ITEM QUANT. UNIDADE DESCRIÇÃO

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ITEM QUANT. UNIDADE DESCRIÇÃO"

Transcrição

1 ANEXO I DO OJETO O objeto desta licitação é a Locação de Equipamentos Médicos, para utilização nos setores da UTI, Centro Cirúrgico e Berçário e outros que por ventura necessitarem dos referidos equipamentos, com entrega parcelada dos equipamentos conforme necessidade da FUSAM conforme descrição abaixo: ITEM QUANT. UNIDADE DESCRIÇÃO Monitor Multiparametros com ECG, respiração, temperatura, oximetria de pulso e pressão não invasiva, IBP 2 canais pré-configurados ou modular. Tela colorida de cristal líquido tipo matriz ativa com no mínimo 10 polegadas de diagonal interna e resolução mínima de 1024 x Unidades pontos; Bateria interna ou externa recarregável com autonomia mínima de 4h de funcionamento interrupto. Indicador luminoso para a identificação da ocorrência de um alarme, mesmo se o alarme sonoro estiver desabilitado. Menu dedicado para ajuste de alarmes. Alarme temporizado para situação desabilitado. Volume ajustável para todos os alarmes. Indicação sonora e visual de erros de operação ou problemas técnicos; Apresentação de até 8 curvas simultâneas. Possibilidade dos seguintes cálculos: hemodinâmicos; Respiratórios: e Drogas: captura automática de parâmetros fisiológicos; Controle através de botão rotacional ou toque na tela. Conectores: USB e RJ45; Alimentação: 100/240 VCA automática. Acessórios: 01 cabo de ECG 5 vias 01 sensor de SPO2 adulto 01 sensor de temperatura cutâneo 01 mangueiras de pressão não invasiva 03 braçadeiras de pressão não invasiva Braçadeiras sem látex, em velcro, sem manguito 01 cabo de força 01 manual de usuário em português O equipamento a ser instalado deverá estar em perfeito estado de conservação, a empresa vencedora devera enviar o equipamento com certificado de Calibração e teste de Segurança Elétrica, com validade de um ano. Monitor Multiparametros com Capnografia, ECG, respiração, temperatura, oximetria de pulso e pressão não invasiva, IBP 2 canais préconfigurados ou modular. Tela colorida de cristal líquido tipo matriz ativa com no mínimo 10

2 02 02 Unidades Unidades polegadas de diagonal interna e resolução mínima de 1024 x 600 pontos; Bateria interna ou externa recarregável com autonomia mínima de 4h de funcionamento interrupto. Indicador luminoso para a identificação da ocorrência de um alarme, mesmo se o alarme sonoro estiver desabilitado. Menu dedicado para ajuste de alarmes. Alarme temporizado para situação desabilitado. Volume ajustável para todos os alarmes. Indicação sonora e visual de erros de operação ou problemas técnicos; Apresentação de até 8 curvas simultâneas. Possibilidade dos seguintes cálculos: hemodinâmicos; Respiratórios: e Drogas: captura automática de parâmetros fisiológicos; Controle através de botão rotacional ou toque na tela. Conectores: USB e RJ45; Alimentação: 100/240 VCA automática. Acessórios: 01 cabo/ sensor capnografia (acessórios necessários para utilização módulo) 01 cabo de ECG 5 vias 01 sensor de SPO2 adulto 01 sensor de temperatura cutâneo 01 mangueiras de pressão não invasiva 03 braçadeiras de pressão não invasiva Braçadeiras sem látex, em velcro, sem manguito 01 cabo de força 01 manual de usuário em português O equipamento a ser instalado deverá estar em perfeito estado de conservação, a empresa vencedora devera enviar o equipamento com certificado de Calibração e teste de Segurança Elétrica, com validade de um ano. Ventilador pulmonar eletrônico microprocessado para assistência ventilatória neonatal, pediátrica e adulta (até obesidade mórbida). Características Mínimas e Aproximadas: - Possibilidades de ajustes pelo operador para parâmetros de pacientes neonatais, pediátricos e adultos. -Operação em Ar comprimido e O2 -Operação Normal com alimentação pneumática por rede canalizada de ar e oxigênio com pressão de rede entre 3,5Kg/Cm2 e 7,5 Kg/cm2. -Operação com apenas um gás em caso de emergência. -Blender eletrônico interno microporcessado. -Ventilação com compensação de fugas e compensação de complacência;

3 -modalidades ventilatórias cicladas a tempo e fluxo e ventilação a volume e pressão -modalidades ventilatórias duplo controle (dual moldes), gerando um volume corrente desejado através do ajuste automático da pressão de controle. -com sistema de auto teste ao ligar equipamento com calibração automáticas, detecções de erros, falhas de funcionamento, medidas de complacências e fugas. - alimentação elétrica para 110/220 Volts automática. -Bateria interna ou integrada autonomia de pelo menos 1 hora e recarregamento automático ao conectar o equipamento na rede elétrica; -Com nebulizador de medicação ativo durante a fase inspiratória - saída serial padrão RS 232 e 01 saída analógica -com priorização de alarmes - Modo de espera (standby). Apresentar no mínimo os seguintes recursos: Ventilação Controlada a Volume (VDC), nos modos Controlado,SIMV,CPAP,PEEP; Ventilação Controlada a Pressão (VCP), nos modos Assisto Controlad o, SIMV,CPAP/PEEP; Ventilação com Pressão Suporte (PSV), combinada com CPAP ou com SIMV; Ventilação de back up em caso de ventilação insuficiente do paciente; Trava de painel ou outro sistema de proteção contra ajustes acidentais; Deve permitir Ventilação Não Invasiva; Possuir sistema de Enriquecimento de O2 ou Blender de O2 eletrônico interno; Em caso de fugas deve gerar fluxo de compensação de pelo menos 6 litros por minuto; Controles Diretos ou Indiretos: Volume corrente ajustável de 100 ml 2000 ml; Freqüência respiratória de 1 a 100 rpm aproximadamente; Pressão inspiratória de até 60 cmh20; Fluxo inspiratório de no mínimo120 lpm; Pressão suporte ajustável de 0 a 70 cmh20; PLEEP de 0 a 50 cmh20; Sensibilidade a fluxo ou pressão; Sensibilidade a pressão a partir de -9,0 cmh20; Sensibilidade a fluxo de até 15 litros por minuto; Concentração de oxigênio de 21 a 100%

4 04 01 Unidade Insuflação manual; Monitorização e Indicadores; Volume Corrente; Volume minuto; Freqüência Respiratória; Pressão de Pico Inspiratório; Pressão de Base (PEEP); Monitorização de FIO2; Alarmes mínimos: Baixa Pressão de Vias Aéreas; Alta Pressão de Vias Aeréas; Volume minuto Alto; Volume minuto Baixo; Apinéia; Bateria Fraca; Falha na Rede Elétrica; Falha no Equipamento Alimentação: 110/220 volts automático Bateria interna integrada ao gabinete do ventilador; Conexão para ligação de bateria externa Acessórios que devem acompanhar cada aparelho: 01 Pedestal com rodízios, sendo 02 com freio; 01 Umidificador Aquecido com controle eletrônico; 02 Reservatórios reusáveis para umidificador, autoclaváveis; 03 Circuitos paciente adulto reutilizáveis em silicone autoclavável, com conectores em material resistente à autoclave. 01 braço articulável 01 Manual de operação em Português 03 Válvulas de exalação com sensor de fluxo e diafragma ou casse expiratório 01 Mangueiras de Ar comprimido e O2 (NBR) 01 Válvulas reguladoras de Ar comprimido e O2 Registro No Ministério da Saúde Treinamento operacional Oxímetro de pulso portátil para medição de SpO2 e batimento cardíaco (neonatal). Características técnicas mínimas: Medição de SpO2: Faixa de medição mínima de 01 a 100% de SpO2; Precisão para medição entre 80 e 99%: máximo ± 2%. Mediçãode batimento cardíaco: Medição de 30 a 240 bpm; Precisão de ± 2 bpm; Deve apresentar curva pletismográfica; O aparelho deve ter os seguintes alarmes: Alarme indicador de sensor solto Alarme indicador de SpO2 baixa. Peso máximo de 4 kg;

5 Deve apresentar gráfico das tendências, com capacidade de memória para até 24 horas. Alimentação Elétrica: 220 V / 60 Hz; Bateria recarregável. Acessórios: Dois (02) sensores de SpO2 reutilizáveis, tipo Y, para uso neonatal e pediátrico (deve acompanhar fitas reutilizáveis para acomodação do sensor); Um (01) sensor de SpO2 reutilizáveis, tipo clip, para uso pediátrico; Um (01) sensor de SpO2 reutilizável, tipo clip, para uso neonatal: Cabos do tipo (2P + T) para alimentação na rede; Bateria interna recarregável. 1) Todas as despesas para fornecimento, como frete, descarga, instalação, treinamento de utilização do equipamento e outras, deverão ser inclusas no preço final do produto; 2) Deverá a empresa Contratada possuir seguro para os aparelhos locados, valores estes base para eventual ressarcimento indenizatório no caso de perda, roubo, furto, ou inutilização do(s) mesmo(s), seja qual for à causa; salvo caso fortuito ou força maior. 2.1) Em caso de avaria decorrente de mau uso do(s) equipamento(s), a Contratada se obriga a efetuar o reparo e/ou substituição de peças necessária para a mise em place do(s) equipamento(s) avariado(s), bem como substituição do equipamento no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas após comunicado por escrito da Contratante da falha ou defeito no aparelho locado, para diagnostico dos técnicos da Contratada; 3) Para os casos de mal uso, a Contratada deverá emitir relatório técnico, devidamente assinado pelo responsável técnico da empresa para apuração de responsabilidade da FUSAM para possível ressarcimento de valores do reparo/peças compatíveis com os de mercado, devendo apresentar no mínimo 03 (três) orçamentos para conserto ou peças defeituosas; 4) A Contratada entregará o objeto desta licitação conforme necessidade da Contratante, por escrito após emissão da ordem de compra; 5) O prazo máximo para entrega não deverá exceder 05 (cinco) dias corridos; 6) O Equipamento locado deverá ser bivolt 110/220v ou 220v devido tensão do Município. Caso a Contratada apresente a alimentação elétrica do equipamento em 110v, deverá estar incluso todo e qualquer estabilizador, transformador ou outro equipamento eletrônico para devido funcionamento do equipamento locado; 7) O Equipamento locado deverá atender as Normas da Vigilância Sanitária, INMETRO; 8) É exigido: 8.1) Equipamento deverá possuir laudo de calibração que deverá ser apresentado no ato da entrega do equipamento conforme necessidade da FUSAM; 8.2) Instalação e treinamento operacional nas dependências da Contratante;

6 8.3) Para efeitos de análise e parecer técnico deve acompanhar a proposta: 8.4) Catálogo ou folder em português ou com tradução do texto para a língua portuguesa com informações que permitam identificar as características técnicas do produto ofertado; 8.5) Declaração do fornecedor se responsabilizando pela instalação e treinamento operacional dos equipamentos em local e data indicados pelo contratante e que assume todos os custos relativos a estes procedimentos; 8.6) Nome e endereço do responsável pela assistência técnica autorizada pela Contratada no Estado de São Paulo, acessível 24 (vinte e quatro) horas ininterruptamente (sábados/domingos e feriados). 8.7) Substituição do equipamento em no máximo 24 horas em casos de defeitos ou mal funcionamento do mesmo.

RESPOSTA A PEDIDO DE ESCLARECIMENTO PROCESSO ADMINISTRATIVO DE COMPRAS N 009/2015 EMPRESA SOLICITANTE: EQUIPAMED EQUIPAMENTOS MÉDICOS LTDA.

RESPOSTA A PEDIDO DE ESCLARECIMENTO PROCESSO ADMINISTRATIVO DE COMPRAS N 009/2015 EMPRESA SOLICITANTE: EQUIPAMED EQUIPAMENTOS MÉDICOS LTDA. RESPOSTA A PEDIDO DE ESCLARECIMENTO PROCESSO ADMINISTRATIVO DE COMPRAS N 009/2015 PREGÃO ELETRÔNICO N 003/2015 OBJETO: LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTO MÉDICO EMPRESA SOLICITANTE: EQUIPAMED EQUIPAMENTOS MÉDICOS

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº. 018 / 772836-2012 / 2014

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº. 018 / 772836-2012 / 2014 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº. 018 / 772836-2012 / 2014 A Associação de Combate ao Câncer do Brasil Central, entidade privada sem fins lucrativos da área da saúde, inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 25.438.409/0001-15,

Leia mais

MODELO DE PROPOSTA DE PREÇOS. Atender normas vigentes da ABNT Fabricante Garantia Marca Procedência Registro ANVISA/MS

MODELO DE PROPOSTA DE PREÇOS. Atender normas vigentes da ABNT Fabricante Garantia Marca Procedência Registro ANVISA/MS ESTADO DO PARANÁ Secretaria de Estado da Administração e da Previdência - SEAP Departamento de Administração de Material - DEAM Sistema GMS - GESTÃO DE MATERIAIS E SERVIÇOS MODELO DE PROPOSTA DE PREÇOS

Leia mais

Linha TR - Revisão 02. Manual técnico Linha TR

Linha TR - Revisão 02. Manual técnico Linha TR Manual técnico Linha TR 1)Introdução: Os carregadores de baterias Linha TR LUFFE foram desenvolvidos preferencialmente para a carga em baterias do tipo tracionaria. São equipamentos compactos de simples

Leia mais

EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO

EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO OBJETO: Aquisição de equipamento e material permanente para unidade de atenção especializada a saúde, referente ao Convênio nº 748518/2010 IMPORTANTE: Só responder se

Leia mais

Divinolândia 19 de agosto de 2013

Divinolândia 19 de agosto de 2013 Divinolândia 19 de agosto de 2013 Prezados senhores interessados Esta comissão de Julgamento de Licitação do Conderg Hospital Regional de Divinolândia, esclarece através deste, alterações feita no Edital

Leia mais

Cardioversor bifásico

Cardioversor bifásico Cardioversor bifásico Desfibrilador Bifásico Módulo Desfibrilador Externo Automático (DEA) Modo Prevenção de Morte Súbita (PMS) ECG (Eletrocardiograma) até 12 derivações Oximetria (SpO2) Marcapasso Não

Leia mais

JADE - SISTEMA INTEGRADO DE APOIO ADMINISTRATIVO PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE DIADEMA-SP PREGÃO PRESENCIAL: 124/2013 Ref. Proc. de Compra: 376/2013

JADE - SISTEMA INTEGRADO DE APOIO ADMINISTRATIVO PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE DIADEMA-SP PREGÃO PRESENCIAL: 124/2013 Ref. Proc. de Compra: 376/2013 1 MONITOR MULTIPARAMÉTRICO UN 50,00 - PRÉ-CONFIGURADO NÃO MODULARES COM NO MÍNIMO ECG SPO2 E PNI, PARA TRANSPORTE ; - MONITOR COM TELA DE CRISTAL LÍQUIDO COLORIDO NO MÍNIMO DE 10" (POLEGADA); - ALARMES

Leia mais

NO SITE A 05/12/2012 07/12/2012. A

NO SITE A 05/12/2012 07/12/2012. A NO SITE A Fundação Hospitalar São Sebastião, torna público a quem possa interessar que estará recebendo cotações de preços entre 05/12/2012 a 07/12/2012. A descrição do objeto a quantidade e a lista de

Leia mais

Introduzindo o Astral

Introduzindo o Astral Enriquecer a vida Introduzindo o Astral Introduzindo os ventiladores de suporte vital Astral 100 e Astral 150. Para a configuração inicial para o uso diário, o Astral oferece grande liberdade, cuidado

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DETERMINADOR DE FIBRA MODELO - TE-149. Tecnal Equipamentos para Laboratórios

MANUAL DE INSTRUÇÕES DETERMINADOR DE FIBRA MODELO - TE-149. Tecnal Equipamentos para Laboratórios MANUAL DE INSTRUÇÕES DETERMINADOR DE FIBRA MODELO - TE-149 Tecnal Equipamentos para Laboratórios Índice: Apresentação... 2 1. Identificação dos componentes... 2 2. Condições de Funcionamento... 3 3. Instalação...

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRINHOS Estado de Goiás

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRINHOS Estado de Goiás CONTRATO DE FORNECIMENTO Nº 1.192 /2014 Contrato de Fornecimento que, entre si, fazem, de um lado, com contratante, o Fundo Municipal de Saúde de Morrinhos, devidamente representada por seu Gestor, o Sr.

Leia mais

Especificação Técnica

Especificação Técnica Divinolândia, 19 de Fevereiro de 2015 Prezados senhores interessados Esta comissão de Julgamento de Licitação do Conderg Hospital Regional de Divinolândia, esclarece através deste, alterações feita no

Leia mais

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO Folha: 1/5 Especificação Marca Preço Unit. Máximo Preço Unitário Preço Total 1 1,00 Un. - Respirador composto de: ventilador ciclado a pressão e volume, totalmente microprocessado, para utilização em pacientes

Leia mais

ANEXO I DO OJETO DESCRIÇÃO. Item 01 - Monitor Multiparametros com ECG, respiração, temperatura, oximetria de pulso e pressão não invasiva.

ANEXO I DO OJETO DESCRIÇÃO. Item 01 - Monitor Multiparametros com ECG, respiração, temperatura, oximetria de pulso e pressão não invasiva. ANEXO I DO OJETO Folha nº.... O objeto desta licitação é a Locação de Equipamentos Médicos, para utilização nos setores da UTI, Centro Cirúrgico e outros que por ventura necessitarem dos referidos equipamentos,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16.

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16. TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE SISTEMA ININTERRUPTO DE ENERGIA - NO-BREAK, PARA A SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO NORTE, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO

MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO ] CONVERSOR DE SINAL PARA CÉLULA DE CARGA (Versão 1.2 Out./10) 1 INDÍCE PÁG. 1 Garantia 3 2 Introdução 3 3 Instalação 3 4 Dados Técnicos 4 5 Alimentação Elétrica 4 6 Disposição

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015. Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015. Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...1 3.

Leia mais

Este produto está garantido contra defeito de fabricação por um período de 18 (dezoito) meses, a contar da data da nota fiscal de saída do produto.

Este produto está garantido contra defeito de fabricação por um período de 18 (dezoito) meses, a contar da data da nota fiscal de saída do produto. Parabéns por ter adquirido um dos produtos da Fertron, uma empresa que tem orgulho de ser brasileira, atendendo clientes em todo o território nacional e também em diversos países. Nossa meta é oferecer

Leia mais

Manual Do Usuário BIOFLEX/ND/HD/TY/EV6. Certificado de Garantia. Mod: Controle: PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda

Manual Do Usuário BIOFLEX/ND/HD/TY/EV6. Certificado de Garantia. Mod: Controle: PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda Certificado de Garantia. Mod: Controle: BIOFLEX Multi 1- Condições Gerais. A garantia compreende a 6 reparos gratuitos do produto na eventualidade do mesmo apresentar falha ou qualquer outro problema de

Leia mais

ÍNDICE 1. INFORMAÇÕES BÁSICAS

ÍNDICE 1. INFORMAÇÕES BÁSICAS ÍNDICE 1. INFORMAÇÕES BÁSICAS 3 2. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 3 3. UTILIZAÇÃO 5 3.1. Indicações de operação 5 3.2. Funcionamento 7 3.3. Observações 8 4. CERTIFICADO DE GARANTIA 9 4.1. Condições de garantia

Leia mais

Manual de instruções Controlador RGB DMX CRGB-V1

Manual de instruções Controlador RGB DMX CRGB-V1 Manual de instruções Controlador RGB DMX CRGB-V1 Índice - 1 Características técnicas...2-1.1 Instalação...4-2 Menu...4-2.1 Navegando no Menu...5-2.2 Efeitos...6-2.3 Operação...6-3 Configuração DMX 512...7-3.1

Leia mais

1 Introdução. 2 Características técnicas. 3 Instalação

1 Introdução. 2 Características técnicas. 3 Instalação Índice 1. Introdução...03. 2. Características técnicas...03. 3. Instalação...03. 4. Medidas externas...04. 5. Painel de controle...04. 6.Operação...05. 6.2 Aparelhagem...05. 6.3 Ensaio...06. 6.3.1 Definições...06.

Leia mais

Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas

Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas Nobreak senoidal on-line trifásico dupla conversao ~ 10 a 100 kva PERFIL Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas de 10 a 60 kva 75 e 100 kva A linha de nobreaks SMS Sinus Triphases

Leia mais

DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO

DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO Por favor, leia este manual com atenção para uso do equipamento. Instruções de Operação do QTA. I.

Leia mais

À Prova de Respingos (IP44)

À Prova de Respingos (IP44) 1 APLICAÇÃO: O Acionamento Elétrico Dupla Isolação são utilizados para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes, foi desenvolvido dentro das normas NR-10 para máxima segurança

Leia mais

Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2

Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2 Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2 1- CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Prato em aço inoxidável 340 x 310 mm. Saída serial para impressora matricial Urano USE-PII. Temperatura de operação: 0 a 50 ºC.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ALTSEAL PLUS. ALT Equipamentos Médico Odontológicos Ltda.

MANUAL DO USUÁRIO ALTSEAL PLUS. ALT Equipamentos Médico Odontológicos Ltda. MANUAL DO USUÁRIO ALTSEAL PLUS ALT Equipamentos Médico Odontológicos Ltda. Rua Major Rubens Vaz, 915 - Campos Elíseos - CEP. 14080-510 - Ribeirão Preto - SP Fone: (16) 3628-0057 altequipamentos@altequipamentos.com.br

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. COMPOSIÇÃO DO TRANSMISSOR (Figura 1) DIVISÃO DESTE MANUAL. Este manual está dividido em duas partes:

MANUAL DE OPERAÇÃO. COMPOSIÇÃO DO TRANSMISSOR (Figura 1) DIVISÃO DESTE MANUAL. Este manual está dividido em duas partes: MANUAL DE OPERAÇÃO INTRODUÇÃO: O FLASH PRESENÇA MOTO foi desenvolvido especialmente para a utilização em Motos, porque o mercado necessita de um aparelho versátil, de pequenas dimensões e completo, que

Leia mais

Pinot 700 3 BL I/1. NoBreak Line Interativo Família Pinot 700 VA

Pinot 700 3 BL I/1. NoBreak Line Interativo Família Pinot 700 VA NoBreak Line Interativo Família Pinot 700 VA NoBreak Line Interativo microprocessado de alta velocidade,integrando diversas funções periferias. Possui estabilizador interno com estágios de regulação, que

Leia mais

Manual Balanças Kids. Balança Pesadora Kids Manual do Usuário. www.upxsolution.com.br Vendas: 11 4096-9393 Página: 1

Manual Balanças Kids. Balança Pesadora Kids Manual do Usuário. www.upxsolution.com.br Vendas: 11 4096-9393 Página: 1 Balança Pesadora Kids Manual do Usuário www.upxsolution.com.br Vendas: 11 4096-9393 Página: 1 Indice 1. Instalação 2. Localização da Funções 3. Ligando a Balança 4. Operação 5. Configurações 6. Mensagens

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... - 1-2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

C L A S SI F I C A D O S

C L A S SI F I C A D O S Para ver fotos e especificações CLIQUE nas setas. Ultrasson THOSHIBA Mod. Nemio XG Ultrassom GE Mod. Logiq 400 Processadora Aut. p/filmes de Raios-X MACROTEC MX2 Aparelho de Raios-X INTECAL Mod. CR7 Ultrasson

Leia mais

NATAL CARE pela Medix. Um novo conceito em incubadoras

NATAL CARE pela Medix. Um novo conceito em incubadoras NATAL CARE pela Medix Um novo conceito em incubadoras Além disso, Natal Care oferece uma ampla disponibilidade de acessórios opcionais, que se adaptam perfeitamente a cada necessidade, como: Módulo saturômetro

Leia mais

Manual de Instalação e Operações

Manual de Instalação e Operações Manual de Instalação e Operações Acionador On/Off Bivolt Sistema de Aquecimento para banheira de hidromassagem PARA SUA SEGURANÇA: Antes de Instalar este produto, leia atentamente este manual de instruções.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES REFRIGERADOR PARA ÔNIBUS MODELO G7

MANUAL DE INSTRUÇÕES REFRIGERADOR PARA ÔNIBUS MODELO G7 MANUAL DE INSTRUÇÕES Compact Indústria de Produtos Termodinâmicos Ltda. Fábrica: Est. BR-116 KM 152,3, 21940 Pavilhão 1 Bairro Planalto Caxias do Sul - RS - CEP 95070-070 Fone (0XX) 54-2108-3838- Fax:

Leia mais

RECURSO ADMINISTRATIVO REFERÊNCIA: PREGÃO PRESENCIAL Nº 022/2013 PROCESSO Nº 037/2013 I RELATÓRIO

RECURSO ADMINISTRATIVO REFERÊNCIA: PREGÃO PRESENCIAL Nº 022/2013 PROCESSO Nº 037/2013 I RELATÓRIO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO RECURSO ADMINISTRATIVO REFERÊNCIA: PREGÃO PRESENCIAL Nº 022/2013 PROCESSO Nº 037/2013 RECORRENTE: OMNIMED LTDA. Vistos e etc... I RELATÓRIO A Recorrente ingressou com

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE MORRINHOS Estado de Goiás

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE MORRINHOS Estado de Goiás CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº 325/2015 Contrato de Locação que, entre si, fazem, de um lado, com contratante, o Fundo Municipal de Saúde de Morrinhos, devidamente representada por seu Gestor, o Sr. André Luiz

Leia mais

Manual do Usuário SINALIZADOR DE PONTOS LINCE GPS. Comece Aqui

Manual do Usuário SINALIZADOR DE PONTOS LINCE GPS. Comece Aqui Manual do Usuário SINALIZADOR DE PONTOS LINCE GPS Comece Aqui Bem vindo (a) ao Lince GPS! O Sinalizador de Pontos Lince GPS é um aparelho GPS especializado, para instalação no painel do carro, que auxilia

Leia mais

Coletor de dados MensorNet

Coletor de dados MensorNet Coletor de dados MensorNet ML485 Edição 02/2011 Especificações Técnicas Por favor, leia integralmente estas instruções antes de ligar o equipamento. Descrição do Sistema O coletor de dados ML485 é parte

Leia mais

Segue abaixo respostas aos questionamentos sobre o Pregão Eletrônico n 78/2014-SRP

Segue abaixo respostas aos questionamentos sobre o Pregão Eletrônico n 78/2014-SRP Prezada Pregoeira, PODER JUDICIÁRIO Segue abaixo respostas aos questionamentos sobre o Pregão Eletrônico n 78/2014-SRP 1. Item 8.7 do Termo de Referencia: 8.7 O monitoramento remoto de alarme deverá ser

Leia mais

CÂMERA FILMADORA VEICULAR

CÂMERA FILMADORA VEICULAR CÂMERA FILMADORA VEICULAR Foto meramente Ilustrativa MANUAL DE INSTRUÇÕES Introdução: Obrigado por adquirir a Câmera Filmadora Veicular Ekins. Esta é uma poderosa ferramenta capaz de gravar vídeos com

Leia mais

Viggia. Manual de Instruções Viggia - MP04401-01 Rev 02-19/10/2011 PG - 1 -

Viggia. Manual de Instruções Viggia - MP04401-01 Rev 02-19/10/2011 PG - 1 - Manual de Instruções Viggia - MP04401-01 Rev 02-19/10/2011 PG - 1 - ÍNDICE ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 ENTRADA DE DADOS... 3 3 SINALIZAÇÃO DA OPERAÇÃO... 3 4 ARMAZENAMENTO DE DADOS... 4 5 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Ventilador. Alta performance em ventilação mecânica

Ventilador. Alta performance em ventilação mecânica Ventilador Alta performance em ventilação mecânica Design moderno, leveza e praticidade Massimus possui autonomia de bateria de até 12 horas e independência de rede de gases para seu funcionamento, tornando

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE POTÊNCIA E CONSUMO MODELO ME-2500

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE POTÊNCIA E CONSUMO MODELO ME-2500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE POTÊNCIA E CONSUMO MODELO ME-2500 janeiro de 2012 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho 1. INTRODUÇÃO O ME-2500 é um

Leia mais

ANEXO I DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS

ANEXO I DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS ANEXO I Concorrência pública Nº 008/2014 Processo n.º DE.01.01.0034/2014 DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS 1. VIGILÂNCIA HUMANA SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA VIGILANTE: No Posto de Trabalho serão realizados os seguintes

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-3060D

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-3060D MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-3060D Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. Introdução... 01 2. Especificações... 02 2.1. Gerais...

Leia mais

Usuários: Divisão de Medição e Proteção da Receita, Gerências e Centros Regionais.

Usuários: Divisão de Medição e Proteção da Receita, Gerências e Centros Regionais. 1 Usuários: Divisão de Medição e Proteção da Receita, Gerências e Centros Regionais. SUMÁRIO 1. OBJETIVO 2. NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 3. DEFINIÇÕES 4. CONDIÇÕES GERAIS 5. CONDIÇÕES ESPECÍFICAS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Item Especificação Unidade QTD

TERMO DE REFERÊNCIA. Item Especificação Unidade QTD TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1 Aquisição de bebedouro de garrafão de água, conforme especificações e quantitativos constantes neste Termo de Referência e seu respectivo Encarte. 2. ESPECIFICAÇÃO DO

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO AP6 Central de Alarme Particionada www.compatec.com.br 2 www.compatec.com.br 3 4. Dimensões do produto... 5. Conhecendo o seu produto... 7 5.1 Conhecendo as funções da central...

Leia mais

PowerClick modelo XLR S foi desenvolvido para oferecer alta qualidade de som em monitoração de áudio por fones de ouvido.

PowerClick modelo XLR S foi desenvolvido para oferecer alta qualidade de som em monitoração de áudio por fones de ouvido. Modelo XLR S PowerClick modelo XLR S foi desenvolvido para oferecer alta qualidade de som em monitoração de áudio por fones de ouvido. Este modelo é um equipamento estéreo, oferecendo opção MONO, por chave

Leia mais

Registro de Preços IPLANRIO

Registro de Preços IPLANRIO À IPLANRIO Orientador Nº 354/2012 Equipamentos de contingência elétrica (UPS NOBREAK) e estabilizadores centrais para os órgãos da PCRJ Registro de Preços IPLANRIO Empresa Municipal de Informática IPLANRIO

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional); Características Os dados são gravados em um cartucho USB. Este modo de gravação oferece total proteção contra a perda dos mesmos, pois o cartucho não é afetado caso o equipamento venha a sofrer alguma

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1.261, DE 20 DE AGOSTO DE 2015

LEI MUNICIPAL Nº 1.261, DE 20 DE AGOSTO DE 2015 LEI MUNICIPAL Nº 1.261, DE 20 DE AGOSTO DE 2015 Autoriza o Poder Executivo Municipal a doar equipamentos médicos ao Hospital São Roque de Cacique Doble. CLAIRTON PASINATO, Prefeito Municipal de Cacique

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO CENTRAL DE ALARME COM FIO AW2 CONTROLE REMOTO CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado;

Leia mais

Blu Aria Manual do Usuário

Blu Aria Manual do Usuário Blu Aria Manual do Usuário -1- -2- Conteúdo Iniciando... 4 1.1 Instalação do Chip (cartão SIM) e da Bateria... 4 1.2 Recarga da Bateria... 4 1.3 Conexão à Rede... 5 Tipo de Entrada... 5 1.4 Para Mudar

Leia mais

MOVIMENTADOR PARA PORTAS DE ENROLAR

MOVIMENTADOR PARA PORTAS DE ENROLAR MOVIMENTADOR PARA PORTAS DE ENROLAR www.mastertec.ind.br 1 ÍNDICE 1. Recursos:... 3 2. Condições de funcionamento:... 3 3. Características técnicas:... 3 4. Características construtivas:... 3 5. Diagrama

Leia mais

GEAPS EXCHANGE 99 Sessão Educacional. O que há de novo: Watchdog Elite da 4B Elevator Components Ltd. Monitor de Elevador de Caçamba para o Século 21

GEAPS EXCHANGE 99 Sessão Educacional. O que há de novo: Watchdog Elite da 4B Elevator Components Ltd. Monitor de Elevador de Caçamba para o Século 21 GEAPS EXCHANGE 99 Sessão Educacional Visita 4B no Stand # 500 O que há de novo: Watchdog Elite da 4B Elevator Components Ltd. Monitor de Elevador de Caçamba para o Século 21 Uma apresentação por Johnny

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução... 02 2. Regras de segurança...

Leia mais

TAKAOKA MONTEREY SMART

TAKAOKA MONTEREY SMART TAKAOKA MONTEREY SMART OPERAÇÃO NO RECÉM-NASCIDO O Monterey Smart é um respirador microprocessado desenvolvido para atender pacientes adultos, infantis e neonatais em terapia intensiva e transporte intra

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MINI MONITOR PARA CFTV MODELO CT-2050

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MINI MONITOR PARA CFTV MODELO CT-2050 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MINI MONITOR PARA CFTV MODELO CT-2050 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR

Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR Índice Capítulo 1: O Produto Acessórios que compõem o produto Função do modelo Capítulo 2: Instalação do Produto Instalação física Conexão a tomada Cabo

Leia mais

Prefeitura Municipal de Passo Fundo

Prefeitura Municipal de Passo Fundo 1 TERMO DE REFERÊNCIA TOMADA DE PREÇOS N. 49/2.014 MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA E LOCAÇÃO DE IMPRESSORAS E COPIADORA 1. GERAL 1.1. Entende-se por equipamento: impressoras pertencentes ao hospital

Leia mais

SISTEMA ARGOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA FUNCIONAL E PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO DA UNIDADE DE MONITORAÇÃO

SISTEMA ARGOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA FUNCIONAL E PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO DA UNIDADE DE MONITORAÇÃO SISTEMA ARGOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA FUNCIONAL E PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO DA UNIDADE DE MONITORAÇÃO SUMÁRIO ITEM PAG. DEFINIÇÕES: 1. NÚMEROS TELEFÔNICOS 3 1.1. NÚMERO DE QUEDA (INTERRUPÇÃO) 3 1.1.1. Interrupção

Leia mais

CPAP/OS - ventilação com pressão contínua em vias aéreas / Ventilação com Pressão de Suporte.

CPAP/OS - ventilação com pressão contínua em vias aéreas / Ventilação com Pressão de Suporte. SERVOVENTILADOR COLOR MS: 10229820103 OCP: TÜV Rheinland... DESCRITIVO Servoventilador pulmonar microprocessado eletrônico para insuficiência respiratória de paciente adulto a neonatal em UTI. Reúne ventilação

Leia mais

Termo de Garantia. Extinção da Garantia

Termo de Garantia. Extinção da Garantia OBS IMPORTANTE: Você esta adquirindo um produto de segurança. Verifique com o Engenheiro responsável da obra, se ele atende as necessidades para o local onde será Instalado, pois todo o equipamento de

Leia mais

SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA

SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA SISTEMA TREINO DE PAINÉIS FOTOVOLTAICOS SOLARTEC-70 Sistema didático para a aprendizagem ou treino teórico e prático de instalações de energia

Leia mais

Especificação técnica do Video Wall do Tipo I (5m²)

Especificação técnica do Video Wall do Tipo I (5m²) Especificação técnica do Video Wall do Tipo I (5m²) 1. Esta Especificação destina-se a orientar as linhas gerais para o fornecimento de equipamentos. Devido às especificidades de cada central e de cada

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções Fonte de Energia para Soldagem MAC 155ED +55 (16) 33833818

bambozzi Manual de Instruções Fonte de Energia para Soldagem MAC 155ED +55 (16) 33833818 A SSISTÊNCIAS T ÊCNICAS AUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 33833818 bambozzi Manual de Instruções BAMBOZZI SOLDAS LTDA. Rua Bambozzi, 522 Centro CEP 15990-668

Leia mais

ABERTURA E FECHAMENTO DE COFRES, PORTAS E GUARITAS VIA SATÉLITE E GPRS

ABERTURA E FECHAMENTO DE COFRES, PORTAS E GUARITAS VIA SATÉLITE E GPRS ABERTURA E FECHAMENTO DE COFRES, PORTAS E GUARITAS VIA SATÉLITE E GPRS O GR TRAVA é um equipamento wireless que executa a função de recepção e transmissão de dados e voz. Está conectado à rede de telefonia

Leia mais

User Guide Guide de l'utilisateur Manual do Usuário EFFECTS TITANIUM COMPRESSOR TC-1

User Guide Guide de l'utilisateur Manual do Usuário EFFECTS TITANIUM COMPRESSOR TC-1 User Guide Guide de l'utilisateur Manual do Usuário EFFECTS TITANIUM COMPRESSOR TC-1 Introdução Obrigado por escolher um produto Onerr. O Titanium Compressor TC-1 é um efeito sutil, que acentua certas

Leia mais

Descrição Geral 04. Descrição Geral 05. Programação 06. Funcionamento 07. Funcionamento 08. Funcionamento 09. Funcionamento 10

Descrição Geral 04. Descrição Geral 05. Programação 06. Funcionamento 07. Funcionamento 08. Funcionamento 09. Funcionamento 10 Parabéns por ter adquirido um dos produtos da empresa Fertron, uma empresa que tem orgulho de ser brasileira, atendendo clientes em todo o território nacional e também em diversos países. Nossa meta é

Leia mais

Ligação da rede elétrica 19. Visão lateral fonte. Rede (100 ~240 Vac) 60 Hz. Neutro (Azul Claro 1,5 mm 2 ) Fase (Preto 1,5 mm 2 ) Visão frontal

Ligação da rede elétrica 19. Visão lateral fonte. Rede (100 ~240 Vac) 60 Hz. Neutro (Azul Claro 1,5 mm 2 ) Fase (Preto 1,5 mm 2 ) Visão frontal Ligação da rede elétrica A ligação com a rede elétrica é feita diretamente no módulo placa do carregador e conexões INC 2000, conforme a figura a seguir: Visão lateral fonte Terra (Verde 1,5 mm 2 ) Visão

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO COPIADORAS E MULTIFUNCIONAIS DEPARTAMENTO DATA ABRANGÊNCIA NÚMERO REVISÃO DAT 22/09/10 REDE AUTORIZADA BTC02-10 0

BOLETIM TÉCNICO COPIADORAS E MULTIFUNCIONAIS DEPARTAMENTO DATA ABRANGÊNCIA NÚMERO REVISÃO DAT 22/09/10 REDE AUTORIZADA BTC02-10 0 BOLETIM TÉCNICO COPIADORAS E MULTIFUNCIONAIS DEPARTAMENTO DATA ABRANGÊNCIA NÚMERO REVISÃO DAT 22/09/10 REDE AUTORIZADA BTC02-10 0 PROCEDIMENTOS COM O NOVO PADRÃO DE TOMADAS ABNT NBR14136 Introdução: Este

Leia mais

ANALISADOR DE INSTALAÇÕES SOLARES DE PRODUÇÃO DE ENERGIA MODELO GREENTEST FTV100 MARCA CHAUVIN ARNOUX (www.chauvin-arnoux.com)

ANALISADOR DE INSTALAÇÕES SOLARES DE PRODUÇÃO DE ENERGIA MODELO GREENTEST FTV100 MARCA CHAUVIN ARNOUX (www.chauvin-arnoux.com) ANALISADOR DE INSTALAÇÕES SOLARES DE PRODUÇÃO DE ENERGIA MODELO GREENTEST FTV100 MARCA CHAUVIN ARNOUX (www.chauvin-arnoux.com) Estudos em potência elétrica Cálculos da eficiência do painel solar Cálculo

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº. 13/2008.

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº. 13/2008. 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 13/2008. ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 2 1 ESCOPO DO FORNECIMENTO 1.1 - O objeto deste

Leia mais

9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES:

9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES: 9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES: 9.1 OTIMIZAÇÃO E MONITORAMENTO DA OPERAÇÃO DOS TRANSFORMADORES Os transformadores são máquinas estáticas que transferem energia elétrica de um circuito para outro, mantendo

Leia mais

0932 INF 01/12. Pág. 1 de 8

0932 INF 01/12. Pág. 1 de 8 Pág. 1 de 8 LABORÓRIO Laboratóro de ensaios da TÜV RHEINLAND DO BRASIL Técnico responsável Gerente Técnico do Laboratório Laboratório...: TÜV Rheinland do Brasil Ltda. Endereço...: Rua dos Comerciários,

Leia mais

séries JKW5 V5.0 Controlador Automático de Correção do Fator de Potência Manual de Operação

séries JKW5 V5.0 Controlador Automático de Correção do Fator de Potência Manual de Operação séries JKW5 V5.0 Controlador Automático de Correção do Fator de Potência Manual de Operação 1. Geral A série JKW5 de controlador automático de correção do fator de potência é utilizado para comandar automaticamente

Leia mais

PAINEL DIGITAL SUNDOW WEB - COMPLETO * SD40

PAINEL DIGITAL SUNDOW WEB - COMPLETO * SD40 RUA SIGFREDO DAY, 50 - SOBRELOJA CIC CEP 81.170-650 CURITIBA PR FONE / FAX: (41)3014-3536. E-MAIL: vendas@guster.com.br INSTRUMENTOS AUTOMOTIVOS MONITORAMENTO DE VEÍCULOS RASTREADORES GPS - TRAVAS PAINEL

Leia mais

Termos e Condições dos Tours e Locações

Termos e Condições dos Tours e Locações Termos e Condições dos Tours e Locações Os Termos e Condições são destinadas a regular o contrato a ser firmado entre a Ruta 40 Motorcycle Adventures e o CLIENTE que irá participar do Tour e/ou locar uma

Leia mais

!"#$%&!'()*'+,-'*./+0)*1(23'.423*'5*'3066,-'. #/7".#78./9:;.<=4/>.

!#$%&!'()*'+,-'*./+0)*1(23'.423*'5*'3066,-'. #/7.#78./9:;.<=4/>. !"#$%&!'()*'+,-'*./+0)*1(23'.423*'5*'3066,-'. #/7".#78./9:;.. Apresentação Geral Dados técnicos Sinais de Entrada e Saídas 1 Apresentação Geral A LINHA de Controladores CDL035 foi especialmente projetada

Leia mais

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla convers o 60 a 300 kva 60 kva de 80 a 120 kva 160 e 300 kva PERFIL Os nobreaks on-line de dupla conversão da linha Gran Triphases foram desenvolvidos com o que

Leia mais

IMPORTANTE: Por questões de segurança, em nenhuma circunstância o envio das baterias usadas deve ser feito via aérea.

IMPORTANTE: Por questões de segurança, em nenhuma circunstância o envio das baterias usadas deve ser feito via aérea. TABLET TA 7801W Índice Precauções e cuidados com seu Tablet...2 Descarte seguro de baterias usadas... 2 Retirando seu Tablet da caixa... 3 Primeiro passo... 4 Ícones... 4 Configuração de rede... 4 Conexão

Leia mais

PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 2015. PROJETO: Instalação de Alarme Sonoro e Visual em Vaso de GLP CATEGORIA: Segurança

PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 2015. PROJETO: Instalação de Alarme Sonoro e Visual em Vaso de GLP CATEGORIA: Segurança PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 2015 PROJETO: Instalação de Alarme Sonoro e Visual em Vaso de GLP CATEGORIA: Segurança AUTOR(ES): Comitê de Inovações da Fogás 1. Breve Histórico História A família

Leia mais

Medidor Powersave V2 USB

Medidor Powersave V2 USB Medidor Powersave V2 USB O medidor é formado por uma caixa plástica contendo uma placa eletrônica, uma tomada macho, uma tomada fêmea, um conector H, um barramento lateral, um conector USB e leds indicativos.

Leia mais

Manual do usuário XRE 1000

Manual do usuário XRE 1000 Manual do usuário XRE 1000 Modelo XRE 1000 Receptor de controle remoto Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e a segurança Intelbras. O receptor XRE 1000, com tecnologia 100% digital,

Leia mais

Desumidificador. Desidrat Plus IV Desidrat Plus V

Desumidificador. Desidrat Plus IV Desidrat Plus V Desumidificador Desidrat Plus IV Desidrat Plus V Lista de instrução de uso. Painel de controle. Introdução à estrutura. Instrução de Uso. Proteção e Manutenção. Solução de problemas. Referência. Obrigado

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Registro de Preços para eventual aquisição de Coletor de Dados para inventário de equipamentos e materiais através de código de barra do produto. 2. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO PARA AUTO-ATENDIMENTO BANCÁRIO DESCRITIVO DO SISTEMA INTELIGENTE DE ABERTURA DE PORTAS

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO PARA AUTO-ATENDIMENTO BANCÁRIO DESCRITIVO DO SISTEMA INTELIGENTE DE ABERTURA DE PORTAS SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO PARA AUTO-ATENDIMENTO BANCÁRIO DESCRITIVO DO SISTEMA INTELIGENTE DE ABERTURA DE PORTAS O sistema inteligente de travamento de portas consiste na utilização de fechadura eletromagnética

Leia mais

SENSOR CAPACITIVO SC-100

SENSOR CAPACITIVO SC-100 SC-100 Manual do usuário MAN-PT-DE-SC100-01.00_14 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso SC-100. Para garantir o uso correto e eficiente do SC-100, leia este manual completo e atentamente para entender

Leia mais

MU-00xx - Manual do usuário Produto: Leitor de cartão de proximidade Telefones: (11) 3682-7197 (11) 3683-7141

MU-00xx - Manual do usuário Produto: Leitor de cartão de proximidade Telefones: (11) 3682-7197 (11) 3683-7141 Manual do técnico/usuário: Produto: Leitor de cartão de proximidade Versão deste manual: 1 Revisão deste manual: 1 Data do manual: 10/06/2008 M.c.u Tecnologia www.mcu.com.br 1 Leitor de cartão de proximidade.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA ÍNDICE A H-Buster líder em Áudio e Vídeo automotivo lança o alarme automotivo

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 PAINEL... 4 FUNÇÕES DO PAINEL... 4 FUNÇÕES INTERNAS PLACA DE CONTROLE... 6 FUNÇÕES INTERNAS

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

PROCEDIMENTO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA EQUIPAMENTO ELETRÔNICO PARA CONVERSÃO DE VOLUME DE GÁS NATURAL ÍNDICE DE REVISÕES

PROCEDIMENTO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA EQUIPAMENTO ELETRÔNICO PARA CONVERSÃO DE VOLUME DE GÁS NATURAL ÍNDICE DE REVISÕES UNIDADE: GERAL 1 de 14 ÍNDICE DE REVISÕES Rev. 0 EMISSÃO INICIAL DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS Rev. 0 Rev. 1 Rev. 2 Rev. 3 Rev. 4 Rev. 5 Rev. 6 Rev. 7 Rev. 8 DATA: 18/04/13 ELABORAÇÃO: Andre VERIFICAÇÃO:

Leia mais

Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços - SIAD Catálogo de Materiais e Serviços - CATMAS SISTEMA ANTIFURTOS

Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços - SIAD Catálogo de Materiais e Serviços - CATMAS SISTEMA ANTIFURTOS SISTEMA ANTIFURTOS SISTEMA DE DETECÇÃO E IDENTIFICAÇÃO RFID Conjunto composto por 2 antenas com altura mínima de 1,75m, com acabamento transparente e várias configurações de cores do sinal luminoso do

Leia mais