Convenção Coletiva de trabalho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Convenção Coletiva de trabalho"

Transcrição

1 JORNAL ANO 10 Nº 86 ABR/ MAI SINDICATO DAS EMPRESAS LOCADORAS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Convenção Coletiva de trabalho Coordenada pelo Sindloc-eS e Sindrodoviarios-eS, Convenção Coletiva de trabalho conquista benefícios para empregadores e motoristas página 03 entrevista em ação perfil Dr. Alberto Nemer tira todas as dúvidas sobre a Convenção Coletiva de Trabalho. Vale a pena conferir Confira 10 mitos e verdades sobre seguro de automóvel Conheça melhor Edson Gottardi, diretor-presidente da Transfenix páginas 04 página 06 página 08

2 2 editorial E x p e d i e n t e Diretoria Marcio Castelo Branco Gonçalves Presidente Edson Ganho Vice-presidente Convenção Coletiva: uma grande conquista Perseverança. Essa palavra pode definir o processo de assinatura da Convenção Coletiva do Sindloc-ES com o Sindrodoviários-ES para o biênio 2013/2014. Após vários anos tentando assinar um acordo, impossibilitado durante muito tempo por disputas judiciais sobre territorialismo e falta de acordo com a diretoria, enfim atingimos nosso objetivo, homologando uma convenção equilibrada. A assinatura de uma convenção, antes de ser uma conquista dos trabalhadores, é muito mais uma conquista do empresariado, pois traz segurança jurídica e uma regulação do mercado, impondo práticas comuns a todos e levando a um desenvolvimento continuo das relações trabalhistas do setor. Paulo Fernando Azevedo Gottardi 1º Diretor Secretário Eduardo Corrêa da Silva 2º Diretor Secretário Luiz Carlos Armini Gottardi 1º Diretor Financeiro Carlos Chieppe Netto 2º Diretor Financeiro Jacqueline Moraes de Mello Diretora de Comunicação e Eventos Paulo Roberto do Val Nemer Diretor de RP e Institucionais Esta edição será dedicada a esclarecer vários pontos da convenção. O Sindloc-ES também já se coloca aqui à disposição para auxiliar a empresa sindicalizada a dirimir suas dúvidas junto ao nosso escritório de advocacia. Por fim, fica a lição de que ainda temos muito que caminhar e muitos obstáculos para vencer, mas muitos assuntos são resolvidos com o tempo, trabalhando constantemente em cima deles. Soluções imediatistas podem ser efêmeras. Por isso, temos que trabalhar no ritmo certo para obtermos resultados duradouros. Temos que ser perseverantes. Marcio Gonçalves, presidente do Sindloc-ES Vinícius Ávila de Carvalho Diretor Jurídico Conselho Fiscal Edson Cézar Armini Gottardi 1º Conselheiro Fiscal Antônio Carlos Vieira da Silva Filho 2º Conselheiro Fiscal Marcos Armini Gottardi 3º Conselheiro Fiscal Rafael de Araújo Pimentel 1º Suplente Conselheiro Fiscal Carolina Emery dos Santos 2º Suplente Conselheiro Fiscal Joedes Ganho 3º Suplente Conselheiro Fiscal Juliana Arthidoro Kummel Gerente Executiva Produção Editorial Luz Estratégias em Comunicação Jornalista Responsável Fernanda de Albuquerque Textos Fernanda de Albuquerque e Mariana Melo Projeto Gráfico e Diagramação Link Editoração Av. Nossa Senhora da Penha, 356, Boulevard da Praia, 3º piso, lj. 22, Praia do Canto, CEP , Vitória, ES, Tel

3 capa 3 Convenção Coletiva de Trabalho Coordenada pelo Sindloc-ES e Sindrodoviarios-ES Convenção Coletiva de Trabalho conquista benefícios para empregadores e motoristas Com o objetivo de beneficiar tanto as empresas de locadoras de veículos quanto os motoristas, a Convenção Coletiva de Trabalho (2012/2014), coordenada pelo Sindloc-ES e pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Espírito Santo (Sindrodoviarios-ES), foi realizada em abril e entrou em vigor para regulamentar, estabelecer e estipular regras, trazendo segurança e regendo de forma harmônica a relação entre o capital e empregado. A Convenção Coletiva foi alcançada com o trabalho árduo do jurídico junto com a diretoria do sindicato. No site do Sindloc-ES, no link biblioteca e documentos, os associados podem encontrar no arquivo: Convenção Coletiva Sindloc x Sindrodoviarios , todas as informações sobre essa importante conquista para o setor de locação de automóveis. A assinatura de uma convenção, antes de ser uma conquista dos trabalhadores, é muito mais uma conquista do empresariado, pois traz segurança jurídica e uma regulação do mercado, impondo práticas comuns a todos e levando a um desenvolvimento continuo das relações trabalhistas do setor, disse Marcio Gonçalves, presidente do Sindloc-ES. Confira abaixo quais são os benefícios oferecidos pela Convenção Coletiva de Trabalho tanto para os empregadores quanto para os motoristas. Seguro de vida. Convênio farmácia. Viabilização de empréstimo consignado. Tabela mínima de salário de cada classe de motorista. Plano de saúde, onde as empresas terão que arcar com até R$ 60,00 do plano de saúde individual ou até R$ 84,00 para o plano familiar. Jornada de trabalho de 44 horas semanais. Caso a empresa necessite de uma jornada diferenciada poderá ser feito um acordo coletivo para definir essa precisão. Regulamentação do mínimo para vale alimentação no valor de R$ 13,00. A Convenção estabelece o piso para ter uma referência, se a empresa quiser negociar para mais não tem problema, só não pode ser para menos. Estipulação da data base, que no setor será dia 1 de outubro. Nos 30 dias que antecederem a data base o sindicato patronal e o sindicato dos empregados sentarão para definir as cláusulas econômicas e pactuar novas cláusulas, dar novos benefícios e regulamentar outras questões em pauta.. Com base na lei 7.238/84 nenhum motorista pode ser dispensado no período dos 30 dias que antecedem a data base. Caso isso aconteça, com base no artigo 9 dessa mesma lei, a empresa terá que pagar uma multa equivalente a um salário.

4 4 entrevista Dr. Alberto Nemer Neto Advogado especialista em direito do trabalho e sócio do escritório de advocacia Da Luz Rizk Nemer Advogados O mês de abril foi de conquista para o Sindloc-ES, que acaba de alcançar mais uma vitória: a celebração da Convenção Coletiva de Trabalho ( ), que durante cinco anos esteve ausente no sindicato. A novidade vai regulamentar a relação da empresa com o empregado com deveres e obrigações de ambos. Entrevistamos o Dr. Alberto Nemer Neto, advogado especialista em direito do trabalho e sócio do escritório de advocacia Da Luz Rizk Nemer Advogados, que explica o que significa, pontua os benefícios, diz a importância e como funciona a Convenção Coletiva.» O que diz a Convenção Coletiva? Estabelece e estipula regras para reger de forma harmônica a relação entre o capital e empregado. É importante lembrar que o setor ficou mais de cinco anos sem Convenção Coletiva em vigor, então ela veio para regulamentar e, também, para trazer uma segurança tanto para as empresas locadoras de veículos quanto para os empregados. Com a ausência de Convenção Coletiva o empregado fica sem saber como serão os reajustes e outros direitos em relação à compensação da jornada de trabalho, quanto será o valor da hora extra acertada, além do valor da refeição, entre outros. Então, a Convenção Coletiva serve para regulamentar essa relação.» Quais são os principais benefícios aos trabalhadores? Dentro dessa Convenção está à estipulação da data base, que no setor será dia 1 de outubro. Ela é importante porque os 30 dias que antecederem a data base o sindicato patronal e o sindicato dos empregados terão que sentar para definir as cláusulas econômicas, ou seja, quanto será reajustado no salário dos empregados e, de repente, pactuar novas cláusulas, dar novos benefícios e regulamentar outras questões em pauta. A data base também tem a sua importante, porque com base na lei 7.238/84 nenhum motorista pode ser dispensado no período dos 30 dias que antecedem a data base. Caso ele seja demitido, com base no artigo 9 dessa mesma lei, a empresa terá que pagar uma multa equivalente a um salário. Então, é uma segurança ao trabalhador, enquanto os sindicatos estão resolvendo as causas econômicas ninguém pode ser demitido.» Trata-se de uma importante conquista para o Sindloc-ES já que o sindicato vinha trabalhando muito tempo por isso? Há muito tempo o Sindloc-ES vem trabalhando para isso, essa conquista foi uma das grandes vitórias e um grande marco do sindicato. A ausência da Convenção Coletiva prejudica o setor, que na época pagava valores sem piso salarial aos seus empregados.» Essa Convenção também já foi realizada em outros estados? Muitos estados têm esse tipo de Convenção Coletiva. No Espírito Santo, o sindicato teve uma Convenção Coletiva anteriormente, mas ficou esse vácuo de no mínimo cinco anos sem Convenção. Com o trabalho árduo do jurídico junto com a diretoria do sindicato, agora conseguimos finalizar e homologar essa Convenção, que é de grande importância ao empregado e empregador.» Os trabalhadores terão muitos benefícios e os empregadores terão de oferecer todos eles. Como vai funcionar? Vai funcionar da seguinte forma: será instituído o plano de saúde onde as empresas terão que arcar com até R$ 60,00 do plano de saúde individual ou até R$ 84,00 para o plano familiar. Também foi estabelecida a tabela mínima de salário de cada classe de motorista, foi estipulado convênio farmácia, viabilização de empréstimo consignado, o aumento no valor do vale alimentação para R$ 13,00. Vale lembrar que antes não existia uma referência, é importante dizer que a Convenção Coletiva regulamenta o mínimo. O vale refeição está R$ 13,00, mas nada impede que a empresa dê R$ 15,00 ou R$ 16,00. A Convenção estabelece o piso para ter uma referência, se a empresa quiser negociar para mais não tem problema nenhum, só não pode ser para menos. Também foi estipulado seguro de vida e jornada de trabalho de 44 horas semanais, porém caso a empresa necessite de uma jornada diferenciada poderá ser feito um acordo coletivo para definir essa precisão.

5 Coluna Jurídica 5 Participação nos lucros e resultados expectativa de isenção de tributos Em razão da Medida Provisória 597/12, que disciplina a tributação na fonte do imposto de renda da pessoa física, o trabalhador brasileiro poderá ter isenção do valor recebido a título de participação nos lucros e resultados. No dia 21 de maio de 2013, foi aprovado o relatório apresentado pelo deputado Luiz Alberto (PT-BA) que assegura a isenção do imposto de renda aos trabalhadores que receberem até R$ 6.000,00 (seis mil reais) anuais de participação nos lucros e resultados. Conforme estudo feito, o valor máximo que terá isenção de IRPF alcança o patamar de 60% dos trabalhadores que são contemplados com o referido benefício. Assim, as centrais sindicais tiveram o seu pleito atendido com os termos do relatório apresentado. Importante destacar que antes da Me- dida Provisória 597/12 a tributação a título de participação nos lucros e resultados é que a correção dos valores da tabela do im- Outra questão que vale a pena destacar era de acordo com a tabela normal do IRPF posto incidente sobre as participações seguirá o mesmo percentual de reajuste da tabe- utilizado para os salários. Diante desta renúncia fi scal, especula- la mensal do IRPF normal. -se que a União estará abrindo mão de arrecadar R$ 1,7 bilhão em 2013, R$ 1,88 bi- Medida Provisória 597/12 tanto os trabalha- Por fi m, acredito que com a aprovação da lhão em 2014 e R$ 2,09 bilhões em dores quanto os empregadores serão benefi - Caso a MP 597/12 venha ser aprovada, ciados, vez que, com o referido benefício, por a tabela de incidência de imposto de renda certo aumentará o incentivo para a implementação da participação nos lucros e resultados. será da seguinte forma: isenção DE imposto DE renda Participação nos lucros imposto de renda Até R$ 6 mil Isento Entre R$ 6 mil e R$ 9 mil 7,5 % Entre R$ 9 mil e R$ 12 mil 15 % Entre R$ 12 mil e R$ 15 mil 22,5 % Acima de R$ 15 mil 27,5 % Fonte: MP 597/12 abla lança anuário de 2013 A Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA) lançou em maio o Anuário ABLA 2013, que traz os números apurados pelo Censo da Indústria do Aluguel de Automóveis, referentes ao ano de A apresentação dos números do setor contidos no Anuário ABLA 2013 fi cou a cargo do presidente do Conselho Nacional da Associação, Paulo Gaba Jr. E o evento de lançamento, que foi realizado em São Paulo, reuniu os mais importantes dirigentes da indústria automobilística, das instituições fi nanceiras, da cadeia produtiva do turismo nacional e de empresas e entidades parceiras do setor. Gaba mostrou que o faturamento do setor em 2012 foi de R$ 6,23 bilhões, crescendo 9,88% em relação a As locadoras que atuam no País passaram a contar com automóveis, 9,89% a mais do que no ano anterior. A importância da atividade na economia do País também se refl e- te em outros aspectos. No ano passado, as locadoras contribuíram com R$ 2,05 bilhões em impostos aos cofres públicos, nos âmbitos federal, estadual e municipal. Ao todo, postos diretos e indiretos de trabalho foram gerados e/ou mantidos graças a esta atividade. A participação das locadoras associadas da ABLA nas vendas do setor automobilístico no Brasil foi de 7,85% no último ano. A Fiat mantém a liderança de vendas entre as locadoras de automóveis, com 31,08% de participação na frota total do setor, seguida pela Volkswagen, com 24,39%. Depois surgem a General Motors (18,20%), Ford (6,32%) e Renault (5,79%). As demais montadoras somaram juntas 14,22% de participação no total da frota das locadoras. O número de usuários passou de 18,6 milhões para 20,2 milhões em todo o Brasil. No último ano, 57% das locações de automóveis foram destinadas para a terceirização (locação de frotas para empresas), 19% para o turismo e lazer e 24% para o turismo de negócios.

6 6 em ação Confi ra 10 mitos e verdades sobre o seguro de automóvel Quem tem carro antigo paga seguro mais caro? Há cobertura para os bens no interior do veículo? Se você fi cou em dúvida sobre essas e outras questões, você não está sozinho. Com tantos serviços que as seguradoras oferecem aos clientes, fi ca difícil saber ao certo o que o seguro de carro cobre. O diretor-executivo da Smartia, site que faz cotação on-line de seguros para carros, Rodrigo Caixeta, listou algumas dicas para quem quer conhecer melhor os mitos e as verdades sobre o seguro de automóvel. Segundo Caixeta, nessa era digital, muitas pessoas buscam preços mais competitivos na hora de pagar por um seguro. Mas é preciso tirar as dúvidas antes de contratar o serviço. Veja abaixo 10 dúvidas comuns sobre o seguro de automóvel e se elas são verdadeiras ou mitos: 1. Quem tem carro antigo paga seguro mais caro? VERDADE. Quanto mais antigo o carro, mais caras serão as peças de reposição. Tudo isso é levado em conta na hora do cálculo do prêmio, ou seja, o valor pago pelo cliente. Por- tanto, o ideal é trocar de carro a cada 3 a 5 anos. 2. Rastreadores e bloqueadores reduzem o preço do seguro? VERDADE. Os carros que têm rastreadores ou bloqueadores instalados podem ter desconto de até 20% no valor do seguro. Esses dispositivos de segurança trazem mais proteção para o veículo e facilitam a localização do bem em caso de roubo. 3. Mulheres pagam seguro de carro mais barato? VERDADE. As mulheres são mais cautelosas ao volante. Segundo Rodrigo, elas pagam seguro de carro de 9 a 12% mais barato que os homens, que são responsáveis por 71% dos acidentes de trânsito.

7 em ação 7 4. Tranca de volante impede roubo do automóvel? MITO. O uso da tranca no volante do carro é muito comum, mas não impede o roubo ou furto do carro. 5. Seguro de carro só pode ser renovado se a documentação estiver em dia? VERDADE. É preciso que tudo esteja em dia para que a seguradora autorize a emissão da apólice de seguro do cliente. Caso contrário, é preciso pagar taxas e impostos antes de renovar o benefício. 6. O aumento de roubos impacta no valor do seguro do carro? VERDADE. Diferença nas condições de segurança e acidentes, conforme a região, são levados em conta pelas seguradoras na hora de precifi car o seguro do automóvel. 7. Há cobertura para os bens no interior do veículo? MITO. Não há cobertura de seguro para computadores, câmeras fotográfi cas, celulares e outros bens que estejam dentro do carro. Por isso, é importante não deixar nenhum objeto à mostra no momento em que deixar seu carro estaciona- do ou quando estiver circulando pela cidade. 8. Seguro de carro que fica estacionado em garagem é mais barato? VERDADE. O fato do carro ter local fi xo para fi car estacionado reduz em até 20% o preço do seguro do automóvel. Quando o carro fi ca na rua os riscos de roubo e furto são maiores. Sendo assim, vale a pena investir numa garagem para deixar o carro. 9. Não existe cobertura para catástrofes naturais? MITO. Há tipos diferentes de coberturas para automóveis. Mas a cobertura mais completa inclui, além da colisão, roubo ou furto, dano causado por alagamento, enchente ou inundação, além de ressaca, vendaval, granizo, terremoto e raios. 10. Se deixar de pagar o seguro do carro, ele pode ser cancelado? VERDADE. A inadimplência pode resultar na perda do seguro do veículo. Caso o cliente deixe de pagar uma parcela do prêmio (valor do seguro) até o vencimento, o fi m da vigência da apólice pode ser antecipada. A seguradora pode emitir um endosso de redução do prazo de validade da apólice (vigência). Proporcionalmente às parcelas do prêmio já pagas será calculado um novo prazo de vigência, com base na Tabela de Prazo Curto.

8 8 perfil do associado Conheça melhor... O Perfil do Associado desta edição destaca a participação de Edson Cezar Armini Gottardi, de 58 anos. Ele é o diretor-presidente da Transfenix Locadora de Veículos e Transportes. Aqui ele conta como iniciou sua carreira de empresário e sobre o que gosta de fazer nos momentos de lazer.» apresente quem é edson? Edson é dinâmico, trabalha muito desde os 12 anos de idade, tinha o sonho de se formar em engenharia, mas acabou se tornando empresário. Fiz o curso de administração na FAESA.» Como você entrou no mercado de locação? Comecei a trabalhar aos 12 anos de idade. Com 12, entrei na Valle do Rio Doce, onde trabalhei por três anos. Passei no con-» Na sua opinião, você acha que o espírito curso da Caixa Econômica, onde passei por todos os cargos, Santo poderia fazer mais pelo turismo? e me aposentei como Gerente Geral de Agência. Paralelo a Não só o Espírito Santo, mas todo o País. Quando viajamos isso, em outubro de 1988 fundei uma locadora de veículos, para outros países, percebemos como o Brasil está atrasado pois meu pai já havia trabalhado com transportadora; o início na área de turismo. Para incrementar o turismo no País é ne- foi meio por acaso, mas na sequência comecei a participar de cessário investimentos em segurança, revitalização de monu- licitações e assim entrei na ciranda financeira. mentos e pontos turísticos, etc...» Qual o seu lugar preferido no estado?» o que mais gosta de fazer nas horas vagas? Guarapari, Praia de Bacutia. Caminhar na praia, viajar, bater papo com os amigos. Parabéns! abril 2013 Dia Maio 2013 Associado Avelino Vargas Dadalto Valdo Boning Gabriella Santorio de Oliveira Alberto Nemer Edson Ganho Empresa AQUI Centro Automotivo Ltda Transportes Sem Limite Ltda GK Locadora de Véiculos Ltda Federal Automarcas Ltda Carro Zero Veículos Ltda Dia Associado João Ferreira de Souza Filho Luiz Nemer Filho Elias Mognhol Felipe Mazzei Ferreira Corrêa Maria Aparecida Barbosa Sergio Monteiro Sório Eunice Campos Agostini Empresa JFM Locadora de Veículos Ltda Sul Automarcas e Veiculos Ltda Biby s Locadora de Veículos Ltda ME DSN Locações Ltda Barbosa Locadora de Veículos Ltda Sório Locadora de Automóveis Ltda Local-Locadora de Veiculos Agostini

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016 SIND DOS EMP VEN E VIAJ DO C P P V E VEN DE P FAR DO DF, CNPJ n. 00.449.181/0001-38, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a). MARIA APARECIDA ALVES

Leia mais

1. Preço Auto Passeio

1. Preço Auto Passeio Prezado Corretor, Você está utilizando a mais atual versão do Cálculo Web Automóvel. Leia atentamente este Informe Técnico para entender o que muda nesta versão. Aqui você encontrará dicas importantes

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 A seguir reproduzimos as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho entre o SINPROCIM e SINDPRESP, em relação a convenção anterior. REAJUSTE SALARIAL A partir de 1º de março

Leia mais

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil.

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Indústria É assim que e Comércio a gente segue Exterior em frente. Introdução Atualmente, muitos

Leia mais

12 dicas para baixar o preço do seguro do carro

12 dicas para baixar o preço do seguro do carro 12 dicas para baixar o preço do seguro do carro Especialistas ensinam a pagar mais barato sem assumir riscos demais cortando coberturas necessárias Carros antigos: seguros mais caros devido aos custos

Leia mais

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS Seja Bem Vinda! Em 1995 quando ao lado da minha família idealizei a Fator 5, tinha a meu favor a minha força de vontade, minha

Leia mais

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a Entre nós www.marinhodespachantes.com Novas oportunidades! de todos nossos clientes, parceiros, amigos e colaboradores em 2012 e renovar nosso contrato de amizade para 2013 Elza Aguiar Presidente Todo

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000055/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 13/01/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR070984/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.112503/2010-92 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP002054/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/03/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061897/2012 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 6 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001702/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 21/05/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR014964/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.006002/2013-41

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

ADITAMENTO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2 0 0 4 / 2 0 0 6 INDAIATUBA

ADITAMENTO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2 0 0 4 / 2 0 0 6 INDAIATUBA ADITAMENTO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2 0 0 4 / 2 0 0 6 INDAIATUBA Por este instrumento, e na melhor forma de direito, de um lado, como representante da categoria profissional, o SINDICATO DOS

Leia mais

CONTRATO DE COMODATO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS.

CONTRATO DE COMODATO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS. CONTRATO DE COMODATO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS. Por este Instrumento particular, de um lado NR GUERRIERO ELETRONICA LTDA ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob o

Leia mais

um carro? Quer comprar Saiba quais são os custos dos veículos produzidos no Brasil cobertura entrevista perfil JORNAL

um carro? Quer comprar Saiba quais são os custos dos veículos produzidos no Brasil cobertura entrevista perfil JORNAL JORNAL ano 8 nº 76 ago/set 2011 www.sindloces.com.br sindicato das empresas locadoras de veículos automotores no estado do espírito santo Quer comprar um carro? Saiba quais são os custos dos veículos produzidos

Leia mais

Tudo que você precisa saber no dia a dia com seu carro

Tudo que você precisa saber no dia a dia com seu carro Tudo que você precisa saber no dia a dia com seu carro FINANÇAS / ECONOMIA 01 - Como financiar um carro usado? 02 - Saiba tudo sobre IPVA, DPVAT e Licenciamento. 03 - Veja as melhores opções para financiamento

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO DE 2009/2010. b) Sentença normativa proveniente de Dissídio Coletivo de Trabalho.

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO DE 2009/2010. b) Sentença normativa proveniente de Dissídio Coletivo de Trabalho. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO DE 2009/2010 ESTEL - MÁQUINAS E SERViÇOS INDUSTRIAIS LTOA, com estabelecimento à Rua Luiz Musso, 240, Vila Nova, Aracruz Espírito Santo, doravante denominada ESTEL, representado

Leia mais

seu dinheiro Consórcio ou financiamento? #103 Saiba qual é a melhor opção na hora de comprar um automóvel

seu dinheiro Consórcio ou financiamento? #103 Saiba qual é a melhor opção na hora de comprar um automóvel #103 seu dinheiro a sua revista de finanças pessoais Saiba qual é a melhor opção na hora de comprar um automóvel Consórcio ou financiamento? Poupança com ganho real Investimento volta a superar a inflação

Leia mais

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 A oitava reunião mensal do ano da Comissão Trabalhista e de Gestão Empresarial superou as expectativas. 50 representantes

Leia mais

Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000301/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 01/09/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039839/2009 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 6 TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RN000202/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/06/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029210/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46217.004335/2013-95

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO A OCB/TO é formada por cooperativas singulares, federações e centrais de todos os ramos. Pela Lei 5.764/71, ainda em vigor, todas

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Mediador - Extrato Instrumento Coletivo CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000053/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR001382/2009 NÚMERO

Leia mais

YES Aluguel de Carros

YES Aluguel de Carros YES Aluguel de Carros O mercado brasileiro de aluguel de carros Frota do Setor Em unidades Fonte: Anuário ABLA 2012 Idade média da frota Em meses Fonte: Anuário ABLA 2012 Composição da frota por modelo

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029334/2013 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 46261.003131/2012-11

Leia mais

4 VÍDEOS ENSINAM MAIS SOBRE TRADER ESPORTIVO, CONFIRA EM: HTTP://WWW.VIVERDEFUTEBOL.COM/

4 VÍDEOS ENSINAM MAIS SOBRE TRADER ESPORTIVO, CONFIRA EM: HTTP://WWW.VIVERDEFUTEBOL.COM/ 1 2 ÍNDICE 1- NOTA LEGAL... 3 2- SOBRE AUTOR... 3 3- SEMELHANÇA COM O MERCADO FINANCEIRO... 4 4- EXEMPLO DO MERCADO DE AUTOMÓVEIS USADOS... 4 5- CONHECENDO O BÁSICO DAS APOSTAS... 7 6- O QUE É UMA ODD?...

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000433/2008 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/10/2008 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR015947/2008 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.032963/2008-13 DATA DO

Leia mais

EMBAJADA DE LA REPÚBLICA ARGENTINA EN LA REPÚBLICA FEDERATIVA DEL BRASIL

EMBAJADA DE LA REPÚBLICA ARGENTINA EN LA REPÚBLICA FEDERATIVA DEL BRASIL PROCEDIMENTO DE SELEÇÃO BASES E CONDIÇÕES PARTICULARES TIPO: Contratação Direta por Trâmite Simplificado Nº 3/2015 Exércicio: 2015 CLASSE: Sem classe MODALIDADE: Ordem de Compra Aberta PROCESSO Nº 4/2015

Leia mais

ASSUNTO: REGULAMENTA O USO DE ADESIVOS DE IDENTIFICAÇÃO DOS VEÍCULOS DE CONDÔMINOS

ASSUNTO: REGULAMENTA O USO DE ADESIVOS DE IDENTIFICAÇÃO DOS VEÍCULOS DE CONDÔMINOS CIRCULAR Nº 003/2015 Curitiba, 05/06/2015. ASSUNTO: REGULAMENTA O USO DE ADESIVOS DE IDENTIFICAÇÃO DOS VEÍCULOS DE CONDÔMINOS A Síndica do Condomínio Le Jardin Residencial, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: CE000572/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/04/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR021807/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46205.005707/2015-00

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. Na pessoa física as taxas de juros tiveram uma pequena elevação sendo esta a décima quinta

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em janeiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

PRÍNCIPE E ADVOGADOS ASSOCIADOS

PRÍNCIPE E ADVOGADOS ASSOCIADOS PRÍNCIPE E ADVOGADOS ASSOCIADOS Registro OAB 2561 S I N O P S E S I N D I C A L M A I O D E 2 0 1 0 BANCÁRIOS. Em decorrência da unificação do Unibanco ao Banco Itaú, até fevereiro de 2012, a totalidade

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS RESERVE CLUBCAR

CONDIÇÕES GERAIS RESERVE CLUBCAR Seja bem-vindo à Blue Service Assistance, a opção mais vantajosa em assistência e clube de vantagens. É uma enorme satisfação ter você como nosso associado. A Blue Service Assistance está cada vez mais

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC002285/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR055933/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46301.001820/2011-96 DATA DO

Leia mais

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES 1) Já completei 25 anos como professora em sala de aula, tenho hoje 45 anos de idade, com esta idade vou aposentar

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA

TERMO DE ADESÃO AO PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA TERMO DE ADESÃO AO PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA 1. DAS DEFINICÕES 1.1 São aplicáveis a este Termo as seguintes definições e abreviaturas: 1.1.1 PAF: Plano de Assistência Familiar. 1.1.2 PAE: Plano de

Leia mais

CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ.

CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ. Ano VII Nº 37 Outubro/Dezembro 2015 CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ. LEIA TAMBÉM 2015: Ano de grandes realizações Pág. 02 Seguro Vida Individual: Tranquilidade para

Leia mais

foi um sucesso Festa de 20 anos do Sindloc-ES EM AÇÃO SAIBA MAIS PERFIL DO ASSOCIADO JORNAL Confira fotos nesta edição página 3

foi um sucesso Festa de 20 anos do Sindloc-ES EM AÇÃO SAIBA MAIS PERFIL DO ASSOCIADO JORNAL Confira fotos nesta edição página 3 JORNAL SINDLOCES.COM.BR ANO 12 Nº 97 JANEIRO/FEVEREIRO/MARÇO DE 2015 Festa de 20 anos do Sindloc-ES foi um sucesso página 4 EM AÇÃO Novo presidente da CDL Jovem Vitória é associado do Sindloc-ES página

Leia mais

A Corretagem como Negócio

A Corretagem como Negócio A Corretagem como Negócio Robert Bittar, Presidente, FENACOR www.fenacor.com.br XVI Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros Florianópolis, Santa Catarina - Outubro/2009 Mudando o Conceito Corretor

Leia mais

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL MARCOS ARAÚJO Presidente do SINDSIME ÍNDICE 1 3 5 7 9 INTRODUÇÃO LEI 2 VANTAGENS COMO ME ESCREVO OBTENÇÃO DE ALVARÁ 4 OBTENÇÃO DE ALVARÁ DOCUMENTAÇÃO FISCAL 6 AMBULANTES

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS Pelo presente instrumento, as Partes Termos e Condições Reserva Online Usuário do Sistema de Reserva Online FastPass, doravante denominada

Leia mais

Saiba quais são os principais cuidados

Saiba quais são os principais cuidados JORNAL ano 9 nº 80 abr/mai 2012 www.sindloces.com.br sindicato das empresas locadoras de veículos automotores no estado do espírito santo Saiba quais são os principais cuidados que os motoristas precisam

Leia mais

Folha de S. Paulo. O Estado de S. Paulo. Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011. Banda larga popular não sai do papel

Folha de S. Paulo. O Estado de S. Paulo. Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011. Banda larga popular não sai do papel Folha de S. Paulo Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011 As empresas de telecomunicações no Brasil deverão fechar 2011 com sua base de clientes ampliada em 16% em relação a 2010, segundo a SindiTelebrasil

Leia mais

CIRCULAR INFORMATIVA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

CIRCULAR INFORMATIVA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 CIRCULAR INFORMATIVA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 Segue para conhecimento da categoria, a presente circular informativa conjunta das Entidades: Sindicato dos Empregados no Comércio de São Carlos

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA FATURAMENTO PORTO SEGURO

INSTRUÇÕES PARA FATURAMENTO PORTO SEGURO INSTRUÇÕES PARA FATURAMENTO PORTO SEGURO Orientações válidas apenas para faturamento de Notas fiscais de oficinas, decorrentes de Sinistros de Automóveis de clientes ou terceiros, de responsabilidade da

Leia mais

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em maio/2014, sendo esta a décima segunda elevação seguida, quinta elevação no ano. Estas elevações podem ser atribuídas

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO. PROGRAMA DE PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS - PLR EXERCÍCIOS 2014 e 2015

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO. PROGRAMA DE PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS - PLR EXERCÍCIOS 2014 e 2015 1 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PROGRAMA DE PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS - PLR EXERCÍCIOS 2014 e 2015 Pelo presente instrumento particular, de um lado: VALE S/A, inscrita no CNPJ (MF) sob o n.º 33.592.510/0001-54,

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA CENTRAL DE RASTREAMENTO

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA CENTRAL DE RASTREAMENTO CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA CENTRAL DE RASTREAMENTO Por este instrumento particular e melhor forma de direito, de um lado, Mundo 7 Soluções em Informática Ltda ME, estabelecida em AV ADALBERTO

Leia mais

Venha fazer negócios conosco e saia Feliz a Bessa e tenha a irmandade que você pode escolher.

Venha fazer negócios conosco e saia Feliz a Bessa e tenha a irmandade que você pode escolher. A empresa, com larga experiência no setor imobiliário, tem infra-estrutura e equipe especializada pronta para atendê-lo. Firma fundada em 1975 registrada pelo PJ: 183. Corretor Responsável com CRECI: 669

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS 9 - Regulamentos Política de Empréstimos 9.1 Condições para associação O Funcionário, na sua admissão na empresa, assina a Proposta de Admissão e Depósito na Cooperativa, se for de seu interesse, sendo

Leia mais

EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual

EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual SEBRAE-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São Paulo ANPEI Associação

Leia mais

Entrevista CADERNOS DE SEGURO

Entrevista CADERNOS DE SEGURO Entrevista 6 Marco Antonio Rossi Presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) POR Vera de Souza e Lauro Faria

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 8 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000538/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR026607/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.005763/2013-44 DATA

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. MUDANÇA DA BASE DE CÁLCULO. Doravante as empresas deverão estar atentas à questão envolvendo o pagamento do adicional de

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Contrato NET Empreendimentos De: Marco Tulio Monteiro Dias 01402619669 Enviado em: quarta-feira, 7 de janeiro de 2015 14:15 Para: contrato@netempreendimentos.com.br Assunto: Contrato

Leia mais

Entre as partes de um lado: e, de outro lado:

Entre as partes de um lado: e, de outro lado: CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO Entre as partes de um lado: SINDICATO DOS TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO ESTADO DE SÃO PAULO, CNPJ nº 60.266.996/0001-03 e, de outro lado: SINDICATO DA INDÚSTRIA DA

Leia mais

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009.

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009. M.E.I. (Micro empreendedor Individual) Lei Complementar numero 128 de 19 de dezembro de 2008. Considera-se MEI o empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002

Leia mais

Perguntas Freqüentes

Perguntas Freqüentes Perguntas Freqüentes Dúvidas: 4003-8777 Conhecendo o Crédito Universitário PRAVALER 1. O que é o crédito universitário PRAVALER? O PRAVALER é um crédito universitário que permite você pagar seus estudos,

Leia mais

Regulamento. Leiloeiro Eduardo Vaz

Regulamento. Leiloeiro Eduardo Vaz Regulamento Leiloeiro Eduardo Vaz Todos os participantes do leilão obrigam- se de forma definitiva e irrecorrível a acatarem as disposições do presente Regulamento não podendo se escusar de aceitá- lo

Leia mais

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO PROPOSTA DE SEGURO EMPRESARIAL ORIGEM: 39 Nº PROPOSTA: RAZÃO SOCIAL ESTIPULANTE: CNPJ: ¹Pessoa Politicamente Exposta: Sim Não Relacionamento Próximo Nacionalidade: Reside no Brasil: Sim Não ¹Pessoa Politicamente

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA Armando Leite Ferreira Carlos Alberto Würth Teixeira CATALOGAÇÃO NA FONTE DO DEPARTAMENTO NACIONAL DO LIVRO F383m Ferreira, Armando Leite, Matemática financeira / Armando Leite Ferreira,

Leia mais

3ª CLÁUSULA PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS: Os empregados participarão nos lucros de suas empresas empregadoras, na forma que vier estabelecida em lei.

3ª CLÁUSULA PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS: Os empregados participarão nos lucros de suas empresas empregadoras, na forma que vier estabelecida em lei. 2009/2010 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO FIRMADA ENTRE O SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE JACOBINA E O SINDICATO PATRONAL DO COMERCIO VAREJISTA DE JACOBINA E REGIÃO, PARA O PERIODO DE 01 DE JUNHO

Leia mais

Serviços Inovadores Fidelizam Clientes e Aumentam sua Lucratividade!

Serviços Inovadores Fidelizam Clientes e Aumentam sua Lucratividade! Serviços Inovadores Fidelizam Clientes e Aumentam sua Lucratividade! WeCare Auto. Mais cuidado para o carro. Mais tempo para o cliente! www.wecareauto.com.br Origem da ideia... 12% Dos acidentes por falta

Leia mais

Prestação de Contas 2013

Prestação de Contas 2013 Jornal do Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo Março 2014 Nº 1039 Prestação de Contas 2013 A direção Mobilização: União e Lutas assumiu a gestão no final de outubro de 2013, enfrentando uma situação

Leia mais

8) Qual o papel da administradora?

8) Qual o papel da administradora? 1) Como funciona o consórcio? R= Consórcio é um sistema que reúne em grupo pessoas físicas e/ou jurídicas com interesse comum para compra de bens ou serviços, por meio de autofinanciamento, onde o valor

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS 1 DAS PARTES 1.1. CONTRATADA O EXCLUSIVO COMERCIAL LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas

Leia mais

Regulamento da Campanha Indique um Amigo

Regulamento da Campanha Indique um Amigo Regulamento da Campanha Indique um Amigo 1. DA CAMPANHA: 1.1. Indique um amigo é uma Campanha de incentivo à indicação de candidatos para os cursos de Graduação, MBA e/ou Especialização da Faculdade FIPECAFI,

Leia mais

Tem entre si, certo e ajustado, o presente CONTRATO, que será regido pelas seguintes cláusulas e condições:

Tem entre si, certo e ajustado, o presente CONTRATO, que será regido pelas seguintes cláusulas e condições: ADMINISTRADORA DE CARTÕES LTDA. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO E DE FORNECIMENTO DE CARTÃO REFEIÇÃO Por este instrumento e na melhor forma de direito, de um lado, MAXXCARD ADMINISTRADORA

Leia mais

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG001902/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/05/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR019390/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46236.000751/2012-13 DATA DO

Leia mais

harretes, cavalos e bondes com tração animal dominavam as ruas de São Paulo e Rio de Janeiro em 1910, quando surgiram Muitos dos agentes importadores

harretes, cavalos e bondes com tração animal dominavam as ruas de São Paulo e Rio de Janeiro em 1910, quando surgiram Muitos dos agentes importadores Concessionários O setor se expandiu a partir dos anos 50, em resposta ao início da produção automobilística no Brasil. 80 harretes, cavalos e bondes com tração animal dominavam as ruas de São Paulo e Rio

Leia mais

Jornal Comente. Circular de Oferta de Franquia

Jornal Comente. Circular de Oferta de Franquia Circular de Oferta de Franquia Sumário Quem somos pg 03 Dados e organização societária pg 04 Como Funciona pg 05 Produtos pg 06 Perfil do Franqueado pg 07 Vantagens de ser um franqueado pg 08 Kit de Franquia

Leia mais

Parabéns a você que burlou a realidade para se tornar a PEÇA que FALTAVA na sua advocacia.

Parabéns a você que burlou a realidade para se tornar a PEÇA que FALTAVA na sua advocacia. O Operador do Direito no Brasil não foi educado para uma postura de planejamento e autodesenvolvimento além do Direito. Pesquisas da FGV informam que advogados quando investem em cursos, priorizam o conhecimento

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 597, DE 2012

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 597, DE 2012 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 597, DE 2012 NOTA DESCRITIVA FEVEREIRO/2013 Nota Descritiva 2 2013 Câmara dos Deputados. Todos os direitos reservados. Este trabalho poderá ser reproduzido ou transmitido na íntegra,

Leia mais

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no De: Mario Avelino [mailto:marioavelino@domesticalegal.org.br] Enviada em: quarta-feira, 9 de setembro de 2015 23:50 Para:

Leia mais

INFORMATIVO JURÍDICO

INFORMATIVO JURÍDICO 1 ROSENTHAL E SARFATIS METTA ADVOGADOS INFORMATIVO JURÍDICO NÚMERO 5, ANO III MAIO DE 2011 1 ESTADO NÃO PODE RECUSAR CRÉDITOS DE ICMS DECORRENTES DE INCENTIVOS FISCAIS Fiscos Estaduais não podem autuar

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Fundado em 01 de março de 1996 Entidade reconhecida no Arquivo de Entidades Sindicais do MTE sob o nº 46000-006947/96

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Bem Total Versão Jun./11

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Bem Total Versão Jun./11 2 BEM TOTAL MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. Parabéns, você acaba de adquirir um produto garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência que protege a sua família, caso algum imprevisto

Leia mais

TERMO ADITIVO Á CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

TERMO ADITIVO Á CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO TERMO ADITIVO Á CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1 Entre as partes, de um lado o SINDICATO DOS EMPREGADOS VENDEDORES E VIAJANTES DO COMÉRCIO, PROPAGANDISTAS, PROPAGANDISTAS VENDEDORES E VENDEDORES DE PRODUTOS

Leia mais

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele.

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Saiba como limpar o nome. E mantê-lo limpo. Todos sabemos como é precioso o nosso nome e que dificuldades aparecem para todo mundo. Em muitos momentos da vida nos

Leia mais

Indenização adicional a data base da categoria. Neste bip. Você Sabia? Geração do arquivo Homolognet. Edição 58 Junho de 2015

Indenização adicional a data base da categoria. Neste bip. Você Sabia? Geração do arquivo Homolognet. Edição 58 Junho de 2015 Neste bip Indenização Artigo 9º, Lei n.º 7.238/84... 1 Geração do arquivo Homolognet... 1 Escrituração Contábil Digital... 2 Você Sabia? Que no sistema rumo é possível emitir o recibo de devolução e entrega

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em fevereiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

PORTAL DE SERVIÇOS AUTOMATIZADOS À PREFEITURA

PORTAL DE SERVIÇOS AUTOMATIZADOS À PREFEITURA O Portal de Serviços Automatizados à Prefeitura disponibiliza ao contribuinte a emissão de faturas referente os débitos do IPTU, ISSQN e DÍVIDAS DIVERSAS, do exercício e dívida ativa, tanto negociada (parcelamentos)

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes Índice 01. Incorporação Imobiliária...3 02. Contrato...4 03. Pagamento e Boletos...5 04. Financiamento...6 05. Distrato e Transferência...8 06. Documentações...9 07. Instalação

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO EBS. Horário de atendimento: Das 08h00min às 19h, de Segunda a Sexta-feira.

SUPORTE TÉCNICO EBS. Horário de atendimento: Das 08h00min às 19h, de Segunda a Sexta-feira. SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h00min às 19h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@sage.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

DA REPOSIÇÃO SALARIAL

DA REPOSIÇÃO SALARIAL SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS NO ESTADO DE GOIÁS. Fundada em 21/07/1983 - Reconhecido em: 03/01/1988 - (D.O.U.) 14/10/1988

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE CONFECÇÕES DO MUNICÍPIO DE PALMAS,

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE CONFECÇÕES DO MUNICÍPIO DE PALMAS, CONTRATO PARA CONSTRUÇÃO DE UM PORTAL E AQUISIÇÃO DE SOFTWARE DE GESTÃO DE CONHECIMENTO DO SETOR DE CONFECÇÃO DE PALMAS ALIMENTADO COM 300 UNIDADES DE INFORMAÇÕES SOBRE EMPRESAS, TECNOLOGIAS E OPORTUNIDADES,

Leia mais

MEU VEÍCULO. Veículo segurado. ... Seguradoras. ... Contatos da Seguradora(s) Contratadas. ... Dados da Corretora Durango Corretora de Seguros

MEU VEÍCULO. Veículo segurado. ... Seguradoras. ... Contatos da Seguradora(s) Contratadas. ... Dados da Corretora Durango Corretora de Seguros PARABÉNS, Você acaba de adquirir um seguro personalizado com a garantia da Durango. Obrigado por contratar nossos serviços. Aqui você irá encontrar uma equipe preparada para te atender com a credibilidade,

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO ARRENDAMENTO MERCANTIL

GUIA PRÁTICO DO ARRENDAMENTO MERCANTIL GUIA PRÁTICO DO ARRENDAMENTO MERCANTIL Sumário O que é Leasing?... 04 As partes deste negócio... 05 Entendendo o Leasing... 06 Modalidades de Leasing... 07 A escolha do bem... 08 Este guia tem por objetivo

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 ALIMENTAÇÃO. Com data-base em 1º de setembro, o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação (Setor de Derivados de Milho e Soja), representando

Leia mais