UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE BOAS PRÁTICAS DO PMI COM OS MÉTODOS ÁGEIS Por: Sheyla Christina Bueno Ortiz Orientador Prof. Nelsom Magalhães Rio de Janeiro 2010

2 2 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE BOAS PRÁTICAS DO PMI COM OS MÉTODOS ÁGEIS Apresentação de monografia à Universidade Candido Mendes como requisito parcial para obtenção do grau de especialista em Gestão de Projetos. Por:. Sheyla Christina Bueno Ortiz

3 3 AGRADECIMENTOS Agradeço a minha mãe, que sempre esteve ao meu lado apoiando minhas escolhas. Agradeço também a minha Irmã que me apoiou nos meus estudos e aos meus colegas de turma que sempre estiveram dispostos a compartilhar seus conhecimentos.

4 4 DEDICATÓRIA Dedico aos meus familiares e a todas as pessoas que poderão tirar algum proveito deste estudo.

5 5 RESUMO Com as constantes mudanças nos requisitos do negócio e do produto, as organizações necessitam que o gerenciamento de projetos tenha uma maior flexibilidade com relação às mudanças de escopo, pois o atual foco está na entrega de maior importância para o cliente. O guia de boas práticas do PMI (Project Management Institute) segue um modelo de planejar e documentar meticulosamente cada passo, antes, durante e depois do projeto, acarretando na menor possibilidade de alterações no ciclo de vida do projeto gerenciado. Este trabalho tem como objetivo realizar um estudo teórico sobre a correlação do guia PMBOK (Project Management Body of Knowledge) com o framework para gerenciamento de projetos ágeis Scrum, na área de desenvolvimento de software. Será apresentado de que forma o guia PMBOK e o Scrum podem atuar em conjunto no gerenciamento de projetos, proporcionando uma melhor agilidade a projetos concebidos em cenários onde, empresas cuja a adoção do guia PMBOK é comum e aculturada, passam a fazer uso do Scrum para o gerenciamento de novos projetos a serem desenvolvidos. No decorrer deste trabalho será apresentada a projeção de possíveis cenários oriundos da integração entre as duas boas práticas de gerenciamento de projetos, para que o sucesso dos mesmos seja alcançado.

6 6 METODOLOGIA Este trabalho foi realizado devido aos grandes questionamentos sobre a utilização das boas práticas do PMI (Project Management Institute) com os projetos ágeis Scrum, para isto foram realizadas pesquisas em livros, tutorias, artigos e trabalhos acadêmicos.

7 7 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 08 CAPÍTULO I - Métodos Ágeis de Processos 09 CAPÍTULO II - Definições de Scrum e PMBOK 11 CAPÍTULO III SCRUM versus PMBOK 16 CONCLUSÃO 19 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA 21 BIBLIOGRAFIA CITADA (opcional) 23 ÍNDICE 24 FOLHA DE AVALIAÇÃO 25

8 8 INTRODUÇÃO O Project Management Institute (PMI ), fundado em 1969, é hoje a maior entidade mundial sem fins lucrativos voltada ao Gerenciamento de Projetos, e compartilha dos mesmos padrões, princípios e ideais que norteiam a atuação global da entidade na busca pelo aprendizado e desenvolvimento do profissionalismo do Gerenciamento de Projetos. Segundo Kerzner [2001] alcançar a excelência de gerenciamento de projetos ou mesmo a maturidade pode não ser possível sem o uso de processos repetitivos que podem ser usados no projeto. Estes processos repetitivos são referidos como a metodologia de gerenciamento de projetos, onde o contínuo uso desta metodologia aumentará drasticamente as chances de sucesso de uma organização. O PMI ocupa uma posição de liderança global no desenvolvimento de padrões para a prática da profissão de Gerenciamento de Projetos em todo o mundo. O principal documento padrão do PMI, A Guide to the Project Management Body of Knowledge (PMBOK Guide), identifica e descreve o subconjunto do universo do conhecimento de Gerenciamento de Projetos reconhecido como boas práticas em muitos projetos na maior parte do tempo, havendo consenso pelos praticantes sobre seus valores e aplicabilidade. Entretanto, a aceitação geral não representa a necessidade de aplicação uniforme em todos os projetos, devendo ser definido o que é apropriado para cada projeto / indústria. O PMBOK Guide é um padrão globalmente reconhecido para o Gerenciamento de Projetos nos mercados de hoje sendo também aprovado como um Padrão Nacional Americano (ANS) pelo Instituto de Padrões Nacional Americano (ANSI), razão pela qual desenvolveu-se um interesse pelo uso desse instrumento.

9 9 CAPÍTULO I MÉTODOS ÁGEIS DE PROCESSOS Metodologias Ágeis de desenvolvimento de software se propõe a construir softwares com maior produtividade e, sobretudo com qualidade garantida. Para isso elas encaram os projetos sobre um novo paradigma e defendem a adoção de uma série de princípios e práticas. Entre as quebras de paradigma está a forma de encarar a mudança. Ela é encarada como algo inevitável no projeto de software. Enquanto que as metodologias tradicionais abordam o escopo como fixo devendo ser controlado o máximo possível para não haver mudanças; as metodologias ágeis abordam o escopo como manipulável e oferecem flexibilidade para sua mudança. Um dos princípios do Manifesto Ágil (AGILE MANIFESTO 2001) diz que Mudança de requisitos são bem vindas, mesmo cem estágios tardios do desenvolvimento. Processos Ágeis devem admitir mudanças que trazem vantagens competitivas para o cliente. O termo Metodologia Ágeis surgiu a partir de um manifesto criado por dezessete profissionais veteranos na área de software, representantes de diversas metodologias, que se reuniram no ano de 2001 no EUA para discutir o que havia em comum entre estas metodologias. Esse manifesto foi chamado de Manifesto for Agile Software Development, ou simplesmente Agile Manifesto (Agile Manifesto, 2001). Neste manifesto foram descritos os princípios que a metodologias de desenvolvimento ágil deveriam seguir: Estamos evidenciando maneiras melhores de desenvolver software fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazê-los. Através desse trabalho, passamos a valorizar:

10 10 Pessoas e interação MAIS QUE processos e ferramentas; Software em funcionamento MAIS QUE documentação abrangente; Colaboração com o cliente MAIS QUE negociação de contratos; Responder a mudanças MAIS QUE seguir um plano. Ou seja, mesmo tendo valor os itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda." (AGILE MANIFESTO, 2001) Entre as Metodologias Ágeis, com representação no manifesto está no Scrum, uma metodologia ágil para gerenciamento de projetos de software, cujas principais referências são: Ken Schwaber, Jeff Sutherland e Mike Beedle.

11 11 CAPÍTULO II DEFINIÇÕES DE SCRUM E PMBOK 1 - SCRUM Scrum é um processo iterativo e incremental para o desenvolvimento de qualquer tipo de produto ou gerenciamento de qualquer tipo de trabalho (CONTROL CHAOS, 2008). O Scrum é uma metodologia ágil para Gerenciamento de Projetos. No Scrum, os projetos são divididos em ciclos (tipicamente de 2 a 4 semanas) chamados de Sprints. O Sprint representa um Time Box dentro do qual um conjunto de atividades deve ser executado. Metodologias ágeis de desenvolvimento de software são iterativas, ou seja, o trabalho é dividido em iterações, que são chamadas de Sprints no caso do Scrum. A cada sprint o esforço é para se entregar itens com o valor de negócios (e prioridade) ao cliente, dando a ele algo real e de valor para o negócio. A figura abaixo mostra o ciclo de vida do Scrum.

12 Product Backlog É a lista de tudo que se deseja para o software, de uma maneira enxuta, sem detalhamento. O grande diferencial é que esta lista não precisa estar completa logo no início, não precisa ter 100% dos itens possíveis e imagináveis. O Product Owner (PO) define essa lista, que pode ir ganhando outros itens ao decorrer do desenvolvimento das Sprints, ele também detalha os itens em cada planejamento de Sprint, e prioriza os itens, a equipe que define quais itens cabem ou não dentro da Sprint, essa lista gerada tem o nome de Sprint Backlog. O processo se repete a cada ciclo de desenvolvimento. 1.2 Revisão (Sprint Review) A reunião diária serve para a equipe se alinhar em relação ao desenvolvimento dos itens do Sprint Backlog. Esta reunião deve durar no máximo 15 minutos, seu conteúdo é exposto pela equipe basicamente respondendo 3 perguntas: O que eu fiz ontem? O que farei hoje? Quais impedimentos eu tive? 1.3 Revisão (Sprint Review) Esta é uma reunião muito importante ao ponto de vista do cliente, nela, tudo o que foi desenvolvido durante o Sprint será apresentada para os responsáveis pelo projeto, o cliente em si, ou as pessoas que os represente. Cada historia é apresentada de acordo com a ordem de prioridade definida no Sprint Backlog, e o cliente dá o aceite final a historia e indica se a Sprint atingiu a meta proposta. 1.4 Retrospectiva (Sprint Retrospective)

13 13 Ao término de cada Sprint, a equipe se reúne para analisar a Sprint que encerrou, com o propósito de um constante aperfeiçoamento. Nessa reunião serão debatidos o que funcionou bem na Sprint, o que precisa ser melhorado e quais ações serão tomadas para colocar essas melhorias em prática. 1.5 Product Owner Este é o integrante que representa o cliente, que conhece o negócio e as regras do funcionamento dele. O Product Owner é responsável por criar o Product Backlog e priorizá-lo. Como ele é quem sabe o que é mais importante pro negócio, ele também fará as alterações dos itens, seja prioridade ou remoção e adição de novos. Em algumas empresas esse papel é conhecido como Gerente de Produto e também pode ter outros nomes semelhantes. 1.6 Scrum Master O Scrum Master é o papel responsável por fazer o ambiente Scrum funcionar, verificando se o time está respeitando e cumprindo os valores e práticas do Scrum. Ele também orienta o time no Daily Meeting corretamente e é responsável por remover todos os impedimentos apontados. Ele protege a equipe de interferências externas, assegura que os Sprints não contenham itens além do que pode ser realmente entregue. O Scrum Master é um facilitador, alguém que tenha a missão de fazer o time funcionar e aplicar corretamente o Scrum. 1.7 O Time (Team)

14 14 O Time é responsável por transformar itens do Product Backlog em itens do Sprint Backlog e transformar esses itens em software pronto para ser entregue. As equipes de Scrum contém geralmente entre 5 a 9 pessoas, não mais do que 10, isso é essencial para a boa prática do Scrum. Os membros são multifuncionais, podendo conter desenvolvedores, designers, arquitetos da informação, entre outros. Outra característica importante é que os times são auto-gerenciáveis, sendo eles responsáveis por controlar as tarefas do desenvolvimento da Sprint. 2 - PMBOK O PMBOK Guide é o principal documento de referência do Project Management Institute (PMI), embora não seja o único. Como o próprio nome em português diz, ele é Um guia do conjunto de conhecimentos em Gerenciamento de Projetos. Abaixo podemos ver como o próprio PMBOK se define: No PMBOK Guide encontram-se muitas definições e práticas que guiam na gerência de projetos em geral. Entre algumas dessas definições está o projeto que é descrito pelo PMBOK Guide (PMBOK, 2004) como um esforço

15 15 temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Quando diz temporário, significa que o projeto deve ter um início e fim definido. A metodologia de gerenciamento do PMI também organiza os 44 processos (3º edição PMBOK 2004) e 42 processos (4º edição PMBOK 2008) em nove áreas de conhecimento. CAPÍTULO III SCRUM versus PMBOK

16 16 A má interpretação mais recorrente é que o PMBOK é um processo, assim como seriam as metodologias ágeis, e que esse processo deve ser seguido fielmente para o sucesso de um projeto. O PMBOK não define um processo, e sim um conjunto de conhecimentos e as ditas melhores práticas. Da introdução: Entre estas práticas inovadas estão às metodologias ágeis existentes como o Scrum. Segundo MICHELE SLIGER (2006) em uma série de artigos nomeados Relating PMBOK Pratices to Agile Pratices (SLIGER, 2006), a autora discute uma abordagem consistente de filosofias entre PMI e Metodologias Ágeis. Cita ainda que apesar das diferenças de filosofias entre PMI e Agile, muitas das práticas do PMBOK são compatíveis com as práticas ágeis. Nesta serie de artigos Michele Sliger destaca que para cada uma das áreas do PMBOK, suas práticas têm práticas relativas nas Metodologias Ágeis, porém a forma de executar é diferente. Dentre estas áreas de conhecimento do PMBOK (integração, escopo, tempo, risco e qualidade) que possuem semelhanças é demonstrado na figura abaixo, o grupo de processos mapeado do PMBOK e de metodologias ágeis.

17 17 No gerenciamento de integração o principal processo é o desenvolvimento do plano do projeto, definindo como o projeto será executado e controlado, onde contém os planos para cada uma das áreas. Já nas Metodologias Ágeis o plano é feito e revisitado continuamente, com um nível de detalhe o suficiente para a realidade de tempo, conforme os releases e iterações. Da mesma forma o controle integrado de mudança é natural no dia-a-dia da equipe, e ocorre através das priorizações feitas pelo cliente no backlog, e durante as reuniões de planejamento e revisão de iteração e releases. O gerenciamento de escopo é a área mais importante do PMBOK e por isso recebe grande atenção. Nos Métodos Ágeis também é de extrema importância, porém a filosofia é totalmente diferente. Enquanto o PMBOK procura blindar o escopo contra mudanças, a abordagem ágil abraça a mudança. Uma abordagem interessante colocada pela Sliger é a forma de criar a Estrutura Analítica do Projeto (EAP). Ao invés de conter todo o trabalho para o projeto como normalmente é feito no PMBOK, no modelo ágil a EAP pode ser feita no início de cada release.

18 18 O gerenciamento de tempo no PMBOK inclui os processos necessários para realizar o término do projeto no prazo entre eles definição das atividades, seqüenciamento das atividades, desenvolvimento do cronograma, controle do cronograma entre outros. Já em metodologias ágeis as estimativas são baseadas na quantidade de esforço de trabalho necessário para cada uma das tarefas, e é toda equipe, não apenas o gerente do projeto, que faz a estimativa. Os membros da equipe se inscrevem para as funções em vez de ser simplesmente atribuída a eles. Isto dá à equipe uma oportunidade de se comprometer com a agenda e se apropriar do trabalho. Outro aspecto importante é o gerenciamento do risco que no PMBOK significa identificar possíveis eventos negativos para o projeto e tentar minimizar sua ocorrência e impacto. Na abordagem ágil o risco é tratado naturalmente no ciclo de vida do produto. É natural identificar e responder aos riscos continuamente. Isto é feito nas reuniões diárias, nas reuniões de planejamentos de revisão e de retrospectiva de releases e iterações. Quanto ao gerenciamento da qualidade, normalmente é uma das últimas fases no modelo tradicional enquanto que na filosofia ágil há uma busca constante da qualidade ao longo das iterações e com o envolvimento do cliente, que dará o aceite final. CONCLUSÃO

19 19 O PMBOK não retrata nenhuma proibição da utilização de metodologias ágeis, como também, não defende o ciclo em cascata para o desenvolvimento de projetos, porém cita apenas como uma possibilidade. É importante destacar alguns itens sobre o Scrum e sua implantação em projetos na empresa. Para isso existe uma maturidade necessária para verificar se realmente aquele projeto possui um perfil para a utilização de práticas de metodologias ágeis. Entre estes pontos destaca-se: Scrum precisa estar no lugar certo, na hora certa Aplicar Scrum exige paciência e maturidade antes de aplicá-lo. Scrum precisa ser promovido dentro da empresa Entenda que as práticas de Scrum atacam diretamente uma série de cicios existentes nas equipes precisam primeiro concordar com você sobre os problemas gerados por estes cicios, e querer atacá-los. Scrum precisa de estratégia para ser bem aplicado: Conheça a empresa/time e então estude como Scrum poderá ser aplicado; A abordagem ágil (Scrum), assim como a abordagem tradicional (PMBOK), possui características positivas e negativas, sendo que a principal diferença entre as duas está no conjunto de pressupostos de cada uma. É possível afirmar, ainda, que existe uma sinergia muito grande entre as duas metodologias, ou seja, uma pode complementar a outra. É importante destacar também um comentário do RICARDO VARGAS (2009) que fala em seu podcast como o título de Gerenciamento Ágil de Projetos e Scrum sobre a utilização de métodos ágeis que hoje é voltado mais para o mercado de desenvolvimento de software. De como esta utilização de metodologias ágeis em megaprojetos como plataformas de petróleo, ilhas artificiais programassem uma melhorada deste conceito de Sprint, times autogerenciáveis que hoje é um grande desafio para a área de Gerenciamento de Projetos. Outro item que ele destaca é que as metodologias ágeis se encaixam totalmente nas melhores práticas do PMBOK e o principal objetivo das metodologias é gerar os resultados.

20 20 Portanto, metodologias ágeis ou metodologias tradicionais não são processos que devem ser aplicados ao pé-da-letra mais são práticas reconhecidas e recomendadas para a utilização nos projetos. E que Scrum e PMBOK são práticas que se completam e depende do que o projeto exije para que sejam aplicadas as melhores práticas. É bom aprender que como tudo na vida de um projeto pode falhar, por isso, deve-se estar atento as lições aprendidas, as metodologias aplicadas e buscar aplicar a metodologia correta para o trabalho a ser realizado.

21 21 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA BOCQUET, J.-C., MARLE F. Three standard operators for contribution to a recursive planning process, Disponível em: %20ENEGEP%5B1%5D%5B1%5D.pdf Acesso em 23/12/2010. AGILE MANIFESTO. Manifesto for Agile Software Development. Agile Alliance, Disponível em: Acesso em 22/12/2010. RICARDO VARGAS. Gerenciamento Ágil de Projetos e Scrum 2 de 2. Disponível em: Acesso em 26/12/2010. MICHELE SLIGER. Relating PMBOK Practices to Agile Practices. Disponível em: wide.asp?function=edetail&objecttype=col&objectid=10365&tthdyn&tt=sit e &idyn/. Acesso em 03/01/2011. CONTROL CHAOS. About Scrum - Overview. Disponível em: Acesso em 05/01/2011. PMBOK, Guide. Um Guia do Conjunto de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos Terceira Edição. Versão em Português. Pennsylvania: PMI, CAELUM. Falando em Agile 2008 Scrum na Globo.com: Derrubando Mitos. Disponível em: scrum-na-globocom-derrubando-mitos/. Acesso em 20/01/2011.

22 22 DSDM-ORG. DSDM Consortium: Enabling Business Agility. Disponível em: Acesso em 21/01/2011. WIKIPÉDIA. Scrum. Disponível em: Acesso em 23/01/2011. MÁRCIO. PMBOK e Gerenciamento de Projetos. Disponível em: Acesso em 25/01/2011.

23 23 BIBLIOGRAFIA CITADA 1 - [Kerzner 2001] Kerzner, H.; (2001). Project Management A Systems Approach to Planning, Scheduling, and Controlling, New York NY, John Willey & Sons.

24 24 ÍNDICE FOLHA DE ROSTO 2 AGRADECIMENTO 3 DEDICATÓRIA 4 RESUMO 5 METODOLOGIA 6 SUMÁRIO 7 INTRODUÇÃO 8 CAPÍTULO I MÉTODOS ÁGEIS DE PROCESSSOS 9 CAPÍTULO II DEFINIÇÕES DE SCRUM E PMBOK SCRUM Product Backlog Reunião Diária (Scrum Daily Meeting) Revisão (Sprint Review) Retrospectiva (Sprint Retrospective) Product Owner Scrum Master O Time (Team) 14 2 PMBOK 14 CAPÍTULO III SCRUM versus PMBOK 16 CONCLUSÃO 19 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA 21 BIBLIOGRAFIA CITADA 23 ÍNDICE 24

25 25 FOLHA DE AVALIAÇÃO Nome da Instituição: Título da Monografia: Autor: Data da entrega: Avaliado por: Conceito:

Scrum. Introdução UFRPE-DEINFO BSI-FÁBRICA DE SOFTWARE

Scrum. Introdução UFRPE-DEINFO BSI-FÁBRICA DE SOFTWARE Scrum Introdução UFRPE-DEINFO BSI-FÁBRICA DE SOFTWARE scrum Ken Schwaber - Jeff Sutherland http://www.scrumalliance.org/ Scrum Uma forma ágil de gerenciar projetos. Uma abordagem baseada em equipes autoorganizadas.

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas CMP1141 Processo e qualidade de software I Prof. Me. Elias Ferreira Sala: 210 F Quarta-Feira:

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática

Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática Disciplina: INF5008 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 8. Metodologias

Leia mais

SCRUM Gerência de Projetos Ágil. Prof. Elias Ferreira

SCRUM Gerência de Projetos Ágil. Prof. Elias Ferreira SCRUM Gerência de Projetos Ágil Prof. Elias Ferreira Métodos Ágeis + SCRUM + Introdução ao extreme Programming (XP) Manifesto Ágil Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software fazendo-o

Leia mais

Uma introdução ao SCRUM. Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br

Uma introdução ao SCRUM. Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br Uma introdução ao SCRUM Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br Agenda Projetos de Software O que é Scrum Scrum framework Estrutura do Scrum Sprints Ferramentas Projetos de software Chaos Report Standish

Leia mais

Após completar este módulo você deverá ter absorvido o seguinte conhecimento: Uma ampla visão do framework Scrum e suas peculiaridades

Após completar este módulo você deverá ter absorvido o seguinte conhecimento: Uma ampla visão do framework Scrum e suas peculiaridades Objetivos da Aula 1 Após completar este módulo você deverá ter absorvido o seguinte conhecimento: Uma ampla visão do framework Scrum e suas peculiaridades Entendimento sobre os processos essenciais do

Leia mais

Wesley Torres Galindo

Wesley Torres Galindo Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com User Story To Do Doing Done O que é? Como Surgiu? Estrutura Apresentar

Leia mais

Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.com

Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.com Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com Wesley Galindo Graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Mestrado em Engenharia de Software Engenheiro de Software Professor Faculdade Escritor Osman

Leia mais

AVALIAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DO SCRUM COMO MEIO PARA OBTENÇÃO DO NÍVEL G DE MATURIDADE DE ACORDO COM O MODELO MPS.br RESUMO

AVALIAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DO SCRUM COMO MEIO PARA OBTENÇÃO DO NÍVEL G DE MATURIDADE DE ACORDO COM O MODELO MPS.br RESUMO 1 AVALIAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DO SCRUM COMO MEIO PARA OBTENÇÃO DO NÍVEL G DE MATURIDADE DE ACORDO COM O MODELO MPS.br Autor: Julio Cesar Fausto 1 RESUMO Em um cenário cada vez mais competitivo e em franca

Leia mais

SCRUM. Otimizando projetos. Adilson Taub Júnior tecproit.com.br

SCRUM. Otimizando projetos. Adilson Taub Júnior tecproit.com.br SCRUM Otimizando projetos Adilson Taub Júnior tecproit.com.br Sobre mim Adilson Taub Júnior Gerente de Processos Certified ScrumMaster; ITIL Certified; Cobit Certified; 8+ anos experiência com TI Especialista

Leia mais

SCRUM. É um processo iterativo e incremental para o desenvolvimento de qualquer produto e gerenciamento de qualquer projeto.

SCRUM. É um processo iterativo e incremental para o desenvolvimento de qualquer produto e gerenciamento de qualquer projeto. SCRUM SCRUM É um processo iterativo e incremental para o desenvolvimento de qualquer produto e gerenciamento de qualquer projeto. Ken Schwaber e Jeff Sutherland Transparência A transparência garante que

Leia mais

Ferramenta para gestão ágil

Ferramenta para gestão ágil Ferramenta para gestão ágil de projetos de software Robson Ricardo Giacomozzi Orientador: Everaldo Artur Grahl Agenda Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento Resultados e discussões

Leia mais

Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM)

Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM) Programação Extrema Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM) Prof. Mauro Lopes Programação Extrema Prof. Mauro Lopes 1-31 45 Manifesto Ágil Formação da Aliança Ágil Manifesto Ágil: Propósito

Leia mais

SCRUM. Fabrício Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

SCRUM. Fabrício Sousa fabbricio7@yahoo.com.br SCRUM Fabrício Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Introdução 2 2001 Encontro onde profissionais e acadêmicos da área de desenvolvimento de software de mostraram seu descontentamento com a maneira com que os

Leia mais

ESTUDO DE CASO: SCRUM E PMBOK UNIDOS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS. contato@alinebrake.com.br. fs_moreira@yahoo.com.br. contato@marcelobrake.com.

ESTUDO DE CASO: SCRUM E PMBOK UNIDOS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS. contato@alinebrake.com.br. fs_moreira@yahoo.com.br. contato@marcelobrake.com. ESTUDO DE CASO: SCRUM E PMBOK UNIDOS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS (CASE STUDY: SCRUM AND PMBOK - STATES IN PROJECT MANAGEMENT) Aline Maria Sabião Brake 1, Fabrício Moreira 2, Marcelo Divaldo Brake 3, João

Leia mais

Alexandre Lima Guilherme Melo Joeldson Costa Marcelo Guedes

Alexandre Lima Guilherme Melo Joeldson Costa Marcelo Guedes Instituto Federal do Rio Grande do Norte IFRN Graduação Tecnologia em Analise e Desenvolvimento de Sistema Disciplina: Processo de Desenvolvimento de Software Scrum Alexandre Lima Guilherme Melo Joeldson

Leia mais

RESUMO PARA O EXAME PSM I

RESUMO PARA O EXAME PSM I RESUMO PARA O EXAME PSM I Escrito por: Larah Vidotti Blog técnico: Linkedin: http://br.linkedin.com/in/larahvidotti MSN: larah_bit@hotmail.com Referências:... 2 O Scrum... 2 Papéis... 3 Product Owner (PO)...

Leia mais

Método Aldeia de Projetos

Método Aldeia de Projetos MAP Método Aldeia de Projetos Como surgiu o MAP? Em mais de 15 anos de atuação experimentamos distintas linhas de pensamento para inspirar nosso processo e diversas metodologias para organizar nossa forma

Leia mais

METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS SCRUM: ESTUDO DE REVISÃO. Bruno Edgar Fuhr 1

METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS SCRUM: ESTUDO DE REVISÃO. Bruno Edgar Fuhr 1 METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS SCRUM: ESTUDO DE REVISÃO Bruno Edgar Fuhr 1 Resumo: O atual mercado de sistemas informatizados exige das empresas de desenvolvimento, um produto que tenha ao mesmo

Leia mais

Manifesto Ágil - Princípios

Manifesto Ágil - Princípios Manifesto Ágil - Princípios Indivíduos e interações são mais importantes que processos e ferramentas. Software funcionando é mais importante do que documentação completa e detalhada. Colaboração com o

Leia mais

FireScrum: Ferramenta de apoio à gestão de projetos utilizando Scrum

FireScrum: Ferramenta de apoio à gestão de projetos utilizando Scrum C.E.S.A.R.EDU Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife Projeto de Dissertação de Mestrado FireScrum: Ferramenta de apoio à gestão de projetos utilizando Scrum Eric de Oliveira

Leia mais

Guia Projectlab para Métodos Agéis

Guia Projectlab para Métodos Agéis Guia Projectlab para Métodos Agéis GUIA PROJECTLAB PARA MÉTODOS ÁGEIS 2 Índice Introdução O que são métodos ágeis Breve histórico sobre métodos ágeis 03 04 04 Tipos de projetos que se beneficiam com métodos

Leia mais

Estudo de compatibilidade entre PMBOK e SCRUM

Estudo de compatibilidade entre PMBOK e SCRUM Estudo de compatibilidade entre PMBOK e SCRUM Resumo Marcela Silva Kardec O objetivo deste estudo é fazer uma revisão do conhecimento sobre o gerenciamento de projetos, sob a ótica do que é classificado

Leia mais

Por que o Scrum? o Foco na Gerência de Projetos; o Participação efetiva do Cliente.

Por que o Scrum? o Foco na Gerência de Projetos; o Participação efetiva do Cliente. Por que o Scrum? o Foco na Gerência de Projetos; o Participação efetiva do Cliente. Desenvolvido por Jeff SUTHERLAND e Ken SCHWABER ; Bastante objetivo, com papéis bem definidos; Curva de Aprendizado é

Leia mais

Scrum Guia Prático. Raphael Rayro Louback Saliba Certified Scrum Master. Os papéis, eventos, artefatos e as regras do Scrum. Solutions. www.domain.

Scrum Guia Prático. Raphael Rayro Louback Saliba Certified Scrum Master. Os papéis, eventos, artefatos e as regras do Scrum. Solutions. www.domain. Scrum Guia Prático Os papéis, eventos, artefatos e as regras do Scrum Solutions www.domain.com Raphael Rayro Louback Saliba Certified Scrum Master 1 Gráfico de Utilização de Funcionalidades Utilização

Leia mais

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS Emerson Augusto Priamo Moraes (UFF) Resumo Os projetos fazem parte do cotidiano de diversas organizações, públicas e privadas, dos mais diversos

Leia mais

Scrum. Gestão ágil de projetos

Scrum. Gestão ágil de projetos Scrum Gestão ágil de projetos Apresentação feita por : Igor Macaúbas e Marcos Pereira Modificada por: Francisco Alecrim (22/01/2012) Metas para o o Metas para treinamento seminário Explicar o que é Scrum

Leia mais

Agradecimento. Adaptação do curso Scrum de Márcio Sete, ChallengeIT. Adaptação do curso The Zen of Scrum de Alexandre Magno, AdaptaWorks

Agradecimento. Adaptação do curso Scrum de Márcio Sete, ChallengeIT. Adaptação do curso The Zen of Scrum de Alexandre Magno, AdaptaWorks S C R U M Apresentação Tiago Domenici Griffo Arquiteto de Software na MCP, MCAD, MCSD, MCTS Web, Windows e TFS, ITIL Foundation Certified, MPS.BR P1 Experiência internacional e de offshoring Agradecimento

Leia mais

Proposta. Treinamento Scrum Master Gerenciamento Ágil de Projetos. Apresentação Executiva

Proposta. Treinamento Scrum Master Gerenciamento Ágil de Projetos. Apresentação Executiva Treinamento Scrum Master Gerenciamento Ágil de Projetos Apresentação Executiva 1 O treinamento Scrum Master Gerenciamento Ágil de Projetos tem como premissa preparar profissionais para darem início às

Leia mais

SCRUM Discussão e reflexão sobre Agilidade. Fernando Wanderley

SCRUM Discussão e reflexão sobre Agilidade. Fernando Wanderley SCRUM Discussão e reflexão sobre Agilidade Fernando Wanderley Apresentação Líder Técnico em Projetos Java (~ 9 anos) (CESAR, Imagem, CSI, Qualiti Software Process) Consultor de Processos de Desenvolvimento

Leia mais

Gerenciamento de Equipes com Scrum

Gerenciamento de Equipes com Scrum Gerenciamento de Equipes com Scrum Curso de Verão 2009 IME/USP www.agilcoop.org.br Dairton Bassi 28/Jan/2009 O que é Scrum? Processo de controle e gerenciamento Processo iterativo de inspeção e adaptação

Leia mais

Metodologias Ágeis. Aécio Costa

Metodologias Ágeis. Aécio Costa Metodologias Ágeis Aécio Costa Metodologias Ágeis Problema: Processo de desenvolvimento de Software Imprevisível e complicado. Empírico: Aceita imprevisibilidade, porém tem mecanismos de ação corretiva.

Leia mais

Quais são as características de um projeto?

Quais são as características de um projeto? Metodologias ágeis Flávio Steffens de Castro Projetos? Quais são as características de um projeto? Temporário (início e fim) Objetivo (produto, serviço e resultado) Único Recursos limitados Planejados,

Leia mais

Géssica Talita. Márcia Verônica. Prof.: Edmilson

Géssica Talita. Márcia Verônica. Prof.: Edmilson Géssica Talita Márcia Verônica Prof.: Edmilson DESENVOLVIMENTO ÁGIL Técnicas foram criadas com o foco de terminar os projetos de software rapidamente e de forma eficaz. Este tipo de técnica foi categorizada

Leia mais

Frederico Aranha, Instrutor. Scrum 100 Lero Lero. Um curso objetivo!

Frederico Aranha, Instrutor. Scrum 100 Lero Lero. Um curso objetivo! Scrum 100 Lero Lero Um curso objetivo! Napoleãããõ blah blah blah Whiskas Sachê Sim, sou eu! Frederico de Azevedo Aranha MBA, PMP, ITIL Expert Por que 100 Lero Lero? Porque o lero lero está documentado.

Leia mais

[Agile] Scrum + XP. Wagner Roberto dos Santos. Agilidade extrema. Arquiteto Java EE / Scrum Master wrsconsulting@gmail.com. Globalcode open4education

[Agile] Scrum + XP. Wagner Roberto dos Santos. Agilidade extrema. Arquiteto Java EE / Scrum Master wrsconsulting@gmail.com. Globalcode open4education [Agile] Scrum + XP Agilidade extrema Wagner Roberto dos Santos Arquiteto Java EE / Scrum Master wrsconsulting@gmail.com 1 Apresentação Arquiteto Java EE / Scrum Master Lead Editor da Queue Arquitetura

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software. Unidade V Modelagem de PDS. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

Processo de Desenvolvimento de Software. Unidade V Modelagem de PDS. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Processo de Desenvolvimento de Software Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático desta aula Modelo Cascata (Waterfall) ou TOP DOWN. Modelo Iterativo. Metodologia Ágil.

Leia mais

Estudo sobre Desenvolvimento de Software Utilizando o Framework Ágil Scrum

Estudo sobre Desenvolvimento de Software Utilizando o Framework Ágil Scrum Estudo sobre Desenvolvimento de Software Utilizando o Framework Ágil Scrum Andre Scarmagnani 1, Fabricio C. Mota 1, Isaac da Silva 1, Matheus de C. Madalozzo 1, Regis S. Onishi 1, Luciano S. Cardoso 1

Leia mais

SCRUM: UM MÉTODO ÁGIL. Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com)

SCRUM: UM MÉTODO ÁGIL. Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com) SCRUM: UM MÉTODO ÁGIL Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com) Roteiro Motivação Manifesto Ágil Princípios Ciclo Papeis, cerimônias, eventos, artefatos Comunicação Product Backlog Desperdício 64% das features

Leia mais

Análise da aplicação da metodologia SCRUM em uma empresa de Desenvolvimento de Software

Análise da aplicação da metodologia SCRUM em uma empresa de Desenvolvimento de Software Análise da aplicação da metodologia SCRUM em uma empresa de Desenvolvimento de Software Carolina Luiza Chamas Faculdade de Tecnologia da Zona Leste SP Brasil carolchamas@hotmail.com Leandro Colevati dos

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS METODOLOGIAS ÁGEIS ENGENHARIA DE SOFTWARE 10/08/2013

LISTA DE EXERCÍCIOS METODOLOGIAS ÁGEIS ENGENHARIA DE SOFTWARE 10/08/2013 LISTA DE EXERCÍCIOS METODOLOGIAS ÁGEIS ENGENHARIA DE SOFTWARE 10/08/2013 Disciplina: Professor: Engenharia de Software Edison Andrade Martins Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br Área: Metodologias

Leia mais

Gestão Ágil de Projetos e a certificação PMI-ACP

Gestão Ágil de Projetos e a certificação PMI-ACP Gestão Ágil de Projetos e a certificação PMI-ACP Apresentação Roberto Gil Espinha Mais de 15 anos de experiência em Projetos Bacharel em Administração de Empresas pela UNIVILLE Pós-Graduado em Gestão Empresarial

Leia mais

Metodologias Ágeis de Desenvolvimento de Software

Metodologias Ágeis de Desenvolvimento de Software "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software de Desenvolvimento de Software Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

SCRUM: UMA DAS METODOLOGIAS ÁGEIS MAIS USADAS DO MUNDO

SCRUM: UMA DAS METODOLOGIAS ÁGEIS MAIS USADAS DO MUNDO SCRUM: UMA DAS METODOLOGIAS ÁGEIS MAIS USADAS DO MUNDO RESUMO Eleandro Lopes de Lima 1 Nielsen Alves dos Santos 2 Rodrigo Vitorino Moravia 3 Maria Renata Furtado 4 Ao propor uma alternativa para o gerenciamento

Leia mais

UMA ABORDAGEM PARA VIABILIZAR A ADERÊNCIA DA METODOLOGIA SCRUM AO MODELO MPS.BR NÍVEL G.

UMA ABORDAGEM PARA VIABILIZAR A ADERÊNCIA DA METODOLOGIA SCRUM AO MODELO MPS.BR NÍVEL G. UMA ABORDAGEM PARA VIABILIZAR A ADERÊNCIA DA METODOLOGIA SCRUM AO MODELO MPS.BR NÍVEL G. Magda A. Silvério Miyashiro 1, Maurício G. V. Ferreira 2, Bruna S. P. Martins 3, Fabio Nascimento 4, Rodrigo Dias

Leia mais

É POSSÍVEL SER ÁGIL EM PROJETOS DE HARDWARE?

É POSSÍVEL SER ÁGIL EM PROJETOS DE HARDWARE? É POSSÍVEL SER ÁGIL EM PROJETOS DE Doubleday K. Francotti v 1.0 Onde foi parar os requisitos? Trabalhando 30h por dia! Manda quem pode... Caminho das pedras Hum... Acho que deu certo... Onde foi parar

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO Curso de Engenharia da Computação RAFAEL HIDEMASA FURUKAWA

UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO Curso de Engenharia da Computação RAFAEL HIDEMASA FURUKAWA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO Curso de Engenharia da Computação RAFAEL HIDEMASA FURUKAWA ESTUDO DE APLICAÇÃO DE PRÁTICAS DO PMBOK EM PROJETOS DE SOFTWARE BASEADOS EM SCRUM Itatiba 2012 UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO

Leia mais

Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software

Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software ADRIANA TAVARES FIGUEIREDO Graduaçao em Licenciatura para Computação UNILASALLE RJ / 2006 Pós Graduada em Design Estratégico e MKT Management ESPM RJ

Leia mais

Gestão de Projetos com Scrum

Gestão de Projetos com Scrum Gestão de Projetos com Scrum Curso de Verão - Jan / 2010 IME/USP - São Paulo Dairton Bassi dbassi@gmail.com Processo de gerenciamento de projetos. Processo iterativo de inspeção e adaptação. Usado para

Leia mais

Engenharia de Software I. Aula 15: Metodologias Ágeis. Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org

Engenharia de Software I. Aula 15: Metodologias Ágeis. Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org Engenharia de Software I Aula 15: Metodologias Ágeis Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org Março - 2008 Antes... Manifesto Mudança de contratos Foco nas premissas... 2 Algumas metodologias Extreme Programming

Leia mais

ScRUM na prática. Scrum no dia-a-dia. V Semana de Tecnologia da Informação

ScRUM na prática. Scrum no dia-a-dia. V Semana de Tecnologia da Informação ScRUM na prática Scrum no dia-a-dia V Semana de Tecnologia da Informação Agenda Manifesto Ágil; O Scrum; Os papéis do Scrum; Quem usa Scrum; O Scrum na Tray; Cerimônias; Artefatos. Qualidade. era uma vez

Leia mais

INTRODUÇÃO AOS MÉTODOS ÁGEIS

INTRODUÇÃO AOS MÉTODOS ÁGEIS WESLLEYMOURA@GMAIL.COM INTRODUÇÃO AOS MÉTODOS ÁGEIS ANÁLISE DE SISTEMAS Introdução aos métodos ágeis Metodologias tradicionais Estes tipos de metodologias dominaram a forma de desenvolvimento de software

Leia mais

Scrumming. Ferramenta Educacional para Ensino de Práticas do SCRUM

Scrumming. Ferramenta Educacional para Ensino de Práticas do SCRUM PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE INFORMÁTICA CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Scrumming Ferramenta Educacional para Ensino de Práticas do SCRUM por ERASMO

Leia mais

Uso da metodologia Scrum para planejamento de atividades de Grupos PET s

Uso da metodologia Scrum para planejamento de atividades de Grupos PET s Uso da metodologia Scrum para planejamento de atividades de Grupos PET s CARVALHO 1, P. A. O. ; COELHO 1, H. A. ; PONTES 1, R. A. F. ; ZITZKE 1, A. P. ; LELIS 2, F. R. C. Petiano 1 ; Tutor 2 do Grupo PET-Civil

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM AGÊNCIAS WEB BASEADO NO PMI E METODOLOGIAS ÁGEIS 1

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM AGÊNCIAS WEB BASEADO NO PMI E METODOLOGIAS ÁGEIS 1 1 GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM AGÊNCIAS WEB BASEADO NO PMI E METODOLOGIAS ÁGEIS 1 Peter Rizzon 2 Resumo: Com a crescente demanda no desenvolvimento de softwares baseados na plataforma web, as empresas

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software Scrum. Prof. Antonio Almeida de Barros Jr.

Processo de Desenvolvimento de Software Scrum. Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Processo de Desenvolvimento de Software Scrum Manifesto da Agilidade Quatro princípios Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas Software funcionando mais que documentação compreensiva Colaboração

Leia mais

Guia do Nexus. O Guia Definitivo para o Nexus: O exoesqueleto do desenvolvimento Scrum escalado. Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Scrum.

Guia do Nexus. O Guia Definitivo para o Nexus: O exoesqueleto do desenvolvimento Scrum escalado. Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Scrum. Guia do Nexus O Guia Definitivo para o Nexus: O exoesqueleto do desenvolvimento Scrum escalado Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Scrum.org Tabela de Conteúdo Visão Geral do Nexus... 2 O Propósito

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS VANESSA WATZKO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS VANESSA WATZKO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS VANESSA WATZKO PROPOSTA DE MÉTODO DE GESTÃO DE PROJETOS INCORPORANDO CONCEITOS

Leia mais

Agilidade parte 3/3 - Scrum. Prof. Dr. Luís Fernando Fortes Garcia luis@garcia.pro.br

Agilidade parte 3/3 - Scrum. Prof. Dr. Luís Fernando Fortes Garcia luis@garcia.pro.br Agilidade parte 3/3 - Scrum Prof. Dr. Luís Fernando Fortes Garcia luis@garcia.pro.br 1 Scrum Scrum? Jogada do Rugby Formação de muralha com 8 jogadores Trabalho em EQUIPE 2 Scrum 3 Scrum Scrum Processo

Leia mais

www.plathanus.com.br

www.plathanus.com.br www.plathanus.com.br A Plathanus Somos uma empresa com sede na Pedra Branca Palhoça/SC, especializada em consultoria e assessoria na criação e desenvolvimento de estruturas e ambientes especializados com

Leia mais

Método Ágil em Gerenciamento de Projetos de Software

Método Ágil em Gerenciamento de Projetos de Software Fundação Getulio Vargas MBA em Gerenciamento de Projetos Método Ágil em Gerenciamento de Projetos de Software Ana Cristina Monteiro Almeida Arnaldo Lyrio Barreto (Orientador) Rio de Janeiro Outubro de

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA GERENCIAMENTO EM TI Por: Josué Fonseca Aguiar Orientador Prof. Nelsom Magalhães Rio de Janeiro 2012 2 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES

Leia mais

Métodos Ágeis e Gestão de Dados Moderna

Métodos Ágeis e Gestão de Dados Moderna Métodos Ágeis e Gestão de Dados Moderna Bergson Lopes contato@bergsonlopes.com.br www.bergsonlopes.com.br Dados do Palestrante Bergson Lopes Rego, PMP é especialista em Gestão de Dados, Gerenciamento de

Leia mais

Guia do Scrum. Um guia definitivo para o Scrum: As regras do jogo. Outubro de 2011. Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Jeff Sutherland

Guia do Scrum. Um guia definitivo para o Scrum: As regras do jogo. Outubro de 2011. Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Jeff Sutherland Guia do Scrum Um guia definitivo para o Scrum: As regras do jogo Outubro de 2011 Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Jeff Sutherland Índice O propósito do Guia do Scrum... 3 Visão geral do Scrum...

Leia mais

um framework para desenvolver produtos complexos em ambientes complexos Rafael Sabbagh, CSM, CSP Marcos Garrido, CSPO

um framework para desenvolver produtos complexos em ambientes complexos Rafael Sabbagh, CSM, CSP Marcos Garrido, CSPO um framework para desenvolver produtos complexos em ambientes complexos Rafael Sabbagh, CSM, CSP Marcos Garrido, CSPO Um pouco de história... Década de 50: a gestão de projetos é reconhecida como disciplina,

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE II

ENGENHARIA DE SOFTWARE II UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO ENGENHARIA DE SOFTWARE II Modelagem Ágil com Scrum AULA 3 Profª MSc. MICHELLE DE OLIVEIRA PARREIRA parreira.michelle@gmail.com O que é agilidade? Agilidade Rapidez,

Leia mais

Desenvolvimento Ágil de Software

Desenvolvimento Ágil de Software Desenvolvimento Ágil de Software Métodos ágeis (Sommerville) As empresas operam em um ambiente global, com mudanças rápidas. Softwares fazem parte de quase todas as operações de negócios. O desenvolvimento

Leia mais

Workshop SCRUM. Versão 5 Out 2010 RFS. rildo.santos@etecnologia.com.br

Workshop SCRUM. Versão 5 Out 2010 RFS. rildo.santos@etecnologia.com.br Todos os direitos reservados e protegidos 2006 e 2010 Objetivo: Estudo de Caso Objetivo: Apresentar um Estudo de Caso para demonstrar como aplicar as práticas do SCRUM em projeto de desenvolvimento de

Leia mais

TUTORIAIS. Framework SCRUM. Rafael Buck Eduardo Franceschini. MSc., PMP, CSM MBA

TUTORIAIS. Framework SCRUM. Rafael Buck Eduardo Franceschini. MSc., PMP, CSM MBA TUTORIAIS Framework SCRUM Rafael Buck Eduardo Franceschini MSc., PMP, CSM MBA SCRUM vs. PMBOK SCRUM vs. PMBOK ESCOPO Restrições de um projeto (Tripla Restrição) TEMPO CUSTO Modelo de Contrato de projetos

Leia mais

Gestão de Projetos com Métodos Ágeis - Avançado

Gestão de Projetos com Métodos Ágeis - Avançado Gestão de Projetos com Métodos Ágeis - Avançado Caxias do Sul, 16 de Agosto 2013 Gustavo Casarotto Agenda O Scrum Planejamento da Sprint 1 Execução da Sprint 1 Revisão da Sprint 1 Retrospectiva da Sprint

Leia mais

SCRUM. Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM. Conhecimento em Tecnologia da Informação

SCRUM. Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação SCRUM Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM 2011 Bridge Consulting Apresentação Há muitos anos, empresas e equipes de desenvolvimento

Leia mais

Benefícios das metodologias ágeis no gerenciamento de projetos de Tecnologia da Informação (TI)

Benefícios das metodologias ágeis no gerenciamento de projetos de Tecnologia da Informação (TI) 1 Benefícios das metodologias ágeis no gerenciamento de projetos de Tecnologia da Informação (TI) Greick Roger de Carvalho Lima - greickroger@yahoo.com.br MBA Governança nas Tecnologias da Informação Instituto

Leia mais

Metodologia SCRUM. Moyses Santana Jacob RM 63484. Stelvio Mazza RM 63117. Tiago Pereira RM 63115. Hugo Cisneiros RM 60900

Metodologia SCRUM. Moyses Santana Jacob RM 63484. Stelvio Mazza RM 63117. Tiago Pereira RM 63115. Hugo Cisneiros RM 60900 Metodologia SCRUM Hugo Cisneiros RM 60900 Moyses Santana Jacob RM 63484 Stelvio Mazza RM 63117 Tiago Pereira RM 63115 SCRUM? O que é isso? SCRUM é um modelo de desenvolvimento ágil de software que fornece

Leia mais

A síndrome da Bala de Prata na gestão de projetos de TI. Autoria: Flávia Cruz Pereira

A síndrome da Bala de Prata na gestão de projetos de TI. Autoria: Flávia Cruz Pereira A síndrome da Bala de Prata na gestão de projetos de TI Autoria: Flávia Cruz Pereira Resumo Tendo em vista a situação do mercado atual onde o foco está cada vez mais voltado para minimizar os custos, as

Leia mais

Definição e Implantação de um Processo de Software para o Núcleo de Práticas de uma Universidade

Definição e Implantação de um Processo de Software para o Núcleo de Práticas de uma Universidade Definição e Implantação de um Processo de Software para o Núcleo de Práticas de uma Universidade Micaelly P. Soares e Silva, Carla I. M. Bezerra, Camilo C. Almendra, Enyo José T. Gonçalves Universidade

Leia mais

PROPOSTA DE SISTEMÁTICA PARA GESTÃO DE PROJETOS BASEADA NA METODOLOGIA ÁGIL SCRUM

PROPOSTA DE SISTEMÁTICA PARA GESTÃO DE PROJETOS BASEADA NA METODOLOGIA ÁGIL SCRUM XXX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Maturidade e desafios da Engenharia de Produção: competitividade das empresas, condições de trabalho, meio ambiente. São Carlos, SP, Brasil, 12 a15 de outubro

Leia mais

Fundamentos do Scrum aplicados ao RTC Sergio Martins Fernandes

Fundamentos do Scrum aplicados ao RTC Sergio Martins Fernandes Workshop Scrum & Rational Team Concert (RTC) Sergio Martins Fernandes Agilidade Slide 2 Habilidade de criar e responder a mudanças, buscando agregar valor em um ambiente de negócio turbulento O Manifesto

Leia mais

Módulo de projetos ágeis Scrum Módulo de Projetos Ágeis Scrum

Módulo de projetos ágeis Scrum Módulo de Projetos Ágeis Scrum Módulo de Projetos Ágeis Fevereiro 2015 Versão Módulo de Projetos Ágeis O nome vem de uma jogada ou formação do Rugby, onde 8 jogadores de cada time devem se encaixar para formar uma muralha. É muito importante

Leia mais

Scrum. Centro de Informática - Universidade Federal de Pernambuco Sistemas de Informação Kiev Gama kiev@cin.ufpe.br

Scrum. Centro de Informática - Universidade Federal de Pernambuco Sistemas de Informação Kiev Gama kiev@cin.ufpe.br Scrum Centro de Informática - Universidade Federal de Pernambuco Sistemas de Informação Kiev Gama kiev@cin.ufpe.br Baseado em slides de Mike Cohn mike@mountaingoatsoftware.com traduzidos e adaptados por

Leia mais

Sistemas de Informação e Programação II Odorico Machado Mendizabal

Sistemas de Informação e Programação II Odorico Machado Mendizabal Sistemas de Informação e Programação II Odorico Machado Mendizabal Universidade Federal do Rio Grande FURG C3 Engenharia de Computação 16 e 23 de março de 2011 Processo de Desenvolvimento de Software Objetivos

Leia mais

SCRUM como metodologia de gestão de projetos da área administrativa Venturus: um case de sucesso RESUMO

SCRUM como metodologia de gestão de projetos da área administrativa Venturus: um case de sucesso RESUMO SCRUM como metodologia de gestão de projetos da área administrativa Venturus: um case de sucesso RESUMO Este artigo tem por objetivo apresentar a experiência do uso da metodologia Scrum para o gerenciamento

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE OS MODELOS DE PROCESSO: PROTOTIPAÇÃO, PSP E SCRUM

ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE OS MODELOS DE PROCESSO: PROTOTIPAÇÃO, PSP E SCRUM ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE OS MODELOS DE PROCESSO: PROTOTIPAÇÃO, PSP E SCRUM Peterson Vieira Salme 1, Claudete Werner 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil petersonsalme@gmail.com, claudete@unipar.br

Leia mais

MDMS-ANAC. Metodologia de Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas da ANAC. Superintendência de Tecnologia da Informação - STI

MDMS-ANAC. Metodologia de Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas da ANAC. Superintendência de Tecnologia da Informação - STI MDMS-ANAC Metodologia de Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas da ANAC Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Histórico de Alterações Versão Data Responsável Descrição 1.0 23/08/2010 Rodrigo

Leia mais

DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Desenvolvimento Ágil Modelos Ágeis. Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga

DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Desenvolvimento Ágil Modelos Ágeis. Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Desenvolvimento Ágil Modelos Ágeis Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga 2º Semestre / 2011 Extreme Programming (XP); DAS (Desenvolvimento Adaptativo de Software)

Leia mais

Scrum How it works. Há quatro grupos com papéis bem definidos:

Scrum How it works. Há quatro grupos com papéis bem definidos: Scrum É um processo de desenvolvimento iterativo e incremental. É utilizado quando não se consegue predizer tudo o que irá ocorrer. Em geral, utiliza-se em projetos complexos, de difícil abordagem pela

Leia mais

Métodos Ágeis, Fomando Times de Alto Desempenho. Ari do Amaral Torres Filho @ariamaral ariamaralt@gmail.com

Métodos Ágeis, Fomando Times de Alto Desempenho. Ari do Amaral Torres Filho @ariamaral ariamaralt@gmail.com Métodos Ágeis, Fomando Times de Alto Desempenho Ari do Amaral Torres Filho @ariamaral ariamaralt@gmail.com Iniciando com uma Apresentação (Instrutor, Alunos e Palestra) Apresentação do Professor Sou Bacharel

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA ADERÊNCIA DO SCRUM AO PMBOK Por: Wellington Souza Amaral Orientador Prof. Nelsom Magalhães Rio de Janeiro 2012 2 UNIVERSIDADE

Leia mais

Carlos Magno da Silva Xavier

Carlos Magno da Silva Xavier Carlos Magno da Silva Xavier Metodologia de Gerenciamento de Projetos Qual a melhor para a sua Organização? magno@beware.com.br O QUE ESSES EVENTOS TÊM EM COMUM? Agenda Introdução Padrões Metodologias

Leia mais

Guia do Scrum. Um guia definitivo para o Scrum: As regras do jogo. Julho de 2013. Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Jeff Sutherland

Guia do Scrum. Um guia definitivo para o Scrum: As regras do jogo. Julho de 2013. Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Jeff Sutherland Guia do Scrum Um guia definitivo para o Scrum: As regras do jogo Julho de 2013 Desenvolvido e mantido por Ken Schwaber e Jeff Sutherland Í ndice O propósito do Guia do Scrum... 3 Definição do Scrum...

Leia mais

Adoção de Práticas Ágeis no Desenvolvimento de Soluções de Business Intelligence. Trilha da Indústria - 2015

Adoção de Práticas Ágeis no Desenvolvimento de Soluções de Business Intelligence. Trilha da Indústria - 2015 Adoção de Práticas Ágeis no Desenvolvimento de Soluções de Business Intelligence Trilha da Indústria - 2015 Palestrante Graduação Ciência da Computação UFAL/2008 Mestre em Ciência da Computação UFPE/2011

Leia mais

2012. Quinta Conferência de Qualidade de Software ASR Consultoria

2012. Quinta Conferência de Qualidade de Software ASR Consultoria 1 Visão CMMI do Ágil 2 Visão CMMI do Ágil 3 Visão Ágil do CMMI 4 Visão Ágil do CMMI 5 Visão Ágil do CMMI 6 Manifesto para Desenvolvimento Ágil de Software Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver

Leia mais

FIC Faculdade Integrada do Ceará Curso em tecnologia em analise e desenvolvimento de sistemas. OpenUp. Arquitetura de software

FIC Faculdade Integrada do Ceará Curso em tecnologia em analise e desenvolvimento de sistemas. OpenUp. Arquitetura de software FIC Faculdade Integrada do Ceará Curso em tecnologia em analise e desenvolvimento de sistemas OpenUp Arquitetura de software Fortaleza/2010 OpenUP Alguns anos atrás, vários funcionários da IBM começaram

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CURSO DE PROCESSAMENTO DE DADOS VICENTE DE FREITAS ALMEIDA NETO

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CURSO DE PROCESSAMENTO DE DADOS VICENTE DE FREITAS ALMEIDA NETO FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CURSO DE PROCESSAMENTO DE DADOS VICENTE DE FREITAS ALMEIDA NETO GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE: UMA COMPARAÇÃO ENTRE PMBOK E SCRUM SÃO PAULO

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM MÉTODOS ÁGEIS

GESTÃO DO CONHECIMENTO PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM MÉTODOS ÁGEIS GESTÃO DO CONHECIMENTO PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM MÉTODOS ÁGEIS Jeandro Maiko Perceval 1 Carlos Mario Dal Col Zeve2 Anderson Ricardo Yanzer Cabral ² RESUMO Este artigo apresenta conceitos sobre

Leia mais

Scrum Uma breve apresentação. Alfredo Goldman Dairton Bassi

Scrum Uma breve apresentação. Alfredo Goldman Dairton Bassi Scrum Uma breve apresentação Alfredo Goldman Dairton Bassi Scrum Definição informal: Estratégia em um jogo de rugby onde jogadores colocam uma bola quase perdida novamente em jogo através de trabalho em

Leia mais

Objetivos do Módulo 3

Objetivos do Módulo 3 Objetivos do Módulo 3 Após completar este módulo você deverá ter absorvido o seguinte conhecimento: Conceitos do Scrum O que é um Sprint Decifrando um Product backlog Daily Scrum, Sprint Review, Retrospectiva

Leia mais

Gerência de Projetos. O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação

Gerência de Projetos. O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação Gerência de Projetos O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação Introdução e Conceitos Conceitos importantes para o entendimento da disciplina O que é um projeto? Um projeto

Leia mais

UM ESTUDO DE CASO SOBRE ADOÇÃO DE PRÁTICAS ÁGEIS EM UM AMBIENTE TRADICIONAL

UM ESTUDO DE CASO SOBRE ADOÇÃO DE PRÁTICAS ÁGEIS EM UM AMBIENTE TRADICIONAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA ESCOLA DE INFORMÁTICA APLICADA UM ESTUDO DE CASO SOBRE ADOÇÃO DE PRÁTICAS ÁGEIS EM UM AMBIENTE TRADICIONAL CARLOS

Leia mais

Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI

Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI Teresa Maria de Medeiros Maciel UFRPE/INES/UFPE tmmaciel@gmail.com Base de conhecimento disponível Maior controle ISO9001 MPS BR Padronização processual

Leia mais