Correio Eletrônico. E- mail

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Correio Eletrônico. E- mail"

Transcrição

1 Correio Eletrônico & SMTP 2014 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian Estagiário Docente: Vinícius Oliveira E- mail Os usuários possuem uma relação amor e ódio com o e- mail: eles amam usá- lo, e oiam quando ele não funciona. Craig Hunt 2 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 1

2 Sistema E- mail Apesar das res sociais... O Correio Eletrônico ainda é uma das aplicações mais difundidas da Internet. Facilida uso, velocida e amplo por troca informações. Muitas aplicações críticas usam . Sistema muito fácil usar. Permite enviar mensagens texto puro, transferir programas, fotos, áudio víos, ou qualquer outro arquivo, praticamente forma instantânea. off-line à não pen da outra ponta estar on-line. 3 Número contas e usuários e- mail Statistics Report, Executive Summary 4 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 2

3 Worldwi Daily Traffic, (*) (em bilhões mensagens) (*) estimativas THE RADICATI GROUP, INC. ( ) 5 QuanQda contas corporaqvas e pessoais(*) (em milhões) (*) estimativas THE RADICATI GROUP, INC. ( ) 6 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 3

4 Mas, nem todo mundo domina... 7.!.!.! Received: from edutec.unesp.br (edutec.unesp.br [IPv6:2801:88:1000:ead::66])!!by ceti.nead.unesp.br (Postfix) with ESMTP id 81204EE16D!!for Fri, 14 Nov :30: (BRST)! Date: Fri, 14 Nov :30: ! To: From: Root User Reply-To: Subject: Informe: Ambientes Virtuais Aprendizagem! Message-ID: 8 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 4

5 Conceitos e fundamentos E- mail e SMTP Componentes do Correio eletrônico MUA: Mail User Agent MTA: Mail Transfer Agent MDA: Mail Delivery Agent MAA: Mail Access Agent 10 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 5

6 Componentes Veremos inicialmente o dois principais componentes à MUA e o MTA. Depois entenremos o protocolo SMTP. Em seguida veremos os outros dois componentes à MDA e MAA. 11 Componentes do Correio eletrônico 12 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 6

7 Definições dos componentes O sistema é formado duas entidas principais à MUA e MTA MUA - Mail User Agent MUAs são quaisquer dos programas utilizados para ler, compor, responr e dispor mensagens eletrônicas. Exemplos: pine, mail, Mail, elm, Pegasus Mail, Eudora, etc... MTA - Mail Transport Agent (em alguns textos Mail Transfer Agent) MTAs são programas que se encarregam entregar mensagens a vários usuários e redirecionar mensagens entre computadores. Os programas MTAs mais conhecidos são o sendmail e o postfix. Exemplo: Postfix (http://www.postfix.org) e Sendmail (http://www.sendmail.org) 13 MUA e MTA 14 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 7

8 MUA (1) MUA que normalmente existe em todos os ambientes unix chama-se mail. Geralmente o mail é apenas para os iniciados vido à sua complexida. Existem outros programas tais como mutt, pine e elm que tornam o trabalho com o correio eletrônico extremamente simples para usuários comuns. Opções, tanto domínio público como comerciais, são numerosas. Interfaces gráficas com suporte a MIME (Multipurpose Internet Mail Extensions) também são populares. à veremos mais adiante 15 MUA (2) Exemplo um MUA com interface gráfica no sistema Mac OS X 16 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 8

9 MTA (1) O programa MTA é necessário à a entrega correio eletrônico em res raramente é uma tarefa simples. Como a tarefa transportar mensagens frequentemente se esten além dos domínios da máquina local à aumenta a necessida um MTA separado um MUA. MTAs mais usados: No Unix: Postfix e Sendmail. No Windows: Windows SMTP server(*) e hmailserver(**) (*) não instalado por Default no Windows 7 e Windows 8 (**) https://www.hmailserver.com/ 17 MTA (2) O MTA implementa o protocolo transporte mensagens (SMTP). Po enviar mensagens uma máquina para outra na mesma re. Po também redirecionar mensagens da re em que se encontra para outras res. Eventualmente res arquitetura radicalmente diferentes. Lembrar que não existem somente conexões através da Internet! O MTA também RECEBE as mensagens vindas do protocolo SMTP e eventualmente outros. O MTA não é apenas o SMTP. Existem muitas outras res, com arquiteturas diferentes, além diferentes camadas aplicação, que necessitam se comunicar aquadamente. 18 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 9

10 MTA (3) O MTA roteia a mensagem recebida do programa do usuário, com base no enreço eletrônico do stino. Toma cisão do que fazer. Para as mensagens em SAÍDA: O MTA recebe a mensagem vinda do programa do usuário (MUA); Interpreta o enreço eletrônico; Re-escreve o enreço das maneira apropriada para a entrega; e Roteia a mensagem através do método correto. Para as mensagens em ENTRADA: O MTA interpreta o enreço; Envia para o módulo entrega ao usuário (MDA à visto mais adiante); Ou redireciona para outro enreço. 19 MTA (4) Além do roteamento entre programas usuário e programas entrega à o MTA realiza mais duas funções: Implementa o protocolo SMTP Simple Mail Transfer Protocol Padrão para mensagens na Internet à RFC-821. Permite criação aliases. Sinônimos enreços. 20 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 10

11 MTA (5) 21 SMTP [RFC 821] Usa TCP para a transferência confiável mensagens correio do cliente ao servidor (porta 25/TCP). Transferência direta servidor remetente envia direto ao servidor receptor. Três fases da transferência (do SMTP / Não confunda com TCP!): Handshaking (cumprimento). Transferência das mensagens. Encerramento. Interação comando/resposta Comandos: texto ASCII Resposta: código e frase status. Mensagens precisam ser em ASCII 7-bits. 22 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 11

12 SMTP na Internet (1) Na Internet à a recepção ocorre na porta 25/TCP da máquina stino. Ou na 465/TCP ou 587/TCP se for ssl/autenticado. (exercício: administração best practice SMTP) O processo daemon nesta porta ve implementar o protocolo SMTP. Processo (daemon) aceita as mensagens que chegam e tenta encaminhá-las à caixa postal stino, reportando eventuais erros à máquina origem. 23 SMTP na Internet (2) transmissão direta pelo servidor 24 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 12

13 SMTP na Internet (3) transmissão via SMTP server intermediário ISP 25 Operação do SMTP (1) SMTP à todo baseado em texto. Tendo estabelecido uma conexão à porta 25 do servidor, a máquina cliente aguarda uma resposta do servidor. O servidor envia uma linha texto indicando se está ou não preparado para receber . Se o servidor aceita receber , significa que o cliente SMTP aceita a recepção. Ocorre o livery. 26 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 13

14 Operação do SMTP (2) (diálogo SMTP) 27 Operação do SMTP (3) 28 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 14

15 Exemplo diálogo e interação SMTP S: 220 doces.br C: HELO consumidor.br S: 250 Hello consumidor.br, pleased to meet you C: MAIL FROM: S: 250 Senr ok C: RCPT TO: S: 250 Recipient ok C: DATA S: 354 Enter mail, end with "." on a line by itself C: Voce gosta chocolate? C: Que tal sorvete? C:. S: 250 Message accepted for livery C: QUIT S: 221 doces.br closing connection Observe a linha em branco terminando com um. 29 Fonte: hfp://computernetworkingsimplified.com/applicaqon- layer/overview- - works/ ( ) 30 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 15

16 SMTP Reply cos 31 Alguns códigos SMTP agrupados por comando 32 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 16

17 SMTP SMTP usa conexões persistentes. SMTP requer que a mensagem (cabeçalho e corpo) sejam em ASCII 7-bits à já mencionado. Portanto, algumas caias caracteres não são permitidas numa mensagem. Por exemplo: <CR/LF>.<CR/LF>! Uma vez que é usado pelo servidor SMTP para reconhecer o final da mensagem.! Assim, em alguns casos, a mensagem necessita ser codificada. Geralmente em base-64 ou quoted printable. 33 Exemplos interação Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 17

18 Entre computadores sempre on- line Remetente Destinatário Editor Mensagem Agente Transporte De: Para: SMTP Visualizador Mensagem Agente Transporte Notificador Caixa Postal Agente Distribuição Local Computador A em origem.dom Computador B em stino.dom 35 Dois computadores via ISP (1) Remetente Editor Mensagem Agente Transporte Computador A envio Agente Transporte SMTP ISP De: Para: SMTP Destinatário Agente Transporte Agente Distribuição Local Visualizador Mensagem Computador B ISP Agente Transporte recepção Caixa Postal..... Caixa Postal Agente Transporte POP ou IMAP 36 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 18

19 Dois computadores via ISP (2) 37 Processo completo via ISP com POP3 38 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 19

20 Gateway / relay 39 Mail Relay ou bounce empresa.dom De: Para: xxxxxxxxxxxxx Remetente A Editor Mensagem Agente Transporte SMTP Agente Transporte RELAY SMTP Caixa Postal Agente Distribuição Local Remetente B Caixa Postal.... Editor Mensagem Agente Distribuição Local De: Para: xxxxxxxxxxxxx Caixa Postal Caixa Postal p1.empresa.dom p2.empresa.dom 40 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 20

21 SPAM e relays abertos relay1.dom Spammer Agente Transporte De: Para: xxxxxxxxxxxxxx Editor Mensagem Agente Transporte De: Para: xxxxxxxxxxxxxx Agente Transporte De: Para: xxxxxxxxxxxxxx relay9.dom 41 Entrega final: MDA e MUA MDA: Mail Delivery Agent MAA: Mail Access Agent 42 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 21

22 MDA e MAA (1) Já mencionado: MTA e MUA: Agora veremos os outros dois componentes do sistema correio eletrônico: MDA: Mail Delivery Agent MAA - Mail Access Agent: 43 MDA e MAA (2) Agora veremos os outros dois componentes do sistema correio eletrônico: MDA: Mail Delivery Agent Entrega no mailbox Processamento filtragem Mais usado: Procmail MAA - Mail Access Agent: Acesso a servidores remotos para recuperação mensagens ( recebimento ). POP (Post Office Protocol) porta 110 Transmite mensagens apenas da caixa postal do servidor para a do cliente. IMAP (Internet Message Access Protocol) porta 143 Sincroniza as caixas postais do servidor e do cliente. 44 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 22

23 MDA: Mail Delivery Agent Agente Distribuição Local. Responsável por entregar e arquivar a mensagem na caixa postal correta. Tem capacida filtrar mensagens. Alguns tem capacida processamento retorno (auto-responrs). Agentes mais conhecidos: Maildrop (fault). Procmail. Binmail. Safecat. 45 MAA - a entrega final Os mecanismos apresentados até aqui funcionam em máquinas capazes enviar ou receber . Na maior parte dos casos, essa premissa é falsa. Usuário tem o seu PC conectado a uma LAN. A LAN é que tem os servidores . A transferência do numa caixa postal para o PC do usuário é feita através dos protocolos POP3 (Post Office Protocol) ou IMAP (Internet Message Access Protocol). 46 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 23

24 Entrega final: MDA e MUA Procmail ou outros 47 MAA: Mail Access Agent agente usuário SMTP SMTP POP3 ou IMAP agente usuário servidor correio do remetente servidor correio do receptor SMTP à entrega (armazena?) no servidor do receptor. MAA: Mail Access Agent : recupera do servidor. POP3: Post Office Protocol [RFC 1939] Mecanismo simples cliente servidor transferência. IMAP: Internet Message Access Protocol [RFC 1730] Mais comandos e mais opções (mais complexo). Acesso a mensagens armazenadas no servidor. 48 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 24

25 POP3 49 Até aqui vimos todos os componentes do Correio eletrônico Procmail ou outros 50 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 25

26 Anatomia um E- mail Cabeçalho, envelope, body MIME Formato uma mensagem e- mail RFC 822: padrão para formato mensagem texto: Linhas cabeçalho, p.ex., To: (obqdo do ENVELOPE) From: Subject: São diferentes dos comandos smtp! Corpo a mensagem, somente caracteres ASCII. Termina com um. ponto cabeçalho corpo linha em branco 52 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 26

27 Envelope e hear (2) 53 Envelope e hear (1) 54 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 27

28 Campos hear (1) 55 Campos hear (2) 56 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 28

29 Exemplo hear E- mail Delivered-To: Received: by with SMTP id i9csp238353pdk;! Mon, 14 Oct :46: (PDT)! X-Received: by with SMTP id ls15mr vec ;! Mon, 14 Oct :46: (PDT)! Return-Path: Received: by angel.acmesecurity.org (Postfix)!!id 217BCDEBAC; Mon, 14 Oct :46: (BRT)! Delivered-To: Received: by angel.acmesecurity.org (Postfix, from userid 65534)!!id 1FC24DEBAF; Mon, 14 Oct :46: (BRT)! X-Spam-Checker-Version: SpamAssassin ( ) on!!angel.acmesecurity.org! X-Spam-Level:! X-Spam-Status: No, score=0.9 required=4.0 tests=fre _from,html_message,!!rcvd_in_dnswl_low,subj_all_caps,t_fre _doc_pdf autolearn=no version=3.3.2! Received: from mail-qe0-f49.google.com (mail-qe0-f49.google.com [ ])!!(using TLSv1 with cipher ECDHE-RSA-RC4-SHA (128/128 bits))!!(no client certificate requested)!!by angel.acmesecurity.org (Postfix) with ESMTPS id CD606DEBAC!!for Mon, 14 Oct :46: (BRT)! Received: by mail-qe0-f49.google.com with SMTP id a11so639104qen.8! for Mon, 14 Oct :45: (PDT)! Mon, 14 Oct :45: (PDT)! Received: by with HTTP; Mon, 14 Oct :45: (PDT)! Date: Mon, 14 Oct :45: ! Message-ID: Subject: NADA COMO SER FAMOSO ;-)! From: Otavio Cunha To: Adriano Cansian Content-Type: multipart/mixed; boundary=001a11c2c0d4b66504e8ba64b6!! 57 Formato MIME Ou: enviando mensagens mulqmídia em algo que foi feito pra enviar texto puro. Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 29

30 MIME (MulApurpose Internet Mail Extension) Além texto, po ser necessário enviar e receber outros tipos informação, tais como: Mensagens em linguagens com caracteres especiais. Mensagens em outros alfabetos. Mensagens em linguagens pictográficas (ex. chinês). Mensagens com outras mídias. Propósito do MIME é acrescentar regras codificação para outros tipos informação que não sejam texto puro. 59 Evolução RFC-821: Protocolo SMTP (1982) RFC-822: Standard for the Format ofarpa Internet Text Messages (1982) RFC-2045 e RFC Multipurpose Internet Mail Extensions (MIME) Part-I e Part-II (1996) RFC-2822: Internet Message Format (2001) Revisa e atualiza o RFC-822 (torna este obsoleto). 60 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 30

31 Formato uma mensagem MIME MIME: multimedia mail extension: RFC 2045 e 2046 Linhas adicionais no cabeçalho da mensagem. claram tipo do conteúdo MIME. versão MIME método usado para codificar dados tipo, subtipo dados multimídia, claração parâmetros Dados codificados From: To: Subject: Imagem uma bela torta MIME-Version: 1.0 Content-Transfer-Encoding: base64 Content-Type: image/jpeg base64 encod data base64 encod data 61 Tipos MIME Fomato: Content-Type: tipo/subtipo; parâmetros Text sub- Qpos: plain, html, charset= iso , ascii Image sub- Qpos exemplos : jpeg, gif, tiff. Vio sub- Qpos exemplos : mpeg, quicktime, MP4 Audio Sub- Qpos exemplos : basic (8- bit codificado mu- law), 32kadpcm (codificação 32 kbps), MP3 ApplicaQon Outros dados que precisam ser processados por um leitor para serem visualizados. subqpos exemplos : msword, octet-stream 62 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 31

32 Delimitador MIME From: limitador To: Subject: Imagem uma bela torta MIME-Version: 1.0 Content-Type: multipart/mixed; boundary= Content-Transfer-Encoding: quoted-printable Content-Type: text/plain caro Bernardo, Anexa a imagem uma torta liciosa Content-Transfer-Encoding: base64 Content-Type: image/jpeg base64 encod data base64 encod data MIME 64 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 32

33 Tipos e subqpos 65 Aliases Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 33

34 Aliases (1) Aliases são sinônimos enreços à muito importantes para o servidor MX. São usados para: Criar nomes falsos ou apelidos para contas usuários verdairos. Redirecionar (forward) para outros hosts ou enreços. Criar listas distribuição mensagens. Os aliases são finidos no arquivo /etc/aliases (ou equivalente no seu sistema). Em alguns sistemas este arquivo aliases po ser /usr/lib/aliases 67 Aliases (2) Sintaxe configuração /etc/aliases nome_do_alias: stinatario [, stinatario,...]! Nome_do_alias à é o nome para on o é enreçado (o enreço para o qual ele chega). recipient à é o nome verdairo para on o ve ser entregue. O recipient po ser à um username válido, o nome outro alias, ou um enreço completo, contendo username e hostname. Vários recipients pom ser associados a um único alias à forma-se uma lista distribuição. 68 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 34

35 Exemplo /etc/aliases 69.forward Em adição ao redirecionamento fornecido pelo /etc/ aliases o sistema permite finir enreços redirecionamento pessoal (forward). Usuário à po finir o redirecionamento sejado em seu arquivo ~/.forward (no seu home-dir pessoal). O MDA verifica este arquivo após verificar os aliases do sistema, e antes realizar a entrega final para o usuário. Se o.forward existe para o usuário, ele realiza a entrega conforme a configuração ste arquivo. A sintaxe é a mesma usada no /etc/aliases. 70 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 35

36 Esquema geral do e- mail 71 Resumo Neste tópico vimos: 1. Todos os fundamentos importantes sobre . Todos os componentes: MUA, MTA, SMTP, MDA, MAA, 2. Funcionamento talhado do e do SMTP. Interações para envio uma mensagem, hears e envelope. 3. Anatomia um Formato MIME. 5. Aliases e forward. 72 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 36

37 Orientações para estudo Créditos - este material foi produzido a partir do livro: Hunt, Craig TCP/IP Network Administration Edit. O Reilly & Associates, Inc. - 1.a Edição - Capítulo 10, pag Figuras e textos outros autores utilizados com finalida didática. 73 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian 37

Correio eletrônico. Adriano Mauro Cansian. adriano@acmesecurity.org. Tópicos em Sistemas de Computação

Correio eletrônico. Adriano Mauro Cansian. adriano@acmesecurity.org. Tópicos em Sistemas de Computação Correio eletrônico Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity.org Tópicos em Sistemas Computação Sistema correio eletrônico Os usuários possuem uma relação amor e ódio com o e mail: eles amam usá lo, e

Leia mais

Transferência de arquivos (FTP)

Transferência de arquivos (FTP) Transferência de arquivos (FTP) Protocolo de transferência de arquivos (File Transfer Protocol) Descrito na RFC 959 Usa o TCP, a porta 21 (conexão de controle) e a porta 20 (conexão de dados) Em uma mesma

Leia mais

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP)

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP) Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Rd Redes de Computadores td Correio eletrônico (, POP e IMAP) Aula 26 Correio eletrônico é uma das aplicações mais populares da Internet Originalmente

Leia mais

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP)

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP) Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Rd Redes de Computadores td Correio eletrônico (, POP e IMAP) Aula 26 Correio eletrônico é uma das aplicações mais populares da Internet Originalmente

Leia mais

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Servidor de E-mails e Protocolo SMTP Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Definições Servidor de Mensagens Um servidor de

Leia mais

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015)

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Correio eletrónico. Protocolos SMTP, POP3 e IMAP. Formato MIME 1 Correio eletrónico O objectivo do correio eletrónico é o envio de mensagens off-line (não interactivo)

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Redes de Computadores I Nível de Aplicação ( & ) Prof. Helcio Wagner da Silva. p.1/27

Leia mais

Correio Eletrônico e os protocolos SMTP, POP3 e IMAP

Correio Eletrônico e os protocolos SMTP, POP3 e IMAP Correio Eletrônico e os protocolos, POP3 e IMAP Thiago Cunha Pinto Correio eletrônico Três componentes principais: s do servidores de Simple Mail Transfer Protocol: Agente do também chamado leitor de redigir,

Leia mais

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Servidor E-mails e Protocolo SMTP Professor: João Paulo Brito Gonçalves Disciplina: Serviços Res Definições Servidor Mensagens Um servidor mensagens é responsável

Leia mais

FTP: protocolo de transferência de arquivos

FTP: protocolo de transferência de arquivos FTP: protocolo de transferência de arquivos no hospedeiro interface cliente de FTP FTP sistema de arquivo local transf. de arquivos servidor FTP sistema de arquivo remoto transfere arquivo de/para hospedeiro

Leia mais

DNS Domain Name System

DNS Domain Name System Departamento de Engenharia de Teleunicações - UFF Protocolos de Nível de Disciplina: Nível de de, Correio Eletrônico,, Profa. Profa. Débora Débora Muchaluat Saade Saade deborams@tele.uff. Enlace Física

Leia mais

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Correio Electrónico Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores Correio electrónico: user agent Três

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES CAMADA DE APLICAÇÃO Teresa Vazão 2 INTRODUÇÃO Internet para todos.. 1979 Tim Burners Lee (invesngador do CERN): Inventor do conceito de navegação por hyper- texto 25

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES 7/11/2005 UALG/FCT/DEEI 2005/2006

ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES 7/11/2005 UALG/FCT/DEEI 2005/2006 ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES e-mail; sendmail 7/11/2005 Engª de Sistemas e Informática Licenciatura em Informática UALG/FCT/DEEI 2005/2006 1 Como funciona o email 1º passo Utilizando um programa

Leia mais

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Correio Electrónico Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores Arquitectura Diferentes cenários possíveis

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Nível de Aplicação Responsável por interafir com os níveis inferiores de uma arquitetura de protocolos de forma a disponibilizar

Leia mais

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador)

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) Protocolos de Aplicação (Telnet, FTP, SMTP, POP, HTTP) TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) TCP UDP ICMP IP ARP Acesso à rede Secção de Redes de Comunicação de Dados Redes de Computadores Correio Electrónico

Leia mais

A Camada de Aplicação

A Camada de Aplicação A Camada de Aplicação Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II Afinal, o que faz a camada de aplicação?... 2 Paradigma Cliente/Servidor [4]... 2 Endereçamento... 2 Tipo de Serviço... 2

Leia mais

Serviço e-mail Postfix. Instalação e configuração do serviço e-mail Postfix.

Serviço e-mail Postfix. Instalação e configuração do serviço e-mail Postfix. Serviço e-mail Postfix agosto/2013 Instalação e configuração do serviço e-mail Postfix. 1 Histórico O correio eletrônico [e-mail] foi uma das primeiras aplicações práticas utilizadas no início da internet

Leia mais

Tópicos Especiais em Redes de Computadores. Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes

Tópicos Especiais em Redes de Computadores. Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Tópicos Especiais em Redes de Computadores Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Roteiro Objetivos Instalação (projetos envolvidos) Definições, Características

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Aplicação POP3 IMAP DNS Slide 1 SMTP Rede de Computadores Protocolos de Acesso protocolo utilizado para a comunicação entre os servidores (push protocol); POP3 (Post Office

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES. Prof. Evandro Cantú

REDES DE COMPUTADORES. Prof. Evandro Cantú REDES DE COMPUTADORES Prof. Evandro Cantú Prof. Evandro Cantú, evandro.cantu@ifpr.edu.br Slides adaptados de J. Kurose & K. Ross 2 Curso de Capacitação Intelbras Redes Computadores Maio 2007 Camada de

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Aplicação 1 Camada de Aplicação Nossos objetivos: aspectos conceituais e de implementação de protocolos de aplicação em redes paradigma cliente modelos de serviço aprender

Leia mais

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL 1 HTTP Uma página WWW é composta de objetos e endereçado por uma

Leia mais

SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP. Professor Leonardo Larback

SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP. Professor Leonardo Larback SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP Professor Leonardo Larback Protocolo SMTP O SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) é utilizado no sistema de correio eletrônico da Internet. Utiliza o protocolo TCP na camada

Leia mais

SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP)

SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP) UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR 23/04/2001 TELEPROCESSAMENTO E REDES PROF.: MARCO ANTÔNIO CÂMARA SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP) CARLOS EDUARDO TEIXEIRA CARVALHO APRESENTAÇÃO O objetivo principal

Leia mais

Teleprocessamento e Redes

Teleprocessamento e Redes Teleprocessamento e Redes Aula 21: 06 de julho de 2010 1 2 3 (RFC 959) Sumário Aplicação de transferência de arquivos de/para um host remoto O usuário deve prover login/senha O usa duas conexões TCP em

Leia mais

SMTP Simple Mail Transfer Protocol

SMTP Simple Mail Transfer Protocol LESI PL Comunicação de Dados 1 SMTP Simple Mail Transfer Protocol 6128 João Paulo Pereira Dourado 6408 Ricardo Manuel Lima da Silva Mouta 7819 António Daniel Gonçalves Pereira 2 Estrutura da apresentação

Leia mais

Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3

Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3 Universidade Católica de Salvador Departamento de Engenharia e Informática Disciplina: Teleprocessamento e Redes Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3 João Gilberto Magalhães

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula)

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2013.09 v2 2013.09.10 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

DNS Domain Name System

DNS Domain Name System Departamento de Engenharia de Teleunicações - UFF Protocolos de Nível de Aplicação Disciplina: Nível de de Aplicação DNS, DNS, Correio Eletrônico,, Introdução à Comutação Introdução à Comutação de de Rótulos

Leia mais

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ)

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Aula 8: 2 de maio de 2016 Aplicações de email Eletronic mail é uma forma de comunicação assíncrona (pessoas não precisam coordenar/sincronizar o tempo de envio e recebimento

Leia mais

Redes de Computadores 1

Redes de Computadores 1 Universidade Federal do Piauí UESPI Centro de Tecnologia e Urbanismo CTU Ciências da Computação Redes de Computadores 1 Prof. José BRINGEL Filho bringeluespi@gmail.com h?p://bringel.webnode.com/ Capitulo

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Sockets, FTP, Correio Eletrônico, P2P Prof. Jó Ueyama Março/2014 1 Capítulo 2.7 e 2.8 - Camada de Aplicação Programação de sockets 2 Programação de Sockets Objetivo: Socket: aprender

Leia mais

O Protocolo SMTP. Configuração de servidor SMTP

O Protocolo SMTP. Configuração de servidor SMTP O Protocolo SMTP (Simple Mail Transfer Protocol, que se pode traduzir por Protocolo Simples de Transferência de Correio) é o protocolo standard que permite transferir o correio de um servidor a outro em

Leia mais

Redes de Computadores LFG TI

Redes de Computadores LFG TI Redes de Computadores LFG TI Prof. Bruno Guilhen Camada de Aplicação Fundamentos Fundamentos Trata os detalhes específicos de cada tipo de aplicação. Mensagens trocadas por cada tipo de aplicação definem

Leia mais

Intranets. Servidor de Correio Eletrônico

Intranets. Servidor de Correio Eletrônico Intranets Servidor de Correio Eletrônico Hamilton Lima - athanazio@pobox.com 2004 versão 2 Correio eletrônico Email siginifica eletronic mail O @ em inglês significa at, ou em tal servidor, joao@nono.com

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos

Redes de Computadores I Conceitos Básicos Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2011.02 v1 2011.09.05 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva

Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva Simple Mail Transfer Protocol (SMTP) Trabalho referente a disciplinade Redes e sistemas distribuídos do 3º ano do Curso de Sistemas de Informação da Fundação de

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte Universidade Federal do Rio Grande do Norte Redes de Computadores - Camada de Aplicação Curso de Engenharia de Software Prof. Marcos Cesar Madruga/Thiago P. da Silva Material basedado em [Kurose&Ross 2009]

Leia mais

FPROT HTTP(s), FTP, DHCP, SQUID e SAMBA. Aula 1 SENAC TI Fernando Costa

FPROT HTTP(s), FTP, DHCP, SQUID e SAMBA. Aula 1 SENAC TI Fernando Costa FPROT HTTP(s), FTP, DHCP, SQUID e SAMBA Aula 1 SENAC TI Fernando Costa Camada de Aplicação Objetivos: aspectos conceituais dos protocolos de aplicação em redes modelos de serviço da camada de transporte

Leia mais

Permite o acesso remoto a um computador;

Permite o acesso remoto a um computador; Telnet Permite o acesso remoto a um computador; Modelo: Cliente/Servidor; O cliente faz um login em um servidor que esteja conectado à rede (ou à Internet); O usuário manipula o servidor como se ele estivesse

Leia mais

LABORATÓRIO 4 Trabalhando com protocolos SMTP e POP3

LABORATÓRIO 4 Trabalhando com protocolos SMTP e POP3 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO JOSÉ TECNICO EM TELECOMUNICAÇÕES REDES DE COMPUTADORES

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

SMTP SMTP SMTP. Formato das Mensagens

SMTP SMTP SMTP. Formato das Mensagens Simple Message Transfer Protocol Objetivo: enviar mensagens de correio eletrônico. Usa porta 25 como padrão. Oritentado à conexão. Formatação de Endereços: ges@di.ufpe.br Formato das Mensagens Cabeçalho

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ADMSI ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ESCOLA SENAI SUIÇO BRASILEIRA ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX OBJETIVOS: Ao final dessa

Leia mais

Redes de Computadores Grupo de Redes de Computadores

Redes de Computadores Grupo de Redes de Computadores Redes de Computadores Grupo de Redes de Computadores E-Mail Correio Electrónico Arquitectura Diferentes cenários possíveis Quatro componentes base: MUA (Mail User Agent) Software cliente que corre do lado

Leia mais

Aula 6 Camada de Aplicação Sistema de correio eletrônico e DNS

Aula 6 Camada de Aplicação Sistema de correio eletrônico e DNS Departamento de Ciência da Computação Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense Aula 6 Camada de Aplicação Sistema de correio eletrônico e DNS Igor Monteiro Moraes Redes de Computadores I

Leia mais

Módulo 11 A Web e seus aplicativos

Módulo 11 A Web e seus aplicativos Módulo 11 A Web e seus aplicativos Até a década de 90, a internet era utilizada por acadêmicos, pesquisadores e estudantes universitários para a transferência de arquivos e o envio de correios eletrônicos.

Leia mais

Capítulo 6 Correio electrónico (protocolos SMTP e POP3). Serviço sendmail. Gestão de Redes e Serviços (GRS) Capítulo 6 1/1

Capítulo 6 Correio electrónico (protocolos SMTP e POP3). Serviço sendmail. Gestão de Redes e Serviços (GRS) Capítulo 6 1/1 Capítulo 6 Correio electrónico (protocolos SMTP e POP3). Serviço sendmail. Gestão de Redes e Serviços (GRS) Capítulo 6 1/1 Como funciona o correio electrónico Browser (Webmail) User Mail Agent HTTP 80

Leia mais

Capítulo 2: Camada de Aplicação

Capítulo 2: Camada de Aplicação Capítulo 2: Camada de Aplicação Nossos objetivos: conceitual, aspectos de implementação de protocolos de aplicação para redes paradigma clienteservidor modelos de serviço aprenda sobre protocolos examinando

Leia mais

2Arquitetura cliente-servidor

2Arquitetura cliente-servidor Redes de computadores e a Internet Capítulo Camada de aplicação Nossos objetivos: Conceitual, aspectos de implementação de protocolos de aplicação de redes Paradigma cliente-servidor Paradigma peer-to-peer

Leia mais

capítulo 2 Email e Servidores

capítulo 2 Email e Servidores Preparação da Dissertação Gestão integrada SNMP de um servidor de email Sunny Narendra capítulo 2 Email e Servidores ÍNDICE 2.1 Arquitectura...2 2.2 Protocolos de Transferência...4 2.2.1 SMTP...5 2.2.2

Leia mais

O Transporte de Conteúdo Multimídia e as Novas Propostas para o Correio Eletrônico na Internet. Fundamentos de Sistemas Multimídia Ricardo Carrano

O Transporte de Conteúdo Multimídia e as Novas Propostas para o Correio Eletrônico na Internet. Fundamentos de Sistemas Multimídia Ricardo Carrano O Transporte de Conteúdo Multimídia e as Novas Propostas para o Correio Eletrônico na Internet Fundamentos de Sistemas Multimídia Ricardo Carrano Roteiro Introdução Correio Eletrônico, push vs pull Problemas

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Administração de Sistemas

Administração de Sistemas UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Informática Administração de Sistemas Licenciatura em: - Tecnologias e Sistemas de Informação 4. Serviços de Comunicação entre Utilizadores Docente: Prof.

Leia mais

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP SMTP "Protocolo de transferência de correio simples (ou em inglês Simple Mail Transfer Protocol ) é o protocolo padrão para envio de e- mails através da

Leia mais

Redes de Computadores. Camada de Aplicação Profa. Priscila Solís Barreto

Redes de Computadores. Camada de Aplicação Profa. Priscila Solís Barreto Redes de Computadores Camada de Aplicação Profa. Priscila Solís Barreto Criando uma nova aplicação de rede Escrever programas que Executem sobre diferentes sistemas finais e Se comuniquem através de uma

Leia mais

Servidor de Correio Eletrônico Postfix

Servidor de Correio Eletrônico Postfix Servidor de Correio Eletrônico Postfix IFSC UNIDADE DE SÃO JOSÉ CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE DE TELECOMUNICAÇÕES! Prof. Tomás Grimm Protocolos de correio Protocolos de correio SMTP (Simple Mail Transfer Protocol)

Leia mais

Universidade da Beira Interior

Universidade da Beira Interior Universidade da Beira Interior Departamento de Informática Unidade Curricular Serviços de Comunicação entre Utilizadores Licenciatura em Tecnologias e Sistemas de Informação Cap. 4 - Sumário ü Serviços

Leia mais

Arquitectura Intranet

Arquitectura Intranet Gestão de Sistemas e Redes Sistemas de ficheiros distribuídos (NFS e SMB) Network Information Service (NIS) Serviço de e-mail (SMTP, POP3 ) Paulo Coelho 2005 Versão 1.0 1 Arquitectura Intranet 2 Serviços

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES I 2007/2008 LEIC - Tagus-Park TPC Nº 2. Avaliação sumária da matéria do Capítulo 2

REDES DE COMPUTADORES I 2007/2008 LEIC - Tagus-Park TPC Nº 2. Avaliação sumária da matéria do Capítulo 2 REDES DE COMPUTADORES I 2007/2008 LEIC - Tagus-Park TPC Nº 2 Avaliação sumária da matéria do Capítulo 2 Pergunta: 1 A figura (ver Anexo) ilustra três diagramas de mensagens referentes a pedidos que clientes

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br Correio Eletrônico Outlook Express Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br O Microsoft Outlook é o principal cliente de mensagens e colaboração para ajudá-lo a obter os melhores

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO

Prof. Luís Rodolfo. Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Redes de computadores e telecomunicação Objetivos da Unidade II Estudar, em detalhes, as camadas: Aplicação Apresentação Sessão Redes

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

RE: EMEL - Plataforma epark de novo disponível 12 mensagens

RE: EMEL - Plataforma epark de novo disponível 12 mensagens mail - RE: EMEL - Plataforma epark de novo disponível of 15 07-05-2015 14:43 Jorge Orge RE: EMEL - Plataforma epark de novo disponível 12 mensagens EMEL 23 de fevereiro

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

PROTÓTIPO DE UM HARDWARE PARA CONTROLE DE FREQUÊNCIA ACADÊMICA

PROTÓTIPO DE UM HARDWARE PARA CONTROLE DE FREQUÊNCIA ACADÊMICA PROTÓTIPO DE UM HARDWARE PARA CONTROLE DE FREQUÊNCIA ACADÊMICA FURB Fundação Universidade Regional de Blumenau PROTÓTIPO DE UM HARDWARE PARA CONTROLE DE FREQUÊNCIA ACADÊMICA Aluno: Fernando Luiz Melati

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico).

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). CLIENTE DE EMAIL - OUTLOOK (Microsoft Office). - Outlook Express (Windows). - Mozilla Thunderbird (Soft Livre). - Eudora. - IncredMail.

Leia mais

Camada de aplicação. Camada de aplicação

Camada de aplicação. Camada de aplicação Camada de aplicação Camada de aplicação Nossos objetivos: Conceitual, aspectos de implementação de protocolos de aplicação de redes Modelos de serviço da camada de transporte Paradigma cliente-servidor

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

MÓDULO 7 Modelo OSI. 7.1 Serviços Versus Protocolos

MÓDULO 7 Modelo OSI. 7.1 Serviços Versus Protocolos MÓDULO 7 Modelo OSI A maioria das redes são organizadas como pilhas ou níveis de camadas, umas sobre as outras, sendo feito com o intuito de reduzir a complexidade do projeto da rede. O objetivo de cada

Leia mais

Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web

Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web Apresentação dos protocolos da camada de aplicação do modelo OSI. DNS É mais fácil de lembrar de um nome de host do

Leia mais

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO PROTOCOLOS DA INTERNET FAMÍLIA TCP/IP INTRODUÇÃO É muito comum confundir o TCP/IP como um único protocolo, uma vez que, TCP e IP são dois protocolos distintos, ao mesmo tempo que, também os mais importantes

Leia mais

3. Explique o motivo pelo qual os protocolos UDP e TCP acrescentam a informação das portas (TSAP) de origem e de destino em seu cabeçalho.

3. Explique o motivo pelo qual os protocolos UDP e TCP acrescentam a informação das portas (TSAP) de origem e de destino em seu cabeçalho. Entregue três questões de cada prova. Prova de 2011-02 1. Descreva duas maneiras de estabelecer uma conexão entre processos na camada de transporte sem o conhecimento da porta (TSAP) ao qual o servidor

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com SERVIÇOS DE REDES DE COMPUTADORES Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com Modelo TCP/IP É o protocolo mais usado da atualidade

Leia mais

Camada de Aplicação. Prof. Tiago Semprebom. tisemp@sj.cefetsc.edu.br www.sj.cefetsc.edu.br/~tisemp. 2: Camada de aplicação 1

Camada de Aplicação. Prof. Tiago Semprebom. tisemp@sj.cefetsc.edu.br www.sj.cefetsc.edu.br/~tisemp. 2: Camada de aplicação 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Camada de Aplicação Prof. Tiago Semprebom tisemp@sj.cefetsc.edu.br

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP Redes de Computadores Protocolos de comunicação: TCP, UDP Introdução ao TCP/IP Transmission Control Protocol/ Internet Protocol (TCP/IP) é um conjunto de protocolos de comunicação utilizados para a troca

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

4. Qual seria o impacto da escolha de uma chave que possua letras repetidas em uma cifra de transposição?

4. Qual seria o impacto da escolha de uma chave que possua letras repetidas em uma cifra de transposição? Prova de 2011-02 1. Descreva duas maneiras de estabelecer uma conexão entre processos na camada de transporte sem o conhecimento da porta (TSAP) ao qual o servidor remoto esteja associado. 2. Estabelecer

Leia mais

O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome

O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome DNS Sistema de Nomes de Domínio O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome Camada de Aplicação DNS Telnet e SSH SNMP SMTP, POP e IMAP WWW FTP O espaço de nomes DNS Parte

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE

COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE Mayara Dos Santos Marinho¹, Julio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR - Brasil mayara-marinho@hotmail.com

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers Postfix Na década de 70, as primeiras mensagens eram enviadas pela Arpanet, antecessora da atual Internet. A troca de mensagens era feita em sua maioria por estudantes, pesquisadores e profissionais dos

Leia mais

REC- Redes de Computadores. Capítulo 5 Camada de Aplicação

REC- Redes de Computadores. Capítulo 5 Camada de Aplicação REC- Redes de Computadores Capítulo 5 Camada de Aplicação Capítulo 5: Camada de aplicação Princípios de aplicações de rede A Web e o HTTP FTP Correio eletrônico SMTP, POP3, IMAP DNS Programação de sockets

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Capítulo 6 - Servidor de Email (Sendmail)

Capítulo 6 - Servidor de Email (Sendmail) Capítulo 6 - Servidor de Email (Sendmail) Introdução Sendmail surgiu como um pacote padrão para transferência de mensagens. Ele foi escrito por Eric Allman na Universidade da Califórnia em Berkeley. O

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16 Índice 1. SISTEMA OPERACIONAL DE REDE...3 1.1 O protocolo FTP... 3 1.2 Telnet... 4 1.3 SMTP... 4 1.4 SNMP... 5 2 1. SISTEMA OPERACIONAL DE REDE O sistema

Leia mais

DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes

DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes Trabalho prático Emerson Ribeiro de Mello emerson@das.ufsc.br Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina Outubro de 2005 emerson@das.ufsc.br

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

Capítulo 2 Camada de aplicação

Capítulo 2 Camada de aplicação Capítulo 2 Camada de aplicação Nota sobre o uso destes slides ppt: Estamos disponibilizando estes slides gratuitamente a todos (professores, alunos, leitores). Eles estão em formato do PowerPoint para

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet. Compreender os conceitos básicos de protocolo. Conhecer mais a respeito

Leia mais

Configuração de servidores SMTP e POP3

Configuração de servidores SMTP e POP3 Configuração de servidores SMTP e POP3 Disciplina: Serviços de Rede Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Configuração Postfix O servidor SMTP usado na

Leia mais