Capítulo IV- Pinhole. Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Capítulo IV- Pinhole. Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A"

Transcrição

1 Capítulo IV- Pinhole Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A câmera pode ser construída de forma artesanal utilizando materiais simples. O nome inglês Pinhole ou Pin- Hole é traduzido como buraco de agulha por ser uma câmera fotográfica que não possui lentes, tendo um pequeno furo (de agulha) no lugar da objetiva, que funciona como lente com um diafragma fixo. Material necessário: - lata ou caixa - prego de diâmetro grande - martelo - cola branca - papel preto e/ou tinta spray preta fosca - papel alumínio - agulha ou alfinete - régua - fita adesiva preta - tesoura - lixa - papel alumínio Construindo a Câmera de Orifício: Primeiro, pegue a lata ou caixa que será utilizada para fazer a câmera. Note que quaisquer objetos que possam ser completamente vedados à luz, tais como caixas de fósforo, baús, caixas de sapato ou qualquer caixa de papelão grosso pode ser usado para a construção da câmera. Como exemplo para esta câmera, utilizaremos uma lata. Retire, se houver, a etiqueta ou rótulo que envolve a lata. Pinte a parte interna com a tinta spray preta fosca ou forre com o papel preto, inclusive a tampa, de modo a deixá-la completamente preta e vedada à luz. Note que o interior deve ser completamente preto para evitar eventuais reflexos dentro da lata. Algumas latas possuem a tampa translúcida,e é preciso que ela seja vedada à luz. Uma maneira de fazer isto é usar um pedaço de plástico preto. Para verificar se este plástico impede a passagem completa da luz, aponte-o para a luz e veja se enxerga do outro lado. Se não conseguir ver através do plástico, este é ideal para o uso. Corte um pedaço dele de modo que fique maior que a tampa da lata, e que quando ela seja fechada, um pouco do plástico fique para fora.

2 Escolha um lado da lata ou caixa pra fazer o furo, que é feito com o prego grande e o martelo. Com o martelo, amasse as rebarbas que ficarem na lata, para que a superfície fique lisa, evitando cortes nas mãos provocados pelo metal. Note que este furo será posteriormente revestido e que portanto não precisa ter um tamanho definido/padrão, mas deve ser feito aproximadamente no meio da altura da lata. Corte um pedaço de papel alumínio, cerca de 4 centímetros de lado, que seja suficiente para tapar o furo e sobre um pouco para os lados. O papel alumínio é o ideal para esta etapa, pois nele tem-se melhor controle sobre o furo do que em um papel preto. Se não tiver o papel alumínio, use o papel preto. Será este furo que determinará a definição da imagem. Usando uma régua, meça a distância do furo da lata ao ponto onde o papel fotográfico será grudado (distância focal). Com esta distância, faça o cálculo do tamanho do furo necessário para a câmera, utilizando a fórmula: Df = ƒ (mm) 28 Df = diâmetro do furo ƒ = distância focal 28 = é uma constante Lembrando que todas as medidas são em milímetros (mm). O resultado será o diâmetro que furo deve ter. Com a ponta da agulha ou alfinete, faça o pequeno furo no centro do papel alumínio, apoiando-o sobre uma superfície lisa (mesa). Tome cuidado para não fazer um buraco muito grande, pois alumínio rasga com facilidade. Passe cola ou use fita adesiva nas extremidades do papel alumínio já furado e cole-o na lata, de modo a posicionar o furo do papel alumínio no centro do furo feito na lata. Corte agora um pedaço de papel preto para fazer a "tampa" do furo, que irá impedir a passagem de luz por este. Grude o papel preto com um pedaço de fita adesiva em extremidades opostas, fazendo com que o papel se assemelhe com uma porta, sendo um dos lados sua dobradiça e o outro sua tranca. Manipulando a câmera - Inserindo o "filme": Na câmera Pinhole, o papel fotográfico toma o lugar do filme, e desta maneira, só podemos fazer uma foto

3 por vez. O papel fotográfico preto e branco é sensível à luz. Isso quer dizer que se exposto à luz, ele se torna escuro - é velado, o que o deixará inadequado para o uso na câmera. A única luz à qual o papel fotográfico preto e branco pode ser exposto é a luz vermelha. Assim, quando manusear o papel, sempre o num ambiente com esta luz. Para afixar o papel dentro da câmera, use um pedaço de fita adesiva na parte oposta ao furo. Depois, grude o papel na fita, lembrando que o papel fotográfico possuiu um lado que não é sensível à luz, e que deve portanto ser o lado que fica grudado na câmera. Tome cuidado no manuseio do papel fotográfico, pois marcas de gordura das mãos podem facilmente manchar o papel. Perceba que se o papel for grudado em uma lata, sua superfície será curva, acompanhando a forma da lata, o que alterará a característica da imagem formada. Usando-se um apoio para o papel fotográfico - feito facilmente com um pedaço de papel preto - pode-se deixar o papel fotográfico plano, o que fará com que a imagem capturada fique mais próxima daquilo que vemos. Uma vez que estiver com o papel dentro da câmera, certifique-se que tampa e a porta estejam bem fechadas. - Fazendo a foto: Para fazer a foto, é preciso experimentação para adaptar a câmera a diferentes condições de luz. O papel fotográfico tem uma sensibilidade à luz menor que o filme fotográfico usado em câmeras convencionais, e por isto, ele necessita de um maior tempo de exposição. O tempo de exposição é o tempo que a "porta" da câmera está aberta para que a luz entre pelo furo e chegue até o papel. Para a câmera de orifício, o tempo de exposição é contado em segundos, e varia de acordo com a luz disponível e o tamanho da câmera - quanto maior a câmera, maior será o tempo de exposição. Em dias ensolarados, o tempo é curto, de apenas alguns segundos para uma câmera do tamanho de uma lata de chocolate em pó. Em dias nublados, o tempo necessário, será consideravelmente maior. Em ambientes internos, a o tempo de exposição será muito grande, chegando a alguns minutos! De qualquer maneira, sempre será preciso experimentação para encontrar o tempo de exposição adequado para a câmera construída. Quando o tempo de exposição é muito longo, o mais adequado para que a imagem não saia tremida é que se apóie a câmera num local que a deixe firme e estável. Depois de escolher um assunto para sua fotografia, abra a porta da câmera, e assim que abrir, comece e a contar. Quando chegar ao tempo que julgar necessário para a exposição do papel, feche a porta e leve a câmera até a sala escura, onde poderá retirar o papel e revelá-lo.

4 Revelando o papel: Após ter sido exposto, o papel fotográfico deve ser revelado para que a imagem apareça. O processo de revelação tem que ser realizado num ambiente completamente vedado à luz. As únicas fontes de luz que podem ser usadas são as lâmpadas que possuem filtros vermelhos, pois estas não sensibilizam o papel fotográfico preto e branco. Neste ambiente devem ser colocadas bandejas que contenham os três químicos que processam o papel fotográfico: o revelador, o interruptor e o fixador. O primeiro químico por onde o papel fotográfico exposto deve passar é o revelador. Através de processos químicos, o revelador faz com que as partes do papel que tenham sido expostas à luz se tornem escuras, respeitando a relação de que quanto mais exposto, mais escuro e quanto menos exposto, mais claro.depois de passar por este primeiro banho, o papel deve ir para a bandeja do interruptor, que pára o processo de formação da imagem, preparando-o para o próximo banho. O terceiro químico, o fixador, faz com que a luz não mais sensibilize o papel, retirando os agentes responsáveis pelo escurecimento deste. É este químico que permite que vejamos a foto à luz normal. Depois de passar por estes três banhos, é preciso lavar a cópia, para que os químicos impregnados no papel não contaminem as superfícies que venham a entrar em contato com ele (inclusive nossas mãos). Após a lavagem, deixe o papel secar até que não hajam gotículas na superfície do papel. Depois de todo este processo ter sido concluído, pode-se manipular a foto, sempre tomando cuidado de não marcar com dedos, não vincar ou sujar o papel fotográfico. Passo a Passo: 1- Pegue a lata ou caixa 2- Limpe-a bem, por dentro e por fora, retirando o rótulo, se houver. 3- Pinte o interior da lata com tinta spray preta fosca ou forre com papel preto, inclusive a tampa. 4- Faça o furo com o prego grosso e o martelo. 5- Com o martelo elimine qualquer rebarba que possa ficar na lata, para que ela fique o mais lisa possível. 6- Pegue o pedaço de papel alumínio e com a agulha fure-o de acordo com o tamanho já calculado. 7- Com cola ou fita adesiva, fixe o papel furado na lata/caixa. 8- Agora pegue o pedaço de papel preto para fazer a porta da câmera. 9- Num local escuro, coloque o papel fotográfico na câmera, fixando a parte de trás dele na lata. 10- Após fazer a foto, volte ao local escuro para retirar o papel da câmera e processar o papel. 11- Coloque o papel fotográfico no revelador, agitando a bandeja lentamente por um minuto e meio. 12- Retire o papel da bandeja e escorra o excesso de químico. Passe a cópia para o interruptor. Agite a bandeja levemente por trinta segundos. 13- Escorra a cópia e passe-a para o fixador, agitando-o levemente por um minuto.

5 14- Deixe o excesso escorrer e lave a cópia em água corrente por cinco minutos. 15- Deixe a cópia secar colocando-a em uma superfície lisa com a face da imagem voltada para cima.

Experimento 1 Como funciona uma máquina fotográfica? Construção de uma câmera escura

Experimento 1 Como funciona uma máquina fotográfica? Construção de uma câmera escura 9 o ano abril/2011 Experimento 1 Como funciona uma máquina fotográfica? Construção de uma câmera escura Já faz tempo que o ser humano tenta desenvolver objetivos para formar e armazenar imagens. Leonardo

Leia mais

PINHOLE SARDINHA POR MARCOS CAMPOS. www.marcoscampos.com.br - contato@marcoscampos.com.br - www.flickr.com/photos/marcoscampos

PINHOLE SARDINHA POR MARCOS CAMPOS. www.marcoscampos.com.br - contato@marcoscampos.com.br - www.flickr.com/photos/marcoscampos POR MARCOS CAMPOS PINHOLE SARDINHA - - http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.5/br/ MATERIAL NECESSÁRIO 16 15 7 6 4 1 13 14 17 8 9 11 12 5 2 3 4 10 1 - Lata de Sardinha (marca Gomes da Costa) 2 -

Leia mais

INTRODUÇÃO. Nesta apostila são apresentados os procedimentos de recarga para cerca de 99% dos cartuchos utilizados no mercado.

INTRODUÇÃO. Nesta apostila são apresentados os procedimentos de recarga para cerca de 99% dos cartuchos utilizados no mercado. INTRODUÇÃO A recarga é um procedimento que deve ser feito com muito cuidado e atenção, depende diretamente das condições de uso de seu cartucho original. Nesta apostila são apresentados os procedimentos

Leia mais

Óptica do olho Humano.

Óptica do olho Humano. Universidade de São Paulo Faculdade de Educação Instituto de Física Metodologia do Ensino de Física I Professor Dr. Maurício Pietrocola Óptica do olho Humano. Autores: Allan Fernandes do Espirito Santo

Leia mais

Manual Descritivo para Construção do ASBC

Manual Descritivo para Construção do ASBC Manual descritivo para construção do ASBC 1 Felipe Marques Santos Manual Descritivo para Construção do ASBC (Aquecedor Solar de Baixo Custo) Coordenador: Prof. Dr. Rogério Gomes de Oliveira 2 Manual descritivo

Leia mais

Material. 2 Cristiane Débora

Material. 2 Cristiane Débora Feltro : - Cor de pele - Verde claro - verde escuro - Branco - Cáqui - Marrom - Laranja - Bege Papelão Paraná Palito de churrasco Manta siliconada 2 mini botões/ 2 meio pérolas pretas Linhas das cores

Leia mais

5Manutenções no Sistema de

5Manutenções no Sistema de Manutenção Preventiva dos Filtros do Ar A manutenção adequada deve incluir, também, uma inspeção completa dos sistemas. Todas as conexões, as tubulações ou dutos entre o filtro e o motor devem ser mantidos

Leia mais

BARGOA. Conjunto de Emenda Aérea Selada Vertical - CEASV

BARGOA. Conjunto de Emenda Aérea Selada Vertical - CEASV O CEASV consiste de um conjunto para a acomodação e proteção de emendas de cabos de rede externa de telefonia, em montagem de topo, para instalações aéreas. Trata-se de um sistema versátil, de fácil instalação

Leia mais

Inspiron 14. Manual de serviço. 5000 Series. Modelo do computador: Inspiron 5448 Modelo normativo: P49G Tipo normativo: P49G001

Inspiron 14. Manual de serviço. 5000 Series. Modelo do computador: Inspiron 5448 Modelo normativo: P49G Tipo normativo: P49G001 Inspiron 14 5000 Series Manual de serviço Modelo do computador: Inspiron 5448 Modelo normativo: P49G Tipo normativo: P49G001 Notas, avisos e advertências NOTA: uma NOTA indica informações importantes que

Leia mais

3 Dados Técnicos Página 1 de 7 Protetores Auditivos Tipo Abafador Modelo H9A-02 e H9P3E-02

3 Dados Técnicos Página 1 de 7 Protetores Auditivos Tipo Abafador Modelo H9A-02 e H9P3E-02 3 Dados Técnicos Página 1 de 7 Protetores Auditivos Tipo Abafador Modelo H9A-02 e H9P3E-02 DESCRIÇÃO Protetores auditivos tipo circum-auriculares constituídos por: - 2 conchas em plástico ABS de cor azul,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO COIFAS DE PAREDE VIDRO RETO VIDRO CURVO

MANUAL DE INSTRUÇÃO COIFAS DE PAREDE VIDRO RETO VIDRO CURVO MANUAL DE INSTRUÇÃO COIFAS DE PAREDE VIDRO RETO VIDRO CURVO MODELOS: BLT BOX BLT VD 60 BLT VD 90 INTRODUÇÃO Parabéns Ao escolher a linha Built de produtos, você optou por um produto de qualidade. As coifas

Leia mais

Cozinha Industrial. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

Cozinha Industrial. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Cozinha Industrial Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Serviços de alimentação Este tipo de trabalho aparenta não ter riscos, mas não é bem assim, veja alguns exemplos: Cortes

Leia mais

MANUAL DE FOTOGRAFIA

MANUAL DE FOTOGRAFIA MANUAL DE FOTOGRAFIA 1. A máquina fotográfica. Breve história As primeiras fotografias tiradas, datam de 1826, mas só em 1870, é que foi possível obter um sistema que permitisse a comercialização de chapas

Leia mais

Construindo a câmara escura

Construindo a câmara escura Construindo a câmara escura Shizue Introdução Captar e registrar imagens tornou-se possível com a câmara escura de orifício. Essa câmara nada mais é do que uma lata, preta por dentro para não refletir

Leia mais

Características do papel. Escolhendo formulários préimpressos

Características do papel. Escolhendo formulários préimpressos A qualidade de impressão e a confiabilidade da alimentação da impressora e dos opcionais podem variar de acordo com o tipo e tamanho da mídia de impressão utilizada. Esta seção fornece diretrizes para

Leia mais

ALINHA ENTO FEI LASER. Visão geral: Ferramentas usadas no alinhamento: Fita adesiva Caneta vermelha Tesoura Chave de fenda Phillips

ALINHA ENTO FEI LASER. Visão geral: Ferramentas usadas no alinhamento: Fita adesiva Caneta vermelha Tesoura Chave de fenda Phillips ALINHA MENTO DO FEIXE LASER. Este tutorial é para ajudar a pessoa de manutenção da máquina laser no alinhamento do feixe laser que é a coisa mais importante para obter um correto funcionamento de sua máquina

Leia mais

Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo

Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo (o kit pode ser adquirido na www.pequenasartes.com.br) O kit é bem completo e vem com praticamente tudo o que você vai precisar para montar, inclusive cola e

Leia mais

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 24

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 24 AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 24 9º NO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVO Diversos experimentos, usando principalmente água e materiais de fácil obtenção, são

Leia mais

Sumário Serra Fita FAM

Sumário Serra Fita FAM Sumário Serra Fita FAM 1 Componentes... 1 Painel de controle... 1 Sensores de segurança... 2 Especificações... 2 Instalação... 3 Condições Gerais do Local... 3 Rede Elétrica... 3 Instalação da Tomada...

Leia mais

A LUNETA COM LENTE DE ÓCULOS *

A LUNETA COM LENTE DE ÓCULOS * A LUNETA COM LENTE DE ÓCULOS * João Batista Garcia Canalle 1 Instituto Astronômico e Geofísico USP São Paulo SP Resumo Neste trabalho, apresentamos a construção de uma luneta astronômica, didática, de

Leia mais

Para esta demonstração de soma de cores fundamentais da Óptica precisa-se

Para esta demonstração de soma de cores fundamentais da Óptica precisa-se Manual das experiências de Óptica: Bolinha de soma de cores: Para esta demonstração de soma de cores fundamentais da Óptica precisa-se de: 1. Pedaço de 6 cm de cano de 1 2. Bolinha de ping-pong branca

Leia mais

Índice. Características

Índice. Características Índice 1 2 4 5 12 14 Características 1 Cuidados para manuseio e operação Leia estes cuidados atentamente e use somente conforme destinado ou instruído. Instruções de segurança têm como objetivo evitar

Leia mais

Vamos contar esta história usando lata e imã? Você irá precisar de: Prontinho, agora é só contar a história!

Vamos contar esta história usando lata e imã? Você irá precisar de: Prontinho, agora é só contar a história! Você irá precisar de: Lata de leite em pó, ou de panetone, limpa e sem o rótulo Folhas de papel de seda: laranja, bege claro e azul escuro ou cenários disponibilizados Lápis de escrever, caneta marcador

Leia mais

Manual de Operação do Cartucho

Manual de Operação do Cartucho Manual de Operação do Cartucho Índice 1 - Procedimento de inserção do cartucho 3. 2 - Procedimento de remoção do cartucho 5. 3 - Falha de impressão 7. Atenção Leia as instruções contidas neste manual antes

Leia mais

Impressora HP LaserJet Série P2030. Guia de papel e mídia de impressão

Impressora HP LaserJet Série P2030. Guia de papel e mídia de impressão Impressora HP LaserJet Série P2030 Guia de papel e mídia de impressão Impressora HP LaserJet Série P2030 Guia de papel e mídia de impressão Copyright e licença 2008 Copyright Hewlett-Packard Development

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

1 Introdução. 2 Material

1 Introdução. 2 Material TUTORIAL Criação de Engrenagens em Acrílico Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 18/01/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [REV.03 29112011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA É muito importante que você leia atentamente todas as instruções contidas neste manual antes de utilizar o produto, pois elas garantirão sua segurança

Leia mais

CHICCO MAX 3S. Grupo I, II e III 9 a 36 kg

CHICCO MAX 3S. Grupo I, II e III 9 a 36 kg CHICCO MAX 3S Grupo I, II e III 9 a 36 kg INSTRUÇÕES DE USO COMPONENTES 1. Apoio para a cabeça 2.Ganchos de bloqueio do cinto de segurança 3. Encosto 4. Assento IMPORTANTÍSSIMO! LEIA COM MUITA ATENÇÃO

Leia mais

Página 1 de 15 MANUAL TÉCNICO

Página 1 de 15 MANUAL TÉCNICO Página 1 de 15 MANUAL TÉCNICO Antes de iniciar a montagem: Aconselhamos que as tábuas Easydeck sejam desembaladas 48 horas antes de proceder à sua montagem, de forma a permitir que estas se adaptem às

Leia mais

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA MANUAL DE INSTRUÇÕES COMPRESSOR DE AR ÍNDICE 1. PREPARAÇÃO 2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA 3. PRECAUÇÕES 4. DESCRIÇÃO BREVE 5. VISÃO GERAL E COMPONENTES PRINCIPAIS 6. PRINCIPAIS PARÂMETROS TÉCNICOS 7. VISÃO

Leia mais

Geografia Prática: Instrumentação para o Ensino de Geografia II

Geografia Prática: Instrumentação para o Ensino de Geografia II Geografia Prática: Instrumentação para o Ensino de Geografia II Fadel David Antonio Filho Professor Adjunto (Livre Docente) no Departamento de Geografia do Instituto de Geociências e Ciências Exatas UNESP/Rio

Leia mais

O quadro abaixo tem as indicações de agulhas, linhas e comprimento de pontos adequados aos vários tipos de tecidos:

O quadro abaixo tem as indicações de agulhas, linhas e comprimento de pontos adequados aos vários tipos de tecidos: Relação de Tecido, Agulha, Linha e Ponto Para obter os melhores resultados, escolha sempre uma agulha de número e ponta adequados ao tecido. A agulha mais fina é de nº 9 e a mais grossa é de nº 18. Quanto

Leia mais

Manual de Atualização dos Móveis Make-up - Nova Iluminação Fev/08

Manual de Atualização dos Móveis Make-up - Nova Iluminação Fev/08 Manual de Atualização dos Móveis Make-up - Nova Iluminação Fev/08 bandeja de metal que fica na 1ª prateleira. Os Móveis Make-up estão passando por uma atualização. Ganharam um novo display e uma nova iluminação.

Leia mais

Para a consulta atualizada deste manual, acesse o site www.nardelli.com.br/downloads

Para a consulta atualizada deste manual, acesse o site www.nardelli.com.br/downloads 1 Parabéns Obrigado por adquirir uma coifa de ilha Fogatti, esperamos que este produto satisfaça a sua necessidade. Por favor, leia todas as instruções atentamente para obter os melhores resultados da

Leia mais

Manual do usuário da impressora Xerox Phaser 6180MFP

Manual do usuário da impressora Xerox Phaser 6180MFP Manual do usuário da impressora Xerox Phaser 6180MFP IMPORTANTE - Evite abrir a impressora.. Há várias peças sensíveis neste equipamento e qualquer dano à integridade física do mesmo não será coberto pela

Leia mais

FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR

FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR Prepare seus alimentos com a energia do sol! FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR www.sustentavelnapratica.net Elaborado por: Andrea Zimmermann e Fabio França FOGÃO SOLAR Características e vantagens: Uso de

Leia mais

ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2. Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento.

ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2. Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento. ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2 Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento. Aviso Importante Certifique-se de verificar o nível de óleo como é descrito a seguir: 1. Nível

Leia mais

REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE

REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE I. Objetivos do Regulamento dos Laboratórios Especializados da Área de Saúde 1. Fornecer um guia geral e regras básicas consideradas mínimas

Leia mais

Espresso 3000 - Cod. M0S04159 - Edizione 1H10

Espresso 3000 - Cod. M0S04159 - Edizione 1H10 10 2 3 6 4 5 15 8 7 9 14 16 11 12 1 13 18 17 19 20 Espresso 3000 - Cod. M0S04159 - Edizione 1H10 PORTOGUÊS Espresso 3000 1) Interruptor geral 2) Luz de aviso de funcionamento ON: máquina ligada 3) Luz

Leia mais

Comprovação dos índices de refração

Comprovação dos índices de refração Comprovação dos índices de refração 1 recipiente de vidro; 1 bastão de vidro, e Glicerina. 1. Encha até a metade o recipiente com glicerina, depois basta afundar o bastão de vidro na glicerina e pronto!

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES e informações importantes para manutenção e limpeza dos nossos produtos

MANUAL DE INSTRUÇÕES e informações importantes para manutenção e limpeza dos nossos produtos MANUAL DE INSTRUÇÕES e informações importantes para manutenção e limpeza dos nossos produtos Assento para refeição LANCHE Ref. IXCR5048 Foto meramente ilustrativa Obrigado mamãe e papai. Nós da BURIGOTTO,

Leia mais

Produtos Devcon. Guia do Usuário. Kit Devcon para reparo de vazamentos em transformadores a óieo

Produtos Devcon. Guia do Usuário. Kit Devcon para reparo de vazamentos em transformadores a óieo 1 Produtos Devcon Guia do Usuário Kit Devcon para reparo de vazamentos em transformadores a óieo 2 Guia do Usuário Kit Devcon para reparo de vazamentos em transformadores a óieo Prefácio 3 Preparação da

Leia mais

Relê. Suporte A. Suporte B. Suporte C do Farol de Neblina Esquerdo. Suporte C do Farol de Neblina Direito. 23 Abraçadeiras de Fixação

Relê. Suporte A. Suporte B. Suporte C do Farol de Neblina Esquerdo. Suporte C do Farol de Neblina Direito. 23 Abraçadeiras de Fixação MANUAL DE INSTALAÇÃO Acessório FAROL DE NEBLINA Modelo Aplicável HONDA FIT 2007 No. da publicação Data de emissão fev/06 Moldura Farol de Neblina Esquerdo Relê Moldura Farol de Neblina Direito Suporte

Leia mais

Importância da Higiene

Importância da Higiene Importância da Higiene Anexo 1 1 Semana Pedagógica 1º semestre - 2016 Anexo I Importância da Higiene Você sabe o que é higiene? Higiene é o conjunto de medidas que tomamos para eliminar a sujeira, que

Leia mais

ROTINA DE PREVENÇÃO DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO ASSOCIADA A CATETERISMO VESICAL

ROTINA DE PREVENÇÃO DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO ASSOCIADA A CATETERISMO VESICAL ROTINA DE PREVENÇÃO DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO ASSOCIADA A CATETERISMO VESICAL Definição: Infecção urinária sintomática associada ao cateter: Febre > 38 o C ou sensibilidade suprapúbica e cultura positiva

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03 MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03 1. Identificação dos elementos da prensa JTSB03: Antes de ligar a prensa e iniciar seu trabalho é indispensável verificar se a mesma

Leia mais

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL. Erica Cristina Possoli Técnica em Segurança do Trabalho

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL. Erica Cristina Possoli Técnica em Segurança do Trabalho EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Erica Cristina Possoli Técnica em Segurança do Trabalho Norma Regulamentadora 06 Segundo a NR 06, EPI é: todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo

Leia mais

Tamanho da arte. Margens. O que é Sangra? Caixa de informações

Tamanho da arte. Margens. O que é Sangra? Caixa de informações Tamanho da arte O site disponibiliza para download os Arquivos padrão, que são arquivos modelo para auxiliar a confecção do seu material. Eles possuem margens predefinidas e tamanho adequado ao tipo de

Leia mais

PROTETORES AUDITIVOS 3M MILLENIUM

PROTETORES AUDITIVOS 3M MILLENIUM PROTETORES AUDITIVOS 3M MILLENIUM C.A.: 11882 DESCRIÇÃO E APLICAÇÕES DO PRODUTO Protetor auditivo do tipo inserção pré-moldado, confeccionado em silicone, no formato cônico, com três flanges concêntricos,

Leia mais

SKYMSEN LINHA DIRETA. Ramais 2011 2012 2013. E-mail: at@siemsen.com.br

SKYMSEN LINHA DIRETA. Ramais 2011 2012 2013. E-mail: at@siemsen.com.br PRODUTOS METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairro: S o Luiz CEP: 88351-410 Brusque Santa Catarina Brasil Fone: +55 47 255 2000 Fax: +55 47 255 2020 www.siemsen.com.br - comercial@siemsen.com.br

Leia mais

Manual do Usuário Nokia Mobile Holder CR-123 & Easy Mount HH-22

Manual do Usuário Nokia Mobile Holder CR-123 & Easy Mount HH-22 Manual do Usuário Nokia Mobile Holder CR-123 & Easy Mount HH-22 Edição 1.1 2 Sobre o porta-celular veicular Com o Porta-celular CR-123 e o Suporte de Fácil Fixação HH-22 da Nokia, você pode ter acesso

Leia mais

Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal

Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal 1 Técnica utilizada: reciclagem de papel Materiais 2 Papel para reciclar (sulfite, formulário contínuo ou outros papéis que não contenham vernizes, plásticos

Leia mais

Relógio de Bolinhas Montagem de Flávio Machado Desenhos de Alex Sandro

Relógio de Bolinhas Montagem de Flávio Machado Desenhos de Alex Sandro Relógio de Bolinhas Montagem de Flávio Machado Desenhos de Alex Sandro Construir este relógio foi um desafio, pois não dispunha de nenhum projeto e o que tinha eram apenas fotos, por isso relutava em entrar

Leia mais

BOMBA DE VACUO MANUAL KA-056

BOMBA DE VACUO MANUAL KA-056 Certificado de Garantia. Modelo Controle Kitest Equipamentos Automotivos KA-056 Nº Manual do Usuário A Kitest Equipamentos Automotivos garante o equipamento adquirido contra possíveis defeitos de fabricação

Leia mais

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MANUAL DE INSTRUÇÃO MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MODELO: SS-26-1W - 1 - MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO Leia atentamente as instruções antes de iniciar o uso: a) Verificar se a voltagem está correta

Leia mais

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART C5380 http://pt.yourpdfguides.com/dref/4167378

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART C5380 http://pt.yourpdfguides.com/dref/4167378 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP PHOTOSMART C5380. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

COMO PRODUZIR COMPENSADO NAVAL ALTERNATIVO EM SUA CASA

COMO PRODUZIR COMPENSADO NAVAL ALTERNATIVO EM SUA CASA COMO PRODUZIR COMPENSADO NAVAL ALTERNATIVO EM SUA CASA Aqui uma forma alternativa de ter seus próprios compensados navais a preço baixo e de fácil acesso a qualquer um que tenha uma loja de madeiras pra

Leia mais

Dezenas de artigos do tipo faça você mesmo, como funciona e experiências para você fazer.

Dezenas de artigos do tipo faça você mesmo, como funciona e experiências para você fazer. Dezenas de artigos do tipo faça você mesmo, como funciona e experiências para você fazer. Ferramentas e acessórios: temos no site ferros de soldar, multimetro, chaves... Enfim, as ferramentas mais úteis

Leia mais

Para proteção completa contra chuva, está disponível em lojas de varejo uma capa de chuva ABC Design.

Para proteção completa contra chuva, está disponível em lojas de varejo uma capa de chuva ABC Design. MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO ABC DESIGN PRIMO Moldura de Alumínio leve Alças giratórias em 360 graus 4 posições de regulagem de encosto Rodas dianteiras giratórias e bloqueáveis. toldo removível Testado

Leia mais

Sinalizador para bicicletas Paloma Oliveira Mateus Knelsen

Sinalizador para bicicletas Paloma Oliveira Mateus Knelsen Sinalizador para bicicletas Paloma Oliveira Mateus Knelsen Como funciona O sinalizador para bicicletas é uma proposta de acessório que pode auxiliar na visibilidade do ciclista e dos seus movimentos no

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR

MANUAL DO CONSUMIDOR MANUAL DO CONSUMIDOR PROTEÇÃO PARA VOCÊ E SEU APARELHO Gravadora de Borracha para Carimbos Pré- Entintados REF:2005 (Somente em 110 volts) Indústria e Comércio de Carimbos e Brinquedos Ltda Av.: Souza

Leia mais

ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 16 02 11 www.lorenzetti.com.br

ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 16 02 11 www.lorenzetti.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 16 02 11 www.lorenzetti.com.br Lorenzetti S.A. Indústrias Brasileiras Eletrometalúrgicas Av. Presidente Wilson, 30 - CEP 03107-901 Mooca - São Paulo - SP - Fabricado no

Leia mais

L-PCR, PCR SERIES MAGNA COMÉRCIO DE BALANÇAS LTDA DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO TORREY NO BRASIL BALANÇA ELETRÔNICA MANUAL DE USUÁRIO REVISAO: 1.

L-PCR, PCR SERIES MAGNA COMÉRCIO DE BALANÇAS LTDA DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO TORREY NO BRASIL BALANÇA ELETRÔNICA MANUAL DE USUÁRIO REVISAO: 1. MAGNA COMÉRCIO DE BALANÇAS LTDA DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO TORREY NO BRASIL BALANÇA ELETRÔNICA L-PCR, PCR SERIES MANUAL DE USUÁRIO REVISAO: 1.1 IMPORTANTE: ANTES DE OPERAR ESTA BALANÇA, FAVOR LER COMPLETAMENTE

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [REV.00 03082011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA Antes da utilização, é muito importante que você leia atentamente o manual de instruções, estas informações ajudam a prevenir acidentes e utilizar

Leia mais

職 業 安 全 健 康 廳 Departamento de Segurança e Saúde Ocupacional. Lista de controle das condições de Segurança e Saúde Ocupacional para Hotelaria e afins

職 業 安 全 健 康 廳 Departamento de Segurança e Saúde Ocupacional. Lista de controle das condições de Segurança e Saúde Ocupacional para Hotelaria e afins Local de Trabalho 1 Manter o local de trabalho sempre limpo. 2 Não obstruir as vias de circulação. 3 Desimpedir as saídas de emergência e escapatórias. 4 Arrumar materiais ordenadamente e não demasiado

Leia mais

Página 1 de 6 18 - A besta / Homem lobo Até agora, nós lidamos com variações bastante realistas da natureza humana, abusando por vezes dos detalhes. Neste capítulo, estaremos lidando com a criação de algo

Leia mais

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS Item essencial para qualquer tipo de piscina. É nela que ficam acondicionados o Sistema Filtrante (Filtro e Bomba) registros, válvulas, fios e acionadores.

Leia mais

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 10. INSTALAÇÃO HIDRÁULICA

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 10. INSTALAÇÃO HIDRÁULICA DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 10. INSTALAÇÃO HIDRÁULICA Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré CEP 05347-902 - São Paulo / SP INSTALAÇÃO HIDRÁULICA 1. INTRODUÇÃO As instalações de água fria devem atender

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3218

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3218 MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3218 POR FAVOR, LEIA ESTE MANUAL ATENTAMENTE ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO Você acabou de adquirir um produto ETERNY, da mais alta qualidade. Agradecemos a sua

Leia mais

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA NO SEU DIA A DIA

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA NO SEU DIA A DIA ÁGUA Economizar água é uma necessidade urgente em todo o mundo. Se não houver mudanças de hábitos no curto prazo, em poucos anos, teremos grandes problemas de abastecimento, sem contar com os 768 milhões

Leia mais

Como fazer uma Armadilha para Aedes Aegypti caseira e com garrafa Pet reciclada

Como fazer uma Armadilha para Aedes Aegypti caseira e com garrafa Pet reciclada Como fazer uma Armadilha para Aedes Aegypti caseira e com garrafa Pet reciclada 1 pegue uma garrafa PET de 2 litros e corte-a ao meio, para transformá-la em um funil e um copo. 2 Retire o anel da ponta

Leia mais

Adaptação do para-brisa inteiriço por bipartido

Adaptação do para-brisa inteiriço por bipartido Adaptação do para-brisa inteiriço por bipartido A instalação dos pára-brisas, só deve ser feita por profissionais experientes, em caso de dúvida durante a instalação, favor contatar a assistência disponível

Leia mais

WATER TRANSFER PRINTING KITS - INSTRUCCIONES

WATER TRANSFER PRINTING KITS - INSTRUCCIONES TM WATER TRANSFER PRINTING KITS - INSTRUCCIONES Por favor leia todo o manual de instruções antes de começar o seu projecto. O Kit Básico de Impressão por Transferência de Água: 1 x Removedor de Silicone

Leia mais

Identificando áreas de atolamento de papel

Identificando áreas de atolamento de papel Selecionando cuidadosamente os materiais de impressão e carregando-os adequadamente, será possível evitar atolamento de papel na maioria das vezes. (Veja as sugestões em Dicas para evitar atolamentos de

Leia mais

No sentido inverso ao da marcha. Altura 61-105 cm. Peso máximo 18 kg. UN regulation no. R129 i-size. Idade 6m-4a

No sentido inverso ao da marcha. Altura 61-105 cm. Peso máximo 18 kg. UN regulation no. R129 i-size. Idade 6m-4a 1 23 2 4 3 Manual de utilização 5 6 7 24 26 8 9 10 11 12 13 14 No sentido inverso ao da marcha Altura 61-105 cm 16 17 18 20 25 Peso máximo 18 kg 15 19 Idade 6m-4a UN regulation no. R129 i-size 21 22 27

Leia mais

Respire fundo. E drible a Fibrose Cística.

Respire fundo. E drible a Fibrose Cística. MANUAL DO NEBULIZADOR Respire fundo. E drible a Fibrose Cística. Veja como utilizar e cuidar corretamente do seu Compressor e Nebulizador. Eu sou o compressor. Eu sou o Nebulizador, sou o grande goleador.

Leia mais

HD 100. P Cobertor elétrico Instruções de utilização. BEURER GmbH Söflinger Str. 218 89077 Ulm (Germany) www.beurer.com. 06.0.

HD 100. P Cobertor elétrico Instruções de utilização. BEURER GmbH Söflinger Str. 218 89077 Ulm (Germany) www.beurer.com. 06.0. HD 100 P 06.0.43510 Hohenstein P Cobertor elétrico Instruções de utilização BEURER GmbH Söflinger Str. 218 89077 Ulm (Germany) www.beurer.com Conteúdo 1. Volume de fornecimento... 3 1.1 Descrição do aparelho...

Leia mais

Adaptação de. PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 13/01/2006 Última versão: 18/12/2006

Adaptação de. PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 13/01/2006 Última versão: 18/12/2006 TUTORIAL Adaptação de Servo-motores Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 13/01/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

LBH-1790A,1795A PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA

LBH-1790A,1795A PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA LBH-1790A,1795A PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA PARA GARANTIR O USO SEGURO DA SUA MÁQUINA DE COSTURA Para operar uma máquina de costura, máquina automática e dispositivos auxiliares (daqui por diante denominados

Leia mais

ÍNDICE GUIA DE CONSULTA RÁPIDA INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO TABELA DE PROGRAMAS BROCHURA

ÍNDICE GUIA DE CONSULTA RÁPIDA INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO TABELA DE PROGRAMAS BROCHURA ÍNDIE GUIA DE ONSULTA RÁPIDA TABELA DE PROGRAMAS PREPARAÇÃO DA ROUPA SELEIONAR AS OPÇÕES E O PROGRAMA INIIAR E TERMINAR UM PROGRAMA MODIFIAR UM PROGRAMA INTERROMPER UM PROGRAMA MANUTENÇÃO E LIMPEZA DIÁRIAS

Leia mais

Help Desk 0800 777 0333

Help Desk 0800 777 0333 Guia do Usuário Equipamento Tipo IV - Samsung SCX-5637FR 1 Este guia se destina a vocês, usuários das impressoras que fazem parte do contrato da CTIS. Ele tem por objetivo auxiliar na obtenção da melhor

Leia mais

Climatizador de Ar Fresh Plus PCL703

Climatizador de Ar Fresh Plus PCL703 Climatizador de Ar Fresh Plus PCL703 Agradecemos sua preferencia por um produto da linha Lenoxx, um produto de alta tecnologia, seguro e eficiente. É muito importante ler atentamente este manual de instruções,

Leia mais

Impressora HP LaserJet Série P2050 Guia de papel e mídia de impressão

Impressora HP LaserJet Série P2050 Guia de papel e mídia de impressão Impressora HP LaserJet Série P2050 Guia de papel e mídia de impressão Copyright e licença 2008 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão prévia

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO

NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO 1. INTRODUÇÃO Toda e qualquer atividade prática a ser desenvolvida dentro de um laboratório apresentam riscos e estão propensas a acidentes. Devemos então utilizar normas

Leia mais

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR www.rehau.com.br Construção Automotiva Indústria DESIGN PARA MÓVEIS DA REHAU: SOLUÇÕES INOVADORAS DE SISTEMAS NO MESMO LOCAL A REHAU se estabeleceu como a principal

Leia mais

Manual de Operação 1

Manual de Operação 1 Manual de Operação 1 Termo de Garantia A Midea do Brasil, garante este produto contra defeito de fabricação pelo prazo de um ano a contar da data da emissão da nota fiscal de compra para o consumidor final.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES.

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. ÍNDICE 1. Aplicações...3 2. Instalações hidráulicas...4

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇOS SERVICE MANUAL LAVADORA DE ROUPAS FRONT LOAD TRW10 TRW 10 FRONT LOAD WASHING MACHINE MACHINE SERVICE MANUAL MÓDULO III

MANUAL DE SERVIÇOS SERVICE MANUAL LAVADORA DE ROUPAS FRONT LOAD TRW10 TRW 10 FRONT LOAD WASHING MACHINE MACHINE SERVICE MANUAL MÓDULO III MANUAL DE SERVIÇOS SERVICE MANUAL LAVADORA DE ROUPAS FRONT LOAD TRW10 TRW 10 FRONT LOAD WASHING MACHINE MACHINE SERVICE MANUAL MÓDULO III INSTALAÇÃO DO PEDESTAL INSTALAÇÃO DO KIT JUNÇÃO REVISÃO 0 REVISION

Leia mais

No sentido inverso ao da marcha. Altura 61-105 cm. Peso máximo 18 kg. UN regulation no. R129 i-size. Idade 6m-4a

No sentido inverso ao da marcha. Altura 61-105 cm. Peso máximo 18 kg. UN regulation no. R129 i-size. Idade 6m-4a 1 23 2 4 3 Manual de utilização 5 6 7 24 26 8 9 10 11 12 13 14 No sentido inverso ao da marcha Altura 61-105 cm 16 17 18 20 25 Peso máximo 18 kg 15 19 Idade 6m-4a UN regulation no. R129 i-size 21 22 27

Leia mais

Galoneira Industrial série ZJ-W562

Galoneira Industrial série ZJ-W562 Galoneira Industrial série ZJ-W562 Instruções de Segurança IMPORTANTE Antes de utilizar sua máquina, leia atentamente todas as instruções desse manual. Ao utilizar a máquina, todos os procedimentos de

Leia mais

Fechadura Digital. Manual de Instruções YDF40. Português

Fechadura Digital. Manual de Instruções YDF40. Português Fechadura Digital anual de Instruções YDF40 Português ATENÇÃO, LEIA AS INSTRÇÕES ANTES DE TILIZAR O PRODTO. As funções e design deste produto podem ser modificadas sem aviso prévio visando a qualidade

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO HISTÓRICO DE VERSÕES

INSTRUÇÃO DE TRABALHO HISTÓRICO DE VERSÕES HISTÓRICO DE VERSÕES 1/25 Versão Data Elaborado por Motivo da Revisão Revisado por Aprovado por 01 03 14/10/2013 09/04/2014 28/07/2014 Lucival B. R. Rocha Marco Antonio F. da Silva Inclusão montagem conector

Leia mais

STOL CH 701. 7R3-1 Rear Skin. Note: Tanto o lado superior como o lado inferior do revestimento estão perpendiculares a dobra longitudinal.

STOL CH 701. 7R3-1 Rear Skin. Note: Tanto o lado superior como o lado inferior do revestimento estão perpendiculares a dobra longitudinal. 7R3-1 Rear Skin Note: Tanto o lado superior como o lado inferior do revestimento estão perpendiculares a dobra longitudinal. Manuseia o revestimento Com muita atenção e delicadeza. desta forma você evitará

Leia mais

NEBULIZADOR COMPRESSOR

NEBULIZADOR COMPRESSOR MANUAL DE INSTRUÇÕES medcarer NEBULIZADOR COMPRESSOR Modelo: NEB-C130 CNP 6146514 0434! ANTES DE USAR, LER COM ATENÇÃO O MANUAL DE INSTRUÇÕES medcare NEBULIZADOR COMPRESSOR MODELO: NEB-C130 I N S T R U

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Você poderá se ferir gravemente, caso não siga essas instruções. Você pode se ferir, caso não siga essas instruções.

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Você poderá se ferir gravemente, caso não siga essas instruções. Você pode se ferir, caso não siga essas instruções. MANUAL DE INSTALAÇÃO MAIO/2014 FIT VISTA GERAL PARA SUA SEGURANÇA (Leia Cuidadosamente) Mensagem dos Símbolos Os símbolos advertem sobre um possível risco e explica como evitá-los. Ainda dá alguns conselhos.

Leia mais

Como proteger seus produtos com práticas de manuseio seguro de alimentos

Como proteger seus produtos com práticas de manuseio seguro de alimentos Como proteger seus produtos com práticas de manuseio seguro de alimentos 4 C (39 F) -21 C (-5 F) -21 C (-5 F) 4 C (39 F) 4 C (39 F) -21 C (-5 F) 4 C (39 F) -21 C (-5 F) Assim que os peixes entrarem em

Leia mais

Projecto de uma mini mini-hídrica

Projecto de uma mini mini-hídrica Projecto de uma mini mini-hídrica José Pinto da Cunha 1 Lista de material 1 tupperware cilíndrico em PVC transparente com 20 cm e altura 9 cm;(marca Canasta; Continente; Jumbo) (ref. 5601323101891); 1

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO 1 1. AVISOS Leia este manual cuidadosamente antes de instalar e operar o equipamento. A operação da máquina deve estar de acordo com as instruções

Leia mais