Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva"

Transcrição

1 Marcelo Wzorek Marcos Roda Anderson Silva Simple Mail Transfer Protocol (SMTP) Trabalho referente a disciplinade Redes e sistemas distribuídos do 3º ano do Curso de Sistemas de Informação da Fundação de estudos sociais do Paraná,orientado pelo professor Airton Kuada Curitiba, 28 de março de 2006

2 Sumário 1. Introdução Implementação Segurança e spamming Exemplos de utilização Conclusão Referências Bibliográficas

3 Introdução O trabalho aborda o tema SMTP (Simple Mail Transfer Protocol), este é um protocolo de envio de s bastante simples baseado em texto simples. A utilização em massa deste protocolo iniciou na decada de 80. Na especificação inicial o protocolo era contemplado apenas texto ASCII (7 bits) o que impossibilitava a transmissão de arquivos, posteriormente foram definidos alguns padrões de formato para esta transmissão, o mais conhecido e utilizado é o MIME (Multipurpose Internet Mail Extensions), o SMTP contempla apenas a transmissão de mensagens para a recepção, outros protocolos como POP3 ou IMAP devem ser utilizados. 3

4 Implementação O SMTP foi desenhado para trafegar independente do meio de transporte, ou seja, pode trafegar em qualquer modelo de rede com uma camada de transporte confiável. Aqui será descrito como este protocolo é implementado em uma rede TCP/IP, que é o modelo mais utilizado hoje em dia, o SMTP trafega permanentemente na porta TCP 25. O protocolo é definido como lock-step,ou seja, o emissor e o receptor esperam uma resposta para continuar transmitindo, o modelo da arquitetura pode ser definido como uma máquina de estado finita: Abaixo seguem os comandos básicos utilizados para comunicação através do protocolo SMTP, existem vários outros comandos opcionais, porém estes são os principais: HELO: MAIL: RCPT: DATA: RSET: NOOP: QUIT: Estado de identificação inicial. Caminho (trajeto) reverso do emissor Receptor envia o caminho (trajeto) Estado de mensagem de texto Aborta a transação e limpa os buffers Nenhuma operação Finaliza mensagem e fecha o canal Os comandos podem ter zero ou mais parametros, estes comandos e seus parametros são emitidos como linhas de texto no formato ASCII, os comandos não medem linhas e o fim é identificado com um retorno de carro <CRLF>. O reconhecimento da mensagem é formado por três digitos, seguido por um texto opcional, estes digítos representam sucesso ou erro no comando, note que para o reconhecimento de mensagem apenas os três primeiros digítos são relevantes o texto é apenas para compreensão humana, mnsagens iniciadas com o dígito 2 informam sucesso e com o dígito 3 significa erro, 4

5 normalmente para cada mensagem transmitida será enviada uma resposta, porém o protocolo não proíbe que mais de uma mensagem de reconhecimento seja transmitida. Uma sessão típica de SMTP pode ser representada pela figura abaixo: O emissor abre um canal de comunicação com o receptor, o receptor pode tanto ser o destino final como um nó intermediário (isto estará descrito explicitamente no destino da mensagem ou implicitamente nas rotas de rede), no momento da conexão, ambos, emissor e receptor, estarão no estado inicial. O receptor manda uma mensagem de reconhecimento informando que o canal está aberto, o emissor envia uma mensagem HELO identificando-se para o receptor (está autenticação não é obrigatória), novamente o receptor transmite uma mensagem de erro ou sucesso possivelmente negando acesso ao emissor, caso a mensagem de HELO seja bem sucessida ambos estarão no estado de enviar/responder comando. O emissor envia uma mensagem MAIL descrevendo o caminho (trajeto) reverso para o receptor. O receptor irá reconhecer o trajeto e limpar todos os buffers de transação, o emissor irá enviar uma ou mais mensagens RCPT descrevendo o trajeto dos demais recepientes (um por linha), o receptor irá aceitar ou rejeitar cada endereço enviado pela mensagem RCPT. O emissor envia um comando DATA instruindo o receptor que a mensagem corrente é a mensagem de propriamente, colocando a transação no modo de envio (send), a transmissão só é finalizada quando o comando de fim da mensagem (EOM end-of-message) é enviado este comando é representado por <CRLF>.<CRLF> que parece com um ponto sozinho em uma linha, porém o receptor também deve tratar a mensagem pois se ela ocasionalmente 5

6 conter o comando EOM a transmissão será feita incorretamente. Finalmente o emissor envia uma mensagem QUIT colocando a transação no modo de finalização, o receptor reconhece esta mensagem e fecha o canal de comunicação. 6

7 Segurança e spamming Uma das limitações da especificação SMTP inicial é que não existe método de autenticação dos emissores. Como tal, foi-lhe adicionada a extensão SMTP-AUTH Apesar disso, o spamming continuava a ser um problema. Alterar o SMTP extensivamente ou substituí-lo completamente não se torna prático, devido à forte utilização do SMTP e aos efeitos que daí podiam advir. O Internet Mail 2000é uma proposta nesse sentido. É por esta razão que existem várias propostas para protocolos alternativos que iriam assistir a operação SMTP. O grupo de pesquisa anti-spam do IRTF está estudando várias propostas para se suportar a autenticação do emissor de uma forma flexível, leve e escalável. A proposta aparentemente mais sólida parece ser o protocolo Sender Policy Framework (sistema de diretivas do remetente) que é uma extensão de segurança do protocolo SMTP que impede que o domínio remetente de seja forjado. O conceito do SPF foi desenvolvido originalmente por um grupo liderado por Meng Weng Wong. Exemplos de utilização O Sendmail foi um dos primeiros (se não o primeiro) agente de transporte de a implementar SMTP. Em 2001 existiam, pelo menos, uns 50 programas que implementam SMTP como cliente (emissor) ou servidor (receptor). Outros servidores SMTP muito conhecidos são: Exim, Postfix, Qmail, e Microsoft Exchange Sever. 7

8 Conclusão Por padrão, o protocolo SMTP não é seguro, o que permite que um usuário envie mensagens, fazendo-se passar por outro usuário, prática conhecida como "forjar os cabeçalhos das mensagens". Geralmente, quem utiliza-se dessa prática são usuários mal intencionados, os quais pretendem burlar sistemas de segurança para fazer com que suas mensagens cheguem ao seu destino como se fossem originadas em uma fonte confiável. Um exemplo de quem utiliza-se de tal recurso são os praticantes de SPAM (envio de mala direta comercial não solicitada através de correio eletrônico). 8

9 Referências Bibliográficas 9

SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP)

SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP) UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR 23/04/2001 TELEPROCESSAMENTO E REDES PROF.: MARCO ANTÔNIO CÂMARA SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL (SMTP) CARLOS EDUARDO TEIXEIRA CARVALHO APRESENTAÇÃO O objetivo principal

Leia mais

SMTP Simple Mail Transfer Protocol

SMTP Simple Mail Transfer Protocol LESI PL Comunicação de Dados 1 SMTP Simple Mail Transfer Protocol 6128 João Paulo Pereira Dourado 6408 Ricardo Manuel Lima da Silva Mouta 7819 António Daniel Gonçalves Pereira 2 Estrutura da apresentação

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Nível de Aplicação Responsável por interafir com os níveis inferiores de uma arquitetura de protocolos de forma a disponibilizar

Leia mais

Redes de Computadores LFG TI

Redes de Computadores LFG TI Redes de Computadores LFG TI Prof. Bruno Guilhen Camada de Aplicação Fundamentos Fundamentos Trata os detalhes específicos de cada tipo de aplicação. Mensagens trocadas por cada tipo de aplicação definem

Leia mais

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP)

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP) Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Rd Redes de Computadores td Correio eletrônico (, POP e IMAP) Aula 26 Correio eletrônico é uma das aplicações mais populares da Internet Originalmente

Leia mais

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Servidor de E-mails e Protocolo SMTP Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Definições Servidor de Mensagens Um servidor de

Leia mais

Implementando Políticas ANTI-SPAM

Implementando Políticas ANTI-SPAM POP-RS / CERT-RS Implementando Políticas ANTI-SPAM Émerson Virti emerson@tche.br Resumo Motivação - Problemática do Spam Os Remetentes Formas de Controle de Spam Controlando Spam no POP-RS Conclusões Reunião

Leia mais

Permite o acesso remoto a um computador;

Permite o acesso remoto a um computador; Telnet Permite o acesso remoto a um computador; Modelo: Cliente/Servidor; O cliente faz um login em um servidor que esteja conectado à rede (ou à Internet); O usuário manipula o servidor como se ele estivesse

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula)

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2013.09 v2 2013.09.10 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP)

Introdução. Caixa postal (mailbox) Componentes do sistema de correio eletrônico. Correio eletrônico (SMTP, POP e IMAP) Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Rd Redes de Computadores td Correio eletrônico (, POP e IMAP) Aula 26 Correio eletrônico é uma das aplicações mais populares da Internet Originalmente

Leia mais

SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP. Professor Leonardo Larback

SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP. Professor Leonardo Larback SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP Professor Leonardo Larback Protocolo SMTP O SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) é utilizado no sistema de correio eletrônico da Internet. Utiliza o protocolo TCP na camada

Leia mais

Transferência de arquivos (FTP)

Transferência de arquivos (FTP) Transferência de arquivos (FTP) Protocolo de transferência de arquivos (File Transfer Protocol) Descrito na RFC 959 Usa o TCP, a porta 21 (conexão de controle) e a porta 20 (conexão de dados) Em uma mesma

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16 Índice 1. SISTEMA OPERACIONAL DE REDE...3 1.1 O protocolo FTP... 3 1.2 Telnet... 4 1.3 SMTP... 4 1.4 SNMP... 5 2 1. SISTEMA OPERACIONAL DE REDE O sistema

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos

Redes de Computadores I Conceitos Básicos Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2011.02 v1 2011.09.05 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

A Camada de Aplicação

A Camada de Aplicação A Camada de Aplicação Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II Afinal, o que faz a camada de aplicação?... 2 Paradigma Cliente/Servidor [4]... 2 Endereçamento... 2 Tipo de Serviço... 2

Leia mais

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Correio Electrónico Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores Arquitectura Diferentes cenários possíveis

Leia mais

Teleprocessamento e Redes

Teleprocessamento e Redes Teleprocessamento e Redes Aula 21: 06 de julho de 2010 1 2 3 (RFC 959) Sumário Aplicação de transferência de arquivos de/para um host remoto O usuário deve prover login/senha O usa duas conexões TCP em

Leia mais

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ)

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Aula 8: 2 de maio de 2016 Aplicações de email Eletronic mail é uma forma de comunicação assíncrona (pessoas não precisam coordenar/sincronizar o tempo de envio e recebimento

Leia mais

O Protocolo SMTP. Configuração de servidor SMTP

O Protocolo SMTP. Configuração de servidor SMTP O Protocolo SMTP (Simple Mail Transfer Protocol, que se pode traduzir por Protocolo Simples de Transferência de Correio) é o protocolo standard que permite transferir o correio de um servidor a outro em

Leia mais

Como Configurar uma conta de e-mail no Microsoft Outlook 2013.

Como Configurar uma conta de e-mail no Microsoft Outlook 2013. Como Configurar uma conta de e-mail no Microsoft Outlook 2013. 1º Passo: Para configurar uma nova conta de e-mail clique em Arquivo 2º Passo: Exibirá essa tela a seguir Clique em Informações Selecione

Leia mais

Correio Eletrônico e os protocolos SMTP, POP3 e IMAP

Correio Eletrônico e os protocolos SMTP, POP3 e IMAP Correio Eletrônico e os protocolos, POP3 e IMAP Thiago Cunha Pinto Correio eletrônico Três componentes principais: s do servidores de Simple Mail Transfer Protocol: Agente do também chamado leitor de redigir,

Leia mais

MÓDULO 7 Modelo OSI. 7.1 Serviços Versus Protocolos

MÓDULO 7 Modelo OSI. 7.1 Serviços Versus Protocolos MÓDULO 7 Modelo OSI A maioria das redes são organizadas como pilhas ou níveis de camadas, umas sobre as outras, sendo feito com o intuito de reduzir a complexidade do projeto da rede. O objetivo de cada

Leia mais

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP SMTP "Protocolo de transferência de correio simples (ou em inglês Simple Mail Transfer Protocol ) é o protocolo padrão para envio de e- mails através da

Leia mais

Disciplina de Redes de Computadores Aula Prática IV Professor Dr Windson Viana de Carvalho Protocolos de E-mail Números de Matrícula :

Disciplina de Redes de Computadores Aula Prática IV Professor Dr Windson Viana de Carvalho Protocolos de E-mail Números de Matrícula : Disciplina de Redes de Computadores Aula Prática IV Professor Dr Windson Viana de Carvalho Protocolos de E-mail Números de Matrícula : Apresentação: A troca de mensagens via e-mail utiliza protocolos distintos

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Capítulo 6 Correio electrónico (protocolos SMTP e POP3). Serviço sendmail. Gestão de Redes e Serviços (GRS) Capítulo 6 1/1

Capítulo 6 Correio electrónico (protocolos SMTP e POP3). Serviço sendmail. Gestão de Redes e Serviços (GRS) Capítulo 6 1/1 Capítulo 6 Correio electrónico (protocolos SMTP e POP3). Serviço sendmail. Gestão de Redes e Serviços (GRS) Capítulo 6 1/1 Como funciona o correio electrónico Browser (Webmail) User Mail Agent HTTP 80

Leia mais

Intranets. Servidor de Correio Eletrônico

Intranets. Servidor de Correio Eletrônico Intranets Servidor de Correio Eletrônico Hamilton Lima - athanazio@pobox.com 2004 versão 2 Correio eletrônico Email siginifica eletronic mail O @ em inglês significa at, ou em tal servidor, joao@nono.com

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 09/2013 Cap.3 Protocolo TCP e a Camada de Transporte 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica. Os professores

Leia mais

Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3

Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3 Universidade Católica de Salvador Departamento de Engenharia e Informática Disciplina: Teleprocessamento e Redes Enviando e recebendo mensagens através dos protocolos SMTP e POP3 João Gilberto Magalhães

Leia mais

Simple Mail Transfer Protocol, uma implementação simplificada

Simple Mail Transfer Protocol, uma implementação simplificada Simple Mail Transfer Protocol, uma implementação simplificada Vinícius V. da Conceição 1, Leandro de B. Francisco 1, Brivaldo A. S. Junior 1 1 Faculdade de Computação Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes

DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes Trabalho prático Emerson Ribeiro de Mello emerson@das.ufsc.br Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina Outubro de 2005 emerson@das.ufsc.br

Leia mais

Como Configurar uma conta de e-mail no Microsoft Outlook 2010.

Como Configurar uma conta de e-mail no Microsoft Outlook 2010. Como Configurar uma conta de e-mail no Microsoft Outlook 2010. 1º Passo: Para configurar uma nova conta de e-mail clique em Arquivo. 2 Passo: Selecione Informações. 3 Passo: Selecione Adicionar Conta como

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação

Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação Universidade do Sul de Santa Catarina Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação 1 Camada de Transporte Os serviços de transporte incluem os seguintes serviços básicos: Segmentação de dados de aplicações

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

Tópicos Especiais em Redes de Computadores. Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes

Tópicos Especiais em Redes de Computadores. Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Tópicos Especiais em Redes de Computadores Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Roteiro Objetivos Instalação (projetos envolvidos) Definições, Características

Leia mais

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Servidor E-mails e Protocolo SMTP Professor: João Paulo Brito Gonçalves Disciplina: Serviços Res Definições Servidor Mensagens Um servidor mensagens é responsável

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

ALCY JOSÉ VIEIRA NETO ALEXANDRE SOHN CINTIA CAVICHIOLO PROTOCOLO HTTP

ALCY JOSÉ VIEIRA NETO ALEXANDRE SOHN CINTIA CAVICHIOLO PROTOCOLO HTTP ALCY JOSÉ VIEIRA NETO ALEXANDRE SOHN CINTIA CAVICHIOLO PROTOCOLO HTTP CURITIBA 2006 ALCY JOSÉ VIEIRA NETO ALEXANDRE SOHN CINTIA CAVICHIOLO PROTOCOLO HTTP Trabalho apresentado para a disciplina de REDES,

Leia mais

Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho

Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho Obs: Não há necessidade de entregar a lista Questões do livro base (Kurose) Questões Problemas

Leia mais

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador)

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) Protocolos de Aplicação (Telnet, FTP, SMTP, POP, HTTP) TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) TCP UDP ICMP IP ARP Acesso à rede Secção de Redes de Comunicação de Dados Redes de Computadores Correio Electrónico

Leia mais

Configuração de e-mail. Treinamento OTRS Help Desk

Configuração de e-mail. Treinamento OTRS Help Desk Configuração de e-mail Treinamento OTRS Help Desk Sumário Recebimento de Email...4 Envio de Email... 5 FAQs Complemento relacionadas...7 Recebimento de Email O OTRS permite criar emails a partir de uma

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ADMSI ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ESCOLA SENAI SUIÇO BRASILEIRA ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX OBJETIVOS: Ao final dessa

Leia mais

Michel Max SMTP Redirect Versão 1.00

Michel Max SMTP Redirect Versão 1.00 Índice Configuration Console (Console de Configuração)... 2 Aba Seriviço... 2 Aba Permissão de Envio... 3 Aba Permissão de Destino... 4 Aba Rastreamento... 5 Michel Max All Rights Reserved 1 Configuration

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP Redes de Computadores Protocolos de comunicação: TCP, UDP Introdução ao TCP/IP Transmission Control Protocol/ Internet Protocol (TCP/IP) é um conjunto de protocolos de comunicação utilizados para a troca

Leia mais

ESTUDO DE CASO: IMPLEMENTAÇÃO DE UM SERVIÇO DE E-MAIL PARA O DEPARTAMENTO DE COMPUTAÇÃO

ESTUDO DE CASO: IMPLEMENTAÇÃO DE UM SERVIÇO DE E-MAIL PARA O DEPARTAMENTO DE COMPUTAÇÃO Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas - ICEB Departamento de Computação - DECOM ESTUDO DE CASO: IMPLEMENTAÇÃO DE UM SERVIÇO DE E-MAIL PARA O DEPARTAMENTO DE

Leia mais

Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose)

Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose) Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose) 1. Qual a diferença entre um Programa de computador e um Processo dentro do computador? R. Processo é um programa que está sendo executado em uma máquina/host,

Leia mais

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL 1 HTTP Uma página WWW é composta de objetos e endereçado por uma

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

Camadas de Transporte, Sessão & Apresentação. Função. Camadas REDES x TRANSPORTE. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camadas de Transporte, Sessão & Apresentação. Função. Camadas REDES x TRANSPORTE. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camadas de Transporte, Sessão & Apresentação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Função A camada de Transporte fica entre as camadas de nível de aplicação (camadas 5 a 7) e as de nível físico

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES CAMADA DE APLICAÇÃO Teresa Vazão 2 INTRODUÇÃO Internet para todos.. 1979 Tim Burners Lee (invesngador do CERN): Inventor do conceito de navegação por hyper- texto 25

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Redes de Computadores 1

Redes de Computadores 1 Universidade Federal do Piauí UESPI Centro de Tecnologia e Urbanismo CTU Ciências da Computação Redes de Computadores 1 Prof. José BRINGEL Filho bringeluespi@gmail.com h?p://bringel.webnode.com/ Capitulo

Leia mais

O que são DNS, SMTP e SNM

O que são DNS, SMTP e SNM O que são DNS, SMTP e SNM O DNS (Domain Name System) e um esquema de gerenciamento de nomes, hierárquico e distribuído. O DNS define a sintaxe dos nomes usados na Internet, regras para delegação de autoridade

Leia mais

4. Qual seria o impacto da escolha de uma chave que possua letras repetidas em uma cifra de transposição?

4. Qual seria o impacto da escolha de uma chave que possua letras repetidas em uma cifra de transposição? Prova de 2011-02 1. Descreva duas maneiras de estabelecer uma conexão entre processos na camada de transporte sem o conhecimento da porta (TSAP) ao qual o servidor remoto esteja associado. 2. Estabelecer

Leia mais

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança 3 SERVIÇOS IP 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança Os serviços IP's são suscetíveis a uma variedade de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade

Leia mais

PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA

PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA Os serviços IP's citados abaixo são suscetíveis de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade de

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

Configuração de Conta - Passo a Passo Outlook Express

Configuração de Conta - Passo a Passo Outlook Express Configuração de Conta - Passo a Passo Outlook Express Explicação do 1º PASSO Na "Barra de menus" do Outlook Express clique em "Ferramentas", depois em "Contas..." Explicação do 2º PASSO Abrirá a janela

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Manual do Trojitá. Randall Wood Tradução: André Marcelo Alvarenga

Manual do Trojitá. Randall Wood Tradução: André Marcelo Alvarenga Randall Wood Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Usando o Trojitá 6 2.1 Configurando a sua conta IMAP............................. 6 2.2 Lendo e-mails com o Trojitá................................

Leia mais

Protocolos de Redes Revisão para AV I

Protocolos de Redes Revisão para AV I Protocolos de Redes Revisão para AV I 01 Aula Fundamentos de Protocolos Conceituar protocolo de rede; Objetivos Compreender a necessidade de um protocolo de rede em uma arquitetura de transmissão entre

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

DESCRIÇÃO DO TRABALHO - VERSÃO DE 29/04/2006 15:00.

DESCRIÇÃO DO TRABALHO - VERSÃO DE 29/04/2006 15:00. DESCRIÇÃO DO TRABALHO - VERSÃO DE 29/04/2006 15:00. Descrição Geral do trabalho. O objetivo do trabalho será o desenvolvimento de um programa Cliente/Servidor para o envio e recebimento de arquivos. Os

Leia mais

Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE

Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE SERVIÇO SEM CONEXÃO E SERVIÇO ORIENTADO À CONEXÃO Serviço sem conexão Os pacotes são enviados de uma parte para outra sem necessidade de estabelecimento de conexão Os pacotes

Leia mais

3. Explique o motivo pelo qual os protocolos UDP e TCP acrescentam a informação das portas (TSAP) de origem e de destino em seu cabeçalho.

3. Explique o motivo pelo qual os protocolos UDP e TCP acrescentam a informação das portas (TSAP) de origem e de destino em seu cabeçalho. Entregue três questões de cada prova. Prova de 2011-02 1. Descreva duas maneiras de estabelecer uma conexão entre processos na camada de transporte sem o conhecimento da porta (TSAP) ao qual o servidor

Leia mais

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos Arquiteturas de Rede 1 Sumário Introdução; Modelo de Referência OSI; Modelo de Referência TCP/IP; Bibliografia. 2/30 Introdução Já percebemos que as Redes de Computadores são bastante complexas. Elas possuem

Leia mais

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO PROTOCOLOS DA INTERNET FAMÍLIA TCP/IP INTRODUÇÃO É muito comum confundir o TCP/IP como um único protocolo, uma vez que, TCP e IP são dois protocolos distintos, ao mesmo tempo que, também os mais importantes

Leia mais

Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK

Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK Danton Nunes, InterNexo Ltda. danton.nunes@inexo.com.br Rodrigo Botter, Telar Engenharia e Comércio rodrigo.botter@telar.com.br 1/12 Estudos de caso:

Leia mais

Manual do Usuário. Resumo

Manual do Usuário. Resumo Manual do Usuário Grupo de Teleinformática e Automação (GTA) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) http://www.gta.ufrj.br 11 de fevereiro de 2008 Resumo O Grupo de Teleinformática e Automação (GTA/UFRJ)

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet. Compreender os conceitos básicos de protocolo. Conhecer mais a respeito

Leia mais

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015)

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Correio eletrónico. Protocolos SMTP, POP3 e IMAP. Formato MIME 1 Correio eletrónico O objectivo do correio eletrónico é o envio de mensagens off-line (não interactivo)

Leia mais

Redes de Computadores. Camada de Transporte

Redes de Computadores. Camada de Transporte Redes de Computadores Camada de Transporte Objetivo! Apresentar as características da camada de transporte da arquitetura TCP/IP! Apresentar os serviços fornecidos pela camada de transporte! Estudar os

Leia mais

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback Modelos de Camadas Professor Leonardo Larback Modelo OSI Quando surgiram, as redes de computadores eram, em sua totalidade, proprietárias, isto é, uma determinada tecnologia era suportada apenas por seu

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Redes de Computadores I Nível de Aplicação ( & ) Prof. Helcio Wagner da Silva. p.1/27

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores s de Computadores Prof. Macêdo Firmino Revisão do Modelo de Camadas da Internet (TCP/IP) Macêdo Firmino (IFRN) s de Computadores Novembro de 2012 1 / 13 Modelo de Camadas Revisão de de Computadores Os

Leia mais

TESTE RÁPIDO MICROINFORMÁTICA TESTE RÁPIDO MICROINFORMÁTICA SES-DF 2014 COMENTADO. www.grancursos.com.br 1

TESTE RÁPIDO MICROINFORMÁTICA TESTE RÁPIDO MICROINFORMÁTICA SES-DF 2014 COMENTADO. www.grancursos.com.br 1 TESTE RÁPIDO MICROINFORMÁTICA SES-DF 2014 COMENTADO 1 Microinformática 1. (IADES/2014/EBSERH/TÉCNICO EM INFORMÁTICA/Q.37) Os servidores apresentam recursos avançados de segurança e administração de usuários.

Leia mais

O Serviço de e-mail IPL/ISEL

O Serviço de e-mail IPL/ISEL O Serviço de e-mail IPL/ISEL Nuno Cruz Pedro Ribeiro Vítor Almeida Introdução Para o suporte do serviço de e-mail do IPL/ISEL é usado um pacote diverso de programas dos quais se salientam o qmail, vchkpw/vpopmail,

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte Universidade Federal do Rio Grande do Norte Redes de Computadores - Camada de Aplicação Curso de Engenharia de Software Prof. Marcos Cesar Madruga/Thiago P. da Silva Material basedado em [Kurose&Ross 2009]

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Transporte UDP Slide 1 Camada de Transporte Fornece uma comunicação lógica entre processos de aplicações em diferentes hosts através da camada de rede; São implementados

Leia mais

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte O TCP/IP, na verdade, é formado por um grande conjunto de diferentes protocolos e serviços de rede. O nome TCP/IP deriva dos dois protocolos mais

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers Postfix Na década de 70, as primeiras mensagens eram enviadas pela Arpanet, antecessora da atual Internet. A troca de mensagens era feita em sua maioria por estudantes, pesquisadores e profissionais dos

Leia mais

Módulo 11 A Web e seus aplicativos

Módulo 11 A Web e seus aplicativos Módulo 11 A Web e seus aplicativos Até a década de 90, a internet era utilizada por acadêmicos, pesquisadores e estudantes universitários para a transferência de arquivos e o envio de correios eletrônicos.

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com SERVIÇOS DE REDES DE COMPUTADORES Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com Modelo TCP/IP É o protocolo mais usado da atualidade

Leia mais

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP Programação TCP/IP Protocolos TCP e UDP Tecnologia em Redes de Computadores Unicesp Campus I Prof. Roberto Leal Visão Geral da Camada de Transporte 2 1 Protocolo TCP Transmission Control Protocol Protocolo

Leia mais

Redes de Computadores I Licenciatura em Eng. Informática e de Computadores 1 o Semestre, 26 de Outubro de 2005 1 o Teste A

Redes de Computadores I Licenciatura em Eng. Informática e de Computadores 1 o Semestre, 26 de Outubro de 2005 1 o Teste A Redes de Computadores I Licenciatura em Eng. Informática e de Computadores 1 o Semestre, 26 de Outubro de 2005 1 o Teste A Número: Nome: Duração: 1 hora O teste é sem consulta O teste deve ser resolvido

Leia mais

Introdução à Redes de Computadores

Introdução à Redes de Computadores Introdução à Redes de Computadores 1 Agenda Camada 4 do modelo OSI 2 1 Camada 4 do modelo OSI 3 Camada 4 - Transporte O termo "qualidade de serviço" é freqüentemente usado para descrever a finalidade da

Leia mais

A Camada de Transporte

A Camada de Transporte A Camada de Transporte Romildo Martins Bezerra CEFET/BA s de Computadores II Funções da Camada de Transporte... 2 Controle de conexão... 2 Fragmentação... 2 Endereçamento... 2 Confiabilidade... 2 TCP (Transmission

Leia mais

Configurando o Outlook Express - Passo a Passo

Configurando o Outlook Express - Passo a Passo Configurando o Outlook Express - Passo a Passo PASSO 1 Na "Barra de menus" do Outlook Express clique em "Ferramentas", depois em "Contas..." PASSO 2 Na janela "Contas na Internet", clique em "Adicionar",

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais