Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá Sumário Executivo:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Economista/ Chief Economist: 25-08-2014 Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo:"

Transcrição

1 Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá Sumário Executivo: Seguindo um comportamento sazonal que tipicamente caracteriza o período entre Maio e Julho/Agosto, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) - Moçambique registou pelo terceiro mês consecutivo em Julho, uma descida mensal de preços, desta vez de -.4% m/m (mês a mês), devido à descida do custo dos alimentos em Maputo. Em termos anuais, a inflação do país aumentou.pp-pontos percentuais para.95% a/a (ano a ano) em Julho, com a média a descer.14pp para 3.39%, mantendo-se historicamente baixa. Na cidade de Maputo, barómetro da inflação do país, o IPC anual e médio caíram.9pp e.1pp, respectivamente, para níveis de.37% a/a e uma média de 3.3%. A estabilidade dos preços administrados e da moeda, a par de preços deprimidos dos comodities no mercado internacional têm permitido manter a inflação a níveis abaixo do objectivo do Governo de médio prazo de 5.6%. As nossas projecções indicam uma tendência de aumento da inflação típica do último trimestre do ano, mas insuficiente para coloca-la acima do objectivo do Governo, prevendo-se que essa tendência ascendente se mantenha em 15. A necessidade de ajustar alguns dos preços administrados a par da possibilidade de ocorrência do fenómeno natural El Nino com provável impacto negativo sobre a agricultura, constituem os principais riscos para a inflação em 15. Este ambiente de inflação relativamente estável tem permitido ao Banco Central, manter uma política monetária neutra, com a sua taxa de juro de referência de empréstimos overnight aos bancos comerciais, FPC, inalterada no actual mínimo histórico de 8.5% desde Outubro de 13, após cortes no total de 85pb (pontos base) desde Agosto de 11. A taxa de juro prime média de financiamento praticada pelos bancos comerciais manteve-se inalterada em 14.94% desde o início do ano, após ter caído 4pb desde 11, com as taxas de juro médias de depósito a prazo e de financiamento estáveis em torno dos 1% e 1%, respectivamente, níveis considerados elevados. Em alguns países, as autoridades monetárias procuraram baixar o custo de financiamento por meio de regulamentação, que fixa um limite para as margens que os bancos comerciais podem praticar, noutros casos fixou-se um limite para a taxa de juro dos depósitos ou para a taxa de juro do financiamento. Moçambique tem privilegiado um ajustamento das taxas de juro por via das condições de mercado, o que em nossa opinião reduz o risco de se introduzirem distorções aos preços de mercado. Após uma correcção para cima para reflectir condições de mercado ao longo do ano 13, após ter atingido um nível induzido historicamente baixo de.51% em Novembro de 1, as taxas de juro dos Bilhetes do Tesouro (BT s) mantiveram-se estáveis em 14, fechando o mês de Julho a níveis de 5.35% a 91 dias, 6.63% a 18 dias e 7.6% a 364 dias, reflectindo a estabilidade das restantes taxas de juro do mercado monetário. O mercado de capitais também apresenta uma estabilidade de taxas de juro de longo prazo, com a mais recente colocação de Obrigações do Tesouro (OT s14), com a maturidade de 3 anos, a apresentar um yield inicial de 9.88%, igual ao da última colocação de OT s em 13. Contrastando com a instabilidade política vivida desde o reinício em Março de 13 de confrontos armados entre a Renamo e o exército Governamental, que felizmente parecem ter chegado ao fim, com a assinatura a 4 de Agosto do acordo de paz, o Metical manteve-se estável face às principais moedas de troca internacional, com apreciações mensais de.4% m/m,.5% m/m e 1% m/m face ao Dólar, o Euro e Rand, respectivamente, fechando o mês de Julho a níveis de MZM/USD 3.5, MZM/EUR 4.89 e MZM/ZAR.85, o que representa, perdas anuais de.% a/a e 3.6% a/a contra o USD e EUR e

2 ganhos de 5.6% a/a face ao ZAR. Esta estabilidade cambial resulta em grande medida da continuidade dos fortes influxos de investimento estrangeiro, sobretudo no sector dos recursos naturais, que tem permitido ao Banco Central, fornecer regularmente divisas ao mercado, e manter um nível de Reservas Internacionais Líquidas (RIL s) crescente, de U$3.3 mil milhões em Julho, que representa uma expansão anual de 34.7% a/a e um rácio de cobertura de importações de 4.5 meses. As perspectivas de estabilidade política e de desenvolvimento dos projectos de gás natural da Bacia do Rovuma permitem manter expectativas de continuidade do investimento directo estrangeiro e de estabilidade cambial, essencial para o que o país cumpra com os principais indicadores de estabilidade macroeconómica. O país caminha a passos largos para as eleições presidenciais e parlamentares agendadas para o dia 15 de Outubro, com o mês de Agosto, que antecede o início da campanha eleitoral, caracterizado por uma forte actividade legislativa, onde se destacam a aprovação pelo Parlamento da Lei da Amnistia para facilitar a reconciliação nacional e o fim do conflito armado, a revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE), com aumento da despesa em 3.4% (cerca de U$6 milhões) para dentre outros, permitir o aumento dos gastos eleitorais, a Lei de Petróleos, a Lei do Regime Fiscal da Actividade Mineira, e a Lei do Regime Fiscal dos Petróleos, esta última para permitir ao Governo, negociar com os operadores da Area1 (representados pela Anadarko) e Area4 (representados pela ENI), as condições que marcarão o quadro regulamentar necessário para o desenvolvimento dos projectos de gás natural liquefeito (LNG) da bacia do Rovuma. Para além de um quadro regulamentar que seja favorável ao desenvolvimento desses projectos de LNG, o país deverá ser capaz de mobilizar recursos financeiros iniciais superiores a U$3biliões, representando um dos maiores projectos de investimento em África, num mercado mundial de LNG com uma oferta em forte expansão e uma procura limitada, o que poderá tornar difícil o estabelecimento de contratos de fornecimento de longo prazo que permitam a realização do investimento necessário. Estes desenvolvimentos permitem perspectivar que a economia moçambicana acelere o forte ritmo de crescimento do PIB dos últimos anos, sendo a estabilidade política uma condição indispensável. Executive Summary: Following a seasonal behavior that typically occurs between May and July/August, Mozambique CPI (Consumer Price Index) recorded for the third consecutive a monthly deflation of -.4% m/m (month on month) in July, mainly attributed to an ease in food prices in Maputo. At an annual basis, Mozambique s inflation increased.pp-percentage to.95% y/y (year on year), with an average of 3.39%, down.14pp on previous month, remaining historically low. In Maputo city, the country s inflation barometer, CPI eased.9pp and.1pp, respectively, to an annual figure of.37% and an average of 3.3%. The stability of local administered prices and currency, together with depressed international commodity prices, helped to keep local inflation below Government s medium term target of 5.6%. Our projection indicates that inflation is likely to keep an increasing during the last quarter of 14 but remaining below Government target, an upward trend that is likely to prevail during 15. The need to adjust some of the administered prices, together with the possibility of occurrence of El Nino climate effect, the later with expected negative impact on agriculture s output remains the main risks for inflation during 15. This low inflation environment allowed Central Bank maintain a neutral monetary policy stance, with its overnight reference lending interest rate (FPC) being kept unchanged at an historic low level of 8.5% since October 13, following cuts totaling 85 bp (basis points) since August 11. Commercial banks average prime lending rates remained unchanged at an average of 14.94% since the beginning of the year, after falling 4bps since 11, with deposit interest rates averaging near 1% and lending interest rates around 1%, being considered high. Some countries tried to reduce borrowing costs by limiting their net interest margins, others by fixing maximum limits for deposit interest rates or lending interest rates. Mozambique s adjustment of interest rates has been driven by market conditions, which in our

3 opinion reduces the risk of price distortions in the market. Following induced low levels reaching an historic low of.51% in November 1 and an upward correction towards market conditions during most of 13, Treasury Bills (TB s) interest rates remained stable this year, closing July at 5.35% for the 91 day tenor, 6.63% at 18 days and 7.6% at 364 days, reflecting the stability of most of the interest rates in the money market. Capital markets also showed stable long-term interest rates, with latest Government Bonds (OT14) with a tenor of 3 years being placed at an initial interest rate of 9.88%, the same as the one of last year s Government Bond issue. Contrasting with the political instability characterized by the restart in March 13 of an armed confrontation between Renamo forces and the Government army which fortunately seems to have ended, with the signature of peace agreement on 4 th August, the Metical remained stable during most of this period, closing July with monthly appreciations of.4% m/m,.5% m/m and 1% m/m to the US Dollar, the Euro and Rand, closing, respectively at MZM/USD 3.5, MZM/EUR 4.89 and MZM/ZAR.85, which represents annual losses of.% y/y and 3.6% y/y to the USD and EUR and gains of 5.6% y/y to the ZAR. This currency stability reflects the strong foreign direct investment inflows into the country, mainly into the natural resources sector, allowing Central Bank to supply regularly the market with foreign exchange and maintain a growing level of Net International Reserves (NIR) which closed July at $3.3 billion, representing an annual growth of 34.7% and 4.5 import cover months. The prospects of political stability, together with expected development of natural gas projects in the Rovuma basin increases the prospects of continuation of strong foreign direct inflows and currency stability, which is critical for the country to continue to maintain macroeconomic stability. As we get closer to the start of the political campaign for presidential and parliamentary elections scheduled for the 15 th October, we have noticed in August an increased parliamentary activity, with the approval of the Amnesty Law to facilitate the end of the armed conflict, the approval of General Government Budget increase by 3.4% (nearly U$6million) to enable among others, an increase in elections expenditure, the approval of Oil Law, the approval of Mining Fiscal Regime and the approval of Oil Fiscal Regime, the last being the one that setup the boundaries for the Government to negotiate with the concessionaires of Rovuma Basin Area 1 (leaded by Anadarko) and Area 4 (leaded by ENI) conditions needed for the development of their LNG (Liquefied Natural Gas) projects. Apart from being able to establish the legal framework that enables the LNG exploration, the country needs to mobilize initial minimum investment amounts in excess of U$3billion, which represents one of the largest single investment projects in Africa, with an LNG market characterized by an increasing supply and limited demand, which might make difficult the signing-off of long-term off-take agreements needed for the investment to proceed. These developments increase the prospects of an acceleration of Mozambique s GDP strong growth rates, with political stability remaining a key component. 3

4 Inflação O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) - Moçambique registou pelo terceiro mês consecutivo em Julho, uma descida mensal de preços, desta vez de -.4% m/m (mês a mês), devido essencialmente à descida do custo dos alimentos em Maputo. Inflation Mozambique CPI (Consumer Price Index) recorded for the third consecutive a monthly deflation of -.4% m/m (month on month) in July, mainly attributed to an ease in food prices in Maputo. A cidade de Maputo apresentou uma deflação mensal de -.43% m/m, mantendo o comportamento sazonal dos últimos 3 anos, contrastando com as inflações mensais de.6% m/m na Beira e.43% m/m em Nampula. Inflação Mensal (Maputo Monthly Inflation) 1 % Inflação Mensal Moç.(Moz M/M Inflation) Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez % -1 - Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Em termos anuais, a inflação do país aumentou.pp-pontos percentuais para.95% a/a (ano a ano) em Julho, com a média a descer.14pp para 3.39%, mantendo-se historicamente baixa. Na cidade de Maputo, barómetro da inflação do país, o IPC anual e médio caíram.9pp e.1pp, respectivamente, para níveis de.37% a/a e uma média de 3.3%. Maputo recorded a monthly deflation of -.43% m/m, maintaining the seasonal behavior of the past 3 years, contrasting with Beira and Nampula, which recorded monthly inflations of respectively.6% m/m and.43% m/m. At an annual basis, Mozambique s inflation increased.pp-percentage to.95% y/y (year on year), with an average of 3.39%, down.14pp on previous month, remaining historically low. In Maputo city, the country s inflation barometer, CPI eased.9pp and.1pp, respectively, to an annual figure of.37% and an average of 3.3%. % Inflação - Maputo (Maputo Inflation) Anual (Y/Y) Média (Average) Previsão (Forecast) Dec/1 Apr/11 Aug/11 Dec/11 Apr/1 Aug/1 Dec/1 Apr/13 Aug/13 Dec/13 Apr/14 Aug/14 Dec/14 Apr/15 Aug/15 Dec/15 % Inflação Moçambique (Moz Inflation) Anual (Year on Year) Media (Average) Previsão (Forecast) Oct/11 Dec/11 Feb/1 Apr/1 Jun/1 Aug/1 Oct/1 Dec/1 Feb/13 Apr/13 Jun/13 Aug/13 Oct/13 Dec/13 Feb/14 Apr/14 Jun/14 Aug/14 Oct/14 Dec/14 A estabilidade dos preços administrados e da moeda, a par de preços deprimidos dos comodities no mercado internacional têm The stability of local administered prices and currency, together with depressed international commodity prices, helped to keep local inflation below Government s medium term target of 5.6%. 4

5 permitido manter a inflação a níveis abaixo do objectivo do Governo de médio prazo de 5.6%. As nossas projecções indicam uma tendência de aumento da inflação típica do último trimestre do ano, mas insuficiente para coloca-la acima do objectivo do Governo, prevendo-se que essa tendência ascendente se mantenha em 15. A necessidade de ajustar alguns dos preços administrados a par da possibilidade de ocorrência do fenómeno natural El Nino com provável impacto negativo sobre a agricultura, constituem os principais riscos para a inflação em 15. Mercado Monetário Este ambiente de inflação relativamente estável tem permitido ao Banco Central, manter uma política monetária neutra, com a sua taxa de juro de referência de empréstimos overnight aos bancos comerciais, FPC, inalterada no actual mínimo histórico de 8.5% desde Outubro de 13, após cortes no total de 85pb (pontos base) desde Agosto de 11. A taxa de juro prime média de financiamento praticada pelos bancos comerciais manteve-se inalterada em 14.94% desde o início do ano, após ter caído 4pb desde 11, com as taxas de juro médias de depósito a prazo e de financiamento estáveis em torno dos 1% e 1%, respectivamente, níveis considerados elevados. % Taxas de Juro (mercado primário) (Primary market interest rates) 1 Feb-11 Apr-11 Jun-11 Aug-11 Oct Feb-1 Apr-1 Jun-1 Aug-1 Oct-1 1 Mar-13 May-13 Jul-13 Sep-13 Nov-13 Jan-14 Mar-14 May-14 Jul-14 FPC BT 91d (TB) FPD Em alguns países, as autoridades monetárias procuraram baixar o custo de financiamento por meio de regulamentação, que fixa um limite para as margens que os bancos comerciais podem praticar, noutros casos fixou-se um limite para a taxa de juro dos depósitos ou para a taxa de juro do financiamento. Moçambique tem privilegiado um ajustamento das taxas de juro por via das condições de mercado, o que em 5 Our projection indicates that inflation is likely to keep an increasing during the last quarter of 14 but remaining below Government target, an upward trend that is likely to prevail during 15. The need to adjust some of the administered prices, together with the possibility of occurrence of El Nino climate effect, the later with expected negative impact on agriculture s output remains the main risks for inflation during 15. Money Market This low inflation environment allowed Central Bank maintain a neutral monetary policy stance, with its overnight reference lending interest rate (FPC) being kept unchanged at an historic low level of 8.5% since October 13, following cuts totaling 85 bps (basis points) since August 11. Commercial banks average prime lending rates remained unchanged at an average of 14.94% since the beginning of the year, after falling 4bps since 11, with deposit interest rates averaging near 1% and lending interest rates around 1%, being considered high. Some countries tried to reduce borrowing costs by limiting their net interest margins, others by fixing maximum limits for deposit interest rates or lending interest rates. Mozambique s adjustment of interest rates has been driven by market conditions, which in our opinion reduces the risk of price distortions in the market Agregados Monetarios e Taxas de Juro (%) Monetary Agregates & Interest Rates (%) 1 Feb-11 Apr-11 Jun-11 Aug-11 Oct Feb-1 Apr-1 Jun-1 Aug-1 Oct-1 1 Mar-13 May-13 Jul-13 Sep-13 Nov-13 Jan-14 Mar-14 May-14 Jul-14 y/y change Credito a Economia (Credit to Economy) y/y change M3 Taxa de Juro Credito (Lending Interest Rates) Taxa de Juro Depositos (Deposit Interest Rates) Following induced low levels reaching an historic low of.51% in November 1 and an upward correction towards market conditions during most of 13, Treasury Bills (TB s) interest rates

6 nossa opinião reduz o risco de se introduzirem distorções aos preços de mercado. Após uma correcção para cima para reflectir condições de mercado ao longo do ano 13, após ter atingido um nível induzido historicamente baixo de.51% em Novembro de 1, as taxas de juro dos Bilhetes do Tesouro (BT s) mantiveram-se estáveis em 14, fechando o mês de Julho a níveis de 5.35% a 91 dias, 6.63% a 18 dias e 7.6% a 364 dias, reflectindo a estabilidade das restantes taxas de juro do mercado monetário. Dados referentes ao mês de Julho indicam um abrandamento da expansão anual da massa monetária (M3), em linha com as metas da política monetária, para 17.6% a/a, contra 3.4% a/a em igual período de 13 devido essencialmente à contracção dos depósitos em moeda externa de -1.4% a/a, com os depósitos em moeda nacional e as notas e moedas em circulação a manterem um crescimento robusto de 5% cada um. O crédito à economia também abrandou ao registar uma expansão de 4.7% a/a, contra 3.1% a/a em igual período de 13. A desaceleração do crédito deveu-se essencialmente a uma menor expansão do financiamento em moeda externa, de 5.1% a/a, com o crédito em moeda nacional a manter um forte crescimento de 3.7% a/a. O mercado monetário continua a apresentar um elevado rácio de transformação de depósitos em financiamento de 91.7% em moeda nacional, o que explica em parte a forte pressão sobre a liquidez e a manutenção das taxas de juro a níveis elevados. Mercado de Capitais remained stable this year, closing July at 5.35% for the 91 day tenor, 6.63% at 18 days and 7.6% at 364 days, reflecting the stability of most of the interest rates in the money market. Data reported to July indicates a slower growth of money supply (M3) in line with Central Bank targets at 17.6% y/y, from 3.4% during the same period of 13, mainly attributed to a contraction in foreign currency deposits of -1.4% y/y, with local currency deposits and notes & coins in circulation maintaining a strong growth, both at 5% y/y. Private sector credit extension also grew at a slower pace of 4.7% y/y, from 3.1% y/y during the same period of 13. This deceleration was mainly due to lower growth in foreign currency lending of 5.1% y/y, with local currency lending maintaining the momentum with an expansion of 3.7%, y/y. The money market continued to show a high conversion ratio from deposits into lending of 91.7% in local currency, which partially explains the strong pressure on commercial banks liquidity and the maintenance of high interest rates. Capital Markets Capital markets also showed stable long-term interest rates, with latest Government Bonds (OT14) with a tenor of 3 years being placed at an initial interest rate of 9.88%, the same as the one of last year s Government Bond issue. Obrigacoes de Bancos (Bank Bonds) 1% BVM: Capitalizacao Bolsista (Market Capitalization) Obrigacoes Corporativas (Corporate Bonds) % Papel Comercial (Comercial Paper) 4% O mercado de capitais também apresenta uma estabilidade de taxas de juro de longo prazo, com a mais recente colocação de Obrigações do Tesouro (OT s14), com a maturidade de 3 anos, a apresentar um yield inicial de 9.88%, igual ao da última colocação de OT s em 13. OT's (Government Bonds) 4% Accoes (Shares) 44% Com uma capitalização bolsista de MT37.4 biliões (U$1.billiões), dos quais 4% representando OT s, a actividade na Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) em Julho resumiu-se à colação pelo Governo da quarta série das OT14 no montante de MT37 milhões (U$11.9 milhões), mantendo-se a estratégia de colocar montantes reduzidos em 6 With a market capitalization of MT37.4 billion (U$1.bn) of which 4% representing Government Bonds, the July activity at Mozambican Stock Exchange (BVM) evolved around the placement of the fourth series of 14 Government bonds OT14 totaling MT37 million (USD11.9 million), with the

7 cada série para não pressionar a liquidez do mercado e evitar uma subida da taxa de juro. Mercado Cambial Contrastando com a instabilidade política vivida desde o reinício em Março de 13 de confrontos armados entre a Renamo e o exército Governamental, que felizmente parecem ter chegado ao fim, com a recente assinatura do acordo de paz, o Metical manteve-se estável face às principais moedas de troca internacional, com apreciações mensais de.4% m/m,.5% m/m e 1% m/m face ao Dólar, o Euro e Rand, respectivamente, fechando o mês de Julho a níveis de MZM/USD 3.5, MZM/EUR 4.89 e MZM/ZAR.85, ao nível do mercado cambial interbancário, o que representa, perdas anuais de.% a/a e 3.6% a/a contra o USD e EUR e ganhos de 5.6% a/a face ao ZAR. strategy of low placement amounts at each series being kept to avoid liquidity pressures and avoid an interest rate increase. Foreign Exchange Market Contrasting with the political instability characterized by the restart in March 13 of an armed confrontation between Renamo forces and the Government army which fortunately seems to have ended, with the recent signature of peace agreement, the Metical remained stable during most of this period, closing July with monthly appreciations of.4% m/m,.5% m/m and 1% m/m to the US Dollar, the Euro and Rand, closing, respectively at MZM/USD 3.5, MZM/EUR 4.89 and MZM/ZAR.85, at interbank money market, which represents annual losses of.% y/y and 3.6% y/y to the USD and EUR and gains of 5.6% y/y to the ZAR. MT/USD MT/EUR Taxas de Cambio (Foreign Exchange Rates) 1 Feb-11 Apr-11 Jun-11 Aug-11 Oct Feb-1 Apr-1 Jun-1 Aug-1 Oct-1 1 Mar-13 May-13 Jul-13 Sep-13 Nov-13 Jan-14 Mar-14 May-14 Jul-14 MT/USD MT/EUR MT/ZAR MT/ZAR Taxas de Cambio (variação % anual) Foreign Exchange Rates (y/y %change) MT/USD MT/ZAR MT/EUR 1 Feb-11 Apr-11 Jun-11 Aug-11 Oct Feb-1 Apr-1 Jun-1 Aug-1 Oct-1 1 Mar-13 May-13 Jul-13 Sep-13 Nov-13 Jan-14 Mar-14 May-14 Jul-14 Esta estabilidade cambial resulta em grande medida da continuidade dos fortes influxos de investimento estrangeiro, sobretudo no sector dos recursos naturais, que tem permitido ao Banco Central, fornecer regularmente divisas ao mercado, e manter um nível de Reservas Internacionais Líquidas (RIL s) crescente, de U$3.3 mil milhões em Julho, que representa uma expansão anual de 34.7% a/a e um rácio de cobertura de importações de 4.5 meses. O aumento mensal de RIL em Julho na ordem dos U$54.4 milhões deveu-se essencialmente ao efeito positivo dos desembolsos da ajuda externa de U$91.7 milhões, às entradas líquidas de divisas a favor de projectos do Estado de U$59.9 milhões, a compras de U$7.1 milhões e às remessas de mineiros de U$3.3milhões, que compensaram as vendas de divisas do Banco This currency stability reflects the strong foreign direct investment inflows into the country, mainly into the natural resources sector, allowing Central Bank to supply regularly the market with foreign exchange and maintain a growing level of Net International Reserves (NIR) which closed July at $3.3 billion, representing an annual growth of 34.7% and 4.5 import cover months. The July increase in NIR of U$54.4 million reflects essentially the positive effect of foreign aid disbursements of U$91.7 million, the net increase of foreign exchange to Government projects of U$59.9 million, purchases of U$7.1 million and miners remittances of U$3.3 million, which compensated for the Central Bank sales of foreign currency in the interbank market of U$.9 million, external debt payments of 7

8 Central no mercado cambial interbancário de U$.9 milhões, os pagamentos do serviço de dívida externa de U$1.3 milhões e perdas cambiais potenciais de U$. milhões. As perspectivas de estabilidade política e de desenvolvimento dos projectos de gás natural da Bacia do Rovuma permitem manter expectativas de continuidade do investimento directo estrangeiro e de estabilidade cambial, essencial para o que o país cumpra com os principais indicadores de estabilidade macroeconómica. Actividade Económica O país caminha a passos largos para as eleições presidenciais e parlamentares agendadas para o dia 15 de Outubro, com o mês de Agosto, que antecede o início da campanha eleitoral, caracterizado por uma forte actividade legislativa, onde se destacam a aprovação pelo Parlamento da Lei da Amnistia para facilitar a reconciliação nacional e o fim do conflito armado, a revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE), com aumento da despesa em 3.4% (cerca de U$6 milhões) para dentre outros, permitir o aumento dos gastos eleitorais, a Lei de Petróleos, a Lei do Regime Fiscal da Actividade Mineira, e a Lei do Regime Fiscal dos Petróleos, esta última para permitir ao Governo, negociar com os operadores da Area1 (representados pela Anadarko) e Area4 (representados pela ENI), as condições que marcarão o quadro regulamentar necessário para o desenvolvimento dos projectos de gás natural liquefeito (LNG) da bacia do Rovuma. Para além de um quadro regulamentar que seja favorável ao desenvolvimento desses projectos de LNG, o país deverá ser capaz de mobilizar recursos financeiros iniciais superiores a U$3biliões, representando um dos maiores projectos de investimento em África, num mercado mundial de LNG com uma oferta em forte expansão e uma procura limitada, o que poderá tornar difícil o estabelecimento de contratos de fornecimento de longo prazo que permitam a realização do investimento necessário. U$1.3 million and potential foreign exchange losses of U$. million. The prospects of political stability, together with expected development of natural gas projects in the Rovuma basin increases the likelihood of continuation of strong foreign direct inflows and currency stability, which is critical for the country to continue to maintain macroeconomic stability. Economic Activity As we get closer to the start of the political campaign for presidential and parliamentary elections scheduled for the 15 th October, we have noticed in August an increased parliamentary activity, with the approval of the Amnesty Law to facilitate the end of the armed conflict, the approval of General Government Budget increase by 3.4% (nearly U$6million) to enable among others, an increase in elections expenditure, the approval of Oil Law, the approval of Mining Fiscal Regime and the approval of Oil Fiscal Regime, the last being the one that setup the boundaries for the Government to negotiate with the concessionaires of Rovuma Basin Area 1 (leaded by Anadarko) and Area 4 (leaded by ENI) conditions needed for the development of their LNG (Liquefied Natural Gas) projects. Apart from being able to establish the legal framework that enables the LNG exploration, the country needs to mobilize initial minimum investment amounts in excess of U$3billion, which represents one of the largest single investment projects in Africa, with an LNG market characterized by an increasing supply and limited demand, which might make difficult the signing-off of long-term off-take agreements needed for the investment to proceed. These developments increase the prospects of an acceleration of Mozambique s GDP strong growth rates, with political stability remaining a key component. Estes desenvolvimentos permitem perspectivar que a economia moçambicana acelere o forte ritmo de crescimento do PIB dos últimos anos, sendo a estabilidade política uma condição indispensável. 8

9 Anexo (Appendix): Indicadores Macroeconómicos (Macroeconomic Indicators) Indicadores (Indicators) Unidade (Unit) Escala (*) 15(*) 16(*) 17(*) 18(*) 19(*) (scale) PIB nominal (Nominal GDP)** MZN 1^9 385, 44,3 47,5 58, 63, 689, 784, 894, 1.17, PIB nominal (Nominal GDP)** USD 1^9 14, 14,4 15,7 17,6 19,5, 5,3 8,8 3,8 PIB real (Real GDP)** MZN 1^9 339,7 363,7 39,8 43,3 458, 495,5 534,7 577,4 61,9 PIB real (Real GDP)** variacao % (% change) 7,4 7,1 7,4 8,3 8, 8, 7,9 8, 7,7 PIB per capita (Per capita GDP) USD 635,3 65,1 644,7 7,8 756, 841, 93, 1.34, , Populacao (Population) habitantes (Inhabitants) 1^6,3 3,8 4,4 5, 5,7 6,4 7,1 7,9 8,6 Inflacao media (Average Inflation) - Maputo variacao % (% change) 1,4,1 4, 3,4 5,6 5,6 5,6 5,6 5,6 Taxa de cambio media (Average exchange rate) MZN/USD 8,8 8,3 9,9 3, 31, 31, 31, 31, 31, Taxa de cambio fdp (End of period exchange rate) MZN/USD 7,1 9,5 3, 31, 31, 31, 31, 31, 31, Taxa de juro da FPC (fdp-fim de periodo) por cento (percentage) 15, 9,5 8,5 8,5 (Central Bank overnigth lending rate, end of period) Taxa de juro prime media do mercado por cento (percentage) 19,1 15,5 14,97 13,5 (Market average prime lending rate) Deficit da conta corrente (Current account deficit) % do PIB (% of GDP) % -1,1-44,3-37,5-45,5-45,1-41, -47,7-46,7-4,6 Exportacoes de bens (Exports of goods) USD 1^9 3,1 3,9 4,1 4,8 Importacoes de bens (Imports of goods) USD 1^9-5,4-7,9-8,5-7,9 Reservas Internac. Brutas (Gross Int. Reserves) USD 1^9,4,6 3, Cobertura importacoes exc.g.p. (Import cover excl. l meses (months) 5, 4,8 4,8 M3, massa monetaria (M3, money supply) variacao % (% change) 8, 8,7 16,3 18,5 15,3 15, 15,1 15,1 15, Credito a economia (Private sector credit ext. variacao % (% change) 4,6 18,3 8,7,7 16,4 16,3 16,5 16,4 16,4 Base monetaria (Reserve money) variacao % (% change) 8,5 19,7 15,7 17, 15,1 14,9 14,9 15, 15,1 Receita Fiscal (Fiscal Revenue) (***) MZN 1^ Despesa Total (Total Expenditure) (***) MZN 1^ Deficit Global (Global Deficit) (***) MZN 1^ Receita Fiscal (Fiscal Revenue) (***) % of GDP %,6,5 5,6 9,5 Despesa Total (Total Expenditure) (***) % of GDP % 36,8 38,4 41,7 47, Deficit Global (Global Deficit) (***) % of GDP % -16,3-15,9-16,1-17,7 Fontes (Sources): Standard Bank, Banco de Mocambique, Governo de Mocambique, INE, FMI Notas notes: (*) dados a cinzento indicam previsao, estimativa (grey data indicates forecast, estimate) (**) Ano base do PIB alterado de 3 para 9 em Jul14 (GDP base year changed from 3 to 9 during July4) (***) Orcamento Geral do Estado (Government Budget) 9

10 Nota Este documento foi preparado com base em informação de fontes que o Grupo Standard Bank acredita e são confiáveis. Apesar de todo o cuidado ter sido tomado na elaboração deste documento, nenhum analista ou membro do Grupo Standard Bank fornece qualquer garantia ou aceita qualquer responsabilidade sobre a informação contida neste documento. Todas as opiniões, previsões e estimativas contidas neste documento podem ser alteradas após a sua publicação e a qualquer momento, sem aviso prévio. O desempenho histórico não é indicativo de resultados futuros. Os investimentos e estratégias discutidos aqui podem não ser adequados para todos os investidores ou qualquer grupo particular de investidores. Este documento foi elaborado para efeitos informativos, apenas para clientes do Standard Bank ou potenciais clientes e não deve ser reproduzido ou distribuído a qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio de um membro do Grupo Standard Bank. O uso não autorizado deste documento é estritamente proibido. Ao aceitar este documento, concorda ser guiado pelas limitações que existem ou que venham a existir. Copyright 14 Standard Bank Group. Todos os direitos reservados. Disclaimer This research report is based on information from sources that Standard Bank Group believes to be reliable. Whilst every care has been taken in preparing this document, no research analyst or member of the Standard Bank Group gives any representation, warranty or undertaking and accepts responsibility or liability as to the accuracy or completeness of the information set out in this document. All views, opinions, estimates contained in this document may be changed after publication at any time without notice. Past performance is not indicative of future results. The investments and strategies discussed here may not be suitable for all investors or any particular class of investors. This report is intended solely for clients and prospective clients of members of Standard Bank Group and may not be reproduced or distributed to any other person without the prior consent of a member of the Standard Bank Group. Unauthorized use or disclosure of this document is strictly prohibited. By accepting this document, you agree to be bound by the foregoing limitations. Copyright 14 Standard Bank Group. All rights reserved. 1

Economista/ Economist: 24-06-2014 Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo:

Economista/ Economist: 24-06-2014 Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: A inflação continuou benigna em Maio, com dados mensais a indicarem uma descida de preços medida pelo IPC (Índice

Leia mais

Mozambique & Brazil - A Case for Collaboration

Mozambique & Brazil - A Case for Collaboration Mozambique & Brazil - A Case for Collaboration Business Potential 31 st March, 215 Maputo, Mozambique 2 Agenda 13: 13:15 Welcome by Standard Bank Mozambique 13:15 14:3 Lunch and interactive Presentations

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz A inflação continuou

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy 14-10-2011 Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Após uma

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Tal como esperado,

Leia mais

http://www.standardbank.co.mz/pt/boletim-economico

http://www.standardbank.co.mz/pt/boletim-economico Economista/ Chief Economist: 18-5-15 Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: O período de deflação veio um mês mais cedo do que o habitual este ano, com o INE (Instituto Nacional

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy 19--1 Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz No final

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy 1--213 Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz A inflação

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Em Fevereiro,

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Em Novembro, a inflação

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Dados referentes

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz A inflação medida

Leia mais

Economista/ Chief Economist: 15-12-2014 Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo:

Economista/ Chief Economist: 15-12-2014 Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: Economista/ Chief Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) - Moçambique registou uma inflação mensal de.36%m/m (mês a mês)

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Moçambique fechou

Leia mais

Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá Sumário Executivo:

Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá Sumário Executivo: Economista/ Chief Economist: 8-1-1 Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: Em Setembro, pelo quinto mês consecutivo, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) - Moçambique apresentou

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 10-02-2015 Prepared

Leia mais

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Estudos Económicos Agosto 2015 Índice 1. Situação Monetária... 1 1.1. Base Monetária (BM)... 1 1.2. Massa Monetária (M3)... 1 1.2.1. Crédito à Economia... 2

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz A inflação continuou

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy 8-- Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz A inflação anual

Leia mais

Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá 27-Fev Sumário Executivo:

Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá 27-Fev Sumário Executivo: Sumário Executivo: Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Moçambique iniciou o ano 215 com uma forte inflação mensal em Janeiro, de 1.84% m/m (mês a mês), medida pelo

Leia mais

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD PRESENTATION APIMEC BRASÍLIA ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD 1 1 Brasília, February, 5th 2015 Ellen Regina Steter WORLD

Leia mais

Economista/ Economist: Fáusio Mussá Sumário Executivo:

Economista/ Economist: Fáusio Mussá Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: Dados referentes ao mês de Abril indicam que a inflação manteve-se baixa e estável, com o IPC (Índice de Preços ao

Leia mais

Brazil and Latin America Economic Outlook

Brazil and Latin America Economic Outlook Brazil and Latin America Economic Outlook Minister Paulo Bernardo Washington, 13 de maio de 2009 Apresentação Impactos da Crise Econômica Situação Econômica Brasileira Ações Contra-Cíclicas Previsões para

Leia mais

As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem:

As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem: Aula Teórica nº 12 Sumário: Um modelo macroeconómico de economia aberta As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem: exportações líquidas investimento externo líquido taxas de

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy 18-11-1 Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Contrastando

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 14-03-2016 Prepared

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Em Setembro,

Leia mais

Banco Central de S. Tomé e Príncipe

Banco Central de S. Tomé e Príncipe Banco Central de S. Tomé e Príncipe CONJUNTURA MACROECONÓMICA IIIº Trimestre 2015 Disponível em: www.bcstp.st/publicações 1 ÍNDICE 1. RESUMO EXECUTIVO... 5 2. CONJUNTURA ECONÓMICA INTERNACIONAL... 6 2.1

Leia mais

1. THE ANGOLAN ECONOMY

1. THE ANGOLAN ECONOMY BPC IN BRIEF ÍNDICE 1. THE ANGOLAN ECONOMY 2. EVOLUTION OF THE BANK SECTOR 3. SHAREHOLDERS 4. BPC MARKET RANKING 5. FINANCIAL INDICATORES 6. PROJECTS FINANCE 7. GERMAN CORRESPONDENTS 1. THE ANGOLAN ECONOMY

Leia mais

Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá 28-Jan Sumário Executivo:

Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá 28-Jan Sumário Executivo: Sumário Executivo: Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Moçambique fechou o ano 214 com uma inflação medida pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor) de.71% m/m (mês

Leia mais

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1)

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1) B.0.1 AGREGADOS MONETÁRIOS DA ÁREA DO EURO (a) EURO AREA MONETARY AGGREGATES (a) Saldos em fim de mês End-of-month figures Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank M3 Circulação monetária

Leia mais

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio COSEC 8 de Agosto de 2011 Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Mitos e Mistérios do Mercado

Leia mais

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %)

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %) Brasil e Coréia: Qualquer similaridade é mera coincidência? a Faz algum tempo que argumentamos sobre as lições importantes que a Coréia oferece ao Brasil. O país possui grau de investimento há muitos anos,

Leia mais

O Sistema Expectativas de Mercado: Ferramenta de Suporte à Política Monetária

O Sistema Expectativas de Mercado: Ferramenta de Suporte à Política Monetária O Sistema Expectativas de Mercado: Ferramenta de Suporte à Política Monetária André Marques Março de 2015 I. Histórico II. Características Principais III. Relatórios IV. Uso no Processo de Política Monetária

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social. Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008

Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social. Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008 Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008 Brasil consolida um mercado de consumo de massa e promove o surgimento de uma nova

Leia mais

Indicadores Económicos & Financeiros Julho 2013. Banco de Cabo Verde

Indicadores Económicos & Financeiros Julho 2013. Banco de Cabo Verde Indicadores Económicos & Financeiros Julho 2013 Banco de Cabo Verde BANCO DE CABO VERDE Departamento de Estudos Económicos e Estatísticas Avenida Amílcar Cabral, 27 CP 7600-101 - Praia - Cabo Verde Tel:

Leia mais

Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula

Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula Esta apresentação foi preparada pelo Grupo Santander Banespa (GSB) e o seu conteúdo é estritamente confidencial. Essa apresentação não poderá ser reproduzida,

Leia mais

Perspectiva de um Emitente Soberano República de Portugal

Perspectiva de um Emitente Soberano República de Portugal Perspectiva de um Emitente Soberano República de Portugal 31 de Janeiro de 2011 Alberto Soares IDENTIDADE FUNDAMENTAL DA MACROECONOMIA ECONOMIA ABERTA Poupança Interna + Poupança Externa Captada = Investimento

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Dados referentes

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Junho de 2015. Turim Family Office & Investment Management

Relatório Econômico Mensal Junho de 2015. Turim Family Office & Investment Management Relatório Econômico Mensal Junho de 2015 Turim Family Office & Investment Management ESTADOS UNIDOS TÓPICOS ECONOMIA GLOBAL Economia Global: EUA: Reunião do FOMC...Pág.3 Europa: Grécia...Pág.4 China: Condições

Leia mais

Missão Empresarial a Moçambique. O financiamento para as empresas em Moçambique

Missão Empresarial a Moçambique. O financiamento para as empresas em Moçambique Missão Empresarial a Moçambique O financiamento para as empresas em Moçambique Maio de 2013 Enquadramento Macroeconómico Financiamento Bancário: - Tipos de Crédito; - Riscos de Crédito Água: Tipos de negócio

Leia mais

MZMERCADO. 7.5% 0.52% pelo segundo mês consecutivo. 2.37% em relação ao Rand Sul Africano. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano

MZMERCADO. 7.5% 0.52% pelo segundo mês consecutivo. 2.37% em relação ao Rand Sul Africano. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano MZMERCADO. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano A economia cresceu 7.5% no primeiro trimestre de 2014 A inflação reduziu 0.52% pelo segundo mês consecutivo O Metical teve apreciação de 2.37%

Leia mais

MZMERCADO. 0.87% 6.12% 42.200,67. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano. O Metical apreciou em. O Índice de Confiança empresarial melhorou

MZMERCADO. 0.87% 6.12% 42.200,67. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano. O Metical apreciou em. O Índice de Confiança empresarial melhorou MZMERCADO. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano O Índice de Confiança empresarial melhorou 0.87% no mês de Dezembro A capitalização bolsista situou-se em 42.200,67 milhões de Meticas em janeiro

Leia mais

Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 49/2013

Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 49/2013 TEXTO Brazilian Central Bank Increases Interest Rates Third Consecutive Time In another step to combat high inflation, yesterday the Brazilian Central Bank raised interest rates for the third time in a

Leia mais

MZMERCADO. 2.24% 0.04% pelo terceiro mês consecutivo. 1.27% em relação ao Dólar. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano

MZMERCADO. 2.24% 0.04% pelo terceiro mês consecutivo. 1.27% em relação ao Dólar. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano MZMERCADO. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano O Índice de Confiança empresarial cresceu 2.24% no mês de Junho A inflação reduziu 0.04% pelo terceiro mês consecutivo O Metical teve apreciação

Leia mais

Rating soberano do Brasil

Rating soberano do Brasil Rating soberano do Brasil Regina Nunes Presidente Standard & Poor s no Brasil Outubro 2014 Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of

Leia mais

ASSOCIAÇÃO INDU STRIAL PORTU GU ESA CONFEDERAÇÃO EMPRESARIAL. Análise de Conjuntura

ASSOCIAÇÃO INDU STRIAL PORTU GU ESA CONFEDERAÇÃO EMPRESARIAL. Análise de Conjuntura ASSOCIAÇÃO INDU STRIAL PORTU GU ESA CONFEDERAÇÃO EMPRESARIAL Análise de Conjuntura Maio 2008 Indicador de Sentimento Económico O clima económico na União Europeia volta a deteriorar-se em Abril. Comparativamente

Leia mais

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter

Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Boletim Económico Mensal Monthly Economic Newsletter Economia Moçambicana / Mozambican Economy Sumário Executivo: Economista/ Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz O ano 2012 iniciou

Leia mais

and Troika Troika dossiers Structural Reforms and Troika Reformas Troika Reformas Estruturais e Troika

and Troika Troika dossiers Structural Reforms and Troika Reformas Troika Reformas Estruturais e Troika dossiers Structural Reforms and /Reformas Structural Reforms and Reformas Structural Reforms and Reformas Last Update Última Actualização: 25/01/2016 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe

Leia mais

Relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo

Relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo 1 27 de Abril de 2015 Relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo Foi divulgado o quarto relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) em 2015, com destaque para

Leia mais

A economia Angolana não entrará em recessão: Esta é a frase de ordem! (1parte)

A economia Angolana não entrará em recessão: Esta é a frase de ordem! (1parte) 1 26 de Outubro de 2015 A economia Angolana não entrará em recessão: Esta é a frase de ordem! (1parte) Em Outubro de 2014 o Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2015 previa uma taxa de crescimento real

Leia mais

INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4

INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4 TABLE OF CONTENTS INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4 C. PORTFOLIO COMPOSITION BY ASSET CLASSES 5 D. HOLDINGS WITH HIGH AND

Leia mais

Autoridade Bancária e de Pagamentos de Timor-Leste

Autoridade Bancária e de Pagamentos de Timor-Leste Autoridade Bancária e de Pagamentos de Timor-Leste Banking and Payments Authority of Timor-Leste Av a Bispo Medeiros, PO Box 59, Dili, Timor-Leste Tel. (670) 3 313 718, Fax. (670) 3 313 716 Briefing Paper

Leia mais

Reflexão depreciação do Metical em relação ao Dólar Norte- Americano, 2015.

Reflexão depreciação do Metical em relação ao Dólar Norte- Americano, 2015. CTA-CONFEDERAÇÃO DASASSOCIAÇÕES ECONÓMICAS DE MOÇAMBIQUE Reflexão depreciação do Metical em relação ao Dólar Norte- Americano, Eduardo Sengo Julho 2015 Uma depreciação do Metical, torna os bens e serviços

Leia mais

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base Cenário Econômico Internacional & Brasil Prof. Dr. Antonio Corrêa de Lacerda antonio.lacerda@siemens.com São Paulo, 14 de março de 2007

Leia mais

Brazil: the good, the bad and the ugly. Economic Department

Brazil: the good, the bad and the ugly. Economic Department Brazil: the good, the bad and the ugly. Economic Department Scenario - International The Monetary War The Monetary War Total Assets of the Central Banks (US$ mi) $5.000 $4.500 $4.000 $3.500 $3.000 $2.500

Leia mais

Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano

Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano Em novembro cresceram as especulações em relação ao tamanho da próxima safra brasileira de 2016/17 e seu impacto sobre o equilíbrio mundial entre

Leia mais

Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses

Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses Depois de uma pequena recuperação em agosto, os preços do café continuaram em declínio em setembro. Num cenário caracterizado pela tendência

Leia mais

Avaliação do Instrumento de Apoio a Políticas Económicas (PSI) 2010-2012

Avaliação do Instrumento de Apoio a Políticas Económicas (PSI) 2010-2012 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE Avaliação do Instrumento de Apoio a Políticas Económicas (PSI) 2010-2012 Elaborado Por: Ministério das Finanças Ministério da Planificação e Desenvolvimento Banco de Moçambique

Leia mais

ÍNDICE DE CONDIÇÕES MONETÁRIAS PARA PORTUGAL*

ÍNDICE DE CONDIÇÕES MONETÁRIAS PARA PORTUGAL* ÍNDICE DE CONDIÇÕES MONETÁRIAS PARA PORTUGAL* Paulo Soares Esteves** 1. INTRODUÇÃO Este artigo tem como objectivo calcular um Índice de Condições Monetárias (ICM) para a economia portuguesa, o qual constitui

Leia mais

OPÇÕES DE FINANCIAMENTO DO INVESTIMENTO PÚBLICO:

OPÇÕES DE FINANCIAMENTO DO INVESTIMENTO PÚBLICO: OPÇÕES DE FINANCIAMENTO DO INVESTIMENTO PÚBLICO: UM OLHAR CRÍTICO SOBRE O PARP 2011-2014 Sofia Amarcy INTRODUÇÃO Em Moçambique o terceiro Plano de Acção para a Redução da Pobreza (PARP) para o período

Leia mais

MZMERCADO. 0.48% 8.25% para 7.5% em Novembro. 0.89% em relação ao Dólar Norte-Americano. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano

MZMERCADO. 0.48% 8.25% para 7.5% em Novembro. 0.89% em relação ao Dólar Norte-Americano. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano MZMERCADO. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano A confiança empresarial deteriorou em 0.48% no mês de Outubro O Banco de Moçambique cortou a FPC de 8.25% para 7.5% em Novembro O Metical depreciou

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

Em termos acumulados, desde 1999, a carteira teve um custo total anualizado de 3,61%, superior ao do benchmark em 1,4 pontos base.

Em termos acumulados, desde 1999, a carteira teve um custo total anualizado de 3,61%, superior ao do benchmark em 1,4 pontos base. 5. GESTÃO DE RISCO 5.1. CARATERIZAÇÃO DA CARTEIRA DE DÍVIDA E INDICADORES DE CUSTO Em 31 de dezembro de 2013, o valor da carteira total de dívida direta do Estado 7, avaliada a preços de mercado 8, era

Leia mais

Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico diminuiu na União Europeia (-1.2 pontos) e na Área Euro (-1.5 pontos).

Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico diminuiu na União Europeia (-1.2 pontos) e na Área Euro (-1.5 pontos). Ago-04 Ago-05 Ago-06 Ago-07 Ago-08 Ago-09 Ago-10 Ago-11 Ago-12 Ago-13 Ago-14 Análise de Conjuntura Setembro 2014 Indicador de Sentimento Económico Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico

Leia mais

Análise de Conjuntura

Análise de Conjuntura Análise de Conjuntura Novembro 2006 Associação Industrial Portuguesa Confederação Empresarial Indicador de Sentimento Económico O indicador de sentimento económico de Outubro de 2006 apresenta uma melhoria

Leia mais

A União Monetária Europeia. Capitulo 10. Revisão de Conceitos. Moeda Taxa de Câmbio Inflação Deficit Orçamental Divida Publica

A União Monetária Europeia. Capitulo 10. Revisão de Conceitos. Moeda Taxa de Câmbio Inflação Deficit Orçamental Divida Publica A União Monetária Europeia Capitulo 10 Revisão de Conceitos Moeda Taxa de Câmbio Inflação Deficit Orçamental Divida Publica História Monetária da Europa Moeda Metálica O valor de cada moeda era definido

Leia mais

1- Cenário Macroeconômico

1- Cenário Macroeconômico RELATÓRIO PREVI NOVARTIS 1 de Abril de 214 1- Cenário Macroeconômico No cenário global, o evento chave foi a reunião de política monetária do banco central americano, o FED, que sinalizou a continuidade

Leia mais

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 PORTUGAL Economic Outlook Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 Portugal: Adaptação a um novo ambiente económico global A economia portuguesa enfrenta o impacto de um ambiente externo difícil,

Leia mais

Economista/ Chief Economist: Fáusio Jafar Mussá 25-Mar-2015

Economista/ Chief Economist: Fáusio Jafar Mussá 25-Mar-2015 Economista/ Chief Economist: Fáusio Jafar Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: A subida do preço dos alimentos associada ao impacto negativo das cheias manteve a inflação mensal elevada

Leia mais

MZMERCADO. 1.65% 0.55% pelo quarto mês consecutivo. 2.11% em relação ao Dólar. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano

MZMERCADO. 1.65% 0.55% pelo quarto mês consecutivo. 2.11% em relação ao Dólar. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano MZMERCADO. Inteligência do mercado financeiro Moçambicano O Índice de Confiança empresarial cresceu 1.65% no mês de Julho A inflação reduziu 0.55% pelo quarto mês consecutivo O Metical teve apreciação

Leia mais

Trends and Business Opportunities in Latin America

Trends and Business Opportunities in Latin America Trends and Business Opportunities in Latin America Hamilton Terni Costa ANconsulting ANconsulting LA overview Latin America is composed of South and Central America, Mexico and Caribbean 20 countries in

Leia mais

III Fórum Banca Expansão. João Fonseca Luanda, 4 de Julho de 2013

III Fórum Banca Expansão. João Fonseca Luanda, 4 de Julho de 2013 Novo Regime Cambial para o Sector Petrolífero (NRCSP) Impacto na economia Desdolarização, desenvolvimento do mercado cambial e da economia não petrolífera. III Fórum Banca Expansão João Fonseca Luanda,

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

O relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo de Julho

O relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo de Julho 1 2 Julho de 215 O relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo de Julho Foi divulgado o relatório de Julho da Organização dos Países Exportadores do Petróleo, em que são analisadas as

Leia mais

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado Políticas Públicas Lélio de Lima Prado Política Cambial dez/03 abr/04 ago/04 dez/04 abr/05 ago/05 Evolução das Reservas internacionais (Em US$ bilhões) dez/05 abr/06 ago/06 dez/06 abr/07 ago/07 dez/07

Leia mais

Perspectivas da Economia Brasileira e Mundial. Edmar L. Bacha

Perspectivas da Economia Brasileira e Mundial. Edmar L. Bacha Perspectivas da Economia Brasileira e Mundial Edmar L. Bacha CONFIDENCIAL Setembro 2005 Economia mundial cresce e inflação americana também PIB 2003 2004 2005(e) 2006(e) EUA 3.0 4.4 3.4 3.8 Área Euro 0.7

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 67/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 67/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

Cenário Econômico. Alocação de Recursos

Cenário Econômico. Alocação de Recursos BB Gestão de Recursos DTVM S.A. Cenário Econômico UGP- Unidade de Gestão Previdenciária BB Gestão de Recursos DTVM S. A. Alocação de Recursos setembro/2015 Outubro/2015 Cenário Econômico Economia Internacional

Leia mais

Taxas de juros domésticas cedem seguindo mercado de juros norte-americano; Apesar dos dados fortes de emprego nos EUA, dólar encerra semana em queda;

Taxas de juros domésticas cedem seguindo mercado de juros norte-americano; Apesar dos dados fortes de emprego nos EUA, dólar encerra semana em queda; 05-mai-2014 Taxas de juros domésticas cedem seguindo mercado de juros norte-americano; Apesar dos dados fortes de emprego nos EUA, dólar encerra semana em queda; Ibovespa avançou 3,1% na semana, influenciado

Leia mais

EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2. Atividade global... 2. Atividade setorial... 3. - Produção... 3. - Volume de negócios... 4

EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2. Atividade global... 2. Atividade setorial... 3. - Produção... 3. - Volume de negócios... 4 SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal março 2015 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

Boletim Económico Angola

Boletim Económico Angola Boletim Económico Angola 1. Conjuntura: estabilidade macro económica reforçada 3º Trimestre de 2013 A informação disponível para caracterizar o desempenho da economia de Angola no 3º trimestre de 2013

Leia mais

ARC Ratings atribui rating soberano de BBB +, com perspectiva estável, à India

ARC Ratings atribui rating soberano de BBB +, com perspectiva estável, à India ARC Ratings atribui rating soberano de BBB +, com perspectiva estável, à India EMITENTE DATA República da India 12 de Dezembro de 2014 RATINGS EMITENTE - MOEDA ESTRANGEIRA Médio e Longo Prazo BBB+ (BBB+,

Leia mais

INFORME ECONÔMICO 22 de maio de 2015

INFORME ECONÔMICO 22 de maio de 2015 RESENHA SEMANAL E PERSPECTIVAS Setor de construção surpreende positivamente nos EUA. Cenário de atividade fraca no Brasil impacta o mercado de trabalho. Nos EUA, os indicadores do setor de construção registraram

Leia mais

1-Fev-216 Economista/ Chief Economist: Fáusio Mussá fausio.mussa@standardbank.co.mz Sumário Executivo: O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) Moçambique publicado pelo Instituto Nacional de Estatística

Leia mais

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE)

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Países em recessão oficial (dois trimestres consecutivos) Países em recessão não-oficial (um trimestre) Países com desaceleração econômica de mais

Leia mais

7 ECONOMIA MUNDIAL. ipea SUMÁRIO

7 ECONOMIA MUNDIAL. ipea SUMÁRIO 7 ECONOMIA MUNDIAL SUMÁRIO A situação econômica mundial evoluiu de maneira favorável no final de 2013, consolidando sinais de recuperação do crescimento nos países desenvolvidos. Mesmo que o desempenho

Leia mais

A relação de Angola com o FMI após seis anos do acordo Stand-By

A relação de Angola com o FMI após seis anos do acordo Stand-By nov-5 abr-6 set-6 fev-7 jul-7 dez-7 mai-8 out-8 mar-9 ago-9 jan-1 jun-1 nov-1 abr-11 set-11 fev-12 jul-12 dez-12 mai-13 out-13 mar-14 ago-14 jan-15 jun-15 nov-15 abr-16 Dep. Estudos Económicos e Financeiros

Leia mais

O processo de criação de moeda. 1. Conceitos básicos 31

O processo de criação de moeda. 1. Conceitos básicos 31 Índice LISTA DE SÍMBOLOS 17 PREFÁCIO 23 INTRODUÇÃO 25 Capítulo 1 O processo de criação de moeda 1. Conceitos básicos 31 1.1. Moeda e outros activos de uma economia 31 1.2. Sector monetário de uma economia

Leia mais

Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas?

Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas? Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas? Nota preparada por Sandra Bila e John Rand Direcção Nacional de Estudos e Análise de Políticas (DNEAP) De

Leia mais

Câmbio e capitais estrangeiros

Câmbio e capitais estrangeiros Câmbio e capitais estrangeiros Destaques da semana 1 de abril de 21 BC intensifica atuação no mercado de câmbio Real apreciou na semana passada. Moeda brasileira terminou a semana em 3,3 reais por dólar.

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junio 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

01 _ Enquadramento macroeconómico

01 _ Enquadramento macroeconómico 01 _ Enquadramento macroeconómico 01 _ Enquadramento macroeconómico O agravamento da crise do crédito hipotecário subprime transformou-se numa crise generalizada de confiança com repercursões nos mercados

Leia mais

IMPRESA. Resultados 2º Trimestre 2009

IMPRESA. Resultados 2º Trimestre 2009 IMPRESA Resultados 2º Trimestre 2009 IMPRESA SGPS SA Sociedade Aberta Capital Social Eur 84.000.000 Rua Ribeiro Sanches, 65 Número Fiscal 502 437 464 Conservatória do Registo Comercial de Lisboa Lisboa,

Leia mais

Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes. Ilan Goldfajn

Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes. Ilan Goldfajn Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes Ilan Goldfajn Dezembro 2009 Roteiro Cenário de Câmbio O Benefício das Reservas O Custo das Reservas Quanto acumular de Reservas? Fonte: Estimativa

Leia mais

VII Encontro Empresarial Ibero-Americano

VII Encontro Empresarial Ibero-Americano VII Encontro Empresarial Ibero-Americano A gestão dos riscos: Os preços das matérias primas, a inflação e os movimentos de capital FIT FOR A NEW ERA 27 de Outubro de 2011 Estrutura da apresentação 1 Uma

Leia mais