TRANSFERÊNCIA DE TITULARIDADE DO FINANCIAMENTO DO IMÓVEL PSH, PLHP e PMCMV

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRANSFERÊNCIA DE TITULARIDADE DO FINANCIAMENTO DO IMÓVEL PSH, PLHP e PMCMV"

Transcrição

1 TRANSFERÊNCIA DE TITULARIDADE DO FINANCIAMENTO DO IMÓVEL PSH, PLHP e PMCMV A compra de um imóvel é um dos investimentos que mais demandam atenção das pessoas. Desta forma, a seguir apresentamos algumas orientações para realização de transferência de titularidade do financiamento do imóvel. O que devo fazer para iniciar a transferência de titularidade do financiamento de um imóvel financiado pela Cohab Minas? Inicialmente, verifique se você e seu cônjuge ou companheiro(a) se existir atende(m) aos requisito abaixo: não possuir outro imóvel financiado em qualquer parte do país; não apresentar restrição junto ao SPC; a renda familiar deve estar entre 1 (hum) e 3(três) salários mínimos vigentes; a idade do solicitante deve ser de 18 a 80 anos e 6 meses; as prestações do contrato (imóvel que você deseja adquirir) devem estar em dia. Se você(s) atende(m) a todos os requisitos acima, com o número de contrato em mãos, ligue para o Cohab Atende ( ) e solicite a análise da viabilidade da transferência, e será verificado: a regularidade do empreendimento onde foi construído o imóvel que você deseja transferir. o contrato de financiamento assinado com primeiro comprador; a sua situação econômico-financeira e documental; Caso esteja enquadrado nos requisitos informados e o contrato esteja viável para a transferência, quais são os documentos que eu devo apresentar? O processo de transferência é muito minucioso, então são necessários diversos documentos para que ele seja concluído. Desta forma, você deve apresentar os seguintes documentos: - Cópia do CPF e da carteira de identidade (RG). - Cópia da certidão de estado civil atualizada (máximo de 1 ano). Se solteiro(a): Certidão de Nascimento Se casado(a): Certidão de Casamento Se separado(a)/divorciado(a): Certidão de Casamento com averbação da separação / divórcio Se viúvo(a): Certidão de Casamento e do Óbito do cônjuge. - Cópia da carteira de trabalho: das páginas com a foto, a qualificação civil, o contrato de trabalho (última página assinada e a seguinte), a alteração salarial, a opção do FGTS, PIS; - Cópia simples do Comprovante de Renda: Se você é Assalariado ou Servidor Público: cópia dos 3 (três) últimos contracheques e solicitar à empresa que você trabalha que preencha e assine a Declaração de Renda (modelo Anexo 1); Se você é Autônomo, ou seja, trabalha por conta própria, sem carteira assinada, deverá preencher e assinar a Declaração de Rendimentos Autônomos (modelo Anexo 2) e solicitar que duas testemunhas também assinem esta declaração. Não se esqueça de mandar cópia da carteira de identidade das testemunhas; Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais. Assessoria de Comercialização - ACM Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves-Rodovia Prefeito Américo Gianetti, 4001, Edifício Gerais, 14º andar Bairro Serra Verde Belo Horizonte/MG - CEP:

2 Se você é Aposentado ou Pensionista: deverá tirar cópia da carta de concessão do benefício e do último extrato trimestral do INSS. Tais documentos podem ser retirados na agência do INSS; - Declaração negativa de propriedade de imóveis - emitida pela prefeitura (modelo Anexo 3), com data atual (não é aceito cópia); - Cópia autenticada e atualizada da Procuração pública em causa própria, que dá poderes legais para transferir o imóvel pleiteado (modelos Anexos 4 ou 5), assim como do(s) Substabelecimento(s), se existir. Observação: Caso você seja casado ou tenha união estável é necessária a cópia dos mesmos documentos de seu(sua) cônjuge ou companheiro(a). Devo apresentar algum documento do vendedor? O vendedor é o atual mutuário da Cohab Minas, então, para confirmar que ele tem interesse em repassar o imóvel para você, é preciso apresentar: - Cópia do CPF e da carteira de identidade (RG); - Cópia da certidão de estado civil atualizada (máximo de 1 ano). Observação: Caso o vendedor seja casado ou tenha união estável também será necessário apresentar cópia dos mesmos documentos de seu (sua) cônjuge ou companheiro(a). Caso o vendedor tenha se separado ou divorciado, será necessário a cópia do processo de separação/divórcio, para análise. Tenho que apresentar algum documento referente ao imóvel que desejo transferir? Sim, para iniciar o processo de transferência do imóvel, você deverá nos encaminhar: - Cópia das 03(três) últimas prestações quitadas. - Certidão negativa de débitos municipais (IPTU) do imóvel em nome do vendedor emitida pela Prefeitura. Nessa certidão deve constar o endereço do imóvel que você quer transferir, deve ser atual e não será aceita cópia. - Apresentar a cópia autenticada da Certidão Atualizada de Inteiro Teor da Matrícula do Imóvel requerida no cartório local. ATENÇÃO: Todos os documentos apresentados devem estar atualizados e legíveis. Toda procuração tem data de validade de um ano, após esse período ela deve ser revalidada junto ao cartório onde foi emitida. Devo preencher algum formulário exigido pela Cohab? Como dito anteriormente, o processo de transferência é muito minucioso e exige uma documentação muito detalhada para que o andamento do processo finalize sem problemas. Desta forma, além dos documentos já listados, existem diversos formulários que deverão ser preenchidos e assinados pelas partes envolvidas (comprador, vendedor e Cohab Minas). Os formulários são os seguintes:

3 - Requerimento para transferência (mudança de devedor) contrato de financiamento PLHP e PSH Formulário Cohab Anexo 6. - Declaração Negativa de Propriedade e Destinação de Imóvel Formulário Cohab Anexo 7. - Declaração de Ciência sobre Taxa Operacional Formulário Cohab Anexo 8. - Ficha Socioeconômica Formulário Cohab Anexo 9. Existe algum documento adicional para quem é analfabeto (pessoa não alfabetizada)? Caso o interessado em realizar a transferência do imóvel seja analfabeto, ele deverá apresentar uma cópia autenticada da procuração por instrumento público (Modelo Anexo 10), feita em cartório de notas, indicando uma pessoa de sua confiança para a assinatura dos formulários, do contrato e demais documentos necessários. Tenho um(a) companheiro(a), preciso apresentar documentos dele(a)? Sim, deverão ser providenciadas cópias dos mesmos documentos solicitados para você, bem como a declaração de união estável preenchida e assinada por vocês dois (modelo Anexo 11), juntamente com a cópia da certidão de estado civil atualizada de cada um. O que é união estável? Trata-se da convivência não adulterina (ou seja, a pessoa não pode ser casada em cartório), duradoura, pública e contínua, na qual o casal vive sob o mesmo teto, constituindo, assim, sua família de fato. O que é procuração em causa própria? A procuração em causa própria é um negócio jurídico muito usado no âmbito do direito imobiliário. Por meio desta procuração, o vendedor do imóvel constitui o próprio comprador como seu procurador para representá-lo junto à Cohab Minas para realizar o processo de transferência. O comprador representa a si e ao vendedor, dispensando este da conclusão da transferência do contrato de financiamento. A procuração em causa própria é outorgada pelo vendedor em favor do comprador em caráter irrevogável e irretratável, isto porque o vendedor já recebeu pela venda do imóvel. Por este instrumento o vendedor transfere ao comprador todos os poderes para representá-lo, podendo vender, transferir, ceder, doar ou por qualquer outra forma alienar ou gravar o imóvel, em seu nome ou de quem este vier a indicar. Tal procuração não se extinguirá com a morte do mandante ou do mandatário, pois os sucessores do alienante deverão respeitá-la e os do adquirente poderão levar o título a registro. Sendo assim, esta procuração serve como garantia do negócio firmado (venda da casa) entre você e o antigo proprietário do imóvel. Caso você ainda não tenha este documento, você deve ir ao cartório de notas de sua cidade, junto com o proprietário do imóvel e fazer a procuração conforme os modelos contidos no Anexo 7. Caso você já tenha uma procuração e/ou substabelecimento (o mutuário da Cohab fez a procuração para quem vendeu o imóvel para você e vocês dois fizeram nova anotação na procuração original), mandar cópia autenticada para avaliarmos se o tipo feito atende ou não aos requisitos da Cohab Minas. Posso enviar os documentos à Cohab Minas de acordo com o que vou conseguindo? Não. A documentação exigida deve ser encaminhada à Cohab quando ela estiver completa, isto porque ao enviar os documentos picados o processo da transferência não pode ser iniciado.

4 Para qual endereço devo encaminhar a documentação exigida? Após ter juntado toda a documentação exigida, você deverá enviar à Cohab Minas da forma que segue abaixo, preferencialmente com Aviso de Recebimento dos Correios. Cidade Administrativa Pres. Tancredo Neves Prédio Gerais COHAB/Minas Assessoria de Comercialização - Setor de Transferência Rodovia Prefeito Américo Gianetti, º andar Bairro Serra Verde Belo Horizonte MG CEP IMPORTANTE: Quando toda sua documentação estiver completa e todo processo de transferência concluído, faremos a elaboração do novo contrato e enviaremos para sua assinatura. Junto do contrato será enviada a taxa operacional de refinanciamento no valor 2% do saldo devedor que deverá ser paga. Só depois que você nos devolver seu contrato assinado com o comprovante do pagamento da taxa é que o contrato de transferência poderá ser efetivado com toda a segurança. Não deixe de informar seus números de telefone e para que o contato seja mais ágil.

5 Modelo Anexo 1 (retirar?) A DECLARAÇÃO ABAIXO DEVE SER FEITA PELA EMPRESA, EM PAPEL TIMBRADO DA MESMA. DECLARAÇÃO DE RENDA Declaramos para todos os fins que o(a) sr.(a) trabalha nesta empresa desde / /, no cargo de, e recebe o salário base mensal de R$ ( ). (NOME DA CIDADE), de de (COLOCAR A DATA) Nome e assinatura do responsável pelo setor CARIMBO DO CNPJ DA EMPRESA

6 Modelo Anexo 2 D E C L A R A Ç Ã O D E R E N D I M E N T O S Nome do Candidato I D E N T I F I C A Ç Ã O D O I M Ó V E L A S E R A D Q U I R I D O Endereço Tipo/Hab. Quadra Lote Nome do C.H / Bairro / Área Rural Nº C.H Eu,, estado civil CPF nº residente : bairro Cidade, declaro, para servir de documento junto à Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais COHAB-MG, a instruir processo de aquisição do imóvel acima identificado, que exerço a atividade de sem vínculo empregatício, desde o ano de, na qual aufiro rendimentos médios mensais de R$ ( ) Por ser verdade, firma a presente declaração submetendo me as penas da Lei vigente., de de 20 (DECLARANTE) TESTEMUNHA (S): ASSINATURA: NOME: ENDEREÇO: DOC. IDENT.Nº ASSINATURA: NOME: ENDEREÇO: DOC. IDENT.Nº OBS.: Anexar cópias do RG e CPF do declarante e das testemunhas. As assinaturas devem ser iguais aos dos documentos apresentados.

7 Modelo Anexo 3 A DECLARAÇÃO ABAIXO DEVE SER FEITA PELA PREFEITURA, EM PAPEL TIMBRADO DA MESMA. DECLARAÇÃO NEGATIVA / POSITIVA DE PROPRIEDADE DE IMÓVEL Declaramos para os devidos fins, a pedido da pessoa interessada, que foi verificado em nosso cadastro imobiliário o nome do(a) Sr.(a), CPF, e seu cônjuge, Sr.(a), CPF, e constatamos que: não existe nenhum imóvel de sua propriedade registrado nesta cidade.. existe nenhum imóvel de sua propriedade registrado nesta cidade. (NOME DA CIDADE), de de (COLOCAR A DATA) Nome e assinatura do responsável pelo setor

8 Modelo Anexo 4 A PROCURAÇÃO ABAIXO DEVE SER FEITA EM CARTÓRIO DE NOTAS. Observações: Encaminhar este exemplo ao cartório de notas para lavratura do instrumento público de procuração. Na caracterização do imóvel, constar: nome da rua, nº da casa, nº do lote, nº da quadra, tipologia, nº do contrato (tais dados deverão ser extraídos do contrato ou mesmo do carnê das prestações). MINUTA DE PROCURAÇÃO EM CAUSA PRÓPRIA A TÍTULO GRATUITO Procuração em causa própria que fazem... e sua mulher... como abaixo se declaram: Saibam quantos este instrumento público de PROCURAÇÃO EM CAUSA PRÓPRIA virem, que, ao...dias do mês de...do ano de..., nesta cidade de... Estado de..., em meu Cartório, perante mim, tabelião de..., compareceu(ram) como outorgantes,...e sua mulher..., residentes nesta cidade, outorgando para seu bastante procurador(es)... poderes especiais e ilimitados para transferir, ceder ou sub-rogar, permutar, vender, os direitos para si ou para terceiros, referentes ao imóvel constituído... sob o qual detém de direitos e é financiado pela COHAB MINAS (COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS), detentora dos direitos do respectivo contrato, podendo dito procurador especial, separadamente, no desempenho do presente mandato, requerer o que for necessário, assinar documentos de opção de venda, escritura pública ou particular, contratos, distratos, concordar, discordar, transmitir domínio direito ação e posse, fazendo a venda boa firme e valiosa, responder pela evicção de direito, inclusive em seu favor, receber e dar quitação do preço de venda, emitir e endossar cheques, transigir, desistir, assinar termos de desistência, renegociar dívidas e planos de pagamento, incorporar débitos em atraso, celebrar aditivos e rerratificações, termos de confissão de dívida, fazer declarações de direito, servindo este como instrumento de transferência para o mandatário, a título gratuito, inclusive, ficando o procurador especial isento de prestações de contas, sendo a presente outorgada em caráter irrevogável e irretratável, podendo ser substabelecida e os substabelecidos em outros, com ou sem reserva, ficando ainda ratificados todos os atos já praticados anteriormente pelo(s) outorgantes(s). O procurador especial..., que também presente se encontra, declarou aceitar o presente mandato em causa própria na forma por que acima especificou, em todos os seus termos, diante das testemunhas abaixo, todas de mim conhecidas. E de como assim disseram, e ser esta a expressão da verdade, do que dou fé, me pediram que lavrasse o presente instrumento de procuração com a cláusula de autorização de venda irrevogável, o qual feito, lido e achado conforme, foi por eles e pelas testemunhas presentes assinado.

9 Modelo Anexo 4 A PROCURAÇÃO ABAIXO DEVE SER FEITA EM CARTÓRIO DE NOTAS. Observações: Encaminhar este exemplo ao cartório de notas para lavratura do instrumento público de procuração. Na caracterização do imóvel, constar: nome da rua, nº da casa, nº do lote, nº da quadra, tipologia, nº do contrato (tais dados deverão ser extraídos do contrato ou mesmo do carnê das prestações). MINUTA DE PROCURAÇÃO EM CAUSA PRÓPRIA A TÍTULO ONEROSO Procuração em causa própria a título oneroso que fazem... e sua mulher... como abaixo se declaram: Saibam quantos este instrumento público de PROCURAÇÃO EM CAUSA PRÓPRIA virem, que, ao...dias do mês de...do ano de..., nesta cidade de... Estado de..., em meu Cartório, perante mim, tabelião de..., compareceu(ram) como outorgantes,... e sua mulher..., residentes nesta cidade, outorgando para seu bastante procurador (es)... poderes especiais e ilimitados para dispor, transferir, ceder, sub-rogar, permutar, vender, os direitos para si ou para terceiros, referentes ao imóvel constituído... sob o qual detém de direitos e financiado pela COHAB MINAS (COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS), detentora dos direitos do respectivo contrato, podendo dito procurador especial, separadamente, no desempenho do presente mandato, requerer o que for necessário, assinar documentos de opção de venda, escritura pública ou particular, contratos, distratos, concordar, discordar, transmitir domínio direito de ação e posse, fazendo a venda boa firme e valiosa, responder pela evicção de direito, receber e dar quitação do preço de venda, emitir e endossar cheques, transigir, desistir, assinar termos de desistência, renegociar dívidas e planos de pagamento, incorporar débitos em atraso, celebrar aditivos e rerratificações, termos de confissão de dívida, fazer declarações de direito, servindo este como instrumento de transferência para o mandatário, a título oneroso ficando estipulado para tanto o valor de R$..., inclusive, ficando o procurador especial isento de prestações de contas, sendo a presente outorgada em caráter irrevogável e irretratável, podendo ser substabelecida e os substabelecidos em outros, com ou sem reserva, ficando ainda ratificados todos os atos já praticados anteriormente pelo(s) outorgantes(s). O procurador especial..., que também presente se encontra, declarou aceitar o presente mandato em causa própria na forma por que acima especificou, em todos os seus termos, diante das testemunhas abaixo, todas de mim conhecidas. E de como assim disseram, e ser esta a expressão da verdade, do que dou fé, me pediram que lavrasse o presente instrumento de procuração com a cláusula de autorização de venda irrevogável, o qual feito, lido e achado conforme, foi por eles e pelas testemunhas presentes assinado.

10 Formulário Anexo 6 REQUERIMENTO PARA TRANSFERÊNCIA (MUDANÇA DE DEVEDOR) CONTRATO DE FINANCIAMENTO PLHP e PSH 1 DADOS PROPONENTE COMPRADOR: Nome: Estado Civil: CPF: Profissão: Cônjuge ou companheiro(a): CPF: Profissão:, residentes(s) e domiciliado(s) na Cidade de: /MG, Rua nº Bairro telefone de contato: ( ). 2 DADOS TRANSMITENTE VENDEDOR (ATUAL MUTUÁRIO) Nome: Estado Civil: CPF: Profissão: Cônjuge ou companheiro(a): CPF: Profissão:, residentes(s) e domiciliado(s) na Cidade de: /MG Rua nº Bairro. telefone de contato: ( ).

11 3 DADOS DO IMÓVEL Lote nº, da quadra nº com área de m² e a casa nele construída, sita à Rua, nº, Bairro, na cidade de /MG. 4 - O(s) Proponente(s) requer(em) a transferência do contrato de financiamento, cujo valor será recalculado e apurado para efeito de fixação de nova prestação, declarando que tem renda suficiente para assumir(em) a dívida obedecidas as normas do PLHP e que somente após assinado o contrato de compra e venda com transferência de débito hipotecário e averbados os seguros é que poderá(ao) no caso de sinistro solicitar a cobertura dos seguros à Seguradora. 5 - O(s) transmitente(s) vendedor(es) está(ao) de acordo em efetuar a venda do imóvel com transferência da dívida. 6 - Junta(m) à presente cópia xérox das três últimas prestações quitadas e está(ao) ciente(s) de que enquanto não for transferido o financiamento deverá(ão) continuar pagando as prestações de resgate. / (local) (data) ASSINATURA DO(S) COMPRADOR(ES) COMPRADOR SOLICITANTE... CONJUGE OU COMPANHEIRO(A)... ASSINATURA DO(S) VENDEDOR(ES) VENDEDOR SOLICITANTE... CONJUGE OU COMPANHEIRO(A)... TESTEMUNHA(S) 1ª... 2ª...

12 Formulário Anexo 7 DECLARAÇÃO NEGATIVA DE PROPRIEDADE DE IMÓVEL Eu CPF e seu cônjuge/companheiro(a), CPF nº declaro(am), sob as penas da Lei, que não sou(ão) proprietário(s), promitente(s) comprador(es) ou cessinário(os) de direitos de qualquer outro imóvel residencial ou mutuário(s) do SFH, excetuada a hipótese de reforma e melhoria de unidade habitacional, prevista no inciso III do Art. 3º do Decreto Estadual nº de 22/02/2006. Por ser verdade, firmo(amos) a presente declaração. Local e data Assinatura do Cônjuge Nome: CPF: Assinatura do Cônjuge Nome: CPF:

13 Formulário Anexo 8 DECLARAÇÃO DE CIÊNCIA SOBRE TAXA OPERACIONAL Declaro, para os devidos fins e para todos os efeitos de direito, que tenho conhecimento das normas adotadas pela Cohab Minas, respeito dos pedidos de transferência por sub-rogação e refinanciamentos, para aquisição de imóveis residenciais ou comerciais, ou ainda, de lotes, estando ciente de que a TAXA OPERACIONAL a ser por mim recolhida se destina só a cobrir os custos do exame da situação, não gerando quaisquer direitos ao deferimento do pedido, com o que estou de pleno acordo. Declaro, ademais, que estou ciente de que a referida Taxa não me será devolvida, em hipótese alguma, mesmo que a minha pretensão seja indeferida. (local e data) Assinatura do Candidato Nome: CPF: Assinatura do Cônjuge Nome: CPF:

14 Formulário Anexo 9 Nº CONTRATO FICHA SOCIOECONÔMICA IDENTIFICAÇÃO DO IMÓVEL Nome do CH. / Bairro / Área Rural de de 20 Cidade Endereço Tipo Hab. Quadra Lote DADOS PESSOAIS Nome Nº Identidade Nº CPF Nº Titulo de Eleitor Nacionalidade Estado Civil Profissão Data de Nascimento Idade (anos / meses) Instrução Endereço Atual (rua, av, bairro) E:mail Nome da Firma onde Trabalha Telefone CEP Cidade INFORMAÇÕES ADICIONAIS Endereço do Trabalho Data de Admissão no Atual Emprego Contribuinte Previdência Social Sim Não Aposentado Por tempo de Serviço Por Invalidez Tempo de Residência no Município Deficiente Físico Tipo de Deficiência Sim Não Moradia que Ocupa Atualmente Própria Alugada Cedida Em terreno Alheio Sindicalizado Sim Licenciado Sim Valor do Aluguel R$ Telefone Não Não Expedicionário Sim Não RENDA FAMILIAR R$ % ESPECIFIQUE ( ) Candidato Cônjuge De outros componentes ( ) TOTAL 100,00 DADOS DO CÔNJUGE Nome Nº Identidade Nº Titulo Eleitor CPF Nacionalidade Data de Nascimento Idade (anos / meses) Instrução Profissão Nome do Empregador Endereço do Trabalho Data de Admissão

15 FAMILIARES NOME IDADE ESTADO CIVIL SEXO GRAU DE PARENTESCO DECLARO POSSUIR OS SEGUINTES BENS: Declaro, outro sim, que todas as informações ora prestadas são verdades, e que por eles respondo de conformidade com a lei. ASSINATURA DO CANDIDATO ASSINATURA DO ENTREVISTADOR ASSINATURA DO CÔNJUGE PARECER: COHAB-MINAS

16 Modelo Anexo 10 A PROCURAÇÃO ABAIXO DEVE SER FEITA EM CARTÓRIO DE NOTAS. Observações: Encaminhar este modelo ao cartório de notas para lavratura do instrumento público de procuração. MINUTA DE PROCURAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS EM SE TRATANDO DE PESSOA NÃO ALFABETIZADA (Início de Praxe) OUTORGANTE(S) : Sr.(a) OUTORGADO(S) : PODERES: Amplos e especiais para representar o(s) outorgante(s) na contratação de financiamento junto à Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais COHAB MINAS, para fins de aquisição, na forma do sistema Financeiro da Habitação, do imóvel (descrever o imóvel). No desempenho deste mandato, poderá dito(a) procurador (a) requerer o que necessário for, prestar compromissos, fazer as declarações de direito, assinar os contratos concernentes à contratação do financiamento, concordando com suas cláusulas e condições, confessar dívida, obrigar-se pelo seu resgate, assinar toda e qualquer documentação, em especial a Ficha Socioeconômica, Declaração das Normas do S.F.I., orientação sobre seguros, termos do recebimento do imóvel e respectiva chaves, Declaração de Rendimentos (se for autônomo), Termos de Confissão de Dívida, dar recibos e quitação, efetuar pagamento, transigir, desistir, concordar, ou discordar e praticar, enfim, todos os atos em direito permitidos e que se tornarem necessários ao fim a que se destina o presente mandato, inclusive substabelecer, o que tudo o(s) outorgante(s) dará(ão) por firme e valioso, ficando ainda ratificados todos os atos já praticados anteriormente pelo(s) outorgado(s). (ENCERRAMENTO DE PRAXE).

17 Modelo Anexo 11 DECLARAÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL Eu,, CPF, RG, Residente à, Bairro, Cidade, declaro para os devidos fins que há anos, tenho uma união estável com, CPF, RG. Por ser verdade, firmamos a presente declaração., de de 20. CANDIDATO(A) COMPANHEIRA(O)

KIT FGTS MODALIDADE - PAGAMENTO DE PARTE DO VALOR DAS PARCELAS

KIT FGTS MODALIDADE - PAGAMENTO DE PARTE DO VALOR DAS PARCELAS KIT FGTS CONSÓRCIO DE IMÓVEIS MODALIDADE - PAGAMENTO DE PARTE DO VALOR DAS PARCELAS INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO 1- Este KIT deve ser utilizado quando a opção de saque do FGTS for para Pagamento de Parte

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE GRATUIDADE EDUCACIONAL. Informações sobre a documentação que deverá ser anexada:

SOLICITAÇÃO DE GRATUIDADE EDUCACIONAL. Informações sobre a documentação que deverá ser anexada: SOLICITAÇÃO DE GRATUIDADE EDUCACIONAL Informações sobre a documentação que deverá ser anexada: RG ou Certidão de Nascimento do aluno; Cópia do Boletim Escolar; Foto 3X4. Documentos Pessoais do Grupo Familiar:

Leia mais

REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA PROCESSO DE RENOVAÇÃO FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO 2016

REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA PROCESSO DE RENOVAÇÃO FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO 2016 1-DADOS DO ESTUDANTE Nome do aluno(a): Série que cursará em 2016: RG/CPF: Sexo: F ( ) M ( ) Data de nascimento: / / Idade 2. SITUAÇÃO SOCIOECONÔMICA FAMILIAR Pai: Idade: Data de nascimento: / / Naturalidade:

Leia mais

CONHEÇA O PASSO-A-PASSO PARA UTILIZAÇÃO DO SEU RECURSO FGTS

CONHEÇA O PASSO-A-PASSO PARA UTILIZAÇÃO DO SEU RECURSO FGTS 0 1 CONHEÇA O PASSO-A-PASSO PARA UTILIZAÇÃO DO SEU RECURSO FGTS 1. INTRODUÇÃO... 2 2. A QUEM SE DESTINA?... 2 3. QUAIS EXIGÊNCIAS EU DEVO CUMPRIR PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS?... 2 3.1 Do Imóvel...2 3.2 Do

Leia mais

Relação de documentos para o consorciado contemplado em consórcio de imóveis (Pessoa Física com utilização do FGTS)

Relação de documentos para o consorciado contemplado em consórcio de imóveis (Pessoa Física com utilização do FGTS) Relação de documentos para o consorciado contemplado em consórcio de imóveis (Pessoa Física com utilização do FGTS) Para dar continuidade ao seu processo de aquisição de imóvel pelo Consórcio Itaú, é importante

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E DOCUMENTOS

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E DOCUMENTOS INSTRUÇÕES HSBC Brasil Administradora de Consórcio Ltda. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E DOCUMENTOS 1- Preencher a Ficha Cadastral em sua totalidade de forma legível, datar e assinar com reconhecimento de

Leia mais

Planos de Previdência Itaú Soluções em Planejamento Sucessório

Planos de Previdência Itaú Soluções em Planejamento Sucessório Crédito Imobiliário Itaú Planos de Previdência Itaú Soluções em Planejamento Sucessório Relação de Documentos para Resgate em Caso de Falecimento do Titular do Plano Outubro/2011 Conte Conosco O Itaú está

Leia mais

Utilização do FGTS Passo a passo para utilização do FGTS no seu contrato de financiamento imobiliário.

Utilização do FGTS Passo a passo para utilização do FGTS no seu contrato de financiamento imobiliário. Utilização do FGTS Passo a passo para utilização do FGTS no seu contrato de financiamento imobiliário. Itaú Crédito Imobiliário Em caso de dúvidas ou para obter mais informações, você tem à disposição

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2

EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2 UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2 O Reitor do UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Social, para o 2º semestre de 2015,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO Ficha de Cadastro devidamente preenchida. Cópia do RG e CPF. Quando for casado, de ambos. (Frente e verso do mesmo lado da folha) Cópia da carteira de trabalho.

Leia mais

Planos de Previdência Itaú. Relação de Documentos para Resgate em Caso de Falecimento do Titular do Plano

Planos de Previdência Itaú. Relação de Documentos para Resgate em Caso de Falecimento do Titular do Plano Planos de Previdência Itaú Relação de Documentos para Resgate em Caso de Falecimento do Titular do Plano Setembro/2014 Conte Conosco O Itaú está à sua disposição e sabe à importância de oferecer a você

Leia mais

CHECKLIST DETALHADO PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE DE CRÉDITO

CHECKLIST DETALHADO PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE DE CRÉDITO Após a aprovação do crédito e a avaliação do imóvel, retorne à sua Agência com a relação completa dos documentos descritos nos itens abaixo, para a efetivação de seu financiamento. 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: devidamente preenchido e assinado. Formulário de Autorização

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados

Leia mais

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015. INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.087/0001-65 UNIDADE EXECUTORA: COLÉGIO COR JESU AV. L2 SUL /SGAS 615 - BRASÍLIA/DF

Leia mais

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 O Reitor do UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Social, para o 1º semestre de 2016,

Leia mais

Informações! Residênciais e Comerciais;

Informações! Residênciais e Comerciais; Informações! Segue abaixo algumas informações importantes, para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada para

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato (a) ou pelo (a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada ao Núcleo de Apoio

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Solicitar os boletos para recolhimento da taxa de inscrição de pessoa física, da taxa de expedição da habilitação e da anuidade (proporcional), pelo e-mail:

Leia mais

REF.: Amortização extraordinária do saldo devedor de contrato de financiamento habitacional

REF.: Amortização extraordinária do saldo devedor de contrato de financiamento habitacional , de de. Ao Banco Santander (Brasil) S.A. Crédito Imobiliário REF.: Amortização extraordinária do saldo devedor de contrato de financiamento habitacional Solicito, neste ato, a Amortização Extraordinária

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO Ficha de Cadastro devidamente preenchida. Cópia do RG e CPF. Quando for casado, de ambos. (Frente e verso do mesmo lado da folha) Cópia da carteira de trabalho.

Leia mais

COMPRA E VENDA DE MOVEIS E IMÓVEIS Modelo 02

COMPRA E VENDA DE MOVEIS E IMÓVEIS Modelo 02 ANUÊNCIA PARA DOAÇÃO OU VENDA DE IMÓVEL ENTRE ASCENDENTE E DESCENDENTES Modelo 01 a quem confere poderes para o fim especial de, como interveniente na escritura de (doação, venda ) que seu(sua)(s) ( pai,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL DA DOCUMENTAÇÃO 1. Documentos de identificação: a) 1 (uma) Foto 3x4 do candidato; b) Formulário de Inscrição; c) Atestado de Matrícula; d) Histórico Acadêmico (caso já tenha

Leia mais

FICHA CADASTRAL PESSOA FÍSICA

FICHA CADASTRAL PESSOA FÍSICA FICHA CADASTRAL PESSOA FÍSICA DADOS GERAIS DO TITULAR 01. NOME 02. Nº PF (USO MODAL) 03. DATA ABERTURA (USO MODAL) 04. CPF 05. IDENTIDADE 06. ÓRGÃO EXPED. 07. UF EXPED. 08. DATA EXPED. 09. DATA NASCIMENTO

Leia mais

EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2

EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2 O substituto

Leia mais

CHECKLIST DO ANEXO II EDITAL 02/2015 Para qual membro do grupo familiar e em que situação? Todas as pessoas do grupo familiar a partir de 18 anos.

CHECKLIST DO ANEXO II EDITAL 02/2015 Para qual membro do grupo familiar e em que situação? Todas as pessoas do grupo familiar a partir de 18 anos. Confira se reuniu todos os documentos de acordo com o Anexo II 1. ( ) 2. ( ) Documento Documento de identidade (RG) Cadastro de Pessoa Física (CPF) 3. ( ) Certidão de nascimento 4. ( ) Certidão de óbito

Leia mais

Para fins de orientação, listam-se, a seguir, os principais modelos de poderes estabelecidos em procuração:

Para fins de orientação, listam-se, a seguir, os principais modelos de poderes estabelecidos em procuração: MODELOS DE PODERES Para fins de orientação, listam-se, a seguir, os principais modelos de poderes estabelecidos em procuração: 1. Plenos poderes 2. Compra e venda de imóveis 3. Compra de imóveis 4. Venda

Leia mais

AÇÃO PARA INCLUSÃO DA VANTAGEM PESSOAL NA BASE DE CÁLCULO DO PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE

AÇÃO PARA INCLUSÃO DA VANTAGEM PESSOAL NA BASE DE CÁLCULO DO PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE AÇÃO PARA INCLUSÃO DA VANTAGEM PESSOAL NA BASE DE CÁLCULO DO PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE Trata-se de uma ação que o SINDPÚBLICOS - MG irá ajuizar na Justiça Estadual para os servidores, advindos da extinta

Leia mais

CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS

CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS O Liquidante da CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

ATENÇÃO! DOCUMENTOS DO (A) ESTUDANTE E DE TODO GRUPO FAMILIAR ORIGINAL E CÓPIA.

ATENÇÃO! DOCUMENTOS DO (A) ESTUDANTE E DE TODO GRUPO FAMILIAR ORIGINAL E CÓPIA. ATENÇÃO! O candidato deve providenciar a lista de documentos abaixo e fazer a entrega na Central de Atendimento ao Estudante (CAE). Orientamos que o estudante compareça com, no mínimo, 3 (três) dias úteis

Leia mais

CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO

CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO 1. PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES 2 2. MODALIDADE PARA USO DA SUA CARTA DE CRÉDITO 2 3. ETAPAS PARA UTILIZAÇÃO DO CRÉDITO 2 4. DOCUMENTOS PARA PESQUISA

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1 A Fundação Getulio Vargas torna pública a abertura das inscrições para o Processo de Solicitação de Bolsas aos candidatos

Leia mais

CONCORRÊNCIA CP 016/2013 ALIENAÇÃO DE LOTES CONJ. HABITACIONAL OSWALDO BARBOSA PENA II NOVA LIMA/MG

CONCORRÊNCIA CP 016/2013 ALIENAÇÃO DE LOTES CONJ. HABITACIONAL OSWALDO BARBOSA PENA II NOVA LIMA/MG 1 CONCORRÊNCIA CP 016/2013 ALIENAÇÃO DE LOTES CONJ. HABITACIONAL OSWALDO BARBOSA PENA II NOVA LIMA/MG OBSERVAÇÃO: PARA FORMULAR SUA PROPOSTA O INTERESSADO DEVERÁ EFETUAR O DEPÓSITO DA GARANTIA NO VALOR

Leia mais

REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014

REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014 REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014 A Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa acredita que, ao conceder uma bolsa de estudo, está investindo no aluno, na família e no

Leia mais

Registros Imóveis Perguntas e respostas. O que mudou no que se refere aos atos de Registros de Imóveis com a Lei Mineira nº 20.

Registros Imóveis Perguntas e respostas. O que mudou no que se refere aos atos de Registros de Imóveis com a Lei Mineira nº 20. 1 Registros Imóveis Perguntas e respostas O que mudou no que se refere aos atos de Registros de Imóveis com a Lei Mineira nº 20.379/2012 1) Prenotação (Protocolo) a) O Título apresentado para registro

Leia mais

ANEXO 1- Formulário de Solicitação para o PROGRAMA DE BOLSAS ACADÊMICAS DE INCLUSÃO SOCIAL ( ) Fiz inscrição para o PACE/2014

ANEXO 1- Formulário de Solicitação para o PROGRAMA DE BOLSAS ACADÊMICAS DE INCLUSÃO SOCIAL ( ) Fiz inscrição para o PACE/2014 ANEXO 1- Formulário de Solicitação para o PROGRAMA DE BOLSAS ACADÊMICAS DE INCLUSÃO SOCIAL ( ) Fiz inscrição para o PACE/2014 2.0 DADOS PESSOAIS: 2.1 Câmpus 2.2 n de matrícula 2.3 Curso 2.4Período/Série

Leia mais

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR Art. 19 Na entrevista com a Assistente Social devem ser apresentados os documentos do grupo familiar no qual o candidato encontra-se inserido, incluindo

Leia mais

ANEXO IV ROL DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR MENSAL DOS CANDIDATOS OPTANTES PELAS CATEGORIAS DE CONCORRÊNCIA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS

ANEXO IV ROL DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR MENSAL DOS CANDIDATOS OPTANTES PELAS CATEGORIAS DE CONCORRÊNCIA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS ANEXO IV ROL DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR MENSAL DOS CANDIDATOS OPTANTES PELAS CATEGORIAS DE CONCORRÊNCIA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS. ESSA DOCUMENTAÇÃO DEVERÁ SER APRESENTADA PARA A REALIZAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PROEC

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PROEC Edital Nº 021/ 2013 - PAE- /UEMS A Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários, no uso de suas atribuições legais, torna público para conhecimento da comunidade acadêmica UEMS o Edital Nº

Leia mais

Documentos para o processo seletivo ProUni 200902

Documentos para o processo seletivo ProUni 200902 Documentos para o processo seletivo ProUni 200902 Os alunos pré-selecionados deverão marcar horário para entrevista através do telefone (51)3586.89.01, ficando ciente que a documentação abaixo deverá ser

Leia mais

ACE - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO FGG - FACULDADE GUILHERME GUIMBALA

ACE - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO FGG - FACULDADE GUILHERME GUIMBALA EDITAL Nº 03/2011 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDO 2011 REMATRÍCULA E INGRESSANTES A Faculdade Guilherme Guimbala, FGG, torna público o presente Edital para os alunos matriculados nos Cursos de

Leia mais

Informação para quem vai comprar, construir ou reformar.

Informação para quem vai comprar, construir ou reformar. Informação para quem vai comprar, construir ou reformar. Última Alteração - Dez/2007 Guia SUA CASA Orientação para quem vai comprar ou construir casas, terrenos e apartamentos. Importante: Este guia oferece

Leia mais

PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013

PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013 PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013 O, de acordo com a legislação vigente e conforme previsto na Portaria Normativa MEC n 21, de

Leia mais

O que é o FGTS? Quem tem direito ao FGTS? Qual o valor do depósito?

O que é o FGTS? Quem tem direito ao FGTS? Qual o valor do depósito? O que é o FGTS? O FGTS - Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - é um fundo composto por depósitos bancários em dinheiro, compulsório, vinculado, realizado pelo empregador em favor do trabalhador, visando

Leia mais

ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS

ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS Livro... Folha... ESCRITURA PÚBLICA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL que fazem, como outorgantes e reciprocamente outorgados NOME e NOME,

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado VESTIBULAR DE INVERNO/2011 Home CVU Home UEM O Sistema de Cotas Sociais, forma de ingresso aos cursos de graduação da UEM, é destinado

Leia mais

POUPANÇA EXPURGOS INFLACIONÁRIOS PLANO VERÃO

POUPANÇA EXPURGOS INFLACIONÁRIOS PLANO VERÃO POUPANÇA EXPURGOS INFLACIONÁRIOS PLANO VERÃO O Plano Econômico Verão, editado pelo Governo em Janeiro/1989, expurgou índices que deveriam ter sido utilizados na correção dos saldos das contas de poupança,

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUCMINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 1. INSCRIÇÃO 1.1 Poderão participar do Processo, de que trata este

Leia mais

1 DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

1 DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (CESPE/UnB) PROGRAMA DE AVALIAÇÃO SERIADA (PAS) E 1º VESTIBULAR DE 2011 EDITAL Nº 1 PAS/1º VEST 2011,

Leia mais

EDITAL- Faculdade SATC n 035/2011 de 07.06.2011 APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO 2011/2 (VESTIBULAR) PRIMEIRA CHAMADA

EDITAL- Faculdade SATC n 035/2011 de 07.06.2011 APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO 2011/2 (VESTIBULAR) PRIMEIRA CHAMADA A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

ANEXO ÚNICO- EDITAL 2/2014 DOCUMENTAÇÃO MÍNIMA PARA REQUERIMENTO DOS AUXÍLIOS DO PROBEM

ANEXO ÚNICO- EDITAL 2/2014 DOCUMENTAÇÃO MÍNIMA PARA REQUERIMENTO DOS AUXÍLIOS DO PROBEM ANEXO ÚNICO- EDITAL 2/2014 DOCUMENTAÇÃO MÍNIMA PARA REQUERIMENTO DOS AUXÍLIOS DO PROBEM Para solicitar qualquer um dos benefícios o estudante deverá apresentar às Assistentes Sociais da PRAE/UAPS, na entrega

Leia mais

AÇÃO CONTRA A FUNDAÇÃO LIBERTAS INEXISTÊNCIA/DIMINUIÇÃO DÉBITO VALORES RETROATIVOS PLANO DE SAÚDE

AÇÃO CONTRA A FUNDAÇÃO LIBERTAS INEXISTÊNCIA/DIMINUIÇÃO DÉBITO VALORES RETROATIVOS PLANO DE SAÚDE AÇÃO CONTRA A FUNDAÇÃO LIBERTAS INEXISTÊNCIA/DIMINUIÇÃO DÉBITO VALORES RETROATIVOS PLANO DE SAÚDE Em 2001, diante da instituição de faixa etária no plano de saúde gerido pela Fundação Libertas, atendendo

Leia mais

CONSÓRCIO DE IMÓVEIS MODELOS DE DECLARAÇÃO

CONSÓRCIO DE IMÓVEIS MODELOS DE DECLARAÇÃO MODELOS DE DECLARAÇÃO Preencha as declarações necessárias de acordo com o seu perfil e o da operação. Elas devem ser enviadas à Administradora junto com os outros documentos e formulários solicitados nessa

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE 1- A Assistência Financeira Reembolsável, programa desenvolvido e executado pela FADE Fundação

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL (CORE-MS).

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL (CORE-MS). Relação de Documentos Exigidos para Registros de: Sociedade Empresária e de Pessoa Natural (do Responsável Técnico): Documentos da Empresa: a) Fotoc. autenticada do Contrato Social e de sua(s) Alteração(ões),

Leia mais

PORTARIA Nº 293, DE 4 DE OUTUBRO DE 2007. Art. 4º - Fica revogada a Orientação Normativa GEARP 001, de 28 de setembro de 2000.

PORTARIA Nº 293, DE 4 DE OUTUBRO DE 2007. Art. 4º - Fica revogada a Orientação Normativa GEARP 001, de 28 de setembro de 2000. PORTARIA Nº 293, DE 4 DE OUTUBRO DE 2007 O SECRETÁRIO-ADJUNTO DO PATRIMÔNIO DA UNIÃO, no uso de suas atribuições, tendo em vista o disposto no Art. 32 do Regimento Interno da Secretaria do Patrimônio da

Leia mais

ESTADO DO ACRE PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIJÓ COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DO ACRE PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIJÓ COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Processo nº 038/2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE TERRENO N.º 004/2015. O MUNICIPIO DE FEIJÓ, com sede à Avenida Plácido de Castro nº. 672, Centro, no Município de Feijó-Ac, inscrita no

Leia mais

DOS CRITÉRIOS DE ISENÇÃO:

DOS CRITÉRIOS DE ISENÇÃO: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRO-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS PROEST ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO DO VESTIBULAR UFT/ 2010.2 EDITAL Nº 001/2010, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2010

Leia mais

AVISO DE SINISTRO INVALIDEZ PERMANENTE POR ACIDENTE - CÔNJUGE

AVISO DE SINISTRO INVALIDEZ PERMANENTE POR ACIDENTE - CÔNJUGE Pág. 1 /7 AVISO DE SINISTRO INVALIDEZ PERMANENTE POR ACIDENTE - CÔNJUGE A liquidação do sinistro começa com o AVISO DO SINISTRO à Seguradora. No caso de Evento (s) que possa (m) acarretar em responsabilidade

Leia mais

COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016

COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 A Comissão Permanente de Bolsas de Estudo do Instituto Metodista Granbery torna público o edital para o processo de concessão de

Leia mais

CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA CNPJ 20.961.629/0001-05

CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA CNPJ 20.961.629/0001-05 CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA 1 - DADOS DA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Nº Cooperativa PAC 4031 00 Nome CECM DOS COLABORADORES CVRD LTDA 2 - DADOS PESSOAIS Nome 1 titular CNPJ 20.961.629/0001-05

Leia mais

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR Art. 19 Devem ser apresentados os documentos do grupo familiar no qual o(a) candidato(a) encontra-se inserido, incluindo documentação do candidato, sendo

Leia mais

Antena e telefones Na sala, foram instalados pontos para a antena de televisão e o telefone.

Antena e telefones Na sala, foram instalados pontos para a antena de televisão e o telefone. Antena e telefones Na sala, foram instalados pontos para a antena de televisão e o telefone. Aquecedor solar Caso sua moradia seja dotada de aquecimento solar, é necessário que, antes de utilizá-lo, você

Leia mais

Cancelamento de Viagem

Cancelamento de Viagem Cancelamento de Viagem - Cópia RG e CPF ou CNH do(s) segurado(s) reclamante(s); - Cópia Comprovante de Residência (Qualquer comprovante atual em nome do(s) segurado(s) reclamante(s). Na ausência deste,

Leia mais

CORREÇÃO MONETÁRIA ART. 116 DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL (PARA ATIVOS E APOSENTADOS)

CORREÇÃO MONETÁRIA ART. 116 DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL (PARA ATIVOS E APOSENTADOS) CORREÇÃO MONETÁRIA ART. 116 DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL (PARA ATIVOS E APOSENTADOS) O PAGAMENTO DA CORREÇÃO MONETÁRIA A QUE SE REFERE O ARTIGO 116 DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL, SOBRE QUAISQUER VANTAGENS OU PARCELAS

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado).

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado). Sociedade dos Irmãos da Congregação de Santa Cruz COLÉGIO NOTRE DAME DE CAMPINAS Rua Egberto Ferreira de Arruda Camargo nº 151 Bairro Notre Dame Campinas - SP INFORMAÇÕES IMPORTANTES: Os documentos relacionados,

Leia mais

EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS) NO EXAME DE SELEÇÃO/VESTIBULAR IFPE 2016

EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS) NO EXAME DE SELEÇÃO/VESTIBULAR IFPE 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO REITORIA EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS)

Leia mais

Edital de 2º Leilão Público 006/2010 Alienação Fiduciária

Edital de 2º Leilão Público 006/2010 Alienação Fiduciária EDITAL DE PRIMEIRO LEILÃO PÚBLICO CONDIÇÕES BÁSICAS A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF, instituição financeira sob a forma de empresa pública, dotada de personalidade jurídica de direito privado, criada nos

Leia mais

Em caso de dúvidas, entre em contato com nossa Central Especializada:

Em caso de dúvidas, entre em contato com nossa Central Especializada: MODELOS DE DECLARAÇÃO Preencha as declarações necessárias de acordo com o seu perfil e o da operação. Elas devem ser enviadas à Administradora junto com os outros documentos e formulários solicitados nessa

Leia mais

PROCURAÇÃO. É recomendado (embora não obrigatório) que a procuração seja feita por prazo determinado.

PROCURAÇÃO. É recomendado (embora não obrigatório) que a procuração seja feita por prazo determinado. PROCURAÇÃO 1) NORMAS GERAIS. A Procuração lavrada em Repartição Consular brasileira é o mandato pelo qual alguém ("outorgado") recebe de outrem ("outorgante") poderes para, em seu nome, praticar atos ou

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA CLARETIANO - FACULDADE / RIO CLARO/SP EDITAL 2015 PERÍODOS LETIVOS: 1º E 2º SEMESTRES

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC -

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC - DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC - ORIENTAÇÕES: a) Apresentar cópia simples dos documentos de todos os membros do grupo familiar (pessoas que vivem na mesma casa,

Leia mais

PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) Nome. Matrícula Lotação Tel. Comercial. Email: Carteira de Identidade CPF

PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) Nome. Matrícula Lotação Tel. Comercial. Email: Carteira de Identidade CPF ELETRA - FUNDAÇÃO CELG DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA www.eletra.org.br - versão: 05/2015 12.08.2015 - pág.: 1 PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) ( ) ATIVO ( ) APOSENTADO

Leia mais

Roteiro Operacional Última atualização 27/11/2014

Roteiro Operacional Última atualização 27/11/2014 Roteiro Operacional Última atualização 27/11/2014 1. Público alvo Pessoas físicas proprietárias de imóveis residenciais ou comerciais em condições regulares e sem ônus financeiros ou jurídicos. Clientes

Leia mais

O Povo de Florianópolis, por seus representantes, aprova e eu sanciono a seguinte Lei:

O Povo de Florianópolis, por seus representantes, aprova e eu sanciono a seguinte Lei: LEI MUNICIPAL Nº 7692, de 21 de agosto de 2008. DISPÕE SOBRE FINANCIAMENTOS E PROGRAMAS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL, ESTABELECE NORMAS DE CONCESSÃO DE SUBSÍDIOS, REGULAMENTA AS TRANSAÇÕES COM MORADIAS

Leia mais

DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado;

DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Nota: caso o proponente for casado(a), enviar também os documentos/certidões

Leia mais

PROCESSO SELETIVO UFSB 2016.1 DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA PRESENCIAL

PROCESSO SELETIVO UFSB 2016.1 DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA PRESENCIAL PROCESSO SELETIVO UFSB 2016.1 DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA PRESENCIAL Data e locais de matrícula: Matrícula presencial: 22, 25 e 26 de janeiro das 14:00 às 20:00. Campus Jorge Amado Reitoria da Universidade

Leia mais

EDITAL Nº 02/2016 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CURSO DE MESTRADO EM ECONOMIA NA MODALIDADE PROFISSIONAL ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ECONOMIA

EDITAL Nº 02/2016 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CURSO DE MESTRADO EM ECONOMIA NA MODALIDADE PROFISSIONAL ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ECONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA EDITAL Nº 02/2016 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CURSO DE MESTRADO EM ECONOMIA NA MODALIDADE PROFISSIONAL ÁREA DE CONCENTRAÇÃO

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA nº 1/SEA - de 5/7/2010

PORTARIA NORMATIVA nº 1/SEA - de 5/7/2010 PORTARIA NORMATIVA nº 1/SEA - de 5/7/2010 O SECRETÁRIO DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO, no uso de suas atribuições e de acordo com o disposto na Lei nº 306, de 21 de novembro de 2005 e Decreto nº 3.769, de

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Os candidatos pré-selecionados deverão entregar cópia simples dos documentos adiante solicitados de todos aqueles que compõem a família.

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 1. FINALIDADE 1.1. Este Regulamento tem por finalidade disciplinar as concessões de empréstimos aos Participantes do Plano de Benefícios JMalucelli, administrado pelo

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA ALEXANDRE FURLAN Secretário de Estado JOSÉ EPAMINONDAS MATTOS CONCEIÇÃO Secretário

Leia mais

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DE APOIO AO ESTUDANTE COPAE SERVIÇO SOCIAL. POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL-EAD Campus Monteiro

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DE APOIO AO ESTUDANTE COPAE SERVIÇO SOCIAL. POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL-EAD Campus Monteiro FOTO 3X4 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DE APOIO AO ESTUDANTE COPAE SERVIÇO SOCIAL POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL-EAD Campus Monteiro QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO Caro aluno preencha TODO o formulário e APRESENTE

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS JUIZ DE FORA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS JUIZ DE FORA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS JUIZ DE FORA RECONHECIDO PELA LEI Nº 11.892, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008 SUCESSOR DO COLÉGIO TÉCNICO UNIVERSITÁRIO DA

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED OBJETO O financiamento concedido pela EDUCRED é um programa de crédito educativo suplementar aos programas do Governo Federal já existentes. Destina-se

Leia mais

EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE

EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE 2015 (Em conformidade com a Lei nº 12.101/2009, Lei nº 12.868/2013 e Decreto nº 8.242/2014) A Associação Antônio

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos)

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos) Anexo 03 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos) a) Certificado de conclusão do Ensino Médio (original e fotocópia legível); b) Histórico Escolar do Ensino Médio

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS (Check list) Modalidade: AQUISIÇÃO À VISTA (DAMP 1)

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS (Check list) Modalidade: AQUISIÇÃO À VISTA (DAMP 1) (I) DO COMPRADOR ( ) Ficha Cadastral do Proponente (Original, preenchida, datada e assinada) ( ) Documento de Identidade de todos os compradores e seus respectivos cônjuges, se for o caso ( ) CPF de todos

Leia mais

CONVOCAÇÃO DE CANDIDATOS DA LISTA DE ESPERA PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS OFERTADAS PELO SISU 2015/2 EDITAL 17/2015

CONVOCAÇÃO DE CANDIDATOS DA LISTA DE ESPERA PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS OFERTADAS PELO SISU 2015/2 EDITAL 17/2015 CONVOCAÇÃO DE CANDIDATOS DA LISTA DE ESPERA PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS OFERTADAS PELO SISU 2015/2 EDITAL 17/2015 O Câmpus Feliz, de acordo com a legislação vigente e conforme previsto na Portaria Normativa

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL (CORE-MS). Registro de Empresário (Firma Individual)

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL (CORE-MS). Registro de Empresário (Firma Individual) Relação de Documentos Exigidos para: Registro de Empresário (Firma Individual) Documentos da Firma: a) Fotoc. autenticada do Requerimento de Empresário e de sua(s) Alteração(ões), se ocorreu; b) CNPJ (atualizado);

Leia mais

Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica

Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica AS CÓPIAS DOS DOCUMENTOS APRESENTADOS DEVERÃO ESTAR AUTENTICADAS OU ACOMPANHADAS DOS ORIGINAIS. 1. Preencher o requerimento, que deverá ser

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES CONSÓRCIO DE IMÓVEIS GAZIN

DÚVIDAS FREQUENTES CONSÓRCIO DE IMÓVEIS GAZIN DÚVIDAS CONSÓRCIO DE IMÓVEIS 1. Posso adquirir mais de uma carta de crédito no consorcio de Imóveis? Sim, o consórcio lhe dá a possibilidade de adquirir mais de uma carta de crédito, mediante análise prévia,

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2015/HABITAÇÃO/JI-PARANÁ/DEMANDA HAB ITACIONAL

EDITAL Nº. 01/2015/HABITAÇÃO/JI-PARANÁ/DEMANDA HAB ITACIONAL EDITAL Nº. 01/2015/HABITAÇÃO/JI-PARANÁ/DEMANDA HAB ITACIONAL O GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SEAS E A, TORNA PÚBLICO QUE REALIZARÁ O CADASTRAMENTO

Leia mais

AÇÃO PROMOÇÃO POR ESCOLARIDADE ADICIONAL

AÇÃO PROMOÇÃO POR ESCOLARIDADE ADICIONAL AÇÃO PROMOÇÃO POR ESCOLARIDADE ADICIONAL Trata-se da ação visando obrigar a FHEMIG a conceder ao servidor a promoção por escolaridade adicional, com base em formação complementar ou superior àquela exigida

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ITBI

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ITBI MANUAL DE PROCEDIMENTOS ITBI A abertura de processos administrativos para apuração do lançamento do ITBI, bem como a apresentação de recurso para revisão da base de cálculo deve obedecer aos seguintes

Leia mais

Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III

Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III Sumário - Objetivo -1/6 - Conceitos Básicos -1/6 - Competências - 2/6 - Condições para o Financiamento - 2/6 - Disposições Gerais - 6/6 - Vigência - 6/6 Objetivo.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL/PRAE Nº01/2014 - SELEÇÃO DE ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL PARA O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

Leia mais

BOLSA DE APOIO ACADÊMICO E EXTENSÃO I MORADIA ESTUDANTIL AUXÍLIO ALUGUEL

BOLSA DE APOIO ACADÊMICO E EXTENSÃO I MORADIA ESTUDANTIL AUXÍLIO ALUGUEL UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO BOLSA DE APOIO ACADÊMICO E EXTENSÃO I MORADIA ESTUDANTIL AUXÍLIO ALUGUEL Período de inscrição: 15/10 a 19/11/2013 Período de seleção (análise dos

Leia mais

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do 2. CONDIÇÕES PARA CREDENCIAMENTO 2.1. Poderão participar deste Credenciamento, as empresas que: 2.1.1 Atendam a todas as exigências deste Edital, inclusive quanto à documentação constante deste instrumento

Leia mais

Nº do Processo: / /2010 LEIA COM ATENÇÃO!

Nº do Processo: / /2010 LEIA COM ATENÇÃO! 1 Nº do Processo: / /2010 LEIA COM ATENÇÃO! Os PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA da UFPel destinam-se, exclusivamente, aos estudantes de graduação que apresentem vulnerabilidade socioeconômica e que estejam regularmente

Leia mais