele Prov.22.6 Bateria de Exercícios Data: 24/03/2016 Turma: 1º Ano Área II Aluno (a): Prezado aluno caso prefira responder na

Leia mais

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica.

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica. Lista para a Terceira U.L. Trabalho e Energia 1) Um corpo de massa 4 kg encontra-se a uma altura de 16 m do solo. Admitindo o solo como nível de referência e supondo g = 10 m/s 2, calcular sua energia

Leia mais