Fotografia da voluntária Carla Fernandes MISSÕES DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL EM 2015 APRESENTAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fotografia da voluntária Carla Fernandes MISSÕES DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL EM 2015 APRESENTAÇÃO"

Transcrição

1 Fotografia da voluntária Carla Fernandes MISSÕES DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL EM 2015 APRESENTAÇÃO

2 2 Fotografia da voluntária Carla Fernandes O PROGRAMA D. BOSCO PROJETO VIDA E O VOLUNTARIADO MISSIONÁRIO SALESIANO

3 Fotografia do voluntário Hugo Machado DOM BOSCO DOM BOSCO, FUNDADOR DE UMA GRANDE FAMÍLIA! Deus quis oferecer à Igreja e ao mundo um novo modo de educar e evangelizar os adolescentes e jovens, por isso deu a João Bosco um dom, um carisma. Da sua experiência espiritual e da sua missão resultou uma grande família de continuadores, que conta com 28 grupos (congregações religiosas, sociedades de vida consagrada, associações). A originalidade pedagógica, a intensidade do carisma e a dedicação total à causa juvenil, levaram esta família a todo o mundo, numa tradição missionária que remonta ao seu fundador. Os Salesianos, o primeiro desses grupos, composto por cerca de membros, vivem e trabalham em 132 países do mundo. Ver um pequeno vídeo sobre Dom Bosco e o voluntariado missionário salesiano. (Estreia Evangelizar... Voluntários da juventude) 3 Existem muitos vídeos na internet para conhecer melhor Dom Bosco e os seus continuadores.

4 Fotografia da voluntária Cristiana Aires SER VOLUNTÁRIO MISSIONÁRIO SALESIANO VESTIR A CAMISOLA SALESIANA SER VOLUNTÁRIO... Jovens e adultos, disponíveis para o serviço aos mais necessitados. Falaremos do perfil, mais à frente. SER MISSIONÁRIO... O nosso voluntariado é missionário. Fiel à tradição salesiana, alia duas vertentes, a educação e a evangelização, num único movimento. Servimos os mais necessitados, promovendo a sua formação e, ao mesmo tempo, dando-lhes a conhecer Jesus Cristo e o seu Evangelho. SER SALESIANO... A ação missionária tem como referência a prática educativa e a vivência espiritual salesianas. 4

5 Fotografia da voluntária Carla Fernandes 5 O PERFIL DO VOLUNTÁRIO CONDIÇÕES INDISPENSÁVEIS Motivações certas É fundamentalíssimo partir para missão com as motivações certas. No centro daquilo que anima o coração do voluntário deve estar o bem das pessoas a quem se dedicará. As outras motivações não se poderão sobrepor a esta. Disponibilidade de coração A disponibilidade de coração faz com que o voluntário aceite o imprevisto, tenha capacidade de se adaptar, se avalie, se corrija, aprecie os outros, aprenda, melhore! Espírito de equipa Conseguir partilhar a vida e a missão com outros é fundamental para este tipo de missão. Gosto em estar ao serviço Sentir-se bem na atitude de quem serve, quem presta ajuda, quem quer fazer a diferença. Requer dedicação, sensibilidade, respeito, proximidade, trabalho. Resistência, sacrifício Manter as motivações, mesmo quando custa, quando exige sacrifício, renúncia, cansaço!

6 Fotografia da voluntária Carla Fernandes E A QUESTÃO DA IDENTIDADE CRISTÃ? E QUEM NÃO É CATÓLICO OU PRATICANTE? «Neste espírito, o voluntariado salesiano não se limita apenas aos cristãos batizados ou praticantes. Ele está aberto também a jovens e adultos que se afastaram da Igreja, aos praticantes de outras religiões ou aos jovens em busca religiosa. Todas as pessoas de boa vontade que desejam trabalhar com os Salesianos e compartilham a visão e o projeto educativo de Dom Bosco, podem participar do projeto do voluntariado salesiano. A experiência do voluntariado poderá constituir para os jovens indiferentes à religião uma ocasião de descobrir a própria fé e abrir-se para assumir o itinerário de uma fé adulta, empenhada, eclesial e missionária pode tornar-se um verdadeiro caminho de evangelização para os próprios voluntários. Para orientar-se nesse delicado processo de partilha e comunhão e garantir um verdadeiro voluntariado salesiano, é importante assegurar alguns critérios e condições. 6 A pessoa deve manifestar estas qualidades: - maturidade humana suficiente e coerência pessoal necessárias a fim de ser para os jovens uma referência educativa; - apreço e estima por Dom Bosco e pelos salesianos; - atitude educativa e sensibilidade pela condição juvenil, sobretudo a dos mais pobres; - aceitação do projeto educativo salesiano e do método educativo de Dom Bosco; - abertura à busca de Deus e respeito pela proposta evangélica e pelos valores das outras religiões e culturas.»

7 Missão SALes XXI 2014 MODALIDADES Voluntariado em Casas Missionárias (Moçambique, Angola, Timor) - nos 8 últimos anos: 38 MZ, 4 Angola, 1 Timor Voluntariado em grupo, em ambientes onde não há casas salesianas - nos últimos 2 anos: 6 grupos, ao todo 72 voluntários Voluntariado na Escola Salesiana de São Vicente (escola de verão) - 24 voluntários 7

8 AS ÁREAS DE INTERVENÇÃO São bastante diversificadas, de acordo com as necessidades locais: elaboração de manuais de ensino e apoio formativo a professores locais, constituição e organização de bibliotecas, organização da gestão das escolas profissionais e apoio formativo aos técnicos locais, apoio e reforço educativo aos alunos, dinamização de atividades no âmbito sociocultural, apoio jurídico, apoio ao Plano contra o HIV/Sida e na área da saúde infantil, apoio em áreas técnicas às comunidades salesianas, colaboração na elaboração e implementação de projetos de desenvolvimento, atividades de formação humana, social, recreativa e religiosa. Fotografia da voluntária Benedita Siqueira 8

9 A DURAÇÃO DA MISSÃO Longa duração - 1 ano Média duração - 3 a 6 meses Curta duração - 1 ou 2 meses Fotografia da voluntária Jesuína Pereira 9

10 Fotografia da voluntária Márcia Pinho AS MISSÕES DE 2014 Um olhar às missões do ano 2014, com o seguinte vídeo: Consultem também o site e as páginas do facebook!

11 AS MISSÕES DE INSCRIÇÕES ESTRUTURÁMOS A CANDIDATURA E SELEÇÃO DA SEGUINTE FORMA: 1. Inscrição página web da Fundação: Preferencialmente, os voluntários que se candidatarem até 31 de agosto de cada ano, poderão participar em programas de voluntariado internacional a iniciar no 1º semestre do ano seguinte: período de formação e acompanhamento de Setembro a Dezembro e depois missão. Os voluntários que se inscreverem após essa data e até 31 de Dezembro, poderão participar em programas de voluntariado internacional no 2º semestre do ano seguinte: período de formação e acompanhamento de Janeiro a Junho e depois missão. 2. Resposta da nossa parte, pedindo o currículo e agendando uma entrevista. 3. Entrevista: tem como objetivo ser um encontro para conhecimento mútuo e esclarecimento das dúvidas que possam existir. Estamos disponíveis para receber os voluntários, todos os dias úteis, entre as 8.00h e as 18.00h na Rua Saraiva de Carvalho, 275, em Lisboa. Caso este horário não seja o mais adequado, ou o seu local de morada/emprego fique afastado da cidade de Lisboa, podemos encontrar uma alternativa, de acordo com um horário, local ou meio que nos possa sugerir. 11

12 SELEÇÃO E PREPARAÇÃO 1. Escolha do destino: Moçambique, Angola, Timor - durante qualquer período do ano. De preferência, voluntários mais velhos, com experiência profissional, para missões de 3 meses ou mais. Cabo Verde missões de 20 dias a 1 mês, em grupo, na Escola Salesiana de São Vicente ou em outros lugares, que nos são indicados pelos bispos locais. 2. Formação de grupos e preparação. Depois de aceites, os candidatos são integrados em grupos de missão e começam o processo de preparação, do qual se fala mais adiante. Formação dos voluntários de

13 CUSTOS Da responsabilidade dos Voluntários: financiamento da viagem, das vacinas (podem ser diferentes, de acordo com o país de destino), do certificado de vacinação internacional e do registo criminal. A partir do momento em que se marca a viagem, o voluntário(a) deve adiantar 15% do valor da mesma. Da responsabilidade da Fundação: pagamento do visto, do seguro de acidentes pessoais e despesas correntes relativas à estadia, alimentação e transportes, ao serviço da missão. NB: De acordo com a sua capacidade financeira e depois de perceber a sua condição, a Fundação procurará apoiar cada um, na medida do possível. Os próprios voluntários devem procurar fontes de financiamento para apoiar a missão, e fazer diminuir os seus encargos, motivando a família, amigos e a própria comunidade cristã a que pertencem, obtendo apoios de empresas, etc. A fundação está disponível para acompanhamento e apoio institucional neste processo. Os custos aproximados são os seguintes: Valor do seguro Valor da viagem Valor do Visto Registo Criminal Vacinas * Angola 230, ,00 230,00 8,00 65,00 Cabo Verde 120,00 800,00 25,00 8,00 65,00 Formação dos voluntários de Moçambique 120, ,00 70,00 8,00 65,00 Brasil 100, ,00 65,00 * Febre Amarela; Febre Tifóide; Poliomielite, Meningite e eventualmente Hepatite.

14 Fotografia da voluntária Carla Fernandes VOLUNTARIADO NO DECURSO DO ANO 2015 Em Moçambique, Angola ou Timor: - Depois da entrevista, o voluntário é apresentado às comunidades missionárias nesses países; - Depois da aceitação, dá-se seguimento ao processo de preparação, formação, organização logística, marcação da viagem, etc - É aconselhável a frequência da formação promovida pela Fundação Fé e Cooperação. São 5 ações de formação marcadas ao longo do ano; - O Voluntário(a) estabelecerá contacto via /telefone com a pessoa de referência da comunidade missionária, para se inteirar melhor dos pormenores da sua missão; - Os responsáveis do voluntariado desses países acolhem e acompanham esses voluntários, desde o momento que chegam ao aeroporto, até que regressam. 14

15 AS MISSÕES NO VERÃO 2015 Para os voluntários que só têm disponibilidade no verão, propomos uma missão em grupo, em Cabo Verde, nos moldes que passamos a apresentar. GRUPOS - Grupos até 10 pessoas, de preferência; Um grupo de 4 para a Escola Salesiana de São Vicente; Serão constituídos quanto antes, para que se fomente a identidade salesiana, o espírito de grupo, a preparação com qualidade das atividades a realizar, e programem iniciativas de angariação de fundos. DATAS - Cerca de 20 a 24 dias, de meados (ou finais) de julho a meados (ou finais) de agosto. Fotografia da voluntária Cristiana Aires 15 NB - Poderá haver exceções, analisadas caso a caso, em que algum voluntário(a) poderia ir para Moçambique, Angola ou Timor, quando se verificar que, apesar de ser um breve período de tempo, essa pessoa vai ser uma clara e substancial mais-valia para as missões salesianas desses países.

16 O DIA A DIA DE UM GRUPO DE VOLUNTÁRIOS EM MISSÃO Ser comunidade relações interpessoais, amizade, respeito, interajuda Esta missão em grupo requer a vivência de uma verdadeira experiência de comunidade/família, fundada na amizade, respeito, entendimento, colaboração e interajuda entre todos. Todos os momentos do dia são vividos nesse espírito, seja os momentos de serviço como os de descanso. Momento de reflexão, oração, partilha, programação; Todos os dias há momentos dedicados à reflexão e oração em grupo. Sempre que necessário, serão dedicados tempos à programação e preparação das atividades. A partilha por parte de cada voluntário(a), do que viveu e sentiu durante o dia, é preciosa para criar união e ultrapassar dificuldades. Dias de descanso, programados e vividos em grupo. De vez em quando, pode haver necessidade de parar a atividade de serviço durante algum dia. Atenção que não quer dizer férias, turismo, noitadas, curiosidade cultural também esses dias são vividos em função da missão: para descansar, fortalecer o grupo, preparar melhor as atividades, rezar, etc Podem obter-se informações mais detalhadas nos testemunhos de voluntários já publicados. 16 Fotografia da voluntária Carla Fernandes

17 Fotografia da voluntária Cristiana Aires MODELO DE INTERVENÇÃO - As atividades seguem um guião temático para esses dias, com reflexões e dinâmicas a condizer; - As atividades devem ter, sempre que possível, uma finalidade educativa, sendo úteis e de qualidade; - Deve ter-se em conta o contexto local eclesial, social, histórico, cultural, religioso, etc.. - Se possível, promover também algumas atividades de apoio ao estudo; - Fazer opções no que respeita ao número e idade dos destinatários. 17

18 ACOMPANHAMENTO O grupo é acompanhado por um adulto, enviado pela Fundação Salesianos, idóneo e com experiência de missão. Normalmente é um salesiano sacerdote. Esses acompanhantes também fazem parte do grupo e participam no processo de formação e preparação. LOCAIS DE MISSÃO Possivelmente Praia, Boa Vista e São Vicente. Esta informação carece ainda de confirmação. Fotografia da voluntária Leonor Monteiro 18

19 DADOS SOBRE A EXPERIÊNCIA DOS ANOS PASSADOS Transparência Numa missão de voluntariado nem tudo são rosas também há dificuldades, aborrecimentos, faltas de entendimento ou adaptação, coisas que correm mal. Conhecer esses pormenores, ajuda a prevenir ou ultrapassar casos semelhantes ou, pelo menos, integrá-los nas expectativas de quem vai. Testemunho Através dos testemunhos dos voluntários no site ou facebook, descobrem-se muitos aspetos ligados à missão. Apoio dos voluntários que já estiveram em missão. Conta-se com a ajuda de voluntários que já fizeram esta experiência, com quem se poderá trocar impressões. Missão Cabo Verde

20 A PREPARAÇÃO NECESSÁRIA ESTA PREPARAÇÃO IMPLICA O CUMPRIMENTO E A FREQUÊNCIA DAS AÇÕES DE FORMAÇÃO ESTABELECIDAS Encontros de formação. Para todos (em fins de semana) e em grupo pequeno (a combinar por cada grupo), acompanhados pelos formadores. Atenção: dever de assiduidade; Experiência de voluntariado em ambientes salesianos. Há a SportBosco em Manique, o SolSal em Lisboa e no Estoril; pode vir a ser marcado um mini campo de trabalho nas férias escolares, vivendo em grupo, preparando refeições, fazendo limpezas, etc. Participação em algum evento salesiano (a escolher de uma lista que será oportunamente divulgada). Desde já se podem apontar alguns exemplos: jan: FlashBosco (Vendas Novas, Porto) 21 fev: Encontro de pré-adolescentes [Setúbal, Areosa (Viana)] mar: Páscoa Jovem (Fátima) 16 mai: Dia Nacional MJS (Fátima) jul: Acampamento Nacional MJS outros... Missão Cabo Verde Caminhada espiritual. Estes momentos formativos, e outros que se venham a promover, proporcionam também aos voluntários a oportunidade de fazerem uma caminhada espiritual. NB: Casos excecionais serão vistos caso a caso

21 PREPARAÇÃO IMEDIATA Marcação da viagem Seguro de acidentes pessoais Declaração de voluntariado O que é necessário Responsabilidades Fundação Fundação Fundação Visto (2 fotografias tipo passe e outras declarações/documentos necessários) Fundação Cópia de documentos: BI ou Cartão Cidadão; Cartão Contribuinte; Segurança Social Passaporte (deverá ter pelo menos seis meses de validade superior à data de inicio da viagem). Registo criminal (Loja do Cidadão) Carta de condução internacional (Automóvel Clube Portugal - preenchimento de impresso e fotografia em casos que possa ser necessário). Vacinas e Declaração Internacional de Vacinação (consulta do viajante) Bagagem (para África, na TAP, duas malas de porão com 23 kg e uma de mão, com 8 kg) Voluntário Voluntário Voluntário Voluntário Voluntário Missão Cabo Verde

22 AGORA, QUE PASSOS VAMOS DAR? Formação de Grupos; Escolha de Datas; Marcação de Locais; Reserva de Viagens; Formação e Preparação. 22 Fotografia da voluntária Gabriela Rio

23 Fotografia da voluntária Márcia Pinho 23 OBRIGADO!

Lançamento do Novo Ano Pastoral de setembro FAMÍLIA SALESIANA Vasto movimento de pessoas em prol da juventude

Lançamento do Novo Ano Pastoral de setembro FAMÍLIA SALESIANA Vasto movimento de pessoas em prol da juventude Lançamento do Novo Ano Pastoral 2016-2017 17 de setembro 2016 FAMÍLIA SALESIANA Vasto movimento de pessoas em prol da juventude OBJETIVOS GERAIS PARA A FAMÍLIA SALESIANA 1. PROMOVER A FORMAÇÃO DE FORMADORES

Leia mais

O Carmelo da Santíssima Trindade e da Imaculada Conceição é um mosteiro de Carmelitas descalças, situado na Arquidiocese de Goiás, no coração do

O Carmelo da Santíssima Trindade e da Imaculada Conceição é um mosteiro de Carmelitas descalças, situado na Arquidiocese de Goiás, no coração do O Carmelo da Santíssima Trindade e da Imaculada Conceição é um mosteiro de Carmelitas descalças, situado na Arquidiocese de Goiás, no coração do Brasil, aqui na cidade de Trindade, capital da fé. Atualmente

Leia mais

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado UMA TENTATIVA RESUMO Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado SÍNTESE Mostra e revela as relações entre elementos

Leia mais

Audiência às Equipes Nossa Senhora

Audiência às Equipes Nossa Senhora SECRETARIADO DO ESTADO Audiência às Equipes Nossa Senhora 10 Setembro 2015 DISCURSO DO SANTO-PADRE Discurso do Papa: (Roma, 10 de setembro de 2015) Estou muito feliz por vos acolher, caros responsáveis

Leia mais

AGENDA ANO PASTORAL ADMA Associação de Nossa Senhora Auxiliadora. Centro de S. Francisco de Sales Manique-Bicesse

AGENDA ANO PASTORAL ADMA Associação de Nossa Senhora Auxiliadora. Centro de S. Francisco de Sales Manique-Bicesse AGENDA ANO PASTORAL 2015-2016 ADMA Associação de Nossa Senhora Auxiliadora Centro de S. Francisco de Sales Manique-Bicesse A Associação de Maria Auxiliadora fundada por S. João Bosco "para promover a veneração

Leia mais

Victor Fernandes - Terauto, Lda. FW: Confirmaçâo reserva: 3BAUI8 HQW3VJ

Victor Fernandes - Terauto, Lda. FW: Confirmaçâo reserva: 3BAUI8 HQW3VJ Victor Fernandes - Terauto, Lda. Assunto: FW: Confirmaçâo reserva: 3BAUI8 HQW3VJ 1 prioritário **0.123 /min *Cobramos uma pequena taxa extra por este serviço. Se está disposto a fazer um esforço extra,

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE ILHA DE SÃO TOMÉ

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE ILHA DE SÃO TOMÉ Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE ILHA DE SÃO TOMÉ DESDE 844 SUPER OFERTA 8 DIAS / 7 NOITES (642) 12 JAN 17 A 27 MAI 17 MIRAMAR HOTEL BY PESTANA **** - CLASSE A VOO LIS - STP - 5ªF E

Leia mais

Conselho Arquidiocesano de Pastoral

Conselho Arquidiocesano de Pastoral Conselho Arquidiocesano de Pastoral Capítulo 1 Marco histórico-eclesial Marco Histórico-Eclesial (VER-JULGAR-AGIR) OS LEIGOS NA ÉPOCA DA CRISTANDADE... A presença e organização dos leigos buscou sempre

Leia mais

Processo de Formação na RCC Brasil

Processo de Formação na RCC Brasil Processo de Formação na RCC Brasil I Como entendemos a Formação na Vida do Movimento: A Formação está presente em todos os ministérios, de maneira sólida e abrangente. Por este motivo podemos dizer que

Leia mais

Programas de Pastoral

Programas de Pastoral Programas de Pastoral PROGRAMA CULTURA VOCACIONAL Caderno 5 02 1. Apresentação Na INSA a Animação Vocacional tem por finalidade trabalhar a cultura vocacional e o despertar do jovem para a vocação no sentido

Leia mais

Caderno das Classes de Excursionista e Excursionista na Mata

Caderno das Classes de Excursionista e Excursionista na Mata Ministério dos Desbravadores Missão Nordeste 4ª Região 2011 Caderno das Classes de Excursionista e Excursionista na Mata www.quartaregiaorn.webnode.com.br Nome do Desbravador: Clube: Quartaregiaomn@gmail.com

Leia mais

O Rito de Iniciação Cristã de Adultos (= RICA) Características fundamentais e Perguntas mais frequentes...

O Rito de Iniciação Cristã de Adultos (= RICA) Características fundamentais e Perguntas mais frequentes... O Rito de Iniciação Cristã de Adultos (= RICA) Características fundamentais e Perguntas mais frequentes... O que é RICA? O Rito de Iniciação Cristã é destinado a adultos que ouviram o anúncio do mistério

Leia mais

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA?

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? O documento Conclusivo da V Conferência contém inúmeras e oportunas indicações pastorais, motivadas por ricas reflexões à luz da fé e do atual contexto

Leia mais

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

Ano Pastoral A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO

Ano Pastoral A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO Ano Pastoral 2015-2016 A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO Revisitando 2014-2015 O dia-a-dia da comunidade Catequese da Infância 23 Crianças receberam a 1ª Comunhão 8 Jovens de Profissão

Leia mais

LAYIBI DICIEMBRE DE 2011

LAYIBI DICIEMBRE DE 2011 LAYIBI DICIEMBRE DE 2011 Os coordenadores dos Leigos Missionários Combonianos (LMC) de 12 províncias Combonianas de língua Francófona, Anglófona e Moçambique reuniram-se pela primeira vez de 10 a 16 Dezembro

Leia mais

OS SETE PASSOS DA CAMINHADA MISSIONÁRIA

OS SETE PASSOS DA CAMINHADA MISSIONÁRIA OS SETE PASSOS DA CAMINHADA MISSIONÁRIA para organizar uma animação missionária séria, eficaz e programada. 1 1 Constituir o Grupo de Animação Missionária (GAM) Grupo = núcleo que se reúne para Rezar Discutir

Leia mais

Roteiro Celebrativo Mês Diocesano do Dízimo 2017

Roteiro Celebrativo Mês Diocesano do Dízimo 2017 02 de julho de 2017 13º Domingo do Tempo Comum Sejam bem-vindos à celebração eucarística. Convocados pelo Pai, incorporados a Cristo e movidos pelo Espírito Santo, tornamo-nos assembleia celebrativa para

Leia mais

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA 17-03-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze A Igreja no desígnio de Deus O que significa a palavra Igreja? Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os

Leia mais

Vogal Mariano Cadernos de Serviços

Vogal Mariano Cadernos de Serviços Vogal Mariano Cadernos de Serviços Nome: Conselho Local / Regional / Nacional Centro Local: No dia 27 de Novembro de 1830, Nossa Senhora apareceu a Santa Catarina de Labouré, suscitando a devoção da Medalha

Leia mais

ITINERÁRIO DE PREPARACÃO AO 7CG. Introdução. Caríssimas Irmãs,

ITINERÁRIO DE PREPARACÃO AO 7CG. Introdução. Caríssimas Irmãs, Itinerario di preparazione verso il 7CG - 1 ITINERÁRIO DE PREPARACÃO AO 7CG Introdução Caríssimas Irmãs, com alegria vos apresentamos o Itinerário de preparação ao nosso 7 Capítulo Geral, que celebraremos

Leia mais

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS 279 I rmãs e irmãos: Ao celebrar a solenidade de São N. (de Santa N.), nosso irmão (nossa irmã) na fé e no Baptismo, oremos a Deus Pai todo-poderoso, dizendo (ou: cantando): R. Deus, fonte de toda a santidade,

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS

ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO. ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS TEMA: OS RITOS E OS RITUAIS : OS SETE SACRAMENTOS DA IGREJA. CAPÍTULOS 9 AO 12 DO LIVRO DIDÁTICO (RSE). Professor: Roberto

Leia mais

FORMULÁRIO B - INDIVIDUAL

FORMULÁRIO B - INDIVIDUAL FORMULÁRIO B - INDIVIDUAL Nome Completo: Endereço: CEP: Cidade: Estado: País: Telefone ( ) E-mail: Estado civil: Data de Nacimento: / / Sexo: [ ] Masculino [ ] Feminino Documento de identidade *órgão e

Leia mais

Pontifícias Obras Missionárias

Pontifícias Obras Missionárias Pontifícias Obras Missionárias www.pom.org.br Três Campanhas Campanha da Fraternidade (1963) Na Quaresma - coleta Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) Campanha Missionária (DMM - 1926) No mês de Outubro

Leia mais

Quero afirmar ao Papa Francisco a comunhão filial e a presença orante da Igreja do Porto.

Quero afirmar ao Papa Francisco a comunhão filial e a presença orante da Igreja do Porto. Dia 20 de Setembro Dia de oração pela Paz Foi há precisamente 30 anos que o Papa João Paulo II se reuniu em Assis, Itália, com os Responsáveis das principais religiões do Mundo para rezar pela paz. Trinta

Leia mais

Tudo é possível a quem crê! A história de um adolescente em caminhada

Tudo é possível a quem crê! A história de um adolescente em caminhada Caminhada na Quaresma Páscoa 2010 Tudo é possível a quem crê! A história de um adolescente em caminhada semana I 21.02.2010 a 27.02.2010 desafio: eu confio! proposta: procura na Internet textos sobre a

Leia mais

Falamos da vida eremítica, que vem conhecendo novo incremento, como se tornou patente num encontro de dezenas de eremitas, representantes de seis

Falamos da vida eremítica, que vem conhecendo novo incremento, como se tornou patente num encontro de dezenas de eremitas, representantes de seis Prefácio Uma das notas distintivas da vida actual da Igreja é o florescimento de novos movimentos e comunidades laicais. Um fenómeno que exprime bem a presença do Espírito Santo, que Jesus prometeu enviar

Leia mais

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38)

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38) Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc Janeiro de 2012 / Ano MMXII 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Jesus nasceu, um ano novo começou!

Leia mais

XXI. Geral. Roma, Setembro-Outubro A experiência

XXI. Geral. Roma, Setembro-Outubro A experiência XXI Capítulo Geral Roma, Setembro-Outubro 2009 1. A experiência 5 semanas de encontro, trabalho, reflexão, busca na Casa Geral em Roma O Capítulo Geral se reúne a cada 8 anos 83 Irmãos capitulares 2 Convidados

Leia mais

PLANO DE FORMACÃO PARA A PRÁTICA DE VOLUNTARIADO

PLANO DE FORMACÃO PARA A PRÁTICA DE VOLUNTARIADO BANCO DE VOLUNTARIADO PLANO DE FORMACÃO PARA A PRÁTICA DE VOLUNTARIADO 1 ORGANIZAÇÃO FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO OBSERVATÓRIO DA CIDADANIA E INTERVENÇÃO SOCIAL 1 ABRIL 2014 10 JULHO

Leia mais

A igreja perseguida. A igreja perseguida l 5

A igreja perseguida. A igreja perseguida l 5 A igreja perseguida Quero contar para vocês a história do cristianismo. Creio que esta é uma prática do povo de Deus: ao longo dos anos, rememorar os grandes feitos de Deus. Alguém já disse apropriadamente

Leia mais

NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA. 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana

NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA. 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana A renovação da Igreja, como comunidade enviada em missão, tão necessária para evangelizar a

Leia mais

Pós-graduação Tecnologia Aeronáutica. Edital 2013/2014

Pós-graduação Tecnologia Aeronáutica. Edital 2013/2014 Pós-graduação Tecnologia Aeronáutica Edital 2013/2014 Setúbal, dezembro de 2012 ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS O curso de Pós-Graduação em Tecnologia Aeronáutica (PGTA) é uma realização da Escola Superior

Leia mais

Designação do Curso: Técnica Auxiliar de Ação Educativa

Designação do Curso: Técnica Auxiliar de Ação Educativa Designação do Curso: Área de Formação: 761 Serviços de Apoio a Crianças e Jovens Carga Horária: 100 horas presenciais + 160 horas estágio em contexto real de trabalho (facultativo) Descrição do curso:

Leia mais

Caríssimos Padres Giancarlo, Severino, Nerella, Comunidade de Ibiporã (PR), Familiares, Amigos do Anunciando paz da TV 21.

Caríssimos Padres Giancarlo, Severino, Nerella, Comunidade de Ibiporã (PR), Familiares, Amigos do Anunciando paz da TV 21. Caríssimos Padres Giancarlo, Severino, Nerella, Comunidade de Ibiporã (PR), Familiares, Amigos do Anunciando paz da TV 21. Antes de tudo, a minha saudação a todos vocês. Fiquei muito contente pelo jantar

Leia mais

Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016

Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016 Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016 JANEIRO 01 SOLENIDADE DO SENHOR BOM JESUS DE CUIABÁ, PADROEIRO DA ARQUIDIOCESE. 20-22 Retiro de Formação para Servos do Curso

Leia mais

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Tema 05: Dimensão de Capacitação (Processo- metodológico. Como organizar a ação ). Tituto 02: O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Antonio Ramos do Prado, sdb (Ms. Pastoral Juvenil

Leia mais

Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf.

Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf. Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf. E-mail Setembro 2015 Dia Data Hora Ação qui 03-09-2015 9:30 Adoração ao Santíssimo das 09:30 às 19:00 21:30 Reunião do Grupo Bíblico sex 04-09-2015 21:15 Reunião

Leia mais

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO. Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO. Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal ITINERÁRIO CATEQUÉTICO Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal COMO É PROPOSTO O PROCESSO CATEQUÉTICO NO ITINERÁRIO? O Itinerário orienta a construção do processo catequético conforme

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Também foram apresentadas sugestões de temáticas para alguns encontros que já fazem parte da vida do movimento nos estados e dioceses:

Também foram apresentadas sugestões de temáticas para alguns encontros que já fazem parte da vida do movimento nos estados e dioceses: O Conselho Nacional da RCCBRASIL, que está reunido em Brasília desde a última quarta-feira, dia 21, discerniu a temática que deverá acompanhar as missões, encontros e ser trabalhada nas reuniões de oração

Leia mais

Prémio Jovens Talentos Braga 16. Edição Braga 16 Capital Ibero-americana de Juventude. Regulamento

Prémio Jovens Talentos Braga 16. Edição Braga 16 Capital Ibero-americana de Juventude. Regulamento Prémio Jovens Talentos Braga 16 Edição Braga 16 Capital Ibero-americana de Juventude Regulamento 1. Introdução O presente concurso tem como objetivo estimular o aparecimento e divulgar os novos talentos

Leia mais

GF Travel PROGRAMA. 3+4 Noites. Dia 2 JUN Avião Lisboa 00h05 / São Tomé 05h05, em voo operado STPAirways.

GF Travel PROGRAMA. 3+4 Noites. Dia 2 JUN Avião Lisboa 00h05 / São Tomé 05h05, em voo operado STPAirways. Viagem de Grupo PROGRAMA 3+4 Noites Dia 2 JUN Avião Lisboa 00h05 / São Tomé 05h05, em voo operado STPAirways. Dia 3 JUN Recepção dos clientes no aeroporto. Pequeno-almoço na Cidade de São Tomé. Transfer

Leia mais

COMUNIDADE LUTERANA EM CAMPINAS, SP IECLB PROJETO: EXPOSIÇÃO 500 ANOS DA REFORMA Informações adicionais

COMUNIDADE LUTERANA EM CAMPINAS, SP IECLB PROJETO: EXPOSIÇÃO 500 ANOS DA REFORMA Informações adicionais COMUNIDADE LUTERANA EM CAMPINAS, SP IECLB PROJETO: EXPOSIÇÃO 500 ANOS DA REFORMA Informações adicionais Banner 11: presença luterana na região de Campinas e organograma da IECLB. Sobre a Estrutura da Igreja

Leia mais

Normas Regulamentares da Licenciatura em Educação Social

Normas Regulamentares da Licenciatura em Educação Social Normas Regulamentares da Licenciatura em Educação Social Artigo 1.º Condições específicas de ingresso 1. O Conselho Técnico-científico pronuncia-se sobre o regime de ingresso no curso, ouvido o Conselho

Leia mais

SETOR ÉVORA SUMÁRIO BOLETIM INFORMATIVO DO SETOR ÉVORA DAS EQUIPAS DE NOSSA SENHORA BOLETIM Nº19, JUNHO 2015

SETOR ÉVORA SUMÁRIO BOLETIM INFORMATIVO DO SETOR ÉVORA DAS EQUIPAS DE NOSSA SENHORA BOLETIM Nº19, JUNHO 2015 SETOR ÉVORA BOLETIM INFORMATIVO DO SETOR ÉVORA DAS EQUIPAS DE NOSSA SENHORA Caros Equipistas, Neste Boletim vamos apresentar-vos o Plano de Formação das ENS para o próximo ano esperando que coloquem já

Leia mais

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade Tanto o Documento de Aparecida (248) como a Exortação Apostólica Verbum Domini (73) se referem à uma nova linguagem e a um novo passo na questão bíblica:

Leia mais

Vagas de Estágio ( )

Vagas de Estágio ( ) Vagas de Estágio (06.02.2014) Técnico de Eletromecânica Técnico de Marketing Engenheiro Eletrotécnico / Mecânico Assistente Social Técnico de Ação Direta (2 vagas) Mecânico de Automóveis Técnico de Comunicação

Leia mais

Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal

Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal 18 de maio - Maria, pronta a servir com amor Hoje lembramos a simplicidade e generosidade de Maria, que logo

Leia mais

Partir de cada realidade e suas particularidades NOVA PAROQUIA, uma Comunidade Comunidades (setorização), Estado permanente de missão

Partir de cada realidade e suas particularidades NOVA PAROQUIA, uma Comunidade Comunidades (setorização), Estado permanente de missão PISTAS DE AÇÃO GRUPO 1 Partir de cada realidade e suas particularidades, para criar conselhos missionários diocesanos e paroquiais onde ainda não existem, e fortalecer aqueles existentes, para dinamizar

Leia mais

PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas

PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas Crescer em humanidade e na fé através de processos ricos em humanidade e fé João Paulo II XV jornadas da Juventude Tor Vergata -2000 «Evangelizar constitui,

Leia mais

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20.

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Objetivo do encontro: Despertar amor a Eucaristia e a participação da santa missa, onde o sacramento é oferecido. Texto: Ë o sacramento pelo qual participamos,

Leia mais

Catequese Paroquial FÉ CELEBRADA: Eu estou no meio deles (Mt 18,20)

Catequese Paroquial FÉ CELEBRADA: Eu estou no meio deles (Mt 18,20) Paróquia de São Cristóvão de Selho (2013-2014) 1 Catequese Paroquial 2013-2014 FÉ CELEBRADA: Eu estou no meio deles (Mt 18,20) Linhas de Força 2013-2014 O Ano Pastoral da Catequese Paroquial 2013-2014

Leia mais

PROJETO FILME MADRE TEREZA

PROJETO FILME MADRE TEREZA Madre Teresa de Calcutá. Tesouro da humanidade: mística, sábia e santa. Turmas dos 9ºs anos - Capítulo 8 - Livro didático(2015). PROJETO FILME MADRE TEREZA TEMA : OS FENÔMENOS RELIGIOSOS: O SER HUMANO

Leia mais

PASSAGEM DE ANO 2016/2017 BARES Regulamento

PASSAGEM DE ANO 2016/2017 BARES Regulamento 1. Objeto e Objetivos PASSAGEM DE ANO 2016/2017 BARES Regulamento 1.1. O presente documento visa regular a exploração de 6 (seis) espaços bar existentes no Terreiro de Santa Mafalda durante a passagem

Leia mais

Planificação Anual 10º ano da catequese

Planificação Anual 10º ano da catequese Finalidade: Descobrir-se Cristão : Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Planificação Anual 10º ano da 1º Creio em Conhecer Confrontar com valores de caridade, amor,

Leia mais

OFICINA. Formadora: Helena Gaia

OFICINA. Formadora: Helena Gaia OFICINA Formadora: Helena Gaia Deus abre à Igreja os horizontes de uma humanidade mais preparada para a sementeira evangélica (João Paulo II, RM n. 3). DA, 548: Compartilhar o dom do Encontro c/ Cristo

Leia mais

telefone fax

telefone fax CALENDARIZAÇÃO PASTORAL 2013-2014 Pe. Fausto 968 895 944 Pe. José António 963 548 403 secretaria segunda a sexta-feira: 10h30 às 12h e 14h30 às 19h00 sábado: 09h30 às 12h00 sacristia segunda a sábado:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM PLANO DE ENSINO 2016-1º Semestre CURSO DIREITO DISCIPLINA DIREITO PENAL I 1º SEMESTRE DE 2016 TURNO NOTURNO - CARGA HORÁRIA 80 h/a PROFESSORA Me. RAPHAEL HERNANDES PARRA FILHO MISSÃO E OBJETIVOS DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 OBJETIVO GERAL Evangelizar, tendo como modelo Jesus Cristo, rosto da misericórdia e missionário do Pai, na força do Espírito Santo, como Igreja discípula,

Leia mais

FAMÍLIA SALESIANA ASC

FAMÍLIA SALESIANA ASC FAMÍLIA SALESIANA ASC PLANO DE ATIVIDADES 2016/2017 Apresentação Caros amigos, ao iniciarmos mais um ano pastoral, pleno de desafios, de propostas e de expetativas, apresento-vos o plano de atividades

Leia mais

JUVENTUDES E VOCAÇÕES HOJE

JUVENTUDES E VOCAÇÕES HOJE JUVENTUDES E VOCAÇÕES HOJE SEBASTIÃO CORRÊA NETO JUVENTUDES E VOCAÇÕES HOJE CAMINHOS E PERSPECTIVAS PARA UMA PASTORAL VOCACIONAL Direção editorial: Claudiano Avelino dos Santos Assistente editorial: Jacqueline

Leia mais

Saúdo-vos com alegria, consciente de que em Cristo Vivo e

Saúdo-vos com alegria, consciente de que em Cristo Vivo e CONFERÊNCIA DE IMPRENSA ESTARREJA, 6 de Maio de 2008 Saúdo-vos com alegria, consciente de que em Cristo Vivo e Ressuscitado sou chamado a anunciar, a celebrar e a testemunhar uma vida nova para todos os

Leia mais

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Introdução Neste primeiro volume da Apostila da Pastoral do dizimo, desejamos aprofundar o

Leia mais

COLÉGIO SANTA DOROTÉIA PORTO ALEGRE-RS

COLÉGIO SANTA DOROTÉIA PORTO ALEGRE-RS COLÉGIO SANTA DOROTÉIA PORTO ALEGRE-RS PROJETO DE AÇÃO DA PJE 2008 JUSTIFICATIVA O CG XIII nos motivou a aprofundar nossas raízes, bebendo na fonte das nossas origens a água cristalina que Paula bebeu,

Leia mais

«Jesus, lembra-te de mim quando entrares no Teu reino». Ele respondeu-lhe : «Em verdade te digo : Hoje estarás comigo no Paraíso».(Lc.23,42-43).

«Jesus, lembra-te de mim quando entrares no Teu reino». Ele respondeu-lhe : «Em verdade te digo : Hoje estarás comigo no Paraíso».(Lc.23,42-43). «Jesus, lembra-te de mim quando entrares no Teu reino». Ele respondeu-lhe : «Em verdade te digo : Hoje estarás comigo no Paraíso».(Lc.23,42-43). ********************** Como definição simples, a Graça é

Leia mais

Desperta/ Reflexão. Deixa-te Iluminar/Oração. Bom dia. E boa semana. Hoje é o último dia de outubro. Um mês dedicado às missões e a Nossa Senhora,

Desperta/ Reflexão. Deixa-te Iluminar/Oração. Bom dia. E boa semana. Hoje é o último dia de outubro. Um mês dedicado às missões e a Nossa Senhora, A MENINA E O TAMBOR 31 de outubro Bom dia. E boa semana. Hoje é o último dia de outubro. Um mês dedicado às missões e a Nossa Senhora, sob o título de Nossa Senhora do Rosário. Com certeza que alguma LUZ

Leia mais

Regulamento de Atribuição de Bolsa Social Xadrez Dr.ª Célia Santos

Regulamento de Atribuição de Bolsa Social Xadrez Dr.ª Célia Santos Regulamento de Atribuição de Bolsa Social Xadrez Dr.ª Célia Santos Inscrições Abertas de 20 de fevereiro a 15 março Sede CPC Rua Pedro Álvares Cabral (EB1/JI), Vila Nova de Caparica, 2825-049 Caparica

Leia mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA A JMJ RIO 2013

INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA A JMJ RIO 2013 INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA A JMJ RIO 2013 23 a 28 de Julho Ide e fazei discípulos entre todas as nações! (Mt 28, 19) Descobre mais sobre a JMJ Rio2013 em rio2013.dnpj.pt www.dnpj.pt /departamentonacionalpastoraljuvenil

Leia mais

Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação Rui Gato

Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação  Rui Gato Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação www.erasmusmais.pt Rui Gato Erasmus+ O Erasmus+ é o programa da UE nos domínios da educação, da formação, da juventude e do desporto para o período

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LISBOA

DECLARAÇÃO DE LISBOA DECLARAÇÃO DE LISBOA Os Procuradores Gerais dos Estados Membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), reunidos por ocasião e do XIV Encontro, entre 13 e 14 de Outubro de 2016, na cidade

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM PLANO DE ENSINO 2017-1º Semestre CURSO: DIREITO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO SEMESTRE: 1º SEMESTRE DE 2017 TURNO: NOTURNO CARGA HORÁRIA: 40 h/a PROFESSOR Me. DANILO CÉSAR SIVIERO RÍPOLI

Leia mais

CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO

CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO Fevereiro Junho 2015 Goethe-Institut Porto Sprache. Kultur. Deutschland. Nível QECR* Níveis GI e UL* acumuladas Exame Descrição dos níveis conforme QECR (Quadro Europeu Comum

Leia mais

Festa da Imaculada Conceição 2015

Festa da Imaculada Conceição 2015 Festa da Imaculada Conceição 2015 Maria nos estimula a viver a misericórdia de Jesus Cristo Libertador Dia 29 de novembro Domingo 1 dia da Maria nos ensina a sermos solidários e fraternos com os irmãos

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA 2014

APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA 2014 PROPOST A 2014 "Que nenhum homem despreze as crianças ou pense que são insignificantes. Eu reivindico o lugar da frente para elas. Elas são o futuro do mundo. O passado já se foi e não podemos alterá-lo.

Leia mais

Criação de fanpages e edição fotográfica. Pastoral da Comunicação Setor I Araucária/PR 17/06/2017

Criação de fanpages e edição fotográfica. Pastoral da Comunicação Setor I Araucária/PR 17/06/2017 Criação de fanpages e edição fotográfica Pastoral da Comunicação Setor I Araucária/PR 17/06/2017 Postura de um agente da Pascom Orante: tenha um Terço em uma das mãos Serviço: peça ao Espírito Santo

Leia mais

IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO

IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO IGREJA EM SAÍDA CULTURA DO ENCONTRO comunidade eclesial a V O C A Ç Ã O NASCE, CRESCE na IGREJA; é SUSTENTADA pela IGREJA. Todos os cristãos são constituídos missionários

Leia mais

SAFHS PT: AO: MZ:

SAFHS  PT: AO: MZ: Índice Objetivo Geral... 3 Objetivos Específicos... 3 Destinatários... 3 Duração Total... 3 Pré-Requisitos... 3 Perfil de saída... 3 Estrutura modular e respetiva carga horária... 4 Metodologia... 4 Condições

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DE INSCRIÇÃO RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA ANO LETIVO ALUNO

DOCUMENTAÇÃO DE INSCRIÇÃO RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA ANO LETIVO ALUNO DOCUMENTAÇÃO DE INSCRIÇÃO RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA ANO LETIVO ALUNO APIA. Largo da Ajuda 2, 1300-018 Lisboa. 213 647 808. geral@apiaajuda.com. www.apiaajuda.com DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA NO ATO DA INSCRIÇÃO

Leia mais

Visita de Sua Excelência Presidente da República do Senegal Engº. Macky Sall. Sede da CPLP. 9 de setembro de 2015

Visita de Sua Excelência Presidente da República do Senegal Engº. Macky Sall. Sede da CPLP. 9 de setembro de 2015 Visita de Sua Excelência Presidente da República do Senegal Engº. Macky Sall Sede da CPLP 9 de setembro de 2015 Discurso de Boas-Vindas do Secretário Executivo Embaixador Murade Murargy (Só faz fé a versão

Leia mais

3.º Encontro 2015/2016

3.º Encontro 2015/2016 Escola da Fé 3.º Encontro 2015/2016 CÂNTICO: Onde há Caridade e Amor Onde há caridade e amor aí habita Deus. Papa Francisco abriu porta santa do Jubileu da Misericórdia na Catedral de Bangui, em África,

Leia mais

em 9 de janeiro de 1862,

em 9 de janeiro de 1862, Rosário Vivo Pauline-Marie Jaricot nasceu em Lião, França, no dia 22 de julho de 1799, e morreu em Lorette, em 9 de janeiro de 1862, aos 63 anos. Sociedade para a Propagação da Fé Ela é a fundadora da

Leia mais

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE INTRODUÇÃOODUÇÃO Só uma Igreja missionária e evangelizadora experimenta a fecundidade e a alegria de quem realmente realiza sua vocação. Assumir

Leia mais

TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE. Jörg Garbers Ms. de Teologia

TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE. Jörg Garbers Ms. de Teologia TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução A família hoje talvez é o elo mais fraco na distribuição de tempo. Entre trabalho, lazer próprio, amigos, comunidade e sono

Leia mais

Pe. Benedito Andrade Bettini, CSS

Pe. Benedito Andrade Bettini, CSS ENSAIOS SOBRE O ESPÍRITO DE SÃO GASPAR BERTONI 1777 1853 Fundador da Congregação dos Sagrados Estigmas Tradução para a Língua Portuguesa: Pe. Benedito Andrade Bettini, CSS Edição Impressa: 1983 Edição

Leia mais

P R O T O C O L O P A R A V O L U N T A R I A D O D E C U R T A D U R A Ç Ã O (PROJETO PONTE)

P R O T O C O L O P A R A V O L U N T A R I A D O D E C U R T A D U R A Ç Ã O (PROJETO PONTE) P R O T O C O L O P A R A V O L U N T A R I A D O D E C U R T A D U R A Ç Ã O (PROJETO PONTE) Entre O Movimento Jovens sem Fronteiras, neste ato representado por Diogo Carlos Almeida Azevedo, Fátima Sofia

Leia mais

Procura de emprego na Europa

Procura de emprego na Europa Procura de emprego na Europa IEFP - EURES VAE IPS Setúbal 27 de setembro, de 2016 Porquê ir para fora? MOTIVAÇÕES Perspetivas de emprego Enriquecimento da carreira profissional Novos horizontes: cultura

Leia mais

SALESIANOS COOPERADORES CASA PROVINCIAL FMA MONTE ESTORIL

SALESIANOS COOPERADORES CASA PROVINCIAL FMA MONTE ESTORIL SALESIANOS COOPERADORES CASA PROVINCIAL FMA MONTE ESTORIL PROJETO FORMATIVO E PLANO DE ATIVIDADES 2016/2017 Apresentação Estimados Salesianos Cooperadores, O Conselho Local apresenta a todos vós, o projeto

Leia mais

Documentos necessários para as inscrições na Creche Ano letivo de 2016/2017

Documentos necessários para as inscrições na Creche Ano letivo de 2016/2017 Documentos necessários para as inscrições na Creche Original e cópia da Cédula Pessoal ou Cartão de Cidadão da criança; Original e cópia do Cartão de Cidadão ou BI do encarregado de educação Original e

Leia mais

1º SEMESTRE CATÁLOGO FORMAÇÃO CABO VERDE - PRAIA INTEREMPRESAS

1º SEMESTRE CATÁLOGO FORMAÇÃO CABO VERDE - PRAIA INTEREMPRESAS 2017 1º SEMESTRE CATÁLOGO DE FORMAÇÃO CABO VERDE - PRAIA INTEREMPRESAS 1 2 PROCESSO da Formação da High Skills METODOLOGIA da Formação da High Skills OFERTA DE CALENDÁRIO PRAIA 1º SEMESTRE 3 Nome Curso

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Telefone(s) Correio(s) electrónico(s) Vaz, Maria Isabel Martins Praceta Amália Rodrigues Lote D 22 1º Esqº - Arruda

Leia mais

DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA. LEITURA I Actos 6,1-7. «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...»

DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA. LEITURA I Actos 6,1-7. «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...» DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA LEITURA I Actos 6,1-7 «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...» Leitura dos Actos dos Apóstolos Naqueles dias, aumentando o número dos discípulos, os helenistas

Leia mais

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA:

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Faz muito tempo, mas parece que foi ontem. Cada criança que nasce é uma mensagem de que Deus acredita nos homens. Deus acreditou em nós e nos deu a alegria e a responsabilidade

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA PARÓQUIA SANTO EXPEDITO CAIXA ÚNICO PAROQUIAL

GESTÃO FINANCEIRA PARÓQUIA SANTO EXPEDITO CAIXA ÚNICO PAROQUIAL CAIXA ÚNICO PAROQUIAL CAIXA ÚNICO Compreendendo o Caixa Único - O projeto de um Caixa Único na vida da paróquia visa ser um novo jeito de organizar os recursos financeiros utilizados para a manutenção

Leia mais

AMBULATÓRIO MÉDICO DE ESPECIALIDADES DE FRANCA Organização Social de Saúde Fundação Santa Casa de Mis. de Franca

AMBULATÓRIO MÉDICO DE ESPECIALIDADES DE FRANCA Organização Social de Saúde Fundação Santa Casa de Mis. de Franca PROCESSO SELETIVO 04/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL AMBULATÓRIO MÉDICO DE ESPECIALIDADES DE FRANCA - AME FRANCA A Fundação Santa Casa de Misericórdia de Franca torna pública

Leia mais

JANEIRO 2017 CENTENÁRIO DAS APARIÇÕES DE FÁTIMA

JANEIRO 2017 CENTENÁRIO DAS APARIÇÕES DE FÁTIMA JANEIRO 2017 CENTENÁRIO DAS APARIÇÕES DE FÁTIMA Dia 01 (DOMINGO da oitava do NATAL DO SENHOR) - Celebrar Aniversários de Nascimento e de Matrimónio SANTA MARIA, MÃE DE DEUS Dia 02 (Segunda Feira) SS. BASÍLIO

Leia mais

LISTAGEM DAS COLEÇÕES DE AUDIOS

LISTAGEM DAS COLEÇÕES DE AUDIOS R LISTAGEM DAS COLEÇÕES DE AUDIOS C001 Conferências de Set 2001 A Vida no Reino Delcio Meireles 8 C002 Conferências de Nov 2001 A Restauração Delcio Meireles 5 C003 Conferências de Mar 2002 Apocalipse

Leia mais