TANURI VILELA RIBEIRO MONITORAMENTO E MÉTRICAS DE REDES SOCIAIS ONLINE: UM ESTUDO DE CASO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TANURI VILELA RIBEIRO MONITORAMENTO E MÉTRICAS DE REDES SOCIAIS ONLINE: UM ESTUDO DE CASO"

Transcrição

1 TANURI VILELA RIBEIRO MONITORAMENTO E MÉTRICAS DE REDES SOCIAIS ONLINE: UM ESTUDO DE CASO LAVRAS MG 2014

2 TANURI VILELA RIBEIRO MONITORAMENTO E MÉTRICAS DE REDES SOCIAIS ONLINE: UM ESTUDO DE CASO Monografia apresentada ao Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Lavras como parte das exigências do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação para a obtenção do título de Bacharel. Orientador Dr. André Luiz Zambalde LAVRAS-MG 2014

3

4 DEDICO Aos meus pais, Patrícia e Vicente, pelo companheirismo, esforço e apoio empenhado para que concluísse essa jornada. Ao meu irmão Rafael, pelo apoio e amizade sempre presente nessa trajetória. Aos meus colegas de curso, por tornar menos árduo os desafios enfrentados. Aos amigos da DGTI, pela amizade e conhecimento compartilhado. Aos Kanelas, pelas Kanelas Feira e os míticos casos contados. Aos professores Zambalde, Ahmed e Eric que se tornaram exemplos de pessoas e profissionais para mim.

5 RESUMO O número de usuários de redes sociais online alcançou grandes taxas de crescimento nos últimos anos, sendo que uma em cada cinco pessoas no mundo utilizam redes sociais. No Brasil mais de 46 milhões de usuários acessam redes sociais. O uso dessas redes tornou-se comum e presente ao cotidiano das pessoas, visto que existe participação dos usuários constantemente e compartilhamento de informações com frequência. Nesse sentido tornou-se oportuno o desenvolvimento desse trabalho, a fim de analisar através do monitoramento, informações geradas publicamente e que podem se tornar inputs para as organizações. Através da ferramenta de monitoramento de redes sociais SCUP buscou-se monitorar as páginas no Facebook e Twitter da Universidade Federal de Lavras devido ao expressivo número de fãs e seguidores que possuem e a proximidade com o meio acadêmico. De posse dos relatórios e resultados gerados pela ferramenta SCUP, foram traçadas proposições e reflexões sobre as métricas e medidas obtidas em cada rede, a fim de identificar oportunidades de melhorias e inovação das atividades que poderão ser desenvolvidas para uma maior e melhor interatividade com as páginas da UFLA nas redes sociais. Palavras-chave: Redes Sociais. Métricas. Monitoramento. Ferramenta.

6 ABSTRACT The number of users of online social networking has achieved high rates of growth in recent years, with one in five people worldwide use social networks. In Brazil more than 46 million users access social networks. The use of these networks has become commonplace and present the daily lives of people, as there is constant involvement of users and sharing information frequently. In this sense it has become desirable to develop this work in order to analyze through monitoring, information generated publicly and can become inputs for organizations. By monitoring social networking tool SCUP we sought to monitor which pages on Facebook and Twitter of Federal University of Lavras due to the large number of fans and followers who have and proximity to universities. Ownership of reports and results generated by SCUP tool, propositions and reflections on the metrics and measurements in each network were traced in order to identify opportunities for improvement and innovation activities that could be developed into a bigger and better interactivity with pages UFLA on social networks. Keywords : Social Networks. Metrics. Monitoring. Tool.

7 LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1- Perfil da UFLA no Facebook Figura 2. Perfil da UFLA no Twitter Figura 3. Monitor do SCUP Figura 4. Painel de acompanhamento Figura 5- Gênero dos usuários Figura 6- Localização dos usuários Figura 7. Número de menções por usuário Figura 8- Relatório de atividades Figura 9. Taxa de Engajamento Figura 10. Número de fãs Figura 11. Evolução do número de fãs Figura 12. Distribuição diária das publicações no Facebook Figura 13. Número de itens coletados Figura 14. Termos mais citados Figura 15. Termos representados em nuvens Figura 16. Gênero dos usuários Figura 17- Distribuição geográfica dos usuários Figura 18. Abrangência das menções Figura 19. Menções por usuário no Twitter Figura 20. Média de atividades por Tweet Figura 22. Número de seguidores Figura 23- Evolução de seguidores no Twitter Figura 24. Principais palavras citados nas citações a UFLA Figura 25. Nuvem de palavras do Twitter UFLA Figura 26-Análise semanal das publicações no Twitter... 29

8 SUMÁRIO 1 Introdução Referencial Teórico Redes Sociais na Internet Monitoramento e Métricas em Redes Sociais Ferramentas de Monitoramento em Redes Sociais Metodologia Tipo de Pesquisa Procedimentos Metodológicos A ferramenta SCUP Resultados e Discussão Métricas na rede social Facebook Gênero dos usuários que interagem com o perfil UFLA no Facebook Localização Geográfica Menções por usuário Número de atividades por postagem Engajamento Número de Fãs Evolução do número de fãs Análise semanal das publicações Número de itens por período Termos mais citados Métricas na rede social Twitter Gênero dos usuários que interagem com o perfil UFLA no Twitter Localização Geográfica Abrangência das publicações... 39

9 4.2.4 Menções por usuário Média de atividades por publicação Número de seguidores Evolução do número de seguidores Itens por período Termos mais citados Análise semanal das atividades Conclusão Referências Bibliográficas... 50

10 8 1. INTRODUÇÃO No contexto atual das organizações, as constantes transformações nos modelos de negócios e a construção de novas estratégias para o fortalecimento de um relacionamento próximo com os clientes são ações necessárias para a permanência das empresas no mercado. As redes sociais têm sido um ambiente propício para que essas organizações construam suas estratégias baseadas no comportamento dos usuários, uma vez que esses podem ser potenciais consumidores e o mercado atual exige que as organizações tenham participação e envolvimento com as comunidades online. Segundo Garton, Haythornthwaite e Wellman, (1997), uma rede social online se forma quando uma rede de computadores realiza a conexão de uma rede de pessoas e ou organizações. A partir de redes sociais muitas correlações podem ser observadas e utilizadas por organizações como inputs para seus negócios. Por exemplo, é possível observar o horário em que determinado grupo de pessoas têm preferência por realizar suas compras, o número de pessoas que compartilham de mesmo gosto e de preferências de consumo, o que as pessoas dizem sobre determinado produto ou postura de uma organização, além de outras características que podem ser mensuradas através de métricas específicas, com o objetivo de alcançar resultados benéficos para o negócio. Neste contexto, o presente estudo teve como principal objetivo realizar um levantamento das principais métricas e medidas em redes sociais a partir do monitoramento das páginas de redes sociais no Facebook e Twitter relacionadas

11 9 a Universidade Federal de Lavras - MG (UFLA), realizando um estudo de caso da aplicação da ferramenta de monitoramento de redes sociais SCUP 1. Buscou-se medir as menções e o comportamento dos elementos que fazem parte da rede social, sendo eles os atores e suas conexões, tendo como abrangência os recursos que são disponibilizados pela ferramenta. A fim de atender o objetivo proposto, o presente estudo encontra-se dividido de acordo com os seguintes capítulos. No Capítulo 2 tem-se o referencial teórico. Na seção 2.1, tem se como foco as redes sociais na internet; na seção 2.2 os conceitos relacionados ao Monitoramento e Métricas para redes sociais online e na seção 2.3 argumentos teóricos e discussão das principais ferramentas de monitoramento e métricas em redes sociais. No capítulo 3 é apresentada a metodologia e pesquisa, argumentando respectivamente sobre o tipo de pesquisa que o trabalho se baseou e os procedimentos metodológicos que serão utilizados nessa pesquisa. No capítulo 4, tem se os resultados e discussão do trabalho. No capítulo 5, é apresentada as conclusões e considerações finais desse trabalho. Em seguida tem as referências bibliográficas utilizadas nesse trabalho. 1 SCUP. Disponível em Acessado em janeiro de 2014.

12 10 2. REFERENCIAL TEÓRICO Nas próximas três seções, é apresentado o referencial teórico abordando temas pertinentes ao foco desse estudo. Em específico, na seção 2.1, têm-se um levantamento bibliográfico relacionado as redes sociais na Web. Na seção 2.2, são descritos os conceitos relacionados ao monitoramento e métricas dos elementos integrantes de uma rede social. Na seção 2.3, discute-se os temas relacionados as ferramentas utilizadas para métricas e monitoramento existentes, que permitem desde a análise das redes sociais com um todo, ao estudo dos elementos que interagem através dessa estrutura social online. 2.1 Redes Sociais na Internet Com o crescente número de usuários da Internet, novos aplicativos e ferramentas foram criados para que as pessoas pudessem interagir e realizar a comunicação entre elas. Uma das grandes tendências consolidadas nos dias atuais são as redes sociais. Segundo Recuero (2009, p.22) uma rede social é definida como um conjunto de dois elementos: atores (pessoas, instituições ou grupos; que são os nós da rede) e de suas conexões (interações ou laços sociais). Dessa forma, uma rede é uma metáfora para observar os padrões de conexão de um grupo social, a partir das conexões estabelecidas entre os diversos atores. A abordagem de rede tem, assim, seu foco na estrutura social, onde não é possível isolar os atores sociais e nem suas conexões. De acordo com Boyd & Elisson (2007, p.2), as redes sociais online podem ser definidas como: Serviços baseados na Web que permitem aos utilizadores criar um perfil público ou semi-público numa rede delimitada, articular uma lista de outros utilizadores com

13 11 quem partilham uma ligação, e ver e circular pela sua lista de ligações e pelas ligações de outras pessoas dentro do sistema. Ainda segundo Recuero (2009), ao se tratar de atores em redes sociais, necessita-se ter uma observação diferenciada da definição desse componente em uma rede social na Internet. Os atores são os nós da rede, responsáveis pela interação com outros nós (chamada de conexão). Nesse sentido, não é apenas o perfil de uma pessoa em determinada rede que limita a definição de um ator de uma rede social. Recuero (2009) considera que um blog, weblog, fotolog, flicker e páginas no Facebook são representações de atores de uma rede social, mesmo que muitas vezes representam apenas um nó na rede, essas páginas são compostas por um conjunto de usuários, ou seja, várias pessoas. Dessa forma pode existir o relacionamento entre pessoas e páginas da internet, podendo as características desse relacionamento ser analisadas e existir a possibilidade de identificação de relacionamentos explícitos e implícitos a partir das interações que ocorrem entre os nós da rede social. Para a autora, as conexões entre os nós da rede social podem ser definidas como a constituição de laços nas redes sociais. Por exemplo, na utilização da rede social Facebook, um usuário ao curtir uma página de uma empresa, está criando uma conexão com aquela página da empresa. Ou seja, a informação que a empresa divulgar através de sua página poderá ser visualizada pelo usuário com vínculo aquela página. A recíproca também se torna verdadeira. O usuário ao publicar algo naquela página, permitirá que a empresa visualize as informações que ele ali publicou. Não só na página em específico são produzidas informações desse tipo. Existe possibilidade que informações relacionadas a esse conteúdo sejam produzidas em toda a rede. O conteúdo de informação poderá tanto ter influência

14 12 neutra, positiva ou negativa. Esse tipo de análise torna-se então um promissor campo de estudo para as organizações, pois permite que produtos e serviços tenham maior aceitabilidade no mercado, uma vez que análises relativas a preferência de consumo de determinado grupo de pessoas, poderá ser uma área com maior probabilidade de realização de inferências positivas para criação de valor para a organização. Recuero (2009, p.23) faz a seguinte observação em relação aos estudos em redes sociais: O surgimento da possibilidade de estudo das interações e conversações através dos rastros deixados na Internet que dá novo fôlego à perspectiva de estudo de redes sociais, a partir do início da década de 90. É, neste âmbito, que a rede como metáfora estrutural para a compreensão dos grupos expressos na Internet é utilizada através da perspectiva de rede social. A autora explicita o relacionamento entre os atores da rede e suas conexões, definindo as conexões como a forma de comunicação entre os atores da rede social. Essa visão permite analisar as trocas de mensagens e o sentido que essas trocas comunicativas podem exercer sobre determinado assunto a que essas mensagens trocadas fazem referência. Para Brandão (2011) as redes sociais online podem ser classificadas de diferentes formas. Por exemplo, existem as redes sociais de relacionamento como Facebook, Orkut, Twitter e redes sociais de trabalho como o Linkedin por exemplo. As redes sociais podem ainda ser classificadas quanto ao conteúdo que possuem, sendo classificadas como redes sociais horizontais (ou generalistas), como exemplo Facebook, Hi5, MySpace, Linkedin, Orkut e demais redes com características similares as das redes sociais citadas, e redes sociais verticais (como exemplo Travelpod, Trip Advisor, LonelyPlan). As redes sociais horizontais têm como objetivo realizar conexões entre as pessoas, dessa forma as pessoas inclusas nesse tipo de rede podem compartilhar gostos, interesses e

15 13 opiniões que partilham. Nesse tipo de rede, o crescimento do número de laços entre as pessoas são atividades comuns. De acordo com esse autor, as redes sociais verticais têm seu foco em determinado nicho de mercado, e as pessoas presentes nessa categoria de rede tem seu interesse em debater um determinado assunto ou tema de interesse em comum entre os membros da rede. Observa-se nesse tipo de rede social uma grande especificidade e dessa forma uma discussão mais centralizada no tema a ser discutido, ao contrário das redes sociais horizontais onde existe uma infinidade de temas a serem discutidos e uma menor centralização do que em redes sociais verticais. Segundo estudos divulgados pela revista Exame (2012), a empresa e.life realizou uma pesquisa sobre as tendências das redes sociais para Os resultados apontam que 65% de pequenas e médias empresas desejam melhorar o seu relacionamento com os clientes através das redes sociais. De acordo com os números publicados pelo Facebook, a rede tem se destacado como a maior e mais utilizada rede social no mundo, com um bilhão de usuários ativos em seu sistema. Uma pesquisa sobre a frequência de uso da Internet, realizada pela F/Nazca (2010), aponta que, dos brasileiros com idade acima de 12 anos, 54% costumam acessar a Internet, isto é, 81,3 milhões de pessoas. Outra pesquisa realizada pela Comscore (2011), apontando a crescente presença de usuários brasileiros nas redes sociais online, mostrou que, em junho de 2011, desses 81 milhões de brasileiros, mais de 43 milhões de pessoas utilizavam ao menos uma ferramenta de redes sociais. A mais utilizada é o Facebook, meio de interação que possibilita ao usuário o compartilhamento de textos, fotos e vídeos, promovendo a aproximação de pessoas presentes nos mais diversos lugares do mundo. O uso da maioria das redes sociais é gratuito, o que possibilita o aumento e existência de grande número de pessoas conectadas a essas redes a cada dia.

16 14 Conforme os números mostram, uma grande quantidade de pessoas tem adentrado as redes sociais nos dias atuais. A possibilidade de compartilhamento de informações pode influenciar no comportamento de outras pessoas. Por exemplo, uma pessoa que posta informações negativas em relação a determinada marca ou acontecimento, pode influenciar as pessoas que estão conectadas a ela nas redes sociais a não preferir tal conteúdo fornecido ou ação a ser executada. Dessa forma, torna-se um aspecto interessante para as empresas, acompanhar as postagens públicas de usuários de uma rede social, uma vez que a imagem da organização pode estar tendo influência positiva ou negativa com relação aos usuários da rede social e estes podem ser potenciais consumidores dos produtos que a marca oferece (MONTEIRO, 2012). De acordo com Zambalde (2011), na prática ainda se tem um uso limitado e pouco aplicado, particularmente no Brasil, das redes sociais na Internet. Isso demonstra a abertura de oportunidades para que as empresas construam suas estratégias baseadas em redes sociais, uma vez que pesquisas demonstram um crescente aumento no número de usuários. Assim, as empresas podem obter vantagens competitivas a partir do uso de ferramentas capazes de realizar um monitoramento eficiente de redes sociais, pois identificando áreas que necessitem de melhoria, as organizações podem traçar estratégias a fim de atender e criar produtos que supram as necessidades de seus potenciais clientes. 2.2 Monitoramento e Métricas em Redes Sociais Talvez a primeira imagem que é evocada no pensamento das pessoas ao observar a palavra monitoramento, é que estão sendo vigiadas, punidas ou controladas. No sentido de redes sociais, o significado e o sentido da palavra não é esse. O monitoramento é enxergado como uma forma de aprendizado (MONTEIRO, 2012). Grunig (1992, p.27) afirma: O principal motivo para

17 15 monitorar não é punir ou recompensar, mas aprender. Segundo Silva (2013), monitoramento de redes sociais pode ser definido como: Coleta, armazenamento, classificação, categorização, adição de informações e análise de menções online públicas relacionadas a determinado termo e seus emissores, com os objetivos de: (a) identificar e analisar reações, sentimentos e desejos relativos a produtos, entidades e campanhas; (b) conhecer melhor os públicos; e pertinentes; e (c) realizar ações reativas e proativas para alcançar os objetivos da organização ou pessoa. De acordo com os pensamentos de Silva (2013), Monteiro (2012), Watts (2003) e Recuero (2009) é possível afirmar que as redes sociais possuem grande dinamismo, ou seja, as redes não são paradas no tempo e no espaço, estão em constante mudanças. Tais mudanças são influenciadas pelas interações entre os atores da rede. Algumas interações visam fortalecer, somar e construir um determinado laço social, enquanto outras visam destruir ou enfraquecer. Segundo Lemos (2009, p.13), monitoramento pode ser entendido como forma de observação para acumular informações visando projeções ou construção de cenários e históricos, ou seja, como uma ação de acompanhamento e avaliação de dados. Monteiro (2012) afirma que as atividades de monitoramento em redes sociais são atividades complexas e que exigem grande especificidade e atualização constantes, já que as pessoas são bastante dinâmicas e geram dados a todo momento a respeito do conteúdo que compartilham em seus perfis nas redes sociais. Para Silva (2013) o trabalho de métricas em redes sociais não é apenas o trabalho de gerar números quantificados. Os números quantificados podem não expressar informações exatas para que as organizações tomem decisões e obtenham bons resultados. É importante para as empresas ter um relacionamento

18 16 mais próximo com os seus clientes. Não basta apenas determinada marca ter um grande número de fãs, as organizações necessitam ouvir seus clientes. De acordo com Monteiro (2012) existe um modelo a ser utilizado como guia para execução das tarefas de monitoramento em redes sociais. O SMC (Social Media Cycle) tem como objetivo principal medir o nível de maturidade das empresas para realização de um trabalho eficiente nas tarefas de monitoramento e métricas em redes sociais. Os níveis de maturidade são divididos em três categorias: SMC1, SMC2 e SMC3, representando uma plataforma especifica para a necessidade das organizações. Assim, as empresas são caracterizadas de acordo com os objetivos que possuem. Após a identificação e necessidade de se investir em monitoramento das redes sociais uma empresa que deseja expor sua marca fará parte do nível maturidade SMC1 (Plataforma de Publicação); se além de divulgar sua marca ela possui tempo e orçamento para investir nas atividades de monitoramento e a alta direção valoriza o relacionamento da empresa através das redes sociais a empresa estará posicionada no nível de maturidade SMC3 (Rede de mobilização); caso a alta direção não esteja interessada no relacionamento próximo aos clientes, a empresa se encontrará no nível de maturidade SMC2 (Espaço de Relacionamento). Segundo Monteiro (2012), o monitoramento pode ser de três tipos: a ação de ouvir o que os usuários estão falando da marca; atividades de contraação, ações que a empresa tomará imediatamente a partir das menções realizadas nas redes sociais de maneira corretiva ou preventiva, e por último, a tomada de decisão: quando a empresa utiliza das informações publicadas de forma estratégica para realizar a tomada de decisão. Após a definição do tipo de monitoramento que uma empresa deseja adotar, é importante que seja definido quais métricas serão utilizadas e estão adequadas ao modelo de negócio seguido pela empresa. A escolha de métricas

19 17 inadequadas pode desperdiçar tempo e outros recursos os quais a empresa dispõe. Nesse sentido, faz-se necessário a aplicação de métricas em redes sociais e a utilização de KPIs (Key Perfomance Indicators), que é uma técnica de se medir quão bem os objetivos do negócio são alcançados pela organização. As métricas não eliminam as incertezas nas tomadas de decisão, mas podem reduzir esse número (MONTEIRO, 2012) De acordo com o Conclave, reunião anual realizada por empresas B2B e B2C, ocorrida na Carolina do Norte nos EUA em Junho de 2013, foram definidos e discutidos um conjunto de métricas e melhores práticas a serem utilizadas para as ações de monitoramento em redes sociais. Os tipos de métricas existentes e mais utilizadas em redes sociais são: engajamento, participação e colaboração; alcance, disseminação e repercussão; sentimento e reputação; influência, influenciadores e advocacia; ROI, vendas e leads; Satisfação e resolução dos problemas; adequação, temas e tópicos; perfil e localização do público; tendências de mercado e produto. Outras métricas poderão existir de acordo com o contexto e necessidade do negócio ao qual a organização está inserida (SILVA, 2011) As métricas relacionadas ao engajamento, participação e colaboração, como a própria definição da nomenclatura sugere, são métricas relacionadas a participação dos usuários de redes sociais nas estratégias traçadas por determinada marca ou empresa, isso é, o quanto o público participa das atividades de determinado perfil nas redes sociais online (SILVA, 2011) As métricas de alcance, disseminação e repercussão dizem respeito ao alcance que as ações realizadas por determinada marca nas redes sociais podem alcançar (SILVA, 2011) As métricas de sentimento e reputação dizem respeito ao sentimento dos usuários nas redes sociais com relação a marca (SILVA, 2011)

20 18 As métricas de influência, influenciadores e advocacia estão relacionadas ao grau de influência que os perfis corporativos exercem sobre os usuários das redes sociais, bem como identificação e análise dos perfis dos influenciadores nas redes sociais (SILVA, 2011) As métricas de ROI, vendas e leads dizem respeito ao retorno financeiro que as ações realizadas nas redes sociais provocam (SILVA, 2011) As métricas de satisfação e resolução de problemas procuram mensurar o grau de satisfação dos usuários que são clientes daquela marca e quão eficiente a empresa tem sido na resolução dos problemas que os usuários tem apresentado (SILVA, 2011) As métricas relacionadas a adequação, temas e tópicos dizem respeito a categorização das menções em temas relacionados a empresa, como exemplo, desfavoráveis e favoráveis a marca. As métricas relacionadas ao perfil e localização do público são métricas responsáveis por analisar o público e segmentação dos mesmos criando categorias de acordo com o público alvo das ações realizadas nas redes sociais (SILVA, 2011) E por fim, as métricas relacionadas as tendências do mercado que buscam através do comportamento dos usuários nas redes sociais e do conhecimento prévio da organização realizar previsões para lançamento de produtos e serviços melhorando a aceitabilidade dos mesmos. Segundo Silva (2013) existe grande diferença entre o público nas redes sociais que a marca acredita ser seu público consumidor real, do número de seguidores ou fãs que ela possui. Nesse sentido, o trabalho que foi desenvolvido nesse estudo buscou compreender a combinação das diferentes métricas disponibilizadas através da ferramenta SCUP..

21 Ferramentas de Monitoramento em Redes Sociais Laine e Fruhwirth (2010, p.191) propõe a seguinte definição de ferramentas de monitoramento em redes sociais: Ferramentas de monitoramento para redes sociais são serviços de software oferecidos através da internet para filtrar e analisar o conteúdo textual presente na mídia social. As ferramentas encontram conteúdos baseados nas palavras-chaves definidos pelos usuários. As ferramentas incorporam múltiplas funcionalidades como análise de volume, fonte, autor, palavrachave, região e sentimento e reportam essas informações convenientemente de modo gráfico. As ferramentas de monitoramento em redes sociais são softwares utilizados para analisar o conteúdo publicado pelos usuários. Silva (2011) caracteriza esses softwares em duas categorias: softwares plenos e softwares parciais. Os softwares parciais são aqueles que não permitem que seja realizado o tratamento dos dados obtidos ou acrescentar informações complementares. Como exemplos de software parciais têm-se o Google Alerts 2, Social Mention 3 e outras com características similares. O Google Alerts (2013) é uma ferramenta online de caráter parcial disponibilizada pela Google que permite aos usuários monitorar os mecanismos de buscas do site. Nessa ferramenta é necessário realizar um pré cadastro definindo as palavras chaves que serão monitoradas. Dessa forma é possível monitorar desde quanto um concorrente é procurado pelos seus clientes na internet e até mesmo receber informações de atualização de sites e acompanhamento da evolução de determinado tópico na Internet. Nessa ferramenta o usuário recebe esse tipo de informação por , porém não 2 Google Alerts. Disponível em <http://www.google.com.br/alerts?hl=pt-br>. Acessado em janeiro de 2014.

22 20 oferece opção para tratamento das informações dos dados que são gerados através da ferramenta. Essa ferramenta pode ser acessada através do website De acordo com a análise feita na ferramenta Social Mention³, ela é disponibilizada online e pode ser acessada através de seu website. Através de um conjunto de palavras chave definidas, ela realiza uma busca nas redes sociais para busca das menções dessas palavras. Ela retorna os resultados, realizando a análise de sentimentos, quantidade de menções, os usuários influenciadores e as principais hashtags utilizadas. Assim como o Google Alerts, ela é uma ferramenta parcial e não permite que seja realizado um tratamento das informações customizado, que permita adequar as necessidades de monitoramento e métricas as necessidades de um usuário a esse tipo de ferramenta. Os softwares plenos permitem ir além da coleta e armazenamento dos dados, eles em uma única plataforma permitem consolidar as várias etapas de monitoramento. Como exemplos de softwares plenos pode-se citar: Trendrr 4, Seekr, SocialMetrix e SCUP e outras com características similares (SILVA, 2011) A ferramenta Trendrr é uma ferramenta de caráter pleno que permite monitorar o engajamento dos telespectadores de programas de TV nas redes sociais. Essa ferramenta foi comprada recentemente pela rede social Twitter em agosto de 2013, e será integrada a rede social. Essa ferramenta permitirá através do fluxo de dados na rede social, identificar os dados e filtrar os dados que serão visualizados. Essa ferramenta possui conteúdo limitado após sua compra, e pode ser acessada em seu website. 3 Social Mention.Disponível em <http://www.socialmention.com>. Acessado em janeiro de 2014; 4 Trendrr. Disponível em <https://www.trendrr.tv>. Acessado em janeiro de 2014.

23 21 A ferramenta Seekr 5 é disponibilizada através de seu website. É uma ferramenta brasileira que permite realizar o monitoramento e análises das informações relacionadas a determinada marca nas principais redes sociais. A ferramenta SocialMetrics 6 é disponibilizada em seu website. É uma ferramenta que busca através da inteligência de mercado acompanhar o comportamento dos potenciais consumidores através dos dados que esses geram nas mídias online. No universo das redes sociais, é uma ação complexa definir todas essas ferramentas existentes para monitoramento, devido a imensidão de ferramentas existentes. As ferramentas procuram facilitar a visualização das informações monitoradas. Dessa forma, procuram ilustrar as informações através de gráficos, delimitação em regiões geográficas, dão possibilidade de excluir e delimitar termos que não são integrantes as palavras que estão sendo monitorado, fornecer informações estatísticas e números que definem o grau de monitoramento da rede, frequência de menções na rede entre outros recursos que se tornam indispensáveis. De acordo com Gabriel (2010), para realizar um monitoramento eficiente é necessário uma combinação de várias ferramentas, pois cada uma tem um foco específico. Nesse sentido infere-se a necessidade que a empresa tenha um monitoramento eficiente dos vários contextos aos quais ela está presente. Segundo estudo realizado por Silva (2012b), cada profissional do ramo de redes sociais utiliza aproximadamente quatro ferramentas para monitoramento de redes sociais. A ferramenta que foi utilizada nesse trabalho, a SCUP, para ser utilizada é necessário comprar um pacote de serviços para usufruir dos recursos 5 Seekr. Disponível em (http://seekr.com.br/). Acesso em Janeiro de Social Metrix. Disponível em (http://www.socialmetrix.com). Acesso em Janeiro de 2014.

Plusoft Rua Nebraska, 443, 5º Andar, Brooklin São Paulo (SP) F.: 55 11 5091-2777 www.plusoft.com.br - @Plusoft -

Plusoft Rua Nebraska, 443, 5º Andar, Brooklin São Paulo (SP) F.: 55 11 5091-2777 www.plusoft.com.br - @Plusoft - Potencializando resultados com o SOCIAL CRM A CONSTRUÇÃO DE RELACIONAMENTOS SÓLIDOS NA MÍDIA SOCIAL A mídia social revolucionou os meios e o modelo de comunicação. Entre muitas transformações, as redes

Leia mais

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015.

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. 1 OBJETIVO O objetivo deste documento é estipular um plano de ação para criar e gerenciar perfis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Mídias Sociais do jeito mais fácil. Guia do Usuário

Mídias Sociais do jeito mais fácil. Guia do Usuário Mídias Sociais do jeito mais fácil Guia do Usuário Índice 3. Buscas 4. Funcionalidades 5. Monitor 6. Relacionamento 7. Publicação 8. Estatísticas 9. Tutorial Cadastrando uma busca Classificando o conteúdo

Leia mais

Monitoramento de Marcas no Twitter: Instituições de Ensino Superior Privadas de Salvador. Monitoramento de Marcas no Twitter: Inst.

Monitoramento de Marcas no Twitter: Instituições de Ensino Superior Privadas de Salvador. Monitoramento de Marcas no Twitter: Inst. Monitoramento de Marcas no Twitter: Instituições de Ensino Superior Privadas de Salvador Introdução A web contemporânea nos revela aspectos importantes no comportamento de seus usuários: produção e compartilhamento

Leia mais

19 Congresso de Iniciação Científica DESENVOLVIMENTO DE UM MECANISMO EFICIENTE DE CAPTURA E ANÁLISE DE COMENTÁRIOS NA WEB

19 Congresso de Iniciação Científica DESENVOLVIMENTO DE UM MECANISMO EFICIENTE DE CAPTURA E ANÁLISE DE COMENTÁRIOS NA WEB 19 Congresso de Iniciação Científica DESENVOLVIMENTO DE UM MECANISMO EFICIENTE DE CAPTURA E ANÁLISE DE COMENTÁRIOS NA WEB Autor(es) JEFFERSON DIAS DOS SANTOS Orientador(es) PLÍNIO ROBERTO SOUZA VILELA

Leia mais

Plusoft Rua Nebraska, 443, 5º Andar, Brooklin São Paulo (SP) F.: 55 11 5091-2777 www.plusoft.com.br - @Plusoft -

Plusoft Rua Nebraska, 443, 5º Andar, Brooklin São Paulo (SP) F.: 55 11 5091-2777 www.plusoft.com.br - @Plusoft - Potencializando resultados com o SOCIAL CRM O NOVO MOMENTO DO RELACIONAMENTO COM CLIENTE A mídia social revolucionou os meios e o modelo de comunicação. Entre muitas transformações, as redes sociais são

Leia mais

Como cultivar leads do Comitê de TI

Como cultivar leads do Comitê de TI BRASIL Como cultivar leads do Comitê de TI O marketing está ajudando ou atrapalhando? Confiança + Credibilidade devem ser CONQUISTADAS O profissional de marketing moderno conhece a importância de cultivar

Leia mais

Importância da Comunicação Digital para o mercado corporativo

Importância da Comunicação Digital para o mercado corporativo Importância da Comunicação Digital para o mercado corporativo Cláudio Coelho Café da Manhã 22.05.2012 Agenda Evolução da Comunicação Serviços de Comunicação Digital Importância do Planejamento Estratégico

Leia mais

Monitoramento de Redes Sociais

Monitoramento de Redes Sociais Monitoramento de Redes Sociais O QlikBrand é uma ferramenta profissional para monitoramento de mídias sociais e o primeiro "Social Mídia Discovery" com Qlikview. Localiza menções nas mídias sociais, interage

Leia mais

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale 1.1 Histórico da Prática Eficaz Por meio do Departamento

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS?

E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS? E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS? COM SOCIAL MEDIA RESEARCH VOCÊ PODE UMA NOVA METODOLOGIA QUE PARTE DO CRUZAMENTO ENTRE AS MELHORES

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

OBSERVATÓRIO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão do conhecimento. OGI. Google alertas. Biblioteconomia.

OBSERVATÓRIO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão do conhecimento. OGI. Google alertas. Biblioteconomia. XIV Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão da Informação - Região Sul - Florianópolis - 28 de abril a 01 de maio de 2012 RESUMO OBSERVATÓRIO DE

Leia mais

Mídias Sociais nos Negócios. GorillaBrand BRAND

Mídias Sociais nos Negócios. GorillaBrand BRAND Mídias Sociais nos Negócios GorillaBrand BRAND Marketing de Relacionamento Estratégias Empresa Marca Faturamento Clientes Uso de estratégias Relacionamento Empresa x Cliente Gera Valorização da Marca Aumento

Leia mais

Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS. Business-to-Business

Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS. Business-to-Business Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS Business-to-Business À primeira vista, a conexão entre mídias sociais e empresas que fazem negócios com outras empresas (Business-to-Business) não

Leia mais

JEAN CARLOS DE REZENDE AVALIAÇÃO DE MÉTRICAS EM REDES SOCIAIS COM A FERRAMENTA SCUP: ESTUDO DA FAN PAGE DE UMA STARTUP

JEAN CARLOS DE REZENDE AVALIAÇÃO DE MÉTRICAS EM REDES SOCIAIS COM A FERRAMENTA SCUP: ESTUDO DA FAN PAGE DE UMA STARTUP JEAN CARLOS DE REZENDE AVALIAÇÃO DE MÉTRICAS EM REDES SOCIAIS COM A FERRAMENTA SCUP: ESTUDO DA FAN PAGE DE UMA STARTUP LAVRAS - MG 2014 JEAN CARLOS DE REZENDE AVALIAÇÃO DE MÉTRICAS EM REDES SOCIAIS COM

Leia mais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais INTRODUÇÃO Em plena era 2.0 é imprescindível que as empresas estejam presentes na

Leia mais

CONTEÚDOS. Blog REDES SOCIAIS VIDEOS ONLINE PARTILHA DE FOTOGRAFIAS PARTILHA DE APRESENTAÇÕES

CONTEÚDOS. Blog REDES SOCIAIS VIDEOS ONLINE PARTILHA DE FOTOGRAFIAS PARTILHA DE APRESENTAÇÕES CONTEÚDOS ANTES DE INICIAR A SUA AVENTURA NAS REDES, TENHA EM CONTA AS SEGUINTES DICAS: Atribua a administração de cada canal e/ou estratégia a alguém que faça parte da sua empresa; Dê formação à sua equipa

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV Bloco Comercial CRM e AFV Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos CRM e AFV, que fazem parte do Bloco Comercial. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa]

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] 1 Sumário O Surgimento do Analista de Redes Sociais... 2 O que é um Analista de Redes Sociais?... 5 Qual é o Perfil do Analista

Leia mais

Laboratório de Mídias Sociais

Laboratório de Mídias Sociais Laboratório de Mídias Sociais Aula 02 Análise Textual de Mídias Sociais parte I Prof. Dalton Martins dmartins@gmail.com Gestão da Informação Universidade Federal de Goiás O que é Análise Textual? Análise

Leia mais

Apps de Produtividade

Apps de Produtividade Apps de Produtividade Os App s de Produtividade oferecem controle, organização e recursos para profissionalização das áreas internas e externas da empresa, proporcionando: Produtividade Controle Integração

Leia mais

COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE

COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE GUIA Inbound Marketing COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE E-BOOK GRÁTIS WWW.FABIODONASCIMENTO.ME Tabela de Conteúdos Introdução... 3 Capítulo 1: Formas de obter Tráfego... 4 Capítulo 2: Como aumentar

Leia mais

ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS

ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS Ana Beatriz Mesquita (CPTEC/INPE) ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS Metodologia do trabalho realizado referente a gravação e expansão dos vídeos

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

Social Analytics: Mensuração de Presença em Redes Sociais Claudia Palma

Social Analytics: Mensuração de Presença em Redes Sociais Claudia Palma Social Analytics: Mensuração de Presença em Redes Sociais Claudia Palma Claudia Palma! claudia@agenciabrowse.com.br! @claudinhapalma! facebook.com/claudinhaclaudinhapalma! linkedin.com/in/claudinhapalma

Leia mais

Planejamento de Mídias Sociais. Endireitados

Planejamento de Mídias Sociais. Endireitados Planejamento de Mídias Sociais Endireitados 1. Entendendo o Endireitados Quem nunca passou um bom tempo se preparando para um Exame, seja no cólegio, faculdade ou concurso público? São N horas de estudo,

Leia mais

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA Proposta de Marketing Digital Design inox Marketing de Resultados A PlusPixel vem oferecendo seus serviços desde o início da internet, isso nos

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Este assunto normalmente é tratado quando se aborda a coleta de dados no ciclo de Inteligência. No entanto, o fenômeno das redes sociais, atualmente, cresceu

Leia mais

MÍDIAS SOCIAIS. Manual de Conduta

MÍDIAS SOCIAIS. Manual de Conduta MÍDIAS SOCIAIS Manual de Conduta Apresentação O Sistema Ocemg, atento às mudanças de mercado e preocupado em estar sempre próximo de seus públicos de interesse, assume o desafio de se posicionar também

Leia mais

3 METODOLOGIA DA PESQUISA

3 METODOLOGIA DA PESQUISA 3 METODOLOGIA DA PESQUISA O objetivo principal deste estudo, conforme mencionado anteriormente, é identificar, por meio da percepção de consultores, os fatores críticos de sucesso para a implementação

Leia mais

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com. SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL Expositor Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.br (61) 9613-6635 5 PILARES DO MARKETING DIGITAL 1 2 3 4 5 Presença digital: Ações

Leia mais

Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012

Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012 Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012 Índice Apresentação...2 Público-alvo...2 Plataformas utilizadas: Ning...3 Twitter...4 Facebook...5

Leia mais

TAM: o espírito de servir no SAC 2.0

TAM: o espírito de servir no SAC 2.0 TAM: o espírito de servir no SAC 2.0 Os primeiros passos do SAC 2.0 da TAM A trajetória da TAM sempre foi guiada pela disponibilidade de servir seus clientes; nas redes sociais, essa filosofia não poderia

Leia mais

F.U.C.D. Ferramentas de Utilização para Comunicação Digital

F.U.C.D. Ferramentas de Utilização para Comunicação Digital F.U.C.D Ferramentas de Utilização para Comunicação Digital F.U.C.D Ferramentas de Utilização para Comunicação Digital O corpo discente da pós graduação em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais SENAC

Leia mais

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios UNIMEP MBA em Gestão e Negócios Módulo: Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 TI com foco nos Negócios: Áreas envolvidas (Parte II) Flávio I. Callegari www.flaviocallegari.pro.br O perfil do profissional

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu. Gestão e Tecnologia da Informação

PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu. Gestão e Tecnologia da Informação IETEC - INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu Gestão e Tecnologia da Informação BAM: Analisando Negócios e Serviços em Tempo Real Daniel Leôncio Domingos Fernando Silva Guimarães Resumo

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL

UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL Se, na verdade, não estou no mundo para simplesmente a ele me adaptar, mas para transformá-lo [...] devo usar toda possibilidade que tenha para não apenas

Leia mais

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção.

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. estratégias online Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. serviços consultoria Benchmark Planejamento

Leia mais

35 Reports úteis. para Monitoramento de. Redes Sociais

35 Reports úteis. para Monitoramento de. Redes Sociais 35 Reports úteis para Monitoramento de Redes Sociais Fevereiro/2014 1 35 Reports Úteis O principal desafio da E.Life ao lançar o Buzzmonitor era criar uma solução de Business Intelligence e não apenas

Leia mais

Publicidade. Monitoramento: Percepções sobre Publicidade. Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações

Publicidade. Monitoramento: Percepções sobre Publicidade. Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações Crédito da imagem: ronnestam.com Anúncio Upex Publicidade Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações Introdução Foram realizadas buscas na mídia social Twitter, através de ferramenta de monitoramento

Leia mais

Case Azul Linhas Aéreas Monitoramento e interação via mídias sociais

Case Azul Linhas Aéreas Monitoramento e interação via mídias sociais Case Azul Linhas Aéreas Monitoramento e interação via mídias sociais Fabio Marão Jacques Bretas Gerente de Marketing Interativo Azul Linhas Aéreas Gerente de Negócios Cloud Computing SAP As mídias sociais

Leia mais

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento.

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento. Criação Personalização Gerenciamento. A Cafuné Design trabalha com as principais mídias e plataformas digitais do momento: Facebook, Twiiter, Instagram, Youtube e LinkedIn. Novas ferramentas de mídia social

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B Mídias sociais como apoio aos negócios B2B A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital Apresentação Presença Digital 2012 ÍNDICE 1. GESTÃO MÍDIAS SOCIAIS... 03 2. ESTRATÉGIAS COMPLEMENTARES... 04 3. PERSONALIZAÇÃO... 05 4. CASES... 06 5. SOBRE A INTERMIDIA BRASIL... 13 6. CLIENTES... 14

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

Copyright 2013 Academia NED. Todos os Direitos Reservados. AcademiaNED.com.br

Copyright 2013 Academia NED. Todos os Direitos Reservados. AcademiaNED.com.br Copyright 2013 Academia NED Todos os Direitos Reservados AcademiaNED.com.br CONTEÚDO Introdução... 4 1 - Certifique-se de que sua FanPage é atraente... 5 a. Foto de Capa... 5 b. Foto de Perfil... 5 c.

Leia mais

35 reports úteis. para monitoramento de redes sociais no buzzmonitor SETEMBRO/2015

35 reports úteis. para monitoramento de redes sociais no buzzmonitor SETEMBRO/2015 35 reports úteis para monitoramento de redes sociais no buzzmonitor SETEMBRO/2015 1 35 reports Um dos pontos-chave do monitoramento de redes sociais são os relatórios. Como a maioria das plataformas disponibilizam

Leia mais

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário SOUZA, Kauana Mendes 1 ; XAVIER, Cintia 2 Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná, PR RESUMO O projeto Portal

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Capítulo 1 - Introdução 14

Capítulo 1 - Introdução 14 1 Introdução Em seu livro Pressman [22] define processo de software como um arcabouço para as tarefas que são necessárias para construir software de alta qualidade. Assim, é-se levado a inferir que o sucesso

Leia mais

Sumário Executivo. Objetivos

Sumário Executivo. Objetivos Brasil Sumário Executivo As mídias sociais estão se tornando uma parte central de como os consumidores descobrem e avaliam informações. Quando os Mass Affluent se relacionam com instituições financeiras

Leia mais

Acesso a Bases de Dados (Web of Science)

Acesso a Bases de Dados (Web of Science) Acesso a Bases de Dados (Web of Science) Helder Rodrigues da Silva Biólogo Mestre em Bioenergia-UEL Doutorando em Agronomia-UEL ISI Web of Knowledge Histórico Histórico 1958- fundação do Institute for

Leia mais

CRM: uma nova perspectiva da gestão do relacionamento com o cliente

CRM: uma nova perspectiva da gestão do relacionamento com o cliente Page 1 of 6 Home Contato Inscreva-se Sobre Carreira Desenvolvimento Mercado Redes & Telecom Tecnologia» TI Corporativa» pesquisar... Home» Carreira» CRM: uma nova perspectiva da gestão do relacionamento

Leia mais

Política da IFC sobre Divulgação de Informações Análise e Atualização Visão Geral do Processo de Consulta e Participação

Política da IFC sobre Divulgação de Informações Análise e Atualização Visão Geral do Processo de Consulta e Participação Política da IFC sobre Divulgação de Informações Análise e Atualização Visão Geral do Processo de Consulta e Participação Corporação Financeira Internacional 26 de agosto de 2009 SUMÁRIO PÁGINA Resumo executivo...

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

Praticando o Conceito de Inteligência Estratégica Antecipativa (IEA) em uma Empresa de Software Médico

Praticando o Conceito de Inteligência Estratégica Antecipativa (IEA) em uma Empresa de Software Médico Praticando o Conceito de Inteligência Estratégica Antecipativa (IEA) em uma Empresa de Software Médico Pedro Freitas pedrof86@terra.com.br Henrique Freitas hf@ea.ufrgs.br Raquel Janissek-Muniz rjmuniz@ea.ufrgs.br

Leia mais

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil Ana Luiza Collares Xavier JULIA FERRAZ DUAYER Thalita Gaspar Telles Light Serviços de

Leia mais

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL INTRODUÇÃO Já imaginou ter acesso a dados e estatísticas do website do concorrente? Com alguns aplicativos e ferramentas, isso já é possível. Com ajuda deles, você

Leia mais

acebook Analytics Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados através das métricas adequadas.

acebook Analytics Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados através das métricas adequadas. acebook Analytics Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados através das métricas adequadas. 2 INTRODUÇÃO Em um curto espaço de tempo, vimos o Facebook ir do zero ao status de uma das

Leia mais

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br Desde 2008 Mídia Kit 2015 encontrasãopaulo www.encontrasaopaulo.com.br Introdução O Mídia Kit 2015 do guia online Encontra São Paulo tem o objetivo de contextualizar a atuação do site no segmento de buscas

Leia mais

1. Introdução. 2. Conceitos. 3. Metodologia. 4. Resultados. 5. Considerações

1. Introdução. 2. Conceitos. 3. Metodologia. 4. Resultados. 5. Considerações Comunidades de Prática Experiências e Contribuições da Tecnologia para a Educação Profissional Lane Primo Senac Ceará 2012 Sumário 1. Introdução 2. Conceitos 3. Metodologia 4. Resultados 5. Considerações

Leia mais

@FabioCipriani Social Media Brasil 2011 04 de junho de 2011

@FabioCipriani Social Media Brasil 2011 04 de junho de 2011 Mídias Sociais nas Empresas @FabioCipriani Social Media Brasil 2011 04 de junho de 2011 Midias_Sociais_Cafe_Aberje.ppt Foto de Gabriel Guimarães 22 http://www.flickr.com/photos/gabrielfgo/3919726379-2

Leia mais

2 Sistemas de recomendação

2 Sistemas de recomendação 14 2 Sistemas de recomendação 2.1. Introdução É comum fazer escolhas sem uma experiência pessoal suficiente sobre as alternativas que estão disponíveis (que músicas ouvir, que livros comprar, etc.). Os

Leia mais

Social Media em 5 etapas

Social Media em 5 etapas Como estruturar seu sistema de Social Media em 5 etapas O que é este guia? O Guia de inicialização em social media foi criado pela G&P como uma forma de ajudar e incentivar as mais diversas empresas do

Leia mais

CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT

CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT O resultado prático para as empresas que adotam esse conceito de software, baseado no uso da tecnologia é conseguir tirar proveito dos dados de que dispõem para conquistar

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

A compra de TI e as redes sociais

A compra de TI e as redes sociais Solicitada por A compra de TI e as redes sociais Como as redes sociais transformaram o processo de compras B2B e as melhores práticas para adaptar as suas estratégias de marketing à nova realidade BRASIL

Leia mais

Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais. Por Gustavo Valvasori

Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais. Por Gustavo Valvasori Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais Por Gustavo Valvasori Índice 1. Introdução 2. Por que monitorar? 3. O que monitorar? 4. Como dialogar 5. Fluxo de comunicação

Leia mais

Quem é Ana Luiza Cunha?

Quem é Ana Luiza Cunha? Apresentação WSI Quem é a WSI? Fundada em 1995 Nascimento da Internet 1.100 Consultores de Marketing Digital 81 países 12 grandes Centros de Produção Receita estimada da rede: acima de US$160 milhões Parceiros:

Leia mais

social media para bares, restaurantes e afins

social media para bares, restaurantes e afins BARTIPS social media para bares, restaurantes e afins O que buscamos? Divulgar seu estabelecimento para milhares de potenciais consumidores. Fazer você ser parte do dia-a-dia de seu cliente Ter suas novidades,

Leia mais

Mercantil do Brasil: retendo clientes pelo atendimento nas redes sociais

Mercantil do Brasil: retendo clientes pelo atendimento nas redes sociais Mercantil do Brasil: retendo clientes pelo atendimento nas redes sociais Os bancos nas redes sociais Os bancos, assim como grande parte das empresas, vêm se tornando cada vez mais presentes nas redes sociais,

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA Paula Junqueira 7º CONGRESSO RIO DE EDUCAÇÃO CONSTRUINDO A SUA MARCA A marca é o ativo mais importante, independente do tamanho de sua empresa. As mídias sociais são

Leia mais

Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing

Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing Oficial Categoria 2 Proposta de Consultoria: Facebook Marketing Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing Nas próximas páginas: Quem é a Dynamo O Que é Possível Com o Facebook Como Podemos Ajudar

Leia mais

GUIA BÁSICO DE COMUNICAÇÃO

GUIA BÁSICO DE COMUNICAÇÃO GUIA BÁSICO DE COMUNICAÇÃO CONVERSA DE ELEVADOR Sendo um empreendedor social, você sabe como é importante ser capaz de descrever sua organização, definindo o que diferencia seu trabalho e detalhando o

Leia mais

A determinação da classe social foi baseada na visão IBGE/ FGV, ou seja, considerando a renda familiar em número de salários mínimos.

A determinação da classe social foi baseada na visão IBGE/ FGV, ou seja, considerando a renda familiar em número de salários mínimos. Objetivo: Levantar informações sobre o uso das redes sociais, característica de seus usuários, motivações de acesso, interação com amigos e marcas, etc. Metodologia: pesquisa quantitativa online com 484

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Desenvolvendo o Plano de Gerenciamento do Projeto. Coletando Requisitos. Declarando

Leia mais

Mídias Sociais e Marketing Digital: um novo modelo de comunicação entre empresa e consumidor 1

Mídias Sociais e Marketing Digital: um novo modelo de comunicação entre empresa e consumidor 1 Mídias Sociais e Marketing Digital: um novo modelo de comunicação entre empresa e consumidor 1 Anadelly Fernandes Pereira ALVES 2 Universidade de Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró, RN RESUMO O artigo

Leia mais

PLANEJAMENTO DE CAPACIDADE EM INFRA-ESTRUTURAS SUPORTADAS POR SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DE REDE DE COMUNICAÇÃO DE DADOS

PLANEJAMENTO DE CAPACIDADE EM INFRA-ESTRUTURAS SUPORTADAS POR SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DE REDE DE COMUNICAÇÃO DE DADOS PLANEJAMENTO DE CAPACIDADE EM INFRA-ESTRUTURAS SUPORTADAS POR SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DE REDE DE COMUNICAÇÃO DE DADOS Roosevelt Belchior Lima Neste artigo será apresentada uma proposta de acompanhamento

Leia mais

Palavras-chave: On-line Analytical Processing, Data Warehouse, Web mining.

Palavras-chave: On-line Analytical Processing, Data Warehouse, Web mining. BUSINESS INTELLIGENCE COM DADOS EXTRAÍDOS DO FACEBOOK UTILIZANDO A SUÍTE PENTAHO Francy H. Silva de Almeida 1 ; Maycon Henrique Trindade 2 ; Everton Castelão Tetila 3 UFGD/FACET Caixa Postal 364, 79.804-970

Leia mais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais Os desafios do Bradesco nas redes sociais Atual gerente de redes sociais do Bradesco, Marcelo Salgado, de 31 anos, começou sua carreira no banco como operador de telemarketing em 2000. Ele foi um dos responsáveis

Leia mais

Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo

Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo www.talk2.com.br 03 Introdução 3 05 06 07 10 10 12 20 CONSTRUÇÃO DE ESTRATÉGIAS 2.1Facebook e a predileção pelas marcas

Leia mais

I - O que é o Mobilize-se

I - O que é o Mobilize-se Índice O que é o Mobilize-se...03 A campanha de lançamento...12 Divulgação da campanha...14 Como irá funcionar o sistema para o ouvinte da rádio...20 O que a rádio deve fazer para se inscrever no Mobilize-se...36

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

Como monitorar o que estão falando da minha empresa

Como monitorar o que estão falando da minha empresa http://www.tecnocratadigital.com.br/wp-content/uploads/2010/11/social-media-optimization.jpg Como monitorar o que estão falando da minha empresa nas Mídias Sociais de forma simples e direta. Paulo Milreu

Leia mais

POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER

POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER ÍNDICE Por que utilizar Business Intelligence no call center? Introdução Business Intelligence na área de saúde Por que usar Business Intelligence

Leia mais

@ A expansão da web, que. @ Presença cada vez maior do

@ A expansão da web, que. @ Presença cada vez maior do Mídias Sociais Inteligência coletiva Em 1996, a web (1.0) era predominantemente um ambiente de leitura. Só uma pequena fração do conteúdo era criada pelo usuário; Dez anos depois, duas grandes mudanças:

Leia mais