Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "www.sincor-es.com.br"

Transcrição

1 1

2 2 OPINIÃO Apesar de 100 anos de existência, seguradora não nutre respeito por seus colaboradoes Imaginem nobres leitores da Revista Sincor-ES, a seguinte situação que estaremos relatando a seguir. A cerca de 9-(nove)- anos, era inaugurado o Escritório de representação da anciã, cujo nome estaremos divulgando ao final de nosso relato, para que possam tirar suas conclusões sobre as pré-faladas parcerias constantemente apregoadas pela maioria daquelas Seguradoras que operam em nosso Mercado. Desde a sua inauguração, as operações da mencionada, eram quase que exclusivas para funcionários públicos dos Governos, Federal e Estadual, ai incluindo-se militares das três armas e mais a Policia Militar, sendo que neste período com apenas 01 gerente e 02 funcionários, todas as metas propostas pela alta direção, foram religiosamente cumpridas e superadas na maioria das vezes. No último dia 25 de Junho de 2013, ao iniciarem mais um dia de trabalho, o quadro funcional foi surpreendido por 02 ilustres visitantes de sua matriz, que sem qualquer aviso prévio, determinaram por ordem da Diretoria, o fechamento total da Unidade, sem respeitar sequer os inúmeros clientes, Corretores de Seguros ali cadastrados para operações, a entidade de classe, que única e exclusivamente em consideração a gerência local sempre prestou apoio quando solicitado, inclusive com cessão gratuita de seu auditório para treinamento e divulgação nos veículos deste sindicato dos produtos comercializados. simplesmente encaixotaram toda documentação de registro de propostas e determinaram a entrega da sala ao locador. A seguradora a quem nos referimos, é o GBOEX GRÊMIO BENEFICENTE, brilhantemente gerenciada pelo nosso estimado amigo Antonio Santa Catarina, a quem deveriam ter o devido respeito, não só por seu caráter, como também por seu profissionalismo, além do que, é um militar RR de alta patente de nosso glorioso Exercito Brasileiro. Agora deixamos registrado e perguntamos: Como fica a situação dos segurados que acreditaram na seguradora? Como ficam os corretores no que diz respeito a suas comissões de carteira e o que estes dirão seus inúmeros clientes? Como fica a credibilidade do GBOEX frente à categoria, ao Sincor-ES, aos segurados, ao Sindisecuritários? Para onde foram os valores dessa centenária instituição? Gostaríamos de deixar registrado que ao agir desta forma sorrateira, deixou o GBOEX de manter o nome e o prestigio conquistado nestes 100 anos de existência e os 09 anos em que atuou no Espírito Santo, e que por certo não mais contará com apoio do Sindicato dos Corretores, se é que ainda pretende se instalar em nosso estado, para ações presentes ou futuras. Por certo, sinistros ocorrerão e o Sincor-ES será procurado, e então estaremos direcionando as queixas e reclamações ao órgão fiscalizador do mercado de seguros, a Susep para que possam, aqueles que acreditaram na empresa, tenham direitos respeitados. José Romulo da Silva Presidente do Sincor-ES EXPEDIENTE SEDE PRÓPRIA Endereço:- Rua Frederico Lagassa, Nº 30 Conj. 509/512 - Edf. Scheila - Bairro Gurigica, Vitória, Espírito Santo Site: Diretoria Presidente: José Romulo da Silva 1º Vice-Presid.: Pedro de Paula Pinto 2º Vice-Presid.: Leovigildo José Bello 1º Secretário: José Alexandre Cid Pinto 2º Secretário: Antonio Nelson B. Fortunato 1º Tesoureiro: Antonio José A. Imperial 2º Tesoureiro: Rene Neves Farias Diretor Social: Leonardo Souza Bergamini Dir. Marketing: Willian da Silva Araújo Dir. Informática: Jaime Balbino de Oliveira Dir.Rel.c/Merc.: Neudon de Almeida Valadão Suplentes Ana Julia Merotto, Antonio Dimas Neto e Deusdete Mantovanelli Conselho Fiscal Santa de Luzie Laiber Oliveira, Luiz Carlos da Silva Porto e Maria Angélica Baptista Suplentes Edneia Bossaneli Araújo, Jocarly Santos Spinasse e Marisa Machado Imperial Delegados Representantes junto a Fenacor-Efetivos José Romulo da Silva e Nicolau Marino Calabrez Delegados Representantes junto a Fenacor-Suplentes Cleber Calabrez e Paulo Henrique Rocha Latado Diagramação Ivo Tadeu Basilio Impressão GM Gráfica e Editora Ltda Telefones para Contato SINCOR-ES Geral Deptº Adm./Financ Cadastro Corretor Atend. D.P.V.A.T Fax Revista Sincor-ES Clube Vida em Grupo Empresas Coligadas CREDICORES FUNENSEG-ES ASSESSORIA JURÍDICA (MOSCON E ASSOCIADOS ADVOCACIA)

3 Notícias do Sincor-ES Festa Junina Seguro Pirata Qualificação Mercado Social Artigo SUMÁRIO B I L H E T E D O P R E S I D E N T E A Perfeita Lição da Caveira Certa vez, um tradicional e elegante príncipe, arrogante de sua realeza, foi fazer uma caçada em lugar distante e montanhoso. A certa altura de seu longo e tenebroso caminho, viu um desgastado velho eremita, sentado frente a uma gruta, atento a uma caveira que tinha em suas mãos. Indignado porque o velho eremita não lhe prestou a menor atenção - nem mesmo levantou os olhos - muito menos a devida reverência à pomposa comitiva. Com toda sua arrogância, o erudito Príncipe aproximou-se do velho solitário e disse-lhe: - Velho rude, desengonçado e zombeteiro, entre para a gruta. Levanta-te quando por ti passa o teu notável Senhor! Porém, antes que cumpra as minhas determinações, responda-me o que podes ver de tão interessante nessa tão pobre e inútil caveira, que chegas até te abstrair quando da passagem de um nobre Príncipe de tantos fidalgos? O eremita, com toda serenidade, erguendo para ele os olhos mansos, respondeu em voz singularmente clara e sonora: - Perdoa-me senhor. Eu estava procurando descobrir se esta caveira tinha numa época pertencida a um mendigo ou a um nobre príncipe, pois, por mais que analise, não consigo distingir de quem seja. Nestes ossos nada há que diga se a carne e a pele que sua época revestiu, repousou em travesseiros de plumas ou de pedras brutas colhidas nas duras asperezas das estradas. No entanto, eu não saberia dizer se deveria levantar-me ou conservarme sentado diante daquele que, em vida, foi o honroso dono deste crânio anônimo. O Príncipe, cabisbaixo, prosseguiu o seu caminho. A caçada naquele dia, porém, não teve qualquer encanto, Vaz que a lição da caveira abatera o seu orgulho, fazendo-o refletir profundamente que no hemisfério terrestre nunca devemos pisar na singeleza de ninguém. Como todos, os nossos destinos finais não são diferenciados dos nossos semelhantes, esparsos por todos os quadrantes do universo. Como tal, surgimos do pó e para o pó retornaremos. Nunca nos esqueçamos de suplicar ao Grande Arquiteto do Universo para que cultive os nossos espíritos, cobrindo-nos de duradoura Paz. 3

4 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Vistoria improdutiva não pode ser cobrada Resolução obriga certificação O corretor de seguros não pode ter valores descontados em sua comissão a título de vistorias improdutivas. Esse custo deve ser arcado pela seguradora e pelo segurado, não podendo ser repassado para o corretor de seguros, que atua como intermediador do negócio. O presidente d o S i n c o r - E S, José Romulo da Silva, acredita que o corretor de seguros deve se manifestar d i a n t e d e s t a cobrança indevida. Para ele, o corretor deve conhecer seus direitos para exigir que sejam cumpridos. Temos recebido várias informações de associados que se veem diante desta situação, que é claramente abusiva, afirma. O presidente acredita que a seguradora deve dispor de meios para cobrar do segurado o valor da vistoria improdutiva ou assumir a despesa se isso não for possível. Nós sabemos que, na composição do prêmio do seguro, entra o risco do negócio, que é de responsabilidade, neste caso da vistoria, da seguradora e não do corretor, afirmou José Romulo. Corretores de seguros devem ficar atentos aos prazos legais para a certificação técnica. O presidente do Sincor-ES alerta que as multas para quem não cumprir os prazos pode chegar a R$ 500 mil. A certificação está estabelecida na minuta de Resolução do CNSP, colocada em audiência pública, que pretende regulamentar a atuação dos prepostos de corretores de seguros e de empregados de agentes, seguradoras, sociedades de capitalização e entidades de previdência complementar aberta. De acordo com o texto, até 30 de junho do próximo ano, pelos 25% dos prepostos deverão estar certificados. Esse percentual subirá para 50% em dezembro de 2014; 75% em junho de 2015 e 100% em dezembro do mesmo ano. O corretor poderá, contudo, mediante documento formal e previamente às datas estabelecidas, formalizar proposta de termo de ajustamento de conduta junto à Susep, a fim de obter dilação de prazo para cumprimento de qualquer uma das etapas do cronograma. A partir de 1 de janeiro de 2016, as atividades que envolvam o atendimento aos proponentes, segurados/ participantes ou seus beneficiários, incluindo venda direta, orientação e regulação de sinistros, somente poderão ser exercidas por empregados e prepostos devidamente certificados. Além disso, uma nova certificação deverá ser providenciada para empregado ou preposto que tenha deixado de exercer a atividade para a qual foi designado por período igual ou superior a um ano. Pedágio O pedágio na Terceira Ponte passou a custar R$ 0,80 para carros e R$ 0,40 para motos. O anúncio foi feito no dia 12 de julho pela Agência Reguladora de Saneamento Básico e Infraestrutura Viária do ES após determinação da Justiça. Esses valores serão cobrados enquanto durar a auditoria no contrato da Rodosol, previsto para ser encerrada em 90 dias. A Justiça determinou que o valor cobrado pela Rodosol seja suficiente para cobrir os custos de manutenção do trecho entre Vitória e Vila Velha. Celulares A partir de 27 de outubro, os usuários de telefonia celular no ES devem colocar o número 9 antes de fazer uma chamada. A mudança vai atingir clientes da Claro, Vivo, Tim e Oi. Temporariamente, as ligações feitas com oito dígitos (sem o número 9) serão completadas para que o usuário se adapte à nova regra. Cotação O portal com.br, da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), elaborou uma lista com dicas de educação financeira que destaca orientações para que o cliente contrate seguros com um corretor profissional. O texto, no entanto, não deixa de citar as agências bancárias com canais onde os produtos podem ser adquiridos. De acordo com a publicação, o cliente deve sempre buscar mais de uma cotação antes de fechar o negócio. Diferença Levantamento feito pela Proteste mostrou que a diferença de preço de um seguro de vida e um de acidentes pessoais pode chegar a 700%. Foi feita uma simulação dos preços que seriam praticados por nove empresas que operam com as duas modalidades, considerando o mesmo perfil de cliente. 4

5 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Sincor-ES apoia homenagem às vítimas de acidentes de trânsito Será celebrada no dia 4 de agosto, às 14 horas, missa em memória às vítimas do trânsito. A celebração ocorrerá no Campinho do Convento da Penha e faz parte das atividades do Dia Estadual em Memória das Vítimas de Trânsito, comemorado no 1º domingo do mês de maio. O Sincor-ES, em parceria com a Centauro Seguradora, é uma das instituições que apoia a iniciativa do delegado titular da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito, Fabiano Contaratto. A lei que estabelece o 1º domingo de maio para a homenagem foi sancionada pelo governador Renato Casagrande. A ideia de criar esta data partiu do delegado Fabiano Contarato e recebeu apoio do Sincor-ES. O delegado é um parceiro na defesa de um trânsito mais humano e com menos acidentes. Além disso, nos apoia no trabalho que realizamos de divulgação do Seguro DPVAT, afirma o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva. Motorista bêbado não terá direito a indenização O deputado Sandro Mabel (PMDB/ GO) apresentou projeto de lei que torna obrigatória a inserção de cláusula limitadora de responsabilidade nas apólices relativas ao seguro de veículos. Segundo a proposta, os contratos de seguro de veículos deverão conter essa cláusula limitadora, eximindo a seguradora da obrigação de ressarcir danos materiais decorrentes de acidente de trânsito em que o motorista se encontre sob efeito de álcool ou outras drogas. O projeto estabelece ainda que a comprovação da alteração da capacidade psicomotora observará o disposto no Código de Trânsito Brasileiro. Além disso, determina que, não se configurando essa comprovação, a seguradora não se exime do pagamento das indenizações contratadas. Pela proposta, a cláusula limitadora de responsabilidade não alcançará as coberturas de danos a terceiros. O deputado argumenta que os resultados alcançados em relação à diminuição dos acidentes envolvendo condutores embriagados encontram-se muito aquém do necessário. Todas as iniciativas nesse sentido não têm conseguido coibir suficientemente tragédias provocadas por pessoas alcoolizadas que insistem em assumir o volante. Um dos motivos dessa triste situação, unanimemente apontada é a sensação de impunidade gerada, em parte, pela cultura brasileira de desvalorização dos crimes de trânsito, frisa o parlamentar. Ele acrescenta que, enquanto a importância de ser preservada a vida, a integridade ou a segurança das pessoas aparentemente não sensibiliza grande contingente dos motoristas, o mesmo já não acontece quanto ao interesse em proteger o seu patrimônio, ou seja, o seu carro. Atualmente, expressiva maioria da nossa frota de veículos encontra-se protegida quanto aos sinistros relativos a roubo, colisão ou incêndio por meio de contratos de seguros, lembra o autor do projeto. Fonte: CQCS, em 01/07/2013. Atendimento De janeiro a junho de 2013, o Sincor-ES foi responsável pelo atendimento e pré-regulação de 758 processos de indenização do Seguro DPVAT. O total de indenizações pagas, com intermediação do sindicato, foi de R$ ,88, montante superior ao pago no período do ano passado, que foi de R$ ,30. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, destaca que, com o atendimento direto ao beneficiário do seguro, feito pelo sindicato, pelo menos R$ 860 mil deixaram de ir para as mãos de atravessadores. Acidentes A falta de equipamentos de segurança adequados aumenta os riscos de que um acidente grave aconteça com um ciclista. De acordo com o presidente da Federação Paulista de Mountain Bike, Clayton Palomares, a maioria dos ciclistas vítimas de acidentes de trânsito usa a bicicleta como meio de transporte. Por dia, são nove internações desses condutores somente no estado de São Paulo e o gasto do Sistema Único de Saúde (SUS) com essas pessoas chegou a mais de R$ 3 milhões no ano passado. 5

6 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Campanhas solidárias continuam em 2013 A Porto Seguro promoveu campanha entre seus colaboradores e entregou ao Sincor-ES grande quantidade de roupas usadas que serão doadas a instituições cadastradas pelo sindicato. Neste mês, também foram feitas outras doações. O Sincor-ES recebeu e já entregou uma cadeira de rodas, uma bengala, fraldas geriátricas e material de escritório. As campanhas solidárias são realizadas pelo Sincor-ES há mais de 15 anos com objetivo de contribuir para a qualidade de vida de pessoas com menos recursos. Entre os beneficiados pela campanha estão comunidades de bairros periféricos, igrejas de várias denominações, asilos para idosos, casas de atendimento Sincor-ES ganha ação contra Unimed O Sincor-ES, por meio de sua Assessoria Jurídica, conseguiu uma vitória contra a Unimed Vitória Cooperativa de Trabalho Médico, em ação motivada pelo reajuste de 32% na mensalidade dos planos de saúde de associados com idades superiores a 60 anos. Em sua defesa, a Unimed alegou que o reajuste foi autorizado e pediu a não aplicação do Estatuto do Idoso. A Assessoria Jurídica do Sincor-ES alegou, em sua contestação, que os argumentos da Unimed Vitória não têm fundamento. Isso porque, em março de a crianças, escolas e pessoas que buscam ajuda específica. Para o presidente do Sincor- ES, José Romulo da Silva, as campanhas têm também o objetivo de despertar os colaboradores e amigos para a necessidade do desapego e da solidariedade. É preciso olhar para o outro e perceber que ele, por maiores que sejam suas dificuldades, tem o desejo de ser feliz e não sofrer. Se podemos contribuir com isso, ainda que com pouco, não há porque não fazêlo, disse. Os interessados em participar da campanha solidária podem encaminhar suas doações para a sede do Sincor-ES. Podem ser doados alimentos não perecíveis, fraldas (infantis e geriátricas), roupas e sapatos novos ou usados em bom estado, brinquedos, livros, medicamentos, cobertores e material escolar, entre outros produtos. 2011, após estudo financeiro elaborado pela operadora, foi feito um aditivo contratual, adaptando o contrato existente ao Estatuto do Idoso e à Resolução Normativa 63/2003. Após analise do pleito, o juiz da 5ª Vara considerou válidos os argumentos do Sincor-ES, julgando extinto o processo com resolução do mérito, nos termos do Artigo 269 do Código de Proteção do Consumidor, condenando a Unimed Vitória a pagar as custas processuais e os honorário advocatícios. A Unimed Vitória pode recorrer da decisão. Plano de saúde A Abramge PR/SC Associação Brasileira de Medicina de Grupo Regional Paraná e Santa Catarina promoveu no mês de junho um encontro para discutir as novas regulamentações da Agência Nacional de Saúde. Entre os assuntos discutidos, estão as inclusões que devem ser feitas no rol de procedimentos obrigatórios, o que poderá, segundo a entidade, encarecer a operação dos planos de saúde e refletir diretamente no bolso dos usuários. Reajustes Os aumentos dos planos de saúde coletivos podem chegar a 538,27%, segundo pesquisa divulgada no mês de junho pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Com base em ações judiciais, a entidade constatou que o índice médio de reajuste deste tipo de contrato que não é regulado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é de 82,21%. De acordo com a pesquisa, dentre as decisões apuradas, em 82% dos casos os magistrados julgaram que o reajuste imposto pelo plano de saúde era abusivo. E em um terço destes foi determinada a aplicação do mesmo índice regulado pela ANS para os planos individuais. Envelhecimento Em 2050, 35% da população brasileira terá mais de 65 anos e, ao contrário do que ocorre em países desenvolvidos, o Brasil está envelhecendo antes de enriquecer. A avaliação é do presidente da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), Osvaldo do Nascimento, durante homenagem que lhe foi prestada pelo Clube Vida em Grupo do Rio de Janeiro (CVG- RJ). Nascimento destacou que, no cenário atual, dificilmente será possível redirecionar os recursos das reservas técnicas do mercado de seguros e de previdência aberta atualmente concentrados em títulos do governo para os projetos, públicos ou privados de infraestrutura. 6

7 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Previdência privada sob medida para corretores associados Os corretores de seguros associados ao Sincor-ES poderão contar, em breve, com a possibilidade de contratar plano de previdência complementar desenvolvido especialmente para atender à demanda da categoria. Isto será possível por meio de uma parceria firmada entre o Sincor-ES e a Mapfre Seguros, no dia 16 de julho, durante reunião mensal da diretoria, realizada no Auditório Pedro de Paula Pinto. O produto, desenvolvido especialmente para atender às demandas dos corretores de seguros, foi apresentado pelos executivos da Mapfre Seguros Roberto Mauro Sarmento Monnerat (diretor Regional/ES), Sueli Aparecida da Cruz (gerente Comercial de Previdência Privada) e Elson de Azevedo Júnior (gerente-es). Os diretores do Sincor-ES aprovaram a proposta, por acreditar que o produto irá beneficiar a categoria. Em breve, o Sincor-ES deve marcar um encontro entre os corretores associados e a seguradora. Para formalização da proposta, foi designada a Fourteen Administradora e Corretora de Seguros, do diretor Jaime Balbino de Oliveira. Outro assunto deliberativo discutido na reunião foi a possibilidade de estabelecer parceria com a Cotak Consultoria Sistemas para que os associados possam usar a ferramenta Multicálculo. Foi decidido que um representante da empresa será convidado para dar esclarecimentos sobre o produto e os termos da parceria. A data ainda será agendada. Após as deliberações, o presidente José Romulo da Silva, passou a informar sobre os assuntos de pauta não-deliberativos. Como não houve questionamentos ou pedidos de esclarecimentos, a palavra foi franqueada e, após, dada por encerrada a reunião. Confira no BOX, os assuntos não deliberativos. Os assuntos não-deliberativos da reunião Ibracor Foi criado o Instituto Brasileiro de Autorregulação do Mercado de Corretores de Seguros, de Resseguros, de Capitalização e de Previdência Complementar Aberta, referendado pela Resolução CNSP-251 de As assembléias de fundação ocorreram nos dias 14 de Junho de 2013 e 1º de Julho de O Sincor-ES é uma das instituições fundadoras do IBracor. Seguro RC Profissional O Sincor-ES aguarda resposta da Argos Seguros Brasil para que seja implantado o sistema e seja feito o treinamento dos funcionários que irão atender aos corretores de seguros associados. Além disso, é preciso assinar o contrato de parceria, cujas providências estão sendo tomadas pelo diretor Paulo Henrique Latado. Feijoada Club Gourmet Sincor-ES Será realizada em agosto e foram vendidas 340 camisas-convite, que serão o ingresso para o Cerimonial Oásis, local onde o evento será realizado. Quase todas as camisas foram adquiridas por seguradoras, que deverão destinar pelo menos 50% delas a corretores de seguros associados ao sindicato. Encontro de Congraçamento Será na Pousada dos Pinhos e todas as acomodações foram reservados antecipadamente. Sendo assim, não há mais vagas para os possíveis interessados. Encerramento das Atividades em 2013 Em breve, o Sincor-ES vai iniciar a votação para a escolha do homenageado pela Medalha do Mérito Sindical. Até o fechamento desta edição da Revista Sincor-ES, 11 seguradoras já haviam confirmado participação como co-patrocinadoras. 7

8 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Mais atendimento do DPVAT O Sincor-ES, em parceria com Sitatium Corretora de Seguros, inaugurou mais um ponto de atendimento a vitimas e beneficiários do Seguro DPVAT. A cidade foi Pinheiros, no Norte do Espírito Santo, e o local irá atender pelo menos cinco municípios próximos. A abertura de pontos de atendimento no interior do Espírito Santo, faz parte da estratégia do Sincor- ES de descentralizar e facilitar o acesso das pessoas ao Seguro DPVAT. Nós conseguimos ampliar bastante o acesso na região da 4 milhões em indenizações De janeiro a junho de 2013, foram abertos 854 processos do Seguro DPVAT por meio do atendimento gratuito prestado pelo Sincor-ES. Esses processos geraram um volume de indenizações de R$ 4,8 milhões, entre benefícios por morte, invalidez e despesas médico-hospitalares. No mês de junho, foram feitos 130 atendimentos e o valor em indenizações pagas foi de R$ em indenizações. A planilha de atendimentos feitos pelo Sincor-ES mostra que houve um aumento no número de indenizações pagas em relação ao ano passado. Para o presidente do Sincor-ES, a divulgação do Seguro DPVAT, bem como seus benefícios e as formas de receber as Grande Vitória e percebemos que era preciso levar esse atendimento gratuito para os moradores do interior, diz o presidente José Romulo da Silva. Para realizar o atendimento, o Sincor-ES conta com a parceria da Centauro Seguradora, que é a responsável pelo pagamento das indenizações, quando devidas. José Romulo da Silva destaca o fato de que, com o serviço prestado pelo Sincor-ES, o Seguro DPVAT chega a quem realmente tem direito, sem necessidade de atravessadores. indenizações, têm trazido benefícios para a sociedade. Há alguns anos, era muito comum recebermos pessoas que já tinham transferido para terceiros procurações e que, muitas vezes, não conseguiram seus benefícios, que foram parar em mãos erradas, afirma José Romulo da Silva. 8

9 Mais proximidade com o corretor O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, recebeu a visita de executivos da Bradesco Vida e Previdência e do corretor de seguros Eduardo Batista Vidal, no dia 5 de julho. Rodrigo Ferreira de Morais e Allan Redlich Santos, ambos gerentes de Produtos da seguradora, conversaram com o presidente sobre as possibilidades de parceria. José Romulo apresentou aos executivos a estrutura do Sincor-ES, destacando a importância da realização de eventos de aproximação entre corretores de seguros e seguradoras. Nós temos todo interesse nesta aproximação desde que haja interesse da seguradora em uma parceria que traga benefícios para os corretores, afirmou. Seguro pela internet ainda não foi regulamentado O Sincor-ES quer que a Superintendência de Seguros Privados (Susep) informe que tipo de fiscalização está sendo feita nos produtos vendidos pela internet. O documento com a solicitação foi encaminhado após uma das associadas ao sindicato Liga Vitória Corretora de Seguros ter disponibilizado material de divulgação do produto denominado Seguro de Carro Auto Fácil. De acordo com o material publicitário, trata-se do seguro mais barato que já se viu. O presidente José Romulo da Silva pede que a Susep analise o material e informe sobre sua legalidade ou não. Até onde sabemos, os produtos comercializados via internet ainda não foram regulamentados. O presidente destaca ainda que, no caso de uma legislação específica, como seria o atendimento do segurado em situação de sinistro. A venda de produtos pela internet tem sido uma das muitas preocupações do Sincor-ES. Segundo José Romulo, os corretores de seguros já sofrem com a concorrência desleal dos bancos há muitos anos e lojas de varejo. Agora, estamos convivendo com outra realidade que é a venda pela internet, sem que se saiba quem vende e quem atende o corretor, afirma José Romulo. NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Lei do Seguro A Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP) fez debate sobre a Lei do Seguro, no dia 25 de julho de 2013, no Auditório do Sindseg-SP. Para a 6ª edição do Café com Seguro, o tema abordado foi o Projeto de Lei 3.555/04 / PL 8.034/2010 Lei do Seguro. A apresentação do tema ficou a cargo do vice-presidente jurídico da ANSP, Homero Stabeline. A palestra foi feita pelo advogado e sócio da Ernesto Tzirunik Advocacia (ETAD) e Presidente do IBDS (Instituto Brasileiro de Direito do Seguro), Ernesto Tzirulnik. Sustentabilidade Durante a quinta edição do congresso Ecogerma, uma das principais conferências de sustentabilidade do País, que ocorreu de 26 a 27 de junho, em São Paulo, a Allianz participou do debate sobre a aplicabilidade dos seguros de grandes riscos em obras de energia limpa. Esta edição do evento teve como tema Experiências Brasil- Alemanha: gestão de recursos, energia e mobilidade. A palestra foi proferida pelo gerente de Riscos de Engenharia da Allianz Seguros, Gerson Caio Monteiro. A edição de 2013 do Congresso Ecogerma, aconteceu no Club Transatlântico, em São Paulo. Organizado pela Câmara Brasil-Alemanha de São Paulo (AHK, na sigla em alemão), o congresso está alinhado com a Temporada Alemanha + Brasil Cobrança O INSS não pode cobrar benefício previdenciário pago indevidamente ao favorecido mediante inscrição em dívida ativa e posterior execução fiscal. A determinação é do Superior Tribunal de Justiça (STJ). De acordo com análise da Primeira Seção do STJ, como não existe lei específica que determine a inscrição em dívida nessa hipótese. O caminho legal para reaver o benefício pago indevidamente é o desconto nos pagamentos posteriores feitos pelo INSS ao beneficiário. 9

10 FESTA JUNINA Festa Junina do Sincor-ES e Bradesc Música, comidas típicas e quadrilha são os ingredientes que fazem a Festa Junina Bradesco Seguros sucesso. Em parceria com o Sincor-ES, a festa é realizada todo ano e reúne corretores de seguros, executivos e funcionários da seguradora, além de diretores do sindicato e outros convidados. A edição 2013 da Festa Junina foi realizada no dia 19 de junho, no Bradesco Auto Center (BAC), no bairro Gurigica, em Vitória. A quadrilha foi o ponto alto da festa e, como ocorreu no ano passado, o casamento caipira consagrou os noivos interpretados pela corretora Maria Angélica Batista e o superintendente da Bradesco Auto/RE, Flaviano de Almeida Aires. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, acredita que o sucesso da festa é reflexo do sucesso da parceria entre o sindicato e a seguradora. Já integramos este evento no nosso calendário oficial e os corretores sempre prestigiam. É um momento de descontração e alegria, afirmou. Cento e vinte pessoas participaram da festa. 10

11 o Seguros foi sucesso total FESTA JUNINA 11

12 SEGURO PIRATA Sincor-ES continua alertando para riscos do seguro pirata A campanha deflagrada pelo Sincor-ES no ano passado contra o seguro pirata tem sido vista com bons olhos pelo mercado e tem sido responsável pela ampla discussão promovida pelas instituições representativas dos corretores de seguros. Podemos dizer que iniciamos este movimento seguido, depois, por outros sindicatos. É uma luta de Davi contra Golias, mas que podemos vencer se nos unirmos, afirma o presidente José Romulo. Ele destaca a carta aberta publica por Armando Luis Francisco, em que convoca os profissionais do mercado de seguros a se unirem no que chama de Cruzada Nacional contra o Seguro Pirata. Nessa luta de Davi contra Golias, já conseguimos que a Justiça determinasse o encerramento das atividades de dezenas destas instituições, com a simples atitude de denunciar formalmente os desmandos que vinham sendo praticados aqui no Espírito Santo e em outros estados do Brasil, afirmou. José Romulo acredita que deve haver, como sugere Armando Luis, uma união de forças entre as instituições representativas do mercado para uma cruzada nacional contra a pirataria no seguro. O que nos entristece, no entanto, é a atitude da Susep de afirmar, em nota, que não dispõe de meios para combater esta prática, uma vez que as instituições não estão sujeitas à legislação do mercado. Ora, se elas estão à margem da lei, nos parece claro que devem pagar por isso, afirma José Romulo. Ele afirma ainda que, apesar das muitas vitórias, com o fechamento de associações e o impedimento de comercializar as proteções veiculares, não é possível baixar a guarda. Confira abaixo a carta aberta escrita por Armando Luis Fernando, em que destaca a ação do Sincor-ES no combate à pirataria e conclama o mercado a empreender um movimento nacional. Carta Aberta pelo fim do Seguro Pirata Por Armando Luis Francisco (Notícias Seguros, em 15/07/2013) Tenho a necessidade de cumprimentar o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, pelo brilhante trabalho em defesa do mercado de seguros. Ainda mais quando estamos falando do combate ao seguro pirata. Ele, com a própria estratégia sindical, conseguiu grandes vitórias contra dezenas de seguradoras piratas. Também é verdade que José Romulo não foge aos predicativos da categoria: luta, coragem, inteligência e esforço. Essa aptidão, tão necessária ao sindicalismo moderno, não encontra neste combatente a sua única opção de vanguarda. Como em matérias anteriores, há um grande número de representantes com o estilo ousado do presidente do Sincor-ES. Mas há que se falar em uma estratégia global, como no recente artigo que escrevi. E sem a persistência que nasça do espírito combativo, vamos perder as batalhas contra estas instituições que circundam o Brasil. Fora isto, a inteligência agregada à ação deve fazer deste momento uma grande reunião de posições soberanas contra o ataque sistemático dessas seguradoras piratas. E o que está faltando? Em minha opinião é o tópico da Carta Aberta. E, sem medo algum, combater sistematicamente os acordos operacionais entre instituições. Por isso, ao José Romulo: o meu pedido é que tanto você, como o Dorival Alves, o Celso V. Marini e o Ricardo Pansera (que estão movimentando as delegacias em áreas muito afetadas), o Mario Sérgio e o Orlando Gouveia, o Joaquim Mendanha e os outros, pautassem a estratégia necessária ao sucesso do Conselho contrário as seguradoras piratas. Para exemplificar, na região Nordeste do Rio Grande Sul estamos movimentando todas as oportunidades de combate ao seguro pirata. As associações parecem dominar algumas áreas geográficas e há locais com 7 mil associados. A realidade fez com que o movimento de combate exagerasse as forças necessárias e há a necessidade de uma batuta nacional que haja sob circunstâncias especiais. Conforme estudei em todos os casos, estou denunciando sistematicamente para a Susep mais de 100 dessas associações e recebo todo tipo de amparo para que se combata o limite ultrapassado pelas seguradoras piratas. Porém, sem uma inteligência global, o nosso risco ficou maior. Ainda assim, tenho sentido a dor dos corretores que estão perdendo seus clientes para o seguro ilegal. E se nada for feito, teremos que conviver em breve com dois tipos de seguros e dois tipos de corretores. Ainda assim, neste estudo que fiz, há um plano global que mexe diretamente com as bases do seguro pirata. E como o próprio presidente José Romulo em sua característica e humildade disse unindo as atitudes em desmanche do seguro pirata. Mas é bom frisar: a nossa luta não vê em empresas o seu inimigo. A nossa luta é pela legalidade das instituições. Porque o seguro não pode ter bandeira pirata! 12

13 Responsabilidade é tema de palestra no mês de agosto QUALIFICAÇÃO A responsabilidade civil dos corretores de seguros será o tema da próxima palestra que o Sincor-ES realiza mensalmente em Vitória, em parceria com o CVG-ES e a Escola Nacional de Seguros. O encontro no Hotel Bristrol Century Plaza, será restrito a 50 convidados, que devem confirmar presença antecipadamente. A advogada Angélica Carlini vai abordar os principais aspectos da responsabilidade civil dos corretores de seguros, além da responsabilidade das empresas seguradoras e seus administradores. O assunto tem sido amplamente debatido em função da complexidade de elementos que envolvem a atividade securitária e por estarem os corretores expostos a situações das mais diversas e sobre as quais não têm qualquer controle. Angelica Carlini é formada em Direito e mestre em História Contemporânea e Direito Civil. Professora em cursos de graduação, ministra disciplinas nas áreas de contratos, relações de consumo e direito empresarial. Além disso é consultora da CNseg, na área de relações de consumo, e diretora Cultural da Associação Internacional de Direito do Seguro (Aida-seção Brasil). Os encontros do Sincor-ES são realizados mensalmente, sempre abordando temas de interesse dos corretores e das seguradoras. O objetivo é proporcionar oportunidade de reflexão sobre temas que estão em evidência e levantar questões sobre outros que exigem mais conhecimento. As palestras são gratuitas, devendo os participantes confirmar obrigatoriamente a presença. 13

14 MERCADO Porto Seguro tem novo diretor de produção no ES Facilidade A Porto Seguro Auto (www.portoseguro.com.br/auto) disponibilizou um serviço diferenciado para auxiliar os segurados em caso de indenização integral. Para coletar documentos e reconhecer a firma do segurado, um profissional do cartório e/ou da própria Porto Seguro irá até o segurado para a realização do serviço, auxiliando-o neste momento. Os serviços, chamados de VIP e Cartório Volante, já estão disponíveis em diversos estados do País. Da esquerda para direita: Rivaldo Leite, Marco Antonio, José Romulo e Jaime Balbino Em data de 05 de Julho corrente, a Porto Seguro Seguradora apresentou aos Corretores, seu novo Diretor de Produção para o Estado do Espírito Santo, em substituição ao Sr. José Luiz Ferreira da Silva, que passou a ocupar nova diretoria na referida Seguradora. A apresentação do Sr. Rivaldo Leite, deuse durante almoço oferecido pelo Gerente Regional da Porto, nosso dileto amigo Marcos Antonio da Silva. Na oportunidade o Sr. Rivaldo pode falar um pouco da trajetória dentro da Seguradora, sua vivencia na área, além de se identificar em muito com os Corretores de Seguros. O Presidente do Sincor-ES se fez presente ao acontecimento, dando as boas vindas ao novo diretor, e ao mesmo tempo convidando-o para participar de nossa festa de encerramento de atividades que será realizada em Dezembro de 2013, sendo o convite prontamente aceito. Seguradoras investem em ações sustentáveis As iniciativas nas áreas de responsabilidade social e da sustentabilidade estão ganhando mais força no cotidiano das empresas do mercado segurador. Atualmente, 59% das seguradoras têm uma área destinada a ações desse tipo, 67% possuem um Código de Ética e Conduta e 43% já criaram programas internos de trabalho voluntário. As informações são de uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) e divulgada no Balanço Social da entidade. Cinquenta e cinco projetos foram desenvolvidos no ano passado. As iniciativas beneficiaram mais de 4 milhões de pessoas e 75% alcançaram totalmente seus objetivos. Em relação aos negócios, o número de seguradoras que adotam políticas de aceitação para fornecedores e prestadores de serviço em função de eventuais infrações e questões socioambientais representa 59%. Em contrapartida, 84% delas fazem treinamento para sua cadeia de fornecedores. A pesquisa reuniu 92 empresas, que representam 80% do mercado segurador. Segundo a diretora executiva da CNseg, Solange Beatriz Palheiro Mendes, os números mostram um maior esforço para a construção de uma economia mais sustentável. O mercado de seguros deve tratar de questões de sustentabilidade global com rigor e inovação. A escalada dos problemas ambientais, sociais e de governança tem sido muito rápida e exige uma ação coletiva e proativa do setor, explicou. No ano 2000, na primeira edição do Balanço Social, apenas 22 empresas investiam em ações sociais, enquanto no ano passado esse número chegou a 42. Fonte: CNseg, em 02/07/2013 Homenagem O Grupo Bradesco Seguros foi uma das empresas homenageadas na 15ª edição do Troféu Top of Business Nacional 2013, realizada no dia 5 de julho, no Rio de Janeiro. O evento, promovido pela Revista Top of Business, objetiva homenagear empresas do segmento industrial, comercial e de serviços, além de profissionais liberais, que tenham contribuído para o crescimento e desenvolvimento do país. Na ocasião ocorreu também a entrega do Troféu Internacional, que está em sua 8ª edição. Flexibilidade As seguradoras continuam pleiteando maior flexibilidade para investir suas reservas financeiras. Atualmente, a norma da Superintendência de Seguros Privados (Susep) permite que as empresas do ramo invistam até 100% da reserva financeira em ativos de renda fixa, até 49% em variável e 8% em fundos imobiliários. Dentro desses segmentos, a regulamentação prevê os tipos de ativos que podem ser comprados e qual percentual máximo na composição da carteira. Dados da Susep mostram que as seguradoras obtiveram um lucro de R$ 2 bilhões com aplicações financeiras de janeiro a abril, queda de 24,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. 14

15 Novo presidente assume a Tokio Marine Seguradora Foi no dia 1º de julho o início das atividades de José Adalberto Ferrara como novo presidente da Tokio Marine Seguradora. Em comunicado aos colaboradores e aos corretores de seguros, o executivo garantiu que tem como principal missão manter o direcionamento estratégico e o crescimento sustentável da operação brasileira. Ferrara destacou que pretende colocar em prática a união entre seus colegas de trabalho para que possam alcançar a excelência da seguradora. No meu dia a dia, pretendo manter o espírito de equipe que sempre nos guiou, para que, juntos, possamos alcançar ainda mais sucesso no Plano Vencer. Também queremos ouvir de nossos parceiros sugestões não apenas sobre melhorias operacionais, mas também de novos produtos e serviços, afirmou. O presidente José Adalberto Ferrara iniciou sua trajetória na Tokio Marine em 2009 e liderou grandes projetos de melhorias operacionais. Ele também participou ativamente da construção da proposta de missão, visão e valores e vivenciou o crescimento da companhia nos últimos anos. Metlife lança projeto social Para colaborar com a sociedade estimulando bons hábitos bucais, além de levar informações de maneira lúdica e descontraída para crianças e adolescentes que frequentam escolas e organizações carentes, a Seguradora Metlife lançou o projeto Dentista do Riso. Os interessados em conhecer mais sobre o projeto, podem entrar em contato com a seguradora pelo telefone (11) A iniciativa promove, por meio de peças teatrais com o auxílio de fantoches, a alegria das crianças e, principalmente, a conscientização sobre a importância dos cuidados com a saúde bucal e a prevenção de doenças. Por meio desta ação, desejamos contribuir para que mais pessoas tenham acesso à informação, adotem hábitos mais salutares e melhorem sua qualidade de vida, ressaltou o diretor de RH da MetLife, Jair Pianucci. Fonte: CQCS, por Irani Nogueira, em 12/07/2013 Capitalização MERCADO A Bradesco Capitalização lançou o Solução de Aluguel, um título de capitalização voltado para substituir o fiador nos contratos de aluguel. Segundo uma pesquisa encomendada à Ernest Young, há 8 milhões de imóveis alugados em todo o Brasil, dentro de um universo de 57 milhões. Destes, 65% utilizam a figura do fiador e 35% outros instrumentos de garantia. O Solução de Aluguel tem um pagamento único de R$ 100 a R$ 50 mil. Os sorteios semanais equivalem a cinco vezes o valor do título, considerando o valor já líquido de impostos. O título também conta com rede de assistência nas locações residenciais, com um pacote completo de atendimento 24 horas. Consumidor Segundo o Idec, as operadoras de planos de saúde vêm restringindo a oferta de planos individuais e estimulando a venda de contratos coletivos empresariais e de adesão. Para isso, o consumidor pessoa física precisa abrir um CNPJ ou ingressar em determinada associação ou sindicato. Os contratos coletivos não têm um valor máximo estipulado pela ANS para os índices de reajustes. Para a entidade de defesa do consumidor, por não regular devidamente os planos coletivos, a agência impede que os consumidores desse tipo de serviço possam se valer de direitos básicos. No entendimento do Idec, essa omissão da ANS não tem respaldo legal, afirma a instituição. Patrimonial Corretoras e seguradoras identificaram o aumento da procura por seguros patrimoniais com cobertura para tumultos após o início da onda de protestos pelo país. Comerciantes, concessionárias de veículos e bancos, principais alvos das depredações, têm solicitado elevação dos valores segurados, afirmam executivos do setor. Houve ainda alta dos pedidos de indenização nas apólices com esse tipo de cobertura. 15

16 MERCADO Corretores de seguros rumo a Las Vegas A campanha Grand Prix DPVAT da Centauro Vida e Previdência está chegando à etapa final. Os vencedores dessa edição vão ganhar uma viagem com acompanhante, que será realizada em novembro deste ano para a cidade mundial do entretenimento, Las Vegas, nos Estado Unidos. O gerente de regulação DPVAT da Centauro, Benedito Martins, destaca que os corretores podem participar da campanha de duas formas. São duas viagens. O primeiro colocado, automaticamente, vai ganhar uma viagem e, para isso, ele deve encaminhar a maior quantidade de processos válidos conforme o regulamento da campanha. A outra viagem será sorteada entre os corretores que ficarem entre o segundo e o décimo lugar, explicou o executivo. Ainda de acordo com ele, a edição 2013 tem um diferencial em relação às outas campanhas, pois foi elaborada especialmente para o corretor de seguros parceiro do Seguro DPVAT. Martins destaca que, além de exercer um papel social muito importante, que é no auxilio ao atendimento às vítimas de acidentes de trânsito, os corretores parceiros contribuem para a diminuição das fraudes. Seguro de pessoas chega a R$ 2 bilhões O mercado de seguros de pessoas arrecadou R$ 2 bilhões de prêmios em abril, valor 22% superior ao registrado em igual período do ano passado, conforme dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi). Embora tenha uma participação pequena na indústria, o auxílio funeral foi o produto de maior crescimento no período (115,71%), totalizando R$ 26,8 milhões em arrecadação. O destaque em termos de volume continuou sendo, segundo a FenaPrevi, o seguro de vida, com R$ 871 milhões em prêmios no mês em abril. No ano passado foi registrado um faturamento de R$ 710 milhões. Em seguida, veio o seguro prestamista, que avançou 25,93% ante um ano, com R$ 563,2 milhões em prêmios. Já o seguro de acidentes pessoais cresceu 13,66% em abril último, para R$ 410,9 milhões. De acordo com a FenaPrevi, o seguro viagem arrecadou R$ 6,9 milhões no período, representando elevação de 69,42% na mesma base de comparação. Nos quatro primeiros meses deste ano, o volume de prêmios de seguro de pessoas chegou a R$ 8,2 bilhões, expansão de 17% em relação ao mesmo intervalo do ano passado, de R$ 7 bilhões. Somente no mês de abril, as seguradoras desembolsaram R$ 541,7 milhões em indenizações. Market share A Bradesco Vida e Previdência consolidou a sua liderança no segmento de previdência complementar aberta no primeiro quadrimestre deste ano. Segundo ranking elaborado pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), o market share da empresa atingiu a marca de 33% do total das reservas do segmento. A Itaú ficou na segunda posição, com uma fatia de 24,4%), seguida pela BrasilPrev (20,98%); Zurich Santander (6,06%); Caixa (5,76%); HSBC (3,22%); e Icatu (2,04%). As provisões feitas pelas empresas do setor apresentaram saldo de R$ 339,3 bilhões e alta de 20,66%, em abril de 2013, com salto de 20,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Diretoria Erika Fuga é a nova diretora de Sinistros Saúde da SulAmérica Seguros, Previdência, Investimentos e Capitalização. A executiva possui experiência no Sistema de Saúde Suplementar e 11 anos de atuação na seguradora. Ela tem como desafios, no novo cargo, manter o nível de excelência desta área, além de aliar a gestão de sinistros à gestão integral de saúde. Erika é formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, pós-graduada em Gestão e Sistemas de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas e possui MBA Executivo pela Fundação Dom Cabral. Descontos A SulAmérica Seguros, Previdência, Investimentos e Capitalização ofereceu uma série de benefícios aos seus clientes para comemorar o Dia do Amigo, celebrado no dia 20 de julho. Durante todo o mês, segurados SulAmérica Auto e Residencial tiveram acesso a descontos em três lojas parceiras da seguradora. A promoção incluiu 10% de descontos em produtos da loja Ri Happy, 30% no site de compras on-line Submarino e descontos de até R$ 70 em compras na Webfones. 16

17 Ibracor elege diretoria A primeira diretoria do Ibracor (Instituto Brasileiro de Autorregulação do Mercado de Corretagem de Seguros, de Resseguros, de Capitalização e de Previdência Complementar Aberta) foi eleita no dia 1º de julho, na sede da Fenacor, durante Assembleia de constituição da instituição. Roberto Barbosa (ex-presidente da Fenacor e do Sincor-MG) foi eleito presidente, tendo como diretores Paulo dos Santos, Gumercindo Rocha Filho e Orlando Filipe de Gouveia. O próximo passo para a consolidação da instituição autorreguladora dos corretores de seguros é o envio do processo para a Susep, a quem cabe a homologação. Segundo Paulo dos Santos, o Ibracor terá sede no Rio de Janeiro, mas ainda não foi definido quando e onde serão instaladas Lei cria empresa de microsseguros A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) aprovou, no dia 3 de julho, o Projeto de Lei 3266/08, que cria as empresas de microsseguros especificamente voltadas para a população de baixa renda. A aprovação foi possível graças à atuação do deputado Armando Vergílio (GO), que, ciente da importância da matéria, pediu inversão de pauta e possibilitou a votação. Armando Vergilio explicou que a proposta foi elaborada quando ele era superintendente da Susep) e a ideia é baratear custos. É um projeto de inclusão social. Abre essa proteção para que cerca de 100 milhões de brasileiros possam ter acesso às coberturas que o setor de seguros, previdência e capitalização oferecem, justificou. as unidades regionais. Cabe ao Conselho Diretor deliberar sobre a criação e extinção dessas unidades e a designação dos seus responsáveis para posterior homologação na Assembleia Geral, explicou. Santos acrescentou que essa Assembleia será composta pelos fundadores mantenedores Fenacor e sindicatos filiados à Federação presentes à Assembleia de instalação, com limite de uma entidade por estado. Paulo dos Santos, que era superintendente da Susep quando foi elaborada a primeira norma sobre a autorreguladora dos corretores de seguros, acredita que essa ferramenta trará muitos benefícios para a categoria e para o mercado. É um importante avanço, que contribuirá para a garantia de melhor funcionamento do setor, destacou. De acordo com o texto, os microsseguros devem ser operados por empresas inovadoras, especializadas nesse tipo de negócio e que vão buscar seu lucro na massificação da proteção, pessoal ou patrimonial, a custos compatíveis. Será criada também a figura do corretor de microsseguros. O projeto determina ainda que o órgão regulador do setor será o responsável por definir o limite máximo de garantia ou de capital segurado; o prazo máximo para pagamento de indenização e de vigência; e as formas de comercialização e contratação simplificadas: apólices, bilhetes, certificados individuais e meios eletrônicos. A proposta aguarda votação da redação final pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Lucro líquido MERCADO O lucro líquido da Allianz Seguros foi de 1,7 bilhão de euros no primeiro trimestre de 2013, uma alta de 24% na comparação com igual período do ano passado. A receita total da seguradora subiu para 32 bilhões de euros no primeiro trimestre e também superou as estimativas dos analistas, de 30,9 bilhões de euros. O lucro operacional avançou 20%, para 2,8 bilhões de euros, acima das previsões de 2,42 bilhões de euros. Lideranças O presidente da CNseg, Marco Antonio Rossi, convidou lideranças do mercado para o almoço de apresentação do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros para o Desenvolvimento Sustentável. O encontro foi realizado no dia 10 de julho, na Casa de Arte e Cultura Julieta Serpa, na cidade do Rio de Janeiro. O prêmio, que está em sua terceira edição, foi criado para estimular a adoção de práticas inovadoras no mercado de seguros voltadas para o conceito de sustentabilidade. Serão contemplados os projetos com maior aderência aos princípios para a sustentabilidade em seguros criados pela Unep FI, da qual a CNse é signatária e apoiadora. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, foi convidado para o almoço. Congresso A diretoria da Fenacor anunciou a criação do Programa Corretor Anfitrião, que estabelece condições especiais para a inscrição, no Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros, de profissionais que residem e trabalham nos estados sedes desse evento. Esse benefício já será oferecido na edição deste ano do Congresso, que será realizado no Rio de Janeiro, entre os dias 16 e 18 de outubro. Segundo comunicado distribuído pela diretoria da entidade, a decisão atende a um grande número de solicitações feitas pela categoria nos últimos anos. 17

18 SOCIAL Por Boris Narjack Criançada em destaque Esta belezinha da foto é a Sophie, filha de Edison Viana dos Santos, amigo do presidente do Sincor-ES. Hora de pendurar a farda O presidente do Sincor-ES juntamente com o diretor do CVG-ES, Antonio Santa Catarina, prestaram homenagem ao diretor de ensino da PMES, coronel Dejanir Braz Pereira da Silva (coronel Silva), que no mês de agosto, passará para a reserva remunerada da corporação. O coronel cumpriu 30 anos de bons serviços prestados não só à Polícia Militar como à população em geral. Coronel Silva, como é conhecido, é um grande e fiel amigo do presidene do Sincor-ES. Desejamos a ele que possa gozar com muita saúde a merecida aposentadoria. Em um dia de sol, nada melhor do que saborear uma gelatina. Que diga a Beatriz, filha do corretor de seguros, Romulo D Laguardia e Silva. SulAmérica tem novo diretor A SulAmérica Seguros, Previdência, Investimentos e Capitalização tem novo diretor. Renato Roperto assumiu o cargo recém-criado de diretor de Sinistros Automóvel, reportando-se à vice-presidência de Operações, comandada por Marco Antunes. Renato é graduado em Direito e pós-graduado em Direito Securitário e Ressecuritário e em Administração de Empresas. Atua no mercado segurador desde 1994 com passagens pela Porto Seguro e pelo Itaú Seguros. CURTAS Destaque Como de costume, o Sincor-ES ofertou brindes para os premiados na solenidade Destaque Operacional do Batalhão de Missões Especiais (BME) da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES). O Sincor-ES contribuiu com um DVD portátil. Treinamento A gerente da Credicores, Raquel Rodrigues Santos Rangel, participou do curso Lavagem de Dinheiro, promovido pelo Sistema OCB/ES, nos dias 24 e 25 de junho. A participação da gerente faz parte da estratégia da cooperativa de promover a qualificação e consequente melhora nos serviços oferecidos. É na sola da bota, é na palma da mão..., essa é a música preferida do Matheus nas festas juninas. Ele é filho de Ivo Tadeu, funcionário do Sincor-ES. Se você tem uma foto do seu filho e quiser que ela seja publicada na Revista, envie para o sincor-es.com.br. Teremos imenso prazer em publicá-la. 18

19 ARTIGO Mudança de entendimento no STJ desoneram as corretoras de seguros * por Fausto Soares Advogados Houve recente mudança de entendimento jurisprudencial do Superior Tribunal de Justiça STJ (última instância recursal) no sentido de distinguir as formas de tributação das seguintes entidades do setor de corretagem: (i) sociedades corretoras e (ii) corretoras de seguros. Isso porque até presente momento o Fisco estava tratando estas 02 (duas) entidades através de um mesmo regime de tributação, regime este equiparado às das instituições financeiras, qual seja: a) COFINS : alíquota de 4% incidente sobre o Faturamento e b) CSLL : alíquota de 23% incidente sobre lucro líquido da empresa. Todavia o STJ determinou que as empresas corretoras de seguros não deveriam mais se submeter a este regime majorado de tributação supramencionado, tendo em vista se tratar de Meras Intermediárias para captação de eventuais segurados, ou seja, sua atividade empresarial se resume apenas em fechar contratos de seguros entre terceiros interessados com uma determinada empresa de seguros (atividade intermediária). Em virtude dessa mudança de interpretação as corretoras de seguros foram enquadradas no regime ordinário (comum) de tributação destinada às demais empresas, qual seja: a) COFINS : alíquota de 3% incidente sobre o Faturamento e b) CSLL : alíquota de 9% incidente sobre lucro líquido da empresa. A título de exemplificação mostraremos a seguir algumas decisões do STJ referente ao caso em comento, senão vejamos: TRIBUTÁRIO: AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. COFINS. EMPRESAS CORRETORAS DE SEGUROS. MAJORAÇÃO DA ALÍQUOTA PARA 4%. INAPLICABILIDADE. DIFERENÇA ENTRES OS TERMOS SOCIEDADES CORRETORAS DE SEGUROS E EMPRESAS CORRETORAS DE SEGUROS E AGENTES AUTÔNOMOS DE SEGUROS PRIVADOS. NÃO INCIDÊNCIA DA ALÍQUOTA MAJORADA. PRECEDENTES. AGRAVO NÃO PROVIDO. w w w w 1. Hipótese na qual se discute a majoração da alíquota da COFINS de 3% para 4% sobre o faturamento das corretoras de seguros. 2. O Tribunal de origem decidiu pela não incidência da majoração ao fundamento de que não há como equiparar as corretoras de seguros, como no caso dos autos, às pessoas jurídicas referidas no 1º do art. 22 da Lei nº 8.212, que são as sociedades corretoras e os agentes autônomos. 3. O entendimento desta Corte, já aplicado quanto à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, é no mesmo sentido, de que as empresas corretoras de seguros, cujo objeto social se refere às atividades de intermediação para captação de clientes (segurados), não se enquadram no conceito de sociedades corretoras, previsto no art. 22, 1º, da Lei nº 8.212, porquanto estas destinam-se à distribuição de títulos e valores mobiliários. Da mesma forma, não existe equivalência entre o conceito de corretor de seguros e o de agente autônomo de seguros privados, cujas atividades são disciplinadas pelos regimes jurídicos estabelecidos, respectivamente, no Decreto-Lei 73/1966 e na Lei 4.886/1965, conforme já delineado no julgamento do REsp /PR. 4. Agravo regimental não provido. (STJ: AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº PR / Julgado em 01/09/2011) TRIBUTÁRIO E PROCESSUAL CIVIL: SOCIEDADE CORRETORA DE SEGUROS. CSSL. AUMENTO DA ALÍQUOTA. LC 70/91. INAPLICABILIDADE. RECURSO ESPECIAL. FUNDAMENTAÇÃO INCONSISTENTE. As sociedades corretoras de seguros, meras intermediárias da captação de eventuais segurados, não se incluem no rol das sociedades corretoras, distribuidoras de títulos e valores. Interpretação sistemática do acórdão recorrido das leis aplicáveis à espécie, concluindo sobre a impossibilidade da imposição às recorridas da majoração da alíquota da CSSL estabelecida pelo art. 11 da LC 70/91, como entenderam o Ato Declaratório Normativo CST 23/93 e Parecer Normativo CST 1/93. Inocorrência de negativa de vigência a dispositivos de leis federais pelo aresto impugnado. Fundamento do recurso especial inadequado e insuficiente. Recurso do qual não se conhece. (STJ: RECURSO ESPECIAL Nº PR / ) Portanto abriu-se um bom precedente para que as demais empresas corretoras de seguros espalhadas pelo Brasil possam acionar o Poder Judiciário com objetivo de exigir uma redução de alíquota de 3% para Cofins e 9% para CSLL, assim como restituição quinquenal dos valores que foram pagos à maior até presente data. 19

20 20

A representação institucional do mercado segurador

A representação institucional do mercado segurador A representação institucional do mercado segurador A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização CNseg é a entidade de representação

Leia mais

Vida Segura Empresarial Bradesco:

Vida Segura Empresarial Bradesco: PRÊMIO ANSP 2005 Vida Segura Empresarial Bradesco: A democratização do acesso ao Seguro de Vida chega às Micro e Pequenas Empresas. 1 SUMÁRIO 1. Sinopse 3 2. Introdução 4 3. O desafio de ser o pioneiro

Leia mais

Seguros, Previdência e Capitalização

Seguros, Previdência e Capitalização Seguros, Previdência e Capitalização Análise das contas Patrimoniais e do Resultado Ajustado do Grupo Bradesco de Seguros, Previdência e Capitalização: Balanço Patrimonial Mar10 Dez09 Mar09 Ativo Circulante

Leia mais

Apresentação. Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome.

Apresentação. Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome. Apresentação Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome. História A empresa foi fundada no ano de 1995 na cidade paulista de São José do Rio Preto e

Leia mais

WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO. Palestrante Vera Cataldo

WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO. Palestrante Vera Cataldo 1 WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO Palestrante Vera Cataldo Seguro DPVAT Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre ou por sua carga, a pessoas transportadas

Leia mais

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a Entre nós www.marinhodespachantes.com Novas oportunidades! de todos nossos clientes, parceiros, amigos e colaboradores em 2012 e renovar nosso contrato de amizade para 2013 Elza Aguiar Presidente Todo

Leia mais

Mercado Segurador em 2015 - Uma Visão Executiva

Mercado Segurador em 2015 - Uma Visão Executiva Mercado Segurador em 2015 - Uma Visão Executiva Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Maio/2009 Sumário 1) Situação Atual 2) Mercado Segurador em 2015?? (1ª Pesquisa Dezembro/2008) 3) Mercado Segurador

Leia mais

Entrevista CADERNOS DE SEGURO

Entrevista CADERNOS DE SEGURO Entrevista 6 Marco Antonio Rossi Presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) POR Vera de Souza e Lauro Faria

Leia mais

PRÊMIO BANDEIRANTE 2015. XVI Edição. Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é?

PRÊMIO BANDEIRANTE 2015. XVI Edição. Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é? PRÊMIO BANDEIRANTE 2015 XVI Edição Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é? Idealizado pelo Sindicato dos Corretores e das Empresas Corretoras de Seguros, de Capitalização e de Previdência Privada

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EXERCÍCIO DE 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EXERCÍCIO DE 2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EXERCÍCIO DE 2014 CORRETORES DE SEGUROS DO RIO GRANDE DO SUL PESSOA FÍSICA E JURÍDICA 4000 3792 3500 3000 2728 TOTAL TOTAL RGS - SINCOR-RS 2500 2000 1500 1000 500

Leia mais

ESECS-PJ. Estudo Socioeconômico das

ESECS-PJ. Estudo Socioeconômico das ESECS-PJ Estudo Socioeconômico das Empresas Corretoras de Seguros A G O S T O / 2 0 1 3 O Estudo Socioeconômico das Empresas Corretoras de Seguros Pessoa Jurídica (ESECS-PJ) é fruto de um trabalho de

Leia mais

Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania

Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania PROJETO DE LEI N o 6.332, DE 2005 Dá nova redação aos arts. 20 e 123 do Decreto-Lei nº 73, de 21 de novembro de 1966, que dispõe sobre o Sistema Nacional

Leia mais

A Corretagem como Negócio

A Corretagem como Negócio A Corretagem como Negócio Robert Bittar, Presidente, FENACOR www.fenacor.com.br XVI Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros Florianópolis, Santa Catarina - Outubro/2009 Mudando o Conceito Corretor

Leia mais

Regulatory Practice Insurance News

Regulatory Practice Insurance News Março 2010 SUSEP INSURANCE Regulatory Practice Insurance News FINANCIAL SERVICES Normas Contábeis Carta-Circular CGSOA 01, de 31.03.2010 Demonstrações Financeiras Dispõe sobre as normas contábeis das sociedades

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T06 Porto Seguro 14 de Agosto de 2006

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T06 Porto Seguro 14 de Agosto de 2006 Operadora: Bom dia a todos. Sejam Bem Vindos à Teleconferência da S.A. para a discussão dos resultados referentes ao segundo trimestre de 2006. Estão presentes no evento os Srs. Casimiro Blanco Gómez,

Leia mais

PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010.

PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010. PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010 Eugênio Velasques 2020 2030 2040 2050 2010 Evolução da População 300 250 200 150 5 vezes

Leia mais

Apresentação... 03. O que é lavagem de dinheiro.. 04. Etapas da lavagem de dinheiro.. 04. Regulamentação 06. Penalidades 07

Apresentação... 03. O que é lavagem de dinheiro.. 04. Etapas da lavagem de dinheiro.. 04. Regulamentação 06. Penalidades 07 1 de 16 ÍNDICE Apresentação... 03 O que é lavagem de dinheiro.. 04 Etapas da lavagem de dinheiro.. 04 Regulamentação 06 Penalidades 07 Operações suspeitas dos crimes de lavagem de dinheiro. 07 Outras operações

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado com sede na Rua Sampaio Viana, 44 - Paraíso,

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado com sede na Rua Sampaio Viana, 44 - Paraíso,

Leia mais

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO 2014 GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE O modelo de Gestão da Sustentabilidade do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE é focado no desenvolvimento de

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA VENDA DE SEGUROS EM ORGANIZAÇÕES VAREJISTAS

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA VENDA DE SEGUROS EM ORGANIZAÇÕES VAREJISTAS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA VENDA DE SEGUROS EM ORGANIZAÇÕES VAREJISTAS 18/03/2014 Manual de Boas Práticas para Venda de Seguro em Organizações Varejistas 1. Introdução A estabilização da economia nacional,

Leia mais

CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ.

CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ. Ano VII Nº 37 Outubro/Dezembro 2015 CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ. LEIA TAMBÉM 2015: Ano de grandes realizações Pág. 02 Seguro Vida Individual: Tranquilidade para

Leia mais

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada.

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. Adesão Característica do contrato de previdência privada, relativa ao ato do proponente aderir ao plano de previdência. Administradores

Leia mais

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 14.08.2012.

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 14.08.2012. PIS E COFINS DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 14.08.2012. Sumário: 1 ENTIDADES FINANCEIRAS 2 - DA ALÍQUOTA 3 - DA BASE DE CÁLCULO 3.1 Receitas Incorridas

Leia mais

11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS

11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS 1 ATIVO 1 11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS 1113 BANCOS CONTA DEPÓSITOS 11131 BANCOS CONTA DEPÓSITOS - MOVIMENTO

Leia mais

SUPERSIMPLES ABRE NOVOS HORIZONTES PARA O CORRETOR DE IMÓVEIS

SUPERSIMPLES ABRE NOVOS HORIZONTES PARA O CORRETOR DE IMÓVEIS 1 Lei Complementar nº 147/2014 SUPERSIMPLES ABRE NOVOS HORIZONTES PARA O CORRETOR DE IMÓVEIS Redução drástica dos impostos e burocracia com inclusão no CNPJ 3 APRESENTAÇÃO Simples é uma lei viva, ela

Leia mais

Apresentação Institucional Junho 2013

Apresentação Institucional Junho 2013 Apresentação Institucional Junho 2013 BB Seguridade Maior Companhia de Seguros, Previdência e Capitalização da América Latina Rápido Crescimento com Alta Rentabilidade Maior Corretora de Seguros da América

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado com sede na Rua Sampaio Viana, 44 - Paraíso,

Leia mais

ESTATUTO Comissão de Formatura Formandos em Engenharia Ambiental 2013/2 FAESA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE VITÓRIA. Capítulo I Da Denominação e da Sede

ESTATUTO Comissão de Formatura Formandos em Engenharia Ambiental 2013/2 FAESA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE VITÓRIA. Capítulo I Da Denominação e da Sede ESTATUTO Comissão de Formatura Formandos em Engenharia Ambiental 2013/2 FAESA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE VITÓRIA Capítulo I Da Denominação e da Sede Art. 1º - Sob a denominação Formandos em Engenharia Ambiental

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS IR? COFINS?? INSS? PIS SUMÁRIO 1 Introdução 3 2 Planejamento 5 3 Simples Nacional com a inclusão de novas categorias desde 01-2015 8 4 Lucro

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito

Leia mais

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 31, DE 2004. RELATÓRIO PRÉVIO (reformulado)

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 31, DE 2004. RELATÓRIO PRÉVIO (reformulado) PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 31, DE 2004. RELATÓRIO PRÉVIO (reformulado) Propõe que a Comissão de Finanças e Tributação realize ato de fiscalização e controle, por meio de órgão competente, acerca

Leia mais

OPERADORAS DE SAÚDE. Mariana Braga Shoji Barbosa Enfermagem UNIFESP mariana_shoji@yahoo.com.br

OPERADORAS DE SAÚDE. Mariana Braga Shoji Barbosa Enfermagem UNIFESP mariana_shoji@yahoo.com.br OPERADORAS DE SAÚDE Mariana Braga Shoji Barbosa Enfermagem UNIFESP mariana_shoji@yahoo.com.br O que são Operadoras de saúde? O que são Operadoras de saúde? Operadora é a pessoa jurídica que opera ( administra,

Leia mais

PESQUISA PLANOS DE SAÚDE

PESQUISA PLANOS DE SAÚDE 20 Junho 2013 REVISTA DO IDEC Saúde não é o que interessa Reajustes dos planos coletivos não são regulados pela ANS. Mas pesquisa inédita do Idec revela que, mesmo assim, a Justiça tem considerado abusivos

Leia mais

XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América.

XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América. XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América. La Gestión Contable, Administrativa y Tributaria en las PYMES e Integración Europa-América 23 24 de junio 2006 Santa Cruz de la Sierra (Bolívia)

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Funcionamento de um plano de autogestão: Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida

Leia mais

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Perfil do Palestrante: Contador, Consultor e Professor Universitário Colaborador do Escritório Santa Rita desde 1991 Tributação das Médias e Pequenas Empresas Como

Leia mais

COMO INICIAR UM OS FLUXO PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM OBSERVATÓRIO SOCIAL (OS)

COMO INICIAR UM OS FLUXO PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM OBSERVATÓRIO SOCIAL (OS) COMO INICIAR UM OS FLUXO PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM OBSERVATÓRIO SOCIAL (OS) 1 A seguir apresentamos o fluxo para a Implantação de um Observatório Social(OS), dentro do Sistema de Franquia Social da Rede

Leia mais

Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007

Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007 Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007 1) Introdução Nos últimos dias úteis de 2006, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP)

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida com recursos dos associados e da patrocinadora

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Bem Total Versão Jun./11

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Bem Total Versão Jun./11 2 BEM TOTAL MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. Parabéns, você acaba de adquirir um produto garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência que protege a sua família, caso algum imprevisto

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

Itaú Seguros Princípios para Sustentabilidade em Seguros

Itaú Seguros Princípios para Sustentabilidade em Seguros Itaú Seguros Princípios para Sustentabilidade em Seguros Relatório 2014-2015 Itaú Seguros Perfil Desde 1921, a seguradora do Itaú atua no setor de seguros atendendo a empresas e pessoas físicas, disponibilizando

Leia mais

Corretora do Futuro. A sua revista. Abril/2014 Ano 2014/ Ed. nº 6. Revista Corretora do Futuro 1

Corretora do Futuro. A sua revista. Abril/2014 Ano 2014/ Ed. nº 6. Revista Corretora do Futuro 1 Corretora do Futuro A sua revista Abril/2014 Ano 2014/ Ed. nº 6 Revista Corretora do Futuro 1 LOJACORR S.A. Saiba as novidades sobre O Café da Manhã com a Lojacorr S.A. Durante a apresentação do novo Diretor

Leia mais

1. Por que o corretor de seguros deve. 2. Quais são os principais fundamentos. 3. Critérios importantes na escolha da SEGURO GARANTIA AGENDA

1. Por que o corretor de seguros deve. 2. Quais são os principais fundamentos. 3. Critérios importantes na escolha da SEGURO GARANTIA AGENDA SEGURO GARANTIA SINCOR-ES Vitória / 21set2010 AGENDA 1. Por que o corretor de seguros deve operar no segmento do Seguro Garantia? 2. Quais são os principais fundamentos técnicos do Seguro Garantia? 3.

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 96, DE 2009

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 96, DE 2009 PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 96, DE 2009 Propõe que a Comissão de Defesa do Consumidor fiscalize os atos de gestão praticados pela Superintendência de Seguros Privados - SUSEP em relação à conduta

Leia mais

Clube Vida em Grupo CVG

Clube Vida em Grupo CVG Clube Vida em Grupo CVG Edward Lange Agosto, 2013 Agenda 1 2 3 4 Allianz SE Allianz Brasil Estratégia Vida e Saúde 1 Allianz SE Concorrentes Globais Prêmio Emitido Líquido EUR Bi Allianz 52,3 46,9 99,2

Leia mais

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Lei 5764/71 de 16/12/1971 COOPERATIVA DE 3º GRAU CONFEDERAÇÃO COOPERATIVA DE 2º GRAU FEDERAÇÃO OU CENTRAL COOPERATIVA DE 1º GRAU

Leia mais

Unimed Responsabilidade Civil Profissional para Consultório Individual

Unimed Responsabilidade Civil Profissional para Consultório Individual Matriz: Alameda Ministro Rocha Azevedo, 346 01410-901 - São Paulo - SP Atendimento Nacional: 0800 016 6633 Atendimento ao Deficiente Auditivo: 0800 770 3611 Unimed Responsabilidade Civil Profissional para

Leia mais

PROPOSTA DE ACORDO COMERCIAL

PROPOSTA DE ACORDO COMERCIAL PROPOSTA DE ACORDO COMERCIAL Associações Comerciais junho/2012 APRESENTAÇÃO LOURI Assessoria e Ltda., sediada em Bauru/SP, fundada aos 18 de outubro de 2.011, com início de operações em janeiro de 2.012,

Leia mais

EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO

EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado

Leia mais

O surgimento de associações de agricultores ocorre em função de três movimentos sociais importante:

O surgimento de associações de agricultores ocorre em função de três movimentos sociais importante: 1. ASSOCIATIVISMO 1.1. Introdução As formas associativas de trabalho no campo já eram encontradas há muito tempo atrás entre os primitivos povos indígenas da América. As grandes culturas précolombianas

Leia mais

Serviços Inovadores Fidelizam Clientes e Aumentam sua Lucratividade!

Serviços Inovadores Fidelizam Clientes e Aumentam sua Lucratividade! Serviços Inovadores Fidelizam Clientes e Aumentam sua Lucratividade! WeCare Auto. Mais cuidado para o carro. Mais tempo para o cliente! www.wecareauto.com.br Origem da ideia... 12% Dos acidentes por falta

Leia mais

INFORMATIVO JURÍDICO

INFORMATIVO JURÍDICO 1 ROSENTHAL E SARFATIS METTA ADVOGADOS INFORMATIVO JURÍDICO NÚMERO 03, ANO 1I MARÇO DE 2010 1 ACABA EM JUNHO O PRAZO PARA RECUPERAR TRIBUTO INDEVIDO DOS ÚLTIMOS DEZ ANOS STJ já julgou Lei Complementar

Leia mais

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2. ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.008 Aos 17 dias do mês de setembro do ano de dois mil e oito,

Leia mais

Doar Faz Bem. Capa. Ações que reverberam. Manual de Doações. nazareuniluz.org.br. Nazaré Uniluz

Doar Faz Bem. Capa. Ações que reverberam. Manual de Doações. nazareuniluz.org.br. Nazaré Uniluz Capa Doar Faz Bem Ações que reverberam Manual de Doações www. - (11) 4597-7109 / 4597-7103 / 96473-2851 www. - (11) 4597-7109 / 4597-7103 / 96473-2851 Este Manual foi criado com o intuito de inspirar,

Leia mais

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX Página 1 de 5 CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX Pelo presente Instrumento Particular, de um lado, como ADMINISTRADORA, a empresa VIVER NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS LTDA ME CRECI/RN sob o nº 2990

Leia mais

Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA

Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA Vamos agora iniciar a sessão de perguntas e repostas. Nossa primeira pergunta vem do Senhor do Bradesco. Por favor, você pode ir em frente.,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE APÓLICE DE SEGURO E/OU CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE APÓLICE DE SEGURO E/OU CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE APÓLICE DE SEGURO E/OU CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO Este Contrato de Prestação de Serviços de Administração de Apólice de Seguro

Leia mais

Fórum Banco Central de Inclusão Financeira. Painel MDS

Fórum Banco Central de Inclusão Financeira. Painel MDS Fórum Banco Central de Inclusão Financeira Painel MDS Brasília, 18/nov/2010 Sumário Breve descrição do PBF; Razões para inclusão financeira; Marco legal da inclusão financeira; Atual agenda de inclusão

Leia mais

Eliete da Silva Melo Lima 4º Suplente: Flávio Luiz Chacon 5º Suplente: Nilceia de Fátima da Silva

Eliete da Silva Melo Lima 4º Suplente: Flávio Luiz Chacon 5º Suplente: Nilceia de Fátima da Silva 2 editorial Alderi Alves de Moura Presidente do SINCOR-RN Esta é a nova edição do nosso Jornal Sincor RN. O ano de 2013 tem sido bastante movimentado para todos que fazem o Sindicato dos Corretores de

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2015 (do Sr. Lucas Vergílio)

PROJETO DE LEI N o, DE 2015 (do Sr. Lucas Vergílio) PROJETO DE LEI N o, DE 2015 (do Sr. Lucas Vergílio) Altera e revoga dispositivos da Lei nº 4.594, de 29 de dezembro de 1964, que Regula a profissão do corretor de seguros. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

1 Informações diversas Contribuintes devem ficar atentos para novidades em 2015 O Sescon-SP listou algumas das principais mudanças fiscais e tributárias para o próximo ano, que requerem atenção e capacitação

Leia mais

Seguro Automóvel. Erramos todos. Fábio Carbonari

Seguro Automóvel. Erramos todos. Fábio Carbonari 1 Seguro Automóvel Erramos todos. Seguradores Corretores Vistoriadores - Segurados Fábio Carbonari 2 Seguro Automóvel Erramos todos. Seguradores Corretores Vistoriadores - Segurados Os Seguradores Precificação.

Leia mais

Regulamento Campanha Voe com a Zurich Edição 2014

Regulamento Campanha Voe com a Zurich Edição 2014 Regulamento Campanha Voe com a Zurich Edição 2014 1. DA CAMPANHA 1.1. O presente regulamento tem por finalidade disciplinar a Campanha "Voe com a Zurich, que constitui um programa de relacionamento e que

Leia mais

CADI EM FOCO. Criança é coisa. séria!!!! Informativo trimestral

CADI EM FOCO. Criança é coisa. séria!!!! Informativo trimestral CADI EM FOCO Criança é coisa Informativo trimestral séria!!!! CADI-PALHOÇA Abr/Mai/Jun 2013 ABRIL PÁSCOA NÃO É COELHINHO!!!! Marcando o início do mês de abril, o CADI em Parceria com a UNIMED Grande Florianópolis

Leia mais

Seminário FIESP/IBDS. Atualidade na Legislação Securitária e Aspectos Relevantes do Direito do Seguro. FIESP - 09 de novembro de 2010

Seminário FIESP/IBDS. Atualidade na Legislação Securitária e Aspectos Relevantes do Direito do Seguro. FIESP - 09 de novembro de 2010 Seminário FIESP/IBDS Atualidade na Legislação Securitária e Aspectos Relevantes do Direito do Seguro FIESP - 09 de novembro de 2010 SEGUROS NÃO SÃO MERAS GARANTIAS ADICIONAIS Os seguros não são meras garantias

Leia mais

Revista Corretora do Futuro 1

Revista Corretora do Futuro 1 Revista Corretora do Futuro 1 INAUGURAÇÃO É inaugurada a nova Unidade Regional e de Negócios Lojacorr em Santa Catarina e firmou a identidade da Lojacorr em Florianópolis (SC). Com instalações modernas

Leia mais

Divulgação de Resultados 2T08

Divulgação de Resultados 2T08 Divulgação de Resultados 2T08 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2008 A Sul América S.A. (Bovespa: SULA11) anuncia hoje os resultados do segundo trimestre de 2008 (2T08). As informações operacionais e financeiras

Leia mais

CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO

CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO Grupo Ramo 0982 Início de vigência às 24 h do dia Nº da Apólice CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO Nº do Certificado Individual Fim de vigência às 24 h do dia Data da Emissão

Leia mais

SHOW DE CIDADANIA Funcionários McDonald s realizam mais de 5300 ações Bom Vizinho na comunidade

SHOW DE CIDADANIA Funcionários McDonald s realizam mais de 5300 ações Bom Vizinho na comunidade Nome da empresa: McDonald s Comércio de Alimentos Ltda Data da Fundação: 1979 Número de funcionários: 34 mil Tempo como Franqueador/ Franqueado: 20 anos Localização: Sede: Barueri/ SP e 120 restaurantes

Leia mais

1 Ver Castelo (2005). 2 GVconsult (2005).

1 Ver Castelo (2005). 2 GVconsult (2005). A Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas na Construção Civil Relatório de Pesquisa Equipe Técnica Prof. Dr. Fernando Garcia Profa. Ms. Ana Maria Castelo Profa.Dra. Maria Antonieta Del Tedesco Lins Avenida

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 27.11.2015

C L I P P I N G DATA: 27.11.2015 C L I P P I N G DATA: 27.11.2015 Boa notícia para o mercado: Rollemberg reduz para 30 meses prazo para pagamento de dívidas O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) decidiu encurtar de 60 para 30 meses o

Leia mais

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil.

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Indústria É assim que e Comércio a gente segue Exterior em frente. Introdução Atualmente, muitos

Leia mais

Empresas de. 5 Capitalização. Melhores Práticas das. 2 Apresentação 4 Introdução 5 Composição do Sistema de Capitalização.

Empresas de. 5 Capitalização. Melhores Práticas das. 2 Apresentação 4 Introdução 5 Composição do Sistema de Capitalização. Melhores Práticas das Empresas de Capitalização 2 Apresentação 4 Introdução 5 Composição do Sistema de Capitalização 5 Capitalização 6 Missão da Capitalização 7 Valores da Capitalização 7 Melhores Práticas

Leia mais

Seguro Vida Servidor Federal

Seguro Vida Servidor Federal Seguro Vida Servidor Federal Condições Gerais do Produto Produto: Seguro de Vida Público-Alvo Servidores Públicos Federais Civis - SIAPE Coberturas Morte Qualquer Causa Sorteio mensal no valor de R$ 10.000,00*,

Leia mais

A edição 2012 do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros terá três categorias:

A edição 2012 do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros terá três categorias: Regulamento Uma das premissas do mercado segurador é prever riscos e proteger pessoas e patrimônios. A essência dessa atividade caminha em consonância com os princípios da sustentabilidade. Não é por acaso

Leia mais

Regulatory Practice Insurance News

Regulatory Practice Insurance News INSURANCE Regulatory Practice Insurance News FINANCIAL SERVICES Junho 2008 SUSEP Questionário Trimestral Carta-Circular DECON 05, de 09.06.2008 - Demonstrações contábeis e questionário trimestral A presente

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 Dívidas de Agnelo serão pagas pela ordem cronológica Para atender à lei, governo reformula cronograma para quitar débitos com mais de 900 fornecedores. Um questionamento

Leia mais

ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009

ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009 1 - DO OBJETO ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009 Contratação de empresa para fornecimento de seguro veicular de 03 (três) veículos pertencentes à Superintendência de Seguros Privados - SUSEP.

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 4.976, DE 2013 III - PARECER DA COMISSÃO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 4.976, DE 2013 III - PARECER DA COMISSÃO Página 1 de 7 CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 4.976, DE 2013 III - PARECER DA COMISSÃO A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço

Leia mais

* DECRETO Nº 21.459, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2009. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais,

* DECRETO Nº 21.459, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2009. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais, Governo do Estado do Rio Grande do Norte Gabinete Civil Coordenadoria de Controle dos Atos Governamentais * DECRETO Nº 21.459, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2009. Institui o Programa Estadual de Proteção a Vitimas

Leia mais

Aspectos relevantes do microseguro e do seguro popular. Por Carlos Eduardo Cavalcante Ramos

Aspectos relevantes do microseguro e do seguro popular. Por Carlos Eduardo Cavalcante Ramos 1 Aspectos relevantes do microseguro e do seguro popular Por Carlos Eduardo Cavalcante Ramos Definição e público alvo. Produtos e canais de distribuição. Regulamentação do microsseguro no Brasil. Tendências

Leia mais

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00.

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. Recurso nº 1847 Processo SUSEP nº 15414.002869/2002-74 SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender à Carta SUSEP/DECON/GERES/DISEC/ nº 352/02.

Leia mais

Apresentação Institucional Março 2013

Apresentação Institucional Março 2013 Apresentação Institucional Março 2013 BB Seguridade Maior Companhia de Seguros, Previdência e Capitalização da América Latina Rápido Crescimento com Alta Rentabilidade Maior Corretora de Seguros da América

Leia mais

Tranquilidade em vida. Quem precisa tem. SEGURADORA

Tranquilidade em vida. Quem precisa tem. SEGURADORA Tranquilidade em vida. Quem precisa tem. SEGURADORA Quem somos A BMG Seguradora S.A. iniciou suas atividades em outubro de 1977 sob a denominação social de CONAPP - Companhia Nacional de Seguros, quando

Leia mais

Consumidor já paga plástica e reforma de casa por consórcio

Consumidor já paga plástica e reforma de casa por consórcio Página 1 de 5 15/08/2010 09h18 - Atualizado em 15/08/2010 11h27 Consumidor já paga plástica e reforma de casa por consórcio Nos consórcios de serviços, 30% usam carta para saúde e estética. Valor da carta

Leia mais

Programa Credivisa de Formação Técnica SEGUROS

Programa Credivisa de Formação Técnica SEGUROS Programa Credivisa de Formação Técnica Módulo Específico SEGUROS Informações Iniciais Desde 01/05/2010 Atuação em todos os ramos de seguros Abrangência das coberturas: Patrimoniais Transporte Riscos Pessoais

Leia mais

03 DE DEZEMBRO/2014 - SP

03 DE DEZEMBRO/2014 - SP QUESTÕES JURÍDICAS E LEGAIS EM SAÚDE 03 DE DEZEMBRO/2014 - SP Realização: Quarta-feira, dia 03 de Dezembro de 2014 08h30 Recepção dos Participantes 08h50 - Abertura da Conferência pelo Presidente de Mesa

Leia mais

Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata?

Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata? Atualização Monetária Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata? Na realidade, não houve um aumento

Leia mais

Parágrafo único. O serviço voluntário não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim.

Parágrafo único. O serviço voluntário não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim. LEI DO SERVIÇO VOLUNTÁRIO Lei n 9.608, de 18 de fevereiro de 1998 Dispõe sobre o serviço voluntário e dá outras providências Art. 1 Considera-se serviço voluntário, para fins desta Lei, a atividade não

Leia mais

Conheça o Projeto Integração

Conheça o Projeto Integração Conheça o Projeto Integração Em nosso projeto, atuam em conjunto diversos órgãos de defesa dos consumidores: Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, Ministério Público Federal, Defensoria Pública

Leia mais

2010 Começa a expansão. 11 de Setembro. Aquisição Internacional da. Sinistros pagos em. Alico MetLife (US)

2010 Começa a expansão. 11 de Setembro. Aquisição Internacional da. Sinistros pagos em. Alico MetLife (US) Breve Histórico 1868 Início das atividades 1912 Centro de Apoio aos sobreviventes do Titanic 1931 Financiamento do Empire State e do Rockfeller Center 1945 Financiamento aos Aliados durante a Segunda Guerra

Leia mais