FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013"

Transcrição

1 1 FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013

2 2 FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO Projeto de atendimento psicopedagógico, apresentado à Faculdade de Caldas Novas UNICALDAS Psicóloga responsável: Ms. Sandra Regina Silva Martins CALDAS NOVAS 2013

3 3 SUMÁRIO 1 JUSTIFICATIVA OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS METODOLOGIA PÚBLICO ALVO EQUIPE TÉCNICA PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS SERVIÇOS PRESTADOS ESTRUTURA FÍSICA REFERÊNCIAS... 11

4 4 1 JUSTIFICATIVA A sociedade moderna vive rápidas transformações, na qual o ser humano precisa se adaptar e se organizar para alcançar seus objetivos, sejam eles familiares, sociais, profissionais, acadêmicos, entre outros. Vivemos a era do conhecimento, a globalização que faz parte da história de nossa sociedade hoje, exige do Homem conhecimento, dinamismo, flexibilidade, proatividade, ou seja, uma busca incessante de informações que se tornam vitais para o individuo moderno. Conforme Teles (1989), a psicologia é uma ciência que tenta buscar recursos para compreender o Homem, seu comportamento para facilitar a convivência consigo e com o outro, proporcionando assim seu convívio social mais satisfatório. O homem do século XXI é visto como um ser com diversas habilidades e potencialidades que podem e devem ser despertadas para que o mesmo possa viver toda a sua plenitude e atender aos anseios de uma sociedade que busca o novo, novas descobertas, novos desafios e novos conhecimentos científicos. Gardner (1995), nos contemplou com a possibilidade de novas inteligências, além da lógico matemática, que podem ser desenvolvidas, como: a linguística, cinestésica, musical, espacial, corporal, interpessoal e intrapessoal. Nesse contexto, tanto conceitual quanto pragmático, demanda-se de uma formação acadêmica que leve em conta o sujeito discente do processo ensino-aprendizagem em suas variadas facetas estruturais e existenciais, exigindo-se das Instituições de Ensino Superior um atendimento ao estudante que abranja seus aspectos cognitivos e emocionais, profissionais e financeiros, sociais e psicológicos. Diante dessa realidade, o processo ensino-aprendizagem, no qual estão envolvidos todos os atores do contexto das Instituições de Ensino Superior (alunos, professores, funcionários, comunidade, empresários, ONGs, entre outros) vem sofrendo de uma crise em sua estrutura pedagógica tradicional, devido às grandes transformações da sociedade contemporânea. Essas transformações têm trazido inovações no âmbito das relações profissionais no mercado de trabalho, na medida em que nosso país modificou suas estruturas econômicas, sociais e políticas, fazendo com que novas demandas surjam e ocupem lugar dentro das Instituições de Ensino Superior.

5 5 Outra realidade na qual deparamos hoje dentro das Instituições de Ensino Superior refere-se a uma grande diversidade de alunado com as mais diversas peculiaridades e particularidades, como jovens adolescentes que ainda não definiram com clareza seu perfil profissional, jovens trabalhadores com tempos escassos para a vida acadêmica, pessoas da terceira idade que retornam aos estudos, estudantes que se ausentaram por muitos anos da vida estudantil e necessitam de adaptações, dificuldades financeiras, familiares, dentre outras. Podemos citar ainda estudantes com necessidades especiais, dificuldades de aprendizagem, defasagem intelectual, entre outras. Assim, o Núcleo de Atendimento Psicopedagógico (NAP) apresenta-se tendo como objetivo principal a promoção do desenvolvimento psicossocial do estudante universitário na Faculdade de Caldas Novas UNICALDAS. Por meio de suas ações, esse núcleo pretende propiciar aos alunos oportunidades em que possam refletir sobre seus percursos de carreira, planejar o futuro profissional e desenvolver habilidades e competências necessárias para conduzir suas vidas acadêmica e profissional. A Faculdade de Caldas Novas UNICALDAS apresenta-se, nesse contexto, como uma possibilidade de incrementar o processo ensino-aprendizagem de forma a atender os discentes em suas necessidades individuais e coletivas, emocionais e cognitivas, sociais e científicas, vocacionais e profissionais e em qualquer outra forma de aprender, de ser e de se relacionar com o interdisciplinar e dinâmico mundo do trabalho, bem como o mundo do conhecimento do ensino superior. O trabalho Psicopedagógico dentro de uma Instituição de Ensino deve ser no sentido de direcionar seu olhar e escuta, passando pelas relações pessoais e vínculos entre ensinar e aprender, deve procurar propostas que favoreçam a solução de problemas, vislumbrar mudanças, abrir espaços de pensamentos, com o objetivo maior de permitir que o acadêmico atinja seus objetivos visando o sucesso acadêmico e profissional. Conforme afirma Paín (1989), a psicopedagogia busca desenvolver no aluno/aprendiz a dimensão de seu poder (poder escrever, poder saber fazer) para que seu eu acredite em suas potencialidades.

6 6 2 OBJETIVO GERAL O objetivo principal do Núcleo de Atendimento Psicopedagógico (NAP), se faz no sentido de promover a qualidade do processo ensino-aprendizagem dos discentes da Instituição UNICALDAS, por meio de um canal de comunicação desses acadêmicos com o Núcleo de Atendimento Psicopedagógico. Este Núcleo objetiva apoiar o aluno atendendo-os em seus mais diversos aspectos: necessidades consideradas acadêmicas, pedagógica, humana, intelectual, social, psicológica, visando o desbloqueio de qualquer situação problema que possa impedir o devido desenvolvimento cognitivo-profissional na construção do acadêmico da educação de ensino superior. 2.1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS - Promover o desenvolvimento psicossocial do estudante universitário; - Oferecer auxílio à vivência acadêmica como parte da construção de um projeto profissional; - Oferecer atendimento individual a alunos, visando apoio psicológico e pedagógico com dificuldades de adaptação e aprendizagem; - Promover a integração do aluno à Faculdade; - Promover adesão à instituição e ao curso, contribuindo para a prevenção da evasão; - Proporcionar uma comunicação aberta e segura entre corpo discente e docente como forma de minimizar dificuldades no processo ensino-aprendizagem; - Desenvolver avaliações psicopedagógicas de alunos com dificuldades de aprendizagem e/ou portadoras de necessidades especiais, visando seu pleno desenvolvimento acadêmico;

7 7 - Proporcionar momentos de escuta terapêutica com o objetivo de aprofundar o autoconhecimento do acadêmico, possibilitando uma melhor compreensão de sua história acadêmica, pessoal e/ou profissional; -Desenvolver a socialização e a integração humana e interdisciplinar entre discentes de cursos distintos, visando sua formação ética e interpessoal. - Realizar a aplicação de testes vocacionais aos discentes da Instituição UNICALDAS e demais membros da comunidade de Caldas Novas que estejam concluindo o ensino médio.

8 8 3 METODOLOGIA 3.1 PÚBLICO ALVO O Núcleo de Atendimento Psicopedagógico ( NAP) estará disponível a atender todos os acadêmicos de todos os cursos de graduação da Faculdade de Caldas Novas UNICALDAS. O foco principal de atendimentos está voltado aos acadêmicos dessa instituição, mas não se deixará de envolver outros atores do processo da educação superior, como os docentes e qualquer outro membro que esteja integrado à problemática do discente. 3.2 EQUIPE TÉCNICA O Núcleo de Atendimento Psicopedagógico contará com a atuação de uma Psicóloga que disponibilizará horários de atendimentos individuais e grupais, conforme cada problemática, dinâmicas, grupos de reflexões, palestras, entre outras. Este núcleo contará ainda com o apoio de cada uma das coordenações para possíveis encaminhamentos e busca de ajuda ao acadêmico. 3.3 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS O NAP Núcleo de Atendimento Psicopedagógico inicialmente terá como objetivo a divulgação, do serviço em questão, a todos os estudantes da Faculdade de Caldas Novas UNICALDAS, por meio de panfletos, portal acadêmico, visitas às salas de aulas e exposição/esclarecimentos das dinâmicas de atendimentos, bem como comunicados ao corpo docente e demais funcionários desta instituição, com vistas à conscientização das atividades a serem desenvolvidas. Serão realizadas reuniões com as coordenações desta instituição, buscando informações sobre particularidades de cada curso, perfil dos alunos, possíveis problemáticas que podem ser trabalhadas de maneira preventiva. O núcleo

9 9 disponibilizará horários de atendimentos individuais e/ou grupais, sendo que este horário será durante as atividades acadêmicas dos alunos. O atendimento individual será voltado àqueles alunos que estão interessados em aconselhamento de carreira, buscando uma reflexão sobre sua escolha profissional ou buscando um planejamento de carreira, e em como lidar com as dificuldades relacionadas à escolha da profissão. Esse atendimento visa ainda o enfrentamento de outras dificuldades que afetam seu desempenho acadêmico e à integração à vida universitária. Os atendimentos serão registrados em fichas de acompanhamento e armazenados em pastas individuais de cada aluno que passar pelo atendimento psicopedagógico. 3.4 SERVIÇOS PRESTADOS - Visitas às salas de aulas como forma de divulgação, explanação, conscientização do NAP Núcleo de Atendimento Psicopedagógico; - Triagens individuais e/ou grupais como forma de diagnosticar as demandas do corpo discente para possíveis intervenções ou encaminhamentos; - Oficinas de Orientação Profissional para grupos de acadêmicos; - Escuta terapêutica individual ao estudante; - Aplicação de testes vocacionais; - Avaliações psicopedagógicas com alunos com dificuldades de aprendizagem; - Formação de grupos de estudos com vista ao aperfeiçoamento do aprendizado; - Consultas individuais e coletivas, bem como oficinas com o corpo discente na busca de soluções para problemas comuns e/ou particulares do processo de ensino e de possíveis conflitos interpessoais advindos do convívio com os alunos. - Feedback às coordenações, docentes e direção quando necessário; - Visitas às escolas de ensino médio da cidade de Caldas Novas e aplicação de testes vocacionais.

10 ESTRUTURA FÍSICA Para a realização da prática do Núcleo, este contará com uma sala de atendimento, com mesa, computador e cadeiras. Serão organizadas as fichas de atendimento objetivando todos os registros com os devidos encaminhamentos, testes vocacionais, escalas de avaliações profissionais, entre outros.

11 11 REFERÊNCIAS GARDNER, Howard. Inteligências Múltiplas: a teoria na prática. 1 ed. Porto Alegre: Artes Médicas, PAÍN, Sara. Diagnóstico e tratamento dos problemas de aprendizagens. 3 ed. Porto Alegre: Artes Médicas, TELES, Maria Luiza. O que é Psicologia? Coleção Primeiros Passos. Brasiliense, São Paulo: 1989.

PROJETO: NÚCLEO PSICOPEDAGOGICO DE APOIO AO DISCENTES - NUPAD

PROJETO: NÚCLEO PSICOPEDAGOGICO DE APOIO AO DISCENTES - NUPAD PROJETO: NÚCLEO PSICOPEDAGOGICO DE APOIO AO DISCENTES - NUPAD Palmas 2010 1) Introdução O processo ensino-aprendizagem, no qual estão envolvidos todos os atores do contexto das Instituições de Ensino Superior

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE MANDAGUARI - FAFIMAN. PROJETO: Núcleo de Apoio ao Estudante

FUNDAÇÃO FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE MANDAGUARI - FAFIMAN. PROJETO: Núcleo de Apoio ao Estudante FUNDAÇÃO FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE MANDAGUARI - FAFIMAN PROJETO: Núcleo de Apoio ao Estudante Mandaguari Maio/ 2014 1INTRODUÇÃO Tendo em vistaas grandes transformações na ordem política,

Leia mais

SUMÁRIO O QUE É COACH? 2

SUMÁRIO O QUE É COACH? 2 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...3 O COACHING...4 ORIGENS...5 DEFINIÇÕES DE COACHING...6 TERMOS ESPECÍFICOS E SUAS DEFINIÇÕES...7 O QUE FAZ UM COACH?...8 NICHOS DE ATUAÇÃO DO COACHING...9 OBJETIVOS DO COACHING...10

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA EM UM PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA COM PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA EM UM PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA COM PESSOAS COM DEFICIÊNCIA FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA EM UM PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA COM PESSOAS COM DEFICIÊNCIA Resumo Juliana Silva Cristina 1 - UFU Maria Clara Elias Polo 2 - UFU Grupo de Trabalho - Formação

Leia mais

DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA.

DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA. DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA. Amanda Pathiely Serrânia Faria UFG/FEFD 1 Orientador e Coautor: Prof. Dr. Alexandre Ferreira UFG/FEFD 2 Graduanda do curso de Licenciatura

Leia mais

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO 1 DA DEFINIÇÃO

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO 1 DA DEFINIÇÃO ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC CURSO DE ADMINISTRAÇÃO GRADES 2008/2010 REGULAMENTO MARÇO 2012 (Substitui o regulamento

Leia mais

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. Prática profissional de Serviço Social na APROAUT - Associação de Proteção aos Autistas

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. Prática profissional de Serviço Social na APROAUT - Associação de Proteção aos Autistas VIII Jornada de Estágio de Serviço Social Prática profissional de Serviço Social na APROAUT - Associação de Proteção aos Autistas PANZARINI, Nathanie Hariene 1 ABREU, Marcia Fidelis de 2 SOUZA, Cristiane

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Amambai 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Interdisciplinar Obs.: Para proposta

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE 2013 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE PADI DA FACULDADE DE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÃDO

Leia mais

UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS

UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS Jorge Ferreira da Silva Filho Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Viegas Ribas Pesquisador e Consultor Psicopedagógico

Leia mais

A POSTURA DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL DIANTE DOS NOVOS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI

A POSTURA DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL DIANTE DOS NOVOS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI A POSTURA DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL DIANTE DOS NOVOS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI Resumo ATAÍDE, Sandra Terezinha Guimarães 1 - UNIPLAC Eixo Temático: Formação de Professores e Profissionalização

Leia mais

4h diárias - 16 meses

4h diárias - 16 meses 4h diárias - 16 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM RECEPCIONISTA ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral: 4 -

Leia mais

EIXO DE ORGANIZAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

EIXO DE ORGANIZAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DO ESTÁGIO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA SOCIEDADE DE ENSINO DE CALDAS NOVAS LTDA FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS CALDAS NOVAS 2013 0 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 2 2 EIXO DE ORGANIZAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO...

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO O curso de Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda, da Unochapecó, foi implantando no ano 003 com o propósito de trabalhar para

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP TEXTO COMPILADO Regulamenta o Núcleo de Apoio Psicopedagógico O Conselho de Administração, Ensino, Pesquisa e Extensão Consaepe, tendo em conta a Portaria

Leia mais

Faculdade de São Paulo. Regimento do ISE

Faculdade de São Paulo. Regimento do ISE Faculdade de São Paulo Regimento do ISE 2 INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO (ISE) Art. 1. O Instituto Superior de Educação ISE é o órgão responsável pela supervisão dos cursos de licenciatura, zelando pela

Leia mais

O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NAS LICENCIATURAS A DISTÂNCIA DA UFRN: Desafios e perpectivas para uma formação reflexiva e investigativa

O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NAS LICENCIATURAS A DISTÂNCIA DA UFRN: Desafios e perpectivas para uma formação reflexiva e investigativa O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NAS LICENCIATURAS A DISTÂNCIA DA UFRN: Desafios e perpectivas para uma formação reflexiva e investigativa RESUMO Jacyene Melo de Oliveira Araújo Profª Drª UFRN- CE-SEDIS Os Estágios

Leia mais

Educação. em territórios de alta. vulnerabilidade

Educação. em territórios de alta. vulnerabilidade Educação em territórios de alta vulnerabilidade 1 A pesquisa procura responder à seguinte questão: A vulnerabilidade social do território inf luencia a qualidade da escola? Como? Por que foi feita a pesquisa?

Leia mais

Software do tipo simulador e os conteúdos de química

Software do tipo simulador e os conteúdos de química Software do tipo simulador e os conteúdos de química Any C. R. Silva (IC) *1, Bianca C. Nabozny (IC)¹, Leila I. F. Freire (PQ)² 1 Licenciatura em Química - UEPG; 2 Departamentos de Métodos e Técnicas de

Leia mais

Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia.

Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia. Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia. Descrição. O entendimento dos processos fisiológicos, celulares e moleculares associados com o uso de diversos materiais, medicamentos e demais

Leia mais

V ENCONTRO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO RESULTADO QUESTIONÁRIO BOLSISTAS

V ENCONTRO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO RESULTADO QUESTIONÁRIO BOLSISTAS 1. Por que você decidiu fazer esse curso? 57% para ampliar conhecimentos, aperfeiçoar o trabalho, ampliar horizontes, permanecer na área 26% pelo sonho de ser educadora, gostar e acreditar na educação,

Leia mais

Festival Estudantil de Teatro (Feste)

Festival Estudantil de Teatro (Feste) Festival Estudantil de Teatro (Feste) O que é O projeto Festival Estudantil de Teatro (Feste) trata-se de experiências em políticas culturais com a juventude estudantil, para avivar o debate e incrementar

Leia mais

SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PEDAGOGIA CORAÇÃO EUCARÍSTICO

SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PEDAGOGIA CORAÇÃO EUCARÍSTICO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PEDAGOGIA CORAÇÃO EUCARÍSTICO 1. PERFIL DO CURSO O Curso de Pedagogia da PUC Minas, alinhado com o ideário humanista defendido pela Instituição, compromete-se com

Leia mais

Professora Especialista da Unipinhal, mestranda em Educação Física UNICAMP, Campinas, SP, Brasil. lagalatti@hotmail.com

Professora Especialista da Unipinhal, mestranda em Educação Física UNICAMP, Campinas, SP, Brasil. lagalatti@hotmail.com 16 ARTIGO Fundamentos da Pedagogia do Esporte no Cenário Escolar Larissa Rafaela Galatti Professora Especialista da Unipinhal, mestranda em Educação Física UNICAMP, Campinas, SP, Brasil. lagalatti@hotmail.com

Leia mais

Pró-Reitoria de Graduação Curso de Pedagogia Trabalho de Conclusão de Curso INDISCIPLINA ESCOLAR SUAS CAUSAS E ALTERNATIVAS DE SOLUÇÃO

Pró-Reitoria de Graduação Curso de Pedagogia Trabalho de Conclusão de Curso INDISCIPLINA ESCOLAR SUAS CAUSAS E ALTERNATIVAS DE SOLUÇÃO 0 Pró-Reitoria de Graduação Curso de Pedagogia Trabalho de Conclusão de Curso INDISCIPLINA ESCOLAR SUAS CAUSAS E ALTERNATIVAS DE SOLUÇÃO Margarida Fernandes de Sousa Graciano Autora: Cristiane Pereira

Leia mais

SOCIEDADE UNIVERSITÁRIA REDENTOR FACULDADE REDENTOR EDITAL PARA VAGAS DE MONITORIAS 2015-01

SOCIEDADE UNIVERSITÁRIA REDENTOR FACULDADE REDENTOR EDITAL PARA VAGAS DE MONITORIAS 2015-01 EDITAL PARA VAGAS DE MONITORIAS 2015-01 Pelo presente edital ficam estabelecidas as regras para as vaga de monitorias, disponíveis nas seguintes áreas para atuação na Faculdade Redentor: Remuneradas -

Leia mais

Curso de Tecnologia em Marketing. Manual. Projeto Integrador

Curso de Tecnologia em Marketing. Manual. Projeto Integrador Curso de Tecnologia em Marketing Manual Projeto Integrador Ano: 2015 2 Sumário 1. Introdução... 2. Caracterização Geral do Projeto... 3 4 2.1 Projeto Integrador I... 5 2.2 Projeto Integrador II e III...

Leia mais

O USO DO TANGRAM EM SALA DE AULA: DA EDUCAÇÃO INFANTIL AO ENSINO MÉDIO

O USO DO TANGRAM EM SALA DE AULA: DA EDUCAÇÃO INFANTIL AO ENSINO MÉDIO O USO DO TANGRAM EM SALA DE AULA: DA EDUCAÇÃO INFANTIL AO ENSINO MÉDIO Ana Paula Alves Baleeiro Orientadora, profª Ms. da Faculdade Alfredo Nasser apbaleeiro@yahoo.com.br Jonatas do Nascimento Sousa Graduando

Leia mais

Palavras-chave: Novas Tecnologias Educação Professor Prática Pedagógica

Palavras-chave: Novas Tecnologias Educação Professor Prática Pedagógica EDUCAÇÃO E PROFESSOR DIANTE DO USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS Resumo Marília Gerlane Guimarães da Silva graduanda UEPB mariliagerlany@hotmail.com Orientadora: Profª Ms. Eliane Brito de Lima- UEPB/PMCG eliabrito@ig.com.br

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

AVALIAÇÃO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA - O CASO DAS ESTRUTURAS ADITIVAS

AVALIAÇÃO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA - O CASO DAS ESTRUTURAS ADITIVAS 1 AVALIAÇÃO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA - O CASO DAS ESTRUTURAS ADITIVAS Silvia Sales de Oliveira 1 Hermínio Borges Neto 2 Alex Sandro Gomes 3 INTRODUÇÃO Seguindo modelos socioculturais

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO INCLUSIVA 400h. Estrutura Curricular do Curso Disciplinas

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO INCLUSIVA 400h. Estrutura Curricular do Curso Disciplinas CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO INCLUSIVA 400h Ética profissional na Educação Fundamentos históricos, conceitos, sociais e legais na Educação Inclusiva Legislação Aplicável na Educação Inclusiva Fundamentos

Leia mais

Curso de Especialização Docente em Educação Ambiental (Lato Sensu)

Curso de Especialização Docente em Educação Ambiental (Lato Sensu) Curso de Especialização Docente em Educação Ambiental (Lato Sensu) O Curso de Especialização Docente em Educação Ambiental (Lato Sensu) é fruto de uma Dissertação desenvolvida no Programa de Pós-Graduação

Leia mais

1 POR QUE EMPRESA JÚNIOR?

1 POR QUE EMPRESA JÚNIOR? Título: SOLUÇÃO ESTATÍSTICA JÚNIOR- PRIMEIRA DO GÊNERO NO RJ Autores:Regina Serrão Lanzillotti - lanzillotti@uol.com.br Aline Moraes da Silva alineuerj@zipmail.com.br Anna Paula Leite de Mattos anna.mattos@zipmail.com.br

Leia mais

Art. 3º. O Plano Municipal Decenal de Educação observará os seguintes elementos e princípios: I diagnóstico e realidade sócio-educacional e história;

Art. 3º. O Plano Municipal Decenal de Educação observará os seguintes elementos e princípios: I diagnóstico e realidade sócio-educacional e história; Lei nº 1.315, de 25 de agosto de 2003. Dispõe sobre o Plano Municipal Decenal de Educação e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE CODÓ, ESTADO DO MARANHÃO: Faço saber que a Câmara Municipal de

Leia mais

CONCEPÇÕES DOS ALUNOS DE EAD SOBRE O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR

CONCEPÇÕES DOS ALUNOS DE EAD SOBRE O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR CONCEPÇÕES DOS ALUNOS DE EAD SOBRE O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR FERRAZ, Dirce Huf (dirce.ferraz @iap.org.br) IAP CHAVES, Sônia Maria Haracemiv (sharacemiv@gmail.com) Universidade

Leia mais

Encontro de Canto Coral (Encante)

Encontro de Canto Coral (Encante) Encontro de Canto Coral (Encante) O que é O projeto Encontro de Canto Coral Estudantil (Encante) propõe a implantação do Canto Coral nos contextos escolares da rede estadual de ensino, para o desenvolvimento

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 88-GR/UNICENTRO, DE 12 DE MAIO DE 2014. Especifica a estrutura curricular do Curso de Especialização em Educação e Formação Empreendedora, modalidade de educação a distância, aprovado pela

Leia mais

inovação e ruptura, pois como correlata HERÉDIA (1998) para cada período econômico, têm-se objetivos educacionais claros, adequando-se a educação

inovação e ruptura, pois como correlata HERÉDIA (1998) para cada período econômico, têm-se objetivos educacionais claros, adequando-se a educação 1 A importância do perfil docente na mediação em EAD 05/2008 Kátia Cilene da Silva Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica - PGEdumatec Universidade Federal de Pernambuco UFPe kathyacs@hotmail.com

Leia mais

Manual do universitário

Manual do universitário Manual do universitário 1 SOBRE O NAPp Olá querido (a) estudante! Inicialmente parabenizamos por sua conquista! Estamos felizes por recebê-lo (a)! Todavia o desafio não está apenas em ser aprovado (a)

Leia mais

2.2 O PERFIL DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL

2.2 O PERFIL DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL 2.2 O PERFIL DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL Ao conceber as instituições de Educação Infantil como espaços onde ocorre o processo educativo, processo este pelo qual os homens apropriam-se do desenvolvimento

Leia mais

Projeto de Ações para o Serviço Psicológico do Setor Socioeducacional da Faculdade ASCES

Projeto de Ações para o Serviço Psicológico do Setor Socioeducacional da Faculdade ASCES Projeto de Ações para o Serviço Psicológico do Setor Socioeducacional da Faculdade ASCES Jovanka de Freitas S. Limeira Psicóloga Setor Socioeducacional Caruaru 2014 APRESENTAÇÃO O presente projeto sugere

Leia mais

FACULDADE DE CALDAS NOVAS - UNICALDAS Ms. EXPEDITO FERREIRA DE ARAUJO FILHO Ms. SANDRA REGINA SILVA MARTINS PROJETO DOE UM BRINQUEDO GANHE UM SORRISO

FACULDADE DE CALDAS NOVAS - UNICALDAS Ms. EXPEDITO FERREIRA DE ARAUJO FILHO Ms. SANDRA REGINA SILVA MARTINS PROJETO DOE UM BRINQUEDO GANHE UM SORRISO FACULDADE DE CALDAS NOVAS - UNICALDAS Ms. EXPEDITO FERREIRA DE ARAUJO FILHO Ms. SANDRA REGINA SILVA MARTINS PROJETO DOE UM BRINQUEDO GANHE UM SORRISO CALDAS NOVAS 2012 FACULDADE DE CALDAS NOVAS - UNICALDAS

Leia mais

PRÁTICAS ESCOLARES NORTEADAS POR PROJETOS DE TRABALHO QUE FOMENTAM A FORMAÇÃO DOCENTE

PRÁTICAS ESCOLARES NORTEADAS POR PROJETOS DE TRABALHO QUE FOMENTAM A FORMAÇÃO DOCENTE 165 PRÁTICAS ESCOLARES NORTEADAS POR PROJETOS DE TRABALHO QUE FOMENTAM A FORMAÇÃO DOCENTE Fausiene Pereira Resende Victor-UFU fausiene_ped_ufu@hotmail.com Vivian Moreira Batista-UFU vivisacra@gmail.com

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PEDAGOGIA Disciplina: Comunicação e Expressão Ementa: A leitura como vínculo leitor/texto através do conhecimento veiculado pelo texto escrito. Interpretação:

Leia mais

PAINEL TEATRO-INFÂNCIA: EXPERIMENTOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Orientador: Prof. MS. Ricardo Carvalho de Figueiredo Doutorando em Artes

PAINEL TEATRO-INFÂNCIA: EXPERIMENTOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Orientador: Prof. MS. Ricardo Carvalho de Figueiredo Doutorando em Artes PAINEL TEATRO-INFÂNCIA: EXPERIMENTOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Orientador: Prof. MS. Ricardo Carvalho de Figueiredo Doutorando em Artes Autor: Charles Valadares Tomaz de Araújo Universidade Federal de Minas

Leia mais

Foco: Mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família

Foco: Mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família Projeto de Educação Financeira de Adultos Foco: Mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família Relatório Parcial A AEF-Brasil é uma entidade da sociedade civil que promove e executa ações transversais

Leia mais

Formação Continuada de Professores de Matemática: Uma Extensão Válida *

Formação Continuada de Professores de Matemática: Uma Extensão Válida * Formação Continuada de Professores de Matemática: Uma Extensão Válida * Mariene Helena Duarte¹, Maria da Gloria Bastos de Freitas Mesquita² marieneduarte@hotmail.com ¹ Graduanda em Química Bolsista Iniciação

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação e Formação Especialização: E-learning e Formação a Distância (Regime a Distância) 14 15 Edição Instituto

Leia mais

2. Desenvolver Pesquisa de Campo sobre uma pequena empresa conforme modelo de pesquisa anexo.

2. Desenvolver Pesquisa de Campo sobre uma pequena empresa conforme modelo de pesquisa anexo. 1 1. ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2. OBJETIVO Resolução nº 01 de 02/02/2004 do Conselho Nacional de Educação CNEC/CN/MEC. Proporcionar ao estudante oportunidade de desenvolver suas habilidades, analisar situações

Leia mais

Regulamento Interno. Dos Órgãos. de Gestão. Capítulo II. Colégio de Nossa Senhora do Rosário

Regulamento Interno. Dos Órgãos. de Gestão. Capítulo II. Colégio de Nossa Senhora do Rosário Colégio de Nossa Senhora do Rosário Capítulo II Dos Órgãos Regulamento Interno de Gestão Edição - setembro de 2012 Índice do Capítulo II Secção I Disposições Gerais 1 Secção II Órgãos e Responsáveis das

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 Mantena-MG INTRODUÇÃO A Faculdade de Mantena FAMA - é um estabelecimento particular de ensino superior, que visa a atender

Leia mais

O QUE É COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA. Ivone de Lourdes Oliveira

O QUE É COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA. Ivone de Lourdes Oliveira O QUE É COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA Ivone de Lourdes Oliveira 1- Informação Comunicação Informação processo linear. A força está na emissão Emissor Canal Mensagem Receptor 2- Comunicação = Comum - ação Compartilhar

Leia mais

Mestrado Online respostas

Mestrado Online respostas Mestrado Online respostas Resumo 1. Por que razão escolheu este mestrado em regime online? 1. Escolhi o mestrado online porque é um mestrado que aborda questões relacionadas com a minha área de formação,

Leia mais

A CONSTITUIÇÃO DO SER PROFESSOR NA EDUCAÇÃO INFANTIL PELO PIBID DE PEDAGOGIA

A CONSTITUIÇÃO DO SER PROFESSOR NA EDUCAÇÃO INFANTIL PELO PIBID DE PEDAGOGIA A CONSTITUIÇÃO DO SER PROFESSOR NA EDUCAÇÃO INFANTIL PELO PIBID DE PEDAGOGIA Resumo Gisele Brandelero Camargo 1 - UEPG Grupo de Trabalho - Didática: Teorias, Metodologias e Práticas Agência Financiadora:

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares do Curso de Administração do Centro Universitário Salesiano de São Paulo Unidade de Ensino de Americana

Regulamento das Atividades Complementares do Curso de Administração do Centro Universitário Salesiano de São Paulo Unidade de Ensino de Americana Regulamento das Atividades Complementares do de Administração do Centro Universitário Salesiano de São Paulo Unidade de Ensino de Americana Aprovado na Reunião de Colegiado do em 21/01/2015. Janeiro -

Leia mais

UMA REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA DOCENTE ATRAVÉS DAS NARRATIVAS DISCENTES

UMA REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA DOCENTE ATRAVÉS DAS NARRATIVAS DISCENTES UMA REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA DOCENTE ATRAVÉS DAS NARRATIVAS DISCENTES Luciana Bessa Silva (bessaluciana@hotmail.com) RESUMO Como humanos, narramos nossos sentimentos, nossos desejos, nossas emoções, nossas

Leia mais

ESTATÍSTICA BÁSICA NO CURSO DE TÉCNICO INTEGRADO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

ESTATÍSTICA BÁSICA NO CURSO DE TÉCNICO INTEGRADO DE SEGURANÇA DO TRABALHO ESTATÍSTICA BÁSICA NO CURSO DE TÉCNICO INTEGRADO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Fabíola Nascimento dos Santos Paes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco fabiola.paes@gmail.com Dorghisllany

Leia mais

AS AÇÕES FÍSICAS NO TEATRO CONTEMPORÂNEO. Palavras-chave: ação física; teatro contemporâneo; Samuel Beckett; Rockaby.

AS AÇÕES FÍSICAS NO TEATRO CONTEMPORÂNEO. Palavras-chave: ação física; teatro contemporâneo; Samuel Beckett; Rockaby. 7º Seminário de Pesquisa em Artes da Faculdade de Artes do Paraná AS AÇÕES FÍSICAS NO TEATRO CONTEMPORÂNEO Anais Eletrônicos Dirceli Adornes Palma de Lima 186 Faculdade de Artes do Paraná RESUMO O objetivo

Leia mais

GEPAM - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA NA ÁREA DE MATEMÁTICA uma articulação de ensino e iniciação à pesquisa

GEPAM - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA NA ÁREA DE MATEMÁTICA uma articulação de ensino e iniciação à pesquisa ISSN 2177-9139 GEPAM - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA NA ÁREA DE MATEMÁTICA uma articulação de ensino e iniciação à pesquisa Amalia Gislaine Prates Heberle gislaine.heberle380@gmail.com Universidade Federal

Leia mais

Ana Carolina de Lima Santos (UERJ/EDU) Caroline da Silva Albuquerque (UERJ/EDU) Eixo temático 6: São tantos conteúdos... Resumo

Ana Carolina de Lima Santos (UERJ/EDU) Caroline da Silva Albuquerque (UERJ/EDU) Eixo temático 6: São tantos conteúdos... Resumo 1 A Pesquisa no Processo de Formação de Professores - Relatório da vivência no projeto A leitura no aperfeiçoamento do ensino: uma proposta de pesquisa participante Ana Carolina de Lima Santos (UERJ/EDU)

Leia mais

PEDAGOGIA. 1. ATIVIDADES COMPLEMENTARES O aluno deve comprovar 100h de atividades no decorrer do curso.

PEDAGOGIA. 1. ATIVIDADES COMPLEMENTARES O aluno deve comprovar 100h de atividades no decorrer do curso. PEDAGOGIA Ementas das Disciplinas 1. ATIVIDADES COMPLEMENTARES O aluno deve comprovar 100h de atividades no decorrer do curso. 2. COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais.

Leia mais

Psicopedagogia Institucional. Profa. Ms. Cintia Perez Duarte cperezduarte@yahoo.com.br

Psicopedagogia Institucional. Profa. Ms. Cintia Perez Duarte cperezduarte@yahoo.com.br Psicopedagogia Institucional Profa. Ms. Cintia Perez Duarte cperezduarte@yahoo.com.br O psicopedagogo dentro da empresa atua diretamente com o interrelacionamento entre todos com o aprendizado, com o desempenho

Leia mais

COMUNICAÇÃO I-D-E-N-T-I-D-A-D-E-S e Outros Olhares Inclusão social de jovens infratores através das artes plásticas

COMUNICAÇÃO I-D-E-N-T-I-D-A-D-E-S e Outros Olhares Inclusão social de jovens infratores através das artes plásticas COMUNICAÇÃO I-D-E-N-T-I-D-A-D-E-S e Outros Olhares Inclusão social de jovens infratores através das artes plásticas PORFIRO, André Luiz 1 Palavras-Chave: Ensino de arte, Inclusão social e Ressignificação

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADE PROFISSIONAL NO ESTÁGIO DE REGÊNCIA DE INGLÊS 1

A CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADE PROFISSIONAL NO ESTÁGIO DE REGÊNCIA DE INGLÊS 1 80 A CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADE PROFISSIONAL NO ESTÁGIO DE REGÊNCIA DE INGLÊS 1 Raquel Gamero 2 Vera Lúcia Lopes Cristovão 3 RESUMO: Desenvolvido em um contexto de prática de ensino, no qual o modelo adotado

Leia mais

CAPITULO I DA NATUREZA E PAPEL DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO

CAPITULO I DA NATUREZA E PAPEL DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO REGULAMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO CAPITULO I DA NATUREZA E PAPEL DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO

Leia mais

MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA

MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA Débora Rodrigues LIMA¹; Norrama Araújo, SANTOS² ; Jade Alves de Souza, PACHECO³; Lívia Maria Souza, SILVA 4 ;

Leia mais

Maríndia Mattos Morisso 2 Caterine de Moura Brachtvogel 3 Fernando Jaime González 4 Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS Ijuí, RS

Maríndia Mattos Morisso 2 Caterine de Moura Brachtvogel 3 Fernando Jaime González 4 Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS Ijuí, RS A Utilização das TIC por Professores de Educação Física de Escolas Públicas da Região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul 1 Resumo Maríndia Mattos Morisso 2 Caterine de Moura Brachtvogel 3 Fernando

Leia mais

Avaliação e observação

Avaliação e observação Avaliação e observação Objetivo da Aula Identifi car o papel da avaliação no processo de ensino-aprendizagem. A avaliação é uma prática social, estamos sempre avaliando, fazendo escolhas. Avaliamos o que

Leia mais

O Currículo das Séries Iniciais e a Educação para a Saúde

O Currículo das Séries Iniciais e a Educação para a Saúde Nas séries iniciais do ensino fundamental, o currículo enfatiza a assimilação de conceitos e busca desenvolver as estruturas cognitivas. Ele procura fornecer aos alunos condições necessárias para aprendizagens

Leia mais

Osasco - SP 04/2015. Classe B1 Estudo de Caso. Setor Educacional - c) Educação Superior

Osasco - SP 04/2015. Classe B1 Estudo de Caso. Setor Educacional - c) Educação Superior EaD DE DENTRO PARA FORA: O APROVEITAMENTO E INTEGRAÇÃO DOS DOCENTES PRESENCIAIS COMO FORMA DE MELHORAR O ENVOLVIMENTO E ENFRENTAR OS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR.

Leia mais

PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (PAC)

PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (PAC) PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (PAC) Juazeiro do Norte 2007 Diretor Geral Diretor(a) Administrativo Financeiro Ana Darc Fechine Ribeiro Coordenador(a) Pedagógico Cleide Correia de Oliveira Secretária

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 2014 I OBJETIVOS GERAIS

MANUAL DO ALUNO 2014 I OBJETIVOS GERAIS MANUAL DO ALUNO 2014 I OBJETIVOS GERAIS O objetivo deste manual é, fundamentalmente, o de esclarecer a todo o nosso Corpo Docente sobre as normas gerais de funcionamento de nossa Instituição de Ensino,

Leia mais

O CHAT COMO FERRAMENTA COLABORATIVA DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DA MATEMÁTICA NO PROGRAMA EMITEC/BA

O CHAT COMO FERRAMENTA COLABORATIVA DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DA MATEMÁTICA NO PROGRAMA EMITEC/BA 1 O CHAT COMO FERRAMENTA COLABORATIVA DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DA MATEMÁTICA NO PROGRAMA EMITEC/BA Salvador, BA, maio 2014 CLARICE DOS SANTOS SILVA BARRETO EMITec/SEC-BA claricessb@gmail.com CLAUDIO M.MATOS

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores UMA INVESTIGAÇÃO A RESPEITO DA METODOLOGIA DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: CONCEPÇÕES E PRÁTICAS

Leia mais

O PAPEL DO PSICOPEDAGOGO NA ESCOLA

O PAPEL DO PSICOPEDAGOGO NA ESCOLA O PAPEL DO PSICOPEDAGOGO NA ESCOLA CRATO Francisca Francineide Cândido Ms. em Ciência da Educação Esp. em Psicopedagogia e Psicomotricidade Diretora de Projetos Sociais da ABPp-Ce Conselheira Eleita da

Leia mais

REGULAMENTO DO III CONCURSO DE PRODUTOS, PROCESSOS E SERVIÇOS INOVADORES DO IF SUDESTE MG

REGULAMENTO DO III CONCURSO DE PRODUTOS, PROCESSOS E SERVIÇOS INOVADORES DO IF SUDESTE MG IF DO SUDESTE DE MINAS GERAIS REITORIA NITTEC NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA Av. Francisco Bernardino, 165 6º andar Centro 36.013-100 Juiz de Fora MG Telefax: (32) 3257-4161 / 4113 REGULAMENTO

Leia mais

CORRELAÇÃO ENTRE PSICOTERAPIA BREVE EM GRUPOS E INDIVIDUAL

CORRELAÇÃO ENTRE PSICOTERAPIA BREVE EM GRUPOS E INDIVIDUAL CORRELAÇÃO ENTRE PSICOTERAPIA BREVE EM GRUPOS E INDIVIDUAL Ana Paula Fernandes de Lima Larissa de Medeiros Luana Ferreira Maristela Oliveira. Carla Villwock Resumo: O presente trabalho tem como objetivo

Leia mais

PROGRAMA LIDERANÇA E FUTURO

PROGRAMA LIDERANÇA E FUTURO PROGRAMA Desenvolvido por: Isabel Maria Jorge de Melo - meloimster@gmail.com tel: + 351 916119487 Paula de Matos Castilho Borges - pcastilhoborges@gmail.com tel: + 351 919678828 1 1. Situação de Partida

Leia mais

Regulamento Núcleo de Apoio Psicopedagógico

Regulamento Núcleo de Apoio Psicopedagógico Regulamento Núcleo de Apoio Psicopedagógico REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO - NAP CAPITULO I DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as ações do

Leia mais

Saber de Verdade! Gestão de Pessoas

Saber de Verdade! Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas PROPÓSITO E RESULTADOS ESPERADOS DO PROGRAMA Tornar-se um programa de educação corporativa capaz de desenvolver competências individuais aplicadas de seus participantes, como, em igual

Leia mais

O desafio de consolidar a condição docente na educação infantil

O desafio de consolidar a condição docente na educação infantil O PROFESSOR E O MUNDO DA ESCOLA artigo Gilson de Almeida Pereira Doutor em Educação pela PUCRS, psicopedagogo clínico e institucional gilsonalmeidapereira@yahoo.com.br 1 O desafio de consolidar a condição

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

GUIA RÁPIDO DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI A Universidade Anhembi Morumbi foi criada em 1970 com o intuito de oferecer o primeiro curso superior de Turismo. Na década de 80, amplia sua oferta de cursos em diferentes

Leia mais

Educação Profissional Cursos Técnicos. Regulamento de Estágio Supervisionado

Educação Profissional Cursos Técnicos. Regulamento de Estágio Supervisionado Educação Profissional Cursos Técnicos Regulamento de Estágio Supervisionado CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente Regulamento de Estágio Supervisionado refere-se à formação do aluno

Leia mais

Jardim de Infância Professor António José Ganhão

Jardim de Infância Professor António José Ganhão Jardim de Infância Professor António José Ganhão Jardim de Infância nº2 ( Brejo ) Jardim de Infância do Centro Escolar de Samora Correia Agrupamento de Escolas de Samora Correia Direcção Executiva Conselho

Leia mais

Governador Cid Ferreira Gomes. Vice Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho. Secretária da Educação Maria Izolda Cela de Arruda Coelho

Governador Cid Ferreira Gomes. Vice Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho. Secretária da Educação Maria Izolda Cela de Arruda Coelho Governador Cid Ferreira Gomes Vice Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho Secretária da Educação Maria Izolda Cela de Arruda Coelho Secretário Adjunto Maurício Holanda Maia Secretário Executivo Antônio

Leia mais

INTERAÇÕES NA SALA DE RECURSOS: REFLEXÕES SOBRE O FAZER PEDAGÓGICO E AS TECNOLOGIAS

INTERAÇÕES NA SALA DE RECURSOS: REFLEXÕES SOBRE O FAZER PEDAGÓGICO E AS TECNOLOGIAS INTERAÇÕES NA SALA DE RECURSOS: REFLEXÕES SOBRE O FAZER PEDAGÓGICO E AS TECNOLOGIAS REJANY DOS S. DOMINICK rejany.projetociclos@gmail.com UFF/ UFF CAROLINA GUERRA MARTINEZ carolguerra_@hotmail.com UFF/

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA I SEMINÁRIO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES À DISTÂNCIA: DESAFIOS E PERSPECTIVAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 26 a 29

Leia mais

EIXO 4 - Política e Gestão da Educação Profissional e Tecnológica

EIXO 4 - Política e Gestão da Educação Profissional e Tecnológica EIXO 4 - Política e Gestão da Educação Profissional e Tecnológica FÓRUNS DE ESTUDOS: UMA ALTERNATIVA DE DISCUSSÃO DE NOVAS POSSIBILIDADES E AÇÕES NA MELHORIA DO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO E FORTALECIMENTO

Leia mais

PROTOCOLO DE COMPROMISSO

PROTOCOLO DE COMPROMISSO PROTOCOLO DE COMPROMISSO PROTOCOLO DE COMPROMISSO QUE A FACULDADE CASA DO ESTUDANTE - FACE, MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DE ARACRUZ LTDA E REPRESENTADA PELO DIRETOR ANTÔNIO EUGÊNIO CUNHA APRESENTA

Leia mais

Ricardo Mayer Palestras e Workshops

Ricardo Mayer Palestras e Workshops Ricardo Mayer Palestras e Workshops Tel: 55 8455 2022 E-mail: estudioricardomayer@gmail.com Site: estudioricardomayer.com.br Apresento esse conjunto atividades que foram formatadas ao longo dos últimos

Leia mais

OFICINA BRINCADEIRAS TRADICIONAIS COM SUCATAS: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DE EXTENSÃO LUDOTECA EM MOVIMENTO

OFICINA BRINCADEIRAS TRADICIONAIS COM SUCATAS: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DE EXTENSÃO LUDOTECA EM MOVIMENTO OFICINA BRINCADEIRAS TRADICIONAIS COM SUCATAS: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DE EXTENSÃO LUDOTECA EM MOVIMENTO Área Temática: sociedade e educação. Anilde Tombolato Tavares da Silva (Coordenadora da Ação) Autores

Leia mais

Formação de docentes online: a experiência do Plano de Capacitação Continuada da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Formação de docentes online: a experiência do Plano de Capacitação Continuada da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Formação de docentes online: a experiência do Plano de Capacitação Continuada da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Salvador BA - maio de 2013 Adriana Santos Sousa Núcleo de Tecnologia Educacional

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA Ementário Relações Interpessoais e Ética Profissional Concepções sobre o Processo Inter-relacional no Trabalho; Competência Interpessoal; Qualidade de Vida no

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO PADRE ARNALDO JANSSEN COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA) AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

FACULDADE DE DIREITO PADRE ARNALDO JANSSEN COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA) AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE DE DIREITO PADRE ARNALDO JANSSEN COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA) AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Código da IES: 1923 FACULDADE DE DIREITO PADRE ARNALDO JANSSEN COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA)

Leia mais

semana nacional do trânsito educando nossos condutores e pedestres, visto que o trânsito da cidade é precário.

semana nacional do trânsito educando nossos condutores e pedestres, visto que o trânsito da cidade é precário. SEJA VOCÊ A MUDANÇA NO TRÂNSITO PROJETO: Leticia Garroni Felix Martins Justificativa: O projeto está na sua 3 edição e foi criado para apoiar a semana nacional do trânsito educando nossos condutores e

Leia mais

Quero Mais Saúde. Quero Mais Saúde.indd 1 19/10/2015 15:40:42

Quero Mais Saúde. Quero Mais Saúde.indd 1 19/10/2015 15:40:42 Quero Mais Saúde Quero Mais Saúde.indd 1 19/10/2015 15:40:42 CUIDAR DE VOC #esseéoplan Quero Mais Saúde.indd 2 19/10/2015 15:40:47 OCÊ. ano Quero Mais Saúde.indd 3 19/10/2015 15:40:49 Programa Quero Mais

Leia mais

MANUAL DO COLÉGIO FECAP PARA PAIS E RESPONSÁVEIS INFORMAÇÕES GERAIS

MANUAL DO COLÉGIO FECAP PARA PAIS E RESPONSÁVEIS INFORMAÇÕES GERAIS MANUAL DO COLÉGIO FECAP PARA PAIS E RESPONSÁVEIS INFORMAÇÕES GERAIS 2015 CONSELHO DE CURADORES Presidente Honorário Silvio Álvares Penteado Neto Presidente Shigeaki Ueki Vice-Presidente Silvio Álvares

Leia mais

b) integração de área(s) de concentração, linhas de pesquisa, projetos de pesquisa, produção intelectual e estrutura curricular de modo tal que:

b) integração de área(s) de concentração, linhas de pesquisa, projetos de pesquisa, produção intelectual e estrutura curricular de modo tal que: 1. Dentro do padrão de qualidade adotado na área, considera-se que a proposta do programa é um quesito básico de garantia para a obtenção de resultados, não podendo haver diferença notável aqui entre os

Leia mais

GT de Juventude do Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e Desenvolvimento

GT de Juventude do Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e Desenvolvimento GT de Juventude do Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e Desenvolvimento CETEM 11 de setembro de 2009 Programa Nacional de Juventude e Meio Ambiente De Onde Vêm? Porque Juventude

Leia mais