Gerenciando o Fluxo de Trabalho da Equipe com o Visual Studio Team System 2008

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gerenciando o Fluxo de Trabalho da Equipe com o Visual Studio Team System 2008"

Transcrição

1 Gerenciando o Fluxo de Trabalho da Equipe com o Visual Studio Team System 2008 White Paper Maio de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site

2 As informações contidas neste documento representam a visão atual da Microsoft Corporation sobre os temas discutidos na data da publicação. Como a Microsoft deve responder às mudanças das condições de mercado, este documento não deve ser interpretado como um compromisso da parte da Microsoft, e a Microsoft não pode assegurar a exatidão de qualquer informação apresentada após a data da publicação. Este white paper destina-se a fins informativos apenas. A MICROSOFT NÃO DÁ NENHUMA GARANTIA, EXPRESSA, IMPLÍCITA ou ESTATUTÁRIA, QUANTO ÀS INFORMAÇÕES NESTE DOCUMENTO. O cumprimento de todas as leis pertinentes de direitos autorais é de responsabilidade do usuário. Sem limitar os direitos sob o direito autoral, nenhuma parte deste documento pode ser reproduzida, armazenada em, ou inserida em um sistema de recuperação de dados, ou transmitido de qualquer forma ou por qualquer meio (eletrônico, mecânico, fotocópia, gravação ou outro) ou para qualquer fim, sem a permissão expressa por escrito da Microsoft Corporation. A Microsoft pode deter as patentes, as solicitações de patentes, as marcas comerciais, os direitos autorais ou outras propriedades intelectuais pertinentes ao objeto deste documento. Salvo expressamente disposto em qualquer contrato de licença escrito da Microsoft, o fornecimento deste documento não confere a você qualquer licença em relação a essas patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outras propriedades intelectuais Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Microsoft, Excel, MSDN, SharePoint, SQL Server, Visual SourceSafe, Visual Studio e o logo do Visual Studio são marcas registradas ou comerciais da Microsoft Corporation nos Estados Unidos e/ou outros países. Todas as outras marcas comerciais são propriedade de seus respectivos proprietários.

3 SUMÁRIO Introdução... 1 Gerenciando o Trabalho com Itens de Trabalho... 2 Criação de Itens de Trabalho... Error! Bookmark not defined. Itens de Trabalho Padrão... Error! Bookmark not defined. Personalização de Itens de Trabalho... Error! Bookmark not defined. Visibilidade e Rastreamento Capacidade de Rastreamento... Error! Bookmark not defined. Conclusão Sobre o Autor... Error! Bookmark not defined.

4 INTRODUÇÃO Em um mercado cada vez mais competitivo e sob pressão, como a complexidade crescente diante de prazos mais curtos, é preciso que as empresas gerenciem melhor seus projetos de desenvolvimento de software. Os gerentes de projeto necessitam de informações mais exatas e atualizadas sobre os trabalhos em andamento, bem como da capacidade de mudar as prioridades de forma dinâmica. Os gerentes de projeto precisam das melhores ferramentas para: Assegurar a priorização correta dos trabalhos e a transmissão das informações de maneira precisa para cada membro da equipe. Informar sobre alterações nos trabalhos, como detalhes de tarefas, prioridades e atribuições de tarefas. Garantir que somente os trabalhos programados estejam sendo executados, a fim de reduzir o desperdício de esforços. Produzir relatórios atualizados para os participantes do projeto. O Microsoft Visual Studio Team System 2008 oferece muitos benefícios a todos os membros envolvidos no ciclo de vida da aplicação, desde os gerentes de projeto até os desenvolvedores e técnicos de testes. O Team System é uma solução integrada de gerenciamento do ciclo de vida da aplicação, adequada para equipes de três ou mais pessoas. Seguindo o sucesso do Microsoft Visual Studio 2005 Team System, a Microsoft refinou e aprimorou o conjunto de produtos, para oferecer ainda mais valor à sua organização. Value-up X Work-down Embora este white paper não se concentre na mudança de paradigma emergente para os processos de software value-up, é importante saber que o Team System fornece a base ideal para a percepção dos benefícios oferecidos pela abordagem value-up. Para obter mais informações sobre a utilização da abordagem value-up com o Team System, leia o texto "Software Engineering with Microsoft Visual Studio Team System, de Sam Guckenheimer (Addison-Wesley, 2006, ISBN ). White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

5 GERENCIANDO O TRABALHO COM ITENS DE TRABALHO O monitoramento e o gerenciamento eficiente dos trabalhos representam um grande desafio para a maior parte das equipes de desenvolvimento de software. Além de precisarem definir e atribuir novos trabalhos para serem concluídos pelos recursos, eles também assumem as tarefas de rastrear, gerenciar e relatar defeitos de maneira apropriada e em tempo hábil. O Visual Studio Team System 2008 Team Foundation Server fornece uma capacidade de rastreamento de itens de trabalho conveniente e personalizável, a qual permite que as equipes gerenciem, trabalhem e rastreiem as falhas de software melhor do que nunca. Um item de trabalho, como o próprio nome diz, é basicamente qualquer unidade de trabalho que uma equipe utiliza para rastrear e concluir durante um projeto de desenvolvimento de software. Um item de trabalho pode fazer parte de um dos tipos de itens de trabalho, como: tarefa, bug, risco, entre outros. Também é possível criar seus próprios tipos de itens de trabalho, para que você possa capturar campos adicionais para itens de trabalho específicos. Mais adiante, este documento demonstrará a personalização de tipos de itens de trabalho. Tipos Padrão de Itens de Trabalho Durante a criação se um novo projeto de equipe, o Project Creation Wizard solicita que você selecione um modelo de processo. Entre outras coisas, esta escolha determina os tipos padrão de itens de trabalho, bem como os itens de trabalho iniciais que são criados. Os dois modelos de processo prontos para o uso oferecem diferentes tipos padrão de itens de trabalho, como é demonstrado na Tabela1: MSF for Agile Software Development Tarefa Bug Risco Requisito de Qualidade do Serviço Cenário MSF for CMMI Process Improvement Tarefa Bug Risco Requisito Análise Tabela 1: Tipos padrão de itens de trabalho. Solicitação de alteração Questão Cada tipo de item de trabalho possui campos, valores e estados específicos, relacionados à sua finalidade. A tabela 2 lista alguns exemplos destes campos específicos em uma amostra de tipos de itens de trabalho: White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

6 Tipo de Item de Trabalho Bug Risco Solicitação alteração de Exemplos de Campos Específicos Triagem (Aprovar, Investigar) Gravidade (Baixa, Média, Alta, Crítica) Justificativa, Análise Tabela 2: Exemplos de campos específicos de tipos de itens de trabalho. A Microsoft utiliza internamente alguns tipos de itens de trabalho personalizados, como experiência, teste, recurso, proposta de valor e patente. Você deve levar em consideração o seu tipo de ambiente, para determinar quais os tipos de itens de trabalho personalizados que podem oferecer benefícios à sua equipe. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

7 CRIAÇÃO DE ITENS DE TRABALHO O requisito que garante que todo o trabalho seja capturado em um item de trabalho é central para o gerenciamento do fluxo de trabalho da equipe com o Team System. Isto é importante não apenas para que o trabalho seja concluído, mas também para assegurar a exatidão dos relatórios automatizados no Team System. Felizmente, a Microsoft facilitou a criação de itens de trabalho, com o uso de várias aplicações do Microsoft Office, com as quais você certamente já está familiarizado. Esta seção examina a criação eficaz de itens de trabalho, utilizando o Team Explorer, o Microsoft Excel, o Microsoft Project, o Team System Web Access e a API do Team Foundation Server. Cada uma destas ferramentas oferece algo diferente para cada membro da equipe de projeto. O membro ou membros que criam itens de trabalho variam de acordo com as equipes. Os gerentes de projeto podem produzir itens de trabalho de alto nível, enquanto que os líderes das equipes técnicas podem refiná-los e criar itens de trabalho mais granulares, que são atribuídos a cada membro da equipe. Como padrão, todos os membros dos grupos de Colaboradores de Projeto e Administradores de Projeto podem criar novos itens de trabalho. Utilizando o Team Explorer Para Criar Itens de Trabalho O Microsoft Visual Studio Team System 2008 Team Explorer é um suplemento hospedado na shell do Visual Studio 2008, que é a interface mais comum utilizada pelos membros da equipe responsável pelos itens de trabalho. Todos os membros da equipe que possuem uma Licença de Acesso para Cliente (CAL) do Team Foundation Server estão autorizados a instalar o Team Explorer e utilizá-lo para interagir com o Team Foundation Server. Para os membros das equipes e desenvolvedores que geralmente passam a maior parte do tempo no Visual Studio IDE, este é o local mais conveniente para a criação e o gerenciamento de itens de trabalho. Os passos a seguir mostram como é fácil criar um novo item de trabalho. Neste passo a passo, utilizarei um novo projeto de equipe, denominado ABDemo, o qual foi criado através do MSF para o modelo de processo Agile Software Development. 1. Inicie o Visual Studio 2008 e certifique-se de estar conectado ao Team Foundation Server. 2. Amplie o nó do projeto de equipe no qual deseja criar um novo item de trabalho. 3. Clique com o botão direito no nó Work Items, selecione Add Work Item no menu de contexto, e então selecione Task para o tipo de item de trabalho (veja a figura 1). 4. Então você pode preencher os campos no item de trabalho Task e clicar em Save para adicionar o novo item de trabalho ao Team Foundation Server. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

8 Figura 1: Criando uma tarefa com o Team Explorer. Utilizando o Microsoft Excel Para Criar Itens de Trabalho A instalação do Team Explorer fornece várias extensões para o Microsoft Excel, para que você possa criar e gerenciar seus itens de trabalho diretamente no Excel. Por meio da integração com o Excel, é possível criar itens de trabalho em uma planilha e depois publicá-los novamente no Team Foundation Server com o clique de um botão. O Excel é uma boa opção para a criação de grandes quantidades de itens de trabalho ou para efetuar alterações em vários itens simultaneamente. Por exemplo: utilizando as capacidades nativas do Excel, como Preencher Abaixo, você pode realocar vários itens de trabalho para um recurso alternativo, de maneira rápida e fácil. A figura 2 mostra a interface familiar do Excel com o suplemento do Team System, que permite a interação com seu Team Foundation Server. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

9 Figura 2: Trabalhando com itens de trabalho do Team Foundation Server no Microsoft Excel. 1. Na caixa de diálogo New List você tem a oportunidade de resgatar itens de trabalho existentes, selecionando uma consulta (para edição), ou então você pode selecionar Input List para adicionar novos itens de trabalho a partir do início. Por enquanto, selecione Input List e clique em OK. 2. Sua planilha então irá mostrar os seis campos padrão, sendo que você pode inserir informações em cinco deles. (Você não pode inserir a ID manualmente ela será adicionada quando você publicar os itens de trabalho no Team Foundation Server.) Figura 3: Criando um novo item de trabalho no Microsoft Excel. 4. Você pode adicionar facilmente novos campos à planilha, retornando ao menu de suplementos e clicando no botão Choose Columns. Assim é possível adicionar e reordenar os campos. 5. Adicione os novos itens de trabalho, lembrando-se de aproveitar os recursos do Excel, como Preencher Abaixo (CTRL+D), a fim de criar vários itens de trabalho semelhantes mais facilmente. 6. Depois de inserir os novos itens de trabalho, é preciso enviá-los ao Team Foundation Server, clicando no botão Publish, no menu de suplementos. Qualquer problema de validação que possa ocorrer aparecerá em destaque. Então será necessário resolver estes conflitos e publicá-los novamente no Team Foundation Server. 7. Depois que o Excel armazenar os novos itens de trabalho no banco de dados de Rastreamento de Itens de Trabalho do Team Foundation Server, será possível perceber que os campos de ID dos itens de trabalho mostrarão um número. Figura 4: As IDs dos Itens de Trabalho são atribuídas assim que você as publica no Team Foundation Server. 8. Você pode fechar o Excel, normalmente optando por não salvar a pasta de trabalho, pois os dados ficam armazenados com segurança no Team Foundation Server. Em resumo, o Microsoft Excel oferece uma interface conveniente e familiar para a criação e a edição de múltiplos itens de trabalho. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

10 Utilizando o Microsoft Project para Criar Itens de Trabalho Os gerentes de projeto geralmente preferem utilizar o Microsoft Project para a criação e o gerenciamento dos itens de trabalho de suas equipes. Após instalar o Team Explorer em um computador com o Microsoft Project, você pode utilizar as extensões para trabalhar com os itens de trabalho praticamente da mesma forma que no Microsoft Excel. Um dos benefícios exclusivos do Microsoft Project para a edição de itens de trabalho é a capacidade de programar tarefas e visualizar cronogramas de projetos através de um gráfico de Gantt. A visualização do gráfico de Gantt vai ajudá-lo a gerenciar o fluxo de trabalho de sua equipe, garantindo que seus recursos estejam sendo utilizados de forma eficiente. Figura 5: Microsoft Project. Clique no botão Choose Team Project na barra de ferramentas. A figura 6 apresenta: Escolhendo seu projeto de equipe no Microsoft Project. Selecione seu Team Foundation Server, adicionando-o caso necessário, e selecione a interface perfeita para os itens de trabalho de agendamento do Team Foundation Server. Utilizando o Microsoft Team System Web Access Para Criar Itens de Trabalho A ferramenta Visual Studio Team System Web Access 2008 Power Tool (TSWA) é uma ótima IU (interface do usuário) baseada na Web para o Team White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

11 Foundation Server. Depois de instalá-la no servidor, os usuários que possuem uma Licença de Acesso para Cliente (CAL) podem utilizar esta aplicação Web habilitado para AJAX. Com o Team System Web Access, os usuários podem criar e gerenciar seus itens de trabalho, executar consultas, visualizar relatórios e muito mais. Figura 7: Interface do Team System Web Access. O Team System Web Access fornece uma interface de usuário com uma série de recursos para toda a equipe, especialmente para aqueles que normalmente não trabalham no Visual Studio IDE. Por exemplo: a interface do Team System Web Access é a maneira ideal de permitir que seus engenheiros de aceitação do usuário efetuem pedidos de alterações ou bugs diretamente no Team Foundation Server. Você pode baixar o Studio Team System Web Access 2008 Power Tool no Microsoft Download Center. Utilizando a API do Team Foundation Server Para Criar Itens de Trabalho A criação manual de itens de trabalho, com o uso de qualquer uma das ferramentas discutidas acima, irá satisfazer a maioria dos membros de sua equipe de desenvolvimento. O método final da criação de itens de trabalho envolve o uso do Visual Studio 2008 Software Development Kit (SDK) e do Team Foundation Server Object Model, para criar itens de trabalho de forma programática. Este poderoso recurso permite que você integre o rastreamento de itens de trabalho com suas aplicações internas. Muitas vezes, as empresas que pretendem adotar o Team System já possuem algumas aplicações desenvolvidas internamente, que auxiliam no processo de desenvolvimento de software. Elas podem englobar softwares personalizados de rastreamento de bugs ou soluções de auxílio ao gerenciamento do trabalho. Muitas destas aplicações personalizadas já são largamente utilizadas e fornecem um ótimo valor. Através da API do Team Foundation Server, é fácil modificar estas aplicações personalizadas e White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

12 integrá-las ao Team Foundation Server. Por exemplo: sua aplicação Web de entrada de bug pode ser facilmente atualizada para criar um item de trabalho de bug no Team Foundation Server, em vez de armazenar as informações em um banco de dados SQL personalizado. Para ilustrar a facilidade com que você pode integrar suas aplicações ao Foundation Server, o trecho 1 mostra o código de exemplo do Visual Basic que cria um item de trabalho Task. Imports System Imports System.Collections.Generic Imports System.Text Imports System.Collections Imports Microsoft.TeamFoundation.Client Imports Microsoft.TeamFoundation.WorkItemTracking.Client Module CreateWISample Sub Main() ' Connect to your Team Foundation Server Server Dim server As String = "http://w2k8_tfs2008:8080" Dim tfs As TeamFoundationServer = TeamFoundationServerFactory.GetServer(server) Dim store As WorkItemStore = CType(tfs.GetService(GetType(WorkItemStore)), WorkItemStore) ' Use the first team project for our example Dim workitemtypes As WorkItemTypeCollection = store.projects(0).workitemtypes ' Create a Task work item Dim wit As WorkItemType = workitemtypes("task") Dim workitem As New WorkItem(wit) ' Set some initial values workitem.title = "This is a new Task Work Item" workitem.description = "This work item has been created using the Team Foundation Server Object Model" White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

13 workitem.id) End Sub End Module ' Save the work item workitem.save() Console.WriteLine("Work Item #{0} Successfully Created.", Console.ReadLine() Trecho 1: Criação de um item de trabalho utilizando o modelo de objeto do Team Foundation Server. Nota: O exemplo acima é muito pequeno. Em um exemplo real, você incluiria a reparação de erros e checaria os campos inválidos antes de salvar o item de trabalho. Faça o download do Visual Studio 2008 Software Development Kit (SDK) 1.0 (http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?familyid= ca- 479a-867c-04dc45164f5b&displaylang=en) no Microsoft Download Center. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

14 ITENS DE TRABALHO PADRÃO Ao criar um novo projeto de equipe utilizando o assistente de criação de projeto, o assistente produz automaticamente alguns itens de trabalho iniciais. Tais itens são definidos na tabela de processo que você seleciona na segunda página do assistente. Os itens de trabalho iniciais são importantes, pois representam os primeiros passos necessários para cada novo projeto de equipe. Além disso, eles asseguram que os passos de inicialização e configuração estejam concluídos durante a primeira fase do projeto. O modelo de processo MSF for Agile Software Development, por exemplo, define os 15 itens de trabalho iniciais seguintes para cada novo projeto de equipe. Ao ler estes itens, é importante observar que eles não são amostras, mas sim tarefas reais que você precisa concluir ao iniciar um novo projeto. Itens de Trabalho Padrão do MSF for Agile Software Development Instalar: Configurar Permissões Instalar: Migração do Código-Fonte Instalar: Migração dos Itens de Trabalho Instalar: Configurar Diretivas de Check-in Instalar: Configurar Compilação Instalar: Enviar s para Usuários para Instalação e Guia de Introdução Criar Declaração de Visão Instalar: Criar Descrição do Projeto no Portal de Projeto de Equipe Criar Personas Definir Duração da Iteração Criar Planilha de Abordagem de Teste incluindo Limites de Teste Realizar Debate e Priorizar Lista de Cenários Realizar Debate e Priorizar Lista de Requisitos de Qualidade do Serviço Instalar: Criar Estrutura do Projeto Criar Plano de Iteração Tabela 3: Lista dos 15 itens de trabalho padrão produzidos com o modelo de processo MSF for Agile Software Development. Você pode alterar estes itens de trabalho padrão para satisfazer os requisitos de sua equipe. Por exemplo: caso sua empresa não tenha utilizado um produto anterior de rastreamento de itens de trabalho, você pode remover o item de trabalho padrão Migração dos Itens de Trabalho. Lembre-se de que um item de trabalho não pode ser apagado, então é melhor removê-lo do modelo de processo do que solicitar que o item fique White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

15 fechado para todos os novos projetos da equipe. A seção seguinte discute a maneira pela qual você pode alterar os itens de trabalho padrão, a fim de garantir que seu próximo projeto de equipe desenvolva somente os itens de trabalho que sejam relevantes ao seu processo. Alterando os Itens de Trabalho Padrão Pela Modificação do Modelo de Processo Assim que decidir alterar os itens de trabalho iniciais para projetos de equipe futuros, você pode modificar o modelo de processo, a fim de criar novos itens de trabalho iniciais e remover ou alterar qualquer um dos itens de trabalho iniciais existentes. Os itens de trabalho iniciais produzidos para cada novo projeto de equipe são definidos em um arquivo denominado workitems.xml. É possível visualizar e modificar os conteúdos deste arquivo, exportando um dos modelos de processo do Team Foundation Server, obedecendo aos seguintes passos: 1. Abra uma das edições de equipe do Visual Studio 2008 e certifiquese de estar conectado ao Team Foundation Server. 2. No menu Team, selecione Team Foundation Server Settings e então selecione Process Template Manager. 3. Escolha um dos modelos de processo (ex.: MSF for Agile Software Development) e clique em Download. 4. Salve o modelo de processo em um lugar apropriado de seu disco rígido local. Você pode encontrar o arquivo workitems.xml na pasta <download location>\msf for Agile Software Development v4.2\workitem Tracking Logo abaixo, mostramos a definição de um item de trabalho inicial criado automaticamente. <WI type="task"> <FIELD refname="system.title" value="set up: Set Permissions" /> <FIELD refname="system.iterationpath" value="$$projectname$$\iteration 0" /> <FIELD refname="system.state" value="active" /> <FIELD refname="system.reason" value="new" /> <FIELD refname="microsoft.vsts.common.issue" value="no" /> <FIELD refname="microsoft.vsts.common.exitcriteria" value="yes" /> <FIELD refname="system.description" value="add team members to one of the four security groups: Build Services, Project Administrators, Contributors, or Readers. To configure security, right-click the team project in Team Explorer, and select 'Team Project Settings,' 'Group Membership'" /> </WI> White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

16 Trecho 2: Exemplo da instância de um item de trabalho padrão definida no modelo de processo MSF for Agile Software Development. Felizmente, a Microsoft fornece um ótimo utilitário chamado Process Template Editor, que faz parte do Visual Studio Team System 2008 Team Foundation Server Power Tools. Você pode fazer o download no Microsoft Download Center: O Process Template Editor apresenta uma interface gráfica conveniente para a edição dos itens de trabalho padrão e a adição de novos itens: 1. Faça o download e instale o Visual Studio Team System 2008 Team Foundation Server Power Tools. 2. Faça o download do modelo de processo MSF for Agile Software Development v4.2 em seu disco rígido local, seguindo as instruções da seção anterior. 3. Para iniciar o Process Template Editor, no menu Tools, selecione Process Editor, em seguida selecione Process Templates, e então selecione Open Process Template. Figura 8: Abrindo um Modelo de Processo através do Process Template Editor. 4. Abra o arquivo Process Template.xml na pasta que você baixou no passo 2, ex.: C:\MSF for Agile Software Development - v4.2\processtemplate.xml. 5. Selecione o nó Default Work Items na árvore de pastas. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

17 Figura 9: Itens de Trabalho Padrão exibidos no Process Template Editor. 6. Agora você pode criar, editar e remover os itens de trabalho padrão, utilizando os botões New, Open, e Delete. Após modificar o modelo de processo, você deve renomear o novo modelo, para não confundi-lo com os modelos prontos para o uso. Você precisará carregar o modelo de processo modificado novamente no Team Foundation Server, de maneira que possa utilizar seu modelo de processo personalizado da próxima vez em que criar um novo projeto de equipe. Para carregar o modelo de processo atualizado no Team Foundation Server: 1. No menu Team, selecione Team Foundation Server Settings e então selecione Process Template Manager. 2. Clique em Upload. 3. Vá até a pasta que contém seu modelo de processo atualizado e clique novamente em upload. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

18 PERSONALIZAÇÃO DE ITENS DE TRABALHO Os dois modelos de processo, MSF for Agile Software Development e MSF for CMMI Process Improvement possuem um número pré-definido de tipos de itens de trabalho. A Tabela 1 lista os tipos padrão de itens de trabalho para os modelos de processo prontos para o uso. Antes de explicar como modificar os tipos de itens de trabalho, mostramos um exemplo dos benefícios que você terá ao criar seus próprios tipos de itens de trabalho. Pense no artista gráfico (GA) da equipe, que desenvolve gráficos para elementos como telas iniciais e ícones da barra de ferramentas. Com o uso de um item de trabalho genérico Task, a maior parte das informações necessárias ao GA se encontra em uma única caixa de texto, em um campo chamado Description. Com que freqüência você acha que o GA recebe todas as informações e detalhes necessários para concluir a tarefa pela primeira vez? Algumas das informações recebidas pelo GA incluem esquema de cores, dimensões, formato, finalidade, cultura, entre outras. Quanto tempo o GA desperdiçaria para buscar explicações para cada tarefa a ele atribuída? A solução para este problema é a criação de um tipo de item de trabalho personalizado, o qual garanta que todas as informações sejam recebidas logo na primeira vez. Pense no tempo que é economizado quando um gerente de projeto elabora um novo item de trabalho Icon, que inclui uma lista suspensa dos formatos de arquivos disponíveis e um campo obrigatório para dimensões de imagens. Com o investimento de algumas horas na criação e teste de um novo tipo de item de trabalho, a equipe pode economizar alguns dias, reduzindo o tempo necessário para capturar os requisitos e não precisando refazer os trabalhos devido aos fracos requisitos. Um ponto importante a ser lembrado é que as alterações em seu modelo de processo não irão afetar os novos projetos de equipe criados por meio de seu modelo de processo atualizado. Nenhum projeto de equipe existente será afetado. Trabalhando com WITimport e WITexport Durante a execução do Project Creation Wizard, as definições dos tipos de itens de trabalho são lidas e os tipos para o novo projeto de equipe são definidos. As alterações posteriores nas definições de itens de trabalho no modelo de processo não afetarão os projetos de equipe existentes. Muitas vezes, você precisará fazer alterações em alguns tipos de itens de trabalho após o projeto de equipe ser criado. Por exemplo: seu gerente de projeto deseja adicionar um novo campo, denominado TRS Number aos itens de trabalho Task de um projeto de equipe existente. Você pode empregar dois utilitários chamados WITImport e WITExport para importar um novo tipo de item de trabalho e exportar um tipo de item de trabalho existente, respectivamente. Estas duas ferramentas podem ser White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

19 utilizadas para fazer alterações nos tipos de itens de trabalho de projetos de equipe existentes, alterando um projeto de cada vez. O diagrama a seguir mostra como estes dois utilitários devem ser usados. Neste exemplo, nós utilizamos o witexport para exportar o tipo Task de um projeto de equipe existente; nós realizamos modificações no tipo de item de trabalho e então o importamos como um novo tipo, utilizando o witimport. Nós poderíamos importá-lo como Task e substituir o tipo original, porém neste exemplo desejamos criar um novo tipo de item de trabalho baseado no tipo Task. Figura 10: O processo de utilização do WitExport e dowitimport Em geral, você pode encontrar os utilitários WITImport e WITExport em: C:\Program Files\Visual Studio 9.0\Common7\IDE, em qualquer computador que tenha o Team Explorer instalado. Para mais informações sobre estes dois utilitários, visite a Biblioteca MSDN online: WITImport WITExport Definindo os Tipos de Itens de Trabalho Através do Process Template Editor Uma outra capacidade do Process Template Editor, sobre a qual falamos anteriormente, é a criação e edição de tipos de itens de trabalho. Há muitas opções em relação à edição de tipos de itens de trabalho através do Process Template Editor. Você pode editá-los em um modelo de processo, diretamente no servidor, ou em um arquivo. Os utilitários WITImport e WITExport se concentram na edição de modelos de itens de trabalho a partir de um projeto de equipe existente. Portanto, este documento examinará a edição dos tipos de itens de trabalho no modelo de processo. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

20 Os passos seguintes mostram como o Process Template Editor deve ser utilizado para editar um tipo de item de trabalho: 1. Inicie o Visual Studio. 2. No menu Tools, selecione Process Editor, Process Templates, e então selecione Open Process Template. Figura 11: Abrindo um modelo de processo com o Process Template Editor. 3. Abra o arquivo Process Template.xml na pasta baixada anteriormente, ex.: C:\MSF for Agile Software Development - v4.2\processtemplate.xml. 4. Selecione Work Item Type Definitions na árvore, como demonstrado abaixo. Figura 12: Visualização dos tipos de itens de trabalho no Process Template Editor. 5. Geralmente, ao criar um novo item de trabalho, você pode preferir começar com uma cópia de um item de trabalho existente. O Process Template Editor facilita sua operação, permitindo que você escolha um item de trabalho existente para copiar, quando clicar no botão New. A caixa de diálogo New Work Item Type, exibida na Figura 13, mostra como é fácil copiar um tipo de item de trabalho existente. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

21 Figura 13: A caixa de diálogo New Work Item Type permite que você copie um tipo de item de trabalho existente. 6. Agora você pode adicionar e modificar os campos, estados e transições, através do Process Template Editor. Figura 14: Modificando um tipo de item de trabalho no Process Template Editor. 7. Após terminar suas alterações, clique em Save para salvar seu tipo de item de trabalho, e então salve seu arquivo ProcessTemplate.xml. Depois de carregar o modelo de processo modificado no Team Foundation Server, você poderá criar novos projetos de equipe, os quais incluirão seus tipos de itens de trabalho modificados. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

22 VISIBILIDADE E RASTREAMENTO A criação e a atribuição de itens de trabalho aos membros da equipe é uma boa maneira de iniciar o gerenciamento do fluxo de trabalho. Este simples começo nos permite definir as unidades de trabalho e colocá-las em uma lista, para que os membros da equipe possam ler a tarefa e agir. Depois que os itens de trabalho são criados e atribuídos aos membros da equipe, é importante que eles encontrem os itens de trabalho de forma fácil e rápida. Os gerentes de projeto também precisam ser capazes de determinar o status dos itens de trabalho, para saber quais trabalhos foram concluídos, quais estão em andamento, e se alguma tarefa está bloqueada. Esta seção se concentra nas consultas de itens de trabalho e relatórios do Team System, e como seu uso eficaz adiciona um valor significativo ao gerenciamento do fluxo de trabalho das equipes. Consultas de Itens de Trabalho Há uma série de consultas padrão de itens de trabalho, fornecidas em cada uma das consultas de processos prontas para o uso, mas você também pode elaborar a sua. Os modelos podem ser acessados através do Team Explorer no Visual Studio ou da ferramenta Team System Web Access Power Tool. Utilizando as Consultas Existentes Os modelos de processo padrão incluem uma série de consultas de itens de trabalho prontas para o uso, como aquelas listadas na Tabela 4: MSF for Agile Software Development Bugs Ativos Todas as Questões Todos os Requisitos de Qualidade do Serviço Todos os Cenários Todas as Tarefas Todos os Itens de Trabalho Meus Itens de Trabalho Meus Itens de Trabalho para Todos os Projetos de Equipe Lista de Verificação do Projeto Bugs Solucionados Bugs Não Triados MSF for CMMI Process Improvement Bugs Ativos Todos os Itens de Trabalho de meu Projeto de Equipe Todas as Tarefas Itens de Trabalho Bloqueados Solicitações de Alterações Ações Corretivas Necessidades do Cliente Tarefas de Desenvolvimento Questões Status da Ação de Redução Meus Itens de Trabalho White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

23 Requisitos do Produto Bugs Solucionados Análises Riscos Tabela 4: Lista de consultas padrão de itens de trabalho. Criando e Personalizando as Consultas O Team Foundation Server armazena todos os itens de trabalho em um banco de dados dedicado, denominado TfsWorkItemTracking. A elaboração de uma consulta personalizada de item de trabalho é simples como digitar uma consulta padrão de banco de dados, exceto que você emprega a linguagem Work Item Query Language (WIQL). O passo a passo a seguir cria uma consulta personalizada de item de trabalho, para encontrar itens de trabalho que lhe foram atribuídos, e que você tenha fechado nos últimos sete dias. Esta consulta poderá ser muito útil aos seus projetos de equipe. Embora você possa criar facilmente a consulta de item de trabalho a seguir, modificando a consulta My Work Items existente, vamos optar por criar esta consulta a partir do início. 1. Inicie o Visual Studio. 2. No menu Team, selecione Add Query. O Visual Studio produzirá uma nova consulta, com uma cláusula padrão que limita a área da consulta ao projeto de equipe atual. Figura 15: Uma nova consulta de item de trabalho inclui uma cláusula inicial para limitar os resultados ao projeto de equipe atual. 3. Clique em Click here to add a clause e selecione os seguintes valores para cada célula. (Observe: Você não precisará digitar nada selecione os valores nas listas suspensas) And Closed Date - 7 White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

24 Figura 16: Limitando os resultados da consulta aos que foram fechados nos últimos sete dias. 4. Para limitar os resultados a apenas aqueles itens de trabalho que lhe foram atribuídos, adicione outra cláusula com estes valores: And Assigned To Observe: Ao em vez de escolher o seu nome na lista suspensa, outras pessoas poderão utilizar esta consulta. Figura 17: Limitando os resultados da consulta aos que lhe foram atribuídos. 5. Caso tenha criado esta nova consulta de item de trabalho em um projeto de equipe, no qual tenha fechado itens de trabalho recentemente, você pode testar a nova consulta clicando no botão Run Query, como está destacado na Figura 18. Caso você não tenha fechado nenhum item de trabalho no projeto de equipe atual, ainda assim é possível executar a consulta; porém, você receberá uma mensagem de nenhum resultado encontrado. Figura 18: Executando sua nova consulta de item de trabalho clicando no botão Run da barra de ferramentas. 6. Agora que você completou a nova consulta personalizada, clique no botão Save da barra de ferramentas. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

25 7. Na caixa de diálogo Save Query As, insira My Work Items Closed last 7 days para o nome da consulta. Então você precisará escolher um dos seguintes locais. Team Query. Torna sua consulta disponível para os outros membros de sua equipe My Query. Torna sua consulta disponível somente para você (no nó My Queries). File. Útil para adicionar a nova consulta a um modelo de processo. Neste exemplo, optarei por Team Query, para que os outros membros da equipe possam utilizar esta consulta. 8. Clique em Save para fechar a caixa de diálogo Save Query As. Sua nova consulta deve aparecer no nó Team Queries, sob o projeto de equipe para o qual você a criou. Os membros de sua equipe podem então clicar duas vezes na consulta para executá-la a qualquer momento. Figura 19: Consultas de equipe exibindo sua nova consulta de itens de trabalho. A criação de consultas personalizadas é uma forma poderosa de permitir aos membros de sua equipe a pesquisa fácil e rápida dos itens de trabalho. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

26 Isso é importante para garantir a eficiência do fluxo de trabalho de sua equipe. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

27 CAPACIDADE DE RASTREAMENTO Um dos recursos mais poderosos do rastreamento de itens de trabalho é a capacidade de acompanhar todos os aspectos do trabalho que está sendo executado no projeto. O Team Foundation Server fornece a infra-estrutura necessária para rastreamento bi-direcional, ou seja, a capacidade de fazer o rastreamento dos requisitos para os produtos finais e vice-versa. Este procedimento lhe ajuda a estabelecer que todos os requisitos da fonte foram cumpridos e que os produtos de trabalho selecionados podem ser rastreados para uma fonte válida. Para melhor ilustrar os aspectos do rastreamento de itens de trabalho, vamos observar o passo a passo a seguir. Definindo Cenários O Microsoft Solutions Framework (MSF) utiliza cenários como a principal forma de requisitos funcionais. Normalmente, você utilizará o arquivo Scenarios.xls, da pasta Requisitos no Portal do Projeto, para criar seus itens de trabalho do Cenário. Então você pode definir mais adiante cada item de trabalho de cenário através do modelo de documento Descrição de Cenário, que também está disponível na pasta Requisitos. Para este passo a passo, criarei um cenário simples, denominado User signs into Web site. Vinculando Tarefas aos Cenários Depois de criar seus cenários, seu próximo passo será produzir tarefas que preencherão o cenário. Normalmente, os projetos apresentam uma relação um-para-muitos entre tarefas e cenários. Você começará com a criação de uma nova tarefa, denominada Create sign-in Web form. Um passo importante será a adição de um vínculo ao item de trabalho do cenário. Na figura 20, é possível observar que o novo item de trabalho de tarefa foi vinculado ao seu cenário (Item de trabalho 35 deste exemplo). Figura 20: Adicionando um vínculo a um novo item de trabalho. Neste ponto, você pode criar as outras tarefas necessárias para completar o cenário. Em seguida, crie tarefas para cada teste que for necessário e vincule-os às tarefas ou cenários, dependendo da área do teste. Você White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

28 também deve vincular quaisquer Requisitos de Qualidade do Serviço (QoS) que sejam relevantes para a tarefa ou o cenário. Vinculando Conjuntos de Alterações às Tarefas Quando os desenvolvedores examinam seus códigos-fonte no Team Foundation Server, eles podem vincular seus conjuntos de alterações ao item de trabalho específico ao qual se relacionam. O vínculo do conjunto de alterações ao item de trabalho representa um pequeno passo para o desenvolvedor que faz o check-in do código, mas representa um passo crítico em termos de garantir a capacidade de rastreamento. Para que este passo não seja esquecido, você pode usar a diretiva de check-in Work Items para avisar os desenvolvedores, caso eles não vinculem o conjunto de alterações a uma tarefa. A figura 21 exibe a diretiva de check-in de itens de trabalho aplicada ao projeto de equipe ABDemo. Figura 21: Aplicando a diretiva de check-in de Itens de Trabalho a um projeto de equipe Depois que a diretiva de check-in de Itens de Trabalho for configurada para um projeto de equipe, o aviso () aparecerá toda vez que houver uma tentativa de check-in que não esteja relacionada a um item de trabalho. Este é um passo inestimável para assegurar a total capacidade de rastreamento do projeto. Na Figura 21, você pode observar que o conjunto de alterações contendo o novo formulário Web logon.aspx está vinculado ao Item de Trabalho 36: Create sign-in Web form. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

29 Figura 22: Vinculando um conjunto de alterações a um item de trabalho durante o processo de check-in. Este documento poderia continuar a mostrar exemplos de vinculação de itens de trabalho, inclusive aqueles criados a partir de compilações e testes. Entretanto, vamos examinar os benefícios destes vínculos em relação à capacidade de rastreamento oferecida aos membros da equipe. Há muitas maneiras diferentes de ilustrar a capacidade de rastreamento fornecida pelos passos mostrados acima. Por exemplo: um desenvolvedor pode observar a história da versão do arquivo logon.as no Source Control Explorer e querer saber por que este trabalho foi feito. Na Figura 23 você pode ver como a vinculação dos itens de trabalho permite que o desenvolvedor clique duas vezes em cada uma das caixas de diálogo e rastreie a versão de arquivo específica de volta para o cenário onde a alteração ocorreu. De modo oposto, você poderia facilmente fazer o caminho contrário e rastrear o Cenário para efetuar alterações individuais em uma versão específica de um arquivo. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

30 Figura 23: Rastreando uma versão de arquivo até o cenário onde ocorreu a alteração. Este exemplo de capacidade de rastreamento é apenas uma das muitas maneiras por meio das quais os membros da equipe podem visualizar todas as atividades durante o processo de desenvolvimento. Na próxima seção, você verá como pode utilizar as capacidades internas de relatório do Team Foundation Server. Gerenciando o Trabalho através de Múltiplos Projetos de Equipe Em alguns ambientes, é possível que você trabalhe regularmente em múltiplos projetos de equipe. O Team System lhe traz maior comodidade, oferecendo o nó Meus Favoritos no Team Explorer. O nó Meus Favoritos permite que você armazene as consultas de itens de trabalho de vários projetos de equipes diferentes em um local central. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

31 Embora não pareça muito, ele possibilita o acesso rápido e fácil às consultas de itens de trabalho, sem que você precise lembrar em qual projeto está a consulta que procura. Além disso, ele coloca as consultas em um local conveniente, para rápido acesso. Para adicionar consultas de item de trabalho ao nó Meus Favoritos, você pode simplesmente copiá-las e colá-las no projeto de equipe no qual elas foram criadas. 1. Crie uma consulta de item de trabalho, desde o início ou modificando uma das consultas existentes. 2. Salve a consulta de item de trabalho em um de seus projetos de equipe. 3. Clique com o botão direito na consulta, no Team Explorer, e selecione Copy no menu de contexto. 4. Clique com o botão direito no nó Meus Favoritos, próximo à parte superior das janelas do Team Explorer, e selecione Paste no menu de contexto. A Figura 24 mostra um exemplo de várias consultas personalizadas de itens de trabalho, adicionadas ao nó Meus Favoritos, no Team Explorer. O principal benefício deste processo é que você não precisa navegar em meio a projetos de equipe individuais para executar estas consultas. Também é possível criar pastas no nó Meus Favoritos, para classificar suas consultas favoritas. Figura 24: Consultas de itens de trabalho adicionadas ao nó Meus Favoritos no Team Explorer. Relatórios A produção de relatórios é um dos recursos mais vantajosos do Team Foundation Server. Os relatórios ilustram claramente os benefícios de um produto integrado de ciclo de vida das aplicações, como o Team System, em meio a um grupo de ferramentas agrupadas. Os relatórios do Team Foundation Server são gerados praticamente em tempo real, a partir de um cubo OLAP, utilizando o SQL Reporting Services. White Paper: Managing Team Workflow with Visual Studio Team System

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 White Paper Maio de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.microsoft.com/teamsystem As informações contidas

Leia mais

Principais Vantagens do Microsoft Visual Studio Team System

Principais Vantagens do Microsoft Visual Studio Team System Principais Vantagens do Microsoft Visual Studio Team System White Paper Novembro de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.msdnbrasil.com.br/vstudio As informações contidas neste documento

Leia mais

Integração contínua com o Visual Studio Team System 2008

Integração contínua com o Visual Studio Team System 2008 Integração contínua com o Visual Studio Team System 2008 White Paper Maio de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.microsoft.com/teamsystem As informações contidas neste documento representam

Leia mais

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services - Windows SharePoint Services... Page 1 of 11 Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Ocultar tudo O Microsoft Windows

Leia mais

Maior Previsibilidade com o Visual Studio Team System 2008

Maior Previsibilidade com o Visual Studio Team System 2008 Maior Previsibilidade com o Visual Studio Team System 2008 White Paper Maio de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.microsoft.com/teamsystem As informações contidas neste documento

Leia mais

Guia de Instalação. NSi AutoStore TM 6.0

Guia de Instalação. NSi AutoStore TM 6.0 Guia de Instalação NSi AutoStore TM 6.0 SUMÁRIO PREREQUISITES... 3 INSTALLATION: UPGRADING FROM AUTOSTORE 5.0... 4 INSTALLATION: NEW INSTALLATION... 8 LICENSING... 17 GETTING STARTED... 34 2012 Notable

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. Guia de Instalação do SolidWorks 2009 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007 1 Inicie um novo Antes de começar um novo, uma organização deve determinar se ele se enquadra em suas metas estratégicas. Os executivos

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Guia do Kit de Pré-instalação OEM do Microsoft Office 2010

Guia do Kit de Pré-instalação OEM do Microsoft Office 2010 Guia do Kit de Pré-instalação OEM do Microsoft Office 2010 Microsoft Corporation Publicado: Março de 2010 Autor: Office Resource Kit Feedback (FeedORK@microsoft.com) Resumo Este documento dá suporte à

Leia mais

Guia do Usuário do Avigilon Control Center Server

Guia do Usuário do Avigilon Control Center Server Guia do Usuário do Avigilon Control Center Server Versão 4.10 PDF-SERVER-D-Rev1_PT Copyright 2011 Avigilon. Todos os direitos reservados. As informações apresentadas estão sujeitas a modificação sem aviso

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

Introdução a listas - Windows SharePoint Services - Microsoft Office Online

Introdução a listas - Windows SharePoint Services - Microsoft Office Online Page 1 of 5 Windows SharePoint Services Introdução a listas Ocultar tudo Uma lista é um conjunto de informações que você compartilha com membros da equipe. Por exemplo, você pode criar uma folha de inscrição

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security Pro fornece proteção de última geração para seu

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 Microsoft Windows 8 / 7 / Vista / XP / Home Server Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Shavlik Protect. Guia de Atualização

Shavlik Protect. Guia de Atualização Shavlik Protect Guia de Atualização Copyright e Marcas comerciais Copyright Copyright 2009 2014 LANDESK Software, Inc. Todos os direitos reservados. Este produto está protegido por copyright e leis de

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

CURSO Microsoft Project Server. Instalando, Configurando e Administrando o Microsoft Project Server

CURSO Microsoft Project Server. Instalando, Configurando e Administrando o Microsoft Project Server CURSO Microsoft Project Server Instalando, Configurando e Administrando o Microsoft Project Server Conteúdo Programático: 1. Visão Geral. O que é o Project Server / EPM. Arquitetura da Solução de EPM.

Leia mais

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz Como criar e editar Blogs Manual Básico do Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz São Carlos Setembro / 2008 Sumário Introdução...3 Criando um Blog no Edublogs...4

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. Guia de Instalação do SolidWorks 2010 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA Autores Karina de Oliveira Wellington da Silva Rehder Consultores em Informática Editora Viena Rua Regente Feijó, 621 - Centro - Santa Cruz do Rio Pardo - SP CEP 18.900-000 Central de Atendimento (0XX14)

Leia mais

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.0.2 PDF-SERVER5-A-Rev2_PT Copyright 2013 Avigilon. Todos os direitos reservados. A informação apresentada está sujeita a alteração sem aviso

Leia mais

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2 Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.4.2 2006-2014 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedido por escrito, nenhuma licença é

Leia mais

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software.

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software. 1 - Sumário 1 - Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 4 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais

CA Clarity Agile. Guia de Implementação. Release 13.3.00

CA Clarity Agile. Guia de Implementação. Release 13.3.00 CA Clarity Agile Guia de Implementação Release 13.3.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação),

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

MANUAL DE SOFTWARE ARKITOOL 2012

MANUAL DE SOFTWARE ARKITOOL 2012 MANUAL DE SOFTWARE ARKITOOL 2012 Editado por: Idéias e programas, S.L. San Román de los Montes 25-Março-2012. ARKITool, Arkiplan, Além disso ARKITool são marcas comerciais de idéias e programas, S.L. REQUISITOS

Leia mais

PARA MAC. Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

PARA MAC. Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento PARA MAC Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security fornece proteção de última geração para seu computador contra código mal-intencionado.

Leia mais

WF Processos. Manual de Instruções

WF Processos. Manual de Instruções WF Processos Manual de Instruções O WF Processos é um sistema simples e fácil de ser utilizado, contudo para ajudar os novos usuários a se familiarizarem com o sistema, criamos este manual. Recomendamos

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br Capture Pro Software Introdução A-61640_pt-br Introdução ao Kodak Capture Pro Software e Capture Pro Limited Edition Instalando o software: Kodak Capture Pro Software e Network Edition... 1 Instalando

Leia mais

Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage...

Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage... Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage... 12 Apresentação O Pitstop foi desenvolvido pela Interact com o objetivo

Leia mais

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.2 PDF-SERVER5-B-Rev1_PT 2006 2014 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que expressamente concedida por escrito, nenhuma

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT FEVEREIRO DE 2015 Novidades O Resumo da Licença foi aprimorado com recursos de pesquisa expandidos

Leia mais

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop Guia de Inicialização Rápida O ESET NOD32 Antivirus 4 fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no mecanismo de

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1 AULA Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1 Em qualquer profissão é importante que se conheça bem as ferramentas que serão usadas para executar o trabalho proposto. No desenvolvimento de software não é

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

AVG File Server. Manual do Usuário. Revisão do documento 2013.07 (03/12/2013)

AVG File Server. Manual do Usuário. Revisão do documento 2013.07 (03/12/2013) AVG File Server Manual do Usuário Revisão do documento 2013.07 (03/12/2013) Copyright AVG Technologies CZ, s.r.o. Todos os direitos reservados. Todas as outras marcas comerciais pertencem a seus respectivos

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Manual de referência do Device Storage Manager

Manual de referência do Device Storage Manager Manual de referência do Device Storage Manager Avisos sobre direitos autorais e marcas comerciais Copyright 2003 Hewlett-Packard Development Company, L.P. É proibida a reprodução, adaptação ou tradução

Leia mais

Backup e recuperação. Guia do Usuário

Backup e recuperação. Guia do Usuário Backup e recuperação Guia do Usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registrada nos Estados Unidos da Microsoft Corporation. As informações contidas neste documento

Leia mais

KM-NET for Accounting. Guia de Operação

KM-NET for Accounting. Guia de Operação KM-NET for Accounting Guia de Operação Informações legais e gerais Aviso É proibida a reprodução não autorizada deste guia ou parte dele. As informações neste guia estão sujeitas a alterações sem aviso

Leia mais

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server Guia de Inicialização Rápida O ESET Smart Security fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense,

Leia mais

MODEM USB LTE LU11. Manual do Usuário

MODEM USB LTE LU11. Manual do Usuário MODEM USB LTE LU11 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo Manual do Usuário... 1 1 Introdução... 3 2 Instalação... 4 3 Descrição da Interface do Cliente... 5 3 Conexão... 8 5 Mensagens SMS... 10 6 Contatos...

Leia mais

Seu manual do usuário F-SECURE ONLINE BACKUP http://pt.yourpdfguides.com/dref/2859647

Seu manual do usuário F-SECURE ONLINE BACKUP http://pt.yourpdfguides.com/dref/2859647 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para F-SECURE ONLINE BACKUP. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

Restauração do Exchange Server.

Restauração do Exchange Server. Restauração do Exchange Server. Considerações Iniciais Como visto anteriormente, não há maiores dificuldades na configuração de backups de um banco Exchange. Reservam-se à restauração as operações mais

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT NOVEMBRO DE 2014 GUIA DO USUÁRIO DO C ENTRO DE SERVIÇOS DE LICENCIAMENTO POR VO LUME DA MICROSOFT

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo 1 Introdução... 3 2. Instalação... 5 3. Descrição da interface do cliente... 6 4. Conexão... 10 5.SMS... 11 6.Contatos... 14 7.Estatística... 18

Leia mais

Excel Avançado 2007 Excel Avançado 2007 1

Excel Avançado 2007 Excel Avançado 2007 1 1 Sumário: 1. Introdução...3 2. Funções...3 2.1 Função SE...4 2.2 Botão Inserir...7 2.3 Novas Funções Condicionais...8 2.4 Aninhando Funções...8 3. Análise de Dados Alternativos...9 3.1 Cenários...9 3.2

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

Suporte aos clientes. Guia do usuário, Winter 16. @salesforcedocs

Suporte aos clientes. Guia do usuário, Winter 16. @salesforcedocs Guia do usuário, Winter 16 @salesforcedocs A versão em Inglês deste documento tem precedência sobre a versão traduzida. Copyright 2000 2015 salesforce.com, inc. Todos os direitos reservados. Salesforce

Leia mais

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4. Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5 Por: Fabio Pozzebon Soares Página 1 de 11 Sistema ProJuris é um conjunto de componentes 100% Web, nativamente integrados, e que possuem interface com vários idiomas,

Leia mais

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update 4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911 2015 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox com a marca figurativa e FreeFlow são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros

Leia mais

Como migrar de outras ferramentas de gestão de referência para o Mendeley. Como migrar do RefWorks para Mendeley

Como migrar de outras ferramentas de gestão de referência para o Mendeley. Como migrar do RefWorks para Mendeley Guia de Migração Como migrar de outras ferramentas de gestão de referência para o Mendeley Um dos benefícios do Mendeley é que ele pode importar referências de outras ferramentas de gerenciamento de referência.

Leia mais

Site SELECT. Services

Site SELECT. Services Site SELECT Services Ultima atualização 22/09/2014 1 SELECT Services (intro) A área SELECT Services é a pagina da Bentley na internet onde os clientes SELECT têm todo tipo de suporte e/ou ferramentas.

Leia mais

Curso de Navegadores e Internet

Curso de Navegadores e Internet Universidade Estadual do Oeste do Paraná Pró Reitoria de Extensão Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Colegiado de Licenciatura em Matemática Colegiado da Ciência da Computação Projeto de Extensão:

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

para Mac Guia de Inicialização Rápida

para Mac Guia de Inicialização Rápida para Mac Guia de Inicialização Rápida O ESET Cybersecurity fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense, o primeiro mecanismo de verificação

Leia mais

Guia de Inicialização para o Macintosh

Guia de Inicialização para o Macintosh Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Macintosh Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

ESET SMART SECURITY 7

ESET SMART SECURITY 7 ESET SMART SECURITY 7 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Management Console

TeamViewer 9 Manual Management Console TeamViewer 9 Manual Management Console Rev 9.2-07/2014 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre o TeamViewer Management Console... 4 1.1 Sobre o Management Console...

Leia mais

Adobe Acrobat Connect Pro 7 Notas de lançamento

Adobe Acrobat Connect Pro 7 Notas de lançamento Adobe Acrobat Connect Pro 7 Notas de lançamento Bem-vindo ao Adobe Acrobat Connect Pro 7. Este documento contém informações de última hora sobre produtos que não foram mencionadas na documentação do Connect

Leia mais

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 3

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 3 AULA Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 3 Continuando nossa saga pelas ferramentas do Visual FoxPro 8.0, hoje vamos conhecer mais algumas. A Ferramenta Class Designer A Class Designer é a ferramenta

Leia mais

1. Usar o scanner IRISCard

1. Usar o scanner IRISCard O Guia Rápido do Usuário ajuda você a instalar e começar a usar scanners IRISCard Anywhere 5 e IRISCard Corporate 5. Os softwares fornecidos com esses scanners são: - Cardiris Pro 5 e Cardiris Corporate

Leia mais

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB!

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! Sua home page para publicar na Internet SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT PUBLISHER 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER

Leia mais

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Sumário Apresentação... 2 Instalação do Aplicativo... 2 Localizando o aplicativo no smartphone... 5 Inserindo o link da aplicação... 6 Acessando o sistema...

Leia mais

Kerio Exchange Migration Tool

Kerio Exchange Migration Tool Kerio Exchange Migration Tool Versão: 7.3 2012 Kerio Technologies, Inc. Todos os direitos reservados. 1 Introdução Documento fornece orientações para a migração de contas de usuário e as pastas públicas

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do Usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

Sumário. Arquitetura de Software com VSTS...1 Emerson Facunte. Gerenciando Projetos no VSTS com Práticas do PMI... 33 Alércio Bressano

Sumário. Arquitetura de Software com VSTS...1 Emerson Facunte. Gerenciando Projetos no VSTS com Práticas do PMI... 33 Alércio Bressano Sumário Arquitetura de Software com VSTS...1 Emerson Facunte 1 Arquitetura de Software... 3 1.1 Overview... 3 1.2 O Papel do Arquiteto... 6 1.2.1 Atribuições... 6 1.2.2 Análise Estrutural para Arquitetura

Leia mais

Trabalhando com banco de dados

Trabalhando com banco de dados Avançado Trabalhando com Aprenda a manipular dados no Excel com a ajuda de outros aplicativos da suíte Office Armazenar e organizar informações são tarefas executadas diariamente por todos nós. Desde o

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013

Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013 Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013 Este documento é fornecido no estado em que se encontra. As informações e exibições expressas neste documento,

Leia mais

Este tutorial está publicado originalmente em http://www.baboo.com.br/absolutenm/anmviewer.asp?a=30484&z=300

Este tutorial está publicado originalmente em http://www.baboo.com.br/absolutenm/anmviewer.asp?a=30484&z=300 WinZip: Conheça a fundo um dos utilitários mais famosos da Internet Introdução: A Internet se tornou realmente popular apenas graças à diminuição de preço da banda larga. Mas mesmo na época em que a melhor

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Microsoft Excel 2003

Microsoft Excel 2003 Associação Educacional Dom Bosco Faculdades de Engenharia de Resende Microsoft Excel 2003 Módulo II Macros e Tabelas Dinâmicas Professores: Eduardo Arbex Mônica Mara Tathiana da Silva Resende 2010 Macro

Leia mais

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0 Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0 Microsoft Corporation Autor: Susan Norwood Editor: Craig Liebendorfer Resumo Este guia fornece instruções para começar a

Leia mais

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 CAPÍTULO 18 INSTALANDO E CONFIGURANDO O MICROSOFT OFFICE PROJECT SERVER 2003 INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 Antes de começar a instalação do Microsoft Office Project Server 2003

Leia mais

Manual das funcionalidades Webmail AASP

Manual das funcionalidades Webmail AASP Manual das funcionalidades Webmail AASP 1. Configurações iniciais 2. Regras 3. Histórico da conta 4. Autorresposta 5. Dados de acesso (alterando senha de acesso) 6. Identidade (assinatura) 7. Redirecionamento

Leia mais

HP Capture and Route (HP CR) Guia do Usuário

HP Capture and Route (HP CR) Guia do Usuário HP Capture and Route (HP CR) Guia do Usuário HP Capture and Route (HP CR) Guia do Usuário Número de referência: 20120101 Edição: janeiro de 2012 2 Avisos legais Copyright 2012 Hewlett-Packard Development

Leia mais

Manual de Iniciaça o. Índice

Manual de Iniciaça o. Índice Manual de Iniciaça o Índice Passo 1- Definir... 2 Definir grupos de tarefas... 2 Definir funções... 6 Definir utilizadores... 11 Definir o Workflow... 14 Definir tarefas... 18 Passo 2 - Planear... 21 Planear

Leia mais