REPRESENTAÇÃO PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº8729/ SC Nº 66014/PGE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REPRESENTAÇÃO PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº8729/2010 - SC Nº 66014/PGE"

Transcrição

1 PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº8729/ SC Nº 66014/PGE O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, com fulcro nos artigos 36, caput, e 96 da Lei nº 9.504/97, propor a presente REPRESENTAÇÃO em desfavor de JOSÉ SERRA, brasileiro, casado, economista, candidato à Presidência da República pelo Partido da Social Democracia Brasileira, podendo ser citado no endereço da Rua Antônio de Gouveia Giudice, nº 737, Alto de Pinheiros, São Paulo/SP, CEP , e de CESINO BERNARDINO, brasileiro, religioso, REUEL BERNARDINO, brasileiro, religioso, e JOSÉ LIMA DAMASCENO, brasileiro, religioso, os quais podem ser citados na Rua Joaquim Nunes, nº 244, Centro, Camboriú/SC, CEP , com base nos seguintes fatos e fundamentos: I - DOS FATOS E DO DIREITO:

2 Conforme consta da mídia eletrônica que instrui a presente, bem como do respectivo termo de degravação, ao proferirem discursos no evento denominado "28º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários", realizado na data de 1º , em um ginásio em Camboriú, SC, os representados realizaram propaganda eleitoral extemporânea favor de José Serra, então pré-candidato à Presidência da República, atualmente confirmado como candidato ao pleito. O conteúdo parcial dos discursos - cuja integralidade consta da mídia eletrônica anexa e do termo de degravação -, que contém as irregularidades, é o seguinte: JOSÉ SERRA: (...) Olha, o trabalho que os missionários fazem está voltado à essa direção, para as crianças, para os idosos, para todas as pessoas que vivam através inclusive da assistência médica, mas que vivam melhor. Este, para mim, sempre foi um princípio de vida, na vida privada e na vida pública. Me lembro quando fui Ministro da Saúde ou agora como Governador de São Paulo, nós combatemos o tabagismo, o cigarro, porque? Porque faz mal à saúde. Mas eu dizia que não era apenas para prolongar a vida das pessoas, é pra que tenham uma melhor qualidade de vida, porque aquele que fuma, quando fica doente por causa disso, fica as vezes anos com problemas de saúde, inclusive com problemas de paralisia, não pode andar, sofre com doenças no pulmão, ou seja, vive mas vive mal. Da mesma maneira, nós fizemos muitas outras coisas para os setores desamparados, é o caso do deficiente, pessoas com algum tipo de deficiência física, são mais de 20 milhões no nosso país. Pois nós criamos uma rede de reabilitação para que o deficiente físico possa ser mais cidadão ou mais cidadã. Ele está vivendo, mas muitas vezes encostado Luís Henrique, encostado porque não consegue se inserir na sociedade. Então nós fizemos um trabalho como nunca foi feito: de auxílio, de reabilitação do deficiente, que ele tenha acesso aos equipamentos públicos e que aprenda a viver com a deficiência que tem, que não é capaz de esconder todas as capacidade que também ele carrega consigo. Isto foi quando tiramos o seguro-desemprego do papel pra ajudar os desempregados, fizemos os medicamentos genéricos para ter medicamento mais 2

3 barato e seguro para a população. Enfim, até, eu digo por que estou gripado e também posso me vacinar gratuitamente, até a introdução da vacina da gripe no Brasil gratuitamente para quem tem mais de 60 anos. Aqui provavelmente só eu né pastor é que pode tomar? Nenhuma mulher das que aqui estão podem tomar gratuitamente e, provavelmente, só eu aqui no palco. Mas estas são ações que pra mim mostram a essência do que deve ser um trabalho na vida pública que é servir ao próximo, é buscar a nossa felicidade proporcionando felicidade às outras pessoas, e esta é a essência do trabalho dos Gideões. Daí o nosso encontro, daí a nossa identidade, daí o fato de que eu aqui venho para procurar inspiração e ganhar energia para esta batalha, convencido de que nós vamos fazer mais, que podemos fazer mais e melhor pelas pessoas que precisam. Olhem, eu me lembro que Deus, no dia em que Salomão chegou a ser rei, na noite, num sonho, conversou com Deus, no sonho, e Deus lhe disse: o que você quer? Tudo o que você quiser eu te darei. Ele disse: eu só quero uma coisa - Sabedoria, sabedoria. E Deus disse: você não quer riqueza, você não quer prestígio, você não quer matar os seus inimigos, você quer sabedoria, e isto você terá. E o que eu queria pedir a todos e a todas aqui é que orem, rezem a Deus por mim no sentido de que Ele me dê mais sabedoria pra enfrentar a batalha e as lutas que nós temos por diante voltadas para o progresso do nosso país como um todo, voltadas aos mais necessitados, voltadas à solidariedade. Por isso eu me permito pedir que orem por mim, para que Deus me dê mais sabedoria. Muito obrigado. Grifou-se. CESINO BERNARDINO: (...) Desejamos ao nosso querido Serra, se Deus assim aprouver, possa conquistar o país, entendeu, para ser o presidente, e ao nosso governador nosso muito obrigado, como sempre tem nos atendido, nos atenderá muito mais vezes ainda (...). REUEL BERNARDINO: Nós queremos pedir por gentileza às autoridades se possível não saíssem agora que o pastor Damasceno estará fazendo uma homenagem à todas as autoridades. Governador de São 3

4 Paulo, de Santa Catarina, por favor pastor Damasceno. E nós vamos, eu e o pastor Cesino vamos ver os estados que estão aqui tá bom? Vamos ver quem é que está aqui, se tem aqui Santa Catarina, se tem Paraná, nós vamos, quem der o brado mais forte nós sabemos que é a maior quantidade de gente que tem aqui né? Então vamos lá. Haaa... Voltou aqui o nosso futuro Presidente da República irmãos. Eu quero fazer aqui um pedido pra ele em nome de vocês, posso? Posso fazer pro nosso futuro Presidente, vocês querem? Que, quando eleito for, venha o ano que vem aqui como presidente, porque nunca tivemos esse privilégio e vamos ter, amém, dê um aplauso. (...) Eu te prometo senhor Presidente, já estou profetizando, que todo esse povo que vão levantar a mão a partir de agora vão estar orando a partir de hoje, levante as mãos quem vai estar orando pelo nosso futuro Presidente José Serra. Olha aí ó. Esse povo não só ora como age viu, então prepare-se porque vai haver um reboliço no Brasil em nome de Jesus. Glórias a deus. Pastor faça a sua parte que eu e o pastor Cesino queremos fazer a nossa parte também. Grifou-se. JOSÉ LIMA DAMASCENO: Muito bem, eu cumprimento a todos os nossos diletos, amigos, irmãos, provenientes de todas as partes do Brasil, chegou em minhas mãos aqui, eu gostaria, muito embora o nosso digno governador José Serra, pré-candidato à Presidência da República, é me solicitado para dar umas pinceladas de sua biografia, meu nobre, nos diz assim: José Serra é filho único de imigrantes italianos, nasceu em São Paulo há sessenta e oito anos, desde menino sempre estudou em escola pública. José Serra é casado com Mônica, com quem tem dois filhos e três netos, é uma família de profundas convicções cristãs, o que faz de José Serra alguém sempre dedicado a ajudar o próximo. José Serra, ainda jovem, estudante de engenharia, tornou-se presidente da União Nacional dos Estudantes, com o Regime Militar Serra teve que deixar o Brasil, foram 14 anos fora, no exílio pesquisando à fundo as questões brasileiras pois sempre desejou um Brasil melhor. Serra foi deputado e senador, como parlamentar ajudou a tomar e a tornar o seguro-desemprego uma realidade, participou da 4

5 criação do Real, o plano que acabou com a inflação e melhorou a vida de milhões de brasileiros, principalmente dos mais pobres. Tornou-se Ministro da Saúde e criou os medicamentos genéricos, remédios mais baratos que ajudam a salvar vidas, combateu e reduziu a mortalidade infantil em todo o país, esta foi uma marca do seu trabalho no Ministério da Saúde. Serra elegeu-se prefeito de São Paulo em 2004, dois anos depois foi eleito no primeiro turno governador do estado de São Paulo. Então, agora, com os irmãos o nosso ilustre está presente juntamente conosco e vamos ver juntamente com nosso querido pastor vice-presidente dos Gideões e da Igreja Assembleia de Deus em Camboriú se temos alguém de outras localidades do país aqui conosco. Constata-se, in casu, que os representados realizaram propaganda eleitoral extemporânea explícita em benefício da candidatura de José Serra à Presidência da República para as eleições de estando nitidamente presentes os requisitos exigidos pela antiga jurisprudência desse Tribunal Superior Eleitoral para a sua configuração 1 : a) induvidosa intenção de revelar ao eleitorado o cargo político que se almeja; b) a ação que pretende o beneficiário desenvolver; e c) os méritos que o habilitam para o exercício da função. Senão, vejamos a presença desses requisitos: político que se almeja: a) induvidosa intenção de revelar ao eleitorado o cargo CESINO BERNARDINO: 1 TSE: RESPE , Rel. Min. Eduardo Alckmin, DJ Insta salientar que a atual jurisprudência dessa Corte Superior Eleitoral tem reconhecido, sistematicamente, a prática de propaganda eleitoral irregular, por parte de pré-candidatos à Presidência da República, seus correligionários e respectivos partidos políticos, ainda que não haja pedido explícito de votos, ou exaltação explícita à candidatura. No caso dos autos, contudo, sequer há que se falar em "propaganda dissimulada" ou subliminar, uma vez que foi realizada de maneira explícita, com pedido de votos, exaltação às supostas virtudes do beneficiário, menção ao cargo postulado e veiculação da ação política que se pretende desenvolver. 5

6 (...) Desejamos ao nosso querido Serra, se Deus assim aprouver, possa conquistar o país, entendeu, para ser o presidente, e ao nosso governador nosso muito obrigado, como sempre tem nos atendido, nos atenderá muito mais vezes ainda (...). Grifou-se. REUEL BERNARDINO: (...) Voltou aqui o nosso futuro Presidente da República irmãos. Eu quero fazer aqui um pedido pra ele em nome de vocês, posso? Posso fazer pro nosso futuro Presidente, vocês querem? Que, quando eleito for, venha o ano que vem aqui como presidente, porque nunca tivemos esse privilégio e vamos ter, amém, dê um aplauso. (...) Eu te prometo senhor Presidente, já estou profetizando, que todo esse povo que vão levantar a mão a partir de agora vão estar orando a partir de hoje, levante as mãos quem vai estar orando pelo nosso futuro Presidente José Serra. Olha aí ó. (...). Grifou-se. JOSÉ LIMA DAMASCENO: Muito bem, eu cumprimento a todos os nossos diletos, amigos, irmãos, provenientes de todas as partes do Brasil, chegou em minhas mãos aqui, eu gostaria, muito embora o nosso digno governador José Serra, pré-candidato à Presidência da República, é me solicitado para dar umas pinceladas de sua biografia, meu nobre, nos diz assim (...). Grifou-se. Quanto a José Serra, pelo fato de que, à época dos fatos, já era notório pré-candidato à Presidência da República - atualmente confirmado como candidato, seria irrelevante para a configuração de propaganda extemporânea que mencionasse o cargo pleiteado. De qualquer sorte, algumas passagens do candidato mencionam, veladamente, tanto o cargo postulado, quanto o pleito que se 6

7 avizinha 2. E, além disto, José Serra procurou, dedicou-se a expor a ação política que pretende desenvolver, seus alegados méritos, como é ilustrado a seguir. desenvolver: b) a ação que pretende o beneficiário, José Serra, JOSÉ SERRA: (...) Olha, o trabalho que os missionários fazem está voltado à essa direção, para as crianças, para os idosos, para todas as pessoas que vivam através inclusive da assistência médica, mas que vivam melhor. (...) Mas estas são ações que pra mim mostram a essência do que deve ser um trabalho na vida pública que é servir ao próximo, é buscar a nossa felicidade proporcionando felicidade às outras pessoas, e esta é a essência do trabalho dos Gideões. Daí o nosso encontro, daí a nossa identidade, daí o fato de que eu aqui venho para procurar inspiração e ganhar energia para esta batalha, convencido de que nós vamos fazer mais, que podemos fazer mais e melhor pelas pessoas que precisam. (...). Grifou-se. Deve-se notar que José Serra, neste trecho do discurso, não apenas expôs a ação política que pretende desenvolver (atrelada às atividades desenvolvidas quando Ministro do Governo FHC e quando Governador de SP), como pretendeu aproximar-se do público presente e espectador do evento, identificando sua linha de atuação com a da organizadora do evento, vinculada à entidade religiosa Assembleia de Deus. CESINO BERNARDINO: 2 (...) Daí o nosso encontro, daí a nossa identidade, daí o fato de que eu aqui venho para procurar inspiração e ganhar energia para esta batalha, convencido de que nós vamos fazer mais, que podemos fazer mais e melhor pelas pessoas que precisam (...). Notem, Vossas Excelências, ainda, que, neste trecho, José Serra insinuou seu atual slogan de campanha, "O Brasil Pode Mais". (...) E o que eu queria pedir a todos e a todas aqui é que orem, rezem a Deus por mim no sentido de que Ele me dê mais sabedoria pra enfrentar a batalha e as lutas que nós temos por diante voltadas para o progresso do nosso país como um todo, voltadas aos mais necessitados, voltadas à solidariedade (...). 7

8 (...) Desejamos ao nosso querido Serra, se Deus assim aprouver, possa conquistar o país, entendeu, para ser o presidente, e ao nosso governador nosso muito obrigado, como sempre tem nos atendido, nos atenderá muito mais vezes ainda (...). Nesse breve trecho, Cesino Bernardino difunde, de maneira extremamente objetiva, a mensagem de que, se eleito, José Serra atenderá aos seus pedidos e ao dos membros da entidade Gideões Missionários. JOSÉ LIMA DAMASCENO: (...) José Serra é casado com Mônica, com quem tem dois filhos e três netos, é uma família de profundas convicções cristãs, o que faz de José Serra alguém sempre dedicado a ajudar o próximo. (...). da função: c) os méritos que habilitariam José Serra para o exercício JOSÉ SERRA: (...) Olha, o trabalho que os missionários fazem está voltado à essa direção, para as crianças, para os idosos, para todas as pessoas que vivam através inclusive da assistência médica, mas que vivam melhor. Este, para mim, sempre foi um princípio de vida, na vida privada e na vida pública. Me lembro quando fui Ministro da Saúde ou agora como Governador de São Paulo, nós combatemos o tabagismo, o cigarro, porque? Porque faz mal à saúde. Mas eu dizia que não era apenas para prolongar a vida das pessoas, é pra que tenham uma melhor qualidade de vida, porque aquele que fuma, quando fica doente por causa disso, fica as vezes anos com problemas de saúde, inclusive com problemas de paralisia, não pode andar, sofre com doenças no pulmão, ou seja, vive mas vive mal. Da mesma maneira, nós fizemos muitas outras coisas para os setores desamparados, é o caso do deficiente, pessoas com algum tipo de deficiência 8

9 física, são mais de 20 milhões no nosso país. Pois nós criamos uma rede de reabilitação para que o deficiente físico possa ser mais cidadão ou mais cidadã. Ele está vivendo, mas muitas vezes encostado Luís Henrique, encostado porque não consegue se inserir na sociedade. Então nós fizemos um trabalho como nunca foi feito: de auxílio, de reabilitação do deficiente, que ele tenha acesso aos equipamentos públicos e que aprenda a viver com a deficiência que tem, que não é capaz de esconder todas as capacidade que também ele carrega consigo. Isto foi quando tiramos o seguro-desemprego do papel pra ajudar os desempregados, fizemos os medicamentos genéricos para ter medicamento mais barato e seguro para a população. Enfim, até, eu digo por que estou gripado e também posso me vacinar gratuitamente, até a introdução da vacina da gripe no Brasil gratuitamente para quem tem mais de 60 anos. Aqui provavelmente só eu né pastor é que pode tomar? Nenhuma mulher das que aqui estão podem tomar gratuitamente e, provavelmente, só eu aqui no palco. Mas estas são ações que pra mim mostram a essência do que deve ser um trabalho na vida pública que é servir ao próximo, é buscar a nossa felicidade proporcionando felicidade às outras pessoas, e esta é a essência do trabalho dos Gideões. Daí o nosso encontro, daí a nossa identidade, daí o fato de que eu aqui venho para procurar inspiração e ganhar energia para esta batalha, convencido de que nós vamos fazer mais, que podemos fazer mais e melhor pelas pessoas que precisam (...). JOSÉ LIMA DAMASCENO: Muito bem, eu cumprimento a todos os nossos diletos, amigos, irmãos, provenientes de todas as partes do Brasil, chegou em minhas mãos aqui, eu gostaria, muito embora o nosso digno governador José Serra, pré-candidato à Presidência da República, é me solicitado para dar umas pinceladas de sua biografia, meu nobre, nos diz assim: José Serra é filho único de imigrantes italianos, nasceu em São Paulo há sessenta e oito anos, desde menino sempre estudou em escola pública. José Serra é casado com Mônica, com quem tem dois filhos e três netos, é uma família de profundas convicções cristãs, o que faz de José Serra alguém sempre dedicado a ajudar o próximo. José Serra, ainda jovem, estudante de engenharia, tornou-se presidente da União Nacional dos Estudantes, com o Regime Militar Serra teve que deixar o Brasil, foram 14 anos fora, no exílio pesquisando à fundo as questões brasileiras pois sempre 9

10 desejou um Brasil melhor. Serra foi deputado e senador, como parlamentar ajudou a tomar e a tornar o segurodesemprego uma realidade, participou da criação do Real, o plano que acabou com a inflação e melhorou a vida de milhões de brasileiros, principalmente dos mais pobres. Tornou-se Ministro da Saúde e criou os medicamentos genéricos, remédios mais baratos que ajudam a salvar vidas, combateu e reduziu a mortalidade infantil em todo o país, esta foi uma marca do seu trabalho no Ministério da Saúde. Serra elegeu-se prefeito de São Paulo em 2004, dois anos depois foi eleito no primeiro turno governador do estado de São Paulo (...). É bem verdade que Reuen Bernardino não mencionou a ação política que José Serra pretende desenvolver, nem expôs os seus méritos. Contudo, isto não elide a prática de propaganda eleitoral extemporânea, uma vez que conclamou aos presentes, e aos seus seguidores, que "não apenas orassem", "mas agissem"em prol do "nosso futuro Presidente da República". Igualmente Cesino Bernardino não mencionou a provável ação política de José Serra caso seja eleito, mas, isto não afasta a realização de propaganda eleitoral irregular, em face do contexto dos fatos, sobretudo da mensagem que, na qualidade de líder dos Gideões Missionários, vinculados à Assembleia de Deus, "possa José Serra conquistar nosso País". muito pouco dissimulada): d) pedido de votos em favor de José Serra (de maneira CESINO BERNARDINO: (...) Desejamos ao nosso querido Serra, se Deus assim aprouver, possa conquistar o país, entendeu, para ser o presidente, e ao nosso governador nosso muito obrigado, como sempre tem nos atendido, nos atenderá muito mais vezes ainda (...). 10

11 REUEL BERNARDINO: Nós queremos pedir por gentileza às autoridades se possível não saíssem agora que o pastor Damasceno estará fazendo uma homenagem à todas as autoridades. Governador de São Paulo, de Santa Catarina, por favor pastor Damasceno. E nós vamos, eu e o pastor Cesino vamos ver os estados que estão aqui tá bom? Vamos ver quem é que está aqui, se tem aqui Santa Catarina, se tem Paraná, nós vamos, quem der o brado mais forte nós sabemos que é a maior quantidade de gente que tem aqui né? Então vamos lá. Haaa... Voltou aqui o nosso futuro Presidente da República irmãos. Eu quero fazer aqui um pedido pra ele em nome de vocês, posso? Posso fazer pro nosso futuro Presidente, vocês querem? Que, quando eleito for, venha o ano que vem aqui como presidente, porque nunca tivemos esse privilégio e vamos ter, amém, dê um aplauso. (...) Eu te prometo senhor Presidente, já estou profetizando, que todo esse povo que vão levantar a mão a partir de agora vão estar orando a partir de hoje, levante as mãos quem vai estar orando pelo nosso futuro Presidente José Serra. Olha aí ó. Esse povo não só ora como age viu, então prepare-se porque vai haver um reboliço no Brasil em nome de Jesus. Glórias a deus. Pastor faça a sua parte que eu e o pastor Cesino queremos fazer a nossa parte também. Grifou-se. JOSÉ LIMA DAMASCENO: Muito bem, eu cumprimento a todos os nossos diletos, amigos, irmãos, provenientes de todas as partes do Brasil, chegou em minhas mãos aqui, eu gostaria, muito embora o nosso digno governador José Serra, pré-candidato à Presidência da República, é me solicitado para dar umas pinceladas de sua biografia, meu nobre, nos diz assim: José Serra é filho único de imigrantes italianos, nasceu em São Paulo há sessenta e oito anos, desde menino sempre estudou em escola pública. José Serra é casado com Mônica, com quem tem dois filhos e três netos, é uma família de profundas convicções cristãs, o que faz de José Serra alguém sempre dedicado a ajudar o próximo. José Serra, ainda jovem, estudante de engenharia, tornou-se 11

12 presidente da União Nacional dos Estudantes, com o Regime Militar Serra teve que deixar o Brasil, foram 14 anos fora, no exílio pesquisando à fundo as questões brasileiras pois sempre desejou um Brasil melhor. Serra foi deputado e senador, como parlamentar ajudou a tomar e a tornar o seguro-desemprego uma realidade, participou da criação do Real, o plano que acabou com a inflação e melhorou a vida de milhões de brasileiros, principalmente dos mais pobres. Tornou-se Ministro da Saúde e criou os medicamentos genéricos, remédios mais baratos que ajudam a salvar vidas, combateu e reduziu a mortalidade infantil em todo o país, esta foi uma marca do seu trabalho no Ministério da Saúde. Serra elegeu-se prefeito de São Paulo em 2004, dois anos depois foi eleito no primeiro turno governador do estado de São Paulo. Então, agora, com os irmãos o nosso ilustre está presente juntamente conosco e vamos ver juntamente com nosso querido pastor vice-presidente dos Gideões e da Igreja Assembleia de Deus em Camboriú se temos alguém de outras localidades do país aqui conosco. Diante desse quadro, o conteúdo dos discursos proferidos pelos representados, traz, em seu bojo, mensagem de cunho eleitoral explícito, em favor da candidatura de José Serra à Presidência da República para o pleito que se avizinha. Há, explicitamente, menção ao cargo pleiteado, o enaltecimento das supostas qualidades e virtudes de José Serra, a exposição da ação política que se pretende desenvolver, bem como pedidos de voto. O que torna os fatos objeto da presente extremamente graves é a menção, feita pelo Governador do Estado de Santa Catarina, de que houve o aporte de R$ ,00 (trezentos mil reais), oriundos do Erário. Mencione-se, inclusive, que a presente originou-se de expediente enviado pelo Ministério Público Eleitoral de Santa Catarina, noticiando os fatos objeto da presente. Ademais, não se tratou de evento fechado. Ao contrário: telões foram espalhados por toda a cidade, possibilitando que cerca de (cento e oitenta mil) pessoas assistissem os discursos, como, aliás, é 12

13 confirmado pelo pastor Cesino Bernardino e por seu filho, Reuel Bernardino, em determinado trecho da gravação: PASTOR REUEL BERNARDINO Vamos mostrar pro governador se tem alguém lá fora. (...) PASTOR CESINO A cidade está lotada, nosso muito obrigado aos senhores repórteres também, a todos vocês nosso muito obrigado. Dr. Eli muito obrigado heim. Que Deus abençoe. Em consequência, requer-se, desde logo, a penalização dos representados com multa, nos termos do 3º do art. 36 da Lei 9.504/97, em seu grau máximo. II - DOS PEDIDOS: Em face do exposto, o Ministério Público Eleitoral requer: defesa no prazo legal; a) a citação dos representados, para, querendo, apresentarem b) o processamento e a procedência da representação, para impor, a cada um dos representados, a pena de multa prevista no artigo 36, 3º, da Lei nº 9.504/97, em seu grau máximo. Protesta provar o alegado por todos os meios de prova em direito admitidos, em especial, pela prova acostada à inicial, composta de uma mídia digital, contendo a propaganda mencionada, bem como duas vias do respectivo termo de degravação. 13

14 Termos em que, respeitosamente, pede deferimento. Brasília, 10 de julho de SANDRA CUREAU Vice-Procuradora-Geral Eleitoral 14

REPRESENTAÇÃO PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº 7671/2010 - SC Nº 64418/PGE

REPRESENTAÇÃO PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº 7671/2010 - SC Nº 64418/PGE PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº 7671/2010 - SC Nº 64418/PGE O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência,

Leia mais

REPRESENTAÇÃO PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº 8398/2010 - SC Nº 64447/PGE

REPRESENTAÇÃO PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº 8398/2010 - SC Nº 64447/PGE PROCURADORIA GERAL ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Nº 8398/2010 - SC Nº 64447/PGE O Ministério Público Eleitoral vem, mui respeitosamente, à presença de Vossa Excelência,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO REF.: REPRESENTAÇÃO N.º 717/2006 CLASSE 16 REPRESENTANTE: PARTIDO DOS TRABALHADORES - PT REPRESENTADO: PARTIDO SOCIAL DA DEMOCRACIA

Leia mais

Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff

Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff 31/10/2010 23h56 - Atualizado em 01/11/2010 11h24 Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff Em Brasília, ela fez primeiro discurso após anúncio do resultado da eleição. Ela afirmou

Leia mais

Você pode contribuir para eleições mais justas

Você pode contribuir para eleições mais justas Procuradoria Regional Eleitoral no Estado de SP Defesa da democracia, combate à impunidade. Você pode contribuir para eleições mais justas Os cidadãos e as cidadãs podem auxiliar muito na fiscalização

Leia mais

art. 36 da Lei Federal n.º 9.504/97 veda a propaganda anterior a 6 de julho de 2008.

art. 36 da Lei Federal n.º 9.504/97 veda a propaganda anterior a 6 de julho de 2008. REPRESENTAÇÃO N.º 138/2008 (PROPAGANDA ELEITORAL ANTECIPADA) Vistos. Trata-se de representação ofertada pelo Ministério Público Eleitoral (fls. 2-4), com fundamento no art. 36, 3.º, da Lei Federal n.º

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

A Propaganda Institucional e as Eleições de 2008. Randolpho Martino JúniorJ www.vicosa.com.br/randolpho

A Propaganda Institucional e as Eleições de 2008. Randolpho Martino JúniorJ www.vicosa.com.br/randolpho A Propaganda Institucional e as Eleições de 2008 Randolpho Martino JúniorJ www.vicosa.com.br/randolpho Propaganda Institucional Definição: é a publicidade destinada a divulgar os atos, programas, obras,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROMOTOR ELEITORAL DA CIRCUNSCRIÇÃO ELEITORAL DE JARAGUÁ DO SUL SANTA CATARINA.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROMOTOR ELEITORAL DA CIRCUNSCRIÇÃO ELEITORAL DE JARAGUÁ DO SUL SANTA CATARINA. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROMOTOR ELEITORAL DA CIRCUNSCRIÇÃO ELEITORAL DE JARAGUÁ DO SUL SANTA CATARINA. ALMIRO ANTUNES FARIAS FILHO, brasileiro, casado, representante comercial, portador da carteira

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DA PARAÍBA

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DA PARAÍBA MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DA PARAÍBA EXCELENTÍSSIMO SR. JUIZ ELEITORAL AUXILIAR DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA PARAÍBA Ref. Procedimento Preparatório

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na visita ao Assentamento Lulão

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na visita ao Assentamento Lulão , Luiz Inácio Lula da Silva, na visita ao Assentamento Lulão Santa Cruz de Cabrália-BA, 28 de setembro de 2005 Meu caro governador Paulo Souto, governador do estado da Bahia, Meu querido companheiro Miguel

Leia mais

Acordam o!=; ministros do Tribunal Superior Eleitoral, ACÓRDÃO

Acordam o!=; ministros do Tribunal Superior Eleitoral, ACÓRDÃO TR.IBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 9998978-81. 2008.6.13.0000 - CLASSE 32 - CARLOS CHAGAS - MINAS GERAIS Relator: Ministro Aldir Passarinho Junior Agravante:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 79 Discurso no lançamento do programa

Leia mais

Pronunciamento proferido pelo Deputado Edson Ezequiel (PMDB-RJ).

Pronunciamento proferido pelo Deputado Edson Ezequiel (PMDB-RJ). Pronunciamento proferido pelo Deputado Edson Ezequiel (PMDB-RJ). Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Ocupo a tribuna para agradecer a população do Estado do Rio de Janeiro, muito particularmente

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A propaganda eleitoral na internet André Augusto Lins da Costa Almeida* SUMÁRIO: 1- Introdução; 2- Regulamentação; 3- A propaganda eleitoral através das ferramentas de comunicação

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

MPE. Ministério Público Eleitoral EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ AUXILIAR DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA BAHIA

MPE. Ministério Público Eleitoral EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ AUXILIAR DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA BAHIA MPE Ministério Público Eleitoral Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ AUXILIAR DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA BAHIA O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, por sua Procuradoria

Leia mais

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio Elenco: Olga Barroso Renato Beserra dos Reis Zilânia Filgueiras Sérgio Francatti Dodi Reis Preparação de Atores e Direção: Dodi Reis Coordenação

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 13 Discurso na solenidade de abertura

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 37 Discurso na cerimónia de retomada

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina ACÓRDÃO N. 25339 REPRESENTAÇÃO - PROPAGANDA ELEITORAL'- JUÍZES AUXILIARES Relator: Juiz Julio Guilherme Berezoski Schattschneider Recorrentes: Coligação "As

Leia mais

Promotoria de Justiça da Comarca de Mangueirinha Estado do Paraná

Promotoria de Justiça da Comarca de Mangueirinha Estado do Paraná EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA JUÍZA DA 168ª ZONA ELEITORAL DE MANGUEIRINHA ESTADO DO PARANÁ O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, vem à presença de Vossa

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 106-80.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL REPRESENTADO: JULIANA BRIZOLA JUÍZA AUXILIAR: DRA. LUSMARY FÁTIMA TURELLY DA SILVA Vistos etc. Trata-se

Leia mais

Eleições 2006 CIDADÃO AGORA É A NOSSA VEZ!

Eleições 2006 CIDADÃO AGORA É A NOSSA VEZ! Eleições 2006 CIDADÃO AGORA É A NOSSA VEZ! A Igreja e as eleições O presente texto tem como objetivo animar e orientar os membros das nossas comunidades, e a população em geral, a respeito da participação

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso no encerramento do Fórum

Leia mais

PARANÁ COM GOVERNO, fundada na alegação de propaganda irregular,

PARANÁ COM GOVERNO, fundada na alegação de propaganda irregular, TRE/PR 153 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PARANÁ REPRESENTAÇÃO N 1879-04.2014.616.0000 Representantes : CARLOS ALBERTO RICHA : MARIA APARECIDA BORGHETTI, : COLIGAÇÃO TODOS PELO PARANÁ RePresentados :ROBERTO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Nenhum ato legislativo contrário à Constituição pode ser válido (...). A presunção natural, à falta de norma expressa, não pode ser

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

O VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no exercício do cargo de PRESIDENTE DA REPÚBLICA

O VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no exercício do cargo de PRESIDENTE DA REPÚBLICA LEI Nº 9.504, DE 30 DE SETEMBRO DE 1997 Estabelece normas para as eleições. O VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no exercício do cargo de PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta

Leia mais

ELEIÇÕES REGIONAIS ELEIÇÃO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

ELEIÇÕES REGIONAIS ELEIÇÃO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA ELEIÇÕES REGIONAIS 2 0 1 5 ELEIÇÃO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA O que é uma eleição? Uma eleição é quando votamos para escolher quem nos vai representar e falar em nosso nome.

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ACÓRDÃO

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ACÓRDÃO PROCESSO: RE 13-17.2013.6.21.0077 PROCEDÊNCIA: OSÓRIO RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELITORAL RECORRIDA: ANDREA SOUZA TEIXEIRA GONÇALVES Eleições 2012. Recurso Eleitoral. Representação. Doação acima do

Leia mais

A Vedação da Propaganda Institucional no Período Eleitoral e a Lei 9.504/97

A Vedação da Propaganda Institucional no Período Eleitoral e a Lei 9.504/97 268 Série Aperfeiçoamento de Magistrados 7 Curso: 1º Seminário de Direito Eleitoral: Temas Relevantes para as Eleições de 2012 A Vedação da Propaganda Institucional no Período Eleitoral e a Lei 9.504/97

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 54 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 15 Discurso na cerimónia de sanção

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 26.448 - CLASSE 22 a - NATAL - RIO GRANDE DO NORTE. Relator: Ministro Ricardo Lewandowski. Agravante: Wilma Maria de

Leia mais

Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral.

Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral. Cartilha Eleitoral 2014 Caro Associado da ABERT, Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral. O desconhecimento

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO PRONUNCIAMENTO DO SENHOR MARCOS BERLITZ NA TRIBUNA POPULAR DA SESSÃO ORDINÁRIA DE 10 DE DEZEMBRO DE 2009. SENHOR MARCOS BERLITZ: Em primeiro lugar, eu quero cumprimentar, então, o Senhor Presidente, na

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 38 Discurso na cerimónia do V Encontro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 106 Discurso na cerimónia de entrega

Leia mais

PROCURADORIA GERAL ELEITORAL

PROCURADORIA GERAL ELEITORAL PROCURADORIA GERAL ELEITORAL Parecer nº 117/201 - EJGA Nº 95.759/PGE Registro de Partido Político nº 594-54.2013.6.00.0000 Classe: 42 Procedência : Brasília-DF Requerente : Rede Sustentabilidade (Rede)

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 37ª ZONA ELEITORAL DO ESTADO DE MATO GROSSO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 37ª ZONA ELEITORAL DO ESTADO DE MATO GROSSO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 37ª ZONA ELEITORAL DO ESTADO DE MATO GROSSO COLIGAÇÃO UM NOVO CAMINHO PARA CUIABÁ, formada pelos Partidos Políticos PDT / PR / PPS / PSB / PV, por seu representante

Leia mais

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Meus queridos brasileiros e brasileiras, É com muita emoção

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO D.D. PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO D.D. PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO D.D. PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA PSDB, partido político devidamente registrado neste Egrégio Tribunal

Leia mais

IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR SECRETARIA GERAL DE CIDADANIA www.cidadaniaquadrangular.com ÍNDICE. Protocolo de Inscrição... 03

IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR SECRETARIA GERAL DE CIDADANIA www.cidadaniaquadrangular.com ÍNDICE. Protocolo de Inscrição... 03 IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Conselho Nacional de Diretores ÍNDICE Protocolo de Inscrição...................................... 03 Ficha do Candidato à Representante........................... 04 Carta

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Discurso na cerimónia de regulamentação

Leia mais

Caso prático V exame de ordem unificado

Caso prático V exame de ordem unificado Caso prático V exame de ordem unificado Em 19 de março de 2005, Agenor da Silva Gomes, brasileiro, natural do Rio de Janeiro, bibliotecário, viúvo, aposentado, residente na Rua São João Batista, n. 24,

Leia mais

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23.

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23. Tema: DEUS CUIDA DE MIM. Texto: Salmos 23:1-6 Introdução: Eu estava pesando, Deus um salmo tão poderoso até quem não está nem ai prá Deus conhece uns dos versículos, mas poderosos da bíblia e o Salmo 23,

Leia mais

MPE. Ministério Público Eleitoral EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ AUXILIAR DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA BAHIA

MPE. Ministério Público Eleitoral EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ AUXILIAR DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA BAHIA MPE Ministério Público Eleitoral Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ AUXILIAR DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA BAHIA O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, por sua Procuradoria

Leia mais

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff Homero de Oliveira Costa Revista Jurídica Consulex, Ano XV n. 335, 01/Janeiro/2011 Brasília DF A reforma política, entendida como o conjunto

Leia mais

DO PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO A PRIMEIRA ELEIÇÃO MUNICIPAL

DO PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO A PRIMEIRA ELEIÇÃO MUNICIPAL DO PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO A PRIMEIRA ELEIÇÃO MUNICIPAL O processo de emancipação e a primeira eleição municipal de São João da Ponta ocorreram com muitas dificuldades. Para entendermos um pouco mais como

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 49 Discurso no encontro com grupo

Leia mais

Aécio Neves link: https://www.youtube.com/watch?v=lzrwduegjjm#t=16

Aécio Neves link: https://www.youtube.com/watch?v=lzrwduegjjm#t=16 Aécio Neves link: https://www.youtube.com/watch?v=lzrwduegjjm#t=16 Muda Brasil. Agora é Aécio Locutor: Olha como o mundo dá voltas. Há 30 anos, quando o Brasil sofria uma cruel ditadura e pedia por mudanças,

Leia mais

EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DA COMARCA DE...

EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DA COMARCA DE... EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DA COMARCA DE... Excelência, INTERPOR..., vem por intermédio de sua advogada infra-assinada, à presença de Vossa AÇÃO DE CONCESSÃO

Leia mais

DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA

DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA Queridas irmãs, é com temor e tremor que estou diante deste desafio do trabalho junto a JCA, mas sei que quem nos capacita é o Senhor da obra; certo de contar com

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 48 Discurso na cerimónia de posse

Leia mais

EXCELENTISSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA COMARCA DE PORTO ALEGRE/RS

EXCELENTISSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA COMARCA DE PORTO ALEGRE/RS EXCELENTISSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA COMARCA DE PORTO ALEGRE/RS TRAMITAÇÃO PREFERENCIAL VERBA ALIMENTAR Com pedido de Gratuidade de Justiça. JOÃOZINHO DA SILVA, brasileiro, maior, solteiro,

Leia mais

Excelentíssima Senhora Doutora Desembargadora Federal Relatora da Quarta Turma do Egrégio Tribunal Regional Federal da Terceira Região

Excelentíssima Senhora Doutora Desembargadora Federal Relatora da Quarta Turma do Egrégio Tribunal Regional Federal da Terceira Região Excelentíssima Senhora Doutora Desembargadora Federal Relatora da Quarta Turma do Egrégio Tribunal Regional Federal da Terceira Região (TRF3-24/jul/2008.147506-MAN/UTU4) Autos nº 2004.03.99.038512-0 Substituto

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita às obras da usina hidrelétrica de Jirau

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita às obras da usina hidrelétrica de Jirau , Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita às obras da usina hidrelétrica de Jirau Porto Velho-RO, 12 de março de 2009 Gente, uma palavra apenas, de agradecimento. Uma obra dessa envergadura não poderia

Leia mais

CANTOS PARA O NATAL CANTO DE ENTRADA:

CANTOS PARA O NATAL CANTO DE ENTRADA: CANTO DE ENTRADA: CANTOS PARA O NATAL 01. PEQUENINO SE FEZ (SL 95): J.Thomaz Filho e Fr.Fabretti Pequenino se fez nosso irmão, Deus-conosco! Brilhou nova luz! Quem chorou venha ver que o Menino tem razão

Leia mais

Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning)

Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning) Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning) DISCURSOS 1, 2, 3 e 4 sem mensagem de raça ou classe (o texto do discurso é para ser lido duas vezes por cada ator,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Lançamento da Campanha Contra a Poliomielite

Leia mais

Propaganda Eleitoral Extemporânea e Institucional Irregular

Propaganda Eleitoral Extemporânea e Institucional Irregular 32 Propaganda Eleitoral Extemporânea e Institucional Irregular Antonio Carlos Maisonnette Pereira 1 INTRODUÇÃO Visa o presente trabalho a traçar diferenças entre a propaganda eleitoral e a propaganda eleitoral

Leia mais

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA (versão simples da Lei da Comunicação Social Eletrônica) CAPÍTULO 1 PARA QUE SERVE A LEI Artigo 1 - Esta lei serve para falar como vai acontecer de fato o que está escrito em alguns

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 24 Discurso na solenidade de entrega

Leia mais

Processo RP n' 252090

Processo RP n' 252090 Vistos etc. TRIBUNAL REGIONAL ELElTORAL Processo RP n' 252090 O Ministerio Publico Eleitoral ajuizou, em 19/5/2010, representasao, com pedido de liminar, contra Ana Amelia de Lemos e o Partido Progressista

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

Despacho em 14/09/2012 - RP Nº 6076 Excelentíssimo Senhor Juiz RUY JANDER TEIXEIRA DA ROCHA. Representação N.º 60-76.2012.6.15.0017. Vistos etc.

Despacho em 14/09/2012 - RP Nº 6076 Excelentíssimo Senhor Juiz RUY JANDER TEIXEIRA DA ROCHA. Representação N.º 60-76.2012.6.15.0017. Vistos etc. Despacho em 14/09/2012 - RP Nº 6076 Excelentíssimo Senhor Juiz RUY JANDER TEIXEIRA DA ROCHA Representação N.º 60-76.2012.6.15.0017. Vistos etc. Sobre o pedido retro de reconsideração, reiterado de forma

Leia mais

Vem pra urna! Justiça Eleitoral. Cartório Eleitoral - ES. Cartilha educativa da. Justiça Eleitoral. sobreo poder do voto.

Vem pra urna! Justiça Eleitoral. Cartório Eleitoral - ES. Cartilha educativa da. Justiça Eleitoral. sobreo poder do voto. Vem pra urna! Justiça Eleitoral Cartório Eleitoral - ES www.tre-es.jus.br. #vempraurna Cartilha educativa da Justiça Eleitoral sobreo poder do voto. Material desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS Recurso Eleitoral 255-34.2012.6.13.0141 Procedência: Ituiutaba-MG (141ª ZE - Ituiutaba) Recorrente: Partido Socialismo e Liberdade - PSOL Recorridos: Paranaíba

Leia mais

DESPREZO PELA IGREJA PROJETO NEEMIAS 2 EFÉSIOS 3.20-21

DESPREZO PELA IGREJA PROJETO NEEMIAS 2 EFÉSIOS 3.20-21 CELEBRANDO A GRAÇA EFÉSIOS 3.20-21 20 Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, 21 a ele seja a glória na igreja e

Leia mais

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO HQ se lga! i CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO Defender a CONSTITUINTE é um erro! Erro, por que? A direita vai aproveitar uma Constituinte

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SECRETARIA DE GESTÃO, CONTROLE E NORMAS

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SECRETARIA DE GESTÃO, CONTROLE E NORMAS 00170.001380/2009-94 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SECRETARIA DE GESTÃO, CONTROLE E NORMAS OFÍCIO-Circular nº 13 /2010/SGCN/SECOM-PR Brasília, 13 de janeiro de 2010. A Sua Excelência

Leia mais

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ I TRIBUNAL SUPERIOR ELE.ITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ Relator: Ministro Arnaldo Versiani Agravantes: Lauro

Leia mais

PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS

PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS PERÍODO DE REALIZAÇÃO DOS TRABALHOS: 12 A 19 DE SETEMBRO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 77 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Declaração Política. (Em defesa da Liberdade e da Democracia)

Declaração Política. (Em defesa da Liberdade e da Democracia) Declaração Política (Em defesa da Liberdade e da Democracia) O maior dos Presidentes americanos, Abraham Lincoln, definiu, uma vez, a democracia e a liberdade como o governo do povo, pelo povo e para o

Leia mais

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO Pela primeira vez desde 1984 uma das grandes figuras da política moderna no Brasil, Luis Ignácio Lula da Silva, não será candidato a

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Inteiro Teor do Acórdão - Página 92 de 215 18/06/2014 PLENÁRIO AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 4.947 DISTRITO FEDERAL DEBATE O SENHOR MINISTRO LUÍS ROBERTO BARROSO - Presidente, eu fiquei com uma

Leia mais

SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS

SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS Bíblia para crianças apresenta SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Lyn Doerksen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Capítulo 19 - RESUMO

Capítulo 19 - RESUMO Capítulo 19 - RESUMO Considerado como sendo um dos principais teóricos da área de marketing, Philip Kotler vem abordando assuntos referentes a esse fenômeno americano chamado marketing social, desde a

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 21 Discurso na cerimónia de instalação

Leia mais

Eleição. para o Presidente da República

Eleição. para o Presidente da República Eleição para o Presidente da República O que é uma eleição? Uma eleição é quando votamos na melhor pessoa para defender os nossos interesses. Podemos decidir votar numa pessoa porque concordamos com as

Leia mais

Não deixem nenhuma criança Em suas terras trabalhar Lhes digo com segurança Melhor pra elas é estudar

Não deixem nenhuma criança Em suas terras trabalhar Lhes digo com segurança Melhor pra elas é estudar EMPREGADO VERSOS EMPREGADOR Você empregador Cumpra o seu dever Registre o trabalhador E aperreio não vai ter Ele será seu defensor E vai fazer você crescer A carteira eu entrego Pra ter tudo anotado Ninguém

Leia mais

DILMA ROUSSEFF - https://www.youtube.com/watch?v=pa3bqinemg8&list=uunpbhpsvgxsokclekxmto Lw

DILMA ROUSSEFF - https://www.youtube.com/watch?v=pa3bqinemg8&list=uunpbhpsvgxsokclekxmto Lw Transcrição 14-10 DILMA ROUSSEFF - https://www.youtube.com/watch?v=pa3bqinemg8&list=uunpbhpsvgxsokclekxmto Lw Governo novo. Ideias novas. (Narrador) O segundo turno é uma oportunidade única para cada eleitor

Leia mais

Produzindo e divulgando fotos e vídeos. Aula 3 Divulgação de fotos e vídeos

Produzindo e divulgando fotos e vídeos. Aula 3 Divulgação de fotos e vídeos Produzindo e divulgando fotos e vídeos Aula 3 Divulgação de fotos e vídeos Objetivos 1 Entender o que são as redes sociais. 2 Definir Marketing Viral. 3 Entender como divulgar fotos e vídeos nas redes

Leia mais

Roberto Serpa Ser CRENTE

Roberto Serpa Ser CRENTE Ser CRENTE Roberto Serpa Ser CRENTE romance www.booksprintedizioni.it Copyright 2012 Roberto Serpa Tutti i diritti riservati Sobre o autor Roberto Serpa, brasileiro, nascido no Rio de Janeiro, onde viveu

Leia mais

GANHADO O MUNDO SEM PERDER A FAMILIA

GANHADO O MUNDO SEM PERDER A FAMILIA TEXTO: 1 SAMUEL CAPITULO 3 HOJE NÃO É SOBRE SAMUEL QUE VAMOS CONHECER, SABEMOS QUE SAMUEL foi o último dos juízes e o primeiro dos profetas. Ele foi comissionado para ungir asaul, o primeiro rei, e a David,

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão

Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão é um órgão do Poder Judiciário Federal e tem como principais atividades a condução do processo eleitoral, desde o alistamento

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 70 Cerimónia de sanção do projeto

Leia mais

MPE. Ministério Público Eleitoral EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL NO ESTADO DA BAHIA

MPE. Ministério Público Eleitoral EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL NO ESTADO DA BAHIA MPE Ministério Público Eleitoral Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL NO ESTADO DA BAHIA Registro de Candidatura n. 1886-41.2010.6.05.0000

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1891

CONSTITUIÇÃO DE 1891 CONSTITUIÇÃO DE 1891 Porto Alegre, dezembro de 2014. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO BRASIL DE 1891 INFLUÊNCIA E CONTEXTO HISTÓRICO A constituição de 1891 foi fortemente inspirada na constituição

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 20 Discurso na cerimónia "Jovens

Leia mais