DURING THE PREGNANCY PERIOD IN THE FAMILY HEALTH PROGRAM.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DURING THE PREGNANCY PERIOD IN THE FAMILY HEALTH PROGRAM."

Transcrição

1 1 Artigo Original A IMPORTÂNCIA DA INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA DURANTE O PERÍODO GESTACIONAL NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA. THE IMPORTANCE OF THE PHYSICAL THERAPY INTERVENTION DURING THE PREGNANCY PERIOD IN THE FAMILY HEALTH PROGRAM. EDILAYNE LYRIO NASCIMENTO 1 1. Fisioterapeuta graduada pela Universidade Estácio de Sá. Professora de Educação Física graduada pela Universidade Estácio de Sá. Aluna de Pós-Graduação em Saúde da Família da Faculdade de Medicina de Campos. RESUMO A maternidade é vista como um dos fatos mais importantes para a mulher, tendo a fisioterapia como aliada para tornar esse momento ainda mais prazeroso. Objetivo: Avaliar se as gestantes do Programa Saúde da Família estão informadas a respeito da importância e se têm conhecimento do trabalho fisioterapêutico voltado para as gestantes. Método: Trata-se de uma pesquisa descritiva, do tipo transversal. Contou com a participação de 10 gestantes cadastradas no Programa Saúde da Família, no Pólo de Custodópolis, em Campos dos Goytacazes-RJ. Os dados foram coletados por meio de entrevista com protocolo contendo perguntas em relação à gestação, desconfortos sentidos, prática de atividade física, conhecimento e interesse em relação ao trabalho fisioterapêutico. Resultados: As participantes apresentam média de idade de 24 anos. Das gestantes participantes, (70,0%) relataram sintomatologia, em contrapartida (100,0%) das gestantes afirmaram não praticar atividade física, (80,0%) relataram não terem sido informadas quanto a possibilidade de fazerem fisioterapia e apenas (10,0%) disseram conhecer tal trabalho. Em relação ao interesse em realizar fisioterapia durante a gestação, (70,0%) das gestantes disseram ter interesse. Conclusão: Ao final da pesquisa foi observado que mesmo sem conhecerem a grande maioria das gestantes teriam interesse em realizar fisioterapia durante o período gestacional. Palavras-chaves: fisioterapia, gravidez, atividade física, Programa Saúde da Família. INTRODUÇÃO O papel interdisciplinar é imprescindível em qualquer área da saúde, e o fisioterapeuta torna-se extremamente importante dentro das equipes

2 2 multidisciplinares de assistência pré-natal, trabalhando na perspectiva da fisioterapia comunitária, onde passa a ter também atuação na promoção de saúde. 1 Até passado não muito distante, as gestantes eram proibidas de fazer exercícios físicos pelo potencial risco de complicações para a mãe e para o feto. 4 Sabe-se que a assistência fisioterapêutica pré-natal, por meio de orientações posturais e exercícios terapêuticos específicos, podem prevenir e/ou minimizar lombalgias associadas às alterações decorrentes do período gestacional. 2, 5 A intenção em realizar esse estudo surgiu pela importância e necessidade em saber se as gestantes atendidas pelo Programa Saúde da Família, Pólo de Custodópolis, realizaram fisioterapia no período gestacional e sabem da importância em realizar o trabalho fisioterapêutico durante o período gestacional. A partir desse fato, objetivou-se avaliar se as gestantes do Programa Saúde da Família, do Pólo de Custodópolis, estão informadas a respeito da importância e se têm conhecimento do trabalho fisioterapêutico voltado para as gestantes e de seus benefícios, assim como, se as mesmas apresentariam interesse em realizar esse tipo de trabalho. MATERIAL E MÉTODO Torna-se importante ressaltar o local de moradia das participantes, onde se observou que se trata de um bairro caracterizado por um nível sócio-econômico baixo, apresentando assim a realidade em que as gestantes estavam inseridas. Essa pesquisa foi desenvolvida dentro de um contexto descritivo, do tipo transversal. A amostra deste estudo constituiu-se de 10 gestantes, atendidas no Centro de Saúde Escola de Custodópolis (CSEC), no decorrer do ano de 2008, que aceitaram participar do estudo. A identificação das gestantes foi realizada a partir das marcações de consultas com o ginecologista do pólo, e que atendiam aos critérios de inclusão. Considerando dentro dos critérios de inclusão, as gestantes desde as primeiras semanas de gestação até a 37ª semana de gestação, na faixa etária compreendida entre 18 a 35 anos de idade, primigestas e multigestas, sem restrição de raça, classe social, grau de instrução ou religião. Foram excluídas, as gestantes que não eram cadastradas no Programa Saúde da Família, no Pólo de Custodópolis.

3 3 A coleta de dados iniciou-se após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Faculdade de Medicina de Campos, parecer n 025/08. Todas as participantes do estudo concordaram em assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (Contendo: objetivo do estudo, procedimentos de avaliações, caráter de voluntariedade da participação do sujeito e isenção de responsabilidade do avaliador e da Faculdade de Medicina de Campos). Os dados foram coletados por meio de uma entrevista com protocolo, composto por perguntas fechadas e aberta pré-elaboradas, sistemáticas e, sequencialmente dispostas, em relação à gestação, desconfortos, prática de atividade física, assim como conhecimento em relação ao trabalho fisioterapêutico e seus benefícios na gestação e interesse em realizá-los. Após a coleta dos dados, os mesmos foram analisados através da análise estatística descritiva no Microsoft Excel 2002, e apresentados em forma de gráficos e tabelas com freqüência absoluta e relativa. RESULTADO E DISCUSSÃO As participantes tinham idade compreendida entre 18 e 35 anos, tendo como média, 24 anos de idade. A maioria (30,0%), com 19 anos de idade, seguida de (20,0%), 25 anos de idade, e a gestante de mais idade com 35 anos de idade. Quanto ao número de gestações anteriores, 20,0% eram primigestas e 80,0% multigestas. Quando questionadas em relação à preferência pelo tipo de parto, 40,0% disseram preferir o parto tipo normal, enquanto que 60,0% preferem o parto do tipo cesáreo. De acordo com a maioria dos estados da região Sudeste, onde segundo o Ministério da Saúde 6 (2008), registram os índices mais elevados de cesariana, totalizando 52%, apesar do incentivo para realização do parto normal. Já no Sistema Único de Saúde, as cesáreas somam 26% do total de partos. Tabela I - Referente à sintomatologia de desconfortos. Variáveis n % dor nas costas 4 40 dor nas pernas 2 20 dor abdominal 1 10 ausência de desconfortos 3 30 Total ,0

4 4 Em relação à sintomatologia de desconfortos (Tabela I), 70,0% das gestantes relataram sentir algum desconforto, dentre os mais citados, encontram-se dores nas costas (40,0%) e nas pernas (20,0%). O que vem a confirmar o que diz outras fontes literárias que afirmam que a gestação é um período propício para tais desconfortos. 1; 3; 5 Quando questionadas em relação à prática de atividade física, (100%) das gestantes participantes relataram não praticar nenhum tipo de atividade física a não ser seus afazeres domésticos, o que pode estar ligado à presença de sintomatologia, questionadas anteriormente, visto que a prática da atividade física, principalmente as de baixo impacto contribui para redução da sintomatologia. Os efeitos da atividade física sobre a gestante além o alívio da sintomatologia dolorosa, como as lombalgias, auxilia na redução dos edemas da gravidez, promove uma reeducação postural, melhora o tônus muscular e promove um maior relaxamento, além de facilitar o trabalho de parto, tornando-o mais efetivo e menos doloroso, contribuindo para uma recuperação mais rápida do parto. A prevenção de todas as alterações músculo-esquelético deve ser praticada durante toda a gestação, a partir do segundo trimestre, durante e após o parto, buscando sempre a integridade física da mulher. 8 Isso, sem contar o papel decisivo da prática da atividade física na promoção da saúde, na qualidade de vida e na prevenção e/ou controle de diversas doenças. Mesmo em gestações de risco, com suas complicações, os quais o médico e o fisioterapeuta, em uma ação interdisciplinar, devem estar observando freqüentemente, não se encontra justificativa literária para a não prática de exercícios. 9 Os exercícios na gravidez beneficiam aspectos como a respiração e ventilação pulmonar, a flexibilidade, a circulação sanguínea, o metabolismo, o fortalecimento muscular e a postura Sim - 20% Não - 80% Figura 1 - Gestantes informadas quanto à possibilidade de realizarem fisioterapia

5 5 Quanto ao fato das gestantes terem sido informadas em relação à probabilidade de realizarem fisioterapia (Figura 1), verificou-se que a grande maioria das gestantes (80,0%) não teve nenhuma informação quanto ao fato de poderem realizar fisioterapia durante o período gestacional. Enquanto que apenas uma minoria (20,0%), tinha alguma informação a respeito deste fato. Dado este de grande importância, visto que a fisioterapia pode contribuir de forma preventiva e curativa nesse período ajudando na diminuição das sintomatologias e até mesmo contribuindo para o momento do parto e no período pós-parto. Sim - 10% Não - 90% Figura 2 - Gestantes que disseram ter conhecimento do trabalho fisioterapêutico no período gestacional Em relação ao conhecimento do trabalho fisioterapêutico no período gestacional (Figura 2), observou-se que menor ainda foi o número de gestantes que disseram ter algum conhecimento em relação ao trabalho fisioterapêutico que é realizado durante o período gestacional (10,0%), enquanto que (90,0%) das gestantes participantes disseram não ter nenhum conhecimento em relação ao trabalho realizado. Fato que demonstra uma deficiência em respeito à divulgação de informações do trabalho realizado para as gestantes, podendo ser até mesmo uma falha da própria fisioterapia em não divulgar mais este recurso que existe em benefício da sociedade gestante Sim - 70% Não - 30% Figura 3 - Referente ao interesse das gestantes em realizar fisioterapia Já na questão que aborda o fato do interesse das gestantes em realizarem o trabalho fisioterapêutico durante a gestação (Figura 3), notou-se que um grande

6 6 número das gestantes (70,0%), mesmo diante da falta de conhecimento e de não terem sido informadas, a maioria das gestantes participantes teriam interesse em realizar o trabalho fisioterapêutico. Sabe-se do interesse pelas gestantes em realizar esse tipo de trabalho, evidenciado no relato de uma das participantes:...se é pra ajudar a gente, faria sim, é mais alguma coisa pra ajudar... Relato esse que nos faz refletir sobre a necessidade de programas que gerem educação em saúde, pois estes oportunizam a troca de conhecimentos entre profissionais da saúde e usuários, respeitando suas crenças, culturas e costumes. CONCLUSÃO A partir dos instrumentos de coleta de dados utilizados, nota-se que mesmo sem terem conhecimento e informações a respeito do trabalho que é desenvolvido pela fisioterapia durante o período gestacional, grande maioria das gestantes que participaram da pesquisa teria interesse em realizar fisioterapia durante o período gestacional, fato observado que infelizmente não teve oportunidade de ocorrer. O que também contribuiria para proporcionar o convívio social com outras gestantes, assim como troca de informações e experiências. Com isso a importância de se investir em ações coletivas que busquem prevenir e promover a saúde, que quando estendido à gestação, pensar em uma assistência de forma interdisciplinar, prevenindo intercorrências e preparando-as talvez para o fato mais importante de suas vidas, a maternidade. ABSTRACT The maternity is seen as the one of the facts most important for the woman, having physical therapy as allied to become this still more pleasant moment. Objective: To evaluate if the pregnancy of the Family Program Health they are informed regarding the importance and if they have knowledge of the physical therapy work directed toward the pregnancy. Method: One is to a descriptive research, the transversal type. It counted on the participation of 10 pregnancy registered in cadastre in the Family Health Program, in the Polar region of Custodópolis, in Campos dos Goytacazes-RJ. The date had been collected by means of interview with protocol, contend questions in relation to the gestation, felt discomforts, practical of physical activity, knowledge and interest in relation to the physical therapy work. Results: The participants present average of age of 24 years. Of the participant pregnancy, (70.0%) they had told symptomatic, (100.0%) of the

7 7 pregnancy had affirmed not to practise physical activity, (80.0%) they had told not to have been informed how much the possibility to make physical therapy and (10.0%) had only said to know such work. In relation to the interest in carrying through physical therapy during the gestation, (70.0%) of the pregnancy they had said to have interest. Conclusion: To the end of the research it was observed that same without knowing the great majority of the pregnancy they would have interest in carrying through physical therapy during the pregnancy period. Keys-Words: physical therapy, pregnancy, physical activity, Family Health Program. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1. ANJOS, G. C. M. dos, PASSOS, V., DANTAS, A. R. Fisioterapia aplicada à fase gestacional: uma revisão da literatura. Publicado em Disponível em: Acesso dia: 26/04/ BATISTA, D. C., et al Atividade física e gestação: saúde da gestante não atleta e crescimento fetal. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 3, n. 2, p , abr./jun Disponível em: Acesso em: 16/06/ CONTI, M. H. S. de, et al Efeito de técnicas fisioterápicas sobre os desconfortos músculo-esqueléticos da gestação. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 25, n. 9, p Rio de Janeiro, Pesquisado em: Acesso dia 05/06/ DERTKIGIL, M. S. J. et al Líquido aminiótico, atividade física e imersão em água na gestação. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 5, n. 4, Recife, out./dez Disponível em: Acesso dia: 20/06/ LOPESA, I. B., MAIAB, H. F. Intervenção comunitária multiprofissional em um grupo de gestantes num bairro de periferia da cidade de Salvador, Bahia. Revista Baiana de Saúde Pública, v. 30, n. 2, p , jul./dez Pesquisado em: Acesso em: 13/06/ MINISTÉRIO DA SAÚDE. Brasil tem epidemias de cesarianas. Disponível em: Acesso em: 06/05/ PEIXOTO, B. de O., ASSIS, S. M. B. A saúde da mulher uma preocupação crescente na fisioterapia preventiva. Revista Fisio e Terapia, v. 23, n 4, out./nov SUDBRACK, A. C., SCHUH, C. M., WEIS, L. C. Ações preventivas e terapêuticas na saúde da mulher através da análise fisioterápica das alterações físico-funcionais. Revista Fisio e Terapia, v. 30, n 6, dez./jan ZUCCO, F. Fisioterapia na gravidez de risco. Revista Fisio e Terapia, v. 29, n 5, out./nov

Palavras Chave: importância da amamentação, conhecimento materno.

Palavras Chave: importância da amamentação, conhecimento materno. 1 AMAMENTAÇÃO: O CONHECIMENTO MATERNO SOBRE A SUA IMPORTÂNCIA. GISELE DE AZEVEDO RIBEIRO MOÇO* CARMEN CÉLIA DE OLIVEIRA AZEVEDO MORETTO** RESUMO Trata-se de uma pesquisa descritiva com o objetivo de avaliar

Leia mais

INCIDÊNCIA DE LER/DORT EM FISIOTERAPEUTAS DOCENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM TERESINA (PI)

INCIDÊNCIA DE LER/DORT EM FISIOTERAPEUTAS DOCENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM TERESINA (PI) INCIDÊNCIA DE LER/DORT EM FISIOTERAPEUTAS DOCENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM TERESINA (PI) Nayana Pinheiro Machado 1,2,3, Relândia Cristina Machado Reinaldo Ratts 4, Veruska Cronemberger

Leia mais

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade 13 Epidemiologia e Flexibilidade: Aptidão Física Relacionada à Promoção da Saúde Gláucia Regina Falsarella Graduada em Educação Física na Unicamp Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Leia mais

O CONHECIMENTO DOS ENFERMEIROS DAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NA REALIZAÇÃO DO EXAME CLÍNICO DAS MAMAS

O CONHECIMENTO DOS ENFERMEIROS DAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NA REALIZAÇÃO DO EXAME CLÍNICO DAS MAMAS 1 O CONHECIMENTO DOS ENFERMEIROS DAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NA REALIZAÇÃO DO EXAME CLÍNICO DAS MAMAS THE KNOWLEDGE OF FAMILY HEALTH PROGRAM NURSES ABOUT PERFORMING CLINICAL BREAST EXAMINATIONS KÊNIA

Leia mais

O USO DE MEDICAÇÃO ANTI-HIPERTENSIVA NA GESTAÇÃO

O USO DE MEDICAÇÃO ANTI-HIPERTENSIVA NA GESTAÇÃO O USO DE MEDICAÇÃO ANTI-HIPERTENSIVA NA GESTAÇÃO LUSTOSA, L. S 1 ; MOREIRA, A. S 2 ; ABRANTES, M 3 ; FALCÃO, K. P. M 4 1 Bacharelando em Fisioterapia, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB,

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM GESTANTES NO MUNICÍPIO DE CASCAVEL

EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM GESTANTES NO MUNICÍPIO DE CASCAVEL EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM GESTANTES NO MUNICÍPIO DE CASCAVEL Thaís Vanessa Bugs 1 Camila Abatti Denise de Fátima Hoffmann Rigo Sebastião Caldeira RESUMO - Introdução: Tratando-se de Redes de Atenção à Saúde

Leia mais

EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL DO SERVIÇO DE ENFERMAGEM DA FUNDAÇÃO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DO PARÁ¹

EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL DO SERVIÇO DE ENFERMAGEM DA FUNDAÇÃO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DO PARÁ¹ ARTIGO ORIGINAL EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL DO SERVIÇO DE ENFERMAGEM DA FUNDAÇÃO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DO PARÁ¹ PERMANENT EDUCATION IN HEALTH IN DEVELOPMENT ORGANIZACIONAL

Leia mais

ANAIS DA 4ª MOSTRA DE TRABALHOS EM SAÚDE PÚBLICA 29 e 30 de novembro de 2010 Unioeste Campus de Cascavel ISSN 2176-4778

ANAIS DA 4ª MOSTRA DE TRABALHOS EM SAÚDE PÚBLICA 29 e 30 de novembro de 2010 Unioeste Campus de Cascavel ISSN 2176-4778 RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMO DE MÃE ADOLESCENTE: UM RELATO DE CASO AUTORES: Giovanna Carolina Guedes 1 Cláudia Silveira Viera Jéssica Chritina Acosta Kamila Lubenow Vanessa Rosseto RESUMO: INTRODUÇÃO: Anualmente

Leia mais

INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTES PORTADORES DE SEQÜELA DE AVE NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DE CUSTODÓPOLIS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ.

INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTES PORTADORES DE SEQÜELA DE AVE NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DE CUSTODÓPOLIS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ. 1 INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTES PORTADORES DE SEQÜELA DE AVE NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DE CUSTODÓPOLIS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ. MILENA ABUD TAVARES¹ ¹ Fisioterapeuta, aluna do curso

Leia mais

OS MÉTODOS PILATES E RPG NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA NA GRAVIDEZ: UMA REVISÃO DE LITERATURA

OS MÉTODOS PILATES E RPG NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA NA GRAVIDEZ: UMA REVISÃO DE LITERATURA 22 OS MÉTODOS PILATES E RPG NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA NA GRAVIDEZ: UMA REVISÃO DE LITERATURA Clarice Amarante Scipiao 1 Joelma Gomes da Silva 2 RESUMO O período gestacional, é marcado por profundas modificações

Leia mais

REDUZIR, REUTILAR E RECICLAR PAPEL

REDUZIR, REUTILAR E RECICLAR PAPEL 1 FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG FÁBIO PROVIN - 200711664 REDUZIR, REUTILAR E RECICLAR PAPEL CASCAVEL - FAG 2009 FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG FÁBIO PROVIN - 200711664 2 REDUZIR, REUTILAR E RECICLAR PAPEL

Leia mais

EXERCÍCIO FÍSICO NA GESTAÇÃO

EXERCÍCIO FÍSICO NA GESTAÇÃO EXERCÍCIO FÍSICO NA GESTAÇÃO Artigo de Revisão SANTOS, Sione Cordeiro Discente do Curso de Graduação de Educação Física Bacharelado da Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva (FAIT) Itapeva.

Leia mais

Isabela Ferreira da Costa. Benefícios do Método Pilates na Gestação

Isabela Ferreira da Costa. Benefícios do Método Pilates na Gestação Isabela Ferreira da Costa Benefícios do Método Pilates na Gestação Londrina 2011 Isabela Ferreira da Costa Benefícios do Método Pilates na Gestação Monografia apresentada ao Curso de Especialização, em

Leia mais

O modelo lógico para um protocolo de atendimento à gestante. Gabriele dos Anjos e Isabel Rückert - FEE

O modelo lógico para um protocolo de atendimento à gestante. Gabriele dos Anjos e Isabel Rückert - FEE O modelo lógico para um protocolo de atendimento à gestante Gabriele dos Anjos e Isabel Rückert - FEE Apresentar os resultados da elaboração do modelo lógico para uma política de saúde. Trata-se da iniciativa

Leia mais

Graduada em Nutrição pela UFPE Especializanda em Saúde Coletiva e Sociedade do IBPEX/FACINTER walmafra@oi.com.br

Graduada em Nutrição pela UFPE Especializanda em Saúde Coletiva e Sociedade do IBPEX/FACINTER walmafra@oi.com.br MORTALIDADE MATERNA POR PRÉ-ECLAMPSIA/ECLAMPSIA: RECIFE, 1998 A 2006. Waléria Solange Mafra Santana Leite 1 ; Maria de Fátima Fernandes Alves 2 ; Sormani Soares de Souza 3 Introdução: A classificação Internacional

Leia mais

INCLUSÃO SOCIAL E A POLÍTICA PÚBLICA DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS (SCFV).

INCLUSÃO SOCIAL E A POLÍTICA PÚBLICA DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS (SCFV). INCLUSÃO SOCIAL E A POLÍTICA PÚBLICA DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS (SCFV). Maria Mabel Nunes de Morais; Raiany Augusto Carvalho; Samara Pereira de Sousa; Édja Larissa Simão de Lacerda; Maria

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO NUTRICIONISTA NO SUS E PSF

A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO NUTRICIONISTA NO SUS E PSF 11 A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO NUTRICIONISTA NO SUS E PSF Marceli Almeida Mendonça¹, Renata Chequer de Souza¹, Simone Angélica Meneses Torres¹, Rosilene Cardoso Barbosa Monteiro 2, Glauce Dias da Costa

Leia mais

PERFIL DO CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOBRE A FIBROMIALGIA

PERFIL DO CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOBRE A FIBROMIALGIA PERFIL DO CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOBRE A FIBROMIALGIA INTRODUÇÃO MARIANA BLEYER DE FARIA HEILIANE DE BRITO FONTANA MARCELO BITTENCOURT NEIVA DE LIMA Universidade do Estado de

Leia mais

Que tal dar um up em seu visual e melhorar sua auto-estima? Promover sua saúde sem o cigarro aproveitando os sabores da vida e recuperar seu fôlego?

Que tal dar um up em seu visual e melhorar sua auto-estima? Promover sua saúde sem o cigarro aproveitando os sabores da vida e recuperar seu fôlego? Você que está tentando largar o vício do cigarro e não consegue encontrar forças para se livrar desse mal. Anda sentindo dores nas costas, cansaço e/ou inchaço nas pernas, problemas com acnes ou querendo

Leia mais

Ginástica Tradicional e Gravidez mostra o vínculo entre GINÁSTICA TRADICIONAL E GRAVIDEZ

Ginástica Tradicional e Gravidez mostra o vínculo entre GINÁSTICA TRADICIONAL E GRAVIDEZ GINÁSTICA TRADICIONAL E GRAVIDEZ MARISA GUIMARÃES DE MELO, WALDEMAR NAVES DO AMARAL Resumo: o objetivo deste artigo é mostrar como os exercícios físicos da Ginástica Tradicional, nas suas diversas modalidades,

Leia mais

FISIOTERAPIA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES POR MEIO DE ATIVIDADES DE PROMOÇÃO, PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA SAÚDE

FISIOTERAPIA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES POR MEIO DE ATIVIDADES DE PROMOÇÃO, PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA SAÚDE FISIOTERAPIA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES POR MEIO DE ATIVIDADES DE PROMOÇÃO, PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA SAÚDE GERMANO¹, Cristina de Fátima Martins; LEMOS², Moema Teixeira Maia; LIMA 3, Vânia Cristina Lucena;

Leia mais

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE Adriele Albertina da Silva Universidade Federal de Pernambuco, adrielealbertina18@gmail.com Nathali Gomes

Leia mais

Paridade. puerperais Não 24 45,3. neonatal Não 34 63,0 19 35,8 29 54,7

Paridade. puerperais Não 24 45,3. neonatal Não 34 63,0 19 35,8 29 54,7 PERCEPÇÃO DA PUÉRPERA EM RELAÇÃO À ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Viana, J.C 1 ; Mota, L.L 2 ; Corrêa, A.L³; Perroni, C. A. 4 jamilli-viana@bol.com.br; lidiener @hotmail.com.br;

Leia mais

PROJETO DIABETES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

PROJETO DIABETES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROJETO DIABETES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Patrick Pedreira Silva patrick.silva@usc.br Universidade Sagrado Coração, Centro de Ciências Exatas

Leia mais

A Organização da Atenção Nutricional: enfrentando a obesidade

A Organização da Atenção Nutricional: enfrentando a obesidade A Organização da Atenção Nutricional: enfrentando a obesidade Introdução Há cerca de 20 anos, a Secretaria de Saúde de um grande município começou a desenvolver e implantar iniciativas relacionadas à Alimentação

Leia mais

PERFIL DE ESCOLAS DO ENSINO FUNDAMENTAL DO CICLO II A RESPEITO DO USO DE RECURSOS DE INFORMÁTICA PELO PROFESSOR PARA AUXÍLIO DA APRENDIZAGEM DO ALUNO

PERFIL DE ESCOLAS DO ENSINO FUNDAMENTAL DO CICLO II A RESPEITO DO USO DE RECURSOS DE INFORMÁTICA PELO PROFESSOR PARA AUXÍLIO DA APRENDIZAGEM DO ALUNO REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - ISSN 1807-1872 P UBLICAÇÃO C IENTÍFICA DA F ACULDADE DE C IÊNCIAS J URÍDICAS E G ERENCIAIS DE G ARÇA/FAEG A NO II, NÚMERO, 03, AGOSTO DE 2005.

Leia mais

PERFIL EMPREENDEDOR DOS APICULTORES DO MUNICIPIO DE PRUDENTÓPOLIS

PERFIL EMPREENDEDOR DOS APICULTORES DO MUNICIPIO DE PRUDENTÓPOLIS PERFIL EMPREENDEDOR DOS APICULTORES DO MUNICIPIO DE PRUDENTÓPOLIS Elvis Fabio Roman (Bolsista programa universidade sem fronteiras/projeto associativismo apícola no município de Prudentópolis), e-mail:

Leia mais

TRABALHANDO COM GRUPOS: UMA EXPERIÊNCIA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL COM MULHERES GRÁVIDAS. 1. SOBRE GRAVIDEZ E O TRABALHO COM GRUPOS EM SAÚDE MENTAL.

TRABALHANDO COM GRUPOS: UMA EXPERIÊNCIA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL COM MULHERES GRÁVIDAS. 1. SOBRE GRAVIDEZ E O TRABALHO COM GRUPOS EM SAÚDE MENTAL. TRABALHANDO COM GRUPOS: UMA EXPERIÊNCIA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL COM MULHERES GRÁVIDAS. Raiza Barros de Figuerêdo (raizafigueredo@gmail.com) Karina Pontes Santos Lima (karypontes@hotmail.com) Maria

Leia mais

Palavras-Chave: Técnicas de Avaliação, Ensino e Energia Elétrica.

Palavras-Chave: Técnicas de Avaliação, Ensino e Energia Elétrica. TÉCNICA DE AVALIAÇÃO DIFERENCIADA EM DISCIPLINA DE GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA ELÉTRICA UMA EXPERIÊNCIA COM A DISCIPLINA ENERGIA, MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE. Clayton Morales, Engº - clayton@pea.usp.br

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO Rothchild Sousa de Morais Carvalho Filho 1 Naiana Machado Pontes 2 Laiane Viana de Andrade 2 Antonio

Leia mais

RELAÇÃO DA CONDIÇÃO SOCIOECONÔMICA DE GESTANTES E SEUS HÁBITOS ALIMENTARES E POSSÍVEL INFLUÊNCIA NO PESO AO NASCER

RELAÇÃO DA CONDIÇÃO SOCIOECONÔMICA DE GESTANTES E SEUS HÁBITOS ALIMENTARES E POSSÍVEL INFLUÊNCIA NO PESO AO NASCER ISBN 978-85-61091-05-7 EPCC VI EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 RELAÇÃO DA CONDIÇÃO SOCIOECONÔMICA DE GESTANTES E SEUS HÁBITOS ALIMENTARES E POSSÍVEL

Leia mais

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PREVENTIVOS PARA O ENVELHECER SAUDÁVEL E ATIVO

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PREVENTIVOS PARA O ENVELHECER SAUDÁVEL E ATIVO TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PREVENTIVOS PARA O ENVELHECER SAUDÁVEL E ATIVO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: SERVIÇO SOCIAL INSTITUIÇÃO: FACULDADES INTEGRADAS DE BOTUCATU

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Amamentação. Educação em Saúde. Enfermagem. Traumas Mamários

PALAVRAS-CHAVE Amamentação. Educação em Saúde. Enfermagem. Traumas Mamários 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA INFLUÊNCIA DA ESCOLARIDADE NOS TRAUMAS

Leia mais

PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO

PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO 1322 PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO Janyelle Silva Mendes¹;Juliana Alves Leite Leal² 1. Graduanda do Curso de Enfermagem,

Leia mais

SER MONITOR: APRENDER ENSINANDO

SER MONITOR: APRENDER ENSINANDO SER MONITOR: APRENDER ENSINANDO Vanessa Torres dos Santos (vanessa.torres@live.com)¹ Emelynne Gabrielly de Oliveira Santos (nellynha_15@hotmail.com)¹ Izaac Batista Lima (izaac-15@hotmail.com)¹ Marília

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto de elaboração de meios para a integração da assistência à gestação, parto, puerpério e puericultura

Mostra de Projetos 2011. Projeto de elaboração de meios para a integração da assistência à gestação, parto, puerpério e puericultura Mostra de Projetos 2011 Projeto de elaboração de meios para a integração da assistência à gestação, parto, puerpério e puericultura Mostra Local de: Umuarama Categoria do projeto: I - Projetos em implantação,

Leia mais

Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos

Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos Fernanda Diniz de Sá 1, Leonildo Santos do Nascimento Júnior, Daniele Nascimento dos Santos, Magdalena Muryelle Silva Brilhante (UFRN

Leia mais

FORMAÇÃO DO PROFESSOR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA FACE À INCLUSÃO DO ALUNO COM DEFICIÊNCIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR DE ALAGOAS

FORMAÇÃO DO PROFESSOR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA FACE À INCLUSÃO DO ALUNO COM DEFICIÊNCIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR DE ALAGOAS FORMAÇÃO DO PROFESSOR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA FACE À INCLUSÃO DO ALUNO COM DEFICIÊNCIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR DE ALAGOAS Francine de Fátima Lima Batista 1 ; Soraya Dayanna Guimarães Santos 2 ; Neiza

Leia mais

EDUCAÇÃO FISÍCA ESCOLAR: INCLUSÃO / EXCLUSÃO DOS DEFICIENTES FÍSICOS MOTORES 1

EDUCAÇÃO FISÍCA ESCOLAR: INCLUSÃO / EXCLUSÃO DOS DEFICIENTES FÍSICOS MOTORES 1 EDUCAÇÃO FISÍCA ESCOLAR: INCLUSÃO / EXCLUSÃO DOS DEFICIENTES FÍSICOS MOTORES 1 Vitor Mário Girdwood 1 Marcela Mota Freitas 2 1 Graduando em Educação Física pela Faculdade UNIME 2 Docente da Faculdade de

Leia mais

UM MODELO PARA AVALIAÇÃO DE PRÉ-REQUISITOS ENTRE DISCIPLINAS DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UM MODELO PARA AVALIAÇÃO DE PRÉ-REQUISITOS ENTRE DISCIPLINAS DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UM MODELO PARA AVALIAÇÃO DE PRÉ-REQUISITOS ENTRE DISCIPLINAS DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Julio C.B. Silva julio.barcellos@area1.br Catiane M. de Carvalho - catiane.mc@pop.com.br Carolina L. B. Cajazeira

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE: CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ARACAJU

EDUCAÇÃO FÍSICA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE: CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ARACAJU MARCONE CONCEIÇÃO DE OLIVEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE: CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ARACAJU Orientador: Leonardo Rocha Universidade Lusófona de Humanidades e

Leia mais

Situação do papel do fisioterapeuta nas unidades públicas de saúde enquanto integrante da equipe multiprofissional no município de Jataí-GO.

Situação do papel do fisioterapeuta nas unidades públicas de saúde enquanto integrante da equipe multiprofissional no município de Jataí-GO. Situação do papel do fisioterapeuta nas unidades públicas de saúde enquanto integrante da equipe multiprofissional no município de Jataí-GO. ASSIS, Thaís Rocha; FERREIRA, Walkyria Silva; REIS, Silênio

Leia mais

O PROCESSO DE INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIAS NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS, ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISES E PERSPECTIVAS

O PROCESSO DE INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIAS NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS, ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISES E PERSPECTIVAS O PROCESSO DE INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIAS NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS, ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISES E PERSPECTIVAS Mirian Vieira Batista Dias Universidade Federal de São Carlos/Secretaria

Leia mais

FISIOTERAPIA PREVENTIVA APLICADA AO SURF: A SUA IMPORTÂNCIA NA REDUÇÃO DO NÚMERO DE LESÕES E NA MELHORIA DO DESEMPENHO DO ATLETA

FISIOTERAPIA PREVENTIVA APLICADA AO SURF: A SUA IMPORTÂNCIA NA REDUÇÃO DO NÚMERO DE LESÕES E NA MELHORIA DO DESEMPENHO DO ATLETA FISIOTERAPIA PREVENTIVA APLICADA AO SURF: A SUA IMPORTÂNCIA NA REDUÇÃO DO NÚMERO DE LESÕES E NA MELHORIA DO DESEMPENHO DO ATLETA,, Escola Superior de Saúde Jean Piaget / Algarve, Instituto Piaget Fisiorider:

Leia mais

DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS

DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS Coordenadoras: Karla da Costa Seabra (Universidade do Estado do Rio de Janeiro / Faculdade de Educação) Susana Engelhard Nogueira (Instituto Federal

Leia mais

AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT): UMA AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA

AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT): UMA AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT):

Leia mais

Filosofia de trabalho e missões

Filosofia de trabalho e missões Filosofia de trabalho e missões As atividades de ensino e assistência na UTI Neonatal do Hospital São Paulo, Hospital Universitário da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (HPS-EPM/Unifesp),

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ÉTICA PARA O ENGENHEIRO AGRÔNOMO NO OESTE DO PARANÁ

A IMPORTÂNCIA DA ÉTICA PARA O ENGENHEIRO AGRÔNOMO NO OESTE DO PARANÁ A IMPORTÂNCIA DA ÉTICA PARA O ENGENHEIRO AGRÔNOMO NO OESTE DO PARANÁ RESUMO CHIES, Anderson Fabio 1 LOCATELLI, Odair Marcelo 1 MOREIRA, Renato 1 INAGAKI, Thiago Noboru 1 SIMONETTI, Ana Paula Moraes Mourão

Leia mais

ANÁLISE DAS ATIVIDADES DE RACIOCÍNIO LÓGICO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

ANÁLISE DAS ATIVIDADES DE RACIOCÍNIO LÓGICO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANÁLISE DAS ATIVIDADES DE RACIOCÍNIO LÓGICO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Mateus David Finco RESUMO Neste trabalho é apresentada uma análise das atividades de raciocínio lógico em aulas de Educação Física,

Leia mais

SAÚDE BUCAL NOS IDOSOS DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA

SAÚDE BUCAL NOS IDOSOS DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA 1 SAÚDE BUCAL NOS IDOSOS DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Elazi Gomes de Oliveira Chacar Lima 1 1 Cirurgiã-Dentista aluna do Curso de Pós-Graduação em Saúde da Família da Faculdade de Medicina de Campos RESUMO

Leia mais

PONTO DE VISTA DOS PAIS EM RELAÇÃO A SUA PRESENÇA DURANTE O ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DE SEUS FILHOS

PONTO DE VISTA DOS PAIS EM RELAÇÃO A SUA PRESENÇA DURANTE O ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DE SEUS FILHOS PONTO DE VISTA DOS PAIS EM RELAÇÃO A SUA PRESENÇA DURANTE O ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DE SEUS FILHOS 1 Professora e pesquisadora do grupo Atenção à Saúde Individual e Coletiva, do curso de Odontologia da

Leia mais

AÇÕES MÊS DA MULHER 2015 UNIDADE DE SAÚDE AÇÕES A SEREM REALIZADAS DATA

AÇÕES MÊS DA MULHER 2015 UNIDADE DE SAÚDE AÇÕES A SEREM REALIZADAS DATA AÇÕES MÊS DA MULHER 2015 UNIDADE DE SAÚDE AÇÕES A SEREM REALIZADAS DATA US FONTE GRANDE US BONFIM Atendimento à Mulher na Unidade Palestras educativas e ações relacionadas à auto-estima Orientações sobre

Leia mais

O RESULTADO GENÉTICO INCONCLUSIVO PODE DIFICULTAR O DIAGNÓSTICO E A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

O RESULTADO GENÉTICO INCONCLUSIVO PODE DIFICULTAR O DIAGNÓSTICO E A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA O RESULTADO GENÉTICO INCONCLUSIVO PODE DIFICULTAR O DIAGNÓSTICO E A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Renata Grossi Yuri Lelis Rafael Jessica Cristina Eurich Thais Conceição Silva Wagner José Martins

Leia mais

LABORE Laboratório de Estudos Contemporâneos POLÊM!CA Revista Eletrônica A PERCEPÇÃO DA TERCEIRA IDADE SOBRE USO DE AUTOATENDIMENTO BANCÁRIO

LABORE Laboratório de Estudos Contemporâneos POLÊM!CA Revista Eletrônica A PERCEPÇÃO DA TERCEIRA IDADE SOBRE USO DE AUTOATENDIMENTO BANCÁRIO 92 A PERCEPÇÃO DA TERCEIRA IDADE SOBRE USO DE AUTOATENDIMENTO BANCÁRIO HERDY DE ALMEIDA Graduando Administração pela Unisuam ELAINE BORIN Professora Adjunta da UERJ e colaboradora do mestrado em desenvolvimento

Leia mais

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA.

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. TORREZANI, Samuel Paulo 1 PAZINATO, Mateus Francisco 2 TRINDADE, Flavio Hubner 3 NEVES, Bianca Pereira das 4 RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

DIÁLOGO COM A CULTURA A PARTIR DO ENSINO SOBRE FITOTERAPIA PARA ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM DE FACULDADES PARTICULARES

DIÁLOGO COM A CULTURA A PARTIR DO ENSINO SOBRE FITOTERAPIA PARA ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM DE FACULDADES PARTICULARES DIÁLOGO COM A CULTURA A PARTIR DO ENSINO SOBRE FITOTERAPIA PARA ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM DE FACULDADES PARTICULARES Karla Lourrana Cavalcante Pontes (1); Maria Janielly de Oliveira Costa Alves (2); Mayrla

Leia mais

EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA

EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA Maria Lucia Ziroldo 1 ; Mateus Dias Antunes 2 ; Daniela Saldanha Wittig 3 ; Sonia Maria Marques Gomes Bertolini 4 RESUMO: A dor lombar é uma das

Leia mais

ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL

ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL RELAÇÃO DA ETNIA COM A HIPERTENSÃO ARTERIAL EM PACIENTES RESGISTRADOS NO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE HIPERTENSOS E DIABÉTICOS

Leia mais

Pesquisa de Impacto Social. Aprendizagem COMBEMI

Pesquisa de Impacto Social. Aprendizagem COMBEMI Pesquisa de Impacto Social Aprendizagem COMBEMI Pesquisa de Impacto Social Jovem Aprendiz COMBEMI Total de pesquisa aplicada: 33 (trinta e três) Metodologia da pesquisa: A pesquisa aplicada foi a Pesquisa

Leia mais

PERFIL DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA QUE ATUAM EM ACADEMIAS DE MUSCULAÇÃO NA REGIÃO CENTRAL DA CIDADE DE CRICIÚMA/SC

PERFIL DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA QUE ATUAM EM ACADEMIAS DE MUSCULAÇÃO NA REGIÃO CENTRAL DA CIDADE DE CRICIÚMA/SC PERFIL DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA QUE ATUAM EM ACADEMIAS DE MUSCULAÇÃO NA REGIÃO CENTRAL DA CIDADE DE CRICIÚMA/SC Rodrigo de Rosso Krug (Especialista em Ciência do Movimento Humano /UNICRUZ e

Leia mais

PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO

PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO Elidiane dos Santos CIRILO¹, Emilly Maria de Lima OLIVEIRA¹, Fábio José Targino

Leia mais

TÍTULO: A INSERÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA (NASF): VISÃO DOS PROFISSIONAIS

TÍTULO: A INSERÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA (NASF): VISÃO DOS PROFISSIONAIS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: A INSERÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA (NASF):

Leia mais

A RELEVÂNCIA DO ENFERMEIRO NO CUIDADO AO PORTADOR DE FERIDAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1

A RELEVÂNCIA DO ENFERMEIRO NO CUIDADO AO PORTADOR DE FERIDAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 A RELEVÂNCIA DO ENFERMEIRO NO CUIDADO AO PORTADOR DE FERIDAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 BORDIGNON, Juliana Silveira 2 ; DONADUZZI, Daiany Saldanha da Silveira 3 ; SANTOS; Juniara Dias dos 4, FERREIRA, Emanuelli

Leia mais

Quinta-feira, 08.09.11

Quinta-feira, 08.09.11 Quinta-feira, 08.09.11 Veja os destaques de hoje e do feriado: 1. 1º FormaGoiás 2. Programa Bolsa Universitária 3. Artigo: Goiás, de maria-fumaça a trem-bala 4. Valéria Perillo será patronesse do Goiânia

Leia mais

SEMINÁRIO SÔBRE SUPERVISÃO EM ENFERMAGEM (1)

SEMINÁRIO SÔBRE SUPERVISÃO EM ENFERMAGEM (1) SEMINÁRIO SÔBRE SUPERVISÃO EM ENFERMAGEM (1) Odete Barros de ANDRADE (2) Nilce PIVA (2) ANDRADE, O. B. de & PIVA, N. Seminário sôbre supervisão em enfermagem. Rev. Saúde públ., S. Paulo, 3(2): 233-241,

Leia mais

Apoio matricial cuidado e prevenção em saúde mental na cidade de Armação dos Búzios: um olhar sócioantropológico

Apoio matricial cuidado e prevenção em saúde mental na cidade de Armação dos Búzios: um olhar sócioantropológico 488 COMUNICAÇÕES DE PESQUISA Apoio matricial cuidado e prevenção em saúde mental na cidade de Armação dos Búzios: um olhar sócioantropológico Maria do Socorro Malatesta Freitas Psicóloga, Mestre em Sociologia

Leia mais

ANÁLISE DO CONHECIMENTO DOS MORADORES DE SÃO VICENTE SOBRE A CASA MARTIM AFONSO EDRIA ESTEVES FREIRE 1

ANÁLISE DO CONHECIMENTO DOS MORADORES DE SÃO VICENTE SOBRE A CASA MARTIM AFONSO EDRIA ESTEVES FREIRE 1 Revista Ceciliana. Maio de 2012. Número Especial: Patrimônio Cultural Memória e Preservação. - Universidade Santa Cecília Disponível online em http://www.unisanta.br/revistaceciliana ANÁLISE DO CONHECIMENTO

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS E FORMAÇÃO INTEGRADA CEAFI ANA PAULA DE LIMA PORTO OS BENEFÍCIOS DA HIDROTERAPIA NO PERÍODO GESTACIONAL.

CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS E FORMAÇÃO INTEGRADA CEAFI ANA PAULA DE LIMA PORTO OS BENEFÍCIOS DA HIDROTERAPIA NO PERÍODO GESTACIONAL. 1 CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS E FORMAÇÃO INTEGRADA CEAFI ANA PAULA DE LIMA PORTO OS BENEFÍCIOS DA HIDROTERAPIA NO PERÍODO GESTACIONAL. Goiânia GO 2012 2 Ana Paula de Lima Porto Os benefícios da hidroterapia

Leia mais

A INSERÇÃO DA FISIOTERAPIA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM SOBRAL/CE

A INSERÇÃO DA FISIOTERAPIA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM SOBRAL/CE A INSERÇÃO DA FISIOTERAPIA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM SOBRAL/CE Physiotherapy Insertion in the Family Health Strategy in Sobral CE Francy Webster de Andrade Pereira Fisioterapeuta. Especialista

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA Tamara Nomura NOZAWA 1 Telma Lúcia Aglio GARCIA 2 Edmárcia Fidelis ROCHA

Leia mais

Audição musical e desempenho motor: análise da percepção de idosos

Audição musical e desempenho motor: análise da percepção de idosos out. nov. dez. l 2009 l A X, º 59 l 357-61 I GRAÇÃ 357 Audição musical e desempenho motor: análise da percepção de idosos etiene farias macedo*; willian ulisses onorio*; maria luiza de jesus miranda**

Leia mais

II SEMINÁRIO SOBRE COMPLEXO INDUSTRIAL DA SAÚDE

II SEMINÁRIO SOBRE COMPLEXO INDUSTRIAL DA SAÚDE II SEMINÁRIO SOBRE COMPLEXO INDUSTRIAL DA SAÚDE ASSISTÊNCIA OBSTETRÍCA: ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL E AO PARTO ULTRA-SONOGRAFIA E O MONITORAMENTO DO PARTO JACOB ARKADER EXPECTATIVA DE VIDA Mulheres 71,97 64,33

Leia mais

Análise curricular dos cursos de pós-graduação em Pilates do Brasil. Academic Analysis of post-graduate Pilates Brazil

Análise curricular dos cursos de pós-graduação em Pilates do Brasil. Academic Analysis of post-graduate Pilates Brazil Artigo Original Análise curricular dos cursos de pós-graduação em Pilates do Brasil Academic Analysis of post-graduate Pilates Brazil Keila Maria Alves da Cunha 1, Cristina Aparecida Neves Ribeiro 2 Resumo

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO EM NUTRIÇÃO DE GESTANTES ATENDIDAS PELA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) DA CIDADE DE PARÁ DE MINAS MG

AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO EM NUTRIÇÃO DE GESTANTES ATENDIDAS PELA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) DA CIDADE DE PARÁ DE MINAS MG SynThesis Revista Digital FAPAM, Pará de Minas, v.1, n.1, 318-327, out. 2009 www.fapam.edu.br/revista 318 AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO EM NUTRIÇÃO DE GESTANTES ATENDIDAS PELA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL Alessandra Prado de Souza, Ana Eliza Gonçalves Santos, Jaciara Nazareth Campos Palma, Karine Aparecida Silvério, Leonardo Ferreira, Matheus

Leia mais

A evolução e distribuição social da doença no Brasil

A evolução e distribuição social da doença no Brasil A evolução e distribuição social da doença no Brasil Por Ana Maria de Brito Qualquer epidemia é o resultado de uma construção social, conseqüência do aparecimento de uma doença com características biomédicas,

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE ALTERAÇÕES DE EQUILÍBRIO E A QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS

A RELAÇÃO ENTRE ALTERAÇÕES DE EQUILÍBRIO E A QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS A RELAÇÃO ENTRE ALTERAÇÕES DE EQUILÍBRIO E A QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS Autor José André Ramos Gouveia; Orientadora: Isabella Dantas da Silva; Co-autores: Lorena Maria Brito Neves Pereira; Gabriela Brasileiro

Leia mais

ESTUDO DAS PARASITOSES INTESTINAIS EM ALUNOS DA 5ª SÉRIE DO COLÉGIO DA POLICIA MILITAR (CPM) DE FEIRA DE SANTANA-BAHIA 3

ESTUDO DAS PARASITOSES INTESTINAIS EM ALUNOS DA 5ª SÉRIE DO COLÉGIO DA POLICIA MILITAR (CPM) DE FEIRA DE SANTANA-BAHIA 3 1 ESTUDO DAS PARASITOSES INTESTINAIS EM ALUNOS DA 5ª SÉRIE DO COLÉGIO DA POLICIA MILITAR (CPM) DE FEIRA DE SANTANA-BAHIA 3 Alcione Assunção Correia Danusa Sampaio Brandão Lycia Bárbara Ribeiro 4 RESUMO:

Leia mais

UMA ANÁLISE SOCIAL DO PERFIL DOS DISCENTES DE CURSOS ONLINE DO PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS DO SENAI

UMA ANÁLISE SOCIAL DO PERFIL DOS DISCENTES DE CURSOS ONLINE DO PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS DO SENAI UMA ANÁLISE SOCIAL DO PERFIL DOS DISCENTES DE CURSOS ONLINE DO PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS DO SENAI Salvador BA 05/2011 Elson Cardoso Siquara SENAI-BA elsoncs@fieb.org.br Fábio Britto de Carvalho

Leia mais

PARA ALÉM DOS ESTEREÓTIPOS : RELATOS DE USUÁRIOS DE CRACK 1

PARA ALÉM DOS ESTEREÓTIPOS : RELATOS DE USUÁRIOS DE CRACK 1 PARA ALÉM DOS ESTEREÓTIPOS : RELATOS DE USUÁRIOS DE CRACK 1 GIL, Bruna; BOTTON, Andressa 3 1 Trabalho de Pesquisa _UNIFRA 2 Psicóloga, formada pelo Centro Universitário Franciscano (UNIFRA), Santa Maria,

Leia mais

A PRÁTICA DA TERAPIA OCUPACIONAL NA ESTIMULAÇÃO COGNITIVA DE IDOSOS QUE FREQUENTAM CENTRO DE CONVIVÊNCIA.

A PRÁTICA DA TERAPIA OCUPACIONAL NA ESTIMULAÇÃO COGNITIVA DE IDOSOS QUE FREQUENTAM CENTRO DE CONVIVÊNCIA. A PRÁTICA DA TERAPIA OCUPACIONAL NA ESTIMULAÇÃO COGNITIVA DE IDOSOS QUE FREQUENTAM CENTRO DE CONVIVÊNCIA. MEDEIROS 1, Halessandra; MORAES 2, Berla; PEDROSA 3, Mayra; RIBEIRO 4, Lys. RESUMO Este estudo

Leia mais

Trabalhando Matemática: percepções contemporâneas

Trabalhando Matemática: percepções contemporâneas Perfil dos alunos do Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT) da Universidade Federal de Campina Grande RESUMO Este artigo tem como objetivo descrever o perfil dos alunos do Mestrado

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA

PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA 1) Justificativa Os estágios, curriculares ou não, têm a finalidade de proporcionar a complementação da formação universitária e constam de atividades de prática

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

MODELO FORMATIVO Curso. Manhã - 09:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 18:00

MODELO FORMATIVO Curso. Manhã - 09:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 18:00 PREPARAçãO PARA O NASCIMENTO: PRé PARTO (NOV 2015) - COIMBRA Preparação para o Nascimento: Pré-Parto, construído por Maria João A uma das maiores referências na área da Preparação para o Nascimento e formar,

Leia mais

ATENÇÃO PRIMÁRIA (SAÚDE COLETIVA, PROMOÇÃO DA SAÚDE E SEMELHANTES)

ATENÇÃO PRIMÁRIA (SAÚDE COLETIVA, PROMOÇÃO DA SAÚDE E SEMELHANTES) ATENÇÃO PRIMÁRIA (SAÚDE COLETIVA, PROMOÇÃO DA SAÚDE E SEMELHANTES) ID: 102 A PREVENÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE ENTRE CRIANÇAS POR MEIO DA RISOTERAPIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA Profa. Esp. Andréa Savietto (UNIANCHIETA)

Leia mais

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO CENTRO UNIVERSITÁRIO FIEO Osasco 2009 MARLI DA COSTA RAMOS

Leia mais

ESTIMULANDO A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS E BONS HÁBITOS ALIMENTARES EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE ESCOLAS PÚBLICAS

ESTIMULANDO A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS E BONS HÁBITOS ALIMENTARES EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE ESCOLAS PÚBLICAS ESTIMULANDO A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS E BONS HÁBITOS ALIMENTARES EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE ESCOLAS PÚBLICAS SILVA 1,Sabrina RadamesFerreira MASSA 2, Joquebéde Barbosa OLIVEIRA 2, Anderson Juliano

Leia mais

PROGRAMA: GRAVIDEZ SAUDÁVEL, PARTO HUMANIZADO

PROGRAMA: GRAVIDEZ SAUDÁVEL, PARTO HUMANIZADO PROGRAMA: GRAVIDEZ SAUDÁVEL, PARTO HUMANIZADO BOM PROGRESSO- RS 2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM PROGRESSO Administração: Armindo Heinle CNPJ. 94726353/0001-17 End. Av. Castelo Branco, n 658 Centro CEP:

Leia mais

TEMAS ABORDADOS NA EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O ENSINO MÉDIO

TEMAS ABORDADOS NA EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O ENSINO MÉDIO TEMAS ABORDADOS NA EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O ENSINO MÉDIO (BOARDED SUBJECTS IN THE PHYSICAL EDUCATION FOR HIGH SCHOOL) Andreia Cristina Metzner 1 ; Juliana da Silva 2 1 Bebedouro SP acmetzner@hotmail.com

Leia mais