Banco de Dados. O comando SELECT 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Banco de Dados. O comando SELECT IGOR@LABRINCO.COM.BR 1"

Transcrição

1 Banco de Dados O comando SELECT SELECIONANDO DADOS 1

2 Tô ligado nas paradas!!! Até aqui já aprendi... Criar e Usar Bancos de Dados Criar e Apagar Tabelas Inserir dados na tabela Selecionar todos dados da tabela 2

3 Problema Inicial Temos uma tabela de Contatos com os campos nome, telefone, cidade e . Tenho em torno de contatos adicionados e desejo encontrar um telefone de um amigo específico. O comando abaixo resolve? SELECT * FROM Contatos BANCO DE DADOS - 3

4 Melhorando o SELECT SELECT * FROM Contatos WHERE nome = Emanuel ; O WHERE diz ao seu SGBD que você quer procurar algo específico. O * está dizendo ao sistema para retornar os valores de TODAS as colunas da tabela. 4

5 Trabalhando com as Aspas Os tipos de dados VARCHAR, CHAR, BLOB, DATE e TIME precisam de aspas simples. Os tipos numéricos como DEC e INT não precisam. E se precisarmos inserir ou consultar um texto que contenha aspas simples? Ex: CIDADE Grover s Mill SELECT * FROM Contatos WHERE cidade = Grover\ s Mill ; SELECT * FROM Contatos WHERE cidade = Grover s Mill ; BANCO DE DADOS - 5

6 E se eu precisar de apenas algumas colunas? É comum você precisar dos dados de apenas alguns campos específicos, em vez de todos retornados pelos (*). Você pode selecionar apenas as colunas que você deseja visualizar: WHERE cidade = Campina Grande ; Esta é uma boa prática, pois tornam os resultados mais rápidos. Você perceberá isso, quando estiver usando SQL junto das linguagens de programação. BANCO DE DADOS - 6

7 Resumo da ópera... Use aspas simples nas suas cláusulas WHERE quando for selecionar os campos textos Não use aspas simples quando for selecionar os campos numéricos Use o * no seu comando SELECT quando quiser selecionar todas as colunas Se tiver inserido sua consulta e o sistema SQL não finalizar o processo, procure se há falta de aspas simples. Quando puder, selecione colunas específicas na sua tabela ao invés de usar SELECT * BANCO DE DADOS - 7

8 Combinando consultas E se minha lista tiver várias pessoas com nome de MARIA? Para refinar a consulta, podemos combinar comparações com a palavra-chave AND. WHERE nome = Maria AND cidade = Recife ; Outros operadores de comparação: = <> < > <= >= Igual Diferente Menor Maior Menor ou igual Maior ou igual SELECT nome FROM Produtos WHERE preco > AND quantidade >= 10; BANCO DE DADOS - 8

9 Dados de Texto com Operadores de Comparação Operadores de comparação servem para campos textos? Sim. Os operadores de comparação avaliam tudo alfabeticamente. WHERE nome >= A AND nome < E ; Serão retornados todos os contatos em que o nome comece com A, B, C ou D. BANCO DE DADOS - 9

10 Ser OU não SER? SELECT nome, telefone FROM Contatos WHERE cidade = Campina Grande ; SELECT nome, telefone FROM Contatos WHERE cidade = João Pessoa ; SELECT nome, telefone FROM Contatos WHERE cidade = Campina Grande OR cidade= João Pessoa ; Podemos combinar duas consultas usando a palavra-chave OR. Esta condição exibe registros quando quaisquer das condições forem encontradas. Não confunda AND com OR. BANCO DE DADOS - 10

11 Combinando AND e OR SELECT nome, telefone FROM Contatos WHERE nome = Emanuel OR nome = Elvis AND cidade = Campina Grande SELECT nome, telefone FROM Contatos WHERE (nome = Emanuel OR nome = Elvis ) AND cidade = Campina Grande SELECT nome, telefone FROM Contatos WHERE nome = Emanuel OR (nome = Elvis AND cidade = Campina Grande ) Você pode combinar comparações com vários AND e OR. Com o auxílio de parênteses, podemos isolar determinadas comparações e mudar o sentido das consultas. BANCO DE DADOS - 11

12 Comparando com o desconhecido... Você pode comparar valores desconhecidos com a palava-chave IS NULL. WHERE cidade = NULL; WHERE cidade = NULL ; WHERE cidade IS NULL; BANCO DE DADOS - 12

13 A palavra chave LIKE Imagine que eu tivesse na minha tabela de Contatos várias pessoas com nome MARIA complementado com diversos sobrenomes diferentes. Ex: Maria José, Maria do Socorro, Maria do Rosário, etc. Se eu simplesmente comparasse com o nome MARIA, nenhum registro com os nomes do exemplo seriam retornados. WHERE nome = Maria ; Para conseguir selecionar todas estas MARIAS utilizaremos a palavra-chave LIKE com o complemento dos caracteres coringas % e _ % substitui qualquer número de caracteres desconhecidos. _ substitui apenas um caractere desconhecido. BANCO DE DADOS - 13

14 Caracteres coringas... WHERE nome LIKE Maria% ; Retorna todos as pessoas que começam com o nome Maria. WHERE nome LIKE %Maria% ; Retorna todas as pessoas que tem Maria em alguma parte do nome. WHERE nome LIKE _ia ; Retorna todos as pessoas que tem três letras no nome, onde a segunda letra é obrigatoriamente i e a terceira letra a. WHERE nome LIKE _ia% ; Retorna todos as pessoas que a segunda letra é obrigatoriamente i e a terceira letra a. BANCO DE DADOS - 14

15 Aqui entre nós!!! SELECT nome, preco FROM Produtos WHERE quantidade >= 10 AND quantidade <= 20; Ao invés de usarmos comparações como a do exemplo acima para delimitar alcances, podemos usar a palavra-chave BETWEEN. BETWEEN é equivalente a usar >= e <=, porém não precisa repetir as comparações. SELECT nome, preco FROM Produtos WHERE quantidade BETWEEN 10 AND 20; BANCO DE DADOS - 15

16 Assassinando a cláusula OR Imagine que você quer procurar os telefones de Maria, José, Antônio e Socorro. WHERE nome = Maria OR nome = José OR nome = Antônio OR nome = Socorro ; Para simplificar este tipo de seleção, usamos a palavra-chave IN. WHERE nome IN ( Maria, José, Antônio, Socorro ); Para fazer a seleção inversa e selecionar o telefone de todos, menos dos quatro relatados, usamos a cláusula NOT IN. WHERE nome NOT IN ( Maria, José, Antônio, Socorro ); BANCO DE DADOS - 16

17 O último NOT O NOT também pode ser usado junto com BETWEEN e LIKE da mesma forma que fizemos com o IN. Nesse caso, é importante lembrar que o NOT será logo após o WHERE. SELECT nome, preco FROM Produtos WHERE NOT quantidade BETWEEN 10 AND 20; WHERE NOT nome LIKE %Maria% AND NOT nome LIKE %José% ; BANCO DE DADOS - 17

18 Dúvidas Finais??? 18

19 BIBLIOGRAFIA ELMASRI, Ramez; A C Navathe, Shamkant B. Sistemas de Banco de Dados. Pearson, DATE, C. J. Introdução aos Sistemas de Banco de Dados, Campus, HEUSER, Carlos Alberto. Projeto de Banco de Dados. Editora Sagra-Luzzatto, BEIGHLEY, Lynn. Use a Cabeça! SQL. Alta Books,

Profº Aldo Rocha. Banco de Dados

Profº Aldo Rocha. Banco de Dados Profº Aldo Rocha Banco de Dados Aula Passada Na aula passada nós iniciamos a utilização e conhecimento de comandos voltados para implementação de rotinas em banco de dados. Os comandos apresentados foram:

Leia mais

Memória de aula Semanas 15 e 16

Memória de aula Semanas 15 e 16 FMU Curso: Ciência da Computação Disciplina: Banco de Dados I Professor: Ecivaldo Matos Memória de aula Semanas 15 e 16 1) Incluindo linhas nas tabelas a. Para incluir linhas em tabelas utilize o comando

Leia mais

f. Vocês podem selecionar todos os campos indicando-os, ou seja, sem usar * (boa prática) g. Muito relevante na manutenção de BD e de aplicações.

f. Vocês podem selecionar todos os campos indicando-os, ou seja, sem usar * (boa prática) g. Muito relevante na manutenção de BD e de aplicações. Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: B1SGB - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados Memória de aula Aula 11 1) Cláusulas SELECT e FROM a. Apesar de ser a primeira, ela é a

Leia mais

Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos

Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos Objetivos: Criar restrições para atributos, chaves primárias e estrangeiras; Explorar consultas SQL com uso de

Leia mais

Operação de União JOIN

Operação de União JOIN Operação de União JOIN Professor Victor Sotero SGD 1 JOIN O join é uma operação de multi-tabelas Select: o nome da coluna deve ser precedido pelo nome da tabela, se mais de uma coluna na tabela especificada

Leia mais

MySQL - Operações com SQL básico

MySQL - Operações com SQL básico MySQL - Operações com SQL básico Para testar se o MySQL esta instalado corretamente, execute a seguinte linha no prompt do DOS: c:\mysql\bin\mysql Se tudo estiver nos seus devidos lugares você vai receber

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício Introdução à Banco de Dados Nathalia Sautchuk Patrício Histórico Início da computação: dados guardados em arquivos de texto Problemas nesse modelo: redundância não-controlada de dados aplicações devem

Leia mais

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo )

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo ) Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: B1SGB - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados Memória de aula Aula 10 1) Incluindo linhas nas tabelas a. Para incluir linhas em tabelas

Leia mais

SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language Janai Maciel SQL Structured Query Language (Banco de Dados) Conceitos de Linguagens de Programação 2013.2 Structured Query Language ( Linguagem de Consulta Estruturada ) Conceito: É a linguagem de pesquisa

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Agenda Estrutura Básica de consultas SQL: A cláusula SELECT; A cláusula FROM; A cláusula WHERE. Operação com cadeias

Leia mais

Descrição Tinyint[(M)] Inteiro pequeno. Varia de 128 até +127

Descrição Tinyint[(M)] Inteiro pequeno. Varia de 128 até +127 Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

Principais Comandos SQL Usados no MySql

Principais Comandos SQL Usados no MySql Principais Comandos SQL Usados no MySql O que é um SGBD? Um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (como no Brasil) ou Sistema Gestor de Base de Dados (SGBD) é o conjunto de programas de computador (softwares)

Leia mais

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo )

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo ) PRONATEC - Programador de Sistemas Banco de Dados 1) Incluindo linhas nas tabelas a. Para incluir linhas em tabelas utilize o comando INSERT INTO INSERT INTO tabela [ ( coluna [, coluna,...] ) ] VALUES

Leia mais

Profº Aldo Rocha. Banco de Dados

Profº Aldo Rocha. Banco de Dados Profº Aldo Rocha Banco de Dados HOJE! CREATE TABLE com uma Chave primária Primeiramente façam um SELECT na tabela pessoa. Percebam que não há NENHUMA CHAVE PRIMÁRIA. utilizem o comando SHOW CREATE TABLE

Leia mais

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita:

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita: SQL Tópicos Especiais Modelagem de Dados Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Leia mais

4.6. SQL - Structured Query Language

4.6. SQL - Structured Query Language 4.6. SQL - Structured Query Language SQL é um conjunto de declarações que é utilizado para acessar os dados utilizando gerenciadores de banco de dados. Nem todos os gerenciadores utilizam SQL. SQL não

Leia mais

Banco de Dados I 2007. Módulo V: Indexação em Banco de Dados. (Aulas 4) Clodis Boscarioli

Banco de Dados I 2007. Módulo V: Indexação em Banco de Dados. (Aulas 4) Clodis Boscarioli Banco de Dados I 2007 Módulo V: Indexação em Banco de Dados (Aulas 4) Clodis Boscarioli Agenda: Indexação em SQL; Vantagens e Custo dos Índices; Indexação no PostgreSQL; Dicas Práticas. Índice em SQL Sintaxe:

Leia mais

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza PHP e Banco de Dados progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net PHP e Banco de Dados É praticamente impossível

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA RESUMO DE AULA CRIAÇÃO E MANIPULAÇÃO DO BANCO DE DADOS

Leia mais

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável.

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. SQL (Structured Query Language) SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. Além de permitir a realização de consultas, SQL possibilita: definição

Leia mais

Structured Query Language (SQL)

Structured Query Language (SQL) SQL Histórico Structured Query Language (SQL) Foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation Language) para suas primeiras tentativas

Leia mais

Principais Instruções em SQL. Contidas nesta apostila as principais instruções em SQL para a manutenção em Bancos de Dados.

Principais Instruções em SQL. Contidas nesta apostila as principais instruções em SQL para a manutenção em Bancos de Dados. Principais Instruções em SQL Contidas nesta apostila as principais instruções em SQL para a manutenção em Bancos de Dados. Atenção: Esta apostila foi desenvolvida com o auxílio on-line do banco MS-ACCESS,

Leia mais

Nome: n.º WEB Série 2B 2C 2D 2E Barueri, 17/08/2009 2ª Postagem Disciplina: Gerenciamento e Estrutura de Banco de Dados Professor: Márcio

Nome: n.º WEB Série 2B 2C 2D 2E Barueri, 17/08/2009 2ª Postagem Disciplina: Gerenciamento e Estrutura de Banco de Dados Professor: Márcio Nome: n.º WEB Série 2B 2C 2D 2E Barueri, 17/08/2009 2ª Postagem Disciplina: Gerenciamento e Estrutura de Banco de Dados Professor: Márcio MySQL Query Browser Após usarmos o ambiente MySQL Monitor, que

Leia mais

SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Manipulação de Dados Banco de Dados SQL DML SELECT... FROM... WHERE... lista atributos de uma ou mais tabelas de acordo com alguma condição INSERT INTO... insere dados em uma tabela DELETE

Leia mais

SQL consulta com operadores

SQL consulta com operadores A empresa Virtual Data Comunication Ltda. Deseja fazer uma simulação de aumento de salário em R$ 100,00 sobre o salário de cada funcionário SELECT NOME, SALARIO + 100 FROM cadfun; Esta forma de apresentação

Leia mais

Linguagem de Banco de Dados DML Exercícios

Linguagem de Banco de Dados DML Exercícios Linguagem de Banco de Dados DML Exercícios 1. A partir do modelo conceitual abaixo e das descrições das tabelas, crie o modelo físico e implanteo no banco de dados. 2. Acrescente os dados, conforme descrito

Leia mais

Laboratório de Banco de Dados II

Laboratório de Banco de Dados II Laboratório de Banco de Dados II Esquema de um banco de dados relacional Em aulas anteriores, vocês implantaram um projeto físico de banco de dados com todos os seus elementos, inclusive tratando do projeto

Leia mais

Banco de dados. Linguagens de Banco de Dados II. Wedson Quintanilha da Silva - www.assembla.com/spaces/objetivobd/documents

Banco de dados. Linguagens de Banco de Dados II. Wedson Quintanilha da Silva - www.assembla.com/spaces/objetivobd/documents Banco de dados Linguagens de Banco de Dados II 1 Linguagem de Definição de Dados - DDL Comandos utilizados para criação do esquema de dados; Um DDL permite ao utilizador definir tabelas novas e elementos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II BANCO DE DADOS II AULA 3 Linguagem SQL Linguagem de manipulação de dados (DML) DISCIPLINA: Banco de

Leia mais

O que são Bancos de Dados?

O que são Bancos de Dados? SQL Básico Liojes de Oliveira Carneiro professor.liojes@gmail.com www.professor-liojes.blogspot.com O que são Bancos de Dados? É o software que armazena, organiza, controla, trata e distribui os dados

Leia mais

Linguagem SQL Parte I

Linguagem SQL Parte I FIB - Centro Universitário da Bahia Banco de Dados Linguagem SQL Parte I Francisco Rodrigues Santos chicowebmail@yahoo.com.br Slides gentilmente cedidos por André Vinicius R. P. Nascimento Conteúdo A Linguagem

Leia mais

AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas

AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas 3.1 AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas Neste capítulo serão apresentadas algumas ferramentas de análise de dados com representação vetorial disponíveis no TerraView. Para isso será usado o banco de

Leia mais

Linguagem de Consulta - SQL

Linguagem de Consulta - SQL SQL Structured Query Language Linguagem de Consulta Estruturada; Originou-se da linguagem SEQUEL (1974); Revisada e chamada de SQL em 1976/77; Em 1986, padronizada pelo ANSI/ISO - chamada SQL-86; Em 1987

Leia mais

LINGUAGEM SQL PARA CONSULTAS EM MICROSOFT ACCESS

LINGUAGEM SQL PARA CONSULTAS EM MICROSOFT ACCESS LINGUAGEM SQL PARA CSULTAS EM MICROSOFT ACCESS Objetivos: Neste tutorial serão apresentados os principais elementos da linguagem SQL (Structured Query Language). Serão apresentados diversos exemplos práticos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO FUNDAÇÃO DE APOIO À ESCOLA TÉCNICA

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO FUNDAÇÃO DE APOIO À ESCOLA TÉCNICA 1. COMPETÊNCIAS O aluno deverá ser capaz de analisar situações e realizar todo o projeto de banco de dados. 2. HABILIDADES Conhecer o ciclo de vida de um projeto de banco de dados; Conhecer os conceitos

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE VARIAÁ VEL Antes de iniciarmos os comandos referentes a Banco de Dados, precisamos de uma breve descrição técnica sobre Variáveis que serão uma constante em programação seja qual for sua forma de leitura.

Leia mais

Múltiplas Tabelas. Disciplina de Banco de Dados

Múltiplas Tabelas. Disciplina de Banco de Dados Múltiplas Tabelas Uma das grandes características de um sistema de banco de dados relacional é a capacidade de interagir com múltiplas tabelas, como se elas fossem apenas uma. Para exemplificar esse tipo

Leia mais

Banco de Dados II. Introdução Revisão - normalização -modelagem - sql básico

Banco de Dados II. Introdução Revisão - normalização -modelagem - sql básico Banco de Dados II Introdução Revisão - normalização -modelagem - sql básico Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com http://www.bolinhabolinha.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com

Leia mais

SQL UMA ABORDAGEM INTERESSANTE

SQL UMA ABORDAGEM INTERESSANTE SQL é uma linguagem de consulta estruturada, do inglês Structured Query Language. É uma linguagem de pesquisa declarativa para banco de dados relacional (base de dados relacional). Muitas das características

Leia mais

Banco de Dados I. SQL SELECT Parte 1 - Básico. Prof. Moser Fagundes. Curso TSI Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas

Banco de Dados I. SQL SELECT Parte 1 - Básico. Prof. Moser Fagundes. Curso TSI Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas Banco de Dados I SQL SELECT Parte 1 - Básico Prof. Moser Fagundes Curso TSI Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas Sumário da aula Notas sobre prioridade de restrições de integridade

Leia mais

LINGUAGEM SQL PARA CONSULTAS EM MICROSOFT ACCESS

LINGUAGEM SQL PARA CONSULTAS EM MICROSOFT ACCESS LINGUAGEM SQL PARA CSULTAS EM MICROSOFT ACCESS Objetivos: Neste tutorial serão apresentados os principais elementos da linguagem SQL (Structured Query Language). Serão apresentados diversos exemplos práticos

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível de independência do

Leia mais

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível

Leia mais

O modelo de dados relacional e as restrições de um banco de dados relacional

O modelo de dados relacional e as restrições de um banco de dados relacional O modelo de dados relacional e as restrições de um banco de dados relacional Vitor Valerio de Souza Campos Modelo de dados relacional OBJETIVOS Apresentar os conceitos do Modelo Relacional Apresentar as

Leia mais

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID Este material pertence a Carlos A. Majer, Professor da Unidade Curricular: Aplicações Corporativas da Universidade Cidade de São Paulo UNICID Licença de Uso Este trabalho está licenciado sob uma Licença

Leia mais

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE BANCO DE DADOS II Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com eberton.marinho@ifrn.edu.br Curso de Tecnologia

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 INTRODUÇÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 Leonardo Pereira leonardo@estudandoti.com.br Facebook: leongamerti http://www.estudandoti.com.br Informações que precisam ser manipuladas com mais segurança

Leia mais

Exercícios. Exercícios

Exercícios. Exercícios Exercícios 1 Exercícios 1. Crie um Banco de Dados Chamado: Exercicio+SeuNome 2. Crie uma tabela chamada CLIENTE, contendo os seguintes campos: Campo Tipo Tamanho Permissão PK Cod_cli Numeric 8,0 Not null

Leia mais

Programação SQL. Introdução

Programação SQL. Introdução Introdução Principais estruturas duma Base de Dados: Uma BD relacional é constituída por diversas estruturas (ou objectos ) de informação. Podemos destacar: Database: designa a própria BD; Table/Tabela:

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET PROJETO DE BANCO DE DADOS

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET PROJETO DE BANCO DE DADOS Exemplos de Scripts SQL (PostgreSQL) Pizzaria 1 2 Criação de BANCO DE DADOS CREATE DATABASE nome_do_banco; CREATE DATABASE pizzaria; Criação de TABELAS SOMENTE COM CHAVE PRIMÁRIA CREATE TABLE nome_da_tabela

Leia mais

Banco de Dados I. Introdução Conceitos

Banco de Dados I. Introdução Conceitos Banco de Dados I Introdução Conceitos Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Ementa Conceitos Fundamentais de Banco de Dados; Características

Leia mais

BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS. Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre

BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS. Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre ROTEIRO PARA O 3º TRIMESTRE 1. O MySQL DDL SQL 1. Como funciona o MySQL 2. Como criar um banco de dados no MySQL 3. Como criar tabelas: comandos

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul QUESTÃO: 28 Prezada comissão, solicito revisão para a questão de número 28 referente a prova do edital IFRS - 011/2013 - Área: Informática - Informática Geral. A questão de número 28 solicita que realize

Leia mais

1. SQL Instrumental...2 1.1 Select...3 1.2 Delete...13 1.3 Update... 1.4 Insert... 1.5 Group by... 1.6 Having... 1.7 Unnion All...

1. SQL Instrumental...2 1.1 Select...3 1.2 Delete...13 1.3 Update... 1.4 Insert... 1.5 Group by... 1.6 Having... 1.7 Unnion All... SQL 1. SQL Instrumental...2 1.1 Select...3 1.2 Delete...13 1.3 Update... 1.4 Insert... 1.5 Group by... 1.6 Having... 1.7 Unnion All... 2. Servidor... 2.1 Ativando log no Broker... 2.2 Leitura do log no

Leia mais

3) Palavra-chave distinct (select-from). Obter apenas os pibs distintos entre si.

3) Palavra-chave distinct (select-from). Obter apenas os pibs distintos entre si. NOME: BRUNO BRUNELI BANCO DE DADOS - ADS create database ProducaoMinerais use ProducaoMinerais create table Mineral( nome varchar(15) primary key, preco real) create table Pais( nome varchar(30) primary

Leia mais

Banco de Dados I. Linguagem de Consulta (parte II) Recuperando Dados de Várias Tabelas (JOINS)

Banco de Dados I. Linguagem de Consulta (parte II) Recuperando Dados de Várias Tabelas (JOINS) Banco de Dados I Linguagem de Consulta (parte II) Recuperando Dados de Várias Tabelas (JOINS) Exemplo - pedido Diagrama Entidade-Relacionamento N Pedido N possui N Produto N faz tira 1 Cliente 1 Vendedor

Leia mais

BANCO DE DADOS II Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

BANCO DE DADOS II Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula 10 - PROCEDIMENTOS ARMAZENADOS - STORED PROCEDURES 1. INTRODUÇÃO Em muitas situações será necessário armazenar procedimentos escritos com a finalidade de se utilizar recursos como loop, estruturas

Leia mais

INNER, CROSS, LEFT, RIGHT E FULL JOINS SIMPLES ASSIM! Wellyngton Luiz Cruz Moreira wlcmoreira@hotmail.com

INNER, CROSS, LEFT, RIGHT E FULL JOINS SIMPLES ASSIM! Wellyngton Luiz Cruz Moreira wlcmoreira@hotmail.com INNER, CROSS, LEFT, RIGHT E FULL JOINS SIMPLES ASSIM! Wellyngton Luiz Cruz Moreira wlcmoreira@hotmail.com PALAVRAS CHAVES: inner join, left outer join, cross join, right outer join, full outer join, junções,

Leia mais

18/03/2012. Formação. E-mail: alunos@ecivaldo.com

18/03/2012. Formação. E-mail: alunos@ecivaldo.com Formação Bacharelado em Ciência da Computação (UFBA) Especialização avançada em Sistemas Distribuídos (UFBA) Mestrado em Ciência da Computação (UFCG) Doutorado em Educação (USP) 1a. Aula 2012.1 2 Empresa

Leia mais

Pedro F. Carvalho OCP Oracle 2008.2 10g LINGUAGEM SQL. www.pedrofcarvalho.com.br contato@pedrofcarvalho.com.br São José do Rio Preto

Pedro F. Carvalho OCP Oracle 2008.2 10g LINGUAGEM SQL. www.pedrofcarvalho.com.br contato@pedrofcarvalho.com.br São José do Rio Preto Pedro F. Carvalho OCP Oracle 2008.2 10g LINGUAGEM SQL Objetivos Revisando a sintaxe SQL SELECT, UPDATE, INSERT, DELETE Manipulando expressões Funções matemáticas, etc Condições de Pesquisa Funções de Agregação

Leia mais

Implementação de Banco de Dados. Cassio Diego cassiodiego.com/bd

Implementação de Banco de Dados. Cassio Diego cassiodiego.com/bd Implementação de Banco de Dados Cassio Diego cassiodiego.com/bd 1 Conteúdo: Aula 3 UNIDADE 2: LINGUAGEM SQL 1. Linguagens de Definição de Dados (DDL) 1.1. Criação de tabela: CREATE 1.2. Alteração de Tabela:

Leia mais

FEAP - Faculdade de Estudos Avançados do Pará PROFª LENA VEIGA PROJETOS DE BANCO DE DADOS UNIDADE V- SQL

FEAP - Faculdade de Estudos Avançados do Pará PROFª LENA VEIGA PROJETOS DE BANCO DE DADOS UNIDADE V- SQL Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação. O Departamento de Pesquisas da IBM desenvolveu a SQL como forma de interface para

Leia mais

Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela

Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela Objectivos: Consultar dados de uma tabela Utilizar operadores aritméticos, relacionais, lógicos, de concatenação de cadeias de caracteres, LIKE

Leia mais

SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL

SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL Criar uma base de dados (criar um banco de dados) No mysql: create database locadora; No postgresql: createdb locadora Criar

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML INTRODUÇÃO A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation

Leia mais

Banco de Dados I. Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011

Banco de Dados I. Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011 Banco de Dados I Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011 Plano de Aula SQL Definição Histórico SQL e sublinguagens Definição de dados (DDL) CREATE Restrições básicas em SQL ALTER DROP 08:20 Definição de

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL Versão 1.3 Sumário 1. ACESSO AO SISTEMA... 3 1.1. Primeiro acesso ao sistema... 3 1.2. Como alterar a senha no primeiro acesso... 4

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada (SQL)

Linguagem de Consulta Estruturada (SQL) Linguagem de Consulta Estruturada (SQL) Conceitos sobre a versão ANSI da SQL, a sublinguagem de definição de dados (DDL) e a sublinguagem de manipulação de dados (DML) Prof. Flavio Augusto C. Correia 1

Leia mais

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado Introdução à Engenharia da Computação Banco de Dados Professor Machado 1 Sistemas isolados Produção Vendas Compras Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Desvantagens:

Leia mais

SQL Consultas Básicas

SQL Consultas Básicas SQL Consultas Básicas Consulta a dados de uma tabela select lista_atributos from tabela [where condição] Mapeamento para a álgebra relacional select a 1,..., a n from t where c π a1,..., an (σ c (t)) Exemplos

Leia mais

Projeto de Banco de Dados: Empresa X

Projeto de Banco de Dados: Empresa X Projeto de Banco de Dados: Empresa X Modelo de negócio: Empresa X Competências: Analisar e aplicar o resultado da modelagem de dados; Habilidades: Implementar as estruturas modeladas usando banco de dados;

Leia mais

SQL BÁSICO. Introdução. Prof. Suelane Garcia. Linguagem SQL (Structured Query Language)

SQL BÁSICO. Introdução. Prof. Suelane Garcia. Linguagem SQL (Structured Query Language) SQL BÁSICO Prof. Suelane Garcia Introdução 2 Linguagem SQL (Structured Query Language) Linguagem de Consulta Estruturada padrão para acesso a Banco de Dados. Usada em inúmeros Sistemas de Gerenciamento

Leia mais

MySQL BANCO DE DADOS PARA ORGANIZAR E INTERPRETAR

MySQL BANCO DE DADOS PARA ORGANIZAR E INTERPRETAR MySQL BANCO DE DADOS PARA ORGANIZAR E INTERPRETAR SEUS DADOS O volume de dados gerados em projetos de Bioinformática é geralmente muito grande. Por isso se faz necessário o uso de ferramentas não somente

Leia mais

Introdução em Banco de Dados

Introdução em Banco de Dados Introdução em Banco de Dados Aula08 ComandosSQL II comando ORDER BY Uma lista completa dos registros da tabela por ordem alfabética do campo NOME. comando ORDER BY... DESC Uma lista completa dos registros

Leia mais

Programação em Banco de Dados. Dailton Trevisan prof@tontrevisan.com.br

Programação em Banco de Dados. Dailton Trevisan prof@tontrevisan.com.br Programação em Banco de Dados Dailton Trevisan prof@tontrevisan.com.br Nossos objetivos... SQL DISTINCT TOP LIKE WILDCARD IN BETWEEN INSERT UPDATE DELETE PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Plano de Ensino

Leia mais

SEGURANÇA EM BANCO DE DADOS: CONCEITOS E APLICAÇÕES

SEGURANÇA EM BANCO DE DADOS: CONCEITOS E APLICAÇÕES SEGURANÇA EM BANCO DE DADOS: CONCEITOS E APLICAÇÕES Fábio Crepaldi MARTINS 1 Eli CANDIDO JUNIOR ² RESUMO: Um banco de dados deve ser seguro e confiável. Proteger e garantir a segurança de uma base de dados

Leia mais

Conceitos Básicos de Bancos de Dados

Conceitos Básicos de Bancos de Dados Conceitos Básicos de Bancos de Dados Apresentar os conceitos iniciais sobre bancos de dados e sua importância para as organizações. Conceituar a diferença entre dado e informação. Apresentar as diferenças

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 3ª Série Programação em Banco de Dados A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

Principais Instruções em SQL

Principais Instruções em SQL Instrução Principais Instruções em SQL Instrui o programa principal do banco de dados para retornar a informação como um conjunto de registros. Sintaxe [predicado { * tabela.* [tabela.]campo1 [AS alias1]

Leia mais

Introdução ao SQL Avançado

Introdução ao SQL Avançado Introdução ao SQL Avançado Introdução as consultas, manipulação e a filtragem de dados com a linguagem SQL Prof. MSc. Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE VARIAÁ VEL Antes de iniciarmos os comandos referentes a Banco de Dados, precisamos de uma breve descrição técnica sobre Variáveis que serão uma constante em programação seja qual for sua forma de leitura.

Leia mais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais 1 LINGUAGEM SQL SQL Server 2008 Comandos iniciais SQL - STRUCTURED QUERY LANGUAGE Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação.

Leia mais

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL BANCO DE DADOS 2 SQL (CREATE TABLE, CONSTRAINTS, DELETE, UPDATE e INSERT) Prof. Edson Thizon SQL SQL ( structured query language ) é uma linguagem comercial de definição e manipulação de banco de dados

Leia mais

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas SQL Autor: Renata Viegas A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua

Leia mais

Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base. fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org

Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base. fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org Índice 1 Introdução...2 1.1 Versão... 2 1.2 Licenciamento...2 1.3 Mensagem do Projeto

Leia mais

Banco de Dados I. Linguagem de Consulta (parte I) DDL DML

Banco de Dados I. Linguagem de Consulta (parte I) DDL DML Banco de Dados I Linguagem de Consulta (parte I) DDL DML Linguagem de Consulta:SQL contéudo Structured Query Language Originalmente SEQUEL Structured English Query Language Projeta e Implementada pela

Leia mais

Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de

Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de BD Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de informação para nosso êxito no curso. A intenção de elaborar

Leia mais

Principal: construir uma base de dados para produção de informações sobre internações hospitalares;

Principal: construir uma base de dados para produção de informações sobre internações hospitalares; Principal: construir uma base de dados para produção de informações sobre internações hospitalares; Específicos: - criar um banco de dados para armazenar registros sobre internações hospitalares; - produzir

Leia mais

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com SQL Prof. Márcio Bueno {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com Material dos professores Ana Carolina Salgado, Fernando Foncesa e Valéria Times (CIn/UFPE) SQL SQL - Structured Query Language Linguagem de Consulta

Leia mais

Curso PHP Aula 08. Bruno Falcão brunogfalcao@gmail.com

Curso PHP Aula 08. Bruno Falcão brunogfalcao@gmail.com + Curso PHP Aula 08 Bruno Falcão brunogfalcao@gmail.com + Roteiro Conectividade com BD SQL + SQL Structured Query Language. Padrão para interagir com banco de dados relacionais. + Banco de dados Um banco

Leia mais

Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros

Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros Página 1 de 19 Word > Mala direta Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros documentos Ocultar tudo É possível usar a mala direta quando deseja criar um conjunto de documentos, como uma carta

Leia mais

BDII SQL Junção Revisão 8

BDII SQL Junção Revisão 8 exatasfepi.com.br BDII SQL Junção Revisão 8 André Luís Duarte Leais são as feridas feitas pelo amigo, mas os beijos do inimigo são enganosos. Provérbios 27:6 SQL Introdução Produto cartesiano Nomes alternativos

Leia mais

17/10/2008. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Redes de Computadores

17/10/2008. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Redes de Computadores Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Redes de Computadores Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2 Imagem: BARBIERI, Carlos. 2

Leia mais

Introdução ao SQL. Aécio Costa

Introdução ao SQL. Aécio Costa Aécio Costa A linguagem SQL é um padrão de linguagem de consulta comercial e possui as seguintes partes: Linguagem de definição de dados (DDL) Linguagem interativa de manipulação de dados (DML) Definição

Leia mais

Especialização em web com interfaces ricas

Especialização em web com interfaces ricas Especialização em web com interfaces ricas Banco de Dados Apache Derby / JavaDB Prof. Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares fabrizzio@inf.ufg.br professor.fabrizzio@gmail.com Instituto de Informática Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA MARÇO 1997 2 1 - CONCEITOS GERAIS DE 1.1 - Conceitos Banco de Dados - Representa

Leia mais

EXERCÍCIOS PRÁTICOS. Banco de Dados

EXERCÍCIOS PRÁTICOS. Banco de Dados EXERCÍCIOS PRÁTICOS Banco de Dados Introdução ao uso do SQL Structured Query Language, considerando tanto DDL Data Definition Language quanto DML Data Manipulation Language. Banco de Dados selecionado:

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Modelagem e Projeto de Banco de Dados Especialização em Tecnologia da Informação - Ênfases Março- 2009 1 Modelo Físico Introdução

Leia mais

1. Domínio dos Atributos

1. Domínio dos Atributos Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br 1. Domínio dos Atributos Por domínio, ou tipo, pode-se entender como a maneira como determinado atributo (ou campo, se tratando

Leia mais