Saúde da Mamãe. Saúde do Bebê. Beleza da Mamãe. Vamos às Compras e aos Serviços. Crescimento Infantil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Saúde da Mamãe. Saúde do Bebê. Beleza da Mamãe. Vamos às Compras e aos Serviços. Crescimento Infantil"

Transcrição

1

2

3

4 Por que a gestação requer cuidados especiais?...12 Ninguém me contou isso antes : surpresas da gravidez..16 Quando procurar ajuda para engravidar?...18 Você não precisa retirar seu útero em caso de mioma...20 Alerta: hipertensão na gravidez...21 A ultrassonografia e o bem-estar do bebê...22 Em que casos devo ficar atenta na gravidez?...24 BodyTalk e uma gravidez mais tranquila Estamos grávidos. E agora?...28 Orientação fisioterapêutica no Pré e Pós-Natal Fisioterapia e um parto tranquilo...32 Saúde da Mamãe Saúde do Bebê Pré-Natal Psicológico: tranquilidade desde o ventre...34 Ganhar peso na gravidez não significa engordar...36 Qual a melhor dieta pós-parto?...38 Manipulando beleza e saúde para sua gestação...40 Atividade física na gestação: por que fazer?...42 Hidroterapia para gestante...46 Prepare-se para o grande dia...48 Dicas para papais de primeira viagem...50 Periodontia e Ortodontia na gravidez: posso fazer?...52 Atendimento odontológico para gestantes O desafio de preservar a vida a dois com o bebê...54 Os primeiros cuidados com o recém-nascido...56 O maravilhoso mundo do seu bebê...59 Cuidados com a amamentação e audição do bebê...62 Teste da Orelhinha: fundamental...63 Exames que as crianças precisam fazer periodicamente...64 Teste do Olhinho: segurança para seu bebê...66 A visão do recém-nascido: o que ele consegue ver?...68 Estrabismo: mais que um problema estético...69 Por que o olho do meu bebê lacrimeja? As doenças da visão no bebê Previna acidentes na primeira infância Meu bebê quebrou o dentinho: o que tenho de fazer? Oba! Hoje tem dentista Elimine hábitos prejudiciais à saúde bucal da criança...76 Como escovar os dentinhos do meu filho?...78 Quando cuidar dos primeiros dentinhos do bebê?...79 Alergia tem cura?...80 Alergia! Eu tenho? Meu filho pode ter?...82 Calendário de vacinação da criança...84 O que fazer para meu bebê dormir a noite toda?...86 Beleza da Mamãe Quando posso fazer uma cirurgia plástica?...88 Como ter seios lindos após a chegada do bebê...90 Celulite e flacidez sob controle...93 Como cuidar da beleza durante a gravidez...94 Não se assuste! Manchas na gravidez têm tratamento...95 Estrias: livre-se delas!...96 Os benefícios da drenagem linfática para a gestação...97 Livre-se dos pelos com a depilação a laser Rejuvenesça seu sorriso Cuidados especiais: Reabilitação Oral e Estética Vamos às Compras e aos Serviços Grávida com estilo A lista do enxoval Projetando o quartinho do bebê Branco reluzente: leveza e tranquilidade O loft do bebê: sensibilidade em cada detalhe Um quarto educativo e aconchegante Um quarto delicado para uma menina cheia de vida Lembrancinhas e mesas de maternidade Crescimento Infantil O que fazer na hora de dizer tchau? As birras começaram. Como devo agir? Gestantes bem informadas e babás qualificadas Escolha o melhor berçário! O processo de aprendizagem da criança Música de qualidade desde o berço Festas infantis e serviços Como organizar a festa de seu filho Um mundo encantado de opções em decoração É hora da foto! Crescer brincando! Editorial de Moda: É tão leve ser criança Dicas para viajar com seu filho

5 O Manual da Mamae cresceu......cresça com ele você também! São Paulo 1 a Edição Brasília 3 a Edição Goiânia 6 a Edição Goiânia: Av. T-3, n.2456, Sala 106 e 107, Setor Bueno - Fone: (62) São Paulo: Rua Itapeva n. 26 Conj.1605, Bairro Bela Vista - Fone: (11) Brasília: CLSW 103, Bloco A, Loja 21 Setor Sudoeste - Fone: (61)

6 Nossa!!! Nossos eventos também... Aguardem!!! Tudo em um só lugar: Informação, palestras e desfiles; Conforto e segurança para pais e filhos; Organização; Aprovação dos expositores; Satisfação das mamães; Espaço Infantil e Fraldário Goiânia e Brasília Fone: (62)

7 Editorial Saúde da Mamãe Foto: Danilo Gouveia A emoção de ser mãe mais uma vez... Ao começar a escrever este editorial, pensei: que mensagem desejo passar às nossas leitoras? Afinal, já são seis anos desde o lançamento do primeiro Manual da Mamãe e já escrevi tantas vezes sobre tantas vitórias que Deus tem me dado. No entanto, meu foco não pode ser mudado. É que acabo de ter um motivo muito sublime: descobri que estou grávida novamente. Após quatro anos esperando em Deus para ter mais um filho, finalmente este dia chegou!!! E a felicidade não cabe em mim... Por isso, sinto-me tão à vontade para compartilhar com vocês mais esta vitória na minha vida pessoal. Viveremos juntas a emoção de estar grávida. Estes seis anos também marcam a consolidação do crescimento da Central de Ideias, pois lançamos a sexta edição do Manual da Mamãe Goiânia, a terceira em Brasília e a primeira em São Paulo. Certamente, estaremos analisando novas cidades para expandir. Continuamos com nossos eventos Expo Mamãe e Cia e Bazar Mamãe Chic, em Goiânia e Brasília. Tudo com a permissão de Deus, que não tem falhado em nenhum momento. Nossa capa também é mais que especial... A pequena Bárbara é minha sobrinha que mora na China. Bela, de olhos azuis, Bárbara é um presente de Deus para a nossa família. Alegre, cheia de vida e de sorrisos, ela expressa tudo que eu posso desejar a você, leitora! Espero que gostem deste material feito com tanto carinho por nossa competente equipe...que sua gravidez seja iluminada e que através dela você perceba o quanto Deus cuida de você também! Que a cada mês você descubra a linda emoção de ser mãe... e que o Manual da Mamãe facilite sua vida nesta fase tão especial! Por que a gestação requer cuidados especiais?...12 Surpresas da gravidez Quando procurar ajuda para engravidar?...18 Não é preciso retirar seu útero em caso de mioma.20 Alerta: hipertensão na gravidez...21 A ultrassonografia e o bem-estar do bebê Em que casos devo ficar atenta na gravidez? BodyTalk e uma gravidez mais tranquila...27 Estamos grávidos. E agora? Orientação fisioterapêutica no Pré e Pós-Natal...31 Fisioterapia e um parto tranquilo...32 Pré-Natal Psicológico...34 Ganhar peso na gravidez não significa engordar Qual a melhor dieta pós-parto?...38 Manipulando beleza e saúde para sua gestação Atividade física na gestação: por que fazer? Hidroterapia para gestante Prepare-se para o grande dia Dicas para papais de primeira viagem Periodontia e Ortodontia na gravidez: posso fazer?.52 Atendimento odontológico para gestantes...53 O desafio de preservar a vida a dois com obebê Flávia Teodoro Diretora da Central de Ideias - Soluções em Comunicação

8 Foto: Susana Falcão Dr. Francisco Lobo Ginecologista e Obstetra Por que a gestação requer cuidados especiais? Descobrir-se grávida significa o despertar de um mundo novo na vida da mulher. As modificações no organismo materno e as alterações emocionais influenciam, e muito, na evolução da gestação e no bom desenvolvimento do recém-nascido. A futura mamãe inicialmente tem o seu corpo modificado rapidamente por influência de altas concentrações de dois hormônios: progesterona que, por ter semelhança com a aldosterona, leva à retenção de grande quantidade de líquidos, sobrecarregando o aparelho circulatório e manifestando na futura mamãe sintomas semelhantes à famosa TPM (Tensão Pré-Menstrual), tão participante no dia a dia da mulher moderna, e à Gonadotrofina Coriônica em sua fração Beta Específica, hormônio produzido pela placenta que promove todos os sintomas próprios da gravidez, como a falta de menstruação e as famosas náuseas e vômitos. A curiosidade da futura mamãe nos inspirou a fazer um guia da gravidez no decorrer dos nove meses da gestação intraútero. Confira as informações do ginecologista e obstetra Dr. Francisco Lobo. PRIMEIRO MÊS A mudança de comportamento da mãe deve ser iniciada desde o momento dos sinais de presunção de gestação, que se caracterizam principalmente pela falta de menstruação que, em uma mulher sexualmente ativa, constitui o primeiro sinal de gestação. A importância do diagnóstico precoce da gravidez é de suma importância porque nesse período o embrião é suscetível à ação de agentes químicos, físicos e biológicos e é nessa fase do desenvolvimento do bebê que os cuidados com alimentos inadequados, bebidas alcoólicas e até a exposição excessiva ao sol pode trazer prejuízos irreparáveis ao bebê. Cansaço, sonolência, vontade de urinar com frequência, salivação excessiva, aumento de apetite, principalmente pelos alimentos doces, eventualmente náuseas e vômitos, são sintomas marcantes nesta fase da gravidez. É também comum instabilidade emocional, pois a futura mamãe fica mais frágil e sentimental. Nesta fase da gestação, a vida do bebê, que iniciou-se com o aparecimento do ovo, ao fim do primeiro mês é ima minúscula sementinha com aproximadamente 5mm de diâmetro. SEGUNDO MÊS Mudanças de hábito como ir várias vezes ao banheiro, sensação de cansaço, dores de cabeça, eventualmente tonturas e náuseas, fazem parte do dia a dia da futura mamãe. A progesterona secretada em grande quantidade faz o intestino ficar mais preguiçoso e o refluxo gástrico pode levar à azia. Este é o período em que o bebê é mais suscetível à ação do meio ambiente. A fragilidade e o medo ainda podem continuar. Aspectos do bebê: Agora começa a pulsar dentro do ventre da mamãe o coração de seu bebê. É o período da formação dos órgãos e sistemas. Ao fim do segundo mês já temos o sexo do bebê definido. TERCEIRO MÊS O terceiro mês começa com intensas transformações no organismo materno: o aumento dos seios associado ao colostro; a expressão; o surgimento do cloasma, que são manchas marrons na aréola, virilhas e face; e a tendência ao aumento de peso. Geralmente no fim do terceiro mês as náuseas desaparecem. Aspectos do bebê: o pólo cefálico fica desproporcional em relação ao resto do corpo, os órgãos já se formaram e os delineamento do rosto já estão modelados. É importante um exame de ultrassonografia para avaliar a Translucência Nucal, que é um improtante marcador de má-formação fetal. QUARTO MÊS O cansaço, a prisão de ventre e a azia ainda podem perturbar, o que é infinitamente compensado pela percepção dos movimentos do bebê, que exalta a vida dentro da barriga da futura mamãe. As queixa urinárias são amenizadas pela atitude abdominal que o útero assume, deixando de comprimir a bexiga. É o momento em que a ultrassom vai mostrar o sexo do bebê. Aspectos do bebê: A partir da 14 a semana, todos os órgãos estão com suas estruturas principais já formadas. Os cabelos começam a se formar e a definição da boca delineia melhor o rosto do bebê. QUINTO MÊS A umidade vaginal aumenta em virtude do tampão mucoso no colo do útero. Congestão nasal, aumento do inchaço nas pernas, aparecimento de celulite nas gordinhas e aumento dos batimentos cardíacos são queixas frequentes. A dificuldade para respirar já aparece. Aspecto do bebê: Neste mês o bebê cresce bastante e é o momento que sua aparência é melhor definida. O exame de ultrassonografia é importante porque avalia o estudo morfológico do feto. O bebê é promovido a feto e já possui mais de 500 gramas de peso. Saúde da Mamãe 14 15

9 SEXTO MÊS É o momento de maior conforto para a gestante, pois o organismo materno já sofreu todas as modificações para acomodar o bebê. O cuidado com o aumento de peso deve assumir importância para evitar o aparecimento da pré-eclampsia. A alimentação deve ser salutar e suficiente para atender somente às necessidades da mãe e do bebê. Aspectos do bebê: Neste mês, o bebê já desenvolvido, possui os seus órgãos ainda imaturos, mas em processo de franca evolução para a vida fora do útero. A placenta e o líquido amniótico é proporcional às necessidades do bebê e ele vive a situação mais confortável dentro do útero. Os sons familiares são confortantes e é o momento de conversar com o filho esperado. SÉTIMO MÊS O aumento do abdome começa a trazer algum desconforto para a futura mamãe. As pernas podem ficar inchadas. É normal que o inchado apareça no fim do dia. Os movimentos do bebê ficam mais vigorosos e as contrações uterinas já são facilmente percebidas. Aspecto do bebê: Se o parto começar antes não é bom, mas a maioria dos bebês nem precisarão de UTI se nascerem prematuros. Mas, nesta hora, já é bom procurar e conhecer uma maternidade segura e confortável. OITAVO MÊS É o momento em que a barriga mais cresce, o desconforto da pressão do útero nas costelas pode incomodar, o bebê já começa a apresentar dificuldade para movimentar-se e as contrações são frequentes, porém de curta duração. Aspectos do bebê: O bebê já está quase pronto para nascer. As pressões da parede do útero fazem com que o mesmo fique insinuado na pelves da mãe. NONO MÊS: É chegada a hora tão esperada. Tudo deve estar pronto, principalmente a orientação obstétrica sobre os cuidados no pré-parto e no momento do parto. Uma boa escolha do médico sempre se transforma em festa, pois a preocupação deve ser com os cuidados após o parto e aí as melhores orientações são passadas pelas mães e avós. Aspectos do bebê: O bebê está pronto e doido para conhecer sua família. Tudo deu certo e agora é só esperar o momento de explodir a felicidade da chegada do nascimento. Obs.: O pré-natal de alto risco, ao contrário, apresenta modificação da saúde da mãe e a gravidez passa a constituir risco materno ou fetal e é neste momento que a presença de um obstetra da confiança do casal mostra a sua competência para a boa resolução das complicações de uma gravidez de risco resultando no bem-estar da mãe e do seu bebê. Saúde da Mamãe 16 17

10 Foto: Espaço Fotográfico Dr. Júlio Pôrto Ginecologista e Obstetra Ninguém me contou isso antes : surpresas da gravidez Mamães de primeira viagem, preparem-se para encarar nove meses cheio de mudanças! E muita dessas coisas só são descobertas quando elas acontecem e nos deixam sem saber o que fazer. E para você não ser pega de surpresa, o Manual da Mamãe, com a ajuda do ginecologista e obstetra Dr. Júlio Pôrto, antecipa algumas dessas mudanças: Cloasma Como se não bastassem as manchas tão comuns (melasmas), pode surgir um primo chamado cloasma, uma mancha escura em forma de asa de borboleta que aparece na face da grávida. Use filtro solar e evite o sol, pois pode-se manchar a pele de forma indelével. O cloasma surge devido às mudanças hormonais. Prisão de Ventre A prisão de ventre é muito comum, principalmente no início da gestação. A progesterona relaxa a musculatura, inclusive a do intestino, fazendo com que ele fique mais preguiçoso. Hemorroidas Elas poderão aparecer, justamente por conta da congestão pélvica que acontece devido à nova circulação sanguínea. Como o volume de sangue aumenta, a área do útero fica extremamente congesta, o que irriga os vasos, inclusive os da região do ânus. E as hemorroidas nada mais são do que a dilatação de vasinhos dessa área. A maioria delas regride após o parto espontaneamente. Pesadelos Histórias nada otimistas que contam para as grávidas, aliadas às expectativas e ansiedade do momento, podem resultar em pesadelos frequentes. Jamais pense que o pior vai acontecer. Distração A capacidade de concentração e o rendimento intelectual diminuem, pois a velocidade da circulação do sangue fica reduzida também na área cerebral. Por isso, você pode ficar mais distraída. Além disso, as mudanças bruscas no corpo, nas relações sociais, de trabalho e pessoais geram uma carga emocional que podem te deixar um pouco mais devagar. Verrugas Como o sistema imunológico da gestante fica frágil, elas podem aparecer. A progesterona também contribui para exacerbar alguns sinais que você já tinha, mas não percebia. Lembre-se: os vírus causadores de verrugas são inofensivos durante a gestação. Sangramentos na boca Se o sangramento na gengiva acontecer, é porque alguns microvasinhos se romperam e isso é normal, principalmente ao escovar os dentes. O relaxamento muscular causado pela progesterona provoca o quadro. Por isso, é aconselhável que as gestantes, a partir do terceiro mês, visitem o dentista. Dor na barriga Não é contração nem cólica. O que acontece: o útero é preso nas laterais do abdômen por ligamentos e eles não param de esticar. Claro que o corpo vai se adaptando a esse estiramento, mas certos movimentos (ou quando o útero atingir um tamanho razoavelmente grande) podem causar essa dor momentânea. Preocupe-se com cólicas se vierem acompanhadas de sangramento vaginal. Água na boca O olfato e o paladar da grávida se intensificam devido à maior vascularização das papilas gustativas. E também há o aumento de salivação durante toda a gestação por causa das alterações sofridas pelo aparelho digestivo, mas isso é mais intenso no primeiro trimestre. Um tampão que sai O muco vaginal que existe no aparelho reprodutor feminino fica mais espesso e forma uma espécie de tampão para proteger o colo do útero de bactérias. Com as modificações que acontecem perto do parto, esses líquidos são eliminados como uma espécie de catarro cerca de 15 dias antes do nascimento. Paradinho Você que estava acostumada a sentir o pequeno mexendo bastante, notará uma diferença no final da gravidez. A partir da 38ª semana a movimentação diminui muito e 12 horas antes do parto, o bebê fica praticamente imóvel. O motivo é o espaço reduzido e a intenção de reservar energias para o nascimento. Leite antes da hora Há mães que produzem colostro, um líquido amarelo do seio, desde primeiro trimestre, mas é mais comum a partir do 7 o mês. Este é o primeiro alimento do bebê ao nascer. Em geral, ele sai diante de estímulos que a grávida faz nos seios. O leite propriamente dito só aparecerá em torno do terceiro dia após o parto. Calor A temperatura do seu corpo vai ficar mais alta do que o habitual no último trimestre e você vai sentir com frequência que ela aumenta. Isso acontece porque a quantidade de progesterona está alta. Saúde da Mamãe 18 19

11 Foto: Alyne Carneiro 20 Quando procurar ajuda para engravidar? De acordo com a Organização Mundial de Saúde, no Brasil, estima-se que aproximadamente 2 milhões de casais venham a apresentar algum tipo de dificuldade ao longo de suas vidas reprodutivas. A situação frusta e Dr. Vinícius de Oliveira Reprodução Assistida pode, inclusive, resultar em problemas na relação do casal. Por isso, se você e seu marido têm uma vida sexual regular, sem uso de métodos contraceptivos e vêm tentando engravidar há mais de um ano, ou há mais de seis meses na mulher acima dos 35 anos, devem procurar o especialista em reprodução humana para iniciar uma investigação. A informação é do ginecologista e obstetra Dr. Vinícius de Oliveira, Mestre em Tocoginecologia com ênfase em Reprodução Assistida e diretor da clínica Humana Medicina Reprodutiva. Com os avanços tecnológicos e as novas descobertas ao longo das últimas três décadas, a reprodução assistida tem contribuído muito com milhões de homens e mulheres na superação dos problemas de fertilidade e na realização do sonho de ter um bebê. Para que você entenda este processo, confira a entrevista completa com o especialista: De maneira sucinta, o que provoca a infertilidade feminina e masculina? Em aproximadamente 30% a 40% das vezes a dificuldade de engravidar está relacionada a distúrbios de origem exclusivamente feminina, tais como a disfunção ovulatória presente na síndrome dos ovários policísticos, fatores tuboperitoneais, endometriose e fator uterino. Os distúrbios de origem exclusivamente masculina estão presentes em cerca de 20% a 30% dos casos e uma combinação de ambos os parceiros em torno de 10% a 30% dos casos. Aproximadamente 10% dos casos não têm uma causa diagnóstica definida. De que forma a idade da mulher pode dificultar uma gestação? A maioria dos estudos evidencia um declínio da fertilidade em casais cujas mulheres atingem idade superior aos 35 anos. As possibilidades de uma gestação ficam cada vez mais remotas após os 40 anos, devido a maior incidência de ciclos anovulatórios, altas taxas de abortamentos, doenças clínicas na mulher e diminuição nas taxas de implantação. Quais são as etapas envolvidas no processo de investigação da infertilidade? A investigação permite encontrar causas da dificuldade de engravidar, garantindo a indicação do tratamento mais adequado, seja de baixa complexidade (coito programado e inseminação intrauterina - IUI) ou de alta complexidade (fertilização in vitro FIV ou a injeção intracitoplasmática de espermatozoides - ICSI). A primeira etapa requer um histórico clínico cuidadoso do casal, exame físico, realização de exames gerais e complementares, como investigação hormonal, ultrassonografia pélvica, teste da permeabilidade tubária (histerossalpingografia ou laparoscopia), avaliação da cavidade uterina (histeroscopia) e análise do sêmen. Como é o procedimento de fertilização? A fertilização in vitro, também conhecida como bebê de proveta é uma técnica com a qual se pode obter bons índices de gravidez, com segurança em todo o processo. Basicamente é realizada em quatro fases. A primeira envolve a estimulação ovariana com hormônio folículo estimulante (FSH), com o objetivo de estimular o crescimento do maior número de óvulos. Na segunda, utiliza-se o hormônio gonadotrofina coriônica humana (hcg) para estimular a maturação dos óvulos que são aspirados através de punção ovariana, sendo identificados e selecionados no laboratório na terceira fase, para se unirem com os espermatozoides para formação dos embriões. Formados os embriões, permanecem na incubadora, em condições ambientais similares à uterina, em geral por 48 a 72 horas, até serem transferidos para o útero materno, que a esta altura estará preparado para recebê-los na fase final. Todo o processo é realizado sem necessidade de internação, e após duas semanas realiza-se um teste de gravidez, com a finalidade de verificar o sucesso do tratamento. Como os avanços da reprodução assistida podem ampliar as chances de uma gravidez? Hoje é possível uma mulher ter filhos após os 45 anos de idade, utilizar óvulos de uma paciente mais jovem (doação de óvulos) ou o útero de uma receptora quando o seu apresenta anormalidades ou está ausente (útero de substituição), certificar-se da saúde do bebê que vai gerar (biópsia embrionária PGD), congelá-lo na fase embrionária para gerá-lo depois (congelamento de embriões), e ainda dar conta de tudo isso sozinha, apenas com um espermatozoide doado (sêmen de doador). Um dos desafios atuais dos cientistas é aperfeiçoar o congelamento de óvulos. A técnica aumenta as chances de sucesso da gravidez tardia, permitindo à mulher engravidar depois dos 40 anos, mas com o óvulo que tinha aos 20, muito mais saudável. Dr. Vinícius de Oliveira (CRM-GO 10820) Reprodução Assistida, Endoscopia Ginecológica e Ginecologia-Obstetrícia Mestrado pela USP Ribeirão Preto-SP Saúde da Mamãe 21

12 Foto: In Photo Você não precisa retirar seu útero em caso de mioma Sangramento, cólicas fortes e dificuldade para engravidar. Estes são os principais sinais do mioma, tumores benignos que se formam no útero. Estima-se que 50% das mulheres são portadoras de miomas, porém apenas Dr. Luiz Otavio Corrêa Radiologia Intervencionista 20% apresentam sintomas que necessitam tratamento. Este é feito, normalmente, através de hormonioterapia (que ao ser interrompida pode causar novo crescimento do mioma), histerectomia (retirada do útero) ou miomectomia (retirada do mioma). Para este grupo de pacientes, a embolização de miomas é uma alternativa e vem sendo realizada com altas taxas de sucesso no Brasil e em outros países. De acordo com o Dr. Luiz Otavio Corrêa 1, especialista em Radiologia Intervencionista pelo Dotter Interventional Institute, na Oregon Health & Science University, em Portland, Oregon nos Estados Unidos, mais de 90% das pacientes submetidas à embolização de miomas uterinos se encontram satisfeitas após o tratamento, relatando redução significativa ou desaparecimento dos sintomas. A embolização de miomas é um tratamento que deve ser realizado em parceria com seu ginecologista, responsável por indicar esta técnica. Porém, é importante que você tome conhecimento sobre o procedimento, orienta. Dr. Luiz Otavio explica que a técnica consiste, de uma maneira resumida, na colocação de um microcateter na artéria uterina, próximo ao mioma, para a liberação de micropartículas que ocluirão a artéria, sem prejuízo ao restante do útero. O médico explica que ela requer somente uma pequena incisão na pele, feita sob anestesia local, e internação hospitalar de um dia. Quando o procedimento termina, simplesmente se retira o cateter e se comprime o furinho na virilha com a mão. A paciente segue para seu quarto, onde continuará recebendo medicações para aliviar a dor. Conheça as principais vantagens da embolização de mioma: 1. É um procedimento minimamente invasivo, realizado com anestesia local; 2. Menor trauma ao organismo; 3. Não deixa cicatriz; 4. A recuperação é muito rápida; 5. Preserva-se o útero e, assim, há possibilidade de gravidez após o tratamento. 1: Dr. Luiz Otavio também é especialista em cirurgia geral e vascular pela Santa Casa de São Paulo e especialista em cirurgia endovascular pela Beneficiência Portuguesa de São Paulo. Foto: Krika Fotos Alerta: hipertensão na gravidez Sedentarismo, muito sal na dieta e maus hábitos são alguns dos fatores que podem agravar a Doença Hipertensiva Específica da Gravidez (DHEG). Essa doença, que afeta de 5% a 10% das grávidas, apresenta peri- Dra. Clarissa Japiassu Ginecologista e Obstetra go à saúde e à vida tanto das futuras mamães quanto dos bebês. A ginecologista Dra. Clarissa Marini Pinto Japiassu explica que a DHEG é o aumento da pressão arterial de maneira que ela atinja valores superiores a 140/90, a partir da 20 a semana de gestação. Segundo a ginecologista, outras formas de hipertensão arterial podem também estar presentes na gestação como a hipertensão crônica (que ocorre antes da 20 a semana) e a hipertensão transitória (ocorre na gestação ou nas primeiras 24 horas após o parto). Além disso, a DHEG compreende a pré-eclâmpsia (diagnosticada após 20 semanas de gestação) e a eclampsia (é a pré-eclâmpsia associada à convulsão e/ou coma, sem causa aparente). As complicações da hipertensão gestacional afetam os sistemas cardiovascular, renal, hematológico, neurológico, hepático e uteroplacentário. Isso pode causar descolamento da placenta, prematuridade, retardo do crescimento intrauterino, morte materno-fetal, oligúria, crise hipertensiva, edema pulmonar, edema cerebral, trombocitopenia, hemorragia, acidente vascular cerebral, cegueira, intolerância fetal ao trabalho de parto e a Síndrome HELLP (caracterizada por: (H) hemólise, (EL) enzimas hepáticas elevadas e (LP) baixa contagem de plaquetas), informa. O acompanhamento deve ser feito com exames específicos indicados pelo seu médico. De acordo com a Dra. Clarissa, a pré-eclâmpsia e a hipertensão arterial transitória da gestação são formas curáveis de hipertensão, pois o parto normalmente elimina as causas da doença. Na hipertensão arterial crônica, a doença é geralmente progressiva, com risco materno-fetal. Em todos os casos pode ser necessário o uso de anti-hipertensivos, cuja indicação é particularizada para cada paciente, informa. E acrescenta que a gravidez precisa ser programada e o pré-natal deve ser iniciado o mais rápido possível, permitindo ao médico detectar problemas antes que se agravem e fazendo com as mamães sigam corretamente as orientações do especialista. Saúde da Mamãe 22 Dr. Luiz Otavio Corrêa (CRM-GO 12048) Cirurgia Vascular e Endovascular e Radiologia Intervencionista (Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista) Dra. Clarissa Marini Pinto Japiassu (CRM-GO 11468) Ginecologista, Obstetra e Ultrassonografista 23

13 Foto: KA2 Photo e Vídeo A ultrassonografia e o bem-estar do bebê Tem-se a impressão que o exame de ultrassom serve apenas para ver e gravar em vídeo a gracinha do bebê ou saber o seu sexo. No entanto, o exame é fundamental para a saúde da gestante e o bem-estar do bebê. Segundo o médico Dr. Marcelo Toledo, especialista em ultrassonografia, este é o método de estudo mais fácil e acessível Dr. Marcelo Toledo Ultrassonografia para o acompanhamento e predição do bem-estar do bebê através de sua avaliação biométrica, morfológica, perfil biofísico fetal e estudo Doppler Obstétrico. Conheça, então, os tipos de ultrassonografia: Ultrassom Obstétrico: tem por objetivo principal avaliar o crescimento fetal (peso e estatura), o posicionamento fetal em associação com análise da frequência cardíaca fetal, quantidade do líquido amniótico, localização e grau placentário. Ultrassom Morfológico: tem por objetivo avaliar de forma sistemática e minuciosa os órgãos do feto. Utilizado também para avaliar comparativamente o crescimento fetal com exames anteriores. Deve ser feito entre semanas e entre semanas. Perfil Biofísico Fetal: tem como objetivo avaliar o bem-estar do feto no útero, através de cinco parâmetros, que são os movimentos respiratórios fetais, movimentos corporais, tônus fetal, reatividade cardíaca fetal e valor quantitativo do volume do líquido amniótico. Doppler Obstétrico: é sempre realizado com indicação médica em casos de comprometimento da vitalidade fetal e hipóxia fetal (sofrimento fetal). Ultrassom 3D / 4D: poderá ser realizado em qualquer fase da gestação, mas preferencialmente entre 26 e 29 semanas. Em geral, é realizado para avaliação de má-formações de superfície e avaliação do rosto fetal (Baby Face), mas outras estruturas poderão ser avaliadas de acordo com a posição fetal e o volume do líquido aminiótico. Plantão de Ultrassom: O Dr. Marcelo alerta às mamães para o fato de que quaisquer intercorrências prévias e estado de urgências e emergências obstétricas devem obrigatoriamente ser relatadas de forma imediata ao seu médico obstetra e ultrassonografista de confiança. Como exemplos dessas situações, o médico cita as má-formações físicas e mentais em familiares mais próximos, abortamentos de repetição, descolamentos de placenta, crises hipertensivas, dor abdominal intensa, sangramento, perda de líquido, etc. É pensando nisso que a Clínica Monalisa trabalha em regime de plantão para a ultrassonografia. Primamos pela segurança e bem-estar do bebê e da gestante. Saúde da Mamãe 24 Dr. Marcelo Toledo (CRM-GO 9283) Monalisa Clínica e Diagnóstico (62) / Plantão Ultrassonografia (62) /

14 Foto: Arquivo Pessoal Em que casos devo ficar atenta na gravidez? Gravidez não é doença, mas, assim que descoberta, pode assustar as mamães de primeira viagem. Muitas mulheres não têm ideia do que vai se passar Dr. José Bento de Souza com o seu corpo nesta fase tão especial. A gestação é um Ginecologista e Obstetra processo natural na vida da mulher em que o organismo todo se altera, preparando-se para abrigar o bebê. Algumas alterações fazem parte dessa mudança, outras devem provocar preocupação. Para ajudar as mamães a identificarem o que é ou não é normal neste período, convidamos o ginecologista e obstetra Dr. José Bento de Souza, um dos mais respeitados de São Paulo, para dar uma consulta às sempre alertas leitoras do Manual da Mamãe. Confira: O que mais assusta a gestante durante a gravidez? Baseado em minha experiência profissional, vejo que não tem coisa que assuste mais uma grávida do que o sangramento. No final da gravidez, o sangramento é muito comum, principalmente depois que o médico começa a fazer exames de toque para saber se a mulher tem dilatação. Então, o sangramento pequeno, discreto, que pode se confundir com corrimento escuro, é normal no final da gravidez. Mas, no início da gestação, ele não é bem-vindo. Caso isso aconteça, a gestante deve procurar seu médico imediatamente para receber orientações e saber o que está acontecendo. O senhor nota alguma outra coisa que assusta as gestantes? A perda de líquido também assusta muito. Às vezes, um corrimento um pouco mais intenso é confundido com perda de líquido e ruptura da bolsa. Mas a grávida precisa saber que esses corrimentos durante a gravidez são muito comuns e eles aumentam mesmo durante a gestação. E quando se pode notar preocupação sobre essa questão do corrimento? A grávida deve se preocupar quando este corrimento for muito abundante e tiver odor de cândida. Aí pode ser que não seja só um corrimento e, de fato, que a bolsa tenha se rompido. Se esse corrimento for amarelado, acompanhado de coceira, de ardor e de odor, pode indicar infecção. A infecção urinária é um problema comum na gravidez? É a alteração clínica mais comum na gravidez. Durante a gestação, os mecanismos de defesa locais para evitar uma infecção urinária estão diminuídos por vários motivos e isso facilita a entrada de bactérias. Se for o caso, o médico passará um tratamento à base de antibióticos, que são muito seguros. O inchaço pode ser indício de pressão alta? A maioria dos inchaços na gravidez, principalmente no final da gestação, são completamente benignos e não são, necessariamente, sinal de pressão alta. Mas, às vezes, esse inchaço vem acompanhado de pressão alta e dor de cabeça. Isso se chama toxemia gravídica. É quando o médico vai intervir e passar o tratamento correto à paciente. Quando é normal que ocorra o primeiro movimento do bebê? Na primeira gestação, normalmente acontece entre a 18ª e a 22ª semana de gravidez. Da segunda gestação em diante, quando a mulher está mais sensível e já sabe como são os movimentos do bebê, isso ocorre mais cedo, aproximadamente na 16ª semana. Qual deve ser a frequência desses movimentos? Isso depende muito de cada bebê, de cada mãe. Esses movimentos são muito subjetivos. Não existe um padrão de normalidade e isso cria muita ansiedade. Mas o importante é a mãe ficar tranquila, fazer seu pré-natal e saber que se tudo estiver correndo bem, se ela estiver saudável, o bebê também vai estar. O ganho excessivo de peso na gestação é um sinal de alerta? Sim. É péssimo. O ganho excessivo de peso acaba chamando a hipertensão arterial, o diabetes gestacional e outros problemas. Não há benefício nenhum nesse aumento de peso durante a gestação. Contrações podem ocorrer durante a gestação? São contrações chamadas de Braxton Hicks. Não é sinal de problema, não é sinal de parto prematuro. É fisiológico. São Saúde da Mamãe 26 27

15 28 contrações esporádicas e isso é perfeitamente normal. Diante dessas queixas das gestantes, como o médico pode estar tranquilizando-as? O médico pode orientá-la antes mesmo que aconteça qualquer tipo de problema, durante o pré-natal, mostrando as alterações que sofre o organismo materno durante a gestação, com que tipo de alterações ela deve se preocupar, entre outras coisas. Nesse sentido, qual a importância do bom relacionamento entre médico e paciente? O pré-natal não são só aquelas consultas mensais que ocorrem durante os nove meses de gestação. O pré-natal se dá durante todos os noves meses, a qualquer dia, qualquer hora. Às vezes, a paciente tem uma dúvida e não está na hora da consulta. E o bom relacionamento com o médico obstetra vai dar a liberdade que a gestante quer para tirar essa dúvida, essa preocupação a qualquer momento. Como a gestante, principalmente a de primeira viagem, identifica que está entrando em trabalho de parto? Quando ela começar a sentir contrações de uma maneira mais frequente, ritmada e forte. Essa contração vem acompanhada de uma dor lombar que caminha em direção ao períneo e que dura aproximadamente 50 segundos, depois ela passa por até 5minutos, voltando novamente as dores e contrações. A mulher sabe exatamente o que é isso. É uma sensação única. Em que casos é indicado o parto normal e a cesariana? Sempre é indicado o parto normal. São raros os casos em que se indica cesariana, como, por exemplo, em casos que existem uma obstrução à passagem do bebê, se a criança é muito grande em relação à bacia da mãe ou ainda no caso de alguma patologia, entre outras situações. Ainda há mulheres com medo do parto normal, não é mesmo? É verdade. Elas têm medo da dor. Mas hoje há anestesia para este momento, com a qual a gestante não vai sentir dor nenhuma e vai ter um parto absolutamente saudável, melhor para ela e para seu filho, com um pós-parto muito mais tranquilo. O parto normal não é normal à toa, é fisiológico. Dr. José Bento de Souza (CRM-SP 43469) Ginecologista e Obstetra Foto:Arquivo Pessoal Myrella Brasil Terapeuta e Bióloga Molecular BodyTalk e uma gravidez mais tranquila A mulher que se descobre grávida deseja que tudo transcorra bem durante este período. Para isso, um corpo em equilíbrio é fundamental. O estresse cotidiano pode comprometer sua saúde física, emocional e/ou mental. Nesse sentido, a simplicidade, segurança e eficiência do Sistema BodyTalk pode lhe ajudar. É o que garante a terapeuta certificada BodyTalk Myrella Brasil 1. Segundo ela, este sistema é praticado em mais de 40 países e chegou ao Brasil há pouco mais de 5 anos e é amplamente praticado no Rio e em Brasília por muitos profissionais da área de saúde. Este tratamento baseia-se no conceito de que o corpo se comunica. Tal comunicação acontece por meio da técnica de Biofeedback Neuromuscular, na qual o terapeuta promove leves toques no pulso do paciente, o que indicará quais são as prioridades a serem trabalhadas no momento, explica a especialista. Após a identificação das prioridades, o terapeuta estabelece contato com as áreas comprometidas, tanto da mamãe quanto do bebê, dando comandos ao corpo para que as repare. Assim, esse processo garante o funcionamento pleno de todos os sistemas do organismo, o que acelera o processo de harmonização e previne possíveis desequilíbrios nas áreas tratadas, pois o terapeuta relembra ao corpo como se reequilibrar, orienta. Para Myrella, as maiores vantagens do BodyTalk consistem em sua assertividade, o paciente se beneficia de um fortalecimento efetivo em sua saúde, ao invés de apenas alívios momentâneos, além da rapidez dos resultados e da ausência de contraindicações, por não ser um método invasivo. Sendo assim, é seguro e indicado para as gestantes e também para os bebês durante e após a gestação, para tratar e também prevenir possíveis problemas, por exemplo digestivos, circulatórios, emocionais, entre outros, nas mamães, bem como refluxo, intolerâncias, alergias, entre outros, nos bebês. Garantindo uma gestação bem mais saudável! Qualquer dúvida sobre a técnica, nos procure para mais esclarecimentos. 1: Myrella também é Terapeuta de Psych-K, Professora, Palestrante, Mestre em Biologia Molecular e Membro da IBA (International BodyTalk Association - e Coordenadora dos cursos de BodyTalk em Goiás. Myrella Brasil Terapeuta Certificada BodyTalk - CBP Clínica Eqpsi Rua C-247, esq. C-234, Qd.575 Lt.01, St. Nova Suíça (62) myrellabrasil.bodytalkbr.com Saúde da Mamãe 29

16 Foto: KA 2 Photo e Vídeo Estamos grávidos. E agora? O positivo do teste de gravidez traz consigo um enorme ponto de interrogação. São muitas as dúvidas e as inseguranças do casal grávido. Mamães e papais querem o melhor para o bebê e esperam uma Dra. Suelena Verano Enf. obstetra, especialista gestação tranquila. Desenvolvimento da gravidez, parto, em amamentação banho do recém-nascido, amamentação... Que bom seria esclarecer tudo isso em um só lugar, com alguém de confiança. Para auxiliar os futuros pais nesta fase especial, a Dra. Suelena Verano, enfermeira obstetra, especialista em amamentação, realiza este trabalho de consultoria com gestantes, batizado carinhosamente por uma de suas clientes como Escola de Cegonhas. A jornalista Flávia Teodoro, mãe de Ana Gabriela, ficou encantada com o trabalho da Dra. Suelena e o recomenda a todas as futuras mamães. No curso obtive muitos conhecimentos que anteciparam situações que fazem parte da vida de uma mãe. Quando me deparava com algum problema, logo me recordava das estratégias que a Dra. Suelena nos passa durante as consultas. Além disso, a partir da primeira consulta, a Dra. Suelena está disponível 24 horas ao dia pelo celular pronta a nos atender qualquer dúvida. Isso me deixou mais segura. Agora, conheça como funciona a Escola de Cegonhas, que tanto ajudou a mamãe Flávia e pode enriquecer ainda mais a sua experiência como mãe: Primeiro encontro: Deve ser realizado, preferencialmente, logo no início da gestação. Isso para que o casal entenda como funciona o processo da gravidez e quais atitudes devem ser tomadas para que tudo ocorra sem dissabores. São apresentadas as modificações fisiológicas da gravidez, examinadas as mamas, e discutidas as condutas a serem seguidas para uma gestação, parto e puerpério tranquilos e saudáveis. Portanto, são dadas orientações sobre instabilidade emocional, aumento de peso, obstipação intestinal, dores nas costas, azias, insônia, irritabilidade, mudanças na libido, etc. É o primeiro momento para tirar dúvidas. A Dra. Suelena também lhe dará orientações sobre a compra do enxoval. Segundo encontro: deve acontecer por volta do sétimo mês (oito semanas antes da data provável do parto). Nesta consulta, são trabalhados os temas parto e amamentação utilizando modelos específicos, filmes, figuras e bonecos. Sobre trabalho de parto e parto são discutidas mudanças esperadas para o final da gestação, os sinais de parto, tipos de parto, analgesia e anestesia, o que levar para a maternidade, pós-parto imediato e tardio e a volta para casa. Terceiro encontro: Deve acontecer por volta do oitavo mês de gestação. Nesta consulta, ocorre o treinamento dos futuros pais e avós para o banho do bebê; higiene ín- tima; troca de fraldas; curativo umbilical; uso de cotonetes e cortadores de unha. Eles aprenderão, ainda, como administrar medicamentos prescritos pelo pediatra; transporte do bebê; como evitar acidentes domésticos; como proceder na febre, cólica, refluxo e engasgos; como colocar e tirar as roupinhas e posição para arrotar e dormir, além de revisar amamentação. Curso para babás: Devido à grande procura das mães por treinamento para profissional que cuidará do seu bebê, instituímos um curso prático (individual) para treinamento de babás, com duração de três horas. Durante este período, esta profissional do cuidado com bebê recebe as mesmas instruções dadas aos pais anteriormente e ainda é orientada sobre higiene pessoal, comportamento, relação com a família contratante e com outros funcionários, cuidados com utensílios do bebê, organização e estabelecimento de rotinas, uso do uniforme, etiqueta no trabalho, prevenção de acidentes e outros assuntos a critério da família contratante. Amamentação bem-sucedida O leite materno é, sem dúvida, o alimento mais completo para o recém-nascido. Entre inúmeros benefícios, o simples ato de amamentar é capaz de prevenir a síndrome do respirador bucal, infecções gastrointestinais e respiratórias, desenvolver o rosto e preparar o bebê para a fala, fortalecer o vínculo mãe e filho e, ainda, desenvolver a afetividade. No entanto, devido à falta de informações e mitos como leite fraco, pouco leite, leite está secando, muitas mulheres acabam desmamando precocemente. Para que isso não aconteça, a Dra. Suelena Verano dá dicas de como fazer com que este momento seja prazeroso para a mãe e o bebê: Descida do leite e duração da mamada: a partir do sétimo mês, o colostro (1º leite) está pronto na mama. Após o parto, quanto mais cedo o bebê mamar, mais rapidamente Saúde da Mamãe 30 31

17 ocorre a apojadura (descida do leite). É interessante amamentar o bebê durante o dia com pouca ou nenhuma roupa, para que ele fique mais alerta. O bebê deve esvaziar uma mama, mamando acordado até saciar-se e soltar a mama. Só depois, se notar interesse do bebê, ofereça a outra mama. Observe se a criança está mamando a contento (não dormindo na mama), o que a impede de se sentir satisfeita com a última mama oferecida. A próxima mamada deve ser iniciada pela última mama oferecida, caso o bebê tenha mamado nas duas ou pela mama que ele não mamou na última mamada. Os intervalos entre as mamadas são ditados pelo próprio bebê (livre demanda), porém é interessante evitar intervalos maiores de 3 horas nas mamadas diurnas. Saiba que a duração da mamada é individual e está relacionada com a força da sucção, sono no peito, etc. Posição e pega na amamentação: para uma boa pega na mama é necessário que o bebê esteja confortável no colo. Para oferecer este conforto, a mãe precisa se sentir bem: o uso de almofadas / travesseiros nas costas e colo facilitam o posicionamento da boca do bebê à altura do mamilo. A cabeça, costas e quadris devem estar protegidas no colo da mãe, observando o alinhamento do rosto e da barriguinha do bebê voltados para o corpo dela. A mãe deve colocar o máximo possível da aréola dentro da boca do nenê. Os dois lábios devem estar voltados para fora e o queixo encostado na mama. Fissuras (rachaduras no mamilo): as fissuras são causadas pela má-pega ao seio, muitas vezes consequência de colo desconfortável. Além de corrigir o colo materno e a pega do bebê ao seio, é interessante espremer uma gotinha de leite ao final da mamada e passar na região afetada. Usar soutien de amamentar, com a janela aberta para aerar os mamilos e aréolas, inibindo a proliferação de microrganismos. Evitar encostar a ferida em tecidos para não grudar. Tomar banho de sol (antes das 10h e depois das 16h) ou luz nas mamas. Ingurgitamento (mama empedrada): Manter as mamas vazias, ordenhando-as manualmente, posicionando a porção final da aréola entre os dedos polegar e médio, que pressionados um contra o outro farão a extração do leite. Evitar uso de compressas quentes, sob risco de sérias queimaduras. Armazene ou doe o excesso de leite ordenhado para bancos de leite humano. Para doar leite materno: Hospital Materno Infantil (62) / Maternidade Nascer Cidadão (62) Foto: Fotomagia Books e Eventos Orientação fisioterapêutica no Pré e Pós-Natal A gestação antigamente era tratada diferente dos dias atuais. As gestantes eram incentivadas a ficar de repouso durante longo tempo. Hoje, elas são Dra. Gabriela Nader preparadas para atravessar esse momento de forma consciente. E uma das maneiras de promover e manter uma Fisioterapeuta ótima saúde física e emocional do começo da gestação até depois do nascimento do bebê é a orientação fisioterapêutica para as futuras mamães. A fisioterapeuta Dra. Gabriela Nader explica que não só no pós-parto como também no pré-natal, a fisioterapia alivia incômodos, condiciona a musculatura, favorece o equilíbrio corporal e auxilia na respiração, aumentando, assim, o bem-estar da futura mamãe. A gestante pode procurar orientação fisioterapêutica desde o primeiro trimestre da gestação em uma clínica ou consultório que possua um profissional habilitado. É importante que o tratamento seja realizado com a autorização e liberação do médico que a acompanha. Segundo a Dra. Gabriela, a fisioterapia pré-natal ajuda e prepara a gestante a lidar com os desconfortos causados pela gestação, como dores musculares, articulares e nos ligamentos; edema / inchaço; dificuldade respiratória; cansaço; incontinência urinária; entre outros. Já a fisioterapia pós-parto acelera o processo cicatricial (no caso de cesárea) e a redução da flacidez abdominal, reabilita o condicionamento físico da mamãe, elimina desconfortos, melhora a postura e orienta nos cuidados com o bebê). Para cada paciente existem exercícios e procedimentos específicos, mas, essencialmente, consistem em RPG, pilates, massagens que atuam na dissolução da aderência cictricial (com a técnica miofibrólise percutânea) e também drenagem linfática, auxiliando até a dissolver o leite se tiver empedrado. Não só para as mamães, os benefícios também são muitos para os bebês. A orientação fisioterápica promove um crescimento saudável; constrói uma base sólida para o desenvolvimento de uma excelente biomecânica e controle postural da criança; auxilia no desenvolvimento motor. A orientação é realizada através da estimulação psicomotora, com shantala, orientação de como preparar um ambiente para o bebê e como lidar com cada fase. Saúde da Mamãe 32 Dra. Suelena Verano (Coren-GO 72898) Consultoria para gestação, amamentação e cuidados com o bebê Fillium Centro Médico Alameda Ricardo Paranhos, n.361, Setor Marista (62) / / Dra. Gabriela Nader Cabral de Freitas (Crefito F) Fisioterapeuta Clínica São Bento Rua Pleiades, n. 420, São Bento, Belo Horizonte (MG) (31) / (31) / ID 83*

18 Foto: Alyne Carneiro 34 Dra. Fernanda Pinheiro Fisioterapeuta Fisioterapia e um parto tranquilo Considerando as variações, um parto normal dura aproximadamente 12 horas para mulheres parindo pela primeira vez e 8 horas para as que já pariram anteriormente. Insegurança, medo, tensão e dor marcam este período de tempo que antecede o momento de alegria com a chegada do bebê. Entretanto, com o acompanhamento fisioterapêutico há diminuição da dor e da duração do parto. Neste momento, um fisioterapeuta devidamente especializado traz alternativas mais fisiológicas, confortáveis e seguras, tornando o trabalho de parto um processo em que a mulher, ao trazer uma nova vida ao mundo, sinta-se cuidada e respeitada, orienta a fisioterapeuta, especialista em Saúde da Mulher, Dra. Fernanda Pinheiro. Confira mais informações com a profissional: Quando deve ser iniciado o trabalho fisioterapêutico no parto? O medo, nas primeiras contrações, gera forte tensão emocional na parturiente, formando-se a tríade: medo-tensão-dor. Isso quer dizer que o medo gera uma tensão, e quanto mais tensão, maior a dor que esta mulher vai sentir. E é aí, neste primeiro estágio (fase de dilatação), que entra o trabalho do fisioterapeuta. O acompanhamento fisioterapêutico é iniciado após os procedimentos básicos de admissão obstétrica. As parturientes são acompanhadas durante todo o trabalho de parto até a dilatação total. Como deve ser realizada a fisioterapia neste sentido? Estudos relatam a importância da orientação da mobilidade corporal, priorizando as posturas verticais (de pé, andando, sentada, de cócoras, de joelhos), relaxamento muscular e do períneo, exercícios respiratórios, massagem lombossacral, uso de estimulação nervosa elétrica transcutânea, movimento articular geral e mobilidade pélvica. Períodos de andar, de sentar em cadeiras ou na bola, de repouso, um ambiente agradável com banhos mornos ou de chuveiro podem ser inestimáveis. As mudanças de posição são importantes no progresso do trabalho de parto por resultarem em contrações mais fortes e mais eficientes e no uso mais eficaz da gravidade. O acompanhamento pode começar já no início do pré-natal? Sim, claro. Durante todo esse período, nós já vamos orientando a mulher para o trabalho de parto. É fundamental ressaltar a importância de um acompanhamento fisioterapêutico da gestante, preparando o corpo e educando-o para o parto. Assim, o trabalho de parto evoluirá mais rapidamente e com alívio da dor. Que tipo de exercício é feito durante esse acompanhamento pré-natal? Em geral, trabalhamos exercícios de alongamento e fortalecimento. Devido às alterações posturais ocasionadas pela gestação, algumas musculaturas devem ser alongadas (região lombar da coluna, parte posterior das pernas, peitorais) ao passo que outras devem ser fortalecidas (abdômen, glúteos, quadríceps, região torácica da coluna), a fim de que estas mulheres sintam menos desconforto. Alguns destes exercícios de fortalecimento incluem: abdominal, ponte, agachamento e remo (todos adaptados para a gestante). Orientações também são fornecidas sobre a melhor posição para dormir, ter relações sexuais, dirigir e trabalhar. A drenagem linfática manual também é realizada durante todo o período prénatal para prevenir o inchaço e no pós-parto para diminuir este. Como é sua relação com as parturientes? A relação é muito boa, visto que acompanho estas mulheres durante todo o período prénatal, e com isso cria-se também uma confiança de modo que elas pedem para que eu esteja lá com elas no dia do parto, mesmo que seja uma cesariana. O acompanhamento se estende também no pós-parto imediato e tardio. Então, passo bastante tempo com elas e suas famílias também. Após o parto com acompanhamento fisioterapêutico, qual é a reação das parturientes? A reação é ótima, o trabalho de parto é mais rápido e tranquilo. Já ouvi: Se você não estivesse aqui eu não teria conseguido. É muito gratificante para um profissional ter esse reconhecimento. Passar pelo primeiro estágio do parto não é nada fácil se você não tiver nenhuma informação a respeito. Estando lá, oriento como deve ser a respiração, alívio dos desconfortos e alguns exercícios próprios para aumentar a dilatação e progredir o parto. Quais os benefícios do acompanhamento fisioterapêutico no parto? Os benefícios são inúmeros. Só de ter alguém ao lado para orientar, esclarecer e tranquilizar, já é um bom começo. E se, além disso, os benefícios se estenderem a um trabalho de parto mais rápido, melhor ainda. Mas deve-se lembrar da importância de toda a equipe multidisciplinar que compõe este cenário. Os médicos, a enfermagem e os familiares têm um papel muito importante também. Dra. Fernanda Pinheiro (CREFITO 11: F) Fisioterapeuta especializada em Saúde da Mulher e Dermatofuncional Neurocentro Rua 87, n. 341, Setor Sul (62) / / Saúde da Mamãe 35

19 Foto: Núbia Camargo 36 Pré-Natal Psicológico: tranquilidade desde o ventre A o esperar um filho, é comum aparecer em papais e mamães as inseguranças, dúvidas, receios, angústias, ansiedades, além do medo do desconhecido. Dra. Suely Pereira de Faria Tudo isso propicia alterações emocionais e comportamentais ao casal, principalmente à mulher. Para que esse perí- Psicanalista odo de gestação seja tranquilo e consciente, é fundamental que o casal faça um pré-natal psicológico. A psicanalista Dra. Suely Pereira de Faria explica que o acompanhamento psicológico é tão importante quanto o ginecológico, pois prepara os pais e o ambiente familiar para a chegada do bebê. Confira mais informações com a psicanalista: Muitas gestantes desconhecem que existe o pré-natal psicológico. Qual a importância deste acompanhamento para elas? Tão importante quanto o pré-natal com o ginecologista é o acompanhamento psicológico durante a gravidez. O ciclo que se inicia na gravidez e se estende ao puerpério insere a mulher e as pessoas significativas de sua convivência em expectativas, sonhos e a experiência ímpar de renovação da vida. O pré-natal psicológico objetiva identificar e intervir psicoterapeuticamente o mais cedo possível sobre as alterações emocionais e comportamentais inerentes a este ciclo. Em qual período da gestação o pré-natal psicológico deve ser iniciado? Quanto mais cedo melhor! Em tempos de muita competitividade profissional e descobertas tecnológicas, a gravidez é um tema que nos convida ao contato com nossos ideais de vida. O acolhimento de ideias referentes à gravidez alimenta várias questões sobre a capacidade e a potência do casal, e estas surgem bem antes da confirmação da gravidez. Uma confirmação que precipita sentimentos ambivalentes dirigidos ao novo ser, total desconhecido, mas também esperado. Ou, como acontece com inúmeras mulheres, descobrirem-se grávidas de um bebê não esperado. Há muita procura das gestantes pelo pré-natal psicológico? Cada dia mais as pessoas se mostram interessadas em orientações e esclarecimentos sobre o aspecto psicológico da grávida, mesmo porque hoje, com os estudos sobre a fertilidade humana e o uso de técnicas que possibilitam a realização do sonho da gravidez para muitos casais, são introduzidas situações e experiências bastante particulares no acompanhamento psicológico. Para além dos mitos sobre a maternidade, os casais têm se ocupado mais de si mesmos, gerando uma procura do cuidado de si para se tornarem bons cuidadores de seus bebês. Ansiedade, dúvida e medo são frequentes nas gestantes. O pré-natal psicológico pode ajudar diretamente nessas questões? Sim. As alterações hormonais durante a gravidez contribuem para as alterações emocionais, de humor e do comportamento da grávida. Quem nunca ouviu falar sobre os desejos das grávidas? Às vezes estranhos e incompreendidos pelo outro! No ciclo gravídico-puerperal, contrariamente ao que se acredita, a mulher enfrenta resistências em entrar em seu recesso íntimo. Isso tem uma lógica, pois seu espaço vital está abrigando alguém além dela mesma, e não é à toa que sente angústia. A atenção, o toque, a escuta são essenciais para que a grávida sinta seu corpo e sua psique e lide satisfatoriamente com suas fantasias. O pai também pode participar do pré-natal psicológico? Sim. Os pais são muito esperados! É importantíssimo que eles saibam lidar com choro, fraldas e tudo o que acompanha a chegada de um bebê. Enquanto o futuro não vem, o casal grávido necessita manter o diálogo para que o desejo de um não se sobreponha ao do outro em detalhes como a preferência pelo sexo, escolha do nome e alguns outros que envolvem a família de ambos. É muito importante para a mulher comunicar suas novidades físicas e psíquicas sobre o desenvolvimento da gravidez, e um companheiro atencioso não subestimará as suas inquietações sobre a aparência, seu estado de espírito, seu trabalho e tantas inquietações cotidianas. A depressão pós-parto pode ser evitada com o pré-natal psicológico? Sem dúvida. O acompanhamento psicológico no ciclo gravídico-puerperal permite identificar mais precocemente sinais de fragilidade e de sofrimento psíquico, não somente da mulher grávida, pois cada vez mais comum os homens se apresentam impotentes, improdutivos por não conseguirem elaborar emocionalmente o nascimento de um filho. Dra. Suely Pereira de Faria (CRP 09/1223) Psicanalista, especialista em psicologia clínica e técnicas projetivas de Avaliação de Personalidade e Mestre em Ciências da Religião (62) Saúde da Mamãe 37

20 V iver uma gravidez com curvas harmoniosas transcende os cuidados com a beleza. Existe uma forte relação entre o peso da mãe e a saúde do bebê no momento do nascimento. Mas a preocupação com os ponteiros da balança deve começar antes mesmo da concepção. A saúde do bebê depende, em grande parte, do peso pré-gestacional e, depois, do ganho de peso durante este período. O ideal é que toda a mulher que esteja planejando engravidar faça uma avaliação nutricional para poder planejar, cuidadosa e individualmente, o seu ganho de peso. As mulheres que iniciam a gestação com baixo peso têm mais probabilidade de apresentar complicações no parto, dar à luz bebês prematuros ou com baixo peso. Da mesma maneira, futuras mamães com sobrepeso ou obesidade também correm maior risco de ter complicações na gravidez e no parto, comprometendo a saúde de seu bebê e de retornar ao peso normal após o parto. Escolha o caminho do meio, planeje uma alimentação rica em nutrientes, controlada em calorias, e relaxe: mulheres saudáveis têm muito mais chances de ter filhos saudáveis. Para você ter uma ideia da importância de uma alimentação balanceada e dos estragos que uma dieta maluca pode provocar, o estado nutricional da mãe, antes da gestação, determinará a qualidade da placenta - responsável pelo transporte do oxigênio e de todos os nutrientes de que o feto necessita. E, para que ele se desenvolva e cresça adequadamente, a placenta também deve ser saudável. Se as reservas nutricionais da mãe estiverem inadequadas durante a fase de desenvolvimento placentário, isto é, durante os primeiros meses, não importa o quanto ela coma depois: o feto não conseguirá receber todos os nutrientes que precisa. Muitas mulheres se preocupam exageradamente com o fato de engordar neste período. Mas um adequado ganho de peso durante a gestação é fundamental e necessário para a saúde do bebê e da mãe. A natureza é sábia. Cada quilo de peso ganho já tem o seu destino certo. Inclusive a gordura acumulada tem uma função: ela servirá de fonte de energia para produzir leite durante a fase de amamentação. Se você ganhar peso através de uma alimentação saudável e rica em vitaminas e minerais, você estará formando reservas importantes e nutrindo seu filho, não apenas engordando. Equilíbrio Ganhar peso na gravidez não significa engordar O ganho de peso da gestante depende de fatores individuais como o peso pré-gestacional, idade, atividade física e se a gravidez é de um único feto ou não. Um ganho de peso insuficiente é tão prejudicial quanto um ganho excessivo. Portanto, qual a recomendação? Se você inicia a gestação com o peso e reservas nutricionais adequadas, deve ganhar de 11 a 14 kg. Durante o primeiro trimestre, o aumento de peso é menor: o feto ainda é muito pequeno e o ganho corresponde mais ao crescimento do útero e ao aumento do volume sanguíneo. Até o final do primeiro trimestre, você deve ganhar de 0,9 a 1,8 kg. A partir daí, são previstos 450 g por semana, o equivalente a 1,8 kg por mês. Numa gravidez planejada, o baixo peso deve ser corrigido antes da concepção. Assim você pode repor o que é necessário e formar as reservas que serão utilizadas durante todo o período de gestação e lactação. Se não houver tempo de engordar, durante a gravidez será preciso aumentar a faixa de ganho para 13 até 18 kg. A compensação do peso também vale para quem estiver com quilos a mais. Nesse caso, é aconselhável perder o excesso antes da gestação. Tudo depende da qualidade da sua dieta. Se você iniciar a gestação com excesso de peso, deverá diminuir a faixa de ganho para 7 até 11 kg, no máximo. Acompanhamento Mesmo que você esteja com vários quilos a mais do que era previsto nessa fase da gravidez, risque qualquer ideia que se refira a dieta. Nas últimas semanas, então, nem pense em tentar emagrecer. A restrição calórica pode ser extremamente prejudicial tanto para o feto que está se desenvolvendo como para a mãe. Procure orientação profissional do seu obstetra ou de um nutricionista. Ele fará um planejamento individual para que a velocidade de ganho de peso seja um pouco menor. Por outro lado, ganhar menos de 1 kg por mês, durante os últimos dois trimestres, pode levar ao nascimento de uma criança com baixo peso. Além disso, dietas muito restritas geralmente são pobres em nutrientes, justamente o que ambos mais necessitam neste momento. A restrição calórica também pode levar à formação de corpos cetônicos, substâncias que são prejudiciais para o desenvolvimento neurológico do feto. Adolescentes grávidas, mulheres que praticam muita atividade física, gestantes com gravidez múltipla devem, também, compensar uma possível carência nutricional ganhando mais peso. Sempre, é claro, com qualidade. Independentemente do caso, o acompanhamento deve prosseguir durante toda a gravidez para que padrões anormais de ganho de peso, assim como outras complicações e dúvidas, possam ser identificados e tratados. Saúde da Mamãe 38 39

Saúde da Mamãe. Saúde do Bebê. Beleza da Mamãe

Saúde da Mamãe. Saúde do Bebê. Beleza da Mamãe 2 3 4 Saúde da Mamãe Perguntas e respostas sobre o mês a mês da gravidez...10 O que posso ou não fazer durante a gravidez?...11 As dores mais comuns na gravidez...12 Guia de exames na gravidez...14 O que

Leia mais

CARTILHA DA GRÁVIDA 1

CARTILHA DA GRÁVIDA 1 CARTILHA DA GRÁVIDA 1 2 SUMÁRIO SOBRE A FEBRASGO 4 PRIMEIROS SINTOMAS 5 ETAPAS DA GESTAÇÃO 6 IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL 8 OBJETIVOS DO PRÉ-NATAL JUNTO À MÃE 9 OBJETIVOS DO PRÉ-NATAL JUNTO AO BEBÊ 10 OBJETIVOS

Leia mais

Tratamentos convencionais

Tratamentos convencionais CAPÍTULO 17 Tratamentos convencionais A indicação terapêutica baseia-se na história clínica do casal, juntamente com a avaliação da pesquisa básica laboratorial. Levase também em consideração a ansiedade

Leia mais

Será que estou grávida?

Será que estou grávida? A UU L AL A Será que estou grávida? - Alzira tá diferente... Tá com a cara redonda, inchada. Está com cara de grávida! - Não sei o que eu tenho. Toda manhã acordo enjoada e vomitando. - A Neide engordou

Leia mais

FAZER EXERCÍCIOS NA GRAVIDEZ PREJUDICA O BEBÊ? QUAIS TIPOS DE EXERCÍCIO SÃO INDICADOS?

FAZER EXERCÍCIOS NA GRAVIDEZ PREJUDICA O BEBÊ? QUAIS TIPOS DE EXERCÍCIO SÃO INDICADOS? A gestação é um período em que a mulher passa por diversas emoções e é natural surgirem dúvidas principalmente quando se trata do primeiro filho. Segundo o Ginecologista e Obstetra do Hospital e Maternidade

Leia mais

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Ano V Edição nº 45 Dezembro de 2015 AVANÇOS Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Estudo de brasileira já apresenta bons resultados para tratar lábio

Leia mais

Desenvolvimento fetal e exames ultrassonográficosde relevância no pré-natal

Desenvolvimento fetal e exames ultrassonográficosde relevância no pré-natal Desenvolvimento fetal e exames ultrassonográficosde relevância no pré-natal Dra. Tatiane Bilhalva Fogaça Médica Obstetra especialista em Medicina Fetal pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Leia mais

Minha filha está ficando uma moça!

Minha filha está ficando uma moça! Minha filha está ficando uma moça! A UU L AL A O que faz as meninas se transformarem em mulheres? O que acontece com seu corpo? Em geral, todos nós, homens e mulheres, somos capazes de lembrar muito bem

Leia mais

Preparando a casa para receber o bebê

Preparando a casa para receber o bebê Preparando a casa Preparando a casa para receber o bebê Vamos ensinar aos pais os direitos das crianças? Está chegando a hora do bebê nascer. A família deve ajudar a gestante a preparar a casa para a chegada

Leia mais

Seu bebê chegou, conte com a gente. 1º mês de vida do recém-nascido.

Seu bebê chegou, conte com a gente. 1º mês de vida do recém-nascido. Seu bebê chegou, conte com a gente. 1º mês de vida do recém-nascido. A Fundação Fiat, por meio do Programa Vida Nova, elaborou este material com o intuito de relembrar para as mamães e papais as informações

Leia mais

Diabetes Gestacional

Diabetes Gestacional Diabetes Gestacional Introdução O diabetes é uma doença que faz com que o organismo tenha dificuldade para controlar o açúcar no sangue. O diabetes que se desenvolve durante a gestação é chamado de diabetes

Leia mais

Preparando a casa para receber o bebê

Preparando a casa para receber o bebê Preparando a casa Preparando a casa para receber o bebê Vamos ensinar aos pais os direitos das crianças? Está chegando a hora do bebê nascer. A família deve ajudar a gestante a preparar a casa para a chegada

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL

A IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL A IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL Programa BemVindo - www.bemvindo.org.br A OMS - Organização Mundial da Saúde diz que "Pré-Natal" é conjunto de cuidados médicos, nutricionais, psicológicos e sociais, destinados

Leia mais

SENADO FEDERAL SONO COM QUALIDADE SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL SONO COM QUALIDADE SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL SONO COM QUALIDADE SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Sono com qualidade apresentação Uma boa noite de sono nos fazer sentir bem e com as forças renovadas. O contrário também vale. Uma péssima noite

Leia mais

Conheça as principais DSTs e confira as dicas de prevenção que o Instituto Corpore preparou para você:

Conheça as principais DSTs e confira as dicas de prevenção que o Instituto Corpore preparou para você: Conheça as principais DSTs e confira as dicas de prevenção que o Instituto Corpore preparou para você: CANCRO MOLE Pode ser chamada também de cancro venéreo. Popularmente é conhecida como cavalo. Manifesta-se

Leia mais

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani.

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. O que são DSTS? São as doenças sexualmente transmissíveis (DST), são transmitidas, principalmente, por contato

Leia mais

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar:

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar: A cirurgia endovascular agrupa uma variedade de técnicas minimamente invasivas mediante as quais CIRURGIA ENDOVASCULAR = CIRURGIA SEM CORTES! Técnicas Minimamente Invasivas As técnicas de cirurgia endovascular

Leia mais

Tome uma injeção de informação. Diabetes

Tome uma injeção de informação. Diabetes Tome uma injeção de informação. Diabetes DIABETES O diabetes é uma doença crônica, em que o pâncreas não produz insulina em quantidade suficiente, ou o organismo não a utiliza da forma adequada. Tipos

Leia mais

Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU)

Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU) Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU) Material distribuído exclusivamente por profissionais de saúde às pacientes usuárias de SIU, a título de orientação.

Leia mais

SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE

SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE Revista: Carta Capital 28 de Agosto de 2002 SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE DOIS ESPECIALISTAS DIZEM O QUE É CIÊNCIA E O QUE É MITO, ESCLARECEM AS POSSÍVEIS CAUSAS DO PROBLEMA E AS MELHORES ALTERNATIVAS PARA

Leia mais

- CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ

- CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ - CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ No início de cada ciclo menstrual (primeiro dia do fluxo menstrual), a hipófise anterior lança no sangue feminino o FSH (hormônio folículo-estimulante),

Leia mais

PARTO NORMAL: A NATUREZA SE ENCARREGA, MAMÃE E BEBÊ AGRADECEM

PARTO NORMAL: A NATUREZA SE ENCARREGA, MAMÃE E BEBÊ AGRADECEM PARTO NORMAL: A NATUREZA SE ENCARREGA, MAMÃE E BEBÊ AGRADECEM Hospital Materno Infantil Público Tia Dedé *Merielle Barbosa Lobo São nove meses de expectativa e durante a gestação a barriga cresce e a mãe

Leia mais

TERMO DE ESCLARECIMENTO E CONSENTIMENTO LIVRE E INFORMADO PARA PARTO

TERMO DE ESCLARECIMENTO E CONSENTIMENTO LIVRE E INFORMADO PARA PARTO TERMO DE ESCLARECIMENTO E CONSENTIMENTO LIVRE E INFORMADO PARA PARTO O objetivo deste Termo de Esclarecimento e Consentimento Informado, utilizado pelo HOSPITAL E MATERNIDADE SANTA JOANA, é esclarecer

Leia mais

24 motivos. academia. para entrar na

24 motivos. academia. para entrar na para entrar na academia Mais um ano se inicia e com ele chegam novas perspectivas e objetivos. Uma das principais promessas feitas é deixar o sedentarismo de lado e entrar na academia! Nesta época é comum

Leia mais

Parabéns!! Você está grávida!

Parabéns!! Você está grávida! Parabéns!! Você está grávida! Você está grávida e mudanças acontecerão no seu corpo e nas suas emoções. É um caminho, um tempo e uma experiência ímpar, que você não perceberá, mas fará de você uma nova

Leia mais

O que são varizes? IX Semana Estadual de Saúde Vascular

O que são varizes? IX Semana Estadual de Saúde Vascular O que são varizes? Varizes são veias que se tornaram dilatadas e tortuosas ao longo das pernas. Algumas varizes são calibrosas e evidentes na pele. Outras, de menor calibre, chamadas de microvarizes ou

Leia mais

é a vez dos homens câncer.

é a vez dos homens câncer. Agora é a vez dos homens falarem sobre câncer. Agora é a vez dos homens falarem sobre câncer Uma publicação do SIEMACO Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação

Leia mais

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Profª Drª Fabiana Flores Sperandio O que é câncer de mama? É uma doença que surge quando células da mama sofrem uma mutação e se

Leia mais

Gravidez Semana a Semana com Bruna Galdeano

Gravidez Semana a Semana com Bruna Galdeano Desde o momento em que o óvulo é fecundado pelo espermatozoide, seu futuro bebê começa uma aventura extraordinária dentro de sua barriga, assim passando de um aglomerado de células a um perfeito ser humano.

Leia mais

Assistência ao parto

Assistência ao parto Assistência ao parto FATORES DE RISCO NA GESTAÇÃO Características individuais e condições sociodemográficas desfavoráveis: Idade menor que 15 e maior que 35 anos; Ocupação: esforço físico excessivo, carga

Leia mais

SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Pressão controlada apresentação Chamada popularmente de pressão alta, a hipertensão é grave por dois motivos: não apresenta sintomas, ou seja,

Leia mais

REGRA PARA CÁLCULO DE DPP ( REGRA DE NAGELE).

REGRA PARA CÁLCULO DE DPP ( REGRA DE NAGELE). PRIMEIRA CONSULTA DE PRÉ NATAL. HISTÓRIA: Entrevista (nome, idade, procedência, estado civil, endereço e profissão) História familiar de problemas de saúde. História clínica da gestante. História obstétrica.

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin REPRODUÇÃO HUMANA Profª Fernanda Biazin Puberdade: período de transição do desenvolvimento humano, correspondente à passagem da fase da infância para adolescência. Alterações morfológicas e fisiológicas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLHA DO PRÉ-NATAL E DO PRÉ- NATALISTA.

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLHA DO PRÉ-NATAL E DO PRÉ- NATALISTA. A IMPORTÂNCIA DA ESCOLHA DO PRÉ-NATAL E DO PRÉ- NATALISTA. Um atendimento pré-natal de qualidade é fundamental para a saúde da gestante e de seu bebê. Logo que você constatar que está grávida, deve procurar

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA Código: ENFAEN2 Disciplina: ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM II (Enfermagem ao adulto e ao idoso em doenças tropicais) E ENFAENF (Administração em enfermagem I) Teoria: 60h Prática: 60h Teoria: 3 Prática: 3

Leia mais

Exercícios e bem estar na gestação

Exercícios e bem estar na gestação na gestação Sete motivos para você exercitar-se durante a gravidez. Aumente sua energia. Melhore a qualidade do seu sono. Reduza o desconforto. Prepare-se para a chegada do bebe. Reduza a ansiedade. Melhore

Leia mais

MÉTODOS CONTRACEPTIVOS

MÉTODOS CONTRACEPTIVOS MÉTODOS CONTRACEPTIVOS MÉTODOS CONTRACEPTIVOS 1. MÉTODOS COMPORTAMENTAIS Os métodos contraceptivos são utilizados por pessoas que têm vida sexual ativa e querem evitar uma gravidez. Além disso, alguns

Leia mais

Amamentar é vida. e também seu direito!

Amamentar é vida. e também seu direito! Amamentar é vida e também seu direito! Amamentarseéu direito Esta cartilha sobre amamentação foi criada exclusivamente para você, gestante ou futura mamãe aeroviária de Guarulhos. Essa publicação fala

Leia mais

Iodo. Pequenas quantidades de sal iodado na comida previnem a deficiência de iodo no organismo.

Iodo. Pequenas quantidades de sal iodado na comida previnem a deficiência de iodo no organismo. Alimentação Iodo Eu adoro seu sorriso. Adoro como você me faz sorrir. O iodo é importante para o desenvolvimento físico e mental. A falta de iodo no corpo da gestante pode provocar aborto ou afetar a formação

Leia mais

ALEITAMENTO MATERNO. I Introdução

ALEITAMENTO MATERNO. I Introdução ALEITAMENTO MATERNO I Introdução O incentivo ao aleitamento materno continua sendo um grande desafio em saúde pública, considerando-se o alto índice de desmame precoce e o grande número de óbitos infantis

Leia mais

Dicas para a Amamentação. Cuidar e proteger quem mais merece. lanolina anidra pura

Dicas para a Amamentação. Cuidar e proteger quem mais merece. lanolina anidra pura Dicas para a Amamentação Material impresso e distribuído em janeiro/2013. Código: XXXX. MS 2.1087.0299. Cuidar e proteger quem mais merece Cuidar e proteger quem mais merece Para o bebê O leite materno

Leia mais

F. Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Horário de Início :

F. Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Horário de Início : F. Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Horário de Início : Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a sua saúde, exames preventivos, reprodução e planejamento familiar. [Entrevistador:

Leia mais

Carrefour Guarujá. O que é DST? Você sabe como se pega uma DST? Você sabe como se pega uma DST? Enfermeira Docente

Carrefour Guarujá. O que é DST? Você sabe como se pega uma DST? Você sabe como se pega uma DST? Enfermeira Docente Carrefour Guarujá Bárbara Pereira Quaresma Enfermeira Docente Enfª Bárbara Pereira Quaresma 2 O que é DST? Toda doença transmitida através de relação sexual. Você sabe como se pega uma DST? SEXO VAGINAL

Leia mais

Universidade do Sul de Santa Catarina Curso de Cosmetologia e Estética Unidade de Aprendizagem: Técnicas de Massagem Terapêutica Prof.

Universidade do Sul de Santa Catarina Curso de Cosmetologia e Estética Unidade de Aprendizagem: Técnicas de Massagem Terapêutica Prof. MASSAGEM PARA GESTANTE E SHANTALA Universidade do Sul de Santa Catarina Curso de Cosmetologia e Estética Unidade de Aprendizagem: Técnicas de Massagem Terapêutica Prof.ª Daniella Koch de Carvalho SHANTALA

Leia mais

Gravidez e Exercício. Prof. Norberto Pereira da Silva

Gravidez e Exercício. Prof. Norberto Pereira da Silva Gravidez e Exercício Prof. Norberto Pereira da Silva Segurança x Gravidez Ainda posso fazer exercícios agora que estou grávida? Não me exercitava antes, mas agora que estou grávida quero começar um programa

Leia mais

CAMPANHA PARTO NORMAL. Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente.

CAMPANHA PARTO NORMAL. Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente. CAMPANHA PARTO NORMAL Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente. Cenário Dados fornecidos à ANS pelas empresas que comercializam planos de assistência à saúde demonstram que a proporção de cesarianas

Leia mais

Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004)

Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004) Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004) Flikweert S, Wieringa-de Waard M, Meijer LJ, De Jonge A, Van Balen JAM traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização

Leia mais

ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2

ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2 ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2 Pais doam embrião congelado para engravidar mulher infértil...2 Adormecidos no nitrogênio líquido há até dez anos...3 À espera da chance de ser mãe...3

Leia mais

Milagre do Nascimento

Milagre do Nascimento Milagre do Nascimento A ciência colabora com o sonho de casais que não poderiam ter filhos por métodos tradicionais. Por Viviane Bittencourt A inseminação artificial é um dos métodos da reprodução assistida

Leia mais

Edição EXTRA! Coleção Aché de Educação para a Saúde

Edição EXTRA! Coleção Aché de Educação para a Saúde Coleção Aché de Educação para a Saúde Edição EXTRA! Olá, leitor! Você sabia que no Aché nós trabalhamos para melhorar a qualidade de vida das pessoas? Desenvolver medicamentos é uma das formas de aumentar

Leia mais

OS AMIGOS DO PRÉ NATAL O pré natal é muito importante para a saúde da mãe e do bebê.

OS AMIGOS DO PRÉ NATAL O pré natal é muito importante para a saúde da mãe e do bebê. OS AMIGOS DO PRÉ NATAL O pré natal é muito importante para a saúde da mãe e do bebê. O preparo da mama durante a gestação pode ser feito a partir do 6º mês, com banho de sol que fortalece os mamilos e

Leia mais

maleato de trimebutina

maleato de trimebutina maleato de trimebutina Althaia S.A. Indústria Farmacêutica Cápsulas Gelatinosas Mole 200 mg maleato de trimebutina Medicamento genérico Lei n o 9.787, de 1999. I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÃO:

Leia mais

TREINAMENTO FUNCIONAL PARA GESTANTES

TREINAMENTO FUNCIONAL PARA GESTANTES TREINAMENTO FUNCIONAL PARA GESTANTES Prof.ª Msc. Clarissa Rios Simoni Mestre em Atividade Física e Saúde UFSC Especialista em Personal Trainer UFPR Licenciatura Plena em Educação Física UFSC Doutoranda

Leia mais

BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA REABILITAÇÃO

BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA REABILITAÇÃO BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA REABILITAÇÃO O método pilates é um trabalho que se baseia em exercícios de força e mobilidade utilizando para tal técnicas e exercícios específicos. Este método permite

Leia mais

SESI AMIGA. Assuntos. Gravidez Menstruação Higiene Doenças Sexualidade

SESI AMIGA. Assuntos. Gravidez Menstruação Higiene Doenças Sexualidade SEXO? Eu prefiro contar para minhas colegas do que para minha mãe ou meu pai. Eu sinto medo de conversar com eles, porque eles não gostam de conversar, não consigo, eles não conversam comigo.. SESI AMIGA

Leia mais

Cartilha. Gravidez Mais Segura

Cartilha. Gravidez Mais Segura Cartilha Gravidez Mais Segura Cuidados, alertas e um universo de segurança durante o período gestacional. Pré-natal: o primeiro passo O pré-natal é uma das formas mais seguras de garantir uma gestação

Leia mais

Perpetuando a vida - 1

Perpetuando a vida - 1 A U A UL LA Perpetuando a vida - 1 Atenção Exercícios Lineu chegou radiante à lanchonete. Finalmente tinha recebido a notícia do médico, a notícia que tanto esperava. Em vez do tradicional suco de laranja,

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO A SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM II Código: ENF- 213 CH

Leia mais

A gerente de marketing Luna Weyel, 28, realizou automassagem durante a gestação de seu filho Davi, que nasceu no último dia 5

A gerente de marketing Luna Weyel, 28, realizou automassagem durante a gestação de seu filho Davi, que nasceu no último dia 5 Page 1 of 5! IARA BIDERMAN colaboração para a Folha de S.Paulo A gravidez é, sem dúvida, um momento muito especial, mas tem lá os seus desconfortos. Mesmo quando tudo está dentro do programa, em termos

Leia mais

A importância da Atividade Física

A importância da Atividade Física A importância da Atividade Física Introdução Mas o que é atividade física? De acordo com Marcello Montti, atividade física é definida como um conjunto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas pratica

Leia mais

GUIA PARA PACIENTES. Anotações

GUIA PARA PACIENTES. Anotações Anotações ENTENDENDO DO OS MIOMAS MAS UTERINOS GUIA PARA PACIENTES 1620641 - Produzido em maio/2010 AstraZeneca do Brasil Ltda. Rodovia Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 - Cotia/SP ACCESS net/sac 0800

Leia mais

12 e 13 semanas. Dia de ultrassom é sempre bom!

12 e 13 semanas. Dia de ultrassom é sempre bom! 12 e 13 semanas Dia de ultrassom é sempre bom! Agora com 12 semanas de gestação faremos um exame de ultrassonografia. Ver o bebê na barriga através da imagem me dá uma sensação de proximidade com ele.

Leia mais

azul NOVEMBRO azul Saúde também é coisa de homem. Doenças Cardiovasculares (DCV)

azul NOVEMBRO azul Saúde também é coisa de homem. Doenças Cardiovasculares (DCV) Doenças Cardiovasculares (DCV) O que são as Doenças Cardiovasculares? De um modo geral, são o conjunto de doenças que afetam o aparelho cardiovascular, designadamente o coração e os vasos sanguíneos. Quais

Leia mais

Vamos falar sobre câncer?

Vamos falar sobre câncer? Vamos falar sobre câncer? O SIEMACO sempre está ao lado dos trabalhadores, seja na luta por melhores condições de trabalho, lazer e educação ou na manutenção da saúde, visando a promoção e ascensão social.

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer do colo do útero apresentação O câncer do colo do útero continua matando muitas mulheres. Especialmente no Brasil,

Leia mais

AGENDA. Considerações sobre a Dor do Parto Técnicas para alívio da dor

AGENDA. Considerações sobre a Dor do Parto Técnicas para alívio da dor MÉTODOS NÃO FARMACOLÓGICOS PARA ALÍVIO DA DOR NO TRABALHO DE PARTO Thayssa Rocha Humanização do Parto e Nascimento ENAM 2008 20/05/2008 AGENDA Considerações sobre a Dor do Parto Técnicas para alívio da

Leia mais

Fator emocional. Fertilidade Natural: Fator emocional CAPÍTULO 8

Fator emocional. Fertilidade Natural: Fator emocional CAPÍTULO 8 CAPÍTULO 8 Fator emocional O projeto comum de ter filhos, construir a própria família, constitui um momento existencial muito importante, tanto para o homem como para a mulher. A maternidade e a paternidade

Leia mais

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS UM COMPROMISSO COM A VIDA CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS AMBULATÓRIO DE DOENÇA DE CHAGAS UNIDADE DE INSUFICIÊNCIA CARDÍACA UNIDADE DE

Leia mais

Olivia Bernardes. Um guia prático para os primeiros cuidados com o bebê

Olivia Bernardes. Um guia prático para os primeiros cuidados com o bebê Olivia Bernardes Um guia prático para os primeiros cuidados com o bebê parte 1. Antes de o bebê nascer 1. Estou grávida. O que fazer agora? Quando você descobre que está grávida, a primeira reação é de

Leia mais

RETIFICAÇÕES DIVERSAS

RETIFICAÇÕES DIVERSAS Circular 340/2014 São Paulo, 10 de Junho de 2014. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) RETIFICAÇÕES DIVERSAS Diário Oficial da União Nº 109, Seção 1, terça-feira, 10 de junho de 2014 Prezados Senhores, Segue para

Leia mais

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA GESTAÇÃO

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA GESTAÇÃO ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA GESTAÇÃO Cristina Bertochi 1 Alcy Aparecida Leite Souza 2 Daiane Morilha Rodrigues 3 INTRODUÇÃO A gravidez é um período de mudanças físicas e emocionais, que cada mulher vivência

Leia mais

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa?

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa? Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa? Menopausa é a parada de funcionamento dos ovários, ou seja, os ovários deixam

Leia mais

A S S I S T Ê N C I A P R É - N A T A L. O diagnóstico da gravidez pode ser feito pelo médico ou pelo enfermeiro da unidade básica, de acordo com:

A S S I S T Ê N C I A P R É - N A T A L. O diagnóstico da gravidez pode ser feito pelo médico ou pelo enfermeiro da unidade básica, de acordo com: A S S I S T Ê N C I A P R É - N A T A L 3.1. Diagnóstico da Gravidez O diagnóstico da gravidez pode ser feito pelo médico ou pelo enfermeiro da unidade básica, de acordo com: Após confirmação da gravidez

Leia mais

Saúde. Karina Fusco Especial para Metrópole especial.metropole@rac.com.br

Saúde. Karina Fusco Especial para Metrópole especial.metropole@rac.com.br Saúde Grávida de nada Problema real: ainda hoje existem mulheres que vivenciam uma gestação imaginária, inclusive com as transformações esperadas do corpo Karina Fusco Especial para Metrópole especial.metropole@rac.com.br

Leia mais

CUIDADOS ESTÉTICOS PARA A GESTANTE

CUIDADOS ESTÉTICOS PARA A GESTANTE CUIDADOS ESTÉTICOS PARA A GESTANTE INSTITUTO LONG TAO Melissa Betel Tathiana Bombonati Hormônios da gravidez ESTROGÊNIO PROGESTERONA GONADOTROPINA CORIÔNICA PROLACTINA OCITOCINA PROSTAGLANDINA HORMÔNIO

Leia mais

Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno

Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno 1 Ter uma política de aleitamento materno escrita, que seja rotineiramente transmitida a toda a equipe de cuidados da saúde. 2 Capacitar toda equipe de

Leia mais

Prevenção Diagnóstico Tratamento

Prevenção Diagnóstico Tratamento Prevenção Diagnóstico Tratamento Pré Nupcial Idade Alimentação Drogas Doença de base Vacinas Ácido fólico São fatores de Risco: Características individuais e condições sócio- econômicas Idade Ocupação

Leia mais

A Importância do Sono

A Importância do Sono 1 A Importância do Sono Dra. Regeane Trabulsi Cronfli É um total contra-senso o fato de que, num mundo em que cerca de 16 a 40% das pessoas em geral sofrem de insônia, haja aquelas que, iludidas pelos

Leia mais

companhia! semanas da gestação ao pós-parto [14] por Juliana Menezes amaioria das mulheres sonha em ser mãe. Ostentar

companhia! semanas da gestação ao pós-parto [14] por Juliana Menezes amaioria das mulheres sonha em ser mãe. Ostentar Em auxilia a mulher da gestação ao pós-parto boafisioterapia companhia! por Juliana Menezes Fotos - Juliana Menezes 10 [14] amaioria das mulheres sonha em ser mãe. Ostentar a barriga de grávida é um motivo

Leia mais

As Atividades físicas suas definições e benefícios.

As Atividades físicas suas definições e benefícios. As Atividades físicas suas definições e benefícios. MUSCULAÇÃO A musculação, também conhecida como Treinamento com Pesos, ou Treinamento com Carga, tornou-se uma das formas mais conhecidas de exercício,

Leia mais

Apresentação. Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais.

Apresentação. Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais. Apresentação Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais. A gravidez dura 280 dias ou 40 semanas, de acordo com os médicos,

Leia mais

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM Postado por Redação IBMED 1) Toda Mulher tem TPM. MITO Nem toda mulher sofre com Tensão Pré-Menstrual e há algumas, muito poucas, que não exibem

Leia mais

Maria da Conceição Muniz Ribeiro

Maria da Conceição Muniz Ribeiro Maria da Conceição Muniz Ribeiro Os miomas são a principal causa de histerectomia em nosso meio, sendo responsável por um terço do total de indicações de histerectomia. Aproximadamente 30 a 50% de todas

Leia mais

Enfermagem 7º Semestre. Saúde da Mulher. Prof.ª Ludmila Balancieri.

Enfermagem 7º Semestre. Saúde da Mulher. Prof.ª Ludmila Balancieri. Enfermagem 7º Semestre. Saúde da Mulher. Prof.ª Ludmila Balancieri. Menstruação. É a perda periódica que se origina na mucosa uterina, caracterizada por sangramento uterino, que ocorre na mulher desde

Leia mais

MENOPAUSA TERAPIA HORMONAL - TRH UMA CONQUISTA DA MULHER MODERNA - CONHEÇA UM POUCO MAIS!

MENOPAUSA TERAPIA HORMONAL - TRH UMA CONQUISTA DA MULHER MODERNA - CONHEÇA UM POUCO MAIS! MENOPAUSA TERAPIA HORMONAL - TRH UMA CONQUISTA DA MULHER MODERNA - CONHEÇA UM POUCO MAIS! A expectativa de vida de homens e mulheres está aumentando por diversos fatores, principalmente aos avanços da

Leia mais

TREINAMENTO EM SAÚDE DA MULHER DRA ANA CRISTINA GEHRING

TREINAMENTO EM SAÚDE DA MULHER DRA ANA CRISTINA GEHRING TREINAMENTO EM SAÚDE DA MULHER DRA ANA CRISTINA GEHRING QUATRO SEMANAS DE PRAZER COMO INSTRUIR MEU CLIENTE NA COMPRA? MONTANHA RUSSA HORMONAL: O ciclo feminino define qual o tipo de preliminar e sexo que

Leia mais

SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA. Sexualidade X Sensualidade

SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA. Sexualidade X Sensualidade SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA A adolescência é uma fase de transição, mudança da infância para a vida adulta. Nesse momento acontecem várias modificações no corpo, surgem várias dúvidas, medo,

Leia mais

CAPÍTULO 21 ÓBITO FETAL. » Precoce antes da 20ª semana» Intermédio - entre 20ª e a 28ª semana» Tardio após 28ª semana

CAPÍTULO 21 ÓBITO FETAL. » Precoce antes da 20ª semana» Intermédio - entre 20ª e a 28ª semana» Tardio após 28ª semana CAPÍTULO 21 ÓBITO FETAL Deinição (OMS) - morte do produto da concepção ocorrida antes da expulsão ou de sua extração completa do organismo materno, independentemente da duração da gestação. 1. CLASSIfICAçãO»

Leia mais

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib)

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este guia destina-se a doentes a quem tenha sido receitado

Leia mais

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase.

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase. O que são DSTs? DSTs significa, doenças sexualmente transmissíveis, que são passadas nas relações sexuais com pessoas que estejam com essas doenças. São DSTs, a gonorréia, a sífilis, a clamídia, o herpes

Leia mais

Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil.

Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil. É legal saber! Gravidez Transar uma única vez, pode engravidar? Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil. Minha menstruação na desceu. Estou grávida? Depende. É importante cada mulher

Leia mais

Mãe Sabe. Dicas para Mamães

Mãe Sabe. Dicas para Mamães Mãe Sabe Dicas para Mamães Natália Oliveira 2012 Super Mãe APRESENTAÇÃO Quando decidi ser escritora minha irmã me disse: Escreve um livro sobre criança, já que você tem experiência. Pensei a respeito dei

Leia mais

Estudo de caso: Hospital Albert Einstein. Mirian do Carmo Branco da Cunha Diretora de Recursos Humanos, SBIB Hospital Albert Einstein

Estudo de caso: Hospital Albert Einstein. Mirian do Carmo Branco da Cunha Diretora de Recursos Humanos, SBIB Hospital Albert Einstein Saúde e produtividade: o valor de uma força de trabalho saudável para o sucesso nos negócios Estudo de caso: Hospital Albert Einstein Mirian do Carmo Branco da Cunha Diretora de Recursos Humanos, SBIB

Leia mais

Protocolo de Ações e Condutas Para Acompanhamento das Patologias Obstétricas

Protocolo de Ações e Condutas Para Acompanhamento das Patologias Obstétricas Protocolo de Ações e Condutas Para Acompanhamento das Patologias Obstétricas Descrição do Procedimento Operacional Padrão Quando Na admissão da paciente após detecção da patologia obstétrica. Objetivo

Leia mais

MÉTODOS HORMONAIS. São comprimidos que contêm estrogênio e progestogênio associados.

MÉTODOS HORMONAIS. São comprimidos que contêm estrogênio e progestogênio associados. MÉTODOS HORMONAIS 1 - ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS (PÍLULAS) É o método mais difundido e usado no mundo. As pílulas são consideradas um método reversível muito eficaz e o mais efetivo dos métodos

Leia mais

Vínculo entre mãe e bebê

Vínculo entre mãe e bebê Vínculo mãe/bebê Vínculo entre mãe e bebê Tenha uma idéia audaciosa hoje. Amanhã ela já não será nova. O bebê precisa reconhecer quem cuida dele, por isso, precisa ser cuidado sempre pela mesma pessoa.

Leia mais

ALEITAMENTO MATERNO 1) LACTAÇÃO

ALEITAMENTO MATERNO 1) LACTAÇÃO ALEITAMENTO MATERNO O leite materno é o alimento ideal para o recém-nascido, já que também atende às necessidades físicas e psíquicas do bebê. A Sociedade Brasileira de Pediatria e a Academia Americana

Leia mais

Iodo. Pequenas quantidades de sal iodado na comida previnem a deficiência de iodo no organismo.

Iodo. Pequenas quantidades de sal iodado na comida previnem a deficiência de iodo no organismo. Alimentação Iodo Eu adoro seu sorriso. Adoro como você me faz sorrir. O iodo é importante para o desenvolvimento físico e mental. A falta de iodo no corpo da gestante pode provocar aborto ou afetar a formação

Leia mais