POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO"

Transcrição

1 Repositório Institucional - Universidade da Beira Interior POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO O Ubithesis Conhecimento Online é o Repositório Institucional Digital da Universidade da Beira Interior. Tem como objectivo divulgar e preservar conteúdos de natureza científica de autores ligados à Universidade e, simultaneamente, aumentar a visibilidade e dar uma maior projecção à investigação realizada na UBI. O projecto inerente à sua criação insere-se no movimento de Acesso Livre à Literatura Científica (Open Access). 1. OBJECTIVOS Divulgar a produção científica da UBI; Organizar de forma sistemática os documentos resultantes da produção científica e técnica da UBI; Contribuir para dar visibilidade e aumentar o impacto da investigação desenvolvida na UBI; Permitir o acesso livre, através da Internet, à produção científica e técnica da UBI; Preservar o trabalho científico e técnico da UBI; Participar nos projectos relativos ao domínio do acesso livre onde se inserem os Repositórios Científicos a nível nacional e internacional (por ex. RCAAP e DRIVER) 2. ORGANIZAÇÃO O UbiThesis está organizado em comunidades que correspondem às unidades orgânicas da Universidade da Beira Interior (Faculdades, Departamentos, Unidades de Investigação e Centros Associados). 1

2 Cada comunidade pode reunir os seus documentos em diferentes colecções. As comunidades podem manter um número ilimitado de documentos em diferentes colecções. As colecções são organizadas por tipo de documento ou informação (por exemplo, teses de doutoramento, artigos, comunicações em conferências, etc.). Os documentos são aceites pelo administrador, desde que reúnam as condições mencionadas nos pontos 3 e QUEM PODE DEPOSITAR NO UBITHESIS Autores ou co-autores de documentos que sejam: Docentes da UBI Investigadores da UBI Alunos da UBI Alunos doutras Instituições em co-autoria com docentes ou investigadores da UBI Bolseiros em co-autoria com docentes ou investigadores da UBI Funcionários e colaboradores de projectos com ligação à UBI O depositante é responsável pelos conteúdos por ele colocados no Ubithesis. 4. DOCUMENTOS QUE PODEM SER DEPOSITADOS NO UBITHESIS 4.1 Artigos Publicados em Revistas e Procedings de Conferências; Livros; Teses e outras Publicações Tipo de Documento Artigos em revistas nacionais e Comunicações em conferências nacionais e Dissertações de mestrado nacionais e Descrição Artigo publicado em revista científica nacional ou internacional com peer review Documentos relativos a conferências nacionais ou, como: - artigos apresentados; - artigos publicados em proceedings; - actas, relatórios; - palestras; - relatórios; - posters. Após aprovação por um júri 2

3 Livros nacionais e Teses de doutoramento nacionais e Revistas Publicações da UBI Livros ou partes de livros Após aprovação por um júri Publicações periódicas da UBI em que participem no corpo editorial os autores autorizados Edições da Universidade 4.2 Outros Documentos Resultantes de actividades de investigação e desenvolvimento ou ensino; De natureza científica ou técnica; Que estejam em formato digital. Os formatos aceites são: HTML (páginas web) PPS (Power Point) GIF (imagens) JPEG (imagens) MOV (vídeo) WMV (vídeo) SWF (flash) PDF (texto) Outros Em texto integral e formatado para "publicação"; Que tenham sido previamente objecto de arbitragem científica; No caso dos documentos reunirem as condições acima descritas: O autor deve estar disposto a, conceder à UBI o direito não-exclusivo de preservar e dar acesso ao seu trabalho através do UbiThesis. Isto é, os documentos devem estar completamente disponíveis e respeitar os direitos dos autores e das editoras para serem disponibilizados. No caso das teses, dissertações, trabalho de projecto ou relatório de estágio deverão ser acompanhadas de uma declaração assinada, que autorize a divulgação não exclusiva do documento, assinada pelo respectivo autor. 5. CONTROLO DA INFORMAÇÃO O depositante só poderá fazer a sua autenticação com o da UBI, outros endereços não são considerados válidos; O depositante tem autonomia para submeter os seus próprios documentos dentro dos critérios estabelecidos; 3

4 O depositante pode definir se o documento pode ser acedido na íntegra, aos metadados e ao resumo, assim como definir se o documento tem período de embargo; Os documentos depositados serão validados por técnicos dos Serviços de Documentação da UBI, de forma a garantir o respeito pelas regras e proceder à normalização dos dados. O que significa que: a) Aprovação - A colocação de quaisquer documentos no Repositório Institucional implica o cumprimento das regras previstas. - O documento é depositado e após aprovação pelo administrador é efectuada a validação dos metadados. - Em seguida o documento é depositado no repositório. b) Disponibilização Os documentos só serão disponibilizados após a validação dos metadados pelos respectivos responsáveis, de acordo com a seguinte sequência: Depositante Aprovação pelo Repositório Validação de Metadados Integração no Repositório Os metadados dos documentos submetidos para depósito são sempre verificados e validados pelos elementos do grupo de trabalho do Ubithesis, tendo como objectivo a descrição normalizada dos itens, garantindo desta forma a validação dos dados, e a maior finalidade do resultado final. A validação dos metadados será feita com base nas seguintes normas: NP 405-1: (1994) (Ed. 1) - Informação e Documentação. Referências bibliográficas: documentos impressos. NP 405-2: (1998) (Ed.1) - Informação e documentação. Referências bibliográficas. Parte 2: (Material Não-Livro) NP 405-4: (2002) (Ed. 1) - Informação e documentação. Referências bibliográficas. Parte 4: Documentos electrónicos. No que diz respeito, aos elementos relativos à data, a ordem de aparecimento poderá ser alterada, de acordo com o seguinte exemplo: Silva, A.M. (2009) Elaboração de manual. 4

5 6. DIREITOS DE AUTOR Quando for o autor a proceder ao auto-arquivo dos documentos é obrigatória a leitura e aceitação das condições de auto-arquivo. Os depositantes devem ainda validar a licença de divulgação não exclusiva indispensável para a disponibilização do documento no repositório. Sempre que um documento é disponibilizado no Repositório, o depositante é informado através de uma mensagem de correio electrónico gerada automaticamente. (Ver Anexo I) Para o repositório científico UbiThesis, os direitos de autor/copyright são sempre dos autores, excepto quando estes os tenham transmitido ou cedido de maneira formal e explícita a terceiros, como é de um modo geral o caso das publicações em revistas científicas. No entanto, políticas dos editores divergem, podendo permitir o auto-arquivo de uma cópia do trabalho em servidores institucionais ou pessoais. Caso os artigos a submeter ao Repositório já tenham sido publicados deverá o autor verificar junto das editoras respectivas, que condições lhe foram impostas quando da aceitação dos seu artigos para publicação. Se desconhecer a política da editora ou se não se lembrar da declaração que assinou e/ou se o documento já tiver sido publicado há algum tempo, pode solicitar autorização à editora para depositar o seu documento no UbiThesis. Para mais informação sobre as políticas de auto-arquivo e de direitos de autor poderão ser consultados os seguintes sites: - informação relativa a editoras: Sherpa Project em para os editores, - informação relativa a revistas: Romeo Project em 7. HARMONIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS Quando uma publicação é de autoria partilhada, no caso do UbiThesis podem verificar-se três situações distintas: Autoria partilhada com autores de instituições externas à UBI: o depositante, após verificação, deve seguir as instruções normais de depósito; Autoria partilhada entre docentes/investigadores de várias Unidades Orgânicas da UBI: cada autor (de Departamentos diferentes) pode depositar o documento na respectiva colecção da sua comunidade; Autoria partilhada por docentes/investigadores do mesmo Departamento: o validador reserva-se o direito de apenas aprovar um depósito. Deverão os autores chegar a um consenso sobre quem vai depositar o documento ou então transferir o direito de depositar para os Serviços de Documentação 5

POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Grupo de Trabalho dos Bibliotecários da UNL Abril de 2009 Aprovada na Reunião de 21 de Maio de 2009 do Colégio dos Directores Política

Leia mais

Regulamento da Biblioteca Digital do IPB - Repositório

Regulamento da Biblioteca Digital do IPB - Repositório Regulamento da Biblioteca Digital do IPB - Repositório Versão: RF Elaborado: Administrador/Gestor da Biblioteca Digital do IPB Clarisse Pais 1 Data: Dez. 2014 Verificado: Administrador/Gestor da Biblioteca

Leia mais

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências)

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências) Repositório.UL Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências) Marta Nogueira; Cristina Domingues Universidade de Lisboa - Grupo de trabalho do Repositório.UL http://repositorio.ul.pt / repositorio@reitoria.ul.pt

Leia mais

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Farmácia)

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Farmácia) Repositório.UL Política de depósito da UL e políticas editoriais (Farmácia) Marta Nogueira; Cristina Domingues Universidade de Lisboa - Grupo de trabalho do Repositório.UL http://repositorio.ul.pt / repositorio@reitoria.ul.pt

Leia mais

VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado. E-repositórios. 26 de Maio de 2007

VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado. E-repositórios. 26 de Maio de 2007 VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado E-repositórios 26 de Maio de 2007 Intervenção de Maria João Gomes da Universidade do Minho Repositórios

Leia mais

IC-Online: repositório institucional

IC-Online: repositório institucional IC-Online: história de um repositório institucional Reorganização de serviços do IPL: Bibliotecas do IPL passarem a trabalhar como uma unidade Rentabilização de esforços, recursos humanos e recursos materiais

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO n 003/10 (Processo nº 9727/10 )

RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO n 003/10 (Processo nº 9727/10 ) RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO n 003/10 (Processo nº 9727/10 ) O Prof. Dr. Oduvaldo Cacalano, Presidente do Conselho Universitário do Centro Universitário Fundação Santo André, no uso de suas atribuições

Leia mais

termo de cessão e compartilhamento DE ARQUIVOS DIGITAIS

termo de cessão e compartilhamento DE ARQUIVOS DIGITAIS U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A C E N T R O D E E S T U D O S A F R O - O R I E N T A I S M U S E U D I G I T A L D A M E M Ó R I A A F R I C A N A E A F R O B R A S I L E I R A LIVRO

Leia mais

Apoios financeiros às actividades do i2ads e dos seus membros

Apoios financeiros às actividades do i2ads e dos seus membros FBAUP Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade Av. Rodrigues de Freitas 265 4049-021 Porto T - 225 192 400 F - 225 367 036 office@i2ads.org Apoios financeiros às actividades do e dos seus

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES MODELO DE RELATÓRIO DE ACTIVIDADES AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE Nome: Escola: MODELO NORMALIZADO DE RELATÓRIO DE ACTIVIDADES NOME: ESCOLA: UTC: Categoria:

Leia mais

RIA- Repositório Institucional da Universidade de Aveiro Direitos de autor/copyright

RIA- Repositório Institucional da Universidade de Aveiro Direitos de autor/copyright RIA- Repositório Institucional da Universidade de Aveiro Direitos de autor/copyright Politicas de copyright e autoarquivo das editoras: o projecto Sherpa/RoMEO - http://www.sherpa.ac.uk/romeo/ Todos os

Leia mais

BIBLIOTECA DIGITAL DE PRODUÇÃO INTELECTUAL DA USP

BIBLIOTECA DIGITAL DE PRODUÇÃO INTELECTUAL DA USP BIBLIOTECA DIGITAL DE PRODUÇÃO INTELECTUAL DA USP Sistema Integrado de Bibliotecas Novembro de 2012 Uma nova realidade Com o advento da Internet, os fluxos da Comunicação científica se modificaram As publicações

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Ciências do Desporto

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Ciências do Desporto UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Ciências do Desporto REGULAMENTO DO MESTRADO EM ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA NOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO (2º CICLO) Artigo 1.º Criação A Universidade da

Leia mais

Guia de Proteção às Marcas

Guia de Proteção às Marcas Guia de Proteção às Marcas Comitês Olímpicos Nacionais e Comitês Paralímpicos Nacionais versão 3 Guia de Proteção às Marcas Comitês Olímpicos Nacionais e Comitês Paralímpicos Nacionais Guia de Proteção

Leia mais

Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de

Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de 2012. ENQUADRAMENTO 2ºs PRÉMIOS DE JORNALISMO CEPSA ESTRADAS

Leia mais

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 Biblioteca Virtual BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 A. Introdução A Biblioteca Virtual da Universidade do Porto (BVUP) continuará no ano de 2007 com a sua missão

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DOS INICIATIVA ESCOLAS, PROFESSORES E COMPUTADORES PORTÁTEIS EQUIPAMENTOS DO PROJECTO. Ano Lectivo 2006 / 07

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DOS INICIATIVA ESCOLAS, PROFESSORES E COMPUTADORES PORTÁTEIS EQUIPAMENTOS DO PROJECTO. Ano Lectivo 2006 / 07 REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS DO PROJECTO INICIATIVA ESCOLAS, PROFESSORES E COMPUTADORES PORTÁTEIS Ano Lectivo 2006 / 07 O equipamento informático afecto ao Projecto será partilhado por vários

Leia mais

POLÍTICA DE INFORMAÇÃO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNILA (RI/UNILA)

POLÍTICA DE INFORMAÇÃO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNILA (RI/UNILA) POLÍTICA DE INFORMAÇÃO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNILA (RI/UNILA) Foz do Iguaçu, Novembro de 2015 1 SUMÁRIO I. Repositório institucional...2 II. Administração do repositório...2 III. Equipe de bibliotecários-gestores

Leia mais

EDITAL DE APOIO À PUBLICAÇÃO DE LIVROS IMPRESSOS E ELETRÔNICOS

EDITAL DE APOIO À PUBLICAÇÃO DE LIVROS IMPRESSOS E ELETRÔNICOS EDITAL Nº. 001/2013. EDITAL DE APOIO À PUBLICAÇÃO DE LIVROS IMPRESSOS E ELETRÔNICOS A Reitoria da Universidade Potiguar, por meio deste edital, leva a público, a abertura das inscrições para a publicação

Leia mais

10.207.232/0001-79, 1970 5 CEP: 04565-907, 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO

10.207.232/0001-79, 1970 5 CEP: 04565-907, 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO REGULAMENTO Realizadora: Instituto Claro, CNPJ: 10.207.232/0001-79, com sede na Rua Flórida, 1970 andar 5 CEP: 04565-907, Cidade Monções São Paulo/SP. 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO 1.1. O Prêmio Instituto

Leia mais

WordPress. Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos. Versão 1.0 31 de Outubro de 2008

WordPress. Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos. Versão 1.0 31 de Outubro de 2008 WordPress Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos 31 de Outubro de 2008 Calçada do Marquês de Abrantes 45, 3º Dto 1200-718 Lisboa - PORTUGAL Tel.: +351 21 3304220 fax: +351 21 3304219

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016. Preâmbulo

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016. Preâmbulo REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016 Preâmbulo O departamento de Acção Cultural da Fundação GDA, através do programa de Apoio a Bolsas de Qualificação

Leia mais

Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink

Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink Introdução O objectivo deste documento é informar os colaboradores da Staples sobre a linha de apoio de ética e conformidade da empresa, conhecida

Leia mais

REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO. Preâmbulo

REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO. Preâmbulo REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO Preâmbulo A Universidade do Porto, doravante designada UP, considera que a protecção e valorização dos resultados de I&D e de outras actividades

Leia mais

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno*

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno* Website disponível em: http://formar.tecminho.uminho.pt/moodle/course/view.php?id=69 Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt Palavra-chave: *aluno* Associação Universidade Empresa para o Desenvolvimento Web

Leia mais

EDITAL Abertura de Processo Seletivo

EDITAL Abertura de Processo Seletivo EDITAL Abertura de Processo Seletivo Projeto de Iniciação Científica das Faculdades Integradas Campo-grandenses (FIC) Dispõe sobre as normas para o processo de chamada de propostas de projetos de iniciação

Leia mais

Concurso de Design Criação de cartaz REGULAMENTO

Concurso de Design Criação de cartaz REGULAMENTO Concurso de Design Criação de cartaz REGULAMENTO 1. Introdução O presente concurso, destinado à apresentação de projectos de criação de um cartaz original, é uma iniciativa da Associação 25 de Abril (doravante

Leia mais

Biblioteca Escola Superior Agrária. Venha descobrir a Biblioteca da Escola Superior Agrária em apenas 5 minutos

Biblioteca Escola Superior Agrária. Venha descobrir a Biblioteca da Escola Superior Agrária em apenas 5 minutos Venha descobrir a Biblioteca da em apenas 5 minutos Biblioteca da Missão Tem por missão recolher, conservar, organizar e disponibilizar, aos alunos, docentes, investigadores, funcionários e comunidade

Leia mais

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no uso das suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

RepositóriUM. Repositório Institucional da Universidade do Minho. Eloy Rodrigues eloy@sdum.uminho.pt

RepositóriUM. Repositório Institucional da Universidade do Minho. Eloy Rodrigues eloy@sdum.uminho.pt RepositóriUM Repositório Institucional da Universidade do Minho Eloy Rodrigues eloy@sdum.uminho.pt Sumário O que é o RepositóriUM? Quais são os seus objectivos? Que tipo de documentos vai reunir? Quais

Leia mais

III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE

III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE REGULAMENTO Um olhar para o futuro I PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO A. O Concurso de Fotografia da FAE é uma iniciativa promovida pela Coordenação do Núcleo Cultural do Programa de

Leia mais

Se você quer retorno para seu investimento, não deixe de estar no site do Correio Braziliense.

Se você quer retorno para seu investimento, não deixe de estar no site do Correio Braziliense. O site do Correio une a credibilidade do melhor jornal do DF com a versatilidade da web e é a principal referência entre os grandes consumidores de informação. Com atualização em tempo real, recursos em

Leia mais

Guia de Depósito Teses

Guia de Depósito Teses Guia de Depósito Teses Descreva o documento que está a depositar Página 1 Se seleccionar todas as opções nesta página, visualizará um formulário diferente, modificado com o intuito de capturar informações

Leia mais

2.2. Podem, ainda, candidatar-se entidades agrupadas num projecto comum, devendo ser indicado o líder do mesmo.

2.2. Podem, ainda, candidatar-se entidades agrupadas num projecto comum, devendo ser indicado o líder do mesmo. 1. Do Programa EDP SOLIDÁRIA 1.1. A Fundação EDP, adiante designada por FEDP, no âmbito das suas actividades nas áreas da solidariedade e da inovação social, promove uma iniciativa anual o Programa EDP

Leia mais

Termos de Serviços. 1. Aceitação dos Termos de Serviços

Termos de Serviços. 1. Aceitação dos Termos de Serviços 1. Aceitação dos Termos de Serviços Termos de Serviços 1. A VORTEX fornece a você (CONTRATANTE), sujeito aos Termos descritos a seguir, diversos serviços. Ao autorizar um serviço específico da VORTEX MARKETING

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), por meio de sua Pró-reitoria de

Leia mais

Consultoria em Website, Gestor de Conteúdos e Newsletter.

Consultoria em Website, Gestor de Conteúdos e Newsletter. Consultoria em Website, Gestor de Conteúdos e Newsletter. Proposta MD20091123253 Web site, Gestor de Conteúdos e Newsletter. Versão 1.0 23 de Novembro de 2009 RESTRIÇÕES AO USO E DIVULGAÇÃO DA INFORMAÇÃO

Leia mais

Bem-vindo! Mustek Systems, Inc.

Bem-vindo! Mustek Systems, Inc. Bem-vindo! Mustek Systems, Inc. As informações contidas neste documento estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. As empresas, nomes e dados utilizados nestes exemplos são fictícios, a menos que o

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MONOGRAFIA / CERTIFICAÇÃO

PROCEDIMENTO DE MONOGRAFIA / CERTIFICAÇÃO COMPANHIA DOS CURSOS Página: 1 de 14 1.0 OBJETIVO A Companhia dos Cursos tem como objetivo informar o aluno sobre o trâmite de realização de monografia e de orientação ao Trabalho de Conclusão de Curso.

Leia mais

XVI SEACON COMISSAO TÉCNICA NORMAS PARA SUBMISSÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

XVI SEACON COMISSAO TÉCNICA NORMAS PARA SUBMISSÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS XVI SEACON COMISSAO TÉCNICA NORMAS PARA SUBMISSÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS Os trabalhos serão submetidos à avaliação da Comissão Técnica e, uma vez aprovados, serão selecionados para apresentação nos

Leia mais

Pró-Reitoria de Administração - PRAd Assessoria de Informática - AI SISTEMA DE PUBLICAÇÃO DE LICITAÇÕES. Manual de Procedimentos

Pró-Reitoria de Administração - PRAd Assessoria de Informática - AI SISTEMA DE PUBLICAÇÃO DE LICITAÇÕES. Manual de Procedimentos Pró-Reitoria de Administração - PRAd Assessoria de Informática - AI SISTEMA DE PUBLICAÇÃO DE LICITAÇÕES Manual de Procedimentos 2004 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVOS...3 3. ÂMBITO DE APLICAÇÃO...3

Leia mais

BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA - BU INSTRUÇÃO NORMATIVA BU Nº 01/2014

BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA - BU INSTRUÇÃO NORMATIVA BU Nº 01/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA BU Nº 01/2014 Define normas para entrega, recebimento e atribuição do Digital object identifier (DOI) às publicações digitais da UDESC. A Biblioteca Universitária da Fundação Universidade

Leia mais

TERMOS DE USO. Decathlon.com.br

TERMOS DE USO. Decathlon.com.br TERMOS DE USO Decathlon.com.br INTRODUÇÃO 1 - RECURSOS OFERECIDOS PELO SITE 2 - CONDIÇÕES DE USO 3 - DEPÓSITO DE CONTEÚDO NO SITE 4 - CONDUTA NO SITE 5 - DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL 6 - RESPONSABILIDADE

Leia mais

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição:

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Uma subscrição de um espaço web da One.com oferece acesso aos servidores

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) http://curriculum.degois.pt Março de 2012 Versão 1.5 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL RESOLUÇÃO CUNI Nº 054, DE 5 DE JULHO DE 2011. Dispõe sobre a Política de Segurança da Informação e Comunicações da Universidade Federal de Lavras. O Conselho Universitário da Universidade

Leia mais

TERMO DE PARCERIA e POLÍTICA DE USO. 1. Considerações preliminares do Portal e aplicativos Vets4Vet

TERMO DE PARCERIA e POLÍTICA DE USO. 1. Considerações preliminares do Portal e aplicativos Vets4Vet TERMO DE PARCERIA e POLÍTICA DE USO 1. Considerações preliminares do Portal e aplicativos Vets4Vet 1.1 O Portal Vets4Vet, encontrado na internet sob o domínio www.vets4vet.com.br, tem por objetivo aproximar

Leia mais

4ª Data dos eventos A maratona fotográfica realiza-se no dia 21 de setembro de 2013. O evento têm início às 10:00h e termina às 21h.

4ª Data dos eventos A maratona fotográfica realiza-se no dia 21 de setembro de 2013. O evento têm início às 10:00h e termina às 21h. Regulamento da Maratona Fotográfica Fnac Lisboa 1º Organização O evento Maratona Fotográfica Fnac Região de Lisboa (adiante designado por Maratona ) é organizado pela Fnac Portugal - Actividades Culturais

Leia mais

REGULAMENTO PREMIAÇÃO IMPACT AWARDS 2015 A PREMIAÇÃO SERÁ REALIZADA NO DIA 18 DE AGOSTO, DURANTE A 18ª CONFERÊNCIA ANUAL DA ASUG BRASIL

REGULAMENTO PREMIAÇÃO IMPACT AWARDS 2015 A PREMIAÇÃO SERÁ REALIZADA NO DIA 18 DE AGOSTO, DURANTE A 18ª CONFERÊNCIA ANUAL DA ASUG BRASIL REGULAMENTO PREMIAÇÃO IMPACT AWARDS 2015 A PREMIAÇÃO SERÁ REALIZADA NO DIA 18 DE AGOSTO, DURANTE A 18ª CONFERÊNCIA ANUAL DA ASUG BRASIL O Impact Awards é um prêmio tradicional na comunidade da ASUG Brasil.

Leia mais

EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM

EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM A Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa e o Núcleo de Inovação

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PROGRAMA DE APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PROGRAMA DE APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Finalidade 2009 Este documento estabelece o portfólio de fomento, disponibilizado pela UPE e julgados pela Câmara de Pó-Graduação, em adição aos existentes

Leia mais

Regulamento Setembro de 2013

Regulamento Setembro de 2013 Regulamento Setembro de 2013 1. ÂMBITO E ESTRUTURA A Biblioteca da Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão é uma unidade documental que adquire, processa e disponibiliza informação especializada

Leia mais

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA ELETRÔNICA SALA DE AULA EM FOCO

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA ELETRÔNICA SALA DE AULA EM FOCO 1 NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA ELETRÔNICA SALA DE AULA EM FOCO Sumário 1. POLÍTICA EDITORIAL... 1 1.1. FOCO E ESCOPO... 1 1.2. PÚBLICO ALVO... 2 1.3. SUBMISSÃO DOS ARTIGOS... 2 1.4. AVALIAÇÃO POR PARES...

Leia mais

EDITAL Nº 012/PREG/2011

EDITAL Nº 012/PREG/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA! " # $$%&$'((()*+,--.!/0123"214 $)5* EDITAL Nº 012/PREG/2011 Concurso para escolha das logomarcas/logotipos do Instituto EDUCAMPO/UFSC e do

Leia mais

PROGRAMA OI DE PATROCÍNIO CULTURAL INCENTIVADO EDITAL DE SELEÇÃO 2015/2016 SELEÇÃO NACIONAL DE PROJETOS CULTURAIS

PROGRAMA OI DE PATROCÍNIO CULTURAL INCENTIVADO EDITAL DE SELEÇÃO 2015/2016 SELEÇÃO NACIONAL DE PROJETOS CULTURAIS A OI e o OI FUTURO tornam público, para conhecimento dos interessados, que receberá inscrições para o Processo de Seleção Nacional de Projetos Culturais 2015/2016. A Seleção Nacional de Projetos Culturais

Leia mais

A RELEVÂNCIA DAS COMPETÊNCIAS DE PRODUÇÃO, EDIÇÃO E DIVULGAÇÃO/VENDAS NUM SERVIÇO DE INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO: ESTUDO DE CASO

A RELEVÂNCIA DAS COMPETÊNCIAS DE PRODUÇÃO, EDIÇÃO E DIVULGAÇÃO/VENDAS NUM SERVIÇO DE INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO: ESTUDO DE CASO A RELEVÂNCIA DAS COMPETÊNCIAS DE PRODUÇÃO, EDIÇÃO E DIVULGAÇÃO/VENDAS NUM SERVIÇO DE INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO: ESTUDO DE CASO Júlia Maria Maia Costa, Açucena Olivença Cotrim, Cristina Cabaço da Mata,

Leia mais

PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO O PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO é uma iniciativa do Instituto Votorantim, por meio do projeto Parceria Votorantim pela Educação, que tem o

Leia mais

Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos

Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos Ao abrigo do disposto no n.º 5 do artigo 9.º, no n.º 2 do artigo 10.º, nos artigos 11.º e

Leia mais

Políticas Organizacionais

Políticas Organizacionais Políticas Organizacionais Manual de Políticas da CERCI Elaborado por/data Departamento de Gestão da Qualidade/Março 2013 Aprovado por/data Direção/18.03.2013 Revisto por/data Índice 1. Política e Objetivos

Leia mais

Manual de Utilização - Backoffice

Manual de Utilização - Backoffice Manual de Utilização - Backoffice ÍNDICE 1. LOGIN DE ACESSO 2. SEPARADORES 2.1 PROMOÇÕES 2.2 GESTÃO DE CENTROS E LOJAS 2.3 GESTÃO DE PÁGINA DO LOJISTA 2.4 GESTÃO DE UTILIZADORES 2.5 ALERTAS 3. VALIDAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO 3º ENCONTRO DE ENFERMAGEM DE EMERGÊNCIA. Enquadramento

REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO 3º ENCONTRO DE ENFERMAGEM DE EMERGÊNCIA. Enquadramento REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO 3º ENCONTRO DE ENFERMAGEM DE EMERGÊNCIA Enquadramento Concurso de fotografia subordinado ao Tema O Cuidar na Enfermagem na Urgência e Emergência, organizado pela

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 015/2015 - PRPGP/UFSM Auxílio à pesquisa de recém-doutores ( FIPE Enxoval ) A Pró-Reitoria de

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIBIC/FAPEMIG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

Anexo ao Regulamento do Centro de Estudos e Formação Avançada em Gestão e Economia (CEFAGE)

Anexo ao Regulamento do Centro de Estudos e Formação Avançada em Gestão e Economia (CEFAGE) Anexo ao Regulamento do Centro de Estudos e Formação Avançada em Gestão e Economia (CEFAGE) CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Âmbito) 1.1. Como previsto no Regulamento do CEFAGE, nomeadamente nos

Leia mais

EDITAL DE APOIO À EDITORAÇÃO E PUBLICAÇÃO DE PERIÓDICOS CIENTÍFICOS - 2016

EDITAL DE APOIO À EDITORAÇÃO E PUBLICAÇÃO DE PERIÓDICOS CIENTÍFICOS - 2016 EDITAL DE APOIO À EDITORAÇÃO E PUBLICAÇÃO DE PERIÓDICOS CIENTÍFICOS - 2016 A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), torna público o presente

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO 2 Sumário 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 1.1 Atividade acadêmica... 3 1.2 Estruturação... 3 1.3 Localização

Leia mais

PROJECTO DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS E NÃO FINANCEIROS. Nota justificativa

PROJECTO DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS E NÃO FINANCEIROS. Nota justificativa PROJECTO DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS E NÃO FINANCEIROS Nota justificativa A prossecução do interesse público municipal nas áreas da cultura, da acção social, das actividades

Leia mais

SEMINÁRIO REDE SOCIAL: PLANEAR PARA INTERVIR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GERADORES DE UM FLUXO CONTINUO DE INFORMAÇÃO

SEMINÁRIO REDE SOCIAL: PLANEAR PARA INTERVIR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GERADORES DE UM FLUXO CONTINUO DE INFORMAÇÃO SEMINÁRIO REDE SOCIAL: PLANEAR PARA INTERVIR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GERADORES DE UM FLUXO CONTINUO DE INFORMAÇÃO CONCEITO Sistema de informação Sistema, tanto manual como automático, composto por pessoas,

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO REGULAMENTO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO ARTIGO 1º Âmbito do Regulamento As estruturas, cargos e funções previstos no presente regulamento são válidos apenas

Leia mais

1Ò&/(2'(('8&$d 2$',67Æ1&,$1($' PROCEDIMENTOS PARA DISCIPLINAS A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO

1Ò&/(2'(('8&$d 2$',67Æ1&,$1($' PROCEDIMENTOS PARA DISCIPLINAS A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO 1Ò&/(2'(('8&$d 2$',67Æ1&,$1($' PROCEDIMENTOS PARA DISCIPLINAS A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 03 2 PROCEDIMENTOS PARA MATRÍCULA...04 3. PARTICIPAÇÃO NAS DISCIPLINAS EAD...04 4 AVALIAÇÃO

Leia mais

Serão aceitos trabalhos com no máximo oito integrantes, sendo o autor principal e o apresentador acadêmicos em exercício.

Serão aceitos trabalhos com no máximo oito integrantes, sendo o autor principal e o apresentador acadêmicos em exercício. NORMAS PARA INSCRIÇÃO Para submeter um trabalho é obrigatório que todos os seus autores, inclusive o(s) orientador(es), estejam inscritos no XXXVIII Congresso Médico Universitário do ABC (COMUABC) e que

Leia mais

Regulamento do Centro de Investigação em Educação e Psicologia da Universidade de Évora (CIEP-UE)

Regulamento do Centro de Investigação em Educação e Psicologia da Universidade de Évora (CIEP-UE) Regulamento do Centro de Investigação em Educação e Psicologia da Universidade de Évora (CIEP-UE) Sob proposta da Directora do CIEP-UE, com parecer favorável da Assembleia de Representantes da Escola de

Leia mais

Guia "Web Connect" MFC-J825DW MFC-J835DW DCP-J925DW. Versão 0 POR

Guia Web Connect MFC-J825DW MFC-J835DW DCP-J925DW. Versão 0 POR Guia "Web Connect" MFC-J825DW MFC-J835DW DCP-J925DW Versão 0 POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: As s indicam o que fazer se ocorrerem determinadas

Leia mais

Procedimentos de Segurança

Procedimentos de Segurança Procedimentos de Segurança Proteger o seu computador Utilize um anti-vírus para proteger o seu sistema e os seus dados Mantenha-o constantemente ligado e actualizado, e sempre configurado com protecção

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação Coordenadoria de Pesquisa e Criação

Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação Coordenadoria de Pesquisa e Criação Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação Coordenadoria de Pesquisa e Criação Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação EDITAL PROPCI-PROPG/UFBA 02/20 PRODOC-UFBA A Pró-Reitoria

Leia mais

O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das

O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das Apresentação O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar

Leia mais

Universidade de São Paulo Escola de Engenharia de São Carlos. Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica

Universidade de São Paulo Escola de Engenharia de São Carlos. Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica Universidade de São Paulo Escola de Engenharia de São Carlos Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica I - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP) A CCP terá como membros

Leia mais

ACORDO DE LICENÇA DE USUÁRIO FINAL ROSETTA STONE e ROSETTA WORLD

ACORDO DE LICENÇA DE USUÁRIO FINAL ROSETTA STONE e ROSETTA WORLD ACORDO DE LICENÇA DE USUÁRIO FINAL ROSETTA STONE e ROSETTA WORLD 1. ACORDO ENTRE O USUÁRIO E A ROSETTA STONE: O presente Acordo de Licença de Usuário Final (doravante designado por "Acordo") é um contrato

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012 A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação (PROEPI) do Instituto Federal do Paraná, por meio da Diretoria de Pesquisa (DIPE)

Leia mais

elemento digital Dossier de Serviços para Empresas www.e-noivos.com

elemento digital Dossier de Serviços para Empresas www.e-noivos.com elemento digital Dossier de Serviços para Empresas www.e-noivos.com Julho 2003 1. A quem se dirige este documento? Este documento dirige-se a responsáveis pelo Marketing e/ou pela promoção e dinamização

Leia mais

MANUAL DO CICLO 2014/2015

MANUAL DO CICLO 2014/2015 MANUAL DO CICLO 2014/2015 O QUE É O PIC? Programa de Iniciação Científica da Universidade Positivo Um dos objetivos da Universidade hoje é formar indivíduos capazes de buscar conhecimento e de saber utilizá-lo.

Leia mais

PLASAC POLÍTICA PARA UTILIZAÇÃO DA INTERNET Versão 1.0

PLASAC POLÍTICA PARA UTILIZAÇÃO DA INTERNET Versão 1.0 PLASAC - POLÍTICA PARA UTILIZAÇÃO DA INTERNET PLASAC POLÍTICA PARA UTILIZAÇÃO DA INTERNET Versão 1.0 Tecnologia da Informação. Índice: 1. Introdução 2. Objetivos da política 3. Princípios da política 4.

Leia mais

Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum

Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum Investigadores Responsáveis: Maribel Santos Miranda e Professor Doutor António Osório Instituto Estudos da Criança Universidade do Minho http://www.nonio.uminho.pt/arcacomum

Leia mais

5. Ler cuidadosamente as mensagens de correio electrónico;

5. Ler cuidadosamente as mensagens de correio electrónico; Segundo o Guia para ambientes de aprendizagem digitais quer alunos, quer professores, precisam de novas competências ao nível da literacia digital à medida que cada vez mais recursos estão presentes na

Leia mais

As imagens vencedoras estamparão algumas janelas do Colégio, além de serem divulgadas via Facebook e site do Instituto Sidarta.

As imagens vencedoras estamparão algumas janelas do Colégio, além de serem divulgadas via Facebook e site do Instituto Sidarta. INFORMAÇÕES GERAIS O concurso de fotos que celebra os 15 anos do Instituto Sidarta tem como tema Cenas no Sidarta, ou seja, cenas da experiência vivida no Sidarta que foram e são importantes para os alunos

Leia mais

Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6

Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6 Chamada Pública 17/2014 Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6 Acordo Capes/Fundação Araucária A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Leia mais

Normas de Utilização de Espaços e Equipamentos da. Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Normas de Utilização de Espaços e Equipamentos da. Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa Normas de Utilização de Espaços e Equipamentos da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa O presente documento tem por finalidade definir e regular os procedimentos e normas gerais de utilização

Leia mais

Novas Formas de Aprender e Empreender

Novas Formas de Aprender e Empreender Novas Formas de Aprender e Empreender DÚVIDAS FREQUENTES 1. Sobre o Prêmio Instituto Claro, Novas Formas de Aprender e Empreender 1.1. O que é o Prêmio? O Prêmio Instituto Claro Novas Formas de Aprender

Leia mais

Guião de Ajuda. Inscrição. Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo

Guião de Ajuda. Inscrição. Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo Guião de Ajuda Inscrição Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo ÍNDICE Títulos Pág. Apresentação do Roteiro do Associativismo 3 Aceder ao Roteiro do Associativismo 4 Inscrever/Atualizar

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL Artigo 1.º Definição De acordo com o art.º 80 dos Estatutos da Escola Superior de Hotelaria (ESHTE) e Turismo do Estoril,

Leia mais

Perguntas Mais Frequentes Sobre

Perguntas Mais Frequentes Sobre Perguntas Mais Frequentes Sobre Neste documento pretende a Coordenação do Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa (PNDAE) reunir uma selecção das perguntas mais frequentemente colocadas

Leia mais

Reunião Nacional das Comissões de Ética PERSPECTIVAS FUTURAS DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA EM PORTUGAL

Reunião Nacional das Comissões de Ética PERSPECTIVAS FUTURAS DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA EM PORTUGAL Reunião Nacional das Comissões de Ética PERSPECTIVAS FUTURAS DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA EM PORTUGAL Recursos Humanos Financiamento Condições Legais: Lei de Investigação Clínica Fundo para a Investigação em

Leia mais

Última atualização em 16 de junho de 2016. Substitui a versão anterior na sua totalidade.

Última atualização em 16 de junho de 2016. Substitui a versão anterior na sua totalidade. Termos Adicionais de Uso do Document Cloud (incluindo Adobe Sign) Última atualização em 16 de junho de 2016. Substitui a versão anterior na sua totalidade. Os termos em letras maiúsculas usados nestes

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO

REGULAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO REGULAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO Maputo, Maio de 2014 Regulamento do Conselho Pedagógico 2 REGULAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO Capítulo I Disposições

Leia mais

Eixos Estratégicos Objectivos Estratégicos Objectivos Operacionais Acções. 1.1.1.Aumentar a oferta formativa nas áreas das artes e das tecnologias

Eixos Estratégicos Objectivos Estratégicos Objectivos Operacionais Acções. 1.1.1.Aumentar a oferta formativa nas áreas das artes e das tecnologias 1. Oferta Formativa 1.1. Dinamizar e consolidar a oferta formativa 1.1.1.Aumentar a oferta formativa nas áreas das artes e das tecnologias 1.1.2. Promover o funcionamento de ciclos de estudos em regime

Leia mais

TIPOS DE TRABALHOS ACEITOS PARA PUBLICAÇÃO

TIPOS DE TRABALHOS ACEITOS PARA PUBLICAÇÃO 36 Diretrizes para autores TIPOS DE TRABALHOS ACEITOS PARA PUBLICAÇÃO A - Animais e Humanos, publica: 1. Artigos originais completos. Esses artigos têm prioridade para publicação. Os trabalhos devem ser

Leia mais

Guia Médico de Florianópolis. Órgão informativo da área da saúde de Florianópolis.

Guia Médico de Florianópolis. Órgão informativo da área da saúde de Florianópolis. Guia Médico de Florianópolis. Órgão informativo da área da saúde de Florianópolis. O Guia Médico é um material voltado para a área da saúde em geral que busca centralizar, em uma única publicação, profissionais

Leia mais

Regulamento Acredita Portugal Realize o seu Sonho

Regulamento Acredita Portugal Realize o seu Sonho Regulamento Acredita Portugal Realize o seu Sonho REGULAMENTO DA 4ª EDIÇÃO DO CONCURSO "BES REALIZE O SEU SONHO" Capítulo I - Introdução e Objetivos 1.º(Introdução e Objetivos) O Concurso Realize o Seu

Leia mais