ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h"

Transcrição

1 ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração de documentos; Metodologia cientifica; Produção de textos e Técnicas para apresentação de trabalhos; Técnicas de comunicação em público; Pesquisa e tipos de pesquisa DISCIPLINA: Administração do Produto Administração do Produto; Linha de Produtos; Processo Criativo; Usuário dos Produtos; Engenharia do Desenvolvimento; Protótipo; Legislação. DISCIPLINA: Empreendedorismo O processo empreendedor; Identificação de oportunidades; Plano de negócios; Questões legais de constituição da empresa; Busca de Financiamentos e Assessorias DISCIPLINA: Gestão de Pessoas Orientação de pessoas; Seleção de pessoas; Relações com empregados; Avaliação de desempenho; Valorização de pessoas; Modelo de gestão de pessoas DISCIPLINA: Saúde e Segurança do Trabalho Normas regulamentadoras; ferramentas para Gestão de segurança do Trabalho ( Análise estatística de vulnerabilidade e acidentes de trabalho); Sistemas de gestão Integrado: ISO 9001; 14000; 18000; análise e investigação de vulnerabilidades e acidentes; identificação de perigo e avaliação de risco; metodologia do sistema da gestão de riscos. Incêndio; proteção e prevenção. DISCIPLINA: Introdução à Administração da Produção Introdução e conceitos; Métodos de Tempo; Cronoanálise; Papel Estratégico da Produção; Projeto em gestão de Produção; Projeto de Produtos e Serviços; Projeto da Rede de Operações Produtivas; Arranjo Físico e Fluxo DISCIPLINA: Custos Industriais Fundamentos de custos; Classificação dos custos; Apuração de custos; Análise de custos; Redução de custos; Administração estratégica de preços; Formação de preços; Balanço geral.

2 DISCIPLINA: Estatística Aplicada Coleta de dados; Apresentação de dados; Probabilidade; Intervalo de Confiança; Medidas de dispersão; Distribuição Normal; Medidas Numéricas Descritivas; Medidas de tendência central; variação e formato; Medidas Descritivas Resumidas a Partir de Uma População; Média aritmética da população; Variância da população; Desvio-Padrão da população; Coeficiente de Correlação; Significado; Cálculo; Interpretação do coeficiente de correlação. DISCIPLINA: Informática Noções sobre tecnologia de informação; microinformática e software; introdução à lógica; conceitos básicos de bancos de dados; análise de informatização; Evolução e segurança da Internet; redes de computadores. DISCIPLINA: Geometria Analítica A reta; O plano; A circunferência; Vetores; Produtos de vetores. DISCIPLINA: Gerenciamento de Projetos Definição de Gerenciamento de Projetos; O Ciclo de Vida de um Projeto; Principais Áreas do Gerenciamento de Projetos; Preparando a Organização para Projetos; O Gerente de Projetos e suas Interfaces; O Modelo Geral para o Gerenciamento de Projetos. DISCIPLINA: Planejamento Estratégico Conceitos de Planejamento e sistema; Diagnóstico estratégico; Missão da empresa; Estratégias empresariais; Controle e avaliação do planejamento estratégico; Metodologia para elaboração e implementação do planejamento estratégico nas empresas; Objetivos e desafios empresariais; Estratégias empresariais; DISCIPLINA: Liderança de Equipes Estilo de liderança; Motivação das equipes; Energização humana; Coaching; Decidindo de forma eficaz; usando as competências para melhorar o desempenho; Técnicas de gerenciamento e Liderança; Racionalização do trabalho; relações trabalhistas; Seleção de pessoal; Atitudes desejáveis no trabalho; Mudanças comportamentais; Administração de problemas e tomada de decisão. DISCIPLINA: Gestão da Qualidade Gestão da qualidade; Inovação e competitividade com ênfase na qualidade; Norma ISO 9001(Gestão da Qualidade); OHSAS; Qualidade no desenvolvimento de produtos; Qualidade no processo de projeto; Ferramentas da qualidade; Processo a Agentes da gestão da Qualidade; Implantação dos Programas da Qualidade.

3 DISCIPLINA: Desenho Técnico Mecânico Normalização; Desenho em esboço; Desenho geométrico; Escalas; Representação em três vistas; Cotagem; Sinais de acabamentos; Tolerância dimensional; Leitura e Interpretação; Desenho de Perspectiva; Desenho de conjunto; Cortes; seções; Vista Auxiliar. Carga horária: 160h DISCIPLINA: Metrologia Introdução; Conceitos; sistemas de unidades de medidas; Instrumentos de Medição: paquímetro; micrometro; blocos padrões; calibradores; verificadores; relógio comparador; goniômetro; rugosimetro; manômetro; termômetros; hidrômetros; torquímetros; fluxostatos e termostato DISCIPLINA: Processo de Fabricação I Conceito de Máquinas Operatrizes; Fresadoras; Tornos; Retíficas Cilindricas e Planas; Furadeiras de Bancada; Eletro-erosão; Ferramentas manuais. DISCIPLINA: Noções de Hidráulica e Pneumática Conceitos Básicos de Hidráulica e Pneumática; Preparação e distribuição ar comprimido; Compressores; Válvulas pneumáticas e hidráulicas; Atuadores pneumáticos e Hidráulicos; Bombas hidráulicas; DISCIPLINA: Tecnologia dos Materiais Classificação dos materiais; Estrutura cristalina; Propriedades mecânicas dos materiais; Difusão; Materiais plásticos; Materiais cerâmicos; DISCIPLINA: Projetos Elétricos Conceitos básicos de eletricidade, geração e distribuição, Leitura e Interpretação de Projetos Elétricos, Simbologias, normativas especificas para execução de projetos elétricos residenciais e industriais. DISCIPLINA: Processo de Fabricação II Prática em Máquinas Operatrizes; Fresadoras, Tornos, Retíficas Planas, Furadeiras de Bancada, Eletro-erosão, Técnicas de Ajustagem.

4 DISCIPLINA: Resistência dos Materiais Sistemas de Unidades de Força e Movimentos, Carga Distribuída, Tração e Compressão, Cisalhamento, Características Geométricas, Superfícies Planas, Torção e Flambagem, Fadiga, Resistência ao choque. DISCIPLINA: Matemática Aplicada Trigonometria; Geometria espacial;mecânica: Introdução; física e medidas, movimento uniforme e variado, cinemática vetorial, dinâmica, trabalho e potência, energia mecânica, estática, mecânica dos fluidos; Termodinâmica: 1ª lei da termodinâmica; 2ª lei da termodinâmica; Termologia; Lei zero; DISCIPLINA: Hidráulica e Pneumática Interpretação de circuitos pneumáticos e hidráulicos; Manutenção Preventiva, Preditiva e Corretiva da rede hidráulica e pneumática; dimensionamento de Circuitos hidráulicos e pneumáticos. Conceitos Básicos de Eletro-Hidráulica e Eletro-Pneumática; Componentes Eletro-Hidráulicos e Eletro-Pneumáticos; Interpretação de circuitos eletro-pneumáticos e eletro-hidráulicos; DISCIPLINA: Elementos de Maquinas Classificação; Elementos de junção; Mancais; Eixos e acessórios; Transmissões; Acoplamentos; Fadiga; Juntas; Vibrações; DISCIPLINA: Desenho Auxiliado por Computador Introdução a CAD e seu significado; Sistemas de coordenadas; Comandos básicos com os gráficos e linha de comando; Criação blocos; Legendas atributáveis; Noções em 3D. DISCIPLINA: Elétrica Industrial Aulas Teóricas e Praticas:Introdução à eletricidade industrial, Componentes elétricos para circuitos; Diagramas; Segurança na eletricidade, Máquinas elétricas, Manuseio de multímetro Ligações de motores; Análise de circuitos elétricos básicos; DISCIPLINA: Eletrônica Industrial Introdução e conceitos em Eletrônica; Simbologia e diagramas de circuitos eletrônicos; Diodos, leds, fotodiodos e optoacopladores. Transistores bipolares: Constituição, funcionamento e aplicações; Métodos de partidas de motores;

5 DISCIPLINA: Mecânica de Fluidos Princípio de Pascal: Conceitos Gerais; Movimento dos Fluidos: Escoamento permanente, escoamento incompreensível, escoamento não viscoso, escoamento irrolacional; Equação da continuidade: conceituação; Propriedades dos Fluidos: Viscosidade; Peso específico e densidade; Compressibilidade; Pressão: Conceitos gerais; Manômetros: Variação de pressão; Tubos em U ; Equação de Bernoulli: Aplicação em escoamentos incompressíveis; Temperatura: Variação das propriedades em função da temperatura DISCIPLINA: Maquinas de Fluxo Sistemas de bombeamento; Bombas; Medidores de pressão; Medidores de vazão; Medidores de temperatura; Medidores de nível; Medidores de viscosidade; DISCIPLINA: Lubrificação Classificação dos lubrificantes; Importância da lubrificação; Métodos de lubrificação; Manuseio e armazenamento de lubrificantes e resíduos; Planejamento da Lubrificação DISCIPLINA: Planejamento da Manutenção Estrutura organizacional da manutenção: Manutenção centralizada e Manutenção descentralizada; Função estratégica do PCM. Ciclo PDCA aplicado ao planejamento da manutenção. Elaboração de padrões técnicos de manutenção ou gerenciais. Registros das ocorrências, dados sobre falhas e tempo de parada de equipamentos, elaboração de planos de intervenções, grandes paradas de manutenção ou parada de linha. Reuniões e Relatórios gerenciais: custos e mão-de-obra. DISCIPLINA: Manutenção Mecânica Prática da manutenção mecânica em maquinas e equipamentos; técnicas de recuperação de componentes mecânicos, técnicas de manutenção mecânica, montagem e desmontagem de máquinas e equipamentos, diagnóstico de falhas mecânicas. DISCIPLINA: Normas e Regulamentações Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho referente a segurança de maquinas e equipamentos e a NBRs referente a manutenção elétrica e Mecânica industrial

6 DISCIPLINA: Processos Soldagem Classificação; Processos de soldagem MIG, MAG, TIG, Eletrodo Revestido e Oxiacetilênica; Defeitos de soldagem; Simbologia de soldagem; Normas de segurança; Métodos de recuperação de peças; Prática de Soldagem. DISCIPLINA: Manutenção Eletroeletrônica Prática da manutenção elétrica e eletrônica de maquinas e equipamentos; técnicas de montagem de componentes eletrônicos, técnicas de montagem e desmontagem e recuperação de circuitos eletroeletrônicos, diagnóstico de falhas mecânicas. Manutenção preventiva dos circuitos eletroeletrônicos de maquinas e equipamentos. DISCIPLINA: Gestão Ambiental Legislação ambiental; Produção de efluentes; Filtros para controle de emissão atmosférica; Estações para tratamento de efluentes líquidos; Reciclagem; Impactos ambientais; Educação Ambiental; Sinalização de Segurança; Plano de emergência Ambiental; ISO DISCIPLINA: Controladores Lógicos Programáveis Introdução: Características; Histórico; Vantagens e Desvantagens de Aplicação: Custos; Substituição de outros elementos; Programação de CLPs: Comandos básicos; Partida direta, reversora, estrela triângulo; Comandos avançados; Implantação de sistemas; Manutenção de CLPs: Principais pontos de falhas; Métodos de manutenção; Manutenção preventiva de CLPs; Manutenção preventiva de CLPs; DISCIPLINA: Gestão da Produção Industrial Estrutura organizacional da Administração da Produção; Planejamento e Controle da Produção; Capacidade de Produção; Controle de produção; Controle de estoques; Sistemas de Produção; Manutenção Balanceamento industrial; Arranjo Físico e Layout; Técnicas modernas de administração de produção.

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração

Leia mais

DISCIPLINA: Gestão de Pessoas

DISCIPLINA: Gestão de Pessoas ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração de

Leia mais

Ementa: As Organizações; As pessoas; As pessoas e as organizações; Sistema de Administração de Recursos Humanos.

Ementa: As Organizações; As pessoas; As pessoas e as organizações; Sistema de Administração de Recursos Humanos. ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Gestão da Qualidade Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Administração da Produção I Introdução e conceitos; Métodos de

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral.

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Ementas: Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Desenho Mecânico 80hrs Normalização; Projeções; Perspectivas;

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração de

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

Ementas Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Bases Tecnológicas: Carga Horária: Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade:

Ementas Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Bases Tecnológicas: Carga Horária: Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Ementas Disciplina: Metodologia da Pesquisa Cientifica Ementa: Conhecimento, Ciência, Pesquisa e tipos de pesquisa, Métodos e técnicas para a elaboração e apresentação de trabalho científico. Competência:

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 25/08/2015 16:57. Centro de Ciências Tecnológicas

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 25/08/2015 16:57. Centro de Ciências Tecnológicas 5/8/15 16:57 Centro de Ciências Tecnológicas Curso: 19 Engenharia Mecânica (Noturno) Currículo: 15/ 1 EDU.5.-5 Universidade, Ciência e Pesquisa Ementa: A função da Universidade como instituição de produção

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Matriz Curricular válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2014/1 Fase

Leia mais

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI. Robson Braga de Andrade. Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI. Robson Braga de Andrade. Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Robson Braga de Andrade Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti Diretor de Educação e Tecnologia SERVIÇO NACIONAL

Leia mais

TEMAS PARA SORTEIO. Quadro I Campus João Pessoa. Perfil Habilitação Exigida

TEMAS PARA SORTEIO. Quadro I Campus João Pessoa. Perfil Habilitação Exigida Quadro I Campus João Pessoa Modalidade ou Nível UCs de Manutenção de Computadores e de Periféricos e/ou de Arquitetura de Computadores. Código 01 UCs de Projetos de Instalações Elétricas Prediais e Industriais

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Fase Cód. Disciplina Prérequisitos Carga Horária

Leia mais

Escola SENAI Gaspar Ricardo Junior CURSOS DO SENAI EM ITAPETININGA

Escola SENAI Gaspar Ricardo Junior CURSOS DO SENAI EM ITAPETININGA Apoio:, Prefeitura O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, entidade pública de direito privado, surgiu da necessidade da criação de uma Instituição capaz de preparar a mão de obra requerida

Leia mais

Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRDI Comissão Permanente de Magistério - COPEMA Edital nº 06/2011 Retificação de 07 de julho de 2011

Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRDI Comissão Permanente de Magistério - COPEMA Edital nº 06/2011 Retificação de 07 de julho de 2011 Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRDI Comissão Permanente de Magistério - COPEMA Edital nº 06/2011 Retificação de 07 de julho de 2011 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO FUNDAMENTOS EM EDUCAÇÃO (Comum

Leia mais

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO PLANO DE CURSO RESUMIDO CURSO Mecânico de Motocicletas CBO 9144-15 COD-SGE 013.529 MODALIDADE Qualificação Profissional Área Tecnológica Automotiva CARGA HORÁRIA 320 horas ITINERÁRIO Regional I. OBJETIVO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico de Nível

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CICLO BÁSICO 1º BIMESTRE INTRODUÇÃO À ENGENHARIA 40 horas Fundamentos da Engenharia e Suas Grandes Áreas; Inovação e Desenvolvimento de Produto; O Modo

Leia mais

Organização Curricular do Curso de Bacharelado em Engenharia Mecânica

Organização Curricular do Curso de Bacharelado em Engenharia Mecânica Organização Curricular do Curso de Bacharelado em Engenharia de Mecânica - EGM 2007/1 Organização Curricular do Curso de Bacharelado em Engenharia Mecânica 1 DADOS LEGAIS: Autorizado pela Portaria MEC

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓREITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Fase Cód. Disciplina I II III IV V VI Matriz Curricular do curso de Engenharia Civil PréReq.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico 1º Semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: : 078 Município: Franca Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em

Leia mais

Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO

Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO Administração Central Unidade do Ensino Médio e Técnico GFAC Grupo de Formulação e Análises Curriculares Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS CAPÍTULO 3 PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO MÓDULO

Leia mais

Comissão Própria de Avaliação. Resultado Avaliação Desempenho Docente 2012.1

Comissão Própria de Avaliação. Resultado Avaliação Desempenho Docente 2012.1 Comissão Própria de Avaliação Resultado Avaliação Desempenho Docente 1 Desempenho dos Docentes por Curso Curso Desempenho Eletrônica Industrial 90,54% Engenharia Mecânica (1º Trimestre) 88,38% Gestão da

Leia mais

PONTOS PARA AS PROVAS ESCRITA OU ESCRITA/PRÁTICA E DIDÁTICA

PONTOS PARA AS PROVAS ESCRITA OU ESCRITA/PRÁTICA E DIDÁTICA Magistério Superior Edital nº 04/23 PARA AS PROVAS ESCRITA OU ESCRITA/PRÁTICA E DIDÁTICA Engenharia da Computação/Teoria da Computação, Linguagens Formais e Autômatos Engenharia da Computação/Computação

Leia mais

2. Executar serviços de montagem, remoção e instalação de máquinas, equipamentos, instrumentos, tubulações e acessórios industriais.

2. Executar serviços de montagem, remoção e instalação de máquinas, equipamentos, instrumentos, tubulações e acessórios industriais. I. 1 INSTALAÇÕES DE SISTEMAS INDUSTRIAIS I 1. Analisar formas de geração de energia, seus elementos de produção e transformação. 2. Analisar condições de infra-estrutura e de alimentação de sistemas elétricos.

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 24.08.10 Vigência: ingressos a partir 2011/1 CÓD. 622 - CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA MANHÃ E TARDE

Aprovado no CONGRAD: 24.08.10 Vigência: ingressos a partir 2011/1 CÓD. 622 - CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA MANHÃ E TARDE Aprovado no CONGRAD: 24.08.10 Vigência: ingressos a partir 2011/1 CÓD. 622 - CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 I - NÚCLEO DE CONTEÚDOS BÁSICOS Matemática 10021

Leia mais

CM ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA PLANO DE CURSO

CM ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA PLANO DE CURSO CM ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA PLANO DE CURSO Perfil Profissional Competência Geral obra. Coordenar as montagens mecânicas de acordo com o planejamento da Competência de Gestão Identificar e interpretar

Leia mais

REUNIÃO - Projeto NAGI

REUNIÃO - Projeto NAGI SERVIÇOS TECNOLÓGICOS REUNIÃO - Projeto NAGI Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da Indústria

Leia mais

Tecnologia de Comando Numérico 164399

Tecnologia de Comando Numérico 164399 164399 Aula 2 Introdução à Automação da Manufatura Mecatrônica; Automação; Níveis de Automação; Tipos de Automação; Justificativas para automatizar; Justificativas para não automatizar; Prof. Edson Paulo

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - CAMPUS SÃO LUIS - MONTE CASTELO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Matrizes Curriculares

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - CAMPUS SÃO LUIS - MONTE CASTELO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Matrizes Curriculares Matriz 842 - Engenharia Mecânica Industrial (2002/1) Curso EM - Engenharia Mecânica Industrial Nível Periodicidade Regime Situação Superior Período Não-seriado Matriz em Vigor Per. Letivo Inicial 2002/1

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 15:02. Centro de Ciências Tecnológicas Curso:

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 15:02. Centro de Ciências Tecnológicas Curso: Centro de Ciências Tecnológicas Curso: Engenharia Química (Noturno) Ano/Semestre: 11/1 9/5/11 15: s por Curso EQU.7.1.1-5 FIS...-7 MAT.7.1.1-3 MAT.9.1.-7 MAT.9..9- MAT.9.3.- MAT.9..-3 EDU.5..- EQU...-9

Leia mais

Cursos de Formação Inicial e Continuada

Cursos de Formação Inicial e Continuada Programação 1º semestre de 2012 Cursos de Formação Inicial e Continuada Áreas Tecnológicas: Automação Automotiva Construção Civil Educação Eletroeletrônica Gestão Metalmecânica Metalurgia Plástico Segurança

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Diretoria do Campus Curitiba Gerência de Ensino e Pesquisa Departamento Acadêmico de Eletrônica CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS

Leia mais

Cursos de Formação Inicial e Continuada Escola Senai Ítalo Bologna Itu-SP

Cursos de Formação Inicial e Continuada Escola Senai Ítalo Bologna Itu-SP 2º semestre de 2013 Cursos de Formação Inicial e Continuada Escola Senai Ítalo Bologna Itu-SP Áreas Tecnológicas: Automação Eletroeletrônica Gestão Logística Manutenção Mecânica Metalmecânica Segurança

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2009.1A Atualizado em 10 de junho BRUSQUE de 2013 pela Assessoria (SC) de Desenvolvimento 2013 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ADMINISTRAÇÃO GERAL...

Leia mais

Grade Curricular - Engenharia Aeronáutica

Grade Curricular - Engenharia Aeronáutica Grade Curricular - Engenharia Aeronáutica SEMESTRE 1 - Obrigatórias FCM0101 Física I 6 0 6 FFI0180 Laboratório de Física Geral I SCE0103 Introdução à Ciência da Computação 2 2 4 SMA0300 Geometria Analítica

Leia mais

Permite a coleta de dados em tempo real dos processos de produção, possuindo, também, interfaces para a transferência dos dados para os sistemas

Permite a coleta de dados em tempo real dos processos de produção, possuindo, também, interfaces para a transferência dos dados para os sistemas Permite a coleta de dados em tempo real dos processos de produção, possuindo, também, interfaces para a transferência dos dados para os sistemas administrativos da empresa. Nessa configuração, o PC é a

Leia mais

SENAI - CE CFP - Wanderillo de Castro Câmara - WCC

SENAI - CE CFP - Wanderillo de Castro Câmara - WCC Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0009-23 SENAI - CFP - Wanderillo

Leia mais

Ementário do curso de Tecnologia Têxtil

Ementário do curso de Tecnologia Têxtil 01 ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL Fase: VI Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Visão Geral da administração. Evolução e conceitos de administração. Estrutura organizacionais. Visão geral das funções de administração:

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO (De acordo com a Resolução CNE/CEB nº 4/99, atualizada pela Resolução CNE/CEB nº 1/05, e pela Resolução CNE/CEB

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL METAL/MECÂNICA SENAI RR SENAI RR SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS 1. TÍTULO INTRODUÇÃO À HIDRÁULICA Proporcionar ao treinando a compreensão dos princípios básicos da

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL METAL/MECÂNICA SENAI RR SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS Catálogo de Cursos 1. TÍTULO ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO DE RODAS Preparar profissionais a identificar os ângulos

Leia mais

Ementas. Carga Horária: 48h

Ementas. Carga Horária: 48h Ementas Disciplina: Técnicas de Comunicação Oral e Escrita Ementa: Técnicas para Elaboração de Documentos; Metodologias para apresentação de trabalhos; Técnicas de comunicação e público; Linguagem. Competência:

Leia mais

Curso: Engenharia de Produção Mecânica. Escola de Engenharia de São Carlos

Curso: Engenharia de Produção Mecânica. Escola de Engenharia de São Carlos Curso: Engenharia de Mecânica Escola de Engenharia de São Carlos Informações Básicas do Currículo Duração Ideal - 10 semestres Mínima - 8 semestres Máxima - 18 semestres Carga Horária Aula Trabalho Subtotal

Leia mais

PORTIFÓLIO DE TREINAMENTOS

PORTIFÓLIO DE TREINAMENTOS PORTIFÓLIO DE TREINAMENTOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES: CÓDIGO CURSO DESCRIÇÃO PRÉ-REQUISITO CH 30 KN-001 Metrologia Básica Formação em metrologia dimensional ou e instrumentação básica KN-002 Desenho Técnico

Leia mais

SENAI - CE CFP - Antônio Urbano de Almeida - AUA

SENAI - CE CFP - Antônio Urbano de Almeida - AUA Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0002-57 SENAI - CFP - Antônio

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalurgia

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec:PAULINO BOTELHO Código: 091 Município:São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre Plano de Trabalho Docente 2015 Etec Ensino Técnico 1º Semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: 078 Município: Franca Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional de: Técnico

Leia mais

Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira

Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira EMENTAS DAS DISCIPLINAS DOS CURSOS DA ENGENHARIA Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira Sociedade e Cultura no Mundo Contemporâneo As mudanças nas relações entre cultura

Leia mais

Processos Construtivos

Processos Construtivos Patrocínio: Coordenação: Parcerias: Processos Construtivos Soldagem Elaborado por: Bruno Stupello As informações e análises contidas nesse documento são de responsabilidade do Centro de Estudos em Gestão

Leia mais

PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL PLANO DE CURSO QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL 1 - NOME DO CURSO Lubrificador Industrial 2 - OBJETIVO Lubrificam máquinas e equipamentos, sinalizando pontos de lubrificação, interpretando desenhos de máquinas,

Leia mais

TEMAS DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO 2ª FASE EDITAL nº 233, DE 17 DE ABRIL DE 2015

TEMAS DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO 2ª FASE EDITAL nº 233, DE 17 DE ABRIL DE 2015 TEMAS DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO 2ª FASE EDITAL nº 233, DE 17 DE ABRIL DE 2015 CAMPUS ÁREA TEMA EDUCAÇÃO Jogo cooperativo, competitivo e lúdico, como meio educador na escola. ARARAQUARA PRODUÇÃO INDUSTRIAL

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 40-40 Cálculo Diferencial e Integral I 80-80 Fundamentos da Administração 40-40 Introdução

Leia mais

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão.

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão. CatÁlogo de cursos Eixo tecnológico - Controle e Processos Industriais Ajustador Mecânico Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de

Leia mais

TREINAMENTOS TÉCNICOS

TREINAMENTOS TÉCNICOS 0000 TREINAMENTOS TÉCNICOS TEÓRICOS E PRÁTICOS CONHECIMENTO.TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PARA SUA EMPRESA A Empresa Ao longo dos 19 anos de sua existência, a PRIMEIRA LINHA COMERCIAL DE ROLAMENTOS LTDA, tem direcionado

Leia mais

Ementas Disciplinas Obrigatórias

Ementas Disciplinas Obrigatórias Ementas Disciplinas Obrigatórias INFORMÁTICA Algoritmos I Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos: análise do problema, estratégias de solução e representação. Estruturação e modularização.

Leia mais

Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental.

Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental. Tecnólogo em Segurança do Trabalho DISCIPLINA: Biologia Aplicada à Saúde e Segurança no Trabalho Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental. DISCIPLINA: Informática Aplicada

Leia mais

CÁLCULO DE DUAS VARIAVEIS

CÁLCULO DE DUAS VARIAVEIS CÁLCULO DE DUAS VARIAVEIS CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS ÓTICA, ONDAS E ELETROMAGNETISMO QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN 2016.1 Eng. Civil- Campus Mossoró) 3ª série Funções

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG BR 267 - Rodovia José Aurélio Vilela, nº 11.999 Cidade Universitária - Poços de Caldas- MG. DINÂMICA CURRICULAR E EMENTÁRIO DO BACHARELADO

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

Rua Benedito Freire da Paz, 197 Boa Esperança Santa Luzia/MG. Telefone: 3641-4518 www.senai-mg.org.br

Rua Benedito Freire da Paz, 197 Boa Esperança Santa Luzia/MG. Telefone: 3641-4518 www.senai-mg.org.br Segurança na Operação de Empilhadeira Operam empilhadeiras e as demais atividades relativas ao manuseio e transporte de cargas observando os requisitos da norma regulamentadora 11 e as das demais normas

Leia mais

Elementos de máquina. Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase. Diego Rafael Alba

Elementos de máquina. Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase. Diego Rafael Alba E Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase Diego Rafael Alba 1 Mancais De modo geral, os elementos de apoio consistem em acessórios para o bom funcionamento de máquinas. Desde quando o homem passou a

Leia mais

Aula 17 Projetos de Melhorias

Aula 17 Projetos de Melhorias Projetos de Melhorias de Equipamentos e Instalações: A competitividade crescente dos últimos anos do desenvolvimento industrial foi marcada pela grande evolução dos processos produtivos das indústrias.

Leia mais

Curso de Pós-Graduação MBA em Gestão, Auditoria e Perícia Ambiental

Curso de Pós-Graduação MBA em Gestão, Auditoria e Perícia Ambiental Curso de Pós-Graduação MBA em Gestão, Auditoria e Perícia Ambiental I - Objetivos: Formar profissionais habilitados para desempenhar as funções de Gestão, Auditoria e Perícia Ambiental. II - Público Alvo:

Leia mais

Programação 1º Semestre 2016 Salto. Cursos de Formação Inicial e Continuada VAGAS LIMITADAS. Inscrições abertas

Programação 1º Semestre 2016 Salto. Cursos de Formação Inicial e Continuada VAGAS LIMITADAS. Inscrições abertas 1º Semestre 2016 Salto Cursos de Formação Inicial e Continuada Inscrições abertas VAGAS LIMITADAS 1º Sem 2016 - v0.1 Out 16 Salto Escola SENAI Ítalo Bologna Tradicional em sua história e dentro de uma

Leia mais

Anexo II Descrição da Área/Processo. Cargos de Nível Médio

Anexo II Descrição da Área/Processo. Cargos de Nível Médio Anexo II Descrição da Área/Processo Cargos Cargo Área Pré-requisito Trajetória Processo de Agrimensura de Edificações/ Construção Civil de Edificações de Edificações Agrimensura. Edificações. Edificações.

Leia mais

Grade Curricular 2011/2 Bacharelado Interdisciplinar em Mobilidade

Grade Curricular 2011/2 Bacharelado Interdisciplinar em Mobilidade UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Centro de Engenharia da Mobilidade CEM Campus Joinville Grade Curricular 2011/2 Bacharelado Interdisciplinar em Mobilidade Julho/2011 2 1 - Grade Curricular 2011/2

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA

CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA O Curso Técnico de Nível Médio em Mecânica, Eixo Tecnológico Controle e Processos Industriais são organizados em 3 módulos de 400 horas. Ao final do curso, 400 horas de estágio

Leia mais

4.ª SÉRIE 99-9033-02 ESTRUTURAS DE CONCRETO II 80 0 080 99-9034-03

4.ª SÉRIE 99-9033-02 ESTRUTURAS DE CONCRETO II 80 0 080 99-9034-03 MATRIZ CURRICULAR Curso: ENGENHARIA CIVIL Graduação: BACHARELADO Regime: SERIADO ANUAL - MATUTINO Duração: 5 (CINCO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 05 (CINCO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área: Eletroeletrônica

Leia mais

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

CONHECIMENTO ESPECÍFICO CONHECIMENTO ESPECÍFICO 6. O PID (Proporcional Integral Derivativo) é comumente usado na automação industrial para se encontrar um erro entre a entrada e a saída de um processo qualquer. Nesse processo,

Leia mais

Administração da Produção I

Administração da Produção I Administração da Produção I Manutenção Manutenção Manutenção: Termo usado para abordar a forma pela qual organizações tentam evitar as falhas cuidando de suas instalações físicas. É uma parte importante

Leia mais

Mecânica Acoplamentos. Ajustagem mecânica. Alinhamento de maquinas. Autocad. Bombas centrifugas. Bombas de deslocamento positivo. Bombas. Cabos de aço. Cálculos aplicados a mecânica. Elementos de transmissão.

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 4 05

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

EMENTÁRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo Curso de Engenharia de Produção 1 EMENTÁRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2 Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo Ementário do Curso de

Leia mais

SENAI - CE Centro de Educação e Tecnologia Alexandre Figueira Rodrigues - CET AFR

SENAI - CE Centro de Educação e Tecnologia Alexandre Figueira Rodrigues - CET AFR Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0007-61 SEI - Centro de

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2016.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO AO CÁLCULO... 4 02 INTRODUÇÃO A... 4 03 QUÍMICA GERAL... 4 04 DESENHO TÉCNICO... 4 05 FÍSICA GERAL...

Leia mais

2ª ETAPA - TURMA P e R

2ª ETAPA - TURMA P e R CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PAIE 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PAIE 3 ÉTICA E CIDADANIA I PAIE 3 FÍSICA GERAL I PAIE 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PAIE 3 1ª ETAPA - TURMA P e R INTRODUÇÃO À ENGENHARIA

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º semestre Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico 1º semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: 078 Município: Franca/SP Eixo Tecnológico: Controle

Leia mais

Edson Duarte Sistemas Eletropneumáticos Lista Geral

Edson Duarte Sistemas Eletropneumáticos Lista Geral 1) Calcule o volume de ar comprimido necessário para o acionamento de 10 cilindros pneumáticos (modelo A), 4 cilindros pneumáticos com retorno por mola (modelo B) e 2 cilindros sem haste (modelo C), todos

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO (3 de 3) 11/NOV/2010 a 20/JAN/2011 REIVAX AUTOMAÇÃO E CONTROLE

RELATÓRIO DE ESTÁGIO (3 de 3) 11/NOV/2010 a 20/JAN/2011 REIVAX AUTOMAÇÃO E CONTROLE RELATÓRIO DE ESTÁGIO (3 de 3) 11/NOV/2010 a 20/JAN/2011 REIVAX AUTOMAÇÃO E CONTROLE Supervisor: Fernando Amorim da Silveira Coordenador: Victor Juliano De Negri Estagiário: Marcos Kaupert 20 de janeiro

Leia mais

Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período )

Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período ) Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período ) 1 Período GEXT 7301- Cálculo a Uma Variável (5.0.0) Números Reais, Funções Reais, Limites de Funções Reais e Continuidade, Derivação, Taxas

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores (Resolução CNE/CEB 5154/04) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalmecânica

Leia mais

SENAI - CETEL. Programação de Cursos. º semestre de 201. Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues

SENAI - CETEL. Programação de Cursos. º semestre de 201. Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues SENAI - CETEL Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues Programação de Cursos INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues Rua Santo Agostinho, 1717 - Horto

Leia mais

3 Administração de Materiais

3 Administração de Materiais 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área: Eletroeletrônica

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM CONTABILIDADE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2010/1

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM CONTABILIDADE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2010/1 ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM CONTABILIDADE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2010/1 DC 5080 25/03/2010 Rev. 00 1. Dados Legais Autorizado pelo Parecer 470 do Conselho Estadual de Educação de 24 de novembro

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DC 4019 04/10/2013 Rev. 01 1. Dados Legais Parecer 473 de 24/11/2009. DECRETO No 2.929, de 21 de dezembro de 2009. Parecer 144

Leia mais

Pré-Requisito: MECN0039 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO MECÂNICA. Co-Requisito: MECN0055 RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS 2

Pré-Requisito: MECN0039 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO MECÂNICA. Co-Requisito: MECN0055 RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS 2 PROGRAMA Disciplina: ENSAIOS MECÂNICOS Código: MECN0015 Carga Horária Semestral: 60 HORAS Obrigatória: sim Eletiva: Número de Créditos: TEÓRICOS: 04; PRÁTICOS: 00; TOTAL: 04 Pré-Requisito: MECN0039 MATERIAIS

Leia mais

Marisley Moreno Nunes Fone: (11) 2461-6771. Fone: (11) 2461-6788 E-mail: vpeixoto@sp.senai.br. Fone: (11) 2461-6788. E-mail: wreis@sp.senai.

Marisley Moreno Nunes Fone: (11) 2461-6771. Fone: (11) 2461-6788 E-mail: vpeixoto@sp.senai.br. Fone: (11) 2461-6788. E-mail: wreis@sp.senai. Os cursos do SENAI podem ser realizados dentro de sua empresa! São cursos de Formação Inicial e Continuada para diversos segmentos industriais, que proporcionam iniciação profissional, qualificação, aperfeiçoamento

Leia mais

Introdução à Lubrificação Industrial

Introdução à Lubrificação Industrial Introdução à Lubrificação Industrial Prof. Matheus Fontanelle Pereira Curso Técnico em Eletromecânica Departamento de Processos Industriais Campus Lages Objetivos da Unidade Curricular Conhecer os 5 Ws

Leia mais

Área de Gestão. 1. Cursos de Qualificação e Aperfeiçoamento. Inscrições Abertas. Vagas Limitadas! Faça já a Sua Matrícula.

Área de Gestão. 1. Cursos de Qualificação e Aperfeiçoamento. Inscrições Abertas. Vagas Limitadas! Faça já a Sua Matrícula. Inscrições Abertas Vagas Limitadas! Faça já a Sua Matrícula. Documentos necessários para efetuar a matrícula: RG, CPF e Comprovante de Residência *Parcelamento através de boleto bancário, sujeito a aprovação

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR EIXO TECNOLÓGICO: Produção Industrial CURSO/MODALIDADE: Curso Técnico em Móveis/Integrado DISCIPLINA: Materiais, Acessórios, Acabamentos e Manutenção Industrial CÓDIGO: Currículo: 200 Ano / Semestre: 202/

Leia mais

Introdução à Eletrônica de Potência

Introdução à Eletrônica de Potência Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Departamento Acadêmico de Eletrônica Eletrônica de Potência Introdução à Eletrônica de Potência Florianópolis, setembro de 2012. Prof.

Leia mais

Desenho Técnico Fundamentos do desenho técnico; Construções geométricas; Desenho eletroeletrônico;

Desenho Técnico Fundamentos do desenho técnico; Construções geométricas; Desenho eletroeletrônico; EMENTA DE CONTEÚDOS Eletricidade Conceitos fundamentais da eletricidade; Circuitos elétricos de corrente contínua; Tensão alternada; Gerador de funções; Operação do osciloscópio; Tensão e corrente alternadas

Leia mais

Tipos de painés: compensados, aglomerados OSB, chapas de fibra (HDF/MDF/LDF), tamburato

Tipos de painés: compensados, aglomerados OSB, chapas de fibra (HDF/MDF/LDF), tamburato Montagem de Móveis Sistema métrico e conversão de unidades Tipos de painés: compensados, aglomerados OSB, chapas de fibra (HDF/MDF/LDF), tamburato Vantagens na utilização dos painéis Revestimentos de superfícies:

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 11741/08 e Lei nº 11.741/08) PLANO DE CURSO Área: Manutenção Mecânica Qualificação:

Leia mais

Centro de Seleção/UFGD Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração.

Centro de Seleção/UFGD Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração. Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração. (A) O movimento de energia de frio dentro de um espaço onde ele é necessário. (B) A remoção de calor

Leia mais

Atualização do Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, eixo tecnológico Informação e Comunicação na forma integrada ao Ensino Médio

Atualização do Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, eixo tecnológico Informação e Comunicação na forma integrada ao Ensino Médio ESTADO DE SANTA CATARINA Secretaria de Estado da Educação Diretoria de Educação Básica e Profissional Gerência de Ensino Médio Atualização do Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, eixo

Leia mais

Primeiro Semestre. Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha

Primeiro Semestre. Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha Primeiro Semestre Introdução a Engenharia de Controle e Automação Carga Horária: 36 horas Objetivo:

Leia mais