AS REDES SOCIAIS NOS HOTÉIS DA CIDADE DE ITAJUBÁ-MG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AS REDES SOCIAIS NOS HOTÉIS DA CIDADE DE ITAJUBÁ-MG"

Transcrição

1 AS REDES SOCIAIS NOS HOTÉIS DA CIDADE DE ITAJUBÁ-MG JOÃO PAULO BARBIERI Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do Sul de Minas FACESM JÉSSICA FERREIRA DA SILVA Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do Sul de Minas FACESM CLÁUDIO DAS NEVES FRANCO DE SÁ Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do Sul de Minas FACESM RESUMO BARBIERI, João Paulo; FERREIRA DA SILVA, Jéssica. As Redes Sociais nos Hotéis da Cidade de Itajubá. Itajubá, 2013, 10f. Atualmente, a ascensão das redes sociais é notável em nossa sociedade. A utilização dessas plataformas sociais tornou-se comum nas organizações inseridas em diferentes setores da economia. Portanto, o objetivo principal deste trabalho consiste no estudo da utilização das redes sociais pelos hotéis da cidade de Itajubá-MG. O trabalho em questão traz contribuições aos gestores dos hotéis que almejam aperfeiçoar a utilização das redes sociais em seus negócios e à ciência da administração da FACESM, uma vez que são poucos os trabalhos desenvolvidos na área de Sistemas de Informação. A metodologia do trabalho envolve: pesquisa bibliográfica sobre o tema, elaboração de uma entrevista semi-estruturada, aplicação do questionário nas organizações e análise das informações coletadas. Percebe-se que boa parte dos hotéis utilizam as redes sociais com foco na comunicação. PALAVRAS-CHAVE: REDES SOCIAIS, HOTÉIS, ITAJUBÁ-MG. 1. INTRODUÇÃO Nas duas últimas décadas, as redes sociais tornaram-se muito populares, principalmente no Brasil. Segundo o site SocialBakers (2013), o país está em segundo lugar em número de usuários no Facebook, com cerca de 66 milhões de cadastrados. Sendo assim, organizações de diversos segmentos da economia brasileira têm utilizado as redes sociais em seus negócios. É importante mencionar também a ascensão do setor de serviços no Brasil (IBGE, 2013). Em Minas Gerais, de acordo com os dados do IBGE de 2009, presentes no Portal do Governo de Minas Gerais (2013), o setor de serviços representa 53,6% de seu PIB. Esse cenário não é diferente no município de Itajubá-MG. 2. AS REDES SOCIAIS NAS ORGANIZAÇÕES Embora as redes sociais sejam um tema amplamente difundido em nossa sociedade nos dias atuais, tal assunto antecede a era digital. A abordagem conceitual envolvendo redes sociais encontra-se embasada em diversas áreas da ciência como: Antropologia, 1

2 Comunicação, Sociologia, Psicologia, Administração, Matemática, Economia, entre outras (AMARAL, 2012; RECUERO, 2009). 2.1 CONCEITUAÇÃO DE REDE SOCIAL Histórico dos estudos sobre redes sociais De acordo com Wasserman e Faust (1994) e Wellman (1997), uma rede social pode ser basicamente definida como a composição de dois elementos fundamentais: atores (nós da rede) e conexões (laços sociais). Os atores são indivíduos, grupos ou instituições que estão inseridos em uma rede. Em contrapartida, as conexões originam-se dos laços sociais que, por ventura, nascem das interações sociais entre os atores. Todavia, a abordagem de rede tem, assim, seu foco na estrutura social, onde não é possível isolar os atores sociais e nem suas conexões (RECUERO, 2009, p. 24) Formação de Rede Social O homem é um ser social por natureza. A existência humana ao longo de milênios se dá, entre outros motivos, pela pré-disposição que os homens têm em se socializarem uns com os outros o compartilhamento de ideias, de informações e de conhecimentos por meio de sinais e símbolos baseados em um sistema de regras, o que dá origem à interação social. A interação social possibilita a formação de grupos. A ausência de interação transformaria um grupo de pessoas em nada mais do que um aglomerado de indivíduos estranhos. Em suma, a interação social é um dos pilares fundamentais para a construção de uma rede social Capital Social e a sua relação com as redes sociais É interessante destacar a relação entre o capital social e as redes sociais. Do ponto de vista sociológico, capital social pode ser conceituado como um agregado de recursos reais ou potenciais que estão ligados à participação em uma rede durável de relações mais ou menos institucionalizadas de mútua familiaridade e reconhecimento (BOURDIEU, 1980, p. 424 apud. BARROS; MOREIRA, 2006, p. 117). É importante ressaltar a palavra reconhecimento, pois esta é um elemento muito importante que compõe o capital social e que está presente nas redes de relações entre indivíduos, ou seja, nas redes sociais e está estreitamente ligado à motivação humana. 2.2 O BRASIL E AS REDES SOCIAIS A Internet pode ser considerada uma das grandes invenções humanas do século XX. E o mais interessante é que o acesso a Internet é público e relativamente barato. 2

3 As redes sociais vêm ganhando cada vez mais espaço na vida dos brasileiros que estão em constante contato com a Internet. De acordo com a empresa americana Comscore (2013), pouco mais de um terço do tempo utilizado pelos brasileiros para navegar na Internet é destinado para o uso das redes sociais. Pode-se afirmar que atualmente o ambiente virtual das redes sociais é um terreno fértil para a transmissão e o recebimento de informações, para a manifestação de opiniões e de críticas, para o compartilhamento de pensamentos e de ideias, enfim, para as interações sociais. Além das interações sociais, as redes sociais são ambientes favoráveis para a divulgação de produtos, serviços e marcas. Isso pode elevar o grau de oportunidade para a criação de relacionamentos duradouros entre organizações e clientes (CIPRIANI, 2011; GITOMER, 2012) As principais redes sociais utilizadas no Brasil São vários os sites de redes sociais presentes na web. Cada um funciona de uma maneira diferente. Entretanto, pode-se afirmar que o cerne de todos estes sites resume-se no ato de interagir. De acordo com o resultado de uma pesquisa realizada em março de 2013 pela Serasa Experian (2013), as principais redes sociais utilizadas no Brasil são: Facebook, Youtube, Orkut, Ask.fm, Twitter, Yahoo! Answers Brasil, Badoo, Bate-papo Uol, Google Plus, Windows Live Home. É importante ressaltar que os sites mais utilizados pelas organizações no mundo são o Twitter, o Facebook, o Youtube, o Google Plus e o Pinterest (BURSON-MARSTELLER, 2012). Todavia, dar-se-á neste trabalho maior atenção para os seguintes sites de rede social: Facebook, Twitter, Youtube, Google Plus, LinkedIn e Orkut. 2.3 A RELAÇÃO ENTRE AS REDES SOCIAIS E AS EMPRESAS Nos dias atuais, diversas informações são trocadas entre os usuários dos sites de rede social, dentro desse ambiente virtual as interações emergem espontaneamente. Dessa maneira, os sites de rede social transformam-se em ferramentas de comunicação com caráter mercadológico. Comentários de consumidores insatisfeitos são postados nas plataformas sociais diariamente, portanto, a combinação entre consumidores insatisfeitos e redes sociais virtuais é potencialmente explosiva para a reputação e a imagem de qualquer marca presente no mercado (COUTINHO, 2012). É comum que as redes sociais, devido a sua velocidade e espontaneidade na troca de informações, passem a visão de resultados rápidos, eficientes e com baixo esforço. Todavia, é 3

4 um engano pensar que esses resultados sejam inerentes às redes sociais. Portanto, é necessária a criação de um novo pensamento estratégico e tático para atuar nas redes sociais e obter ganhos relevantes com elas (CIPRIANI, 2011). Cipriani (2011) ressalta ainda a importância em compreender o funcionamento e os efeitos que as redes sociais causam nos negócios da empresa para estabelecer uma estratégia que possibilite o planejamento e a operacionalização das ações, alcançando os benefícios esperados. Não obstante, diversas organizações foram mapeadas pelo Grupo de Redes Sociais da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (EAESP FGV) quanto à utilização das redes sociais no meio organizacional (COUTINHO, 2012). O grupo mencionado destaca cinco importantes atividades organizacionais onde as redes sociais podem ser aplicadas, são elas: gerenciamento de reputação, comunicação, operações, análise de tendências e obtenção de receitas. Nas redes sociais, as organizações podem utilizar a comunicação como forma de transmitir e divulgar suas mensagens, estimulando o surgimento de comunidades de marca. Nessas comunidades, os consumidores interagem com outras pessoas que consumiram o mesmo produto ou serviço que eles, adquirindo benefícios de caráter emocional, cognitivo ou financeiro. Com relação às operações, as empresas podem utilizar as plataformas sociais nos processos operacionais que envolvem, por exemplo, recursos humanos, Customer Relationship Management (CRM) e inovação. Geralmente nesta ocasião, as ações das organizações estão voltadas para o monitoramento das redes sociais com o objetivo de localizar indivíduos formadores de opinião e disseminadores de ideias. A análise de tendências nas redes sociais é uma área pouco explorada pelas empresas, a qual abrange a identificação, a coleta e o armazenamento de dados dos usuários. Esses dados são transformados em informações através de medidas e relações matemáticas. A utilização das redes sociais para a obtenção de receitas ainda é uma novidade. Porém, algumas organizações já vendem os seus produtos e remuneram pessoas por meio de comissões que, por sua vez, estão relacionadas com as compras efetuadas pelos seus amigos. O gerenciamento de reputação é uma ação comumente usada por diversas empresas presentes nas redes sociais, pois possibilita identificar as percepções dos consumidores quanto aos seus produtos, aos seus serviços e à suas marcas. Coutinho (2012) argumenta ainda que, nos dias atuais cabe às organizações a combinação de seus processos organizacionais com as redes sociais a fim de alcançar 4

5 vantagens competitivas no mercado, abordando as redes sociais de maneira estratégica focando o envolvimento de todos os processos e departamentos inerentes às organizações. 3. ITAJUBÁ-MG E SEUS HOTÉIS 3.1 BREVE APRESENTAÇÃO DA CIDADE DE ITAJUBÁ-MG Itajubá encontra-se no sul do Estado de Minas Gerais. É possível afirmar que a localização do município é privilegiada em relação às principais capitais da região sudeste do país: São Paulo (261 km), Rio de Janeiro (318 km) e Belo Horizonte (445 km). É importante mencionar que Itajubá também está estrategicamente posicionada entre a Rodovia Fernão Dias (60 km) e a Rodovia Presidente Dutra (65 km), duas das mais importantes rodovias do país. No decorrer da história de Itajubá existiram diversos hotéis. Segundo Guimarães (1987), o mais antigo estabelecimento de hospedagem em Itajubá é a estalagem de Miguel Carvalho da Silva que funcionou entre os anos de 1832 e Vale destacar que no início do século XX, a cidade de Itajubá passou por um surto de desenvolvimento. Consequentemente, surgiu um dos mais importantes hotéis da época na região, o Grande Hotel Itajubá. Tido como um dos mais luxuosos e confortáveis do estado de Minas Gerais, o Grande Hotel Itajubá hospedou personalidades importantes do cenário artístico e político da época. O hotel hoje faz parte do Patrimônio Histórico e Cultural da cidade. 3.2 OS HOTÉIS DA CIDADE DE ITAJUBÁ-MG O município de Itajubá possui cerca de quatorze hotéis, podendo estes ser de pequeno, médio e grande porte. Em sua maioria, os hotéis da cidade constituem-se em empresas familiares. Todavia, dez dos quatorze hotéis aceitaram participar da pesquisa envolvendo as redes sociais. Os hotéis pesquisados foram: BAHITI HOTEL, HOTEL AMANTYKIR, HOTEL A MODELAR, HOTEL BRAMIG, HOTEL CENTENÁRIO, HOTEL COROADOS, HOTEL ORIENTE, ITAJUBÁ FLAT, NOVO HOTEL e PALACE HOTEL. 4. METODOLOGIA A metodologia de pesquisa deste trabalho tem como essência a pesquisa de campo. Inicialmente, foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre o tema abordado. Posteriormente, com base na fundamentação teórica, foi elaborada uma entrevista semi-estruturada, a qual foi aplicada nos hotéis do município de Itajubá-MG. Em consequência, os dados coletados transformaram-se em informações. Portanto, o trabalho obedece ao seguinte fluxo: 5

6 Figura 1 Fluxo de procedimento metodológico Pesquisa bibliográfica sobre o tema Elaboração de uma entrevista semi-estruturada Aplicação do questionário nas organizações Análise das informações coletadas Fonte: Elaborado pelos autores. 5. REDES SOCIAIS NOS HOTÉIS DA CIDADE DE ITAJUBÁ-MG 5.1 RELAÇÕES ENTRE AS REDES SOCIAIS E OS HOTÉIS DE ITAJUBÁ Atualmente, organizações que atuam em diferentes ramos da economia estão utilizando as redes sociais de maneira estratégica a fim de manter e conquistar novos clientes. Em suma, a interação entre organização e cliente nunca foi tão importante como nos dias atuais, pois, presencia-se uma época onde as redes sociais têm o poder de aproximar o público das marcas, antecipar e medir a reputação no meio eletrônico, ignorar essa ferramenta pode trazer riscos à imagem de qualquer empresa (COUTINHO, 2012, p. 63) Principais razões para a utilização e a não utilização das redes sociais De acordo com os respondentes da pesquisa, as redes sociais são importantes ferramentas de aproximação com os clientes. Por meio delas é possível saber o que os clientes estão dizendo sobre o hotel. Portanto, setenta por cento dos hotéis pesquisados utilizam redes sociais. Entretanto, trinta por cento dos hotéis pesquisados não utilizam nenhuma rede social, pois são plataformas que precisam ser utilizadas diariamente e no momento não há um profissional dedicado a essa função no quadro de colaboradores A utilização das redes sociais pelos hotéis de Itajubá-MG Do ponto de vista dos gerentes dos hotéis que utilizam alguma rede social, a ferramenta possibilita a maximização da interação com os clientes, afirmam ainda que, as redes sociais são plataformas baratas onde o fluxo diário de pessoas é bastante elevado. Quanto às redes sociais utilizadas pelos hotéis, pode-se observar que todos os hotéis da cidade de Itajubá-MG utilizam o Facebook, consequentemente, essa rede social é a principal plataforma usada pelos hotéis (FIGURA 2). 6

7 Figura 2 Redes Sociais utilizadas nos hotéis Fonte: Elaborado pelos autores. Todavia, a Figura 2 mostra também que apenas vinte e nove por cento das organizações utilizam o Twitter. Em sequência, está o Google Plus e o LinkedIn, ambos com quatorze por cento. As demais redes sociais não são utilizadas Número de redes sociais utilizadas por hotel Considerando os hotéis que fazem uso das redes sociais, cerca de setenta e um por cento declararam que utilizam apenas uma rede social. Por outro lado, vinte e nove por cento dos hotéis da cidade de Itajubá-MG utilizam mais de uma rede social, portanto, estes têm a oportunidade de maximizar as possibilidades de interação com o mercado Frequência de utilização das redes sociais pelos hotéis A frequência de utilização das redes sociais é relevante. Na pesquisa realizada nos hotéis de Itajubá-MG ficou perceptível que mais da metade dos hotéis utilizam as redes sociais diariamente. O uso diário permite que a organização melhore a qualidade dos serviços prestados. No entanto, vinte e nove por cento dos hotéis utilizam tais plataformas semanalmente. Isso não significa que a organização esteja perdendo algum tipo de oportunidade, ainda assim, cabe à organização identificar qual rede social utilizar e analisar quantas mensagens são interessantes postar na rede social escolhida pela mesma. Todavia, é importante ressaltar que quatorze por cento dos hotéis utilizam semestralmente as redes sociais. Estes últimos podem estar perdendo a oportunidade de saber como o hotel é visto pelos clientes ou de atrair novos e potenciais clientes. 7

8 5.1.5 Impactos da utilização das redes sociais nos hotéis O uso das redes sociais podem causar impactos positivos e negativos nas organizações. Entre os possíveis impactos positivos: maximização da interação com os clientes, elevação do número de clientes, possibilidade de observar as ações das organizações concorrentes, obtenção de conhecimento sobre o que as pessoas estão falando sobre a sua organização e as outras na rede, possibilidade de encontrar pessoas com o perfil adequado para fazer parte da organização, entre outros. Entre os possíveis impactos negativos: mudanças em alguns processos organizacionais, grande volume de informações para administrar, adequação de tempo para utilização constante da ferramenta, mudanças de hábitos, exposição da organização na rede, entre outros. Contudo, grande maioria dos gerentes considera positivo o impacto das redes sociais em suas organizações. Alguns gerentes citaram que houve maior procura pelo hotel e que se criou um vínculo maior com os seus clientes. Porém, quatorze por cento dos hotéis afirmaram não conhecer se houve ou não algum impacto, pois, utilizam as redes sociais há pouco tempo Relação entre as cinco atividades organizacionais e as redes sociais utilizadas pelos hotéis Com base no Grupo de Redes Sociais da EAESP FGV (COUTINHO, 2012), a pesquisa foi aplicada nos hotéis de Itajubá-MG abrangendo as cinco relevantes atividades organizacionais onde as redes sociais podem ser aplicadas. Sendo assim, pode-se observar na Figura 3 que os hotéis de Itajubá-MG utilizam as redes sociais com foco na comunicação. Figura 3 Uso das redes sociais pelos hotéis e as cinco atividades organizacionais Fonte: Elaborado pelos autores. 8

9 É importante destacar que, mais da metade dos hotéis procuram obter receitas. De acordo com os gerentes dessas organizações, a venda de serviços por meio das redes sociais é um desafio, pois, as pessoas ainda sentem receio em comprar um determinado serviço na web. Grande parte dos hotéis de Itajubá-MG também utilizam as redes sociais com o objetivo de gerenciar a reputação da organização no meio virtual. Segundo os gerentes, é essencial saber como a organização está sendo vista pelas pessoas. É importante salientar que, poucos hotéis usam as redes sociais com o objetivo de analisar as tendências que surgem no mercado. Alguns gerentes afirmaram que as redes sociais podem servir como uma ferramenta para analisar tendências de mercado, entretanto, os mesmos destacaram que também existem outras ferramentas e mecanismos para alcance de tal fim. Todavia, uma pequena parcela dos hotéis utilizam as redes sociais com o intuito de identificar pessoas com alto grau de envolvimento, formadoras de opinião e que possam fazer parte da organização futuramente. 6. CONCLUSÃO Com base no objetivo geral deste trabalho, cuja proposta foi a de realizar um estudo sobre a utilização das redes sociais nos hotéis da cidade de Itajubá-MG, pode-se afirmar que o objetivo foi alcançado. Por meio de um questionário elaborado pelos autores, houve a aplicação do mesmo em dez hotéis do município situado no sul do Estado de Minas Gerais. Posteriormente à aplicação do questionário, houve a coleta e o estudo dos dados. De acordo com o objetivo específico que propunha a verificação do número de hotéis existentes na cidade de Itajubá-MG que utilizam redes sociais, pode-se afirmar que esse objetivo foi atingido. Todavia, constatou-se que, dos dez hotéis que participaram da entrevista, sete utilizam redes sociais, ou seja, setenta por cento dos hotéis envolvidos na pesquisa. Considerando o objetivo específico de identificar a rede social mais utilizada pelos hotéis da cidade Itajubá-MG, pode-se perceber que o Facebook é amplamente utilizado por todos os hotéis que declaram fazer uso das redes sociais. Hoje, o Facebook oferece a oportunidade de conexão com outras redes sociais, por exemplo, o Youtube. Baseando-se nisso, pode-se afirmar que é interessante a utilização de outras redes sociais pelos hotéis, porém, o ingresso da organização em uma determinada plataforma social dependerá dos planos estratégicos que a mesma pretende aplicar. 9

10 Quanto à investigação sobre a maneira que as redes sociais são utilizadas nos hotéis de Itajubá-MG, pode-se observar que as redes sociais são principalmente usadas visando uma melhor comunicação com os clientes e o mercado, portanto, grande parte dos hotéis de Itajubá-MG está presente nas redes sociais para esse fim. Entretanto, uma considerável parcela dos hotéis está nas redes sociais com o objetivo de obter receitas e de gerenciar a reputação da organização dentro da rede. Sendo assim, com base no objetivo geral, nos objetivos específicos e na pesquisa realizada, pode-se dizer que todos esses pontos foram alcançados, entretanto, é importante mencionar que dez, dos quatorze hotéis selecionados para a aplicação do questionário, aceitaram participar da pesquisa. Todavia, os resultados das informações coletadas nos dez hotéis foram satisfatórios para a realização dos objetivos propostos neste trabalho. 7. REFERÊNCIAS AMARAL, H. G. A formação de Capital Social através de Redes Sociais na Internet. Tese (Mestrado em Administração) Programa de Pós-Graduação em Administração, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, BARROS, F. S. de Oliveira; MOREIRA, M. V. Coelho. O Capital Social nas Aglomerações Produtivas de Micro e Pequenas Empresas: Estudo de um Arranjo Produtivo Turístico. O&S organizações & sociedade, Salvador, v. 13, n. 39, p , out./dez BOURDIEU, Pierre. The Forms of Capital. In: RICHARDSON J. Handbook of Theory and Research for the Sociology of Education. New York: Greenwood Press, BURSON-MARSTELLER. Global Social Media Check Up Disponível em: <http://www.burson-marsteller.com/social/presentation.aspx>. Acesso em: 30 abr CIPRIANI, F. Estratégia em Mídias Sociais: Como romper o paradoxo das redes sociais e tornar a concorrência irrelevante. Rio de Janeiro: Elsevier, COUTINHO, Marcelo. Redes Sociais: Muito Além da Mídia. GV Executivo, São Paulo, v. 11, n. 2, p , jul./dez COMSCORE Brazil Digital Future in Focus. 15 mar Disponível em: <http://www.comscore.com/por/insights/presentations_and_whitepapers/2013/2013_brazil_ Digital_Future_in_Focus>. Acesso em: 30 abr GITOMER, Jeffrey. Boom de Mídias Sociais. São Paulo: M.Books, GUIMARÃES, Armelim. História de Itajubá. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, IBGE. Em 2012, PIB cresce 0,9% e totaliza R$ 4,403 trilhões. 01 mar Disponível em: < Acesso em: 10 mar

11 PORTAL DO GOVERNO DE MINAS GERAIS. Economia robusta e diversificada. Disponível em: < > Acesso em: 10 mar RECUERO, R. Redes Sociais na Internet. Porto alegre: Sulina, SERASA EXPERIAN. Redes sociais do Google entre as top 10 da categoria têm 21% de participação de visitas em março no Brasil, segundo Hitwise. 22 abr Disponível em: <http://www.serasaexperian.com.br/release/noticias/2013/noticia_01174.htm>. Acesso em: 30 abr SOCIALBAKERS. Estatística do Brasil. Disponível em: < >. Acesso em: 10 mar WASSERMAN, Stanley; FAUST, Katherine. Social Network Analysis: Methods and Applications. Cambridge, UK: Cambridge University Press, WELLMAN, B. An Electronic Group is Virtually a Social Network. In: KIESLER, Sarah (org.) Culture of Internet. Hillsdale, NJ: Lawrence Erlbaum,

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil

As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil Samira NOGUEIRA 2 Márcio Carneiro dos SANTOS 3 Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA

Leia mais

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Morgana Hamester História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Contexto atual Modelização digital contemporaneidade;

Leia mais

OBSERVATÓRIO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão do conhecimento. OGI. Google alertas. Biblioteconomia.

OBSERVATÓRIO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão do conhecimento. OGI. Google alertas. Biblioteconomia. XIV Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão da Informação - Região Sul - Florianópolis - 28 de abril a 01 de maio de 2012 RESUMO OBSERVATÓRIO DE

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B Mídias sociais como apoio aos negócios B2B A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo

5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo 5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo Este estudo teve como objetivo contribuir para a compreensão do uso das mídias sociais, como principal ferramenta de marketing da Casar é Fácil, desde o momento da sua

Leia mais

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa]

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] 1 Sumário O Surgimento do Analista de Redes Sociais... 2 O que é um Analista de Redes Sociais?... 5 Qual é o Perfil do Analista

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL Introdução A partir da década de 90 as transformações ocorridas nos aspectos: econômico, político, social, cultural,

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

USO DE REDES SOCIAIS EM AMBIENTES CORPORATIVOS. www.gentispanel.com.br

USO DE REDES SOCIAIS EM AMBIENTES CORPORATIVOS. www.gentispanel.com.br USO DE REDES SOCIAIS EM AMBIENTES CORPORATIVOS www.gentispanel.com.br Só quem tem uma base de 6,5 milhões de pessoas pode resolver suas pesquisas de mercado em poucos dias. Pesquisas ad-hoc Consumidores

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Recursos Humanos Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos 1.

Leia mais

Processos Gerenciais

Processos Gerenciais UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Processos Gerenciais Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais. 1.

Leia mais

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional Carlos Henrique Cangussu Discente do 3º ano do curso de Administração FITL/AEMS Marcelo da Silva Silvestre Discente do 3º ano do

Leia mais

Prof. NINO CARVALHO Mestre em Administração IBMEC Pós Graduado em Marketing e Estratégia Chartered Institute of Marketing Reino Unido

Prof. NINO CARVALHO Mestre em Administração IBMEC Pós Graduado em Marketing e Estratégia Chartered Institute of Marketing Reino Unido 1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA SIGA: PMBACMD*11/01 Prof. LUIZ CARLOS SEIXAS DE SÁ Doutorando ISCTE - Lisboa MSc. HEC School of Management França Mestre em Planejamento Organizacional FGV EBAP Prof. NINO CARVALHO

Leia mais

Observatórios Virtuais

Observatórios Virtuais UNIVASF: UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE SÃO FRANCISCO TRABALHO DE ASTROFÍSICA ALUNO: PEDRO DAVID PEDROSA PROFESSOR: MILITÃO CURSO: MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA Observatórios Virtuais

Leia mais

A pluralidade das relações públicas

A pluralidade das relações públicas A pluralidade das relações públicas Carolina Frazon Terra Introdução Sétima colocada no ranking "As profissões do futuro" segundo a Revista Exame de 13 de abril de 2004, as relações públicas se destacam

Leia mais

Sobre o Instituto Desenvolve T.I

Sobre o Instituto Desenvolve T.I Sobre o Instituto Desenvolve T.I A empresa Desenvolve T.I foi fundada em 2008, em Maringá, inicialmente focando a sua atuação em prestação de serviços relacionados à Tecnologia da Informação e atendendo

Leia mais

TWITTER COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE UMA TURMA DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ll

TWITTER COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE UMA TURMA DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ll 1 TWITTER COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE UMA TURMA DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ll Jefferson de Oliveira Balduino 1 Karine Lôbo Castelano 2 Jame de Oliveira Balduino

Leia mais

TÍTULO: AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS NO VAREJO DAS PEQUENAS EMPRESAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP)

TÍTULO: AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS NO VAREJO DAS PEQUENAS EMPRESAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) TÍTULO: AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS NO VAREJO DAS PEQUENAS EMPRESAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA:

Leia mais

Mídias Sociais nos Negócios. GorillaBrand BRAND

Mídias Sociais nos Negócios. GorillaBrand BRAND Mídias Sociais nos Negócios GorillaBrand BRAND Marketing de Relacionamento Estratégias Empresa Marca Faturamento Clientes Uso de estratégias Relacionamento Empresa x Cliente Gera Valorização da Marca Aumento

Leia mais

Tecnologias Web voltadas a Inovação em Produtos e Serviços

Tecnologias Web voltadas a Inovação em Produtos e Serviços Departamento de Ciência da Computação (DCC/UFLA) Prof. André Grützmann andre5@dcc.ufla.br Tecnologias Web voltadas a Inovação em Produtos e Serviços INVESTIR PARA BUSCAR SOLUÇÕES INOVADORAS ATENDER AO

Leia mais

Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana

Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana Nuria Sampietro (01); Roberto Sganzerla (02); Sara Benenkanp (03). SBCTrans Endereço: Rua Monteiro Lobato, 151 Jd. Montanhão São Bernardo

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

Plusoft Rua Nebraska, 443, 5º Andar, Brooklin São Paulo (SP) F.: 55 11 5091-2777 www.plusoft.com.br - @Plusoft -

Plusoft Rua Nebraska, 443, 5º Andar, Brooklin São Paulo (SP) F.: 55 11 5091-2777 www.plusoft.com.br - @Plusoft - Potencializando resultados com o SOCIAL CRM O NOVO MOMENTO DO RELACIONAMENTO COM CLIENTE A mídia social revolucionou os meios e o modelo de comunicação. Entre muitas transformações, as redes sociais são

Leia mais

Plusoft Rua Nebraska, 443, 5º Andar, Brooklin São Paulo (SP) F.: 55 11 5091-2777 www.plusoft.com.br - @Plusoft -

Plusoft Rua Nebraska, 443, 5º Andar, Brooklin São Paulo (SP) F.: 55 11 5091-2777 www.plusoft.com.br - @Plusoft - Potencializando resultados com o SOCIAL CRM A CONSTRUÇÃO DE RELACIONAMENTOS SÓLIDOS NA MÍDIA SOCIAL A mídia social revolucionou os meios e o modelo de comunicação. Entre muitas transformações, as redes

Leia mais

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA Proposta de Marketing Digital Design inox Marketing de Resultados A PlusPixel vem oferecendo seus serviços desde o início da internet, isso nos

Leia mais

COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA

COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA 1) Quais são os componentes de um moderno sistema de informações de marketing? 2) Como as empresas podem coletar informações de marketing? 3) O que constitui

Leia mais

Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013

Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944

Leia mais

Oficina de Inclusão Tecnológica

Oficina de Inclusão Tecnológica 1 Oficina de Inclusão Tecnológica Ementa: O curso LinkedIn apresenta, de forma geral, como desenvolver seu networking através desta rede social. Demonstra como fazer parte dela (inscrição), montagem do

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Marketing Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Marketing. 1. Introdução Os Projetos

Leia mais

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): EBERSON EVANDRO DA SILVA GUNDIN, PAULO

Leia mais

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com. SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL Expositor Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.br (61) 9613-6635 5 PILARES DO MARKETING DIGITAL 1 2 3 4 5 Presença digital: Ações

Leia mais

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA A ERA DIGITAL E AS EMPRESA Em 1997 o Brasil já possuia 1,8 MILHÕES de usuários Brasil O 5 Maior país em extensão territorial Brasil 5 Vezes campeão do Mundo Brasil O 5 Maior país em número de pessoas conectadas

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DA ANÁLISE DE REDES SOCIAIS PARA GESTÃO DA INFORMAÇÃO

CONTRIBUIÇÕES DA ANÁLISE DE REDES SOCIAIS PARA GESTÃO DA INFORMAÇÃO 1 REDES SOCIAIS CONTRIBUIÇÕES DA ANÁLISE DE REDES SOCIAIS PARA GESTÃO DA INFORMAÇÃO Eixo temático: Gestão e Políticas da Informação Modalidade: Apresentação Oral Eduardo Alves Silva Dalton Lopes Martins

Leia mais

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL INTRODUÇÃO Já imaginou ter acesso a dados e estatísticas do website do concorrente? Com alguns aplicativos e ferramentas, isso já é possível. Com ajuda deles, você

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

DIREITO DIGITAL APLICADO 2º SEMESTRE DE 2014. Programa de Pós-Graduação Lato Sensu da DIREITO GV (GVlaw)

DIREITO DIGITAL APLICADO 2º SEMESTRE DE 2014. Programa de Pós-Graduação Lato Sensu da DIREITO GV (GVlaw) DIREITO DIGITAL APLICADO 2º SEMESTRE DE 2014 Programa de Pós-Graduação Lato Sensu da DIREITO GV (GVlaw) FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944 com

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

Como monitorar o que estão falando da minha empresa

Como monitorar o que estão falando da minha empresa http://www.tecnocratadigital.com.br/wp-content/uploads/2010/11/social-media-optimization.jpg Como monitorar o que estão falando da minha empresa nas Mídias Sociais de forma simples e direta. Paulo Milreu

Leia mais

MARKETING EM REDES SOCIAIS RESUMO

MARKETING EM REDES SOCIAIS RESUMO MARKETING EM REDES SOCIAIS Bruna Karine Ribeiro Simão Instituto Federal de Mato Grosso do Sul Campus Nova Andradina bruna_simao@hotmail.com Rodrigo Silva Duran Instituto Federal de Mato Grosso do Sul Campus

Leia mais

Aula 2: O conceito de branding: o significado da marca, sua imagem e patrimônio (emocional e financeiro).

Aula 2: O conceito de branding: o significado da marca, sua imagem e patrimônio (emocional e financeiro). Aula 2: O conceito de branding: o significado da marca, sua imagem e patrimônio (emocional e financeiro). A importância da publicidade na construção e gestão das marcas. Definição dos grupos de trabalho.

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso

Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso III Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí II Jornada Científica 9 a 23 de Outubro de 200 Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso Sablina

Leia mais

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a

Leia mais

CIDADE PARTICIPATIVA O GOVERNO FORA DA CAIXA

CIDADE PARTICIPATIVA O GOVERNO FORA DA CAIXA CIDADE PARTICIPATIVA O GOVERNO FORA DA CAIXA A forma tradicional de governar, em geral, tem se distanciado da população. Há poucos canais de diálogo e participação popular. Parte disso se deve à burocracia

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras Por Marcelo Bandeira Leite Santos 13/07/2009 Resumo: Este artigo tem como tema o Customer Relationship Management (CRM) e sua importância como

Leia mais

Lucas Arantes Zanetti 1 Lívia Cadete da Silva 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP

Lucas Arantes Zanetti 1 Lívia Cadete da Silva 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP Movimentos sociais e internet: uma análise sobre as manifestações de 2013 no Brasil Lucas Arantes Zanetti 1 Lívia Cadete da Silva 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista,

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

Módulo 07 Gestão de Conhecimento

Módulo 07 Gestão de Conhecimento Módulo 07 Gestão de Conhecimento Por ser uma disciplina considerada nova dentro do campo da administração, a gestão de conhecimento ainda hoje tem várias definições e percepções, como mostro a seguir:

Leia mais

Desenvolvimento econômico e social no Brasil e a qualificação profissional num mundo globalizado

Desenvolvimento econômico e social no Brasil e a qualificação profissional num mundo globalizado Desenvolvimento econômico e social no Brasil e a qualificação profissional num mundo globalizado Edson Tomaz de Aquino 1 Resumo: Este artigo apresenta uma reflexão sobre os desafios do Brasil em competir

Leia mais

ABRIL 2010. Redes Sociais: revolução cultural na Internet. Ano 2 Número 2

ABRIL 2010. Redes Sociais: revolução cultural na Internet. Ano 2 Número 2 ABRIL 2010 Redes Sociais: revolução cultural na Internet Ano 2 Número 2 SUMÁRIO EXECUTIVO As redes sociais: revolução cultural na Internet Apresentação Definindo as redes sociais As redes sociais formam

Leia mais

Social-Commerce IT CARLOS MASSA SIMPONE 70609178

Social-Commerce IT CARLOS MASSA SIMPONE 70609178 Social-Commerce IT CARLOS MASSA SIMPONE 70609178 INDICE INTRODUÇÃO DIFINIÇÃO COMO FUNCIONA AS ETAPAS HISTORIA RELACIONAMENTO PRATICAS REDES SOCIAS EXEMPLOS VANTAGEM INTRODUÇÃO Comumente pode se entender

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1

Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1 Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1 Aline Silveira SANTOS 2 Lorena PADRINI 3 Maria Claudia COSTA 4 João de CASTRO 5 Centro Universitário

Leia mais

Como u&lizar as ferramentas de marke&ng digital no relacionamento com os cooperados

Como u&lizar as ferramentas de marke&ng digital no relacionamento com os cooperados Como u&lizar as ferramentas de marke&ng digital no relacionamento com os cooperados 26 de Agosto de 2015 Belo Horizonte - MG Joe Jackson Sangalli Vidor Joe Jackson Sangalli Vidor Diretor da 2ck Marke.ng

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S A MELHOR OPORTUNIDADE PARA O SEU NEGÓCIO ESTÁ AO SEU ALCANCE NAS REDES SOCIAIS... O MUNDO É FEITO DE REDES SOCIAIS

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO

PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO 552 PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO Silvio Carvalho Neto (USP) Hiro Takaoka (USP) PESQUISA EXPLORATÓRIA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

O USO DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO À DISTÂNCIA

O USO DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO À DISTÂNCIA O USO DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO À DISTÂNCIA Rozimar Rodrigues de Brito, UFPB Adriano Patrício da Silva, UFPB Jefferson Simplicio dos Santos, UFPB Paulo Roberto Palhano Silva, UFPB RESUMO: Hoje em dia

Leia mais

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas Julie Caroline de Alcântara Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: juliealcantara.31@gmail.com

Leia mais

3 Metodologia. 3.1 Tipo de Pesquisa

3 Metodologia. 3.1 Tipo de Pesquisa 3 Metodologia Neste capítulo é descrita a metodologia da presente pesquisa, abordandose o tipo de pesquisa realizada, os critérios para a seleção dos sujeitos, os procedimentos para a coleta, o tratamento

Leia mais

O uso da informática na escola: Webquest como estratégia de aprendizagem construtivista

O uso da informática na escola: Webquest como estratégia de aprendizagem construtivista O uso da informática na escola: Webquest como estratégia de aprendizagem construtivista Maira Teresinha Lopes Penteado 1 Gisele Dorneles Fernandes 2 RESUMO: O presente artigo tem por finalidade esclarecer

Leia mais

RELACIONAMENTO, REPUTAÇÃO E RELEVÂNCIA

RELACIONAMENTO, REPUTAÇÃO E RELEVÂNCIA RELACIONAMENTO, REPUTAÇÃO E RELEVÂNCIA Comunicação Organizacional em Mídias Sociais UNISO Prof. Randolph de Souza PRESENÇA NAS MÍDIAS Necessidade Definição de Estratégias para minimizar riscos Se bem trabalhadas

Leia mais

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO TAREFAS ESTRUTURA PESSOAS AMBIENTE TECNOLOGIA ÊNFASE NAS TAREFAS Novos mercados e novos conhecimentos ÊNFASE

Leia mais

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento.

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento. Criação Personalização Gerenciamento. A Cafuné Design trabalha com as principais mídias e plataformas digitais do momento: Facebook, Twiiter, Instagram, Youtube e LinkedIn. Novas ferramentas de mídia social

Leia mais

FATEC Cruzeiro José da Silva. Ferramenta CRM como estratégia de negócios

FATEC Cruzeiro José da Silva. Ferramenta CRM como estratégia de negócios FATEC Cruzeiro José da Silva Ferramenta CRM como estratégia de negócios Cruzeiro SP 2008 FATEC Cruzeiro José da Silva Ferramenta CRM como estratégia de negócios Projeto de trabalho de formatura como requisito

Leia mais

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios UNIMEP MBA em Gestão e Negócios Módulo: Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 TI com foco nos Negócios: Áreas envolvidas (Parte II) Flávio I. Callegari www.flaviocallegari.pro.br O perfil do profissional

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação - Centro de Ciências Agrárias Departamento de Computação Os sistemas de informação empresariais na sua carreira Introdução à Ciência da Computação Introdução à Ciência da Computação COM06850-2015-II Prof.

Leia mais

RESUMO EXECUTIVO realmente significa estar informado? Como filtrar a informação certa do montante de informações triviais

RESUMO EXECUTIVO realmente significa estar informado? Como filtrar a informação certa do montante de informações triviais RESUMO EXECUTIVO Muito tem se falado em era da informação, informação é poder, etc. Mas o que realmente significa estar informado? Como filtrar a informação certa do montante de informações triviais que

Leia mais

Uma nova Virtual Target

Uma nova Virtual Target A Virtual Target é uma ferramenta muito imediata. Ao dispararmos as campanhas, já começamos a receber os resultados de interação e identificar a conversão. A marca, para nós, é sinônimo de comprometimento.

Leia mais

IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE

IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE GEduc 2012 - Novos Rumos para a Gestão Educacional Pág 1 Temas Pressupostos teórico-metodológicos As necessidades

Leia mais

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Este assunto normalmente é tratado quando se aborda a coleta de dados no ciclo de Inteligência. No entanto, o fenômeno das redes sociais, atualmente, cresceu

Leia mais

A BRASIL ROTÁRIO FRENTE ÀS MÍDIAS ELETRÔNICAS. Carlos Jerônimo da Silva Gueiros

A BRASIL ROTÁRIO FRENTE ÀS MÍDIAS ELETRÔNICAS. Carlos Jerônimo da Silva Gueiros A BRASIL ROTÁRIO FRENTE ÀS MÍDIAS ELETRÔNICAS Carlos Jerônimo da Silva Gueiros Um mundo em transformação 1998 / 1999 Mutirão Digital apoiar as escolas públicas no acesso à Internet 2010-12 anos depois...

Leia mais

EDUCAÇÃO SUPERIOR, INOVAÇÃO E PARQUES TECNOLÓGICOS

EDUCAÇÃO SUPERIOR, INOVAÇÃO E PARQUES TECNOLÓGICOS EDUCAÇÃO SUPERIOR, INOVAÇÃO E PARQUES TECNOLÓGICOS Jorge Luis Nicolas Audy * A Universidade vem sendo desafiada pela Sociedade em termos de uma maior aproximação e alinhamento com as demandas geradas pelo

Leia mais

Convênio... 3. Apresentação... 3 ISCTE / INDEG... 3. Programa... 4. Duração do Curso... 4. Idioma... 4. Coordenador... 5. Docentes...

Convênio... 3. Apresentação... 3 ISCTE / INDEG... 3. Programa... 4. Duração do Curso... 4. Idioma... 4. Coordenador... 5. Docentes... MÓDULO INTERNACIONAL MÓDULO INTERNACIONAL Data de realização: 10 a 17 de Outubro de 2015 Convênio..................... 3 Apresentação.................... 3 ISCTE / INDEG....................... 3 Programa.......................

Leia mais

PESQUISA SOBRE O PERFIL DE ALUNOS NA UTILIZAÇÃO DE UM SITE DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR

PESQUISA SOBRE O PERFIL DE ALUNOS NA UTILIZAÇÃO DE UM SITE DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR PESQUISA SOBRE O PERFIL DE ALUNOS NA UTILIZAÇÃO DE UM SITE DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR Wesley Humberto da Silva (Fundação Araucária), André Luis Andrade Menolli (Orientador) e-mail: wesleyhumberto11@mail.com

Leia mais

CRM - Customer Relationship Management

CRM - Customer Relationship Management Profª Carla Mota UCB 2014 Unid 2 aula1 CRM - Customer Relationship Management Estratégia de negócio voltada ao entendimento e a antecipação das necessidades dos clientes atuais e potenciais de uma empresa.

Leia mais

Blog NoRascunho 1. Andrew Philip Saldanha de FRANÇA 2 Melissa Cirne de Lucena 3 Universidade Potiguar, Natal, RN

Blog NoRascunho 1. Andrew Philip Saldanha de FRANÇA 2 Melissa Cirne de Lucena 3 Universidade Potiguar, Natal, RN Blog NoRascunho 1 Andrew Philip Saldanha de FRANÇA 2 Melissa Cirne de Lucena 3 Universidade Potiguar, Natal, RN RESUMO Como forma de registrar acontecimentos ligados a área da comunicação com um foco em

Leia mais

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 Conhecimento em Tecnologia da Informação Alinhamento Estratégico A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 2010 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

O USO DAS REDES SOCIAIS PARA O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES DO LETRAMENTO DIGITAL

O USO DAS REDES SOCIAIS PARA O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES DO LETRAMENTO DIGITAL O USO DAS REDES SOCIAIS PARA O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES DO LETRAMENTO DIGITAL 1. INTRODUÇÃO Lygia de Assis Silva Sérgio Paulino Abranches Universidade Federal de Pernambuco lygia1@hotmail.com/ Este

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil Ana Luiza Collares Xavier JULIA FERRAZ DUAYER Thalita Gaspar Telles Light Serviços de

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

O Storytelling. T- Story NEWSLETTER. Junho 2013 1ª Edição. Porquê utilizar o Storytelling

O Storytelling. T- Story NEWSLETTER. Junho 2013 1ª Edição. Porquê utilizar o Storytelling Apresentamos a newsletter oficial do projeto T-Story - Storytelling Aplicado à Educação e Formação, um projeto financiado pela ação transversal Atividade-chave 3 Tecnologias de Informação e Comunicação,

Leia mais

Redes sociais no Terceiro Setor

Redes sociais no Terceiro Setor Redes sociais no Terceiro Setor Prof. Reginaldo Braga Lucas 2º semestre de 2010 Constituição de redes organizacionais Transformações organizacionais Desenvolvimento das organizações articuladas em redes

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012

Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012 Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012 Índice Apresentação...2 Público-alvo...2 Plataformas utilizadas: Ning...3 Twitter...4 Facebook...5

Leia mais

Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM

Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM Fábio Pires 1, Wyllian Fressatti 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil pires_fabin@hotmail.com wyllian@unipar.br RESUMO. O projeto destaca-se

Leia mais

Convênio... 3. Apresentação... 3 ISCTE / INDEG... 3. Coordenador... 5. Docentes... 5. Valores... 6

Convênio... 3. Apresentação... 3 ISCTE / INDEG... 3. Coordenador... 5. Docentes... 5. Valores... 6 MBA Executivo Internacional MBA EXECUTIVO MÓDULO INTERNACIONAL 06 a 13 de Outubro de 2012 Coordenação Acadêmica: Prof. Dr. Marcus Vinícius Rodrigues Convênio..................... 3 Apresentação....................

Leia mais

livrarias. No Brasil, o mercado livreiro é um dos melhores do mundo.

livrarias. No Brasil, o mercado livreiro é um dos melhores do mundo. Universidade Castelo Branco O PROCESSO DE EVOLUÇÃO DO E-COMMERCE DA SARAIVA RUAN CAÍQUE DE JESUS SIMAS Orientação: Prof.ª Carla Mota. Rio de Janeiro, jun. 2014 Introdução O comercio varejista brasileiro

Leia mais

O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES

O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES CHAVES, Natália Azenha Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: natalya_azenha@hotmail.com

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva 1 Resposta do Exercício 1 Uma organização usa algumas ações para fazer frente às forças competitivas existentes no mercado, empregando

Leia mais