Engenharia de Requisitos. Estudo de Caso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Engenharia de Requisitos. Estudo de Caso"

Transcrição

1 Engenharia de Requisitos Estudo de Caso

2 Engenharia de Requisitos Exemplo 1 Reserva de Hotel 1. INTRODUÇÃO Este documento especifica os requisitos do sistema Controle de Reserva de Hotel, fornecendo aos desenvolvedores as informações necessárias para o projeto e implementação, assim como para a realização dos testes e homologação do sistema. 1.2 Escopo do produto O Sistema a ser desenvolvido terá como campo de atuação a área hoteleira. O mesmo servirá ao gerenciamento de uma rede de hotéis, oferecendo uma interface totalmente voltada para WEB. Cada hotel terá um ou vários terminais que permitirão as operações básicas de um hotel, podendo o cliente reservar e cancelar um apartamento através da Web, terá também comunicação com outros hotéis da mesma rede de modo a consultar sobre disponibilidade de vagas. Este sistema também faz interface com outros dois sistemas internos do hotel: controle de restaurante e controle de tarifação de telefone.

3 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 2. DESCRIÇÃO GERAL O Sistema de Controle de Reserva de Hotel CRH vem para facilitar a vida da Rede Hoteleira a qual vai servir. Tendo como característica óbvia a automatização das principais tarefas inerentes das principais tarefas inerentes à regra do negócio, ele dará grande agilidade na execução dos principais processos do hotel, hoje feitos de forma manual. Por ser um produto totalmente voltado para WEB, ele descentraliza parte do serviço para o lado CLIENTE, uma vez que este poderá cadastrar-se e efetuar reservas, sem necessariamente interagir com os funcionários do hotel.

4 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 3 REQUISITOS ESPECÍFICOS Abaixo detalharemos as principais funções dos produto em desenvolvimento, cuja análise e especificação de requisitos é objeto desde documento. 3.1 Requisitos funcionais

5 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 3.1 Requisitos funcionais Requisitos Funcionais Entrada para cadastro de cliente (nome, endereço, ,data de chegada, data de saída, classificação do cliente, documento). Consultas, reservas e cancelamento de reserva através da Web Cadastro de apartamento: tipo de quarto (suíte, standard, duplo, ar-condicionado), cidade ou local Cadastro de salas e auditório Cadastro de despesas Controle de ocupação de apartamento (reservado ou entrada do hóspede). Controle de limpeza dos apartamentos Prioridade Essencial Essencial Essencial Essencial Essencial Importante Desejável

6 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 3.1 Requisitos funcionais (cont) Requisitos Funcionais Preços diferenciados para alta temporada e baixa temporada. Descontos para clientes VIP e grupos. Recebimento de pagamento (tipo de pagamento cheque, dinheiro, cartão, parcelado, moeda estrangeira). Emissão de nota fiscal (podendo ser separado por itens: hospedagem, restaurante, lavanderia, etc). Emissão da fatura parcial (somente para consulta). Emissão de relatórios contábeis. Prioridade Desejável Desejável Essencial Essencial Importante Essencial

7 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 3.1 Requisitos funcionais (cont) Relatórios de ocupação Requisitos Funcionais Consulta o nome do cliente (se já existente). Prioridade Essencial Desejável Gerar relatórios estatísticos (média de dias que o cliente se hospeda, gastos médios, itens mais consumidos nos restaurantes). Serviços de mala direta (podendo selecionar os clientes e enviar mensagens via ou imprimir cartas para serem enviados posteriormente via correio. Pesquisa dos clientes no banco de dados segundo alguns tipos de critérios (freqüência que o cliente se hospeda, preferência de apartamentos, preferência de local, tipo de serviços utilizados, estadia de negócios ou turismo, faixa etária, procedência). Importante Desejável Desejável

8 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 3.1 Requisitos funcionais (cont) Requisitos Funcionais Recuperar consumo do Cliente no Restaurante Recuperar gastos do Cliente com telefone Recuperar gastos com serviço de Lavanderia Prioridade Essencial Essencial Essencial

9 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 3.2 Requisitos não-funcionais Requisitos Não-Funcionais Conexão para consultas e reservas de vagas em outros hotéis do Grupo Tipo Interopebilidade Tempo de resposta desejável menor que 10 segundos para consultas de vagas em outros hotéis da rede Utilização de computadores PC de mercado Sistema operacional Windows XP ou mais recente Utilização da linguagem JAVA Portabilidade para novos hardwares e sistemas operacionais (quando forem lançadas novas versões de sistema operacional). Interface gráfica fácil de usar 'tipo Windows' para entrada de dados e operação Portabilidade Portabilidade Usabilidade Portabilidade Usabilidade

10 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 3.2 Requisitos não-funcionais Requisitos Não-Funcionais Procedimento de backup do cadastro de clientes e ocupação e dados correntes Senha de acesso ao sistema. Deverão ter senhas diferentes para recepcionistas, camareiras, gerentes e proprietário de modo que cada usuário tenha acesso restrito a certas informações Sistema 'no-break' em caso de queda de energia O sistema deve possuir mecanismo que garanta a confidencialidade das informações trocadas pelos usuários Garantia: o desenvolvedor do produto deverá dar suporte gratuito durante um ano após a entrega do produto para casos de mau funcionamento do sistema Deverá fornecer treinamento aos usuários Tipo Segurança Segurança Segurança Segurança Externo (não éticos) Organizacionais (entrega)

11 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 3.2 Requisitos não-funcionais Requisitos Não-Funcionais O produto pode ser desenvolvido em etapas, mas deverá ter as funcionalidades básicas na primeira versão (gerenciar reservas e ocupação de apartamentos, cadastro de clientes, controle de pagamento, emissão de relatórios, e reservas pela Web). O prazo de desenvolvimento para as funcionalidades básicas é de 6 meses Após o desenvolvimento das funcionalidades básicas, o sistema deverá ser colocado em operação por 3 meses antes de se iniciar o desenvolvimento de outras funcionalidades Após os 3 meses de funcionamento, o produto deverá ser reavaliado para inserir melhorias, corrigir falhas do sistema e implementar as novas funcionalidades. O prazo estimado para implementação da segunda fase é de 6 meses Tipo Organizacionais (entrega) Organizacionais (entrega) Organizacionais (entrega) Organizacionais (manutenção) Organizacionais (entrega)

12 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 2.1 Usuário (atores) Papel Cliente Atendente Gerente Contabilidade Limpeza Administradora de Cartão Descrição Pessoa que fazem uso dos serviços do Hotel Responsável pelo atendimento ao cliente Responsável pelo gerenciamento do Hotel Sistema de contabilidade responsável pelo fechamento financeiro mensal do HOTEL Setor encarregado pela limpeza do Hotel

13 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos 2.1 Funções do produto ( algumas funções) Funções Cadastro de Cliente Gerenciamento de Reservas Check-in Check-out Gerenciamento de filiais Gerenciamento de Serviços Descrição Fazer cadastro dos clientes Permitir o cliente ou atendente autenticados efetuar reservas ou manipular reservas prévias Tratar a entrada do Cliente no Hotel pelo atendente Tratar a saída do Cliente no Hotel pelo atendente Manipulação dos dados das filiais pela Gerência Geral Atividades inerentes à associação de serviços a um dado cliente dos serviços oferecidos pela rede hoteleira.

14 MODELAGEM

15 UML Unified Modeling Language Linguagem de Modelagem Unificada é uma linguagem visual utilizada para modelar sistemas computacionais por meio do paradigma de Orientação a Objetos. a UML é composta por vários diagramas com o objetivo de fornecer múltiplas visões do sistema a ser modelado, analisando-o e modelando-o sob diversos aspectos. cada diagrama da UML modela o sistema em camadas, sendo que alguns diagramas enfocam o sistema de forma mais geral, apresentando uma visão externa do sistema, como é o objetivo do Diagrama de Casos de Uso.

16 Caso de Uso Descreve o comportamento do sistema do ponto de vista dos atores Baseia-se na interação do sistema com os atores Objetivos: O que o sistema deve fazer Quais as responsabilidades

17 Caso de Uso O Diagrama de Casos de Uso é o diagrama mais geral e informal da UML; Utilizado normalmente nas fases de Levantamento e Análise de Requisitos do sistema, embora venha a ser consultado durante todo o processo de modelagem e possa servir de base para outros diagramas. Apresenta uma linguagem simples e de fácil compreensão para que os usuários possam ter uma idéia geral de como o sistema irá se comportar.

18 Caso de Uso Olhando para um diagrama de Casos de Uso, pela sua simplicidade, um analista poderá observar rapidamente as funcionalidades envolvidas no sistema, os usuários envolvidos e integrações com sistemas externos. O propósito maior do Caso de Uso é fornecer uma descrição do comportamento do sistema do ponto de vista do usuário.

19 Diagrama de Caso de Uso Elementos de um diagrama de Casos de Uso

20 Diagrama de Caso de Uso Atores: Ator interage com o sistema Representa uma regra ou um papel, nunca um usuário específico O nome do ator deve refletir o seu papel Um mesmo usuário pode ser representado por atores diferentes quando assume papéis diferentes

21 Diagrama de Caso de Uso Identificação de Atores (perguntas): Quem irá usar o sistema? Quem irá administrar o sistema? Quais dispositivos de hardware o sistema irá acessar? O sistema se comunicará com outros sistemas? O sistema possui agentes que interagem com suas partes?

22 Diagrama de Caso de Uso Atores é um PAPEL DESEMPENHADO POR ALGUMA COISA EXTERNA ao sistema (não necessariamente uma pessoa).

23 Diagrama de Caso de Uso Atores

24 Diagrama de Caso de Uso Caso de Uso = OBJETIVO do Ator

25 Diagrama de Caso de Uso Todo o conjunto de Casos de Uso e Atores do sistema organiza o escopo do sistema a respeito dos objetivos que os usuários atingirão quando o sistema estiver pronto.

26 Diagrama de Caso de Uso Caso de uso é uma sequência de ações executadas para um determinado objetivo O seu nome deve ser uma frase que indique a ação que ele realiza É descrito como um conjunto de passos bem como suas exceções Tem início, meio e fim e sempre devolve uma resposta

27 Diagrama de Caso de Uso Caso de uso, normalmente, é iniciado a partir de um estímulo (solicitação) de um ator Em geral uma comunicação é identificada como uma ligação sem direção Um caso de uso pode estar associado a mais de um ator Atores ativos iniciam um caso de uso, atores passivos participam do caso de uso sem iniciá-lo

28 Diagrama de Caso de Uso todos casos de uso = escopo do sistema

29 Diagrama de Caso de Uso CASO DE USO = DIAGRAMA + NARRATIVA Na narrativa do Caso de Uso a resposta do sistema deve se limitar somente ao que o Ator consegue ver. Não é necessário se preocupar em como o sistema obteve ou calculou os dados. Limite-se a escrever o que o sistema responde e não como ele obtém a resposta.

30 Diagrama de Caso de Uso CASO DE USO = DIAGRAMA + NARRATIVA

31 Diagrama de Caso de Uso Casos de Uso

32 Diagrama de Caso de Uso Casos de Uso: Relacionamentos Extensão: representa fluxos opcionais ou anormais. É representado por <<extend>> Inclusão: representa fluxos complexos e comuns a vários casos de uso. É representado por <<include>>

33 Diagrama de Caso de Uso Relacionamento «include» entre Casos de Uso

34 Diagrama de Caso de Uso Relacionamento «include» entre Casos de Uso Caso de Uso Selecionar Produtos

35 Diagrama de Caso de Uso Após o relacionamento «include»

36 Diagrama de Caso de Uso Após o relacionamento «include»

37 Diagrama de Caso de Uso Relacionamento «extend» entre Casos de Uso Um Caso de Uso disponibiliza um ponto de extensão (extension point) que outros Casos de Uso podem observar e de acordo com uma condição, este Caso de Uso que está observando pode assumir o controle e embutir os seus comportamentos. Para direcionar melhor o uso do relacionamento «extend», podemos afirmar que você usará esta técnica quando necessitar que a qualquer momento dada uma condição, o Caso de Uso base deverá ser interrompido e outro Caso de Uso deverá assumir o controle.

38 Diagrama de Caso de Uso Relacionamento «extend» entre Casos de Uso

39 Diagrama de Caso de Uso Relacionamento «extend» entre Casos de Uso

40 Diagrama de Caso de Uso Fluxos Alternativos Os cenários são todos os caminhos possíveis que o Caso de Uso pode ter desde o Fluxo Básico até todos os Fluxos Alternativos combinados entre si.

41 Diagrama de Caso de Uso Fluxos Alternativos Cenário 1 : Passo 1, Passo 2, Passo 3, Passo 4 (Fluxo Básico); Cenário 2 : Passo 1, Passo 2, A1, Passo 4; Cenário 3 : Passo 1, Passo 2, Passo 3, A2, Passo 2; Cenário 4 : Passo 1, Passo 2, A1, A2, Passo 2; Cenário 5 : Passo 1, A3.

42 Fluxos Alternativos Considerando o Caso de Uso E se a consulta for por cliente? Fluxo Alternativo

43 Fluxos Alternativos Cenário 2 : Passo 1, Passo 2, A1, Passo 4 A1

44 Fluxos Alternativos Cenário 3 : Passo 1, Passo 2, Passo 3, A2, Passo 2 A2

45 Diagrama de Caso de Uso Fluxos Alternativos Cenário 4 : Passo 1, Passo 2, A1, A2, Passo 2; A2 A1

46 Fluxos Alternativos Cenário 5 : Passo 1, A3 A3

47 Diagrama de Caso de Uso Fluxos Alternativos O que causa um Fluxo Alternativo uma escolha do Ator o estado do Sistema. O que um Fluxo Alternativo pode fazer retroceder para um passo anterior. avançar para um passo posterior; finalizar o Caso de Uso.

48 Diagrama de Caso de Uso Pré-condição e Pós-condição Pós-condição Pós-condição Pós-condição Pré-condição

49 Diagrama de Caso de Uso Pré-condição e Pós-condição Demonstram restrições para um Caso de Uso iniciar e garantias mínimas alcançadas quando este terminar. A Pré-condição é a CONDIÇÃO que o Sistema deve se encontrar para permitir que o Caso de Uso inicie. A pré-condição mais comum nos sistemas é "O usuário deve estar logado".

50 Engenharia de Requisitos Exemplo 2 Sistema Matrícula num Curso DESCRIÇÃO DO SISTEMA No início de cada semestre os alunos devem requisitar um catálogo de cursos contendo os cursos oferecidos no semestre. Este catálogo deve conter informações a respeito de cada curso tais como: professor, departamento e pré-requisitos. Desse modo, os alunos podem tomar suas decisões mais apropriadamente. O novo sistema permitirá que os alunos selecionem quatro cursos oferecidos para o próximo semestre. Além disso, o aluno indicará dois cursos alternativos, caso o aluno não possa ser matriculado na primeira opção. Cada curso terá o máximo de 10 e o mínimo de 3 alunos. Um curso com número de alunos inferior a 3 será cancelado. Para cada matrícula feita por um aluno, o sistema envia informação ao sistema de cobrança para que cada aluno possa ser cobrado durante o semestre. Os Professores devem acessar o sistema on line, indicando quais cursos irão lecionar. Eles também podem acessar o sistema para saber quais alunos estão matriculados em cada curso. Em cada semestre, há um prazo para alteração de matrícula. Os alunos devem poder acessar o sistema durante esse período para adicionar ou cancelar cursos.

51 Engenharia de Requisitos Requisitos funcionais Requisitos Funcionais Professores escolhem disciplinas a lecionar Produzida listagem de disciplinas e professores Alunos inscrevem-se e matriculam-se nas disciplinas Produzida listagem de disciplinas e alunos matriculados A secretaria introduz os dados e emite uma listagem para cada professor com as disciplinas que vão lecionar A secretaria produz uma listagem para os alunos das disciplinas disponíveis nesse semestre Após o período de inscrição os professores recebem a listagem das disciplinas a leccionar com a lista dos alunos matriculados Prioridade Essencial Essencial Essencial Essencial Essencial Importante Desejável

52 Engenharia de Requisitos Requisitos funcionais Requisitos Funcionais A matrícula ser-lhes-à cobrada através de um sistema de faturamento externo. Este sistema irá receber a informação necessária a partir do sistema de gestão de cursos. Recebem um catálogo do curso com a lista de disciplinas que inclui o docente, o departamento e os pré-requisitos necessários Os alunos poderão escolher até 4 disciplinas, e deverão indicar 2 opcionais As disciplinas poderão ter no máximo 10 alunos e no mínimo 3 alunos (senão serão canceladas) Os alunos terão acesso ao sistema durante um certo período de forma a poderem adicionar e alterar disciplinas à sua seleção inicial Prioridade Essencial Essencial Essencial Essencial Essencial

53 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos Requisitos não-funcionais Requisitos Não-Funcionais Acesso online ao sistema para escolha das disciplinas a lecionar e para saber no final quais os alunos matriculados nas mesmas Tipo Interopebilidade

54 Engenharia de Requisitos ATORES Papel Descrição Aluno Professor Funcionário da secretaria Sistema de Faturamento alguém que se matricula para ter aulas na Universidade alguém certificado para dar aulas na Universidade alguém responsável pela manutenção do sistema de gestão de cursos da Universidade sistema externo responsável pela cobrança das matrículas aos alunos da Universidade

55 Engenharia de Requisitos Diagrama de Contexto Sistema de cobrança Sistema de Matrícula Professor Aluno Funcionário

56 Engenharia de Requisitos Casos de Uso Sistema de cobrança Matrícula nos Cursos Manter informação de aluno Aluno Manter informações dos cursos Pedir lista dos matriculados Gerar catalogo Funcionário Professor Selecionar curso para ensinar Manter informação de professor

57 Engenharia de Requisitos Exemplo 3 Sistema de Pizzaria Online DESCRIÇÃO DO SISTEMA Uma empresa tem necessidade de um Sistema de Pizzaria Online, por meio do qual seus clientes possam solicitar pizzas pela Internet. O sistema tem o controle dos pedidos das pizzas e bebidas. Para solicitar seus pedidos os clientes obrigatoriamente deverão estar cadastrado. Um cliente poderá realizar vários pedidos, no entanto, um pedido será exclusivo para um cliente. O sistema deve informar, através de relatórios online, sempre que um item estiver com sua quantidade abaixo ou perto da quantidade mínima. Neste caso deverá ser montado um pedido para um fornecedor que venda este tido de produto.

58 Engenharia de Requisitos Requisitos funcionais Requisitos Funcionais O cliente visualiza os tipos de pizzas (sabores, tamanho...) O cliente escolhe a pizza e adiciona no seu pedido O cliente seleciona a bebida O cliente visualiza o pedido antes de fechar o pedido O cliente poderá visualizar uma lista com todos os seus pedidos Já solicitados anteriormente. O cliente pode opinar sobre o atendimento da pizzaria, referindo-se tanto à qualidade da pizza como da entrega. Um pedido poderá realizar muitos pedidos, no entanto, um pedido será exclusivo para um único cliente. Prioridade Essencial Essencial Essencial Essencial Essencial Importante Desejável

59 Engenharia de Requisitos Requisitos funcionais Requisitos Funcionais Cada pedido deverá armazenar, entre outras informações, a data e a hora em que o pedido foi feito e a hora provável de sua entrega. O valor da pizza será calculado pelo sabor mais caro. Cada pizza consome diversas quantidades de diversos itens de estoque. Sempre que uma pizza for produzida, essas quantidades devem ser diminuídas de seus respectivos itens no estoque. Montar pedido para o fornecedor sempre que um item do estoque estiver com sua quantidade perto da quantidade mínima. Emitir relatório que permitam saber quais os sabores de pizza são mais pedidos, bairros que se encontram estes clientes. Emitir relatório com o consumo médio diário de cada produto. Prioridade Essencial Essencial Essencial Essencial Essencial Importante

60 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos Requisitos não-funcionais Requisitos Não-Funcionais Controle de acesso o cliente deverá estar logado ao sistema O tempo de resposta deve ser o menor possível para não prejudicar o atendimento aos clientes O sistema deverá gravar logs de erros O sistema deverá fazer backup automático no final do dia O sistema deverá ser facilmente integralizável, caso seja necessário interligá-lo a a outros sistemas existentes. O sistema deve ser fácil de usar Tipo Segurança Performance Tolerância a falha Tolerância a falha Interoperabilidade Usabilidade

61 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos Funções do produto ( algumas funções) Funções Escolher Pizza Escolher Bebida Opinar Visualizar Pedido Descrição O sistema deverá apresentar um formulário Contendo duas divisões, a primeira apresentará os tamanhos de pizzas (pequeno, médio e grande) e a segunda os sabores de pizzas disponíveis. Representa o processo pelo qual um cliente escolhe uma bebida, sendo um pouco semelhante ao processo de escolha de pizza. Esse serviço permite que o cliente emita opiniões sobre os pedidos feitos anteriormente por ele. O cliente pode visualizar os itens escolhidos (pizzas e bebidas)

62 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos Funções do produto ( algumas funções) Funções Excluir Item Visualizar Pedidos Anteriores Visualizar Sabores mais Pedidos Concluir Pedido Descrição A partir do caso de uso Visualizar Pedido, o cliente pode excluir item do pedido. O cliente pode visualizar todos os pedidos já feitos por ele. Esse processo apresenta todos os sabores da pizzaria em ordem de sua preferencia Último passo para solicitar um pedido. É obrigatório que o cliente visualize seu pedido antes de concluí-lo.

63 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos Funções do produto ( algumas funções) Funções Visualizar Pedidos em Aberto Finalizar Pedido do Cliente Manter Cardápio Emitir Produtos em Baixa no Estoque Emitir Compras em Aberto Descrição Permite que um funcionário obtenha uma listagem de todos os pedidos ainda não atendidos. Define um pedido como finalizado, determinando o funcionário que o preparou e o que o entregou. Incluir, alterar e excluir pizzas do cardápio. Executado pelo administrador. Gera um relatório apresentando todos os produtos em baixa no estoque. Gera uma listagem contendo todas as compras solicitadas a fornecedores que ainda não foram entregues. ( Administrador)

64 Engenharia de Requisitos Formato da Documentação de Requisitos Funções do produto ( algumas funções) Funções Manter Compras Fornecedor Emitir Melhores Clientes Emitir Consumo por Período Descrição Permite ao administrador efetuar a manutenção das compras da empresa. Relatório de clientes que mais consomem na Pizzaria Relatório que informa o consumo dos itens do estoque em um determinado período.

65 <<ext>> <<inc>> Engenharia de Requisitos Sistema de Pizzaria Online - Subsistema Venda Escolher Pizza Excluir Pedido Visualizar Pedidos Anteriores Escolher Bebida <<inc>> Visualizar Pedidos Cliente Visualizar Sabores mais Pedidos Concluir Pedido Logar Cliente Opinar Auto- Registrar <<inc>>

66 <<ext>> Engenharia de Requisitos Sistema de Pizzaria Online - Subsistema Administrativo Manter Cardápio Visualizar pedido <<inc>> Visualizar Pedidos em Aberto Administrador Emitir Produtos em Baixa Emitir Consumo por Pedido Finalizar Pedido Cliente Funcionário Emitir Compras em Aberto Manter Compras Fornecedor Emitir Melhores Clientes Logar Administrador

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2007 Slide 1 Engenharia de Requisitos Exemplo 1 Reserva de Hotel 1. INTRODUÇÃO Este

Leia mais

Modelos de Sistemas Casos de Uso

Modelos de Sistemas Casos de Uso Modelos de Sistemas Casos de Uso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Casos de Uso Objetivos Principais dos Casos de Uso: Delimitação do contexto de

Leia mais

Engenharia Requisitos Estudo de caso

Engenharia Requisitos Estudo de caso Engenharia Requisitos Estudo de caso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Sistema de Matricula Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição

Leia mais

Estimativa / Viabilidade

Estimativa / Viabilidade Estimativa / Viabilidade Todos os projetos são viáveis desde que tenham ilimitados recursos e tempo infinito! Leitura: Cap6 e 23: Sommerville; Cap2 e 3: Pressman Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de

Leia mais

Estimativa / Viabilidade

Estimativa / Viabilidade Estimativa / Viabilidade Todos os projetos são viáveis desde que tenham ilimitados recursos e tempo infinito! Leitura: Sommerville (Cap7-25-26) Pressman (Cap15-20-21-22-23) Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia

Leia mais

Modelos de Sistemas Casos de Uso

Modelos de Sistemas Casos de Uso Modelos de Sistemas Casos de Uso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Modelagem de Sistema UML Unified Modeling Language (Linguagem de Modelagem Unificada)

Leia mais

UML - Unified Modeling Language

UML - Unified Modeling Language UML - Unified Modeling Language Casos de Uso Marcio E. F. Maia Disciplina: Engenharia de Software Professora: Rossana M. C. Andrade Curso: Ciências da Computação Universidade Federal do Ceará 24 de abril

Leia mais

Engenharia de Software Folha 1 - UML - Casos de Uso/Utilização DI-UBI

Engenharia de Software Folha 1 - UML - Casos de Uso/Utilização DI-UBI 1. Considere o diagrama de casos de uso/utilização para um controlo remoto de TV, o qual garante que inclui todas as funções do controlo remoto como casos de uso/utilização do seu modelo. 2. Descreva textualmente

Leia mais

A Linguagem de Modelagem Unificada (UML)

A Linguagem de Modelagem Unificada (UML) Aécio Costa A Linguagem de Modelagem Unificada (UML) Percebeu-se a necessidade de um padrão para a modelagem de sistemas, que fosse aceito e utilizado amplamente. Surge a UML (Unified Modeling Language)

Leia mais

No artigo anterior explicamos. Desenvolvimento de Software Dirigido por Caso de Uso. Parte II: Especificando Caso de Uso

No artigo anterior explicamos. Desenvolvimento de Software Dirigido por Caso de Uso. Parte II: Especificando Caso de Uso Desenvolvimento de Software Dirigido por Caso de Uso Parte II: Especificando Caso de Uso Vinicius Lourenço de Sousa viniciuslsousa@gmail.com Atua no ramo de desenvolvimento de software há mais de 10 anos,

Leia mais

Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema

Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema Objetivos da aula: Aprender os elementos básicos da modelagem por casos de uso Utilizar as associações entre casos de uso, atores e demais artefatos Compreender

Leia mais

INF 2125 PROJETO DE SISTEMAS DE SOFTWARE Prof. Carlos J. P. de Lucena

INF 2125 PROJETO DE SISTEMAS DE SOFTWARE Prof. Carlos J. P. de Lucena INF 2125 PROJETO DE SISTEMAS DE SOFTWARE Prof. Carlos J. P. de Lucena Trabalho Experimental Sistema de Gestão Hoteleira 1. Objetivo Este trabalho tem o objetivo de consolidar o conhecimento sobre UML e

Leia mais

ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Análise Descrição do problema a ser implementado Descrição dos objetos e classes que fazem parte do problema, Descrição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 08 APRESENTAÇÃO Na aula de hoje vamos apresentar e discutir como definir

Leia mais

2 Diagrama de Caso de Uso

2 Diagrama de Caso de Uso Unified Modeling Language (UML) Universidade Federal do Maranhão UFMA Pós Graduação de Engenharia de Eletricidade Grupo de Computação Assunto: Diagrama de Caso de Uso (Use Case) Autoria:Aristófanes Corrêa

Leia mais

Casos de Uso. Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software

Casos de Uso. Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software Um caso de uso descreve o que seu sistema faz para atingir determinado objetivo

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Roteiro Introdução Descrição: Sistema de Ponto de Vendas Casos de Usos Atores Fluxo de Eventos Cenários Formato de Documentação de Casos de Uso Diagramas de Casos de

Leia mais

Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0

Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0 Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Montar o Termo de Abertura.

Leia mais

Engenharia de Software III

Engenharia de Software III Engenharia de Software III Casos de uso http://dl.dropbox.com/u/3025380/es3/aula6.pdf (flavio.ceci@unisul.br) 09/09/2010 O que são casos de uso? Um caso de uso procura documentar as ações necessárias,

Leia mais

A linguagem UML. UML e Diagramas de Casos de Uso e Classes. Por que usar UML? O que é modelagem?

A linguagem UML. UML e Diagramas de Casos de Uso e Classes. Por que usar UML? O que é modelagem? UML e Diagramas de Casos de Uso e Classes Prof. Ms. Luiz Alberto Contato: lasf.bel@gmail.com A linguagem UML UML (Unified Modeling Language) Linguagem de Modelagem Unificada É uma linguagem de modelagem

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 05 Material preparado por Fernanda Madeiral Delfim Tópicos Aula 5 Contextualização UML Astah

Leia mais

APOO Análise e Projeto Orientado a Objetos. Requisitos

APOO Análise e Projeto Orientado a Objetos. Requisitos + APOO Análise e Projeto Orientado a Objetos Requisitos Requisitos 2 n Segundo Larman: n São capacidades e condições às quais o sistema e em termos mais amplos, o projeto deve atender n Não são apenas

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso! Um modelo funcional

Modelagem de Casos de Uso! Um modelo funcional Modelagem de Casos de Uso Diagrama de Casos de Uso Especificação de Cenários! Um modelo funcional! Mostra como os valores são processados, sem preocupações com:! ordenamento (seqüência) das ações;! as

Leia mais

Modelagem de Software Prof. Flávio de Oliveira Silva, Ph.D.

Modelagem de Software Prof. Flávio de Oliveira Silva, Ph.D. UML Diagramas Um diagrama é a apresentação gráfica de um conjunto de elementos, onde os vértices são ITENS e os arcos RELACIONAMENTOS UML 2.0 possui os seguintes diagramas: Diagrama de Classes (Class Diagram)

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

PROJETO DE BANCO DE DADOS

PROJETO DE BANCO DE DADOS 1 UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO PROJETO DE BANCO DE DADOS RESORT SYSTEM Recife 2012 2 UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO PROJETO DE BANCO DE DADOS

Leia mais

TCA. O Sistema On Demand de Administração e Operação Hoteleira

TCA. O Sistema On Demand de Administração e Operação Hoteleira TCA O Sistema On Demand de Administração e Operação Hoteleira Innsist Um Sistema on-line de Gestão Hoteleira que aumenta a lucratividade do seu hotel ao centralizar as operações das suas propriedades e

Leia mais

Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor

Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor Sistema de Gerenciamento de Loja - SIGEL Documento de Visão Versão 1.0.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 13/01/2011 0.1 Versão preliminar do levantamento de requisitos funcionais e não

Leia mais

IF-718 Análise e Projeto de Sistemas

IF-718 Análise e Projeto de Sistemas Centro de Informática - Universidade Federal de Pernambuco Especificação de Requisitos do Software Sistema de Gerenciamento de Restaurantes IF-718 Análise e Projeto de Sistemas Equipe: Jacinto Filipe -

Leia mais

UML: Casos de Uso. Projeto de Sistemas de Software

UML: Casos de Uso. Projeto de Sistemas de Software UML: Casos de Uso Projeto de Sistemas de Software UML Casos de Uso Introdução Casos de uso Elementos do diagrama de casos de uso Descrição de casos de uso Exemplo: Blog Ferramentas de modelagem Bibliografia

Leia mais

CASO DE USO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

CASO DE USO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com CASO DE USO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Caso de Uso Descreve o modelo funcional (comportamento) do sistema Técnica de especificaçao de requisitos Especifica um serviço que o sistema

Leia mais

Sumário. Uma visão mais clara da UML

Sumário. Uma visão mais clara da UML Instituto Federal de Santa Catarina Câmpus Chapecó Ensino Médio Integrado em Informática Módulo V Unidade Curricular: Engenharia de Software Professora: Lara P. Z. B. Oberderfer Uma visão mais clara da

Leia mais

LEVANTAMENTO DE REQUISITOS SEGUNDO O MÉTODO VOLERE

LEVANTAMENTO DE REQUISITOS SEGUNDO O MÉTODO VOLERE LEVANTAMENTO DE REQUISITOS SEGUNDO O MÉTODO VOLERE RESUMO Fazer um bom levantamento e especificação de requisitos é algo primordial para quem trabalha com desenvolvimento de sistemas. Esse levantamento

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - MÓDULO 2 - ANÁLISE DE REQUISITOS DE SOFTWARE APLICATIVO 1. INTRODUÇÃO Entender os requisitos de um problema está entre as tarefas mais difíceis na construção de um software. Na maioria das vezes o cliente

Leia mais

Concepção e Elaboração

Concepção e Elaboração UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Análise e Projeto Orientado a Objetos Concepção e Elaboração Estudo

Leia mais

UML 2. Guia Prático. Gilleanes T.A. Guedes. Novatec. Obra revisada e ampliada a partir do título Guia de Consulta Rápida UML 2

UML 2. Guia Prático. Gilleanes T.A. Guedes. Novatec. Obra revisada e ampliada a partir do título Guia de Consulta Rápida UML 2 UML 2 Guia Prático Gilleanes T.A. Guedes Obra revisada e ampliada a partir do título Guia de Consulta Rápida UML 2 Novatec capítulo 1 Introdução à UML A UML (Unified Modeling Language ou Linguagem de Modelagem

Leia mais

Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática.

Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática. Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática. 1 Introdução 1.1 Propósito O propósito deste documento de especificação de requisitos é definir os requisitos

Leia mais

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML.

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML. APLICAÇÃO DA ENGENHARIA DE REQUISITOS PARA COMPREENSÃO DE DOMÍNIO DO PROBLEMA PARA SISTEMA DE CONTROLE COMERCIAL LEONARDO DE PAULA SANCHES Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas RENAN HENRIQUE

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Componentes do Diagrama

Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Componentes do Diagrama DCC / ICEx / UFMG Diagrama de Diagrama de Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Adota uma linguagem simples Acessível ao cliente Objetivo é a compreensão do comportamento externo do sistema

Leia mais

Notas de Aula 05: Aplicação de um caso de uso

Notas de Aula 05: Aplicação de um caso de uso Notas de Aula 05: Aplicação de um caso de uso Objetivos da aula: Aprender a aplicar a técnica de casos de uso em um pequeno problema real Identificar as variáveis relevantes a serem consideradas Modelar

Leia mais

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Documento Requisitos Versão 1.

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Documento Requisitos Versão 1. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias Documento Requisitos Versão 1.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/09/2009 1.0 Elaboração da para análise da 1º versão Marcos Silva do documento

Leia mais

04/07/2015 UML. Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@hotmail.com DEFINIÇÃO DE REQUSIITOS

04/07/2015 UML. Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@hotmail.com DEFINIÇÃO DE REQUSIITOS UML Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@hotmail.com DEFINIÇÃO DE REQUSIITOS 1 REQUISITOS São os serviços fornecidos para um sistema. São classificados em requisitos

Leia mais

Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas. Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes

Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas. Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes Versão do documento: 1.4 Data de atualização: 04 de Fevereiro de 2012 Histórico

Leia mais

Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva

Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva Diagrama de Casos de Uso Demonstra o comportamento externo do sistema, através de uma linguagem simples. Apresentando o sistema sobre a perspectiva do

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS DOCUMENTO DE REQUISITOS ID documento: Data: / / Versão : Responsável pelo documento: ID Projeto: HISTÓRICO DE REVISÕES Data de criação/ atualização Descrição da(s) Mudança(s) Ocorrida(s) Autor Versão do

Leia mais

Curso de Licenciatura em Informática

Curso de Licenciatura em Informática Curso de Licenciatura em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita EXERCÍCIOS SOBRE MODELAGEM DE CASOS DE USO Exercício 1: construa um Diagrama de Casos de

Leia mais

SISTEMA HOTELEIRO. Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes. requisitos:

SISTEMA HOTELEIRO. Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes. requisitos: GERAIS Desenha um diagrama de classes com relacionamentos, nomes de papéis e multiplicidade para as seguintes situações: - Uma pessoa pode ser casada com outra pessoa. - Uma disciplina é pré-requisito

Leia mais

Software de Compras. Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter

Software de Compras. Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter Software de Compras Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter OutBuyCenter Software para o gerenciamento de compras integradas (eprocurement e supply chain), objetiva a rápida tramitação de compras

Leia mais

Unified Modeling Language UML - Notações

Unified Modeling Language UML - Notações Unified Modeling Language UML - Notações Prof. Ms. Elvio Gilberto da Silva elvio@fmr.edu.br UML Ponto de Vista É gerada com propósito geral de uma linguagem de modelagem visual usada para especificar,

Leia mais

O Processo Unificado: Captura de requisitos

O Processo Unificado: Captura de requisitos O Processo Unificado: Captura de requisitos Itana Gimenes Graduação em Informática 2008 Captura de Requisitos Modelagem do negócio: Visão de negócios Modelo de objetos de negócio de negócio Especificação

Leia mais

Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional.

Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional. Unidade 3: Modelagem de requisitos e de soluções (Parte a) 1 Casos de uso 1.1 Conceitos básicos e parâmetros de descrição Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional.

Leia mais

ALESSANDRO RODRIGO FRANCO FERNANDO MARTINS RAFAEL ALMEIDA DE OLIVEIRA

ALESSANDRO RODRIGO FRANCO FERNANDO MARTINS RAFAEL ALMEIDA DE OLIVEIRA ALESSANDRO RODRIGO FRANCO FERNANDO MARTINS RAFAEL ALMEIDA DE OLIVEIRA INTRODUÇÃO O projeto de um banco de dados é realizado sob um processo sistemático denominado metodologia de projeto. O processo do

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil

Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil UFCG Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil Arthur Silva Freire Caio César Meira Paes Carlos Artur Nascimento Vieira Matheus de Araújo Maciel Tiago Brasileiro Araújo Engenharia

Leia mais

Unioeste Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Unioeste Universidade Estadual do Oeste do Paraná Unioeste Universidade Estadual do Oeste do Paraná CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS Colegiado de Informática Curso de Bacharelado em Informática Especificação de Requisitos e Modelagem Orientada

Leia mais

Casos de Uso - definições

Casos de Uso - definições Casos de Uso - definições Um caso de uso é uma descrição narrativa de uma seqüência de eventos que ocorre quando um ator (agente externo) usa um sistema para realizar uma tarefa [Jacobson 92] Um caso de

Leia mais

SuperStore Sistema para Automação de Óticas

SuperStore Sistema para Automação de Óticas SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Administrador) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACESSANDO O SISTEMA PELA

Leia mais

DWS - Delivery WEB System

DWS - Delivery WEB System CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA - UNICEUB INSTITUTO CEUB DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO ICPD Francinaldo de Paula Santos DWS - Delivery WEB System TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático

Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Notas de Aula Ulrich Schiel Notas de Aula Ariadne

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Requisitos Cap. 06 e 07 Sommerville 8 ed. REQUISITOS DE SOFTWARE» Requisitos são descrições de serviços fornecidos pelo sistema e suas restrições operacionais. REQUISITOS DE USUÁRIOS: São

Leia mais

Casos de Uso O que é. Casos de Uso. Objetivos de um Caso de Uso. Atores. Atores e Casos de Uso. Diagramas de Caso de Uso

Casos de Uso O que é. Casos de Uso. Objetivos de um Caso de Uso. Atores. Atores e Casos de Uso. Diagramas de Caso de Uso Casos de Uso O que é Casos de Uso Descrições narrativas de processos do domínio da aplicação Documentam a seqüência de eventos de um ator (um agente externo) usando o sistema para completar, do início

Leia mais

O que é ERP e suas vantagens

O que é ERP e suas vantagens Sistema 8Box ERP O que é ERP e suas vantagens Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automação e

Leia mais

GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS

GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS VISÃO GERAL 1- INTRODUÇÃO GEST Sistema Gestor de Estacionamentos é o sistema desenvolvido pela INFRAERO para o controle operacional e financeiro do fluxo e permanência

Leia mais

Modelagem do Sistema EMD Vanice Pinheiro do Amaral Silva, Alberto da Silva Lobo

Modelagem do Sistema EMD Vanice Pinheiro do Amaral Silva, Alberto da Silva Lobo Modelagem do Sistema EMD Vanice Pinheiro do Amaral Silva, Alberto da Silva Lobo NTI Núcleo de Tecnologia e Informação Fundação Unirg 1. Introdução A utilização da informática surgiu como uma ferramenta

Leia mais

Sistema de Inteligência Patrimônial. Especificação dos Requisitos

Sistema de Inteligência Patrimônial. Especificação dos Requisitos Sistema de Inteligência Patrimônial Especificação dos Requisitos Especificação dos Requisitos Data Versão: 18 / 11 / 2015 Histórico das Revisões Data Versão Descrição Autor 23 / 11/ 2015 1.0 Versão Inicial

Leia mais

Diagramas de Casos de Uso

Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Casos de Uso Não diga pouco em muitas palavras, mas sim, muito em poucas. Pitágoras Casos de uso O modelo de casos de uso modela os requisitos funcionais do sistema. É uma técnica de modelagem

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO SAMI HOTELEIRO. www.samisistemas.com.br. Versão 1.0.2.11

MANUAL DE OPERAÇÃO SAMI HOTELEIRO. www.samisistemas.com.br. Versão 1.0.2.11 MANUAL DE OPERAÇÃO SAMI HOTELEIRO www.samisistemas.com.br Versão 1.0.2.11 1 Sumário ADMINISTRATIVO... 5 PERFIL DO USUÁRIO... 5 CADASTROS ADICIONAIS... 5 Cargo do Funcionário... 6 Estado Civil... 6 Identificação...

Leia mais

Processo de Engenharia de Software II

Processo de Engenharia de Software II UNIOESTE - Universidade Estadual do Oeste do Paraná CCET Centro de ciências Exatas e Tecnológicas Colegiado de Ciência da Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Processo de Engenharia

Leia mais

guia prático 2a Edição Gilleanes T.A. Guedes Novatec

guia prático 2a Edição Gilleanes T.A. Guedes Novatec guia prático 2a Edição Gilleanes T.A. Guedes Novatec Copyright 2007, 2014 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta

Leia mais

FUNCIONALIDADES DO SISTEMA HOTEL CONTROLL. Login no Sistema:

FUNCIONALIDADES DO SISTEMA HOTEL CONTROLL. Login no Sistema: FUNCIONALIDADES DO SISTEMA HOTEL CONTROLL Login no Sistema: O login do sistema permite com que cada funcionário possua uma senha e tenha suas atividades no sistema registradas. Na reserva ou hospedagem,

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 10 de Outubro de 2013. Revisão aula anterior Documento de Requisitos Estrutura Padrões Template Descoberta

Leia mais

Versão <1.0> Documento de Requisitos. Documento de Requisitos. Equipe:

Versão <1.0> Documento de Requisitos. Documento de Requisitos. Equipe: Versão Documento de Requisitos Documento de Requisitos Equipe: Bruno Harada (bhhc) Edilson Augusto Junior (easj) José Ivson Soares da Silva (jiss) Pedro Rodolfo da Silva Gonçalves (prsg) Raphael

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Sistemas de Informação e Tecnologia em 3º Semestre Análise Orientada aos Objetos Modelagem de Casos de Uso Objetivo: Apresentar

Leia mais

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML.

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML. MODELAGEM ORIENTADA A OBJETOS APLICADA À ANÁLISE E AO PROJETO DE SISTEMA DE VENDAS ALTEMIR FERNANDES DE ARAÚJO Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas ANDRE LUIZ DA CUNHA DIAS Discente da

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário Guia Rápido do Usuário 1 Apresentação Auxiliar o cliente Mesa01 de forma rápida e eficaz é o objetivo deste Manual Através dele, você conseguirá esclarecer dúvidas do dia-a-dia na utilização do sistema

Leia mais

CRM GESTÃO DOS SERVIÇOS AOS CLIENTES

CRM GESTÃO DOS SERVIÇOS AOS CLIENTES Página 1 de 6 Este sistema automatiza todos os contatos com os clientes, ajuda as companhias a criar e manter um bom relacionamento com seus clientes armazenando e inter-relacionando atendimentos com informações

Leia mais

2 a Lista de Exercícios

2 a Lista de Exercícios Projeto de Sistemas 2011/2 2 a Lista de Exercícios (1) Um importante aspecto do projeto da camada de Lógica de Negócio (LN) diz respeito à organização das classes e distribuição de responsabilidades entre

Leia mais

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Universidade Federal Rural de Pernambuco Bacharelado em Sistemas de Informação Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Docente: Rodrigo Aluna: Thays Melo de Moraes Diagramas do Projeto

Leia mais

Gerenciador de Log. Documento Visão. Projeto Integrador 2015/2. Engenharia de Software. Versão 2.0. Engenharia de Software

Gerenciador de Log. Documento Visão. Projeto Integrador 2015/2. Engenharia de Software. Versão 2.0. Engenharia de Software Documento Visão e Documento Suplementar Gerenciador de Log Documento Visão Versão 2.0 1 Índice 1. Histórico de Revisões...3 2. Objetivo do Documento...4 3. Sobre o Problema...4 4. Sobre o produto...4 4.1.

Leia mais

SISTEMATIZAÇÂO DOS TIPOS DE INFORMAÇÂO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL E DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÂO E COMUNICAÇÂO

SISTEMATIZAÇÂO DOS TIPOS DE INFORMAÇÂO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL E DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÂO E COMUNICAÇÂO SISTEMATIZAÇÂO DOS TIPOS DE INFORMAÇÂO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL E DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÂO E COMUNICAÇÂO Danilo Freitas Silvas Sistemas de informação CEATEC danilofs.ti@gmail.com Resumo:

Leia mais

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Universidade Estadual do Oeste do Paraná Universidade Estadual do Oeste do Paraná Estudo de Requisitos de um software para uma loja de lentes de contato Bruno Eduardo Soares Leonardo Zanotto Baggio Maykon Valério da Silva Cascavel, 10 de Junho

Leia mais

Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo

Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo FARMAINFOR Modernização da Farmácia do Hospital Mater Day Documento de Requisitos Versão 2.0 Histórico de Revisão

Leia mais

Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IV Requisitos. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN

Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IV Requisitos. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IV Requisitos Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução Etapa relacionada a descoberta e descrição das funcionalidades do sistema Parte significativa da fase

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

1. Contratos de aluguer automóvel

1. Contratos de aluguer automóvel 1. Contratos de aluguer automóvel Pretende-se desenvolver um Sistema Informático para apoio à gestão de Contratos de Aluguer automóvel de Longa-duração (SICAL) que permita efectuar, cancelar e modificar

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

1.Introdução. 2. Posicionamento

1.Introdução. 2. Posicionamento 1.Introdução 1.1 Finalidade Este documento tem o objetivo de demonstrar as necessidades e problemas que a rede de clínicas de vacinação IMUNIZA encontra em seu dia a dia, propondo após um levantamento

Leia mais

Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo

Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo FARMAINFOR Modernização da Farmácia do Hospital Mater Day Documento de Requisitos Versão 1.1 Histórico de Revisão

Leia mais

Apresentação Análise Essencial Projeto Implantação do Sistema Treinamento Suporte Técnico

Apresentação Análise Essencial Projeto Implantação do Sistema Treinamento Suporte Técnico Apresentação Um projeto de informatização tem como principal função analisar as características da empresa e apontar os pontos onde são necessários controles informatizados, fazendo uma análise junto à

Leia mais

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Histórico Diversas metodologias e métodos surgiram para apoiar OO. Evolução a partir de linguagens C++ e SmallTalk. Anos 80 Anos 80-90: diversidade de autores.

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

Modelagem Estática. Modelagem Estática. INF318 - Análise Orientada a Objetos e Projeto Arquitetural

Modelagem Estática. Modelagem Estática. INF318 - Análise Orientada a Objetos e Projeto Arquitetural Modelagem Estática Grupo 3: Caio Gomes Geovane Godoi Leonardo Tamura Roberto Honda Rosana Fagundes Talita Malaquias Página 1 1. Índice 1. Índice... 2 2. Caso de Uso #04 Reservar pacote... 3 3. Caso de

Leia mais

Menu Acesso - Lista de Operações Acessíveis Trade Solution - Versão 2.23g

Menu Acesso - Lista de Operações Acessíveis Trade Solution - Versão 2.23g Menu Acesso - Lista de Operações Acessíveis Trade Solution - Versão 2.23g Esta listagem apresenta as operações de acesso de acordo com o módulo do Trade Solution onde elas causam impacto. Se a operação

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

1 UML (UNIFIED MODELING LANGUAGE)

1 UML (UNIFIED MODELING LANGUAGE) 1 UML (UNIFIED MODELING LANGUAGE) Segundo Tonsig (2003), para conseguir desenvolver um software capaz de satisfazer as necessidades de seus usuários, com qualidade, por intermédio de uma arquitetura sólida

Leia mais

Documento de Casos de Uso. MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho

Documento de Casos de Uso. MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho Documento de Casos de Uso MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho 1. Índice 2. Introdução 3 3. Descrição dos atores 3 4. Diagrama de caso de uso 4 5. 5.1 5.2

Leia mais

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes.

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes. De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 70 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais