Aker SMTP Gateway Manual Introdução 1. Instalação 1.1. Requisitos mínimos de Hardware 1.2. Instalação do Módulo Servidor do Aker Secure Mail Gateway

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aker SMTP Gateway Manual Introdução 1. Instalação 1.1. Requisitos mínimos de Hardware 1.2. Instalação do Módulo Servidor do Aker Secure Mail Gateway"

Transcrição

1 Aker SMTP Gateway Manual Introdução 1. Instalação 1.1. Requisitos mínimos de Hardware 1.2. Instalação do Módulo Servidor do Aker Secure Mail Gateway para ambientes Unix 2. Interface Gráfica de Administração 2.1. Árvore de Configuração Configuração Servidor Mensagens de Notificação Confirmação de Gerenciamento de Administradores Gerenciamento de Licença Atualização de Sistema Plugins Antivírus Analisador de URL Filtragem Global Servidores, Domínios e Redes Análise de Vírus Regras Avançadas Análise do Emitente Gray Listing Controle de Flood Políticas Controle de Acesso Filtro Externo Tipos de Arquivo Palavras-chave e Expressões Endereços de Tamanho Máximo Categorias de URL Padrão Entrada/Saída Repositórios Sistema Quarentena Relatórios Status do Sistema Mensagens Aceitas e Rejeitadas Maiores Ocorrências Fila de Trabalho Logs Configurações de Log Visualizador de Log 2.2. Árvore de Entidades Arquivos Autenticadores Domínios

2 Filtros Externos Listas de s Listas de Expressões Regulares Listas de Palavras-Chave RBLs Redes Servidores 3. Interface Gráfica do Usuário 3.1. Quarentena 3.2. Palavras-chave Aceitas s Autorizados s Não Autorizados 3.5. Opções Gerais

3 Introdução O Aker Secure Mail Gateway (ASMG) é um sistema que reúne diversos programas que se integram com o objetivo de oferecer compatibilidade com os protocolos Simple Mail Transfer Protocol (SMTP) e Enhanced Simple Mail Transfer Protocol (ESMTP). Atualmente, estes são os protocolos mais utilizados pela Internet para promover a troca de mensagens eletrônicas ( s). O gateway funciona como intermediário no recebimento de s, desconhecendo os usuários finais (destinatários das mensagens). O mesmo acontece com o ASMG (Aker Secure Mail Gateway), que funciona como um portão e é instalado estrategicamente numa posição que possibilite interceptar as mensagens antes que elas alcancem o servidor final de s. O ASMG pode ser definido como um tipo de firewall de s, ou seja, aquele que identifica e deposita as mensagens conforme suas regras de filtragem. Além de realizar filtragens diversas e sofisticadas sobre os s interceptados, o ASMG decide sobre como será a entrega ao final da análise das mensagens, podendo repassar a versão original ou modificada do ao servidor final ou mesmo cancelar a entrega, conforme as regras vigentes. Quando um alcança o servidor SMTP de seu domínio, ele é normalmente repassado à caixa de correio de seu destinatário sem que seja feita qualquer análise dos seus dados. Por conseguinte, os usuários acabam recebendo muitas mensagens indesejadas (SPAMs), que além de lotar as caixas de entrada de s, muitas vezes contém anexos contaminados por vírus. Com o uso do ASMG, os s passam a ser analisados através de filtros customizados, com o objetivo de se identificar as referidas situações indesejáveis. O produto está disponível em duas interfaces gráficas, variando conforme o público-alvo e o seu objetivo de uso. A primeira, denominada Interface Gráfica de Administração, tem a função de configurar todas as funcionalidades do produto e deve ser manipulada somente pelos administradores de rede ou usuários que tenham permissão de administração. Já a segunda, denominada Interface Gráfica do Usuário, tem como objetivo a configuração de parâmetros particulares de mensagens dirigidas a cada destinatário pertencente ao(s) domínio(s) administrado(s) pela rede em questão. Cada um deles terá acesso a uma interface para configurar parâmetros como remetentes autorizados, remetentes proibidos, dentre outros.

4 Para facilitar a consulta deste manual, a instalação e a administração de cada interface serão descritas separadamente. A descrição destas interfaces será dividida em duas grandes seções, uma para cada interface. As subseções representam as diversas janelas que compõem cada interface. Manual do Aker Secure Mail Gateway - Referência 1-Instalação 1-1 Requisitos mínimos de Hardware Computador Pentium ou superior com 200MHz ou Superior 128 MB de memória RAM HD de 4Gb ou superior

5 1-Instalação 1-2 Instalação do Módulo Servidor do Aker Secure Mail Gateway para ambientes Unix Copie o pacote de instalação do Aker Secure Mail Gateway para um diretório temporário (exemplo: /tmp) A seguir execute o comando de descompactação : tar xfvj <nomedopacote> Entre no diretório aonde foi copiado o arquivo e execute a linha de comando:./inst_asmg.sh A seguir serão exibidas as telas abaixo:

6 Neste ponto ele irá perguntar se deseja instalar o servidor Apache e PHP. Digite "S" se Sim ou "N" para Não e tecle "enter". É importante não esquecer de executar o script "confikey.sh" para obter o certificado de segurança no servidor. Neste ponto ele irá perguntar se deseja instalar o QT toolkit. Digite "S" se Sim ou "N" para

7 Não e tecle "ente" Neste ponto recomenda-se digitar "S" para Sim. Até este ponto preparamos o servidor para receber o ASMG. A partir de agora a instalação começará. Para a instalação do Secure Mail Gateway, responda "S" para a pergunta e tecle "Enter".

8 Aqui será instalada a Interface gráfica. Digite "S" para prosseguir com a instalação. Digite o diretório de instalação, o administrador e sua senha conforme mostra a tela abaixo. Agora iremos gerar a chave RSA, através do comando "./ confkey.sh".

9 Nesta próxima tela não esqueça de digitar a senha da chave.

10 E, por último, a seguinte tela: Pronto! Agora basta iniciar o servidor apache e acessá-lo. Para iniciar o apache digite "apachectl startssl".

11 Janela Configuração > Servidor Esta janela pode ser considerada a mais técnica do ASMG. Nela são configurados todos os parâmetros referentes aos protocolos SMTP e ESMTP, além de detalhes de conexão, e uso de arquivos temporários. A aba Recebendo s é dedicada à configuração de parâmetros relativos ao recebimento de s pelo ASMG. Por padrão, o produto utiliza uma política restritiva de

12 bloqueio de mensagens. Isso significa que toda mensagem será recusada a não ser que siga os critérios que explicaremos a seguir. Considere um cliente como sendo o programa que tenta enviar uma mensagem de que é interceptada pelo ASMG. Este cliente é dito conhecido caso obedeça a qualquer das condições a seguir: pertença a um domínio (por DNS reverso) cadastrado no relay de domínios pertença a uma rede cadastrada no relay de redes possua um endereço IP cadastrado no relay de servidores tenha realizado autenticação SMTP (a qual veremos a seguir) Caso não obedeça a qualquer dessas condições, o cliente é dito desconhecido. Clientes desconhecidos podem enviar mensagens apenas para domínios conhecidos. Em outras palavras, alguém do mundo externo (Internet) só poderá enviar mensagens interceptadas pelo ASMG para os domínios que o produto estiver configurado para reconhecer. O ASMG reconhece domínios em duas situações: Este domínio está cadastrado no relay de domínios O servidor onde se encontra o produto está configurado com MX autorizado do domínio em questão no DNS acessado por ele. É importante notar que clientes desconhecidos não podem utilizar na especificação do remetente (envelope ou cabeçalho da mensagem) um domínio que seja reconhecido pelo ASMG. Clientes conhecidos podem enviar mensagens para qualquer domínio. A aba Enviando é dedicada a questões relacionadas ao envio de mensagens. O envio pode ser realizado de duas maneiras: Caso o(s) domínio(s) do(s) destinatário(s) esteja(m) listado(s) em alguma das regras desta janela, o ASMG utiliza o servidor correspondente para fazer a transação de repasse. Caso contrário, o produto realiza uma pesquisa DNS para descobrir quais são os servidores responsáveis pelo domínio do(s) destinatários. O Servidor Padrão representa um servidor de escape, utilizado em caso de detecção de loop. A aba Endereções de Escuta configura os parâmetros endereços de escuta e número máximo de conexões simultâneas permitidas. A aba Autenticação SMTP configura a autenticação SMTP. Esta autenticação pode ser executada através dos métodos PLAIN e LOGIN. A consulta pode ser realizada em base de dados MySQL ou em autenticadores Aker cadastrados como entidades. Opcionalmente, o administrador pode escolher que mensagens de saída obrigatoriamente tenham que passar por autenticação. A aba Limites de Tempo configura detalhes de limites de tempo na negociação de mensagens. Os tempos especificados na instalação padrão seguem recomendações da RFC

13 oficial do protocolo SMTP. A aba Mensagens Mal Sucedidas configura o armazenamento de mensagens malsucedidas. Mensagens mal-sucedidas são: Mensagens que não foram entregues ao fim de um período de 5 dias de tentativas por motivos de erro temporário; Mensagens mal-formatadas. Caso o recurso seja habilitado, mensagens com essas características serão movidas para o diretório correspondente, a fim de que o administrador possa fazer uma análise posterior das mensagens. Finalmente, a aba Diretório Temporário configura o diretório para armazenamento temporário de informações.

14 Janela Configuração > Mensagens de Notificação O ASMG apresenta diversos tipos de filtros de anexos. Todos eles oferecem a opção de remoção do anexo original. Por exemplo, o administrador pode configurar o sistema para remover anexos que contenham vírus, ou que sejam figuras, ou que ultrapassem um certo tamanho, entre outras situações. Para cada uma delas, caso o anexo seja removido, o administrador pode especificar um texto para ser colocado em seu lugar, a fim de que a pessoa que receba a mensagem esteja ciente de que ali havia um anexo que foi removido e o porquê disso ter sido feito (política). O texto a ser digitado é livre e é possível referenciar parâmetros como o nome do anexo que foi removido, o tipo do anexo, o vírus que havia contaminado o anexo, entre outros.

15 Janela Configuração > Confirmação de Esta janela deve ser utilizada para efetuar a configuração do sistema de confirmação de mensagens. A confirmação de mensagens é um recurso oferecido pelo ASMG bastante eficiente no combate a SPAMs. Ele se baseia na premissa de que os spammers geralmente utilizam endereços inválidos de remetentes para enviar as mensagens. O sistema funciona da seguinte maneira: ao enviar uma mensagem pela primeira vez para um domínio intermediado pelo ASMG, o remetente tem sua mensagem retida por um período de tempo e recebe uma mensagem de notificação do sistema. Esta mensagem possui um link o qual o remetente deve visitar, a fim de confirmar sua existência. Ao executar esta tarefa, o remetente tem seu endereço adicionado à lista automática de endereços autorizados e sua mensagem é entregue ao(s) destinatário(s). A partir deste

16 momento, ele não precisa mais realizar este procedimento para novas mensagens enviadas aos domínios intermediados pelo ASMG, mesmo que sejam destinadas a outros usuários. As mensagens não confirmadas, após o vencimento do período máximo configurado para confirmação, podem ou serem descartadas ou encaminhadas ao(s) destinatário(s) com o campo de assunto modificado com uma string também configurável (a fim de que estes saibam facilmente que se trata de uma mensagem não confirmada). É importante notar que o sistema de confirmação oferecido pelo ASMG possui grande flexibilidade de configuração. Para tanto, é oferecida a opção de cada usuário do domínio poder, se o administrador assim desejar, decidir sobre a utilização ou não do sistema em mensagens enviadas para ele e poder ainda escolher os parâmetros de configuração também particulares para ele. A aba Configuração Geral desta janela apresenta todos os parâmetros de configuração geral da confirmação. São eles: Habilitação da funcionalidade Diretório para armazenamento de arquivos de configuração relacionados à confirmação Período de quarentena para confirmação Opção de recebimento ou descarte de mensagens não confirmadas String do campo de assunto para ser adicionada a mensagens não confirmadas Utilização do código Antibot Se esta opção estiver habilitada, a confirmação do remetente só é efetuada com digitação de código de proteção. Caso contrário, a confirmação limita-se à visitação da página. Adição de destinatários à lista automática de endereços autorizados em caso de mensagens de saída Partindo-se do pressuposto de que os usuários internos enviam mensagens para pessoas conhecidas, isto retira a necessidade de confirmação por parte deste usuário num de resposta, por exemplo. Recebimento de mensagens de remetentes anônimos

17 Remetentes anônimos são utilizados por servidores de para envio de mensagens de sistema. Contudo, este recurso (permitido pela recomendação do SMTP), pode também ser utlizado por spammers para que a mensagem consiga ultrapassar o sistema de confirmação. Aplicação da configuração apenas para usuários cadastrados Se esta opção estiver habilitada, a confirmação é aplicada apenas para usuários cadastrados, ou seja, aqueles que visitaram a interface do usuário, que será vista em seção subsequente deste manual. A aba Mensagem Modelo da janela configura a mensagem de confirmação que deve ser enviada a um remetente ainda não confirmado. A aba Listas Manuais configura as listas globais manuais de endereços autorizados, endereços proibidos e assuntos autorizados. As listas são globais porque valem para todos os usuários que possuírem confirmação ativa. Os endereços autorizados reúnem endereços de remetentes que não devem receber pedidos de confirmação e nem possuem a mensagem retida para confirmação. Os endereços proibidos reúnem remetentes que não podem enviar mensagens para os domínios intermediados pelo ASMG. Os assuntos autorizados especificam quais são os assuntos de mensagens que não devem ser retidas para confirmação, independentemente de remetente ou destinatário. Este último é útil para os casos de listas de . A aba Lista Automática da janela configura a vizualização de endereços contidos na lista automática de endereços autorizados, ou seja, a lista de remetentes que já efetuaram confirmação. O administrador pode, se desejar, remover elementos dessa lista. A aba Visualizador de Quarentena apresenta o visualizador de mensagens em quarentena de confirmação. O administrador deve escolher o endereço do destinatário que deseja consultar. As operações disponíveis são o cancelamento da entrega e a entrega imediata. Note que a confirmação imediata não adiciona o remetente à lista automática, mas apenas retira a mensagem da quarentena e a encaminha para o usuário correspondente. A aba Aliases apresenta os aliases cadastrados, que não são usuários do domínio, mas sim "apelidos" para um ou mais usuários válidos. A partir desse cadastro o administrador é possivel logar no sistema de confirmação com o nome do alias.

18 Janela Configuração > Gerenciamento de Usuário Utilizada para o gerenciamento de usuários aptos a terem acesso à interface de administração. É possível excluir, adicionar e alterar informações de usuários. Eles possuem os dados de login, nome e senha.

19 Janela Configuração > Gerenciamento de Licença Utilizada para o gerenciamento da licença. O uso desta janela é indispensável para o funcionamento do produto. Sem licença, o ASMG não irá funcionar. Caso não exista licença cadastrada (tipicamente no primeiro acesso), esta janela apresentará todos os campos vazios e habilitados para que o usuário possa digitar os dados. Após o primeiro registro, a janela já será aberta com todos os dados da licença atual. O usuário pode modificar os dados da licença a qualquer momento. Os dados que deverão ser digitados são: nome da empresa, endereço IP do servidor onde o ASMG será instalado (IP externo e válido), chave de ativação, para contato e se ele deseja notificar a Aker Security Solutions em caso de expiração de licença ou não. Os dados de número de usuários e data de expiração da licença não são digitados pelo usuário e são gerados automaticamente pelo sistema.

20 Janela Configuração > Atualização de Sistema Utilizada para a atualização do sistema. O usuário carrega o pacote de atualização e o aplica diretamente da interface gráfica.

21 Janela Configuração > Plugins > Antivírus Esta janela é utilizada para configurar o acesso ao servidor que contenha o agente de antivírus. O agente de antivírus é um programa que efetivamente conhece a base de dados de vírus e é capaz de examinar arquivos. O ASMG não conhece esta base de dados e não examina os arquivos à procura de vírus. O que ele faz é enviar os anexos das mensagens para esse agente e analisar a sua resposta. Deste modo, esta tela só deverá ser configurada caso o usuário queira habilitar a filtragem de vírus. Nesta tela ele configura apenas a comunicação com o servidor do agente de antivírus. Em uma subseção a seguir temos uma janela específica para a habilitação da filtragem propriamente dita. OBS: É importante destacar que o agente de antivírus e o ASMG são produtos distintos.

22 Janela Configuração> Plugins > Analisador de URL Análoga à janela anterior, configura o acesso ao servidor que contenha o analisador de URLs. Também só precisa ser configurada caso o usuário queira utilizar filtragens de URLs em anexos do tipo texto.

23 Janela Filtragem Global > Servidores, Domínios e Redes Esta janela habilita regras para filtragens globais de servidores, domínios, redes, RBLs e Sender-ID/SPF. Após o cadastro das entidades pertinentes, o usuário adiciona aquelas entidades que ele não deseja se comunicar (servidores, domínios e redes), as RBLs que deseja utilizar e aqueles servidores, domínios e redes que, mesmo presentes em RBLs, devem ter suas conexões aceitas. Nessa janela também é possível configurar a filtragem por Sender-ID/SPF.

24 Janela Filtragem Global-> Análise de Vírus Esta janela define como deverão ser feitas as filtragens de vírus. O ASMG trata de maneiras distintas as filtragens para mensagens de entrada e de saída. Por exemplo, uma mensagem contaminada enviada por um usuário local pode ser bloqueada, enquanto que uma mensagem enviada do mundo exterior (Internet) para um usuário do domínio controlado pelo ASMG pode ter o arquivo infectado retirado ou limpo e seguir para o seu destinatário. O uso deste filtro está diretamente relacionado à existência de um agente de antivírus, que deve ser corretamente configurado na janela Configuration -> Plugins -> Antivírus, conforme visto anteriormente. Se o usuário não desejar utilizar filtragem de vírus, pode simplesmente desabilitar esta funcionalidade. Existe ainda a possibilidade de se especificar exceções para as filtragens (tipos de arquivos que não precisam ser analisados quanto à contaminação por vírus).

25 Janela Filtragem Global > Regras Avançadas Esta janela deve ser utilizada por usuários avançados a fim de se especificar regras que não possam ser automaticamente geradas. Na prática, todas as filtragens efetuadas pelo ASMG são interpretadas por este como regras. Contudo, a sintaxe destas regras é de alta complexidade para a compreensão/manipulação humana. Deste modo, as janelas de filtragem foram confeccionadas a fim de se criar um nível de abstração mais alto para o usuário, promovendo a criação automática e dinâmica das regras. Cada clique em opção disponível nas janelas de filtragem representa um parâmetro diferente para a montagem de regras. A própria janela se encarrega de efetuar o trabalho de coleção de informações e montagem de regras. Entretanto, para situações bastante específicas, pode ocorrer de as janelas não conseguirem definir regras suficientemente adequadas à necessidade do usuário. Para estes casos, o ASMG oferece a opção de o usuário digitar a regra manualmente, podendo atingir deste modo seu objetivo de personalização/especialização da filtragem. Lembrando que este procedimento é muito arriscado, pois a chance do usuário digitar uma regra errada é grande. Se for esta a sua necessidade, procure uma revenda autorizada, pois a equipe da Aker poderá estar disponibilizando as regras apropriadas.

26 Janela Filtragem Global> Análise de Remetente Esta janela configura a chamada análise de remetente. Funciona da seguinte maneira: durante a negociação de uma mensagem, ao receber a informação de remetente do , o ASMG faz uma conexão no servidor com quem está negociando a mensagem e verifica se o mesmo conhece o remetente fornecido. Caso este servidor reconheça o remetente, a mensagem é aceita. Caso contrário, é rejeitada. Esta funcionalidade busca combater mensagens indesejadas, isto é, o SPAM, uma vez que grande parte destas mensagens utiliza remetentes inválidos/não existentes. Existem duas maneiras de se identificar o remetente da mensagem: através de informação do envelope SMTP ou através da tag From: enviada no cabeçalho da mensagem. O usuário pode escolher qual delas ele quer utilizar na análise.

27 Janela Filtragem Global> Gray Listing Esta janela configura a Gray Listing. Gray Listing é um método simples para defender as caixas de dos usuários contra spamers. De maneira simples, se a Gray Listing estiver habilitada o sistema irá "temporariamente rejeitar" qualquer de um remetente desconhecido. Se o for legitimo, o servidor que enviou o tentará novamente enviar o . Nesse momento o sistema aceitará o . Se o é de um spammer, provavelmente não haverá uma retentativa de envio. Através desta janela, o administrador pode habilitar ou desabilitar a Gray Listing. Tem dois comportamentos básicos: A mensagem não autorizada pose ser recusada ou aceita e redirecionada para quarentena e / ou uma lista de . As configurações disponíveis são: O Administrador pode escolher qual dado será considerado para o remetente do remetente do envelope ou o remetente do cabeçalho. O Administrador pode configurar o tempo de bloqueio, o qual é o tempo mínimo aceito entre a primeira e a segunda tentativa de negociação de . Durante esse período o sistema irá rejeitar as tentativas de negociação de . O Administrador pode configurar o tempo de retentativa. Esse é o tempo, depois do tempo de bloqueio, que o sistema irá esperar pela segunda tentativa de negociação de e então o remetente poderá ser considerado autêntico e inserido na lista de endereços autorizados. Uma vez dentro da lista de endereços autorizados, o parâmetro limite de tempo de inatividade do remetente irá definir por quanto tempo o usuário será mantido lá. Note que se uma nova mensagem do mesmo remetente for recebida, o limite de tempo de inatividade é renovado.

28

29 Janela Policies >Nome da Política > Entrada/Saída>Tipos de Arquivos Esta janela configura aceitação/rejeição de mensagem por tipos de anexos. Estes anexos, entidades do tipo Files, são analisados quanto a seu tipo real (e não apenas quanto à extensão). Os comportamentos disponíveis são: aceitação; rejeição da mensagem como um todo (caso ela tenha pelo menos um anexo de tipo proibido); ou a remoção do anexo de tipo indesejado. O ASMG já vem pré-configurado com os tipos de arquivos mais comuns existentes na seção de entidades. Entretanto, caso o usuário necessite de filtragem para um tipo de arquivo não cadastrado, ele pode fazê-lo sem qualquer restrição.

30 Janela Policies >Nome da Política > Entrada/Saída> Palavras e Expressões Configura restrições para palavras-chave/expressões regulares contidas em anexos do tipo texto das mensagens. Palavras-chave são entidades que representam listas de palavras tipicamente utilizadas em determinado assunto. Por exemplo, vendas, acesse, site, são palavras tipicamente encontradas em anexos de mensagens de SPAM que fazem publicidade de produtos. Expressões regulares são entidades que representam expressões sofisticadas e que definem um padrão de palavras. Com elas é possível identificar facilmente, por exemplo, se existe um anexo que faça referência a um endereço eletrônico, ou uma URL qualquer. A partir dessa filtragem é possível impedir que s com determinado conteúdo sejam enviados/recebidos pelos usuários. Os comportamentos disponíveis são os mesmos da janela anterior: aceitação, rejeição e remoção do anexo que contenha palavras-chave/expressões regulares indesejadas. Essa filtragem, apesar de poderosa, pode se tornar dispendiosa para o ASMG. Pela própria natureza da análise, principalmente no caso das expressões regulares, a tendência é que se consuma grande quantidade de recursos da máquina.

31 Janela Policies > Nome da Política > Entrada/Saída> Endereço de Promove a filtragem de endereços e domínios. Em outras palavras, define quais são os usuários do(s) domínio(s) controlado(s) pelo ASMG que estão autorizados a receber mensagens, e para quem eles estão autorizados a enviar mensagens. Esta é a única filtragem por política em que janelas de entrada e saída têm conteúdos um pouco diferentes. Isso se dá pelo fato de os usuários internos serem diferentes em cada uma dessas situações. Para mensagens de entrada, os usuários internos são os destinatários das mensagens. Portanto, nesse caso faz sentido restringir de quais remetentes os usuários daquela política estão autorizados a receber mensagens. Além disso, os comportamentos disponíveis são apenas o de rejeição e o de aceitação da mensagem (o remetente da mensagem é único). Já para mensagens de saída, a situação se inverte: os usuários internos são os remetentes das mensagens. Deste modo, a restrição válida são os destinatários autorizados. Neste caso, além de aceitação e rejeição, outro comportamento útil é o de remoção do destinatário proibido (já que uma mensagem pode ter vários destinatários distintos).

32 Janela Policies > Nome da Política > Entrada/Saída> Tamanho Máximo Esta janela restringe o tamanho máximo para as mensagens que os usuários da política em questão estão autorizados a receber/enviar. É possível restringir o tamanho máximo da mensagem como um todo, para seus anexos ou para ambos.

33 Janela Políticas > Nome da Política > Entrada/Saída> Categorias de URL Esta janela define a integração do ASMG com outro produto da Aker: o Analisador de URLs. Este produto possui uma grande base de dados de URLs. Cada uma delas está associada a uma ou mais categorias. Existem mais de 20 opções. A idéia é que o acesso a categorias específicas seja impedido. No caso do ASMG, a integração visa identificar anexos de mensagens que possuam URLs não desejadas. O programa envia para o Analisador de URLs todas as URLs encontradas nos anexos e, caso qualquer uma delas pertença a uma categoria proibida, o anexo é removido ou a mensagem é rejeitada.

34 Janela Políticas > Nome da Política > Entrada/Saída> Filtros Externos Esta janela tem por objetivo a filtragem de s através do envio destes para programas ou scripts externos. Essa opção possibilita uma potencialidade de integração bastante interessante do ASMG com outros produtos. O programa/script externo pode ser, por exemplo, um antivírus ou um analisador de SPAMS. O ASMG envia a mensagem para estes programas e, baseado na resposta dos mesmos, pode descartar a mensagem ou enviá-la com o campo de assunto modificado para os destinatários. Um exemplo prático: existe um famoso script gratuito na Internet especializado em identificar s de SPAM. O nome dele é spamassassin. O administrador da rede pode configurar o ASMG para enviar todas as mensagens de entrada para este script. Se ele considerar a mensagem um SPAM, ela pode ser descartada automaticamente ou, numa configuração menos drástica, marcada em seu campo de assunto com uma mensagem sugestiva (por exemplo, ***spam***). Deste modo, os usuários que recebessem a mensagem saberiam, sem nem mesmo abri-la, que provavelmente se trata de um não desejado. Cada programa/script externo deve ser configurado como uma entidade antes de ser utilizado nesta janela. OBS: Note que o ASMG apenas envia a mensagem para o programa especificado. A configuração e/ou comportamento deste último deve ser configurado de maneira completamente independente para que os resultados esperados possam ser atingidos.

35 Janela Repositórios> Sistema Esta janela deve ser utilizada para configurar os repositórios do sistema. Os repositórios são utilizados pelo ASMG para promover o armazenamento temporário de mensagens. Existem três: repositório Inbound, para armazenamento da mensagem no recebimento pelo programa; Engine, para armazenamento da mensagem durante todo o processo de filtragem; e Dispatcher, para armazenamento da mensagem durante o encaminhamento. Existe para cada um deles o conceito de mantenedores de arquivos (File Keepers). Eles nada mais são do que diretórios do sistema que serão utilizados para o armazenamento temporário das mensagens. Ademais, estes mantenedores limitam opcionalmente número máximo de arquivos no repositório e o espaço máximo que eles podem ocupar.

36 Janela Repositórios> Quarentena Esta janela oferece o gerenciamento do repositório de quarentena. A quarentena deve ser utilizada pelo administrador para mensagens que fogem de um determinado padrão a ponto de merecerem ser visualizadas/analisadas manualmente. Apesar de também promover o armazenamento temporário de mensagens, este repositório é diferente dos apresentados anteriormente. O objeto de controle dele são as mensagens que, em qualquer uma das janelas de filtragem, foram configuradas para serem enviadas para quarentena. Este repositório não permite a limitação de tamanho máximo e número de arquivos. Sua configuração limita-se à especificação do diretório para armazenamento de mensagens. As mensagens em quarentena permanecem no repositório por cinco (05) dias. Se ao fim desse período nenhuma operação for realizada, o sistema automaticamente elimina essas mensagens. As operações disponíveis são: remoção manual da mensagem, reenfileiramento e visualização do conteúdo. Elas são realizadas a partir do visualizador (primeira aba da janela). Nesta aba o administrador da rede gerencia as mensagens atualmente em quarentena.

Faça a segurança completa dos e-mails que trafegam em sua rede.

Faça a segurança completa dos e-mails que trafegam em sua rede. Faça a segurança completa dos e-mails que trafegam em sua rede. O é uma plataforma completa. Trata-se de um sistema de gerência e proteção transparente para os servidores de e-mail, com uma excelente relação

Leia mais

ÍNDICE AKER SECURE MAIL GATEWAY 2.0 ÍNDICE...III ÍNDICE DE FIGURAS... VII PRÉ-REQUISITOS... 10

ÍNDICE AKER SECURE MAIL GATEWAY 2.0 ÍNDICE...III ÍNDICE DE FIGURAS... VII PRÉ-REQUISITOS... 10 ÍNDICE AKER SECURE MAIL GATEWAY 2.0 ÍNDICE...III ÍNDICE DE FIGURAS... VII PRÉ-REQUISITOS... 10 A. INSTALAÇÃO DO CONTROL CENTER... 10 A.I. REQUISITOS MÍNIMOS DE HARDWARE... 10 A.II. COMPATIBILIDADE... 10

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

Aker Security Solutions

Aker Security Solutions Portfólio de Soluções Cybernet Computadores e Sistemas Ltda Agenda Um pouco sobre a Aker Aker Security Suite Aker Firewall Aker Secure Mail Gateway Aker Web Gateway Aker Monitoring Service Sobre a empresa

Leia mais

Seu manual do usuário KASPERSKY ANTI-VIRUS MOBILE 6.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3931618

Seu manual do usuário KASPERSKY ANTI-VIRUS MOBILE 6.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3931618 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para KASPERSKY ANTI- VIRUS MOBILE 6.0. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre

Leia mais

Processo de Envio de email

Processo de Envio de email Processo de Envio de email Introdução O envio de documentos de forma eletrônica vem sendo muito utilizado, assim o envio de arquivos, relatórios, avisos, informações é realizado via e-mail. O sistema disponibiliza

Leia mais

Implementando Políticas ANTI-SPAM

Implementando Políticas ANTI-SPAM POP-RS / CERT-RS Implementando Políticas ANTI-SPAM Émerson Virti emerson@tche.br Resumo Motivação - Problemática do Spam Os Remetentes Formas de Controle de Spam Controlando Spam no POP-RS Conclusões Reunião

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação Guia de Instalação 29 de setembro de 2010 1 Sumário Introdução... 3 Os Módulos do Andarta... 4 Instalação por módulo... 6 Módulo Andarta Server... 6 Módulo Reporter... 8 Módulo Agent... 9 Instalação individual...

Leia mais

Seu manual do usuário KAPERSKY ANTI-VIRUS MOBILE 6.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3704975

Seu manual do usuário KAPERSKY ANTI-VIRUS MOBILE 6.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3704975 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para KAPERSKY ANTI- VIRUS MOBILE 6.0. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre

Leia mais

Aker Secure Mail Gateway

Aker Secure Mail Gateway Faça a segurança completa dos e-mails que trafegam em sua rede. O é uma plataforma completa de segurança de e-mail. Trata-se de um sistema de gerência e proteção transparente para os servidores de e-mail,

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

1. INTRODUÇÃO... 10 2. UTILIZANDO O AKER CONTROL CENTER... 14 3. O PROTOCOLO SMTP... 49

1. INTRODUÇÃO... 10 2. UTILIZANDO O AKER CONTROL CENTER... 14 3. O PROTOCOLO SMTP... 49 Versão:03/01/2014 Índice ÍNDICE...2 ÍNDICE DE FIGURAS...4 1. INTRODUÇÃO... 10 2. UTILIZANDO O AKER CONTROL CENTER... 14 INICIANDO A INTERFACE REMOTA... 15 FINALIZANDO A ADMINISTRAÇÃO REMOTA... 31 CHAVES

Leia mais

NFS-e AGL Versão X.X.0.26

NFS-e AGL Versão X.X.0.26 NFS-e AGL Versão X.X.0.26 Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos Add-on responsável pela integração do SAP Business One e diversas prefeituras para emissão de notas fiscais de serviços

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Spam Manager. Guia do Administrador da Quarentena

Spam Manager. Guia do Administrador da Quarentena Spam Manager Guia do Administrador da Quarentena Guia do Administrador da Quarentena do Spam Manager Versão da documentação: 1.0 Avisos legais Avisos legais Copyright Symantec Corporation 2013. Todos os

Leia mais

Tradução para o Português

Tradução para o Português Teste: Alt N Technologies SecurityGateway Os administradores de servidores de e mail usam uma boa parte de seu tempo tentando eliminar mensagens indesejadas. Vírus, Phishing e Spoofing são também ameaças.

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais

Spam Manager. Guia do Usuário

Spam Manager. Guia do Usuário Spam Manager Guia do Usuário Guia do Usuário do Spam Manager Versão da documentação: 1.0 Avisos legais Avisos legais Copyright Symantec Corporation 2013. Todos os direitos reservados. Symantec, o logotipo

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM Paulo Manoel Mafra Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina 88040-900 Florianópolis - SC mafra@das.ufsc.br ANÁLISE DE FERRAMENTAS

Leia mais

Gateways de Correio Eletrônico Usando o MDaemon 6.0

Gateways de Correio Eletrônico Usando o MDaemon 6.0 Gateways de Correio Eletrônico Usando o MDaemon 6.0 Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N Technologies. Todos os Direitos Reservados.

Leia mais

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC Treinamento Básico do Correio Eletrônico Brasília Março de 2012 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 1.1 Como acessar

Leia mais

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Tutorial Hotmail Sobre o MSN Hotmail Acessando o Hotmail Como criar uma conta Efetuando o login Verificar mensagens Redigir

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR

MANUAL DO ADMINISTRADOR WinShare Proxy admin MANUAL DO ADMINISTRADOR Instalação do WinShare Índice 1. Instalação 2. Licenciamento 3. Atribuindo uma senha de acesso ao sistema. 4. Configurações de rede 5. Configurações do SMTP

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 10/2009 ESCLARECIMENTO 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 10/2009 ESCLARECIMENTO 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 1 Referência: Pregão Eletrônico n. 10/2009 Data: 22/01/2009 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução para segurança da informação e ferramenta

Leia mais

Expresso Livre Correio Eletrônico

Expresso Livre Correio Eletrônico Expresso Livre Correio Eletrônico 1. EXPRESSO LIVRE Para fazer uso desta ferramenta de correio eletrônico acesse seu Navegador de Internet e digite o endereço eletrônico expresso.am.gov.br. Figura 1 A

Leia mais

Winco Edge Security Mail Filter

Winco Edge Security Mail Filter Winco Edge Security Mail Filter Manual do Usuário Sumário I. Introdução...5 I.1. Por que usar o Winco Mail Filter?...5 I.2. Principais Características...6 II. Conceitos do Winco Mail Filter...8 II.1. Recebendo

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais

Apresentação - Winconnection 7

Apresentação - Winconnection 7 Apresentação - Winconnection 7 Conteúdo: Principais Novidades Produtos Recursos Plugins Requisitos Comparativo Dicas de Configuração Principais Novidades Principais Novidades: Novo Administrador Web Sistema

Leia mais

Novidades do AVG 2013

Novidades do AVG 2013 Novidades do AVG 2013 Conteúdo Licenciamento Instalação Verificação Componentes Outras características Treinamento AVG 2 Licenciamento Instalação Verificação Componentes do AVG Outras características Treinamento

Leia mais

Configuração do Outlook para o servidor da SET

Configuração do Outlook para o servidor da SET Configuração do Outlook para o servidor da SET Selecione Ferramentas + Contas... no seu Outlook Express. Clique no botão Adicionar + Email, para acrescentar uma nova conta, ou no botão Propriedades para

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 04/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB

MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB Sumário PRÉ- REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB... 4 PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA... 4 INSTALANDO O SIGEP WEB... 6 INICIANDO O SISTEMA... 6 INICIANDO O SISTEMA...

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Avisos legais Copyright 2013, CA. Todos os direitos reservados. Garantia

Leia mais

E-mail Seguro - Guia do Destinatário

E-mail Seguro - Guia do Destinatário E-mail Seguro - Guia do Destinatário Índice Como abrir sua primeira Mensagem Criptografada... 3 Guia Passo-a-Passo para Abrir Seu Primeiro Envelope... 3 Primeiro Passo:... 3 Segundo Passo:... 3 Terceiro

Leia mais

Malote Digital. Manual do usuário

Malote Digital. Manual do usuário Malote Digital Manual do usuário Brasília, Novembro de 2014 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 03/10/2011 1.4.1 Elaboração do Documento Rodrigo Antunes 01/07/2013 1.8.0.0 Atualização do Documento

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação

Leia mais

COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil.

COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. De acordo com as leis de Copyright, nenhuma parte desta publicação ou do software pode ser copiada,

Leia mais

Bem-vindo ao Guia de Introdução - Segurança

Bem-vindo ao Guia de Introdução - Segurança Bem-vindo ao Guia de Introdução - Segurança Table of Contents Bem-vindo ao Guia de Introdução - Segurança... 1 PC Tools Internet Security... 3 Introdução ao PC Tools Internet Security... 3 Instalação...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG Página 1 de 26 Sumário Introdução...3 Layout do Webmail...4 Zimbra: Nível Intermediário...5 Fazer

Leia mais

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples?

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples? FAQ Loja Virtual 1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? Sim, há diferenças entre os painéis da loja virtual. Abaixo segue uma imagem exemplificando as diferenças entre os painéis. 2) Quais

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: NDDigital n-access Versão: 4.2 Versão do Doc.: 1.1 Autor: Lucas Santini Data: 27/04/2011 Aplica-se à: NDDigital n-billing Detalhamento de Alteração do Documento Alterado

Leia mais

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br Correio Eletrônico Outlook Express Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br O Microsoft Outlook é o principal cliente de mensagens e colaboração para ajudá-lo a obter os melhores

Leia mais

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Avisos Automáticos no Sistema TOTVS RM.

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Avisos Automáticos no Sistema TOTVS RM. Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Avisos Automáticos no Sistema TOTVS RM. Índice I. Acesso ao Cadastro... 2 II. Parâmetros da Coligada Atual...

Leia mais

WebMail --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Manual do cliente

WebMail --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Manual do cliente WebMail --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Manual do cliente www.plugin.com.br 1 ÍNDICE Prefácio...3 Sobre Este Manual... 3

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

ETEC Campo Limpo AULA 07. 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA

ETEC Campo Limpo AULA 07. 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA AULA 07 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA O Utilitário de configuração do sistema, o famoso "msconfig" está disponível nas versões recentes do Windows. Para abrir o

Leia mais

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep 1. Introdução Firewall é um quesito de segurança com cada vez mais importância no mundo da computação. À medida que o uso de informações e sistemas é

Leia mais

Manual Comunica S_Line

Manual Comunica S_Line 1 Introdução O permite a comunicação de Arquivos padrão texto entre diferentes pontos, com segurança (dados criptografados e com autenticação) e rastreabilidade, isto é, um CLIENTE pode receber e enviar

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E

PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E SUMÁRIO Login... 1 Troca de senha... 1 Administração do Sistema...2 Certificados...2 Usuários...3 Dados do Usuário... 4 Permissões do Usuário... 4 Empresas...5

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO FILTRO DE URL

GUIA DE CONFIGURAÇÃO FILTRO DE URL GUIA DE CONFIGURAÇÃO FILTRO DE URL GUIA DE CONFIGURAÇÃO FILTRO DE URL O módulo Filtro URL estende a funcionalidade do Netdeep Secure com a capacidade de bloquear o acesso a conteúdo web indesejado, filtrando

Leia mais

Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência. Versão 12.1.4

Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência. Versão 12.1.4 Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência Versão 12.1.4 Sumário 1. Descrição... 3 2. Pré-requisitos... 4 3. Etapas da instalação/atualização... 8 1. Iniciando a aplicação de instalação/atualização...

Leia mais

Servidor de email VMware Zimbra

Servidor de email VMware Zimbra Servidor de email VMware Zimbra Instalação, Configuração e Administração Leandro Ferreira Canhada 1 1 Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas Rua Gonçalves Chaves, 602 96.015-560 Pelotas RS Brasil {leandrocanhada@gmail.com}

Leia mais

Tutorial: Webmail. Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015. Versão 01

Tutorial: Webmail. Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015. Versão 01 Tutorial: Webmail Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015 Versão 01 Conteúdo Tutorial: Webmail 2015 Descrição... 2 Possíveis problemas... 5 Criando Regras de Mensagens (Filtros Automáticos)... 11 A partir

Leia mais

Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário

Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário Sumário I. Introdução...3 I.1. Principais características...3 I.2. Exemplos de Uso...4 II. Instalação...6 II.1. Pré-Requisitos...6 II.2. Requisitos

Leia mais

Kaspersky Security Center 10 SP1 (KSC 10 SP1) Como criar Exclusões

Kaspersky Security Center 10 SP1 (KSC 10 SP1) Como criar Exclusões Kaspersky Security Center 10 SP1 (KSC 10 SP1) Como criar Exclusões Regras de exclusão são grupos de condições que o Kaspersky Endpoint Security utiliza para omitir um objeto durante uma varredura (scan)

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting Omega Tecnologia Manual Omega Hosting 1 2 Índice Sobre o Omega Hosting... 3 1 Primeiro Acesso... 4 2 Tela Inicial...5 2.1 Área de menu... 5 2.2 Área de navegação... 7 3 Itens do painel de Controle... 8

Leia mais

ChasqueMail O e mail da UFRGS

ChasqueMail O e mail da UFRGS ChasqueMail O e mail da UFRGS Alexandre Marchi, Everton Foscarini, Rui Ribeiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul Centro de Processamento de Dados Rua Ramiro Barcelos, 2574 Portao K Porto Alegre

Leia mais

Manual do Instar Mail Sumário

Manual do Instar Mail Sumário Manual do Instar Mail Sumário 1 - Apresentação do sistema... 2 2 - Menu cliente... 2 3 - Menu Importação... 5 4 - Menu Campanhas... 9 5 - Menu banco de arquivos... 16 6 - Menu agendamento... 16 7 - Menu

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1

Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1 Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface do gravador Rec

Leia mais

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição 1 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 2 Primeiro Acesso ao Sistema Manutenção de Usuários 3 Parametrizando o Sistema Configura

Leia mais

PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6. Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos

PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6. Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6 Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos Add-on responsável pela integração do SAP Business One com o setor comercial através da internet.

Leia mais

Manual STCP Web Admin 27/07/2009, Riversoft Integração e Desenvolvimento

Manual STCP Web Admin 27/07/2009, Riversoft Integração e Desenvolvimento STCP OFTP Web Admin Versão 4.0.0 Riversoft Integração e Desenvolvimento de Software Ltda Av.Dr.Delfim Moreira, 537 Centro Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais CEP 37540 000 Tel/Fax: 35 3471 0282 E-mail:

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais

2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais 2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 Pela grande necessidade de controlar a internet de diversos clientes, a NSC Soluções em Informática desenvolveu um novo produto capaz de gerenciar todos os recursos

Leia mais

ESET SMART SECURITY 8

ESET SMART SECURITY 8 ESET SMART SECURITY 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição

FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição Modo de licenciamento por hardware. O appliance deve operar com todas as funcionalidades durante todo o período de suporte, independente

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO IAU GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU)

GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO IAU GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU) GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU) O presente guia tem como objetivo auxiliar os usuários da rede de dados do Instituto de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK

Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK Danton Nunes, InterNexo Ltda. danton.nunes@inexo.com.br Rodrigo Botter, Telar Engenharia e Comércio rodrigo.botter@telar.com.br 1/12 Estudos de caso:

Leia mais

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso Manual de Apoio ao Treinamento Expresso 1 EXPRESSO MAIL É dividido em algumas partes principais como: Caixa de Entrada: local onde ficam as mensagens recebidas. O número em vermelho entre parênteses refere-se

Leia mais

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X A primeira coisa a analisarmos é onde ficará posicionado o servidor de Raio-x na rede do cliente, abaixo será colocado três situações básicas e comuns

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade Este documento tem por objetivo definir a Política de Privacidade da Bricon Security & IT Solutions, para regular a obtenção, o uso e a revelação das informações pessoais dos usuários

Leia mais

Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS Departamento de Tecnologia da Informação DTI SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS

Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS Departamento de Tecnologia da Informação DTI SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS Versão 1.0.1 DESENVOLVIMENTO Universidade Federal do Pampa - Unipampa Núcleo de Tecnologia de Informação e Comunicação Coordenadoria de Desenvolvimento

Leia mais

Guia Prático. GerXML

Guia Prático. GerXML Guia Prático GerXML Índice Sobre o GerXML... 4 Conceito... 4 Versão Básica versus Plus... 5 Instalando o GerXML... 6 Sobre a instalação... 6 Requisitos do sistema... 6 Registrando sua cópia... 6 Local

Leia mais

Principais Benefícios. ESET Endpoint Security

Principais Benefícios. ESET Endpoint Security Principais Benefícios ESET Endpoint Security Principais Características: - Firewall Pessoal... 1 - AntiSpam... 2 -Bloqueio de Dispositivos... 3 -Bloqueio de URLs... 4 -Agendamento de Tarefas... 5 - ESET

Leia mais

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Índice Introdução ao Serviço de E-mail O que é um servidor de E-mail 3 Porque estamos migrando nosso serviço de correio eletrônico? 3 Vantagens de utilização

Leia mais

Índice. E-mail Marketing Nomer. www.nomer.com.br

Índice. E-mail Marketing Nomer. www.nomer.com.br Índice 1 - Visão geral... 2 2 - Acessando o E-mail Marketing Nomer... 2 3 - Passos para concluir o envio de uma campanha... 5 4 - Recursos... 6 4.1 - Listas de contatos... 6 4.2 - Cadastros de contatos

Leia mais

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Clever de Oliveira Júnior*, Paulo E. M. Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal

Leia mais

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian)

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian) MANUAL DO PRODUTO TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian) 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Protect... 4 3 Instalação do Protect... 4 3.1 Instalação da Central de Serviços... 5 3.2 Instalação automática do Protect...

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc.

Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc. CRIANDO UMA CAMPANHA Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc. O primeiro passo é adicionar uma lista, as lista basicamente são grupos

Leia mais

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Conteúdo Níveis de Proteção & Métodos de Detecção Novas Tecnologias Plataformas Suportadas Instalação Interface de Usuário do AVG AVG Desktop Widget Visão

Leia mais