ANADARKO EM MOÇAMBIQUE NESTA EDIÇÃO NOSSOS VALORES EM ACÇÃO DEZEMBRO 2013 MOÇAMBIQUE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANADARKO EM MOÇAMBIQUE NESTA EDIÇÃO NOSSOS VALORES EM ACÇÃO DEZEMBRO 2013 MOÇAMBIQUE"

Transcrição

1 ANADARKO EM MOÇAMBIQUE NOSSOS VALORES EM ACÇÃO NESTA EDIÇÃO DEZEMBRO 2013 Oportunidade Transformacional Parceiros na Educação Desempenho Ambiental e Social Expansão das Oportunidades de Emprego Construindo Comunidades Mais Saudáveis Conservação dos Recursos Naturais Através da Educação Envolvendo as Comunidades de Palma MOÇAMBIQUE

2 ANADARKO EM MOÇAMBIQUE DEZEMBRO 2013 Uma Oportunidade Transformacional para Moçambique Parceiros da Educação A Anadarko está empenhada em desenvolver, com segurança, uma oportunidade transformacional para Moçambique, que pode beneficiar a nação e os seus cidadãos, respeitando a sua cultura vibrante e o seu belo ambiente natural. Os artigos incluídos nesta publicação reflectem a vontade e a dedicação no melhoramento de oportunidades económicas e educacionais em Moçambique, enquanto desenvolve recursos provenientes do gás natural, que possam trazer prosperidade compartilhada para a nação e o seu povo. Enquanto o Projecto de Gás Natural Liquefeito (GNL) de Moçambique avança em direcção às primeiras cargas, a nossa joint venture pretende investir e apoiar em programas que irão expandir o acesso aos serviços de saúde, em comunidades locais, melhorar a área de educação e criar oportunidades de formação que visam a capacitação que sustentará um ambiente forte de negócios, enquanto, cuidadosamente, protegemos o ambiente natural de Moçambique. Reconhecendo a natureza do longo-prazo do Projecto GNL, a Anadarko apoia o recrutamento, a formação e o progresso profissional de cidadãos moçambicanos, como força de trabalho neste Projecto e, o aperfeiçoamento de fornecedores e prestadores de serviços nacionais, para que façam parte da cadeia de suprimentos do Projecto. De um modo preferencial, a Anadarko pretende desenvolver um Projecto de GNL, de qualidade, que beneficiará directamente o povo de moçambicano e, agirá como um bom parceiro, contribuindo com uma nova fonte de energia limpa, para o mundo. Melhores Cumprimentos, Em parceria com a Universidade Eduardo Mondlane (UEM) em Maputo, a Anadarko está a patrocinar o desenvolvimento do seu primeiro programa avançado de Engenharia Petrolífera (EP), caso inédito, na história de Moçambique. Reconhecendo a necessidade de melhorar as capacidades de Moçambique para servir a indústria de Petróleo e Gás Natural, a Anadarko e a UEM desenvolveram um programa de estudos específicos. O primeiro grupo de estudantes está, neste momento, a completar programas-chave e, a preparar-se para o programa de Master s de 2 anos, que tem início em Fevereiro de Este programa-chave é direccionado a estudantes com experiência em engenharia e geociências e, oferece uma base de conhecimento para que os mesmos tenham um sustentáculo nos conceitos educacionais petrolíferos. O segundo grupo já foi seleccionado e, seguindo os passos do primeiro, inicia o programa- chave em Fevereiro de O programa de engenharia de petróleos foi desenvolvido através de uma colaboração entre especialistas da Anadarko, das faculdades da UEM e, renomados docentes americanos que trabalham em importantes programas universitários. A Anadarko também investiu valores consideráveis em melhorias das infraestruturas do Departamento de Engenharia da UEM. Através do desenvolvimento da Faculdade de Engenharia, o melhoramento das instalações na Universidade e o provimento repetitivo de experiências de aprendizagem, a Anadarko estabeleceu m programa sustentável para gerar profissionais de alto nível e apoiar a indústria petrolífera, tal como a economia moçambicana, objetivando assim, um futuro próspero. Don MacLiver Vice-Presidente, Operações em Moçambique, Anadarko Petroleum Corporation Para nós, viver os nossos valores significa buscar negócios com integridade e respeito, protegendo o ambiente, servindo as nossas comunidades, prestando atenção à segurança e saúde de todos que nos rodeiam, enquanto nos dedicamos ao desenvolvimento de recursos de energia, a um custo competitivo para o bem-estar da sociedade global. Este programa vai ter um enorme impacto no meu futuro, porque terei novas oportunidades para desenvolver a minha carreira, e também contribuir para as necessidades de desenvolvimento do meu País. Daniel Doane Estudante de Pós-graduação em Engenharia de Petróleos Turma de

3 ANADARKO IN EM MOZAMBIQUE MOÇAMBIQUE NOVEMBER 2013 DEZEMBRO VOLUME 2013 Desempenho Ambiental e Social Realizar as oportunidades transformacionais para o desenvolvimento do parque GNL onshore, na Província de Cabo Delgado, requer entender os potenciais efeitos do Projecto e assumir um compromisso para mitigar, com cautela, os impactos que poderão surgir, associados ao desenvolvimento do Projecto. Reconhecendo a sua responsabilidade, o Projecto está a desenvolver um Sistema de Gestão Ambiental e Social (ESMS) que responde ao contexto Ambiental e Social do Projecto. O ESMS aborda os desafios, as sensibilidades e os potenciais impactos causados por/ou relacionados com o Projecto junto às comunidades afectadas, na área abrangida. Em primeiro lugar, o ESMS pretende evitar impactos ambientais e sociais e, onde isso não fôr possível, procurará mitigar e gerir estes impactos. Ao mesmo tempo, o ESMS pretende maximizar os benefícios e oportunidades de desenvolvimento de oportunidades, decorrentes da entrega do Projecto e actividades à ele relacionadas. Oficiais de Ligação com as Comunidades do Projecto (CLOs) facilitando o processo para a eleição de Colaboradores da Comunidade para o Projeto (CCPs) em Senga, Distrito de Palma Planos de Gestão Ambiental e Social Para manter boas relações na zona do Projecto, gerir os riscos de forma responsável e, por último, alcançar a sustentabilidade ambiental e social, estão a ser desenvolvidos uma série de planos ambientais e sociais. As componentes do ESMS e os planos associados são: Plano de Investimento Comunitário - oferece apoio e oportunidades para melhorar a vida e os meios de subsistência das comunidades, directamente afectadas pelo Projecto. Plano de Participação de Interessados - uma estratégia sólida para a criação do diálogo e de relações construtivas com os interessados afectados por/ou com vantagens no Projecto; Plano de Saúde Comunitária - apresentação de medidas de gestão baseadas em evidências para prevenir, reduzir ou mitigar potenciais impactos na saúde das comunidades afectadas. Plano de Gestão de Contratantes - um conjunto abrangente direccionado a todos os contratantes do Projecto sobre as expectativas de desempenho ambiental e social deste Projecto; Plano de Estratégia e Acção de Biodiversidade,- apoiando entre outros a manutenção e monitoria dos ecossistemas na região, especificamente, nas áreas sobre influências direta ou indireta do Projecto; Plano de Acção para Reassentamento - como objectivo de fornecer às comunidades, fisica e economicamente deslocadas, oportunidades para melhorar os seus meios de subsistência e nível de vida; Uma série de estudos de apoio que fornecem inputs adicionais e recomendações a vários elementos ESMS. Colectivamente o ESMS articulará o compromisso do Projecto com um desempenho Ambiental e Social responsável, de acordo com as boas práticas, normas e orientações internacionais de indústria

4 ANADARKO EM MOÇAMBIQUE DEZEMBRO 2013 Expansão das Oportunidades de Emprego Estimulando o Crescimento Económico Para atender a necessidade, imediata, da Anadarko, em mão-de-obra qualificada e treinada, para facilitar a construção do parque de GNL e outras actividades associadas, a Anadarko estabeleceu um Centro de Formação no Península de Afungi no Distrito de Palma, onde será a futura localização do parque GNL. Estagiários adultos das comunidades locais, são formados em saúde, segurança e habilidades essenciais, no local de trabalho num programa chamado Trabalha Bem, Vive Bem. A maioria dos alunos sobrevivia como, agricultores de subsistência e pescadores artesanais. Para muitos, este curso oferece as primeiras experiências em formação industrial e têm participado de forma entusiástica. Isto está demonstrado num comentário de um dos beneficiários: Estamos a aprender os nomes e os propósitos de novas ferramentas para um novo comércio, bem como a diferença entre vários tipos de equipamento de protecção e como usá-los. Estas habilitações serão úteis quando voltarmos à vila. Após a conclusão do curso, os formandos serão registados numa base de dados de trabalhadores que, posteriormente, será utilizada pela Anadarko e os seus contratantes, para encontrar candidatos qualificados para as posições em aberto, ligadas ao desenvolvimento do projecto. Até este momento, quase 400 estagiários concluíram o programa de preparação para o trabalho. Mais de 1000 alunos serão treinados neste programa até o final de O desenvolvimento deste grande Projecto de GNL vai exigir investimentos e recursos significativos de todo o mundo, o que trará oportunidades a companhias moçambicanas que irão se beneficiar de uma economia crescente. A Anadarko compromete-se em capacitar empresas locais e estabelecer uma fundação para futuras iniciativas de desenvolvimento para fornecedores. Anadarko está a acolher uma série de eventos para os membros da comunidade empresarial local, para sensibilizá-los sobre a oportunidade de fornecer bens e serviços para o Projecto e seus contratantes. A equipe do Projecto está, de forma muito activa, a divulgar informação sobre o processo do concurso e contratações, padrões de saúde e segurança, acesso a financiamento e, futuras oportunidades em sectores como, construção civil, transporte e catering. O Projecto também desenvolveu uma base de dados de fornecedores moçambicanos, para divulgação entre os seus contratantes. Para encorajar o envolvimento de pequenas e médias empresas, a Anadarko também participou na Feira Económica de Cabo Delgado e na Feira Internacional de Negócios de Maputo. Descarga de equipamentos no pátio de tubos em Pemba. Primeiro Ministro Alberto Vaquina em visita ao Stand do Projecto, durante a Feira Internacional de Negócios de Maputo (FACIM). 5 6

5 ANADARKO EM MOÇAMBIQUE DEZEMBRO 2013 Construir Comunidades Mais Saudáveis Expansão de acesso a Serviços de Saúde Entre as primeiras contribuições destinadas a melhorar o acesso aos serviços de saúde, a Anadarko doou uma nova ambulância para o Centro de Saúde de Palma. Como o principal centro de referência na região de Afungi, isso irá reduzir significativamente o tempo que se despende para ter acesso à unidade de saúde mais próxima. Respondendo a Emergências Humanitárias No início de 2013, o Centro e Norte de Moçambique sofreram inundações em grande escala. Para ajudar na resposta a este desastre natural, a Anadarko contribuiu através da Save the Children, uma agência humanitária internacional, com fornecimento de abrigos de emergência e água, nas províncias Gaza e Zambézia, nomeadamente, províncias estas, afectadas pelas cheias. Quinze mil (15.000) crianças e suas famílias continuam a beneficiar destas actividades. Curso de Formação em reanimação pediátrica no Hospital Central de Maputo. Além da doação para a Save the Children, a Anadarko apoiou a Direcção Provincial de Saúde de Cabo Delgado (DPS), através do fornecimento de suprimentos necessários para ajudar as autoridades na mitigação do surto de cólera em Pemba e arredores, causado pelas inundações e chuvas intensas. Enquanto o Projecto GNL da Anadarko avança, a empresa está a investir em áreas que contribuem para que as comunidades tenham mais saúde. Reconhece a importância de apoiar o acesso aos serviços de saúde e a melhoria em saúde materno-infantil. Também tem trabalhado com o Governo de Moçambique e outras organizações não governamentais (ONGs) para fornecer apoio nas seguintes emergências humanitárias: Melhorar a Saúde das Crianças Para melhorar a qualidade da saúde pediátrica em Moçambique, a Anadarko juntou-se aos Partners for Pediatric Progress (PPP) [Parceiros para Progresso pediátrico], uma ONG dedicada ao avanço em saúde de crianças. O programa está baseado no Centro de Saúde Mundial na Escola de Medicina David Geffen na Universidade de California Los Angeles. Desde 2007, a PPP tem estado a formar especialistas no Departamento Pediátrico no Hospital Central de Maputo e na Faculdade de Medicina da UEM. Estes pediátricos moçambicanos têm vindo a partilhar conhecimentos com profissionais no sector de saúde, em todo o País. Em colaboração com a Anadarko, a PPP está a expandir o seu programa até à Província de Cabo Delgado, através do fornecimento de formações relevantes para membros das equipas de Centros de Saúde Rurais, trabalhadores comunitários de saúde e parteiras, em práticas seguras de parto, apoio aos recém-nascidos e prevenção de infecção. A transferência de conhecimentos entre trabalhadores de saúde, assegura que os impactos positivos desta iniciativa irão muito para além da última sessão de formação. 7 8

6 ANADARKO EM MOÇAMBIQUE DEZEMBRO 2013 Conservação dos Recursos Naturais Através da Educação Envolver as comunidades de Palma Moçambique é dotado de recursos naturais abundantes e belos litorais, um dos exemplos mais próximos é o pitoresco arquipélago das Quirimbas e a natureza intocada do Niassa. A Reserva Nacional de Niassa, abrangendo km2 sobre as províncias de Niassa e Cabo Delgado, é o lugar de maior concentração de vida selvagem em Moçambique, bem como mais de moradores que vivem em mais de 50 aldeias. A presença de leões, leopardos e do cão selvagem africano, é um perigo constante e reflecte a saúde do ecossistema. Proteger os moradores, gado e espécies ameaçadas, de caça furtiva e das armadilhas acidentais, torna-se difícil. É por isso que a Anadarko tem uma parceria com o Projecto Leão de Niassa (NLP), um esforço de conservação inovadora, que trabalha directamente com os moradores da Reserva, em soluções culturalmente apropriadas, originais e capacitadas localmente, de forma a promover a co-existência de pessoas daquela localidade e do leão africano icônico. A NLP fez uma parceria com os líderes tradicionais, a autoridade da Reserva Nacional do Niassa, escolas, operadoras de turismo, o governo e os conservacionistas internacionais, para desenvolver a educação ambiental e alguns programas de alcance comunitário, que abordam a segurança alimentar e as necessidades de subsistência alternativas e, promove comportamentos seguros para reduzir conflito entre humanos e vida selvagem. Trabalhando em conjunto com a NLP, a Anadarko está a contribuir para futuras gerações, na preservação do património natural de Moçambique. Trabalhar em Moçambique é um privilégio e, a Anadarko está consciente da sua responsabilidade de proteger o meio ambiente, a saúde pública e contribuir para a prosperidade comum da comunidade. A partir das primeiras actividades de exploração no distrito de Palma, a Anadarko estabeleceu uma equipe de moçambicanos formados como oficiais de relações comunitárias, para a construção de relações construtivas com as comunidades nas áreas onde as actividades de negócios são levadas a cabo. Este ano tem sido um ano de promoção da várias iniciativas - a equipe facilitou a participação conjunta das comunidades de Palma, o Governo Distrital Palma e o Projecto de GNL, em uma série de actividades que comemorou e criou consciência do meio ambiente e promoveu a alfabetização e saúde, em alinhamento com o foco no investimento social da Anadarko. Dia Mundial do Ambiente Anadarko e líderes locais organizaram um desfile e eventos de sensibilização para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, na Cidade de Palma e na Aldeia de Senga, a 5 de Junho de O tema do evento foi Vamos cuidar da nossa aldeia, a fim de melhorar as nossas vidas. As actividades incluíram apresentações de grupos culturais, uma limpeza de Palma cidade, e exames de saúde, voluntários. A Anadarko participou em sessões de sensibilização sobre a prevenção da malária, os perigos das queimadas descontroladas e, a importância da gestão ambiental. Também forneceu equipamentos desportivos assim como organizou jogos de futebol para a juventude. Distribuição de livros de alfabetização e de conservação da natureza na Reserva do Niassa. Dia Internacional da Alfabetização As comunidades de Palma comemoraram o Dia Internacional da Alfabetização a 8 de Setembro de 2013, um importante lembrete global que a alfabetização é a base da educação para todos. Promoção da alfabetização é essencial para reduzir a pobreza e é uma componente central do desenvolvimento sustentável. A cerimônia contou com a presença do Governador de Cabo Delgado, os líderes locais e representantes da Anadarko e da sociedade civil. A Anadarko presta apoio para os 38 centros de educação de adultos em Palma, que são organizados pela Direcção Distrital de Educação. Comemorando o dia Mundial do Ambiente com actividades desportivas. 9 1 Créditos: Niassa Lion Project 10

7 Rovuma Área 1 bloco Offshore Rovuma Área 1 bloco Onshore Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, E.P. Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, E.P. Para mais informações sobre as actividades da Anadarko em Moçambique, por favor contacte a Sra. Iva Garrido através dos seguintes contactos: extensão

Capítulo 15. Impactos Cumulativos

Capítulo 15. Impactos Cumulativos Capítulo 15 Impactos Cumulativos ÍNDICE 15 IMPACTOS CUMULATIVOS 15-1 15.1 INTRODUÇÃO 15-1 15.1.1 Limitações e Mitigação 15-1 15.1.2 Recursos e Receptores Potenciais 15-3 15.2 IMPACTO CUMULATIVO DA ZONA

Leia mais

Reflexões sobre Conteúdo Local & Áreas de Oportunidade Maputo - Fev 2014. Company of ENH, EP Group

Reflexões sobre Conteúdo Local & Áreas de Oportunidade Maputo - Fev 2014. Company of ENH, EP Group Reflexões sobre Conteúdo Local & Áreas de Oportunidade Maputo - Fev 2014 Company of ENH, EP Group Agenda 1 ENH Logistics 2 Áreas de Oportunidade 3 Reflexões sobre Conteúdo Local 2 ENH Logistics ENH Logistics

Leia mais

Programa de Mestrado: Desenvolve Competências, Muda Vidas Programa de Desenvolvimento de Professores na UEM: Promove Sustentabilidade Equipa de Nível

Programa de Mestrado: Desenvolve Competências, Muda Vidas Programa de Desenvolvimento de Professores na UEM: Promove Sustentabilidade Equipa de Nível 2014 Programa de Mestrado: Desenvolve Competências, Muda Vidas Programa de Desenvolvimento de Professores na UEM: Promove Sustentabilidade Equipa de Nível Mundial de Futuros Operadores da Central de GNL:

Leia mais

A Chevron e Angola. Parceiros de Longa Data

A Chevron e Angola. Parceiros de Longa Data A Chevron e Angola Parceiros de Longa Data As oportunidades de crescimento e progresso nunca foram tão vastas nas seis décadas de história da Chevron em Angola. Biliões de dólares estão a ser investidos

Leia mais

Audiência Parlamentar Internacional em Moçambique Maputo, 19 de Setembro de 2009 1. ELECTRIFICAÇÃO RURAL EM MOÇAMBIQUE Moçambique é rico em recursos energéticos, como é o caso da energia hidroeléctrica,

Leia mais

O que fazemos em Moçambique

O que fazemos em Moçambique 2008/09 O que fazemos em Moçambique Estamos a ajudar 79.850 crianças afectadas pelas inundações Estamos a proporcionar kits para a escola a 1.000 órfãos e crianças vulneráveis Registámos 1.745 crianças

Leia mais

EMBAIXADA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

EMBAIXADA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA EMBAIXADA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA FUNDO ESPECIAL DE AUTO-AJUDA DO EMBAIXADOR DOS E.U.A. Ajudando as Comunidades a Ajudar-se a Si Próprias Caro Candidato ao Fundo de Auto-Ajuda: Obrigado pelo seu

Leia mais

Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA

Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA Programa de Cooperação Trilateral para o Desenvolvimento Agrário do Corredor de Nacala (ProSAVANA) Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO. SÍNTESE DA 15 a SESSÃO PLENÁRIA DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO. SÍNTESE DA 15 a SESSÃO PLENÁRIA DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SÍNTESE DA 15 a SESSÃO PLENÁRIA DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO Maputo, Abril de 2014 ÍNDICE I. INTRODUÇÃO... 3 II. TEMAS APRESENTADOS...

Leia mais

Moçambique Plano Estratégico 2012 2015. Moçambique Plano Estratégico

Moçambique Plano Estratégico 2012 2015. Moçambique Plano Estratégico Moçambique Plano Estratégico 2012 2015 Moçambique Plano Estratégico 2012 2015 1 Rainha Juga, beneficiaria de uma campanha de cirurgia do Hospital Central da Beira ao distrito de Gorongosa 2 Moçambique

Leia mais

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades.

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades. A Protteja Seguros surge da vontade de contribuir para o crescimento do mercado segurador nacional, através da inovação, da melhoria da qualidade de serviço e de uma política de crescimento sustentável.

Leia mais

DIÁLOGO NACIONAL SOBRE EMPREGO EM MOÇAMBIQUE

DIÁLOGO NACIONAL SOBRE EMPREGO EM MOÇAMBIQUE DIÁLOGO NACIONAL SOBRE EMPREGO EM MOÇAMBIQUE CRIAÇÃO DE EMPREGO NUM NOVO CONTEXTO ECONÓMICO 27-28 demarço de 2014, Maputo, Moçambique A conferência de dois dias dedicada ao tema Diálogo Nacional Sobre

Leia mais

A sustentabilidade da economia requer em grande medida, a criação duma. capacidade própria de produção e fornecimento de bens e equipamentos,

A sustentabilidade da economia requer em grande medida, a criação duma. capacidade própria de produção e fornecimento de bens e equipamentos, REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE -------- MINISTÉRIO DA ENERGIA GABINETE DO MINISTRO INTERVENÇÃO DE S.EXA SALVADOR NAMBURETE, MINISTRO DA ENERGIA, POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA FÁBRICA DE CONTADORES DA ELECTRO-SUL

Leia mais

Este sistema é sustentado por 14 pilares: Elemento 1 Liderança, Responsabilidade e Gestão

Este sistema é sustentado por 14 pilares: Elemento 1 Liderança, Responsabilidade e Gestão Este sistema é sustentado por 14 pilares: Elemento 1 Liderança, Responsabilidade e Gestão Como as pessoas tendem a imitar os seus líderes, estes devem-se empenhar e comprometer-se com o QSSA, para servirem

Leia mais

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional (MCTESTP) DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL

Leia mais

MINISTÉRIO DO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO AMBIENTE REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO AMBIENTE O Ministério do Ambiente tem o prazer de convidar V. Exa. para o Seminário sobre Novos Hábitos Sustentáveis, inserido na Semana Nacional do Ambiente que terá

Leia mais

PROMOVENDO CIDADANIA PARA A MUDANÇA - PROCIMU

PROMOVENDO CIDADANIA PARA A MUDANÇA - PROCIMU PROMOVENDO CIDADANIA PARA A MUDANÇA - PROCIMU A IBIS Moçambique é uma Organização Não Governamental Dinamarquesa, com sede em Maputo que trabalha em Moçambique desde 1976. As áreas temáticas actuais da

Leia mais

VERSÃO RESUMIDA (PILARES E OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS)

VERSÃO RESUMIDA (PILARES E OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS) VERSÃO RESUMIDA (PILARES E OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS) 1 Plano Estratégico do CCM 2013 a 2017 Versão Resumida 1. ANÁLISE DO CONTEXTO 1. 1. Justiça Económica e Social A abundância dos recursos naturais constitui

Leia mais

MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE

MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE Cuidados de Saúde Primários em Moçambique Já foi há mais de 30 anos que o sonho de Saúde para todos

Leia mais

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE AGRONOMIA E ENGENHARIA FLORESTAL (FAEF) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL (DEF)

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE AGRONOMIA E ENGENHARIA FLORESTAL (FAEF) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL (DEF) UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE AGRONOMIA E ENGENHARIA FLORESTAL (FAEF) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL (DEF) MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL (MICOA) CENTRO TERRA VIVA

Leia mais

75% 15 a 18 de Maio 2015 Praça da Independência - Maputo Moçambique Pavilhão de Portugal

75% 15 a 18 de Maio 2015 Praça da Independência - Maputo Moçambique Pavilhão de Portugal aposta no Sistema Educativo Formação e Criação de Novas Infra-Estruturas UMA OPORTUNIDADE PARA O SEU SECTOR CO-FINANCIADO 75% 1ª PARTICIPAÇÃO PORTUGUESA DA FILEIRA DA EDUCAÇÃO AIP - Feiras, Congressos

Leia mais

RELATÓRIO DA 1ª CAMPANHA NACIONAL DE SAÚDE ORAL NAS ESCOLAS

RELATÓRIO DA 1ª CAMPANHA NACIONAL DE SAÚDE ORAL NAS ESCOLAS REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PROGRAMA NACIONAL DE SAÚDE ORAL RELATÓRIO DA 1ª CAMPANHA NACIONAL DE SAÚDE ORAL NAS ESCOLAS PROMOVENDO A HIGIENE ORAL

Leia mais

O Voluntariado e a Protecção Civil. 1. O que é a Protecção Civil

O Voluntariado e a Protecção Civil. 1. O que é a Protecção Civil O Voluntariado e a Protecção Civil 1. O que é a Protecção Civil A 03 de Julho de 2006, a Assembleia da Republica publica a Lei de Bases da Protecção Civil, que no seu artigo 1º dá uma definição de Protecção

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Dia do Médico Moçambicano: Momento de celebração e reflexão sobre desafios da classe e do sector Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique,

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

Programa de Assistência para Projectos Comunitários Embaixada do Japão Informação 2014 Visão Geral

Programa de Assistência para Projectos Comunitários Embaixada do Japão Informação 2014 Visão Geral Programa de Assistência para Projectos Comunitários Embaixada do Japão Informação 2014 Visão Geral O Governo do Japão reconhece a importância dos projectos de desenvolvimento ao nível das bases que podem

Leia mais

Contribuição de Hidroeléctricas e Barragens para o Desenvolvimento Sustentável em África

Contribuição de Hidroeléctricas e Barragens para o Desenvolvimento Sustentável em África Contribuição de Hidroeléctricas e Barragens para o Desenvolvimento Sustentável em África Madalena Dray Consultora Socio-Ambiental Luanda, 24 a 27 de Setembro de 2013 CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE ENERGIA

Leia mais

EUNEDS INTRODUÇÃO FINALIDADE E OBJECTIVOS

EUNEDS INTRODUÇÃO FINALIDADE E OBJECTIVOS EUNEDS INTRODUÇÃO O mandato para desenvolver uma Estratégia para a Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) decorre da declaração apresentada pelos ministros do ambiente da CEE/ONU na 5ª Conferência

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL Relatório sobre a divulgação do Decreto de REDD+ a nível dos Governos Provinciais Introdução

Leia mais

2º Fórum Lusófono de Mulheres em Postos de Tomada de Decisão Luanda, 17-18 de Julho 2002

2º Fórum Lusófono de Mulheres em Postos de Tomada de Decisão Luanda, 17-18 de Julho 2002 2º Fórum Lusófono de Mulheres em Postos de Tomada de Decisão Luanda, 17-18 de Julho 2002 Tema: A Situação Actual da Educação das Jovens e Mulheres Leontina Virgínia Sarmento dos Muchangos Direcção Nacional

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PROGRAMA NACIONAL DE SAÚDE ORAL

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PROGRAMA NACIONAL DE SAÚDE ORAL Introdução REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE RELATÓRIO DA CAMPANHA NACIONAL DE SAÚDE ORAL NAS ESCOLAS Na semana de 20 a 24 de Agosto de 2012, decorreu a Campanha Nacional de Saúde Oral nas escolas, onde as cerimónias

Leia mais

Foi consultora do projecto numa base voluntária, Ana Maria Joaquina Abubacar.

Foi consultora do projecto numa base voluntária, Ana Maria Joaquina Abubacar. Objectivos da lei: - Promover o voluntariado e o espírito de solidariedade em Moçambique; - Promover um quadro legal de apoio e reconhecimento às pessoas que trabalham em bases voluntárias, em áreas tais

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE GOVERNO DA PROVÍNCIA DE MAPUTO DIRECÇÃO PROVINCIAL DA JUVENTUDE E DESPORTOS DE MAPUTO 5. Realizações da instituição, Planos da Instituição e Serviços prestados ao Publico 5.1 NO

Leia mais

ACORDO DE PLANEAMENTO ESTRATÉGICO PARA O DESENVOLVIMENTO ENTRE O GOVERNO DE TIMOR-LESTE O GOVERNO DA AUSTRÁLIA. Novembro de 2011

ACORDO DE PLANEAMENTO ESTRATÉGICO PARA O DESENVOLVIMENTO ENTRE O GOVERNO DE TIMOR-LESTE O GOVERNO DA AUSTRÁLIA. Novembro de 2011 ACORDO DE PLANEAMENTO ESTRATÉGICO PARA O DESENVOLVIMENTO ENTRE O GOVERNO DE TIMOR-LESTE E O GOVERNO DA AUSTRÁLIA Novembro de 2011 Acordo de planeamento estratégico para o desenvolvimento Timor-Leste Austrália

Leia mais

POLÍTICA DE AMBIENTE, QUALIDADE E SEGURANÇA

POLÍTICA DE AMBIENTE, QUALIDADE E SEGURANÇA HOMOLOGAÇÃO: José Eduardo Carvalho 14-03- Pág. 2 de 5 A Tagusgás subscreve a Política AQS da Galp Energia. A Política AQS da Tagusgás foi definida tendo em consideração os Objectivos Estratégicos do Grupo

Leia mais

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 A aposta no apoio à internacionalização tem sido um dos propósitos da AIDA que, ao longo dos anos, tem vindo a realizar diversas acções direccionadas para

Leia mais

Id: 38996 (37 years)

Id: 38996 (37 years) Foto não disponível Id: 38996 (37 years) DADOS PESSOAIS: Gênero: Masculino Data de nascimento: 15/04/1978 País: Mozambique, Região: Maputo, Cidade: Maputo Ver CV completo Grave o CV TRABALHO DESEJADO:

Leia mais

Excelência, Sr Presidente da República, Senhoras e Senhores Ministros,

Excelência, Sr Presidente da República, Senhoras e Senhores Ministros, Discurso de sua excelência, o Primeiro Ministro, José Maria Neves, por ocasião da tomada de posse do novo Governo no âmbito da remodelação governamental anunciada no dia 24 de Fevereiro de 2010 Excelência,

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO. Junho de 2012.

ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO. Junho de 2012. ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO Posição: Director Executivo Programa Inter Religioso Contra a Malária (PIRCOM) Projecto Academy for Educational Development/Communication for Change (C Change) Supervisor:

Leia mais

Apresentação Do Banco. Setembro de 2010

Apresentação Do Banco. Setembro de 2010 Apresentação Do Banco Setembro de 2010 Conteúdos Onde estamos Missão Valores Accionistas Nosso mercado Responsabilidade social Factos Contactos Onde estamos Onde Estamos O Banco Terra está representado,

Leia mais

ESTRATÉGIA PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

ESTRATÉGIA PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES GOVERNO DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DIRECÇÃO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES E TÉCNICOS DE EDUCAÇÃO ESTRATÉGIA PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES 2004 2015 PROPOSTA DE POLÍTICAS Maputo 2004 Índice

Leia mais

PROJECTO DESENVOLVENDO NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS

PROJECTO DESENVOLVENDO NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS Projecto do PNUD financiado pela Cooperação Espanhola Ministério da Hotelaria e Turismo República de Angola Angola PROJECTO DESENVOLVENDO NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS SEMINÁRIO PNUD / CNUCED "GESTÃO DE PROJECTOS

Leia mais

Princípios Gerais de Negócio da Shell

Princípios Gerais de Negócio da Shell Princípios Gerais de Negócio da Shell Royal Dutch Shell plc Introdução Os Princípios Gerais de Negócio da Shell regem a forma como cada uma das empresas que constituem o Grupo Shell* deve conduzir as suas

Leia mais

DEPUY SYNTHES CÓDIGO DE CONDUTA GLOBAL

DEPUY SYNTHES CÓDIGO DE CONDUTA GLOBAL Uma Paixão pela Integridade Integridade em Acção - Conformidade nos Cuidados de Saúde A Conformidade nos Cuidados de Saúde é uma Responsabilidade de Todos A DePuy Synthes é reconhecida mundialmente pelas

Leia mais

Hypercluster do mar. Setembro 2009

Hypercluster do mar. Setembro 2009 Hypercluster do mar Setembro 2009 Hypercluster do mar Segurança Marítima Projecto MarBIS Fórum cientifico e tecnológico Considerações finais 2 Hypercluster do mar Parcerias com empresas petrolíferas com

Leia mais

O consultor deverá fornecer respostas às seguintes perguntas: 2. OBJECTIVO 3. ÂMBITO DO TRABALHO

O consultor deverá fornecer respostas às seguintes perguntas: 2. OBJECTIVO 3. ÂMBITO DO TRABALHO TERMOS DE REFERÊNCIA DE UM ESTUDO PARA O ACONSELHAMENTO RELATIVO A POSSÍVEIS FORMAS DE MELHORAR AS CAPACIDADES DE AS PME S MOÇAMBICANAS SE INTEGRAREM EFECTIVAMENTE NA CADEIA DE VALOR DO PETRÓLEO E GÁS

Leia mais

ÁREAS DE ENFOQUE PRINCÍPIOS GERAIS

ÁREAS DE ENFOQUE PRINCÍPIOS GERAIS PORTUGUESE (PT) ÁREAS DE ENFOQUE PRINCÍPIOS GERAIS A Fundação Rotária atesta que: 1. Suas metas visam aumentar a eficácia na outorga de subsídios e garantir a qualidade dos projetos; 2. As declarações

Leia mais

PRINCÍPIOS DO RIO. Princípio 1

PRINCÍPIOS DO RIO. Princípio 1 PRINCÍPIOS DO RIO António Gonçalves Henriques Princípio 1 Os seres humanos são o centro das preocupações para o desenvolvimento sustentável. Eles têm direito a uma vida saudável e produtiva em harmonia

Leia mais

5º CONCURSO DE CONCESSAO DE ÁREAS PARA PESQUISA E PRODUÇÃO. Avenida Hotel - Maputo 23 rd October 2014

5º CONCURSO DE CONCESSAO DE ÁREAS PARA PESQUISA E PRODUÇÃO. Avenida Hotel - Maputo 23 rd October 2014 5º CONCURSO DE CONCESSAO DE ÁREAS PARA PESQUISA E PRODUÇÃO Avenida Hotel - Maputo 23 rd October 2014 Agenda 10:30 10:45 Boas Vindas: Nota de boas vindas: Isabel Chuvambe Administradora do Pelouro de Projectos

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto

Ficha de Caracterização de Projecto Ficha de Caracterização de Projecto Projecto +Skillz E5G Programa Escolhas Promotor: Associação Mais Cidadania 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto Projecto +Skillz E5G Promotor: Associação Mais

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Social

Programa de Desenvolvimento Social Programa de Desenvolvimento Social Introdução A Portucel Moçambique assumiu um compromisso com o governo moçambicano de investir 40 milhões de dólares norte-americanos para a melhoria das condições de

Leia mais

ILUSTRES PARTICIPANTES DO FÓRUM EM CIÊNCIAS

ILUSTRES PARTICIPANTES DO FÓRUM EM CIÊNCIAS DISCURSO PRONUNCIADO POR SUA EXCELÊNCIA JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA, NA SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO FÓRUM EM CIÊNCIAS DO DESPORTO APLICADAS AO FUTEBOL Luanda, 29 de Agosto

Leia mais

Feira Internacional do Maputo (FACIM) 2015. e do Dia do Exportador

Feira Internacional do Maputo (FACIM) 2015. e do Dia do Exportador REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique, por Ocasião da Abertura da 51ª. Edição da Feira Internacional do

Leia mais

A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais para o Desenvolvimento

A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais para o Desenvolvimento REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO ESTATAL Direcção Nacional de Promoção do Desenvolvimento Rural A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

Câmara Municipal de Estarreja PREÂMBULO

Câmara Municipal de Estarreja PREÂMBULO PREÂMBULO O projecto Estarreja COMpartilha surge da necessidade que se tem verificado, na sociedade actual, da falta de actividades e práticas de cidadania. Traduz-se numa relação solidária para com o

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO GRUPO JERÓNIMO MARTINS

CÓDIGO DE CONDUTA DO GRUPO JERÓNIMO MARTINS CÓDIGO DE CONDUTA DO GRUPO JERÓNIMO MARTINS MENSAGEM DO PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Caros Colaboradores, A missão de Jerónimo Martins é promover a eficiência em todas as suas áreas de negócio,

Leia mais

HÁ 7 ANOS A ACREDITAR EM MOÇAMBIQUE

HÁ 7 ANOS A ACREDITAR EM MOÇAMBIQUE HÁ 7 ANOS A ACREDITAR EM MOÇAMBIQUE Relatório de Apresentação 2012 Um projecto: O PUMAP é um programa de voluntariado constituído por estudantes de várias universidades de Lisboa, realizando-se através

Leia mais

A Fazer Crescer o Nosso Futuro 2 / 3

A Fazer Crescer o Nosso Futuro 2 / 3 1 / 1 A Fazer Crescer o Nosso Futuro 2 / 3 ... os recursos petrolíferos devem ser alocados à constituição de reservas financeiras do Estado que possam ser utilizadas, de forma igualitária e equitativa,

Leia mais

Moçambique. parcerias internacionais. Rede Bibliotecas Escolares

Moçambique. parcerias internacionais. Rede Bibliotecas Escolares Moçambique parcerias internacionais Rede Bibliotecas Escolares parcerias internacionais Moçambique Projeto de cooperação com Moçambique no âmbito das bibliotecas escolares Rede Bibliotecas Escolares Em

Leia mais

EXPORTAR MAIS - PLANO DE ACÇÃO 2008

EXPORTAR MAIS - PLANO DE ACÇÃO 2008 EXPORTAR MAIS - PLANO DE ACÇÃO 2008 AEP - Associação Empresarial de Portugal Direcção de Serviços às Empresas Internacionalização e Promoção Externa Leça da Palmeira, 26 de Junho de 2008 A/C Direcção Comercial/Exportação

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 Versão Preliminar Este relatório tem por objectivo da conta do que de mais relevante foi realizado no cumprimento

Leia mais

Boletim Electrónico RUMO À MELHORIA DA SAÚDE DA MÃE, DO RECÉM NASCIDO, DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EM MOÇAMBIQUE: PROVÍNCIA DE GAZA NA LIDERANÇA

Boletim Electrónico RUMO À MELHORIA DA SAÚDE DA MÃE, DO RECÉM NASCIDO, DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EM MOÇAMBIQUE: PROVÍNCIA DE GAZA NA LIDERANÇA OMS, MOÇAMBIQUE Boletim Electrónico Número 3 Dezembro 2008 GOVERNO DE MOÇAMBIQUE RUMO À MELHORIA DA SAÚDE DA MÃE, DO RECÉM NASCIDO, DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EM MOÇAMBIQUE: PROVÍNCIA DE GAZA NA LIDERANÇA

Leia mais

Perguntas e respostas mais frequentes

Perguntas e respostas mais frequentes Convite n.ºeuropeaid/136-792/dd/act/mz para a apresentação de propostas para o Instrumento Europeu para Democracia e Direitos Humanos Perguntas e respostas mais frequentes Por ocasião do lançamento do

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Nota Conceitual da FIEI 2013 Ponto de negócio e oportunidade de investimento Maputo Contexto Quadro orientador O Programa Quinquenal do Governo (PQG) prevê no âmbito do Vector Económico

Leia mais

Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique,

Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique, Caros Convidados, Caros Colegas, Permitam-me que comece

Leia mais

itc newsletter N o. 3, Julho 2012 itc newsletter parceiro dos sectores de cadastro e de florestas do país.

itc newsletter N o. 3, Julho 2012 itc newsletter parceiro dos sectores de cadastro e de florestas do país. itc newsletter N o. 3, Julho 2012 itc newsletter Caros leitores, Estamos de volta com a 3 a edição do newsletter da itc. Esta e as próximas edições do nosso newsletter, vão partilhar os resultados alcançados

Leia mais

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO CARTA EUROPEIA DO DESPORTO Objectivo da Carta... 3 Definição e âmbito de aplicação da Carta... 3 O movimento desportivo... 4 Instalações e actividades... 4 Lançar as bases... 4 Desenvolver a participação...

Leia mais

Avanço da Iniciativa Hospital Amigo da Criança em institucionais e comunidades

Avanço da Iniciativa Hospital Amigo da Criança em institucionais e comunidades PROJECTO DE NUTRIÇÃO INFANTIL RESUMO DAS ACTIVIDADES MOÇAMBIQUE Avanço da Iniciativa Hospital Amigo da Criança em institucionais e comunidades Apresentação do projecto IYCN em Moçambique O Projecto de

Leia mais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 23 de junho de 2015 Declaração de Cascais Os Ministros responsáveis pela Energia da Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO 5ᵃ Edição ORÇAMENTO CIDADÃO 2016 Visão: Assegurar a participação do Cidadão em

Leia mais

CARTA DAS ONGD EUROPEIAS

CARTA DAS ONGD EUROPEIAS CARTA DAS ONGD EUROPEIAS Princípios Básicos do Desenvolvimento e da Ajuda Humanitária das ONGD da União Europeia O Comité de Liaison das ONG de Desenvolvimento da UE O Comité de Liaison ONGD-UE representa,

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL Relatório dos seminários de definição das prioridades do GEF 5 para Moçambique 1. INTRODUÇÃO Moçambique beneficiou- se dos fundos

Leia mais

Consultoria Para Mapeamento os Actores e Serviços de Apoio as Mulheres Vitimas de Violência no País 60 dias

Consultoria Para Mapeamento os Actores e Serviços de Apoio as Mulheres Vitimas de Violência no País 60 dias TERMO DE REFERÊNCIA Consultoria Para Mapeamento os Actores e Serviços de Apoio as Mulheres Vitimas de Violência no País 60 dias 1. Contexto e Justificação O Programa conjunto sobre o Empoderamento da Mulher

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Nome: JOÃO CARLOS COLAÇO. Profissão: Sociólogo / Investigador Data de Nasc: 17 de Novembro de 1968. Nacionalidade: Moçambicana

CURRICULUM VITAE. Nome: JOÃO CARLOS COLAÇO. Profissão: Sociólogo / Investigador Data de Nasc: 17 de Novembro de 1968. Nacionalidade: Moçambicana CURRICULUM VITAE Nome: JOÃO CARLOS COLAÇO. Profissão: Sociólogo / Investigador Data de Nasc: 17 de Novembro de 1968. Nacionalidade: Moçambicana Qualificações-Chave: João Carlos Colaço é formado em Sociologia,

Leia mais

Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique

Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique I. Introdução Nos últimos anos, uma das principais apostas

Leia mais

Experiência dos Centros Salesianos na formação dos adolescentes e Jovens

Experiência dos Centros Salesianos na formação dos adolescentes e Jovens Experiência dos Centros Salesianos na formação dos adolescentes e Jovens 1-Presença Salesiana em Angola Os salesianos estão em Angola desde 1981 e hoje se fazem presentes em Dondo, Benguela, Luena, Kalulo,

Leia mais

Delegação da União Europeia em Moçambique

Delegação da União Europeia em Moçambique REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS E COOPERAÇÃO GABINETE DO ORDENADOR NACIONAL PARA A COOPERAÇÃO MOÇAMBIQUE / UE Delegação da União Europeia em Moçambique REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

Leia mais

Seminário Acção Social Produtiva em Moçambique: Que possibilidades e opções?

Seminário Acção Social Produtiva em Moçambique: Que possibilidades e opções? Seminário Acção Social Produtiva em Moçambique: Que possibilidades e opções? A Acção Social Produtiva no Quadro da Regulamentação do Subsistema de Segurança Social Básica e da Estratégia Nacional e Segurança

Leia mais

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau)

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial (2014-2016) 4ª Conferência Ministerial Preâmbulo

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

As trabalham directamente com as questões de saúde ambiental e podem disponibilizar formação, materiais e outros tipos de apoio.

As trabalham directamente com as questões de saúde ambiental e podem disponibilizar formação, materiais e outros tipos de apoio. Apresentamos aqui uma selecção de organizações, materiais impressos e recursos da internet que podem fornecer alguma informação útil sobre saúde ambiental. Listámos as organizações e os materiais que são

Leia mais

Princípios de Empoderamento das Mulheres

Princípios de Empoderamento das Mulheres Princípios de Empoderamento das Mulheres Igualdade Significa Negócios Princípios de Empoderamento das Mulheres 1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de Gênero, no mais alto nível. 2.

Leia mais

FACIM Feira Internacional de Maputo

FACIM Feira Internacional de Maputo FACIM Feira Internacional de Maputo 50ª Edição 25 a 31 de Agosto de 2014 1. Sobre a FACIM Feira Internacional de Maputo A FACIM é uma feira multisetorial com periodicidade anual, e constitui o maior evento

Leia mais

Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização

Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização 1. Introdução O presente questionário ajudá-lo-á a reflectir sobre os esforços desenvolvidos pela sua empresa no domínio da responsabilidade empresarial,

Leia mais

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union. AFRICAN UNION UNION AFRICAINE PRIMEIRO PROJECTO DO CONVITE PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS SOBRE O TEMA: EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Ao abrigo das Decisões da Conferência da União Africana Assembly/AU/Dec.277(XVI)

Leia mais

Brochura GrowUpServices

Brochura GrowUpServices Brochura GrowUpServices 1. O QUE FAZEMOS 1. Quem Somos 03-12-2015 3 1. Quem Somos A GROWUPSERVICES é uma marca da GROWUPIDEAS e que actua na área da consultoria de negócios. Entre os seus sócios acumulam-se

Leia mais

DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS E COOPERAÇÃO GABINETE DO ORDENADOR NACIONAL PARA A COOPERAÇÃO MOÇAMBIQUE / UE

DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS E COOPERAÇÃO GABINETE DO ORDENADOR NACIONAL PARA A COOPERAÇÃO MOÇAMBIQUE / UE 1. FOCO DO ESTUDO 2. OBJECTIVOS 3. CONCEITO DE ESPAÇO DE DIÁLOGO 4. METODOLOGIA 5. LIMITAÇÕES DO ESTUDO 6. PRINCIPAIS RESULTADOS 7. INDICADORES DO RESULTADO 2 8. RECOMENDAÇÕES PARA O PROGRAMA Espaços de

Leia mais

REGULAMENTO. Prémio de Excelência Empresarial. Página: 1 de 5

REGULAMENTO. Prémio de Excelência Empresarial. Página: 1 de 5 O. T. M. Prémio de Excelência Empresarial REGULAMENTO A ECoSIDA - Associação dos Empresários contra HIV e SIDA, Tuberculose e Malária é uma organização não governamental da CTA (Confederação das Associações

Leia mais

PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013

PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ENERGIA DIRECÇÃO DE ESTUDOS E PLANIFICA ÇÃO PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013 Nampula, 16 de Agosto de 2012 MINISTÉRIO DA ENERGIA 1 1. CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

APRENDER COM A DIVERSIDADE CURSO DE FORMAÇÃO APRENDER COM A DIVERSIDADE. Promoção da Aprendizagem Intercultural em Contextos de Educação Não Formal

APRENDER COM A DIVERSIDADE CURSO DE FORMAÇÃO APRENDER COM A DIVERSIDADE. Promoção da Aprendizagem Intercultural em Contextos de Educação Não Formal CURSO DE FORMAÇÃO APRENDER Promoção da Aprendizagem Intercultural em Contextos de Educação Não Formal 18 DE FEVEREIRO A 13 DE MARÇO DE 2008 A inducar (http://www.inducar.pt) é uma organização de direito

Leia mais

Manual de Técnicas Básicas de Planeamento Físico

Manual de Técnicas Básicas de Planeamento Físico REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL Manual de Técnicas Básicas de Planeamento Físico MAPUTO, NOVEMBRO DE 2006 Ficha Técnica Título Manual de Técnicas Básicas de Planeamento

Leia mais

Direcção do Registo Académico

Direcção do Registo Académico Direcção do Registo Académico EDITAL DE MATRÍCULAS E INSCRIÇÕES PARA OS INGRESSOS DO ANO LECTIVO DE 2015 1. INTRODUÇÃO 1.1. A Direcção do Registo Académico (DRA) da Universidade Eduardo Mondlane (UEM),

Leia mais

Maputo, a sua capital, é o seu porto de mercadorias por excelência e principal centro de comércio.

Maputo, a sua capital, é o seu porto de mercadorias por excelência e principal centro de comércio. Missão Empresarial Moçambique 28 agosto 3 setembro 2014 Moçambique: porta de entrada na África Austral Moçambique é hoje um mercado em expansão com mais de 24 milhões de consumidores, que tem vindo a registar

Leia mais

Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação. Informação Adicional

Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação. Informação Adicional Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação Informação Adicional Informação adicional: COTRI EDELUC Fundação Jardim José do Canto Agenda do Evento Apoio OCOTRI é um instituto de pesquisa independente

Leia mais

3 QUADRO LEGAL E INSTITUCIONAL

3 QUADRO LEGAL E INSTITUCIONAL 3 QUADRO LEGAL E INSTITUCIONAL 3.1 QUADRO INSTITUCIONAL O Ministério para a Coordenação da Acção Ambiental (MICOA) criado pelo Decreto Presidencial 6/95 de 16 de Novembro, é responsável por todas as actividades

Leia mais

Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental

Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental A Nestlé, na qualidade de Companhia líder em Nutrição, Saúde e Bem-Estar, assume o seu objectivo

Leia mais

CURSO SOBRE PARTICIPAÇÃO DE GRUPOS DE INTERESSE

CURSO SOBRE PARTICIPAÇÃO DE GRUPOS DE INTERESSE CURSO SOBRE PARTICIPAÇÃO DE GRUPOS DE INTERESSE CENÁRIO: GESTÃO COLABORATIVA DE PESCAS Este caso de estudo é largamente fictício e foi baseado em Horrill, J.C., n.d. Collaborative Fisheries Management

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE ----------- MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO Maputo, 2015 1 ÍNDICE CAPÍTULO I - Disposições Gerais 3 CAPÍTULO

Leia mais