PROTOCOLOS. A comprovação da economia comum é feita mediante a apresentação da Declaração de IRS do ano em referência.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROTOCOLOS. A comprovação da economia comum é feita mediante a apresentação da Declaração de IRS do ano em referência."

Transcrição

1 PROTOCOLOS Os associados das organizações abaixo mencionadas, bem como cônjuges e filhos em economia comum, beneficiam de desconto em todos os actos escolares com excepção das candidaturas. Para beneficiarem dos descontos previstos devem, no acto de matrícula/inscrição, fazer prova da qualidade de associado através de declaração emitida pela organização. A comprovação da economia comum é feita mediante a apresentação da Declaração de IRS do ano em referência.

2 BANCA E SEGUROS INETESE Instituto de Educação Técnica de Seguros SSCGD Serviços Sociais da Caixa Geral de Depósitos SBC Sindicato dos Bancários do Centro SBN Sindicato dos Bancários do Norte SBSI Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas SISEP Sindicato dos Profissionais de Seguros de Portugal STAS Sindicato dos Trabalhadores da Actividade Seguradora STEC Sindicato dos Trabalhadores das Empresas do Grupo Caixa Geral de Depósitos SIB Sindicato Independente da Banca SINAPSA Sindicato Nacional dos Profissionais de Seguros e Afins SAMS/QUADROS Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários COMÉRCIO, INDÚSTRIA E SERVIÇOS ATP Associação Têxtil e Vestuário de Portugal CINCORK Centro de Formação Profissional da Indústria da Cortiça CORTEINGLES El Corte Inglés Grandes Armazéns SA GJM Grupo Jerónimo Martins SETACCOP Sindicato da Construção, Obras Públicas e Serviços Afins SITESC Sindicato de Quadros, Técnicos Administrativos, Serviços e Novas Tecnologias SITESE Sindicato dos Trabalhadores de Escritório, Comércio, Hotelaria e Serviços STCESM Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritório e Serviços do Minho SITE-NORTE Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Norte SINFB Sindicato Nacional dos Ferroviários Braçais e Afins

3 ENERGIA E TELECOMUNICAÇÕES ASOSI Associação Sindical dos Trabalhadores do Sector Energético e Telecomunicações CP-EDP Clube de Pessoal da EDP Energias de Portugal Delegação do Porto SINERGIA Sindicato da Energia STPT Sindicato dos Trabalhadores da Portugal Telecom e Empresas Participadas SNTCT Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações SINDEQ Sindicato Democrático da Energia, Química e Indústrias Diversas Regional do Porto ENSINO/EDUCAÇÃO AESC-TOUTOSA Agrupamento Escolas de Toutosa AESC-VALADARES Agrupamento de Escolas de Valadares AVESC-SOPHIA Agrupamento Vertical de Escolas Sophia de Mello Breyner AEVA Associação para a Educação e Valorização de Recursos Humanos do Distrito de Aveiro Escola Profissional de Aveiro ASPL Associação Sindical de Professores Licenciados CP Casa do Professor CJC Centro Juvenil de Campanhã POP Pró-Ordem dos Professores SDPGL Sindicato Democrático dos Professores da Grande Lisboa SDP Sul Sindicato Democrático dos Professores do Sul SEPLEU Sindicato dos Educadores e Professores Licenciados pelas Escolas Superiores de Educação e Universidades SPGL Sindicato de Professores da Grande Lisboa SPZN Sindicato de Professores da Zona Norte SPN Sindicato dos Professores do Norte SIPPEB Sindicato dos Professores do Pré-Escolar e Ensino Básico STAAE/SUL Sindicato dos Técnicos Administrativos e Auxiliares de Educação SIPE Sindicato Independente de Professores e Educadores SPLIU Sindicato Nacional dos Professores Licenciados pelos Politécnicos e Universidades SINDEP Sindicato Nacional e Democrático dos Professores

4 FORÇAS POLICIAIS, MILITARES E DE SEGURANÇA ASSPJ Associação Sindical de Seguranças da Polícia Judiciária ASFICPJ Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária ASFTAOPJ Associação Sindical dos Funcionários Técnicos, Administrativos, Auxiliares e Operários da Polícia Judiciária ASPP/PSP Associação Sindical dos Profissionais de Polícia CGPM Comando Geral da Polícia Marítima FAP Força Aérea Portuguesa IASFA Instituto de Acção Social das Forças Armadas SSGNR Serviços Sociais da Guarda Nacional Republicana SSPSP Serviços Sociais da Polícia de Segurança Pública SPP/PSP Sindicato dos Profissionais de Polícia SNCGP Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional JUSTIÇA ASJP Associação Sindical dos Juízes Portugueses SFJ Sindicato dos Funcionários Judiciais SMMP Sindicato dos Magistrados do Ministério Público SOJ Sindicato dos Oficiais de Justiça ORGANISMOS ESTATAIS, MUNICIPAIS E REGIONAIS AEF-ASAE Associação Sindical dos Funcionários da Autoridade de Segurança Alimentar Económica APIT - Associação dos Profissionais da Inspecção Tributária CRSS- PORTO Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Centro Regional de Segurança Social do Porto INATEL Fundação Inatel - Funcionários

5 JF-CEDOFEITA Junta de Freguesia de Cedofeita MU AMARANTE Município de Amarante MU BAIÃO Município de Baião MU CINFÃES Município de Cinfães MU MARCO Município de Marco de Canaveses MU ODIVELAS Município de Odivelas MU RESENDE Município de Resende CM S. TIRSO Câmara Municipal de Santo Tirso STFPSA Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Sul e Açores STFPN Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Norte STML Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa STI Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos STRN Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e Notariado SAÚDE, ACÇÃO SOCIAL E MISERICÓRDIAS ANPSO Associação Nacional de Prevenção e Saúde Oral ASSOCPF Associação para o Planeamento da Família CSGUIM Casa de Saúde de Guimarães CHOSP-PV Centro Hospitalar de Póvoa de Varzim Vila do Conde CHMA CHMA Centro Hospitalar do Médio Ave CRUZV-MAT Delegação de Matosinhos da Cruz Vermelha Portuguesa FUNDJUV Fundação da Juventude FPORT-CCS Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a Sida" FUNDSANT Fundação Santo António LPCC-NORTE Liga Portuguesa contra o Cancro Núcleo Regional Norte SCM-MAT Santa Casa da Misericórdia de Matosinhos SCM-VAL Santa Casa da Misericórdia de Valongo SCM-VNG Santa Casa da Misericórdia Vila Nova de Gaia

ENTIDADES PROTOCOLADAS PARA REDUÇÃO DE PROPINAS

ENTIDADES PROTOCOLADAS PARA REDUÇÃO DE PROPINAS ENTIDADES PROTOCOLADAS PARA REDUÇÃO DE PROPINAS Entidade Leiria Gaia Santarém Licenciaturas A FARPA Associação de Familiares e Amigos do Doente Psicótico 10% 5% Alfaloc Transportes, Lda. X 15% 15% 10%

Leia mais

A Nova Organização Judiciária

A Nova Organização Judiciária A Nova Organização Judiciária Lei n.º 62/2013, de 26/8 (LOSJ) Decreto-lei n.º 49/2014, de 27/3 (ROFTJ) PAULO PIMENTA Conselho Distrital do Porto da Ordem dos Advogados 15 de Julho de 2014 1 Lei n.º 3/99,

Leia mais

Apresentação do Projecto. 20 de Abril de 2007

Apresentação do Projecto. 20 de Abril de 2007 Apresentação do Projecto 20 de Abril de 2007 Já existem experiências de mediação em Portugal? Centros de Arbitragem de Conflitos de Consumo - mais de 2.500 acordos resultantes de mediação por ano. Julgados

Leia mais

As maiores organizações sindicais em Portugal: um quarto século de evolução Alan Stoleroff e Reinhard Naumann

As maiores organizações sindicais em Portugal: um quarto século de evolução Alan Stoleroff e Reinhard Naumann As maiores organizações sindicais em Portugal: um quarto século de evolução Alan Stoleroff e Reinhard Naumann Este trabalho é sobre o padrão organizacional do sindicalismo português, nomeadamente a evolução

Leia mais

INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NÃO SUPERIORES QUE RELEVAM PARA A 2.ª PRIORIDADE DO CONCURSO DA CONTRATAÇÃO INICIAL E RESERVA DE RECRUTAMENTO

INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NÃO SUPERIORES QUE RELEVAM PARA A 2.ª PRIORIDADE DO CONCURSO DA CONTRATAÇÃO INICIAL E RESERVA DE RECRUTAMENTO INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NÃO SUPERIORES QUE RELEVAM PARA A 2.ª PRIORIDADE DO CONCURSO DA CONTRATAÇÃO INICIAL E RESERVA DE RECRUTAMENTO LISTAS DAS ESCOLAS PROFISSIONAIS PÚBLICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

Leia mais

Lei das Precedências do Protocolo do Estado Português

Lei das Precedências do Protocolo do Estado Português Lei das Precedências do Protocolo do Estado Português Lei n.º 40/2006, de 25 de Agosto A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: SECÇÃO I Princípios

Leia mais

Escolas Profissionais

Escolas Profissionais Escolas Profissionais Escola Profissional Localidade Distrito Telefone Fax Email URL Escola Profissional de Alvito* Alvito Beja 284480060 284480069 secretaria@novalvito.pt www.epalvito.com EPRALIMA - Escola

Leia mais

NOTÍCIAS À SEXTA 2008.07.18

NOTÍCIAS À SEXTA 2008.07.18 NOTÍCIAS À SEXTA 2008.07.18 CAROS DIRIGENTES Num momento em que foram reveladas algumas previsões preocupantes quanto ao comportamento da nossa economia, quero dizer aos portugueses que isto é um tempo

Leia mais

Apresentação da Empresa Company Presentation

Apresentação da Empresa Company Presentation Apresentação da Empresa Company Presentation Página 2 Página 3 Página 4 Página 6 Identificação Historial A ELBAI... Obra Realizada Galeria Fotográfica Identificação da Empresa Uma empresa do grupo ELBAI

Leia mais

MINISTÉRIO DA SEGURANÇA SOCIAL DO TRABALHO INSTITUTO DE GESTÃO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU

MINISTÉRIO DA SEGURANÇA SOCIAL DO TRABALHO INSTITUTO DE GESTÃO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU MINISTÉRIO DA SEGURANÇA SOCIAL DO TRABALHO INSTITUTO DE GESTÃO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU Listagem n.º 168/2004 Nos termos do disposto no n.º 4, do artigo 19º, da Portaria n.º 799-B/2000, de 20 de Setembro,

Leia mais

Uma nova ferramenta para os profissionais do mercado

Uma nova ferramenta para os profissionais do mercado SIR REABILITAÇÃO URBANA Uma nova ferramenta para os profissionais do mercado Ricardo Guimarães rguimaraes@confidencialimobiliario.com www.confidencialimobiliario.com A Ci - Confidencial Imobiliário é uma

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria-Geral

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria-Geral MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria-Geral Circular Informativa N.º 5 Data 03/05/2011 Para conhecimento de todos os serviços e organismos dependentes do Ministério da Saúde ASSUNTO: Eleições Legislativas 2011

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS -

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - Data da Última Actualização: Fevereiro 2011 1 Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto IX - Espinho/Gaia

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS -

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - Data da última atualização: maio 2015 1 Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto IX - Espinho/Gaia (ACES

Leia mais

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 906-() Diário da República,.ª série N.º 56 de Março de 00 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Portaria n.º 7-A/00 de de Março O Decreto -Lei n.º 8/00, de 9 de Março, prevê, no seu artigo

Leia mais

DADOS BIOGRÁFICOS. Maria Catarina Vieira Trincão Machado Cordeiro. Documentação: B.I. n.º 8894709, de 15/12/1997 Arquivo de Identificação de Coimbra

DADOS BIOGRÁFICOS. Maria Catarina Vieira Trincão Machado Cordeiro. Documentação: B.I. n.º 8894709, de 15/12/1997 Arquivo de Identificação de Coimbra DADOS BIOGRÁFICOS Nome: Maria Catarina Vieira Trincão Machado Cordeiro Data de Nascimento: 03 de Março de 1970 Estado Civil: Solteira Documentação: B.I. n.º 8894709, de 15/12/1997 Arquivo de Identificação

Leia mais

ANÁLISE DAS PRÁTICAS PROFISSIONAIS. O Gestor de Desporto

ANÁLISE DAS PRÁTICAS PROFISSIONAIS. O Gestor de Desporto ANÁLISE DAS PRÁTICAS PROFISSIONAIS O Gestor de Desporto 1 2 Dirigente desportivo; Director desportivo; Director técnico nacional/regional federações e associações; Director técnico outras organizações

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461 Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461 Através do Decreto -Lei n.º 212/2006, de 27 de Outubro (Lei Orgânica do Ministério da Saúde), e do Decreto -Lei n.º 221/2007, de 29 de Maio,

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2004 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO INSTITUTO DO DESPORTO DE PORTUGAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SERVIÇO DO PROVEDOR DE JUSTIÇA TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL DA MADEIRA TRIBUNAL

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE. INFORMAÇÃO PESSOAL RITA MESQUITA Nome Nacionalidade Portuguesa Data de nascimento 3 de Janeiro de 1980

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE. INFORMAÇÃO PESSOAL RITA MESQUITA Nome Nacionalidade Portuguesa Data de nascimento 3 de Janeiro de 1980 M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL RITA MESQUITA Nome Nacionalidade Portuguesa Data de nascimento 3 de Janeiro de 1980 FORMAÇÃO ACADÉMICA Outubro 2006 Junho 2007 Nome da organização

Leia mais

Nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 198.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte:

Nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 198.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Decreto-Lei n.º 229/2005, de 29 de dezembro No quadro das iniciativas destinadas a reforçar a convergência e a equidade entre os subscritores da Caixa Geral de Aposentações e os contribuintes da segurança

Leia mais

Miguel Castro. arquitecto CURRICULUM VITAE. Rua António Machado, 35, 2ºCto. Calendário 4760-296 Vila Nova de Famalicão

Miguel Castro. arquitecto CURRICULUM VITAE. Rua António Machado, 35, 2ºCto. Calendário 4760-296 Vila Nova de Famalicão CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS Nome: Miguel Moreira de Castro Residência: Rua António Machado, 35, 2ºCto. Calendário 4760-296 Vila Nova de Famalicão Bilhete de Identidade N.º: 11010102 de 24/10/2002,

Leia mais

APC Associação Portuguesa de Criminologia www.apcriminologia.com. Introdução...2

APC Associação Portuguesa de Criminologia www.apcriminologia.com. Introdução...2 Plano de atividades e orçamento para 2013 Índice Introdução...2 1. Objetivos gerais do plano de actividades.2 2. Atividades previstas para 2013 3 2.1. Divulgação e promoção da licenciatura.4 2.2. Planeamento,

Leia mais

Actividades relacionadas com o património cultural. Actividades relacionadas com o desporto

Actividades relacionadas com o património cultural. Actividades relacionadas com o desporto LISTA E CODIFICAÇÃO DAS ÁREAS DE ACTIVIDADES Actividades relacionadas com o património cultural 101/801 Artes plásticas e visuais 102/802 Cinema, audiovisual e multimédia 103/803 Bibliotecas 104/804 Arquivos

Leia mais

2introduz o boletim no envelope

2introduz o boletim no envelope VOTACÃO ":" SECRETARIA ~_I SGMAI GERAL No ato de votação, em condições que garantam o segredo de voto, o eleitor: 1 preenche o boletim de voto e dobra-o em quatro; 2introduz o boletim no envelope branco,

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2013 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - AÇORES-ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL

Leia mais

Atlas das Cidades Portuguesas

Atlas das Cidades Portuguesas Atlas das Cidades Portuguesas Pela primeira vez o INE edita um Atlas das Cidades de Portugal, publicação que reúne um conjunto de indicadores sobre as actuais 134 cidades do país e as áreas metropolitanas

Leia mais

TIC, World Wide Web e infraestrutura digital: análise dos sítios Internet das empresas no Noroeste de Portugal

TIC, World Wide Web e infraestrutura digital: análise dos sítios Internet das empresas no Noroeste de Portugal TIC, World Wide Web e infraestrutura digital: análise dos sítios Internet das empresas no Noroeste de Portugal Ricardo Fernandes 1, Rui Gama 2, Cristina Barros 3 1) Departamento de Geografia da Faculdade

Leia mais

Conferência: Cidades para as pessoas, GPA Portugal. Reabilitação Urbana: o contexto do mercado residencial

Conferência: Cidades para as pessoas, GPA Portugal. Reabilitação Urbana: o contexto do mercado residencial Conferência: Cidades para as pessoas, GPA Portugal Reabilitação Urbana: o contexto do mercado residencial Ricardo Guimarães rguimaraes@confidencialimobiliario.com www.confidencialimobiliario.com A Ci -

Leia mais

Individualidades entrevistadas

Individualidades entrevistadas Individualidades entrevistadas Individualidade Formação Entidade Funções desempenhadas Armando Leandro Direito - Juiz Conselheiro (Supremo Tribunal de Magistratura) - Ex-Director do C.E.J. - Presidente

Leia mais

AFONSO DE MELO PINTO VELOSO Legislaturas: I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX.

AFONSO DE MELO PINTO VELOSO Legislaturas: I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX. AFONSO DE MELO PINTO VELOSO Legislaturas: I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX. Data de nascimento 1878-09-09. Localidade Águeda. Data da morte 1968-02-15. Habilitações literárias Licenciatura em Direito

Leia mais

UM RETRATO SOCIOECONÓMICO QUE SE PERPÉTUA OU SE TRANSFORMA?

UM RETRATO SOCIOECONÓMICO QUE SE PERPÉTUA OU SE TRANSFORMA? BOLSEIROS DO ENSINO SUPERIOR PRIVADO UM RETRATO SOCIOECONÓMICO QUE SE PERPÉTUA OU SE TRANSFORMA? INDICE 1 - INTRODUÇÃO 4 1.1 - Âmbito e Objectivos de Estudo 5 1.1.1 - Âmbito 5 1.1.2 - Objectivos 5 1.2

Leia mais

7. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS 7.1. Compra e Venda de Notas Estrangeiras

7. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS 7.1. Compra e Venda de Notas Estrangeiras 7. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE COMSÕES E DESPESAS 7.1. Compra e Venda de Notas Estrangeiras Compra de Moeda Estrangeira (1) 1. Por Conta: Acresce Imposto 4% 4% Por Caixa

Leia mais

ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05. Dados Estatísticos PARTE II

ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05. Dados Estatísticos PARTE II ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05 Dados Estatísticos PARTE II ESTUDANTES DE PÓS-LICENCIATURA (Mestrados e Doutoramentos) DSAS- Direcção

Leia mais

Princípios Gerais da Reforma Judiciária. João Miguel Barros

Princípios Gerais da Reforma Judiciária. João Miguel Barros Princípios Gerais da Reforma Judiciária João Miguel Barros Agenda reformadora: 1. Reforma do Processo Civil 2. Organização Judiciária 3. Plano de Acção para a Justiça na Sociedade de Informação Ensaio

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E

M O D E L O E U R O P E U D E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Rua António Pereira Carrilho, n.º 38, 4.º, 1000-047 Lisboa Telefone/Fax +351.218.444.200 / +351.218.444.209 Correio

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS E TECNOLOGIA ALBERTO CHIPANDE Sede Beira, Rua: Correia do Brito, N º 1298, Ponta-Gêa / Telefax N º 843360480

INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS E TECNOLOGIA ALBERTO CHIPANDE Sede Beira, Rua: Correia do Brito, N º 1298, Ponta-Gêa / Telefax N º 843360480 INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS E TECNOLOGIA ALBERTO CHIPANDE Sede, Rua: Correia do Brito, N º 1298, Ponta-Gêa / Telefax N º 843360480 Direcção Académica EDITAL 2015 O Instituto Superior de Ciências e Tecnologia

Leia mais

Em defesa do Sector da Hotelaria, Restauração e Bebidas. desde 1896

Em defesa do Sector da Hotelaria, Restauração e Bebidas. desde 1896 Em defesa do Sector da Hotelaria, Restauração e Bebidas desde 1896 Quem Somos? Instituição de Utilidade Pública Restauração Pastelarias e Cafés Mais de um século de existência Empreendimentos Turísticos

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2013 Página 1 01 - ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - AÇORES-ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL

Leia mais

Alteração do Estatuto da Aposentação Corpos e Carreiras Especiais O PROJECTO DO GOVERNO

Alteração do Estatuto da Aposentação Corpos e Carreiras Especiais O PROJECTO DO GOVERNO Alteração do Estatuto da Aposentação Corpos e Carreiras Especiais O PROJECTO DO GOVERNO No quadro das iniciativas destinadas a reforçar a convergência e a equidade entre os subscritores da Caixa Geral

Leia mais

M U N I C Í P I O D E L O U R E S EDITAL

M U N I C Í P I O D E L O U R E S EDITAL EDITAL Nº. 15/15 --- FERNANDA MARIA CARDOSO SANTOS, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE LOURES, AO ABRIGO DO DISPOSTO NO N.º 1 DO ARTIGO 56.º DO ANEXO I DA LEI N.º 75/2013, DE 12 DE SETEMBRO E DO ARTIGO

Leia mais

O SMMP oferece aos seus associados uma apólice de Internamento Hospitalar, com as seguintes características:

O SMMP oferece aos seus associados uma apólice de Internamento Hospitalar, com as seguintes características: SEGUROS E ASSISTÊNCIA MÉDICA DOS ASSOCIADOS DO SMMP RESUMO 2015 SEGURO DE INTERNAMENTO HOSPITALAR O SMMP oferece aos seus associados uma apólice de Internamento Hospitalar, com as seguintes características:

Leia mais

Fórum anual da m obilidade transfronteiriça

Fórum anual da m obilidade transfronteiriça Fórum anual da m obilidade transfronteiriça Formação para o emprego: experiências de êxito entre Estremadura e Portugal Cáceres, 23 de Fevereiro de 2010 O IEFP I.P. - Missão O Instituto do Emprego e Formação

Leia mais

2.1. Objectivo Geral: Ministrar uma formação especializada sobre matérias de segurança, numa óptica multidisciplinar, mas integrada.

2.1. Objectivo Geral: Ministrar uma formação especializada sobre matérias de segurança, numa óptica multidisciplinar, mas integrada. PROGRAMA DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E SEGURANÇA 1. Apresentação A Fundação Direito e Justiça e o Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais, em parceria, com a Faculdade de Direito da

Leia mais

Centro de Recrutamento do Porto

Centro de Recrutamento do Porto Planeamento das Actividades de Promoção e Divulgação do RV/RC - Mês de Dezembro de 2012 1 Palestra no CEFP Gondomar 06-Dez-12 2 Palestra no CEFP Porto Ocidental 11-Dez-12 3 Palestra no CEFP Valongo 13-Dez-12

Leia mais

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações 0130 0130 0130 0130 0130 0130 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina Universidade dos Açores - Ponta Delgada Universidade dos Açores -

Leia mais

Curriculum Vitae CURRICULUM VITAE

Curriculum Vitae CURRICULUM VITAE CURRICULUM VITAE 1 Informação Pessoal Nome: Vaz, Patrícia Alexandra Sampaio Pinheiro Morada: Praceta da Geminação, n.º 19 3º Dt.º Traz. 4430-105 Mafamude Vila Nova de Gaia Telemóvel: 917610141 Correio

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2014 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - AÇORES-ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N39 - v4.07) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA

PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA S. R. PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA CONSELHO SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO MOVIMENTO DE MAGISTRADOS DE 12 DE JULHO DE 2000 BREVES NOTAS JUSTIFICATIVAS 1. As promoções a Procurador-Geral Adjunto ocorrem

Leia mais

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações Congénere 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada

Leia mais

A Formação do Tradutor e as Necessidades do Mercado de Tradução em Portugal

A Formação do Tradutor e as Necessidades do Mercado de Tradução em Portugal 1 A Formação do Tradutor e as Necessidades do Mercado de Tradução em Portugal Luís Almeida Espinoza info@linguas.com Resumo da Comunicação Nesta intervenção são abordados os problemas dos jovens tradutores

Leia mais

Associação Columbófila Distrito de Porto

Associação Columbófila Distrito de Porto Associação Columbófila Distrito de Porto Totais Colectividades: 83 Concorrentes: 1831 Associação Columbófila Distrito de Porto NIF 001 Nº de Concorrentes: 22 NIF 002 Nº de Concorrentes: 36 NIF 005 NIF

Leia mais

CENTRO DE FORMAÇÃO DESPORTIVA DE XADREZ

CENTRO DE FORMAÇÃO DESPORTIVA DE XADREZ CENTRO DE FORMAÇÃO DESPORTIVA DE XADREZ Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia Gaianima, E. M., Equipamentos Municipais Departamento do Desporto Escolar Escola Profissional de Gaia Academia de Xadrez de

Leia mais

joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt 1 Junho de 2007 até à actualidade BPLD&A, Borges da Ponte, Linhares Dias & Associados, Sociedade de Advogados, R.L.

joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt 1 Junho de 2007 até à actualidade BPLD&A, Borges da Ponte, Linhares Dias & Associados, Sociedade de Advogados, R.L. M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome FURTADO SOUSA, JOÃO MIGUEL Morada Telefone Fax Correio electrónico Profissional: jfs@bpldadvogados.com / joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt Nacionalidade

Leia mais

A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães

A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães Ricardo Guimarães, rguimaraes@confidencialimobiliario.com www.confidencialimobiliario.com

Leia mais

O SEMINÁRIO CONTA COM 800 PARTICIPANTES INSCRITOS, PROVENIENTES DAS SEGUINTES ENTIDADES:

O SEMINÁRIO CONTA COM 800 PARTICIPANTES INSCRITOS, PROVENIENTES DAS SEGUINTES ENTIDADES: O SEMINÁRIO CONTA COM 800 PARTICIPANTES INSCRITOS, PROVENIENTES DAS SEGUINTES ENTIDADES: ACES DA LEZÍRIA ACES DE ARCO RIBEIRINHO ACES DE CACÉM - QUELUZ ACES DE LISBOA NORTE ACES DE ODIVELAS ACES DE SEIXAL

Leia mais

EXEMPLOS DE BOAS PRÁTICAS DE ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS

EXEMPLOS DE BOAS PRÁTICAS DE ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS EXEMPLOS DE BOAS PRÁTICAS DE ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS Ficha 1: Projecto Estrada Larga Caminhos para famílias sem violência Soroptimist Internacional Clube Porto Invicta Projecto Estrada Larga Caminhos

Leia mais

Entidades Autorizadas a Realizar Arbitragens Voluntárias Institucionalizadas

Entidades Autorizadas a Realizar Arbitragens Voluntárias Institucionalizadas Portaria n.º 81/2001 de 8 de Fevereiro (Com as alterações introduzidas por Portaria n.º 350/2001 de 9/4, Portaria n.º 1516/2002 de 19/02 e Portaria n.º 709/2003 SUMÁRIO Actualiza a lista das entidades

Leia mais

Portugal Mapas e Números

Portugal Mapas e Números Plano Anual de Atividades 2011-12 Portugal Mapas e Números Código da atividade ogf3 Destinatários Toda a comunidade educativa da ESSM Intervenientes Responsáveis Prof. Augusto Cebola e Prof. Jorge Damásio

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome BRUTO DA COSTA, MARIA HELENA Morada Escritório Nº 6, 5º, Avenida Rovisco Pais, 1000-268 Lisboa, Portugal Telefone Escritório: 21 847 79 49; Correio

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS 4696 Diário da República, 1.ª série N.º 151 7 de agosto de 2013 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Portaria n.º 252/2013 de 7 de agosto A 2.ª edição do Programa de Estágios Profissionais na Administração Pública

Leia mais

9196 Línguas e Relações Empresariais 9196 Línguas e Relações Empresariais

9196 Línguas e Relações Empresariais 9196 Línguas e Relações Empresariais 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade

Leia mais

Boletim do Trabalho e Emprego, n.º 30, 15/8/2014. Anos completos de serviço. 0 anos. 1 ano. 3 anos. 4 anos. 5 anos. 6 anos. 8 anos. 9 anos.

Boletim do Trabalho e Emprego, n.º 30, 15/8/2014. Anos completos de serviço. 0 anos. 1 ano. 3 anos. 4 anos. 5 anos. 6 anos. 8 anos. 9 anos. ANEXO IV Tabelas salariais Categoria A - Professores licenciados e profissionalizados Anos completos de serviço 0 anos 1 ano Nível Retribuição Valor hora semanal 2 anos A8 1 125,00 51,14 3 anos 4 anos

Leia mais

Número de. Gabinete de Planeamento e Políticas. Inspecção-Geral da Agricultura e Pescas. 11 851 Tecnologia de protecção do ambiente

Número de. Gabinete de Planeamento e Políticas. Inspecção-Geral da Agricultura e Pescas. 11 851 Tecnologia de protecção do ambiente MADRP Entida Promotora Autorida Gestão do Programa Desenvolvimento Rural do Continente Autorida Gestão do PROMAR Autorida Florestal Nacional Direcção-Geral Veterinária Direcção Regional das Florestas Lisboa

Leia mais

Sistema Integrado de Operações de Protecção e Socorro (SIOPS)

Sistema Integrado de Operações de Protecção e Socorro (SIOPS) Anteprojecto de decreto-lei Sistema Integrado de Operações de Protecção e Socorro (SIOPS) As acções de protecção civil integram, obrigatoriamente, agentes e serviços que advêm de organismos do Estado,

Leia mais

Rede Social do Concelho de Sesimbra Regulamento Interno do CLAS de Sesimbra

Rede Social do Concelho de Sesimbra Regulamento Interno do CLAS de Sesimbra Regulamento Interno do CLAS de Sesimbra Regulamento Interno do Conselho Local de Acção Social de Sesimbra Página 1 de 10 CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Objecto O presente regulamento interno destina-se

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS -

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - Março 2010 Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto IX - Espinho/Gaia (ACES Espinho/Gaia) Morada: Rua

Leia mais

CABO VERDE PROGRAMA DE APOIO AO SECTOR DA JUSTIÇA 2009

CABO VERDE PROGRAMA DE APOIO AO SECTOR DA JUSTIÇA 2009 CABO VERDE PROGRAMA DE APOIO AO SECTOR DA JUSTIÇA 2009 CO-FINANCIADO PELO INSTITUTO PORTUGUÊS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO (IPAD) A. FORMAÇÃO 1) Formação de Magistrados no CEJ Inicial Realiza-se anualmente

Leia mais

O MÉDICO VETERINÁRIO MUNICIPAL Sistematização das suas funções e competências Principal legislação aplicável

O MÉDICO VETERINÁRIO MUNICIPAL Sistematização das suas funções e competências Principal legislação aplicável O MÉDICO VETERINÁRIO MUNICIPAL Sistematização das suas funções e competências Principal legislação aplicável Introdução O exercício da actividade do Médico Veterinário Municipal (MVM) está regulamentado

Leia mais

Cursos de Aprendizagem Oferta de Formação do IEFP, IP 2013 (atualizada em 2013-03-15)

Cursos de Aprendizagem Oferta de Formação do IEFP, IP 2013 (atualizada em 2013-03-15) Cursos de Aprendizagem Oferta de Formação do IEFP, IP 201 (atualizada em 201-0-15) Guarda 0 21 - Audiovisuais e Produção dos Media Técnico/a de Desenho Gráfico Guarda 2-Set-1 Médio Tejo 2 21 - Audiovisuais

Leia mais

República de Moçambique Ministério das Finanças SISTAFE

República de Moçambique Ministério das Finanças SISTAFE República de Moçambique Ministério das Finanças SISTAFE Data de Geração: 01/10/2012 Orçamento do Estado para Ano de 2013 Código Designação 0101 Presidência da República 150,000.00 0.00 150,000.00 0105

Leia mais

ÍNDICE. Conselho Económico e Social: Regulamentação do trabalho: Despachos/portarias: Portarias de condições de trabalho:

ÍNDICE. Conselho Económico e Social: Regulamentação do trabalho: Despachos/portarias: Portarias de condições de trabalho: Conselho Económico e Social Regulamentação do trabalho 1562 Organizações do trabalho 1819 Informação sobre trabalho e emprego N. o Vol. Pág. 2009 17 76 1559-1846 8 Mai Propriedade Ministério do Trabalho

Leia mais

Estudo de Mobilidade dos Utentes das NUTs III do Grande Porto, Tâmega e Entre Douro e Vouga

Estudo de Mobilidade dos Utentes das NUTs III do Grande Porto, Tâmega e Entre Douro e Vouga O presente relatório consiste na continuação do Estudo de Mobilidade dos Utentes das NUTs III do Grande Porto, Tâmega e Entre Douro e Vouga, incidindo, esta parte da análise, na acessibilidade em transporte

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2014

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2014 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 7 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 0/0 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 7 ÍNDICE - Introdução...

Leia mais

Inquérito ao Crédito. Relatório

Inquérito ao Crédito. Relatório Inquérito ao Crédito Relatório Março 2012 Destaques O crédito bancário é a fonte de financiamento mais significativa referida por cerca de 70% das empresas. O financiamento pelos sócios ou accionistas

Leia mais

PORTUGAL INDEPENDENTE, DENTRO OU FORA DO EURO, ACABOU. DENUNCIEI, BUT... NINGUÉM LIGOU - MALDITOS!

PORTUGAL INDEPENDENTE, DENTRO OU FORA DO EURO, ACABOU. DENUNCIEI, BUT... NINGUÉM LIGOU - MALDITOS! PORTUGAL INDEPENDENTE, DENTRO OU FORA DO EURO, ACABOU. DENUNCIEI, BUT... NINGUÉM LIGOU - MALDITOS! FINISPORTUGAL! PRIVATIZAÇÕES. (Publicado em 20 Dezembro 2012) 1- Conceito Estratégico de Defesa Naciona

Leia mais

Atribuições e competências dos vários níveis de administração pública Competências e financiamento das Autarquias locais

Atribuições e competências dos vários níveis de administração pública Competências e financiamento das Autarquias locais Sumário Atribuições e competências dos vários níveis de Competências e financiamento das Autarquias locais Níveis de administração Administração Central/Nível Nacional Administração Local/Nível Municipal

Leia mais

/J. AlIA PAULA TelHetRA "'~

/J. AlIA PAULA TelHetRA '~ /J. AlIA PAULA TelHetRA "'~ / la PROTOCOLO Entre, Ana Paula Teixeira, Unipessoal, Ld 3, - Serviços de Apoio Domiciliário, com sede na Rua da Lagoa, nr 4-4420-483 Valbom, pessoa colectiva nr 505 921 944,

Leia mais

Câmara Municipal de Lisboa Direcção Municipal de Recursos Humanos DFSHS/Divisão de Formação. Responsabilidade Social na Câmara Municipal de Lisboa

Câmara Municipal de Lisboa Direcção Municipal de Recursos Humanos DFSHS/Divisão de Formação. Responsabilidade Social na Câmara Municipal de Lisboa Câmara Municipal de Lisboa Direcção Municipal de Recursos Humanos DFSHS/Divisão de Formação Responsabilidade Social na Câmara Municipal de Lisboa Semana da Responsabilidade Social, Lisboa 03 a 07 Maio

Leia mais

8. Actos Eleitorais - Eleição do Presidente da República 8.1. Qual a data da Eleição do Presidente da República que vai realizar-se em 2011?

8. Actos Eleitorais - Eleição do Presidente da República 8.1. Qual a data da Eleição do Presidente da República que vai realizar-se em 2011? 8. Actos Eleitorais - Eleição do Presidente da República 8.1. Qual a data da Eleição do Presidente da República que vai realizar-se em 2011? Resposta: A eleição do Presidente da República realiza-se, em

Leia mais

e-justiça Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ )

e-justiça Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ ) e justiça O que o sector da justiça em Portugal tem a ganhar com o desenvolvimento da SI 12 e 13 de Janeiro de 2004 Fundação Calouste Gulbenkian Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ ) Patrocínio O que o sector da

Leia mais

1. I Congresso Internacional de Mediação Lisboa 7, 8 e 9 de Outubro/I Internacional Congress on Mediation Lisbon 7th, 8th and 9th of October

1. I Congresso Internacional de Mediação Lisboa 7, 8 e 9 de Outubro/I Internacional Congress on Mediation Lisbon 7th, 8th and 9th of October 1 de 6 Nº 9/2010 Setembro Bem-vindo à newsletter do GRAL. Caso pretenda aceder ao detalhe das notícias ou aos artigos clique sobre o título. Se desejar mais informações sobre os meios de resolução alternativa

Leia mais

Centro de Desenvolvimento Comunitário ADRA. nas cidades de Lisboa, Porto e Faro Delegação de Paivas/Seixal

Centro de Desenvolvimento Comunitário ADRA. nas cidades de Lisboa, Porto e Faro Delegação de Paivas/Seixal Projeto Ponto de Apoio de encontro aos Sem-Abrigo Centro de Desenvolvimento Comunitário ADRA nas cidades de Lisboa, Porto e Faro Delegação de Paivas/Seixal ADRA PORTUGAL Rua Ilha Terceira, nº 3 3º 1000-171

Leia mais

Decreto n.º 51/98 Protocolo Adicional ao Acordo Judiciário entre Portugal e São Tomé e Príncipe, assinado em Luanda em 18 de Julho de 1997

Decreto n.º 51/98 Protocolo Adicional ao Acordo Judiciário entre Portugal e São Tomé e Príncipe, assinado em Luanda em 18 de Julho de 1997 Decreto n.º 51/98 Protocolo Adicional ao Acordo Judiciário entre Portugal e São Tomé e Príncipe, assinado em Luanda em 18 de Julho de 1997 Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição,

Leia mais

Rede de Farmácias Barral

Rede de Farmácias Barral Rede de Farmácias Barral Site: http://www.farmaciabarral.com/ Condições: Poderá usufruir destes descontos em Lisboa, nas Farmácias Barral, Oriental e Farmácia dos Jerónimos; em Monchique, na Farmácia Hygia;

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 SUPLEMENTO N.º 2 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA CURSOS CONGÉNERES DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2012

Leia mais

Publicação Periódica sobre o Número de Utentes Inscritos nos Cuidados de Saúde Primários

Publicação Periódica sobre o Número de Utentes Inscritos nos Cuidados de Saúde Primários Publicação Periódica sobre o nos Cuidados de Saúde Primários Outubro de 2015 ACSS RELATÓRIO: 1. inscritos 2. Listas de utentes por de Família Produzido por Ministério da Saúde, ACSS, DPS, Núcleo CSP e

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS PIDDAC 2004

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS PIDDAC 2004 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS PIDDAC 2004 Lisboa ÍNDICE Síntese por Ministérios Síntese por Sectores Programas Orçamentais Síntese Mapa XV Encargos Gerais do Estado 1 Ministério das Finanças 29 Ministério da

Leia mais

MAPA DE RUÍDO DO MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

MAPA DE RUÍDO DO MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE FAMALICÃO MAPA DE RUÍDO DO MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE FAMALICÃO Actualização segundo o D.L. 9/2007, 17 de Janeiro RESUMO NÃO TÉCNICO Equipa Técnica do Mapa de Ruído: Luís Conde Santos, Director do Laboratório Susana

Leia mais

Mercados informação de negócios

Mercados informação de negócios Mercados informação de negócios Angola Oportunidades e Dificuldades do Mercado Novembro 2008 Índice 1. Oportunidades 03 1.1 Pontos Fortes 03 1.2 Áreas de Oportunidade 03 2. Dificuldades 04 2.1 Pontos Fracos

Leia mais

1712 Diário da República, 1.ª série N.º 54 18 de Março de 2009

1712 Diário da República, 1.ª série N.º 54 18 de Março de 2009 1712 Diário da República, 1.ª série N.º 54 18 de Março de 2009 Portaria n.º 273/2009 de 18 de Março O Programa do XVII Governo Constitucional define que «o sistema [de saúde] deve ser reorganizado a todos

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE MINISTÉRIO DA JUSTIÇA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DECRETO-LEI Nº.12/2008 30 de Abril ESTATUTO ORGÂNICO DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA O Decreto-Lei nº 7/2007, de 5 de Setembro, relativo à estrutura

Leia mais

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3 2009 MAPA DE PESSOAL DA ANPC (Artigo 5º da Lei nº 2-A/2008, 27 Fevereiro) SEDE - Carnaxi Competências/Actividas Área formação académica e/ou - Presinte () - - Director Nacional () - 3 - Comandante Operacional

Leia mais

Margarida Pires da Fonseca Correia, Maria Margarida Saraiva Pires da Fonseca Frade

Margarida Pires da Fonseca Correia, Maria Margarida Saraiva Pires da Fonseca Frade C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Profissional Nome Completo Morada Telefone Correio electrónico Margarida Pires da Fonseca Correia, Maria Margarida Saraiva Pires da Fonseca Frade Nacionalidade

Leia mais