CALEDÁRIO ESCOLAR. Página 1 de 24

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CALEDÁRIO ESCOLAR. Página 1 de 24"

Transcrição

1 Página 1 de 24

2 SISTEMA DE CALENDÁRIO ESCOLAR O Sistema de Calendário Escolar é a primeira etapa de uma grande evolução que ocorrerá nos sistemas de informatização da Secretaria de Estado da Educação. As informações inseridas neste novo calendário serão utilizadas em todos os sistemas da SEDUC, inclusive o SIGE e os Programas Educacionais como o Programa Reconhecer e a Frequência Diária. A dificuldade que as escolas têm, em informarem as exceções em seus calendários, está resolvido com o novo calendário. Será possível acrescentar todas as exceções integradas ao calendário oficial da SEDUC. Com o novo calendário haverá maior integração entre Centralizada, Subsecretaria e Unidades Escolares. Todo processo de aprovação do calendário será online, diminuindo tempo e esforço de todos. As outras etapas que compõem este novo projeto é o Diário do Professor e o Horário Escolar que em breve estará disponível para as unidades escolares. O calendário escolar foi criado para ser utilizado pelas áreas gestoras da Centralizada, pelas Subsecretarias e Unidades Escolares. Bom Trabalho. Página 2 de 24

3 CONTEÚDO Acessando o Sistema... 4 PERFIL ADMINISTRADOR (centralizada)... 6 Utilizando o Sistema com o Perfil Administrador... 7 EVENTOS... 7 Criando um Novo Evento... 8 Editando um Evento... 9 Calendário Oficial... 9 Cadastrando um Novo Calendário... 9 Para criar o calendário, siga os seguintes passos: Editando um Calendário Cadastrado Liberar Calendário para as Subsecretarias Regionais Aprovando um Calendário Municipal Aprovando Calendário Escolar PERFIL SUBSECRETARIA Criando um Calendário Municipal Cadastrando um Novo calendário Editando um Calendário Cadastrado Solicitando Aprovação do Calendário Aprovando um Calendário Escolar PERFIL ESCOLA Cadastrando um Novo calendário Editando (corrigindo) um Calendário Cadastrado Solicitando Aprovação do Calendário para Subsecretaria e Centralizada Página 3 de 24

4 COMO UTILIZAR O SISTEMA? ACESSANDO O SISTEMA Para acessar o sistema entre na página de internet ou acesse o link na página inicial da Secretaria de Educação. Existem três perfis de acesso ao sistema: 1. Perfil administrador: Gestores da Centralizada responsáveis pela aprovação dos calendários. 2. Perfil Subsecretaria: servidores da Subsecretaria responsável pela análise dos calendários. 3. Unidades escolares: servidores das escolas responsáveis pelo calendário. Cada perfil necessita de informações do outro perfil, sendo que as aprovações ocorrerão sempre no perfil que gerencia o outro. Assim, para que a Escola possa trabalhar no calendário necessita a aprovação da Subsecretaria que por sua vez necessita da liberação da Centralizada. Digite o nome de usuário. Digite a senha. FIGURA 1 - ACESSANDO O SISTEMA DE CALENDÁRIO ESCOLAR Após o acesso, o sistema mostrará os itens conforme o perfil, trataremos o que cada perfil faz durante o cadastro do calendário escolar. Página 4 de 24

5 PERFIL ADMINISTRADOR

6 PERFIL ADMINISTRADOR (CENTRALIZADA) O perfil administrador será utilizado por um servidor da SEDUC que terá visibilidade sobre todos os calendários e sobre a aprovação das alterações de outros perfis. Esse perfil também fará o cadastro do calendário oficial da SEDUC e a partir dele, serão criados os novos calendários. Veja o fluxograma abaixo: Toda aprovação é feita Pela centralizada Libera para a SRE Aguarda aprovação da Centralizada Libera para a UE fazer ajustes Aguarda aprovação da SRE Seduc elabora o calendário oficial da Rede Estadual e libera para as Subsecretarias fazerem ajustes. Subsecretaria realiza modificações levando em conta a situação de cada município de sua regional e libera para as unidades escolares Unidade Escolar realiza modificações levando em conta suas particularidades. O papel do Administrador será: Definir eventos (letivos e não letivos) padrões para o estado; Criar o calendário escolar oficial do Estado; Liberar o calendário criado para o nível seguinte Subsecretaria Regional; Aprovar um calendário alterado pela Subsecretaria Regional; Aprovar um calendário alterado pela Escola quando liberado pela Subsecretaria Regional. Página 6 de 24

7 UTILIZANDO O SISTEMA COM O PERFIL ADMINISTRADOR Clique para abrir o menu do sistema. FIGURA 2 - MENU DE OPÇÕES DO PERFIL ADMINISTRADOR O perfil administrador possui as seguintes funções: 1. EVENTOS: cria novos eventos letivos ou não letivos no sistema de calendário; 2. CALENDÁRIO DA REDE: lista os calendários criados ou cria um novo calendário para Rede Estadual; 3. CALENDÁRIO MUNICIPAL: lista os calendários criados pelas subsecretarias regionais que precisam de aprovação ou ainda necessitam de liberação; 4. CALENDÁRIO ESCOLAR: lista os calendários criados pelas escolas que tiveram liberação pelas subsecretarias regionais e que precisam de aprovação e liberação. EVENTOS Um evento é uma atividade letiva ou não letiva que será utilizada por todos os perfis na montagem de seus calendários. Ex.: início das aulas, feriados, trabalho coletivo, férias, etc. Os eventos somente podem ser criados pelo administrador, mas podem ser utilizados pelos demais perfis. Página 7 de 24

8 Lista os Eventos Cadastrados Cadastrar Novo Evento Editar um Evento FIGURA 3 - TELA LISTAGEM DE EVENTOS CRIANDO UM NOVO EVENTO Por padrão o sistema possui cadastrados os principais eventos da SEDUC. Caso haja necessidade de inserir um novo evento, clique no menu do sistema e escolha a opção EVENTOS e siga os seguintes passos: 1. Clique no botão novo; 2. Insira uma descrição; 3. Escolha uma cor para o evento; 4. Informe se o evento é letivo, marcando a opção letivo ; 5. Disponibilize para ser usado, marcando a opção ativo ; 6. Clique em INCLUIR. FIGURA 4 - INSERINDO UM NOVO EVENTO NO CALENDÁRIO Página 8 de 24

9 EDITANDO UM EVENTO Se desejar corrigir ou modificar um evento que já está cadastrado, siga os seguintes passos: 1. Clique no botão LISTAR para visualizar os eventos cadastrados; 2. Selecione o evento que deseja mudar; 3. Clique no botão EDITAR; 4. Faça as modificações (alterar descrição, cor, ativo, letivo); 5. Clicar em ALTERAR para confirmar. FIGURA 5 - EDITANDO UM EVENTO CALENDÁRIO OFICIAL CADASTRANDO UM NOVO CALENDÁRIO O cadastro do calendário consiste em informar os eventos nos dias específicos. Quando você abrir a proposta do calendário, notarás que alguns dias já estarão marcados com atividades não letivas, como por exemplo: os feriados nacionais. Na tela do Calendário da Rede Estadual de Ensino você tem as opções: LISTAR: lista os calendários já cadastrados na rede estadual; NOVO: cria um novo calendário para a rede estadual; VISUALIZAR: exibe o calendário selecionado no resultado da listagem; EXCLUIR: apaga um calendário caso esse seja selecionado na listagem. FIGURA 6 - CADASTRO E EDIÇÃO DE EVENTOS Lista Calendários Cadastrados Exibe o calendário selecionado Cadastrar Novo Calendário Página 9 de 24

10 PARA CRIAR O CALENDÁRIO, SIGA OS SEGUINTES PASSOS: 1. Na tela de calendário da Rede clique no botão NOVO; 2. Na proposta de calendário exibido, clique nas datas e marque os dias com eventos planejados para o estado; 3. Selecione o tipo de evento que será atribuído para o dia; 4. Adicione uma observação se necessário; 5. Clique em DEFINIR; 6. Clique em INCLUIR, botão verde no final da página, após preencher todo o calendário com os eventos. FIGURA 7 PREENCHENDO O CALENDÁRIO Pronto, o calendário foi criado e está pronto para ser usado e liberado para as Subsecretarias. IMPORTANTE. CASO HAJA MUDANÇA NA DATA EVENTO INICIO DAS AULAS, TODOS OS EVENTOS LETIVOS, CADASTRADOS NESTE PERÍODO, SERÃO APAGADOS E DEVEM SER INSERIDOS NOVAMENTE. Página 10 de 24

11 EDITANDO UM CALENDÁRIO CADASTRADO 1. Na tela do Calendário da Rede clique em LISTAR para mostrar todos os calendários cadastrados (figura 6); 2. Selecione o calendário que deseja alterar; 3. Clique no botão VISUALIZAR; 4. Faça as alterações que desejar; 5. No final da página clique em ALTERAR. Pronto, o calendário foi alterado, veja a confirmação na mensagem na tela do calendário. LIBERAR CALENDÁRIO PARA AS SUBSECRETARIAS REGIONAIS A partir da liberação do calendário oficial pela SEDUC, as subsecretarias regionais receberão a notificação por para acessarem e fazerem as modificações dos eventos municipais de cada sub-região. Para liberar o calendário, siga os passos: 1. Na tela do calendário da rede clique em LISTAR para mostrar todos os calendários; 2. Selecione o calendário que será liberado; 3. Clique no botão VISUALIZAR; 4. No final da página clique em LIBERAR. Pronto, a liberação foi realizada, você pode verificar a confirmação, em uma mensagem na tela do calendário. Se você clicar no botão EXIBIR CALENDARIO em azul (imagem 7), verás o calendário modelo disponível para impressão. Veja imagem a seguir. Página 11 de 24

12 FIGURA 8 - EXIBIÇÃO DO CALENDÁRIO PRONTO APROVANDO UM CALENDÁRIO MUNICIPAL 1 A Subsecretaria Regional envia pedido de aprovação para os calendários municipais (calendários com particularidades de cada município jurisdicionado a ela). A subsecretaria adiciona os eventos (feriados locais e atividades exclusivas do município) e depois submete o calendário à aprovação. O perfil administrador recebe a notificação da existência do(s) calendário(s) por . PARA CADA MUNICÍPIO HAVERÁ UM CALENDÁRIO. TODOS BASEADOS NO CALENDÁRIO OFICIAL 1 CALENDÁRIO MUNICIPAL: Trata-se do calendário escolar com eventos exclusivos de um determinado município. Para cada município e Subsecretaria deverá criar um novo calendário e todos deverão passar pela aprovação da Centralizada. Página 12 de 24

13 Para aprovar um calendário, siga os passos: CALEDÁRIO ESCOLAR 1. No menu do sistema clique em CALENDÁRIO MUNICIPAL; 2. Clique no botão LISTAR para mostrar todos os calendários enviados para aprovação; 3. Selecione o calendário do município que deseja aprovar; 4. Clique no botão VISUALIZAR; 5. No final da página marque se deseja aprovar ou não o calendário e clique no botão APROVAR/REPROVAR (botão azul). TODA REPROVAÇÃO DEVERÁ REGISTRAR UM MOTIVO PELO QUAL ESTÁ SENDO RECUSADO NO CAMPO MOTIVO DE REPROVAÇÃO DO CALENDÁRIO Pronto, a aprovação foi realizada, o sistema exibe uma confirmação. Lista os calendários submetidos à aprovação Exibe o calendário selecionado FIGURA 9 - LISTAGEM DE CALENDÁRIO PARA APROVAÇÃO DA SUBSECRETARIA Marque aqui se o calendário será aprovado ou não Aprova o calendário FIGURA IGURA 10 - APROVANDO UM CALENDÁRIO MUNICIPAL (SUBSECRETARIAS UBSECRETARIAS) Página 13 de 24

14 APROVANDO CALENDÁRIO ESCOLAR 2 A unidade de ensino submete o calendário escolar à aprovação pela Subsecretaria Regional. Se aprovado, o Perfil Administrador recebe um com o pedido para aprovação. Para fazer a aprovação do calendário de uma unidade escolar, acesse a função CALENDÁRIO ESCOLAR no menu e siga os passos: 1. Clique em LISTAR para exibir os calendários aguardando aprovação; 2. Selecione o calendário da escola; 3. Clique no botão VISUALIZAR; 4. Veja as alterações apresentadas pela escola; 5. No final da página marque se deseja aprovar ou não o calendário e clique no botão APROVAR/REPROVAR (botão azul). O sistema exibirá uma mensagem confirmando a ação. Lista os calendários submetidos à aprovação Exibe o calendário selecionado FIGURA 11 - LISTANDO OS CALENDÁRIOS DA UNIDADE NIDADE ESCOLAR 2 CALENDÁRIO ESCOLAR: Trata-se do calendário escolar com eventos exclusivos de uma determinada escola. Para cada escola haverá um calendário, baseado no Calendário do Município. Todos deverão passar por análise da Subsecretaria e aprovação da Centralizada. Página 14 de 24

15 Marque aqui se o calendário será aprovado ou não Aprova o calendário FIGURA 12 - APROVANDO OU REPROVANDO CALENDÁRIO DA U UNIDADE ESCOLAR Página 15 de 24

16 PERFIL SUBSECRETARIA

17 PERFIL SUBSECRETARIA CALEDÁRIO ESCOLAR Como o nome sugere, o perfil SUBSECRETARIA será utilizado pelo servidor da Regional de Ensino, responsável pelo cadastro dos calendários municipais e pela análise dos calendários das unidades de ensino de sua jurisdição. A Subsecretaria receberá um informando que já existe um calendário oficial pronto e que os calendários municipais já podem ser cadastrados. Esse perfil poderá fazer modificações no calendário para cada município de sua regional de acordo com os eventos característicos de cada localidade. O papel do Perfil SUBSECRETARIA será: Criar um calendário para cada município da regional a partir do calendário liberado pela Secretaria de Educação; Submeter o calendário criado para aprovação pela centralizada; Validar os calendários das escolas e solicitação aprovação para a Centralizada. Os passos a seguir demostram como realizar os cadastros e as liberações. Depois de logado, acesse o sistema DIÁRIO ESCOLAR. O perfil subsecretaria realiza duas atividades no sistema: CALENDÁRIO MUNICIPAL: cria um calendário para cada município da regional a partir do calendário liberado pela SEDUC; CALENDÁRIO ESCOLAR: aprova ou reprova um calendário modificado pela unidade escolar. Acesse aqui o menu do perfil Página 17 de 24

18 FIGURA 13 - MENU DE SISTEMAS E FUNÇÕES DO PERFIL SUBSECRETARIA CRIANDO UM CALENDÁRIO MUNICIPAL A criação do calendário para um município é a partir do calendário liberado pelo perfil administrador (SEDUC). Na função CALENDÁRIO MUNICIPAL você encontrará três opções: Listar: mostra os calendários em desenvolvimento; Novo: para cadastrar um novo calendário para o município; Excluir: para apagar um calendário que já foi iniciado. CADASTRANDO UM NOVO CALENDÁRIO 1. Clique no botão NOVO; 2. Na página exibida, selecione o município; 3. Adicione novos itens ao calendário, clicando na data e informando qual é o evento; 4. Depois de informados todos os eventos para o município, clique em INCLUIR (botão verde) no final da página. EDITANDO UM CALENDÁRIO CADASTRADO 1. Na tela do Calendário Municipal clique em LISTAR para mostrar todos os calendários cadastrados; 2. Selecione o calendário que deseja alterar; 3. Clique no botão VISUALIZAR; 4. Faça as alterações que desejar; 5. No final da página clique em ALTERAR. Pronto, o calendário foi alterado, veja a confirmação na mensagem na tela do calendário. Página 18 de 24

19 SOLICITANDO APROVAÇÃO DO CALENDÁRIO Após criar/modificar um calendário, você terá que solicitar aprovação para a Centralizada. Para solicitar aprovação, siga os seguintes passos: 1. Na tela do calendário municipal clique em LISTAR para mostrar todos os calendários; 2. Selecione o calendário que precisa da aprovação; 3. Clique no botão VISUALIZAR; 4. No final da página clique em SOLICITAR APROVAÇÃO (botão verde). Pronto, a solicitação foi realizada, você pode verificar a confirmação, em uma mensagem na tela do calendário. O CALENDÁRIO SERÁ SUBMETIDO À APROVAÇÃO PELA SUBSECRETARIA SERÁ ENVIADO AO PERFIL ADMINISTRADOR (SEDUC), APÓS APROVAÇÃO O MESMO SERÁ ENCAMINHADO AO PERFIL ESCOLA QUE FARÁ A CRIAÇÃO/MODIFICAÇÃO PARA A SUA UNIDADE ESCOLAR DE ACORDO COM O PLANEJAMENTO ESCOLAR. APROVANDO UM CALENDÁRIO ESCOLAR As Unidades Escolares poderão configurar o seu próprio calendário, respeitando os calendários criados pela Subsecretaria e Aprovado pela Centralizada. Assim que o calendário da Subsecretaria for aprovado, ela recebe um com a confirmação e a escola está liberada para cadastrar o seu calendário. Depois que uma unidade escolar criar ou modificar um calendário, o mesmo é submetido à aprovação. A Subsecretaria receberá uma notificação por , da solicitação de validação da escola. Assim que receber o a subsecretaria deverá seguir os seguintes passos: 1. Acessar no menu a função CALENDÁRIO ESCOLAR. Esta função possui os seguintes itens: LISTAR: exibe as unidades escolares que solicitaram aprovação; o Você pode filtrar a pesquisa informando o código da escola, município ou selecionando a unidade na lista de escolas. VISUALIZAR: exibir o calendário selecionado; Página 19 de 24

20 Lista Calendários Cadastrados Exibe o calendário selecionado FIGURA 14 - LISTANDO CALENDÁRIO PARA APROVAÇÃO 2. Clique no botão LISTAR para mostrar todos os calendários enviados para aprovação; 3. Selecione o calendário da escola que deseja trabalhar; 4. Clique no botão VISUALIZAR; 5. No final da página marque a opção desejada (aprovar ou reprovar) e clique no botão APROVAR (botão azul). Se a opção escolhida for reprovar, o sistema irá solicitar uma justificativa. Se aprovado, será encaminhado para a Centralizada que dará a aprovação definitiva do calendário. Marque aqui se o calendário será aprovado ou não Clique para finalizar FIGURA 15 VALIDANDO O CALENDÁRIO DA ESCOLA Página 20 de 24

21 PERFIL ESCOLA

22 PERFIL ESCOLA O perfil escola será utilizado pelo responsável da unidade escolar por criar novos calendários com as características e necessidades da escola. Todos os calendários terão que passar pela avaliação da Subsecretaria e aprovação da Centralizada. Após receber o notificando que o calendário municipal está disponível, a escola dará prosseguimento ao cadastro de seu calendário. O papel da Escola será: Criar ou modificar um calendário escolar; Liberar para validação pela Subsecretaria e aprovação da Centralizada. FIGURA 16 MENU E FUNÇÕES DO PERFIL A função CALENDÁRIO ESCOLAR possui as seguintes funções LISTAR: exibe todos os calendários cadastrados para a escola; NOVO: cria novos calendários; VISUALIZAR: exibe o calendário selecionado no resultado da listagem. É IMPORTANTE RESSALTAR QUE, APESAR DO SISTEMA PERMITIR O CADASTRO DE VÁRIOS CALENDÁRIOS, UM ÚNICO CALENDÁRIO ESCOLAR SERÁ VALIDADO E APROVADO. Página 22 de 24

23 CADASTRANDO UM NOVO CALENDÁRIO 1. Clique no botão NOVO; 2. Na página exibida, selecione Calendário Municipal como referencia; 3. Informe um nome de identificação para o calendário; 4. Adicione novas atividades ao calendário, clicando na data e informando qual é o evento; 5. Depois de informados todos os eventos para o município, clique em INCLUIR (botão verde) no final da página. Pronto, o calendário da unidade escolar foi criado. EDITANDO (CORRIGINDO) UM CALENDÁRIO CADASTRADO 1. Na tela do Calendário Escolar clique em LISTAR para mostrar todos os calendários cadastrados; 2. Selecione o calendário que deseja alterar; 3. Clique no botão VISUALIZAR; 4. Faça as alterações que desejar; 5. No final da página clique em ALTERAR. Pronto, o calendário foi alterado, veja a confirmação na mensagem na tela do calendário. SOLICITANDO APROVAÇÃO DO CALENDÁRIO PARA SUBSECRETARIA E CENTRALIZADA Para Solicitar aprovação, siga os seguintes passos: 1. Na tela do calendário da Escolar clique em LISTAR para mostrar todos os calendários; 2. Selecione o calendário que precisa da aprovação; 3. Clique no botão VISUALIZAR; 4. No final da página clique em SOLICITAR APROVAÇÃO (botão verde). A solicitação foi encaminhada. Uma mensagem de confirmação irá aparecer na tela. Agora é aguardar pela validação da Subsecretaria e aprovação da centralizada, quando houver a mensagem de retorno de liberação do calendário, o mesmo poderá ser impresso e usado. O calendário será utilizado para todas as funções que necessitam de data, como nos programas Reconhecer e Frequência diária que utilizarão os eventos do calendário no lugar das exceções. Página 23 de 24

24 DÚVIDAS Dúvidas sobre procedimentos e regras do calendário, entre em contato com a Núcleo de Orientação Pedagógica pelo Dúvida sobre operacionalização do sistema entre em contato com a Central de Atendimento pelo ou pelo Página 24 de 24

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

MANUAL DA SECRETARIA

MANUAL DA SECRETARIA MANUAL DA SECRETARIA Conteúdo Tela de acesso... 2 Liberação de acesso ao sistema... 3 Funcionários... 3 Secretaria... 5 Tutores... 7 Autores... 8 Configuração dos cursos da Instituição de Ensino... 9 Novo

Leia mais

Prefeitura Municipal de Sete Lagoas Secretaria de Planejamento Orçamento e Tecnologia Subsecretaria de Tecnologia da Informação

Prefeitura Municipal de Sete Lagoas Secretaria de Planejamento Orçamento e Tecnologia Subsecretaria de Tecnologia da Informação Tutorial para abertura de chamado Este sistema foi personalizado, instalado e configurado pela equipe da. O objetivo desta implantação é informatizar os registros de atendimento de suporte técnico para

Leia mais

Manual de utilização

Manual de utilização Manual de utilização 1 Índice Calendário... 3 Usuários... 4 Contato... 5 Alterar... 5 Excluir... 5 Incluir... 5 Feriados... 9 Nacionais... 9 Regionais... 9 Manutenção... 9 Obrigações... 9 Obrigações Legais...

Leia mais

SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço. Passo a Passo Gestor de Compras

SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço. Passo a Passo Gestor de Compras SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço Passo a Passo Gestor de Compras Como acessar Como Acessar O acesso ao Sistema se faz através da página da SEPLAG Clicando no Link destacado Como Acessar

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR ACESSANDO O PORTAL DO PROFESSOR Para acessar o portal do professor, acesse o endereço que você recebeu através da instituição de ensino ou acesse diretamente o endereço:

Leia mais

Gestão de Formação CURSOS/EVENTOS

Gestão de Formação CURSOS/EVENTOS Gestão de Formação CURSOS/EVENTOS Página 1 de 21 SUMÁRIO Sumário... 2 Acesso ao GFO / Cursos & Eventos... 6 Página 2 de 21 PRÉ-CONDIÇÕES PARA REALIZAR A INSCRIÇÃO DE CANDIDATO A DIRETOR: O processo de

Leia mais

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS - MDA - SPOA - CGMI SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL DO USUÁRIO Administrador do Sistema BRASÍLIA, AGOSTO DE 2007 Versão 1.0 SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS

Leia mais

Juiz de Fora, Maio de 2015

Juiz de Fora, Maio de 2015 GUIA DE INSCRIÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA Juiz de Fora, Maio de 2015 Apoio: SHA ACN 00031/11 Para iniciar a inscrição do projeto, o usuário deverá acessar o link: inovare.ifsudestemg.edu.br e clicar em

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BAURU 2015 2 BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO Manual do usuário apresentado para auxiliar no uso do sistema SisPon. BAURU 2015 3 SUMÁRIO 1 Instalação... 5 1.1 Sispon...

Leia mais

Manual. Cadastro de Usuários. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 27 de fevereiro de 2008.

Manual. Cadastro de Usuários. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 27 de fevereiro de 2008. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária Manual Cadastro de Usuários Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Gerência de Desenvolvimento de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília, 27

Leia mais

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Projeto SIGA-EPT Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Versão setembro/2010 Requisição de Almoxarifado Introdução Requisição é uma solicitação feita

Leia mais

SISPES. Passo a Passo: cadastro de usuários e cadastro de entidades ( árvore ) Brasília, janeiro de 20131

SISPES. Passo a Passo: cadastro de usuários e cadastro de entidades ( árvore ) Brasília, janeiro de 20131 SISPES Passo a Passo: cadastro de usuários e cadastro de entidades ( árvore ) Brasília, janeiro de 20131 SUMÁRIO 1. Cadastro Líder Órgão...3 2. Cadastro Líder UO...5 3. Cadastro de entidades (árvore)...13

Leia mais

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I.

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. MILI S.A. - D.T.I. Índice 1 ACESSANDO O PORTAL IPEDIDOS... 3 1.1 Login...5 1.2 Tela Principal, Mensagens e Atendimento On-line...6 2 CADASTRAR... 10 2.1 Pedido...10

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário CERTIDÕES UNIFICADAS Guia Rápido do Usuário CERTUNI Versão 1.0.0 CASA DA MOEDA DO BRASIL Conteúdo Acessando o Sistema... 3 Alterando Senhas... 3 Encerrando sua Sessão... 4 Gerando Pedido... 4 Alterando

Leia mais

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM Manual do Almoxarifado SIGA-ADM DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO(DGTI) MARÇO/2012 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema retornará a tela do menu de Administração. Nela selecione

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE FORMAS DE ACESSO AO AMBIENTE EAD... 2 O AMBIENTE EAD... 2 TERMO DE COMPROMISSO... 3 CONHECENDO A HOME PAGE DO TREINAMENTO EAD... 3 ETAPAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

Identificação da Empresa

Identificação da Empresa Identificação da Empresa MT-611-00001-13 Última Atualização 04/03/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Preencher em Identificação os dados básicos, itens e as localidades

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO/UTILIZAÇÃO DO PEDIDO ELETRÔNICO

MANUAL DE INSTALAÇÃO/UTILIZAÇÃO DO PEDIDO ELETRÔNICO MANUAL DE INSTALAÇÃO/UTILIZAÇÃO DO PEDIDO ELETRÔNICO 1. INSTALAÇÃO: Antes de iniciar a instalação do pedido eletrônico, entre em contato com o suporte da distribuidora e solicite a criação do código de

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

Procedimentos para Realização de Avaliação de Desempenho Etapa 1: Organizar Estrutura

Procedimentos para Realização de Avaliação de Desempenho Etapa 1: Organizar Estrutura Procedimentos para Realização de Avaliação de Desempenho Etapa 1: Organizar Estrutura Versão: V0_0_3 Data: 11 de abril de 2014 Diretoria Geral de Recursos Humanos - DGRH Site: http://www.dgrh.unicamp.br

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso Supervisão de Informática Departamento de Desenvolvimento Sistema Declaração On Line. Declaração On Line

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso Supervisão de Informática Departamento de Desenvolvimento Sistema Declaração On Line. Declaração On Line Declaração On Line Manual de Apoio à Utilização do Sistema Manual do Usuário Versão 1.0 INTRODUÇÃO... 4 AUTENTICANDO-SE NO SISTEMA... 4 EM CASO DE ESQUECIMENTO DA SENHA... 5 ALTERANDO A SENHA DE ACESSO

Leia mais

Freedom Software. Sistema de Representação. Freedom Software Sistema de Representação Página 1

Freedom Software. Sistema de Representação. Freedom Software Sistema de Representação Página 1 Freedom Software Sistema de Representação Freedom Software Sistema de Representação Página 1 FREEVENDMOBILE (Sistema de Vendas Mó vel) Sumário INSTALAÇÃO:... 3 O SISTEMA... 7 MENU E BARRAS DO SISTEMA...

Leia mais

Novas formas de trabalhar estão se desenvolvendo a partir do uso das. Lotacional, com o propósito de facilitar o controle mediante a

Novas formas de trabalhar estão se desenvolvendo a partir do uso das. Lotacional, com o propósito de facilitar o controle mediante a Apresentação Novas formas de trabalhar estão se desenvolvendo a partir do uso das tecnologias de comunicação. A Diretoria de Material e Patrimônio vem disponibilizar o Manual de Gestão Patrimonial para

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR

PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR 1) Acesse na página principal, ANUNCIAR. 2) Preencha todos os campo 3) Escolha o plano de veiculação 4) Digite o nome

Leia mais

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Ambiente de Comunidades - Manual para Administradores do Sistema - Atualizado em 04/04/2011 LISTA DE FIGURAS FIGURA 1 PÁGINA DE ACESSO AO SIGRA... 7 FIGURA

Leia mais

ÍNDICE. SPO Módulo de Descentralização de Créditos no SIMEC 2

ÍNDICE. SPO Módulo de Descentralização de Créditos no SIMEC 2 ÍNDICE 1. Visão Geral - Funcionamento do sistema... 3 2. Descrição dos perfis do sistema... 4 3. Operação Novo termo de execução descentralizada... 5 a. Cadastramento do termo no sistema pela Unidade Técnica...

Leia mais

MANUAL SISTEMA AJG/CJF

MANUAL SISTEMA AJG/CJF MANUAL DO SISTEMA AJG/CJF ÍNDICE 1. SEJA BEM VINDO AO AJG... 3 1.1 Seja Bem-Vindo!... 3 2. SOBRE A AJUDA... 4 2.1 Como navegar no ajuda on-line... 4 3. SOBRE O SISTEMA... 5 3.1 Sobre o sistema... 5 3.2

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO SISTEMA CCA

MANUAL DE ORIENTAÇÃO SISTEMA CCA MANUAL DE ORIENTAÇÃO SISTEMA CCA Versão.0 Sistema de Controle de Concessão de Adiantamentos Sumário O Sistema CCA ----------------------------------------------------- 3 Iniciando a operacionalização do

Leia mais

Núcleo de Relacionamento com o Cliente. de Relacionamento com o Cliente GUIA PRÁTICO DE USO. Produtos

Núcleo de Relacionamento com o Cliente. de Relacionamento com o Cliente GUIA PRÁTICO DE USO. Produtos GUIA PRÁTICO DE USO Núcleo de Relacionamento com o Cliente de Relacionamento com o Cliente Núcleo Seja bem vindo ao nosso novo canal de relacionamento! Neste Guia Prático de Uso você conhecerá como funciona

Leia mais

MÓDULO 3 Cadastros básicos

MÓDULO 3 Cadastros básicos MÓDULO 3 Cadastros básicos Agora que você já conhece o SCAWEB, demonstraremos como realizar os cadastros básicos do HÓRUS. Inicialmente, você precisará acessar o HÓRUS com o email e senha cadastrados no

Leia mais

Índice. 1. Registro de Usuários. 2. Acesso ao Sistema. 3. Logar no Sistema. 4. Esquecimento de Senha. 5. Alteração de Senha

Índice. 1. Registro de Usuários. 2. Acesso ao Sistema. 3. Logar no Sistema. 4. Esquecimento de Senha. 5. Alteração de Senha Índice 1. Registro de Usuários 2. Acesso ao Sistema 3. Logar no Sistema 4. Esquecimento de Senha 5. Alteração de Senha 6. Sistema SISAUTO - Sistema de Automonitoramento de Efluentes Líquidos Industriais

Leia mais

MIT072 Manual de Operação do Portal - Professores

MIT072 Manual de Operação do Portal - Professores ACESSO AO PORTAL Para acessar o Portal, o professor deve entrar no site Https://meu.ifmg.edu.br/Corpore.Net/Logon.aspx. Na página apresentada será necessário fazer o login preenchendo os campos Usuário

Leia mais

Acesso Escola. Primeiro Acesso

Acesso Escola. Primeiro Acesso Acesso Escola Primeiro Acesso Após receber o e-mail da AESA, a escola deve seguir as orientações abaixo. Ao clicar no link, você será direcionado a tela do portal CADES. Utilize usuário e senha temporária

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01)

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Submissão de Relatórios Científicos Sumário Introdução... 2 Elaboração do Relatório Científico... 3 Submissão do Relatório Científico... 14 Operação

Leia mais

O Sistema foi inteiramente desenvolvido em PHP+Javascript com banco de dados em MySQL.

O Sistema foi inteiramente desenvolvido em PHP+Javascript com banco de dados em MySQL. Nome do Software: Gerenciador de Projetos Versão do Software: Gerenciador de Projetos 1.0.0 1. Visão Geral Este Manual de Utilização do Programa Gerenciador de Projetos via Web, tem por finalidade facilitar

Leia mais

Escritório Virtual - Apresentação. Acesso ao Portal do Escritório Virtual

Escritório Virtual - Apresentação. Acesso ao Portal do Escritório Virtual Página2 Escritório Virtual - Apresentação O escritório Virtual visa uma aproximação entre o escritório e seus clientes, possibilitando encurtar caminhos para envio e recebimento de arquivos e informações

Leia mais

Para utilizar os recursos do Filiados online é necessário se identificar para isso entre com o login e a senha do seu sindicato nesta página.

Para utilizar os recursos do Filiados online é necessário se identificar para isso entre com o login e a senha do seu sindicato nesta página. Para utilizar os recursos do Filiados online é necessário se identificar para isso entre com o login e a senha do seu sindicato nesta página. Esta é a página Inicial do sistema nela estarão expostas notícias

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ REITORIA DE PLANEJAMENTO DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COORDENAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ REITORIA DE PLANEJAMENTO DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COORDENAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Perfis Envolvidos SIGAA GRADUAÇÃO Manual do Administrador Perfil Administrador DAE Administrador de Graduação: Administrador de Graduação (Servidor responsável pelo gerenciamento administrativo, cadastro

Leia mais

Gerenciamento de Deslocamentos e Viagens

Gerenciamento de Deslocamentos e Viagens MANUAL: Gerenciamento de Deslocamentos e Viagens Administrador do Sistema de Viagens Versão: 1.0 Sumário Apresentação... 1 1. Acesso ao sistema... 2 2. Perfis do sistema... 2 3. Configurando o sistema

Leia mais

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Departamento de Financiamento e Proteção da Produção Seguro da Agricultura Familiar Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares

Leia mais

Cadastrando uma oportunidade no Ibmec Carreiras

Cadastrando uma oportunidade no Ibmec Carreiras Cadastrando uma oportunidade no Ibmec Carreiras Uma vaga cadastrada no Ibmec Carreiras é divulgada para todos os alunos da instituição, possibilitando que as empresas encontrem rapidamente o profissional

Leia mais

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE 2 1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE ATENDIMENTO... 6 4 - A TELA AGENDA... 7 4.1 - TIPOS

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

UNIDADE DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE SELEÇÃO DE DOCENTES E AUXILIARES DE DOCENTE

UNIDADE DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE SELEÇÃO DE DOCENTES E AUXILIARES DE DOCENTE UNIDADE DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE SELEÇÃO DE DOCENTES E AUXILIARES DE DOCENTE MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE ABERTURA DE SELEÇÃO PUBLICA - FATEC SÃO PAULO 2015 SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

Leia mais

Manual do Módulo de PC Online

Manual do Módulo de PC Online do Módulo de PC Online Agilis Conteúdo Introdução... 4 Acesso à Funcionalidade... 5 1. Internet Explorer 6.x... 7 2. Internet Explorer 7.x... 9 3. Netscape Navigator 7.x... 10 4. Netscape Navigator 7.2x...

Leia mais

Sistema Integrado de Atendimento

Sistema Integrado de Atendimento Sistema Integrado de Atendimento Sistema Integrado de Atendimento. Um sistema moderno, completo e abrangente que modifica a realidade do atendimento de sua empresa, proporcionando maior segurança na tomada

Leia mais

Cadastro de Usuários e Agendamento de Consultas

Cadastro de Usuários e Agendamento de Consultas 2013 Cadastro de Usuários e Agendamento de Consultas Cris Podologia 1 Conteúdo 1) Cadastro... 3 2) Agendamento... 8 3) Atualização e Complemento do Cadastro... 13 a) Perfil... 15 b) Endereço... 15 4) Recuperação

Leia mais

TRF5 MANUAL DO SISTEMA JURISDIÇÃO DELEGADA MANUAL DO GESTOR

TRF5 MANUAL DO SISTEMA JURISDIÇÃO DELEGADA MANUAL DO GESTOR 1 TRF5 MANUAL DO SISTEMA JURISDIÇÃO DELEGADA MANUAL DO GESTOR Sumário 2 1 Acesso ao Sistema...3 2 Perfil do Gestor...4 2.1 Cadastros Auxiliares...4 2.1.1 Cadastro de Comarca...4 2.1.2 Cadastro de Vara...6

Leia mais

Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação. Secretaria de Estado da Fazenda Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão Versão 0.

Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação. Secretaria de Estado da Fazenda Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão Versão 0. Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação Versão 0.1 SUMÁRIO 1. CATÁLOGO DE MATERIAIS E SERVIÇOS...3 1.1. CONSULTA AO CATÁLOGO POR DIGITAÇÃO...5 1.2. CONSULTA AO CATÁLOGO POR LISTAGEM...8 2. CATÁLOGO

Leia mais

Manual do SeCI. Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses. Guia do Administrador

Manual do SeCI. Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses. Guia do Administrador Manual do SeCI Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses Guia do Administrador CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO CGU SAS, Quadra 01, Bloco A, Edifício Darcy Ribeiro 70070-905 Brasília-DF cgu@cgu.gov.br

Leia mais

TUTORIAL PMS CARD. Acesse o site: www.pmscard.com.br

TUTORIAL PMS CARD. Acesse o site: www.pmscard.com.br TUTORIAL PMS CARD Acesse o site: www.pmscard.com.br FAÇA O LOGIN Para fazer o login digite o seu e-mail e senha e clique em entrar. SELECIONE A EMPRESA Selecione a empresa na qual deseja utilizar clicando

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.0

Manual SAGe Versão 1.0 Manual SAGe Versão 1.0 Emissão de Parecer de Assessoria (após a versão 12.14.00) Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Recebimento do e-mail de solicitação de parecer... 3 3. Operações no sistema SAGe... 4 3.1

Leia mais

Manual de utilização do Sistema de Informação em Ciência e Tecnologia - SISC&T. Perfil: consultor ad-hoc Avaliação do projeto PPSUS

Manual de utilização do Sistema de Informação em Ciência e Tecnologia - SISC&T. Perfil: consultor ad-hoc Avaliação do projeto PPSUS Ministério da Saúde Manual de utilização do Sistema de Informação em Ciência e Tecnologia - SISC&T Perfil: consultor ad-hoc Avaliação do projeto PPSUS Brasília, 28 de abril de 2009 Índice: Informações

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Aoentrar na sua cx de email vc terá uma tela como a abaixo :

Aoentrar na sua cx de email vc terá uma tela como a abaixo : MANUAL DA SUA CX DE EMAIL ( ROUNDCUBE ) Aoentrar na sua cx de email vc terá uma tela como a abaixo : 1. No centro da tela temos a lista de mensagens. Nesta lista serão exibidas as mensagens das pastas

Leia mais

SIGA Manual -1ª - Edição

SIGA Manual -1ª - Edição SIGA Manual -1ª - Edição ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 4 2. MÓDULO DE PROCESSOS 4 3. ACESSO AO SISTEMA 4 3.1 Acessando o Sistema 4 3.2 Primeiro Acesso 5 3.3 Login do Fornecedor 5 o Teclado Virtual 5 o Máquina Virtual

Leia mais

C o t a ç ã o E l e t r ô n i c a V i l l a r e s M e t a l s

C o t a ç ã o E l e t r ô n i c a V i l l a r e s M e t a l s C o t a ç ã o E l e t r ô n i c a V i l l a r e s M e t a l s M a n u a l d o F o r n e c e d o r Portal de Compras Página 1 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Informações importantes... 3 3. Acessando o portal...

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE FORMAS DE ACESSO AO AMBIENTE EAD... 2 O AMBIENTE EAD... 3 TERMO DE COMPROMISSO... 4 CONHECENDO A HOME PAGE DO TREINAMENTO EAD... 4

Leia mais

Coleta de Tempo de Serviço. A coleta deve ser efetuada com períodos que não constam do PAEF e anteriores ao ano de 1991.

Coleta de Tempo de Serviço. A coleta deve ser efetuada com períodos que não constam do PAEF e anteriores ao ano de 1991. Coleta de Tempo de Serviço A coleta deve ser efetuada com períodos que não constam do PAEF e anteriores ao ano de 1991. Período posterior ao ano de 1991, que não consta do PAEF, deve ser inserido no PAEF,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE EMISSÃO DE PARECER TÉCNICO

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE EMISSÃO DE PARECER TÉCNICO MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE EMISSÃO DE PARECER TÉCNICO CADASTRO NO SISTEMA 1 INÍCIO Para dar início ao cadastro de solicitação, digite o número do CNPJ da

Leia mais

GUIA DO PORTAL MAXIPAGO

GUIA DO PORTAL MAXIPAGO GUIA DO PORTAL MAXIPAGO Versão 1.1.1 Sumário 1. Introdução... 4 2. Glossário... 5 3. Acesso ao Portal... 6 4. Mudando o Idioma do Portal... 6 5. Utilizando as Credenciais de Teste para Acesso ao Portal...

Leia mais

Treinamento - Union Web

Treinamento - Union Web Inserindo formulário de acesso ao sistema no seu site: Para que seus condôminos tenham acesso ao sistema será necessária a inserção do formulário de entrada no seu site, veja com o programador do seu site

Leia mais

Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública

Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública A Central Nacional de Indisponibilidade é um sistema que integra ordens judiciais e administrativas sobre indisponibilidade de bens. Para acessar a Central

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE

PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE ABRIL, 2008 Atualizado em: 06/04/2008 17:24 1 Índice Acessando o sistema... 3 Efetuando login no sistema... 5 Página principal... 6 Criando a requisição... 7

Leia mais

Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch

Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch Você pode adicionar fotos e histórias da família aos registros dos seus antepassados na Árvore Familiar. Com o novo recurso Adicionar Fotos e Histórias,

Leia mais

Ferramenta de Gestão de Web Site e Solution Backsite Modelo Bronze. Versão 1.0.0.2

Ferramenta de Gestão de Web Site e Solution Backsite Modelo Bronze. Versão 1.0.0.2 Manual de Instruções Ferramenta Loja Virtual Versão 1.0.0.2 1 Loja Virtual E solution (Plug in) O plug in Loja Virtual é uma ferramenta que dá aos visitantes a possibilidade de comprar produtos oferecidos

Leia mais

O QUE É A CENTRAL DE JOGOS?

O QUE É A CENTRAL DE JOGOS? O QUE É A CENTRAL? A Central de Jogos consiste de duas partes: Um site na Internet e um programa de computador (Central) que deve ser instalado em sua máquina. No site www.centraldejogos.com.br, você pode

Leia mais

Secretaria de Educação de Maracanaú SAE. Sistema de Alimentação Escolar. Manual Básico do Usuário ESCOLA. Versão 1.1 26/02/2016

Secretaria de Educação de Maracanaú SAE. Sistema de Alimentação Escolar. Manual Básico do Usuário ESCOLA. Versão 1.1 26/02/2016 Secretaria de Educação de Maracanaú SAE Sistema de Alimentação Escolar Manual Básico do Usuário ESCOLA Versão 1.1 26/02/2016 Maracanaú, 2016 Conteúdo: 1. Apresentação do Sistema 2. Acessando o SAE 3. Aba

Leia mais

Cartão Usuário ISSEM

Cartão Usuário ISSEM Cartão Usuário ISSEM Objetivo: O sistema é on-line e oferece ao segurado do Instituto, facilidade e rapidez nos atendimentos junto aos nossos credenciados. Com o uso de um cartão, o segurado pode dirigir-se

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

Manual do Usuário. Protocolo

Manual do Usuário. Protocolo Manual do Usuário Protocolo Índice de capítulos Parte I - Processos............................... 01 1 - Buscar................................ 01 2 - Listar................................ 02 3 - Abertura..............................

Leia mais

Sistema de Logística Reversa

Sistema de Logística Reversa Sistema de Logística Reversa Manual de Utilização do Sistema Índice 1 Acessando o Sistema...3 1.1 Alterando a Senha...3 2 Tela Principal...4 3 Inserindo uma nova solicitação de coleta...4 4 Pesquisar solicitações

Leia mais

Manual de Inclusão e Exclusão de Disciplinas Online

Manual de Inclusão e Exclusão de Disciplinas Online Apresentação Este manual apresenta o processo de inclusão e exclusão de disciplinas que o aluno poderá realizar através do Espaço do Aluno. Inclusão/Exclusão Durante todo processo o aluno poderá alterar

Leia mais

UnionWeb Condominium

UnionWeb Condominium UnionWeb Condominium Esse manual contém explicações técnicas de configuração e manutenção administrativa. Não deve ser repassado para moradores, é para utilização da Administradora ou responsável para

Leia mais

MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE

MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE Junho 2015 Editor, ler com atenção as orientações informadas neste manual. Informamos que documentação preenchida incompleta e/ou que não atenda as normas da Agência

Leia mais

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR NOVAS FUNCIONALIDADES DO WEB PORTFÓLIO PROVAB 2015 Brasília/DF, 12 de novembro de 2015. 1 APRESENTAÇÃO NOVAS FUNCIONALIDADES

Leia mais

Manual do Operacional do Sistema Calendário da Gestão Municipal. 1ª Versão

Manual do Operacional do Sistema Calendário da Gestão Municipal. 1ª Versão Manual do Operacional do Sistema Calendário da Gestão Municipal 1ª Versão 23/01/2009 Federação Catarinense de Municípios - FECAM Apresentação O Calendário da Gestão Municipal é um sistema desenvolvido

Leia mais

PASSOS PARA EFETIVAÇÃO DO CENSO ESCOLAR 2015

PASSOS PARA EFETIVAÇÃO DO CENSO ESCOLAR 2015 DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE TOCANTINOPOLIS SETOR REGIONAL DE INSPEÇÃO ESCOLAR E TECNOLOGIA CENSO ESCOLAR PASSOS PARA EFETIVAÇÃO DO CENSO ESCOLAR 2015 PARTE l INICIAL 1º passo: acessar o site oficial

Leia mais

PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0)

PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0) Secretaria de Tecnologia da Informação Coordenadoria de Suporte Técnico aos Usuários PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0) SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CADASTRAMENTO NECESSÁRIO PARA UTILIZAR O PANDION...

Leia mais

Criando campanhas e gerando pedidos de venda com o Telemarketing

Criando campanhas e gerando pedidos de venda com o Telemarketing Criando campanhas e gerando pedidos de venda com o Telemarketing Escrito por: Paulo Antônio Leandro Florentino de Carvalho Sumário Criando uma nova campanha Adicionando novo cliente à campanha Excluindo

Leia mais

Manual de Treinamento Serviços de Manutenção Ticket Car. Operações via POS/TEF

Manual de Treinamento Serviços de Manutenção Ticket Car. Operações via POS/TEF Manual de Treinamento Serviços de Manutenção Ticket Car Operações via POS/TEF Cartão Ticket Car CIU - Cartão de Identificação do Usuário ÍNDICE Operações com o Cartão Ticket Car... 04 POS Ticket Car :

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Junho de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

Curso Juventude Brasileira e Ensino Médio Inovador. Manual do ambiente Moodle

Curso Juventude Brasileira e Ensino Médio Inovador. Manual do ambiente Moodle Curso Juventude Brasileira e Ensino Médio Inovador Manual do ambiente Moodle CURSO DE INTRODUÇÃO AO MOODLE 1. Introdução Estamos começando nossa viagem e nossa primeira parada é na unidade denominada Curso

Leia mais

Tutorial Agenda. Conteúdo. Tutorial Agenda

Tutorial Agenda. Conteúdo. Tutorial Agenda Tutorial Agenda Conteúdo 1 Criar Grupos de Agenda... 1 2 Como Visualizar Eventos Cadastrados... 3 3 Incluir Tarefas... 6 4 Incluir Funcionário Novo em uma Agenda Existente... 8 A agenda do sistema funcionará

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME)

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME) MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME) VERSÃO 10 Atualizado em 30/12/2015 Página 1 de 30 A renovação online do certificado somente poderá ser feita uma única vez (e-cpf)

Leia mais

Manual das funcionalidades Webmail AASP

Manual das funcionalidades Webmail AASP Manual das funcionalidades Webmail AASP 1. Configurações iniciais 2. Regras 3. Histórico da conta 4. Autorresposta 5. Dados de acesso (alterando senha de acesso) 6. Identidade (assinatura) 7. Redirecionamento

Leia mais

ACESSANDO COM USUÁRIO DE PROFESSOR

ACESSANDO COM USUÁRIO DE PROFESSOR ACESSANDO COM USUÁRIO DE PROFESSOR 1º passo: Acesse a página através do link existente no site de Newton laboratório e audiovisual: 2º passo: Na tela inicial do sistema digite seu usuário e sua senha nos

Leia mais

ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS

ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO BELTRÃO SECRETARIA DE FINANÇAS / DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS Olá Tomadores de Serviço, a Prefeitura Municipal

Leia mais

Manual de Operação do CADSUS WEB Modo Consulta

Manual de Operação do CADSUS WEB Modo Consulta Manual de Operação do CADSUS WEB Modo Consulta Agosto/2014 Sumário Sistema CADSUS WEB... 3 Orientações para Navegadores... 4 Acesso ao Sistema... 4 Página para Consulta... 5 Alteração de senha... 7 Perda

Leia mais

DIVISÃO DE QUALIDADE DE VIDA

DIVISÃO DE QUALIDADE DE VIDA DIVISÃO DE QUALIDADE DE VIDA Seleção de projetos culturais Orientações gerais para uso do sistema online MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS ONLINE DO SESI-SP O SESI-SP na área

Leia mais

PROCEDIMENTO DO CLIENTE

PROCEDIMENTO DO CLIENTE PROCEDIMENTO DO CLIENTE Título: Manual da Loja Virtual. Objetivo: Como anunciar produtos e acompanhar as vendas. Onde: Empresa Quem: Cliente Quando: Início Através deste manual, veremos como anunciar e

Leia mais

Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD

Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD Para acessar sua senha: 1. Entrar no portal Metodista online Acesse o site www.bennett.br. No lado superior direito aparecerá a janela da área de login,

Leia mais