GAMA CONSTRUCEP PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GAMA CONSTRUCEP PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO"

Transcrição

1 PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

2 2

3 INTRODUÇÃO CEPSA A CEPSA, quarto grupo industrial de Espanha por volume de faturação, é uma companhia energética global, presente em vários continentes e em todas as fases da cadeia de valor do petróleo, que emprega mais de profissionais. Com o IPIC (International Petroleum Investment Company, um fundo de investimento de Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos) como único acionista, a CEPSA conta com uma grande oportunidade de crescimento. Queremos apostar numa internacionalização progressiva do Grupo, reforçando a nossa posição no mercado peninsular. Entre 2012 e 2016, a CEPSA tem como sua estratégia principal posicionar-se como uma das primeiras empresas energéticas europeias. Sendo a CEPSA uma empresa líder no mercado em que se insere, ocupa um lugar de destaque no desenvolvimento de novos produtos, tecnologicamente avançados e amigos do ambiente. Para isso, conta com uma excelente equipa de colaboradores que se dedicam, continuamente, à pesquisa e desenvolvimento de produtos de valor acrescentado, contando com uma profunda experiência e conhecimento do mercado e da tecnologia associada à transformação de betumes. A CEPSA dispõe de um catálogo completo de produtos que inclui os diferentes tipos de betumes e emulsões betuminosas para aplicação em estradas, produtos derivados para utilização na indústria e na construção, tais como: impermeabilizantes para cobertura de superfícies e aplicações em instalações desportivas e também em selagens, pinturas, etc. O Grupo CEPSA subscreve e mantém um firme compromisso face a todos os aspetos relacionados com Segurança e Meio Ambiente, tanto no que se refere às suas instalações como aos seus produtos e aplicações. A CEPSA TEM VINDO A DESENVOLVER UMA CULTURA INOVADORA, ORIENTADA PARA A CRIAÇÃO DE NOVOS PRODUTOS E SUAS APLICAÇÕES, QUE LHE PERMITIU ALCANÇAR UMA SÓLIDA REPUTAÇÃO E RECONHECIMENTO NO MUNDO DOS BETUMES E SEUS DERIVADOS. 3

4 INTRODUÇÃO PRODUÇÃO DE BETUMES O betume da CEPSA obtém-se durante o processo de refinação do crude, que ocorre nas refinarias do Grupo CEPSA, localizadas em La Rábida (Huelva) e Tenerife (Canárias). Adicionalmente, a CEPSA tem participação no capital da ACESA (Asfaltos Espanhóis, S.A.), da qual detém 50%. Os betumes do Grupo CEPSA obtêm-se a partir de certos tipos de crudes específicos e são ricos em determinados componentes, com o objetivo de garantir a obtenção de betume de elevada qualidade. PRODUÇÃO DE DERIVADOS DE BETUME No processo de refinação obtêm-se diretamente os produtos base, e é nas fábricas da CEPSA que se obtêm a grande variedade de produtos mais ou menos complexos e de elevada qualidade, que constituem o catálogo da CEPSA. É desta forma que, nas fábricas da CEPSA, se produzem os diferentes tipos de emulsões betuminosas, betumes e derivados especiais para aplicações industriais e de apoio à construção, principalmente utilizados para a impermeabilização e pavimentação, e também mástiques e pinturas. Fabrica-se, igualmente, nas fábricas da CEPSA a família de betumes modificados com polímeros (PMB), em que, através da introdução dos aditivos adequados, se produz uma reação química entre o polímero e o betume, conduzindo a que este produto seja o mais estável e versátil do mercado e uma referência dentro deste tipo de ligantes. Destacam-se os últimos desenvolvimentos de betumes modificados com pó de pneus usados, betumes de baixa temperatura (que aportam uma maior otimização na pavimentação da rede viária) e emulsões bio (elaboradas com matérias primas mais amigas do ambiente). DISTRIBUIÇÃO Uma vez fabricado o betume nas refinarias, é distribuído por navio ou em cisternas às fábricas da CEPSA, para seu armazenamento e posterior transformação. As fábricas, depois de obterem os correspondentes produtos derivados, atuam como centros de armazenamento e logísticos de onde fornecem os produtos a clientes finais, em embalagens e formatos adequados ou em cisternas especialmente preparadas e termicamente isoladas. PROAS LABORATÓRIO E ATIVIDADE I+D A CEPSA dispõe, nas instalações da fábrica de Alcalá de Henares (Madrid), de um Laboratório e Centro de Investigação dotado da mais moderna tecnologia para os novos desenvolvimentos. Conta com um Serviço de Assistência Técnica especializado em cada um dos produtos. 4

5 INTRODUÇÃO PROAS ATIVIDADE COMERCIAL A CEPSA PORTUGUESA tem os seus escritórios centrais sediados em Lisboa. Com uma relevante quota de mercado na Península Ibérica, a CEPSA tem vindo a desenvolver uma intensa atividade exportadora, havendo alcançado uma presença relevante nos diferentes mercados externos e estabelecido um excelente relacionamento com os principais consumidores deste tipo de produtos nos diferentes países da Europa, bacia do Mediterrâneo, África do Norte e Ocidental e América. A posição estratégica das refinarias que a CEPSA tem na península e a proximidade da maioria delas aos principais nós de comunicação marítima, permitem-lhe alcançar um elevado grau de flexibilidade e competitividade nas operações de exportação. A CEPSA está a desenvolver políticas direcionadas à consolidação da sua presença nos mercados de exportação, em que já está presente, e potenciar a sua expansão comercial em novas zonas geográficas. PROAS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS SER RECONHECIDO COMO LÍDER PELA SUA CAPACIDADE TECNOLÓGICA NO MUNDO DOS BETUMES E DERIVADOS. DISPOR DE UM CATÁLOGO DE PRODUTOS DERIVADOS BEM DESENVOLVIDO E ATUALIZADO. DESENVOLVER UMA CULTURA DE PROXIMIDADE E DE COLABORAÇÃO COM OS CLIENTES, ORIENTADA PARA PROPORCIONAR SOLUÇÕES ESPECÍFICAS E DE ANTECIPAÇÃO DAS SUAS NECESSIDADES. 5

6 GAMA CONSTRUCEP PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À CONSTRUÇÃO A CEPSA desenvolveu uma gama de produtos de elevada tecnologia, para a aplicação no âmbito da construção. Estes produtos estão perfeitamente adaptados às necessidades atuais do mercado e da sua aplicação final, servem tanto para a sua utilização a grande escala como para o pequeno consumidor. A gama CONSTRUCEP engloba todos os produtos da CEPSA desenvolvidos para este mercado e são utilizados, principalmente, na proteção e impermeabilização de superfícies, assim como na selagem de juntas. Nomeadamente, a CEPSA desenvolveu a gama de produtos PROAMASTIC (anteriormente designada SLURRY) para aplicação em ciclovias, pavimentos desportivos e pavimentos especiais. Estes produtos utilizam-se tanto em edificação como em obra civil. São de fácil manuseamento e respeitam o meio ambiente. O fornecimento a clientes realiza-se em diferentes formatos, conforme as especificidades de cada produto ou mercado e é efetuado sob as mais exigentes normas de qualidade e segurança. A CEPSA conta com o serviço de Assistência Técnica que oferece aconselhamento especializado para a aplicação destes produtos. CONSTRUCEP PAVIMENTAÇÃO E OBRA CIVIL PROAMASTIC* ASFÁLTICO PROAMASTIC* SINTÉTICO PROAMASTIC* SPORT PROAMASTIC* P APT PROAMASTIC* FIBRA SELAGEM JUNTOPLAST SUPER JUNTOPLAST PREMOLDEADO JUNTOPLAST C IMPERMEABILIZAÇÃO PROMULSIT PROALASTIC PROTEÇÃO/IMPREGNAÇÃO IMPRIMUL NEWPRIMER IA-20, IA-20R, IA-21, IA-22 DISPRIMER * Anteriormente designado Slurry 6

7 PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À CONSTRUÇÃO PAVIMENTAÇÃO E OBRA CIVIL PROAMASTIC* ASFÁLTICO Argamassa betuminosa composta por agregados selecionados e uma emulsão betuminosa de elevada estabilidade, que proporciona um perfeito acabamento ao suporte. Permite selar as superfícies abertas, proteger suportes envelhecidos e evitar desgastes prematuros. Pavimentação de garagens e estacionamentos. Pavimentação de naves industriais, onde circule tráfego ligeiro. Selagem de bermas, separadores e rotundas em aglomerado betuminoso. Tambores de cartão de 45 kg e paletes de 540 kg. PROAMASTIC* SINTÉTICO Argamassa sintética composta principalmente por agregados e resinas acrílicas, proporcionando um adequado acabamento estético sobre os pavimentos de betão e aglomerado asfáltico. Pavimentação de pistas desportivas e zonas recreativas. Pavimentação de ciclovias e passeios pedonais. Rotas ecológicas, vias turísticas, caminhos de peregrinação, etc. Tambores de cartão de 45 kg e paletes de 540 kg. Está disponível numa ampla gama de cores: vermelho, verde, amarelo, cinzento, preto e azul. PROAMASTIC* FIBRA Argamassa betuminosa com fibras acrílicas, que conferem elasticidade e impermeabilizam as superfícies onde é aplicada. Este produto é de fácil aplicação, à temperatura ambiente, e permite uma boa adesividade à superfície de aplicação. Impermeabilização de tabuleiros de pontes. Outras impermeabilizações. Tambores de cartão de 45 kg e paletes de 540 kg. PROAMASTIC* P Pintura acrílica de base aquosa com cargas minerais que proporciona ao suporte uma textura mais espessa, que a obtida com a pintura APT, obtendo-se um acabamento anti-deslizante. Proteção de pavimentos e revestimentos tanto interiores como expostos à intempérie. Acabamento de pavimentos em garagens, estacionamentos e outros. Latas de 25 kg e paletes de 22 latas (550kg). Está disponível numa ampla gama de cores: vermelho, verde, amarelo, cinzento, preto e azul. PROAMASTIC* SPORT Argamassa sintética composta principalmente por agregados e resinas acrílicas, proporcionando uma textura fina para pavimentos desportivos nos quais, previamente, foi aplicado Proamastic* Sintético. Pavimentos desportivos. Tambores de cartão de 45 kg e paletes de 540 kg. APT Pintura acrílica de base aquosa que proporciona uma grande resistência à abrasão e às radiações solares, assim como à alcalinidade do cimento. Revestimentos verticais. Acabamento de pavimentos em garagens e estacionamentos, naves industriais com tráfego ligeiro, pistas desportivas. Pavimentos interiores e exteriores. Impregnação e/ou proteção final de pavimentos onde esteja aplicado o Proamastic* Asfáltico ou Sintético. Latas de 25 kg e paletes de 22 latas (550kg). Está disponível numa ampla gama de cores: branco, vermelho, verde, amarelo, cinzento, preto e azul. * Anteriormente designado Slurry 7

8 GAMA CONSTRUCEP PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À CONSTRUÇÃO SELAGEM JUNTOPLAST PREMOLDEADO Mástique de betume com plastificantes, cargas e outros aditivos, apresentado em cordões. A sua utilização em operações de selagem, realizadas à temperatura ambiente, garante a estanquidade das juntas nas estruturas de betão, através da sua elevada resistência ao envelhecimento. Trata-se de um produto de baixa fluência, uma vez aplicado, e apresenta uma boa adesividade. Selagem de juntas de dilatação, terraços, canais, depósitos de água potável, etc. Caixas de 22 kg com cordões de 20 ou 25 mm de diâmetro e em paletes de 20 caixas (440 kg). JUNTOPLAST SUPER Mástique de betume com plastificantes, cargas e outros aditivos, de fácil aplicação, com aquecimento prévio moderado. Trata-se de um produto de baixa fluência, após aplicação, e apresenta uma boa adesividade às bordas da junta, admitindo os movimentos desta sem fissurar nem desprender-se. Selagem de juntas de dilatação, terraços, canais, depósitos, etc. Cubo de 30 kg e palete de 22 cubos (660 kg). JUNTOPLAST C Mástique de betume modificado com polímeros e cargas minerais para aplicação a quente. Cumpre as especificações da norma UNE EN para produtos de selagem aplicados a quente, elásticos e não resistentes a hidrocarbonetos. Selagem por ponteado de fissuras em pavimentos betuminosos e selagem de juntas em pavimentos de betão. Sacos de 20 kg. 8

9 PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À CONSTRUÇÃO IMPERMEABILIZAÇÃO PROMULSIT Emulsão betuminosa não iónica que, depois da sua aplicação e posterior secagem, deixa uma película contínua de betume asfáltico resistente à água e à alcalinidade do cimento. Cumpre a UNE tipo ED. Proteção contra humidade de muros, cimentos, empenas, etc., tanto de nova construção como de reabilitação. Impregnação e preparação de superfícies antes de outros tratamentos de impermeabilização ou pavimentação, previamente diluído com água a 20% (uma parte de Promulsit para quatro partes de água). Lata de 25 kg e paletes de 22 latas (550 kg). PROALASTIC Emulsão aniónica de betume modificado que permite uma perfeita adesividade a um grande número de superfícies, deixando uma camada impermeável e muito elástica, com elevadas prestações. Cumpre a UNE Tipo EA. Impermeabilização de revestimentos, depósitos, terraços e açoteias. Impermeabilização de tabuleiros de pontes, podendo-se utilizar em combinação com um geotêxtil. Barreira contra vapor em camaras frigoríficas. Emulsão de colagem para telas asfálticas de betume modificado. Lata de 25 kg e paletes de 22 latas (550 kg). A granel de um mínimo de 21 t e tambores de 200 litros 9

10 GAMA CONSTRUCEP PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À CONSTRUÇÃO PROTEÇÃO / IMPREGNAÇÃO IMPRIMUL Emulsão betuminosa para impregnação, de grande facilidade de colocação em obra e elevado rendimento. Pode aplicar-se sobre um grande número de superfícies. Impregnação e preparação de superfícies. Adesividade de telas asfálticas. Lata de 25 kg e paletes de 22 latas (550 kg). NEWPRIMER Emulsão betuminosa aniónica de base aquosa com elevado poder de penetração, com uma excelente adesividade ao suporte. Pode-se aplicar sobre um grande número de superfícies. Cumpre a UNE Tipo EA. Impregnação e preparação de superfícies Emulsão de colagem para telas asfálticas. Lata de 24 kg e paletes de 22 latas (528 kg). 10

11 PRODUTOS ESPECIAIS DE APOIO À CONSTRUÇÃO PROTEÇÃO / IMPREGNAÇÃO IA-20, IA-20R, IA-21 Pinturas asfálticas com base em dissolventes e aditivos, de diferentes formulações, que permitem dar resposta a soluções específicas. O IA-20R incorpora uma resina de hidrocarboneto que proporciona um acabamento brilhante à superfície tratada. Proteção de superfícies metálicas e de betão. Lata de 22 kg, paletes de 22 latas (484 kg) e tambores de 200 litros. DISPRIMER Pintura asfáltica constituída por betume modificado e dissolventes aromáticos, que proporciona uma excelente proteção a todo o tipo de superfícies. Cumpre com os requisitos exigidos na norma UNE para pinturas de impregnação de base asfáltica (tipo I). Impregnação e preparação de superfícies porosas que posteriormente vão ser impermeabilizadas ou tratadas com produtos asfálticos. Proteção anti corrosão de superfícies metálicas. Proteção superficial contra humidade de elementos de betão. Lata de 22 kg, paletes de 22 latas (484 kg) e tambores de 200 litros. IA-22 Pintura asfáltica constituída por betume asfáltico e dissolventes orgânicos, que proporciona uma excelente proteção a todo o tipo de superfícies. Cumpre com os requisitos exigidos na norma UNE para as pinturas de proteção de base asfáltica Impregnação e preparação de superfícies porosas que posteriormente vão ser impermeabilizadas ou tratadas com produtos asfálticos. Proteção contra corrosão de superfícies metálicas. Proteção superficial contra humidade de elementos de betão. Lata de 22 kg, paletes de 22 latas (484 kg) e tambores de 200 litros. 11

12 SISTEMAS 1. SISTEMA DE PISTAS DESPORTIVAS 1.1. DESCRIÇÃO Tratamento rugoso de acabamento e proteção de pavimentos de betão ou aglomerado asfáltico, melhorando o seu aspeto estético, sendo totalmente compatível com este tipo de suportes CAMPOS DE APLICAÇÃO Pavimentos desportivos (campos de ténis, basquetebol, etc) Áreas recreativas exteriores 1.3. PROPRIEDADES Espessura aproximada: 2 mm. Acabamento rugoso, muito agradável pela sua espessura reduzida, conferindo uma superfície anti deslizante, cómoda e segura para os utilizadores. Boa trabalhabilidade e de fácil aplicação. Boa adesividade ao suporte. Boa resistência à abrasão. Resistente às radiações solares e às alterações climatéricas de cada zona. Variedade de cores SISTEMA MULTICAPA PRODUTOS: APT Pintura acrílica formulada com resinas acrilicoestirenadas em dispersão aquosa. Apresenta-se em latas de 25 kg. PROAMASTIC* SINTÉTICO Mistura com consistência de argamassa composta por agregados selecionados de granulometria controlada e resinas sintéticas. Apresenta-se em tambores de 45 kg. PROAMASTIC* P Pintura acrílica formulada com resinas acrílicas em dispersão aquosa e cargas minerais. Apresenta-se em latas de 25 kg. PROAMASTIC* SPORT Mistura com consistência de argamassa composta por agregados selecionados de granulometria fina e resinas sintéticas. Apresenta-se em tambores de 45 kg SISTEMA 1: SISTEMA 2: Uma camada de impregnação com APT, diluído a 50%, com uma dotação final aproximada de g/m 2, segundo o estado do suporte. Se o aglomerado asfáltico é de recente execução e de textura fechada, não é necessária a impregnação. Duas camadas de PROAMASTIC* SINTÉTICO: com uma dotação aproximada de 1-2 kg/m 2 na primeira camada e 1-1,5 kg/m 2 na segunda camada, em função da textura do suporte. Duas camadas de PROAMASTIC* P: com uma dotação entre g/m 2 por camada, segundo o estado do suporte e o tipo de aplicação CARATERÍSTICAS FINAIS DO SISTEMA: Resistência à abrasão Os produtos contêm na sua formulação um elevado conteúdo de resinas que lhes permite resistir tanto aos agentes atmosféricos como ao tráfego ligeiro. Ensaio de abrasão NLT-320 (g/m 2 ) < 500. Uma camada de impregnação com APT, diluído a 50%, com uma dotação final aproximada de g/m 2, segundo o estado do suporte. Se o aglomerado asfáltico é de recente execução e de textura fechada, não é necessária a impregnação. Duas camadas de PROAMASTIC* SINTÉTICO: com uma dotação aproximada de 1-2 kg/m 2 na primeira camada e 1-1,5 kg/m 2 na segunda camada, em função da textura do suporte. Duas camadas de PROAMASTIC* SPORT: com uma dotação entre 0,8-1,2 g/m 2 por camada, em função da textura do suporte. Resistência ao deslizamento: Determinação do valor da resistência ao deslizamento/resvalamento dos pavimentos mediante o ensaio do pêndulo com base da norma UNE-ENV 12633:2003 Anexo A: Classificação dos solos segundo o Código Técnico de Edificação: Classe 3 (R c > 45). * Anteriormente designado Slurry

13 SISTEMAS SISTEMA DE PISTAS DESPORTIVAS 1.5. MODO DE UTILIZAÇÃO O suporte sobre o qual se vai aplicar a impregnação deverá apresentar uma superfície coesa, limpa, isenta de pó, de humidade e de outras substâncias (óleo, cal, etc.). No caso de se aplicar sobre pavimento de betão, deve-se analisar previamente para evitar problemas de adesividade por excesso de polimento, desagregação, humidade, etc. No caso de betão polido aconselha-se a granalhar a superfície previamente. É aconselhável aplicar o produto a temperaturas entre ºC, evitando a sua aplicação sob condições meteorológicas adversas. Homogeneizar os produtos na sua embalagem antes da sua aplicação. No caso de ser o Proamastic* Sintético, extrair o saco de plástico do tambor de cartão e amassá-lo ligeiramente sobre o solo antes de o abrir ARMAZENAMENTO E CONSERVAÇÃO As embalagens devem permanecer resguardadas da intempérie de forma a serem protegidas tanto do frio como de fortes exposições solares. A temperatura de armazenamento não deve ser inferior a 5 ºC, uma vez que pode afetar a qualidade do produto. Aplicar em camadas finas uniformes por meio de um rodo, rasta de borracha ou qualquer outro elemento adequado, deixando secar completamente antes de aplicar a seguinte camada (24 horas aproximadamente, dependendo do grau de humidade e da temperatura ambiente). Não é aconselhável aplicar camadas de espessuras elevadas, uma vez que poderá conduzir a uma cura deficiente do produto. NUNCA se deve adicionar água diretamente nem ao Proamastic* Sintético nem ao Proamastic* Sport, dado que perderiam as suas propriedades coesivas. Os utensílios de trabalho poderão ser limpos com água antes do produto secar. O tempo máximo de armazenagem recomendado é de 9 meses desde a data de fabrico, na sua embalagem de origem, bem fechada e não deteriorada. 5 segunda camada de PROAMASTIC* P ou PROAMASTIC* SPORT camada de 4 PROAMASTIC* P ou PROAMASTIC* SPORT segunda camada de 3 PROAMASTIC* SINTÉTICO 2 camada de PROAMASTIC* SINTÉTICO 1 camada de impregnação APT * Anteriormente designado Slurry 13

14 SISTEMAS SISTEMA ANTICARBURANTE 2.1. DESCRIÇÃO: Tratamento rugoso com consistência de argamassa, resistente a hidrocarbonetos, para aplicação sobre pavimentos de aglomerado asfáltico e pavimentos de betão CAMPOS DE APLICAÇÃO: Aeroportos (remate de pistas, zonas de estacionamento) PROPRIEDADES: Espessura aproximada: 2 mm. Acabamento rugoso. Boa trabalhabilidade e fácil execução. Boa adesividade ao suporte SISTEMA MULTICAMADA PRODUTOS: APT Pintura acrílica formulada com resinas estireno- -acrílicas em dispersão aquosa. Apresenta-se em latas de 25 kg SISTEMA: Uma camada de impregnação com APT, diluído a 50% com água, com uma dotação final aproximada de g/m 2, segundo o estado do suporte. Se o aglomerado asfáltico é de recente execução e de textura fechada, não é necessária a impregnação. Uma primeira camada de PROAMASTIC* SINTÉTICO: com uma dotação final de 1-2 kg/m2, em função da textura do suporte CARATERÍSTICAS FINAIS DO SISTEMA: Resistência aos hidrocarbonetos: Categoria de resistência hidrocarbonetos segundo a norma UN-EN : Boa resistência ao querosene (A 5% and B<1%). Boa resistência à gasolina (A 5% and B<1%). Resistência à abrasão: Os produtos contêm na sua formulação um elevado conteúdo de resinas que lhes permite resistir tanto aos agentes atmosféricos como ao tráfego ligeiro. Ensaio de Abrasão NLT-320 (g/m 2 ) < 500. Estações de serviço e áreas de portagem. Resistência a combustíveis. Boa resistência à abrasão. Resistência ao fogo. Variedade de cores. PROAMASTIC* SINTÉTICO Mistura com consistência de argamassa composta por agregados selecionados de granulometria controlada e resinas sintéticas. Apresenta-se em tambores de 45 kg. Uma camada de APT, sem diluir, com uma dotação final aproximada de g/m 2, segundo o estado do suporte. Uma segunda camada de PROAMASTIC* SINTÉTICO: com uma dotação final aproximada de 1-1,5 kg/m 2, em função da textura do suporte. Resistência ao fogo: Classificação segundo a norma UNE-EN :2007+A1:2010: Classificação da Reação ao fogo: Bfl-sl. Resistência ao deslizamento: Determinação do valor da resistência ao deslizamento/ resvalamento dos pavimentos mediante o ensaio do pêndulo com base na norma UNE-ENV 12633:2003 Anexo A: Classificação dos solos segundo o Código Técnico de Edificação: Classe 3 (R d > 45). * Anteriormente designado Slurry 14

15 SISTEMAS SISTEMA ANTICARBURANTE 2.5. MODO DE UTILIZAÇÃO O suporte sobre o qual se vai aplicar a impregnação deverá apresentar uma superfície coesa, limpa, isenta de pó, de humidade e de outras substâncias (óleos, cal, etc.). No caso de se aplicar sobre o pavimento de betão, deve-se analisar previamente para evitar problemas de adesividade por polimento excessivo, desagregação, humidade, etc. No caso de pavimento em betão polido, aconselha-se granalhar a superfície previamente. É aconselhável aplicar o produto a temperaturas entre os 10 e 35 C, evitando, para além disso, a sua aplicação sob condições meteorológicas adversas. Homogeneizar os produtos dentro da sua embalagem antes da aplicação. No caso do Proamastic* Sintético, extrair o saco de plástico do tambor de cartão e amassá- -lo ligeiramente no solo antes de o abrir ARMAZENAMENTO E CONSERVAÇÃO As embalagens devem permanecer resguardadas da intempérie, de forma que permaneçam protegidas tanto do frio como da forte exposição solar. A temperatura de armazenamento não deve ser inferior a 5 C, uma vez que poderá afetar a qualidade do produto. Aplicar camadas finas e uniformes através de um rodo de borracha ou qualquer outro elemento adequado, deixando secar completamente cada camada antes de aplicar a seguinte (24 horas aproximadamente, dependendo do grau de humidade e temperatura ambiente). Não é aconselhável o espalhamento de camadas de espessuras elevadas, com o intuito de regularização, uma vez que poderia conduzir a uma deficiente cura do produto. NUNCA se deve adicionar água, diretamente, ao Proamastic* Sintético dado que perderia as suas propriedades coesivas. Os utensílios de trabalho poderão ser limpos com água, antes do produto secar. O tempo máximo de armazenagem recomendado é de 9 meses a partir da data de fabrico, na sua embalagem de origem, bem fechada e não deteriorada. 4 segunda camada de PROAMASTIC* SINTÉTICO 3 segunda camada de APT 2 camada de PROAMASTIC* SINTÉTICO 1 camada de impregnação de APT * Anteriormente designado Slurry 15

16 SISTEMAS 3. SISTEMA DE VIAS CICLÁVEIS/ESTACIONAMENTOS/VIA BUS 3.1. DESCRIÇÃO: Tratamento de acabamento rugoso e proteção de pavimentos em betão ou mistura asfáltica, melhorando o seu aspeto estético, sendo totalmente compatível com este tipo de suportes. 16 Rotas ecológicas (percursos turísticos, caminhos de peregrinação, etc.) CAMPOS DE APLICAÇÃO: Vias cicláveis, passeios e zonas pedonais. Pavimentos em naves industriais, com tráfego ligeiro. Pavimentos de garagens e estacionamentos. Via de Bus PROPRIEDADES: Espessura aproximada: 2 mm. Acabamento rugoso e muito agradável pela sua espessura reduzida, pelo que permite obter uma superfície anti deslizante, cómoda e segura para os utilizadores. Boa trabalhabilidade e de fácil aplicação. Boa aderência ao suporte. Boa resistência à abrasão. Resistente à luz solar e variações de condições climatéricas. Variedade de cores.

17 SISTEMAS SISTEMA DE VIAS CICLÁVEIS/ESTACIONAMENTOS/VIA BUS 3.4. SISTEMA MULTICAMADA PRODUTOS: APT Pintura acrílica formulada com resinas estireno-acrílicas em dispersão aquosa. Apresenta-se em latas de 25 kg SISTEMA: Uma camada de impregnação com APT: diluído a 50% com água, com uma dotação final aproximada de g/m 2, segundo o estado do suporte. Se a mistura asfáltica for de recente execução e fechada, não é necessária a impregnação. PROAMASTIC* SINTÉTICO Mistura com consistência de argamassa composta por agregados selecionados de granulometria controlada e resinas sintéticas. Apresenta-se em tambores de 45 kg. Duas camadas de PROAMASTIC* SINTÉTICO: com uma dotação aproximada de 1-2 kg/m 2 na primeira camada e 1-1,5 kg/m 2 na segunda camada, em função da textura do suporte CARATERÍSTICAS FINAIS DO SISTEMA: Resistência à abrasão: Os produtos contêm na sua formulação um elevado conteúdo em resinas, que lhes permite resistir tanto aos agentes atmosféricos como ao tráfego ligeiro. Ensaio de Abrasão NLT-320 (g/m 2 ) < 500. Resistência ao deslizamento: Determinação do valor da resistência ao deslizamento/resvalamento de pavimentos mediante o ensaio do pêndulo com base na norma UNE-ENV 12633:2003. Anexo A: Classificação dos solos segundo o Código Técnico de Edificação: Classe 3 (R d >45). Resistência aos combustíveis: Categoria de resistência aos combustíveis segundo a norma UN-EN : Boa resistência à gasolina (A 5% e B<1%). Resistência ao fogo: Classificação segundo a norma UNE-EN : A1:2010: Classificação de Reação ao fogo: B fl -sl. * Anteriormente designado Slurry 17

18 SISTEMAS 3. SISTEMA DE VIAS CICLÁVEIS/ESTACIONAMENTOS/VIA BUS MODO DE UTILIZAÇÃO O suporte onde se vai aplicar a impregnação deverá apresentar uma superfície coesa, limpa, isenta de pó, de humidade e de outras substâncias (óleo, cal, etc). No caso de se aplicar sobre pavimento de betão, deve-se analisar previamente, para evitar problemas de aderência por polimento excessivo, desagregação, humidade, etc. No caso de betões polidos, aconselha-se granalhar a superfície previamente. É aconselhável aplicar o produto a temperaturas entre os 10 e 35 C, evitando a sua aplicação sob condições meteorológicas adversas. Homogeneizar os produtos dentro das suas embalagens antes da aplicação. No caso do Proamastic* Sintético, extrair o saco de plástico do tambor de cartão e amassá-lo ligeiramente sobre o solo antes de o abrir. Aplicar em camadas finas e uniformes através de um rodo de borracha ou qualquer outro elemento adequado. Deixando secar completamente cada camada antes de aplicar a seguinte (24 horas aproximadamente, dependendo do grau de humidade e da temperatura ambiente). Não é aconselhável o espalhamento de camadas com espessuras elevadas, com fins de regularização, uma vez que poderiam conduzir a uma deficiente 3cura do produto. NUNCA se deve adicionar água diretamente nem ao Proamastic* Sintético nem ao Proamastic* P, dado que perderiam as suas propriedades coesivas. Os utensílios de trabalho poderão ser limpos com água antes da secagem do produto. * Anteriormente designado Slurry

19 SISTEMAS SISTEMA DE VIAS CICLÁVEIS/ESTACIONAMENTOS/VIA BUS 3.6. ARMAZENAMENTO E CONSERVAÇÃO As embalagens devem permanecer resguardadas da intempérie para que fiquem protegidas tanto do frio como de fortes exposições solares. A temperatura de armazenamento não deve ser inferior a 5 C, uma vez que pode afetar a qualidade do produto. O tempo máximo de armazenagem recomendado é de 9 meses desde a data de fabrico, na sua embalagem de origem, bem fechada e não deteriorada. 3 segunda camada de PROAMASTIC* SINTÉTICO camada de 2 PROAMASTIC* SINTÉTICO 1 camada de impregnação com APT * Anteriormente designado Slurry 19

20 SISTEMAS 4. IMPERMEABILIZAÇÃO DE TABULEIROS DE PONTES 4.1. DESCRIÇÃO Todos estamos conscientes da importância que tem uma boa impermeabilização de um tabuleiro de uma ponte, para evitar deteriorações que podem produzir-se como consequência das infiltrações de água através do pavimento e das juntas de dilatação do próprio tabuleiro. O projeto de uma impermeabilização fiável e eficaz, que assegure a proteção da estrutura, é uma das chaves para obter uma maior durabilidade desta, pelo que se torna de primordial importância na conservação do estado de serviço das pontes. Os primeiros sinais de uma impermeabilização deficiente são as manchas de humidade, aflorações de carbonato de cálcio, etc., e se isso não for corrigido a tempo, os defeitos podem degenerar em fissuras, gretas e desagregação do betão do tabuleiro. Por todas estas razões, deve-se dar a importância que merece a impermeabilização de pontes, sejam estas ferroviárias, de estradas ou pedonais. Os materiais a utilizar na impermeabilização devem cumprir os seguintes requisitos: Serem impermeáveis. Terem propriedades mecânicas estáveis e duradouras. Serem elásticos. Serem compatíveis com os materiais do suporte e apresentar uma boa aderência aos mesmos. Ter toxicidade nula. Serem fáceis de aplicar. Se possível, serem económicos. Em todo o projeto de impermeabilização de tabuleiros de pontes, é conveniente definir que técnica será a mais apropriada, tendo em conta a particularidade da estrutura assim como os efeitos da sua exploração OBJETIVO DA IMPERMEABILIZAÇÃO A função principal é proteger a parte superior dos tabuleiros das ações físico-químicas geradas pela água e agentes dispersos e dissolvidos nela. Para a sua conceção devem-se ter em conta todos os pontos singulares de tal forma que seja um autêntico guarda-chuva. A eficácia da impermeabilização baseiase em: Limpeza e preparação da superfície. Utilização de produtos de qualidade. Boa técnica de aplicação. Tratamento global do suporte. No caso de pontes em estradas, a impermeabilização, colocada entre o tabuleiro de betão e a(s) camada(s) de pavimento asfáltico, suporta indiretamente o tráfego e transmite as solicitações deste ao tabuleiro da ponte, daí a necessidade de uma boa execução. No caso de viadutos ferroviários, a camada de aglomerado protegerá a impermeabilização principal face à agressão mecânica da camada de sub-balastro e balastro, especialmente com trânsito ferroviário de alta velocidade. 20

21 SISTEMAS IMPERMEABILIZAÇÃO DE TABULEIROS DE PONTES 4.3. SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO IN SITU COM ARGAMASSAS BETUMINOSAS COM FIBRAS DE APLICAÇÃO A FRIO (PROAMASTIC* FIBRA). Consiste em realizar a impermeabilização do tabuleiro com uma argamassa betuminosa com fibras acrílicas, de aplicação manual a frio. Este sistema é especialmente recomendado para a impermeabilização de tabuleiros de superfícies não muito grandes com aplicação manual. A associação da emulsão com fibras permite um maior conteúdo em ligante sem risco de exsudação e favorece a estanquidade da argamassa. Para além disso produz- -se uma melhoria substancial no mesmo, ao diminuir a suscetibilidade térmica e ao incrementar a sua flexibilidade. O suporte sobre o qual se vai aplicar o Proamastic* Fibra deverá apresentar uma superfície limpa. Para a sua aplicação deve-se efetuar como indicado a seguir: Impregnar com Promulsit diluído (4 partes de água por 1 de Promulsit) ou APT diluído em água a 50% ( g/m 2 ), deixando secar durante pelo menos 12 horas. (Foto 1). Homogeneizar o produto antes da aplicação, se for necessário. Como regra geral, não se deve adicionar água ao produto, ainda que se admita uma pequena quantidade para facilitar a sua trabalhabilidade. Aplicar a frio utilizando um rodo de borracha ou qualquer outro elemento mecânico adequado para este produto, que permita deixar toda a superfície coberta. O Proamastic* Fibra aplica-se, geralmente, numa só camada e a dotação poderá variar em função da textura do suporte. São habituais dotações da ordem dos 2 kg/m 2. No caso de se aplicar o produto em duas camadas, antes de aplicar o produto correspondente à segunda camada, deve assegurar-se que a primeira camada se encontra absolutamente seca (deixar 24 horas aproximadamente, dependendo da humidade ambiente). (Foto 2) Aplicar a mistura betuminosa, após secagem completa da camada de Proamastic*. Foto 1: impregnação com Promulsit diluído. 4 camada de MISTURA BETUMINOSA 3 camada de PROAMASTIC* FIBRA 2 camada de impregnação de PROAMASTIC* ou APT 1 camada de impregnação de PROAMASTIC* ou APT Foto 2: aplicação do Proamastic* fibra. * Anteriormente designado Slurry 21

22 SISTEMAS 4. IMPERMEABILIZAÇÃO DE TABULEIROS DE PONTES CARATERÍSTICAS DOS MATERIAIS ARGAMASSA BETUMINOSA COM FIBRAS PROAMASTIC* FIBRA Trata-se de uma mistura de consistência pastosa composta por cargas minerais de granulometria controlada, uma emulsão betuminosa estável do tipo EAL-2 e fibras sintéticas: CARATERÍSTICAS DA ARGAMASSA UNIDADE NORMA RESULTADOS Viscosidade Brookfield (25 ºC, 5 rpm) mpa.s NIE Matéria não volátil % UNE EN - ISO ,0 1,03 Tamanho do agregado mm UNE EN Densidade relativa a 25 ºC - UNE /3-5 1,4 1,8 Conteúdo em fibras % - 0,5 - Conteúdo em emulsão % ,07 Permeabilidade s NLT-327 Não permeável Flexibilidade a 4 ºC mm ISSA Tabela 2. CARATERÍSTICAS DO PROAMASTIC* FIBRA MÍN. MÁX. Este sistema é de utilização generalizada no que respeita à impermeabilização de tabuleiros de pontes. As suas principais vantagens residem no fato da sua aplicação ser efetuada a frio, em contínuo, sem juntas e estável numa ampla gama de temperaturas. Pode-se aplicar tanto sobre superfícies secas como ligeiramente humedecidas. É de fácil aplicação, tem uma boa aderência ao suporte e à camada superior de aglomerado, sendo resistente ao tráfego de obra. A impermeabilidade destas argamassas foi devidamente comprovada através de ensaios de permeabilidade. Este comportamento é potenciado não só pela própria composição da argamassa mas também pelo aquecimento e compactação da(s) camada(s) superior(es), tendo-se comprovado o excelente comportamento dos tabuleiros protegidos com este tipo de membranas face à ação da água. * Anteriormente designado Slurry 22

23 SISTEMAS IMPERMEABILIZAÇÃO DE TABULEIROS DE PONTES CONCLUSÕES: Sistemas Contínuos de Impermeabilização de Pontes de Betão e de total aderência ao tabuleiro, sem juntas Possuem elevada elasticidade. Boa resistência ao ciclo de frio/calor Não fissurável. Fácil de aplicar. Uma impermeabilização em bom estado é a garantia de uma conservação com baixo custo, uma vez que as reparações deste tipo de obra podem ascender a um custo seis vezes superior ao custo original do projeto. Se tivermos em conta o incremento de tráfego pesado nas estradas, teremos que estar sensibilizados para realizar bem a impermeabilização de pontes e reduzir tempos de atuação na conservação das mesmas. 23

24 AF Autocolante AENOR 75x40mm.pdf 1 16/09/15 15:02 C M Y CM MY CY CMY K

Impermeabilização de Tabuleiros de Pontes. CEPSA Portuguesa/Teresa Carvalho

Impermeabilização de Tabuleiros de Pontes. CEPSA Portuguesa/Teresa Carvalho Impermeabilização de Tabuleiros de Pontes CEPSA Portuguesa/Teresa Carvalho Impermeabilização, proteção e impregnação A CEPSA desenvolveu um ampla gama de produtos auxiliares à construção civil, nomeadamente

Leia mais

PRODUTOS ASFÁLTICOS PRODUTOS ASFÁLTICOS

PRODUTOS ASFÁLTICOS PRODUTOS ASFÁLTICOS PRODUTOS ASFÁLTICOS PRODUTOS ASFÁLTICOS INTRODUÇÃO A CEPSA PORTUGUESA PETRÓLEOS, SA é uma empresa do grupo CEPSA, líder na exploração, refinação e comercialização de derivados do petróleo. A CEPSA tem

Leia mais

Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação

Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 07.502 Versão nº 1 Sikagard 186 Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação Construction Descrição do produto Utilizações

Leia mais

epotech aqua Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Características

epotech aqua Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Características Ficha técnica epotech aqua epotech aqua é uma nova linha de massas de base epoxídica para a selagem de juntas em ladrilhos cerâmicos. Massa bicomponente isenta de solventes orgânicos, caracteriza-se pela

Leia mais

BETUMES ELASTER CONSTRUINDO AS ESTRADAS DO FUTURO

BETUMES ELASTER CONSTRUINDO AS ESTRADAS DO FUTURO BETUMES ELASTER CONSTRUINDO AS ESTRADAS DO FUTURO ELASTER GAMA DE BETUMES MODIFICADOS COM POLÍMEROS DA CEPSA, OBTIDOS ATRAVÉS DE REAÇÃO QUÍMICA A gama ELASTER inclui todos os betumes modificados com polímeros

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt topeca floor OUT Pág. 2 incolor ou

Leia mais

Construction. Sikagard -550 W Elastic. Revestimento elástico com capacidade de ponte de fissuração para protecção de betão. Descrição do produto

Construction. Sikagard -550 W Elastic. Revestimento elástico com capacidade de ponte de fissuração para protecção de betão. Descrição do produto Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação:03.205 Versão nº 1 Sikagard -550 W Elastic Revestimento elástico com capacidade de ponte de fissuração para protecção de betão Construction

Leia mais

Construction. Argamassa de impermeabilização à base de cimento. Descrição do produto

Construction. Argamassa de impermeabilização à base de cimento. Descrição do produto Ficha de Produto Edição de dezembro de 2013 Nº de identificação: 07.008 Versão nº 2 SikaTop Seal-107 Argamassa de impermeabilização à base de cimento Descrição do produto SikaTop Seal-107 é uma argamassa

Leia mais

Construction. Sika Pyroplast HW-130. Com acabamento Sika Pyroplast HW-130 Top

Construction. Sika Pyroplast HW-130. Com acabamento Sika Pyroplast HW-130 Top Ficha de Produto Edição de julho de 2014 Nº de identificação: 06.315 Versão nº 1 Com acabamento Top Revestimento intumescente, dispersão aquosa, para madeira, para utilizações no interior Construction

Leia mais

Construction. Argamassa cimentosa fluída SCC reforçada com fibras para reparação de betão armado, pavimentação e ancoragem de varões de aço

Construction. Argamassa cimentosa fluída SCC reforçada com fibras para reparação de betão armado, pavimentação e ancoragem de varões de aço Ficha de Produto Edição de julho de 2014 Nº de identificação: 02.007 Versão nº 1 Sika Grout-312 RFA Argamassa cimentosa fluída SCC reforçada com fibras para reparação de betão armado, pavimentação e ancoragem

Leia mais

7F-240 C-FLOOR E240 WB Revestimento epoxi aquoso acetinado para pavimentos e suportes de betão

7F-240 C-FLOOR E240 WB Revestimento epoxi aquoso acetinado para pavimentos e suportes de betão DESCRIÇÃO C-Floor E240 WB é um revestimento epoxi aquoso acetinado para pavimentos e suportes de betão cujas principais propriedades são: Revestimento anti-poeiras para pavimentos de betão e superfícies

Leia mais

Revestimento elástico de poliuretano

Revestimento elástico de poliuretano Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 08.301 Versão nº 1 Sikafloor -400 N Elastic Revestimento elástico de poliuretano Descrição do produto Sikafloor -400 N Elastic é um revestimento

Leia mais

ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA

ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas e cimentos com aditivos e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno). Essa composição resulta em uma membrana

Leia mais

Sistemas de pavimentos cimentícios com acabamentos especiais REVESTÍMENTOS CIMENTÍCIOS MONOLÍTICOS COM AGREGADOS

Sistemas de pavimentos cimentícios com acabamentos especiais REVESTÍMENTOS CIMENTÍCIOS MONOLÍTICOS COM AGREGADOS Argamassas cimentícias de regularização e nivelamento para pavimentos Mastertop 544 Argamassa hidráulica monocomponente e autonivelante de elevados benefícios para regularização de pavimentos de betão

Leia mais

REINVENTAR MATERIAIS DE NÚCLEO SUSTENTÁVEIS

REINVENTAR MATERIAIS DE NÚCLEO SUSTENTÁVEIS REINVENTAR MATERIAIS DE NÚCLEO SUSTENTÁVEIS Reinventing how cork engages the world. ESTRUTURAS FORTES, SÓLIDAS, LEVES E DURADOURAS Descubra soluções inovadores de Materiais de Núcleo O conceito de utilizar

Leia mais

Ligante de epoxi, bi-componente para pinturas, selagens e revestimentos auto-alisantes

Ligante de epoxi, bi-componente para pinturas, selagens e revestimentos auto-alisantes Ficha de Produto Edição de junho de 2015 Nº de identificação: 08.018 Versão nº 2 Sikafloor -264 Ligante de epoxi, bi-componente para pinturas, selagens e revestimentos auto-alisantes Descrição do produto

Leia mais

kit imperband standard

kit imperband standard Ficha técnica kit imperband standard O kit imperband standard é um sistema de impermeabilização de interiores formado por um ralo de ABS termossoldado a uma membrana impermeável de 150 x 225 cm. Especialmente

Leia mais

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS 20.1 INTRODUÇÃO A madeira, devido à sua natureza, é um material muito sujeito a ataques de agentes exteriores, o que a torna pouco durável. Os

Leia mais

Revestimento de protecção à base de resinas epoxi

Revestimento de protecção à base de resinas epoxi Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 06.202 Versão nº 2 Sikagard -63N PT Revestimento de protecção à base de resinas epoxi Descrição do produto Sikagard -63N PT é um revestimento

Leia mais

DIVISÃO COLOCAÇÃO ADESIVOS PROFISSIONAIS

DIVISÃO COLOCAÇÃO ADESIVOS PROFISSIONAIS DIVISÃO COLOCAÇÃO ADESIVOS PROFISSIONAIS Adesivo profissional ao quartzo, de tecnologia superior e elevada adesão, adequado para a colocação de alta resistência até 10 mm de espessura, em pavimentos e

Leia mais

CIMENTOS COLA ADHERE

CIMENTOS COLA ADHERE CIMENTOS COLA ADHERE Cimentos Cola Adhere. Introdução 03 A utilização de revestimentos cerâmicos como elemento decorativo nas paredes e pavimentos remonta à antiguidade, constituindo uma parte integrante

Leia mais

Adesivos e Fitas Adesivas Industriais 3M 3M VHB. fitas de montagem. permanente. Alternativa comprovada a parafusos, rebites e soldaduras

Adesivos e Fitas Adesivas Industriais 3M 3M VHB. fitas de montagem. permanente. Alternativa comprovada a parafusos, rebites e soldaduras Adesivos e Fitas Adesivas Industriais 3M 3M VHB fitas de montagem permanente Alternativa comprovada a parafusos, rebites e soldaduras Pode uma fita substituir realmente sistemas de fixação mecânica? Sim.

Leia mais

NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%.

NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%. NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%. Descrição do Produto NOVOLAC AR 170 é um sistema novolac, 100% sólidos, com resistência a ácido sulfúrico 98% e

Leia mais

ANEXO A CADERNO DE ENCARGOS DA OBRA EN 244 BENEFICIAÇÃO ENTRE PONTE DE SÔR E O ENTRONCAMENTO

ANEXO A CADERNO DE ENCARGOS DA OBRA EN 244 BENEFICIAÇÃO ENTRE PONTE DE SÔR E O ENTRONCAMENTO ANEXO A CADERNO DE ENCARGOS DA OBRA EN 244 BENEFICIAÇÃO ENTRE PONTE DE SÔR E O ENTRONCAMENTO COM A EN 118 RECICLADO SEMI - QUENTE COM EMULSÃO BETUMINOSA 1. Definição Define-se como reciclado semi-quente

Leia mais

ISOLAMENTOS ACÚSTICOS

ISOLAMENTOS ACÚSTICOS ISOLAMENTOS ACÚSTICOS Ruídos de impacto (intra inquilinos): Aplicação em pisos Außer ia02 Außer ia0 Außer ia1 Außer ia Ruídos aéreos: Aplicação em divisórias verticais Außer ia1 Außer ia Außer ia60 Außer

Leia mais

Ficha Técnica de Produto Argamassa Biomassa Código: AB001

Ficha Técnica de Produto Argamassa Biomassa Código: AB001 1. Descrição: A é mais uma argamassa inovadora, de alta tecnologia e desempenho, que apresenta vantagens econômicas e sustentáveis para o assentamento de blocos em sistemas de vedação vertical. O principal

Leia mais

NOVO. ENKETOP O sistema de pavimentação monocomponente para varandas e terraços. O sistema de pavimentação monocomponete. para varandas e terraços

NOVO. ENKETOP O sistema de pavimentação monocomponente para varandas e terraços. O sistema de pavimentação monocomponete. para varandas e terraços P Reabilitação com garantia duradoira... porque a qualidade vale a pena! NOVO O sistema de pavimentação monocomponete para varandas e terraços ENKETOP O sistema de pavimentação monocomponente para varandas

Leia mais

Linha P05 Cime. Endurecedor mineral de superfície

Linha P05 Cime. Endurecedor mineral de superfície Linha P05 Cime Endurecedor mineral de superfície 1 Descrição. Composto granulométrico à base de cimento e agregados selecionados de origem mineral e/ou mineral metálica, para aplicações em sistema de aspersão

Leia mais

TABELA DE PREÇOS 2011

TABELA DE PREÇOS 2011 TABELA DE PREÇOS 2011 - Av. General Roçadas, n.º 70 A/C 1199-012 Lisboa Tel: 218 153 516 Fax: 218 153 534/218 149 633 - Av. Antoine Velge, Lote 1 - Aires 2950-067 Palmela Tel/Fax: 212 334 369 - Rua de

Leia mais

Construção. e Manutenção de Infra-estruturas de Transportes. IST - DECivil. Total de páginas: 15 1. Aula T7 Pavimentos. Materiais de pavimentação:

Construção. e Manutenção de Infra-estruturas de Transportes. IST - DECivil. Total de páginas: 15 1. Aula T7 Pavimentos. Materiais de pavimentação: 1/44 Construção e Manutenção de Infra-estruturas de Transportes Aula T7 Pavimentos Sumário da aula Materiais de pavimentação: Misturas betuminosas Composição Principais funções nas camadas do pavimento

Leia mais

A GAMA DOS RESULTADOS EXTREMOS

A GAMA DOS RESULTADOS EXTREMOS A GAMA DOS RESULTADOS EXTREMOS FORÇA EXTREMA EXTERIOR INTERIOR FLEXÍVEL ELEVADA FORÇA INICIAL RESISTENTE À ÁGUA SEM PRESSÃO MECÂNICA SEM SOLVENTES PINTÁVEL DENTRO DE ÁGUA ANTI-FUNGOS COLAGEM EXTREMA RESISTÊNCIA

Leia mais

Para utilização em coberturas Ajardinadas, acessíveis a pessoas quando com protecção mecânica pesada ou acessíveis para manutenção.

Para utilização em coberturas Ajardinadas, acessíveis a pessoas quando com protecção mecânica pesada ou acessíveis para manutenção. DOCUMENTO TÉCNICO DE APLICAÇÃO SISTEMA SOTECNISOL FV40 + PY50G JARDIM COBERTURAS JARDIM DTA 06 Impermeabilização de coberturas FEVEREIRO DE 2012 1. - DESCRIÇÃO As membranas ECOPLAS 40, ECOPLAS PY 50G JARDIM

Leia mais

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm 01 DESCRIÇÃO: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade, ideal para assentamento de revestimentos cerâmicos, porcelanatos, pedras rústicas em áreas internas e externas em pisos e paredes; Aplicação

Leia mais

Membrana polimérica para impermeabilização de coberturas. Aspecto: liso.

Membrana polimérica para impermeabilização de coberturas. Aspecto: liso. Ficha de Produto Edição de abril de 2015 Nº de identificação: 09.341 Versão nº 1 Sikaplan -S 1.5 Sikaplan -S 1.5 (Trocal S 1,5 mm) Membrana polimérica para impermeabilização de coberturas Descrição do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL! Construção Civil II 1 0 Semestre de 2015 Professoras Heloisa Campos e Elaine Souza

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL! Construção Civil II 1 0 Semestre de 2015 Professoras Heloisa Campos e Elaine Souza UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL Construção Civil II 1 0 Semestre de 2015 Professoras Heloisa Campos e Elaine Souza EXERCÍCIO IMPERMEABILIZAÇÃO A seguir está modificado um

Leia mais

Equipamento para o fabrico de Betões celulares técnicos. BETÕES CELULARES DOSIFICADORES. garcía fernández. Catálogo

Equipamento para o fabrico de Betões celulares técnicos. BETÕES CELULARES DOSIFICADORES. garcía fernández. Catálogo Equipamento para o fabrico de Betões celulares técnicos. garcía fernández DOSIFICADORES R BETÕES CELULARES Catálogo Cada cliente recebe o melhor e sempre o deve exigir O Betão Celular fabricado no local

Leia mais

REINVENTING SUSTAINABLE, GREEN AND ACOUSTIC INSULATION.

REINVENTING SUSTAINABLE, GREEN AND ACOUSTIC INSULATION. REINVENTING SUSTAINABLE, GREEN AND ACOUSTIC INSULATION. Reinventing how cork engages the world. A REINVENÇÃO DO CONFORTO E DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Maximizando o conforto e a eficiência energética com

Leia mais

PAVIMENTAÇÃO Conceitos Básicos de Pavimento Definição

PAVIMENTAÇÃO Conceitos Básicos de Pavimento Definição - Conceitos Básicos de PAVIMENTO - Camadas do pavimento - Projeto de Pavimentação - Materiais para pavimentação - Dimensionamento de pavimentos flexíveis - Dimensionamento de pavimentos rígidos - Bases

Leia mais

1. Introdução 2. 2. As funções da embalagem 2. 3. Classificação das embalagens 5. 4. Principais características dos materiais de embalagem 6

1. Introdução 2. 2. As funções da embalagem 2. 3. Classificação das embalagens 5. 4. Principais características dos materiais de embalagem 6 Capítulo I CONCEITOS GERAIS SOBRE EMBALAGEM 1. Introdução 2 2. As funções da embalagem 2 3. Classificação das embalagens 5 4. Principais características dos materiais de embalagem 6 5. O ambiente e a embalagem

Leia mais

Parabond Zinco. Produto elástico para todo tipo de metais.

Parabond Zinco. Produto elástico para todo tipo de metais. Parabond Zinco Produto elástico para todo tipo de metais. Produto: Parabond Zinco é um elastómero de alta qualidade, de rápido endurecimento, permanentemente elástico, à base de MS polímero com elevada

Leia mais

Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa;

Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa; VIAPLUS 7000-FIBRAS 1. Descrição Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas e cimentos com aditivos e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno). Essa composição resulta em uma membrana

Leia mais

Construção. Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes. Descrição do Produto. Usos. Características / Vantagens

Construção. Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes. Descrição do Produto. Usos. Características / Vantagens Ficha de Produto Edição: Outubro 2009 Sikagard -62 Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes Descrição do Produto Usos Características / Vantagens Dados do Produto Sikagard 62

Leia mais

Descrição Geral...2. Aplicação em Obra...2. Pontos Singulares... 3. Manutenção... 4. Ambiente... 4. Segurança... 4. Sistemas de Impermeabilização...

Descrição Geral...2. Aplicação em Obra...2. Pontos Singulares... 3. Manutenção... 4. Ambiente... 4. Segurança... 4. Sistemas de Impermeabilização... ÍNDICE Descrição Geral...2 Aplicação em Obra...2 Pontos Singulares... 3 Manutenção... 4 Ambiente... 4 Segurança... 4 Sistemas de Impermeabilização... 5 Coberturas Acessíveis... 5 Coberturas de Acessibilidade

Leia mais

APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO

APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO Sistema da Qualidade Páginas: 1 de 11 APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO Sistema da Qualidade Páginas: 2 de 11 SUMÁRIO Página 1. OBJETIVO... 03 2. PREPARAÇÃO DAS SUPERFÍCIES...

Leia mais

3M Produtos de Protecção Pessoal. Fatos de Protecção. Desenhados para proteger. Criados pelo. conforto. A Força para Proteger o seu Mundo

3M Produtos de Protecção Pessoal. Fatos de Protecção. Desenhados para proteger. Criados pelo. conforto. A Força para Proteger o seu Mundo 3M Produtos de Protecção Pessoal Fatos de Protecção Desenhados para proteger Criados pelo conforto A Força para Proteger o seu Mundo 1 Fatos de Protecção A 3M oferece-lhe uma gama de fatos de protecção

Leia mais

Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos

Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos Ficha de Produto Edição: 10/01/2014 Identificação n : 02 08 01 02 013 0 000002 Sikafloor -264 Sikafloor -264 Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos Descrição

Leia mais

ETICS e argamassas térmicas: novos desafios de desempenho e sustentabilidade. Maria do Rosário Veiga rveiga@lnec.pt Sofia Malanho smalanho@lnec.

ETICS e argamassas térmicas: novos desafios de desempenho e sustentabilidade. Maria do Rosário Veiga rveiga@lnec.pt Sofia Malanho smalanho@lnec. e argamassas térmicas: novos desafios de desempenho e sustentabilidade Maria do Rosário Veiga rveiga@lnec.pt Sofia Malanho smalanho@lnec.pt Isolamento térmico pelo exterior Vantagens O isolamento térmico

Leia mais

PISCINAS PÚBLICAS R.P. INDUSTRIES

PISCINAS PÚBLICAS R.P. INDUSTRIES PISCINAS PÚBLICAS R.P. INDUSTRIES Piscina Pública Esta tecnologia nasceu da ideia e da necessidade de obter uma piscina funcional, fácil de instalar, económica, capaz de dar o máximo de conforto, que respondesse

Leia mais

CAPÍTULO 2 RECICLAGEM DE PAVIMENTOS

CAPÍTULO 2 RECICLAGEM DE PAVIMENTOS CAPÍTULO 2 RECICLAGEM DE PAVIMENTOS 2.1 INTRODUÇÃO A reciclagem, desde o seu aparecimento, tem-se mostrado ao longo dos anos como uma boa alternativa de reabilitação de pavimentos. Têm-se desenvolvido

Leia mais

Acustimix. Características: Cor: Dimensões: Aplicações: BARREIRA & ABSORÇÃO ACÚSTICA

Acustimix. Características: Cor: Dimensões: Aplicações: BARREIRA & ABSORÇÃO ACÚSTICA Acustimix BARREIRA & ABSORÇÃO ACÚSTICA ACUSTIMIX é uma lâmina flexível bifásica, formada por dois materiais de densidades diferentes, que confere ao conjunto, além da característica de barreira acústica,

Leia mais

ÍNDICE 4.2 IMPERMEABILIZANTES 4.2.1 VANTAGENS DA IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.2 FATORES QUE PODEM AFETAR NEGATIVAMENTE À IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.

ÍNDICE 4.2 IMPERMEABILIZANTES 4.2.1 VANTAGENS DA IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.2 FATORES QUE PODEM AFETAR NEGATIVAMENTE À IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2. ÍNDICE 1 SUPERFICIES CERÂMICAS 2 PROTEÇÃO ÀS TELHAS E TIJOLOS 3 PRINCIPAIS FATORES QUA ALTERAM AS CARACTERISTICAS DAS SUPERFICIES CERAMICAS: HIDROFUGANTES E IMPERMEABILIZANTES 4.1 HIDROFUGANTES 4.1.1 TIPOS

Leia mais

DADOS BÁSICOS CEPSA PORTUGUESA

DADOS BÁSICOS CEPSA PORTUGUESA DADOS BÁSICOS CEPSA PORTUGUESA CEPSA no mundo A Compañía Española de Petróleos, S.A.U. (CEPSA) é um grupo energético integrado, presente em todas as fases da cadeia de valor do petróleo, empregando cerca

Leia mais

RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL

RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL Raposo, S.A. Lider na Vanguarda Desde finais de 1982, os nossos técnicos têm vindo a liderar a tecnologia avançada na aplicação de produtos epoxy. Construída com a sua

Leia mais

tesa ACX plus o mundo das aplicações estruturais adesivas

tesa ACX plus o mundo das aplicações estruturais adesivas o mundo das aplicações estruturais adesivas Baseado em 75 anos de experiência na produção de fitas e soluções adesivas, a tesa tornou-se num dos fornecedores líderes mundiais em muitos campos de aplicação

Leia mais

BETUMES DE ELEVADAS PRESTAÇÕES

BETUMES DE ELEVADAS PRESTAÇÕES BETUMES DE ELEVADAS PRESTAÇÕES Teresa Carvalho 1, Ignacio Pérez Barreno 2 1 Cepsa Portuguesa Petróleos S.A., Obras Públicas, Rua General Firmino Miguel nº3 Torre 2 2º andar, 1600-100 Lisboa, Lisboa, Portugal

Leia mais

Português. REA, creative solutions.

Português. REA, creative solutions. Português L A Z E R G A M A D E P R O D U T O S REA, creative solutions. REA, SOLUÇÕES CRIATIVAS A solução Os sistemas de armazenamento em plástico REA têm para lhe oferecer uma ampla gama de produtos

Leia mais

Dispersão aquosa colorida para pavimentos

Dispersão aquosa colorida para pavimentos Ficha de Produto Edição de julho de 2014 Nº de identificação: 08.049 Versão nº 1 Sikafloor -2540 W Dispersão aquosa colorida para pavimentos Descrição do produto Sikafloor -2540 W é uma dispersão aquosa

Leia mais

PX 03 ACRILASTIC ESPECIAL TERRAÇOS

PX 03 ACRILASTIC ESPECIAL TERRAÇOS PX 03 PRONTO A USAR USO EXTERIOR Impermeabilização de um terraço DESCRIÇÃO DO PRODUTO é um revestimento de elevada viscosidade a base de ligantes acrílicos, destinado à impermeabilização e restauro de

Leia mais

Isolamento Térmico EZ

Isolamento Térmico EZ Catálogo de produtos Grazimac Isolamento Térmico EZ www.grazimac.pt 2 GRAZIMAC O isolamento térmico EZ é a solução indicada para uma cobertura inclinada. Permite aumentar o conforto térmico e diminuir

Leia mais

Aglomerado de cortiça expandida - ICB

Aglomerado de cortiça expandida - ICB Aglomerado de cortiça expandida - ICB Características Técnicas Características essenciais Massa Volúmica / Densidade Coeficiente de Condutibilidade Térmica Tensão de Ruptura à Flexão Tensão de Compressão

Leia mais

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes O SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO DA VIERO O sistema de isolamento térmico da VIERO

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE EXECUÇÃO: 1. Condições para o início dos serviços A alvenaria deve estar concluída e verificada. As superfícies

Leia mais

Argamassa TIPOS. AC-I: Uso interno, com exceção de saunas, churrasqueiras, estufas e outros revestimentos especiais. AC-II: Uso interno e externo.

Argamassa TIPOS. AC-I: Uso interno, com exceção de saunas, churrasqueiras, estufas e outros revestimentos especiais. AC-II: Uso interno e externo. Especificações Técnicas Argamassa INDUSTRIALIZADA : Produto industrializado, constituído de aglomerantes e agregados miúdos, podendo ainda ser adicionados produtos especiais (aditivos), pigmentos com a

Leia mais

Usos A linha MIRA pode ser usada com uma ampla gama de dosificações. É adequada as seguintes aplicações:

Usos A linha MIRA pode ser usada com uma ampla gama de dosificações. É adequada as seguintes aplicações: MIRA Aditivo Plastificante Polifuncional Redutor de Água Descrição A linha MIRA são aditivos polifuncionais para concreto com bom poder de redução de água e com aplicações múltiplas e isento de cloretos.

Leia mais

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika Ficha do Produto Edição 02/08/2011 Nº de identificação: 02 09 02 20 900 0 000004 Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica

Leia mais

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí.

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí. TINTA ACRÍLICA PREMIUM MACTRA é uma tinta acrílica fosca com excelente desempenho. Sua FÓRMULA EVOLUTION oferece ótima cobertura, secagem rápida, fácil aplicação e baixo odor, proporcionando uma pintura

Leia mais

LIGHT STEEL FRAMING. Em Portugal o sistema é vulgarmente conhecido por Estrutura em Aço Leve.

LIGHT STEEL FRAMING. Em Portugal o sistema é vulgarmente conhecido por Estrutura em Aço Leve. Light Steel Framing PORTEFÓLIO 2 QUEM SOMOS A INSIDEPLAN foi criada com o intuito de responder às exigências do mercado no âmbito da prestação de serviços a nível de projecto e obra. Na execução de projectos

Leia mais

Cola de endurecimento rápido para ancoragens. Aspecto / Cor Componente A: branco. Componente B: preto. Mistura (A+B): cinzento claro.

Cola de endurecimento rápido para ancoragens. Aspecto / Cor Componente A: branco. Componente B: preto. Mistura (A+B): cinzento claro. Ficha de Produto Edição de Setembro de 2012 Nº de identificação: 04.201 Versão nº 3 Sika AnchorFix -1 Cola de endurecimento rápido para ancoragens Descrição do produto Cola para ancoragens em dois componentes,

Leia mais

Mapelastic Turbo PI-MC-IR. Aplicável também sobre revestimentos existentes em cerâmica, mosaico e pedra natural.

Mapelastic Turbo PI-MC-IR. Aplicável também sobre revestimentos existentes em cerâmica, mosaico e pedra natural. CONFORME A NORMA EUROPEIA EN 1504-2 (C) PRINCÍPIOS PI-MC-IR SISTEMAS DE PROTECÇÃO DA SUPERFÍCIE EM BETÃO CONFORME À NORMA EUROPEIA EN 14891 CMO1P PRODUTOS PARA IMPERMEABILIZAÇÃO Mapelastic Turbo Argamassa

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt topeca monta block Pág. 2 utilização

Leia mais

Recuperação do Património Edificado com Argamassas Industriais de Ligantes Hidráulicos

Recuperação do Património Edificado com Argamassas Industriais de Ligantes Hidráulicos Recuperação do Património Edificado com Argamassas Industriais de Ligantes Hidráulicos Foto autor 2 José Costa CIARGA Argamassas Secas Portugal jdcosta@cimpor.pt Catarina Coelho CIMPOR Indústria de Cimentos

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura X - Pavimentos Interiores X.1 PAVIMENTOS DE MADEIRA Em termos habitacionais, os pavimentos de madeira (parquet, soalho, tacos) dominam nas áreas habitacionais em Portugal. A sensação

Leia mais

O Sistema FLEXGARDEN é constituído pelo primário de aderência TECSOL 1 e pela emulsão impermeabilizante TECSOL ANTI-RAIZES.

O Sistema FLEXGARDEN é constituído pelo primário de aderência TECSOL 1 e pela emulsão impermeabilizante TECSOL ANTI-RAIZES. DOCUMENTO TÉCNICO DE APLICAÇÃO SISTEMA SOTECNISOL FLEXGARDEN IMPERMEABILIZAÇÃO LÍQUIDA ANTI-RAÍZES DTA 09 Impermeabilização de floreiras FEVEREIRO DE 2012 1. DESCRIÇÃO DO SISTEMA O Sistema FLEXGARDEN é

Leia mais

11/14/2013 INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO. Lago de asfalto Trinidad e Tobago. Introdução (cont.) MATERIAIS PARA PAVIMENTAÇÃO: LIGANTES ASFÁLTICOS

11/14/2013 INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO. Lago de asfalto Trinidad e Tobago. Introdução (cont.) MATERIAIS PARA PAVIMENTAÇÃO: LIGANTES ASFÁLTICOS 2 Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil e Ambiental Laboratório de Geotecnia e Pavimentação (LAPAV) INTRODUÇÃO Material impermeabilizante mais antigo: uso

Leia mais

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade.

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade. Descrição VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade. Aplicação Campos de Aplicação - Impermeabilização de:. lajes de cobertura;. terraços;. calhas de concreto;.

Leia mais

Ralos lineares. Características do ralo linear de parede

Ralos lineares. Características do ralo linear de parede Ficha técnica Ralos lineares O ralo linear da butech é um ralo para bases de duche construídas, com saída horizontal. Caracteriza-se por um bandeja amplo em torno da grelha, o que facilita a ligação à

Leia mais

Tendências da Investigação e Utilização de Emulsões Betuminosas

Tendências da Investigação e Utilização de Emulsões Betuminosas Tendências da Investigação e Utilização de Emulsões Betuminosas ÍNDICE Situação atual Emulsões BIO Baixa Temperatura. Emulsões para misturas temperadas. Emulsiones submicrónicas Emulsões com PFUs Outras

Leia mais

Apresentação. Conceito

Apresentação. Conceito Apresentação Apresentamos um novo conceito de Mercado para a Distribuição e Venda Direta de Produtos e Serviços para o Setor da Construção Civil; Com Ênfase em atender principalmente, construtoras, lojas

Leia mais

RECUPERAÇÃO ASFÁLTICA DOS ACESSOS INTERNOS MEMORIAL DESCRITIVO

RECUPERAÇÃO ASFÁLTICA DOS ACESSOS INTERNOS MEMORIAL DESCRITIVO RECUPERAÇÃO ASFÁLTICA DOS ACESSOS INTERNOS MEMORIAL DESCRITIVO Concórdia, dezembro de 2008 1 - APRESENTAÇÃO Este projeto refere-se à recuperação da pavimentação asfáltica em CAUQ (Concreto Asfáltico Usinado

Leia mais

Colour for every perspective. Coloured MDF

Colour for every perspective. Coloured MDF Colour for every perspective Coloured MDF Innovus Coloured MDF: cor em todas as perspectivas A mais recente adição à gama de produtos decorativos Innovus - o Innovus Coloured MDF - alia as altas prestações

Leia mais

A NOSSA HISTÓRIA. Sede Entrepostos

A NOSSA HISTÓRIA. Sede Entrepostos 1 A NOSSA HISTÓRIA A Lusoceram foi fundada em 1973, tendo iniciado a sua actividade com a construção de uma fábrica de tijolo no Outeiro da Cabeça, concelho de Torres Vedras, a qual iniciou a produção

Leia mais

Construction. Selante elástico monocomponente para juntas sujeitas a exposição química. Descrição do produto. Dados do produto.

Construction. Selante elástico monocomponente para juntas sujeitas a exposição química. Descrição do produto. Dados do produto. Ficha de Produto Edição de fevereiro de 2015 Nº de identificação: 05.403 Versão nº 2 Sikaflex -Tank N Selante elástico monocomponente para juntas sujeitas a exposição química Construction Descrição do

Leia mais

Resina de epoxi bicomponente para ancoragens

Resina de epoxi bicomponente para ancoragens Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 04.202 Versão nº 1 Sika Anchorfix -3+ Resina de epoxi bicomponente para ancoragens Descrição do produto Cola à base de resina de epoxi para

Leia mais

Especializados na concepção e produção sob medida de equipamentos de secagem, resfriamento e processamento térmico para a indústria.

Especializados na concepção e produção sob medida de equipamentos de secagem, resfriamento e processamento térmico para a indústria. Especializados na concepção e produção sob medida de equipamentos de secagem, resfriamento e processamento térmico para a indústria. Thermal processing solutions Especialistas em processos térmicos A Ingetecsa

Leia mais

VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável

VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável Juliano Moresco Silva Especialista em Tecnologia do Concreto juliano.silva@azulconcretos.com.br

Leia mais

8. MISTURAS ASFÁLTICAS

8. MISTURAS ASFÁLTICAS 8. MISTURAS ASFÁLTICAS CONCEITUAÇÃO Produtos obtidos em usina, a quente ou a frio, envolvendo agregados e ligantes asfálticos, adequadamente. CLASSIFICAÇÃO Pré misturados a quente (PMQ) - Temperatura 121

Leia mais

Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade

Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade Especificações técnicas Flex design preenche os requisitos da normas ISO 10582 e EN 649. criando ambientes melhores design Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade Flex Design é uma coleção de

Leia mais

PLACA GYPCORK. Reabilitação Sustentável

PLACA GYPCORK. Reabilitação Sustentável PLACA GYPCORK Reabilitação Sustentável PLACA GYPCORK A nova placa GYPCORK reúne dois produtos portugueses de excelência: as placas de gesso Gyptec produzidas na Figueira da Foz, utilizando matérias primas

Leia mais

DIATHONITE CORK RENDER. Revestimento colorido ecológico à base de cortiça

DIATHONITE CORK RENDER. Revestimento colorido ecológico à base de cortiça DIATHONITE CORK RENDER Revestimento colorido ecológico à base de cortiça O que é Diathonite Cork Render representa a última evolução do revestimento colorido: não é uma pintura tradicional, mas um verdadeiro

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO AREIA ASFALTO A FRIO Grupo de Serviço PAVIMENTAÇÃO Código DERBA-ES-P-16/01 1. OBJETIVO Esta especificação de serviço define os critérios que orientam a execução de areia asfalto

Leia mais

SISTEMA SEMI-INDEPENDENTE

SISTEMA SEMI-INDEPENDENTE F SISTEMA SEMI-INDEPENDENTE renolit waterproofing EXCELLENCE IN ROOFING 1 SISTEMA SEMI-INDEPENDENTE INFORMAÇÃO DO PRODUTO alkorplan F 35276 Membrana sintética de impermeabilização, à base de PVC-P, armada

Leia mais

bloco de vidro ficha técnica do produto

bloco de vidro ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para assentamento e rejuntamento de s. 02 Classificação técnica: ANTES 205 Bloco votomassa

Leia mais

Lâminas em PVC-p para selagem de juntas. Isento de chumbo. Isento de plastificantes DOP.

Lâminas em PVC-p para selagem de juntas. Isento de chumbo. Isento de plastificantes DOP. Ficha de Produto Edição de janeiro de 2015 Nº de identificação: 07.201 Versão nº 3 Lâminas em PVC-p para selagem de juntas Descrição do produto Lâminas flexíveis em PVC-p, produzidas em perfis específicos

Leia mais

Placas com sistema de encaixe periférico

Placas com sistema de encaixe periférico Placas com sistema de encaixe periférico Soluções para pavimentos industriais e comerciais ecotile Suficientementeresistenteparaaindústria,inteligenteparaoretalho.Solução de revestimento rápida, simples

Leia mais

G R U P O Painéis Ventilados em G.F.R.C. damos forma ao progresso Painéis Ventilados em G.F.R.C. A Pavicentro apresenta uma solução inovadora de painéis para tamponamento de edifícios - o PAINEL VENTILADO

Leia mais

Optima Para projetos únicos.

Optima Para projetos únicos. Optima Para projetos únicos. iq Optima (cores 3242825, 3242862 e 3242841) Classic Colours 3242836 CS 1290078 A 414 3242860 CS 1290066 3242903 CS 1290092 3242904 CS 1290093 A 212 3242821 CS 1290032 A 821

Leia mais

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011 1 - PRODUTO: Acrílico Standard mais rendimento Natrielli. 2 - DESCRIÇÃO: É uma tinta acrílica de alto rendimento apresenta um excelente acabamento em superfícies externas e internas de alvenaria, reboco,

Leia mais

CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial

CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial 1 SEGMENTO INDUSTRIAL Neste menu você conhecerá um pouco mais sobre a vasta linha de sistemas monolíticos e suas respectivas

Leia mais

14.02 - DRENAGEM CARACTERÍSTICAS DOS MATERIAIS

14.02 - DRENAGEM CARACTERÍSTICAS DOS MATERIAIS 14.02 - DRENAGEM CARACTERÍSTICAS DOS MATERIAIS Aplicam-se a todos os materiais as disposições constantes do capítulo 14.00 deste caderno de encargos, nomeadamente 14.00.1, 14.00.2, 14.00.3 e 14.00.4 e

Leia mais

www.sje.pt geral@sje.pt

www.sje.pt geral@sje.pt Características Descritivo técnico de colocação: A realização de um pavimento de segurança sintético consiste na união de granulados de borracha SBR (para subcamada) e EPDM (para cor de acabamento) com

Leia mais