Novos Mercados Encontro de Sectores

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Novos Mercados Encontro de Sectores"

Transcrição

1 OS TEMAS O DEBATE O FÓRUM DE EXCELÊNCIA 8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA Centro de Congressos Univ. Católica Novos Mercados Encontro de Sectores ALTO PATROCÍNIO ORGANIZAÇÃO PARCEIRO Uma publicação: O jornal de negócios do ambiente e energia PATROCÍNIOS APOIOS

2 APRESENTAÇÃO Este ano, a 6.ª Expo Energia promove o encontro de NOVOS MERCADOS de energia e de DIFERENTES SEC- TORES, com prioridades comuns e oportunidades crescentes, que se conjugam num mercado cada vez mais transversal. Estarão em destaque no Internacional da Energia novos mercados além fronteiras, num momento exclusivo de intercâmbio de conhecimentos e soluções empresariais entre Portugal e os países convidados. Países que se viram actualmente para fontes de energia como o gás natural ou as renováveis, nas quais Portugal assume uma posição de destaque internacional. Ao longo de três dias este será também o ponto de encontro de diferentes sectores, como os Serviços Energéticos, a Energia Solar, a Bioenergia, as Smart Cities, a Energia na Indústria e nas Infra-estruturas de Água e de Resíduos, que, pela sua emergência, constituem uma oportunidade de negócio e de dinamização do mercado, fundamental no novo contexto político e económico. O local de encontro dos principais especialistas e projectos de energia em Portugal CONSELHO CONSULTIVO Alexandre Fernandes Aníbal Santos António Costa e Silva António Vidigal João Nuno Mendes José Basílio Simões Paulo Ferrão Teresa Ponce de Leão Tiago Neves Vítor Santos Director-Geral, Agência para a Energia, ADENE Administrador, Redes Energéticas Nacionais (REN SGPS), Professor, Universidade Católica Portuguesa Presidente, Partex - Oil and Gas Director-Presidente, EDP Inovação, Portugal Director, Departamento de Inovação, Desenvolvimento e Sustentabilidade, Galp Energia CEO, ISA Intelligent Sensing Anywhere Director Nacional, Programa MIT Portugal Presidente, Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) Economista Presidente, Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) AGENDA DO ENCONTRO ANUAL DA ENERGIA NOVEMBRO DE 2011 DIA 8 DIA 9 DIA 10 PERMANENTE TARDE MANHÃ INTERNACIONAL DA ENERGIA INTERNACIONAL DA ENERGIA INTERNACIONAL DA ENERGIA INTERNACIONAL DA ENERGIA Seminário ACORDOS VOLUNTÁRIOS E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA SOLAR Encontros MATCHMAKING Espaço EMPRESAS Encontros B2B Encontros B2B Reserve já o espaço da sua empresa SERVIÇOS ENERGÉTICOS, EFICIÊNCIA E CLIMATIZAÇÃO SERVIÇOS ENERGÉTICOS, EFICIÊNCIA E CLIMATIZAÇÃO BREAKOUT CONFERENCE BIOENERGIA

3 6.ª Expo Energia EXPO ENERGIA 2011: REAFIRMAR UM CAMINHO João Belo Director-Geral Grupo About Media Como alguns poucos portugueses prognosticaram há alguns anos, Portugal seria obrigado a mudar de vida, mais cedo ou mais tarde. Acabou por ser mais cedo por causa da crise internacional. Desde que entrámos na Comunidade Europeia passámos a viver muito acima das nossas possibilidades com o dinheiro que nos entregaram. Com total ausência de visão estratégica ninguém se interessou por pensar o País ou se preocupou em definir e concretizar duas ou três ideias que nos permitissem sonhar com o nosso futuro económico. E não foi por falta de recomendações. Cedo nos alertaram para a necessidade de nos tornarmos competitivos. Nesta matéria, de ausência de pensamento e estratégia para Portugal, não há inocentes. O actual Governo tem pela frente uma tarefa colossal, efectivamente tem de arrumar a casa. Um exercício que pela sua natureza pode significar que finalmente vamos pensar no nosso futuro, porque arrumar implica determinar espaços e prioridades para as coisas. A nossa casa precisa de ser arrumada e devemos saber atribuir o espaço que damos a cada coisa. Fosse apenas pelo caminho percorrido, valia a pena só por si, agarrar com as duas mãos o Sector Energético Nacional. Mas há fortes e bons motivos para o fazer. Desde logo, o problema da nossa dependência do petróleo que desequilibra a balança das nossas transacções com o exterior. No nosso caso, apostar em fontes de energia endógenas é apostar em tecnologias limpas e os pioneiros estarão amanhã em vantagem. Se o mundo enfrenta uma crise financeira, também enfrenta uma crise climática e a opção verde é uma resposta dois em um : uma alavanca para a economia, cria riqueza e emprego, e uma resposta aos nossos compromissos em matéria de combate às alterações climáticas e protecção dos recursos naturais. Agarre-se também por isso, e não é pouco, o nosso Sector Energético. O caminho percorrido é um activo que deve ser potenciado, nomeadamente pela internacionalização. Aposte-se em mercados onde nos posicionamos bem, como os mercados africanos, nomeadamente Angola e Marrocos, ou mesmo mercados mais longínquos mas com proximidade cultural, como é o caso do Brasil. Países estes que estarão em foco na Expo Energia 2011, na qual se reúnem ao longo de três dias alguns dos seus principais representantes do sector da energia com o Mercado Nacional. Já na sua 6.ª edição, a Expo Energia 2011 congrega as empresas, os profissionais e o conhecimento que se movimenta no mercado da energia. Com o Internacional, que traz representantes de países até há pouco tempo muito centrados nos combustíveis fósseis, fomenta o debate de como a aposta nas energias renováveis e na eficiência energética é hoje uma forte realidade. E Portugal deve ver nesses mercados motivos para potenciar e valorizar o seu investimento e esforço nos últimos anos neste sector. ORADORES INTERNACIONAIS EM DESTAQUE Conheça os oradores em detalhe na página oradores PAOLO BERTOLDI SAQER NASSER ALRAISI S.E. Embaixador dos EAU em Portugal EUGENIO DI MARINO Vice-Presidente Sénior de Engenharia e Standardização, Enel Distribuzione, Itália HANI EL NOKRASCHY Vice-Presidente do Conselho de Supervisão DESERTEC Foundation, Alemanha ALBERTO CARBAJO JOSA Director Geral de Operações, Rede Eléctrica Espanhola (REE), Espanha STEVE CONNORS Director, Grupo de Análise de Energias Alternativas Regionais, MIT Energy, EUA Comissão Europeia, Centro Comum de Investigação (Joint Research Centre JRC), Instituto da Energia, Itália VIRGINIA GÓMEZ Responsável de Tecnologia e Operações PV Cycle Associação Europeia para a Retoma e Reciclagem Voluntária de Módulos Fotovoltaicos, Bélgica LÉON WIJSHOFF Consultor Sénior e Especialista em Acordos Voluntários de Eficiência Energética para NL Energy and Climate, Ministério dos Assuntos Económicos, Agricultura e Inovação, Holanda HARRY HOUTHUIJSEN Presidente da Comissão para a Eficiência Energética, VNMI Associação da Indústria Metalúrgica, Holanda DIRK KRONEMEIJER Managing Director, SkyNRG, Holanda

4 DIA 8 PROGRAMA FÓRUM INTERNACIONAL DA ENERGIA APOSTA NAS RENOVÁVEIS NUM MUNDO EM MUDANÇA 09h00 Inauguração oficial do Espaço Empresas 09h30 Sessão de Abertura Henrique Gomes, Secretário de Estado da Energia Fernando Santana, Director, Jornal água&ambiente João Belo, Director-Geral, Grupo About Media Filipa Newton, Directora, água&ambiente Conferências 10h00 Sessão Plenária: Petróleo, gás e as mudanças da matriz energética: Da geopolítica às tecnologias Chairperson: António Costa e Silva, Presidente Partex Oil and Gas Energias Renováveis: Desafios para a sustentabilidade em Angola João Batista Borges, Secretário de Estado de Energia, Angola Sector das energias renováveis e oportunidades de negócio nos Emirados Árabes Unidos S.E. Saqer Nasser Alraisi, Embaixador dos EUA em Portugal Tecnologias disruptivas como motores de mudança: O caso ARPE-E nos EUA e a revolução do gás Shale Orador a designar, Embaixada dos Estados Unidos da América em Portugal 11h30 12h00 Petróleo, gás e as mudanças da matriz energética: Das tecnologias ao mercado multi-energia Chairperson: Tiago Neves, Economista Aposta em novas tecnologias e diversificação de recursos para a segurança energética do Japão Yasuhito NII, Conselheiro, Delegação Permanente do Japão na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico / Agência Internacional de Energia (OCDE/IEA), Japão Perspectivas de mudança rumo à descarbonização do mercado de energia na Europa Nuno Lacasta, Coordenador, Comité Executivo da Comissão para as Alterações Climáticas Aposta internacional nas energias renováveis: oferta de Portugal no Mundo Pedro Neves Ferreira, Director de Planeamento Energético, EDP Renováveis 13h30 14h30 16h00 16h30 Pausa para Almoço Mercados emergentes nas energias renováveis Chairperson: Alexandre Fernandes, Director-geral, ADENE Parcerias, políticas e programas de cooperação tecnológica: Facilitadores da implementação de energias renováveis Ajuste da rede de renováveis à oferta e procura de energia no Brasil Oportunidades e desafios no plano de acção das energias renováveis em Marrocos Abderrahim El Hafidi, Director das Energias Novas e Renováveis, Marrocos Tendências tecnológicas e potencial de exploração Energia Solar: Alta eficiência e redução de custos sem recurso ao silício Jaime Ferreira da Silva, Administrador, Magpower Energia Eólica: Mercado associado e potencial de exportação da eólica offshore Projecto Windfloat João Gonçalo Maciel, Director do Departamento de Inovação, EDP Inovação Oceanos: Produção de energia e sequestro de carbono António Sarmento, Presidente da Direcção, Wavec - Wave Energy Center João Cardoso, Director, REN- ENEONDAS DIA 9 SEMINÁRIO ACORDOS VOLUNTÁRIOS E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA SOBREVIVÊNCIA NO MERCADO GLOBAL: A UNIÃO FAZ A FORÇA 09h00 11h00 11h30 Modelos de cooperação e negociação de novos instrumentos para a eficiência energética Chairperson: Clemente Pedro Nunes, Professor, Instituto Superior Técnico, Universidade Técnica de Lisboa (IST-UTL) Acordos voluntários: Mais do que melhorar a eficiência energética do governo e da indústria Léon Wijshoff, Consultor Sénior e Especialista em Acordos Voluntários de Eficiência Energética para NL Energy and Climate, Ministério dos Assuntos Económicos, Agricultura e Inovação, Holanda Cooperação através de acordos voluntários: Um motor para a melhoria e inovação contínuas na indústria Harry Houthuijsen, Presidente da Comissão para a Eficiência Energética, VNMI Associação da Indústria Metalúrgica, Holanda Melhores resultados nas parcerias entre a indústria e empresas de consultoria Stefan Walta, Consultor Energia e gestão ambiental, SAM, Holanda Organizado em colaboração com a Embaixada da Holanda Experiências de acordos voluntários de eficiência energética na indústria Contratos de performance de eficiência energética Isabel Santos, Administradora, EcoChoice

5 ACOMPANHE AS ACTUALIZAÇÕES AO PROGRAMA EM 6.ª Expo Energia DIA 9 FÓRUM INTERNACIONAL DA ENERGIA NOVOS MERCADOS, ENCONTRO DE SECTORES 09h00 Sessão de Abertura Henrique Gomes, Secretário de Estado da Energia 09h30 Super Grids: A caminho da Pan European Network Chairperson: Teresa Ponce de Leão, Presidente, Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) Limitações, oportunidades e desafios da Supergrid Europeia Eugenio Di Marino, Vice-Presidente Sénior de Engenharia e Standardização, Enel Distribuzione, Itália Redes inteligentes de transporte e distribuição de energia Vítor Baptista, Director-Geral, REN 11h00 11h30 13h30 15h00 Painel de Debate: Da regulação à inovação Alberto Carbajo Josa, Director Geral de Operações, Rede Eléctrica Espanhola (REE), Espanha Jorge Esteves, Director, Direcção de Infra-estruturas e Redes, ERSE Vítor Baptista, Director-Geral, REN Smart Grids, mobilidade eléctrica e gestão da procura de energia: Novo mercado tecnológico e empresarial Chairperson: João Peças Lopes, Director, Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores do Porto (INESC) Standards e normas para as Smart Grids e mobilidade eléctrica Projecto Réflexe : Eco-quartiers em França Jean-Philippe Laurent, Director de Marketing, Dalkia Évora InovCity: Plataforma para a implementação de uma rede europeia de Smart Grids Pedro Vinagre, Project Manager - Planning and Control, EDP Distribuição Mobilidade eléctrica como veículo para a gestão eficiente da procura e oferta Luís Reis, Director para a Mobilidade, INTELI Inteligência em Inovação Pausa para Almoço O papel do gás na segurança do abastecimento e na dinâmica da matriz energética Chairperson: João Nuno Mendes, Director, Departamento de Inovação, Desenvolvimento e Sustentabilidade, Galp Energia Estratégias para produção de Gás Shale: Análise custo-benefício e minimização de impactos ambientais Gás em Portugal: Potencial e exploração para produção de Gás Shale Potencial e segurança de armazenamento subterrâneo de gás natural Rui Marmota, Director Coordenador, REN Gasodutos Perspectiva de mercado dos novos desenvolvimentos no sector do gás António Pires, Director Executivo, Associação de Empresas de Gás Natural DIA 9 14h30 16h00 16h30 FÓRUM SOLAR Estratégias e tecnologias para assegurar o contributo da energia solar na independência energética Futuro da Energia Solar: Reforçar o mercado com incentivos e estimular a produção e investigação Maria João Rodrigues, Presidente, Associação Portuguesa da Indústria Solar (APISOLAR) Desertec Solar: Contemplar as necessidades energéticas da Europa até 2050 Hani El Nokraschy, Vice-Presidente do Conselho de Supervisão DESERTEC Foundation, Alemanha Evolução das tecnologias solares e potencial de produção de energia eléctrica António Vallêra, Professor, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Energia Solar Fotovoltaica integrada em revestimento cerâmico Debate Inovação e revolução da energia solar: Novos processos e materiais Chairperson: Carlos Sampaio, Presidente, APESF - Associação Portuguesa de Empresas do Solar Fotovoltaico O sistema europeu de retoma e reciclagem de módulos fotovoltaicos em fim de vida Virginia Gómez Responsável de Tecnologia e Operações PV Cycle Associação Europeia para a Retoma e Reciclagem Voluntária de Módulos Fotovoltaicos, Bélgica Qualidade da instalação solar Nuno Falcão, Director de Energia Solar Fotovoltaico, Donauer Operação,monitorização e manutenção de parques solares Pedro Domingues, Direcxtor Geral para as Energias Renováveis, Efacec Viabilidade económica e financeira de projectos fotovoltaicos Debate

6 DIA 10 FÓRUM SERVIÇOS ENERGÉTICOS, EFICIÊNCIA E CLIMATIZAÇÃO SOLUÇÕES EFICIENTES DOS EDIFÍCIOS ÀS CIDADES 09h15 09h30 11h15 11h45 13h00 14h30 16h00 16h30 Sessão de Abertura Alexandre Fernandes, Director-geral, ADENE Desafios da eficiência e da certificação energética nos edifícios Chairperson: Alexandre Fernandes, Director-geral, ADENE Nova regulamentação de eficiência energética dos edifícios: Constrangimentos e oportunidades Paulo Santos, Director, Auditoria Energética Edifícios, ADENE A mobilidade eléctrica nos edifícios: Apresentação do projecto Dayle Fonseca, Presidente, Consulting Club, Manchester Business School, Reino Unido Robin Agarwal, Manchester Business School, Reino Unido Comunicar Eficiência Energética Crespo de Carvalho, Professor Catedrático, ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa Rui Vinhas da Silva, PhD in Management, Manchester Business School, Reino Unido e Professor, ISCTE Tecnologias para a redução do consumo de energia em edifícios: Da climatização à iluminação Tecnologias para redução do consumo de energia em edifícios Tecnologia LED nos edifícios Solar térmico nos edifícios Amílcar Lopes, Director, Sunaitec Integração de energias renováveis em soluções de climatização Pausa para Almoço Os desafios dos serviços energéticos Chairperson: José Basílio Simões, CEO, ISA Intelligent Sensing Anywhere Serviços de iluminação fornecidos em modelo ESCO Paolo Bertoldi, Comissão Europeia, Centro Comum de Investigação (Joint Research Centre JRC), Instituto da Energia, Itália Eficiência energética na Banca Manuel Botelho, Director, Banco Espírito Santo, Portugal Projecto Pay as you save : Solução financeira inovadora de investimento em eficiência energética e tecnologias renováveis em edificios residenciais Regulamentação, incentivos e modelos de negócio para os serviços energéticos Chairperson: José Basílio Simões, CEO, ISA Intelligent Sensing Anywhere Desafios da legislação e regulamentação das ESE Rui Medeiros, Sérvulo & Associados Condições para a dinamização do mercado dos serviços energéticos Ivone Rocha, Departamento de Energia e Ambiente, JPAB Eco.AP: Oportunidade para o Estado e para as empresas Bruno Pimenta, Consultor Projectos, ADENE Painel de Debate: Dinamização do mercado de ESE: A Administração Pública e as cidades como mercado além da indústria Contratos de desempenho energético Modelos de financiamento e créditos de carbono Frederico Pisco, Direcção de Negócios de Energia, E.Value João Maciel, Director, Eficiência Energética para Estado e Serviços, EDP Serviços Luís Fernandes, Secretário-geral, RNAE (Associação das Agências de Ambiente e Energia) Miguel Matias, Presidente, APESE (Associação Portuguesa de Empresas de Serviços de Energia), Vice-presidente, Self Energy Participe neste Evento, Integre a Exposição de Empresas e Soluções! Conheça as últimas novidades, Apresente as suas!

7 DIA 10 6.ª Expo Energia BREAKOUT CONFERENCE ENERGY 3 SMART TALKS: SMART CITIES SMART PEOPLE SMART TECHNOLOGIES 09h00 09h30 11h00 11h30 13h30 Sessão de Abertura Carlos Nuno Oliveira, Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação (a confirmar) Clusters tecnológicos em cidades e regiões do futuro Repensar a cidade The Silicon Valley of Renewable Energy, Emirados Árabes Unidos Promoção de projectos de investigação e inovação tecnológica na área de energias renováveis Clusters tecnológicos como fonte de start-ups de capital intensivo: Mecanismos de financiamento Francisco Banha, CEO, Gesventure, S.A Painel de Debate: Empresas, tecnologias e profissionais da energia do futuro Chairperson: Paulo Ferrão, Director Nacional, Programa MIT Portugal Steve Connors, Director, Grupo de Análise de Energias Alternativas Regionais, MIT Energy, EUA António Vidigal, Director-Presidente, EDP Inovação Custódio Miguéns, Presidente da Direcção, Energy In - Pólo de Competitividade e Tecnologia da Energia José Teixeira, Presidente Executivo, DST FÓRUM BIOENERGIA GREEN ENERGY E FONTES ENERGÉTICAS RENOVÁVEIS 14h00 Utilização de fontes de Bioenergia: Contributo dos Biocombustíveis para a diversificação das fontes energéticas Chairperson: Francisco Gírio, Investigador Principal e Interlocutor da Unidade de Bioenergia, Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) Biocombustíveis sólidos nos transportes aéreos Dirk Kronemeijer, Managing Director, SkyNRG, Holanda Potencial de mercado da Energia Verde e mecanismos de apoio a projectos de bioenergia Paulo Preto dos Santos, Secretário-geral, Associação de Produtores de Energia da Biomassa (APEB) Projecto BioRefina: Mobilizar e diversificar as fontes de Bioenergia João Nunes, Professor, Faculdade de Economia, Universidade de Coimbra 16h00 16h30 Utilização de fontes de Bioenergia: Integração e desenvolvimento de aplicações de Biomassa Normalização de biocombustíveis e certificação de Pellets para aquecimento Piedade Roberto, Centro de Biomassa para a Energia Novas tecnologias aplicadas à recepção e manipulação de Biomassa Pedro Ribeiro, Branch Manager, Schenck Process Ibérica, S.A Impacto da cadeia de valorização energética da biomassa na qualidade do ar e na política climática Portuguesa Myriam Lopes, Coordenadora Projecto BIOGAIR, Professora, Universidade de Aveiro ESPAÇO EMPRESAS Exposição permanente de produtos, serviços e projectos no mercado da energia, apresentando soluções inovadoras neste sector ENCONTROS MATCHMAKING Reuniões pré-calendarizadas de acordo com o perfil e objectivos dos participantes. Este é o momento certo para os contactos-chave no sector. Reserve já o espaço da sua empresa Agende o seu encontro

8 INSCREVA-SE JÁ! MERCADOS, NEGÓCIOS E NETWORKING NACIONAL E INTERNACIONAL Conheça as Oportunidades Obtenha os contactos certos, estabeleça-os, reforce-os! NÃO FALTE! água&ambiente conferências INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES Tel.: APOIOS INSTITUCIONAIS PARCERIAS E RESERVAS DE ESPAÇO Tel.:

9 Centro de Congressos Univ. Católica Inscrição na 6ª Expo Energia (todas as iniciativas) DIAS NOVEMBRO 700 +IVA Encontros B2B INSCRIÇÃO NAS CONFERÊNCIAS PRINCIPAIS: FÓRUM INTERNACIONAL DA ENERGIA DIA 8 NOVEMBRO DIA 9 NOVEMBRO DIA NOVEMBRO FÓRUM SERVIÇOS ENERGÉTICOS, EFICIÊNCIA E CLIMATIZAÇÃO (DIA 10) INSCRIÇÃO NOS FÓRUNS TEMÁTICOS E SEMINÁRIOS: FÓRUM SOLAR (DIA 9) FÓRUM BIOENERGIA (DIA 10) SEMINÁRIO ACORDOS VOLUNTÁRIOS E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA (DIA 9) BREAKOUT CONFERENCE (DIA 10) 370 +IVA 250 +IVA 520 +IVA 250 +IVA 120 +IVA 120 +IVA 80 +IVA 40 +IVA DESCONTOS E CONDIÇÕES ESPECIAIS: Assinantes Jornal água&ambiente Até 7 Outubro 2011 A partir 8 Outubro % 10% Não assinantes 15% _ 3.ª Inscrição e seguintes 15% Estudantes (mediante envio de comprovativo) Encontros B2B IVA (Acesso a todas as iniciativas) 10% INSCRIÇÕES NAS INICIATIVAS DE ENTRADA LIVRE: ENCONTROS B2B ESPAÇO EMPRESAS CONDIÇÕES GERAIS COMO TEVE CONHECIMENTO DESTE EVENTO Jornal água&ambiente Jornal arquitecturas Portal ambienteonline Brochura E-newsletter ing Outro. Qual: Descontos não acumuláveis O valor da inscrição nas Conferências Principais inclui documentação, CD-Rom pós evento, oferta da assinatura trimestral do Jornal água&ambiente ou semestral do Jornal arquitecturas (três edições) e inscrição em encontros matchmaking, com programa a divulgar brevemente (excepto estudantes). A inscrição nos Fóruns Temáticos, Seminários, Breakout Conference e inscrição como estudante inclui documentação e CD-Rom pós evento. O valor de inscrição como estudante aplica-se à frequência de licenciatura ou mestrado integrado e será facturado ao próprio. Data limite de inscrições online: 3 de Novembro de A partir desta data as inscrições serão efectuadas directamente no balcão de Acreditação, no Centro de Congressos da Univ. Católica em Lisboa. O pagamento da inscrição deve ser efectuado até ao dia 4 de Novembro de 2011, caso contrário, a organização reserva-se o direito de não considerar a inscrição. Inscrições após o dia 2 de Novembro de 2011 só serão consideradas a pronto pagamento. A anulação da inscrição depois do dia 2 de Novembro de 2011 ou a não comparência na Conferência, implica o pagamento do valor da inscrição na sua totalidade. A facturação terá de ser feita a uma única entidade para poder beneficiar do desconto nas inscrições seguintes. Oferta da assinatura trimestral do Jornal água&ambiente (a&a) ou semestral do Jornal arquitecturas (três edições) Seleccione o Jornal pretendido (X): Jornal água&ambiente Jornal arquitecturas (Em caso de não preenchimento, será enviada a assinatura trimestral do á&a) ENTIDADE PARA FACTURAÇÃO E PAGAMENTO About Blue Comunicação, Lda Rua da Madalena 191, 4.º Lisboa NIF: OPÇÕES DE PAGAMENTO: Através de cheque à ordem de: About Blue Comunicação, Lda Rua da Madalena 191, 4.º Lisboa Por transferência bancária* para o NIB BES Balcão Empresarial do Saldanha *No acto de transferência bancária por favor indicar o nome do participante e/ou empresa. Envie comprovativo de pagamento para * APELIDO: * NOME: * EMPRESA/ ENTIDADE: * CARGO: * SECTOR DE ACTIVIDADE: * MORADA: * CÓDIGO POSTAL: * LOCALIDADE: * Nº CONTRIBUINTE: * TELEFONE: * FAX: * * MORADA PARA FACTURAÇÃO: * Campos de preenchimento obrigatório para validar a sua inscrição PODE ENVIAR A SUA INSCRIÇÃO POR: fax: correio: Rua Madalena 191, 4º/ Lisboa online: ORGANIZAÇÃO O jornal de negócios do ambiente e energia Uma publicação:

8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA. Novos Mercados Encontro de Sectores INSCREVA-SE JÁ. Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS. www.expoenergia2011.about.

8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA. Novos Mercados Encontro de Sectores INSCREVA-SE JÁ. Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS. www.expoenergia2011.about. 8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA Centro de Congressos Univ. Católica Novos Mercados Encontro de Sectores Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS ORGANIZAÇÃO PARCEIRO PATROCÍNIO INSCREVA-SE JÁ www.expoenergia2011.about.pt

Leia mais

SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO. LISBOA, 29 de MARÇO 2012. ORGANIZAÇÃO Uma publicação:

SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO. LISBOA, 29 de MARÇO 2012. ORGANIZAÇÃO Uma publicação: SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO LISBOA, 29 de MARÇO 2012 FORMADORA ENG.ª ÂNGELA VELOSO Ângela Veloso é licenciada em Engenharia Química e tem o Mestrado em Refinação

Leia mais

SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO. LISBOA, 29 de MARÇO 2012. ORGANIZAÇÃO Uma publicação:

SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO. LISBOA, 29 de MARÇO 2012. ORGANIZAÇÃO Uma publicação: SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO LISBOA, 29 de MARÇO 2012 FORMADORA ENG.ª ÂNGELA VELOSO Ângela Veloso é licenciada em Engenharia Química e tem o Mestrado em Refinação

Leia mais

MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA

MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA Conselho Estratégico da Green Business Week Entidades Empresas convidadas

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO PARCERIA UMA PUBLICAÇÃO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa APRESENTAÇÃO Depois de duas edições,

Leia mais

3ª Conferência Anual do EnergyIN

3ª Conferência Anual do EnergyIN 3ª Conferência Anual do EnergyIN A Indústria da Energia: Estratégias de Crescimento para 2020 Teatro-Cine de Torres Vedras, dia 26 de junho 2013 Eventos paralelos: dia 27 10.30h 11h Sessão de Abertura

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa INICIATIVA INSERIDA NA EVENTO 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO APOIOS UMA PUBLICAÇÃO ALTO PATROCÍNIO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da

Leia mais

12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE. PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos actores, novas políticas

12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE. PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos actores, novas políticas 12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos actores, novas políticas 23 de Maio de 2012 Centro de Congressos da Univ. Católica de Lisboa ORGANIZAÇÃO

Leia mais

CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015

CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015 LUANDA PROGRAMA AVANÇADO PARA DECISORES CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015 2.ª EDIÇÃO Inscrições e mais informações em: www.ambienteonline.pt/luanda-concursos-internacionais-2015

Leia mais

4. ªCONFERÊNCIA DA MOBILIDADE URBANA

4. ªCONFERÊNCIA DA MOBILIDADE URBANA EVENTO 4. ª CONFERÊNCIA DA MOBILIDADE URBANA Preparar a Cidade para a Mobilidade do Futuro: Dos Modos Suaves à Mobilidade Eléctrica 17 de Setembro de 2013 MUDE, Museu do Design e da Moda Lisboa ORGANIZAÇÃO

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa INICIATIVA INSERIDA NA EVENTO 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO APOIOS UMA PUBLICAÇÃO ALTO PATROCÍNIO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da

Leia mais

O encontro de reflexão estratégica dos sectores do ambiente e da energia em Portugal

O encontro de reflexão estratégica dos sectores do ambiente e da energia em Portugal O encontro de reflexão estratégica dos sectores do ambiente e da energia em Portugal APRESENTAÇÃO Organizada pelo Jornal água&ambiente, a 11.ª Grande Conferência do Jornal água&ambiente realiza-se no dia

Leia mais

GRUPO ROLEAR. Porque há coisas que não podem parar!

GRUPO ROLEAR. Porque há coisas que não podem parar! GRUPO ROLEAR Porque há coisas que não podem parar! INOVAÇÃO COMO CHAVE DO SUCESSO Desde 1979, com sede no Algarve, a Rolear resulta da oportunidade identificada pelo espírito empreendedor do nosso fundador

Leia mais

2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA

2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA 2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA Gestão Inteligente e Competitividade 15 de Setembro 2011 Museu da Carris Conheça as estratégias nacionais e internacionais para uma gestão eficiente da mobilidade urbana

Leia mais

Smart Cities Portugal

Smart Cities Portugal Smart Cities Portugal A rede Smart Cities Portugal tem por objetivo promover o trabalho em rede numa lógica inter-cluster, para o desenvolvimento e produção de soluções urbanas inovadoras para smart cities,

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe Iniciativa PE2020 A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos António Manzoni/Vilar Filipe Novembro 2013 Projeto Engenharia 2020 Preocupações macroeconómicas Papel da engenharia na

Leia mais

12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE. PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos atores, novas políticas

12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE. PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos atores, novas políticas 12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos atores, novas políticas 23 de Maio de 2012 Centro de Congressos da Univ. Católica de Lisboa ORGANIZAÇÃO Uma

Leia mais

ENQUADRAMENTO. emergentes, promova o networking, essencial ao sucesso nos seus negócios e permita o crescimento no cenário internacional.

ENQUADRAMENTO. emergentes, promova o networking, essencial ao sucesso nos seus negócios e permita o crescimento no cenário internacional. ENQUADRAMENTO Portugal plataforma intercontinental e polo de inovação Portugal tem de conseguir capitalizar nos negócios, na academia e nas instituições a enorme vantagem que é integrar o espaço lusófono.

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS

7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS UMA INICIATIVA INTEGRADA NA: URBAVERDE FEIRA DAS CIDADES SUSTENTÁVEIS ª 7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS ARRENDAMENTO E REABILITAÇÃO: DINAMIZAR O MERCADO, REGENERAR A CIDADE 12 de Abril de

Leia mais

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010 26 A 29 de abril. GUIMARãES 2010 geotecnia e desenvolvimento sustentável Convite A Sociedade Portuguesa de Geotecnia (SPG) e o Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho (DEC-UM) têm a honra

Leia mais

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE CLUSTER ENERGÉTICO DE BEJA OPORTUNIDADES SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA E CRESCIMENTO ECONÓMICO A sustentabilidade energética e climática é um desígnio estratégico duplo significado. Por um lado, desenvolvimento

Leia mais

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos Pólo da Competitividade e Tecnologia da Energia (PCTE) O papel do PCTE na energia solar em Portugal 8 e 9 de Fevereiro de 2010 António Mano - EDP Antonio.ermidamano@edp.pt A VISÃO do ENERGYIN Motivos da

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios -

CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios - CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios - No âmbito do desenvolvimento do seu centro de formação a Self Energy Innovation propõe-se executar em parceria com a Agência Municipal de Energia

Leia mais

EDP. PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA

EDP. PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA EDP PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA O Grupo EDP Energias de Portugal centra as suas actividades na produção, distribuição e comercialização de energia eléctrica,

Leia mais

CONFERÊNCIA VENCENDO EM TEMPO DE CRISE. 24 de Março de 2010

CONFERÊNCIA VENCENDO EM TEMPO DE CRISE. 24 de Março de 2010 CONFERÊNCIA VENCENDO EM TEMPO DE CRISE ALGUMAS ESTRATÉGIAS PARA O SUCESSO DAS EMPRESAS 24 de Março de 2010 Caro Industrial, No seguimento das diversas reuniões sectoriais do passado ano, que permitiram

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À IMPLEMENTAÇÃO DE PROJECTOS DE PRODUÇÃO DE ENERGIA E DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. Selfenergy

PROGRAMA DE APOIO À IMPLEMENTAÇÃO DE PROJECTOS DE PRODUÇÃO DE ENERGIA E DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. Selfenergy PROGRAMA DE APOIO À IMPLEMENTAÇÃO DE PROJECTOS DE PRODUÇÃO DE ENERGIA E DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Selfenergy PARCEIRO: SCT Consulting SOLVING CHALLENGES TOGETHER Uma empresa com energia A Vivapower é uma

Leia mais

Caso prático: Um contrato de desempenho energético num hotel de cinco estrelas. pág. 22

Caso prático: Um contrato de desempenho energético num hotel de cinco estrelas. pág. 22 Caso prático: Um contrato de desempenho energético num hotel de cinco estrelas. pág. 22 H IPALAI.'I.)"S'.' HOlfc.O'.^INIHIA Corínthía Hotel Lisbon "Energy Performance Contracting" num hotel de cinco estrelas

Leia mais

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Neste curso serão abordadas as melhores práticas que permitem gerir estrategicamente a informação, tendo em vista a criação de valor para

Leia mais

IV ENCONTRO IBERO-AMERICANO SOBRE OS OBJECTIVOS DO MILÉNIO DA ONU E AS TIC TIC, Inovação e Conhecimento

IV ENCONTRO IBERO-AMERICANO SOBRE OS OBJECTIVOS DO MILÉNIO DA ONU E AS TIC TIC, Inovação e Conhecimento IV ENCONTRO IBERO-AMERICANO SOBRE OS OBJECTIVOS DO MILÉNIO DA ONU E AS TIC TIC, Inovação e Conhecimento Lisboa, 3 e 4 de Novembro de 2009 FIL Feira das Indústrias de Lisboa, Parque das Nações, Lisboa Terça-feira

Leia mais

As Mesas Redondas compostas por oradores convidados de modo a promover o debate nos seguintes domínios:

As Mesas Redondas compostas por oradores convidados de modo a promover o debate nos seguintes domínios: Objectivo: O Congresso de Inovação na Construção Sustentável (CINCOS 12), é um evento organizado pela Plataforma para a Construção Sustentável, reconhecida pelo QREN como entidade gestora do cluster Habitat

Leia mais

Maio 2013 PE2020. O papel da Engenharia como fator de competitividade. Iniciativa

Maio 2013 PE2020. O papel da Engenharia como fator de competitividade. Iniciativa Maio 2013 PE2020 O papel da Engenharia como fator de competitividade Iniciativa Agenda 1. Apresentação da Proforum e do PE2020 como plataforma colaborativa relevante e integradora 2. Contributo do PE2020

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 PROJECTO CONJUNTO DE INTERNACIONALIZAÇÃO MÉXICO 2015-2016 MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 INSCRIÇÕES ATÉ 15 DE JANEIRO 2016 Promotor: Co-financiamento: Monitorização: Foto: Miguel Moreira

Leia mais

Energia, investimento e desenvolvimento económico

Energia, investimento e desenvolvimento económico Energia, investimento e desenvolvimento económico Aníbal Fernandes ENEOP Eólicas de Portugal Mesa Redonda Energia Eólica ERSE, 10 Fevereiro 2010 Prioridades de política energética e benefícios económicos

Leia mais

CURSO DE ECO-EFICIÊNCIA DOS MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

CURSO DE ECO-EFICIÊNCIA DOS MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CURSO DE ECO-EFICIÊNCIA DOS MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO 13 de Dezembro 2011 Sabóia Estoril Hotel Adquira os conhecimentos fundamentais para uma construção mais sustentável Este curso permite a obtenção de

Leia mais

Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade

Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade No passado dia 15 de Novembro, a Share Associação para a Partilha de Conhecimento e a Faculdade de Ciências da Universidade de

Leia mais

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP CADERNO DE CONFERENCISTA ÍNDICE 2 4 6 7 8 9 10 11 12 ENQUADRAMENTO A ENERGIA NA CPLP OBJETIVOS A ENERGIA NA CPLP ESTRUTURA DO EVENTO LOCAL ALTO PATROCÍNIO

Leia mais

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP EVENTO CARBONO ZERO CADERNO DE PATROCINADOR ÍNDICE 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ENQUADRAMENTO A ENERGIA NA CPLP ESTRUTURA DO EVENTO LOCAL ALTO PATROCÍNIO

Leia mais

Programas Operacionais das Organizações de Produtores de Frutas e Produtos Hortícolas. Acções ambientais

Programas Operacionais das Organizações de Produtores de Frutas e Produtos Hortícolas. Acções ambientais Página: 1 de 14 das Organizações de Produtores de Frutas e Produtos Hortícolas Acções ambientais Acção 7.3 Recuperação de energia a partir de resíduos de colheitas e outras matérias orgânicas Acção 7.4

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

A inscrição no congresso inclui os dois dias de participação no mesmo sendo o seu valor (com IVA incluído) o seguinte:

A inscrição no congresso inclui os dois dias de participação no mesmo sendo o seu valor (com IVA incluído) o seguinte: ENQUADRAMENTO Integrar a à escala local, nomeadamente nos bairros é cada vez mais um desafio que vai ser abordado no congresso LiderA 2012 que se realiza nos dias 18 e 19 de Junho de 2012, no Complexo

Leia mais

Maior evento nacional de Transferência de Conhecimento. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente.

Maior evento nacional de Transferência de Conhecimento. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente 1 a 3 MARÇO 2016 CCL - Centro de Congressos de Lisboa Fundação AIP A Fundação AIP é hoje o maior centro de negócios de Portugal, recebendo os

Leia mais

Nas condições a seguir mencionadas, os cursos só poderão, porém, ser realizados com um mínimo de 15 inscrições.

Nas condições a seguir mencionadas, os cursos só poderão, porém, ser realizados com um mínimo de 15 inscrições. Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso Básico de Gestão (CBG) destinado a chefias intermédias e do Curso de

Leia mais

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 II GALA PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 PRAÇA DO COMÉRCIO LISBOA 2015 年 10 月 29 日, 里 斯 本 商 业 广 场, Pátio

Leia mais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 23 de junho de 2015 Declaração de Cascais Os Ministros responsáveis pela Energia da Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES NAS EMPRESAS PLANEAR PARA A REDUÇÃO DE CUSTOS E OPTIMIZAÇÃO DE SOLUÇÕES 19 e 20 Fevereiro 2013 Auditório dos CTT- Correios de Portugal Lisboa Horário Laboral: 09h30

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL COORDENAÇÃO Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof.ª Doutora Carla Curado Prof. Doutor Pedro Verga Matos APRESENTAÇÃO Este

Leia mais

Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira

Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira Workshop - Oportunidades de negócio em energias renováveis marinhas ATLANTIC POWER CLUSTER INEGI

Leia mais

Curso de Gestão Para Empresários e Directores

Curso de Gestão Para Empresários e Directores Curso de Gestão Para Empresários e Directores Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso de Gestão para Empresários

Leia mais

Gestão de Energia e Eficiência Energética nas Empresas O enquadramento legal!

Gestão de Energia e Eficiência Energética nas Empresas O enquadramento legal! Gestão de Energia e Eficiência Energética nas Empresas O enquadramento legal! 25 de Janeiro de 2013 Agenda: Enquadramento Legislativo e Regulamentar adequado à Utilização de Energia nas empresas; Âmbito

Leia mais

WORKSHOP Como Comunicar em Negócios Internacionais

WORKSHOP Como Comunicar em Negócios Internacionais WORKSHOP Como Comunicar em Negócios Internacionais Conteúdo Estratégias de comunicação bem delineadas e um amplo conhecimento sobre o mercado e a cultura do país de destino, são elementos fundamentais

Leia mais

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 Vítor Escária CIRIUS ISEG, Universidade de Lisboa e Augusto Mateus & Associados Barreiro, 30/06/2014 Tópicos Enquadramento A Estratégia de Crescimento

Leia mais

A Construção Sustentável e o Futuro

A Construção Sustentável e o Futuro A Construção Sustentável e o Futuro Victor Ferreira ENERGIA 2020, Lisboa 08/02/2010 Visão e Missão O Cluster Habitat? Matérias primas Transformação Materiais e produtos Construção Equipamentos Outros fornecedores

Leia mais

Gestão da Rede de Contactos. - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 -

Gestão da Rede de Contactos. - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 - PROGRAMA BUSINESS NETWORKING Gestão da Rede de Contactos - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 - APRESENTAÇÃO O sucesso de uma organização, depende, em grande parte, da sua capacidade de fazer contactos (network)

Leia mais

2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Gestão Inteligente e Competitividade. 15 de Setembro

2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Gestão Inteligente e Competitividade. 15 de Setembro 2.ª da u se CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA Gestão Inteligente e Competitividade is rr Ca Mu 15 de Setembro 2011 Conheça as estratégias nacionais e internacionais para uma gestão eficiente da mobilidade

Leia mais

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 O desafio Horizonte 2020 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

Projecto Engenharia 2020 - Tecnologia e Inovação. Grupo de Trabalho Cidades Inteligentes

Projecto Engenharia 2020 - Tecnologia e Inovação. Grupo de Trabalho Cidades Inteligentes Projecto Engenharia 2020 - Tecnologia e Inovação Grupo de Trabalho Cidades Inteligentes Proposta de funcionamento e objectivos do Grupo Trabalho Oportunidades Projectos e propostas LNEC 30 Maio 2013 Grupos

Leia mais

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt Pedro Gomes Nunes Director Executivo Lisboa, Fevereiro 2014 RISA - Apresentação ÁREAS DE NEGÓCIO Estudos e Projectos + 20 anos de experiência + 1.500 candidaturas a Fundos Comunitários aprovadas. + 1,6

Leia mais

José Perdigoto Director Geral de Energia e Geologia. Lisboa, 20 de Junho de 2011

José Perdigoto Director Geral de Energia e Geologia. Lisboa, 20 de Junho de 2011 O papel dos biocombustíveis na política energética nacional Seminário Internacional sobre Políticas e Impactes dos Biocombustíveis em Portugal e na Europa José Perdigoto Director Geral de Energia e Geologia

Leia mais

O Sistema de Certificação Energética como plataforma integrada de gestão do património edificado

O Sistema de Certificação Energética como plataforma integrada de gestão do património edificado O Sistema de Certificação Energética como plataforma integrada de gestão do património edificado ENERGY FOR SMART CITIES Cascais Painel Built Environment Lisboa, 28 a 30 de Novembro de 2012 Joana Fernandes

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO

GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO 3ª EDIÇÃO CURSO Desenvolver e implementar GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO Optimize Custos e estabeleça Métricas de Performance LUANDA 9 e 10 de JULHO de 2014 Planifique de forma integral a

Leia mais

INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA.

INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA. Conferência 6 de Outubro, FC Gulbenkian Lisboa INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA. MANUEL CALDEIRA CABRAL UNIVERSIDADE DO MINHO MANUEL CALDEIRA CABRAL DIAGNÓSTICO(S)

Leia mais

11 DEZEMBRO 2013 SANA MALHOA HOTEL - LISBOA

11 DEZEMBRO 2013 SANA MALHOA HOTEL - LISBOA 11 DEZEMBRO 2013 SANA MALHOA HOTEL - LISBOA Patrocinador Organização Co-Organização 1ª Edição de uma Conferência 100% dedicada às PME e StartUps que apostam cá dentro! Participantes Empresários e Gestores

Leia mais

Secretariado Executivo 2014

Secretariado Executivo 2014 Ciclo de CONFERENCES AT BREAKFAST Secretariado Executivo 2014 01, 02 e 03 de Dezembro. Lisboa Novos Desafios e Estratégias Comunicação Assertiva, PNL, Influência - RP e Branding- Novas Tecnologias- Gestão

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

Apuramento do resultado fiscal em SNC

Apuramento do resultado fiscal em SNC www.pwcacademy.pt Apuramento do resultado fiscal em SNC Lisboa, 23 e 29 de Novembro Academia da PwC Lisboa, 7ª edição Esta formação reúne conteúdos para a atribuição de créditos, nos termos previstos no

Leia mais

ENERGIA: OPORTUNIDADE, EMPRESAS, CRESCIMENTO Filipe Vasconcelos, Diretor Geral da ADENE

ENERGIA: OPORTUNIDADE, EMPRESAS, CRESCIMENTO Filipe Vasconcelos, Diretor Geral da ADENE ENERGIA: OPORTUNIDADE, EMPRESAS, CRESCIMENTO Filipe Vasconcelos, Diretor Geral da ADENE Lisboa, 26 de Junho 2012 23 de Março de 2012 ONDE NOS ENCONTRAMOS Num Contexto Internacional financeiro e económico

Leia mais

CDE Agências Bancárias

CDE Agências Bancárias CDE Agências Bancárias Andreia Carreiro Innovation Project Manager acarreiro@isa.pt Agenda 1. ISA Intelligent Sensing Anywhere S.A. ; 2. CDE BES Banco Espirito Santo; 1. Motivação; 2. Objetivos; 3. Dados

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional 1 Apresentação Institucional Pedro Gomes Nunes Março, 2014 2 MISSÃO DA FNABA A Federação Nacional de Associações de Business Angels tem como missão representar os interesses das várias Associações de Business

Leia mais

Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas

Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas Data: Sábado, 14 de Novembro de 2009, 14h00 18h30 Local: Palácio dos Marqueses de Fronteira, em Lisboa

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia

Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia Manila, 18 a 22 de Março de 2013 1 Enquadramento: No âmbito do Acordo de Parceiros celebrado entre a AICEP e o GPEARI (Ministério

Leia mais

Apresentação da empresa

Apresentação da empresa Apresentação da empresa A nossa Missão Ajudar as empresas a enfrentar os desafios do presente e do futuro e a encontrar ou retomar os caminhos do sucesso Sabemos que cada problema tem solução e que cada

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

Alexandre Ulisses. Habilitações Académicas:

Alexandre Ulisses. Habilitações Académicas: Alexandre Ulisses Pós-Graduação em Ciências da Educação, da Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação do Porto; Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores, Faculdade de Engenharia da

Leia mais

Soluções Empresariais. Business Remote Monitoring Solutions

Soluções Empresariais. Business Remote Monitoring Solutions Soluções Empresariais Business Remote Monitoring Solutions «A energia é hoje um bem escasso e dispendioso. Utilizá-la com rigor, de forma eficiente e sem desperdício, é o nosso desafio todos os dias» Isa

Leia mais

Pós graduação em Energias Renováveis e Eficiência Energética 2ª edição

Pós graduação em Energias Renováveis e Eficiência Energética 2ª edição Pós graduação em Energias Renováveis e Eficiência Energética 2ª edição Área de Formação Energia Objectivo Dar a conhecer o balanço energético nacional e as perspetivas futuras. - Adquirir conhecimentos

Leia mais

PROGRAMA. w w w. l e s u t a d. c o m

PROGRAMA. w w w. l e s u t a d. c o m PROGRAMA w w w. l e s u t a d. c o m PROGRAMA 22 Setembro 09h00 Recepção dos Convidados e Participantes 09h30 Sessão de Abertura - Magnífico Reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD)

Leia mais

Powered by. Desenvolvimento

Powered by. Desenvolvimento Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis 1 Urbancraft Energia, S.A. FDO INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES, SGPS, S.A. ALEXANDRE BARBOSA BORGES, SGPS, S.A. 50% 50% A URBANCRAFT ENERGIA, S.A é uma sociedade

Leia mais

Estratégia Nacional para a Energia (ENE 2020) Luis Silva, ADENE Agência para a Energia

Estratégia Nacional para a Energia (ENE 2020) Luis Silva, ADENE Agência para a Energia Estratégia Nacional para a Energia (ENE 2020) Luis Silva, ADENE Agência para a Energia 6º workshop da Plataforma do Empreendedor AIP-CE, 1 Julho 2010 Índice As novas metas EU para as Renováveis Estratégia

Leia mais

Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa

Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa A nossa Missão Ajudar as empresas a enfrentar os desafios do presente e do futuro e a encontrar ou retomar os caminhos do sucesso Sabemos que cada problema

Leia mais

CICLOS CORPORATE GOVERNANCE

CICLOS CORPORATE GOVERNANCE CICLOS CORPORATE GOVERNANCE 8, 9, 15, 22 e 29 Abril 15 LISBOA Pós-Laboral LEXDEBATA SEMINÁRIOS JURÍDICOS, LDA Fundada em 2006, em Lisboa, a LexDebata Seminários Jurídicos, Lda., tem em vista a realização

Leia mais

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas.

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas. -AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS A sua protecção, com os melhores especialistas. Porquê a auditoria ao tratamento de dados pessoais? A regulamentação do tratamento de dados pessoais é uma área complexa

Leia mais

CIDADES INTELIGENTES DIREITO DA ENERGIA RITA NORTE

CIDADES INTELIGENTES DIREITO DA ENERGIA RITA NORTE CIDADES INTELIGENTES DIREITO DA ENERGIA RITA NORTE CIDADES INTELIGENTES NOTAS INTRODUTÓRIAS As cidades - espaços de oportunidades, desafios e problemas Diagnóstico dos espaços urbanos: Transformação demográfica

Leia mais

Com o Apoio de. Comissão de Coordenaçã e Desenvolvimento Regional do Centro

Com o Apoio de. Comissão de Coordenaçã e Desenvolvimento Regional do Centro OPEN Centro de Incubação de Oportunidades de Negócio Processo de Admissão de Utentes e Modelo de Incubação Centimfe, 2 de Março de 2005 Missão da OPEN Contribuir para a promoção da inovação e do emprego,

Leia mais

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Coimbra, 18 de Março de 2004 As métricas O Projecto TIM, globalmente,

Leia mais

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 3 Hemisfério esquerdo responsável pelo pensamento lógico e pela competência

Leia mais

Business Intensive Program. Para uma Performance Empresarial mais Competitiva

Business Intensive Program. Para uma Performance Empresarial mais Competitiva Business Intensive Program Para uma Performance Empresarial mais Competitiva 02 BIP BUSINESS INTENSIVE PROGRAM Business Intensive Program Para uma Performance Empresarial mais Competitiva Em tempos de

Leia mais

7 e 8 de Abril de 2010

7 e 8 de Abril de 2010 Edição 2010 O Ponto de Encontro Anual dos Profissionais do Sector 7 e 8 de Abril de 2010 Centro de Congressos do Estoril www.ife.pt Os resultados falam por si, o seu cliente visita o logitrans! OS DECISORES

Leia mais

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

SEMINÁRIO. A Dinamização das Zonas Rurais e Diversificação das Actividades nas Explorações Agrícolas CNEMA

SEMINÁRIO. A Dinamização das Zonas Rurais e Diversificação das Actividades nas Explorações Agrícolas CNEMA SEMINÁRIO A Dinamização das Zonas Rurais e Diversificação das Actividades nas Explorações Agrícolas CNEMA 9 de JUNHO de 2008 A Dinamização das Zonas Rurais e Diversificação das Actividades nas Explorações

Leia mais

O IMPACTO DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NAS PME 2.ª EDIÇÃO. www.portugalmexe.ife.pt. 4 Dezembro 2014 Microsoft Portugal - Auditório Lisboa.

O IMPACTO DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NAS PME 2.ª EDIÇÃO. www.portugalmexe.ife.pt. 4 Dezembro 2014 Microsoft Portugal - Auditório Lisboa. 2.ª EDIÇÃO Inscreva-se em www.portugalmexe.ife.pt 4 Dezembro 2014 Microsoft Portugal - Auditório Lisboa O IMPACTO DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NAS PME Patrocínio Platina Organização PROGRAMA A transformação

Leia mais

Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009. 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda

Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009. 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda Formação em Gestão de Fundos Imobiliários A formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário

Leia mais

Hypercluster do mar. Setembro 2009

Hypercluster do mar. Setembro 2009 Hypercluster do mar Setembro 2009 Hypercluster do mar Segurança Marítima Projecto MarBIS Fórum cientifico e tecnológico Considerações finais 2 Hypercluster do mar Parcerias com empresas petrolíferas com

Leia mais